Você está na página 1de 11

Manifestações da

actividade Geológica

Trabalho Realizado por:

Bruno Fernandes 10, 1ª


Índice
• Introdução
• Planetas Telúricos Geologicamente activos
• Características
• Processos de origem interna
• Processos de origem externa
• Posição do sistema solar
Introdução

Este trabalho tem como objectivo dar a conhecer os planetas


telúricos, o que são e algumas das suas características. Estarão
em foco os planetas que são considerados estarem no interior
da nossa galáxia que são eles: Mercúrio, Vénus, Terra e Marte.

Falará ainda de processos de origem interna e externa e da


posição do nosso sistema solar ( via láctea ) no universo.
Planetas Telúricos Geologicamente
activos
• Planetas Telúricos são planetas essencialmente constituídos
por materiais sólidos, apresentando-se estruturados em
camadas com densidade elevada. Têm um diâmetro menor ou
próximo do diâmetro da Terra. As atmosferas, quando existem,
são pouco extensas relativamente às dimensões dos
respectivos planetas. Os movimentos de rotação são lentos e
possuem poucos ou nenhum satélite. São planetas telúricos
Mercúrio, Vénus, Terra e Marte.

• Na verdade, o único planeta telúrico actualmente activo é a


Terra. Todos os outros planetas encontram-se inactivos há
muitos anos. Mercúrio por exemplo passou a planeta
geologicamente inactivo há cerca de 3,2 milhares de milhões
de anos.
Características
Características Mercúrio Vénus Terra Marte
Distância média ao 57,9 108 149 228
sol (milhões de km)
Período de 88 d 224,7 d 365 d 687
translação
Período de rotação 58,6 d 243 d 23,9 h 24,5 h

Diâmetro equatorial 4878 12100 12756 6787


(km)
Massa (unidade = 0,055 0,81 1 0,1
1)
Temperatura -170 a 464 15 -40
superficial 430
Densidade média 5,4 5,2 5,5 3,9
(água = 1g/cm3)
Processos de origem interna
• A actividade geológica interna trata-se da movimentação das placas
tectónicas. Essas movimentações devem-se essencialmente aos
sismos, nas manifestações vulcânicas, na formação de cadeias
montanhosas e na evolução dos fundos oceânicos com a
consequente deslocação dos continentes.

• Corpos do tipo planetário com actividade geológica interna do género


da actividade existente na Terra ate ao momento são conhecidos
muitos poucos.

• A primeira erupção vulcânica observada alem das conhecidas na


Terra, teve origem em " Lo ", uma das luas de Júpiter.

• Entre os todos os planetas telúricos existentes no nosso sistema


solar, apenas um pode ser equiparado a Terra, é ele Vénus. Entende-
se que o vulcanismo em Vénus seja activo, pois a maneira como as
suas rochas reflectem a luz dando a ideia de derrames de lava muito
recentes.
• Ao que se tem conhecimento ate hoje , Vénus, dá-nos a ideia
de a sua crosta ser basáltica, levando a crer que a actividade
vulcânica tenha coberto toda a sua superfície, provavelmente
há 500 milhões de anos. Segundo o nosso manual, até ao
momento já foram identificadas algumas centenas de vulcões.

• Mercúrio por sua vez apresenta um tamanho reduzido, o que


terá causado um arrefecimento mais rápido e perda de calor
interno. Mercúrio apresenta uma superfície dominada por
crateras causadas por impactos meteoritos, destacando-se as
extensas planícies de origem vulcânica.

• Marte, que tal como Mercúrio terá passado por arrefecimento


mais rápido e poderá estar tectonicamente inactivo há 1000
milhões de anos, conservando grandes marcas de origem
tectónica.
Processos de origem externa
• A actividade geológica da Terra tem também causas externas que lhe moldam a
superfície, em grande parte devido à acção do ciclo hidrológico. A água que vai
escorrendo sobre a superfície, transporta sedimentos de uma zona para outra,
tendo uma acção erosiva sobre relevos e preenchendo as depressões.
• Em relação à existência de agua no estado liquido deve-se à excelente posição
em relação ao sol que favorece bastante o planeta Terra.
• A posição de cada planeta influencia ainda a existência ou não de atmosfera
nos planetas. Um factor importante para um planeta manter uma atmosfera
deve-se também à dimensão do planeta, pois está directamente relacionada
com a gravidade e conseguir manter uma camada gasosa à sua volta.
• Mercúrio devido a todas essas características anteriormente mencionadas não
tem atmosfera.
• Vénus tem uma atmosfera bastante densa que reflecte fortemente a luz solar,
tornando-se ele o astro que mais chama a atenção em todo o céu. Tem uma
pressão atmosférica de 90 vezes superior à da terra. No caso de Vénus o gás
predominante é o dióxido de carbono em cerca de 95% e tem uma temperatura
a rondar os 500ºC.
• Marte tem uma atmosfera bastante idêntica à de Vénus, ou seja tem a mesma
quantidade de dióxido de carbono, a pressão é bastante baixa (menos de 1% da
pressão Terrestre) e no entanto tem uma grande tendência a formar ventos
fortes.
• Apesar da presença da atmosfera nos dois últimos planetas, as suas acções
erosivas são ineficazes devido à falta de agua no estado liquido nos dois
planetas.
Posição do sistema solar

• O Sistema Solar está situado dentro das regiões mais externas na


Galáxia, bem dentro do disco e somente cerca de 20 anos-luz acima
do plano de simetria equatorial, e cerca de 28000 anos-luz do Centro
Galáctico. A nossa galáxia dessa forma mostra-se como uma banda
luminosa que se estende por todo o céu ao longo do seu lanho de
simetria, que nós chamamos de Via Láctea mas que também é
chamado de "Equador Galáctico".
Conclusão
• Concluir os pontos atras completos
Bibliografia
Sites:
• http://sistemasolar.freehostia.com/planetas.htm
• http://www.esec-valenca.rcts.pt/folha_029.htm
• http://www.on.br/glossario/alfabeto/g/galaxiavl.html

Manuais:

Saber o nome do livro e ver como é a bibliografia