P. 1
EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

|Views: 27|Likes:

More info:

Published by: Giuliana Thomas Vitorino on Sep 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/03/2011

pdf

text

original

EQUILÍBRIO QUÍMICO

HOMOGÊNEO/HETEROGÊNEO E ÁCIDO-BASE CAPÍTULOS 14 E 15 – RUSSEL VOL.2

 Aspectos gerais: Considere a decomposição do N2O4: N2O4(g)  (congelado e incolor) →  (Temp. ambiente) 2NO2(g)  (Marrom)

Em um determinado momento, a cor pára de se alterar e temos a mistura de N2O4 e NO2. Equilíbrio químico é o ponto em que as concentrações de todas as espécies são constantes.  Modelo de Colisão: À medida que a quantidade de NO2 aumenta, há uma chance de duas moléculas de NO2 se colidirem para formar N2O4. No início da reação, não existe nenhum NO2, então não ocorre a reação inversa. Equilíbrio Dinâmico – porque a reação não parou: as velocidades opostas são iguais. Considere o N2O4 congelado: apenas o sólido branco está presente. Ao nível microscópico, estão presentes apenas moléculas de N2O4.

No entanto. o equilíbrio é alcançado. se começarmos apenas com amônia e nenhum nitrogênio ou hidrogênio. Quando [A] e [B] são constantes. . Considere o processo de Haber: N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g) Se começarmos com uma mistura de nitrogênio e hidrogênio (em quaisquer proporções). hidrogênio e amônia. a reação prosseguirá e N2 e H2 serão produzidos até que o equilíbrio seja alcançado.Reação direta: A → B Velocidade = kd[A] Reação inversa: B → A Velocidade = ki[B] No equilíbrio kd[A] = ki[B]. [B] aumenta de zero para uma constante. À medida que a reação progride [A] diminui para uma constante. a reação alcançará o equilíbrio com uma concentração constante de nitrogênio.

mais produtos estarão presentes no equilíbrio. . Conseqüentemente. 〉 As concentrações de sólidos e líquidos puros são constantes – ignoramos suas concentrações na expressão da constante de equilíbrio. a mesma proporção de concentrações é alcançada no equilíbrio. é a razão entre produtos e reagentes. o equilíbrio é heterogêneo. Para uma reação geral na fase gasosa: aA + bB dD c a expressão da constante de equilíbrio é K eq = ↔ cC + [ C] [ D] d [ A] a [ B]b A constante de equilíbrio. quanto maior for K. Seu valor depende da temperatura. K. De modo inverso. o equilíbrio é homogêneo. quanto menor for K. mais reagentes estarão presentes no equilíbrio.Não importa a composição inicial de reagentes e produtos. 〉 Quando todos os reagentes e produtos estão em uma fase. 〉 Se um ou mais reagentes ou produtos estão em uma fase diferente.

 Efeito das variações de volume e pressão Num sistema em equilíbrio que tem seu volume diminuído: À medida que o volume diminui. Princípio de Le Châtelier: se aumentarmos a pressão. .⇒ Princípio de Le Châtelier: se um sistema em equilíbrio é perturbado. o sistema se deslocará de tal forma que a perturbação seja neutralizada. o sistema se deslocará no sentido de neutralizar esse aumento – o sistema desloca no sentido de remover os gases e diminuir a pressão. a [H2] e a [N2] diminuirão e a [NH3] aumentará. Um aumento na pressão favorece o sentido que tenha menos quantidade de matéria de gás. Considere: N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g) Adição de H2 – o sistema deve consumir o H2 e levar aos produtos até que um novo equilíbrio seja estabelecido. a pressão aumenta. Portanto.

Ex: N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g) 2NH3(g) ↔ N2(g) + 3H2(g) ∆ H = -92. se ∆ H < 0. o resfriamento do recipiente). o resfriamento favorece a reação inversa. favorece a reação no sentido da diminuição: se ∆ H > 0. o resfriamento favorece a reação direta.  Efeito das variações de temperatura A constante de equilíbrio depende da temperatura.Em uma reação com a mesma quantidade de matéria de produtos e reagentes gasosos. a pressão não tem nenhum efeito. Considere: Co(H2O)62+(aq) + 4Cl-(aq) (rosa claro) (ácido) ↔ CoCl42-(aq) + 6H2O(l) (azul escuro) ∆ H>0 . a adição de calor favorece a reação direta. se ∆ H < 0.2kJ Para uma reação endotérmica. a adição de calor favorece a reação inversa. A remoção de calor (por ex. ∆ H < 0 Adição de calor (por ex. Princípio de Le Châtelier: Um aumento de temperatura favorece uma reação endotérmica. ∆ H > 0 Para uma reação exotérmica. o aquecimento do recipiente) favorece a reação no sentido contrário ao: se ∆ H > 0.2kJ ∆ H = +92.

Conseqüentemente. Considere HCl(aq) + H2O(l) → H3O+(aq) + Cl-(aq): . Um catalisador não afeta a composição da mistura em equilíbrio.  Equilíbrio ácido-base: Brønsted-Lowry: o ácido doa H+ e a base recebe H+. um catalisador diminuirá o tempo gasto para alcançar o equilíbrio. Efeito do catalisador Um catalisador reduz a barreira de energia de ativação para a reação. A base de Brønsted-Lowry não precisa conter OH-.

o pH) de uma base forte é dado pela concentração em quantidade de matéria inicial da base. conseqüentemente. Assim. H2O é uma base. Todos os ácidos e bases fortes ionizam completamente em solução: HNO3(aq) + H2O(l) → H3O+(aq) + NO3-(aq) HNO3(aq) → H+(aq) + NO3-(aq) Em soluções. mais fraca é a base conjugada. o pH da solução é a concentração em quantidade de matéria inicial do ácido. o ácido forte é geralmente a única fonte de H+. H2O e H3O+ tbm são pares ácido-base conjugados.  Ácidos e bases fortes: Ácidos e bases fortes são eletrólitos fortes.HCl é um ácido. O pOH (e. ⇒ Água pode se comportar tanto como ácido quanto como base – anfótera. ⇒ Quanto mais forte é o ácido. HCl e Cl.são pares ácido-base conjugados. As bases não têm que conter o íon OH-: O2-(aq) + H2O(l) → 2OH-(aq) N3-(aq) + 3H2O(l) → NH3(aq) + 3OH-(aq) .

os ácidos fracos estão em equilíbrio: HA(aq) + H2O(l) ↔ H3O+(aq) + A-(aq) Ka = [ H3O + ][ A .  Ácidos polipróticos: Mais de um próton ionizável. Conseqüentemente. . Conseqüentemente. mais forte é o ácido (neste caso.] [ NH3 ] Quanto maior o Ka.] [H ] A NH3(aq) + H2O(l) ↔ NH4+(aq) + OH-(aq) Kb = [ NH4+ ][OH. H2SO3(aq) ↔ H+(aq) + HSO3-(aq) HSO3-(aq) ↔ H+(aq) + SO32-(aq) Ka1 = 1.] [ HA ] HA(aq) ↔ H+(aq) + A-(aq) Ka = [ H +][ A . Se Ka >> 1. Ácidos e bases fracos: Ácidos e bases fracos são apenas parcialmente ionizados em solução. o ácido está completamente ionizado e o ácido é um ácido forte – idem bases. Existe uma mistura de íons e ácido não-ionizado em solução.10-2 Ka2 = 6. mais íons estão presentes no equilíbrio em relação às moléculas nãoionizadas) – idem bases.10-8 É sempre mais fácil remover o primeiro próton em um ácido poliprótico do que o segundo.7 . Ka1 > Ka2 > Ka3 etc.4 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->