P. 1
o Homem e a Cultura - Leontiev

o Homem e a Cultura - Leontiev

|Views: 800|Likes:
Publicado porjcgroth

More info:

Published by: jcgroth on Sep 08, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/05/2015

pdf

text

original

Alexis Leontiev

GRUPO DE PESQUISA E ESTUDOS EM EDUCAÇÃO INFANTIL
Lider: Professora Dr. Marta Chaves Acadêmicas: Carina Groth

especialmente desenvolvimento tecnológico. Trotski no comando dos Negócios Externos e Stalin nos Negócios Internos. 7 nov .L Ê N I N S T A L I N T R O T S K I A URSS  1903. e educação. realizando a reforma agrária. Educação preparação para o homem comunista.  N I K I T A L E O N I D M I K H A I L  . mudou radicalmente o conteúdo.os bolcheviques tomaram a sede governamental: Lênin na presidência. iniciando a preparação de novos currículos.1917 – período de grandes conflitos entre Czar Nicolau II. nacionalização de indústrias e bancos. programas e livros didáticos. os métodos de trabalho educativo. Bolcheviques e Mencheviques. URSS passa por grandes transformações em todos os campos.

Dedicou seus estudos à psicologia do desenvolvimento – Fundou a Teoria da Atividade juntamente com outros psicólogos (grupo Kharkov). quem foi? - - 1903 . E.Nasceu em Moscou . em seguida tornou-se estudante de pós-graduação participando do curso geral em psicologia 1929 – Foi transferido para a Academia de educação comunista 1930 .Alexei Leontiev.Rússia 1924 – Se formou em psicologia pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Moscou. .

1979 .Morreu de ataque cardíaco .Alexei Leontiev.Chefe do departamento de pós de psicologia infantil e genética 1940 – Tese: “O desenvolvimento da psique” 1941 – Juntou –se à milícia. 1966 – Tornou-se o primeiro reitor da Escola de Psicologia da Universidade Estadual de Moscou. 1950 – Foi Chefe do departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia da Universidade Estadual de Moscou. quem foi? 1932 . porém em pouco tempo foi retirado para tornar-se diretor do instituto de Psicologia.

.

no seio da cultura criada pela humanidade. grifos do autor) .“[...] o homem é um ser de natureza social.” (p. 261. que tudo o que tem de humano nele provém da sua vida em sociedade.

“[.262. mas a leis socio-históricas. estava e está submetido não às leis biológicas.. grifos do autor) . diferentemente do desenvolvimento dos animais. que esta passagem modificou a sua natureza e marcou o início de um desenvolvimento que. (p.] a hominização resultou da passagem à vida numa sociedade organizada na base do trabalho..

.

segundo a expressão de Vandel do “despotismo da hereditariedade” e podem prosseguir o seu desenvolvimento num ritmo desconhecido do mundo animal.Por outras palavras. 264) . O homem e a humanidade libertaram-se. (p. a passagem do homem a uma vida em que a sua cultura é cada vez mais elevada não exige mudanças biológicas hereditárias.

.

encarnaram nesse mundo. . 266) * Quando se apropria das criações das gerações passadas o sujeito se desenvolve. na produção e nas diversas formas de actividade social e desenvolvendo assim as aptidões especificamente humanas que se cristalizaram. (p.Ela apropria-se das riquezas deste mundo participando no trabalho. O homem aprende a ser homem.

(p.*Encontram abandonado uma menina com dois anos - “ela em nada se distinguia no seu desenvolvimento das intelectuais europeias” . .TRIBO Guayaquils (Paraguai). .*Recolha do mel de abelhas selvagens. 267) .

.

.

divisão social do trabalho.Liberta-se das leis da evolução Desigualdade econômicas de classe e da diversidade consecutiva das suas relações com as aquisições no processo socio-histórico. . propriedade privada e luta de classes. Forma prática: alienação econômica dos meios e produtos do trabalho.

. 294). p. 1979. gasta toda sua força para realizar uma operação milhares de vezes (LEONTIEV. 294). RAÇAS INFERIORES . RAÇAS SUPERIORES Estreita-se e empobrece [. quando um operário. 1979..Homens Enriquece e se diversifica Concentração das riquezas materiais na mão de uma classe dominante é acompanhada de uma concentração da cultura intelectual (LEONTIEV.] Sabemo-lo bem.

301) (grifos no original). não são incorporadas nem nele. . Resultando estas do desenvolvimento das gerações humanas. p. Este processo coloca-o.BIOLÓGICA Prolongamento direto da evolução biológica. aos ombros das gerações anteriores e eleva-o muito acima do mundo animal (LEONTIEV. por assim dizer. nas grandes obras da cultura humana. O homem não nasce dotado das aquisições históricas da humanidade. Só apropriando-se delas no decurso da sua vida ele adquire propriedades e faculdades verdadeiramente humanas. 1979. Pura e simplesmente mudanças morfológicas. nem nas suas disposições naturais. mas no mundo que o rodeia.

.

1998. HOBSBAWN. Cláudio. Sobre História. Alexis. Desenvolvimento do Psiquismo. O homem e a cultura. São Paulo: Companhia das Letras. Eric. LEONTIEV. Rússia: antes e depois da URSS. In: _____. São Paulo: Scipione. 1995.   . 1979. VICENTINO. Lisboa: Livros Horizonte.

&#$$ $4 !. 3*****  0803.:4$.4.-47...39080/0548/.8097.:4425. $4!.20394/4!86:824 8-4.1..:9:7. $4-7089O7.3.5430  .  $ 7.748 474390  '% E:/4 #88.8   %' 08  42020. /.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->