P. 1
AVALIAÇÃO DESCRITIVA modelos

AVALIAÇÃO DESCRITIVA modelos

3.0

|Views: 36.528|Likes:

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Geuza Torres Livramento on Sep 09, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/01/2014

pdf

text

original

AVALIAÇÃO DESCRITIVA modelos 1º BIMESTRE NOME PROFESSORA Iniciamos o ano com atividades dinâmicas e criativas onde o aluno Adonis

mostrou-se muito interessado em participar. Durante cada projeto trabalhado, fez a diferença buscando novos conhecimentos. Dentre os projetos trabalhados estão: “Tudo o que Deus criou é muito bom”: na primeira semana de aula o Adonis mostrou-se um pouco tímido e mais reservado, mas ao iniciarmos as atividades e brincadeiras em grande grupo, conheceu novos amigos e se identificou com vários deles, desenvolvendo sua afetividade e aprimorando seus sentimentos e emoções. Durante este projeto ele pode apreciar o poder de Deus ao cuidar dos animais e da família de Noé quando ocorreu o dilúvio. Imitou como os animais se locomovem: aranha, sapo, gato, entre outros. Apresentou dificuldade em fazer relações em cima/embaixo, primeiro/último, antes/depois, mas está realizando atividades práticas que estimulam sua percepção espacial, tais como: em fila, metade da turma recebeu numerais de 1 a 10, ao sinal da professora os outros alunos teriam que ir até o número que vem antes do 4 (que seria o número 3), ele foi para o nº5, a professora explicou e demonstrou o que significa o antes e depois, e dava-lhe mais uma chance para refazer a brincadeira. O Adonis possui seu próprio calendário onde anota os dias do mês, mas ainda não consegue relacionar a quantidade ao numeral, está aperfeiçoando-se com dinâmicas de assimilação numérica: contar quantas letras tem nas palavras, quantos dias passa na escola, atividades com situações-problema, entre outros. “Conhecendo e construindo minha identidade”: o Adonis já escreve seu nome, mas ainda não reconhece todas as letras que o compõe, mostrando-se um pouco sem vontade de aprender, fazendo o uso constante de frases: “Eu não sei! Eu não quero aprender!”, por isso o estimulei dizendo para cada atividade realizada: “Muito bom, continue assim! Ficou lindo!” Trabalhando desta forma, percebi que ele ficou mais confiante em si mesmo, não demonstrando mais aquele medo de errar, ou de ser julgado pelos colegas e até mesmo pela professora. Identificou e nomeou as partes de seu corpo, percebendo a utilidade de cada uma. Valorizou sua família, demonstrando carinho e respeito pela mesma. Aprecia muito cantar, fazendo-o de forma espontânea e prazerosa. Ficou muito feliz quando sua mãe veio até a escola falar sobre sua vida, mostrando algumas coisas que ele usava quando era bebê, esta atividade foi muito positiva, auxiliando em sua auto-estima. Quando foi seu dia de estrela, sentiu-se amado pelos colegas, e como é muito prestativo, empolgou-se em ajudar a professora. Reconheceu algumas letras que estavam no nome de outros alunos e que eram iguais as do seu nome, ampliando assim, seu conhecimento do alfabeto. Aprendeu a respeitar seus colegas, cada qual com suas particularidades, como sendo todos filhos de Deus. “Minha escola é tudo de bom!”: neste projetou o Adonis conheceu todas as salas da escola: do PRÉ ao 5º ano, a secretaria, a biblioteca, entre outras. Depois de ver cada parte da escola, desenhou-as numa folha, indicando onde ficava cada lugar, deste modo obteve uma maior compreensão do espaço escolar. Conheceu cada funcionário da escola, e auxiliou com suas idéias na construção de um poema para a bibliotecária Neide, ampliando assim, seu vocabulário e estimulando a criatividade. Percebeu também, que neste nome havia letras que também pertenciam ao seu nome, fazendo relações entre eles. Conheceu o som das letras que apareciam no nome de alguns funcionários, mas não conseguiu fazer a relação entre a letra e o fonema da mesma. Por isso, estou estimulando-o a cada momento, sempre relembrando o som e a letra, mostrando no quadro, nos textos trabalhados, e em brincadeiras. Assim como cada funcionário faz o seu melhor para a escola, ele compreendeu que deve fazer o mesmo tanto na escola como em qualquer outro lugar.

“Comida saudável faz bem”: ao observar uma planta, conseguiu identificar suas partes: raiz, caule, folha, fruto e flor. E percebeu que as plantas servem de alimento, como os frutos: uva, banana, maçã, laranja, manga, pêra e morango. Fez a dobradura de cada um destes frutos, e sentiu dificuldade ao realizar as primeiras dobraduras, o que foi superado rapidamente ao fazer as demais, estimulando sua coordenação motora fina, ao realizar cada traçado. Recebeu estímulos para adquirir/aperfeiçoar hábitos alimentares mais saudáveis, como a ingestão de frutas todos os dias no horário do lanche, e também em casa. Comparou as letras e a quantidade de letras das frutas com as do seu nome, reconhecendo algumas que antes não sabia. Percebi seu envolvimento e dedicação ao realizar estas atividades, fazendo-as de forma mais apreciativa. Parabéns Adonis! Você adquiriu novos conhecimentos durante este bimestre, e percebeu que você é capaz, continue assim!

· Ler, escrever e identificar letras, palavras e textos ainda que não de forma convencional; · Elaborar perguntas e respostas de acordo com os diversos contextos em que participa; · Escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor; · Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros, revistas e outros portadores de texto; · Identificar e escrever seu nome nas diversas situações do cotidiano; · Produzir livremente a escrita; · Identificar e escrever os numerais de 0 a 9; · Reconhecer e valorizar os números, as operações numéricas e as contagens orais; · Desenvolver o conceito de classificação.
Relatos de aprendizagem 1º semestre Jardim A adaptação de nome da criança na turma do jardim foi tranqüila. Adaptou-se com facilidade e segurança à rotina, Professora e colegas de turma. Ao chegar na sala demonstra alegria e independência, guarda seu material no local apropriado e logo interage com o grupo. Nos momentos de recreação livre em sala, Matheus gosta de brincar com jogos, lego, brinquedos e embalagens do supermercado da sala. nome da criança realiza todas as atividades propostas com bastante dedicação e interesse, às vezes se dispersa com as conversas. Seus trabalhos são sempre caprichados. Seus desenhos estão em constante evolução, ainda um pouco fora de ordem na folha. Nas aulas de informática demonstra interesse e motivação. É atento as explicações da professora, manuseia o mouse com facilidade, desenha, pinta e solicita jogos. Tendo assim um ótimo rendimento nas aulas. Nas atividades de artes plásticas explora os diferentes materiais oferecidos de forma criativa. De acordo com Paola Gomes, (1999): O trabalho artístico é importante para que as crianças aprendam a explorar o mundo à sua volta. Existem inúmeros materiais que nos auxiliam a criar e a colocar um pouco daquilo que somos no mundo. (p:108) Vem evidenciando avanços significativos na linguagem gráfica, escreve o seu nome sem dificuldade reconhecendo as letras do mesmo, algumas do alfabeto e nomes de seus colegas.

Nos jogos matemáticos manifesta interesse e raciocínio lógico rápido. Seria, quantifica e classifica materiais, agrupando-os pelos atributos de cor, forma e tamanho. Registra quantidades em seus relatórios usando materiais concretos. Identifica os números de nível de jardim, de 1 a 9, estabelece a relação de número e quantidade entre eles. Participa também dos jogos que envolvem letras, nomes e rótulos, saindo-se muito bem. Reconhece o nome da maioria dos colegas e tem uma ótima percepção visual. Sua linguagem encontra-se em desenvolvimento, comunica-se de forma clara e objetiva, adora contar suas vivências na roda, momento esse em que é muito participativo e alegre. Segundo Jane Felipe, (1999): O uso da linguagem como instrumento de pensamento supõe um processo de internalização da linguagem, que ocorre de forma gradual, completando-se em fases mais avançadas da aquisição da linguagem. (p:26) Na hora de ouvir histórias é muito atento, discutindo todos os assuntos abordados, interpreta e ordena de forma lógica as mesmas. De acordo com Gládis Kaercher, (1999): O ato de ouvir e contar histórias está, quase sempre, presente nas nossas vidas. Todos temos necessidade de contar aquilo que vivenciamos, sentimos, pensamos, sonhamos... Dessa necessidade humana surgiu à literatura: do desejo de ouvir e contar para, através desta prática, compartilhar. (p:81) No pátio gosta de brincar com todos os colegas, em brincadeiras variadas como: corrida, futebol e super-heróis. Algumas vezes Matheus entra em conflito com os colegas, mas pede sempre a intervenção da professora para que tudo se resolva. Segundo Leni Dornelles ( 1998): É pelo brincar e repetir a brincadeira que a criança saboreia a vitória da aquisição de um novo saber fazer, incorporando-o a cada novo brincar. (p:103) É independente na realização de tarefas como: ir ao banheiro, escovar os dentes, trocar de roupa e colocar o calçado. É muito prestativo com os colegas e Professora. nome da criança mostrou-se neste primeiro semestre muito afetivo, atento e dedicado, relacionando-se bem com os colegas, Professora e demais funcionários da Escola. Desenvolveu-se nas áreas sócio-afetiva, psicomotora e cognitiva ampliando seus conhecimentos. Com certeza no próximo semestre continuará crescendo e participando de forma significativa nas atividades propostas. No segundo bimestre, realizamos atividades práticas e lúdicas onde pudemos avaliar de forma integral o desenvolvimento da aluna em cada projeto trabalhado, sendo eles: "Comida saudável faz bem": Utilizando máscaras de frutas, inventou, junto com outro colega, uma história para ser contada á turma, o que fez com timidez e um pouco de insegurança, mas está sendo estimulada a sempre relatar "novidades" nos momentos de "rodinhas de conversas", auxiliando assim em sua oralidade e organização do pensamento. Para cada fruta trabalhada no projeto, fez uma dobradura, onde obteve bastante crescimento em sua coordenação motora fina. E quando eram solicitadas cópias de textos do quadro, conseguiu copiar na ordem e respeitou o limite da folha, sem necessitar do constante auxílio da professora. Foi incentivada a trabalhar com a contagem de "dinheiro", ao fazermos o nosso "Mini-sacolão", e posteriormente na ida também ao Mercado. Sendo que ela pegou o alimento solicitado, pagou

e recebeu o troco, realizando de forma prazerosa e divertida cada uma das etapas. Reconheceu a importância de nos alimentarmos com alimentos mais saudáveis, que auxiliam nosso corpo evitando assim muitas doenças. Participou trazendo frutas para o lanche e comendo a "salada de fruta" feita semanalmente. "Brincando com sucata": Trouxe diversos materiais que iriam para o lixo e os transformamos em brinquedos educativos. Pode cortar garrafas, superando assim sua dificuldade de coordenação motora. Reconheceu que podemos cuidar do nosso ambiente, mesmo sendo crianças, jogando o lixo na lixeira e separando-o em orgânico e seco. Contou os objetos, com o auxílio da professora, para que conseguisse respeitar a sequência numérica. Quando era solicitado desenhar alguns brinquedos, conseguia colocar mais detalhes e pintava com mais segurança e capricho. Conseguiu identificar o som de algumas letras, com o auxílio da professora, quando necessitava escrever alguma palavra. Necessitando ainda mais ênfase na identificação das letras do alfabeto, sendo que ainda fica na dúvida em reconhecê-las. Sua dedicação e empenho neste bimestre ampliaram seus conhecimentos e contribuíram para o seu aprendizado. Foi muito bom acompanhar seu desenvolvimento! Você é especial! Principalmente para JESUS!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->