01 - (FUVEST SP/1999) Para se obter a ramificação do caule de uma planta, como a azaléia por exemplo, deve-se: a) aplicar adubo

com alto teor de fosfato na planta, de modo a estimular a síntese de clorofila e maior produção de ramos. b) aplicar hormônio auxina nas gemas laterais, de modo a estimular o seu desenvolvimento e conseqüente produção de ramos. c) manter a planta por algum tempo no escuro, de modo a estimular a produção de gás etileno, um indutor de crescimento caulinar. d) cortar as pontas das raízes, de modo a evitar seu desenvolvimento e permitir maior crescimento das outras partes da planta. e) cortar as pontas dos ramos, de modo a eliminar as gemas apicais que produzem hormônios inibidores do desenvolvimento das gemas laterais.

02 - (UEG GO/2002) Os hormônios vegetais apresentam grande aplicação prática na agricultura, podendo ser utilizados em diferentes etapas da produção, tais como:

1. no controle de plantas invasoras ou indesejáveis nas culturas. 2. na indução da formação de frutos partenocárpicos. 3. no estímulo ao amadurecimento dos frutos. 4. na indução da abscisão de folhas, flores e frutos.

Sobre esses hormônios e suas respectivas aplicações práticas, é INCORRETO afirmar: a) Auxinas sintéticas, quando aplicadas em concentrações elevadas sobre determinadas culturas, podem agir como herbicidas seletivos. b) O etileno, um gás produzido pelas próprias plantas e que atua como hormônio, está relacionado com o amadurecimento mais rápido dos frutos. c) A formação de frutos sem que haja prévia fecundação pode ser induzida, utilizando-se AIA (ácido indolilacético), uma auxina. d) A citocinina, hormônio muito utilizado para acelerar o envelhecimento das folhas, pode ser aplicado para facilitar o processo da colheita.

e) Diferentes hormônios de crescimento, tais como a auxina e o etileno, podem agir na indução da abscisão, dependendo de sua concentração.

03 - (UFRJ/1994) A auxina é um hormônio vegetal que, dependendo da concentração, pode inibir ou estimular o crescimento das células jovens do caule e da raiz. Injetando esse hormônio numa concentração de 10-5 molar, lateralmente, na região de crescimento do caule e da raiz, o órgão cresce curvando-se para o lado, como mostra a figura abaixo:

Os efeitos da injeção de auxina no caule e na raiz estão representados no gráfico a seguir.
+ A B

c r e s c im e n to

0

1

- 1 1

0

1 -0 9 1 -0 7 1 -0 5 1 -0 3 1 -0 1 c o n c e n t r a ç ã o m

o l a r

d

e

a u

x

i n

a

Determine e curva que corresponde ao caule e a que corresponde à raiz. Justifique sua resposta.

04 - (UnB DF/1991) Os itens abaixo referem-se à Fisiologia Vegetal. Julgue-os. 00.O mecanismo fotoativo de abertura e fechamento dos estômatos permite às plantas absorverem CO2 durante a fotossíntese. 01.Nas plantas, o crescimento, o desenvolvimento e os tropismos são dependentes de fitormônios. 02.A armazenagem de carboidratos nas raízes relacionada com a taxa de fotossíntese da planta. tuberosas está

03.O transporte de água através do xilema é indiretamente proporcional à taxa de transpiração.

04.Os vegetais podem apresentar alterações no seu desenvolvimento normal, tais como tumores causados por vírus e bactérias. 05.A captura da insetos e pequenos animais por plantas insetívoras constitui um mecanismo cuja função principal é de defesa.

05 - (UnB DF/1992) As figuras I, II e III representam um experimento realizado por C. Darwin e seu filho Francis sobre o crescimento das plantas e publicado em 1881. Analise-as e julgue os itens abaixo:

00.É preciso iluminar a extremidade da planta para que ela cresça em direção à luz. 01.Alguns influência é transmitida da parte superior para a parte inferior da planta, provocando a curvatura da mesma. 02.A curvatura da planta ocorre porque o lado iluminado cresce mais do que o lado não iluminado. 03.As experiência dos Darwin referem-se ao fototropismo positivo dos caules. 04.As plantas não crescem em ausência de luz. 05.A partir destes experimentos, Charles Darwin descobriu a auxina.

06 - (UnB DF/1993) A tabela abaixo mostra os resultados de experimentos sobre o efeito da luz na germinação de sementes de alface, em que estas eram iluminadas alternadamente com ondas de 660 nanômetros (Vermelho – V) e de 730 nanômetros (Vermelho Extremo – VE).
i r r a d V V V V V V V , , , , , , V V V V V V i a ç õ E E E E E E e s P o r c e n 7 6 7 6 7 V7 8V 0 4 6 E 1 E , V t a g e m d e G e r m i n a ç ã o

, , , , ,

V V V V V

, , , ,

V V V V

E E E E

, , ,

V V V

, ,

Julgue os itens: 00.A germinação das sementes de alface só depende do último tipo de luz recebida. 01.A germinação das sementes de alface é estimulada pelo vermelhoextremo e inibida pelo vermelho. 02.A reversibilidade dos efeitos dos dois tipos de luz testados pressupõe a existência de um pigmento que se apresenta em duas formas interconversíveis. 03.Os fenômenos relatados neste experimento dependem de uma proteína chamada fitocromo.

07 - (UFAL/2005) Plantas que florescem no verão são chamadas “plantas de dia longo”. Para saber se a floração de uma espécie “de dia longo” é determinada pela duração do dia ou da noite, os pesquisadores mantiveram plantas em 3 condições. O experimento e os resultados estão esquematizados abaixo:

De acordo com os resultados, explique o que determina a floração nessa espécie.

08 - (UFG/1996) Fotossíntese, respiração, transporte de nutrientes, crescimento, etc., são fenômenos fisiológicos que as plantas realizam. Com relação à fisiologia, é correto afirmar que: 01.a fase clara da fotossíntese ocorre na matriz ou estroma do cloroplasto, enquanto que a fase escura passa-se nas membranas dos tilacóides;

02.a respiração é um processo bioquímico que depende da presença da luz, ocorrendo em todas as células vivas de uma planta; 04.a transpiração nos vegetais é a perda de água na forma de vapor; a sudação ou gutação é a eliminação de água na forma líquida; 08.o etileno é um hormônio vegetal gasoso capaz de provocar a floração, a abscisão das folhas e o amadurecimento dos frutos; 16.nas angiospermas, os elementos condutores do xilema compreendem os elementos de vasos e traqueídeos. Quanto ao floema, o transporte da seiva elaborada é feito pelos elementos de tubos crivados e pelas células companheiras.

09 - (UNIOESTE PR/2005) Os hormônios vegetais são moléculas orgânicas que controlam o crescimento e o desenvolvimento das plantas. Sobre eles é correto afirmar que 01.a citocinina é produzida nas raízes e estimula o crescimento de gemas laterais. 02.o ácido abscísico é responsável pela inibição do crescimento e pela dormência. 04.as auxinas são produzidas no meristema apical e estimulam o crescimento do caule. 08.o etileno é produzido na raiz e tem função de retardar o amadurecimento do fruto. 16.as giberilinas são produzidas nas flores e estimulam o crescimento das raízes. 32.o ácido abscísico tem efeito sobre o fechamento dos estômatos durante o stress hídrico. 64.as giberilinas são responsáveis pelo espessamento do caule.

10 - (UFPR/2005) As plantas têm um comportamento fundamentalmente diferente do comportamento animal. Os animais podem fazer movimentos rápidos e precisos, graças a seus músculos e a sua coordenação nervosa e sensorial. As plantas, por sua vez, realizam movimentos lentos, praticamente imperceptíveis, mas que lhes permitem um ajustamento adequado aos estímulos ambientais. Sabendo que o crescimento das plantas é estimulado por fatores externos (ambientais) e internos (hormonais), responda as seguintes perguntas: b.1) Que fatores ambientais direcionam o crescimento dos órgãos vegetais para cima ou para baixo do solo?

b.2) Qual é o local (órgão vegetal) de produção das auxinas (hormônio do crescimento)? b.3) Explique o efeito da poda para a ramificação.

11 - (EFOA MG/2000) É prática comum na poda das plantas a eliminação da parte apical e/ou de suas folhas, conforme exemplificado em A. Esse procedimento tem o efeito de retirar o local principal de síntese de auxina, hormônio responsável pelo sinal correlativo da dominância apical. Experimentalmente, se após a poda a gema apical ou folhas forem substituídas por um bloco de ágar, contendo auxina (setas), as gemas laterais inferiores permanecem inibidas.

Observe as situações indicadas e assinale a opção que NÃO se esperaria que ocorresse neste experimento: a) V. b) II. c) IV. d) III. e) I.

12 - (FUVEST SP/1997) Um pesquisador dividiu um lote de plantas jovens em quatro grupos, dos quais três receberam os tratamentos indicados abaixo e o quarto foi usado como controle.

As plantas foram então iluminadas unilateralmente. Quais plantas se curvam em direção à fonte de luz, tal como os controles? a) nenhuma delas. b) somente as plantas do grupo I. c) somente as plantas do grupo II. d) somente as plantas dos grupos I e II. e) As plantas dos grupos I, II e III.

13 - (FUVEST SP/1995) Dois grupos de mudas obtidas a partir de um mesmo clone de plantas verdes foram colocados em ambientes diferentes: um claro e outro escuro. Depois de alguns dias, as plantas que ficaram no escuro estavam estioladas o que significa que os dois grupos apresentavam a) o mesmo genótipo e fenótipos diferentes. b) o mesmo fenótipo e genótipos diferentes. c) genótipos e fenótipos iguais. d) genótipos e fenótipos diferentes. e) genótipos variados em cada grupo.

14 - (UFMG/2001) Os terpenos são os componentes mais importantes dos óleos essenciais produzidos pelos vegetais. O limoneno e o farneceno obtidos, respectivamente, do limão e da citronela são terpenos voláteis. Os carotenos são terpenos que dão cor aos vegetais – como, por exemplo, o vermelho do tomate e o amarelo do milho. Todas as seguintes formas de adaptação das plantas podem ser relacionadas aos terpenos, EXCETO

a) Absorção da luz b) Atração de polinizadores c) Defesa contra predadores d) Germinação de sementes

15 - (UFMG/2001) Observe esta figura:

Nessa figura, podem-se observar marcações feitas com tinta, por um estudante, no embrião de uma semente em germinação, para verificar a taxa de crescimento por região. Após uma semana de observação, ele verificou que a taxa de crescimento tinha sido maior nas regiões identificadas, na figura, pelos algarismos a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV.

16 - (UFMG/1999) As figuras ilustram o formato de duas árvores, em função da prática de poda realizada por jardineiros.

Todas as alternativas apresentam explicações para a manutenção, por um certo tempo, da poda realizada nas árvores representadas, EXCETO a) A gema apical, na planta B, exerce dominância sobre as gemas laterais, inibindo o desenvolvimento de galhos novos. b) As gemas laterais estimulam o crescimento da gema apical, na planta B, promovendo um crescimento desigual de folhas. c) As gemas laterais, na planta A, desenvolvem-se na ausência da gema apical. d) As gemas, nas plantas A e B, crescem devido à ação de hormônios.

17 - (UFMG/1997) Este esquema refere-se a um experimento realizado para estudar a floração em três plantas da mesma espécie que foram submetidas ao mesmo tempo de exposição à luz (fotoperíodo).

Com base nos resultados observados, todas as conclusões são possíveís, EXCETO

a) O tratamento fotoperiódico de uma única folha ou de toda a planta produz o mesmo efeito. b) A floração da planta depende da retirada de algumas folhas. c) A planta sem folhas não apresenta fotoperiodismo. d) A planta intacta floresce após um fotoperfodo adequado.

18 - (UFMG/1997) Nos pomares, é freqüente o uso da pulverização foliar com hormônios vegetais sintéticos. Assinale a alternativa que NÃO constitui um efeito desse procedimento. a) Estimular a floração simultânea de várias plantas da mesma espécie. b) Evitar a queda prematura dos frutos. c) Favorecer a formação de frutos partenocárpicos. d) Induzir a reprodução vegetativa.

19 - (UFPR/2002) A respeito da morfogênese vegetal, é correto afirmar: 01.A dominância apical consiste na inibição do crescimento das gemas laterais por auxinas produzidas pelo ápice caulinar. 02.Durante o fototropismo, com o acúmulo de auxinas na face não iluminada do vegetal, o caule volta-se à fonte de luz, ao contrário do que ocorre com o sistema radicial. 04.A expansão celular induzida pelas auxinas resulta do aumento da elasticidade da parede celular. 08.Os frutos têm origem no desenvolvimento do ovário, processo geralmente induzido por auxinas, as quais têm sua produção aumentada após a fecundação do óvulo. 16.O etileno, um gás produzido por tecidos vegetais, estimula o amadurecimento de frutos verdes e acelera o processo de senescência de frutos maduros. 32.Sementes fotoblásticas negativas têm sua germinação estimulada pela luz branca.

20 - (FGV/2006) O esquema apresenta 4 plântulas de trigo em início de germinação, colocadas ao lado de uma fonte luminosa.

Contudo, cada uma das plântulas recebeu um tratamento:

Plântula I permaneceu intacta. Plântula II teve o ápice do caule coberto e protegido da luz. Plântula III teve o ápice do caule removido. Plântula IV teve o ápice do caule removido e recolocado unilateralmente.

Haverá crescimento em direção da fonte luminosa: a) na plântula I, apenas. b) na plântula II, apenas. c) nas plântulas I e IV, apenas. d) nas plântulas I, III e IV, apenas. e) nas plântulas I, II, III e IV.

21 - (FUVEST SP/1991) Foi realizado um experimento envolvendo plantas de dia longo e plantas de dia curto, ambas com fotoperíodo crítico de 12h. Essas plantas foram submetidas a três tratamentos diferentes:

I. 14 h de luz e 10 h de escuro; II. 11 h de luz e 13 horas de escuro; III. 11 h de luz, 3 h de escuro, flash de luz e 10 h de escuro.

Com os tratamento I e III, apenas as plantas de dia longo floresceram; com o tratamento II, floresceram apenas as dia curto (ver esquema). Os resultados desse experimento permitem concluir que:

a) a floração é controlada pela duração do período contínuo de luz. b) a floração é controlada pela duração do período contínuo de escuro. c) a floração independe do período de iluminação. d) o flash de luz interfere apenas na floração das plantas de dia curto. e) o flash de luz interfere apenas na floração das plantas de dia longo.

22 - (FUVEST SP/1992) O ponto vegetativo apical de um grupo de plantas foi retirado e substituído por uma pasta de lanolina misturada com um hormônio que inibe o desenvolvimento das gemas laterais; o procedimento adequado é usar um outro grupo de plantas como controle e nesse grupo, após o corte a) colocar uma pasta de ágar misturada com o hormônio. b) aspergir uma solução nutritiva na região cortada. c) colocar apenas lanolina na região cortada. d) retirar também as gemas laterais. e) colocar a mesma pasta utilizada no grupo experimental, mantendo as plantas no escuro.

23 - (MACK SP/2000) O esquema abaixo mostra uma experiência realizada sobre a ação de hormônios vegetais. Ramos de sibipiruna (Caesalpinia sp.), contendo alguns folíolos, foram colocados dentro de 2 frascos, num deles com um pedaço de maçã e no outro sem maçã.

F

r a s c o

1

F

r a s c o

2

Depois de alguns dias, espera-se que aconteça: a) a queda dos folíolos no frasco 1, em razão da ação do hormônio etileno, produzido pela maçã em maturação. b) a queda dos folíolos no frasco 1, em razão da ação do hormônio auxina, produzido pela maçã em maturação. c) a queda dos folíolos no frasco 2, em razão da ausência da ação hormonal. d) a permanência dos folíolos no frasco 1, em razão da ação do hormônio etileno, produzido pela maçã em maturação. e) a permanência dos folíolos no frasco 1, em razão da ação do hormônio auxina, produzido pela maçã em maturação.

24 - (UERJ/1992) O gráfico abaixo relaciona o efeito de diferentes concentrações de auxina sobre o crescimento de uma raiz.
C re s c im e n to d a ra iz % d e in ib iç ã o % d e e s tim u la ç ã o 1 5
0

0 0

0

c oI n c e n tI rI a ç ã o d e a u x i n a

I I I

I V

V

5

0

A análise do gráfico permite identificar como concentração ótima de estimulação o ponto de número: a) I. b) II. c) III. d) IV. e) V.

25 - (UERJ/1994) O esquema abaixo representa uma experiência com hormônios vegetais.

Uma plântula foi retirada da sua caixa de germinação e colocada horizontalmente sobre um suporte de madeira durante um certo tempo, suficiente para permitir seu crescimento. O resultado desse experimento está representado pela seguinte figura:

26 - (UERJ/2000) A senescência e queda das folhas de árvores são fenômenos observados com grande intensidade no outono, em regiões de clima temperado, quando as noites se tornam progressivamente mais frias e os dias mais curtos. A diminuição da temperatura e a menor iluminação acarretam as seguintes alterações de níveis hormonais nas folhas: a) diminuição de auxina e aumento de etileno b) aumento de auxina e diminuição de etileno c) aumento de giberelina e aumento de auxina d) diminuição de giberelina e aumento de auxina

27 - (UFF RJ/1999)

Dois grupos de sementes de estévia foram submetidos, alternadamente, a dez lampejos de luz nos comprimentos de onda de 660 nm (vermelho curto) e 730 nm (vermelho longo). No primeiro grupo, iniciou-se a experiência com o lampejo correspondente ao vermelho longo e no segundo grupo, o primeiro lampejo foi o correspondente ao vermelho curto. Após este tratamento, as sementes de estévia apresentaram alterações fisiológicas importantes. a) Que substâncias presentes nas sementes respondem aos estímulos lumino-sos usados nessa experiência? b) Que efeito fisiológico importante o programa de iluminação exerce sobre as sementes em cada um dos dois grupos? Justifique a resposta.

28 - (FFFCMPA RS/2007) Um agricultor impediu a polinização das flores de um pessegueiro e, em seguida, aplicou sobre os estigmas uma pasta de lanolina misturada com auxinas e giberelinas. Após algum tempo ele observou a a) formação de sementes sem embriões. b) formação de pseudofrutos simples. c) formação de frutos normais com sementes. d) formação de frutos sem sementes. e) ausência de frutificação.

29 - (UFF RJ/2000) Dividiu-se um cacho de bananas verdes em duas partes: a primeira foi colocada em um saco pouco arejado e a segunda foi exposta ao ar. Após alguns dias, verificou-se que as frutas colocadas no saco amadureceram mais rapidamente. Isto se deu em conseqüência: a) da diminuição da pressão parcial de O2 que estimula a liberação de auxinas; b) do aumento da pressão parcial de CO 2 que estimula a liberação de giberelinas; c) da liberação de um hormônio de natureza gasosa; d) da liberação de ácido abscísico, hormônio de natureza protéica; e) da diminuição da ação das auxinas que são ativadas pela luz.

30 - (UFF RJ/2001)

Dentro de uma caixa, inicialmente escura e totalmente fechada, estavam os espelhos planos E1, E2, E3 e E4. A seguir, em uma das paredes laterais da caixa, abriu-se uma fenda pela qual passou um feixe luminoso emitido por uma fonte de luz branca. O feixe percorreu o interior da caixa conforme mostra o esquema.
E
2

. x

E

1

.y

.w

.r

E

. z
3

E

4

Observe o sentido do feixe luminoso que, ao penetrar pela fenda, incidiu sobre o espelho E1. Se uma planta em crescimento, presente no interior da caixa, curvou-se no mesmo sentido que o deste feixe, então esta planta ocupava a posição indicada, no esquema, por: a) r b) w c) y d) x e) z

31 - (UNIFOR CE/1998) Considere a relação abaixo:

I. tropismos II. tactismos III. dominância apical IV. formação de frutos partenocárpicos

As auxinas participam: a) somente de I, II e III

b) somente de I, II e IV c) somente de I, III e IV d) somente de II, III e IV e) de I, II, III e IV

32 - (UNIFOR CE/1999) O gráfico abaixo mostra o efeito da aplicação de AIA sobre o crescimento de órgãos vegetais.

C 1 0 0 % d e e s t im u la ç ã o 0 % d e in i b i ç ã o 1 0 0
" Ó t im a " " Ó t im p a r a a rp a a i zr a o

a u le

R

a iz

a " c a u le

C

o n c e n t r a ç ã o d e A I A

Sobre ele fizeram-se as seguintes afirmações:

I. As taxas de crescimento da raiz e do caule são diretamente proporcionais ao aumento da concentração de AIA. II. A concentração "ótima" de AIA para o crescimento do caule provoca inibição do crescimento da raiz. III. A concentração "ótima" de AIA é maior para o crescimento da raiz do que para o crescimento do caule.

Dessas afirmações SOMENTE: a) I é correta. b) II é correta. c) III é correta. d) I e II são corretas. e) II e III são corretas.

33 - (UNIFOR CE/2001)

Hormônios são substâncias produzidas em pequenas quantidades em certas partes do organismo e transportadas para outras, onde agem. São exemplos as auxinas dos vegetais, produzidas nos ápices das raízes e caules e transportadas para as regiões de: a) absorção. b) reprodução. c) divisão celular. d) elongação celular. e) diferenciação celular.

34 - (UFMS/2005)
O fotoperíodo é um estímulo ambiental que as plantas utilizam para regular a floração. Com relação a esse estímulo e à resposta das plantas, é correto afirmar que:

01.as plantas podem ser classificadas, quanto ao fotoperíodo, em plantas de dia curto, plantas de dia longo e plantas indiferentes. 02.as plantas de dia longo florescem quando são submetidas a períodos contínuos de escuridão iguais ou maiores que o fotoperíodo crítico. 04.as plantas de dia curto florescem quando são submetidas a períodos contínuos de escuridão iguais ou menores que o fotoperíodo crítico. 08.algumas plantas necessitam de outros estímulos ambientais (e.g. a baixa temperatura), além do fotoperíodo, para florescerem. 16.as plantas indiferentes florescem independentemente do fotoperíodo. 32.a maioria das plantas tropicais necessita de 16 horas contínuas de escuridão para florescerem.

35 - (UFV MG/2001) A figura abaixo representa a espécie Mimosa pudica. Essa planta, conhecida popularmente como "dormideira", reage ao toque com o movimento de fechamento das folhas, conforme indicado pela seta.

Esse exemplo de reação nas plantas é conhecido como: a) sismonastia. b) nictinastia. c) fototropismo. d) geotropismo. e) tigmotropismo.

36 - (UFU MG/2001) Considere as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

I. O AIA (ácido indolilacético) nem sempre estimula o crescimento vegetal, podendo também inibi-lo, dependendo e sua concentração e do órgão onde atua. II. Citocinina é um nome geralmente dado a certas substâncias naturais ou sintéticas que nos vegetais estimulam divisões celulares. III. Os efeitos mais marcantes da ação do etileno nos vegetais referem-se á quebra de dormência de sementes e à formação de frutos partenocárpicos. a) I e III estão corretas b) apenas I está correta c) II e III estão corretas d) I e II estão corretas

37 - (UFJF MG/2006) O malte, um dos componentes mais importantes na fabricação da cerveja, é produzido durante o processo de germinação das sementes de cevada. Qual hormônio vegetal pode interferir diretamente no rendimento do processo de produção do malte? a) auxina b) citocinina c) giberelina d) etileno e) ácido abscísico

38 - (UFSC/1998) O ácido indol-acético (AIA) é uma auxina, hormônio vegetal, que participa do processo de crescimento do caule (coleoptiles). Observe o gráfico de um experimento, onde diferentes concentrações de AIA foram utilizadas em caules e raízes e, depois, marque a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

c o ta x a d e c r e s c im e n to

l e ó

p

t i l e s

r a í z e s 0 , 0 0 1 C 0 , 0 1 t r a ç ã o 0 , 1 ( e m

o n

c e n

d

e

A

I A

m

g

/ L

01.A mudança na concentração de AIA provoca alteração na taxa de crescimento dos vegetais. 02.A concentração de AIA ótima para os caules diminui a taxa de crescimento das raízes. 04.Quanto mais perto de 1,0mg/l for a concentração de AIA, melhor para o desenvolvimento das raízes. 08.A velocidade da taxa de crescimento do caule não sofre alteração com o aumento da concentração de AIA. 16.Em um determinado ponto, as taxas de crescimento de raízes e caules são iguais.

39 - (UFJF MG/2006) Em muitas plantas, a floração é controlada pelo fotoperíodo, sendo as espécies classificadas como plantas de dias curtos (PDC) ou plantas de dias longos (PDL). Observe a figura abaixo, que ilustra um experimento realizado com PDC e PDL, e responda:

a) Qual a classificação fotoperiódica (PDC ou PDL) das plantas das espécies A e B, considerando os resultados obtidos nos experimentos? Plantas A: Plantas B: b) O que representa fotoperiódicas? o fotoperíodo crítico para as plantas

c) Explique como é possível a ocorrência de florescimento das plantas A e das plantas B em uma mesma localidade, na mesma época do ano.

40 - (UEPB/2000) Os vegetais apresentam movimentos próprios, como tropismos, tactismos e nastismos. Ao se estudar o crescimento de determinadas estruturas dos vegetais, relacionando-o com o tropismo provocado pela ação da gravidade e da luz, conclui-se que: a) o caule tem geotropismo positivo e fototropismo negativo. b) a raiz tem geotropismo negativo e fototropismo positivo. c) a raiz e o caule apresentam geotropismos negativos. d) a raiz e o caule apresentam fototropismo positivo. e) o caule tem geotropismo negativo e fototropismo positivo.

41 - (UEPB/2000) Um coleóptilo quando iluminado unilateralmente, curva–se em direção à luz. Isso significa que: a) o AIA é inativo pela luz. b) o AIA não interfere na curvatura do coleóptilo e sim a luz. c) o AIA é ativado pela luz. d) o lado iluminado apresenta crescimento rápido. e) o lado escuro crescendo menos, determina a curvatura da planta em direção à luz.

42 - (UFJF MG/1997) Nas feiras livres é comum observarmos grande quantidade de frutos perdidos por apodrecimento. Em nossa casa, quando misturamos na

fruteira frutas verdes com maduras, como por exemplo, bananas, as que estavam verdes amadurecem mais depressa. A principal substância relacionada com este fenômeno corresponde à opção: a) auxinas; b) giberelinas, c) etilenos; d) ácidos abscísicos; e) citocininas.

43 - (UFPEL RS/2006) O experimento abaixo mostra a ação do período de exposição à luz sobre a floração, em duas plantas de uma mesma espécie. As duas foram mantidas em vasos separados por uma barreira que impedia a passagem de luz, expostas, por dia, a 12 (planta 1) e 18 horas (planta 2), respectivamente, de luz. A planta que recebeu 12 horas floresceu, enquanto que a que recebeu 18 horas não floresceu (A). A planta que recebeu 12horas de luz foi, então, cortada, passada através de um espaço à prova de luz na barreira e enxertada à planta que foi submetida a 18 horas de luz (B). As duas partes continuaram a receber, respectivamente, 12 e 18 horas de luz. A planta que recebeu 18h de luz, gradativamente desenvolveu flores (C).

VILLE, C.A. Biologia. Rio de Janeiro: Ed. Interamericana, 7ª ed., 1979.

Com base nos textos e em seus conhecimentos, é correto afirmar que a espécie vegetal do experimento é uma planta a) neutra, que floresce independentemente do número de horas de luz por dia; a planta 2 floresceu após a enxertia porque os hormônios da floração produzidos nas flores da planta 1 foram deslocados para a planta 2. b) de dia longo, que floresce quando o período de luz é maior ou igual a 12 horas; a planta 2 floresceu depois da planta 1, pois o fitocromo daquela recebeu o estímulo da luz para produzir os hormônios da floração posteriormente ao procedimento de enxertia. c) de dia curto, que floresce quando a duração do período de escuro é igual ou maior que o seu fotoperíodo crítico; a planta 2 floresceu após a enxertia porque os hormônios da floração produzidos nas folhas da planta 1 foram deslocados para a planta 2. d) de dia longo, que floresce quando a duração do período de escuro é menor que o seu fotoperíodo crítico; a planta 2 somente floresceu após a enxertia porque os hormônios da floração, produzidos nas folhas da planta 1, foram deslocados para a planta 2.

e) de dia curto, que floresce quando o período de luz é menor ou igual a 12 horas; a planta 2 floresceu depois da planta 1 pois o fitocromo desta, após receber o estímulo da luz, foi translocado para aquela, que passou a produzir os hormônios da floração.

44 - (UFJF MG/1998) A derrubada de árvores em uma floresta formando "clareiras"' pode resultar no aparecimento de espécies de plantas anteriormente não encontradas no local. A presença de luz é essencial à germinação de suas sementes. A classificação dessas sementes em relação à exigência por luz e o pigmento fotossensível envolvido neste processo de germinação correspondem, respectivamente, a: a) seismonástica positiva e xantofila; b) aeotrópica positiva e caroteno; c) fotoblástica positiva e fitocromo; d) quimiotrópica positiva e clorofila; e) tigmotrópica positiva e criptocromo.

45 - (UFJF MG/1999) Plantas cujo florescimento é influenciado pelo comprimento do dia e da noite apresentam o fenômeno de fotoperiodismo. Uma planta A, de dia curto, apresenta fotoperíodo crítico de 15 horas de iluminação. Outra planta B, de dia longo, apresenta fotoperíodo crítico de 13 horas de iluminação. Dentre as opções abaixo, assinale aquela que corresponde ao fotoperíodo no qual essas duas plantas poderão florescer, simultaneamente: a) 11 horas de iluminação; b) 16 horas de iluminação; c) 14 horas de iluminação; d) 12 horas de iluminação.

46 - (UFJF MG/2001) Referindo-se à influência do ambiente físico na fisiologia e comportamento dos organismos, podemos afirmar que a germinação das sementes, o florescimento de certas plantas, a migração e a muda (troca de penas) de certas aves são atividades relacionadas a(o): a) fotoperiodismo. b) homeotermia.

c) controle populacional. d) transpiração.

47 - (UEL PR/2001) Muitas pessoas cortam folhas de violeta-africana e as enterram parcialmente para que enraízem e formem novos indivíduos. Em relação a este fato, é correto afirmar: a) Só as gemas enraizamento. na planta adulta produzem auxinas para o

b) O ácido abscísico é o principal fitormônio envolvido na formação das plantas filhas. c) As giberelinas inibem a dominância apical. d) As auxinas estimulam o enraizamento e também o alongamento celular. e) Só se formam raízes se a citocinina estiver em concentração elevada.

48 - (UFMS/2001) Assinale a(s) alternativa(s) Fotoperiodismo. correta(s) com relação ao assunto

01.As plantas de dias curtos florescerão quando forem expostas a um fotoperíodo maior que o seu fotoperíodo crítico. 02.As plantas de dias longos não florescem se tiverem a noite interrompida por um "flash" de luz branca ou vermelho extremo. 04.A capacidade de percepção da duração dia-noite, em plantas, deve-se ao fitocromo. 08.Uma planta com fotoperíodo crítico de 11 horas é uma planta de dias curtos. 16.As plantas de dias curtos somente florescem se a temperatura for inferior a 15ºC. 32.As plantas de dias longos, na verdade, são plantas de noites curtas.

49 - (UEM PR/2004) Fatores endógenos e ambientais, como a água, a luz e a temperatura, interagem exercendo influência acentuada sobre as plantas, afetando suas funções, seu metabolismo e seus padrões de desenvolvimento, podendo ocorrer estímulo, modificação ou neutralização de qualquer um deles. Sobre os resultados dessas interações, assinale o que for correto.

01.O fototropismo é uma reação de crescimento das plantas em direção à luz, relacionada com a produção e a distribuição das auxinas. 02.Geotropismo é uma resposta da planta à ação da gravidade, regulada pelas auxinas, pelas giberelinas e pelo ácido abscísico. 04.Na maioria das plantas, os estômatos normalmente estão abertos durante o dia e fechados durante a noite. Entretanto, não ocorre influência da energia luminosa em processos celulares envolvidos nos mecanismos de abertura e de fechamento do poro estomático. 08.Transpiração, fotossíntese e respiração são processos fisiológicos controlados por hormônios, cuja produção sofre influência da luz. 16.O efeito da temperatura sobre a atividade de enzimas específicas afeta reações relacionadas com a fotossíntese, a respiração e a absorção de minerais. 32.O ácido abscísico produzido em células parenquimáticas das folhas supera o estímulo de abertura dos estômatos provocado pela luz, garantindo o fechamento estomático quando as plantas se encontram na iminência de desidratação.

50 - (UFMT/1999) Sobre os vegetais superiores podemos afirmar que: 00.O fruto ou pericarpo, resultante do crescimento do ovário, é encontrado exclusivamente nas Angiosperma, sendo formado por três partes: o epicarpo, o mesocarpo e o endocarpo. 01.A água e os sais minerais, absorvidos diretamente do solo, constituem a seiva elaborada e são transportados pelo floema . 02.As auxinas constituem um grupo de fitormônios envolvido no crescimento de caules e raízes. 03.O parênquima é um tecido morto que substitui a epiderme, cuja função é contolar a perda de água pelo vegetal.

51 - (UFBA/2010) Revigorantes, antioxidantes e rejuvenescedoras, as vitaminas são indispensáveis ao bom funcionamento do organismo, mas seu uso em excesso pode fazer muito mal. [...] Supunha-se que os efeitos protetores das vitaminas – sobretudo no caso de tumores ou patologias cardiovasculares – seriam potencializados se a pessoa ingerisse doses diárias maiores do que as recomendadas. Mas os estudos feitos até agora não permitem nenhuma certeza a respeito disso.

[...] Conservação inadequada e erros de preparação podem comprometer o conteúdo real de vitaminas de vários alimentos. (VITAMINAS..., 2008, p. 26-31).

A partir dessas informações e com base em conhecimentos das Ciências Naturais, é correto afirmar:

01.

As substâncias denominadas antioxidantes atuam nos processos metabólicos do organismo humano, transferindo elétrons para outras espécies químicas. A complementação das necessidades vitamínicas do ser humano com a ingestão de produtos da natureza expressa a diversidade de vias metabólicas estabelecida no curso da história evolutiva da vida. A eficiência de uma geladeira utilizada para a conservação de alimentos é determinada pelo quociente entre a quantidade de calor retirado da fonte fria e o trabalho realizado pelo compressor. Vitaminas do complexo B participam dos processos de obtenção de energia, atuando como cofatores de enzimas em reações respiratórias, e, desse modo, sua carência compromete o estado geral do indivíduo.

02.

04.

08.

16. A tomografia computadorizada, que auxilia no diagnóstico de tumores, utiliza raios X de comprimento de onda inferior ao da radiação gama. 32. Os alimentos cozidos em banho-maria ficam submetidos a grandes variações de temperatura porque o valor do calor específico da água é relativamente baixo.

64.

A vitamina C, representada pela fórmula

, tem

caráter ácido e, em excesso no organismo, é eliminada pela urina.

52 - (UFBA/2010) Estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (UNESP), publicado em dezembro de 2007, na revista oficial da Associação Internacional de Resíduos Sólidos, apresenta alternativas de reciclagem de embalagens plásticas feitas a partir de politereftalato de etileno, o conhecido PET. “Em vez de derivados de petróleo serem polimerizados para formação do plástico, utilizamos reações de

despolimerização para obter os derivados do petróleo como o ácido tereftálico”. (ERENO, 2008, p. 83-85).

Outra opção para a reciclagem de garrafas PET envolve o fungo originário de muitas matas brasileiras, Pleurotus sp., capaz de retirar nutrientes dos polímeros sintéticos, transformando-os em matéria orgânica biodegradável. Os melhores resultados foram obtidos pela ação de fungos que cresceram em condições muito semelhantes ao seu habitat natural. (HUCHE, 2009, p. 59).

Em relação à produção, ao uso e à reciclagem de garrafas PET e às implicações ecológicas desses processos, pode-se afirmar:

01.

O polímero identificado como PET, obtido de acordo com a equação química poliéster. , é um

02.

O etilenoglicol, HO(CH2)2OH, produto da reciclagem de garrafas PET, é um álcool secundário que apresenta ligações covalentes entre átomos de carbono iguais às encontradas no cloreto de vinila, CH2CHCl, utilizado na obtenção do PVC. A hidrólise alcalina, que é utilizada para a obtenção de ácido tereftálico a partir do politereftalato de etileno, é realizada em meio onde o pH é superior ao de soluções concentradas de NaCl. A ação de fungos na transformação de plástico em matéria orgânica biodegradável evidencia o papel específico de Pleurotus sp., consolidando a importância ecológica desses organismos como biodecompositores. A participação dos fungos nos processos generalizados de decomposição posiciona esses organismos no primeiro nível das cadeias tróficas. Um pulso transversal produzido em uma corda feita de garrafas plásticas recicladas, com densidade linear de 1,0g/cm, tracionada com uma força de 10,0N, propaga-se com velocidade de módulo igual a 10,0m/s.

04.

08.

16.

32.

53 - (UFBA/2010) As possibilidades de aproveitamento da cana-de-açúcar e do palhiço de cana – material que fica no campo após a colheita, composto por folhas verdes, pontas do vegetal, palha e restos do caule – apontam para várias aplicações no setor produtivo. A obtenção do carbeto de silício, semicondutor de numerosas utilidades, de um bioóleo com potencial de utilização na indústria, de um fino pó de carvão vegetal que pode ser

usado na produção siderúrgica e de um gás com alto poder calorífico, composto de monóxido de carbono, metano e hidrogênio, indicado para alimentar reator e para gerar energia elétrica, resulta de linhas de pesquisa já desenvolvidas. (ERENO, 2008, p. 95-97).

Uma análise das informações apresentadas à luz dos conhecimentos das Ciências Naturais permite afirmar:

01.

A biomassa lignocelulósica das paredes das células vegetais inclui, na constituição de seus polímeros, moléculas de glicose que submetidas à ação fermentativa de micro-organismos originam etanol e CO2, produtos finais também obtidos a partir do caldo ou do melaço da cana. A hidrólise da celulose pela celulase origina moléculas que, apesar de mais simples, mantêm as mesmas propriedades expressas pelo polissacarídeo. Um dos desafios na produção de álcool a partir do palhiço de cana – etanol de 2ª geração – é desmontar a estrutura das complexas moléculas de celulose para disponibilizar seus monômeros, processo que se realiza na natureza por alguns micro-organismos, em função de aquisição evolutiva. A elevada dureza do carbeto de silício justifica o uso dessa substância como abrasivo. Dos gases que compõem a mistura gasosa produzida a partir do palhiço de cana, o monóxido de carbono é o de maior velocidade de difusão. As moléculas das substâncias que compõem o gás de alto poder calorífico produzido a partir do palhiço da cana-de-açúcar apresentam, exclusivamente, ligações covalentes simples. A inserção de uma fina camada de carbeto de silício, de constante dielétrica k, entre as armaduras de um capacitor plano a vácuo, submetidas a uma ddp constante, diminui de k vezes a capacitância desse dispositivo.

02.

04.

08. 16.

32.

64.

54 - (UFBA/2010) Na Amazônia, centenas de casos de malária estão sendo registrados fora de época. As larvas do mosquito Anopheles darlingii, vetor da doença, se desenvolvem nas áreas alagadas pelas cheias dos rios [...]. [...] O Instituto Nacional de Pesquisas do Amazonas, Inpa, estuda como as mudanças climáticas estão afetando o ciclo da doença na região.[...] O Inpa prevê uma mudança de estratégia de prevenção à doença, a começar pelo aumento do número de pontos-sentinela nas cidades mais

afetadas. A malária, em geral, é transmitida por meio da picada da fêmea de Anopheles darlingii contaminada por espécies de Plasmodium. Uso de repelentes e de mosquiteiros impregnados de inseticida, de borrifação dentro das casas e de drenagem das áreas alagadas, que se transformaram em criadouros de mosquitos da malária, são algumas das medidas adotadas para reduzir o contato homem/vetor e, assim, controlar a doença. (HUCHE, 2009, p. 57).

Sobre o grave problema da malária, sua etiologia e controle, é correto afirmar:

01.

O aquecimento global está afetando o ciclo da malária na Amazônia por acelerar o metabolismo e a reprodução do plasmódio nas hemácias humanas. A incidência de centenas de casos de malária fora de época exerce uma redução da pressão seletiva, resultando em uma população sobrevivente menos resistente à doença. O DEET, N,N–dietil–3–metilbenzoamida, princípio ativo dos principais repelentes de insetos comercializados no mundo, é um composto de cadeia insaturada que apresenta carbonos primários. A possibilidade de ocorrência de populações de Anopheles darlingii resistentes a inseticidas configura uma estratégia adaptativa revelando a natureza dinâmica do genoma. A temperatura do gás que se expande na descompressão adiabática de um spray de repelente se mantém constante, porque a quantidade de calor recebido do meio exterior é igual à variação da energia interna do sistema mais o trabalho realizado pelo gás. Uma cerca elétrica composta de fios separados por espaçamentos de 2,5mm e mantidos sob uma diferença de potencial elétrico de 2,0.103V poderia ser um mecanismo alternativo de controle do vetor da doença, porque os mosquitos que a atravessassem seriam submetidos a um campo elétrico de intensidade igual a 8,0× 105N/C.

02.

04.

08.

16.

32.

55 - (ENEM/2009) A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2), que somam cerca de 99%, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO2), vapor de água (H2O), metano (CH4), ozônio (O3) e o óxido nitroso (N2O), que compõem o restante 1% do ar que respiramos. Os gases traços, por serem constituídos por pelo menos três átomos, conseguem absorver o calor irradiado pela Terra, aquecendo o planeta. Esse fenômeno, que acontece há bilhões de anos, é chamado de efeito estufa. A partir da Revolução Industrial (século XIX), a concentração de gases traços na atmosfera, em particular o CO2, tem aumentado

significativamente, o que resultou no aumento da temperatura em escala global. Mais recentemente, outro fator tornou-se diretamente envolvido no aumento da concentração de CO2 na atmosfera: o desmatamento. BROWN, I. F.; ALECHANDRE, A. S. Conceitos básicos sobre clima, carbono, florestas e comunidades. A.G. Moreira & S. Schwartzman. As mudanças climáticas globais e os ecossistemas brasileiros. Brasília: Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, 2000 (adaptado).

Considerando o texto, uma alternativa viável para combater o efeito estufa é

a) reduzir o calor irradiado pela Terra mediante a substituição da produção primária pela industrialização refrigerada. b) promover a queima da biomassa vegetal, responsável pelo aumento do efeito estufa devido à produção de CH4. c) reduzir o desmatamento, mantendo-se, assim, o potencial da vegetação em absorver o CO2 da atmosfera. d) aumentar a concentração atmosférica de H2O, molécula capaz de absorver grande quantidade de calor. e) remover moléculas orgânicas polares da atmosfera, diminuindo a capacidade delas de reter calor.

56 - (ENEM/2009) Analise a figura.

Disponível em: http//www.alcoologia.net. Acesso em: 15 jul. 2009 (adaptado).

Supondo que seja necessário dar um título para essa figura, a alternativa que melhor traduziria o processo representado seria:

a) Concentração média de álcool no sangue ao longo do dia. b) Variação da frequência da ingestão de álcool ao longo das horas. c) Concentração mínima de álcool no sangue a partir de diferentes dosagens. d) Estimativa de tempo quantidades de álcool. necessário para metabolizar diferentes

e) Representação gráfica da distribuição de frequência de álcool em determinada hora do dia.

57 - (ENEM/2009) Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico. TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26, 2009 (adaptado).

Uma vacina eficiente contra o HIV deveria

a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral. b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras. c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano. d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos. e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva.

58 - (ENEM/2009) Em um experimento, preparou-se um conjunto de plantas por técnica de clonagem a partir de uma planta original que apresentava folhas verdes. Esse conjunto foi dividido em dois grupos, que foram tratados de maneira idêntica, com exceção das condições de iluminação, sendo um grupo exposto a ciclos de iluminação solar natural e outro mantido no escuro. Após alguns dias, observou-se que o grupo exposto à luz apresentava folhas verdes como a planta original e o grupo cultivado no escuro apresentava folhas amareladas.

Ao final do experimento, os dois grupos de plantas apresentaram

a) os genótipos e os fenótipos idênticos. b) os genótipos idênticos e os fenótipos diferentes. c) diferenças nos genótipos e fenótipos. d) o mesmo fenótipo e apenas dois genótipos diferentes. e) o mesmo fenótipo e grande variedade de genótipos.

59 - (ENEM/2009) Na linha de uma tradição antiga, o astrônomo grego Ptolomeu (100-170 d.C.) afirmou a tese do geocentrismo, segundo a qual a Terra seria o centro do universo, sendo que o Sol, a Lua e os planetas girariam em seu redor em órbitas circulares. A teoria de Ptolomeu resolvia de modo razoável os problemas astronômicos da sua época. Vários séculos mais

tarde, o clérigo e astrônomo polonês Nicolau Copérnico (1473-1543), ao encontrar inexatidões na teoria de Ptolomeu, formulou a teoria do heliocentrismo, segundo a qual o Sol deveria ser considerado o centro do universo, com a Terra, a Lua e os planetas girando circularmente em torno dele. Por fim, o astrônomo e matemático alemão Johannes Kepler (1571- 1630), depois de estudar o planeta Marte por cerca de trinta anos, verificou que a sua órbita é elíptica. Esse resultado generalizou-se para os demais planetas.

A respeito dos estudiosos citados no texto, é correto afirmar que

a) Ptolomeu apresentou as ideias mais valiosas, por serem mais antigas e tradicionais. b) Copérnico desenvolveu a teoria do heliocentrismo inspirado no contexto político do Rei Sol. c) Copérnico viveu em uma época em que a pesquisa científica era livre e amplamente incentivada pelas autoridades. d) Kepler estudou o planeta Marte para atender às necessidades de expansão econômica e científica da Alemanha. e) Kepler apresentou uma teoria científica que, graças aos métodos aplicados, pôde ser testada e generalizada.

60 - (ENEM/2009) O ciclo biogeoquímico do carbono compreende diversos compartimentos, entre os quais a Terra, a atmosfera e os oceanos, e diversos processos que permitem a transferência de compostos entre esses reservatórios. Os estoques de carbono armazenados na forma de recursos não renováveis, por exemplo, o petróleo, são limitados, sendo de grande relevância que se perceba a importância da substituição de combustíveis fósseis por combustíveis de fontes renováveis.

A utilização de combustíveis fósseis interfere no ciclo do carbono, pois provoca

a) aumento da porcentagem de carbono contido na Terra. b) redução na taxa de fotossíntese dos vegetais superiores. c) aumento da produção de carboidratos de origem vegetal. d) aumento na quantidade de carbono presente na atmosfera. e) redução da quantidade global de carbono armazenado nos oceanos.

61 - (ENEM/2009) Um novo método para produzir insulina artificial que utiliza tecnologia de DNA recombinante foi desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Biologia Celular da Universidade de Brasília (UnB) em parceria com a iniciativa privada. Os pesquisadores modificaram geneticamente a bactéria Escherichia coli para torná-la capaz de sintetizar o hormônio. O processo permitiu fabricar insulina em maior quantidade e em apenas 30 dias, um terço do tempo necessário para obtê-la pelo método tradicional, que consiste na extração do hormônio a partir do pâncreas de animais abatidos. Ciência Hoje, 24 abr. 2001. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br (adaptado).

A produção de insulina pela técnica do DNA recombinante tem, como consequência,

a) o aperfeiçoamento do processo de extração de insulina a partir do pâncreas suíno. b) a seleção de microrganismos resistentes a antibióticos. c) o progresso na técnica da síntese química de hormônios. d) impacto favorável na saúde de indivíduos diabéticos. e) a criação de animais transgênicos.

62 - (ENEM/2009) A economia moderna depende da disponibilidade de muita energia em diferentes formas, para funcionar e crescer. No Brasil, o consumo total de energia pelas indústrias cresceu mais de quatro vezes no período entre 1970 e 2005. Enquanto os investimentos em energias limpas e renováveis, como solar e eólica, ainda são incipientes, ao se avaliar a possibilidade de instalação de usinas geradoras de energia elétrica, diversos fatores devem ser levados em consideração, tais como os impactos causados ao ambiente e às populações locais. RICARDO, B.; CAMPANILI, M. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo: Instituto Socioambiental, 2007 (adaptado).

Em uma situação hipotética, optou-se por construir uma usina hidrelétrica em região que abrange diversas quedas d’água em rios cercados por mata, alegando-se que causaria impacto ambiental muito

menor que uma usina termelétrica. Entre os possíveis impactos da instalação de uma usina hidrelétrica nessa região, inclui-se

a) a poluição da água por metais da usina. b) a destruição do habitat de animais terrestres. c) o aumento expressivo na liberação de CO2 para a atmosfera. d) o consumo não renovável de toda água que passa pelas turbinas. e) o aprofundamento no leito do rio, com a menor deposição de resíduos no trecho de rio anterior à represa.

63 - (ENEM/2009) As mudanças climáticas e da vegetação ocorridas nos trópicos da América do Sul têm sido bem documentadas por diversos autores, existindo um grande acúmulo de evidências geológicas ou paleoclimatológicas que evidenciam essas mudanças ocorridas durante o Quaternário nessa região. Essas mudanças resultaram em restrição da distribuição das florestas pluviais, com expansões concomitantes de habitats não-florestais durante períodos áridos (glaciais), seguido da expansão das florestas pluviais e restrição das áreas não-florestais durante períodos úmidos (interglaciais). Disponível em: http://zoo.bio.ufpr.br. Acesso em: 1 maio 2009.

Durante os períodos glaciais,

a) as áreas não-florestais ficam restritas a refúgios ecológicos devido à baixa adaptabilidade de espécies não-florestais a ambientes áridos. b) grande parte da diversidade de espécies vegetais é reduzida, uma vez que necessitam de condições semelhantes a dos períodos interglaciais. c) a vegetação comum ao cerrado deve ter se limitado a uma pequena região do centro do Brasil, da qual se expandiu até atingir a atual distribuição. d) plantas com adaptações ao clima árido, como o desenvolvimento de estruturas que reduzem a perda de água, devem apresentar maior área de distribuição. e) florestas tropicais como a amazônica apresentam distribuição geográfica mais ampla, uma vez que são densas e diminuem a ação da radiação solar sobre o solo e reduzem os efeitos da aridez.

64 - (ENEM/2009) A fotossíntese é importante para a vida na Terra.

Nos cloroplastos dos organismos fotossintetizantes, a energia solar é convertida em energia química que, juntamente com água e gás carbônico (CO2), é utilizada para a síntese de compostos orgânicos (carboidratos). A fotossíntese é o único processo de importância biológica capaz de realizar essa conversão. Todos os organismos, incluindo os produtores, aproveitam a energia armazenada nos carboidratos para impulsionar os processos celulares, liberando CO 2 para a atmosfera e água para a célula por meio da respiração celular. Além disso, grande fração dos recursos energéticos do planeta, produzidos tanto no presente (biomassa) como em tempos remotos (combustível fóssil), é resultante da atividade fotossintética.

As informações sobre obtenção e transformação dos recursos naturais por meio dos processos vitais de fotossíntese e respiração, descritas no texto, permitem concluir que

a) o CO2 e a água são moléculas de alto teor energético. b) os carboidratos convertem energia solar em energia química. c) a vida na Terra depende, em última análise, da energia proveniente do Sol. d) o processo respiratório é responsável pela retirada de carbono da atmosfera. e) a produção de biomassa e de combustível fóssil, por si, é responsável pelo aumento de CO2 atmosférico.

65 - (ENEM/2009) Para que todos os órgãos do corpo humano funcionem em boas condições, é necessário que a temperatura do corpo fique sempre entre 36 ºC e 37 ºC. Para manter-se dentro dessa faixa, em dias de muito calor ou durante intensos exercícios físicos, uma série de mecanismos fisiológicos é acionada.

Pode-se citar como o principal responsável pela manutenção da temperatura corporal humana o sistema

a) digestório, pois produz enzimas que atuam na quebra de alimentos calóricos.

b) imunológico, pois suas células agem no sangue, diminuindo a condução do calor. c) nervoso, pois promove a sudorese, que permite perda de calor por meio da evaporação da água. d) reprodutor, pois secreta hormônios que alteram a temperatura, principalmente durante a menopausa. e) endócrino, pois fabrica anticorpos que, por sua vez, atuam na variação do diâmetro dos vasos periféricos.

66 - (ENEM/2009) Sabões são sais de ácidos carboxílicos de cadeia longa utilizados com a finalidade de facilitar, durante processos de lavagem, a remoção de substâncias de baixa solubilidade em água, por exemplo, óleos e gorduras. A figura a seguir representa a estrutura de uma molécula de sabão.

Em solução, os ânions do sabão podem hidrolisar a água e, desse modo, formar o ácido carboxílico correspondente. Por exemplo, para o estearato de sódio, é estabelecido o seguinte equilíbrio:

CH 3 ( CH 2 )16 COO

+ H 2 O →CH 3 ( CH 2 )16 COOH + OH − ←

Uma vez que o ácido carboxílico formado é pouco solúvel em água e menos eficiente na remoção de gorduras, o pH do meio deve ser controlado de maneira a evitar que o equilíbrio acima seja deslocado para a direita.

Com base nas informações do texto, é correto concluir que os sabões atuam de maneira

a) mais eficiente em pH básico. b) mais eficiente em pH ácido. c) mais eficiente em pH neutro. d) eficiente em qualquer faixa de pH. e) mais eficiente em pH ácido ou neutro.

67 - (ENEM/2009) A abertura e a pavimentação de rodovias em zonas rurais e regiões afastadas dos centros urbanos, por um lado, possibilita melhor acesso e maior integração entre as comunidades, contribuindo com o desenvolvimento social e urbano de populações isoladas. Por outro lado, a construção de rodovias pode trazer impactos indesejáveis ao meio ambiente, visto que a abertura de estradas pode resultar na fragmentação de habitats, comprometendo o fluxo gênico e as interações entre espécies silvestres, além de prejudicar o fluxo natural de rios e riachos, possibilitar o ingresso de espécies exóticas em ambientes naturais e aumentar a pressão antrópica sobre os ecossistemas nativos. BARBOSA, N. P. U.; FERNANDES, G. W. A destruição do jardim. Scientific American Brasil. Ano 7, número 80, dez. 2008 (adaptado).

Nesse contexto, para conciliar os interesses aparentemente contraditórios entre o progresso social e urbano e a conservação do meio ambiente, seria razoável

a) impedir a abertura e a pavimentação de rodovias em áreas rurais e em regiões preservadas, pois a qualidade de vida e as tecnologias encontradas nos centros urbanos são prescindíveis às populações rurais. b) impedir a abertura e a pavimentação de rodovias em áreas rurais e em regiões preservadas, promovendo a migração das populações rurais para os centros urbanos, onde a qualidade de vida é melhor. c) permitir a abertura e a pavimentação de rodovias apenas em áreas rurais produtivas, haja vista que nas demais áreas o retorno financeiro necessário para produzir uma melhoria na qualidade de vida da região não é garantido. d) permitir a abertura e a pavimentação de rodovias, desde que comprovada a sua real necessidade e após a realização de estudos que demonstrem ser possível contornar ou compensar seus impactos ambientais. e) permitir a abertura e a pavimentação de rodovias, haja vista que os impactos ao meio ambiente são temporários e podem ser facilmente revertidos com as tecnologias existentes para recuperação de áreas degradadas.

68 - (ENEM/2009)

A eficiência de um processo de conversão de energia é definida como a razão entre a produção de energia ou trabalho útil e o total de entrada de energia no processo. A figura mostra um processo com diversas etapas. Nesse caso, a eficiência geral será igual ao produto das eficiências das etapas individuais. A entrada de energia que não se transforma em trabalho útil é perdida sob formas não utilizáveis (como resíduos de calor).

Eficiência geral da conversão de energia química em energia luminosa = E1 × E2 × E3 = 0,35 × 0,90 × 0,05 = 0,016

HINRICHS, R. A. Energia e Meio Ambiente. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003 (adaptado).

Aumentar a eficiência dos processos de conversão de energia implica economizar recursos e combustíveis. Das propostas seguintes, qual resultará em maior aumento da eficiência geral do processo?

a) Aumentar a quantidade de combustível para queima na usina de força. b) Utilizar lâmpadas incandescentes, que geram pouco calor e muita luminosidade. c) Manter o menor número possível funcionamento nas moradias. de aparelhos elétricos em

d) Utilizar cabos com menor diâmetro nas linhas de transmissão a fim de economizar o material condutor. e) Utilizar materiais com melhores propriedades condutoras nas linhas de transmissão e lâmpadas fluorescentes nas moradias.

69 - (ENEM/2009)

Para que apresente condutividade elétrica adequada a muitas aplicações, o cobre bruto obtido por métodos térmicos é purificado eletroliticamente. Nesse processo, o cobre bruto impuro constitui o ânodo da célula, que está imerso em uma solução de CuSO4. À medida que o cobre impuro é oxidado no ânodo, íons Cu 2+ da solução são depositados na forma pura no cátodo. Quanto às impurezas metálicas, algumas são oxidadas, passando à solução, enquanto outras simplesmente se desprendem do ânodo e se sedimentam abaixo dele. As impurezas sedimentadas são posteriormente processadas, e sua comercialização gera receita que ajuda a cobrir os custos do processo. A série eletroquímica a seguir lista o cobre e alguns metais presentes como impurezas no cobre bruto de acordo com suas forças redutoras relativas.

Entre as impurezas metálicas que constam na série apresentada, as que se sedimentam abaixo do ânodo de cobre são

a) Au, Pt, Ag, Zn, Ni e Pb. b) Au, Pt e Ag. c) Zn, Ni e Pb. d) Au e Zn. e) Ag e Pb.

70 - (ENEM/2009) A figura seguinte representa um modelo de transmissão da informação genética nos sistemas biológicos. No fim do processo, que inclui a replicação, a transcrição e a tradução, há três formas proteicas diferentes denominadas a, b e c.

Depreende-se do modelo que

a) a única molécula que participa da produção de proteínas é o DNA. b) o fluxo de informação unidirecional. genética, nos sistemas biológicos, é

c) as fontes de informação ativas durante o processo de transcrição são as proteínas. d) é possível obter diferentes variantes proteicas a partir de um mesmo produto de transcrição. e) a molécula de DNA possui forma circular e as demais moléculas possuem forma de fita simples linearizadas.

71 - (ENEM/2009) O Brasil pode se transformar no primeiro país das Américas a entrar no seleto grupo das nações que dispõem de trens-bala. O Ministério dos Transportes prevê o lançamento do edital de licitação internacional para a construção da ferrovia de alta velocidade Rio-São Paulo. A viagem ligará os 403 quilômetros entre a Central do Brasil, no Rio, e a Estação da Luz, no centro da capital paulista, em uma hora e 25 minutos. Disponível em: http://oglobo.globo.com. Acesso em: 14 jul. 2009.

Devido à alta velocidade, um dos problemas a ser enfrentado na escolha do trajeto que será percorrido pelo trem é o dimensionamento das curvas. Considerando-se que uma aceleração lateral confortável para os passageiros e segura para o trem seja de 0,1 g, em que g é a aceleração da gravidade (considerada igual a 10 m/s2), e que a velocidade do trem se mantenha constante em todo o percurso, seria correto prever que as curvas existentes no trajeto deveriam ter raio de curvatura mínimo de, aproximadamente,

a) 80 m. b) 430 m. c) 800 m. d) 1.600 m. e) 6.400 m.

72 - (ENEM/2009)

O manual de instruções de um aparelho de ar-condicionado apresenta a seguinte tabela, com dados técnicos para diversos modelos:

C apacidade de refrigeraç kW T /h) (B U 3,52/(12.0 5,42/(18.0 5,42/(18.0 6,45/(22.0 6,45/(22.0 00) 00) 00) 00) 00) ão

C orrente Potência (W ) 1.193 1.790 1.790 2.188 2.188 elétrica ciclo frio (A ) 5,8 8,7 8,7 10,2 10,2

E ficiência energética C P /W O (W ) 2,95 2,95 2,95 2,95 2,95

V azão de ar (m 3 /h) 550 800 800 960 960

F requência (H z) 60 60 60 60 60

Disponível em: http://www.institucional.brastemp.com.br. Acesso em: 13 jul. 2009 (adaptado).

Considere-se que um auditório possua capacidade para 40 pessoas, cada uma produzindo uma quantidade média de calor, e que praticamente todo o calor que flui para fora do auditório o faz por meio dos aparelhos de ar-condicionado. Nessa situação, entre as informações listadas, aquelas essenciais para se determinar quantos e/ou quais aparelhos de ar-condicionado são precisos para manter, com lotação máxima, a temperatura interna do auditório agradável e constante, bem como determinar a espessura da fiação do circuito elétrico para a ligação desses aparelhos, são

a) vazão de ar e potência. b) vazão de ar e corrente elétrica - ciclo frio. c) eficiência energética e potência. d) capacidade de refrigeração e frequência. e) capacidade de refrigeração e corrente elétrica – ciclo frio.

73 - (ENEM/2009) A instalação elétrica de uma casa envolve várias etapas, desde a alocação dos dispositivos, instrumentos e aparelhos elétricos, até a escolha dos materiais que a compõem, passando pelo dimensionamento da potência requerida, da fiação necessária, dos eletrodutos*, entre outras. Para cada aparelho elétrico existe um valor de potência associado. Valores típicos de potências para alguns aparelhos elétricos são apresentados no quadro seguinte:

Aae o p r lh s Aae o p r lh Cu er h vi o Fr o er d sm e o e tr o lé ic e tr o lé ic

P tê c o n ia 10 2 30 .0 0 50 0 20 0 20 0 5 0

( ) W

Tle is r evo Gl d i a ea er Rd á io

*Eletrodutos são condutos por onde passa a fiação de uma instalação elétrica, com a finalidade de protegê-la.

A escolha das lâmpadas é essencial para obtenção de uma boa iluminação. A potência da lâmpada deverá estar de acordo com o tamanho do cômodo a ser iluminado. O quadro a seguir mostra a relação entre as áreas dos cômodos (em m2) e as potências das lâmpadas (em W), e foi utilizado como referência para o primeiro pavimento de uma residência.

Obs.: Para efeitos desconsideradas.

dos

cálculos

das

áreas,

as

paredes

são

Considerando a planta baixa fornecida, com todos os aparelhos em funcionamento, a potência total, em watts, será de

a) 4.070. b) 4.270.

c) 4.320. d) 4.390. e) 4.470.

74 - (ENEM/2009) O esquema mostra um diagrama de bloco de uma estação geradora de eletricidade abastecida por combustível fóssil.

HINRICHS, R. A.; KLEINBACH, M. Energia e meio ambiente. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003 (adaptado).

Se fosse necessário melhorar o rendimento dessa usina, que forneceria eletricidade para abastecer uma cidade, qual das seguintes ações poderia resultar em alguma economia de energia, sem afetar a capacidade de geração da usina?

a) Reduzir a quantidade de combustível fornecido à usina para ser queimado. b) Reduzir o volume de água do lago que circula no condensador de vapor. c) Reduzir o tamanho da bomba usada para devolver a água líquida à caldeira. d) Melhorar a capacidade dos dutos com vapor conduzirem calor para o ambiente.

e) Usar o calor liberado com os gases pela chaminé para mover um outro gerador.

75 - (ENEM/2009) Os seres vivos apresentam diferentes ciclos de vida, caracterizados pelas fases nas quais gametas são produzidos e pelos processos reprodutivos que resultam na geração de novos indivíduos. Considerando-se um modelo simplificado padrão para geração de indivíduos viáveis, a alternativa que corresponde ao observado em seres humanos é:

a)

b)

c)

d)

e) Disponível em: www.infoescola.com (adaptado).

76 - (ENEM/2009) Um medicamento, após ser ingerido, atinge a corrente sanguínea e espalha-se pelo organismo, mas, como suas moléculas “não sabem” onde é que está o problema, podem atuar em locais diferentes do local “alvo” e desencadear efeitos além daqueles desejados. Não seria perfeito se as moléculas dos medicamentos soubessem exatamente onde está o problema e fossem apenas até aquele local exercer sua ação? A técnica conhecida como iontoforese, indolor e não invasiva, promete isso. Como mostram as figuras, essa nova técnica baseia-se na aplicação de uma corrente elétrica de baixa intensidade sobre a pele do paciente, permitindo que fármacos permeiem membranas biológicas e alcancem a corrente sanguínea, sem passar pelo estômago. Muitos pacientes relatam apenas um formigamento no local de aplicação. O objetivo da corrente elétrica é formar poros que permitam a passagem do fármaco de interesse. A corrente elétrica é distribuída por eletrodos, positivo e negativo, por meio de uma solução aplicada sobre a pele. Se a molécula do medicamento tiver carga elétrica positiva ou negativa, ao entrar em contato com o eletrodo de carga de mesmo sinal, ela será repelida e forçada a entrar na pele (eletrorrepulsão - A). Se for neutra, a molécula será forçada a entrar na pele juntamente com o fluxo de solvente fisiológico que se forma entre os eletrodos (eletrosmose - B).

GRATIERI, T; GELFUSO, G. M.; LOPES, R. F. V. Medicação do futuro-iontoforese facilita entrada de fármacos no organismo. Ciência Hoje, vol 44, no 259, maio 2009 (adaptado).

De acordo com as informações contidas no texto e nas figuras, o uso da iontoforese

a) provoca ferimento na pele do paciente ao serem introduzidos os eletrodos, rompendo o epitélio. b) aumenta o risco de estresse nos pacientes, causado pela aplicação da corrente elétrica. c) inibe o mecanismo de ação dos medicamentos no tecido-alvo, pois estes passam a entrar por meio da pele. d) diminui o efeito colateral dos medicamentos, se comparados com aqueles em que a ingestão se faz por via oral. e) deve ser eficaz para medicamentos constituídos de moléculas polares e ineficaz, se essas forem apolares.

77 - (ENEM/2009) Cerca de 1% do lixo urbano é constituído por resíduos sólidos contendo elementos tóxicos. Entre esses elementos estão metais pesados como o cádmio, o chumbo e o mercúrio, componentes de pilhas e baterias, que são perigosos à saúde humana e ao meio ambiente. Quando descartadas em lixos comuns, pilhas e baterias vão para aterros sanitários ou lixões a céu aberto, e o vazamento de seus componentes contamina o solo, os rios e o lençol freático, atingindo a flora e a fauna. Por serem bioacumulativos e não biodegradáveis, esses metais chegam de forma acumulada aos seres humanos, por meio da cadeia alimentar. A legislação vigente (Resolução CONAMA no 257/1999) regulamenta o destino de pilhas e baterias após seu esgotamento energético e determina aos fabricantes e/ou importadores a quantidade máxima permitida desses metais em cada tipo de pilha/bateria, porém o problema ainda persiste. Disponível em: http://www.mma.gov.br. Acesso em: 11 jul. 2009 (adaptado).

Uma medida que poderia contribuir para acabar definitivamente com o problema da poluição ambiental por metais pesados relatado no texto seria

a) deixar de consumir aparelhos elétricos que utilizem pilha ou bateria como fonte de energia. b) usar apenas pilhas ou baterias recarregáveis e de vida útil longa e evitar ingerir alimentos contaminados, especialmente peixes.

c) devolver pilhas e baterias, após o esgotamento da energia armazenada, à rede de assistência técnica especializada para repasse a fabricantes e/ou importadores. d) criar nas cidades, especialmente naquelas com mais de 100 mil habitantes, pontos estratégicos de coleta de baterias e pilhas, para posterior repasse a fabricantes e/ou importadores. e) exigir que fabricantes invistam em pesquisa para a substituição desses metais tóxicos por substâncias menos nocivas ao homem e ao ambiente, e que não sejam bioacumulativas.

78 - (ENEM/2009) Umidade relativa do ar é o termo usado para descrever a quantidade de vapor de água contido na atmosfera. Ela é definida pela razão entre o conteúdo real de umidade de uma parcela de ar e a quantidade de umidade que a mesma parcela de ar pode armazenar na mesma temperatura e pressão quando está saturada de vapor, isto é, com 100% de umidade relativa. O gráfico representa a relação entre a umidade relativa do ar e sua temperatura ao longo de um período de 24 horas em um determinado local.

Considerando-se as informações do texto e do gráfico, conclui-se que

a) a insolação é um fator que provoca variação da umidade relativa do ar. b) o ar vai adquirindo maior quantidade de vapor de água à medida que se aquece. c) a presença de umidade relativa do ar é diretamente proporcional à temperatura do ar.

d) a umidade relativa do ar indica, em termos absolutos, a quantidade de vapor de água existente na atmosfera. e) a variação da umidade do ar se verifica no verão, e não no inverno, quando as temperaturas permanecem baixas.

79 - (ENEM/2009) Os planos de controle e erradicação de doenças em animais envolvem ações de profilaxia e dependem em grande medida da correta utilização e interpretação de testes diagnósticos. O quadro mostra um exemplo hipotético de aplicação de um teste diagnóstico.

Manual Técnico do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal – PNCEBT. Brasília: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 2006 (adaptado).

Considerando que, no teste diagnóstico, a sensibilidade é a probabilidade de um animal infectado ser classificado como positivo e a especificidade é a probabilidade de um animal não infectado ter resultado negativo, a interpretação do quadro permite inferir que

a) a especificidade aponta um número de 5 falsos positivos. b) o teste, a cada 100 indivíduos infectados, classificaria 90 como positivos. c) o teste classificaria 96 como positivos em cada 100 indivíduos não infectados. d) ações de profilaxia são medidas adotadas para o tratamento de falsos positivos. e) testes de alta sensibilidade resultam em maior número de animais falsos negativos comparado a um teste de baixa sensibilidade.

80 - (ENEM/2009)

O processo de industrialização tem gerado sérios problemas de ordem ambiental, econômica e social, entre os quais se pode citar a chuva ácida. Os ácidos usualmente presentes em maiores proporções na água da chuva são o H2CO3, formado pela reação do CO2 atmosférico com a água, o HNO3, o HNO2, o H2SO4 e o H2SO3. Esses quatro últimos são formados principalmente a partir da reação da água com os óxidos de nitrogênio e de enxofre gerados pela queima de combustíveis fósseis.

A formação de chuva mais ou menos ácida depende não só da concentração do ácido formado, como também do tipo de ácido. Essa pode ser uma informação útil na elaboração de estratégias para minimizar esse problema ambiental. Se consideradas concentrações idênticas, quais dos ácidos citados no texto conferem maior acidez às águas das chuvas?

a) HNO3 e HNO2. b) H2SO4 e H2SO3. c) H2SO3 e HNO2. d) H2SO4 e HNO3. e) H2CO3 e H2SO3.

81 - (ENEM/2009) O ônibus espacial Atlantis foi lançado ao espaço com cinco astronautas a bordo e uma câmera nova, que iria substituir uma outra danificada por um curto-circuito no telescópio Hubble. Depois de entrarem em órbita a 560 km de altura, os astronautas se aproximaram do Hubble. Dois astronautas saíram da Atlantis e se dirigiram ao telescópio. Ao abrir a porta de acesso, um deles exclamou: “Esse telescópio tem a massa grande, mas o peso é pequeno.”

Considerando o texto e as leis de Kepler, pode-se afirmar que a frase dita pelo astronauta

a) se justifica porque o tamanho do telescópio determina a sua massa, enquanto seu pequeno peso decorre da falta de ação da aceleração da gravidade. b) se justifica ao verificar que a inércia do telescópio é grande comparada à dele próprio, e que o peso do telescópio é pequeno porque a atração gravitacional criada por sua massa era pequena. c) não se justifica, porque a avaliação da massa e do peso de objetos em órbita tem por base as leis de Kepler, que não se aplicam a satélites artificiais. d) não se justifica, porque a força-peso é a força exercida pela gravidade terrestre, neste caso, sobre o telescópio e é a responsável por manter o próprio telescópio em órbita. e) não se justifica, pois a ação da força-peso implica a ação de uma força de reação contrária, que não existe naquele ambiente. A massa do telescópio poderia ser avaliada simplesmente pelo seu volume.

82 - (ENEM/2009) Uma pesquisadora deseja reflorestar uma área de mata ciliar quase que totalmente desmatada. Essa formação vegetal é um tipo de floresta muito comum nas margens de rios dos cerrados no Brasil central e, em seu clímax, possui vegetação arbórea perene e apresenta dossel fechado, com pouca incidência luminosa no solo e nas plântulas. Sabe-se que a incidência de luz, a disponibilidade de nutrientes e a umidade do solo são os principais fatores do meio ambiente físico que influenciam no desenvolvimento da planta. Para testar unicamente os efeitos da variação de luz, a pesquisadora analisou, em casas de vegetação com condições controladas, o desenvolvimento de plantas de 10 espécies nativas da região desmatada sob quatro condições de luminosidade: uma sob sol pleno e as demais em diferentes níveis de sombreamento. Para cada tratamento experimental, a pesquisadora relatou se o desenvolvimento da planta foi bom, razoável ou ruim, de acordo com critérios específicos. Os resultados obtidos foram os seguintes:

Para o reflorestamento da região desmatada,

a) a espécie 8 é mais indicada que a 1, uma vez que aquela possui melhor adaptação a regiões com maior incidência de luz. b) recomenda-se a utilização de espécies pioneiras, isto é, aquelas que suportam alta incidência de luz, como as espécies 2, 3 e 5. c) sugere-se o uso de espécies exóticas, pois somente essas podem suportar a alta incidência luminosa característica de regiões desmatadas. d) espécies de comunidade clímax, como as 4 e 7, são as mais indicadas, uma vez que possuem boa capacidade de aclimatação a diferentes ambientes. e) é recomendado o uso de espécies com melhor desenvolvimento à sombra, como as plantas das espécies 4, 6, 7, 9 e 10, pois essa floresta, mesmo no estágio de degradação referido, possui dossel fechado, o que impede a entrada de luz.

83 - (ENEM/2009) Os núcleos dos átomos são constituídos de prótons e nêutrons, sendo ambos os principais responsáveis pela sua massa. Nota-se que, na maioria dos núcleos, essas partículas não estão presentes na mesma proporção. O gráfico mostra a quantidade de nêutrons (N) em função da quantidade de prótons (Z) para os núcleos estáveis conhecidos.

KAPLAN, I. Física Nuclear. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1978 (adaptado).

O antimônio é um elemento químico que possui 50 prótons e possui vários isótopos ― átomos que só se diferem pelo número de nêutrons. De acordo com o gráfico, os isótopos estáveis do antimônio possuem

a) entre 12 e 24 nêutrons a menos que o número de prótons. b) exatamente o mesmo número de prótons e nêutrons. c) entre 0 e 12 nêutrons a mais que o número de prótons. d) entre 12 e 24 nêutrons a mais que o número de prótons. e) entre 0 e 12 nêutrons a menos que o número de prótons.

84 - (ENEM/2009) É possível, com 1 litro de gasolina, usando todo o calor produzido por sua combustão direta, aquecer 200 litros de água de 20 ºC a 55 ºC. Pode-se efetuar esse mesmo aquecimento por um gerador de eletricidade, que consome 1 litro de gasolina por hora e fornece 110 V a um resistor de 11Ω , imerso na água, durante um certo intervalo de tempo. Todo o calor liberado pelo resistor é transferido à água.

Considerando que o calor específico da água é igual a 4,19 J g –1 ºC–1, aproximadamente qual a quantidade de gasolina consumida para o aquecimento de água obtido pelo gerador, quando comparado ao obtido a partir da combustão?

a) A quantidade de gasolina consumida é igual para os dois casos. b) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é duas vezes maior que a consumida na combustão. c) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é duas vezes menor que a consumida na combustão. d) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é sete vezes maior que a consumida na combustão. e) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é sete vezes menor que a consumida na combustão.

85 - (ENEM/2009)

O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos geradores de campos eletromagnéticos. Uma das mais empregadas invenções nessa área são os telefones celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão de celular atualmente em uso no Brasil contemplam dois sistemas. O primeiro deles é operado entre as frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os chamados sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM, ocupa a frequência de 1.800 MHz.

Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de recepção “celular” sejam os mesmos para as tecnologias de transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um engenheiro tiver de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma cobertura, levando em consideração apenas o número de antenas em uma região, ele deverá escolher:

a) a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior comprimento de onda. b) a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta Efeito Doppler mais pronunciado. c) a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se propagam com maior velocidade. d) qualquer uma das duas, pois as diferenças nas frequências são compensadas pelas diferenças nos comprimentos de onda. e) qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades decaem igualmente da mesma forma, independentemente da frequência.

86 - (ENEM/2009) Considere um equipamento capaz de emitir radiação eletromagnética com comprimento de onda bem menor que a da radiação ultravioleta. Suponha que a radiação emitida por esse equipamento foi apontada para um tipo específico de filme fotográfico e entre o equipamento e o filme foi posicionado o pescoço de um indivíduo. Quanto mais exposto à radiação, mais escuro se torna o filme após a revelação. Após acionar o equipamento e revelar o filme, evidenciou-se a imagem mostrada na figura abaixo.

Dentre os fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e os átomos do indivíduo que permitem a obtenção desta imagem inclui-se a

a) absorção da radiação eletromagnética e a consequente ionização dos átomos de cálcio, que se transformam em átomos de fósforo. b) maior absorção da radiação eletromagnética pelos átomos de cálcio que por outros tipos de átomos. c) maior absorção da radiação eletromagnética pelos átomos de carbono que por átomos de cálcio. d) maior refração ao atravessar os átomos de carbono que os átomos de cálcio. e) maior ionização de moléculas de água que de átomos de carbono.

87 - (ENEM/2009) Os ratos Peromyscus polionotus encontram-se distribuídos em ampla região na América do Norte. A pelagem de ratos dessa espécie varia do marrom claro até o escuro, sendo que os ratos de uma mesma população têm coloração muito semelhante. Em geral, a coloração da pelagem também é muito parecida à cor do solo da região em que se encontram, que também apresenta a mesma variação de cor, distribuída ao longo de um gradiente sul-norte. Na figura, encontram-se representadas sete diferentes populações de P. polionotus. Cada população é representada pela pelagem do rato, por uma amostra de solo e por sua posição geográfica no mapa.

MULLEN, L. M.; HOEKSTRA, H. E. Natural selection along an environmental gradient: a classic cline in mouse pigmentation. Evolution, 2008.

O mecanismo evolutivo envolvido na associação entre cores de pelagem e de substrato é

a) a alimentação, pois pigmentos de terra são absorvidos e alteram a cor da pelagem dos roedores. b) o fluxo gênico entre as diferentes populações, que mantém constante a grande diversidade interpopulacional. c) a seleção natural, que, nesse caso, poderia ser entendida como a sobrevivência diferenciada de indivíduos com características distintas. d) a mutação genética, que, em certos ambientes, como os de solo mais escuro, têm maior ocorrência e capacidade de alterar significativamente a cor da pelagem dos animais. e) a herança de caracteres adquiridos, capacidade de organismos se adaptarem a diferentes ambientes e transmitirem suas características genéticas aos descendentes.

88 - (ENEM/2009) O lixo orgânico de casa – constituído de restos de verduras, frutas, legumes, cascas de ovo, aparas de grama, entre outros –, se for depositado nos lixões, pode contribuir para o aparecimento de animais e de odores indesejáveis. Entretanto, sua reciclagem gera um excelente adubo orgânico, que pode ser usado no cultivo de hortaliças, frutíferas e plantas ornamentais. A

produção do adubo ou composto orgânico se dá por meio da compostagem, um processo simples que requer alguns cuidados especiais. O material que é acumulado diariamente em recipientes próprios deve ser revirado com auxílio de ferramentas adequadas, semanalmente, de forma a homogeneizá-lo. É preciso também umedecêlo periodicamente. O material de restos de capina pode ser intercalado entre uma camada e outra de lixo da cozinha. Por meio desse método, o adubo orgânico estará pronto em aproximadamente dois a três meses. Como usar o lixo orgânico em casa? Ciência Hoje, v. 42, jun. 2008 (adaptado).

Suponha que uma pessoa, desejosa de fazer seu próprio adubo orgânico, tenha seguido o procedimento descrito no texto, exceto no que se refere ao umedecimento periódico do composto. Nessa situação,

a) o processo de compostagem iria produzir intenso mau cheiro. b) o adubo formado seria pobre em matéria orgânica que não foi transformada em composto. c) a falta de água no composto vai impedir que microrganismos decomponham a matéria orgânica. d) a falta de água no composto iria elevar a temperatura da mistura, o que resultaria na perda de nutrientes essenciais. e) apenas microrganismos que independem de oxigênio poderiam agir sobre a matéria orgânica e transformá-la em adubo.

89 - (ENEM/2009) O Sol representa uma fonte limpa e inesgotável de energia para o nosso planeta. Essa energia pode ser captada por aquecedores solares, armazenada e convertida posteriormente em trabalho útil. Considere determinada região cuja insolação — potência solar incidente na superfície da Terra — seja de 800 watts/m2. Uma usina termossolar utiliza concentradores solares parabólicos que chegam a dezenas de quilômetros de extensão. Nesses coletores solares parabólicos, a luz refletida pela superfície parabólica espelhada é focalizada em um receptor em forma de cano e aquece o óleo contido em seu interior a 400 ºC. O calor desse óleo é transferido para a água, vaporizando-a em uma caldeira. O vapor em alta pressão movimenta uma turbina acoplada a um gerador de energia elétrica.

Considerando que a distância entre a borda inferior e a borda superior da superfície refletora tenha 6 m de largura e que focaliza no receptor os 800 watts/m2 de radiação provenientes do Sol, e que o calor específico da água é 1 cal g–1 ºC–1 = 4.200 J kg–1 ºC–1, então o comprimento linear do refletor parabólico necessário para elevar a temperatura de 1 m3 (equivalente a 1 t) de água de 20 ºC para 100 ºC, em uma hora, estará entre

a) 15 m e 21 m. b) 22 m e 30 m. c) 105 m e 125 m. d) 680 m e 710 m. e) 6.700 m e 7.150 m.

90 - (ENEM/2009) O uso de protetores solares em situações de grande exposição aos raios solares como, por exemplo, nas praias, é de grande importância para a saúde. As moléculas ativas de um protetor apresentam, usualmente, anéis aromáticos conjugados com grupos carbonila, pois esses sistemas são capazes de absorver a radiação ultravioleta mais nociva aos seres humanos. A conjugação é definida como a ocorrência de alternância entre ligações simples e duplas em uma molécula. Outra propriedade das moléculas em questão é apresentar, em uma de suas extremidades, uma parte apolar responsável por reduzir a solubilidade do composto em água, o que impede sua rápida remoção quando do contato com a água.

De acordo com as considerações do texto, qual das moléculas apresentadas a seguir é a mais adequada para funcionar como molécula ativa de protetores solares?

O OH

a)

CH 3O

O

b)

O

c)

CH3O

O O

d)

CH3O

O O

e)

CH3O

91 - (ENEM/2009) Sabe-se que o olho humano não consegue diferenciar componentes de cores e vê apenas a cor resultante, diferentemente do ouvido, que consegue distinguir, por exemplo, dois instrumentos diferentes tocados simultaneamente. Os raios luminosos do espectro visível, que têm comprimento de onda entre 380 nm e 780 nm, incidem na córnea, passam pelo cristalino e são projetados na retina. Na retina, encontramse dois tipos de fotorreceptores, os cones e os bastonetes, que convertem a cor e a intensidade da luz recebida em impulsos nervosos. Os cones distinguem as cores primárias: vermelho, verde e azul, e os bastonetes diferenciam apenas níveis de intensidade, sem separar comprimentos de onda. Os impulsos nervosos produzidos são enviados ao cérebro por meio do nervo óptico, para que se dê a percepção da imagem.

Um indivíduo que, por alguma deficiência, não consegue captar as informações transmitidas pelos cones, perceberá um objeto branco, iluminado apenas por luz vermelha, como

a) um objeto indefinido, pois as células que captam a luz estão inativas. b) um objeto rosa, pois haverá mistura da luz vermelha com o branco do objeto.

c) um objeto verde, pois o olho não consegue diferenciar componentes de cores. d) um objeto cinza, pois os bastonetes captam luminosidade, porém não diferenciam cor. e) um objeto vermelho, pois a retina capta a luz refletida pelo objeto, transformando-a em vermelho.

92 - (ENEM/2009) Durante uma ação de fiscalização em postos de combustíveis, foi encontrado um mecanismo inusitado para enganar o consumidor. Durante o inverno, o responsável por um posto de combustível compra álcool por R$ 0,50/litro, a uma temperatura de 5 °C. Para revender o líquido aos motoristas, instalou um mecanismo na bomba de combustível para aquecê-lo, para que atinja a temperatura de 35 °C, sendo o litro de álcool revendido a R$ 1,60. Diariamente o posto compra 20 mil litros de álcool a 5 ºC e os revende.

Com relação à situação hipotética descrita no texto e dado que o coeficiente de dilatação volumétrica do álcool é de 1× 10– 3 ºC–1, desprezando-se o custo da energia gasta no aquecimento do combustível, o ganho financeiro que o dono do posto teria obtido devido ao aquecimento do álcool após uma semana de vendas estaria entre

a) R$ 500,00 e R$ 1.000,00. b) R$ 1.050,00 e R$ 1.250,00. c) R$ 4.000,00 e R$ 5.000,00. d) R$ 6.000,00 e R$ 6.900,00. e) R$ 7.000,00 e R$ 7.950,00.

93 - (ENEM/2009) A invenção da geladeira proporcionou uma revolução no aproveitamento dos alimentos, ao permitir que fossem armazenados e transportados por longos períodos. A figura apresentada ilustra o processo cíclico de funcionamento de uma geladeira, em que um gás no interior de uma tubulação é forçado a circular entre o congelador e a parte externa da geladeira. É por meio dos processos de compressão, que ocorre na parte externa, e de expansão, que ocorre na parte interna, que o gás proporciona a troca de calor entre o interior e o exterior da geladeira.

Disponível em: http://home.howstuffworks.com. Acesso em: 19 out. 2008 (adaptado).

Nos processos de transformação funcionamento da geladeira,

de

energia

envolvidos

no

a) a expansão do gás é um processo que cede a energia necessária ao resfriamento da parte interna da geladeira. b) o calor flui de forma não-espontânea da parte mais fria, no interior, para a mais quente, no exterior da geladeira. c) a quantidade de calor cedida ao meio externo é igual ao calor retirado da geladeira. d) a eficiência é tanto maior quanto menos isolado termicamente do ambiente externo for o seu compartimento interno. e) a energia retirada do interior pode ser devolvida à geladeira abrindose a sua porta, o que reduz seu consumo de energia.

94 - (ENEM/2009) Na manipulação em escala nanométrica, os átomos revelam características peculiares, podendo apresentar tolerância à temperatura, reatividade química, condutividade elétrica, ou mesmo exibir força de intensidade extraordinária. Essas características explicam o interesse industrial pelos nanomateriais que estão sendo muito pesquisados em diversas áreas, desde o desenvolvimento de cosméticos, tintas e tecidos, até o de terapias contra o câncer. LACAVA, Z. G. M; MORAIS, P. C. Nanobiotecnologia e Saúde. Disponível em: http://www.comciencia.br (adaptado).

A utilização de nanopartículas na indústria e na medicina requer estudos mais detalhados, pois

a) as partículas, quanto menores, mais potentes e radiativas se tornam. b) as partículas podem ser manipuladas, mas não caracterizadas com a atual tecnologia. c) as propriedades biológicas das partículas somente podem ser testadas em microrganismos. d) as partículas podem atravessar poros e canais celulares, o que poderia causar impactos desconhecidos aos seres vivos e, até mesmo, aos ecossistemas. e) o organismo humano apresenta imunidade contra partículas tão pequenas, já que apresentam a mesma dimensão das bactérias (um bilionésimo de metro).

95 - (ENEM/2009) Uma vítima de acidente de carro foi encontrada carbonizada devido a uma explosão. Indícios, como certos adereços de metal usados pela vítima, sugerem que a mesma seja filha de um determinado casal. Uma equipe policial de perícia teve acesso ao material biológico carbonizado da vítima, reduzido, praticamente, a fragmentos de ossos. Sabe-se que é possível obter DNA em condições para análise genética de parte do tecido interno de ossos. Os peritos necessitam escolher, entre cromossomos autossômicos, cromossomos sexuais (X e Y) ou DNAmt (DNA mitocondrial), a melhor opção para identificação do parentesco da vítima com o referido casal. Sabe-se que, entre outros aspectos, o número de cópias de um mesmo cromossomo por célula maximiza a chance de se obter moléculas não degradadas pelo calor da explosão.

Com base nessas informações e tendo em vista os diferentes padrões de herança de cada fonte de DNA citada, a melhor opção para a perícia seria a utilização

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula. b) do cromossomo X, pois a vítima herdou duas cópias desse cromossomo, estando assim em número superior aos demais.

c) do cromossomo autossômico, pois esse cromossomo apresenta maior quantidade de material genético quando comparado aos nucleares, como, por exemplo, o DNAmt. d) do cromossomo Y, pois, em condições normais, este é transmitido integralmente do pai para toda a prole e está presente em duas cópias em células de indivíduos do sexo feminino. e) de marcadores genéticos em cromossomos autossômicos, pois estes, além de serem transmitidos pelo pai e pela mãe, estão presentes em 44 cópias por célula, e os demais, em apenas uma.

96 - (ENEM/2009) O cultivo de camarões de água salgada vem se desenvolvendo muito nos últimos anos na região Nordeste do Brasil e, em algumas localidades, passou a ser a principal atividade econômica. Uma das grandes preocupações dos impactos negativos dessa atividade está relacionada à descarga, sem nenhum tipo de tratamento, dos efluentes dos viveiros diretamente no ambiente marinho, em estuários ou em manguezais. Esses efluentes possuem matéria orgânica particulada e dissolvida, amônia, nitrito, nitrato, fosfatos, partículas de sólidos em suspensão e outras substâncias que podem ser consideradas contaminantes potenciais. CASTRO, C. B.; ARAGÃO, J. S.; COSTA-LOTUFO, L. V. Monitoramento da toxicidade de efluentes de uma fazenda de cultivo de camarão marinho. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006 (adaptado).

Suponha que tenha sido construída uma fazenda de carcinicultura próximo a um manguezal. Entre as perturbações ambientais causadas pela fazenda, espera-se que

a) a atividade microbiana se torne responsável pela reciclagem do fósforo orgânico excedente no ambiente marinho. b) a relativa instabilidade das condições marinhas torne as alterações de fatores físico-químicos pouco críticas à vida no mar. c) a amônia excedente seja convertida em nitrito, por meio do processo de nitrificação, e em nitrato, formado como produto intermediário desse processo. d) os efluentes promovam o crescimento excessivo de plantas aquáticas devido à alta diversidade de espécies vegetais permanentes no manguezal.

e) o impedimento da penetração da luz pelas partículas em suspensão venha a comprometer a produtividade primária do ambiente marinho, que resulta da atividade metabólica do fitoplâncton.

97 - (ENEM/2009) Nas últimas décadas, o efeito estufa tem-se intensificado de maneira preocupante, sendo esse efeito muitas vezes atribuído à intensa liberação de CO2 durante a queima de combustíveis fósseis para geração de energia. O quadro traz as entalpias-padrão de combustão a 25 º C ∆H 0 do metano, do butano e do octano. 25

(

)

composto metano butano octano

fórmula molecular CH 4 C 4 H10 C 8 H18

massa molar (g/mol) 16 58 114

ΔH 0 25 (kJ/mol) − 890 − 2.878 − 5.471

À medida que aumenta a consciência sobre os impactos ambientais relacionados ao uso da energia, cresce a importância de se criar políticas de incentivo ao uso de combustíveis mais eficientes. Nesse sentido, considerando-se que o metano, o butano e o octano sejam representativos do gás natural, do gás liquefeito de petróleo (GLP) e da gasolina, respectivamente, então, a partir dos dados fornecidos, é possível concluir que, do ponto de vista da quantidade de calor obtido por mol de CO2 gerado, a ordem crescente desses três combustíveis é

a) gasolina, GLP e gás natural. b) gás natural, gasolina e GLP. c) gasolina, gás natural e GLP. d) gás natural, GLP e gasolina. e) GLP, gás natural e gasolina.

98 - (ENEM/2009) O álcool hidratado utilizado como combustível veicular é obtido por meio da destilação fracionada de soluções aquosas geradas a partir da fermentação de biomassa. Durante a destilação, o teor de etanol da mistura é aumentado, até o limite de 96% em massa.

Considere que, em uma usina de produção de etanol, 800 kg de uma mistura etanol/água com concentração 20% em massa de etanol foram destilados, sendo obtidos 100 kg de álcool hidratado 96% em massa de etanol. A partir desses dados, é correto concluir que a destilação em questão gerou um resíduo com uma concentração de etanol em massa

a) de 0%. b) de 8,0%. c) entre 8,4% e 8,6%. d) entre 9,0% e 9,2%. e) entre 13% e 14%.

99 - (ENEM/2009) Considere a seguinte situação hipotética: ao preparar o palco para a apresentação de uma peça de teatro, o iluminador deveria colocar três atores sob luzes que tinham igual brilho e os demais, sob luzes de menor brilho. O iluminador determinou, então, aos técnicos, que instalassem no palco oito lâmpadas incandescentes com a mesma especificação (L1 a L8), interligadas em um circuito com uma bateria, conforme mostra a figura.

Nessa situação, quais são as três lâmpadas que acendem com o mesmo brilho por apresentarem igual valor de corrente fluindo nelas, sob as quais devem se posicionar os três atores?

a) L1, L2 e L3. b) L2, L3 e L4. c) L2, L5 e L7. d) L4, L5 e L6. e) L4, L7 e L8.

100 - (ETAPA SP/2006)

No cladograma anterior, os números de 1 a 5 podem ser substituídos respectivamente por: a) mandíbulas, penas, ovos, pulmões e garras (unhas). b) glândulas mamárias, penas, ovos, mandíbulas e garras (unhas). c) garras (unhas), ovos, penas, pulmões e mandíbulas. d) mamas, penas, garras (unhas), pulmões e mandíbulas. e) placenta, ovos, pulmões, mandíbulas e garras (unhas).

101 - (PUC PR/1998) Na ilustração estão representantes animais, numerados de 1 a 7, de diversos filos. Assinale a opção que indica a seqüência correta:

a) 1 - molusco; 2 - artrópode; 3 - cordado; 4 - celenterado; 5 platelminto; 6 - anelídeo; 7 - equinodermo.

b) 1 - equinodermo; 2 - molusco; 3 - cordado; 4 - celenterado; 5 platelminto; 6 - anelídeo; 7 - artrópode. c) 1 - equinodermo; 2 - platelminto; 3 - molusco; 4 - celenterado; 5 anelídeo; 6 - cordado; 7 - artrópode. d) 1 - equinodermo; 2 - molusco; 3 - platelminto; 4 - celenterado; 5 anelídeo; 6 - cordado; 7 - artrópode. e) 1 - molusco; 2 - celenterado; 3 - cordado; 4 - equinodermo; 5 anelídeo; 6 - artrópode; 7 - platelminto.

102 - (UFMT/2002) O estudo comparativo das estruturas, da organização e desenvolvimento embrionário tem auxiliado os cientistas a desvendarem a história evolutiva dos animais. Analise a árvore filogenética baseada nesse estudo e julgue os itens abaixo.

Árvore filogenética hipotética do Reino Animália. As linhas interrompidas indicam incerteza na origem do grupo. (FROTA–PESSOA, Oswaldo. Os caminhos da Vida Biológica no Ensino Médio: Genética e Evolução. São Paulo, 2001, p. 224.)

00.Os espongiários são animais muito primitivos e provavelmente se originam de um ancestral unicelular; não possuem arranjo ordenado das partes do corpo, possuindo apenas uma cavidade especializada na digestão extracelular dos alimentos.

01.Os cordados são metazoários muito evoluídos com três folhetos embrionários; possuem a cavidade interna totalmente revestida de mesoderma e o blastóporo embrionário dá origem ao ânus. 02.Os nematóides e os platelmintos são vermes de corpo achatado e com parentesco muito próximo, originam-se de um ancestral com simetria bilateral e ambos possuem a cavidade interna do corpo parcialmente revestida por tecidos de origem mesodérmica. 03.Os anelídeos e artrópodes são metazoários com simetria bilateral, triploblástico, celomados; possuem em corpo segmentado e sistema circulatório fechado e aberto, respectivamente.

103 - (UFOP MG/1997) Na planeta Terra, os seres vivos se caracterizam pela capacidade de se perpetuar e de se adaptar ao meio ambiente. Considerando as inúmeras “experiências feitas pela natureza”, pode-se constatar que entre as classes do filo Cordata, são encontrados quatro mecanismos reprodutivos, estando todos eles presentes na classe dos Osteictes. Levando em consideração o texto acima, relacione as duas colunas:

I. Macho e fêmea lançam suas células gametas livremente no meio aquoso. II. Macho deposita esperma no interior da fêmea, que após a fertilização do óvulo, faz a postura. III. Macho deposita esperma no interior d fêmea, onde ocorre o desenvolvimento do embrião. IV. Macho insemina a fêmea e o desenvolvimento embrionário ocorre no interior da fêmea, que nutre o embrião durante a gestação com posterior parição.

a. ovíparo b. vivíparo c. ovulíparo d. ovovivíparo

A correlação correta é: a) I–a, II–c, III–d, IV–b b) I-c, II-a, III-b, IV-d c) I-a, II-c, III-b, IV-d

d) I-a, II-b, III-c, IV-d e) I–c, II–a, III–d, IV–b

104 - (UEG GO/2006) Nos diferentes grupos animais, observa-se a presença de estruturas utilizadas na defesa contra predadores ou na captura de presas. Sobre essas estruturas e os grupos animais correspondentes, marque a alternativa INCORRETA: a) Nos anuros, a defesa é promovida por meio das glândulas paratóides que secretam o veneno que será injetado no eventual predador. b) Os cnidários apresentam células diferenciadas, os cnidócitos, especialmente abundantes nos tentáculos e que constituem um instrumento de defesa e de captura de presas. c) Em muitos cefalópodos, observa-se a presença de uma bolsa de tinta contendo pigmento negro que será eliminado em situações de perigo. d) Entre os aracnídeos, os escorpiões são temidos por apresentarem um aguilhão caudal que produz e injeta veneno em suas presas.

105 - (UNESP SP/1999) A tabela abaixo refere-se a exemplos de determinados animais, identificados por algarismos de I a V, e a algumas de suas principais características.

A

N I I I I I I I V V

I M D e A e

A C L A

R

A

C

T

E

R

Í S

T

I C c o m

A

S e n a d a e d d o e s q i g e u e l e t o o i n c a l c á r i c o b p m p r i o r e s e t r a q u l e n

e u t e r o s t o m a d o , s i m e t r i a r a d i a l . c e l o m a d s i m e t r i a t o a c o r d f a s e a

o , c o m s i s t e m b i l a t e r a l . q u e p e r s i s t e a d u l t a . p r o t e g i d

e s t i v a m

N o a t é

e s d p

f a s e a n t o

e m e f i l o

M a s s a v i s c e r a l d e t e n t á c u l o s . P r e s e n ç a d e q u

e l o

e l í c e r a s

r e s p

i r a ç ã o

Pelas características apresentadas nos algarismos de I a V, concluímos que estes animais podem ser, respectivamente: a) ouriço-do-mar, planária, gato, caracol e mosca. b) estrela-do-mar, planária, onfioxo, polvo e aranha. c) água-viva, tênia, ascídia, lesma e camarão. d) lírio-do-mar, tênia, anfioxo, lula e escorpião.

e) pepino-do-mar, planária, tunicados, ostra e escorpião.

106 - (UFG/1994) A personagem Buba, da novela Renascer, apresenta uma característica comum em invertebrados, o hermafroditismo. A linha evolutiva dos metazoários mostra que o aperfeiçoamento do corpo dos vertebrados acontece à medida que outras características vão se formando, tais como: 01.coração com duas cavidades, na região dorsal, no grupo de respiração pulmonar, que envia sangue para a bexiga natatória; 02.exoesqueleto articulado, de estrutura óssea ou cartilaginosa, e a presença de um crânio; 04.revestimento do corpo formado por duas camadas: a derme (origem mesodérmica) e a epiderme (origem ectodérmica); 08.anexo embrionários, que revestem o embrião e têm a função de proteção contra choques e desidratação; 16.um par de túbulos de Malpighi e glândulas coxais, que se abrem na base dos rins para a excreção; 32.vasos sangüíneos, distribuídos pelo corpo por um sistema abeto, carregando o líquido sinovial; 64.sistema nervoso, com encéfalo pouco desenvolvido e uma medula de onde partem nervos cranianos.

107 - (UFG/1996) Um biólogo, ao alcançar o topo de uma montanha, observou que o termômetro, por ele transportado, registrava 11 oC. Nesse ambiente, encontrou os seguintes animais: um macaco, uma cobra, uma águia um lagarto e um sapo. a) Quais desses animais tinham a temperatura do corpo mais baixa? b) Por que razão estes animais apresentavam a temperatura do corpo baixa? c) Citar as classes a que pertencem os animais encontrados no topo da montanha.

108 - (EFOA MG/2000) O filo Chordata agrupa exemplos de organismos bastante diversificados. Entretanto, seus representantes apresentam algumas características morfológicas em comum, pelo menos em alguma fase do

desenvolvimento. Das características abaixo, aquela que NÃO é comum a todos os Chordata é: a) fendas branquiais. b) tubo nervoso dorsal. c) notocorda. d) respiração pulmonar. e) celoma.

109 - (FUVEST SP/1997) Em um ambiente com temperatura mantida constante em 18ºC, qual dos animais abaixo necessitará maior consumo de alimento em relação ao tamanho de seu corpo? a) Sapo b) Jacaré. c) Sabiá. d) Tubarão. e) Jararaca.

110 - (FUVEST SP/1989) Apresenta simetria bilateral, metameria e sistema nervoso dorsal: a) gafanhoto b) planária c) estrela-do-mar d) medusa e) anfioxo

111 - (MACK SP/2001) Assinale a alternativa que apresenta características comuns a todos os cordados.

D

i g e s t ã oC t r a c t r a c t r a

i r c u l a ç R ã eo s p i r a çF ã e oc u a d a a p u l m o n a ir n

n

d

a ç ã o a o a o a u e x t e r n a u e x t e r n a

a . b c . d e . . .

e x e x i n e x i n

e l u f l ea cr h e f l e u c l ah r a d

t e r n

p u l m o n a r o u o bu r aa bn eq r u i t n ia a t el r n a p ap b u u l m o q o n a ir n t e r n

c e l u

laa b r e r t a a d a

t r a c t r a

e l u f l ea cr h

l m r a n

n i n a tr e or nu a u i a l t e r n

c e fl ue cl a h r a d

o pu u a l bm e o r tn a a i r n

112 - (UFMA/2000) Observe o esquema abaixo:

Dados: 1. Esponjas 2. Cnidários 3. Platelmintos 4. Moluscos 5. Anelídos 6. Artrópodos 7. Artrópodos 8. Artrópodos 9. Equinodermos 10.Vertebrados 11.Vertebrados 12.Vertebrados 13.Vertebrados 14.Vertebrados

Os animais 10, 11, 12, 13 e 14 pertencem às seguintes classes: Osteichthyes, Amphibia, Reptilia (ofídio), Aves e Mammalia e podem ser identificados, respectivamente, pelas seguintes características: a) Respiração branquial; metamorfose; ausência de homeotérmicos; presença de pêlos e glândulas mamárias. b) Respiração cutânea; metamorfose; ausência de homeotérmicos; presença de pêlos e glândulas mamárias. c) Respiração branquial; metamorfose; ausência de pecilotérmicos; presença de pêlos e glândulas mamárias. pernas; pernas; pernas;

d) Respiração cutânea; metamorfose; homeotérmicos; presença de pêlos e glândulas mamárias; ausência de pernas. e) Respiração branquial; desenvolvimento direto; pseudópodos; pecilotérmicos; presença de pêlos e glândulas mamárias.

113 - (UFRN/1996) Sobre os sistemas de sustentação dos animais, relacione as colunas abaixo:

Ι . A forma do corpo é mantida pela ação dos músculos. ΙΙ . Apresentam periódicas. . exoesqueleto articulado, realizando mudas

ΙΙ Ι

A estrutura de sustentação é formada por espículas.

IV. Possui endoesqueleto calcário formado por placas. V. A notocorda representa a primeira estrutura de sustentação do corpo.

A) PORÍFEROS B) CORDADOS C) ARTRÓPODES D) EQUINODERMOS E) ANELÍDEOS

Assinale a alternativa correta: a) Ι A; Ι Ι D; Ι Ι Ι C; Ι V B; V E

b) Ι C; Ι Ι c) Ι C; Ι Ι d) Ι D; Ι Ι e) Ι E; Ι Ι

D; Ι Ι Ι B; Ι Ι Ι E; Ι Ι Ι C; Ι Ι Ι

A; Ι V E; V B A; Ι V E; V D B; Ι V C; V A A; Ι V D; V B

114 - (EFOA MG/2002) A tabela abaixo representa algumas estimativas da biodiversidade de reptéis, aves e mamíferos quanto ao número absoluto de espécies presentes em Minas Gerais, no Brasil e no Mundo. O gráfico seguinte representa os dados da tabela, porém em percentuais.

Vertebrados Minas Gerais Brasil Mundo

Répteis 170 467 7828

Aves 780 1678 9881

Mamíferos 190 524 4809

1 8 6 4 2 0

0 0 0 % 0 % 0 % 0 % %

% I I I I I I

A

B

C

Com base nesses dados, assinale a alternativa INCORRETA: a) A, B e C correspondem, respectivamente, a Minas, Brasil e Mundo. b) I, II e III correspondem, respectivamente, a mamíferos, aves e répteis. c) A biodiversidade de Minas é proporcionalmente semelhante à do Brasil. d) O percentual dos vertebrados pecilotérmicos é maior no Mundo. e) Em termos absolutos, Minas e Brasil têm mais aves que no Mundo.

115 - (UNIOESTE PR/2005) Referente ao Reino Animal, considere as colunas I e II e assinale a(s) alternativa(s) em que todas as associações estão corretas.

01.a3, b7, c6 02.d1, e4, f2 04.a4, d3, g1 08.b3, c6, f2 16.a4, e5, g4 32.a4, c7, e3 64.b3, d1, g2

116 - (MACK SP/2000) Assinale a alternativa que apresenta características comuns a todos os cordados.
D a . e x b . e x i g e s t ã o t r a c e l u t r a c e l u t r a c e l u t r a c e l u t r a c e l u l a r l a r l a r l a r l a r C i r c u f e c h l a ç ã o a d a u R e s p p p p a u p p u b e . i n f e c h a d a o a b e r t a u i r a ç ã o l m o n a r u

f e c h a d a o a b e r t a a b e r t a a d f e c h

u l m o n a r o b r a n q u i a l u l m o n a r o l m o n a r a n q u i a l u l m o n a r

c . i n d . e x

u

117 - (MACK SP/2000) No quadro abaixo, há coerência apenas em:

G I

r u N

p o A P o

n

i m

a i s

I I

I I IA

r í f e r o s P l a t e l e m a t e l m A n e l r t r o p o d o C o r d

i s t e m a i r c u l a t , C A n i u d s á e r n i ot m i n t o s i P n rt eo ss e, Mn t oe l i d o s , a b e r t s P , Er e q s u e i n n t oe d a d o sf e c h a C

S

ó r i o es eu s d c o o st i p o e e rd m o a t i p d o o o

a) I

b) II c) III d) I e II e) II e III

118 - (PUC RS/2000) Considere as afirmativas sobre um dado grupo animal.

=> Presença de larva de vida livre, apresentando tubo nervoso e notocorda na cauda, bem como fendas branquiais. => Não segmentados e sem órgãos excretores. => Marinhos de águas litorâneas ou profundas. => Adultos com forma tubular (globosa ou irre-gular), apresentando o corpo revestido por uma túnica transparente.

A análise das afirmativas permite concluir que estas se referem a: a) uma lampreia. b) um anfioxo. c) uma ascídia. d) um ctenóforo. e) uma lula.

119 - (UNIOESTE PR/2005) Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) com relação à anatomia e fisiologia dos vertebrados. 01.Pança, barrete, folhoso e coagulador são estruturas características do sistema digestivo das aves. 02.Diafragma é um músculo que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal, auxilia a respiração e está presente em aves, répteis e mamíferos. 04.Em peixes a circulação é aberta; em anfíbios e répteis a circulação é parcialmente fechada; em aves e mamíferos a circulação é fechada. 08.Amônia, ácido úrico e uréia são excretos característicos de peixes, aves e mamíferos.

16.O ovo amniótico possui uma membrana extra-embrionária e fluidos que protegem e hidratam o embrião, e é característico de répteis, aves e mamíferos. 32.As hemácias são anucleadas em todas as classes de vertebrados. 64.O sistema nervoso é ventral nos peixes.

120 - (UNESP SP/2000) A figura representa a evolução dos grandes grupos de vertebrados atuais dotados de mandíbula, enumerados de I a V. A largura das áreas sombreadas indica o número relativo de espécies de cada grupo durante as diferentes eras e períodos.

M ilh õ e s d e a n o s a tr á s

0 1 2 3 4 5 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

I

I I

I I I

I V

V

a) Qual a classe representada pelo número V? Cite o anexo embrionário exclusivo dessa classe. b) Indique uma característica evolutiva relativa à respiração, que está presente no grupo II e ausente no grupo I; indique uma aquisição evolutiva, referente à reprodução, presente no grupo III e ausente na maioria dos animais representantes do grupo II.

121 - (UEM PR/2003)
Com relação aos grupos de animais constantes da figura abaixo, bem como de suas características, assinale o que for correto.

01. Todos os grupos apresentam, nos primeiros estágios de embrionário, notocorda, fendas branquiais e tubo nervoso dorsal.

desenvolvimento

02. Todos os grupos apresentam coluna vertebral e encéfalo, embora nem todos tenham caixa craniana. 04. Homeotermia e respiração do tipo pulmonar são características comuns aos mamíferos e aos répteis. 08. Pecilotermia e fecundação interna com desenvolvimento indireto são características comuns aos anfíbios e às aves. 16. Anfíbios, répteis e aves são ovíparos e apresentam sistema nervoso central com encéfalo e medula espinhal. 32. Todos os vertebrados têm sistema circulatório fechado, em que o sangue circula apenas no interior de vasos sangüíneos e possibilita enorme eficiência dos mecanismos de distribuição de substâncias. 64. As lampréias, que pertencem aos ciclostomados, são providas de mandíbulas, a respiração é pulmonar e a caixa craniana e as vértebras são de constituição óssea.

122 - (UFSC/2000) [...] Com a finalidade de perceber estímulos, transmiti-los a diversas partes do corpo e efetuar as respostas, a maioria dos animais tem um sistema nervoso. STORER, T. e USINGER, R. Zoologia Geral. Ed. Nacional, 1979, p. 143.

Com relação ao sistema nervoso e à interpretação das figuras, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).

01.Em A, temos a hidra que, assim como os demais celenterados, tem uma rede nervosa difusa no corpo com um gânglio central.
02. Em B, temos uma planária com gânglios na região da “cabeça”, dos quais partem dois cordões nervosos separados, ligados por comissuras.

04.Em C, está representada uma estrela do mar, que tem um sistema nervoso bilateral.

08.No berbigão (D) e na minhoca (E), os gânglios supraesofágicos e subesofágicos situam-se, respectivamente, sobre e sob o esôfago e ligam-se por conectivos. 16.No lagarto (F), o sistema nervoso caracteriza-se pela presença do encéfalo, do cordão nervoso ventral e dos nervos segmentares pares. 32.Enquanto nos invertebrados a posição do sistema nervoso é ventral, nos vertebrados ela é dorsal.

123 - (UFJF MG/2006) As figuras abaixo representam observadas em diferentes animais. estruturas para trocas gasosas

a) As brânquias são órgãos respiratórios típicos de ambientes aquáticos e as traquéias e os pulmões são típicos de ambientes terrestres.

Considerando a forma e o funcionamento das brânquias, das traquéias e dos pulmões, justifique a afirmativa acima:

b) Explique por que o sistema circulatório não interfere diretamente no funcionamento do sistema respiratório dos insetos terrestres. c) Animais endotérmicos apresentam, em geral, maior taxa de consumo de oxigênio do que os animais ectotérmicos. Explique por que isso ocorre.

124 - (MACK SP/2006) Alguns filos animais foram agrupados da seguinte forma: - grupo 1: equinodermos e cnidários - grupo 2: moluscos, nematodos e platelmintos - grupo 3: cordados, artrópodes e anelídeos

Os indivíduos dos grupos 1, 2 e 3 apresentam, respectivamente:

125 - (PUC RS/2001) Os animais do filo Chordata apresentam, em pelo menos alguma etapa do seu ciclo de vida, tubo neural, notocorda e fendas faríngeas. Três exemplos de animais pertencentes ao filo Chordata são: a) lombrigas, caracóis e insetos. b) centopéias, ofiúros e jacarés.

c) lampreias, rãs e cetáceos. d) lulas, minhocas e ungulados. e) mexilhões, tartarugas e felinos.

126 - (UEPB/2001) Observe a esquematização seguinte:

C P E A R A V E I X N É P S M E F T S Í B

I C Ó I O E A S M

L S C

O S S E

S

T OP

O

M

A

D

O

S

A

R

T

ES I X E S I L A G I N

O

S

O

S

Í F

E

R

O

S

Pelo que foi mostrado, tem-se: a) Implicitamente as categorias hierárquicas. b) Uma citação aleatória dos animais vertebrados. c) Uma provável evolução dos animais vertebrados sem que os mesmos tenham os ciclostomados como ancestral comum. d) Uma classificação Biológica que não mostra processo evolutivo. e) Uma provável evolução dos animais vertebrados.

127 - (UFPEL RS/2006) Ao longo da linhagem evolutiva dos vertebrados primitivos, a provável origem da mandíbula (B) estaria relacionada com os arcos branquiais de formas ancestrais sem mandíbula (A), conforme o esquema hipotético abaixo.

Figura extraída de Sonia Lopes, v. único, 1999.

Em termos zoológicos, essas formas ancestrais são corretamente denominadas de a) gnatostomados, em função de possuírem o maxilar superior. b) agnatas, devido à ausência de mandíbula. c) acraniados, devido à ausência de uma caixa craniana . d) ciclóstomos gnatostomados, por serem as únicas formas vivas desse grupo. e) agnatas, com a maxila derivada da porção inferior das fendas branquiais.

128 - (UFJF MG/1999) Para que o quadro abaixo seja preenchido CORRETAMENTE, os números I, II, III e IV devem ser substituídos, respectivamente, por:

FECUNDAÇÃO Anfíbios Répteis Aves Mamíferos externa I interna II

ESTÁGIO LARVAL III Ausente IV Ausente

a) externa, interna, presente, ausente; b) interna, interna, presente, ausente; c) externa, interna, ausente, presente; d) interna, interna, ausente, ausente.

129 - (UFJF MG/2002) Com relação aos animais do grupo Chordata, além da presença da notocorda (ou corda) e da cauda propulsora, quais dos caracteres abaixo os distingüem de outros grupos de animais? a) Fendas faringeanas e tubo nervoso dorsal b) Respiração pulmonar ou branquial e sistema circulatório com coração

c) Celoma derivado do arquêntero e clivagem radial indeterminada d) Simetria bilateral e triblásticos e) Enterocelomados e corpo metamerizado

130 - (FURG RS/2001) Com relação aos Cordados, são feitas quatro afirmativas.

II. Os anfíbios foram os primeiros vertebrados a invadir o ambiente terrestre. III. A pele dos répteis não apresenta glândulas mucosas e é recoberta por escamas epidérmicas. IV. Os pêlos dos mamíferos formam uma camada protetora contra a perda de calor para o ambiente. V. As aves não são capazes de manter estável sua temperatura corporal, pois as penas, que recobrem o seu corpo, não são eficientes para tal função.

Quais afirmativas estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II e III. c) Apenas I, II e III. d) Apenas I, III e IV. e) Apenas II, III e IV.

131 - (UFMS/2001) Analise as características gerais de seres vivos, mencionadas nos itens a seguir.

I. Possuem notocorda, sistema nervoso dorsal e fendas branquiais na faringe. II. O primeiro anexo embrionário que surgiu na evolução do grupo foi o saco vitelínico, com função de reserva de vitelo para a nutrição do embrião. III. Apresentam fecundação externa, durante a fase de larva a respiração é branquial externa e quando adultos respiram por pulmões.

IV. Não apresentam bexiga urinária e apresentam redução do sistema reprodutor nas fêmeas, para apenas um ovário e um oviduto. V. São todos amniotas, apresentam pulmões do tipo alveolar, coração com quatro cavidades (não há mistura de sangue arterial e venoso).

A partir de sua análise, é correto afirmar que as características contidas em I , II , III , IV e V correspondem, respectivamente, aos seguintes grupos: 01.Filo Chordata, Mammalia. Subfilo Vertebrata, Classes: Amphibia, Ave e

02.Filo Chordata, Subfilo Vertebrata, Classes: Amphibia, Reptilia e Mammalia. 04.Filo Chordata, Subfilo Reptilia e Mammalia. Cephalochordata, Classes:Cyclostomata,

08.Filo Chordata, Subfilo Vertebrata, Classes: Reptilia, Aves e Mammalia. 16.Filo Chordata, Subfilo Vertebrata, Classes: Amphibia, Reptilia e Mammalia.

132 - (UFMS/2001) Entre as características gerais dos animais cordados, o surgimento da mandíbula permitiu que a alimentação, que era restrita à filtração, sucção de alimento ou captura de pequenos animais, passasse a outros tipos, tais como arrancar com eficiência pedaços de algas e de animais de maior porte. Assim, quanto ao tema, é correto afirmar que : 01.o surgimento da mandíbula teve início a partir dos agnatas primitivos, o que lhes proporcionou um grande aumento em seu tamanho. 02.a evolução das mandíbulas apareceu pela primeira vez nos anfíbios, pela incorporação dos arcos e fendas branquiais em uma só estrutura. 04.considerando que a evolução das mandíbulas só apareceu quando esses indivíduos (cordados) conquistaram o meio terrestre, essa é a principal explicação para o surgimento de animais com hábitos predatórios. 08.o surgimento da mandíbula levou os primeiros gnatostômatas a hábitos predatórios, permitindo-lhes um grande aumento em seu tamanho. 16.a mandíbula originou-se de uma modificação nos arcos branquiais próximos da boca, a partir de peixes primitivos. 32.na verdade, o surgimento da mandíbula não trouxe ao grupo dos cordados nenhuma espécie de vantagem e alguns evoluíram para

hábitos predatórios com aumento do tamanho, independentemente dessa estrutura.

133 - (UFMT/1999) O sucesso evolutivo dos vertebrados se deve, em parte, ao aparecimento da coluna vertebral, estrutura de sustentação do corpo adulto, que substitui em função a notocorda. Sobre as características dos vertebrados, julgue os itens. 00.Os répteis apresentam coração dividido em duas câmaras, o que impede a mistura do sangue arterial e venoso. 01.Os bagres, pintados e caxaras, são peixes cartilaginosos. 02.Nas aves, a cloaca é comum aos sistemas reprodutor, urinário e digestivo. 03.Nos mamíferos aquáticos, a presença de brânquias possibilita a retirada do oxigênio dissolvido na água.

134 - (UFPB/1994) O conjunto de características que melhor define os cordados é: a) presença de um cordão nervoso dorsal, notocorda branquiais pelo menos durante a fase embrionária. e fendas

b) presença de um cordão nervoso dorsal, coluna vertebral e respiração pulmonar na fase adulta. c) presença de vértebras, cordão nervoso dorsal e sistema circulatório incluindo um coração. d) presença de sistema esquelético calcificado, sistema nervoso centralizado e fendas branquiais durante a fase embrionária. e) celoma bem desenvolvido, simetria bilateral e sistema nervoso com um cordão dorsal único.

135 - (UFSCar SP/2006) Considere o modo de reprodução de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Pode-se dizer que na maioria das espécies de cada uma dessas classes de vertebrados encontramos, respectivamente, a) oviparidade, larvas aquáticas, viviparidade. larvas terrestres, viviparidade e

b) oviparidade, ovos sem casca, fecundação interna, oviparidade e útero.

c) oviparidade, larvas aquáticas, fecundação externa, oviparidade e mamas. d) larvas aquáticas, fecundação externa, oviparidade, cuidado parental e oviparidade. e) larvas aquáticas, fecundação interna, oviparidade, cuidado parental e viviparidade.

136 - (UFSCar SP/2001) O tipo de composto nitrogenado (amônia, uréia ou ácido úrico) eliminado por um organismo depende, entre outros fatores, da disponibilidade de água no meio em que vive, da sua capacidade de concentrar a urina e da necessidade de economizar a água do corpo. Exemplos de animais que eliminam, respectivamente, amônia, uréia e ácido úrico, são: a) lambari, macaco e gavião. b) sapo, foca e lambari. c) golfinho, peixe-boi e galinha. d) sapo, lambari e gafanhoto. e) lagarto, boi e sapo.

137 - (UnB DF/1995) Quanto à diversidade dos seres vivos, julgue os itens abaixo. 00.Os dois únicos filos animais considerados diblásticos são os filos Porífera e Cnidária. 01.A simetria evolutiva. bilateral pode ser considerada uma característica

02.Os seres triblásticos e celomados possuem três tecidos embrionários e uma cavidade delimitada pelo endoderma. 03.Os cordados possuem sistema nervoso central, esqueleto interno axial e fendas branquiais pares. 04.A maior parte da evolução procariota baseia-se em um metabolismo anaeróbico.

138 - (UFMG) Assinalar a alternativa que indique a seqüência de evolução dos vertebrados: a) peixes, répteis, anfíbios, aves e mamíferos;

b) peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos; c) peixes, répteis, aves, anfíbios e mamíferos; d) peixes, anfíbios, aves, répteis e mamíferos; e) anfíbios, peixes, aves, répteis e mamíferos;

139 - (UNIRIO RJ/2005) A Antártica é formada por todas a “terras” ao sul do paralelo 60º do nosso hemisfério, com aproximadamente 14 milhões de km2, área consideravelmente aumentada durante o inverno por um cinturão de gelo que tem em média 1000 km de largura, passando a ter então 18 milhões de km2 (vale lembrar que o Brasil tem 8,5 milhões de km2). Sua temperatura média anual é de – 57ºC e, nas regiões costeiras, de – 15ºC. A biologia da Antártica é paradoxal. Enquanto o continente tem uma fauna limitada a mamíferos e aves na região costeira, o meio marinho é exuberante. a) Por que somente algumas aves e mamíferos conseguem sobreviver em tais condições? b) Por que os organismos da biota marinha não estão sujeitos às mesmas limitações dos animais que vivem sobre a superfície terrestre?

140 - (UFG/2000) O texto que se segue foi extraído de Xadrez, truco e outras guerra, de José Roberto Torero. Servimo-nos de algumas de suas estruturas, para introduzir as questões desta prova.

Os abutres, sábios animais que se alimentavam do mais farto dos pastos, já começavam a sobrevoar a ala dos estropiados quando o General mandou que acampassem. Naquela tarde assaram trinta bois, quantidade ínfima para abastecer os homens que ainda sobravam... O plano dos comandantes era assaltar fazendas da região e tomar-lhes o gado... À noite a ração foi ainda mais escassa, e, para enganar a fome, fizeram-se fogueiras para assar as últimas batatas e umas poucas raízes colhidas pelo caminho. Como o frio também aumentava, surgiu um impasse: quem ficaria perto do fogo: os coléricos, que logo morreriam, ou os sãos, que precisavam recuperar as forças para a luta?

Naquela tarde assaram trinta bois, quantidade ínfima para abastecer os homens que ainda sobravam (...) Os bois e os homens pertencem à Classe dos Mamíferos e ao Filo dos Cordados. a) Cite 2 características exclusivas desse Filo. b) Justifique a afirmação: Uma das inovações mais significativas surgidas durante a evolução dos Cordados foi o desenvolvimento da mandíbula.

141 - (UEPG PR/2003) Sobre os Chordata, assinale o que for correto. 01.Os mamíferos têm o corpo recoberto por escamas ou por placas córneas. 02.As aves têm respiração traqueal, que facilita o vôo. 04.Os anfíbios são pecilotérmicos. 08.Em sua grande maioria, os répteis são ovíparos, ou seja, botam ovos que se desenvolvem no meio externo. 16.Os peixes são homeotérmicos.

142 - (UFLA MG/2003) Cite e explique as três características diferenciais e exclusivas que estão presentes em pelo menos uma fase da vida dos cordados.

143 - (UFPI/2003) O que caracteriza um animal cordado é a presença de: a) coluna vertebral. b) endoesqueleto ósseo. c) coração com quatro cavidades. d) três folhetos embrionários. e) notocorda.

144 - (UFSCar SP/2003) Considere as seguintes características da espécie Homo sapiens:

I. ausência de cauda. II. presença de vértebras. III. coração com quatro cavidades. IV. endotermia (homotermia).

A ordem cronológica mais provável de ocorrência desses eventos ao longo da história evolutiva dos cordados foi: a) I, II, III e IV. b) I, III, II e IV. c) II, III, IV e I. d) II, IV, I e III. e) III, IV, II e I.

145 - (UEPG PR/2004) A respeito das características dos animais, assinale o que for correto. 01.O filo Porífera diz respeito a animais que vivem exclusivamente na terra. 02.Os sapos e as pererecas, pertencentes ao grupo dos anfíbios, têm a pele geralmente úmida, lisa e sem escamas, o que auxilia na respiração. 04.Os Platelmintos englobam animais de corpo arredondado, com escamas, que geralmente provocam graves doenças no homem. 08.Os répteis têm pele seca e impermeável, o que contribui para a sua sobrevivência em ambientes inóspitos. 16.Uma característica marcante dos mamíferos é a presença de glândulas mamárias.

146 - (UFC CE/2004) O caráter compartilhado que aproxima, Echinodermata do filo Chordata é: evolutivamente, o filo

a) a presença de notocorda na fase embrionária. b) o desenvolvimento de um endoesqueleto. c) a origem do tubo digestivo pela protostomia. d) o aparecimento do celoma pela esquizocelia.

e) o desenvolvimento de um tubo nervoso dorsal.

147 - (UFPE/UFRPE/2004) Com relação à constituição do sistema nervoso em diferentes grupos de animais, mostrados na figura abaixo, é incorreto afirmar que:

a) os poríferos (I) possuem sistema nervoso ganglionar (a). b) em planárias (II) (platelmintos), o sistema nervoso é constituído por gânglios cerebrais (b), dos quais partem dois cordões nervosos, nos quais há gânglios menores. c) em crustáceos (artrópodos) (III), o sistema nervoso (c) consiste de um par de gânglios cerebrais que se conectam a um cordão nervoso ventral. d) os cefalópodos (IV) são moluscos que apresentam sistema nervoso mais desenvolvido; seus gânglios agrupam-se compondo um “cérebro primitivo” (d). e) no homem (vertebrado) (V), o sistema nervoso é dorsal, e o encéfalo e a medula (e) são protegidos por estruturas ósseas.

148 - (UFJF MG/2004) A figura abaixo, um cladograma, ilustra uma hipótese simplificada sobre as prováveis relações evolutivas entre os cordados. Os números representam características compartilhadas pelos grupos animais localizados acima dos mesmos e representados por um de seus

integrantes. Como exemplo, o número 1 representa a notocorda, que é compartilhada por todos os grupos.

a) Complete o quadro abaixo indicando, para cada característica apresentada, o número correspondente à sua posição na figura e cite o(s) grupo(s) que a apresenta(m).

b) A existência de um ovo amniótico é uma característica compartilhada por muitas espécies de cordados. Identifique os grupos animais que compartilham essa característica e explique a importância do seu surgimento. c) A presença de glândulas é comum em diversos grupos animais. Informe a função das glândulas apresentadas abaixo. Glândula uropigiana das aves: Glândulas mucosas nos peixes: Glândulas mucosas nos anfíbios:

149 - (UFMS/2004)

Os cordados vertebrados atuais são representados pelos Agnatha, Chondricthyes, Osteichtyes, Amphibia, Reptilia, Aves e Mammalia. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre esses animais. 01.Os peixes cartilaginosos são desprovidos de escamas, a fecundação é interna e o seu desenvolvimento é indireto. 02.As lampreias, bem como a maioria dos peixes ósseos, apresentam válvula espiral no interior do intestino. 04.Os anfíbios geralmente apresentam fecundação externa, desenvolvimento indireto na maioria das espécies e a respiração pode ser branquial, cutânea ou pulmonar. 08.Os répteis, possuem respiração pulmonar, fecundação interna e desenvolvimento direto. 16.As aves adultas fazem muda das penas a cada três anos, apresentam ossos pneumáticos e os sacos aéreos não estão conectados aos pulmões. 32.A maioria das espécies de mamíferos apresenta um par de glândulas mamárias na região torácica, e todas são placentárias.

150 - (UNICAMP SP/2004) Parques Zoológicos são comuns nas grandes cidades e atraem muitos visitantes. O da cidade de São Paulo é o maior do estado e está localizado em uma área de Mata Atlântica original que abriga animais nativos silvestres vivendo livremente. Existem ainda 444 espécies de animais, entre mamíferos, aves, répteis, anfíbios e invertebrados, nativos e exóticos (de outras regiões), confinados em recintos semelhantes ao seu habitat natural. Entre os animais livres presentes na mata do Parque Zoológico podem ser citados mamíferos como o bugio (primata) e o gambá (marsupial), aves como o tucano-de-bico-verde e, entre os répteis, o teiú. (Adaptado de www.zoologico.sp.gov.br).

a) Como podem ser diferenciados os marsupiais entre os mamíferos? b) As aves apresentam características em comum com os répteis, dos quais os zoólogos acreditam que elas tenham se originado. Mencione duas dessas características. c) Entre os animais exóticos desse zoológico estão zebras, girafas, leões e antílopes. Que ambiente deve ter sido criado no zoológico para ser semelhante ao habitat natural desses animais? Dê duas características desse ambiente.

151 - (UFMS/2007)

Considere as seguintes características:

I. homeotérmico, tetrápode, fecundação interna, pele rica em queratina e com glândulas sebáceas e sudoríparas. II. pecilotérmico, tetrápode, fecundação intensamente vascularizada. externa, pele úmida e

III. pecilotérmico, tetrápode, fecundação interna, pele seca e rica em queratina com camada córnea desenvolvida. IV. homeotérmico, tetrápode, fecundação interna, pele seca e sem pêlos. V. pecilotérmico, sem pernas, fecundação interna, corpo coberto por escamas placóides de origem epidérmica.

Assinale a alternativa cuja associação entre as características acima citadas e a classe de organismos está correta. a) I – Aves, II - Chondrichthyes, III – Reptilia, IV – Mammalia e V – Amphibia. b) I – Amphibia, II - Reptilia, III – Aves, IV – Mammalia e V – Osteichthyes. c) I – Mammalia, II - Amphibia, III – Reptilia, IV – Aves e V – Chondrichthyes. d) I – Reptilia, II - Osteichthyes, III – Mammalia, IV – Aves e V – Amphibia. e) I – Mammalia, II - Reptilia, III – Chondrichtyes, IV – Amphibia e V – Aves.

152 - (UFSCar SP/2004) Encontra-se em cordados, artrópodos, moluscos e anelídeos, mas não em platelmintos: a) celoma. b) simetria bilateral. c) sistema nervoso dorsal. d) endoesqueleto calcificado. e) reprodução sexuada.

153 - (UFLA MG/2006) Assinale a alternativa CORRETA.

a) Nos anfíbios, o surgimento de um ovo amniótico foi uma das características que permitiram a adaptação dos vertebrados ao ambiente terrestre. b) Nos peixes pulmonados, a bexiga natatória exerce a função de pulmão, sendo o único órgão respiratório desses animais. c) Nos répteis, a fecundação é interna e o desenvolvimento dos ovos ocorre no meio terrestre. d) Aves e mamíferos são caracterizados pela capacidade de manter constante a temperatura corporal e possuir pele com glândulas sebáceas.

154 - (UEPB/2005) Os cordados (filo chordata) são animais que obtiveram sucesso na ocupação do meio ambiente terrestre. Em pelo menos uma fase da vida ou do desenvolvimento dos cordados, este grupo apresenta três características gerais que os diferenciam dos outros animais. Marque a alternativa que contempla essas três características: a) simetria bilateral, três folhetos germinativos e notocorda. b) fendas branquiais na faringe, notocorda e tubo nervoso central. c) corpo segmentado, fendas branquiais na faringe e simetria bilateral. d) tubo digestivo completo, notocorda e simetria bilateral. e) notocorda, tubo digestivo central e três folhetos germinativos.

155 - (UFJF MG/2005) Os vertebrados são representados por grupos de animais que embora possuam características anatômicas e fisiológicas semelhantes, também exibem características próprias, relacionadas ao seu modo de vida. Analise as afirmativas abaixo, referentes a algumas adaptações dos vertebrados.

I. Peixes ósseos que possuem bexiga natatória são capazes de alterar a densidade do corpo, o que lhes permite flutuar, mantendo o equilíbrio em diferentes profundidades. II. Répteis ovíparos fazem postura na água, porque necessitam dela para nutrir o embrião terrestre. seus ovos

III. Anfíbios são ureotélicos, eliminando a uréia em forma concentrada, o que contribui para seu equilíbrio hidrostático. IV. Aves apresentam alvéolos pulmonares e sacos aéreos, que fazem trocas gasosas e diminuem a densidade do corpo, facilitando o vôo.

V. Mamíferos apresentam glândulas sudoríparas distribuídas pela pele, que são particularmente numerosas nos animais de pelagem densa e de vida aquática.

Assinale a opção que apresenta somente afirmativas CORRETAS: a) I e II b) I e III c) I, IV e V d) II e IV e) III, IV e V

156 - (UFPE/UFRPE/2005) Levando-se em conta as características dos cordados, analise as proposições seguintes com verdadeiro ou falso. 01. Os equinodermos são deuterostômios e apresentam esqueleto interno de origem mesodérmica, características típicas de animais vertebrados. 02. Os tunicados apresentam notocorda, na posição caudal, apenas na idade adulta, sendo ausente durante a fase larval. 03. Os tunicados e cefalocordados são filtradores, no entanto, apenas os últimos apresentam vertebras. 04. Os anexos embrionários são estruturas características dos vertebrados e possibilitaram um salto evolutivo no sentido da conquista do meio terrestre. 05. Os arcos branquiais são característicos dos urucordados e cefalocordados, desaparecendo nos vertebrados, à medida que aparece o sistema digestivo completo nesses animais.

157 - (UFU MG/2005) No quadro a seguir, estão citadas algumas características embrionárias presentes em diferentes filos do Reino Animalia, indicados pelas letras de A a F.

Assinale a alternativa que indica corretamente os nomes dos filos. a) A - Cnidaria; B - Platyhelminthes; C - Mollusca; D - Annelida; E Echinodermata; F - Chordata. b) A - Platyelmintes; B - Nematoda; C - Mollusca; D - Arthropoda; E Echinodermata; F - Chordata. c) A - Cnidaria; B - Nematoda; C - Mollusca; D - Arthropoda; E Echinodermata; F - Chordata. d) A - Platyelmintes; B - Nematoda; C - Arthropoda; D - Annelida; E Chordata; E - Echinodermata.

158 - (UFG/2007) Os celenterados foram os primeiros organismos a possuírem sistema digestório na escala animal. A figura abaixo representa a árvore evolutiva quanto à classificação embriológica desse sistema.

De acordo com a classificação apresentada, pode-se concluir que a) as águas-vivas são deuterostômios, pseudocelomados e diblásticos. b) os peixes são protostômios, celomados e triblásticos. c) os caranguejos são protostômios, celomados e triblásticos. d) as minhocas são deuterostômios, celomados e triblásticos.

e) as tênias são protostômios, celomados e triblásticos.

159 - (UFMG/2007) Observe estas figuras:

Os grupos de animais representados, nessas figuras, possuem características morfológicas e fisiológicas que, resultantes de adaptações, lhes possibilitaram a utilização de ampla variedade de alimentos. É INCORRETO afirmar que, entre as características adaptativas desses grupos de animais, se inclui a presença de a) bicos, de diferentes formas, que coletam frutas, sementes e partículas líquidas. b) língua protátil, utilizada na captura e deglutição de presas. c) mandíbulas e dentes, que permitem triturar partes moles e duras das presas. d) pinças e maxilas, que usam na redução do tamanho do alimento.

160 - (UFSC/2007) Com relação ao Reino Animal, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. Formado por animais sésseis e geralmente hermafroditas, a maioria das espécies do filo Poríferos são aquáticas, apesar de existirem algumas espécies terrestres. 02. A lombriga e a solitária (tênia), parasitas do intestino humano, pertencem aos filos Platelmintos e Nematelmintos, respectivamente. 04. Animais cujo corpo é formado por numerosos anéis repetidos (metâmeros) pertencem ao filo Anelídeos, do qual a minhoca é o representante mais conhecido. 08. No filo Moluscos existem indivíduos com concha externa, como é o caso das ostras e mexilhões, e também indivíduos sem ela, como é o caso da lula e do polvo. 16. O filo Cnidários é formado, basicamente, por dois tipos morfológicos de indivíduos, que são: pólipos, cujo principal representante é a água-viva, e medusas, representadas pelos corais. 32. De todo o reino animal, o filo Artrópodes é o que apresenta o maior número de espécies. 64. No filo Cordados, somente a classe Mamíferos apresenta circulação dupla e completa.

161 - (UCS RS/2006) Entre os representantes do reino animal, distinguem-se dois grupos principais, os invertebrados e os vertebrados, que apresentam diversas diferenças morfológicas e fisiológicas. Entre elas, destacam-se as relacionadas aos sistema esquelético, circulatório e nervoso, como ilustra a figura abaixo.

STORER, T. et al. Zoologia geral. São Paulo: Ed. Nacional, 1984, p. 566 – Adaptado.

Assinale a alternativa que caracteriza corretamente o esqueleto, o coração e o cordão nervoso dos invertebrados e dos vertebrados.

162 - (UEM PR/2006) Associe cada grupo animal a uma das características. Assinale a alternativa em que todas as associações estão corretas.

a) 1F, 2I, 3B, 4H, 5C, 6E, 7D, 8A, 9G. b) 1F, 2I, 3H, 4B, 5E, 6C, 7D, 8A, 9G. c) 1I, 2F, 3B, 4H, 5C, 6D, 7E, 8G, 9A.

d) 1I, 2C, 3H, 4B, 5F, 6D, 7G, 8E, 9A. e) 1F, 2I, 3H, 4B, 5C, 6D, 7E, 8A, 9G.

163 - (UEPB/2006) A figura abaixo mostra o estágio larval de um táxon pertencente ao Filo Chordata. A referida larva pertence ao grupo

Linhares, S & Gerwandsznajder, 1999

a) Urochordata. b) Amphibia. c) Sarcopterygii. d) Cephalochordata. e) Actnopterygii.

164 - (UEPB/2006) Qual das alternativas relaciona corretamente cada um dos animais designados pelas letras de A a D com as características indicadas pelos números de I a IV A- Minhoca (Oligoqueta) B- Estrela-do-mar (Equinodermata) C- Pingüim (Ave) D- Baleia (Cetáceo) I. Diápsidio II. Endotermia III. Enterocélico IV. Protostômios

a) A-IV; B-III; C-II; D-I

b) A-II; B-IV; C-III; D-I c) A-IV; B-III; C-I; D-II d) A-I; B-II; C-IV; D-III e) A-III; B-I; C-II; D-IV

165 - (UFMG/2007) O aparecimento e a evolução de diferentes características foram importantes para a conquista do ambiente terrestre pelos vertebrados. Observe esta figura:

1. CITE uma evidência em que os paleontólogos se baseiam para afirmar que os grupos de vertebrados apareceram na seqüência representada nessa figura. 2. CITE o nome do primeiro grupo de vertebrados que apresentou a) ovo com âmnio como anexo embrionário: b) esqueleto ósseo: c) maxilas: d) fecundação interna entre os animais terrestres: e) excreção de amônia: 3. Leia estes trechos: TRECHO 1 Cobra com patas revela origens do grupo

“É preciso olhar com atenção ligeiramente acima do normal o corpo sinuoso da Najash rionegrina para ver que há alguma coisa errada: duas patinhas traseiras num corpo de cobra. Para os paleontólogos que descobriram o fóssil do bicho, esses membros minúsculos podem ser a chave para explicar como um grupo de lagartos acabou se transformando nas serpentes de hoje. Segundo eles, é uma história suja e rasteira. Os bichos teriam perdido suas patas como forma de se adaptar à vida colada ao solo, entrando em buracos e se escondendo sob as folhas caídas das árvores. E o novo fóssil, descoberto na Argentina, seria justamente o golpe decisivo para mostrar que essa origem rés-do-chão, e não uma suposta gênese marinha, é que corresponde à verdadeira história familiar das serpentes.” LOPES, Reinaldo José. Folha de S. Paulo, São Paulo, 20 abr. 2006. Folha Ciência, p. A15.

TRECHO 2 Revolução na história das cobras “Essas evidências apontam para uma mudança drástica na história evolutiva das cobras. Primeiramente, a morfologia da Najash demonstra que ela é mais primitiva que as demais cobras cretácicas, uma vez que a forma e o arranjo de sua cintura e seus membros posteriores são mais próximos do padrão dos lagartos, indicando que essa morfologia surgiu antes do padrão das cobras marinhas do Cretáceo. Em segundo lugar, o fato de a Najash ter sido encontrada em sedimentos terrestres indica que a origem marinha das cobras (bem como a explicação para a progressiva diminuição dos membros) deve ser abandonada. Mas, então, como teriam as cobras evoluído em terra? Aparentemente, a resposta pode ser dada pela observação de lagartos atuais que escavam galerias no subsolo ou ocupam tocas feitas por outros organismos. Esses lagartos apresentam corpos muitos alongados, membros reduzidos (ou ausentes, como a maioria das Amphisbaenias), bem como crânios achatados e reforçados, utilizados para escavar. Todas essas características estão presentes na Najash, sugerindo que a adoção de um hábito escavador teria sido o caminho evolutivo mais provável seguido pelas cobras.” SCHULTZ, César L., Ciência Hoje, n. 227, v.38, p. 9-10, 2006.

a) IDENTIFIQUE e TRANSCREVA, a seguir, o fragmento, de um desses dois trechos, em que a explicação do autor mais se aproxima da “Lei de Uso e Desuso”, defendida por Lamarck. b) IDENTIFIQUE e TRANSCREVA, a seguir, o argumento utilizado pelo autor, em cada um desses dois trechos, para justificar a origem das cobras atuais a partir das cobras terrestres e não, das cobras marinhas. Trecho 1: Trecho 2:

166 - (UFT/2007) Analise este esquema, em que está representada uma possível classificação de animais vertebrados:

Considerando-se as informações desse esquema e outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO estabelecer-se correspondência entre a) I e peixes. b) II e répteis. c) IV e mamíferos. d) V e aves.

167 - (UFV MG/2007) A chave dicotômica abaixo representa alguns critérios que separaram os principais grupos ou classes de vertebrados. A simbologia (+) indica presença e (–) ausência.

Tendo como base a chave representada, cite: a) um exemplo de organismo pertencente ao grupo indicado pelo número I, e a classe indicada por IV, respectivamente. b) o número da classe cujos organismos apresentam pele úmida e circulação dupla e incompleta, e o da classe do tubarão, respectivamente. c) duas outras características importantes, além das indicadas, que sejam exclusivas da classe II.

168 - (UNICAMP SP/2007) Os vertebrados surgiram há cerca de 500 milhões de anos, e os primeiros fósseis não possuíam mandíbulas. Posteriormente, ocorreram inovações evolutivas que permitiram aos vertebrados ocuparem o meio terrestre. a) Explique por que a aquisição da mandíbula foi importante para os vertebrados. Indique em qual número mostrado na figura surgiu essa novidade evolutiva. b) Indique em que números mostrados na figura abaixo surgiram inovações evolutivas que permitiram aos vertebrados ocuparem o meio terrestre. Quais foram essas inovações? Por que essas inovações foram importantes nessa ocupação?

169 - (UNIFOR CE/2007) Para a conquista do meio terrestre pelos vertebrados duas adaptações importantes foram o surgimento do âmnio e o desenvolvimento de pernas. Essas duas características surgiram, respectivamente, nos ancestrais dos atuais a) urocordados e anfíbios. b) anfíbios e cefalocordados. c) anfíbios e répteis. d) répteis e peixes. e) répteis e anfíbios.

170 - (UNIMONTES MG/2007) A figura abaixo mostra representantes de dois grupos de animais. Analise-a.

A característica QUE MAIS APROXIMA os dois grupos apresentados é: a) presença de dois folhetos embrionários. b) respiração por brânquias.

c) esqueleto interno de origem mesodérmica. d) fecundação interna.

171 - (UNIOESTE PR/2007) Analise as seguintes afirmativas:

I. As aves apresentam um coração com quatro cavidades. II. As larvas de anfíbios, em desenvolvimento inicial, dependem dos pulmões e do tegumento para trocas gasosas. III. Os peixes possuem uma circulação simples e completa. IV. Incisivos, caninos, pré-molares e molares são tipos de dentes exclusivos dos mamíferos. V. A glândula supra-renal produz o hormônio ocitocina.

Assinale a alternativa que corresponda somente a afirmativas corretas. a) I, II, III b) I, III e IV c) II, III e V d) I, IV e V e) II, IV e V

172 - (UNIPAR PR/2007) Considerando as cinco classes dos vertebrados: répteis, anfíbios, peixes, aves e mamíferos. Podemos afirmar que as duas últimas diferem das três primeiras quanto: a) à temperatura corporal. b) à respiração. c) aos produtos da excreção. d) à reprodução. e) aos tipos de anexos embrionários.

173 - (UFPE/UFRPE/2007) No filo cordados, estão incluídos os animais vertebrados e também um grupo mais primitivo, o dos protocordados, esses que os antecederam na

história evolutiva. Entre os animais relacionados abaixo, pertencem ao filo cordado: 1. Tubarão 2. Peixe ósseo 3. Sapo 4. Caracol 5. Estrela-do-mar 6. Minhoca 7. Medusa 8. Cobra 9. Tartaruga

Estão corretas apenas: a) 3, 4, 6, 7 e 8 b) 1, 2, 4, 5 e 6 c) 2, 4, 5, 6 e 7 d) 1, 2, 3, 8 e 9 e) 1, 2, 5, 6 e 9

174 - (ETAPA SP/2007) O esquema a seguir representa o número de fósseis de vertebrados encontrados em rochas de diferentes épocas. Analise-o e assinale a alternativa incorreta.

a) É possível que os anfíbios tenham se originado dos peixes, por volta de 500 milhões de anos atrás. b) Entre 100 e 200 milhões de anos atrás, os fósseis de répteis eram abundantes. c) Os répteis devem ter originado as aves e das aves vieram os mamíferos. d) Entre 200 e 500 milhões de anos atrás, os peixes e anfíbios eram abundantes. e) Aves e mamíferos surgiram por volta de 200 milhões de anos atrás.

175 - (PUC RS/2007) Considere a ilustração e no texto abaixo.

A ilustração representa as relações evolutivas de um conjunto de espécies (SP1 a SP5) pertencentes ao mesmo gênero. As letras “A” a “F” representam características genéticas ou morfológicas surgidas ao longo do processo evolutivo destas espécies.

Com base na figura, é INCORRETO afirmar que a) as espécies SP2, SP3, SP4 e SP5 compartilham um ancestral comum e a característica “A”. b) as espécies SP3, SP4 e SP5 estão presentes atualmente. c) a espécie SP2 encontra-se extinta. d) as espécies SP3 e SP4 compartilham uma característica comum “C”. e) as espécies SP3 e SP4 são mais semelhantes à espécie ancestral SP1 do que a espécie SP5.

176 - (UEPG PR/2008) A respeito dos vertebrados, que apresentam excepcional biodiversidade, especialmente quanto a tamanho, forma, comportamento, metabolismo e reprodução, assinale o que for correto. 01.A classificação dos vertebrados inclui os agnatos, animais sem mandíbula (como as lampreias), e os gnatostômios, animais com mandíbula (como os peixes e tetrápodos). 02.A classe dos ciclóstomos, entre os quais estão incluídos muitos parasitas de peixes, apresenta corpo alongado e boca sugadora, com dentes córneos e raspadores. 04.Todos os vertebrados são classificados como amniotas, visto que apresentam âmnio como um de seus anexos embrionários. 08.Na evolução dos vertebrados, a notocorda foi substituída pelo desenvolvimento da coluna vertebral, que, mais resistente, sendo formada por uma série de peças articuladas (as vértebras), permite maior mobilidade e proteção mais eficiente da medula espinhal.

177 - (UFJF MG/2007) Escreva V ou F, conforme sejam verdadeiras ou falsas as sentenças abaixo: ( ) Moluscos, anelídeos, artrópodes, equinodermos e cordados são animais celomados. ( ) Os cnidários são animais aquáticos, triblásticos com presença de cnidoblastos distribuídos na epiderme.

( ) Tanto polvos quanto lulas reproduzem-se apenas uma vez em suas vidas. Após a cópula, os machos morrem e as fêmeas passam a viver somente em função do cuidado com os ovos. ( ) Os cordados são animais triblásticos, protostômios, metamerizados, com simetria bilateral e sistema digestório completo. De acordo com sua resposta, assinale abaixo a seqüência correta: a) FFFV b) VVFV c) FVFV d) VFVF e) FFVF

178 - (UFMS/2007) Animais com simetria bilateral são aqueles em que o corpo pode ser dividido em duas partes iguais pelo plano sagital. Assinale a alternativa em que estão listados somente animais com simetria bilateral. a) Ouriço-do-mar, lesma, esponja, sapo e cegonha. b) Minhoca, planária, gafanhoto, sapo e cegonha. c) Ouriço-do-mar, planária, gafanhoto, jacaré e cegonha. d) Minhoca, lesma, esponja, sapo e cegonha. e) Minhoca, planária, esponja, gafanhoto e jacaré.

179 - (UFRGS/2007) Os cinco cladogramas das alternativas ilustram relações filogenéticas entre os táxons hipotéticos 1, 2, 3, 4 e 5. Quatro desses cladogramas apresentam uma mesma hipótese filogenética. Assinale a alternativa que contém o cladograma que apresenta hipótese filogenética diferente das demais.

a)

b)

c)

d)

e)

180 - (UNESP SP/2007) A figura representa uma proposta sobre as relações de parentesco entre os grupos de animais (Animalia ou Metazoa).

Cite para cada um dos ramos indicados, A, B, C e D, uma característica presente apenas nos grupos representados nos ramos à direita desses pontos.

181 - (UNIFOR CE/2007) O esquema abaixo representa uma árvore filogenética dos animais.

Nele, as características representadas por 1, 2 e 3 são, respectivamente, a) simetria radial, simetria bilateral e celoma. b) protostomia, deuterostomia e notocorda. c) pseudoceloma, celoma e deuterostomia. d) simetria radial, pseudoceloma e deuterostomia. e) protostomia, pseudoceloma e simetria bilateral.

182 - (UEM PR/2007) Complete o esquema da árvore filogenética dos animais, mencionando as características que correspondem aos números 1, 2 e 3 e nomeando os filos que correspondem às letras A, B, C, D, E, F, G H e I.

A B C D E F G H I
1 2 3

183 - (UFRRJ/2008) O mais antigo fóssil de Cordado foi encontrado na China. Sua estrutura corporal lembra a dos Cefalocordados atuais, e sua idade foi estimada em cerca de 525 milhões de anos.Os Cordados, cujos representantes mais conhecidos são Peixes, Anfíbios, Répteis, Aves e Mamíferos, definem–se como animais triploblásticos, enterocelomados, deuterostômios com simetria bilateral e sistema digestório completo. A maioria das espécies tem endoesqueleto, sistema circulatório fechado e coração ventral. Além dessas características, todos os Cordados apresentam, durante o desenvolvimento embrionário, algumas características exclusivas desse filo. Cite duas dessas características.

184 - (UNIFESP SP/2008) Atualmente, os seres vivos são classificados em cinco grandes reinos. Na caracterização do Reino Animalia (animais), é correto afirmar que: a) estão excluídos os organismos multicelulares e que não possuem tecidos verdadeiros. b) a segmentação do corpo aproxima evolutivamente os anelídeos e os nematódeos. c) são incluídos tanto organismos unicelulares quanto seres vivos multicelulares. d) a simetria radial é uma característica que evidencia parentesco evolutivo entre os organismos que a possuem. e) grupos como equinodermos e cordados evolutivamente pela origem do celoma. são aproximados

185 - (UNIFOR CE/2008) Atualmente, a hipótese filogenética mais aceita sobre a evolução das principais classes de vertebrados está esquematizada em a) b)

c)

d)

e)

186 - (UNIOESTE PR/2008) Os vertebrados representam um grupo de animais que supera os demais em estruturas orgânicas e eficiência de funções vitais. Sobre eles é correto afirmar que a) peixes apresentam respiração branquial e coração com quatro cavidades. b) anfíbios e aves apresentam características comuns, tais como respiração pulmonar e coração com quatro cavidades. c) peixes e répteis são alterações ambientais. homeotermos, independentemente das

d) pecilotermia é uma característica comum a anfíbios e aves. e) pêlos, dentes diferenciados, homeotermia e encéfalo desenvolvido são características adaptativas em mamíferos. mais

187 - (UEMS/2008) Vertebrados aquáticos, em sua maioria marinhos, que são dotados de mandíbulas, esqueleto totalmente cartilaginoso e nadadeiras pares. Seus dentes em geral são fundidos aos maxilares, sendo substituídos continuamente, e seu corpo revestido por escamas placóides. Pode–se afirmar que se trata de um vertebrado da classe: a) Ostracoderme b) Cyclostomata

c) Chondrichthyes d) Osteichthies e) Placodermi

188 - (UFJF MG/2008) Os cordados compreendem uma enorme variedade de organismos, sendo o terceiro filo animal em número de espécies. Com aproximadamente 40.000 espécies descritas, esse filo é o maior e o ecologicamente mais diversificado da linha deuterostômica. a) Os animais do filo Chordata, do qual fazem parte os vertebrados, mantêm certas características presentes em invertebrados e outras exclusivas que, às vezes, estão presentes apenas na fase embrionária. Apresente duas características comuns entre os cordados e os invertebrados e duas exclusivas dos cordados. b) Até a alguns anos, acreditava-se que, pelo fato de os tubarões não possuírem bexiga natatória, eles necessitavam nadar ativamente para se manterem na coluna de água sem afundar. Explique como os tubarões controlam sua flutuabilidade. c) Os anfíbios fazem parte do cardápio alimentar de um grande número de predadores. Qual é a principal estrutura de defesa dos anfíbios contra os predadores? Explique o funcionamento desse mecanismo de defesa.

189 - (UFOP MG/2008) Em relação aos vertebrados e à ocupação do ambiente terrestre, resolva os itens abaixo: a) Em determinado período da evolução dos animais, os répteis conseguiram adaptar-se, ocupando os mais diversos ambientes e gerando um grande número de espécies. Cite duas razões que possam ser atribuídas ao grande sucesso dos répteis. b) Com a ocupação do ambiente terrestre, os cordados passaram a dispor de duas vantagens cruciais. Quais são elas? c) Apresente duas razões pelas quais os anfíbios adultos, embora possam locomover-se em terra, ainda não possuem total independência do meio aquático.

190 - (UFU MG/2007) Nos vertebrados aquáticos, a concentração de sais no corpo mantém-se constante independente do meio, água doce ou salgada. Na figura abaixo são apresentados dois exemplos de regulação osmótica em duas espécies de peixes ósseos (a e b).

Fonte: CÉSAR & SEZAR. Biologia, v. 2, 7ª ed, São Paulo: Saraiva, 2002, p. 151.

Sobre a osmoregulação nas espécies em questão, analise as afirmativas abaixo: I. A pressão osmótica do ambiente em que vive a espécie (a) é menor que a do sangue do animal II. A pressão osmótica do ambiente em que vive a espécie (b) é maior que a do sangue do animal III. A espécie (a) vive no ambiente marinho e a espécie (b) é de água doce. IV. Os processos de excreção em (a) e absorção em (b) de sais, por células especiais das brânquias, são feitos por osmose.

Marque a alternativa correta. a) Somente as afirmações I e III são corretas. b) Somente a afirmação III é correta. c) Somente as afirmações III e IV são corretas. d) Todas as afirmações são corretas.

191 - (UNESP SP/2008) Em maio de 2006, o Dr. Alexander Kellner, em sua coluna “Caçadores de fósseis”, relatou a descoberta de Tiktaalik roseae em rochas com idade em torno de 368 milhões de anos, do Devoniano Superior do Canadá. O corpo desse animal media entre 85 e 150 cm, apresentava nadadeiras pélvicas pequenas, todos os membros com nadadeiras com raios, arcos branquiais bem desenvolvidos, brânquias e escamas. Além disso, a

região opercular era pequena, sem opérculo; a cabeça e o restante do corpo eram achatados, com os olhos no topo do crânio, e possuía um pescoço. Esse animal fóssil foi considerado um “elo perdido” entre dois grupos de vertebrados. (cienciahoje.uol.com.br/materia)

Cite quais são os grupos de vertebrados conectados por esse fóssil e a qual aspecto importante da evolução dos vertebrados esse fato está relacionado.

192 - (FFFCMPA RS/2008) Evidências científicas suportam a idéia de que há pouco mais de 65 milhões de anos, um meteoro atingiu a superfície terrestre exterminando um número incontável de espécies. Mas, ao contrário da crença comum de que todos os dinossauros se extinguiram nesse momento, sabe-se que um grupo sobreviveu à grande extinção do Cretáceo e se diversificou. Esse grupo de dinossauros que vive ainda hoje são

a) as iguanas. b) os crocodilos. c) as tartarugas. d) as aves. e) os rinocerontes.

193 - (FFFCMPA RS/2008) Há cerca de 360 milhões de anos o Acanthostega, um tetrápodo primitivo, sobe à tona em um pântano onde hoje é a Groenlândia. Embora esse animal tivesse quatro patas, ele não seria capaz de suportar o seu peso fora da água. Desse modo, em vez de seus membros terem evoluído como uma adaptação para a vida na terra, parece que inicialmente funcionavam para ajudar o animal a erguer a cabeça para fora da água mal oxigenada do pântano, o que lhe permitia respirar (Scientific American, 2006; 44). Este tetrápodo primitivo evoluiu a partir de um

a) molusco. b) anelídeo. c) peixe pulmonado.

d) peixe cartilaginoso. e) animal com âmnio.

194 - (UEM PR/2008) Relacionando o comportamento animal com os fatores ambientais, assinale o que for correto.

01.A velocidade das reações químicas, ou seja, a taxa metabólica, não varia em função da temperatura ambiente. 02.Uma grossa camada de gordura sob a pele é uma das adaptações de animais homeotérmicos a baixas temperaturas. 04.O esqueleto de quitina dos artrópodes auxilia no controle da evaporação da água corpórea. 08.Nos vertebrados, a produção de melatonina pela glândula pineal é independente da luz ou dos ritmos circadianos. 16.Hibernação e estivação expressam reações de alguns animais, principalmente em função da umidade relativa do ar.

195 - (UEM PR/2008) Identifique o que for correto sobre os vertebrados.

01.Os órgãos excretores dos peixes são um par de rins que retira as excretas nitrogenadas do sangue, principalmente a uréia. 02.Durante o desenvolvimento embrionário dos répteis, das aves e dos mamíferos, formam-se anexos embrionários. 04.Os pulmões dos anfíbios são mais desenvolvidos que os dos répteis, com relação ao número de dobras internas. 08.O coração das aves, como o dos mamíferos, tem duas câmaras, um átrio e um ventrículo, completamente separados. 16.Nos mamíferos, é na camada superficial do cérebro, em que se localiza a maioria dos corpos celulares dos neurônios, que ocorre o processamento das informações captadas pelos órgãos sensitivos.

196 - (UFV MG/2008) Assinale a alternativa que relaciona de forma CORRETA os indivíduos citados, suas classificações, o tipo de respiração e o tipo de sistema nervoso que eles apresentam.

Indivíduos a ) Minhoca e sanguessuga b) Polvo e caramujo c) Carrapato e pulga Golfinho e d) gato

Classificação Filo Annelida Classe trematoda Filo Mollusca Classe Gastropoda Filo Arthropoda Classe Insecta Filo Chordata Classe Mammalia

Re spiração Sistema Nervoso Cutânea Cordão nervoso ganglionar ventral Branquial Gânglios cerebrais Traqueal Cordão nervoso ganglionar ventral Pulmonar Encéfalo e medula espinhal

197 - (UFU MG/2008) Com relação ao sistema nervoso dos diferentes grupos animais, faça a associação entre os números referentes aos grupos de animais (Coluna I) com as letras correspondentes às características dos sistemas nervosos (Coluna II).

Coluna I Coluna II Gruposde animais Caractríst dos sistemasnervoso icas 1.Cnidário s a.Possuemsistemanervosorudimentar formadopor um anel,nervoso,do qual partemnervosradiais. 2.Platelmi ntos e b.Têmsistemanervosodorsalprotegianelídeos do por estruturasósseasou cartilaginosas.Alémdo encéfalobem desenvolvido possuemmedula espinhal , no interiorda coluna vertebral . 3.Cefalópo des c.Possuemsistemanervosodifuso. Seus neurôniosestãodistribuíd em os rede por todoo corpo. 4.Equinode rmos d.Têmo sistemanervosoconstituíd o, fundamenta lmente,por um par de gânglioscerebraisna regiãoanterior do corpo,dos quaispartemcordões nervososventraispara a regiãopos terior. 5.Vertebra dos e.Possuemgângliosnervosos que se agrupamem um grandecérebropro tegido por uma cápsula, de onde saem os nervos.

Marque a alternativa correta. a) 1 - c; 2 - e; 3 - d; 4 - a; 5 - b. b) 1 - c; 2 - d; 3 - e; 4 - a; 5 - b. c) 1 - a; 2 - e; 3 - d; 4 - c; 5 - b.

d) 1 - a; 2 - d; 3 - e; 4 - c; 5 - b.

198 - (UFBA/2009) O diagrama mostra uma provável relação entre os cordados.

Dentre as classes destacadas no diagrama, inclui-se a dos cefalocordados — classe Cephalochordata, cujo representante é o anfioxo, que apresenta, em seu genoma, regiões semelhantes a 95% do genoma humano. Essa informação foi obtida a partir do mapeamento do genoma desse organismo. O genoma do anfioxo parece estar congelado; as características desse animal não mudaram em 500 milhões de anos, e ele se parece muito com o ancestral de todos os vertebrados, inclusive o homem moderno. Com base na análise da figura e das informações,

• Justifique a importância de estudos genômicos no anfioxo para a compreensão dos processos envolvidos na evolução dos vertebrados; • Identifique a característica anatômica que é compartilhada pelo anfioxo e por todos os vertebrados.

199 - (UFRJ/2009) O diagrama a seguir apresenta uma das hipóteses sobre as relações evolutivas entre os principais filos animais. Cada seta numerada indica uma aquisição evolutiva compartilhada apenas pelos grupos representados nos ramos acima dessa seta. Por exemplo, a seta 1 indica tecidos verdadeiros.

Considere as três seguintes características embrionárias: _ cavidade corporal completamente revestida por mesoderma; _ três folhetos germinativos; _ blastóporo que dá origem ao ânus. Indique a seta que corresponde a cada uma dessas características.

200 - (UEPB/2009) Coloque V (verdadeiro) ou F (falso) nas proposições apresentadas sobre o filo Chordata. Em seguida assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta.

( ) Durante o desenvolvimento embrionário apresentam notocorda, sistema nervoso dorsal, fendas faringianas e cauda pós-anal musculosa, além de metameria, sendo que esta última também ocorreu na linhagem evolutiva dos protostômios. Estas características podem ou não persistir nos adultos. ( ) Estão classificados em três subfilos: Urochordata, Cephalocordata e Vertebrata. ( ) O sub-filo vertebrata é composto por quatro classes: Amphibia, Reptilia, Aves e Mammalia. ( ) Os répteis apresentam pele seca, sem glândulas mucosas, recoberta por escamas epidérmicas ou por placas ósseas dérmicas, respiração pulmonar, ectotermia e ovo amniótico, cuja eclosão libera um indivíduo jovem, sem estágio larval. ( ) Aves e mamíferos apresentam sob a pele uma camada de tecido adiposo, denominada hipoderme, que atua como isolante térmico.

a) FFVVF

b) VFFVV c) VVFVF d) FVVVF e) VVFFV

201 - (UFTM MG/2009) Peixe-boi, cavalo-marinho, golfinho, tubarão e pingüim são animais vertebrados e muitas vezes são confundidos por alguns alunos quanto aos grupos a que pertencem. Com os conhecimentos de Fisiologia e Zoologia, sabe-se que esses animais apresentam características morfofisiológicas bem definidas. Assim, pode-se afirmar corretamente que o

a) tubarão e o cavalo-marinho apresentam respiração branquial, apresentam linhas laterais, nadadeiras e coração com duas cavidades. b) pingüim apresenta pêlos, fecundação interna, produz ovos com casca calcária e diversos anexos embrionários como âmnio e alantóide. c) golfinho e o tubarão pertencem à mesma classe de vertebrado, apresentando nadadeiras caudais, respiração branquial e fecundação interna. d) golfinho e o peixe-boi apresentam pêlos, diafragma, hemácias anucleadas, placenta, realizam a fecundação externa na água e são endotérmicos. e) peixe-boi, cavalo-marinho e o golfinho apresentam respiração pulmonar, apresentam fecundação interna e são endotérmicos.

202 - (FEPECS DF/2009) Leia o texto a seguir:

(...) como prova da uberdade multiforme da sua fazenda, sem viu-nos ele, algumas vezes, batatas que haviam prosperado excelentemente. (...) A raiz da mandioca, excetuando as vargens úmidas, dá por toda parte na província. (...) bananeiras, goiabeiras, laranjeiras, etc, florescem no tempo das chuvas.(...) Às vezes, vê-se o mais promissor laranjal fenecer, atacado pelas formigas. (...) bandos de macacos, papagaios e outras aves caem em cima das roças; as pacas, as cutias e outras espécies de porquinhos, (...) Spix e Martius. Viagem pelo Brasil 1817 – 1820

Tomo I Rio de Janeiro, Melhoramentos.

Os animais do filo Cordata apresentam as seguintes características:

a) Aorta sinistra -Placenta-pele queratinizada - fecundação interna; b) Pele queratinizada- ovo com casca-fecundação externa- aorta sinistra; c) Penas - fecundação interna- Aorta destra - ovo com casca; d) Fecundação interna- ovo sem casca - aorta destra - ausência de anexos embrionários; e) Presença de anexos embrionários - aorta sinistra - pele queratinizada - ovo sem casca.

203 - (UNINOVE SP/2009) A tabela a seguir representa a quantidade de água, em microgramas, evaporada por hora, de uma superfície corporal de 1 cm 2 de diversos animais.
A al nim M inhoca R ã S alam andra C aracol de jardim ativo C aracol de jardim inativo C ão G ato Iguana L arva de inseto da farinha (Schm idt &N ielsen, Á gua evaporada 400 300 600 870 39 48 46 10 6 F isiologia A al) nim

Considerando que os animais encontravam-se em iguais condições quando as medidas foram realizadas, ou seja, expostos ao ambiente terrestre, pode-se afirmar que adaptação contra a perda de água a) foi observada nos animais amniotas. b) ocorreu nos representantes invertebrados. c) é uma característica dos anfíbios. d) foi observada na minhoca e no caracol de jardim. e) depende do tamanho do animal.

204 - (UESPI/2009)

Os cordados (Chordata) compreendem um importante Filo do Reino Animalia. São exemplos de organismos desse Filo:

a) ameba, paramécio e esquistossomo. b) sanguessuga, minhoca e solitária. c) urocordados, moluscos e esponjas. d) ouriço, estrela-do-mar e água-viva. e) anfioxo, cobra e cão.

205 - (UEM PR/2009) Sobre os animais classificados como cordados, assinale o que for correto.

01.O corpo dos urocordados é revestido por um envoltório espesso denominado de túnica, que apresenta os sifões exalante e inalante. 02.Os cefalocordados, conhecidos como anfioxos, são animais marinhos que filtram partículas de alimento da água. 04.Os vertebrados apresentam esqueleto interno bem desenvolvido e de origem mesodérmica. 08.As mandíbulas estão presentes em todos os cordados; por isso, não é inovação surgida durante a história evolutiva dos vertebrados. 16.Os anexos embrionários de répteis, de aves e de mamíferos são o saco vitelínico, o âmnio, o alantoide e o cório.

206 - (UEM PR/2009) Com relação à morfologia e à fisiologia dos vertebrados, assinale o que for correto.

01.A digestão é sempre extracelular e o sistema digestório apresenta ânus ou cloaca. 02.Produzem amônia que, no fígado, pode ser transformada em uréia ou em ácido úrico. 04.Aves e mamíferos apresentam coração com quatro câmaras distintas e circulação dupla e completa. 08.Os pulmões são estruturas típicas de respiração aérea, portanto não estão presentes nas tartarugas, nos golfinhos, nas baleias e nos peixes-boi.

16.O encéfalo, que constitui o grande centro de comando do corpo, tem origem no tubo neural.

207 - (UEM PR/2009) Em relação aos animais, assinale o que for correto.

01.A seqüência zigoto→mórula→blástula ocorre no desenvolvimento embrionário de todos os animais. 02.O sistema digestório dos animais sempre tem boca, mas nem sempre tem ânus. 04.A excreção é um processo que ocorre em todos os animais e está relacionada à eliminação de produtos resultantes do metabolismo celular. 08.As trocas gasosas ocorrem em todos os animais, mas nem todos têm sistema respiratório. 16.Uma das hipóteses evolutivas considera o reino animal como polifilético e derivado de poríferos primitivos.

208 - (UFOP MG/2009) Os vertebrados podem apresentar respiração: a) apenas pulmonar b) cutânea, traqueal e pulmonar c) cutânea, branquial e pulmonar d) cutânea, traqueal, branquial e pulmonar

209 - (UFPB/2010) Segundo alguns sistemas de classificação, o filo Cordata está subdividido em três sub-filos: Urochordata, Cephalochordata e Craniata.

Acerca do filo Cordata e de seus sub-filos, estão corretas as afirmativas:

I. Urochordatas possuem tubo nervoso dorsal e notocorda apenas em estádio larval. II. Craniatas possuem representantes protostômios e deuterostômios. III. Craniatas são todos triblásticos e dotados de uma coluna vertebral.

IV. Cordatas apresentam, durante o desenvolvimento embrionário, tubo nervoso dorsal e fendas branquiais. V. Cephalochordatas são deuterostômios e, quando adultos, possuem notocorda.

210 - (UNIOESTE PR/2010) A respeito do Filo Chordata, assinale a alternativa INCORRETA.

a) São animais de simetria bilateral, enterocelomados, triblásticos e deuterostômios. b) Entre alguns dos representantes deste grupo, podemos citar a ascídia e o anfioxo. c) As fendas na faringe ou fendas branquiais são observadas em todos os seus representantes (na fase adulta ou embrionária), exceto em aves e mamíferos. d) A presença de crista neural e dos anexos embrionários são características exclusivas do Subfilo Vertebrata. e) O tubo neural tem origem ectodérmica e está localizado na região dorsal do embrião, acima da notocorda. A partir do tubo neural desenvolve-se o sistema nervoso central dos cordados adultos.

211 - (UFPR/2010) Dois estudantes de Biologia encontraram no mar, próximo à praia, um organismo que nunca tinham visto antes, mas que pelos seus conhecimentos prévios supuseram que poderia ser um porífera ou um urocordado. Como eles devem proceder para decidir a qual grupo pertence esse organismo?

a) Verificar se é unicelular ou pluricelular. b) Verificar se é um procarioto ou um eucarioto. c) Descobrir se ele é séssil ou se desloca num substrato. d) Descobrir se ele é predominantemente aquático ou terrestre. e) Verificar se possui tubo digestivo.

212 - (UEL PR/2010) Os zoólogos consideram o Chordata como um grupo filogeneticamente mais próximo de Echinodermata do que de Arthropoda.

Assinale a alternativa que contém uma característica comum aos grupos Chordata e Echinodermata que não ocorre no grupo Arthropoda.

a) Três folhetos germinativos. b) Simetria bilateral no estágio adulto. c) Formação da boca na extremidade oposta ao blastóporo. d) Tubo digestivo completo. e) Celoma.

213 - (UEPB/2010) Espera-se encontrar maior grau de semelhança entre organismos pertencentes a um(a) mesmo(a)

a) Ordem. b) Família. c) Gênero. d) Filo. e) Reino.

214 - (UFPE/UFRPE/2010) Os animais desenvolveram, ao longo da evolução, uma série de adaptações ecológicas para resistir às variações de temperatura nas diferentes regiões do planeta. Sobre este tema, analise o que se considera a seguir.

00.Animais pecilotérmicos, como alguns lagartos, desenvolveram um mecanismo de adaptação à temperatura, que consiste em expor a cabeça ao sol a fim de esquentar o sangue e aquecer o corpo o suficiente para entrar em atividade. 01.Animais homeotérmicos respondem metabolicamente às baixas temperaturas, consumindo uma quantidade maior de alimentos ricos em carboidratos e lipídios. 02.Para tolerar temperaturas elevadas, cobras que vivem em regiões desérticas se movimentam encostando somente parte do corpo na areia quente, enquanto ratos silvestres se escondem em tocas.

03.A fim de tolerar baixas temperaturas, os ursos polares acumulam carboidratos como reserva energética para depois hibernar por até um ano, enquanto que algumas aves migram para regiões mais quentes. 04.Para diminuir a temperatura corporal, alguns animais se adaptaram evolutivamente reduzindo a pelagem e, assim, retendo menos calor; outros, aumentaram as taxas de evaporação de água.

215 - (FUVEST SP/1999) Considere os procedimentos:

I. A produção de bebidas alcoólicas. II. A produção de açúcar a partir da cana. III. O cultivo de plantas leguminosas para aumentar a fertilidade do solo.

Os microorganismos atuam em: a) I apenas b) II apenas c) I e II apenas d) I e III apenas e) I, II e III

216 - (PUC MG/2005) É fato bem notório que, no Brasil, prescreve-se uma quantidade enorme de antibióticos e, o que é pior, muitas vezes são adquiridos e consumidos sem qualquer orientação médica. Sobre antibióticos, assinale a afirmativa INCORRETA. a) Naturais ou sintéticos, são nossos grandes aliados no combate a doenças viróticas ou bacterianas. b) Certos antibióticos agem inibindo a síntese da parede bacteriana ou bloqueando a síntese protéica. c) Certos antibióticos agem também impedindo a replicação dos cromossomos. d) O uso indiscriminado de antibióticos, sem acompanhamento responsável e criterioso, pode selecionar cepas resistentes de microrganismos.

217 - (PUC MG/2005) O esquema a seguir mostra a ação de algumas drogas que agem exclusivamente sobre o tipo celular abaixo representado.

Analise o esquema e assinale a afirmativa INCORRETA. a) A célula representada é obrigatoriamente procarionte, e as drogas mostradas podem impedir seu crescimento. b) A estreptomicina age por causar mutações gênicas normalmente nocivas para essa célula, mas algumas dessas mutações podem gerar descendentes com resistência a outras drogas. c) Quatro das drogas representadas bloqueiam a expressão gênica nessa célula, mas apenas três delas bloqueiam diretamente a tradução. d) Não faz parte da ação da estreptomicina a alteração do código genético da célula onde ela atua.

218 - (UFF RJ/1996) As infecções hospitalares ocupam um lugar de destaque entre as doenças infecciosas que acometem os seres humanos. À sua elevada incidência somam-se um custo de tratamento extremamente alto e uma perda de vidas estimada em 150.000/ano. Atualmente, admite-se que a medida de prevenção e controle da transmissão mais eficaz, disponível para pacientes hospitalizados é: a) esterilização e desinfecção das áreas acometidas. b) uso de antibióticos potentes de última geração. c) lavagem das mãos, corpo multidisciplinas hospitalar. d) vigilância epidemiológica eficiente.

e) uso de medicamentos de maneira padronizada.

219 - (UFOP MG/1995) As bactérias coliformes são usadas como indicadores da poluição aquática porque: a) causam doença de pele. b) são encontradas nas fezes humanas. c) só se desenvolvem em ambiente pouco oxigenado. d) só se desenvolvem em ambientes ricos em fosfato. e) purificam as águas.

220 - (UFOP MG/1996) O Treponema pallidum (Shaudinn e Hofmann; 1905), organismos unicelular pertencente ao reino Monera, é o agente etiológico da: a) Tuberculose b) Tricomoníase c) Tripanosomiase d) Sífilis e) Sarampo

221 - (UFRJ/1998) As tabelas a seguir apresentam as freqüências de mortes (número de mortes por 100.000 habitantes) na população dos Estados Unidos da América em dois momentos:

Observando os dados, podemos perceber que houve mudanças radicais nas várias freqüências. O advento dos antibióticos contribuiu para alterar significativamente as freqüências de mortes de algumas das doenças apresentadas nas tabelas.
Identifique essas doenças. Justifique sua resposta.

222 - (UnB DF/1993) Leia o texto abaixo.

“A cólera, endêmica na índia há séculos, de tempos em tempos causa devastadoras epidemias em outras partes do mundo. Desde 1817 ocorreram sete pandemias mundiais; a última delas se espalhou por vários continentes nos fins da década de 1960. O papel da água de beber foi estabelecido na epidemia londrina de 1854, quando o anestesista John Snow, “com um caderno, um mapa e seus cinco sentidos”, provou epidemiologicamente que a água “estraga” da bomba da Broad Street espalhou a doença.”

Julgue os itens: 00.Na Índia, a cólera se mantém em níveis relativamente baixos há séculos. 01.Desde 1817, a cólera se alastrou em epidemias por diversos países em sete ocasiões. 02.O Brasil atravessa atualmente uma endemia de cólera que já atingiu milhares de pessoas.

03.John Snow identificou, em 1854, a presença do vibrião colérico na bomba d’água. 04.O método utilizado por John Snow em suas pesquisas só pode ser aplicado durante as epidemias.

223 - (UFG/1996) A cárie dentária apresenta uma alta incidência entre os povos do Terceiro Mundo nos tempos atuais. Nem todos têm acessos à água tratada, fluoretada e tratamento dentário compatível com seu salário. Considerando que tais circunstâncias envolvem a maioria dos habitantes e constituem problemas de Saúde Pública, bem como os hábitos da vida moderna, pede-se: a) discorrer sobre três hábitos que aumentam a incidência de cárie. Justificar sua resposta; b) comentar o papel do ácido lático no aparecimento da cárie.

224 - (FUVEST SP/1998) Os antibióticos atuam contra os agentes causadores das seguintes doenças: a) tuberculose, coqueluche e hepatite. b) tuberculose, sífilis e gripe. c) tétano, sífilis e gripe. d) tuberculose, coqueluche e sífilis. e) coqueluche, sífilis e sarampo.

225 - (FUVEST SP/1996) Cólera e meningite epidêmica são doenças relativamente comuns no Brasil. Elas são transmitidas, respectivamente, por a) bactérias, através da contaminação fecal de água e alimentos, e vírus, através da inalação de ar contaminado. b) bactérias, através da inalação de ar contaminado, e bactérias, através da contaminação fecal de água e alimentos. c) vírus, através da contaminação fecal de água e alimentos, e vírus, através da inalação de ar contaminado. d) bactérias, através da contaminação fecal de água e alimentos, e vírus, através da contaminação fecal de água e alimentos.

e) bactérias, através da contaminação fecal de água e alimentos, e bactérias, através da inalação de ar contaminado.

226 - (UFMG/2001) A tuberculose é uma doença que pode ser controlada. Observe este gráfico, em que está representada a incidência de tuberculose no Brasil:

In c id ê n c ia d e tu b e rc u lo s e p o r 1 0 0 .0 0 0 h a b ita n te s
0

5

6

7

8

9

Considerando-se as informações desse gráfico, todos os seguintes fatores explicam a curva que caracteriza as décadas de 80 e 90, EXCETO a) Alto custo do diagnóstico e uso de antibióticos ineficientes. b) Aumento da desnutrição e da pobreza e queda na qualidade das moradias como conseqüência da política social. c) A ocorrência de AIDS tomando os pacientes mais susceptíveis ao bacilo. d) Movimentos migratórios da população dispersão do bacilo por várias regiões. humana e conseqüente

227 - (UFMG/2000) Desde sua introdução na década de 40, os antibióticos tornaram-se um sucesso no controle de doenças bacterianas, sendo considerados medicamentos milagrosos. Conseqüentemente, passou-se a acreditar que essas doenças eram coisas do passado. Entretanto tem-se verificado o "ressurgimento" de muitas delas. Todas as seguintes medidas podem ser implementadas, em nível de Saúde Pública, para minimizar o problema crescente de bactérias com resistência múltipla a antibióticos, EXCETO a) Aumentar o uso profilático desses medicamentos em rações animais, objetivando a imunização dos consumidores.

b) Criar programas de vigilância hospitalar e comunitária para evitar o uso inadequado e abusivo desses medicamentos. c) Proibir a venda livre desses medicamentos e esclarecer a população dos riscos da automedicação. d) Vacinar a população para aumentar as defesas do organismo contra as doenças bacterianas, reduzindo o uso desses medicamentos.

228 - (UFMG/1999) Na produção de compotas, devem ser adotadas algumas medidas para evitar-se a contaminação do alimento por microrganismos. Todas as alternativas apresentam medidas que podem garantir a assepsia desse processo, EXCETO a) A adição de conservantes, microrganismos. para impedir o crescimento dos

b) A manutenção do meio aquoso, para evitar o crescimento de bactérias. c) A fervura, para desinfecção dos recipientes em que os doces serão guardados. d) A retirada do ar no momento de se fechar o recipiente que contém o doce.

229 - (UFMG/1997) Dona Margarida observou que uma lata de sardinha estava estufada e resolveu não consumir o seu conteúdo. Assinale a alternativa que apresenta uma justificativa INCORRETA para a atitude de dona Margarida. a) O alimento pode conter toxinas produzidas por microrganismos. b) O alimento pode estar em processo de decomposição. c) Os gases responsáveis pelo estufamento da lata são tóxicos. d) Pode ter ocorrido falta de higiene durante o processo de embalagem.

230 - (UFPR/2002) A peste bubônica é causada por Yersinia pestis, um bacilo pequeno, Gram-positivo, e que no século XIV dizimou aproximadamente 25% da população européia em uma epidemia que influenciou o curso da história.

O reservatório animal são roedores silvestres como marmotas e esquilos e roedores urbanos como os ratos. São as pulgas de ratos contaminados que, pelas picadas, transmitem a bactéria para outros ratos e para os homens, ocasionando nestes últimos a peste bubônica. Com a multiplicação extensa das bactérias no pulmão humano, o que resulta em broncopneumonia e em um grande número de bactérias no escarro, a infecção pode se espalhar de pessoa para pessoa através das gotículas das secreções aéreas. Trata-se aí da peste bubônica pneumônica. Com base nessas informações, é correto afirmar: 01.Yersinia pestis é um bacilo que utiliza a pulga de roedores urbanos como reservatório. 02.A pulga do rato é o vetor da peste bubônica. 04.A peste bubônica em todas as suas formas é transmitida de pessoa para pessoa. 08.A peste pneumônica tem transmissão interpessoal. 16.Roedores silvestres e urbanos podem ser portadores de Yersinia pestis.

231 - (UFRN/1996) “As bactérias são agentes etiológicos de diversas doenças infecciosas que afetam tanto os animais quanto o homem. A forma de transmissão dessas doenças varia de organismo para organismo. Como exemplo, citamos um tipo de infecção bacteriana que se dá pela contaminação com esporos, que, normalmente, são encontrados no solo ou em fezes de animais e que se implantam em tecidos lesados, onde se proliferam e secretam uma potente exotoxina.” O exemplo do texto refere-se à maneira de transmissão do bacilo do(a): a) Lepra b) Coqueluche c) Tétano d) Tuberculose e) Difteria

232 - (FURG RS/2002) O bacilo da tuberculose humana apresenta diversas características.

I. Propaga-se, principalmente, por objetos manipulados pelos doentes. II. Indivíduos humanos são seu reservatório.

III. É destruído pela exposição ao ar atmosférico. IV. A mucosa intestinal é sua principal via de penetração no organismo. V. Além dos pulmões, é capaz de provocar infecções em diversos órgãos.

Quais afirmativas estão corretas? a) Apenas II, III e V. b) Apenas I, III e IV. c) Apenas II e V. d) Apenas I e IV. e) Apenas III e V.

233 - (FGV/2006) São freqüentes os surtos de leptospirose nas zonas urbanas das grandes cidades, especialmente quando das enchentes causadas pelas chuvas e transbordamento enfermidade, pode-se dizer que: de rios. Sobre essa

a) após infectar o homem, a transmissão da bactéria de pessoa-apessoa passa a constituir a mais importante forma de propagação da enfermidade. b) em regiões sujeitas a inundações sazonais, a vacinação preventiva da população deve ser instituída antes do período das chuvas. c) a principal forma de contágio é pelo contato da pele e/ou mucosas com água contaminada com urina de animais. d) a vacinação dos animais domésticos é imprescindível para o controle da doença na população humana. e) seu tratamento é apenas sintomático, uma vez que não há medicação adequada para as infecções virais.

234 - (UFF RJ/1998) Surtos epidêmicos de peste bubônica já dizimaram grandes populações em diferentes períodos da história da humanidade. Uma das doenças encontradas nos grandes centros urbanos, e que pode ser controlada pelas mesmas medidas de saneamento utilizadas no combate à peste bubônica é: a) leptospirose

b) hanseníase c) esquistossomose d) meningite e) tuberculose

235 - (UFF RJ/1999) O PULSO O pulso ainda pulsa O pulso ainda pulsa Peste bubônica, câncer, pneumonia Raiva, rubéola, tuberculose, anemia Rancor, cisticercose, caxumba, difteria Encefalite, laringite, gripe, leucemia E o pulso ainda pulsa O pulso ainda pulsa Hepatite, escarlatina, estupidez, paralisia Toxoplasmose, sarampo, esquizofrenia Úlcera, trombose, coqueluche, hipocondria Sífilis, ciúmes, asma, cleptomania E o corpo ainda é pouco O corpo ainda é pouco assim Reumatismo, raquitismo, cistite, disritmia, Hérnia, pediculose, tétano, hipocrisia, Brucelose, febre tifóide, arteriosclerose, miopia, Catapora, culpa, cárie, câimbra, lepra, afasia O pulso ainda pulsa O corpo ainda é pouco Ainda pulsa Ainda é pouco assim T. Belotto, Arnaldo Antunes, M. Fromer

Com relação às doenças mencionadas na canção O PULSO: a) Indique as doenças de origem exclusivamente bacteriana. b) Indique as doenças de origem exclusivamente viral. c) Cite as infecções Mycobacterium. produzidas por microorganismos do gênero

d) Identifique a doença transmitida por microorganismos do gênero Salmonella e explique sua forma de transmissão.

236 - (MACK SP/2006) Por esses 3 hospedeiros passa um parasita causador de uma determinada doença no homem. O parasita e a doença são, respectivamente:

Rato →

pulga →

homem

a) uma bactéria e a peste bubônica. b) uma bactéria e a toxoplasmose. c) um protozoário e a leptospirose. d) um protozoário e a toxoplasmose. e) um vírus e a peste bubônica.

237 - (UFCG PB/2006) A humanidade sofreu muito com doenças microbianas pelo desconhecimento dos agentes etiológicos, dos métodos profiláticos e das drogas capazes de promover um controle efetivo sobre elas. O conhecimento da relação doença/agente etiológico/meio de transmissão é um procedimento clínico fundamental para o entendimento dessas doenças. Os itens abaixo apresentam algumas doenças, seus agentes etiológicos e a principal forma de transmissão. Analise e identifique nas alternativas abaixo, aquelas que não estão relacionadas com doenças de origem bacteriana.

I. Dracunculose, doença provocada por Dracunculus medinensis, transmitida pela ingestão de água com micro-crustáceos (Cyclops) contaminados.

II. Febre tifóide, doença provocada por Salmonella typhi, transmitida pela contaminação fecal de água e alimentos. III. Meningite epidêmica, doença provocada pela Neisseria meningitidis, transmitida pelo ar contaminado. IV. Sífilis, doença provocada pelo Treponema pallidum, transmitida por meio do contato sexual. V. Amebíase, doença provocada pela Entamoeba hystolistica, transmitida por meio da ingestão de água e alimentos contaminados.

Estão CORRETAS: a) I e V b) III e V c) I e IV d) II e IV e) II e V

238 - (UnB DF/1998) Em 1996, a tuberculose causou a morte de cerca de três milhões de pessoas, um recorde em toda a história da humanidade. Segundo a Organização Mundial de Saúde, essa doença é também recordista em mortes entre os infectados pelo HIV. Um dos motivos para a volta da epidemia de tuberculose é o abandono do tratamento, antes que tenha sido completado. Acerca desse tema, julgue os itens seguintes. 00.O agente infeccioso da tuberculose pode desenvolver resistência aos antibióticos utilizados no tratamento, se este não for feito adequadamente. 01.O número de bactérias resistentes a antibióticos aumenta por seleção e também pela transmissão de plasmídeos. 02.O ser humano depende do uso de antibióticos para combater infecções causadas por bactérias porque é incapaz de produzir anticorpos contra esses microrganismos. 03.Até o momento, nenhuma doença de origem bacteriana pode ser evitada por meio de vacinação.

239 - (UFSC/2002) O controle das infecções que ocorrem em hospitais é uma tarefa árdua e contínua [...] A microbiota (conjunto de organismos encontrados no corpo humano) do paciente pode se tornar patogênica, principalmente naqueles que estão com o sistema imunológico comprometido,...

(Trecho do texto: “Infecção hospitalar: a solução em suas mãos”, extraído da Revista Ciência Hoje, 29 (173), de julho de 2001, p. 80).

Com relação a esse assunto, suas CORRETO afirmar que:

causas e medidas de redução, é

01.a maioria dos casos de infecção hospitalar é causada por agentes bacterianos. 02.os traumatismos e a contaminação por vermes acarretam o surgimento desses tipos de infecção. 04.entre os pacientes com maior risco de contraírem infecção hospitalar estão os soropositivos para o HIV, uma vez que eles apresentam maior chance de terem seus sistemas imunológicos comprometidos. 08.o uso indiscriminado de antibióticos também pode levar a uma maior incidência de infecção hospitalar, pois ele facilita o surgimento de microorganismos resistentes. 16.entre os procedimentos que podem aumentar as chances da ocorrência da infecção hospitalar, estão aqueles que requerem a entubação endotraqueal e/ou a nasogástrica, já que exigem tempo prolongado de respiração mecânica e riscos de contaminação secundária (através das mãos). 32.uma simples medida ― a lavagem adequada das mãos antes do contato com o paciente ― pode reduzir drasticamente o índice de infecção hospitalar.

240 - (UFPE/UFRPE/2002) A maior liberdade sexual nas últimas décadas repercutiu numa maior detecção de doenças sexualmente transmissíveis. As campanhas preventivas da AIDS têm deixado a população mais cautelosa, muito embora esta e outras doenças sexualmente transmissíveis continuem a incidir nas populações humanas. Em relação a algumas dessas doenças, podemos afirmar que: 00.A sífilis, doença causada pela bactéria Treponema pallidum, tem como expressão inicial a formação do cancro duro na região genital, após 7 a 15 dias do contato sexual. 01.A tricomoníase, causada pela bactéria Trichomonas vaginalis, acarreta corrimento vaginal na mulher e corrimento uretral no homem. 02.A doença comumente conhecida como crista-de-galo (condiloma acuminado) é provocada pelo papilomavírus humano (HPV), que desencadeia o aparecimento de lesões verrugosas nas regiões genital e anal e tem sido responsabilizado pelo aparecimento de câncer.

03.O cancro mole é uma ulceração dolorida na genitália externa, provocada pela bactéria Hemophilus ducreyi. 04.A blenorragia é uma infecção uretral causada pela bactéria Neisseria gonorrheae, cujos sintomas surgem poucos dias após o contato sexual (ardor na uretra seguido de secreção purulenta)

241 - (UEPB/2002) Na atualidade, um dos grandes problemas da saúde pública mundial é o retorno, com força, das doenças há muito tempo sob controle. Cientistas e especialistas denominam essas doenças como ressurgentes ou reemergentes. Assinale a altenrativa que apresenta exemplos exclusivos de doenças reemergentes: a) AIDS, Ebola e Febre amarela b) Tuberculose, Hanseníase e Cólera c) Hanseníase, AIDS e Hepatite C. d) Cólera, Ebola e Leucemia e) AIDS, Leucemia e Dengue.

242 - (UFMG/1998) De acordo com a UNICEF, mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo não têm acesso à água tratada e fluoretada, procedimentos reconhecidamente eficazes na redução da incidência de muitas doenças. Todas as alternativas apresentam exemplo dessas doenças, EXCETO a) febre tifóide. b) diarréia. c) tuberculose. d) cárie dentária.

243 - (UFMS/2000) Associe a coluna da esquerda de acordo com a coluna da direita e assinale a(s) afirmativa(s) correta(s).

1. Doenças causadas por bactérias 2. Doenças causadas por vírus

(A) Tétano (B) Caxumba (C) Sífilis (D)Sarampo (E) Tuberculose (F) Raiva (G)Hepatite (H)Hanseníase (Lepra) (I) Cólera

01.1-A 02.1-A 04.1-H 08.1-B 16.1-B 32.1-B

1-B 1-C 1-I 1-E 1-C 2-D

1-C 2-B 2-F 2-H 2-D 2-F

1-E 2-D 2-G 2-G 2-F 2-H

244 - (UFRRJ/2000) “SURTO DE CÓLERA ATINGE CENTENAS DE PESSOAS NA CIDADE PARANAENSE DE PARANAGUÁ Num período de apenas 12 dias, entre 26 de março e 7 de abril, mais de 290 habitantes da cidade de Paranaguá, no estado do Paraná, foram parar em hospitais com forte diarréia e uma perigosa desidratação. O cólera voltou a atacar – e com força”. Adap.: Rev. Época: 12/4/99. p. 68.

a) Identifique o reino a que pertence o agente etiológico do Cólera. b) Cite duas formas de prevenção contra essa doença.

245 - (EFOA MG/2003) A Organização Mundial de Saúde tem alertado que, nos próximos 20 anos, a AIDS deverá causar a morte de 70 milhões de pessoas, aproximadamente. Apesar do grande impacto que a AIDS tem provocado na vida moderna, outras doenças sexualmente transmissíveis, como a

blenorragia e a sífilis, também necessitam de cuidados preventivos e de mais divulgação de informações. Pode-se afirmar CORRETAMENTE que essas três doenças são: a) causadas por vírus. b) transmissíveis de mãe para filho. c) transmitidas apenas pelo contato sexual. d) transmitidas também por transfusão sangüínea. e) causadas por microrganismos que contêm DNA.

246 - (FUVEST SP/2003) Duas doenças sexualmente transmissíveis muito comuns são a uretrite não-gonocócica que, tudo indica, é causada pela Chlamydia trachomatis e o herpes genital, causado pelo Herpes simplex. A tabela a seguir compara algumas características desses dois agentes infecciosos.

a) Esses organismos são vírus, bactérias, protozoários, algas, fungos, plantas ou animais? Justifique sua classificação com base nas características mencionadas na tabela. b) Esses dois agentes infecciosos indicados podem ter seu crescimento populacional representado pelo gráfico a seguir? Justifique sua resposta.

247 - (UECE/2003) Atualmente os antibióticos são amplamente utilizados, visando combater diversas doenças infecciosas. Marque a doença que pode ser tratada com este tipo de medicamento. a) caxumba b) sarampo c) leptospirose d) dengue

248 - (UFMG/2003) Analise estes gráficos, em que estão representados surtos epidêmicos de algumas doenças no Brasil:

FONTE: FUNASA - Folha de S. Paulo, 24 fev. 2002.

Considerando-se as doenças indicadas, é INCORRETO afirmar que os índices de casos registrados no período definido nos gráficos podem ser explicados: a) pelo incentivo ao ecoturismo e à reforma agrária. b) pela coordenação das ações do Governo no tratamento dos doentes. c) pela coleta irregular de dados pelos agentes públicos de saúde. d) pela falta de estrutura de saneamento básico e coleta de lixo.

249 - (UFMS/2002) Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) referente(s) ao tema Tuberculose. 01.Doença causada por vírus que ataca os tecidos das porções superiores do aparelho respiratório. 02.O agente causador da doença pertence ao reino Monera, ataca os pulmões, mas pode se localizar em outros órgãos (meninges, ossos, nervo óptico, etc). 04.Doença infecciosa, de contágio direto, provocada pela ação de vírus e caracterizada, anatômica e histologicamente, pela formação de nódulos circunscritos e por lesões e sintomas que variam de acordo com a localização da doença. 08.A profilaxia da doença é feita pela vacina. 16.O agente causador da doença pertence ao reino Monera e caracteriza-se por ser organismo unicelular e procarionte.

250 - (UFPR/2003) Após os atos terroristas de 11 de setembro de 2001, perpetrados contra a cidade de Nova Iorque, os Estados Unidos passaram a viver sobressaltados com a perspectiva de uma guerra biológica, em que poderia ser utilizado o Bacillus anthracis, causador do antraz. Sobre as

preocupações com essa perspectiva e os fatos que as fundamentam, é correto afirmar: 01.O Bacillus anthracis tem a propriedade de esporulação, o que permite sua sobrevida prolongada. 02.Os esporos invisíveis da bactéria, ao serem inalados, são responsáveis pelo antraz pulmonar, forma rapidamente fatal da doença. 04.As preocupações dos Estados Unidos devem-se ao fato de a bactéria ser resistente à penicilina, o que dificulta o tratamento do antraz. 08.Embora a população esteja vacinada, a proteção conferida é insuficiente. 16.As preocupações são infundadas, pois o antraz é uma doença de animais, que não atinge o homem e não pode, portanto, ser utilizada em guerra biológica. 32.Os esporos da bactéria penetram no organismo através da pele ou membranas mucosas.

251 - (UNICAMP SP/2004) O carrapato-estrela (Amblyomma cajennense) pode transmitir ao homem a febre maculosa, uma grave enfermidade causada pela bactéria Rickettsia rickettsii. Esse ácaro tem como hospedeiros preferenciais os eqüinos, mas também ataca bovinos, cães, capivaras e outros animais, além do homem. Nos últimos anos, por falta de predadores naturais, o número de capivaras vem aumentando em algumas áreas urbanas do interior do Estado de São Paulo e com esse aumento casos de febre maculosa têm ocorrido. Folhetos distribuídos pelos órgãos de saúde recomendam evitar o contato com a grama e o mato de locais com presença de capivaras, pois as larvas e ninfas do carrapato ficam nas folhas e acabam se prendendo à pele humana. Ao sugar o sangue, o carrapato transmite a Rickettsia. Os folhetos informam ainda que a febre maculosa não é transmitida de uma pessoa para outra. a) Explique por que a febre maculosa não é transmitida de uma pessoa para outra. b) Os carrapatos são artrópodes que pertencem à mesma classe das aranhas. Explique por que os carrapatos estão incluídos nessa classe e não entre os insetos ou crustáceos, indicando duas características morfológicas exclusivas do seu grupo. c) A capivara é o maior roedor conhecido. Explique como pode ser diferenciado morfologicamente um roedor de um carnívoro.

252 - (FMTM MG/2004)

Nas fazendas leiteiras da região, 92,9% das amostras de água coletadas em bebedouros humanos estavam fora dos padrões microbiológicos da potabilidade, o mesmo ocorrendo em poços da periferia da região. A ingestão de água fora dos padrões de potabilidade pode resultar em várias doenças, como a a) cólera e a meningite. b) meningite e a poliomielite. c) febre amarela e a hepatite. d) hepatite e a cólera. e) poliomielite e a febre amarela.

253 - (FMTM MG/2004) Pode-se afirmar que os antibióticos a) tornam as bactérias menos resistentes com o tempo, e as vacinas atuam na produção de eritrócitos específicos para várias doenças causadas por diferentes microrganismos patogênicos. b) atuam direta e somente sobre as bactérias, possuindo ação bactericida, e as vacinas estimulam a produção de anticorpos específicos que tornam uma pessoa imune à ação de microrganismos patogênicos. c) atuam diretamente sobre vírus e bactérias, sendo específicos para as reações em que há participação de ribossomos, impedindo a sua reprodução, e as vacinas estimulam a produção de leucócitos específicos que tornam uma pessoa imune à ação de microrganismos patogênicos. d) atuam direta e somente sobre as bactérias, sendo apenas bactericidas, e as vacinas contêm os anticorpos específicos que vão neutralizar e desencadear a lise celular de diversos microrganismos patogênicos. e) estimulam a produção de anticorpos específicos que tornam uma pessoa imune à ação de bactérias patogênicas, e as vacinas estimulam a formação de linfócitos específicos a diversas patologias.

254 - (UFF RJ/2007) O Governo da Indonésia aprovou um fundo de 1 bilhão de rúpias (US$ 1,1 milhão) para os trabalhos humanitários no sul da ilha de Java, região devastada por uma tsunami, que causou cerca 350 mortes e deixou milhares de desabrigados. (http://oglobo.globo.com/online/ciencia/plantao/2006/07/18/284902985.asp)

Eventos catastróficos decorrentes de alterações climáticas em nosso planeta podem causar enchentes em algumas regiões. As autoridades desses locais se preocupam, geralmente, com a contaminação da água pela urina de ratos infectados.

Assinale a opção que indica o microorganismo presente na urina desses ratos. a) Leishmania sp b) Leptospira sp c) Mycobacterium leprae d) Trypanosoma cruzi e) Schistosoma mansoni

255 - (UFPE/UFRPE/2006) As doenças humanas, causadas por bactérias, e cuja transmissão se dá através de gotículas eliminadas por tosse, espirro ou fala, são: a) varíola, hanseníase e caxumba. b) coqueluche, tuberculose e meningite. c) sarampo, coqueluche e cólera. d) poliomielite, tuberculose e rubéola. e) rubéola, meningite e sarampo.

256 - (UNAERP SP/2006) PAÍS FALHA NA LUTA CONTRA A HANSENÍASE

O governo brasileiro havia se comprometido com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a eliminar a hanseníase até 2000. Não conseguiu. Essa dificuldade faz com que o Brasil persista no minguante grupo de paises onde a doença ainda é endêmica, problema de saúde pública. (...) A situação é crítica nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O Estado de São Paulo, 15.08.05

A hanseníase é causada por:

a) um vírus que penetra pela mucosa das vias respiratórias, cai na corrente sanguínea e dissemina-se por diversas partes do corpo. b) uma bactéria que ataca os pulmões, ossos e rins. c) um vírus que ataca o sistema nervoso periférico. d) uma bactéria que provoca lesões no sistema nervoso periférico. e) um protozoário que ataca a pele e o sistema nervoso periférico.

257 - (UFAL/2005) Antibióticos são drogas que impedem o crescimento bacteriano. Doenças sexualmente transmissíveis que são tratadas com antibióticos são a) herpes e candidíase. b) aids e tricomoníase. c) lepra e candidíase. d) cancro e herpes. e) gonorréia e sífilis.

258 - (UNIMONTES MG/2007) Um estudo realizado nos Estados Unidos, nos últimos tempos, investigou a utilização correta de preservativos masculinos. Nesse estudo, 40% dos entrevistados declararam não ter tirado o ar da ponta do preservativo antes de colocá-lo, o que favorece o seu rompimento, e mais de 40% dos homens relataram o rompimento do preservativo durante o ato sexual. Dados sugerem que usar preservativo é importante, mas que o mesmo deve ser usado da maneira correta. Considerando os diversos aspectos relacionados a esse assunto, analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa que REPRESENTA UMA DOENÇA BACTERIANA que pode ser adquirida pelo ato sexual sem preservativo ou pelo seu rompimento durante o ato sexual. a) AIDS. b) Candidíase. c) Gonorréia. d) Tricomoníase.

259 - (PUC RS/2006) Nos ambientes urbanos, o excesso de chuvas causa alagamentos que fazem os esgotos transbordarem. Este fator incrementa a dispersão de animais que disseminam doenças, pois eles saem dos esgotos e invadem

as residências. O aumento da proximidade do homem com as populações de ratos é um perigo em potencial para o incremento de casos de _________, doença que é causada pelo contato humano com a urina desses animais. a) toxoplasmose b) leptospirose c) hanseníase d) hidrofobia e) difteria

260 - (UERJ/2007) Laudos confirmam cinco casos de febre maculosa

RIO – Um menino de 8 anos, internado em Petrópolis, é a quinta vítima confirmada da febre maculosa, segundo informações do Ministério da Saúde. (www.jb.com.br)

No final de 2005, na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, e também em outros estados, foram relatados diversos casos, alguns fatais, de uma doença cujos principais sintomas são febre, distúrbios gastrintestinais, dores de cabeça e musculares, além do aparecimento de pequenas manchas avermelhadas na pele. A febre maculosa, uma zoonose de tratamento relativamente fácil quando instituído na fase inicial da doença, é de difícil diagnóstico, não só porque seus sintomas são comuns a muitas outras patologias, mas também por ser confirmada apenas por exames laboratoriais específicos. Cite o tipo de agente etiológico e o aracnídeo que age como vetor da febre maculosa. Em seguida, descreva duas medidas que podem ser tomadas para evitar a contaminação.

261 - (UFAM/2007) Entre as doenças humanas causadas por bactérias podemos relacionas qual das alternativas: a) sífilis, tuberculose, meningite e tétano b) Aids, tuberculose, gripe e tétano c) caxumba, sífilis, meningite e tétano d) varíola, gripe, meningite e tétano

e) sarampo, tuberculose, meningite e Aids

262 - (UFPE/UFRPE/2007) Dados epidemiológicos recentes têm mostrado o aumento do número de casos de tuberculose no mundo, devido, entre outras razões, à diminuição da eficiência das drogas usadas e à piora das condições sanitárias em muitos países. Nesse sentido, analise o que se diz a seguir. 00.A doença é transmitida pela inalação de gotículas liberadas pela tosse ou pelo espirro de um indivíduo contaminado. 01.O Toxoplasma tuberculosis (ou de Koch) é o protozoário responsável pela doença. 02.A eficiência dos antibióticos no combate à doença está diminuindo porque seu uso freqüente, ao longo dos anos, selecionou os bacilos mais resistentes a esses medicamentos. 03.A desnutrição contribui para a elevação do número de casos de tuberculose, uma vez que a queda das defesas naturais do organismo facilita o desenvolvimento da doença. 04.Antes da vacinação com BCG, em jovens e adultos, é necessária a realização do teste Mantoux, para determinar se já houve a sensibilização pelo bacilo.

263 - (FFFCMPA RS/2006) Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas do parágrafo abaixo. Presente em iguarias culinárias, o palmito é um alimento extraído do broto de diversas palmáceas. A mais famosa delas é a juçara (Euterpe edulis), explorada de forma ilegal e predatória do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo e, por isso, ameaçada de extinção. A palmeira juçara é considerada uma _______ do ecossistema, pois seus frutos e sementes são importantes para a sobrevivência de muitas espécies de aves, roedores e macacos. Esses animais, por sua vez, participam da ______ de várias espécies de plantas e árvores por toda a floresta. Desse modo, a derrubada das palmeiras juçara afeta em vários níveis os processos ecológicos, fragilizando ainda mais os escassos remanescentes da Mata Atlântica. Além disso, a exploração predatória desse produto também traz riscos à saúde das pessoas que o consomem − por exemplo, o de contrair ______. Isso porque os “palmiteiros” que fazem a derrubada clandestina, muitas vezes, processam o palmito na própria floresta, não atentando para os devidos aspectos de higienização, utilizando, por exemplo, latões enferrujados, água de córregos que podem conter cistos de bactérias causadoras de doenças, etc. a) espécie-chave − polinização − tétano

b) espécie-pioneira − dispersão de sementes − tétano c) espécie-chave − dispersão de sementes − botulismo d) espécie-pioneira − polinização − botulismo e) espécie-pioneira − polinização − tétano

264 - (UECE/2007) Um dos maiores problemas enfrentados pela medicina é a resistência bacteriana, e, atualmente, sabe-se que os antibióticos nem sempre conseguem tratar infecções de maneira satisfatória. Com relação ao que foi dito, podemos afirmar, corretamente, que: a) Os antibióticos são ineficientes, pois a freqüência de mutação em bactérias é muito elevada e, dessa forma, não é possível obter resultados positivos com tratamentos dessa natureza. b) A utilização desenfreada de antibióticos produz mutações nas bactérias, tornando-as, cada vez mais, resistentes ao tratamento. c) Embora as bactérias sejam sensíveis aos antibióticos, os seres humanos estão, cada vez mais, resistentes, e, portanto, tratamentos dessa natureza perderam sua eficácia. d) O uso indiscriminado de antibióticos elimina populações bacterianas sensíveis, porém acaba por selecionar cepas resistentes que não respondem aos tratamentos.

265 - (UFPEL RS/2007) Uma doença que vence o tempo amarra a Pelotas do final do século 19 e das primeiras décadas do século 20. Após causar a morte de milhares de pessoas entre 1890 e 1930, a tuberculose ainda contamina e preocupa as autoridades médicas. A enfermidade atinge de 15 a 30 pessoas por mês na cidade. A Aids contribuiu para o retorno, com força, da tuberculose. O Brasil já registra casos de tuberculose multiresistente, em que o variante do microorganismo patogênico não é sensível aos medicamentos habituais. Diário Popular, 03/09/2006 [adapt.].

Com base no texto e em seus conhecimentos, analise as afirmativas. I. A resistência que alguns bacilos da tuberculose têm apresentado deve-se principalmente à variação genética deste organismo, originária principalmente pela troca de DNA entre bactérias no processo de reprodução por divisão binária.

II. Para combater a tuberculose utilizam-se medidas como a imunização, através da vacina BCG – anticorpos contra o bacilo de Koch injetados nas pessoas –, além da higiene e saneamento. III. A tuberculose é causada por uma bactéria – seres unicelulares procarióticos – que se instala preferencialmente nos pulmões, podendo, entretanto, afetar outros órgãos. IV. A Aids contribui para o aumento dos casos de tuberculose, pois o vírus HIV ataca os linfócitos – células responsáveis pela defesa imunitária do organismo –, facilitando a infecção por agentes causadores de doenças oportunistas, como a tuberculose.

Estão corretas as afirmativas a) III e IV. b) I e II. c) II e IV. d) I e III. e) II e III. f) I.R.

266 - (UNIMONTES MG/2007) Várias bactérias podem estar relacionadas com a ocorrência de intoxicação alimentar. Uma das mais comuns é o Staphylococcus aureus, responsável por quadros de gastroenterite. O esquema a seguir mostra alguns passos evidenciados na manipulação de alimentos que estão associados ao desenvolvimento de intoxicação alimentar. Analise-o.

Considerando o esquema apresentado e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA. a) A bactéria responsável pela intoxicação alimentar não é destruída com o cozimento. b) A toxina responsável pela intoxicação é a de bactéria proveniente de contaminação humana. c) A intoxicação, contemplada no esquema, ocorre por meio de toxina liberada pela bactéria originada do alimento. d) O uso de equipamentos de proteção individual não pode evitar intoxicações alimentares.

267 - (FATEC SP/2008) A bactéria causadora do tétano produz esporos que podem penetrar no corpo através de lesões na pele, liberando toxinas que atuam sobre os nervos motores, provocando fortes contrações musculares e ocasionando a morte por parada respiratória e cardíaca, se a pessoa não for tratada a tempo. Observe os gráficos A e B:

Considerando uma criança que sofreu um ferimento na perna, quando brincava na terra, identifique o procedimento mais seguro a ser adotado para evitar o tétano e o gráfico correspondente a esse procedimento.

268 - (UFRJ/2008) Algumas bactérias são patogênicas por causa das toxinas que produzem. Esse é o caso da Clostridium tetani, uma bactéria anaeróbica obrigatória causadora do tétano. Essa bactéria não invade o organismo, mas libera a toxina tetânica que afeta o sistema nervoso e produz rigidez muscular quando prolifera em feridas profundas; entretanto, quando a bactéria infecta feridas superficiais, não ocorre tétano. Explique por que o tétano só ocorre em feridas mais profundas.

269 - (UECE/2008) A pulga do rato, Xenopsyla cheopis é o agente transmissor de uma doença historicamente importante, cujo agente causativo pertence ao gênero Yersinia que se trata de uma “bactéria que pode multiplicar-se no interior dos macrófagos, em vez de ser destruída. Os sintomas dessa doença são inchaços dos linfonodos das virilhas e axilas, acompanhado de febre. Sem tratamento, a morte pode ocorrer em menos de uma semana após os primeiros sintomas”. Tal doença é a) a gangrena. b) a peste. c) o tifo epidêmico. d) a febre reumática.

270 - (UESPI/2008) São doenças humanas causadas por bactérias classificadas como bacilos: 1) tétano 2) tuberculose 3) peste bubônica 4) lepra 5) cólera 6) pneumonia 7) sífilis

Estão corretas: a) 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7 b) 2, 3, 5, e 6 apenas c) 1, 2, 5, e 7 apenas d) 1, 2, 3 e 4 apenas e) 4, 5, 6 e 7 apenas

271 - (UPE/2008) “Sífilis: doença grave, que afeta homens, mulheres e crianças e pode levar a sérias complicações, se não for tratada.” (Saúde e Meio Ambiente na Zona da Mata – Cartilha da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco)

Sobre a doença a que se refere o texto acima, analise as afirmativas e conclua. 00.Compromete diversos órgãos e o sistema nervoso, provocando paralisia progressiva e morte 01.Produz lesões papilares (verrugas) que podem levar ao desenvolvimento de câncer no colo do útero, na vulva, no pênis e no ânus. 02.Lesões que não cicatrizam, na pele e nas mucosas, formam úlceras de bordos circulares elevados e fundos granulosos, que destroem tecidos.

03.Em mulheres grávidas, a bactéria causadora da Sífilis passa pela barreira da placenta, contaminando o feto. 04.Por ser uma doença de transmissão exclusiva por via sexual (DST), aconselha-se o uso de preservativos como profilaxia.

272 - (CEFET PR/2008) Embora as bactérias tenham importância econômica e ecológica para o homem, muitas são causadoras de doenças em diferentes seres vivos, inclusive para o homem. Acredita-se que metade das doenças humanas sejam causadas por bactérias patogênicas. Assinale a alternativa que contenha apenas doenças cuja prevenção poderá ser feita por simples hábitos de higiene como lavar as mãos antes de pegar em alimentos, beber água tratada ou fervida, lavar bem as frutas e verduras, ingestão de alimentos bem conservados, etc.:

a) sífilis, cólera asiática e pneumonia. b) cólera asiática, febre tifóide e gastroenterites. c) meningite, tuberculose e tétano. d) febre tifóide, gonorréia e coqueluche. e) botulismo, tétano e sífilis.

273 - (FEI SP/2008) As armas biológicas utilizam organismos como instrumento bélico. Uma das armas biológicas mais antigas que se tem notícia foi usada no século XIV, na Europa: cadáveres de pessoas que haviam morrido de peste bubônica eram lançados por catapultas para dentro de muros das cidades medievais para contaminar os moradores. O causador e o transmissor da peste bubônica são respectivamente:

a) vírus e ratos. b) bactérias e água contaminada. c) protozoários e gatos. d) bactérias e pulgas. e) vírus e água contaminada.

274 - (UFMS/2009) Assinale a(s) alternativa(s) que indica(m) doenças, nos seres humanos, causadas por bactérias.

01.Rubéola e Catapora. 02.Cólera e Botulismo. 04.Febre Tifóide e Difteria. 08.Mononucleose e Poliomielite. 16.Sífilis e Hanseníase. 32.Dengue e Febre Amarela.

275 - (UFSC/2009) Pegue todas as espécies de mamíferos, aves, répteis, anfíbios, peixes e insetos conhecidos da Amazônia. Agora triture tudo e tente encaixar o que sobrou dentro de um pacotinho de açúcar. Só assim, talvez, seja possível ter uma idéia – ainda que muito distante – da biodiversidade de microrganismos que podem ser encontrados em um único grama de solo: um milhão de espécies de bactérias, segundo um estudo publicado na revista Science.

Com relação às bactérias, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01.As bactérias encontradas em grandes quantidades no solo são responsáveis por todas as doenças microbianas em humanos. 02.O ciclo do nitrogênio depende de alguns desses seres microscópicos. 04.A ciclagem de nutrientes e da energia nos ecossistemas está diretamente relacionada ao metabolismo bacteriano. 08.A diversidade bacteriana é decorrente de sucessivas mutações e da passagem de material genético entre bactérias geneticamente diferentes. 16.As bactérias, juntamente com as algas verdes microscópicas, compreendem o reino Monera.

276 - (UNESP SP/2009) Considere os dois textos seguintes.

Confirmadas mais mortes por febre maculosa no Estado de São Paulo. O IBAMA autorizou pesquisadores a capturar e abater capivaras. Esses animais serão utilizados em estudos sobre a febre maculosa. A capivara é um dos principais hospedeiros do carrapato-estrela, transmissor da doença. Os pesquisadores querem descobrir por que as capivaras não morrem ao serem picadas pelo inseto. Na região nordeste dos Estados Unidos, o carrapato-doscervos transmite a doença de Lyme ao homem. Depois que o minúsculo carrapato Ixodes suga o sangue de um animal infectado, a bactéria se aloja permanentemente no corpo do inseto. Quando o carrapato mais tarde pica outro animal ou uma pessoa, ele pode transmitir a bactéria para a corrente sanguínea da vítima. O principal reservatório local da bactéria causadora dessa doença é um rato silvestre (Peromyscus leucopus). O roedor também é hospedeiro de carrapatos.

Sobre essas doenças e quanto às informações apresentadas nos textos, pode-se afirmar que

a) o agente causador de ambas as doenças é uma bactéria que pode se alojar em roedores silvestres, no caso brasileiro, a capivara. b) os agentes causadores de ambas as doenças são os carrapatos, corretamente classificados nos textos como insetos. c) os agentes causadores de ambas as doenças são os carrapatos, erroneamente classificados nos textos como insetos. d) o agente causador da febre maculosa é um vírus e o da doença de Lyme, uma bactéria, ambos transmitidos ao homem por carrapatos. e) os agentes causadores de ambas as doenças são vírus, o que indica uma informação incorreta apresentada no segundo texto.

277 - (UFPA/2009) A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que inicialmente se apresenta como uma pequena ferida nos órgãos sexuais (cancro duro) e com ínguas (nódulos) nas virilhas, que surgem entre a 2ª ou 3ª semana após a relação sexual, desprotegida, com pessoa infectada. Não havendo tratamento, a doença continua evoluindo no organismo. Seu agente etiológico denomina-se

a) Papiloma vírus. b) Treponema pallidum. c) Clostridium botulinum. d) Neisseria gonorrhoeae.

e) Chlamydia trachomatis.

278 - (UFES/2008) A Peste Negra foi causada pela bactéria Yersinia pestis, que é um organismo considerado procarionte. A ÚNICA estrutura que NÃO se encontra nas células desse organismo é:

a) parede celular rígida que recobre a membrana citoplasmática e confere forma às bactérias. b) cromossomo circular constituído por uma única molécula de DNA, não delimitado por membrana nuclear. c) plasmídeo, com genes que não codificam características essenciais, capaz de autoduplicação independente da replicação do cromossomo. d) ribossomo que, durante a síntese protéica, está ligado a uma molécula de RNAm. e) lisossomo, com proteínas proteolíticas que ajudam na eliminação de restos celulares.

279 - (UFCG PB/2009) As doenças emergentes e reermergentes têm sido a maior preocupação dos órgãos internacionais de saúde pública. Todavia, a progressiva melhoria na qualidade de vida da população tem sido atribuída às descobertas de novos quimioterápicos e vacinas, que em alguns casos têm sido ineficientes. Um exemplo típico é a tuberculose, doença causada pelo agente Mycobacterium tuberculosis, que tem sido tratada com antibióticos e a vacina BCG, que reduziram a incidência dessa doença em vários países. Entretanto, estatísticas recentes têm mostrado o aumento assustador do número de casos de tuberculose no mundo, devido à diminuição da eficiência das drogas usadas.

Descreva o modo de transmissão da tuberculose e explique o porquê da redução da eficiência das drogas usadas no seu tratamento.

280 - (UFAC/2010) A sífilis é uma doença causada pela bactéria Treponema palidum, que pode ser transmitida, principalmente, pelo contato sexual. No intervalo de uma a três semanas da invasão da mucosa genital, a bactéria origina a sífilis primária, conhecida como:

a) Herpes genital b) Gonorréia c) Cancro duro d) Crista de galo e) Uretrite

281 - (UFAL/2010) A prática dos exames e das condutas preventivas é importante, pois uma pessoa portadora de doença sexualmente transmissível – por vezes, permanecendo latente – pode, involuntariamente, transmiti-la para outras pessoas. Ao procurar um médico, um cliente relatou os seguintes sintomas:

-

aparecimento de lesão na genitália externa, em forma de pequena úlcera, referida pelo médico como cancro duro; desaparecimento dessa lesão (cancro), naturalmente, em pouco tempo; aparecimento de lesões generalizadas na pele, com numerosos pontos vermelhos e escamosos, após, aproximadamente, dois meses. ocorrência posterior de lesões em órgãos do sistema nervoso, circulatório e urinário.

Considerando essas informações, o médico concluiu que o paciente havia sido infectado por uma certa bactéria e apresentava:

a) Sífilis. b) Gonorréia. c) Pediculose pubiana. d) Tricomoníase. e) Condiloma acuminado.

282 - (UPE/2010) Leia os seguintes textos.

“[...] Seu apreço veio do fato de que nós não usamos sobretudos ou luvas, de que apertamos suas mãos [...], sentamos ao seu lado, ... e jogamos futebol com eles. [...] O benefício psicológico de essas pobres pessoas [...] serem vistas como seres humanos normais é incalculável, e o risco de ser contaminado, incrivelmente remoto”. GUEVARA, E. C. De moto pela América do Sul - diário de viagem. Tradução de Diego Ambrosini. São Paulo: Sá Editora. 2001. “Vi alguns pacientes que estavam doentes há dez e doze anos, já medonhamente desfigurados, mas suportavam [a moléstia] alegremente. Parece que, de fato, um espírito cheio de esperança, e uma vida livre e generosa, foram os meios de retardar os efeitos da moléstia; mas não sei de ninguém que se tivesse curado”. Henry Walter Bates, The naturalist on the River Amazon, 1863. A doença afeta o homem desde a Antiguidade, mas sua identidade etiológica remonta, apenas, ao final do século XIX, quando o médico norueguês Gerhard Henrik Armauer Hansen, ao analisar material de lesões cutâneas, descobriu que o bacilo causador da doença pertence ao mesmo gênero do bacilo que ocasiona a tuberculose. Adaptado de: Santos, L. A. de C. S; Lina Faria; R. F. de M. Contrapontos da história da hanseníase no Brasil: cenários de estigma e confinamento. Revista Brasileira de Estudos de População. 2008.

Os destaques em negrito referem-se, em especial, a observações sobre a Hanseníase. Analise-as e conclua.

00....e o risco de ser contaminado, incrivelmente remoto... A transmissão da lepra se dá diretamente pelo contato com gotículas de saliva, tosse e espirro do doente. 01....medonhamente desfigurados...Os sintomas da lepra incluem manchas anestésicas na pele, insensíveis ao calor ou ao frio, lesões na pele com perda da sensibilidade. 02....mas não sei de ninguém que se tivesse curado...As medidas profiláticas mais importantes no combate à hanseníase consistem na implantação de medidas de saneamento básico, como construção de sistemas de esgotos, o isolamento e tratamento dos doentes com antibióticos e quimioterápicos e a vacinação preventiva BCG ou Tríplice. 03....descobriu que o bacilo causador da doença ...A hanseníase (lepra) é causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, acometendo a pele e órgãos viscerais. 04....pertence ao mesmo gênero do bacilo que ocasiona a tuberculose... a tuberculose é causada pelo Mycobacterium

tuberculosis e acomete, principalmente, os pulmões como também os ossos e os intestinos.

TEXTO: 1 - Comum à questão: 283

283 - (UESC BA/2007) A complexa forma de um animal adulto surge no desenvolvimento em que ocorre 01.o mecanismo de divisão mitótica que gera células geneticamente distintas. 02.a inclusão de novos genes no genoma inicial da célula-ovo. 03.a formação do zigoto caracterizado por um cariótipo distinto em relação ao de seus genitores. 04.a especialização das estruturas anatômicas que emerge em contextos interativos definidos no processo de diferenciação celular. 05.a redução da informação genética de genes específicos para cada tipo celular.

TEXTO: 2 - Comum à questão: 284

O mapa mundi abaixo mostra o itinerário da mais importante viagem que modificou os rumos do pensamento biológico, realizada entre 1831 a 1836. Acompanhe o percurso dessa viagem.

Essa viagem foi comandada pelo jovem capitão FitzRoy que tinha na tripulação do navio H. M. S. Beagle outro jovem, o naturalista Charles Darwin. No dia 27 de dezembro de 1831, o Beagle partiu de Devonport, na Inglaterra, rumo à América do Sul com o objetivo de realizar levantamento hidrográfico e mensuração cronométrica. Durante cinco anos, o Beagle navegou pelas águas dos continentes e, nesta viagem, Darwin observou, analisou e obteve diversas informações da natureza por onde passou, o que culminou em várias publicações, sendo a Origem das Espécies uma das mais divulgadas mundialmente. Contudo, o legado de Darwin é imensurável, pois modificou paradigmas e introduziu uma nova forma de pensar sobre a vida na Terra. Em 2006, completou-se 170 anos do término desta viagem. Nesta prova de Biologia, você é o nosso convidado para acompanhar parte do percurso realizado por Darwin. Boa viagem!

284 - (UFG/2009) No dia dezesseis de janeiro de 1832, o Beagle chega em Tenerife, arquipélago espanhol das Canárias. Darwin teve de renunciar ao sonho de conhecer e explorar essas ilhas porque as autoridades locais proibiram o desembarque, temendo o cólera, que é uma doença causada por

a) vírus, por meio do contato sexual. b) protozoários, pela picada do Anopheles. c) helmintos, por meio da higienização precária de alimentos. d) bactérias, pelo consumo de água e alimentos contaminados. e) fungos, por meio do contágio aéreo.

TEXTO: 3 - Comum às questões: 285, 286

TUBERCULOSE ONTEM E HOJE

No século XIX, a tuberculose era considerada a “doença dos boêmios”. Porém, a tuberculose está mais próxima do que imaginamos. Ela já não é um mal sem cura, mas os índices de contaminação e disseminação ainda são bastante preocupantes. A tuberculose está 5 intimamente ligada à pobreza, aos cinturões de miséria dos grandes aglomerados urbanos modernos e principalmente à má nutrição da população. O Brasil conseguiu barrar o avanço da doença, sobretudo a partir da década de 1970, por meio de programas específicos e efetivos que visavam a deter o contágio pelo bacilo de Koch, chamado 10 cientificamente de Mycobacterium tuberculosis. A estimativa de órgãos oficiais é de que hoje em dia cerca de um terço da população mundial é portadora do bacilo de Koch. É importante ressaltar que a pessoa que tem o bacilo, mas não desenvolveu a doença, não é capaz de transmiti-lo para outras pessoas. Para os portadores do bacilo que não apresentam as complicações de infecção, a expectativa é de que a chance de desenvolvimento da doença seja de apenas 10% 10 para o resto da vida. Já para os portadores do vírus da AIDS, a probabilidade de agravamento clínico da tuberculose chega a 10% ao ano. Portanto, a cada ano, a chance de um HIV+ desenvolver a tuberculose aumenta progressivamente, sendo que, ao final de 10 anos, a grande maioria deve adoecer se não tratar de forma correta sua saúde. (ZAO, Luis Felipe. Tuberculose. Disponível em: <http://www.adelaides.com.br >. Acesso em: 21 ago 2007. Adaptado.)

1

285 - (UFES/2008) Tomando por base o Texto, analise as afirmações a seguir.

I. O Brasil conseguiu barrar o avanço da tuberculose somente a partir da década de 1970. II. A tuberculose não pode ser transmitida sem que o portador do bacilo de Koch tenha desenvolvido a doença.

III. Todos os portadores do bacilo de Koch apresentam algum tipo de complicação relacionado à doença.

É CORRETO afirmar que APENAS a) I é verdadeira. b) I e II são verdadeiras. c) II é verdadeira. d) II e III são verdadeiras. e) III é verdadeira.

286 - (UFES/2008) No tratamento da tuberculose são utilizados antibióticos por um período determinado, e a interrupção do tratamento pode agravar os sintomas. Por isso, na retomada do tratamento, a dose de antibiótico

a) deverá ser menor, pois o organismo humano ficou resistente ao tratamento. b) deverá ser maior para que se eliminem as bactérias que sofreram mutações durante o tratamento. c) deverá ser menor, uma vez que parte do tratamento já foi iniciada, devendo agora ser empregada uma dose suplementar. d) poderá ser suficiente, mas induzirá ao surgimento de novas cepas resistentes no organismo e a próxima infecção será mais forte. e) deverá ser maior, pois cepas das bactérias mais resistentes podem sobreviver no organismo e retornar posteriormente com uma infecção mais difícil de curar.

TEXTO: 4 - Comum às questões: 287, 288

Na vida, quase tudo parece depender das estrelas. Ou melhor, tudo em nossas vidas depende efetivamente de um desses corpos celestes: o Sol, nossa estrela central. Basta lembrar que a vida existe, porque existe a luz do Sol. Conhecer como nascem, vivem e morrem as estrelas é conhecer como surge a luz, bem como tudo aquilo que dá origem e serve de sustentação à vida.

No caso particular de um embrião estelar cuja massa seja igual à do Sol, quando as temperaturas no núcleo atingem cerca de 12 milhões de kelvins, átomos de hidrogênio começam a se fundir, por meio de um processo chamado fusão termonuclear, que consiste na aglutinação de dois átomos, para formar um terceiro, mais pesado. Para estrelas com massa bem maiores que a do Sol, a morte acontecerá na forma de uma explosão catastrófica. A tragédia anuncia-se quando a temperatura do núcleo atinge cerca de 5 bilhões de kelvins. Pode-se falar de quatro grupos taxonômicos no mundo estelar: as estrelas anãs, as subgigantes, as gigantes e as supergigantes. Em cada um desses grupos, as estrelas podem ainda ser classificadas em azuis, amarelas e vermelhas. Aquelas mais quentes apresentam cores azuis; as de temperaturas intermediárias são amarelas; as mais frias têm tons avermelhados. (MEDEIROS, 2009, p. 21-25).

287 - (UFBA/2010) Com base nas informações do texto e nos conhecimentos das Ciências Naturais, é correto afirmar:

01.

A importância do Sol na sustentação da vida se justifica em função de oferecer energia luminosa que, incidindo sobre a planta, é totalmente absorvida e utilizada no metabolismo dos organismos produtores. A hipótese heliocêntrica de Copérnico quanto à organização do sistema solar foi confirmada por Kepler, que estabeleceu que o quadrado do período de revolução de cada planeta em torno do Sol é diretamente proporcional ao cubo da distância média do planeta ao Sol. A enorme quantidade de energia liberada no cosmo pelas estrelas, a partir da reação 1H + 1H → 2He, resulta da emissão de elétrons dos átomos de hidrogênio. A energia de 5,0× 108kcal, produzida quando 4,0g de hidrogênio são transformados em hélio, é inferior à liberada na combustão completa de mil toneladas de carvão, de acordo com a equação C(s) + O2(g) → CO2(g) + 94kcal. A estrela Sirius, a mais brilhante do hemisfério sul, vista por um observador na Terra, é uma imagem virtual da estrela real. A radiação visível emitida por uma estrela que se afasta da Terra, medida por um observador terrestre, apresenta frequência menor que a frequência real emitida pela estrela.

02.

04.

08.

16. 32.

288 - (UFBA/2010)

Sobre nascimento, vida e morte das estrelas e gênese da vida, é correto afirmar:

01.

Uma estrela pode ser reconhecida como fonte de vida, uma vez que elementos químicos integrantes da composição química dos seres vivos têm sua origem na história evolutiva do Sol. Os gases nitrogênio e oxigênio, quando se encontram a uma mesma temperatura, apresentam diferentes valores de energia cinética média por molécula. A energia essencial às etapas iniciais do processo de origem da vida na Terra, segundo a hipótese heterotrófica, decorreu da conversão biológica da energia luminosa em energia química. O volume ocupado por 6,02× 1023 moléculas do gás hélio, He, é igual à metade do ocupado pelo mesmo número de moléculas do gás hidrogênio, H2, nas mesmas condições de temperatura e pressão. As estrelas mais quentes emitem luz de frequência maior do que a da luz emitida pelas estrelas mais frias.
4 A equação 1 H +3 H → H que representa, de modo 1 1 2 e simplificado, o processo de fusão termonuclear em um embrião estelar, revela que os átomos de hidrogênio que reagem para formar o átomo de hélio têm massas atômicas iguais a 1 e a 3.

02.

04.

08.

16. 32.

64.

A morte de estrelas com massa bem maior do que a do Sol ocorre quando a temperatura do núcleo é da ordem de 1010 °C.

TEXTO: 5 - Comum às questões: 289, 290

A humanidade já consome mais recursos naturais do que o planeta é capaz de repor. O colapso é visível nas florestas, nos oceanos e nos rios. O ritmo atual de consumo é uma ameaça para a prosperidade futura da humanidade. ... Hoje, a humanidade utiliza metade das fontes de água doce do planeta. Em quarenta anos, utilizará 80%. Dos rios do mundo, 50% estão poluídos. ... O planeta é formado por 15 bilhões de hectares de terras, mas só 12% delas servem para o cultivo. ... Das 200 espécies de peixe com maior interesse comercial, 120 são exploradas além do nível sustentável.

... Estima-se que 40% da área dos oceanos esteja gravemente degradada pela ação do homem. Das 1400 espécies de coral conhecidas, 13 estavam ameaçadas de extinção há dez anos. Hoje são 231. ... Desde 1961, a quantidade de dióxido de carbono liberada pela humanidade na atmosfera com a queima de combustíveis fósseis cresceu dez vezes. (LIMA; VIEIRA, 2008, p. 96-99).

289 - (UFBA/2010) A partir das constatações explicitadas no texto, uma abordagem das Ciências Naturais permite afirmar:

01.

O cenário do consumo de recursos naturais além do que o planeta Terra é capaz de repor pode ser interpretado como uma diminuição da entropia do universo, de acordo com a segunda lei da termodinâmica. O aumento da quantidade de dióxido de carbono liberada na atmosfera terrestre é o principal fator para a redução da camada de ozônio na alta atmosfera. A alteração do pH do solo destinado ao plantio de 5,0 para 7,0 implica redução em duas unidades da concentração de íons O − H nele presentes. A fusão de grandes blocos de gelo flutuantes retirados do mar da região ártica possibilita a obtenção de água doce para as pequenas populações ali inseridas.

02.

04.

08.

16.O aumento do nível dos oceanos provocado pelo derretimento de geleiras contribui para aumentar o valor da pressão atmosférica na superfície do mar. 32.A poluição dos rios por esgotos domiciliares proporciona uma sobrecarga de resíduos orgânicos, o que repercute no fenômeno de eutrofização que envolve maior consumo de oxigênio, criando condições desfavoráveis à sobrevivência de populações de peixes.

290 - (UFBA/2010) Em relação às consequências da degradação do planeta e às medidas que possam contribuir para a preservação da biosfera, é correto afirmar:

01.

Os oceanos sequestram carbono no processo de produção primária marinha, o que contribui para a moderação dos impactos do clima na vida terrestre. A acidificação dos oceanos, devido ao aumento da concentração de CO2 na atmosfera, reduz o pH do meio aquático contribuindo para a degradação de corais. O aquecimento do planeta Terra que causa, dentre outros problemas, secas, inundações, acidificação dos oceanos e extinção de espécies está relacionado com a refração da radiação solar do espaço para a atmosfera terrestre. A correção do pH do solo de 5,0 para 6,0 promove maior disponibilidade de nutrientes, como potássio, magnésio, cálcio e fósforo, às plantas, e, sendo assim, solos alcalinos favorecem ao plantio. A extinção do sapo-dourado-panamenho está associada ao desequilíbrio da relação parasita/hospedeiro, em decorrência de alterações climáticas. A perda da variabilidade genética, devido à extinção da subespécie do rinoceronte-negro da África Ocidental, diminui o potencial evolutivo das demais subespécies.

02.

04.

08.

16.

32.

TEXTO: 6 - Comum às questões: 291, 292

O alto preço dos alimentos constitui, ao lado da questão energética, uma das maiores preocupações da economia mundial. [...] Nos últimos anos, as cotações do trigo, do arroz, do milho e da soja dispararam, afetando a vida de bilhões de pessoas. [...] De acordo com relatório divulgado pela ONU em abril de 2008, “A comida é mais barata e as dietas são melhores do que há 40 anos, mas a subnutrição e a insegurança alimentar ameaçam milhões”. [...]

O aumento das temperaturas e o declínio das precipitações nas regiões semiáridas vão reduzir a produção de milho, trigo, arroz e outras culturas primárias. (ARAIA, 2008, p. 20-25).

291 - (UFBA/2010) Com base em conhecimentos das Ciências Naturais, uma análise da situação apresentada permite afirmar:

01.

Uma dieta feita exclusivamente com grãos de soja e arroz impossibilita a incorporação de substâncias que apresentam ligações peptídicas nas moléculas. A degradação de carboidratos nas células inclui reações que apresentam variação de entalpia negativa. O aumento nas cotações do trigo e da soja pode repercutir em subnutrição pela dificuldade de acesso a alimentos ricos em nutrientes energéticos e estruturais. A reação dos vegetais ao aumento da temperatura ambiente decorre da ausência de mecanismos celulares para controle térmico. O peso de um caminhão que transporta uma carga excessiva de grãos danifica a estrada porque a força normal produz elevação e ondulação do asfalto. Um pacote de alimentos abandonado de um avião que voa horizontalmente a 405,0m de altura, com velocidade de 50,0m/s, sobre uma comunidade isolada, alcança uma distância de 450,0m na horizontal, medida a partir do ponto de lançamento, desprezando-se a resistência do ar e admitindo-se o módulo da aceleração da gravidade igual a 10,0m/s2. Uma porção de alimento com 70,0kcal tem energia equivalente àquela necessária para realizar o trabalho de levantar um peso de 20,0kgf a uma altura de 1,5m, considerando-se uma caloria igual a quatro joules.

02. 04.

08. 16.

32.

64.

292 - (UFBA/2010) Conhecimentos das Ciências Naturais associados ao cultivo de vegetais permitem afirmar:

01.

A vida autotrófica dos vegetais é uma evidência da independência dos produtores em relação à existência de microorganismos que vivem no solo.

02.

A seleção da soja como espécie agrícola deve ser associada, entre outras características, à sua relação coevolutiva com microorganismos que fazem a fixação biológica do nitrogênio atmosférico.
O − Os íons N 3 constituintes da seiva mineral, são partículas que apresentam ligações covalentes e 32 elétrons na estrutura química.

04. 08.

O superfosfato, Ca(H2PO4)2, fertilizante de solo muito eficiente, é um sal que, dissolvido em água, produz uma espécie química de caráter anfótero, de acordo com a teoria de Brönsted-Lowry. Uma bomba que consome 12HP e dissipa 3HP, durante a operação de retirar água de um poço para irrigar plantações, apresenta rendimento igual a 75%.

16.

TEXTO: 7 - Comum às questões: 293, 294

Longe de ser apenas um personagem que enriquece o imaginário popular brasileiro, o boto é um indicador natural do nível de mercúrio presente no ambiente aquático por acumular esse metal tóxico nos seus tecidos. Com o objetivo de avaliar o grau de poluição dos ecossistemas marinhos, pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz observaram 20 amostras de músculos de botos-cinzas que habitam a costa marítima fluminense e 27 amostras de animais provenientes do litoral do Amapá, que viviam no estuário do Rio Amazonas. O boto-cinza (Sothalia guianenses) é membro da família dos delfinídeos – a mesma dos golfinhos. É um animal que vive bastante, até 30 anos, alimenta-se de lulas, camarões e peixes, especialmente do peixe-espada (Trichuerus lepturus), um predador que também acumula mercúrio. Habita estritamente em regiões costeiras, em áreas de até 50 metros de profundidade, e não realiza grande migração. Nos mamíferos coletados no Amapá, o teor de mercúrio variou de 0,07 a 0,79μg/g de músculo, em peso úmido, com média de 0,38μg/g. Já nos animais do Rio de Janeiro, a variação foi de 0,2 a 1,66μg/g, com média de 1,07μg/g. (BOTO ajuda a indicar..., 2009).

293 - (UFBA/2010) Em relação ao mercúrio como agente contaminante do ambiente aquático e considerando as informações do texto, pode-se afirmar:

01.

O mercúrio é o elemento de maior densidade de seu grupo na Tabela Periódica.

02.

Bactérias atuam sobre o mercúrio, presente em rios e mares, convertendo-o em uma espécie química não absorvível pelos seres vivos. Os compostos organometálicos de mercúrio, de maior efeito tóxico para o homem, a exemplo do CH3HgCl, apresentam ligações metálicas na estrutura química. O mercúrio acumulado no corpo de um boto-cinza contribui para aumentar a resistência elétrica do mamífero. O percentual estimado de metilmercúrio, CH3Hg+, em águas salobras de pH 6, pH 7 e pH 8, é de 1,9, 0,7 e 0,04, respectivamente, logo a concentração desse cátion é tanto menor quanto menor for a concentração hidrogeniônica desse meio aquático. A pesca de peixes de 5,0kg que contenham 0,5μg de mercúrio em seus músculos é vetada nos Estados Unidos, uma vez que a principal agência reguladora do consumo de alimentos daquele país proibe a pesca de espécies marinhas que apresentam 1,0μg/g de mercúrio no tecido muscular.

04.

08. 16.

32.

294 - (UFBA/2010) Em relação à biologia do boto e considerando seu comportamento frente às condições físicas e químicas do ambiente aquático, é correto afirmar:

01.

A condição do boto-cinza de indicador natural está associada à posição que ocupa nas cadeias alimentares marinhas, configurando um exemplo de biomagnificação. Botos e golfinhos compartilham características morfofisiológicas que possibilitam agrupá-los em uma mesma classe. O boto-cinza que habita na região costeira fica submetido a uma pressão máxima de 6,0atm, considerando a densidade da água do mar igual a 1,2g/cm3, o módulo de aceleração da gravidade local igual a 10,0m/s2 e 1atm igual a 1,0× 105Pa. Ambientes costeiros com profundidade de constituem o nicho ecológico de Sothalia guianenses. até 50,0m

02. 04.

08. 16.

O teor médio de mercúrio encontrado em 1,0g de músculo de mamíferos do litoral fluminense é, aproximadamente, cinco vezes maior do que a massa do íon Hg+ encontrada em um litro de solução de HgCl, Kps=1,0× 10–18 (mol/L)2, a 25°C. Um boto-cinza de 60,0kg nadando horizontalmente com velocidade de módulo igual a 10,0m/s engole um peixe-espada de 5,0kg, que se encontra em repouso e, imediatamente após, tem a sua velocidade reduzida para, aproximadamente, 9,2m/s.

32.

TEXTO: 8 - Comum às questões: 295, 296

Oceanos com aproximadamente 1,5× 1021 litros de água cobrem 70% da Terra e atuam como sistemas coletores e de armazenamento de energia. Esse potencial se manifesta de diversas formas: ondas, marés, correntes marinhas, gradientes térmicos e de salinidade. A força geradora das marés depende, dentre outros fatores, da resultante gravitacional do sistema Sol-Terra-Lua. Correntes que fluem para os oceanos transportam anualmente 1,5× 1011kg de íons sódio, cuja concentração nas águas dos oceanos tem valor médio de 10,70g/dm3. (STEFEN, 2008-2009, p. 76-81).

295 - (UFBA/2010) Uma análise de aspectos físicos, químicos e biológicos aplicada a ambientes marinhos permite afirmar:

01.

A força de atração do Sol sobre a Terra tem o mesmo sentido da força de atração da Terra sobre a Lua, quando o sistema formado por esses corpos se encontra alinhado na ordem Sol-Terra-Lua. A idade dos oceanos, estimada a partir da concentração de íons sódio nas águas oceânicas, é da ordem de 108 anos. Dentre os íons presentes em maior quantidade na água do mar, Cl–, Na+, SO 2 −, Mg2+ , Ca2+ e K+ existem pares de espécies 4 isoeletrônicas. A solução preparada dissolvendo-se 35,0g de sais em 1,0 litro de água – de densidade igual a 1,0g/mL – tem concentração salina igual à de uma amostra de água do mar cujo índice de salinidade seja igual a 3,5% em massa, média de salinidade dos oceanos do planeta Terra. O transporte de água nas células de organismos que vivem em ambientes hipersalinos se efetua contra o gradiente de concentração, evitando a desidratação. A excreção de resíduos nitrogenados em grande número de espécies marinhas, inclusive nos peixes ósseos, ocorre, principalmente, sob a forma de amônia, composto muito solúvel na água.

02. 04.

08.

16.

32.

296 - (UFBA/2010) A possibilidade de exploração dos oceanos como recurso natural e os fenômenos a eles associados permitem considerar:

01.

As comunidades marinhas estabelecidas sob condições específicas, expressando a indissociabilidade entre os meios biótico e abiótico, são sistemas originais e vulneráveis, o que impõe limites à exploração dos oceanos. As ondas produzidas em um tanque de simulação das condições do mar refratam mantendo a mesma frequência da fonte geradora da perturbação. A obtenção de água potável a partir da água do mar, por meio da osmose reversa – processo oposto ao da osmose – exige que a água do mar seja isotônica em relação à água doce. As cadeias tróficas marinhas representam o potencial dos oceanos como sistemas de oferta de uma matriz energética limpa e renovável. A potência instalada de 100,0kW no conversor de ondas em eletricidade, no quebra-mar de um porto, é equivalente à capacidade de fornecimento de 1,0× 105J de energia a cada segundo. A elevação da temperatura do planeta Terra, provocada pelo crescente aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, promove a redução da salinidade de mares e oceanos, devido ao fenômeno da evaporação.

02.

04.

08.

16.

32.

TEXTO: 9 - Comum às questões: 297, 298

A água é utilizada também para gerar energia. Para distribuir água, é preciso energia. Os dois recursos limitam-se mutuamente. A Terra tem um volume de água doce dezenas de milhares de vezes maior do que o consumo anual dos seres humanos. Infelizmente, a maior parte dela está presa em reservatórios subterrâneos, gelo permanente e camadas de neve; uma quantidade relativamente pequena está armazenada em rios e lagos acessíveis e renováveis. As usinas termoelétricas – que consomem carvão, petróleo, gás natural ou urânio – geram mais de 90% de eletricidade nos Estados Unidos e gastam água em excesso. (WEBBER, 2008-2009, p. 28-35)

297 - (UFBA/2010) A preocupação com o uso racional da água – recurso de importância vital – é justificada, porque

01.

a utilização de usinas hidroelétricas para a produção de energia, embora use volumes consideráveis de água, não causa qualquer impacto ambiental.

02.o vapor de água é a substância operante que realiza trabalho útil nas turbinas de usinas nucleares e termoelétricas.

04.

a água é essencial para a fisiologia celular, uma vez que, entre outras ações, substitui, com eficiência, as enzimas nas reações de hidrólise que se realizam no citoplasma das células eucarióticas. a carência de água na desestruturação de comunidades, primária de biomassa. natureza pode gerar uma por comprometer a síntese

08.

16.

a desertificação extensiva da superfície do planeta Terra, afetando fisiologicamente a base produtora, ocasionaria um colapso no sistema vivo, comprometendo a manutenção das condições atmosféricas imprescindíveis à vida atual.

298 - (UFBA/2010) A partir da análise das informações e considerando os conhecimentos das Ciências Naturais, é correto afirmar:

01.

Uma vantagem do uso do hidrogênio em células de combustível para produzir energia é que esse gás, tendo densidade igual a 0,071g/mL nas condições padrão, pode ser armazenado em recipientes pequenos. O consumo de água na produção de etanol é maior, comparado aos outros combustíveis, considerando que há uma demanda de água durante o ciclo de vida total da planta até a chegada do combustível nos postos de abastecimento. A máxima quantidade de matéria de água necessária à geração de 1,0MWh de eletricidade, a partir do carvão e do petróleo, é cerca de 1,05× 107mol, sendo a densidade da água igual a 1,0g/cm3. A obtenção da gasolina envolve menor consumo de água, porque a formação do petróleo inclui, predominantemente, a biomassa de organismos que realizavam fotossíntese anaeróbica, não usando, portanto, água na fase clara. quantidade de energia liberada na reação 1 H 2 ( g ) + O 2 ( g ) → H 2 O ( g ) é menor do que a liberada quando 2 hidrogênio gasoso e oxigênio gasoso reagem para produzir água líquida. Um carro elétrico híbrido plug-in que, partindo do repouso, atingisse 54,0km/h no intervalo de 10,0 segundos, mantivesse essa velocidade durante 10,0 minutos e, em seguida, desacelerasse uniformemente com 2,5m/s2 até parar, consumiria aproximadamente 5,0 litros de água na produção do combustível utilizado. A

02.

04.

08.

16.

32.

TEXTO: 10 - Comum às questões: 299, 300

A revolução energética deve começar pelo fim da dependência do petróleo como fonte de combustível dos veículos. O transporte é responsável por 13,1% das emissões de gases que provocam o aquecimento global. Isso ocorre porque, sem levar em consideração o etanol brasileiro, o 1 bilhão de automóveis que rodam no mundo queima derivados de petróleo: diesel e gasolina. “A China anunciou investimento de US$221 bilhões para tornar sua matriz energética mais verde”. “Cientistas americanos criam combustível a partir da grama”. substâncias sintéticas para gerar

“Até 2020, todos os modelos de carro terão versões híbridas. Algumas movidas a hidrogênio”. “Em 2030, 20% da eletricidade consumida nos Estados Unidos deverá ser gerada pelo vento”. “No Reino Unido, qualquer cidadão pode pedir uma auditoria energética para residências e empresas”. Uma solução para reduzir os custos e as emissões na geração de hidrogênio pode vir de uma alga unicelular presente no solo, a Chlamydomonas reinhardtii. Cientistas descobriram como gerar hidrogênio a partir de um mutante desse organismo criado em laboratório. Outra aposta para diminuir o consumo de petróleo são os combustíveis derivados de compostos furânicos – substâncias químicas obtidas do açúcar. Esses materiais são convertidos em “furfurais”, um combustível com mais energia que o etanol. Outra vantagem dos furânicos é que são compatíveis com os motores de veículos e os postos de gasolina usados atualmente. (ARINI; MANSUR, 2009, p. 113-119).

299 - (UFBA/2010) Uma análise de características de organismos que poderiam contribuir na solução do problema energético, bem como da produção e utilização racional de fontes mais limpas de energia, permite afirmar:

01.

As algas foram incluídas no reino Protoctista por Lineu, no século XVIII, quando propôs uma classificação biológica, expressando uma hierarquia taxonômica. Células de Chlamydomonas reinhardtii realizam síntese proteica em ribossomos livres no citosol ou associados às membranas do retículo endoplasmático rugoso.

02.

04.

A obtenção de mutantes unicelulares envolve mudanças no código genético, originando novas mensagens que criam um organismo transgênico. Uma auditoria energética avalia a energia elétrica consumida por uma lâmpada incandescente de 100,0W, ligada, corretamente, 8 horas por dia, durante 30 dias, como sendo igual a 24,0kWh. O catavento de um gerador eólico que gira com 60 revoluções por minuto tem frequência igual a 1,5 hertz. A geração de eletricidade, em uma usina eólica, depende da intensidade do fluxo magnético manter-se constante nas bobinas do gerador. O furfural HMF, representado pela fórmula evidencia os grupos funcionais dos éteres e dos aldeídos. ,

08.

16. 32.

64.

300 - (UFBA/2010) Considerando-se os avanços tecnológicos decorrentes da busca da independência do petróleo como fonte de energia e a perspectiva de reduzir a poluição ambiental, é correto afirmar:

01.

Uma consequência esperada do fim da dependência do petróleo como combustível de veículos deverá ser a inversão na rota do ciclo de carbono, com menor sequestro de CO2. O calor de combustão do etanol, C2H6O, é de 1400,0kJ/mol e o da gasolina, representada por C8H18, é de 5400,0kJ/mol e, assim sendo, são necessários cerca de 4 litros de etanol – densidade 0,81g/cm3 – para que se obtenha o mesmo rendimento de 1 litro de gasolina – densidade 0,72g/cm3. A fermentação realizada por fungos difere da fermentação lática no músculo esquelético em suas etapas iniciais, não fosforilando a glicose nem aproveitando o poder oxidante do NAD. A reação global da célula de combustível, representada pela 1 equação H 2 ( g ) + O 2 ( g ) → H 2 O ( ) permite identificar o hidrogênio 2 como integrante da reação que ocorre no ânodo da pilha. A fuligem proveniente da queima de carvão, altamente poluente, realiza movimento ascendente no interior de uma chaminé, devido às correntes de convexão térmica. A reação 2 Li + I 2 → 2 Lil , que fornece a energia necessária ao funcionamento de um pequeno carro elétrico, indica que o potencial de redução do lítio é inferior ao do iodo.

02.

04.

08.

16.

32.

TEXTO: 11 - Comum às questões: 301, 302

Milhares de atratores luminosos ou bastões de luz (lightsticks) são descartados na costa brasileira por navios que utilizam a técnica de pesca conhecida como espinhel – linha resistente com grande quantidade de anzóis enfileirados. Os atratores são bastões de plástico transparente que contêm um líquido oleoso colorido cujos componentes são perigosos para muitos organismos, inclusive o do ser humano. A exposição de células em cultura a esse óleo causou alterações em proteínas e no material genético (DNA), prejudicou funções celulares e levou parte delas à morte. A curiosidade e a luta pela sobrevivência levaram pescadores e catadores de lixo a “inventar” novos usos para esse material, como formicida, óleo para bronzeamento ou massagem e remédio para dores nas juntas, inflamações e vitiligo. Essas práticas trazem sérios riscos à saúde dos usuários, já que o líquido dos bastões, além de tóxico para as células e o DNA, pode provocar alergias e mutações. O uso do conteúdo dos atratores luminosos como bronzeador pode levar a processos inflamatórios e a envelhecimento precoce e a desenvolvimento de câncer de pele, incluindo o temido melanoma. A exposição de células do fígado (mantidas em cultura) a um volume mínimo (0,25 microlitro) do líquido extraído de atratores luminosos usados, dissolvido em 20 mililitros do meio de cultura, levou 20% dessas células à morte após 16 horas. (BECHARA et al., 2009, p. 43-48).

301 - (UFBA/2010) A análise do comportamento dos constituintes dos atratores luminosos, inclusive das suas repercussões na vida nos níveis celular e molecular, permite afirmar:

01.

As funções celulares são prejudicadas porque resíduos tóxicos impedem a ocorrência simultânea dos processos de transcrição e tradução inerente à célula eucariótica. Hepatócitos e células epiteliais evidenciam em suas características específicas a expressão de todo o genoma, uma vez que se originam de uma mesma célula-ovo por processos de multiplicação e diferenciação. A experiência que resultou em 20% de células de fígado mortas, após 16 horas de exposição ao líquido extraído de atratores luminosos descartados, utilizou um volume mínimo do líquido dos atratores da ordem de 10−7 litros. Mutações presentes em gametas de indivíduos submetidos à contaminação decorrente dos atratores podem ser transmitidas à

02.

04.

08.

descendência, independentemente recessiva do alelo. 16.

da

natureza

dominante

ou

O contato direto dos limpadores de chaminés com a fuligem, composta de hidrocarbonetos semelhantes àqueles presentes nos atratores luminosos, pode ser evitado utilizando-se filtros eletrostáticos que capturam partículas de fuligem desviadas sob a ação de um campo elétrico.

302 - (UFBA/2010) Os conhecimentos da Física, da Química e da Biologia associados às informações do texto permitem afirmar:

01.

A emissão de luz pelos átomos das moléculas de substâncias luminescentes está associada ao movimento de elétrons de camadas de maior energia para as de menor energia. Os raios de luz emitidos por atratores luminosos que se propagam perpendicularmente à superfície de separação água-ar mudam de direção. A interseção entre raios de luz provenientes de dois atratores luminosos ocorre mantendo as direções de propagação dos raios que se cruzam. O salicilato de sódio, catalisador da principal reação química que ocorre nos atratores luminosos, é um éster que promove o aumento da energia de ativação da reação. O ácido ftálico, C6H4(COOH)2, substância da qual deriva o solvente viscoso dos bastões de luz, é um diácido que apresenta núcleo benzênico na estrutura molecular. Alterações em proteínas podem ser consequência de erros de informação genética que se evidenciam na cadeia polipeptídica, durante o processo de tradução. Danos no DNA humano são sempre irreversíveis devido à inexistência de enzimas que promovem o reparo no segmento alterado.

02.

04.

08.

16.

32.

64.

GABARITO:

1) Gab: E

2) Gab: D

3) Gab: Como o caule curvou-se para a direita concluímos que as células da esquerda cresceram mais e, portanto, a concentração de 10-5 molar de auxina estimula o crescimento de células do caule. Por outro lado, a raiz cresceu para a esquerda, o que significa que as células da direita (que não receberam o hormônio) cresceram mais. Consequentemente a concentração de 10-5 molar inibe o crescimento de células da raiz. Essas conclusões são compatíveis com a curva A correspondendo a raiz e a curva B correspondendo ao caule.

4) Gab: CCCECE

5) Gab: CCECCE

6) Gab: CECC

7) Gab: As plantas de dias longos (PDL) necessitam de noites curtas (é o comprimento da noite e não o do dia que é critério para a floração), florescendo quando submetidos a noites longas interrompidas pela luz.

8) Gab: FFVVF

9) Gab: 37

10) Gab: b.1) b.2) Hormônios e luz solar Ápice dos coleóptilos

b.3) Com a poda, há retirada da gema apical e as gemas axilares saem da dormência (estado em que estavam devido à diferença na concentração de AIA, produzindo ramos laterais, folhas e flores.

11) Gab: C

12) Gab: B

13) Gab: A

14) Gab: D

15) Gab: C

16) Gab: B

17) Gab: B

18) Gab: C

19) Gab: VVVVVF

20) Gab: C

21) Gab: B

22) Gab: C

23) Gab: A

24) Gab: A

25) Gab: D

26) Gab: A

27) Gab: a) Os fitocromos.

b) Ao absorver luz a 660 nm o fitocromo vermelho curto é convertido em fitocromo vermelho longo (a forma ativa do pigmento) que está relacionado a várias atividades fisiológicas das plantas como, por exemplo, a germinação das sementes. As duas formas do pigmento são interconversíveis: fitocromo vermelho curto
660nm   → ←   730nm

fitocromo vermelho longo

No 1o grupo a germinação estará ativa pois, a 10a iluminação ocorreu a 660 nm, convertendo o pigmento à forma ativa. Já no 2o grupo, a 10a iluminação ocorreu a 730 nm, convertendo o pigmento à forma inativa, impedindo, assim, a germinação das sementes. Independentemente de quantos lampejos forem dados, as sementes respondem somente ao último deles.

28) Gab: D

29) Gab: C

30) Gab: C

31) Gab: C

32) Gab: B

33) Gab: D

34) Gab: 25

35) Gab: A

36) Gab: D

37) Gab: C

38) Gab: VVFFV

39) Gab: a) Planta A: PDC Planta B: PDL b) Fotoperíodo crítico é um valor (variável de espécie para espécie, mas constante para uma mesma espécie) de luminosidade até o qual, ou a partir do qual, a planta deve receber para florescer. c)

40) Gab: E

41) Gab: A

42) Gab: C

43) Gab: C

44) Gab: C

45) Gab: C

46) Gab: A

47) Gab: D

48) Gab: FFVFFV

49) Gab: 49

50) Gab: VFVF

51) Gab: 79

52) Gab: 45

53) Gab: 13

54) Gab: 44

55) Gab: D

56) Gab: C

57) Gab: A

58) Gab: B

59) Gab: E

60) Gab: D

61) Gab: D

62) Gab: B

63) Gab: D

64) Gab: C

65) Gab: C

66) Gab: A

67) Gab: D

68) Gab: E

69) Gab: B

70) Gab: D

71) Gab: E

72) Gab: E

73) Gab: D

74) Gab: E

75) Gab: C

76) Gab: D

77) Gab: E

78) Gab: A

79) Gab: B

80) Gab: D

81) Gab: D

82) Gab: B

83) Gab: D

84) Gab: D

85) Gab: E

86) Gab: B

87) Gab: C

88) Gab: C

89) Gab: A

90) Gab: E

91) Gab: D

92) Gab: D

93) Gab: B

94) Gab: D

95) Gab: A

96) Gab: E

97) Gab: A

98) Gab: D

99) Gab: B

100) Gab: D

101) Gab: B

102) Gab: ECEC

103) Gab: E

104) Gab: A

105) Gab: B

106) Gab: FFFVFFF

107) Gab: a) Cobra, lagarto e sapo (são animais pecilotérmicos) b) Por que são animais pecilotérmicos ou heterotérmicos. Esses animais (cobra, lagarto e sapo) não apresentam uma camada gordurosa. O tegumento denominada hipoderme funciona como isolante térmico, por isso a temperatura corporal varia com a temperatura do meio ambiente em que vivem esses animais. c) Macaco: mamíferos; Águia: aves; Cobra e lagarto: répteis; Sapo: anfíbios

108) Gab: D

109) Gab: C

110) Gab: E

111) Gab: D

112) Gab: A

113) Gab: E

114) Gab: E

115) Gab: 96

116) Gab: D

117) Gab: A

118) Gab: C

119) Gab: 24

120) Gab: a) A classe representada pelo número V é a classe dos mamíferos. O anexo embrionário exclusivo dessa classe é a placenta. b) O grupo II corresponde aos anfíbios. No estágio adulto os anfíbios têm respiração pulmonar e cutânea, enquanto os animais do grupo I, peixes, respiram durante toda a vida por brânquias. O grupo III corresponde aos répteis, cuja mais importante aquisição evolutiva em relação à reprodução refere-se à formação de ovos com âmnio, alantóide e casca dura (calcária), além da fecundação interna. Nos anfíbios (II) essas características não ocorrem.

121) Gab: 49

122) Gab: 42

123) Gab: a) Brânquias: possuem áreas extremamente irrigadas que permitem a troca direta dos gases com a água. Traquéia: o óstio está em contato direto com o ar e as ramificações de traquéia entre diretamente em contato com as células. Pulmões: epitélio muito vascularizado (alvéolos) que fazem a difusão do oxigênio e do gás carbônico com o ar. b) Porque nos insetos terrestres não há hemopigmentos responsáveis pelo transporte dos gases. c) Ocorre porque os animais endotérmicos consomem mais oxigênio na tentativa de manter a temperatura corporal constante (fato que justifica o alto metabolismo desses animais).

124) Gab: E

125) Gab: C

126) Gab: E

127) Gab: B

128) Gab: B

129) Gab: A

130) Gab: C

131) Gab: VFFFF

132) Gab: FFFVVF

133) Gab: FVVF

134) Gab: A

135) Gab: B

136) Gab: A

137) Gab: VVFVF

138) Gab: B

139) Gab: a) Aves e mamíferos são homeotérmicos, mantendo a temperatura interna constante. b) Nessa região a água do mar possui temperatura mais elevada em relação à superfície terrestre.

140) Gab: a) presença de notocorda; presença de fendas faríngeas (branquiais); presença de tubo nervoso dorsal. b) Com o desenvolvimento da mandíbula, permitiu-se novos hábitos alimentares, auxiliando assim para melhor adaptação do grupo.

141) Gab: 12

142) Gab: a) notocorda: bastão firme e flexível, situado no dorso do embrião, é originado da mesoderme e apresenta a função de sustentar o tubo nervoso. Na maioria dos cordados esta estrutura desaparece no fim da vida embrionária e ocorre a substituição pela coluna vertebral. b) Tubo nervoso dorsal: esta estrutura é que dará origem a todo sistema nervoso do animal, a presença desta estrutura diferencia o filo dos cordados de todos os outros filos.

c) Fendas faríngeas: essas estruturas permanecem nos indivíduos aquático e desaparecem nos indivíduos terrestres no decorrer do desenvolvimento embrionário.

143) Gab: E

144) Gab: C

145) Gab: 26

146) Gab: B

147) Gab: A

148) Gab: a)

b) Grupos: répteis, aves e mamíferos. Contribuiu para a sobrevivência no meio terrestre (impede a desidratação do embrião; reduz os impactos “mecanismos”) c) Glândula uropigiana das aves: Impermeabilização Adaptação ao vôo; exploração ambiente aquático das penas.

Glândulas mucosas nos peixes: Reduz o atrito na água, favorecendo o deslocamento (Locomoção). Glândulas mucosas nos anfíbios: Permite trocas gasosas tegumentares (Respiração cutânea).

149) Gab: 12

150) Gab: a) Entre os mamíferos, os marsupiais se distinguem por apresentar: • placenta decídua (temporária); • bolsa externa (marsúpio). b) Características de aves em comum com os répteis: • ovos amnióticos, com casca e anexos embrionários (âmnion, córion, alantóide e saco vitelínico); • fecundação interna; • respiração pulmonar; • cloaca. c) Para a adequação de zebras, girafas, leões e antílopes no parque Zoológico é necessário criar um ambiente de savana, que corresponde ao habitat natural desses animais. As principais características desse ambiente são: • grande quantidade de gramíneas; • árvores ou arbustos esparsos.

151) Gab: C

152) Gab: A

153) Gab: C

154) Gab: B

155) Gab: B

156) Gab: VFFVF

157) Gab: A

158) Gab: C

159) Gab: B

160) Gab: 44

161) Gab: A

162) Gab: A

163) Gab: A

164) Gab: C

165) Gab: 1. 2. a) répteis b) peixes osteictes c) peixes primitivos d) répteis e) peixes osteictes 3. a) ”Os bichos teriam perdido suas patas como forma de se adaptar à vida colocada ao solo, entrando em buracos e se escondendo sob as folhas caídas das árvores” b) trecho 1. ”O novo fóssil, descoberto na Argentina, seria justamente o golpe decisivo para mostrar que essa origem rés–do–chão, e não uma supostagênese marinha” trecho 2. ”Aparentemente, a resposta pode ser dada pela observação de lagartos atuais que escavam galerias no subsolo ou ocupam tocas feitas por outros organismos”

166) Gab: B

167) Gab: a) I; lamprécos, feiticeiros, répteis b) V, VII c) glândulas uropigenos, ossos pneumáticos

168) Gab: a) Os candidatos deveriam responder que a mandíbula foi uma novidade evolutiva importante, pois permitiu aos vertebrados diversificarem a alimentação. Deveriam indicar o Ponto 3. b) No item b os candidatos deveriam indicar, entre outras inovações, que o surgimento dos tetrápodos, isto é, animais com pernas e cintura pélvica ou escapular, no Ponto 5, foram importantes para a sustentação do corpo em substratos duros, pois estes puderam sair da água, porém não totalmente, porque ainda dependem dela para se reproduzirem. Posteriormente os candidatos deveriam indicar que, no Ponto 6, houve o surgimento do ovo amniótico. Este ovo, protegido por uma casa calcárea, contém os anexos embrionários, permitindo a proteção do embrião contra desidratação e choques. Desta forma ocorre a independência da água para a reprodução e a ocupação definitiva do meio terrestre. Poderiam indicar também, a presença de pele queratinizada e a excreção por ácido úrico.

169) Gab: E

170) Gab: C

171) Gab: B

172) Gab: A

173) Gab: D

174) Gab: C

175) Gab: E

176) Gab: 11

177) Gab: D

178) Gab: B

179) Gab: B

180) Gab: Os grupos presentes nos ramos à direita do ramo A são deuterostômios, ou seja, durante o desenvolvimento embrionário o blastóporo origina somente o ânus. Os grupos presentes à direita do ramo B são protostômios; nesse caso, o blastóporo origina a boca e o ânus. O ramo marcado com a letra C tem somente um grupo que apresenta notocorda, fendas branquiais e sistema nervoso dorsal em pelo menos uma fase do desenvolvimento. O grupo do ramo D apresenta exoesqueleto de quitina e apêndices articulados como características exclusivas.

181) Gab: A

182) Gab: A Poríferos B Cnidários C Platelmintos D Nematodos E Anelídeos F Artrópodes

G Moluscos H Equinodermos I Cordados

1 Triblásticos 2 Pseudocelomados 3 Deuterostômios

183) Gab: notocórdio, notocorda ou corda dorsal tubo nervoso dorsal fendas faringianas ou branquiais cauda pós-anal

184) Gab: E

185) Gab: B

186) Gab: E

187) Gab: C

188) Gab:

a)

Características comuns entre cordados e invertebrados Duas características dentre : Heterotróficos; pluri ou multicelulares; tecidos verdadeiros; sistemas; eu metazoa; simetria bilateral ou bilateria; triblásticos ou triploblásticos; blástula e mórula no desenvolvimento embrionário; celomados ou enterocelomados; corpo segmentado ou metameria; deuterostomia; circulação fechada; sistema disgestório completo; cefalização do sistema nervoso, entre outras

Características exclusivas dos cordados Notocorda ou corda dorsal; sistema nervoso dorsal ou tubo neural dorsal; cauda musculosa pós - dorsal ou cauda pós - anal com mús culos ou apêndice caudal; coluna vertebral ou coluna espinhal ou espinha dorsal; medula espinhal; vértebras; endoesqueleto; cartilagens; endóstilo; glândula tireóidea; fendas branquiais ou fendas faringianas; anexos embri onários ou cório, amnion e alantóide; saco vitelínico; pulmão parenquimatoso; bexiga natatória; sistema cardio - vascular ou sistema circulatório completo; dia fragma; glândulas mamá rias, sudoríparas; pernas; pelos; penas; escamas, entra outras

b) Os tubarões conseguem manter baixa sua densidade por meio dos altos teores de óleo no fígado. Com isso, eles não precisam nadar o tempo todo para não afundar. c) As principais estruturas de defesa dos anfíbios são as glândulas de veneno encontradas na pele. Essas glândulas liberam o veneno somente quando comprimidas, o que ocorre quando esses animais são abocanhados por um predador.

189) Gab: a) > Epiderme impermeável, queratinizada, que facilita a vida em ambientes secos. > Excreção de ácido úrico, que é um resíduo nitrogenado que é menor tóxico que a amônia e requer pequena quantidade de água em sua eliminação. b) > Maior disponibilidade de alimentos, visto que as plantas e alguns animais invertebrados já tinham conquistado esse meio. > Ausência de predadores naturais. c) > Embora os anfíbios realizem parcialmente a respiração pulmonar eles ainda dependem da água para realizar sua respiração cutânea.

> Como a fecundação dos anfíbios é externa, seus ovos ainda não possuem casca, podendo facilmente se desidratar em ambiente terrestre.

190) Gab: B

191) Gab: Os grupos de vertebrados conectados por esse fóssil são os osteicties e os anfíbios. E o aspecto importante da evolução dos vertebrados ao qual esse fato está relacionado é a conquista do ambiente terrestre.

192) Gab: D

193) Gab: C

194) Gab: 06

195) Gab: 19

196) Gab: C

197) Gab: B

198) Gab: • O anfioxo é considerado um “fóssil vivo”, porque guarda grande semelhança com o ancestral de todos os vertebrados. Estudos genômicos permitem comparar o genoma deste organismo com genomas de espécies de vertebrados, inclusive o da espécie humana, oportunizando a obtenção de informações sobre aquisições evolutivas que caracterizam esses grupos. A grande semelhança entre o genoma do anfioxo e os genomas dos vertebrados, quando confrontada com a enorme diversidade dentro desse grupo, revela a importância da regulação genética para o surgimento das novidades evolutivas. • A notocorda, que é uma característica cujo surgimento marca a evolução dos cordados e é compartilhada, pelo menos em estágios

iniciais do desenvolvimento embrionário, por todos os organismos do filo.

199) Gab: Seta 2 = presença de três folhetos germinativos. Seta 3 = presença de cavidade corporal completamente revestida por mesoderma. Seta 4 = blastóporo origina o ânus.

200) Gab: C

201) Gab: A

202) Gab: A

203) Gab: A

204) Gab: E

205) Gab: 23

206) Gab: 01-02-04-16

207) Gab: 01-02-04-08

208) Gab: C

209) Gab: I, IV, V

210) Gab: C

211) Gab: E

212) Gab: C

213) Gab: C

214) Gab:VVVFV

215) Gab: D

216) Gab: A

217) Gab: B

218) Gab: C

219) Gab: B

220) Gab: D

221) Gab: Gripe e pneumonia, tuberculose, gastroenterite, doenças renais e difteria. Estas são doenças que direta ou indiretamente são causadas por agentes infecciosos, sensíveis aos antibióticos. Nas infecções virais, os antibióticos são eficientes em combater as infecções bacterianas decorrentes.

222) Gab: ECEEE

223) Gab: a) 1. comer em excesso doces, balas, sorvetes, chicletes etc. Os alimentos doces, como balas e sorvetes, geralmente deixam resíduos entre os dentes; e os açúcares são substratos básicos no processo e fermentação que conduz á cárie. Ficar constantemente mascando chicletes é outros fator importante, pois constituem outra fonte de resíduos de açúcar entre os dentes.

2. Comer constantemente. Diversas pessoas não têm horário rígido de alimentação (café da manhã, almoço, lanche e jantar) e se alimentam em diferentes horários, e constantemente. Tais refeições, intercaladas às normais, nem sempre são acompanhadas de uma higiene bucal, visto que são realizadas dentro da escola ou no trabalho. 3. Não escovar os dentes após as refeições e lanches. Só recentemente é que se tem desenvolvido campanhas nas escolas de 1o e 2o graus no sentido de tornar um hábito a higiene bucal e o tratamento dentário entre as crianças. As mudanças de hábito devem ser feitas com as crianças, visto que os adultos já têm os seus hábitos consolidados e raramente iriam modificá-los, apesar das campanhas. b) A cárie começa em função da fermentação bacteriana dos resíduos de glicídios que ficam entre os dentes. Essa fermentação produz o ácido lático, entre outros ácidos. E os ácidos causam uma descalcificação dos dentes. As bactérias invadem os pontos de descalcificação, destruindo o esmalte e acarretando a formação de cavidades, as cáries.

224) Gab: D

225) Gab: E

226) Gab: A

227) Gab: A

228) Gab: B

229) Gab: C

230) Gab: FVFVV

231) Gab: C

232) Gab: C

233) Gab: C

234) Gab: A

235) Gab: a) Peste bubônica, tuberculose, difteria, escarlatina, coqueluche, sífilis, tétano, brucelose, febre tifóide, cárie e lepra. b) Raiva, rubéola, caxumba, gripe, sarampo e catapora. c) Tuberculose e lepra. d) Febre tifóide. É transmitida pela água e alimentos contaminados com fezes humanas.

236) Gab: A

237) Gab: A

238) Gab: FVFF

239) Gab: 61

240) Gab: VVVV

241) Gab: B

242) Gab: C

243) Gab: 06

244) Gab: a) Monera. b) O candidato poderá citar: - Beber água fervida ou tratada.

- Evitar consumo de alimentos crus ou mal cozidos que tenham contato com água contaminada. - Colocar hortaliças de molho em água com hipoclorito (água sanitária, cloro). - Saneamento básico; higiene pessoal ...

245) Gab: B

246) Gab: a) O parasitaChlamydia trachomatis é uma bactéria porque, de acordo com a tabela, possui estrutura celular: membrana plasmática, ribossomos, DNA e RNA. O parasita Herpes simplex é um vírus pois, de acordo com a tabela, não possui estrutura celular. Não há membrana, ribossomos e possui apenas DNA (não há RNA). b) Apenas as bactérias podem ter seu crescimento populacional representado pelo gráfico apresentado, porque se reproduzem por bipartição e em escala logarítmica. Os vírus não seguem esse padrão por vários motivos: não se reproduzem por bipartição (somente em raros casos de lisogenia o seu DNA é duplicado pela célula hospedeira); podem ser neutralizados por anticorpos específicos; a célula parasitada pode ser fagocitada por macrófagos, etc.

247) Gab: C

248) Gab: A

249) Gab: 26

250) Gab: VVFFFV

251) Gab: a) Porque, segundo o enunciado, o agente causador da febre maculosa é uma bactéria que depende de um hospedeiro — o carrapato — para sua transmissão. b) Poderíamos citar duas das características seguintes:

• 4 pares de patas locomotoras (no adulto); • 1 par de quelíceras; • 1 par de pedipalpos; • ausência de antenas. c) Pode-se diferenciar um roedor de um carnívoro pela dentição. Os roedores têm um par de incisivos superiores de crescimento contínuo e não possuem caninos. Nos carnívoros, os incisivos são pequenos, e os caninos bem desenvolvidos.

252) Gab: D

253) Gab: B

254) Gab: B

255) Gab: B

256) Gab: D

257) Gab: E

258) Gab: C

259) Gab: B

260) Gab: Agente etiológico: bactéria. Vetor: carrapato. Duas dentre as seguintes medidas:

• evitar zonas de mato sabidamente infestadas por carrapatos

• vestir-se apropriadamente quando entrar em zonas de mato onde o
carrapato é encontrado

• retirar cuidadosamente o carrapato grudado à pele o mais rápido
possível tratar com carrapaticidas os locais infestados

261) Gab: A

262) Gab: VFVVV

263) Gab: C

264) Gab: D

265) Gab: A

266) Gab: B

267) Gab: D

268) Gab: Nas feridas mais profundas o ambiente é anaeróbico, o que favorece a proliferação do C. tetani.

269) Gab: B

270) Gab: D

271) Gab: VFFVF

272) Gab: B

273) Gab: D

274) Gab: 22

275) Gab: 10

276) Gab: A

277) Gab: B

278) Gab: E

279) Gab:
Modo de transmissão: Meio ambiente contaminado (ar); contato físico com indivíduos contaminados através dos fluidos corporais (sangue, saliva). Redução da eficiência das drogas:

Resistência bacteriana aos quimioterápicos; modificação da expressão gênica da bactéria pela exposição aos antibióticos.

280) Gab: C

281) Gab: A

282) Gab: FVFVV

283) Gab: 04

284) Gab: D

285) Gab: C

286) Gab: E

287) Gab: 58

288) Gab: 81

289) Gab: 40

290) Gab: 19

291) Gab: 54

292) Gab: 30

293) Gab: 17

294) Gab: 51

295) Gab: 39

296) Gab: 19

297) Gab: 26

298) Gab: 54

299) Gab: 74

300) Gab: 56

301) Gab: 28

302) Gab: 53

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful