P. 1
Isaías (Moody)

Isaías (Moody)

|Views: 4.925|Likes:
Publicado porAntonio Gomes

More info:

Published by: Antonio Gomes on Sep 13, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/06/2013

pdf

text

original

Sermão VI. Bênçãos Resultantes para Israel e a Igreja. 54:1-17.
1-3. Fertilidade e progresso são prometidos ao Israel pós-exílico.
Primeiro Jerusalém se tornaria estéril, visto que sua população seria
arrancada e levada pelos caldeus. Mas viria o tempo (especialmente
depois do primeiro advento de Cristo) quando os crentes em Jeová
seriam mais numerosos do que jamais o foram antes do Exílio (quando
Israel desfrutou da posição de esposa convencional no lar que Seu
marido celestial lhe providenciou na Palestina). Alarga o espaço da tua
tenda e alonga as tuas cordas
(de se medir a terra). Israel em sua fase
neotestamentária espalharia a verdadeira fé por todas as terras dos
gentios, cujas nações conseqüentemente viriam a ser "possuídas" pela
posteridade de Sião conforme fossem conquistadas pelo Evangelho.
4-10. O profeta prediz a misericordiosa restauração de Israel, a
esposa convencional de Jeová. A vergonha da sua mocidade refere-se às
suas rebeldes murmurações durante a viagem do Êxodo e à apostasia do
período dos Juízes e da monarquia dividida; o opróbrio da sua viuvez, ao
cativeiro da Babilônia.

6. Que foi repudiada, (lançada fora) parece referir-se aos setenta
anos de separação entre Jeová e Israel.
9. A promessa aqui deve ser entendida à luz da analogia do dilúvio.
Tal como Deus ali prometeu a Noé que nunca mais haveria tal enchente,
da mesma forma promete a Israel restaurada que ela jamais tomará a ir
para o exílio. Considerando que os judeus na realidade foram novamente
levados para o exílio depois de sua revolta contra os romanos em 135

Isaías (Comentário Bíblico Moody)

110
d.C., isto só pode significar que Deus considera a Igreja Cristã como o
verdadeiro Israel.

10. Misericórdia. De hesed, traduzida pela E.R.C. como
benignidade. Mas uma vez que implica em entrega mútua ou
solidariedade entre as partes envolvidas no relacionamento contratual,
rica melhor traduzido para amor convencional (relativo à aliança).
11-17. O Senhor descreve a pureza e a glória do Israel convertido
do futuro. Conforme o Evangelho transforma as vidas dos judeus e
gentios convertidos, eles se transformam em peritas vivas (I Pe. 2:5) para
edificação de um templo espiritual, refulgindo com a beleza do Cristo
que habita neles. Mas a glória plena dessa nova cidade de Deus será a da
Nova Jerusalém descrita em Ap. 21. A Igreja será composta daqueles
"ensinados do Senhor" (Is. 54:13), como Cristo reafirmou em Jo. 6:45. A
libertação final do medo e do terror aponta para as condições do Milênio.
Mas durante todo o trajeto do Calvário até o Armagedom, os inimigos da
Igreja serio totalmente derrotados.
16. Deus retém controle soberano sobre os poderes humanos da
guerra e da destruição; eles não Lhe podem escapar.
17. O Senhor concederá a Israel redimida uma justiça que Ele
jamais vindicará em oposição aos seus inimigos, quer humanos quer
satânicos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->