Você está na página 1de 3

ENERGIA CINTICA RELATIVSTICA

Consideremos uma partcula de massa de repouso m0 submetida a uma fora constante, F , conforme ilustra a gura, a qual parte do repouso e atinge a velocidade v. A energia que a partcula adquire devido ao movimento, isto , sua

energia cintica, Ec , corresponder ao trabalho realizado pela fora F . Assim, Z


v

Ec =

F dl =

dp dl = dt

vdp =
0

vd (mv)

(1)

Na mecnica newtoniana, a massa de uma partcula independe de sua velocidade. Logo, 1ca: Z
v

Ec =

vmdv = m

v2 vdv = 2

v
0

mv 2 , 2

(2)

que a conhecida expresso para a energia cintica newtoniana. Na mecnica relativstica, no entanto, a massa, m, depende da velocidade e, em conseqncia, a diferencial d (mv) no pode ser escrita como mdv. Sendo assim, de 1, segue: Z
v

Ec =

vd (mv) =
v2 c2

onde m = m0 = 1 ao lado direito em 3. Z


v

1 2

v (vdm + mdv) =

v2 dm +

vmdv,

(3)

m0 . Calculemos as duas integrais que aparecem

v dm =
0

! 1 3 Z v 2 2 v2 v2 1 2v 2 1 2 1 2 v d m0 = m0 v 2 dv = c 2 c c 0
2

= m0

v2 c2

3 2 v2 1 2 vdv c 1

Faamos cos =def Z


v

v c.

Logo, v = c cos e dv = c cos . Logo,


v

v2 dm = m0 Z

3 cos2 1 cos2 2 c cos (c sin ) d = Z


v

m0 c2

Faamos x =def sin . Logo, dx = cos d. Portanto, Z


v 0

3 cos2 sin2 2 c cos sin d = m0 c2 Z Z

cos2 cos d sin2

v 2 dm = m0 c2

1 x2 dx = m0 c2 x2

2 v x 1 dx = m0 c2 x1 x 0 v 2 1 + 1 v2 c = m0 c2 q = v2 1 c2
0

= m0 c2

1 + x2 x

v
0

= m0 c2

1 + sin2 sin

v
0

m0 c2

pois = 1 quando v = 0. A outra integral no lado direito de 3 dada por: Z


v

v v 1 + 2 0 = m0 c2 + 1 0 = m0 c2 + 1 2 ,

(4)

vmdv = m0
0

q 1

v2 c2

dv = m0 c

cos sin d = m0 c2 sin

cos d = m0 c2 [sin ]0

Mas, sin = Z
v 0

q 1 cos2 = 1

v2 c2

= 1 . Logo,

Somando-se 4 e 5, obtemos:

v vmdv = m0 c2 1 0 = m0 c2 1 1 = m0 c2 1 1 Ec = m0 c2 + 1 2 + 1 1 = m0 c2 ( 1) . Ec = m0 c2 m0 c2 = mc2 m0 c2 . 2

(5)

Desta ltima equao, chegamos, nalmente, a:

(6)

O primeiro termo ao lado direito em 6 pode ser encarado como sendo a energia total da partcula em movimento e o segundo termo como sendo a energia total da partcula em repouso. Assim sendo, a enrgia total de uma partcula ser dada por: E = mc2 .