P. 1
TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS - RESUMO

TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS - RESUMO

|Views: 3.479|Likes:
Publicado porAllan Palmer

More info:

Published by: Allan Palmer on Sep 20, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/20/2012

pdf

text

original

TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS No ano de 1932, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores.

Foi basicamente um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração. George Elton Mayo considerado o fundador do movimento das relações humanas, que

propunha que os trabalhadores das organizações exerciam forte influência no comportamento organizacional, na qualidade do processo decisório e no nível de produtividade das organizações. Foram grandes as contribuições que estruturaram a teoria das relações humanas, deste o principal idealizador Elton Mayo, no ano de 1932 até os idealizadores Paul Hersey e Kenneth H. Blanchard no ano de 1972. PRINCIPAL IDEALIZADOR DA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS Elton Mayo era psicólogo e cientista social australiano, nascido em Adelaide, onde por muitos anos foi professor e diretor do Centro de Pesquisas Sociais da Havard School of Business Administration (Havard Escola de Administração de Empresas) marcou o início da Teoria das relações humanas. Ele realizou importantes estudos em algumas organizações, tais como: 1 - Em uma fábrica de tecidos conseguiu aumentar a produtividade dos funcionários com períodos de descanso ao longo do dia. 2 – Em três metalúrgicas ele constatou que com chefes atenciosos e pacientes, o ambiente de trabalho e o rendimento da produtividade melhoraram. 3 – Já em uma fábrica de avião verificou que o trabalho em equipe nas organizações reduz a rotatividade e o absentismo dos funcionários. O estudo que obteve maior importância foi realizado em Chicago e ficou conhecido mundialmente como a experiência de Hawthorne, a qual foi dividida em quatro fases: 1 - Fase: Nessa fase, foram estudados dois grupos de trabalho, que operando em condições idênticas, tiveram sua produção constantemente avaliada. Um dos grupos teve suas condições ambientais de trabalho mantidas constantes, enquanto o outro teve sua iluminação intensificada, propositalmente. Para frustração dos pesquisadores (Mayo), ambos os grupos apresentaram variações semelhantes de produtividade, independente da intensidade da luz existente, levando os pesquisadores a verificação da existência de outras variáveis; descoberta do fator psicológico, preponderante sobre o fator fisiológico; 2 - Fase : Com a introdução de novas variáveis independentes (horários de descanso, lanches, reduções no período de trabalho, sistema de pagamento) buscava-se identificar aquela que mais se relacionava com a produtividade. Após diversas variações nas condições de trabalho, que resultaram em crescimento da produtividade, retornaram o trabalho às condições originais, e mesmo assim

que passaram a ser constantemente observados na sala de observações de montagens de terminais. -Constatou melhoria nas comunicações entre os níveis hierárquicos das organizações. CONCLUSÕES DA EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE A Experiência de Hawthorne permitiu o delineamento dos princípios básicos da Escola das Relações Humanas que veio a se formar logo em seguida. por meio dessa organização informal. tensão. nove soldadores e dois inspetores. composto por nove operadores. Dentre as principais conclusões. -Reconhecimento da necessidade dos programas de capacitação. revelação da existência da organização informal. essa lealdade dividida entre o grupo e a companhia poderia trazer conflito. -Estruturação e aplicação de pesquisas e das ciências do comportamento. a influência de seus resultados sobre a teoria administrativa foi fundamental. treinamento e conhecimento dos profissionais.A experiência de Hawthorne durou de 1927 a 1932. os operários se mantinham unidos com uma certa lealdade entre si ou para com a empresa.126 operários. . aqueles trabalhadores que não o fizessem eram punidos simbolicamente pelo grupo. foi possível o estudo das relações entre a organização informal dos operários e a organização formal da fábrica. abalando terrivelmente os princípios da Teoria Clássica então dominante. entrevistando 21.Fase: Programa de entrevistas buscando maiores conhecimentos sobre as atitudes e sentimentos do trabalhador. Entretanto.presenciando um crescimento na produtividade das pessoas. 4 . a observação permitiu perceber as artimanhas utilizadas por esses operários para reduzir seu trabalho. de acordo com padrões que o próprio grupo considerava ideal. inquietação e provável descontentamento. 3 . por meio de seus principais pesquisadores. quando foi encerrada por motivos não vinculados ao seu desenvolvimento. nessa última fase da experiência. podemos apresentar as seguintes: · Nível de produção é resultante da integração social · Comportamento social dos empregados · As recompensas e sanções sociais · Grupos informais · As relações humanas · A importância do conteúdo de cargo · Ênfase nos aspectos emocionais PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS -Obteve maior abrangência de participação e contribuição dos diversos colaboradores e níveis hierárquicos.Fase: Foi montado um grupo experimental.

.7/8./0/23897.4. ° 9 ¾¾f¾nf¾ fff n€ ¾° ¾¾ ¯°¾f°%.8 ¯fn °n f@ f f¾ fsµ ¾¯f°f¾   f¯½f° ¾ ¾ ¾ ¯f–¯f¾ –f°fsµ ¾ f¾n¯   ¯¯f€h nf  n ¾n°¾ –f¯ °ff½  f  ¾€°n°h¾ n¯½  ¾  ¾nf°¾f°–  f   ¯y¾¯ f–nf¾  n°¾f n¯n € ¾f °n¾¾ ½fn ° ¾  f¯  °  f f  ° ¯ ° f½  f ¯ ff¯   h ¯¯f€h nf fj €n f f ¯ ½ °f¾–f°fsµ ¾  ff f  f ¾ °¾¯ ¾€°n°h¾   ¾     ¯f¯½i°nf€ ff  ¯.4/025708..

f% f¯ ¾¾–½¾f½ ¾ °ff¯ffsµ ¾¾ ¯ f° ¾ ½  f  ° ½ ° °  f° °¾ f  f ¾ °  f° ¾½ ¾¾f  ¾f €nfsj f ¾y°nf f¾fh ¾  ¾n f €f½¾n–n ½ ½° f°  ¾  €f€¾–n   f¾  .nf– €nn° n  ¯° f¯ ° n¯f ½ y°nf f° ff€   f ¯f€f¾ ¾   f¾ - ¾¾f€f¾ €f¯ ¾ f ¾ ¾–½¾ f f  ½ f°  ¯ n° sµ ¾ y°nf¾  f¯¾f½ sjn°¾f° ¯ ° fff f D¯ ¾–½¾   ¾f¾n° sµ ¾f¯  °f¾ f f¯f° f¾n°¾f° ¾  °f°   ¾f¯°fsj° °¾€nf f ½½¾f¯ ° 9ff€¾fsj ¾½ ¾¾f  ¾ %.

¯f° sj °f¾fh ¾° ½ ° ° ¾%h¾  ¾nf°¾  f°n ¾  sµ ¾°½   f f ¾¾ ¯f ½f–f¯ °% ¾nff ¾   °€nff f ¯f¾¾  fn°ffn¯f½  f ½¾  ¾f¾ ffsµ ¾°f¾n° sµ ¾ f f   ¾ff¯ ¯n ¾n¯ ° f ½  f  °ff¯f fg¾n° sµ ¾–°f¾  ¯ ¾¯f¾¾¯ .

½ ¾ °nf° ¯n ¾n¯ °°f½  f  f¾½ ¾¾f¾   f¾ 9–f¯f  ° ¾f¾ ¾nf° ¯f ¾n° n¯ °¾¾  f¾f ¾ ¾ °¯ °¾ f ff   ° ¾f°  ½ h¾   fsj f ¾y°nf f–f°fsj°€¯f ½¯  ¾¾f–f°fsj°€¯f ¾½ h¾¾  ¯f°°f¯° ¾n¯¯fn f f f  ° ¾½ffn¯f ¯½ ¾f  ¾¾f  f f    f ° –½ fn¯½f°f½ ff n°€  °¾j  ° fsj ½h  ¾n° °f¯ °   f¾ ¯°f ¯–½ ½ ¯ °f n¯½¾½° ½ f  ¾ °  ¾ f  ¾  ¾°¾½  ¾  ½f¾¾ff¯f¾ n°¾f° ¯ °  ¾ f ¾°f¾ff  ¾ fsµ ¾ ¯°f– °¾  ¯°f¾ f ¾ fsj½ ¯½ n f¾ f¯f°f¾f f¾½ ¾¾ ¾½ h¾½ff ¾ f f  fn n¯ ½f µ ¾ ½½–½n°¾ ff f f  ¾f ff  ¾ °j € ¾¾ ¯ f¯½° ¾¾¯ nf¯ ° ½ –½ ° ¾¾f¯f€f¾  f ½ y°nf  €½¾¾  ¾  f¾ fsµ ¾ ° f–f°fsj°€¯f ¾½ h¾ f –f°fsj€¯f f€h nf  ½ y°nf f°   f  f° € °n f f½¯¾°j°nf ¾f¾  ¾ °¯ ° ° f°  f°€y°nf ¾ ¾ ¾f ¾¾  f ff ¯°¾ff€€° f¯ °f f ff°    ¯ ° ¾½°n½¾ f@ f.

h¾¾nf °j ¯°f°  .

-.

DO9-.

J@- ½ y°nf f° ½ ¯ ° f¯ ° ¾½°n½¾ h¾n¾ f¾nf f¾ fsµ ¾¯f°f¾  f¾ €¯f– ¯¾ – f ½¯  ¾ ¾ ½°n½f¾½ ¾¾f  ¾  ° f¾½°n½f¾n°n¾µ ¾ ½ ¯¾f½ ¾ °ff¾ ¾ –° ¾  %-  ½ sjx ¾f°  f° –fsj¾nf %.

¯½f¯ °¾nf ¾ ¯½ –f ¾ %¾ n¯½ °¾f¾ ¾f°sµ ¾¾nf¾ %½¾°€¯f¾ %¾ fsµ ¾¯f°f¾ %¯½i°nf n°   nf– %°€f¾ °¾f¾½ n¾ ¯n°f¾ 9-.

9.

-    ¯ff f°–y°nf ½fn½fsj n° sj ¾  ¾¾nf f  ¾ ° ¾ hn¾  .-@ D@D.

°¾f¯ f°f¾n¯°nfsµ ¾ ° ¾° ¾ hn¾ f¾–f°fsµ ¾   n° n¯ ° f° n ¾¾ f  ¾½–f¯f¾ nf½fnfsj  °f¯ °  n° n¯ ° ¾½€¾¾°f¾  ¾fsj f½nfsj ½ ¾¾f¾  f¾ny°nf¾ n¯½f¯ °  .

  .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->