Química

Química Inorgânica Propriedades dos Materiais ................................... 3 Estrutura Atômica da Matéria ................................. 7 Tabela Periódica .................................................. 15 Ligações Químicas ............................................... 21 Funções Inorgânicas ............................................ 26 Reações Inorgânicas ............................................ 34 Mol - Gases - Estequiometria ............................... 39 Química Orgânica Introdução à Química Orgânica ............................. 44 Funções Orgânicas .............................................. 48
A reprodução por qualquer meio, inteira ou em parte, venda, exposição à venda, aluguel, aquisição, ocultamento, empréstimo, troca ou manutenção em depósito sem autorização do detentor dos direitos autorais é crime previsto no Código Penal, Artigo 184, parágrafo 1 e 2, com multa e pena de reclusão de 01 a 04 anos.

MARIA CÉLIA VALÉRIO CARDOSO

Anotações

Tecnologia

ITAPECURSOS

QUÍMICA INORGÂNICA
PROPRIEDADES DOS MATERIAIS
INTRODUÇÃO
A Química é a ciência que estuda a estrutura da matéria, suas propriedades, as transformações sofridas pela matéria e a energia que acompanha tais transformações.

Conceitos Fundamentais:
• Sistemas: São constituídos de matéria. • Matéria: É tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. • Massa: É a medida da quantidade de matéria que uma amostra possui. Pode ser expressa em: gramas (g), quilogramas (kg), miligramas (mg) ou toneladas (t). 1 kg = 103 g • Volume - litro - L - decímetro cúbico = dm3 - centímetro cúbico = - mililitro = mL 1 1 dm3 cm3 =1L = 1 mL K = ºC + 273 cm3 1mg = 10-3g 1t = 103 kg = 106 g • Temperatura: É o fator que determina a direção do fluxo de calor. - Graus celsius (centígrados) = ºC - Kelvin = K

1 L = 1000 mL

ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA
A matéria pode existir em três estados: sólido, líquido e gasoso. Sólido - forma e volume constantes Líquido - forma variável (forma de seu recipiente) e volume constante Gasoso - forma e volume variáveis Os líquidos e gases são fluidos, pela capacidade de fluir. Os sólidos possuem maior viscosidade, ou seja, resistência ao escoamento.

Representação por bolinhas:

SÓLIDO
(Mais organizado e de menor energia)

LÍQUIDO

GASOSO
(Mais desorganizado e de maior energia)

A mudança de sólido em líquido e líquido em gasoso aumenta a energia da matéria e sua desorganização.

Química - M1

3

Tecnologia

ITAPECURSOS

MUDANÇAS DE ESTADO

1 - Fusão: Passagem do estado sólido para o estado líquido, com absorção de calor. Representa a temperatura na qual as fases líquida e sólida estão em equilíbrio. Obs.: Apesar de o efeito da pressão sobre o ponto de fusão ser muito pequeno, um aumento na pressão favorece a formação da fase mais densa. Durante o processo de fusão, a energia absorvida faz com que as forças de atração entre as moléculas (ou átomos, ou íons) no sólido diminuam. 2 - Vaporização: Passagem do estado líquido para o estado gasoso, com absorção de calor. • Evaporação: Passagem espontânea do líquido para o gasoso. • Ebulição: Passagem forçada, do líquido para o gasoso; ocorre formação de bolhas. 3 - Liquefação: Mudança de gás para líquido, com liberação de calor. Ex.: gás de botijão • Condensação: Mudança de vapor para líquido, com liberação de calor. Ex.: orvalho. Gás - substância que no estado normal é gasosa. Vapor - Substância que foi transformada em gasosa. 4 - Solidificação ou Congelamento: Passagem do estado líquido para o estado sólido, com liberação de calor. 5 - Sublimação: Passagem direta de sólido para gasoso (processo endotérmico), e de gasoso para sólido (processo exotérmico).

PROPRIEDADES DOS MATERIAIS
• Propriedades organolépticas: São aquelas que impressionam os nossos sentidos. Ex.: Sabor, cor, cheiro, etc. • Propriedades físicas: Permitem identificar um material e classificá-lo como substância pura ou substância impura. Ex.: fusão, ebulição, densidade e solubilidade. Fusão: Temperatura na qual um material passa de sólido para líquido. Ebulição: Temperatura na qual um material passa de líquido para gasoso. Densidade: É a razão entre a massa e o volume de um material. É expressa em g/L, g/mL ou g/cm3
d= massa volume

Solubilidade: É a quantidade máxima de soluto que consegue se dissolver em uma certa quantidade de solvente, em uma dada temperatura. Ex.: A 25°C consegue-se dissolver 36 g de sal (NaCl) em 100mL de H2O. Acima disto, ele precipita. Portanto, a solubilidade do sal em água é, a 25°C, igual a 36 g/100mL. Obs.: Estas quatro propriedades são denominadas critérios de pureza, pois uma substância pura apresenta temperatura de fusão, temperatura de ebulição, densidade e solubilidade bem definidas.

4

Química - M1

Tecnologia

ITAPECURSOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS
Sistemas homogêneos: São constituídos por uma ou mais substâncias e apresentam apenas uma fase. Ex.: água; água salgada e ar atmosférico Sistemas heterogêneos: São constituídos por uma ou mais substâncias e apresentam mais de uma fase. Ex: água sólida + água líquida; água + óleo

CLASSIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS
Substâncias puras: São aquelas que possuem uma única substância com composição e propriedades bem definidas. Podem ser classificadas em simples ou compostas. - Substâncias Simples: São formadas por apenas um elemento. Não podem ser decompostas. Ex.: H2, O2, O3, Fe, Cl2. - Substâncias compostas ou compostos: São formadas por dois ou mais elementos. Podem ser decompostas. Ex.: H2O, CO2, H2SO4, NH3. Obs.: As substâncias não podem ser separadas por processos físicos (T.F., T.E., densidade e solubilidade). Durante a mudança de estado, sua temperatura permanece praticamente constante. Substâncias impuras ou misturas: São aquelas que possuem duas ou mais substâncias sem que elas mudem suas propriedades. São fisicamente misturadas. Ex.: água salgada, leite, madeira. - Mistura homogênea ou solução - constituída de duas ou mais substâncias, formando apenas uma fase. Ex.: água salgada, ar, gasolina. - Mistura heterogênea - constituída de duas ou mais substâncias, formando mais de uma fase. Ex.: leite, sangue, granito.

Importante:
1 - Substância pura: Durante a mudança de estado, a temperatura permanece praticamente constante.
T(°C) g Te Tf

2 - Mistura: Durante a fusão e a ebulição, as temperaturas variam. - Fusão Tf a T’f Ebulição Te a T’e
T(°C) g g

l l
s s
0 t1 t2 t3

g

ebulição

T’e Te

l
s s

l
t4 tempo

T’f
Tf

l l

ebulição

0

t1

t2

t3

t4

tempo

3 - Mistura Eutética: São misturas cuja temperatura permanece constante (Tf) durante a fusão e varia (Te - T’e) durante a ebulição: Ex.: certas ligas metálicas.
T(°C) g

4 - Mistura Azeotrópica: São misturas cuja temperatura permanece constante durante a ebulição (Te) e varia durante a fusão (Tf - T’f). Ex.: Álcool + água na proporção 96% + 4%, respectivamente.
T(°C)

T’e
Te Tf s 0 t1 t2 t3 s

l l
fusão

g g Te T’f Tf t4 tempo 0 s s t1

l

ebulição

l l l
t2 t3 fusão

g

ebulição

t4

tempo

Química - M1

5

Tecnologia

ITAPECURSOS

SEPARAÇÃO DE MISTURAS Métodos utilizados para separar misturas homogêneas:
a) Destilação simples: para separar mistura de sólido + líquido. Ex.: água + sal b) Destilação fracionada: para separar misturas de líquido + líquido, de temperaturas de ebulição não muito próximas. Ex.: água + acetona Te H2O = 100°C Te acetona = 55°C

Métodos utilizados para separar misturas heterogêneas:
a) Filtração É o processo utilizado para separar misturas heterogêneas de sólido e líquido ou sólido e gasoso. É necessária a utilização de um filtro. Em laboratórios, utiliza-se o funil com papel de filtro. b) Decantação É o processo utilizado para separar misturas heterogêneas de líquidos insolúveis, onde o mais denso decanta (funil de decantação) ou líquido e sólido, como água e barro. Em laboratórios, utilizam-se os funis de bromo ou funis de decantação. c) Centrifugação - Através de uma centrífuga, separa-se sólido de líquido. Muito usado em exames de sangue. d) Levigação - Separação de sólido e líquido através de corrente de água. e) Sifonação - Uso de um sifão para retirada de um líquido. f) Separação magnética - feito através de um ímã.

TRANSFORMAÇÕES DA MATÉRIA
As transformações podem ser físicas ou químicas.

Transformações ou fenômenos físicos
São aqueles que não alteram a identidade das substâncias: Exemplos: as mudanças de fase, fusão de uma barra de ferro, preparação do soro caseiro, formação do arco-íris após a chuva, desprendimento de gás ao adicionar açúcar a um copo de guaraná, etc.

Transformações ou fenômenos químicos
São aqueles mais significativos. Nestas transformações ocorrem formações de novas substâncias. Exemplos: Combustão da madeira, decomposição do açúcar, cozimento da batata, fermentação do caldo de cana, fritura de batatas, amadurecimento de bananas, etc. Os fenômenos químicos são denominados reações químicas. As substâncias que desaparecem são os reagentes e aquelas formadas são os produtos.

ENERGIA
Energia é a capacidade de produzir trabalho, não pode ser criada e nem destruída, pode ser transformada de uma para outra. Formas de energia: mecânica, elétrica, calor, nuclear, química e radiante. • Energia Cinética - é a energia de movimento, depende da massa e da velocidade de um objeto.

EC =

1 mv 2 2

6

Química - M1

A matéria é composta por partículas submicroscópicas denominadas ÁTOMOS.: Calor transferido para um objeto aumenta a energia cinética média. 1 2 3 4 5 6 . .Todos os átomos de um determinado elemento apresentam as mesmas propriedades químicas. . realiza trabalho para distanciar as moléculas umas das outras. conseqüentemente ocorre aumento da energia potencial. separação ou rearranjo de átomos. MODELOS ATÔMICOS • Modelo de Dalton Foi em 1808 que o inglês John Dalton desenvolveu várias das leis da Química.Compostos químicos são formados pela combinação de átomos de dois ou mais elementos. t3 t4 tempo 0 t1 t2 ESTRUTURA ATÔMICA DA MATÉRIA INTRODUÇÃO A Teoria Atômica foi o ponto de partida da Química como ciência. . . os átomos. portanto a Energia Cinética Média não aumenta. depende da massa e da distância. Ex. em uma razão fixa. transferida de um objeto mais quente para um mais frio.Átomos de elementos diferentes apresentam propriedades diferentes. Química .é a energia em trânsito.M1 7 . não podem ser criados e nem destruídos.mede a energia cinética média de suas partículas.Tecnologia ITAPECURSOS • Energia Potencial . mas ocorre absorção de calor. O átomo é a unidade fundamental de um elemento. teoria sobre os átomos. Curva de Aquecimento de uma substância pura aumento da Energia Potencial aumento da Energia Potencial aumento da Energia Cinética aumento da Energia Cinética aumento da Energia Cinética Tf = Temperatura de fusão Te = Temperatura de ebulição 0 t1 t2 t3 t4 t1 = tempo de aquecimento do sólido t2 = tempo de duração da fusão t3 = tempo de aquecimento do líquido t4 = tempo de duração da ebulição = aquecimento do gasoso Temperatura (°C) g Te l l g ebulição Tf s l fusão s • Durante a fusão e a ebulição.é a energia que depende da posição do objeto.Os átomos são permanentes e indivisíveis. as partículas movem-se mais rapidamente e aumenta a temperatura.As reações consistem em uma combinação. a temperatura permanece constante. Ep = mgh • Calor .Toda matéria é composta de partículas fundamentais. • Temperatura . .

Lei da Conservação da Massa 2ª . são capazes de se desintegrar.M1 . realizaram uma experiência.Tecnologia ITAPECURSOS A teoria atômica explica duas das leis básicas da Química. tubos de Crookes. Geiger e Marsden: • A maior parte das partículas atravessavam a lâmina de ouro sem se desviar. Thomson mostrou que os átomos apresentam partículas carregadas negativamente. como o sal de urânio. • Poucas partículas eram repelidas.J. • Resultado obtido na experiência de Rutherford. que serão vistas na estequiometria.Lei da Composição Definida Representação do átomo segundo Dalton Bola de Bilhar • Modelo de Thomson Foi através dos tubos de descargas de gás. Em 1911. 8 Química . Rutherford e seus auxiliares Geiger e Marsden. que o físico inglês J. como mostra o desenho a seguir. quebrando sua indivisibilidade. feita por Becquerel em 1896. Representação do átomo segundo Thomson Pudim de Passas • Modelo de Rutherford Começou com a descoberta da radioatividade. um material radioativo. substâncias radioativas. o átomo era uma esfera com carga positiva e elétrons incrustados (neutralidade elétrica). Experiência de Rutherford (1911) lâmina de ouro lâmina de Pb com orifício CAIXA DE Pb. com Polônio a ulas artíc fa) p (al Anteparo coberto com sulfeto de Zinco (ZnS) Incidência de partículas alfa sobre uma fina folha de ouro. concluiu-se que estão presentes em todas as matérias e foram denominadas Elétrons. usando Polônio. 1ª . Para Thomson. • Algumas partículas se desviavam (desvios acima de 90º). • Resultado esperado por Rutherford (baseado no modelo de Thomson) • As partículas alfa atravessariam a lâmina de ouro tendo pequenos desvios. Devido às partículas que emergem do catódo em um tubo de Crookes sempre terem as mesmas propriedades. depois de terem sido feitos vários estudos e de saber da existência de partículas radioativas alfa (a) positivas e partículas beta (b) negativas.

• O átomo possuía um núcleo.energia em forma de pacotes . • Espectro descontínuo (espectro atômico) • Espectro do hidrogênio . • Cada onda eletromagnética representa uma energia que se propaga numa certa freqüência. o elétron em um mesmo nível não absorve e nem libera energia. menos energéticos. com energia estacionária. pequeno. cargas elétricas em movimento perdem energia gradativamente). • As órbitas são bem definidas.Região do visível Violeta Anil Azul Vermelho • Cada linha do espectro corresponde a uma transição do elétron. denso e carregado positivamente. • O elétron. Teoria de Quantização e Estudos dos Espectros com o modelo de Bohr • Energia quantizada . salta para órbitas mais externas (mais energéticas). ao absorver energia. Raias Vermelha Azul Anil Violeta Transição do elétron Nível 3 para o nível 2 Nível 4 para o nível 2 Nível 5 para o nível 2 Nível 6 para o nível 2 O modelo de Bohr só explica o comportamento do átomo que possui apenas um elétron. elétron Representação do modelo de Rutherford núcleo com carga positiva (Sistema Planetário) • Modelo de Bohr Niels Bohr. carga negativa. • Os elétrons. o que chamamos de quantum. ocupando um grande volume.M1 9 . Ele baseou-se na teoria quântica de Max Planck e elaborou os seguintes postulados: • O elétron gira em torno do núcleo em órbitas circulares (ou níveis energéticos). Falhas no Modelo de Rutherford Rutherford não conseguiu explicar como era a energia dos elétrons na eletrosfera. porque a maioria das partículas não sofriam desvios. em 1913. ao retornar para níveis mais internos. Por que o elétron não iria emitindo energia até se chocar no núcleo? (Na Física Clássica. o Hidrogênio. rodeavam o núcleo.QUANTUM (absorvida ou liberada). emite energia em forma de luz. VI AN AZ VE Química .Tecnologia ITAPECURSOS Conclusões de Rutherford • O átomo possuía muitos espaços vazios. • O elétron. propôs um modelo que explica a estabilidade do átomo.

Dentre eles. podemos citar: • Moseley . sendo três de grande importância: PARTÍCULAS Sub-atômicas PRÓTONS NÊUTRONS ELÉTRONS CARGA + neutra MASSA (u) 1 1 desprezível SÍMBOLO p+1 n0 1 e-0 2 .M1 . CONCEITOS IMPORTANTES 1 .Princípio da Incerteza é impossível determinar ao mesmo tempo a posição e a velocidade do elétron.natureza dual do elétron.propõe ser o número de prótons do átomo o NÚMERO ATÔMICO.lugar mais provável de se encontrar o elétron núcleo (prótons e nêutrons) região extra-nuclear Õ eletrosfera onde existe o orbital Õ (elétrons). • Sommerfeld .descoberta do nêutron. considerá-lo partícula e onda. isto é. • Heisenberg .A É a soma do número de prótons com o número de nêutrons encontrados no núcleo do átomo. O modelo atual considera o elétron situado em uma região em torno do núcleo denominada orbital.Z É o número de prótons existentes no núcleo do átomo. Cada elemento químico tem o seu número atômico próprio. Exemplo: Elemento Ca Na C Z 20 11 6 + P1 20 11 6 3 . que seria a carga nuclear positiva de um átomo. O átomo é formado por partículas sub-atômicas. girando em orbitas circulares.Número atômico .Número de massa . Os átomos estão dispostos na tabela periódica em ordem crescente de seus números atômicos. • De Broglie .9 = 10 1 10 Química .o átomo possui órbitas elípticas. Orbital . • Chadwick . com carga zero e massa 1.Átomos São minúsculas partículas encontradas nas matérias. A = p + + n0 1 1 Exemplo: 19 9F ou A = Z + n0 1 A = Nº de massa = 19 Z = Nº atômico = 9 p+1 = Nº de prótons = 9 n0 = Nº de nêutrons = 19 . e não como propôs Bohr.ou Modelo Orbital Este modelo inclui vários cientistas. partícula situada no núcleo.Tecnologia ITAPECURSOS Modelo atômico atual .

1 . ao número de prótons que um átomo possui.Cátion É o íon positivo (+). Exemplo: A = 19 Z = 9 19 − 9F p+ = 9 1 n0 = 19 .M1 11 . significa que o átomo perdeu elétrons. Exemplos: (Z = 6) = isótopos de carbono 1 2 1H (Hidrogênio).2 . pois ganhou ou perdeu elétrons.Número de elétrons Em um átomo neutro. + − Se o átomo é neutro Z = p1 = e0 A = 19 Z =9 19 9F p+ = 9 1 e− = 9 0 n0 = 19 − 9 = 10 1 5 . Todo íon carrega carga.Ânion É um íon negativo (-). 6. Química . 1H (D = Deutério). o número de elétrons é sempre igual ao número de prótons. 6 . Exemplo: 23 + 11Na A = 23 Z = 11 p + = 11 1 n0 = 23 . logo o número de cargas positivas (prótons) é igual ao número de cargas negativas (elétrons).Isótopos São átomos com mesmo número de prótons (número atômico) e diferentes números de massas.Íon É o átomo que deixou de ser neutro.9 = 10 1 e − = 9 + 1 = 10 0 7 .Tecnologia ITAPECURSOS 4 .Carga nuclear É igual à carga do núcleo.1 = 10 0 6. significa que o átomo ganhou elétrons.11 = 12 1 e − = 11 . Obs. ou seja. 3 H (T = Trítio) = (Z = 1) = isótopos do hidrogênio 1 Os isótopos possuem propriedades químicas semelhantes porque são de um mesmo elemento (mesmo número atômico).: Átomo neutro é aquele que não perdeu e nem ganhou elétrons (não carrega carga). conseqüentemente diferentes números de nêutrons.

. pois ele tem massa 23 vezes maior que 1/12 do carbono. pois ele tem massa 19 vezes maior que 1/12 do carbono.A do Flúor = 19u. diferentes números de massas e iguais números de nêutrons.Isótonos São átomos de diferentes números de prótons. 10 .M1 . tem-se 1 u (uma unidade). ambos A = 14 = nitrogênio e Os isóbaros possuem propriedades químicas diferentes porque são de elementos diferentes (diferentes números atômicos).Isóbaros São átomos de diferentes números de prótons (número atômico) e iguais números de massas.Isoeletrônicos São espécies que apresentam o mesmo número de elétrons.A do Na = 23u. somam-se todos os resultados e divide-se por cem. que é a unidade da massa atômica. na natureza. ambos A = 40 = carbono. Tendo. Exemplo: Encontram-se na natureza dois isótopos do cloro. Exemplos: 39 19 K = A = 39 Z = 19 40 20 Ca = A = 40 Z = 20 n0 = 20 1 n0 = 20 1 Os isótonos possuem propriedades químicas diferentes porque são de elementos diferentes (diferentes números atômicos). conseqüentemente diferentes números de nêutrons. e chama-se tal média de massa atômica fracionária. Para se calcular a média aritmética ponderada. 35Cl e 37Cl. que é a encontrada na tabela periódica.5% e 22.Tecnologia ITAPECURSOS 8 . Se se utilizar 1/12 do átomo de carbono 12.A = massa atômica u = unidade da massa atômica Exemplo: M. todos possuem 10 elétrons 11 . 77.Massas atômicas fracionárias Como existem vários isótopos (átomos iguais com massas diferentes). M.Massa Atômica Para determinar a massa do átomo. 9 . o valor 12 foi escolhido por convenção. M. é calculada a média aritmética ponderada das massas atômicas desses isótopos. multiplica-se o número de massa de cada isótopo pela sua ocorrência (porcentagem). qual será a massa atômica fracionária do cloro? 12 Química . 1/12 do 12C = 1u 12 . Exemplos: 40 19 K 14 7N = potássio e 40 20 Ca 14 6C = cálcio.5% respectivamente. foi escolhido como PADRÃO o isótopo do carbono de número de massa 12.

6 e 7) • 4 subníveis (s.Moléculas São combinações de átomos (ametais) H = átomo e H2 = molécula Cl = átomo e HCl = molécula Espécies iônicas: São combinações de íons (metais e ametais): NaCl. Unidade = u Exemplo: C6H12O6 Átomos C H O Massa Atômica 12u 1u 16u Quantidade 6 12 6 Massa Molecular = 72 = 12 = 96 180u 180u .M1 13 .num orbital.Massa molecular A massa molecular é a soma das massas atômicas de todos os átomos que formam uma molécula. 1s 2s 3s 4s 5s 6s 7s − e0 2p 3p 4p 5p 6p 7p 3d 4d 5d 6d 4f 5f • 7 níveis energéticos (1. p. 3. devemos nos orientar pelo Diagrama de Pauling (as setas indicam a ordem de preenchimento dos subníveis de energia). d e f) • número máximo de em cada subnível s2 p6 d10 f14 Em cada subnível. existe um determinado número de orbitais.lugar mais provável de se encontrar o elétron. CaBr2 Sólidos Covalentes: SiO2. encontram-se no máximo 2 elétrons com spins contrários (sentido de rotação opostos). e em cada orbital cabem no máximo dois elétrons. Subnível s p d f • Orbital . • Princípio da exclusão de Pauli .Tecnologia ITAPECURSOS 13 . orbitais Química . 4.massa molecular DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA Para fazer a distribuição dos elétrons em torno do núcleo do átomo. (BeO)n 14 . 2. uma espécie iônica ou um sólido covalente. 5.

Para dizer a configuração eletrônica. o elétron sai do último nível. o 14 Química . O orbital s apresenta forma esférica e o orbital p apresenta forma de halter. orbital py Exemplos: 14 Si (Silício) orbital pz distribuição através de subníveis: distribuição através de orbitais: distribuição através de níveis: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p2 ­¯ 2 ­¯ ­¯ ­¯ ­¯ 8 ­¯ 4 ­ ­ Casos especiais • Nas distribuições que terminam em s2d4. O estudo dessas formas foge ao estudo do Ensino Médio. y z y z x x orbital s y z orbital px y z x x Os orbitais d e f também apresentam forma. porém no caso desses orbitais não vamos representar devido à sua complexidade.M1 . devemos seguir o diagrama de acordo com as setas. Forma dos orbitais Cada orbital é representado através de uma forma (nuvem eletrônica). ficando s1d5.Tecnologia ITAPECURSOS • Regra de Hund . s2 d9 Exemplo: 24Cr fica s1d10 .1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d9 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 (errado) (correto) (errado) (correto) 29Cu • Quando um átomo perde elétrons (vira um cátion).1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d5 (saíram 2 e − do 4s2. As setas indicam a ordem de preenchimento dos níveis e subníveis.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d5 25Mn 25Mn +2 . o número de elétrons desemparelhados é o máximo possível.Em um dado subnível. . ocorre transferência de 1 elétron do subnível s para o subnível d.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d4 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 3d5 3d10 . que é mais estável. que é o nível mais externo).

que são os grupos. Raros ou Inertes CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS: COSTA E SANTOS. Os grupos se dividem em A e B.A tabela atual É formada por 7 linhas horizontais. raros Ar .Grupos. 2 . Inertes ou Raros São elementos que possuem todos os subníveis completos. P.Lei periódica As propriedades dos elementos são funções periódicas de seus números atômicos.Tecnologia ITAPECURSOS TABELA PERIÓDICA 1 . 2. com a seguinte seqüência na tabela periódica: 1A. Os elementos que apresentam semelhanças de propriedades. 6B.1s elétrons na última camada e todos os outros possuem 8 elétrons. 7B.M1 15 . 3B. 7A.Gases Nobres. colunas ou famílias Os elementos cujas propriedades químicas são semelhantes estão situados em um mesmo grupo.recomendação da IUPAC ** Grupo 18 ou Zero . e por 18 linhas verticais. 5B. ou seja.1 . 4B. 8B. Q). 1B. 3A. 2B.1s 2s 2p com outros elementos.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 18 ou inertes. Gases Nobres. por isso são chamados de nobres. M. Pela configuração. 8B. A seqüência também pode ser 1 até 18. P. no grupo Zero. Estão na última coluna da tabela periódica. O. 8B. na tabela. L. 5A. Zero (8A). 2. 2 2 6 Possuem grande estabilidade e praticamente não se combinam 10Ne . * TABELA PERIÓDICA Classificação Periódica dos Elementos ** * Numeração 1 até 18 . estão agrupados numa mesma coluna (linha vertical). 141 V1. como recomenda a IUPAC. Química . N. 1995. 6A.2 . 2A. vemos que o He é o único que apresenta 2 2 Exemplos: 2He . colunas ou famílias. que são os períodos correspondentes aos níveis ou camadas de um átomo: (K.Classificação dos elementos de acordo com suas estruturas eletrônicas A. 4A.

mais estável) − (7 e0 na última camada) − (8 e0 na última camada. Gases nobres. 1995. Valência principal . Elementos típicos. mais estável) + = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 • Duas definições importantes: Elétrons de valência . B.M1 . Possuem geralmente o último nível incompleto e se ligam por meio dele. representativos ou normais Formam o Grupo A da tabela periódica. Essa é chamada REGRA DO OCTETO. a tendência dos átomos é ficarem com a configuração eletrônica semelhante aos gases nobres. Grupos Denominação Configuração Último Nível ns1 ns2 ns2 np1 ns2 np2 ns2 ns2 np3 np5 ns2 np4 Elétrons Valência 1 2 3 4 5 6 7 Valência Principal +1 +2 +3 ±4 -3 -2 -1 IA IIA IIIA IVA VA VIA VIIA Metais alcalinos Metais alcalinos terrosos Família do Boro Família do Carbono Família do Nitrogênio Calcogênios Halogênios Obs.= tendência a ganhar elétrons 16 Química .é o número de elétrons que o átomo ganha ou perde para ficar com a sua estrutura eletrônica igual à dos gases nobres. 145 V1. Veja a posição desses elementos na tabela periódica. com 8 elétrons na sua última camada.são os elétrons do último nível. P. inertes ou raros GASES NOBRES: COSTA E SANTOS.: + = tendência a perder elétrons . que é estável com 2 elétrons. Na configuração eletrônica. os subníveis mais energéticos são s ou p. com exceção da camada K. Exemplo: 11Na 11Na 17Cl 17Cl = 1s2 2s2 2p6 3s1 = 2s2 2p6 (1 e-0 na última camada) − (8 e0 na última camada. ou seja.Tecnologia ITAPECURSOS Como possuem estabilidade. estável.

P. que define as propriedades dos elementos. As características de um elemento para outro em grupos diferentes não diferem muito. Elementos normais ou típicos ou representativos 17 .Os do 7º período são os Actnídeos. Na distribuição eletrônica. P. 147 V1. Formam o Grupo B da Tabela Periódica. ELEMENTOS NORMAIS TÍPICOS OU REPRESENTATIVOS: COSTA E SANTOS. Seu subnível mais energético é o 5f e variam seu número de Z = 90 a Z = 103. São dois subgrupos da coluna IIIB.: Os elementos de Z = 93 a Z = 103 são chamados de Transurânicos .Os do 6º período são os Lantanídeos ou série de Terras Raras.Tecnologia ITAPECURSOS z NOME E z = nº atômico E = Símbolo do elemento C. . devido à distribuição eletrônica entre eles. . Obs. Veja a posição dos elementos de transição simples e transição interna na tabela periódica.M1 ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO: COSTA E SANTOS. b) Transição Interna São elementos que. diferem um do outro no antepenúltimo nível. 1995. o que os faz muito semelhantes entre si. Elementos de transição Dividem-se em Elementos de Transição e de Transição interna. Variam no penúltimo nível e não no último. 145 V1. Elementos de Transição z NOME E z = nº atômico E = Símbolo do elemento Química . possuem como subnível mais energético o f. a) Transição São elementos que na distribuição eletrônica possuem como subnível mais energético o d.elementos radioativos. na distribuição eletrônica. Seu subnível mais energético é o 4f e variam o número atômico de Z = 58 a Z = 71. situados no 6º e 7º períodos. 1995.

A. B. Cresce de Z = 1 a Z = 109.Estado Físico Gasosos: gases nobres. 1.2 .Número Atômico É o número de prótons que o átomo possui. F2. 145 V1. COSTA E SANTOS. 1995.Massa Atômica A massa do átomo cresce com o aumento do número atômico.5 . ou seja. AMETAIS E GASE NOBRES. Constituem a maioria dos elementos. O2. AMETAIS E GASES NOBRES CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS: METAIS. Metais São elementos que têm tendência a perder elétrons e estão situados ao centro e à esquerda do quadro periódico. Possuem grande eletronegatividade. H2 Líquidos: Bromo e mercúrio Sólidos: os demais elementos II . com o número atômico.4 . CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS: METAIS. Exemplos: 1.1 . 1 1A 18 0 2 2A 13 3A 14 15 16 17 4A 5A 6A 7A G 3 3B 4 5 4B 5B 6 7 6B 7B 8 9 10 11 8B 1B 12 2B L G GG GG GG L G G G GASES NOBRES METAIS GASES NOBRES AMETAIS 3. só aumentam ou só diminuem. Cl2. N2.PROPRIEDADES PERIÓDICAS E APERIÓDICAS 1 . P. 18 Química .Tecnologia ITAPECURSOS 3.Divisão dos elementos químicos Uma divisão importante para os elementos químicos é feita em relação ao caráter metálico e não metálico. Ametais São elementos que têm tendência a ganhar elétrons e estão situados à direita do quadro periódico.Propriedade Aperiódicas São aquelas que crescem indefinidamente.M1 . Possuem grande eletropositividade.

Eletronegatividade Corresponde à força com que um átomo atrai um elétron. Raio iônico → cátion .Raio Atômico É o tamanho do átomo. 3º período: Na Mg Al O Na é maior. • Em uma coluna. tem o mesmo número de níveis.Número de elétrons Na tabela periódica. Química . pode-se dizer que mede o caráter ametálico de um átomo.Número de níveis 2º .aumenta a eletronegatividade (exceto gases nobres) Obs.Tecnologia ITAPECURSOS 2 . normalmente o raio cresce numa coluna para baixo. à medida que percorremos os elementos na seqüência dos seus números atômicos.Carga nuclear 3º .têm a mesma carga nuclear.Propriedades Periódicas São aquelas que aumentam ou diminuem de espaços em espaços. aumenta o raio – diminui a eletronegatividade (atrai menos). Considerar: Exemplos: Coluna IIA: Be Mg Ca O Ca tem maior raio por ter mais níveis energéticos. . O S-2 é maior porque: . pois são estáveis e não atraem elétrons. Logo os elementos da direita da tabela ( exceto gases nobres) têm maior eletronegatividade. + 16p1 ⊕ 286 16S ⊕ + S-2 16p1 2 8 8 2.O Al tem mais elétrons para ser atraído. portanto o elemento mais eletronegativo da tabela é o Flúor. mas a carga nuclear é menor (atrai menos).têm a mesma carga nuclear. • Em um período.M1 19 . o nº atômico cresce para baixo. porque aumenta o número de níveis e num período para esquerda porque a carga nuclear é menor.: Os gases nobres não se incluem.O S-2 tem mais elétrons. .menor raio que o átomo e ânion maior raio que o átomo. As principais propriedades periódicas são: 2. o nº atômico cresce para direita. 1º .1 . . diminui o raio . 13Al ⊕ 2 8 3 13 Al+2 + 13p1 ⊕ 281 .têm o mesmo nº de níveis.2 . O Al é maior porque: + 13p1 .têm o mesmo nº de níveis.

mais eletropositivo coluna (em uma coluna.: Os gases nobres podem ser induzidos e aí terão afinidade eletrônica.Eletroafinidade ou afinidade eletrônica É a energia liberada por um átomo gasoso ao receber um elétron.3 . de perder elétrons. 2. quanto maior o z.: O elemento mais eletropositivo da tabela é o Frâncio.Eletropositividade É a tendência.5 .Volume atômico É o volume ocupado por um mol de átomos de um elemento no estado sólido. Os elementos de maior caráter ametálico e de menor raio são os de maior potencial de ionização. é muito difícil um gás nobre perder elétrons.: O elemento de maior potencial de ionização é o Hélio. Quanto maior o caratér ametálico e menor o raio. período Em um período quanto maior o z.M1 . período coluna quanto maior o z. em um átomo. quanto menor o z. 2. mede o caráter metálico de um átomo. coluna (quanto menor o z maior o potencial de ionização) Obs.Tecnologia ITAPECURSOS 2.Energia de Ionização ou Potencial de Ionização É a energia necessária para retirar o elétron mais externo de um átomo gasoso. maior o potencial de ionização. Como os gases nobres possuem grande estabilidade. na coluna. mais eletropositivo) Obs. São. os elementos mais volumosos estão nas extremidades da tabela. maior o volume. conseqüentemente maior é a afinidade eletrônica. período (menos gases nobres) condições especiais coluna → Obs.4 .6 . a atração núcleo-elétron é maior. maior o raio. 2. os de maior potencial de ionização. 20 Química . portanto. maior o raio. Conclui-se que os metais são mais eletropositivos e quanto maior o raio mais fácil de perder elétrons período (menos gases nobres) num período. Em um período.

Em um período. período IA IIA restantes IIIA IVA − 0 restantes LIGAÇÕES QUÍMICAS e I . formam ligações químicas. ligação metálica e ligação covalente.Valência É o poder de combinação dos átomos.Densidade É a relação da massa sobre o volume: d = v → É a massa contida em 1cm3 da espécie considerada.INTRODUÇÃO Os átomos podem ganhar ou perder elétrons para ficar estáveis. IIIA e IVA crescem com a diminuição de z. IIA. isto porque ficarão com configurações eletrônicas semelhantes aos dos gases nobres. quer perder 1 e0 − − . ânions atraindo cátions.1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 . existentes entre cátions atraindo ânions.7 e0 última camada. quer ganhar 1 e0 Química . Exemplos: 1º) NaCl Na .Pontos de fusão e ebulição Fusão: temperatura na qual uma substância no estado sólido se transforma em estado líquido. Os átomos se unem para atingir a estabilidade: ligação iônica.F e P. os elementos mais densos são os de maior P.8 . com 2 elétrons. • Ligação Iônica ou eletrovalente São forças eletrostáticas num cristal sólido. coluna (cresce com o aumento de z) 2. Corresponde ao número de orbitais incompletos que o átomo possui ou número de elétrons desemparelhados 2 . seguindo então a REGRA DO OCTETO: o átomo fica estável com 8 elétrons na última camada ou se a última for a camada K.1s2 2s2 2p6 3s1 17Cl -1 − última camada. 1 .7 . Quando ganham ou perdem elétrons.M1 21 . m período os elementos mais densos estão na região central da tabela.E e nas colunas IA. que são átomos bastante estáveis.Tecnologia ITAPECURSOS 2. sendo que estas dependem das valências dos átomos.Tipos de Ligações As ligações ocorrem entre átomos. Ebulição: temperatura na qual uma substância no estado líquido se transforma em estado gasoso.

São condutores de calor • Ligação covalente Ocorre entre os ametais ou entre ametais e hidrogênio. 1 5 9 2 6 10 3 7 4 8 LEGENDA Cátion Ânion 11 12 • O ânion 6 apresenta ligações iônicas de uma mesma força com os cátions 2. • No estado sólido não conduzem eletricidade. Ex: Fe. Os elétrons livres em movimento conduzem uma atração entre os átomos. o Mg(OH)2 (são pouco solúveis). Propriedades dos Compostos Iônicos • No estado normal. • Facilidade de lascar devido às forças de repulsão entre cátions e cátions e ânions e ânions. e fundidos. Propriedades dos metais .formam fios. . • Existe atração entre cátions e ânions e repulsão entre cátions e cátions e ânions e ânions. Au. mas são bons condutores quando aquecidos (fundidos) ou quando dissolvidos com água. . • Ligação Metálica São ligações entre metais (cátions e elétrons livres). . tendo ponto de fusão e ebulição altos. possuem liberdade de movimento.5. . formando uma rede metálica. são sólidos. Com os outros cátions a força é menor.São ótimos condutores de eletricidade no estado sólido. como exemplo o Al(OH)3. Cu. • Como a atração é forte entre metal e ametal. exceto Hg. • Alguns são solúveis e outros não. sendo responsáveis por várias propriedades dos metais. formando redes cristalinas. 22 Química .São sólidos. como Na+Cl-(s).Tecnologia ITAPECURSOS Cl Na+ Na + + Cl Na+ Cl − metal perde e0 − ametal ganha e0 Na+ Cl - Cl - Na+ retículo cristalino.São insolúveis em água e solúveis em ácidos fortes.M1 . . Estes elétrons livres. Podem formar sólidos covalentes ou compostos moleculares.Possuem pontos de fusão e ebulição variáveis.formam lâminas. . Interação eletrostática entre íons Na+ e ClNaCl Na+ Íon Sódio + ClÍon Cloro Cloreto de Sódio A figura representa uma seção plana de um cristal iônico. Os íons foram numerados para facilitar a sua identificação.São maleáveis .São dúcteis . é difícl quebrar a ligação.7 e 10.

: HCl. B . . elas se anulam.Molécula assimétrica polar.Possui 4 ligações covalentes polares A resultante das forças de atração é zero quando o átomo central ligar todos os seus elétrons de valência. A resultante das forças de atração é diferente de zero quando sobram elétrons no átomo central ou então quando este se liga a átomos diferentes. • São insolúveis.Compostos moleculares ou moléculas São compostos formados por ametais ou ametais e hidrogênio.Tecnologia ITAPECURSOS A . Exemplo: O . dizemos então que é uma molécula polar.Quando a resultante das forças de atração é zero.M1 23 . µ ≠ 0.(BeO)n Propriedades dos sólidos covalentes: • Só possuem ligações covalentes. Química . os sólidos covalentes não conduzem eletricidade. µ ≠ 0. O2. Ex. H2O. Ex. • Ligação Covalente Polar: É quando a união ocorre entre átomos de eletronegatividade diferentes. µ = 0. (µ = momento dipolar) Exemplo: .Possui 2 ligações covalentes polares.(SiC)n Óxido de Berílio .Molécula simétrica apolar . CCl4. • Com exceção do grafite. em um mesmo tipo de átomo. N2. • Ligação Covalente Apolar: É quando a união ocorre entre átomos de mesma eletronegatividade. Classificação das ligações covalentes: As ligações covalentes ocorrem com o emparelhamento de elétrons entre ametais. dizemos então que é uma molécula apolar. (ligações muito fortes). Possuem ligações covalentes unindo os átomos e atrações entre moléculas (interações intermoleculares). em simétrica e assimétrica. formando cristais sólidos. Exemplos: Grafite C(s) Diamante C(s) Sílica (SiO2)n Carbeto de Silício . Classificação das Moléculas Podemos classificar uma molécula. Molécula Simétrica . • Ponto de fusão muito alto.: Cl2. Molécula Assimétrica: Quando a resultante das forças de atração é diferente de zero.Sólidos Covalentes São sólidos que possuem apenas ligações covalentes.

Seus pontos de fusão e ebulição são baixos.Tecnologia ITAPECURSOS Outros exemplos: . P.Possui 3 ligações covalentes polares. teremos: Sólidos Iônicos Unidades formadoras Tipos de interação e/ou ligação Ponto de fusão Ponto de fusão íons (cátion e ânion) Ligações iônicas Sólidos metálicos cátion e elétrons livres Ligações metálicas Sólidos covalentes Átomos Ligações covalentes Sólidos moleculares Moléculas Interações entre moléculas e ligações covalentes entre átomos Baixo Baixo Interações entre as moléculas Apresentam compostos solúveis Não conduzem FONTE: COSTA E SANTOS. mais polar a ligação. NH3 Propriedades das moléculas: .224 Razoavelmente Razoavelmente alto alto Tipo de interação Ligação e/ou ligação Iônica entre rompida cátion e ânion durante a fusão Solubilidade em água Condutividade elétrica enquanto sólidos Condutividade elétrica quando fundidos Condutividade elétrica em solução aquosa Solúveis ou pouco solúveis Não conduzem Variável Variável (médio a alto) (médio a alto) Ligação metálica Muito alto Muito alto Ligação covalente entre os átomos Insolúveis Ótimos condutores Insolúveis Não conduzem (exceto grafite) Bons condutores Bons condutores Ótimos condutores Não conduzem Não conduzem Só conduzem os que se ionizam em água – – 24 Química .Molécula assimétrica polar. 1995 V. . e um composto apolar ser solúvel em compostos apolares.M1 . CCl3Br .Possui 4 ligações covalentes polares. 1. .Molécula assimétrica polar. µ ≠ 0 .Sobre a solubilidade podemos dizer que é comum um composto polar ser solúvel em compostos polares.Quanto maior a diferença de eletronegatividades.Dificilmente conduzem a eletricidade / ácidos em meio aquoso e amônia na H2O . Propriedades dos Sólidos Resumindo as propriedades dos sólidos. µ ≠ 0 .

Dipolo induzido .2 .linear.180o IV A .Dipolo ou Dipolo permanente É quando a atração ocorre entre moléculas polares. Existem três tipos de interações intermoleculares. Das três interações intermoleculares.NH3 Dipolo .Interações Intermoleculares São atrações eletrostáticas que ocorrem entre moléculas. sendo mais fortes. 180o III A . Exemplo: CCl4 ••• CCl4.piramidal.Dipolo Dipolo . compostos moleculares. I2 interações dipolo-induzidodipolo induzido ••• I2 RESUMO DE HIBRIDAÇÃO Coluna II A (Berílio) III A (Boro) trigonal Forma Geométrica linear ou digonal Ângulo entre Ligações 180o 120o Hibridação Tipos de Ligações 2s 3s sp sp2 π → 109o28’ tetraédrica sp3 4s IV A trigonal 120o sp2 3s 1 π (Carbono) linear ou digonal 180o sp 2s 2 Exemplos: l IA .tetraédrica.linear ou digonal 180o O IV A . Ocorre quando o “H” dos grupos OH. ou seja.trigonal ou triangular plana 120o Cl V A . que são: . Ex. NH ou HF atrai o “F”. 120o IIA Cl Cl linear ou digonal . 107o VI A ..Dipolo induzido Ligação de Hidrogênio São ligações tipo dipolo permanente.M1 25 .Ligação de Hidrogênio . 109o28’ H Cl VII A . 180o Química .linear ou digonal.: H2O. a Dipolo induzido .trigonal plana..Dipolo induzido é a mais fraca. 105o IV A . “O” e “N” em uma outra molécula.Dipolo induzido É quando a atração ocorre entre moléculas apolares.H2O..angular.. NH3.Tecnologia ITAPECURSOS 2. Exemplo: PCl3 •••PCl3 interações dipolo-dipolo HCl •••HCl Dipolo induzido . são mais fracas que as ligações de hidrogênio.

São cinco as funções a estudar: Óxidos. p. v. Antes da explicação de cada função deve-se conhecer o número de oxidação dos átomos. MgO ® O = -2 Mg = +2 MgO +2 -2 = 0 Classificação dos Óxidos: ÓXIDOS BÁSICOS OU ÓXIDOS METÁLICOS São compostos formados de metal e oxigênio. 1. NÚMERO DE OXIDAÇÃO É o mesmo que falar NOX e corresponde à carga que se atribui ao elemento. 1995. sais e hidretos. São divididos em óxidos básicos e óxidos ácidos. São óxidos básicos porque quando reagem com a H2O formam bases ou hidróxidos. os mais importantes e que serão utilizados no estudo de funções. ácidos.288. TIPOS DE FUNÇÕES FUNÇÃO ÓXIDOS São compostos binários formados de elementos (metal ou ametal) e oxigênio.Tecnologia ITAPECURSOS FUNÇÕES INORGÂNICAS INTRODUÇÃO Função é um conjunto de substâncias com propriedades semelhantes.M1 . hidróxidos. Citam-se a seguir. pois é muito importante no estudo referente à nomenclatura. o Nox do “O” vale -2. Nos óxidos. 1A +1 H Li -1 +1 Tabela 1 Principais números de oxidação 2A Be +2 3A B +3 4A C +2 +4 5A N P +5 +3 +3 +5 +3 6A O S -2 7A F -1 Na K +1 Mg Ca +2 6A +3 7A Mn +2 +3 +4 +6 +7 8A +2 8A +2 8A +2 1A +1 2A +2 Al +3 +4 Si -2 +4 +6 Cl +5 +7 ±1 +3 +1 +2 Cr Fe +3 Co +3 Ni +3 +6 Cu Ag Zn +2 +3 +2 +1 Ga +2 -2 As Se +4 +6 +5 Br I ±1 +3 +5 +7 ±1 +3 +5 +7 +1 +2 Rb +1 Sr +2 +2 Cd +1 Sn Pb +4 +2 +4 -2 Sb Te +4 +6 +5 +3 +1 Cs +1 Ba +2 Pt +4 Au +3 Hg +2 Fr Ra Fonte: COSTA e SANTOS. Essa carga está relacionada ao poder de ligação de um átomo. • Fórmula geral M2On onde: M = metal O = oxigênio 2 = número de oxidação do oxigênio n = número de oxidação do metal 26 Química .

. São óxidos ácidos porque quando reagem com a H2O formam ácidos. oso +5 .....M1 27 .. oso +3 .anidrido sulfúrico O = -2 C = +4 Coluna VII A Nox +1 Hipo . • Fórmula geral A2On onde: A = ametal O = oxigênio 2 = Nox de oxigênio n = Nox do ametal Nomenclatura antiga Coluna IVA CO2 .anidrido carbônico ou óxido carbônico gás carbônico Coluna V A N2O3 .óxido de zinco Zn = +2 O = -2 Ag2O . ico O = -2 N = +3 O = -2 N = +5 O = -2 S = +4 O = -2 S = +6 Cl2O –––– anidrido hipocloroso (Nox = +1) Cl2O3 –––– anidrido cloroso (Nox = +3) Cl2O5 –––– anidrido clórico (Nox = +5) Cl2O7 –––– anidrido perclórico (Nox = +7) Observação: O Cromo e o Manganês formam óxidos ácidos com Nox > 4 e óxidos básicos com Nox < 4.óxido de ouro III O = -2 Au = +3 CoO2 . ANIDRIDOS OU ÓXIDOS AMETÁLICOS São compostos formados por ametal e oxigênio. Química ... óxido + metal + Nox do metal em algarismo romano HgO ....óxido de mercúrio II O = -2 Hg = +2 O = -2 Co = +4 Au2O3 .Tecnologia ITAPECURSOS • Nomenclatura a) Quando o metal possui apenas um valor de Nox... ico +7 Per .anidrido sulfuroso SO3 ....anidrido nítrico Coluna VI A SO2 .......óxido de cobalto IV • Nomenclatura antiga óxido + metal + (oso ou ico) Cu2O Fe2O3 SnO2 O = -2 óxido cuproso Cu = +1 O = -2 óxido férrico Fe = +3 O = -2 óxido estânico Sn = +4 oso: menor Nox ico: maior Nox Nome original de alguns elementos: Cu = Cuprum Au = Aurium Pb = Plumbum S = Sulfurum ÓXIDOS ÁCIDOS.... Nomenclatura moderna ou oficial (IUPAC) óxido + nome do metal ZnO ..anidrido nitroso N2O5 ...óxido de prata Ag = +1 O = -2 b) Quando o metal possui mais de um valor de Nox.

monóxido de carbono NO .óxido salino de manganês PERÓXIDOS São óxidos onde o Nox do oxigênio vale -1. • Fórmula Geral: E2(O2)x E = hidrogênio.óxido de zinco SnO2 .peróxido de Hidrogênio ou água oxigenada Na2O2 .Tecnologia ITAPECURSOS Exemplos de óxidos básicos Cr2O3 . nem com bases e nem com a H2O. • Fórmula Geral: M3O4 FeO + Fe2O3 → Fe3O4 – óxido salino de ferro Mn3O4 . CO . mas reagem com ácidos produzindo sal e água oxigenada. Na2O2 + 2HCl ® 2 NaCl + H2O2 A água oxigenada decompõe-se com facilidade em presença de luz e calor. elementos da IA ou IIA Exemplos: H2O2 .óxido de nitrogênio II N2O .óxido de estanho IV Al2O3 .óxido de manganês II Mn = +2 O = -2 Mn2O7 .óxido de cromo III Cr = +3 O = -2 Exemplos de óxidos ácidos CrO3 .M1 .peróxido de Sódio H = +1 O = -1 Na = +1 O = -1 BaO2 .anidrido permangânico ÓXIDOS ANFÓTEROS São aqueles que podem comportar-se como óxido ácido ou óxido básico. Apresentam o grupo O2-2.anidrido crômico Cr = +6 O = -2 Mn = +7 O = -2 MnO . ∆ H O + 1/2 O H O 2 2 2 2 28 Química .peróxido de Bário Ba = +2 O = -1 Os peróxidos não reagem com bases e óxidos.óxido de alumínio ÓXIDOS NEUTROS São óxidos que não reagem com ácidos. SALINOS OU DUPLOS São óxidos provenientes da mistura de dois óxidos. São formados por ametais.óxido de nitrogênio I ÓXIDOS MISTOS. ZnO .

hidróxido de estanho IV Hidróxido de estanho IIOH = -1 b. SiO2(s) .sílica .Na produção de vidros.1) Nomenclatura moderna (IUPAC) hidróxido + metal + Nox de metal em algarismo romano.Para obtenção do ferro metálico. Nox do OH = -1 • Fórmula Geral: M(OH)n onde M = metal O = oxigênio (Nox = -2) H = hidrogênio (Nox = -1) n = Nox do metal Nomenclatura a) Metal com apenas um Nox .hidróxido de ferro II cruzar os valores de Nox.hematita .ímã natural.2) Nomenclatura antiga 2 1 Sn = +2 hidróxido + metal + (oso ou ico) Sn OH = Sn(OH) oso: menor Nox ico: maior Nox Cu(OH)2 . Apresentam o grupo O2-1.hidróxido + metal NaOH = hidróxido de Sódio Al(OH)3 = hidróxido de Alumínio b) Metal com mais de um Nox b. Cu(OH)2 .superóxido de Bário • Aplicações dos óxidos CaO(s) .M1 29 .hidróxido estânico AuOH .Na neutralização dos solos e construções.superóxido de potássio BaO4 .No combate a incêndios (CO2(s)) e na produção de bebidas.cal virgem . Fe3O4(s) .hidróxido cúprico Fe(OH)3 .Tecnologia ITAPECURSOS SUPERÓXIDOS São óxidos onde o Nox do Oxigênio vale -1/2.hidróxido auroso 2 Hidróxido plúmbico 4 Pb 2 Fe 1 OH = -1 Pb = +4 OH = -1 Fe = +2 OH = Pb(OH)4 1 Hidróxido ferroso OH = Fe(OH)2 Química .magnetita .hidróxido férrico Sn(OH)4 .gás carbônico . CO2(g) . Sn(OH)4 . FUNÇÃO HIDRÓXIDOS OU BASES São substâncias formadas por metal e oxidrila (metal + OH).hidróxido de cobre II Para fazer a fórmula a partir do nome é só Fe(OH)2 . • Fórmula Geral: E(O2)x E = Elementos da IA e IIA Exemplos: KO2 . Fe2O3(s) .

Ca(OH)2(s) .soda cáustica . a fenolftaleína vermelha e o metil orange amarelo. Mg(OH)2 . Nomenclatura Segue a mesma regra dos anidridos trocando a palavra anidrido por ácido.Hidrogênio . São classificados em: HIDRÁCIDOS Fórmula geral . em solução aquosa. • Em meio alcalino (básico) é sempre azul. • Por serem eletrólitos. em solução aquosa.produto de limpeza e produção de sabão. conduzem corrente elétrica.HnA H . • Características das Bases • Possuem sabor amargo. originam íons H+. IVA . • Reagem com ácidos produzindo sal e água.Tecnologia ITAPECURSOS • Força das Bases Uma base é considerada forte quando ocorre dissociação iônica quase que totalmente.Nox = +1 A = ametal da coluna VIA ou VIIA ou CN n = Nox do ametal VIA ® Nox = -2 VIIA ® Nox = -1 CN ® Nox = -1 Nomenclatura • Terminação ídrico H2S = ácido sulfídrico HCl = ácido clorídrico HCN = ácido cianídrico OXIÁCIDOS São formados pela reação de anidrido e água.antiácido FUNÇÃO ÁCIDOS São substâncias que. ao ser dissolvida em água.antiácido Al(OH)3 .H2SO3 ® ácido sulfuroso H2SO4 ® (S = +6) = ácido sulfúrico N2O5 + H2O ® H2N2O6 ® HNO3 anidrido nítrico ® ácido nítrico 30 Química .HNO2 H = +1 O = -2 N = +3 ® ácido carbônico N2O3 + H2O ® H2N2O4 ® HNO2 anidrido nitroso HNO3 H = +1 O = -2 N = +5 ® ® ácido nitroso VIA . Oxiácidos = H + Ametal + Oxig.H2CO3 CO2 + H2O ® H2CO3 ® ® Anidrido Carbônico H = +1 O = -2 S = +4 Nox H = +1 Nox O = -2 Nox C = +4 VA .M1 .usado na construção civil (preparo de argamassa). Bases fortes: Coluna IA (metais alcalinos) + OH Coluna IIA (metais alcalinos terrosos) + OH Bases fracas: todas as demais bases.leite de magnésia .cal extinta . Aplicações dos hidróxidos NaOH .

HBr.2 = 2) HNO3 (3 . • Em solução aquosa sofrem ionização total ou parcial (suas soluções são eletrolíticas) Ionização total ® todos os “H” são ionizados H2SO4(aq) ® 2H+(aq) + SO4-2 (aq) Ionização parcial ® só alguns “H” são ionizados.1 = 3) HClO4 H2SO4 (4 . a fenolftaleína incolor e o metilorange vermelho. • Reagem com bases produzindo sal e água.M1 31 .Tecnologia ITAPECURSOS VIIA . HI Oxiácidos fortes: nº O .1 = 2) Química . antimônio e boro podem reagir com: 1 molécula de H2O ® prefixo META no Ácido 2 moléculas de H2O ® prefixo PIRO no Ácido 3 moléculas de H2O ® prefixo ORTO no Ácido (não obigatório) P2O3 + anidrido fosforoso HAsO3 H4As2O7 H3AsO4 H3BO3 1 H2O ® H2P2O4 = HPO2 = ácido metafosforoso 2 H2O ® H4P2O5 = ácido pirofosforoso 3 H2O ® H6P2O6 = HPO3 = ácido ortofosforoso ou ácido fosforoso ácido ácido ácido ácido meta arsênico piro arsênico arsênico bórico •• Características dos ácidos • Possuem sabor azedo.HClO ® (Cl = +1) = ácido hipocloroso HClO2 ® (Cl = +3) = ácido cloroso HClO3 ® (Cl = +5) = ácido clórico HClO4 ® (Cl = +7) = ácido perclórico Casos especiais: 1) Cromo +3 (caráter básico) Cr +6 (caráter ácido) CrO3 + H2O ® H2CrO4 ¯ ¯ anidrido crômico ácido crômico 2CrO3 + H2O ® H2Cr2O7 ¯ ¯ anidrido crômico ácido bicrômico 2) Manganês Mn +2 +3 caráter básico +4 +6 caráter ácido +7 ® ácido mangânico (Mn = +6) MnO3 + H2O ® H2MnO4 ¯ anidrido mangânico Mn2O7 + H2O ® H2Mn2O8 ® HMnO4 ® ácido permangânico ¯ anidrido permangânico 3) Os anidridos de fósforo. Hidrácidos fortes: HCl. H2SO3(aq) ® H+(aq) + HSO3-(aq) Força de um ácido Ácidos fortes são aqueles que apresentam grau de ionização maior que 50%. arsênio. o tornassol é sempre vermelho. • Em meio ácido.nº H for maior ou igual a 2 (4 .

usado na fabricação de fertilizantes e explosivos. trocar as terminações ídrico. H2S.preparo de fertilizantes e refrigerantes (como acidulante). HCl + NaOH ® NaCl + H2O ácido + base ® sal + água Sal ® Metal + Ametal .2 =1) HNO2 (2 -1 = 1) HClO (1 -1 = 0) Aplicação dos Ácidos: HCl HNO3 H3PO4 H2SO4 .ácido nítrico . Nomenclatura Terminação dos ácidos ídrico ® oso ® ico ® Terminação dos sais eto (sem oxigênio) ito (com oxigênio e menor valência) ato (com oxigênio e maior valência) a) metal (cátion) com apenas um Nox Nome ácido.1) moderna (IUPAC) Ametal + ETO + metal + Nox em algarismos romanos ITO ATO Química .limpeza. acumuladores de baterias.fabricação de: fertilizantes.nº H for menor que 2 H2SO3 (3 . .M1 32 . . tintas.ácido muriático . ico por eto. FUNÇÃO SAIS São substâncias originadas da combinação de um ácido e uma base. ato e acrescentar o nome do metal. ou então HClO4 + NaOH ® NaClO4 + H2O ácido + base ® sal + água Sal ® Metal + ametal + oxigênio .Tecnologia ITAPECURSOS Hidrácidos fracos: HF.ácido sulfúrico . São as reações de neutralização. medicamentos. . são chamados de oxissais.ácido fosfórico . ito. HCN Oxiácidos fracos: nº O . são chamados sais halóides. CaS Ca Nox = +2 (2 “H”) NaNO3 Na Nox = +3 (1 “H”) Al (ClO4)3 Al Nox = +3 (3 “H”) ácido que originou H2S = ácido sulfídrico ídrico trocar por eto Sulfeto de cálcio ácido HNO3 = ácido nítrico ico trocar por ato nitrato de sódio ácido H3(ClO4)3 = HClO4 = ácido perclórico trocar por ato perclorato de alumínio b) metal (cátion) com mais de um Nox b. oso.

M1 33 .não existe Fe = + 2 ® 2 “H” = H2CO3 .não existe Cu = + 1 ® 1 “H” = HNO2 .: 3H2SO4 + 2Al(OH)3 ® Al2(SO4)3+ 6H2O • Reação Básica: combinação de ácido fraco com base forte.permanganato ClO2.clorato ClO4.clorito ClO3. Ex. pH > 7.não existe ametal + ETO + metal + terminação oso ou ico ITO ATO Sn(ClO4)4 FeCO3 CuNO2 Sn = +4 ® 4 “H” = H4 (ClO4)4 = HClO4 ® ácido peclórico vira ato ® Perclorato estânico Sn = + 2 ® 2 “H” ® H2(ClO4)4 = H(ClO2)2 .bissulfato ClClOcloreto hipoclorito BrO3. dão origem a uma solução ácida.Tecnologia ITAPECURSOS CuSO4 Fe(NO3)3 AuNO2 b.Nitrito de ouro I Au = +3 ® 3 “H” = H3NO2 .H3(NO3)3 HNO3 ácido nítrico ® ico vira ato ® Nitrato de ferro III Au = +1 ® 1 “H” = HNO2 .Nox = +7) Cu = +2 ® 2 “H” = H2SO4 = ácido sulfúrico ico vira ato . • Sais formados por metais alcalinos são solúveis em H2O. etc. Ex. Alguns radicais importantes: CO3-2 HCO3NO2NO3S-2 HSSO3-2 SO4-2 carbonato bicarbonato nitrito nitrato sulfeto bissulfeto sulfito sulfato HSO3. pH = 7.ácido carbônico Fe = + 3 ® 3 “H” = H3CO3 .não existe Cu = + 2 ® 2 “H” = H2NO2 . originam sais que dissolvidos em água. originam sais que dissolvidos em água.bromato CNcianeto CrO4-2 cromato Cr2O7-2 dicromato MnO4-2 manganato MnO4.2) antiga Cu = +1 ® 1 “H” = HSO4 (não existe.: H2SO4 + 2NaOH ® Na2SO4 + 2H2O • Reação Ácida: combinação de ácido forte com base fraca. • Suas soluções são eletrolíticas. pH < 7. dão origem a uma solução básica.perclorato PO4-3 fosfato Química . originam sais que dissolvidos em água.Sulfato de cobre II Fe = +2 ® 2 “H” = não existe Fe = +3 ® 3 “H” .ácido nitroso ® oso vira ito ® Nitrito cuproso As reações podem ser: • Reação Neutra: combinação de ácido forte com base forte.bissulfito HSO4.: H2S + Ca(OH)2 ® CaS + 2H2O Propriedades dos Sais: • São sólidos e possuem ponto de fusão e ebulição altos. BaSO4. dão origem a uma solução neutra. CaCO3.ácido nitroso ® oso vira ito . Ex. são insolúveis na H2O. • O CaSO4. S .

hidreto de ferro II ou hidreto ferroso FeH3 .hipoclorito de sódio . exceto NH3 (caráter básico) PH3 . com propriedades totalmente diferentes.nitrato de prata .hidreto de cálcio Hidretos ametálicos (caráter ácido).usada na fabricação de fertilizantes.hidreto de nitrogênio (amônia) NH3 + H2O ® NH4OH (caráter básico) H2O H2S(s) H2S(aq) ou caráter ácido H2O -2 H2S(s) H+(aq) + S (aq) HCl(g) HCl(g) H2O H2O Fe H2 . • Fórmula geral: E Hn Se E = metal H = hidrogênio de Nox = -1 n = Nox do metal hidretos metálicos Se E = ametal H = hidrogênio de Nox = +1 n = Nox do ametal hidretos ametálicos Hidretos metálicos: (caráter básico) NaH .antisséptico .NH3 .hidreto de sódio CaH2 .H2S .hidreto de ferro III ou hidreto férrico * hidreto metálico + água ® base + H2 NaH + H2O ® NaOH + H2 HCl(aq) caráter ácido H+(aq) + Cl(aq) ou Aplicação: NH3 .fluoreto de sódio . Exemplo: HBr + LiOH ® LiBr + H2O Ácido + Base ® Sal + Água A reação é também chamada de fenômeno químico (formação de novas substâncias).condimento . PRINCIPAIS TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS Reações de Síntese São também chamadas de reações de adição.hidreto de fósforo (fosfina) VIA .cloreto de hidrogênio ou ácido clorídrico VA .Tecnologia ITAPECURSOS Aplicação dos Sais NaCl KMnO4 AgNO3 NaClO NaF . É quando o número de substâncias que reagem é maior que o número de substâncias formadas. explosivos. A + B Reagente ® AB Produto Química .antisséptico .sulfeto de hidrogênio ou ácido sulfídrico VIIA .M1 34 .tratamento anti-cárie FUNÇÃO HIDRETOS São compostos binários formados por um elemento e o hidrogênio. REAÇÕES INORGÂNICAS INTRODUÇÃO A reação é um processo onde substâncias reagem formando novas substâncias.HCl .cloreto de sódio (sal de cozinha) .permanganato de potássio .amônia .bactericida e antisséptico . fibras e plásticos.

sendo então um elemento reduzido. ® Cu+2 ® aumentou o NOX ® sofreu oxidação (perdeu eo-) Cu – 2eo­ ­ NOX = 0 NOX = +2 • O NOX reduz quando o átomo ganha elétrons: dizemos que o elemento sofreu redução. quando o átomo perde elétrons: dizemos que o elemento sofreu oxidação. sendo então um elemento oxidado.Tecnologia ITAPECURSOS Exemplos: H2 H2 + Cl2 + 1/2O2 ® ® ® 2HCl H2O BaCO3 BaO + CO2 Reações de Análise ou Decomposição É o inverso da reação de síntese. AB Reagente Exemplos: H2O(l) ® H2(g) + 1/2 O2(g) CaCO3(s) ® CaO(s) + CO2(g) ® Análise = formação de substâncias simples ® Decomposição = formação de pelo menos uma substância composta ® A+B Produto Reações de Simples Troca É a reação que ocorre entre uma substância simples e uma substância composta. número de oxidação ou NOX. S + 2eo® S-2 reduziu o NOX ® sofreu redução (ganhou eo-) ­ ­ NOX = 0 NOX = -2 • A reação é de oxi-redução quando existe um átomo sofrendo oxidação e outro sofrendo redução. Cu + S oxidação ® Cu+2 + S-2 redução Química . • O NOX aumenta. é a carga do átomo. originando uma nova substância simples e outra substância composta. sendo que está relacionada com o poder de combinação dos átomos. O número de substâncias no reagente é menor que o número de substâncias no produto. A + BC ® B + AC Exemplos: Na + HNO3 ® NaNO3 + 1/2 H2 Fe + CuSO4 ® FeSO4 + Cu Reações de Dupla Troca É a reação entre duas substâncias compostas.M1 35 . AB + CD ® AC + BD BaCl2 + H2SO4 ® BaSO4 + 2HCl HCl + NaOH ® NaCl + H2O Reações de Oxi-redução Como vimos no capítulo anterior. originando duas novas substâncias compostas.

Vamos fazer o equilíbrio do lado dos reagentes. deve-se terminar o balanceamento.6 = -1 NaCO-23 +1 Elemento ou substância simples. por tentativa. causa redução no outro e dizemos então que é um agente redutor.Tecnologia ITAPECURSOS Principais NOX: H ® +1 (combinado com ametal) e -1 (combinado com metal) O ® -2 (óxido). -1 (peróxido). Regra de Balanceamento 1º) Achar o NOX de cada átomo de uma reação. foram os seguintes: Mn ® +7 para +2 ® sofrendo redução (agente oxidante) O ® -1 para 0 ® sofrendo oxidação (agente redutor) Fazer a variação dos NOX e cruzar os resultados obtidos. Mn ® +2 O ® 0 para +7 ® variando de 5 para -1 ® variando de 1. 2º) Verificar qual sofre oxidação (aumenta o NOX) e qual sofre redução (reduz o NOX). NOX = 0 Substância composta. Um elemento que sofre redução. causa oxidação no outro e dizemos que é um agente oxidante. é importante observar que o número de elétrons envolvidos na oxidação deve ser igual ao número de elétrons envolvidos na redução. Química . Exemplos: a) KMnO4 ¯ NOX + H2O2 ¯ + H2SO4 ® K2SO4 ¯ ¯ + MnSO4 ¯ + H2O ¯ + O2 ¯ O=0 K = +1 H = +1 H = +1 K = +1 O = -2 H = +1 O = -2 0 = -1 0 = -2 O = -2 S = +6 O = -2 Mn = +7 S = +6 S = +6 Mn = +2 Os elementos que variaram o NOX. 5º) Depois. 4º) Cruzar o NOX. de modo que o número da variação do NOX da oxidação é coeficiente do redutor e o número da variação do NOX da redução é o coeficiente do oxidante. Oxidação ou Elemento oxidado Redução ou Elemento reduzido Aumenta NOX Reduz NOX Perda de elétrons Ganho de elétrons Agente redutor Agente oxidante Balanceamento de Equações No acerto de uma equação. -1/2 (superóxido) Coluna IA Coluna IIA Coluna IIIA Coluna VIA Coluna VIIA ® +1 ® +2 ® +3 ® -2 (não oxigenado) ® -1 (não oxigenado) Ca = 0 NaCO-3 ® total NOX = -1 x = +6 Na = +1 O = -2 +1 + x . como são 2 “O” no H2O2 a variação é = 2. NOX = carga total H2SO4 ® total NOX = 0 H = +1 O = -2 +1 +2 + x .8 = 0 -2 H2SO4 x = +4 Observação: Um elemento que sofre oxidação. 3º) Fazer a variação do NOX e simplificar se possível.M1 36 .

reagente e produto.+ OH– ® ® ® MnO4 Mn N ® ® + NO2- ® +7 +3 +4 +5 + H2O ® ® ® MnO2 + NO3- + OH- +7 +3 para +4 para +5 sofrendo redução. equilibrar por tentativa.3 + 0 = 0 . D=7-4=3 D=5-3=2 +7 MnO4+ +3 NO2+ H2O ® +4 MnO2 3 MnO4+ NO2+ H2O ® 2MnO2 + + +5 NO32 3NO3+ OH+ OH- Depois de cruzar os NOX das variações é só contar os átomos colocando os dois membros. 2 KMnO4 + 5 H2O2 + 3H2SO4 ® K2SO4 + 2 MnSO4 + 8 H2O + 5O2 b) MnO4.+ H2O ® MnO2 + NO3. neste caso em que as substâncias possuem carga é só equilibrar as cargas do reagente com o produto. 3. Chamar coeficiente da H2O de x e do OH. com a mesma quantidade.3 .y y=2 2 MnO42MnO4+ + 3NO23NO2+ + xH2O 1H2O ® ® 2MnO2 2MnO2 + + 3NO33NO3+ + 2OH2OHpor tentativa: x = 1 Coeficientes do reagente: 2. 2MnO4+ 3NO2+ H2O ® 2MnO2 + 3NO3+ OH- Estão faltando os coeficientes da H2O e do OH-. 1 Coeficientes do produto: 2.M1 37 . é agente redutor Observar que o que interessa é o NOX de cada átomo e que nesta equação todo “H” tem NOX = +1 e todo “O” tem NOX = -2. (Só variaram o Mn e o N). 2MnO4+ 3NO2+ xH2O ® 2MnO2 + 3NO3+ yOH- 2. 2 Química .Tecnologia ITAPECURSOS D=7-2=5 D = -1 . 3.(-1) + 3(-1) + x(0) = 2(0) + 3(-1) + y(-1) -2 . é agente oxidante sofrendo oxidação.de y.0 = 1 (x2) +7 -1 +2 0 ¯ ¯ ¯ ¯ KMnO4 + H2O2 + H2SO4 ® K2SO4 + MnSO4 + H2O + O2 5 2 Depois de cruzar o NOX.+ NO2.

2) Metais comuns. 2º) Um ametal só desloca outro se for mais reativo que ele. Zn. S + O2 ® SO2 O oxigênio reage com quase todos os elementos. ® Ca + 2H2O ® Ca(OH)2 + H2 c. H2 + I2 ® 2 HI b. formando hidretos metálicos. Na. Ordem crescente de reatividade dos não-metais: P.Tecnologia ITAPECURSOS REAÇÕES IMPORTANTES: Reações Comuns: a) Com Oxigênio a. formando hidróxido e liberando gás hidrogênio.2) Reação de metal com hidrogênio. Mn. Li. formando óxidos Fe + H2O calor FeO + H2 c. 2 Na + H2 ® 2NaH c) Com H2O c. K. S.4) Hidretos alcalinos e alcalinos terrosos.1) Reação de ametal com hidrogênio. O. Mg. Sn. Hg. Co. formando hidrácidos.3) Metais nobres. Rb.1) Reação de combustão do metal com oxigênio. Ordem crescente de reatividade dos metais: Metais Nobres Metais Alcalinos e Alcalinos Terrosos Au. Ca. Fe. NaH + H2O ® NaOH + H2 ® CONDIÇÕES PARA A OCORRÊNCIA DE REAÇÕES Uma reação só será espontânea se: 1º) Um metal só desloca outro se for mais reativo que ele. 2 Fe + O2 ® 2 FeO a. Cl. N.M1 . I.2) Reação de combustão do ametal com oxigênio. Al. H. c. Ba. F.1) Metais alcalinos e alcalinos terrosos. Sr. Cu. Pb. Br. Ag. b) Com Hidrogênio b. Ni. Bi. Pt. Cs. formando hidróxidos e liberando gás hidrogênio. C. a) Óxido ácido + Água ® Ácido CO2(g) + H2O(l) ® H2CO3(aq) b) Óxido básico + Água ® Base MgO(s) + H2O(l) ® Mg(OH)2(aq) c) Óxido básico + Óxido ácido ® Sal MgO(s) + CO2(g) ® MgCO3(s) d) Óxido ácido + Base ® Sal + Água CO2(g) + Mg(OH)2(aq) ® MgCO3(s) + H2O(l) e) Óxido base + Ácido ® Sal + Água MgO(s) + H2CO3(aq) ® MgCO3(s) + H2O(l) f) Metal + Ácido ® Sal + Hidrogênio Mg(s) + H2SO4(aq) ® MgSO4(aq) + H2(g) g) Metal Alcalino + Água ® Base + Hidrogênio Li(s) + H2O(l) ® LiOH(aq) + 1/2 H2(g) 38 Química . não reagem com a água.

Sr+2. Para identificar é só reagir o CO2 com água de cal (Ca(OH)2(aq)). haverá formação de um precipitado branco CaCO3(s). Br-. Pb+2 Ag S-2 Ag+. Na2O2(s) + H2O(l) ® 2NaOH(aq) + 1/2 O2(g) ® Se aproximar uma chama ela vai aumentar devido a liberação de gás oxigênio. É também chamado de número de Avogadro.0 x 1023 átomos de “O”. ele explode. Ca+2. Pb+2 Ag+. O2 e CO2 1) Gás Hidrogênio O H2 é um gás inflamável.M1 39 . 1 cento = 100 unidades. aumenta a chama. não vai ocorrer nada pois o CO2 não é combustível e nem comburente.0 x 1023 átomos de “H” 1 mol de átomos de “O” = 6. Os cátions e ânions agrupados abaixo.0 x 1023 átomos 1 mol Na = 6. Zn+2. + devido à reação H2(g)1/2O2(g) ® H2O(l) (reação de combustão) 2) Gás Oxigênio O O2 é um gás comburente. 1 mol = 6. Cu+. I+.Tecnologia ITAPECURSOS REAÇÕES PARA IDENTIFICAÇÃO DOS GASES H2. Pb+2 SO4-2 CO3-2 CrO4-2 MOL . a chama aumenta. originam sais insolúveis: Cátions Ânions Ag+. tem-se 1 mol = 6. Ba+2. Ca+2.GASES .02 x 1023 unidades = 6 x 1023 unidades.02 x 1023 unidades (pode arredondar para 6 x 1023) É uma unidade quantitativa. etc. Pb+2 Ag+. 3) Gás Carbônico Se aproximarmos uma chama perto do CO2. Sr+2. Química . Ba+2.ESTEQUIOMETRIA CONCEITOS FUNDAMENTAIS MOL O termo mol significa a quantidade de matéria tais como átomos. na presença de O2. Ba+2. Ao aproximar um palito de fósforo aceso em um recipiente com gás oxigênio. Dessa forma: H = átomo H2 = molécula (combinação de átomos) Cl = átomo Cl2 = molécula H2SO4 = molécula 1 mol átomos = 6.0 x 1023 Na 1 mol de moléculas = 6. são insolúveis. moléculas ou íons. Se aproximarmos um palito de fósforo aceso em um recipiente com gás hidrogênio ocorre uma explosão.0 x 1023 moléculas 6. Pb+2 C -. tal qual 1 dúzia = 12 unidades. CO2(g)+ Ca(OH)2(aq) ® CaCO3(s) + H2O(l) precipitado branco¿ Solubilidade dos sais Os sais quando precipitam. Assim.0 x 1023 moléculas de H2O 1 mol de H2O 2 mol de átomos de “H” = 2 x 6.

02 x 1023 moléculas 2 átomos de H 1 átomo de S 4 átomos de O total de 7 átomos 1 molécula de H2SO4 apresenta: 1 mol de moléculas de H2SO4 apresenta: 2 mol de átomos de H = 2 x 6.02 x 1023 átomos GASES Substâncias gasosas ocupam todo o volume do recipiente.Tecnologia ITAPECURSOS MASSA MOLAR (M) A massa molar é a massa de um mol de uma determinada substância química. mede o estado de agitação das moléculas.02 x 1023 átomos de H 1 mol de átomos de S = 6.02 x 1023 átomos de Na 1 mol de Na tem massa molar de 23g/mol m (Na) = 23u H2SO4 M (Na) = 23 g/mol Massa molecular do CO2 = 44u 1 mol de CO2 tem 6. maior será a pressão. Volume de um gás (V) Corresponde ao volume do recipiente.02 x 1023 moléculas de CO2 1 mol de CO2 tem massa molar de 44 g/mol m(CO2) = 44u M(CO2) = 44 g/mol m = massa molecular = 98 u = massa de uma molécula M = massa molar = 98 g/mol = massa de 1 mol de moléculas = 6. Unidade = K . maior o número de colisões.02 x 1023 átomos de S 4 mol de átomos de O = 4 x 6. apresentam baixa densidade e alta energia cinética. Unidade = atm 1 atm = 760 mm Hg Temperatura (T) A temperatura corresponde à energia cinética média das partículas ou então.Kelvin K = °C + 273 40 Química .M1 . m = massa atômica ou molecular M = massa molar Massa atômica do Na = 23 u 1 mol de Na tem 6.02 x 1023 átomos de O total de 7 mol de átomos = 7 x 6. Unidade = m3 1 m3 = 103L = 1000 mL 1 dm3 = 1 L 1 cm3 = 10-3 L = 1 mL 1 L = 1000mL Pressão (P) Pressão é a força exercida pela molécula por unidade de área P = F/A Quanto maior o movimento das moléculas.

T1 T T2 3 V(L) 1 2 3 T(K) 100 200 300 V/T 0.01 0.M1 41 .01 0. possuem o mesmo número de moléculas.01 100 200 300 • Lei de Gay-Lussac .Tecnologia ITAPECURSOS Hipótese de Avogadro Volumes iguais de gases quaisquer. temos que: P2 V2 P1 V1 PV = constante ® T = T2 T 1 Sendo massa gasosa constante ® número de mol do gás é constante. terão o mesmo número de moléculas.01 0. logo. Química . V = constante P a T.5 1 PxV 3 3 3 3 2 1 P(atm) 1 • Lei de Charles . CO2(g) O2(g) Se ambos possuem o mesmo volume. o volume é diretamente proporcional à temperatura.ou Isobárica Para uma pressão constante.ou Isotérmica Para uma temperatura constante o volume é inversamente proporcional à pressão.ou Isovolumétrica (Isocórica) Para um volume constante. P(atm) 1 2 3 T(K) 100 200 300 P P1 P2 = constante ® = T T1 T2 2 3 V(L) 2 1 T(K) P(atm) 3 2 1 P/T 0. T = constante P a P(atm) 1 2 3 1 . PV = constante ® P1V1 = P2V2 V V(L) 3 1. nas mesmas condições de temperatura e pressão. logo. a mesma temperatura e a mesma pressão. logo. logo. V1 V V2 V(L) = constante ® = P = constante V a T. a pressão é diretamente proporcional à temperatura.01 100 200 300 T(K) Equação Geral dos Gases • Para uma mesma massa gasosa.01 0. Leis dos Gases: • Lei de Boyle .

42 Química .4 litros. CaCO3(s) 100g ® ® CaO(s) + CO2(g) 56g + 44g ® 112g + 88g mProd m Prod.082 x 273. possui volume de 22. sendo: T atm x L mmHg x L ou R = 62.3 mol x K mol x K R = 0. varia na mesma proporção. proporções fixas e definidas. tendo as substâncias reagidas. ® CaCO3(s) ¯ 100g decompõe x2 200g decompõe 112g CaO(s) ¯ 56g + ¯ e x2 e 88g 44g CO2(g) Se x2 Exemplos: 1 . temos: 1 mol de gás nas CNTP. P = pressão (atm) V = volume (L) n = nº de mol do gás T = temperatura em K R = constante dos gases ESTEQUIOMETRIA Leis Ponderais • Lei de Lavoisier ou Lei da Conservação da Massa. Em uma reação.Tecnologia ITAPECURSOS Equação de Clapeyron Vimos que PV = constante para número de mol constante. chamando R de constante dos gases. teremos: T PV = nR ou PV = nRT ® equação de Clapeyron. = Decompondo 200g • Lei de Proust ou Lei das Proporções Definidas As reações ocorrem. logo: T PV a n.M1 . mReag = m Reag. a massa do reagente é sempre igual à massa do produto.Considere a equação de decomposição da NH3. T PV Se variar o nº de mol.082 Volume Molar CNTP = Condições Normais de Temperatura e Pressão Nas CNTP P = 1 atm T = 0° C = 273 K Como PV = nRT ® 1 x V = n x 0. 2 NH3(g) ® N2(g) + 3 H2(g) • 2 mol de NH3 decompõem-se em 1 mol de N2 e 3 mol de H2 • 34g de NH3 decompõem-se em 28g de N2 e 6g de H2 • 2 volumes de NH3 decompõem-se em 1 volume de N2 e 3 volumes de H2 (volume é proporcional ao número de mol) Obs: A proporção em volume só pode ser aplicada para substâncias gasosas com pressão e temperatura constantes.

massa Fe 56g 112g volume H2 (CNTP) 22.4L 4 2 x 22.5 mol de O2 mol de O2 (equação) 1 mol x mol 4 .Qual o volume de NH3 nas CNTP produzido.4L Atenção: volume nas CNTP ® 1 mol de gás possui volume de 22.4 = 8L de NH3 22.Tecnologia ITAPECURSOS 2 .Quantos mol de oxigênio seriam necessários para formar 426 gramas de sulfato de sódio. a partir de sulfito de sódio? 2 Na2SO3 + O2 ® 2 Na2SO4 1 mol 284g gramas Na2SO4 284g 426g x = 1. na reação de 4 litros de N2? N2(g) + 3 H2(g) ® 2 NH3(g) (CNTP) ® volume N2 volume NH3 22. a partir de sulfito de sódio? 1º) Montar a equação. 2Na2SO3 + O2 ® 2Na2SO4 1 mol 2 mol 3º) Fazer a proporção de moles com moles.M1 43 .Na reação de 112g de ferro com H2SO4.4 Química . 1 mol O2 (equação) ® 2 moles Na2SO4 (equação) x ® 10 moles x = 5 moles de O2 3 . que volume de hidrogênio será liberado nas CNTP? Fe + H2SO4 ® FeSO4 + H2 56g 1 mol = 22.4 litros.Quantos mol de oxigênio seriam necessários para formar 10 mol de sulfato de sódio. Na2SO3 + O2 ® Na2SO4 sulfato de sódio 2º) Equilibrar o número de moles.4L x x= 4 x 2 x 22.4L (1 mol de H2(g)) x ® x = 44.8 litros de H2 5 .

Ex: CH3 − CO − CH3 e CH3 = CH2 . pois sofrem decomposição pela ação do calor.CHO 5 . 4 . são chamados de organógenos: H. O). formando gás carbônico (CO2) ou monóxido de CH2 CH2 carbono (CO) e água (H2O).São termicamente instáveis. Se aquecermos excessivamente a glicose ( C6H12O6 ). P. hoje podemos dizer que compostos orgânicos são compostos que contém carbono. Cl.PROPRIEDADES GERAIS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS 1 . ou seja. compostos orgânicos eram aqueles encontrados ou produzidos por organismos vivos. III . F. reagem com oxigênio (O2).M1 . C6H12O6 D 6C(s) + 6H2O(g) 2 . C. denominada força vital. são combustíveis. composto encontrado na urina.Possuem isômeros (mesma quantidade de C. ela se transforma em carvão (C(s)) e água (H2O(g)).Símbolo 12 6C + p1 = Nº de prótons = 6 − e0 = Nº de elétrons = 6 • elétrons de valência = 4 • valência principal = 4 A = Nº de massa .12 u Z = Nº atômico = 6 distribuição eletrônica = 1s22s22p2 44 Química . formando grandes moléculas (polímeros) Ex. II . sacos plásticos. Ex. I. N. Policloreto de vinila CH2 CHCl cloreto de vinila (–CH2–CHCl–)n PVC usado na fabricação de canos. Br.PROPRIEDADES DO CARBONO 1 .Formam polímeros Associação de pequenas moléculas (monômeros). Foi em 1828. O.: etileno (–CH2–CH2–)n polietileno usado na fabricação de mangueiras. graças a ação de uma força. Os outros elementos pertencentes aos compostos orgânicos. S.: Combustão do álcool etílico: C2H5OH(l) + 3O2(g) D 2CO2(g) + 3H2O(g) 3 . H.Tecnologia ITAPECURSOS QUÍMICA ORGÂNICA INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA I .INTRODUÇÃO: Antigamente. ao aquecer cristais do sal inorgânico cianato de amônio e este originar a uréia. O NH4OCN D H2N C uréia NH2 cianato de amônio Com isso.Sofrem combustão.Apresentam ponto de fusão e ebulição baixos. que Friedrich Wöhler provou que a “força vital” não existia.

Quanto ao número de ligações • Carbono primário • Carbono terciário . As cadeias carbônicas correspondem ao esqueleto da molécula.Quanto à disposição dos átomos Normal possuem apenas carbonos primários e secundários (duas extremidades). CH C CH2 CH CH CH3 2 .carbono primário IV . A cadeia possui ramos.ligado a 3 carbonos • Carbono secundário .Quanto aos grupos ligados • Carbono Assimétrico ou Carbono Quiral É aquele ligado a quatro grupos diferentes. CH3 CH3 1CH3 1 2C CH3 2 3CH2 3 4 4CH 5CH3 5 1 .ligado a 2 carbonos • Carbono quaternário . • Carbono insaturado: possui ligação dupla ou tríplice em torno de si.Quanto ao tipo de ligações Saturadas possuem apenas ligações simples entre os átomos de carbono.M1 45 .Arranjo do carbono 4 ligações simples (4 ligações sigma) 2 ligações duplas (2 ligações sigma e 2 pi) C C 1 ligação dupla e 2 ligações simples (3 sigma e 1 pi) 1 ligação tripla e 1 ligação simples (2 ligações sigma e 2 pi) C C 3 . CH3 CH CH2.carbono primário 2 .ligado a 4 carbonos 5 . _ _ CH3 CH2 CH=CH2 Ramificada _ _ _ CH3 CH2 CH2 CH3 possuem pelo menos 1 carbono terciário e/ou quaternário.CADEIAS CARBÔNICAS As cadeias são formadas pela associação de átomos de carbono.ligado só a 1 carbono .carbono quaternário 3 .carbono terciário 5 .carbono secundário H CH3 C* Cl OH 4 . CH3 C CH3 CH2 CH CH3 CH3 Química . CH3 CH2 C O H CH3 CH2 CH2 CH3 Insaturadas possuem ligações duplas ou triplas.Quanto ao tipo de ligação • Carbono saturado: é aquele que só possui ligações simples em torno de si. Classificação das cadeias 1 . CH3 CH3 CH CH3 CH2 CH3. entre carbonos.Tecnologia ITAPECURSOS 2 . 4 .

Exemplos: insaturada ramificada acíclica homogênea insaturada ramificada cíclica homocíclica homogênea Obs.Fórmula Mínima ou Empírica É a fórmula onde existe a menor proporção de átomos em uma determinada estrutura da substância.Tecnologia ITAPECURSOS 3 .Cadeias abertas • Alicíclicos .Quanto ao fechamento da cadeia Acíclicas são cadeias abertas Cíclicas são cadeias fechadas = 4 . V . Exemplo: O . Exemplos: C3H8. C3H6O2 2 Fórmula Molecular É aquela que indica o número de átomos que uma molécula possui. sem o anel benzênico.Cadeias com anel benzênico. HClO4 46 Química . são os componentes aromáticos.M1 . Portanto a fórmula mínima é a fórmula molecular simplificada. HClO4. • Aromáticos .Quanto à natureza dos átomos Homogêneas no seu interior só possuem átomos de carbono 5 . podendo ser iguais. Exemplos: C6H12.FÓRMULA MÍNIMA OU EMPÍRICA E FÓRMULA MOLECULAR 1 . Heterogêneas → Possuem heteroátomo entre os Carbonos.Cadeias fechadas.Compostos aromáticos Existem cadeias cíclicas muito importantes que têm o anel benzênico. CH3–NH–CH2–CH3 Podemos fazer uma nova classificação: • Alifáticos .: Cadeia cíclica e ramificada pode ser chamada de mista.

12 + 1 x 2 + 16 = 30g Massa da fórmula molecular (foi dado) .48 : 16 = 3 mol 2º) Dividir todos pelo menor resultado encontrado.22 mol 3º) Dividir todos pelo menor valor encontrado C = 4.: acetona . considerar o que falta para completar 100% a quantidade de oxigênio.22 = 2 H = 11.56 : 16 = 2.22 = 1 Encontra-se a proporção mínima dos átomos.M1 47 .11 : 1 = 11.Fórmula estrutural plana ou de Kekulé.Cálculo de Fórmula Mínima e Molecular A) A partir das massas dos átomos Exemplos: 36g de carbono reagem com 6g de hidrogênio e 48g de oxigênio.180g Então: = 180/30 = 6 A fórmula molecular é seis vezes a mínima (CH2O)6 = C6H12O6 B) A partir da composição centesimal A soma das porcentagens tem que ser igual a 100%. Qual será sua fórmula mínima e sua fórmula molecular.Tecnologia ITAPECURSOS 3 .22 = 5 O = 2.33 : 12 = 4.22 : 2. 3º) Para achar a fórmula molecular é só encontrar a massa da fórmula mínima e ver quantas vezes a molecular é maior. C2H5O = 12 x 2 + 1 x 5 + 16 = 45g A fórmula molecular tem massa de 90g (dado do exercício) 90/45 = 2 (a fórmula molecular é duas vezes a fórmula mínima).11% de H 64. a fórmula empírica C2H5O. Caso não for. Fórmula mínima .11 mol O = 35. C = 53. sabendo-se que a molecular possui peso de 180g? 1º) Dividir a massa de cada átomo pela sua massa atômica (irá encontrar o número de mol de cada átomo). ou seja. 2º) Dividir a porcentagem de cada átomo pelo sua massa atômica e irá encontrar o número de mol de átomos. 4º) Achar a massa da fórmula empírica. É aquela que representa os traços de valência. Ex.11% de hidrogênio.Fórmula estrutural condensada É a fórmula de Kekulé simplificada. Retiram-se os traços de valência. Sendo seu peso molecular igual a 90g.6 : 1 = 6 mol O .44% = total. Exemplos: H H C H C O H C H H H H H C C C C C H H acetona  Hidrogênio = valência 1 H    Carbono = valência 4 C   Oxigênio = valência 2 O  C H benzeno 5 . que é do oxigênio.CH3COCH3 benzeno - ou Química .11 : 2.33% de C 11. Exemplo: Um composto apresenta 53. qual será a fórmula empírica e a fórmula molecular? 1º) 53.44 mol H = 11. a fórmula mínima ou empírica: CH2O.56% para completar 100%. ou seja.33% de carbono e 11. C-3:3=1 H-6:3=2 O-3:3=1 Encontra-se a proporção mínima dos átomos. (C2H5O)2 = C4H10O2 4 .36 : 12 = 3 mol H .44 : 2. C . faltam 35.CH2O Massa da fórmula mínima .

Ésteres 8.mais de 17 carbonos hibridação sp3 • Como só possuem ligações simples.1 .OCT 9C .ciclanos Nomenclatura dos Alcanos .Alcanos ou Hidrocarbonetos parafínicos.DEC C 48 Química . • Em temperatura ambiente.M1 .HEX 7C . etc. Aminas • 10. Obs: Não possuem um grupo funcional para caracterizar a função. Dividem-se em: 1.HEPT 8C . éter. os alcanos são: gasosos . Haletos 8.MET 2C .PENT 6C .de 1 até 4 carbonos líquidos .1 . Aldeídos • 6. Cetonas • 7. Ácidos Carboxílicos   • 8.BUT 5C . Éteres • 5. Fenóis • 4. • São compostos saturados (possuem somente ligações simples).2 .4 .alcanos Cíclicos .Amidas 1.Haletos de Ácidos 8. • Sua fórmula geral é CnH2n+2 • Fontes naturais de obtenção: petróleo. Hidrocarbonetos • 2.“IUPAC” Inicial do nome em cadeias de 1 até 10 carbonos 1C . Hidrocarbonetos São compostos formados apenas de Carbono e Hidrogênio. sua fórmula estrutural é: • São Alifáticos Acíclicos . gás natural e hulha.PROP 4C .ET 3C . • São insolúveis na H2O e solúveis no álcool.NON 10C . Álcoois • 3. benzeno. Derivados dos Ácidos   Carboxílicos    • 9.3 .Tecnologia ITAPECURSOS FUNÇÕES ORGÂNICAS Função: São grupos de compostos com propriedades semelhantes. • 1.Anidridos 8.de 5 até 17 carbonos sólidos .

na polimerização forma o polietileno. C3H8.mais de 15 carbonos .Em temperatura ambiente. gás muito utilizado na produção de artigos moldados e fibras. H C HC HC C H CH CH • Muito utilizado na indústria farmacêutica • Solvente • Extremamente inflamável • Tóxico Química . Sua fórmula geral é CnH2n. H C H . .obtido do fracionamento do petróleo • É um dos principais componentes do gás de cozinha. CH4. como o benzeno e todas as substâncias de comportamento químico igual ao benzeno.obtido do gás natural • combustível • utilizado na produção de substâncias farmacêuticas H C H H H H C H Propano. possui 3 duplas alternadas. um gás muito utilizado na produção de sacos plásticos. C2H6. H C H . por meio do polímero (polipropileno) ciclobuteno Hidrocarbonetos aromáticos . C4H10. 1.São insolúveis na H2O e solúveis em solventes orgânicos.obtido do fracionamento do petróleo • É o principal componente do gás de cozinha. H H C H H C H H C H H.gás dos pântanos • principal componente do petróleo • pode ser obtido do lixo • combustível H H C H Etano.Tecnologia ITAPECURSOS Exemplos: H Metano. .O benzeno possui 6 carbonos formando um ciclo. Propeno ou propileno. os alcenos são: gasosos .São compostos que possuem.São hidrocarbonetos que possuem uma única ligação dupla. Butano.de 5 até 15 carbonos sólidos . H C H H H .M1 49 . . um anel benzênico na molécula. é mononuclear.de 2 até 4 carbonos líquidos . no mínimo.Alcenos ou Alquenos ou Hidrocarbonetos Etilênicos . que é o anel benzênico. H C H .2 .O carbono que possui dupla terá a seguinte fórmula estrutural: C hibridação sp2 CH2 CH2 . CH2 = CH − CH2 . baldes. eteno ou etileno.

de 4 até 15 carbonos sólidos .dimetil benzeno ou p . Oxida e reage com a H 2O.Tecnologia ITAPECURSOS CH3 CH2 CH CH3 CH3 naftaleno CH3 CH3 1.metil vinil benzeno CH3 1.xileno 1 .Alcinos ou Alquinos ou Hidrocarbonetos Acetilênicos b-naftil . .Em relação à densidade. .São hidrocarbonetos acíclicos contendo uma ligação tripla.Sobre solubilidade podemos dizer que são insolúveis na H2O.dimetil benzeno ou m . sendo todos menos densos que a água.xileno metil benzeno ou tolueno Nomenclatura dos radicais aromáticos Derivados do Benzeno CH2 CH3 CH3 CH3 fenil Derivados do naftaleno benzil o-toluil m-toluil p-toluil a -naftil 1. que é um poluente atmosférico.dimetil benzeno ou m .M1 Ex. os alcinos são: gasosos .: Cracking do C16H34 catalizador ∆ Destilação fracionada do Petróleo C16H34 C8 C8H18 + C18H16 alcano alceno O petróleo apresenta impurezas.3 .metil 2 . .dimetil benzeno ou p .Em temperatura ambiente.vinil benzeno ou o . A destilação fracionada do petróleo nos fornece: Gás de cozinha Gasolina Querosene Combustível de avião Óleo lubrificante Parafina Óleo Combustível Graxas Resíduo (asfalto) Química . como o enxofre.de 2 até 4 carbonos líquidos .4 .3 .O carbono que possui tripla terá a seguinte fórmula estrutural –Cº.mais de 15 carbonos . formando H2SO4 (causa chuva ácida). 50 . Sua fórmula geral é CnH2n-2 .São alifáticos e acíclicos. hibridação sp. podemos dizer que os alcinos são mais densos que os alcenos e estes mais densos que os alcanos. A principal fonte de hidrocarbonetos é o petróleo.

CH2 CH2 OH OH CH2 CH OH OH CH2 OH . muito inflamável. Obtido da fermentação do açúcar (cana-de-açúcar).naftol 51 . OH 4 .Grupo Funcional –OH .São compostos que possuem um átomo de oxigênio ligado a dois radicais. Quando aumenta o peso molecular da cadeia.Podem ser: gasosos (mais simples). Combustível. sendo R aromático ou alifático. líquidos ou sólidos (massa molecular elevada) . Utilizado na produção de corantes.São compostos que possuem o grupo oxidrila (–OH) ligado a um composto aromático. hulha e madeira.Fórmula Geral . tornam-se menos solúveis. utilizado como umectante em doces. OH CH3 CH2 O CH2 CH3 Éter etílico ou Etoxi-etano (éter sulfúrico). . saturado. anti-séptico.Álcool Primário –OH ligado a um carbono primário.Álcoois . hidroxi-benzeno ou fenol ou ácido fênico Anti-séptico.Fórmula geral R–O–R.(solvente e anestésico) Química .Tecnologia ITAPECURSOS 2 . e quando aumenta o número de oxidrilas (–OH). CH3 CH2 OH .Grupo funcional: –OH . desinfetante. incolor e tóxico.Ar –OH . Pode provocar cegueira. Anestésico. plastificante.São solúveis em H2O. desinfetante e solvente. Pode ser obtido da destilação seca da madeira.M1 b . CH2 CH O CH CH2 éter vinílico . . tornam-se mais solúveis. . .: CH3OH H C H OH Metanol combustível. .Maior quantidade de éteres são líquidos.Éteres .Glicerina ou glicerol = tri-álcool.Etileno-glicol = di-álcool. H Ex.Fenóis .hidroxi-naftaleno ou b .Fórmula geral: R–OH . solvente e anti-congelante em radiadores de automóveis. insolúveis e menos densos que a H2O.Etanol ou Álcool Etílico CH2–OH Álcool Benzílico anti-séptico desinfetante Álcool Secundário:–OH ligado CH3 a um carbono secundário CH OH CH3 Álcool Terciário: –OH ligado a um carbono terciário CH3 CH3 C OH CH3 . solvente e lubrificante.São encontrados no petróleo.São compostos que possuem o grupo oxidrila (-OH) ligado a um composto alifático. 3 .

Substância liberada pela formiga após sua picada. ácido metanóico ou ácido fórmico.sólidos .gasosos . 52 Química .Fórmula geral R C O H . O C HO C O OH Ácido oxálico Substância venenosa presente em algumas plantas. É o constituinte do vinagre. O butanodiona principal ingrediente aromatizante da margarina 7 .líquidos . sendo R aromático ou alifático Estados físicos        .1C . CH3 CH CH3 O propanona ou dimetil cetona ou acetona. causa irritação e dor. sendo R aromático ou alifático. CH3 COOH Ácido etanóico ou ácido acético. • Solvente de esmaltes e tintas • Incolor e solúvel em H2O. O . na produção de resinas e ácido acético.Tecnologia ITAPECURSOS 5 .Só as cetonas mais simples são solúveis em H2O. .  utilizado na conservação de cadáveres (anti-séptico e   desinfetante). CH3 CH3–C H etanal ou acetaldeído Utilizado na fabricação de espelhos.Cetonas São compostos que possuem o grupo carbonila C O no meio da cadeia. Fórmula geral R C O R . sendo R aromático ou alifático.São compostos orgânicos que possuem o grupo carbonila C = O na extremidade da cadeia.M1 .acima de 1C . ligado a um C secundário.Aldeídos .são solúveis em H2O HCHO ou H H O C metanal ou formaldeído O ou aldeído fórmico -  • Gás solúvel em H2O  • Cheiro irritante   • Formol possui 37% de formaldeído e o restante H2O.massa molecular elevada . . • Acima de 9 C são sólidos e insolúveis em H2O.Ácidos carboxílicos • São compostos orgânicos que possuem um ou mais grupos carboxilas C O OH • Fórmula geral R C O . HC O OH ou HCOOH. OH • Ácidos com apenas um grupo carboxílico são líquidos até 9 C e solúveis em H2O. Ácido benzóico COOH Muito utilizado como reagente orgânico e conservante de alimentos.São líquidas. . sendo as de maior massa sólida. CHO benzaldeído ou aldeído benzóico 6 . Concentração 5% p/v em ácido acético.

sendo o cloro o mais importante. Cl. sendo R aromático ou alifático • São líquidos quando a massa molecular é baixa.Será um haleto de ácido quando substituírmos o grupo oxidrila (-OH) de um ácido por um halogênio (F.Haletos de Ácidos benzoato de etila . Cl.cloreto de acetila C Br brometo de benzoila . O R C O R C O .Anidridos . Quando estas se elevam muito.Fórmula geral R C O NH2 .2 .São compostos mais reativos que os ácidos correspondentes. O O CH3 CH3 C O C O C Anidrido etanóico ou Anidrido acético C O Anidrido benzóico O 8. e as outras são sólidas.São compostos que resultam da desidratação dos ácidos. .Tecnologia ITAPECURSOS 8 .Amidas C O Cl O .Fórmula geral: Sendo R aromático ou alifático . • As amidas mais simples são solúveis em H2O. ficam sólidos. l). l) • Possuem um cheiro muito irritante e são gases lacrimogêneos.Será uma amida quando substituírmos o grupo oxidrila (-OH) de um ácido por um grupo amino (-NH2).Fórmula geral R C O X sendo R aromático ou alifático e X . HC O O CH3 COO CH2 O C O CH2 CH3 metanoato de fenila ou etanoato de benzila ou formato de fenila acetato de benzila 8. Br.3 . • Fórmula geral R C O O R .Derivados dos ácidos carboxílicos 8. Química .(F.4 .Ésteres • Será éster quando substituírmos o “H” do grupo carboxílico de um ácido (COOH) por um radical.cloreto de etanoila ou . sendo R aromático ou alifático • São líquidas as formamidas. Br. • Estão presentes nas proteínas e em vários medicamentos. . CH3 8.1 .M1 53 . • Insolúveis em H2O.

Haletos ou derivados halogenados . foi proibido o uso por se mostrar carcinogênico. utilizado na produção de corantes e medicamentos.tetracloreto de carbono ou tetracloro-metano.M1 .metilamina e etilamina  Estado  . • Ele está proibido. dois ou três radicais.São compostos derivados do NH3. formando buracos. a maioria são líquidos e os de massa molecular elevada são sólidos. Cl 54 Química . .sólidas .aminas secundárias (dois radicais) R . Cl F C F ou CF2Cl2 Cl Cl Cl Cl Cl • Dicloro-diflúor-metano ou Freon-12 • Utilizado em sistemas de refrigeração e aerosóis. sendo que os hidrogênios podem ser substituídos por um.Fórmula geral R NH2 . insolúvel na água. Fórmula geral R – X sendo R aromático ou alifático.líquidas . pois destrói a camada de ozônio.São compostos orgânicos que possuem um ou mais halogênios em suas cadeias. Muito utilizado como solvente orgânico.Os haletos mais simples são gasosos. H CH2=CHCl cloreto de vinila (policloreto de vinila . proibido por Cl provocar danos ao meio ambiente. H CH3 CH2 Cl H C Cl H C H H cloreto de etila ou cloro-etano • Anestésico geral. . Cl. 10 .PVC) CHCl3 Cl C Cl Cl • tricloro-metano ou clorofórmio • Anestésico.aminas terciárias (três radicais) Sendo R aromático ou alifático  . l Cl CCl4 Cl C Cl .Tecnologia ITAPECURSOS H C O CH3 C O NH2 CONH2 NH2 ou HCONH2 metanamida ou formamida Benzamida 9 .gasosas .de 3 a 12 carbonos  físico   . Cl Líquido incolor. Br. hexacloro-benzeno ou BHC • Inseticida. X = F.aminas primárias (um radical) R R NH N R R .São insolúveis em H2O.Aminas etanamida ou acetamida . .acima de 12 carbonos  CH3 NH2 metilamina NH2 aminobenzeno ou fenilamina (anilina) líquido incolor.

numa cadeia não aromática.M1 55 .Tecnologia ITAPECURSOS 11 .Nitrila 13 . C C OH H CH2 CHOH H C C OH CH3 CH CH OH H etenol Outras funções: 12 .Tio álcool 14 .Tio éter H3C H3C propenol CH2 CN CH2 SH 15 .Tio fenol SH H3C S CH3 16 .Enóis Possuem o grupo hidroxila (-OH) ligado a um C com dupla.Nitro composto NO2 Química .

b) Volume da amostra. água destilada. Essas bolhas são constituídas principalmente por: a) H2O(V) b) H2O(v) c) H2O(v) d) H2O(v) H2(g) H2(g) CO2(g) e e e O2(g) Cl2(g) O2(g) 5) (PUC-MG) Uma substância pura é caracterizada por: a) ser um sistema homogêneo. 56 Química .Tecnologia ITAPECURSOS QUÍMICA Propriedades dos materiais 1) (UFMG) Considere o sistema ilustrado. e) V é sólido a 100°C. d) É constituído por uma substância pura.5 65. d) ser constituída de átomos de elementos diferentes. leite. éter. e) É homogêneo. d) Ponto de fusão.0 1413 4827 110. cloreto de sódio. b) ter composição e propriedades físicas constantes. açúcar. As bolhas formadas no fundo do recipiente sobem e se arrebentam na superfície do líquido. c) Apresenta um componente e uma fase. d) Água filtrada.6 Em relação aos estados físicos das substâncias. gás carbônico.3 -93.M1 . Substância I II III IV V Temperatura de fusão (°C) -117. e) Ponto de ebulição. constituído por água e gelo. 6) (UFMG) Observe a tabela que apresenta as temperaturas de fusão e de ebulição de algumas substâncias.9 801 3550 -95 Temperatura de ebulição (°C) 78. b) Apresenta três fases. água do mar. açúcar. 4) (UFMG) Uma amostra de uma substância pura X teve algumas de suas propriedades determinadas. EXCETO: a) Densidade. Pode-se afirmar corretamente que esse sistema: a) Apresenta dois componentes. d) IV é gasoso a 3600°C. álcool. b) Vinho. cloreto de sódio. c) ser constituída de átomos de um mesmo elemento. c) Cerveja. 2) (PUC-MG) Assinale a opção em que todos os exemplos são espécies químicas compostas. b) II é líquido a 80°C. c) Solubilidade em álcool. Todas as alternativas apresentam propriedades que são úteis para identificar essa substância. 3) (FCMMG) Considere uma solução de cloreto de sódio em ebulição. a alternativa correta é: a) I é sólido a 25°C. a) Glicose. e) Salmoura. c) III é líquido a 1000°C.

Química . é muito comum as pessoas utilizarem vasilhames de barro (moringas ou potes de cerâmica não esmaltada) para conservar água a uma temperatura menor do que a do ambiente. c) a manteiga se derrete quando exposta ao sol.Tecnologia ITAPECURSOS 7) (UFMG) Uma substância foi resfriada no ar atmosférico. b) uma planta usa o dióxido de carbono para transformá-lo em açúcar. permitindo que a água passe através dele. e) a moringa é uma espécie de geladeira natural. ° 09) (PUC-MG) Uma substância pura pode ser identificada através de: a) sabor. d) ponto de fusão. temos algumas substâncias com seus respectivos pontos de fusão e ebulição. A água de fora sempre está a uma temperatura maior que a de dentro. ponto de ebulição. densidade. tomando calor da moringa e do restante da água. b) o barro tem poder de “gelar” a água pela sua composição química. EXCETO: a) À temperatura em que a água começa a ebulição. ponto de fusão. brilho. 57 .M1 s 5 10 15 20 25 30 A análise desse gráfico permite concluir que todas as alternativas estão corretas. d) toma-se um anti-ácido quando se sofre de azia. Na reação. c) o barro é poroso. permitindo que a água se deposite na parte de fora da moringa. Durante o processo foram feitas medidas de tempo e temperatura que permitiram construir este gráfico. EXCETO: a) sal de cozinha. densidade. mantendo-a sempre a uma temperatura menor que a dele. e) A substância se apresentava nos estados líquido e sólido entre 5 e 15 minutos. d) cloro. d) As cinco substâncias são líquidas à temperatura ambiente de 25° C. EXCETO: a) A solidificação ocorreu durante 10 minutos. b) açúcar. a 1 atm: SUBSTÂNCIAS PONTO DE FUSÃO PONTO DE EBULIÇÃO (C°) Água Éter etílico Álcool etílico Mercúrio Ácido acético 0 . c) água. EXCETO: a) a água sanitária descolore uma roupa colorida. c) A temperatura de solidificação da substância é 35°C. d) A temperatura da substância caiu 5°C/ min até o início da solidificação. como se fosse isopor. Isso ocorre porque: a) o barro isola a água do ambiente. 11) (PUC-MG) Dentre as substâncias puras listadas abaixo.39 + 17 100 34 78 357 118 Baseado nestas informações. b) cor. c) À temperatura de 110° C teremos ácido acético e mercúrio. 12) (ENEM) Ainda hoje. ponto de ebulição. a água perde calor. no estado líquido. o éter etílico estará no estado gasoso. d) o barro é poroso. todas as afirmativas estão corretas. ponto de fusão.116 . brilho. Parte dessa água evapora. densidade. 8) (FCMMG) Na tabela a seguir. todas são compostos.114 . que são assim resfriadas. 10) (PUC-MG) Todas as situações expostas a seguir envolvem transformações químicas. liberando substâncias higroscópicas que diminuem naturalmente a temperatura da água. sabor. b) O sistema libera calor entre 5 e 15 minutos. c) cor. b) A temperatura de ebulição de 50 mL de água será menor que a de 100 mL de álcool etílico.

c) Benzeno e gasolina formam uma mistura homogênea. ao realizar testes com 3 líquidos desconhecidos. 17) (FCMMG) O esquema abaixo é relativo à separação dos componentes de uma mistura de álcool. pois apresentam polaridades diferentes. (Estado de Minas . b) filtração e decantação. do jornal Estado de Minas: 16) (PUC-MG) Um estudante. Além disso. 14) (PUC-MG) Para separar os componentes de uma mistura de água. água e benzeno podem ser classificadas como substâncias compostas. respectivamente: a) Decantação e filtração. que aparecem no texto acima.M1 . b) Gasolina e água formam uma mistura heterogênea. d) As espécies gasolina. espalhando substâncias cancerígenas como o benzeno. b) I. d) chocolate. d) Apenas I e III estão corretas. d) sifonação e destilação. b) água. gasolina e sal de cozinha. e) filtração e destilação. Sobre estas afirmativas podemos dizer que: a) Apenas I está correta. água e benzeno. obteve os seguintes resultados: Líquido A Þ ao ser destilado forneceu um sólido e outro líquido. Líquido B Þ por centrifugação forneceu também um sólido e um líquido. álcool e óleo.Tecnologia ITAPECURSOS 13) (PUC-MG) São exemplos de substâncias puras. c) Apenas II está correta. Os processos usados em I e II são. II e III estão corretas. Vazamento de gasolina é ameaça em BH BH é um barril de pólvora. revendas clandestinas de gás avançam. Pelo menos 64% dos postos de gasolina têm mais de 20 anos e seus tanques estão sujeitos a vazamentos que poderiam contaminar o subsolo e o lençol d’água. III) O líquido C pode ser uma mistura azeotrópica. d) Dissolução fracionada e decantação. podem-se utilizar os seguintes processos: a) sifonação e levigação.8 de maio 1999) Com relação às espécies gasolina. II) O líquido B deve ser uma mistura homogênea. c) decantação e centrifugação. c) açúcar. Líquido C Þ apresentou ponto de ebulição igual a 56°C. Um estudante fez as seguintes afirmativas sobre os 3 líquidos: I) O líquido A deve ser uma mistura homogênea. colocando em risco a vida de milhares de pessoas. pois apresentam a mesma polaridade. Assinale a afirmativa INCORRETA. a) Benzeno é um composto imiscível na água. b) Destilação fracionada e filtração. c) Filtração e destilação fracionada. e) Apenas I e II estão corretas. 58 Química . podemse fazer várias afirmações. 15) (FCMMG) Leia o seguinte texto. EXCETO: a) álcool.

inicialmente no estado sólido. b) O grau de liberdade das moléculas da substância é maior nas condições do intervalo DE do que nas do intervalo BC. Um aluno decidiu aquecer essa mistura até que todo o líquido passasse para a fase gasosa. a água é o sobrenadante. 20) (UNIMONTES) Geralmente. é possível concluir o seguinte. Medidas de tempo e de temperatura possibilitaram construir o gráfico abaixo: Com base nesse gráfico e na estrutura da matéria. é aumentada gradativamente.26 litros de água.839 Solubilidade em água Muito solúvel Insolúvel Pouco solúvel a) A mistura eugenol-glicerina pode ser separada por adição de água. por uma fonte constante de calor. é possível concluir que todas as alternativas estão corretas. Química . b) O patamar observado corresponde à temperatura de ebulição do álcool. até a vaporização total. Com os dados de temperatura x tempo que obteve. e) Num dia muito frio. c) A densidade da substância líquida diminui gradativamente no intervalo BC. c) Um litro de glicerina pesa tanto quanto 1. c) A temperatura permaneceu constante ao atingir a temperatura de ebulição do álcool. (°C) 290 253 35 d(g/mL) 1. b) Numa mistura de água e glicerina. o álcool para uso doméstico é uma mistura de 96% de etanol e 4% de água. (°C) 20 -7.07 0.F. d) O etanotiol é um líquido mais volátil do que a água.Tecnologia ITAPECURSOS 18) (UFMG) A tabela abaixo contém propriedades de algumas substâncias: Com base nos dados da tabela. a glicerina é um sólido.26 1. d) A mistura de 96% de etanol e 4% de água é uma mistura azeotrópica.E.M1 59 . EXCETO a) A energia cinética média das moléculas do líquido é maior do que a do sólido no intervalo AB.5 -144 P. EXCETO: Substância Glicerina Eugenol Etanotiol P. d) O calor fornecido no intervalo CD é usado para aumentar a energia potencial entre as moléculas do líquido. 19) (FCMMG) A temperatura de uma substância. ele construiu o seguinte gráfico: A análise do gráfico permitiu ao estudante concluir que: a) Os componentes da mistura podem ser separados por uma destilação fracionada.

87 insolúvel insolúvel Considerando esse processo de separação e as informações sobre as propriedades das substâncias constituintes da mistura. (°C) D (g/ml) Solubilidade em água 194 111 0.Tecnologia ITAPECURSOS 21) (Univ. Itaúna) Considere os dados apresentados na tabela abaixo sobre alguns materiais: Material Éter Óleo vegetal Água Sal Densidade ( g/mL ) 0. b) A fração II contém o ácido oleico. d) A fração IV é uma solução aquosa de cloreto de potássio.89 0. 60 Química . a) A fração I contém tolueno. oleico com tolueno agitação com KOH(aq) à quente fração I sobrenadante fração II agitação com HCl(aq) fração III sobrenadante fração IV Substância ácido oleico tolueno P.9 1. assinale a alternativa INCORRETA.7 0.2 Solubilidade em água Insolúvel Insolúvel ———— Solúvel Solubilidade em éter —————— Solúvel Insolúvel Insolúvel A figura que MELHOR representa um sistema constituído por esses quatro materiais é: a) b) c) d) 22) (FCMMG) Os componentes de uma mistura de ácido oleico com tolueno foram separados pelo processo esquematizado abaixo: mistura de ác.0 2. c) As frações III e IV são imiscíveis.M1 .E.

III e IV contêm compostos simples. mistura homogênea ou mistura heterogênea. e) A adição de açúcar à proveta com água provoca o afundamento do densímetro. de características iguais foram mergulhados em provetas contendo 100 mL de três líquidos mantidos à mesma temperatura: álcool . é comum colocar-se uma bolinha em um copo com água. b) O líquido na proveta III tem massa duas vezes maior do que a do líquido da proveta I. e átomos de diferentes elementos são representados por cores diferentes).M1 61 . Considerando-se o fenômeno descrito. substância pura composta. é CORRETO afirmar que a bolinha flutua porqe ela: a) fica cheia de água. 24) (UFMG) Os desenhos abaixo ilustram experiências em que medidores de densidade. c) A posição de cada densímetro será a mesma numa outra temperatura.densidade: 1. d) tem sua massa diminuída.80g/mL água . c) o recipiente II contém um elemento. decorrido algum tempo. b) o recipiente I contém uma mistura de compostos simples. a bolinha afunda na água e.Tecnologia ITAPECURSOS 23) (PUCMG) Observe os recipientes representados abaixo (os círculos representam átomos. d) os recipientes II e III contêm o mesmo composto. g) Sangue h) Leite Química . a afirmativa CERTA é: a) A proveta III contém tetracloreto de carbono. 25) (UFMG) Na produção caseira de pães.densidade: 1. b) se dissolve parcialmente na água. Inicialmente. se é uma substância pura simples. usandose fermento.6g/mL b) Vinagre c) Sal de cozinha d) Ozônio (O3) e) Salmoura I II III f) Ferro metálico Com relação às experiências descritas.densidade: 0. c) se torna mesmos densa que água. a) Glicose (C6H12O6) I II É CORRETO afirmar que: III IV a) os recipientes II. 26) Dizer para cada substância a seguir. ela flutua.0g/mL tetracloreto de carbono . d) 50 mL de qualquer um dos três líquidos têm a metade da massa correspondente a 100 mL. indicando o momento de assar os pães.

Caldo de cana-de açúcar e resíduo sólido I Caldo de cana (85% de água) Resíduo sólido II Açúcar preto Melaço (40% de água) Fermentação alcooólica Mosto fermentado III Açúcar comum 1.IDENTIFIQUE os processos de separação de misturas envolvidos nas etapas I. o caso de cada um dos dois produtos.O etanol anidro (100°GL) pode ser obtido desidratando-se o etanol 96°GL com cal viva (CaO). separadamente. Etanol 96° GL Desidratação Etanol 100° GL Vinhoto I II III 2 . SUBSTÂNCIA PONTO DE FUSÃO (°C) Transforma-se em CaO a 500°C K2CO 3 CaCO3 KOH 891 Decompõe-se a 825°C 360-361 Decompõe-se Decompõe-se a 825°C 1320-1324 107 112 0. II e III. ESCREVA a equação que representa a reação entre a água e a cal viva. analise as propriedades tabeladas para os dois produtos e ESCOLHA o método mais simples de separar um do outro. 62 Química . 28) (UFMG) Observe o diagrama. em que estão representadas algumas das etapas da produção de álcool e açúcar.185 Ca(OH)2 b) Considere a separação discutida no item a.M1 . Justifique sua resposta.Tecnologia ITAPECURSOS 27) (UFMG) a) Supondo que a reação Ca(OH)2 + K2CO3 = CaCO3 + 2 KOH se passe em fase aquosa e que os reagentes sejam completamente consumidos.0015 PONTO DE EBULIÇÃO (°C) Decompõe-se SOLUBILIDADE EM ÁGUA (g/100ml) de água 0. INDIQUE o efeito da presença de um excesso do reagente K2CO3 (aq) na pureza com que seriam obtidos os produtos CaCO3 e KOH. ANALISE.

porque são repelidas pelos elétrons. Um desses modelos sugeria que o átomo fosse constituído por uma massa positiva. e) Emissão de elétrons em tubos de raios catódicos. do metal exercia. Na experiência. se esse as prevê ou as explica. II e III. III. b) Apenas I e II. Rejeição do modelo de Dalton. c) Apenas I. é bem definida. a formação dos materiais dá-se através de diferentes associações entre átomos iguais ou não. Em todas as alternativas. restrita a determinados valores. observando o espectro da emissão de luz do átomo de hidrogênio. vários modelos foram propostos para explicar a constituição dos átomos. d) I. c) Espectros atômicos descontínuos. Esse modelo admitia uma distribuição homogênea de massa e de carga no átomo. de carga positiva. Por outro lado. Itaúna) Ao longo da história. a energia de um elétron é quantizada. b) Segundo Dalton. II.M1 e) Apenas I e IV. observações experimentais imprevistas ou inexplicáveis por um modelo teórico podem contribuir para sua rejeição. Partículas alfa foram desviadas do seu trajeto devido à repulsão que o núcleo. lâminas metálicas delgadas foram bombardeadas com partículas alfa. isto é. d) Trajetórias de partículas alfa que colidem com uma lâmina metálica. Adoção do modelo de Dalton. em um determinado nível atômico. c) ele afirma que a energia de um elétron. a associação observação-modelo atômico está correta. c) Na experiência de Rutherford.Tecnologia ITAPECURSOS Estrutura Atômica da Matéria 1) (Univ. é INCORRETO afirmar que a) o elétron. passa do estado fundamental para um estado excitado. as partículas alfa que possuem carga positiva sofrem desvios. II. pesquisando a estrutura do átomo: I. ao absorver energia. criou o seu modelo de átomo. d) A descontinuidade dos espectros de absorção ou emissão de energia pelo átomo de hidrogênio evidencia a existência de níveis de energia. 63 . com partículas negativas encrustadas por toda sua extensão. com precisão. d) o elétron. EXCETO em: OBSERVAÇÃO EXPERIMENTAL a) Conservação da massa em reações químicas. 04) (UNIMONTES) Nos espetáculos pirotécnicos. IMPLICAÇÃO EM TERMOS DE MODELO ATÔMICO Adoção do modelo de Dalton. Estão corretas: a) Apenas I. III e IV. b) ele explica. 3) (UFMG) Observações experimentais podem contribuir para a formulação ou adoção de um modelo teórico. emite radiações na forma de luz. A experiência permitiu estabelecer a relação entre o núcleo atômico e o tamanho do átomo. Adoção do modelo de Rutherford. Com base nesse modelo. Rutherford concluiu que a densidade do átomo era uniforme. as cores observadas estão relacionadas com a transição de elétrons dos íons metálicos presentes numa mistura explosiva. IV. O cientista que propôs esse modelo foi: a) Thomson b) Rutherford c) Dalton d) Bohr 2) (FCMMG) Assinale a afirmativa INCORRETA: a) Segundo Bohr. Adoção do modelo de Rutherford. a emissão de luz por elétrons de átomos multieletrônicos. Química . Niels Bohr. b) Proporções entre as massas de reagentes e produtos. ao retornar para níveis de menores energias. 5) (PUC-MG) As afirmações a seguir são relativas à experiência de Rutherford.

Elétron. de carga negativa. de carga negativa. Apenas certos valores dos raios das órbitas e das energias do elétron são possíveis. c) Impossibilidade de se definir a trajetória de um elétron. Essa representação pretende evidenciar uma característica do modelo atômico atual.M1 . por toda a esfera. b) Forma circular das órbitas eletrônicas. a) Baixa velocidade de um elétron em sua órbita. incrustado em uma esfera de carga positiva. Elétron. Assinale a alternativa que apresenta essa característica. um estudante elaborou o seguinte quadro: Modelo Atômico Dalton Thomsom Rutherford Bohr Características Átomos maciços e indivisíveis. d) O elétron. 9) (UFMG) Considere os níveis de energia eletrônica do átomo de hidrogênio. 7) (UFMG) Ao resumir as características de cada um dos sucessivos modelos do átomo de hidrogênio. o número máximo de linhas de emissão é: a) 21 b) 15 c) 10 d) 6 e) 5 10) (UFMG) Considere os níveis de energia e as excitações que podem ocorrer com o elétron mais externo do átomo de lítio. em órbita em torno de um núcleo central. apresenta determinados valores de energia. n=5 n=4 n=3 n=2 n=1 O número máximo de linhas de absorção é: a) 5 b) 6 c) 9 d) 10 e) 14 64 Química . a afirmativa FALSA é: a) Cada órbita eletrônica corresponde a um estado estacionário de energia. de carga positiva. A carga positiva está distribuída. b) O elétron emite energia ao passar de uma órbita mais interna para uma mais externa. d) Presença de numerosos elétrons no átomo neutro. c) O elétron gira em órbitas circulares em torno do núcleo. no átomo.Tecnologia ITAPECURSOS 6) (UFMG) Com relação ao modelo atômico de Bohr. de carga positiva. homogeneamente. e) O número quântico principal está associado à energia do elétron. O número de ERROS cometidos pelo estudante é: a) 0 b) 1 c) 2 d) 3 8) (UFMG) Observe a representação do átomo de hidrogênio. Elétron. e) Proporção dos tamanhos do próton e do elétron. em órbita em torno de um núcleo central. Não há restrição quanto aos valores dos raios das órbitas e das energias do elétron. de carga negativa. ilustrados na figura abaixo: n=6 n=5 n=4 n=3 n=2 n=1 Considerando excitações do elétron que envolvam apenas esses níveis.

b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 3d8 197 em 79 Au Para você transformar o íon c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d9 deveria retirar: d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 5s1 a) 10 prótons. 1 elétron e 10 nêutrons. Y e W. c) tem um núcleo com 14 prótons. foi possível a explicação do espectro do hidrogênio. b) No modelo de Rutherford e no atual. B . dadas a seguir: A . as raias do espectro correspondem a: a) diferença de energia entre órbitas eletrônicas. 3s e 3p estão completos. c) energia do elétron. 18) (U. 19) (UNA) Considere as duas configurações eletrônicas c) 3 prótons. a afirmativa CORRETA é: a) No modelo de Dalton e no atual. Química . O número atômico de X é igual a: a) 47 b) 49 c) 81 d) 83 16) (UFMG) Considerando as partículas constituintes do íon Mg2+ e a posição do elemento no quadro periódico. número de massa 127 e é isótono de W. concentrada no núcleo. 2s.Tecnologia ITAPECURSOS 11) (UFMG) Através do modelo atômico de Bohr. c) No modelo de Rutherford e no atual. todas as afirmativas estão corretas. d) Os átomos de número de massa 18 têm 10 e) No modelo de Dalton e no atual. liberação de energia. as nêutrons. elétrons e nêutrons nos a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d9 elementos para essa transformação.M1 65 . é Assinale a única proposição abaixo que é FALSA: INCORRETO afirmar que a) As configurações A e B representam elementos a) ambos apresentam o mesmo número de diferentes.para o K+. 1s. os elétrons b) A perda de elétron pelo átomo neutro ocorre com têm energia quantizada. d) um elétron é transferido do Cl. 2p. cloro. c) O ganho de dois elétrons leva à formação de um d) No modelo de Bohr e no atual. 17) (UFMG) Com relação a átomos de oxigênio.é maior que o átomo neutro de da configuração A para B. 15) (FCMMG) São dadas as seguintes informações relativas aos átomos hipotéticos X. EXCETO: a) A massa total do átomo está. d) energia do próton. d) tem a mesma configuração eletrônica que o átomo de argônio. pode-se afirmar que esse íon: a) apresenta dois níveis completamente preenchidos. 3 elétrons e 10 nêutrons. b) apresenta números iguais de prótons e elétrons. b) energia de ionização. os sucessivos modelos atômicos têm algumas características comuns entre si. propriedades atômicas dependem do número e) Os núcleos dos átomos neutros são envolvidos 207 +2 de prótons. e) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d9 5s2 b) 3 prótons. e) energia mc2 do átomo (m = massa atômica) 12) (UFMG) De um modo geral. 1 elétron e 7 nêutrons. 13) (Newton Paiva) Os alquimistas diziam ter “o poder” de transformar metais não nobres em ouro. e) Tanto na configuração A quanto na B os orbitais quando esses íons se ligam. cada átomo tem um núcleo. 1 elétron e 3 nêutrons. giram em órbitas circulares e elípticas. os elétrons íon negativo de raio maior que o do átomo neutro.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 d) 10 prótons. cada átomo é indivisível. 82 Pb por oito elétrons.F. Segundo o modelo de Bohr. Fluminense) A distribuição eletrônica do íon cobre II está apresentada na alternativa: Imagine que você tivesse “o poder” de retirar ou adicionar prótons. O átomo Y tem número atômico 46. b) É necessário fornecer energia para levar o átomo b) o ânion Cl. para se transformar no cátion K se menos energia que da configuração A.. c) A configuração A corresponde ao átomo de potássio. O número de massa de W é 128. elétrons que o átomo de argônio. O átomo X é isótopo de W e possui número de massa igual a 130. gasta+.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 6s1 14) (UFMG) Com relação aos ions K + e Cl . c) o átomo neutro de potássio absorve energia d) Para se retirar um elétron da configuração B. praticamente. Com base na comparação do modelo atual com outros.

bem como o início de região do contínuo. a) Qual o estado (nível) fundamental do hidrogênio? n=5 n=4 n=3 n=2 n=1 0 -0.4 e V -13.80% a) Isótopos B10 B11 b) O isótopo do carbono que é isóbaro do B11 é o c) A massa atômica do boro é d) A massa molecular do diborano (B2H6) é (escreva os cálculos) Nº DE ELÉTRONS Nº DE PRÓTONS Nº DE NÊUTRONS 66 Química .M1 . a) Quem foi o autor da experiência ao lado? b) A que conclusões ele chegou? c) Qual foi a crítica ao modelo proposto? 22) (UFMG) Considere a figura abaixo: Au 23) O diagrama a seguir mostra os cinco primeiros níveis de energia eletrônica para o átomo de hidrogênio. ( ) É impossível determinar ao mesmo tempo a posição e a velocidade de um elétron.6 e V -0.Tecnologia ITAPECURSOS 20) A configuração eletrônica do manganês com duas cargas positivas é: a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d2 b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d3 c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d7 d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d7 e) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d5 21) Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª. ( ) Descoberta do núcleo. a) Bohr b) Rutherford c) Dalton d) Orbital e) Heisenberg ( ) Lugar mais provável de se encontrar o elétron.9 e V -1. ( ) As matérias são formadas por combinações de átomos.5 e V -3.20% e B11 .6 e V c) Esta energia é absorvida ou liberada? d) Qual a energia para ionização do hidrogênio H(g) ® H+(g) + e-o? b) Qual é a energia envolvida relativa à passagem do elétron de n = 3 para n = 5? 24) (UFMG) Abundâncias relativas dos isótopos do boro B10 . se absorver energia. ( ) O elétron só consegue passar para uma camada mais externa.

Z = 12 F . B.Z = 48 B . b) D. • apresentam átomos de alta eletronegatividade.Z = 54 ( ( ( ( ( ( ) metal do grupo do zinco ) metal alcalino ) metal alcalino terroso ) halogênio ) metal do grupo VIII B ) gás nobre A ordem das letras na 2ª coluna. esses elementos ocupam a: a) coluna 15 (V A) b) coluna 1 3 (III A) c) coluna 17 (VIl A) d) coluna 1 (I A) Química . E.Z = 17 D . C. d) F.0 10. C. B. C.25 0.1 0. B. c) F.0 3.6 18. é mais abundante que o oxigênio. d) 48 e 80. A. assinale aquele que é suficientemente explicado pelo modelo atômico de Rutherford.11 0. nas condições ambiente. E. em número de átomos. B. b) 35 e 80. B. c) A massa de um átomo de sódio é menor do que a massa de um átomo de cloro. 67 . a) O metal com a menor fração da massa é alcalino-terroso. e) A.03 Com relação aos dados apresentados no quadro.9 1. 2) (UNA) Associe os elementos dados na 1ª coluna com as famílias indicadas na 2ª coluna: A . a) O raio do íon sódio é menor do que o raio do átomo de sódio. F. C. D. E. é: a) A. c) 34 e 55. E. C. d) A primeira energia de ionização do sódio é menor do que sua segunda energia de ionização. A. 4) (UFMG) O quadro abaixo apresenta alguns dos principais elementos constituintes do corpo humano e a sua participação na massa total. • são agentes oxidantes. d) O quadro apresenta dois halogênios.Z = 19 E .Tecnologia ITAPECURSOS Tabela Periódica 01) (FCMMG) Dentre os fatos citados abaixo. apresentam números atômicos: a) 53 e 87. Na tabela periódica. E. F. 03) (PUC-MG) Na tabela periódica. 5) (UFMG) Ao estudar a tabela periódica. assinale a alternativa INCORRETA.Z = 28 C .1 1. Elemento Químico O C H N Ca P CI K S Na Mg Fração da Massa Total % 64. formando ácidos. c) O quadro apresenta quatro metais.M1 • reagem diretamente com hidrogênio. b) O hidrogênio.40 0. b) A chama de um fogão fica amarela em presença de cloreto de sódio. D.36 0. A. D. D. os elementos líquidos. F. de cima para baixo. todos localizados na mesma coluna: • têm grande afinidade química por metais. um estudante fez várias anotações sobre as propriedades das substâncias simples de um grupo de elementos químicos.

que apresentam redes cristalinas semelhantes.Na tabela periódica atual. S. não formam ligas por causa das grandes diferenças quanto a essas propriedades. S. 2p6.5 e 117 d) 125 e 108 e) 70 e 130 10) (PUC-MG) Considere as configurações eletrônicas de átomos eletricamente neutros: I. em ordem crescente. 68 Química . 1s2. 3s2. IV. d) a eletronegatividade do átomo de ferro é maior que a do átomo de sódio. c) o raio atômico do ferro é maior que o do potássio. que os seus átomos não sejam muito diferentes quanto a: • raio atômico. porque o núcleo de Cl. • valência. I .é maior do que o de Ne e o de Na+.M1 . obtemos a seguinte seqüência: a) Cs. 2p5. cujo número atômico é 18. No entanto é preciso.e o de Br. 3s1.Átomos de um mesmo período possuem o mesmo número de camadas ocupadas. Uberaba) Sobre tabela periódica.Tecnologia ITAPECURSOS 6) (Univ. Fe. Cl.Átomos de um mesmo período possuem o mesmo número de elétrons na camada de valência. 8) (UFMG) Observe o desenho que mostra representações em escala de algumas espécies químicas monoatômicas: F - 133 148 160 d) II e IV. e) O raio de Ne é menor do que o de Ar e o de Kr. 1s2. c) IV e V. 1s2. • eletronegatividade. II . Os átomos de maiores eletronegatividade e energia de ionização são. b) II e III. os elementos estão ordenados em ordem crescente de massa atômica. os raios iônicos do Na+1 e do Sr+2 são aproximada e respectivamente. 2s2. Cs. porque F. Baseando-se na periodicidade das propriedades e nos valores da tabela. 7) (ITA) Ordenando as eletronegatividades dos elementos cloro. é INCORRETO afirmar que: a) o número de oxidação mais comum dos metais alcalinos é +1. II. Raio iônico (pm) ÍON Li+1 Na+1 K+1 Rb+1 Cs+1 VALOR 60 _ ÍON Be+2 Mg+2 Ca+2 Sr+2 Ba+2 VALOR 31 65 99 135 São corretas apenas as afirmações: a) I e II.é a espécie que tem mais camadas eletrônicas ocupadas. Ne Ar Na+ K+ Rb+ Cl - Br Kr Indique a alternativa que apresenta informações corretas com relação às causas da variação dos raios das espécies.é o de menor carga positiva. 2s2. porque Ne tem a menor repulsão entre os elétrons da última camada. Fe. a) O raio de Br.é maior do que o de Ar e o de K+.é a espécie que tem menos elétrons. ferro. Cs. Fe. Fe. d) III e IV. d) Cs. Cl. IV .Um átomo. enxofre e césio. sódio. Cs. também. Os metais alcalinos e o ferro. b) O raio de Cl.1s2. S. 1s2. Considerando-se as propriedades periódicas do ferro e dos metais alcalinos. c) O raio de F. 2s2. c) Cl. 10-12 metro a) 65 e 100 b) 40 e 105 c) 96. S.é maior do que o de Kr e o de Rb+. Cl. 2p3. Fe. b) Na. d) O raio de F. está classificado na tabela periódica como gás nobre. 2s2. 2p6. Na. e) Cl. c) I e III. 11) (UFMG) Um dos fatores que favorecem a solubilidade de um metal em outro é a semelhança de suas redes cristalinas. 2p6. e) III e IV. porque F . Na. um estudante formulou as proposições abaixo. V.é menor do que o de Cl. Na. Na. em pm: Dado: 1 picômetro (pm) = 1 . III. 9) (PUC-MG) Considere a tabela abaixo de raios iônicos de metais alcalinos e alcalinos-terrosos. b) o raio atômico do ferro é menor que o do rubídio. S.é a espécie com núcleo de menor raio. porque Br. 2s2. b) II e III. respectivamente: a) I e II. III .

A primeira energia de ionização do sódio é maior do que a do magnésio. São afirmativas CORRETAS: a) I. Z e W apresentam as configurações eletrônicas indicadas abaixo. Assinale a INCORRETA. Itaúna) Sobre o elemento químico bromo. III e IV. c) Y possui o maior potencial de ionização. EXCETO: a) A eletronegatividade aumenta.Nos períodos da tabela periódica. em ordem crescente de números atômicos. III (Z = 11) e IV (Z = 2) apresentam a seguinte ORDEM CRESCENTE de potenciais de ionização. d) Constitui a substância molecular Br2. c) O caráter metálico diminui. b) A energia de ionização aumenta. III . Z e W apresentam a seguinte distribuição eletrônica: X: 1s22s22p3 Y: 1s22s22p5 Z: 1s22s22p63s1 W: 1s22s22p63s23p64s2 São feitas várias afirmações sobre esses elementos. nessa ordem. e) II e IV. c) Liga-se covalentemente a átomos de carbono. e) O raio atômico diminui. d) Z possui a menor eletronegatividade. 13) (FCMMG) Os elementos hipotéticos X. EXCETO: a) Apresenta baixa 1ª energia de ionização. Todas as afirmativas sobre tais elementos. Química . d) Y e W formam um composto iônico de fórmula WY2. IV . a) III < II < I < IV b) II < III < I < IV c) IV < I < III < II d) I < IV < II < III e) II < I < III < IV 17) (PUC-MG) A representação abaixo expressa o diagrama dos níveis do hidrogênio. II . c) Y é um metal nas CNTP. d) II e III. a) Z é um metal alcalino. marque a opção INCORRETA: a) X possui maior energia de ionização. 16) (PUC-MG) Os átomos neutros I (Z = 18). 15) (Univ. b) X possui a menor eletronegatividade. Y. b) W é um alcalino terroso. d) O ponto de fusão aumenta. II. Y. b) Pode dar origem a íons de carga -1.Tecnologia ITAPECURSOS 12) (UFJF) Os elementos X. II (Z = 17). Br. todas as afirmativas são corretas. b) I e IV. o raio atômico sempre cresce com o número atômico. estão corretas.A segunda energia de ionização de qualquer átomo é sempre maior do que a primeira.M1 d) n = 5 e n = ∞ e) n = 1 e n = ∞ 69 . X: 1s22s22p63s23p6 Y: 1s22s22p63s23p64s1 Z: 1s22s22p63s23p5 W: 1s22s22p63s2 Analisando as alternativas abaixo. O potencial de ionização do hidrogênio corresponde à passagem de: a) n = 1 e n = 2 b) n = 2 e n = 3 c) n = 3 e n = 4 18) (UFMG) Considere os elementos do segundo período do Quadro Periódico. c) I e II.A primeira energia de ionização é a energia necessária para remover um elétron de um átomo neutro no estado gasoso. 14) (UFV) Considere as afirmativas abaixo: I .

DH = 1 3 4 5 6 7 8 9 2 10 20) (UFMG) A. e) Possui a maior energia de ionização dentre esses 10 átomos. nesta questão. calcule a energia envolvida em cada uma das transformações indicadas abaixo. D. a) O átomo desse grupo de 10 que tem o maior número de elétrons desemparelhados.5 124.0 F 79.3 401. 21) (UFMG) A tabela abaixo contém as variações de entalpia correspondentes à eletroafinidade (EA) e à energia de ionização (EI) de alguns elementos. colocando as letras de A até J nas posições correspondentes aos elementos que elas representam. São dadas a seguir descrições de algumas propriedades desses elementos.3 DH(EI) kcal/mol 313. C. g) É o elemento mais reativo de toda a tabela periódica.0 Cl 83. Justifique essa indicação. E e F representam elementos situados em dois períodos consecutivos da tabela periódica. 1) Li+(g) + H(g) ® Li(g) + H+(g). 70 Química . ao contrário dos outros elementos de sua coluna. os símbolos dos elementos com os dez menores números atômicos.0 273. d) Possui o maior raio atômico no seu período da tabela periódica. f) Tem comportamento físico e químico semelhante ao de E. b) Ordene os elementos do grupo escolhido no item anterior do menor para o maior raio atômico. b) Sua forma elementar é um gás existente na atmosfera terrestre em concentração muito pequena. E.M1 . Só por coincidência letras e símbolos atômicos serão os mesmos. C ou D.8 118. c) Só participa de ligações covalentes. Algumas descrições isoladamente se aplicam a mais de um elemento. Elemento DH(EA) kcal/mol H 172 Li 14. mas não na mesma ordem.Tecnologia ITAPECURSOS 19) (UFMG) As dez primeiras letras do alfabeto representam.5 300.3 I 70. Justifique essa ordenação usando características dos átomos desses elementos. i) Sua forma alotrópica mais comum é diatômica. j) Possui o maior ponto de fusão dentre esses 10 elementos.5 Na 19. 1A 2A 3A 4A 5A 6A 7A 0 A C B D E F 2) Na(g) + Br(g) ® Na+(g) + Br-(g). h) É um metal venenoso e não tem elétrons desemparelhados. c) Utilizando a tabela acima. mas o conjunto das descrições tem uma única correspondência possível. Preencha a porção da tabela periódica dada abaixo. F em que os elementos podem mais facilmente ser coloca-dos na ordem crescente dos raios atômicos.0 241. B. A resposta deve ser dada em termos de características atômicas e não de posição na tabela periódica.4 Br 77. B. DH = a) Indique o grupo A.1 a) Defina energia de ionização: Defina eletroafinidade: b) A ordem de variação das energias de ionização dos halogênios poderia ser prevista a partir da posição desses elementos na tabela periódica? Justifique sua resposta.

Elemento: Configuração Eletrônica por níveis: Justificativa da indicação: Química . 3 e 4 o redutor mais forte é: Período 2 Considere os seguintes gráficos: I . Diagrama: Justificativa: 2. Os diagramas ao lado pretendem representar. o agente oxidante mais forte é: 600 500 400 300 200 100 0 3 4 5 6 7 Número Atômico 8 9 10 170 150 130 110 90 70 50 9 17 35 53 Número Atômico b) Contrariando a tendência geral.Um dos diagramas não corresponde a nenhum elemento. as quatro primeiras energias de ionização de átomos. energia de ionização energia de ionização 23) Os valores das sucessivas energias de ionização de um átomo constituem uma evidência empírica da existência de níveis de energia.Variação da 1ª energia de ionização dos elementos do segundo período da Tabela Periódica. por níveis. IDENTIFIQUE esse diagrama e JUSTIFIQUE sua resposta. inicialmente neutros. em função do número atômico. II . do terceiro período da classificação periódica.M1 71 . do átomo desse elemento. ESCREVA a configuração eletrônica. Por quê? Justifique a tendência geral mostrada no gráfico II. qualitativamente.Indique qual é o elemento que corresponde ao outro diagrama. mostrada no gráfico I.Tecnologia ITAPECURSOS 22) (UFMG) a) Dos elementos dos períodos 2. Diagrama I Diagrama II 1 2 3 4 ordem de ionização 1 2 3 4 ordem de ionização 1. JUSTIFIQUE sua indicação. a 1ª energia de ionização do Be é maior que a do B. 1ª Energia de ionização (kcal/mol) Energia de ligação H-X (kcal/mol) Período 3 Período 4 Dos elementos do grupo VII A.Variação da energia de ligação H-X em função do número atômico do elemento X.

d) Os átomos estão isolados na distância r1. bons condutores de eletricidade. a INCORRETA é: a) O composto formado entre um metal alcalino terroso e um halogênio é covalente. 3) (PUC-MG) Dentre as afirmativas abaixo. b) A formação de ligação é um fenômeno que libera energia. d) O arranjo das moléculas no gelo é o responsável por sua menor densidade em relação à água líquida. 72 Química . devido à diferença de eletronegatividade existente entre os átomos de hidrogênio e cloro. na temperatura ambiente. em qualquer um dos estados físicos. c) A ligação entre os átomos na molécula é uma ligação simples. d) A substância de fórmula Cl2 é apolar. c) O composto de fórmula KI é iônico. em geral. e) Os átomos estão ligados na distância r2. c) A estabilidade molecular é máxima na distância r3.Tecnologia ITAPECURSOS Ligações Químicas 1) (UFMG) Em relação à combinação de um átomo de hidrogênio e um átomo de flúor para formar uma molécula. e) Ligação covalente é aquela que se dá pelo compartilhamento de elétrons entre dois átomos. b) As ligações metálicas num cristal de zinco são bastante fortes. as substâncias resultantes podem existir. a) Os cristais iônicos são. c) Cristais metálicos são. devido a existência de diferentes ligações entre os átomos que as constituem. c) A temperatura de fusão pode ser usada para distinguir uma substância covalente de uma molecular. em geral. e) No NaCl existem forças intensas de atração eletrostática entre os íons.M1 . b) A energia de ligação é -E2. EXCETO: a) A distância r2 corresponde ao comprimento de ligação. assinale a alternativa INCORRETA. e) Os elétrons de ligação são atraídos igualmente pelos dois núcleos. a afirmação ERRADA é: a) Dois elétrons de valência estão envolvidos na formação da ligação. quando átomos de hidrogênio se aproximam para formar a molécula de H2. d) A ligação covalente entre átomos de oxigênio é bastante forte. b) Grafita e diamante apresentam diferente condutividade elétrica. bons condutores de eletricidade. b) O composto covalente HCl é polar. 2) (FCMMG) Em relação às propriedades de substâncias. 4) (UFMG) O gráfico representa a variação de energia potencial em função da distância internuclear. Sobre esse gráfico. assinalar a afirmação errada. a) Quando átomos se ligam através de ligações covalentes. todas as afirmativas estão corretas. d) A ligação entre os átomos na molécula é predominantemente covalente. 5) (UFMG) Em relação às ligações químicas e a sua correlação com as propriedades dos compostos.

Química . angular e linear. b) Só pode haver ligação covalente entre átomos dos mesmos elementos. b) CH4 / cristal molecular. em água. b) Ligações de hidrogênio constituem a principal interação intermolecular existente numa solução aquosa de etanol. e) Apresentam interações intermoleculares relativamente fracas. e) As forças que unem as moléculas num cristal de iodo são ligações de van der Waals. d) São todos solúveis em água. a) Todo composto sólido é iônico. em água. quando dissolvidas em água. NH3(g). BH3. etc. c) As ligações entre moléculas de metanol são ligações de hidrogênio. linear e angular. piramidal. e) SiO2 / cristal covalente. piramidal. e) O tetracloreto de carbono é uma molécula que apresenta geometria tetraédrica. 7) (UFMG) Todas as alternativas associam corretamente uma substância com o seu tipo de cristal. trigonal plana. linear e angular. angular e linear. Das opções abaixo. HCl(g).M1 73 . c) Piramidal. 9) (PUC-MG) Assinale a afirmativa ERRADA.são os responsáveis pela condutividade elétrica da água pura. 10) (PUC-MG) A afirmativa INCORRETA é: a) O acetileno é uma molécula linear.Tecnologia ITAPECURSOS 6) (UFMG) Os sólidos moleculares. 8) (UFMG) A água é um dos solventes mais usuais. a) São macios. c) Os elementos do grupo 1A combinam-se com os grupos 7A na proporção 1:1. b) A molécula de CCl4 é apolar de ligações polares. Com relação à água e às soluções aquosas. a afirmativa FALSA é: a) A formação de ligações de hidrogênio explica a alta solubilidade da amônia gasosa. b) São isolantes elétricos quando puros. d) H2O / cristal molecular. O2(g). ácido cítrico. e) Piramidal. EXCETO: a) CaF2 / cristal iônico. 11) As geometrias apresentadas por NH3. e) Uma solução de oxigênio. ácido tartárico. trigonal plana. d) Trigonal plana. trigonal. b) Tetraédrica. d) A molécula constituída por ligações polares nem sempre é polar. d) Os íons H3O+ e OH. c) CO2 / cristal covalente. originam os íons H3O+ e Cl-. c) Apresentam temperaturas de fusão e ebulição baixas. indique qual não é verdadeira como propriedade dos sólidos moleculares. angular e linear. iodo. H2O e BeH2 são RESPECTIVAMENTE: a) Trigonal plana. fenol. apresenta interações dipolo-dipolo entre o soluto e o solvente. tais como parafina.. d) A molécula H2O2 apresenta ligação covalente polar e apolar. c) Moléculas de cloreto de hidrogênio gasoso. possuem propriedades características.

covalentes polares. enquanto as de CH4 têm natureza covalente. 16) (UFMG) Este quadro apresenta os valores das temperaturas de fusão e ebulição dos cloretos de sódio. a + 77°C e a –164°C. em estado sólido. Assinale a alternativa que explica CORRETAMENTE essa diferença de valores. 74 Química . todos a pressão de 1 atmosfera: Composto Cloreto de sódio Cloreto de magnésio Cloreto de alumínio Temperatura de fusão / °C Temperatura de ebulição / °C 801 708 Sublima a 178°C 1413 1412 Considerando-se essas propriedades e os modelos de ligação química aplicáveis às três substâncias. d) As ligações químicas de CCl4 têm natureza iônica.Tecnologia ITAPECURSOS 12) (UFMG) Sejam as moléculas X. Y’. b) Em um cristal de magnésio. d) os três compostos têm fórmulas correspondentes à estequiometria de um cátion para um ânion. b) as ligações químicas do cloreto de sódio. c) Os compostos moleculares são aqueles que apresentam os mais baixos pontos de fusão. não sendo puramente iônico. este adquire a configuração eletrônica de um gás nobre. X’. e metano. 13) (UFMG) Qual a alternativa ERRADA? a) A grafita. d) um elétron é transferido do Cl– para o K+. é INCORRETO afirmar que: a) ambos apresentam o mesmo número de elétrons que o átomo de argônio. c) Y e Y’ atraem-se por interação dipolo-dipolo. b) A energia necesária para quebrar ligações C–Cl é maior que aquela necessária para quebrar ligações C– H. respectivamente. covalentes apolares e Y. o cátion divide a sua força de atração entre três ânions. 15) (UFMG) As temperaturas de ebulição de tetraclorometano. c) As interações de dipolos induzidos são mais intensas entre as moléculas de CCl4 que entre as moléculas de CH4. os átomos est ão ligados entre si por ligações covalentes. são iguais. líquidos e gasosos. apresenta alto ponto de fusão. também em estado sólido c) o cloreto de alumínio tem forte caráter molecular. nela. e) Nos compostos covalentes ou iônicos formados pelo flúor.M1 . pois. c) o átomo neutro de potássio absorve energia para se transformar no cátion K+. d) X e X’ são altamente voláteis e possuem ponto de fusão e ebulição baixos. se quebram com maior facilidade que as dos demais compostos. b) Y e Y’ apresentam elevada condução de eletricidade. 14) (UFMG) Com relação aos íons K+ e Cl–. a) A eletronegatividade dos átomos de Cl é maior que a dos átomos de H. quando esses íons se ligam. é CORRETO afirmar que: a) a ligação iônica no cloreto de alumínio é mais fraca que as dos demais compostos. CCl4. magnésio e alumínio. Sobre suas propriedades é INCORRETO afirmar que: a) Y e Y’ podem ser sólidos. d) Dois átomos iguais não formam ligação iônica. e) X e X’ ligam-se por forças de Van der Waals. CH4. b) o ânion Cl– é maior que o átomo neutro de cloro. por ser um sólido covalente.

3 . covalente polar e covalente apolar: a) CaCO3 . iônica. (1) Ligação iônica (2) Ligação covalente normal (3) Ligação covalente normal e dativa (4) Ligação iônica e covalente normal ( ( ( ( ) NH4Cl ) MgS ) CH3COOH ) KOH (5) Ligação iônica. V .3 . d) F2. a) II. c) sólida. HBr. IV . III . BF3 22) (FCMMG) Em relação às propriedades de substâncias. de alto ponto de fusão. BF3.Os elementos Al. aumenta no sentido do iodo para o flúor. de baixo ponto de fusão. em linhas horizontais. é: a) 2 .4 . IV. IV. c) A temperatura de fusão pode ser usada para distinguir uma substância covalente de uma molecular. V c) lI. BF3 Química . F2. V 21) (PUC-MG) Dentre as substâncias CaCO3. O composto formado tem. Assinale a alternativa que contém somente afirmações corretas. As seguintes afirmações são feitas em relação às propriedades periódicas: I . respectivamente.2 . V d) I. IV. respectivamente. que é um composto iônico.2 d) 5 . d) O arranjo das moléculas no gelo é o responsável por sua menor densidade em relação à água líquida. no grupo dos halogênios. d) molecular. na temperatura ambiente. b) Grafita e diamante apresentam diferente condutividade elétrica. CS2 e) CaCO3 . assinale a alternativa INCORRETA: a) Quando átomos se ligam através de ligações covalentes.5 . HBr. BF3 e CS2. em qualquer um dos estados físicos. F2. II .1 18) (PUC-MG) Um elemento X (Z = 1) combina com Y (Z = 7). F2 b) CaCO3 .5 . 20) (UFU) Podemos dizer que a tabela periódica é uma organização dos elementos químicos em ordem crescente de seus números atômicos. a temperatura ambiente.Boro reage com flúor para formar BF3.2 . fórmula molecular e forma geométrica: a) XY3: trigonal b) X3Y: angular c) YX3: piramidal d) YX: linear 19) (PUC-MG) O composto MgF2 é uma substância: a) líquida.Silício e fósforo reagem com oxigênio para formar compostos com ligação covalente. covalente normal e dativa A associação CORRETA. de cima para baixo. V b) II.3 c) 4 . P. de tal forma que elementos químicos com propriedades químicas semelhantes ficam num mesmo grupo. b) iônica. Si.4 e) 5 .M1 75 .4 . CS2. de alta condutividade elétrica. devido à existência de diferentes ligações entre os átomos que as constituem. são.O sódio se oxida mais facilmente que o potássio.A afinidade eletrônica. III. HBr.1 . CS2 c) HBr. as substâncias resultantes podem existir.Tecnologia ITAPECURSOS 17) (PUC-MG) Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.1 b) 3 . III. S e Cl estão em ordem decrescente de seus raios atômicos.1 .

pode-se concluir que. cloreto de sódio.teste não realizado tf . d) O que mantém o retículo é a atração eletrostática que ocorre entre os íons positivos e negativos. mercúrio e água. em ambos os casos. 28) (UNI-BH) Considerem-se os líquidos água. todas as afirmativas são corretas.. d) álcool etílico. 27) (UFMG) As dissoluções de NaCl (s) e NaOH (s) em água provocam diferentes efeitos térmicos. c) a amostra III é açúcar. d) a dissolução do sólido. conduz corrente elétrica em solução aquosa. b) água. b) covalente c) molecular d) metálico Química .6 por uma interação entre dipolos permanentes.Tecnologia ITAPECURSOS 23) (UFMG) A figura representa uma seção plana de um cristal iônico. água e mercúrio. c) a temperatura aumenta na dissolução de NaOH(s). d) o ânion 1 não apresenta interação eletrostática com o cátion 7. procurasse caracterizar amostras de grafita. 24) (Univ. é solúvel em água. é uma substância iônica. NaCI. é INCORRETO afirmar que: a) a solução de NaCl(aq) tem mais energia que o sistema formado por NaCl(s) e água. não se funde quando aquecido a 500°C. 25) (UFMG) Um material sólido tem as seguintes características: • • • • • não apresenta brilho metálico. como Na+CI-(s) ou Ca2+O2-(s). c) Quando esse material sofre fusão. b) o ânion 6 apresenta ligações iônicas de mesma força com os cátions 2. através de testes físicos simples. O seguinte quadro foi construído pelo estudante.forma ligações de hidrogênio com a água e o ânion Cl. A ordem crescente de suas tensões superficiais é: a) mercúrio. Os íons foram numerados para facilitar a sua identificação. 7 e 10.temperatura de fusão Com base nos testes feitos pelo estudante. O quadro mostra as etapas hipotéticas do processo de dissolução desses dois sólidos. mercúrio e álcool etílico. b) o ânion OH. LEGENDA 1 5 9 2 6 10 3 7 11 4 8 12 Cátion Ânion 26) (UNIMONTES) Foi solicitado a um estudante que. Considerando-se. provavelmente. não conduz corrente elétrica no estado sólido. é CORRETO afirmar que: a) o par de íons 1 . EXCETO: a) Todos os íons estão dispostos de forma organizada.está ligado por duas ligações iônicas.é incapaz de formá-las. álcool etílico e água. Com base nos modelos de ligação química. c) álcool etílico. sólida na temperatura ambiente.M1 76 .6. b) Cada íon positivo atrai igualmente todos os íons negativos. mercúrio e álcool etílico. Itaúna) O cloreto de sódio. d) a amostra I é grafita. podese concluir que: a) a amostra IV é alumínio. trata-se de um sólido: a) iônico. alumínio metálico e açúcar. Sobre um cristal iônico de cloreto de sódio. 5. em cada etapa. no caso do cristal de Ca2+O2. e as variações de entalpia. b) a amostra II é cloreto de sódio. c) o par de íons 2 .5 está ligado ao par de íons 2 . a formação e o rompimento de ligações químicas. a atração entre os íons é enfraquecida. ---. todos a 25°C. consome energia. ou interações intermoleculares. Amostra I II III IV tf/°C ---660 801 ---Solubilidade em água insolúvel ------solúvel Condutibilidade elétrica estado sólido estado líquido ---conduz ---conduz conduz não conduz ---não conduz Legenda: Considerando-se o modelo de ligação para compostos iônicos e os íons representados.

CO. NO. Em relação a esse sistema. CO. CH3CH2OH) é um líquido menos denso do que a água. O2. b) De modo geral. Li2O. b) A quantidade de matéria de gás hidrogênio é igual à de gás oxigênio. as temperaturas de ebulição tendem a aumentar com o aumento do tamanho da molécula nas substâncias de mesma fórmula molecular. NO. a massa molar do etanol é maior do que a da água. por isso. CO 30) (FCMMG) Considere dois recipientes contendo iguais volumes dos gases hidrogênio e oxigênio. c) O estabelecimento das ligações intermoleculares por pontes de H ocasiona a elevação na temperatura de ebulição. Propriedade do etanol a) dissolver gorduras b) ser mais volátil do que a água c) ser menos denso do que a água d) ser solúvel em água Explicação a molécula de etanol tem uma parte pouco polar. a) A ligação interatômica nas moléculas de cada um dos gases é do mesmo tipo. assinale a única alternativa INCORRETA. O gráfico abaixo mostra o Ponto de Ebulição de alguns hidretos em função do período em que se situa o elemento na Tabela Periódica. O2. Assinale a alternativa que contém uma explicação INADEQUADA para a propriedade relacionada. tendo em vista o pequeno tamanho de sua molécula.Tecnologia ITAPECURSOS 29) (UNIMONTES) Considerando a eletronegatividade dos átomos presentes nas substâncias óxido de nitrogênio. NO. é anormalmente elevada. CO O2. deveria ser gasosa. Considerando o gráfico e as estruturas moleculares das substâncias. O quadro abaixo apresenta cada um dessas propriedades relacionadas a uma explicação com base nos modelos de interações intermoleculares. Ele é usado na limpeza doméstica porque dissolve gorduras. 31) (FCMMG) Algumas das propriedades físicas das substâncias dependem do tamanho das suas moléculas. 32) (PUC-MG) O etanol (álcool etílico. Li2O O2. nas mesmas condições de temperatura e pressão. e) Todas as moléculas polares podem formar ligações por pontes de H e. NO. CO. as interações intermoleculares são mais fracas no etanol do que na água. óxido de lítio. a molécula de etanol forma ligações de hidrogênio com a molécula de água.M1 77 . é solúvel em água e é mais volátil do que ela. à temperatura ambiente. das ligações existentes entre os átomos e das forças de atração intermoleculares. a ordem crescente de polaridade das ligações dessas substâncias é a) b) c) d) O2. Li2O. assinale a alternativa INCORRETA. d) A massa de gás hidrogênio é igual à de gás oxigênio. 2 2 2 2 d) A temperatura de ebulição da água. gás oxigênio. Li2O. a) A água. Química . apresentam temperaturas de ebulição elevadas. e monóxido de carbono. Li2O NO. c) A densidade do gás hidrogênio é menor do que a do gás oxigênio.

e sua temperatura de ebulição é igual a -33°C. é gasosa à temperatura ambiente. são aquecidos. A n-propilamina. Justificativa 34) (UFMG) A amônia. Por outro lado . JUSTIFIQUE a sua resposta ao item 1 desta questão. entram em ebulição e se vaporizam completamente. Justificativa C N O F 3. inicialmente líquidos a 20°C e a 1 atm de pressão. tem o mesmo peso molecular da trimetilamina e. De fato. de peso molecular 59.9°C. por um átomo de cada um destes quatro elementos: carbono. Neste quadro. na mesma coluna da tabela periódica. no caso dos átomos de carbono e nitrogênio. com temperatura de ebulição igual a 48°C. o vizinho mais próximo do carbono. Explique a diferença de temperatura de ebulição entre a amônia e a n-propilamina. N(CH3)3. 78 Química . NH3. comparam-se os valores das energias Ligação Energia de ligação de ligação simples envolvendo átomos de silício e (kJ/mol) oxigênio. no entanto. as siliconas são polímeros baseados na repetição de ligações Si-O. exceto o hidrogênio. EXPLIQUE a razão de os polímeros do silício apresentarem cadeias Si-O 466 de ligações simples Si-O. INDIQUE quantas ligações covalentes simples com átomos de hidrogênio podem ser formadas. água e etanol puros. 35) (UFMG) Acetona. O gráfico apresenta as curvas de aquecimento dos três líquidos. oxigênio e flúor. não forma polímeros importantes baseados numa estrutura com ligações Si-Si. em moléculas neutras. A trimetilamina. com temperatura de ebulição igual a 2.Tecnologia ITAPECURSOS 33) (UFMG) O carbono tem uma química muito mais extensa que a dos elementos da tabela periódica. e não Si-Si. 1. considerando-se as estruturas moleculares e as interações intermoleculares com elas compatíveis. Si-Si 226 Usando as informações desse quadro. 1. de peso molecular 17. nitrogênio. também é gasosa à temperatura ambiente. Átomo Número de ligações 2.M1 . 2. NH2CH2CH2CH3 . é líquida à temperatura ambiente. Comparado aos outros elementos do segundo período da tabela periódica. o silício. Há numerosíssimos polímeros orgânicos com estruturas que apresentam ligações C-C em cadeia. o carbono é aquele cujos átomos têm a capacidade de fazer o maior número de ligações simples. Explique a diferença de temperatura de ebulição entre a trimetilamina e a n-propilamina. em termos da configuração eletrônica de valência desses átomos.

Considerando que. 1 .INDIQUE qual dos modelos (A. As figuras apresentam quatro modelos distintos para descrever a solvatação do NaCl pelas moléculas de água. Considerando que a inclinação do segmento AC permaneça constante.+ + + - - Legenda: átomo de hidrogênio átomo de oxigênio + - cátion sódio cátion cloreto 36) (UFMG) O cloreto de sódio. INDIQUE se haverá modificações na inclinação do segmento AB da curva de aquecimento e no tempo durante o qual a temperatura permanecerá constante. Considerando as interações intermoleculares características dos três líquidos – CH3COCH3. Resposta: Justificativa: 2 . JUSTIFIQUE sua resposta. dissolvido no líquido I. IDENTIFIQUE a curva de aquecimento correspondente a cada um deles. DESCREVA a mudança que será observada no comprimento desse segmento. JUSTIFIQUE sua resposta. num novo experimento. A B C D + + - + - - + + .C ou D) descreve melhor a solvatação do NaCl em uma solução aquosa diluída. JUSTIFIQUE sua resposta. Resposta: Justificativa: Química .B. considerando o tipo de interação possível em cada caso. 3. considerando a polaridade das ligações O–H e a geometria molecular. considerando as interações entre as espécies em solução. JUSTIFIQUE sua resposta. se aqueça uma quantidade maior do líquido II.Tecnologia ITAPECURSOS 1.M1 79 .INDIQUE se a molécula da água é polar ou apolar. NaCl. Suponha que mais um experimento seja feito. Justifique sua resposta. 2. é um sólido iônico que apresenta alta solubilidade em água. usando-se uma solução contendo uma certa quantidade de um soluto não-volátil. H2O e CH3CH2OH – mais intensas do que simples interações de van der Waals.

d) sal. classificado como uma base fraca.M1 Ca(OH)2 hidróxido de cálcio hidreto de cálcio hidróxido de cálcio hidreto de cálcio hidróxido de cálcio K2MnO4 manganato de potássio permanganato de potássio óxido mangânico óxido manganoso permanganato de potássio 80 . contendo o mesmo gás. ácido.Tecnologia ITAPECURSOS Funções Inorgânicas 1) (VEST-RIO) Um médico atendeu a um paciente com dores abdominais. umedecida com água. sal. o ferro (Fe) tem NOx = +3.Y teste com o papel de teste com o palito de Gás e Z poderiam ser. Em um laboratório. originadas de uma patologia denominada úlcera péptica duodenal. óxido. a ferrugem e o leite de magnésia pertencem. Este metal pertence. Para tratamento deste paciente. respectivamente. 4) (PUC-MG) Assinale a alternativa CORRETA: Fe2O3 a) b) c) d) óxido férrico óxido férrico óxido ferroso óxido ferroso HNO3 ácido nitroso ácido nítrico ácido nitroso NaOH soda cáustica hidróxido de sódio soda cáustica KCl clorito de potássio cloreto de potássio clorito de potássio clorato de potássio Pb(NO3)2 nitrato plúmbico nitrato plumboso nitrito plumboso nitrato plúmbico nitrato de hidrogênio óxido de sódio 5) (FUVEST) Deseja-se estudar três gases incolores. tampando-se em seguida. Os resultados obtidos foram: Com base nesses dados. óxido. Neste óxido. c) hidróxido. matéria-prima para a obtenção do aço. óxido. às funções: a) ácido. ácido. o médico prescreveu um medicamento que contém um hidróxido metálico. ácido. os gases X. recolhidos em diferentes tubos de ensaio. o vinagre. tornassol azul fósforo X Y Z continuou azul X extinção da chama a) SO O N 2 2 2 Y Z explosão e condensação de água nas paredes do tubo extinção da chama b) CO2 H2 continuou azul ficou vermelho NH3 N2 CO2 SO2 c) He d) N2 e) O2 O2 H2 He 6) (PUC-MG) Os nomes das substâncias estão CORRETOS em: HNO3 a) ácido nítrico b) ácido nitroso c) amoníaco d) ácido nítrico e) amoníaco NaHCO3 bicarbonato de sódio carbonato de sódio carbonato de sódio bicarbonato de sódio carbeto de cálcio Química . ácido. respectivamente. hidróxido. óxido. sal. (II)colocação de uma tira de papel de tornassol azul. no interior do outro tubo. sal. b) hidróxido. e) sal. foram feitos dois testes com cada um dos três gases: (I) colocação de um palito de fósforo aceso no interior do tubo de ensaio. de acordo com a Tabela de Classificação Periódica. Cada tubo contém apenas um gás. ao seguinte grupo: a) 1A b) 3A c) 6A d) 7A 2) (FAFI-BH) A hematita é um óxido natural. ácido. hidróxido. óxido. A fórmula química da hematita é: a) FeH3 b) Fe2O3 c) FeO3 d) Fe3O2 3) (UFMG) A soda cáustica.

H2SO4 ( ( ( ( ( ( ) utilizado em baterias de automóveis. 3. NH4OH 6. ) integra a composição de certos produtos de limpeza. 2 d) 2. 4. d) Gotas de fenolftaleína. 1 11) (FUNREI) Um aluno possui dois frascos não rotulados. 4. bases e sais são substâncias familiares a todos nós e podem ser encontradas ao nosso redor. c) A composição do sólido marrom no fundo do vidro de relógio é igual à do vapor violeta. Abaixo.1 . 4. d) 2 . ) empregada na fabricação de sabão. as suas aplicações. 1 c) 6. 6 e) 5.3. 1. é: a) 6. 6.4 10) (PUC-MG) Ácidos. separadamente. NaOH 2. H+ e OHc) íons Na+. ajudando-nos a viver melhor.4 . 4. Mg(OH)2 3.e moléculas de H2O d) moléculas de NaCl e) moléculas de NaOH e HCl 9) (PUC-MG) Numere a segunda coluna de acordo com a primeira.3 c) 1 . assinale a alternativa INCORRETA.4 . b) A formação do sólido marrom no fundo do vidro de relógio é um processo exotérmico. ) integra a composição de certos produtos de limpeza.5. 1. 1. ) principal componente do suco gástrico.4 . vapor de álcool.1 e) 3 . Em qual destas alternativas está mencionado o reagente que permitirá a identificação dos ácidos? a) Solução de hidróxido de sódio. estão relacionadas diversas dessas substâncias e. relacionando as bases com as respectivas aplicações: 1.2 .1 . NH4OH ( ( ( ( ) usada como antiácido estomacal. ) usado como antiácido estomacal. Na tentativa de identificá-los. na segunda coluna. c) Solução de bicarbonato de sódio. de cima para baixo. 5. também. observa-se a formação de um vapor violeta que se deposita como um sólido marrom no fundo do vidro de relógio. a partir da solução marrom. Em relação a esse sistema e aos processos que nele ocorrem. Cl-. 5 b) 2. relacionando as substâncias com as respectivas aplicações.Tecnologia ITAPECURSOS 7) Um béquer tampado com um vidro de relógio contém uma solução alcoólica marrom de iodo. d) A formação do vapor violeta. 2. HCl 3. 5.3 . NaHCO3 5. 3. o aluno adicionou pequena porção das soluções. Química . em nossas casas e até em nosso organismo.3 .2 b) 2 .4 . A numeração CORRETA da segunda coluna de acordo com a primeira. 3. Cl.2 Assinale a seqüência CORRETA encontrada: a) 3 . ) utilizada em construções civis. Ca(OH)2 4. a cada um dos reagentes especificados nas alternativas abaixo.4. 8) (UFMG) As partículas presentes em maior quantidade numa solução aquosa de cloreto de sódio são: a) íons Na+ e Clb) íons Na+ . 3. Ca(OH)2 4. NaOH 2. um contendo solução de ácido sulfúrico e o outro. A solução é aquecida. solução de ácido nítrico. b) Solução de nitrato de bário. indica a ocorrência de uma reação química. 2.1. na primeira coluna. ) utilizado em construções civis. 6. a) A fase gasosa no interior do sistema contém.M1 81 .1 . ) empregado na fabricação de sabão.

O2. A ação da chuva ácida pode acontecer em: a) I. apenas. c) SO2. O2. apenas. 82 Química . o dióxido de enxofre (SO2) que pode ser transportado por muitos quilômetros em poucos dias. CO2. fermento em pó e solução fisiológica com os materiais obtidos da água do mar é: a) b) c) d) e) água sanitária II III III II I fermento em pó III I IV III IV solução fisiológica IV IV I I III 13) (FMTM-Uberaba) Considere as seguintes informações sobre três substâncias no estado gasoso. CO2.Brasília (mármore). 14) (ENEM) Um dos problemas ambientais decorrentes da industrialização é a poluição atmosférica. transformando-se em SO3 e. apenas. III. pelo ser humano. contém carbonato de cálcio).M1 . Quando chove. II e III. a: a) SO2. O2. Sofre interação na atmosfera. produzindo um ácido que deixa a chuva ligeiramente ácida. podem ocorrer precipitações ácidas em regiões distantes. III e IV existem como principal constituinte ativo de produtos de uso rotineiro. em maçaricos. II. CO. causando vários danos ao meio ambiente (chuva ácida). Chaminés lançam ao ar. NO2. já que se trata de um ácido fraco. II. Os materiais I. A sua presença na atmosfera é natural. em H2SO4 que é um dos principais responsáveis pela chamada chuva ácida. I. monumento ltamarati . apenas. lI. entre outros materiais. É utilizado em siderurgia. como comburente em foguetes espaciais. Dessa forma. Considere as seguintes obras: I. CO. III.MG (pedra sabão. 15) Complete o quadro: Sal Na2CO3 NaHCO3 CuNO3 Cu(NO2)2 FeSO4 Au2(SO3)3 Ni(ClO4)2 SnS PbI4 KMnO4 Ácido de origem e nome H2CO3 = ácido carbônico Base de origem e nome NaOH = hidróxido de sódio Nome do sal carbonato de sódio b) I e II. As informações I. e na medicina. b) SO2. A alternativa que associa corretamente água sanitária. e) I. respectivamente. c) I e III. d) SO2. O3. grades de ferro ou alumínio de edifícios. O2. como os exemplificados no esquema ao lado. Um dos danos ao meio ambiente diz respeito à corrosão de certos materiais. d) II e III. e) SO2 .Tecnologia ITAPECURSOS 12) (ENEM) A água do mar pode ser fonte de materiais utilizados. II e III referem-se. ocorre uma reação entre ele e a água da chuva. esculturas do Aleijadinho . subseqüentemente.

...... Em relação a esses fenômenos.. por a) proteínas – amônia – sais de amônio – ozônio b) açúcares – óxido nítrico – carbonatos – amônia c) proteínas – ozônio – fosfatos – sais de amônio d) açúcares. ... em equilíbrio.. depois da balanceada é igual a: a) 16 b) 22 c) 28 d) 35 e) 43 6) (PUC-MG) Um dos processos usados na metalurgia é a redução dos óxidos dos metais pelo alumínio...a água de cal fica turva. de acordo com a equação não balanceada: K2O4(s) + CO2(g) ® K2CO3(s) + O2(g) Após o balanceamento da equação.. a soma dos coeficientes mínimos e inteiros de todas as espécies químicas envolvidas é: a) 5 b) 6 c) 9 d) 12 2Fe(s) + 3CO2 (g) Considerando-se essas informações. na seqüência em que aparecem. NO. turvando-a..a água de cal sobe no interior do copo.. é coberta com um copo.... bactérias transformam o nitrogênio em . Tais fertilizantes podem ser obtidos industrialmente... B. As lacunas do texto acima são adequadamente preenchidas... Co(g).. NO2 e O3 3) (FUVEST) Plantas não conseguem aproveitar diretamente o nitrogênio do ar atmosférico para sintetizar.. Gás D ⇒ é indesejável na baixa atmosfera....... d) o sistema.a chama da vela se extingue após algum tempo. não é perturbado por uma variação de pressão.... B...... que são fertilizantes naturais.....M1 83 ... c) o gás produzido na combustão reage com a água de cal... EXCETO: a) a combustão da vela produz gás carbônico e vapor de água..+ I... Gás C ⇒ é o principal responsável pelo efeito estufa. respectivamente: a) SO2.... está o seu uso na fabricação de produtos de limpeza doméstica.. é: a) 11 b) 15 c) 20 d) 24 7) (UFMG) Quando uma pequena vela acesa.. os seguintes fenômenos são observados: I.... Nas siderúrgicas. C. .... para filtrar os raios ultravioleta provenientes do sol... na atmosfera.... b) CO2. sob aquecimento.... o gás oxigênio (O2) é regenerado a partir da reação do gás carbônico com o superóxido de potássio..... Química ..... O3 e H2S.. NH3. todas as alternativas estão corretas... quando se forma . d) a presença de algum gás impede que a água de cal preencha todo o copo.... . em um processo cuja primeira etapa é a síntese de . c) SO2.. durante as tempestades com relâmpagos.. tais como: Fúria..... NH3. CO2 e O3 d) CO2. a queima de carvão produz monóxido de carbono. reage com o Fe2O3(s). c) o monóxido de carbono é agente oxidante na obtenção do ferro..... Os gases A... NO2.. Isso ocorre... Gás B ⇒ entre suas aplicações..Tecnologia ITAPECURSOS Reações Inorgânicas 1) (UFMG) A hematita. O3 e CO2. b) o gás produzido na combustão extingue a chama da vela... etc..... mas é indispensável na alta atmosfera......... que.... é um minério de ferro de grande importância econômica.... a soma dos menores coeficientes inteiros.... 2) (PUC-MG) Sejam os gases A. produzindo ferro e gás carbônico: Fe2O3 + 3CO(g) ∆ 4) (PUC-MG) Na estação espacial russa Salyut.. III.. respectivamente..+ H+ ® Mn+2 + I2 + H2O. ..amônia – carbonatos – óxido nítrico e) proteínas – óxido nítrico – nitratos – amônia 5) (PUC-MG) Dada a equação de redox: MnO4... D seguintes: Gás A ⇒ é o principal responsável pela chuva ácida............ b) o gás produzido contribui para o aumento do efeito estufa... e) a diferença de pressão faz a água de cal subir no interior do copo. Esse componente do ar precisa ser transformado em compostos... Esse processo pode ser representado pela equação: Mn3O4 + Al ® Al2O3 + Mn A soma total dos coeficientes mínimos e inteiros das espécies químicas envolvidas. a partir do nitrogênio..... II... Na raiz das leguminosas.. por ser poluente... C e D são....... após o balanceamento da equação..... Fe2O3. fixada no fundo de um prato contendo água de cal. é INCORRETO afirmar que: a) o aquecimento acelera a reação. Ajax.

Cu(NO3)2 AgNO3 Cu(NO3)2 ----NaCl --NH3 Formação de precipitado azul solúvel em excesso de NH3 Solução C incolor Solução D incolor Para identificá-las. na atmosfera. H2(g). a) Soluções aquosas de sais Cu 2+ são azuis. pelo aquecimento de carbonato de cálcio. b) a fotossíntese realizada pelas plantas. d) A mistura das soluções B e D formou um precipitado azul solúvel em excesso de D. produzindo vapor de água. EXCETO: a) a fabricação de cal. verificamos que: a) a cal reage com oxigênio formando hidróxido de cálcio. As evidências das reações observadas foram registradas no quadro abaixo. é: a) c) AgNO3 --- Formação de Formação de de Precipitado precipitado branco precipitado branco solúvel em excesso branco de NH3 ------- NaCl NH3 A um estudante foram apresentados quatro frascos sem rótulo. considerando a quantidade de moléculas representadas para o estado inicial. c) aparece uma turvação pela formação do Na2CO3 insolúvel. Legenda: H2 O2 Supondo que a reação seja completa. e) desaparece um sólido insolúvel pela solubilização do CO2. reage. e) a queimada de florestas. b) aparece uma cor esbranquiçada pela formação de Ca(OH)2. AgNO3. NaCl e NH3 foram misturadas duas a duas.C. portanto B é a solução de Cu(NO3)2. b) A mistura das soluções A e C formou um precipitado branco. e D: b) d) Solução A Incolor Solução B azul 84 Química . causado pelo acúmulo de gás carbônico. antes da reação. tem contribuído para um significativo aumento da temperatura média da Terra. Alguns resultados de suas experiências e algumas de suas conclusões estão registradas nas alternativas. CaCO3. em alta temperatura e em presença de um catalisador. 9) (UFOP) Introduzindo-se o gás dióxido de carbono dentro da água de cal. 10) (FCMMG) Soluções aquosas de Cu(NO3)2.B. O2(g). CaO. Assinale a alternativa que contém uma afirmativa INCORRETA. 11) (UFMG) Uma mistura de hidrogênio. c) a queima de combustível por um motor de automóvel. num recipiente hermeticamente fechado. c) A mistura das soluções B e C não produziu evidência de reação química. d) a queima de gás em um fogão. portanto D é a solução de NH3. o desenho que representa o estado final do sistema dentro do recipiente. H2O (g). O desenho representa a mistura. Todas as alternativas apresentam processos que produzem gás carbônico.M1 . identificadas aleatoriamente pelas letras A. e oxigênio. contendo as soluções aquosas citadas acima. o estudante as observou e as misturou duas a duas. d) aparece uma turvação pela formação de CaCO3 insolúvel. portanto A é a solução de AgNO3.Tecnologia ITAPECURSOS 8) (UFMG) O efeito-estufa. CO2.

quando em contato com vapores de água à alta temperatura. 14) (UNIMONTES) Em grutas calcárias são encontradas formações denominadas estalactites e estalagmites. Procurando interpretar o fenômeno. dois componentes pretos. afunda. produz hidrogênio e ZnO. b) as bolhas indicam a entrada de gás no béquer. em seguida. perdem CO2. presente nos poros do giz. representada pela equação: CaCO3(s) + H2O(l) ® CO2(g) + Ca(OH)2(aq) Outro grupo acredita que está havendo o deslocamento do ar. em escala laboratorial. b) Colocar o giz em álcool anidro ao invés de água. anteriormente triturados. podemos AFIRMAR: a) o magnésio sólido reage com o oxigênio com formação de Mg(OH)2. o giz flutua na superfície e. Essas soluções. contida num béquer. de óxido de cobre.M1 85 . d) o oxigênio apresenta alta energia de ionização e forma apenas compostos iônicos. forma um óxido ácido. são feitas as seguintes observações: • forma-se um resíduo avermelhado no tubo de ensaio. Todos os testes abaixo permitem distinguir entre as duas hipóteses feitas. • a cor desse resíduo permanece depois do resfriamento do tubo de ensaio.Tecnologia ITAPECURSOS 12) (UFMG) Um grupo de estudantes coloca um giz em um copo com água. e não uma reação química. ao reagir com o oxigênio. • formam-se bolhas na ponta da mangueira dentro do béquer. num bico de gás. Inicialmente. é INCORRETO afirmar que: a) a reação que ocorre no tubo de ensaio é catalisada pelo carvão. c) o zinco. 13) (UFMG) A figura mostra um experimento para a conversão. Química . b) o ferro. formando as estalactites e as estalagmites. EXCETO: a) Comparar a produção de bolhas de um giz inteiro e de um giz pulverizado. O tubo de ensaio contém uma mistura de óxido de cobre e carvão. expostas ao ar. CuO. até se reduzirem a pó. acompanhado de um chiado. A reação que dá origem a essas formações é: a) CaCO3(s) → CaO(s) + CO2(g) b) CaCO3(s) + H2O(l) → Ca(OH)2(s) + CO2(g) c) Ca(HCO3)2(aq) → CaCO3(s) + CO2(g) + H2O(l) d) Ca(HCO3)2(aq) → Ca2+(aq) + 2 HCO3-(aq) 15) (UFJF) A tabela periódica apresenta elementos químicos que têm importância biológica. Com relação aos compostos formados por alguns desses elementos. Com relação a esse experimento. alguns deles consideram que está havendo uma reação química. em cobre. durante alguns minutos. um óxido anfótero e insolúvel em água. juntos. Há um grande desprendimento de bolhas. c) Testar a presença de um gás inflamável. d) Medir o pH da água antes e depois da produção das bolhas. d) a coloração vermelha indica a formação de cobre metálico. c) a turvação da água de cal revela a formação de CaCO3(s). que se originam da infiltração de águas superficiais ou subterrâneas contendo bicarbonato de cálcio dissolvido. durante o aquecimento. Após o aquecimento da mistura. e • ocorre uma turvação na água de cal. Uma mangueira que penetra no interior do tubo de ensaio tem sua outra extremidade mergulhada em uma solução de água de cal.

Conforme as recomendações da Embrapa.2 (que indica menor acidez da terra). b) a relação estequiométrica entre B e nitrato de prata é de 1:1. d) o produto D obtido é o dióxido de nitrogênio.8. A oleaginosa deve ser plantada em solos descompactados. PAULO. leu a seguinte reportagem: Solo ácido não favorece plantio Alguns cuidados devem ser tomados por quem decide iniciar o cultivo do girassol.M1 . é de 4. deram CH3COO + origem a um precipitado: C + PO43+ + 2+ + SO4 Legenda + forma precipitado . ocorrendo. EXCETO a) Adicionar antioxidante à manteiga. Todas as alternativas apresentam procedimentos de conservação que evitam a reação de alimentos com o oxigênio do ar.não forma precipitado Considerando as informações dadas. 19) (ENEM) Suponha que um agricultor esteja interessado em fazer uma plantação de girassóis. a alternativa que relaciona duas soluções que o estudante pode ter misturado é: a) H2SO4(aq) e Ba(OH)2(aq). Um estudante encontrou no laboratório dois frascos Ag+ Ba2+ Na+ contendo líquidos incolores que. 18) (UFMG) Alguns alimentos sofrem decomposição por ação do ar. assinale a alternativa INCORRETA: BaCl2(aq) + K2SO4(aq) A insolúvel + B solúvel ½ O2(g) + H2O + D + K2SO4 gás solúvel H2SO4 2AgNO3(aq) C solúvel + 2 AgCl insolúvel a) o composto A formado é o sal de cloreto de potássio. De maneira simplificada. d) H3PO4(aq) e NaOH(aq). gerando hidróxido de cálcio (Ca(OH)2). CaO + H2O → Ca(OH)2 III. Ca(OH)2 + 2H+ → Ca2+ + 2 H2O IV. por hectare. conforme indicado no quadro abaixo. a formação de água e deixando íons Ca2+ no solo. formam precipitados. b) CH3COOH(aq) e BaNO3(aq). o agricultor deve colocar. b) Cobrir salaminho com uma camada de parafina. o agricultor deverá fazer a “calagem”. quando misturados em concentrações suficientes. que reage com os íons H+ (dos ácidos). c) HCl(aq) e NaNO3(aq). na região do agricultor.Tecnologia ITAPECURSOS 16) (UFJF) Com relação à seqüência de reações abaixo. 40 kg a 60 kg de nitrogênio. O pH do solo. c) Guardar em óleo ou banha a carne cozida. CaO + 2 H2O → Ca(OH)3 II. (FOLHA DE S. Dessa forma. Procurando informação. c) a reação entre C e ácido sulfúrico é classificada como uma reação de oxi-redução. misturados. Considere as seguintes equações: I. Ca(OH)2 + H+ → CaO + H2O O processo de calagem descrito acima pode ser representado pelas equações: a) I e II b) I e IV c) II e III d) II e IV e) III e IV 86 Química . então. 40 kg a 80 kg de potássio e 40 kg a 80 kg de fósforo. 25/09/1996) Suponha que o agricultor vá fazer calagem (aumento do pH do solo por adição de cal virgem . 17) (UNIMONTES) Certos íons em solução aquosa.CaO). a diminuição da acidez se dá pela interação da cal (CaO) com a água presente no solo. com pH acima de 5. d) Salgar carnes e deixá-las ao sol para secar.

87 . 1. lI . b) Em solução é capaz de conduzir corrente elétrica. usou B5H10 e O2 como mistura combustível. 1 c) 3. que se vai acumulando em cavidades no interior da massa. máscaras de oxigênio são disponibilizadas para passageiros e tripulantes. do filme Jornada nas Estrelas. De acordo com a equação abaixo. 3 23) (PUC-MG) O cobre metálico pode ser obtido reagindo amônia com óxido de cobre II aquecido. Um professor de Química explicaria esse procedimento da seguinte maneira: “A bola de massa torna-se menos densa que o líquido e sobe. a bola de massa sobe. no interior do aparelho. c) É uma substância básica. d) Em presença do indicador fenolftaleína fica incolor. Química . efeito estufa ( ) HNO3 ) DDT ) CO2 ) CCl2F2 2.A fermentação dos carboidratos da massa de pão ocorre de maneira espontânea e não depende da existência de qualquer organismo vivo. c) o aumento da rapidez das reações de combustão. d) 12. Dentre as afirmativas. em I e II do esquema abaixo. devido ao risco de se provocar um incêndio. b) o desprendimento de energia na vaporização do oxigênio líquido. c) I e II estão corretas. d) II e III estão corretas. 3. 2. após o balanceamento da equação.A fermentação transforma a glicose em álcool.” A alteração da densidade deve-se à fermentação.M1 22) (PUC-MG) Alguns dos problemas ambientais mais graves enfrentados pela humanidade nos dias atuais estão listados abaixo na coluna da esquerda. 1. a soma total dos coeficientes mínimos e inteiros de todas as espécies químicas envolvidas é igual a: a) 5. Relacione-os com as substâncias químicas representadas na coluna da direita. b) II está correta. Quando isso acontece. 4. Nessa eventualidade. e) Em água produz um cátion e três ânions. como pode ser observado. e) III é correta. É importante. aguardando que ela suba. Como o álcool tem maior densidade do que a água. de cima para baixo. chuva ácida 4. é: a) 14 b) 29 c) 34 d) 48 e) 59 24) (ENEM) No processo de fabricação de pão. separam uma porção de massa em forma de “bola” e a mergulham num recipiente com água. a massa está pronta para ir ao forno. de acordo com a seguinte equação não balanceada: NH3(g) + CuO(s) → Cu(s) + N2(g) + H2O(v) Após o balanceamento da equação. o que faz a bola subir. ocorre despressurização. c) 11. contaminação dos solos ( ( A seqüência CORRETA encontrada. assinale a afirmativa INCORRETA sobre o Al(OH)3. 1. Al(OH)3(s) + H2O( ) → Al+3(aq) + 3 OH-(aq) a) É capaz de neutralizar o ácido clorídrico que forma o suco gástrico.Durante a fermentação. III . que não se produzam chamas ou faíscas elétricas. 4 d) 4. b) 8. As duas substâncias reagem de acordo com a seguinte equação não balanceada: B5H10 + O2 → B2O3 + H2O A soma total dos coeficientes mínimos e inteiros das espécies químicas envolvidas. destruição da camada de ozônio ( 3. Nesse caso. apenas: a) I está correta. 2. é: a) 3. d) a liberação de mais energia nas reações de combustão. a atmosfera torna-se mais rica em oxigênio. processo que pode ser resumido pela equação: C6H12O6 → 2 C2H5OH glicose + álcool comum 2 CO2 + gás carbônico energia Considere as afirmativas abaixo: I . 4. 21) (PUC-MG) A nave estelar Enterprise. ocorre produção de gás carbônico. 1. 2 b) 2. então.Tecnologia ITAPECURSOS 20) (PUC-MG) O A (OH)3 em água é consumido popularmente como antiácido. o que cria o risco de incêndio é: a) a natureza inflamável do oxigênio. respectivamente. 25) (UFMG) Quando num avião voando a grande altitude. após prepararem a massa utilizando fermento biológico.

Na queima desses combustíveis.0 x 1024 A massa de ácido sulfúrico formada com a queima total de 12. de iguais volumes. II e IV d) II e IV 9) (PUC-MG) A porcentagem de cálcio e oxigênio no Ca3(PO4)2 é.5 mol. 13) (UNIMONTES) O2 SO2 8) (PUC-MG) A massa total. estão CORRETAS apenas a) II.0 x 1023 e) 6.32 kg 12) (FCMMG) O gás amônia (NH 3 ) substância empregada na fabricação de produtos de limpeza.50% 88 Química . causando sérios danos ao meio ambiente.22% d) 40. III e IV b) I e III c) I.0 g Os recipientes A e B. como carvão e petróleo. em gramas: a) 0.01 x 1023 átomos de cálcio.0 g c) 7.65 d) 5.01 x 1023 d) 24. a pressão no recipiente A é maior que no B.2 x 1024 d) 6. e 6.98 kg d) 1. 41 d) 38. 41 10) A porcentagem de oxigênio presente na molécula de butanona.32 kg b) 0.2 Considere a reação de 1 mol de NaOH com a quantidade estequiométrica de (NH4)2SO4. 0.06 x 1023 c) 3.02 x 1023 4) (UFMG) A quantidade de ferro existente em 16.04 x 1023 b) 18.4 g de dióxido de enxofre.00 b) 1.O recipiente A contém maior quantidade de matéria (mol) que o recipiente B.80 g de cálcio e 3.20 d) 4. medidos nas condições normais de temperatura e pressão é: a) 1. Este último precipita sob forma de “chuva ácida”.0 g b) 4. III-Os dois recipientes contêm o mesmo número de moléculas. IV-A uma mesma temperatura.95 11) (UERJ) Os combustíveis fósseis. contêm 6. EXCETO a) A amônia produzida ocupa 22.02 x 1022 c) 88. d) A quantidade produzida de moléculas de água é igual a 6.10 mol de cálcio. Estes fenômenos estão representados pelas equações abaixo:  S + O ® SO 2 2   SO + ½O ® SO 2 2 3   SO + H O ® H SO 3 2 2 4   2) (PUC-MG) A massa de 0. contidos em 2. respectivamente. em determinadas condições.2 x 1022 b) 1. nas CNTP.28 kg e) 1.0 x 1023. são lançados na atmosfera óxidos de enxofre que.4 L.5% em massa de enxofre será igual a: a) 0.24 L de oxigênio.20% e) 51.2 x 1023 c) 1.32 c) 2. é: a) 1.e 6. medidos nas CNTP. c) A quantidade de Na2SO4 é igual a 142 gramas.8 kg de carvão contendo 2. 20 c) 19. todas as afirmativas abaixo estão corretas. b) A quantidade consumida de (NH4)2SO4 é igual a 0.36% c) 22. é: a) 10.2 g 5) Em 1 mol de CaCl2 existem: a) 1 átomo de cálcio e 2 átomos de cloro b) 1 íon de Ca+2 e 2 íons de Clc) 12.30 e) 7. da seguinte mistura: 0. São feitas as seguintes afirmativas: I. apresentam impurezas. II.6 e) 63 3) (PUC-MG) O número de átomos de hidrogênio em 49 g de ácido sulfúrico (H2SO4) é: a) 12. Nessa situação. SO2(g). em contato com a umidade do ar.64 kg c) 0.24 c) 3. se transformam em ácido sulfúrico. O2(g). Dentre as afirmativas.4 g de oxigênio.63 b) 1. Estequiometria 1) (PUC-MG) O número de moles de carbono. dentre elas o enxofre.02 x 1023 íons de Ca+2 d) 1 molécula de CaCl2 e) 18.Os dois gases estão à mesma temperatura e pressão. de 2.8 g e) 44. são oxidados e.06 x 1023 moléculas 6) (PUC-MG) O número de átomos existentes em 22. em gramas.0 g de Fe2O3 é de.6 g e) 11.04 x 1023 íons Cl.65 moles de C2Cl6.60 b) 2.M1 .0 g d) 8. 20 b) 19.26 c) 6.3 d) 12. por arredondamento: a) 13.4 litros de nitrogênio (N2).0 g d) 24.15% b) 16.08 x 1023 e) 6. aproximadamente: a) 2.48 e) 11. em gramas.2 moles de HNO3 é.01 x 1021 b) 6. Gases. 61 e) 39. pode ser obtido através da seguinte reação: (NH4)2SO4(s) + 2NaOH(aq) → Na2SO4(aq) + 2H2O(l) + 2NH3(g) 7) (FUMEC) A massa. é igual a: a) 1. é igual a: a) 3.Tecnologia ITAPECURSOS Mol.

14 gramas de óxido de cálcio. é de: a) 280 b) 504 c) 560 d) 700 e) 800 15) (PUC-MG) Faz-se a decomposição térmica (calcinação) de 400g de carbonato de cálcio conforme a reação: CaCO3(s) ∆ CaO(s) + CO2(g) O volume de gás carbônico (CO2) liberado nas CNTP. sendo formado um produto não poluidor do ar. é suficiente a utilização de uma massa de hidróxido de cálcio de.1 x 1015 b) 4.5 kg de vapor de água e 2. b) 5g de hélio ocupam maior volume que 5g de nitrogênio. sistemas de purificação de emissões poluidoras estão sendo exigidos por lei em um número cada vez maior de países. d) 3 L de nitrogênio pesam mais de 3 L de hélio. d) pesam menos do que 5 kg e) são 2.6 L b) 5. O volume de gás liberado a 0°C e a 2 atmosferas de pressão. O controle das emissões de dióxido de enxofre gasoso.73 L c) 89.12 d) 6. é em litros.8g de CaF2 reagiram com H2SO4 para produzir HF segundo a equação: CaF2 + H2SO4 ® CaSO4 + 2HF A quantidade de HF produzida será: a) 7.20 moles de Ca(OCl)2 sólido. A queima de enxofre e a reação do dióxido de enxofre com o hidróxido de cálcio.2 x 1023 cátions Ca2+ d) 0. em CaCO3.4 g de bicarbonato de sódio NaHCO3 são decompostos. Aproximadamente 10 -10 g de tal composto de fórmula C 19 H 18 O devem estar presentes para que esta reação seja eficaz.40 mol de ânions OCle) 4.2 b) 2. que: a) não têm massa.0 g e) 13.6 g 19) (UFOP) NÃO se pode afirmar que.0 g c) 4. para absorver todo o dióxido de enxofre produzido pela queima de uma tonelada de carvão (contendo 1% de enxofre). corretamente.24 c) 1.5% e) 79. Todas as alternativas apresentam quantidades correspondentes a essa amostra.5% 22) (UFMG) O tanque de uma motocicleta contém 5 kg de gasolina.02 e) 44. a qual se acaba ao fim de uma viagem.0% d) 62.Tecnologia ITAPECURSOS 14) (UFV) 7. iguais a: a) 11. pode ser feito pela reação desse gás com uma suspensão de hidróxido de cálcio em água.2 x 1013 Química .6 L d) 160.12 L b) 2. tomados em conjunto b) 28.0 L 16) (UFMG) Uma amostra contém 0. Com relação aos gases que foram produzidos na queima da gasolina pode-se afirmar. por calcinação.M1 89 . aproximadamente. podem ser assim representadas: enxofre (32g) + oxigênio (32g) → dióxido de enxofre (64g) dióxido de enxofre (64g) + hidróxido de cálcio (74g) → produto não poluidor Dessa forma.2 x 109 c) 2.6 L e) 203. 8.6% b) 22.48 litros de Ca(OCl)2 em CNTP 17) (PUC-MG) Em um tubo. em Kg. nas CNTP. com liberação total do gás carbônico. nas mesmas condições de temperatura e pressão: a) Volumes iguais de gases quaisquer contêm o mesmo número de moléculas. a) 23 kg b) 43 kg c) 64 kg d) 74 kg e) 138 kg 24) (PUC-MG) Muitas espécies fêmeas de insetos conseguem atrair seus machos para acasalamento secretando compostos químicos chamados feromônios.20 L d) 22.0 Na2CO3(s) + CO2(g) + H2O(g) O volume de gás carbônico obtido.40 L e) 44. é: a) 1. c) 5g de hélio contêm o mesmo número de moléculas que 5g de nitrogênio. pela ação do calor. provenientes da queima de carvão que contém enxofre. e) 3 L de nitrogênio contêm o mesmo número de moléculas que 3 L de hélio. 20) (UFOP) A reação global que ocorre em um altoforno pode ser expressa por: 2 Fe2O3 + 3C ® 4Fe + 3 CO2 A quantidade de ferro que uma tonelada de hematita. bem como as massas de algumas das substâncias envolvidas nessas reações. EXCETO: a) 0. 23) (FCMMG) 10.1 x 1011 d) 4.6g de carbonato de sódio foram consumidos numa reação com solução aquosa de ácido clorídrico. cujo teor em óxido de ferro III é de 80% pode fornecer. O número de moléculas presentes em 10-10g de feromônio é: a) 2.5 kg de gás carbônico.0 g d) 2. b) pesam 5 kg c) pesam mais do que 5 kg.8 g b) 3. desse calcário é: a) 10.80 L 18) (ENEM) Atualmente. O grau de pureza.6 gramas de Ca(OCl)2 c) 1.60 mol de íons Ca2+ e OCl-.24 L c) 11. de acordo com a reação: 2NaHCO3(s) ∆ 21) (PUC-MG) 40 gramas de um calcário dão. é: a) 3.4% c) 35.

Considerando esse impacto ambiental e a quantidade de ferro produzida. O gás hidrogênio utilizado foi obtido por meio da reação do ferro com ácido clorídrico. VOL. é igual a: a) 2.5 68. igual a: a) 1. pode ser representada por: N2O(l) + 6 NH3 (g) ® 4 N2H4(l) + H2O(l). Dessa forma. 29) (ENEM) No processo de produção do ferro. F.48 x 104 d) 2. A tabela a seguir apresenta dados da análise de minério de ferro (hematita) obtido de várias regiões da Serra de Carajás. minério rico em óxido de ferro. um gás que contribui para o aumento da acidez da chuva.48 x 102 c) 4. Em relação a esse processo.003 Teor de ferro (Fe) / % em massa 63. b) 2.1 d) 6. RECURSOS MINERAIS DO BRASIL.06 mol de amônia produz 1. em um sistema a volume e temperatura constantes. o volume de gás hidrogênio. Jacques Charles usou o gás hidrogênio para encher um balão destinado ao vôo. apenas. EXCETO: a) A amônia é a substância oxidante. em litros. c) 3.190 g c) 1.019 0. encontra-se um teor de flúor de 1. S. assinale a alternativa que apresenta uma reação compatível com a variação de massa observada. b) A pressão do sistema é reduzida à medida que a reação se processa.47 0. são submetidos a aquecimento. que são necessários 100g de calcário para reagir com 60g de sílica. Considerando o gráfico. NaHCO3(s).M1 .97 0. apenas. a) NaHCO3(s) → ½ Na2O(s) + ½ H2O(g) + CO2(g) b) NaHCO3(s) → NaH(s) + CO2(g) + ½ O2(g) c) NaHCO3(s) → ½ Na2CO3(s) + ½ CO2(g) + ½ H2O(g) d) NaHCO3(s) → NaOH(s) + CO2(g) (ENEM) O ferro pode ser obtido a partir da hematita.61 FONTE: ABREU.44 g d) 1. de acordo com a seguinte equação: Fe(s) + 2HCl(aq) → FeCl2(aq) + H2(g) Sabendo-se que a massa de ferro utilizada foi de 56 kg. d) 1 e 3.28 g de hidrazina.2 c) 5. 1973.Tecnologia ITAPECURSOS 25) (PUC-MG) Em 1782.90 g 27) (UFMG) A produção de hidrazina. SÃO PAULO: EDUSP. apenas.144 g b) 0. 2.5 g de água. a massa de calcário necessária é.9 mg desse elemento por grama de dentifrício. A quantidade de Na2PO3F utilizada na preparação de 100 g de creme dental é a) 0. Sabe-se.0 90 Química . pela reação com carvão e oxigênio. em toneladas.4 e) 8. teoricamente (cálculo estequiométrico). O flúor adicionado está contido no composto “monofluorfosfato de sódio” Na2PO3F (massa molar: 144 g/mol). d) A reação de 0. aproximadamente.24 x 103 26) (UFMG) Em um creme dental. pode-se prever que. dependendo do minério utilizado.9 b) 3. 28) (UFMG) O gráfico descreve a variação de massa observada quando 84 mg de bicarbonato de sódio.020 0. A diminuição de massa deve-se à perda dos produtos gasosos. apenas. 84 Massa das substâncias sólidas / mg 53 25 400 Temperatura °C Minério Teor de enxofre (S) / % em de região massa 1 2 3 0.1 67.24 x 104 b) 4. e) 2 e 3.6 Teor de sílica (SiO2) / % em massa 0. obtido nas CNTP. 30) (ENEM) No processo de produção do ferro. c) A produção de um mol de hidrazina é simultânea à de 4. apenas. podese afirmar que seria mais conveniente o processamento do minério da(s) regiões: a) 1. a sílica é removida do minério por reação com calcário (CaCO 3 ). e) Os átomos de nitrogênio do N2O são reduzidos durante o processo. forma-se mais ou menos SO2. todas as alternativas estão corretas. para a remoção de toda a sílica presente em 200 toneladas do minério na região 1.

causada exclusivamente pelo aumento da temperatura.CALCULE a variação percentual do volume dos gases. Na atmosfera. CALCULE quantas toneladas de CaCO3 (s) seriam necessárias para reagir com 640 toneladas de SO2 (g). Deixe seus cálculos registrados. 3.M1 91 .Tecnologia ITAPECURSOS 31) (UFMG) Os automóveis são movidos pela combustão da gasolina. a gasolina é representada. Essa reação ocorre dentro de um cilindro cujo volume varia em função do movimento de um pistão.RESPONDA qual dos dois efeitos é o principal fator responsável pelo movimento do pistão: variação do volume devida à reação ou variação do volume devida ao aumento de temperatura. causada exclusivamente pela reação. Essa reação libera energia suficiente para aquecer os gases de cerca de 300 K a 1500 K. H2SO4 (aq). 2. gás oxigênio e calcário. de modo a explicitar o seu raciocínio. de modo a explicitar seu raciocínio. o dióxido de enxofre é convertido em trióxido de enxofre. CaCO3 (s). Deixe seus cálculos registrados. Química . numa reação lenta. uma mistura de hidrocarbonetos. C8H18(g) + 12. 1) ESCREVA a equação balanceada para a reação entre dióxido de enxofre. de modo a explicitar seu raciocínio. simplificadamente. 2) Considerando a equação do item 1. O trióxido de enxofre reage rapidamente com a água presente na atmosfera. SO3 (g). conforme representado na equação abaixo. sob pressão e temperatura constantes. por C8H18. Na equação.CALCULE a variação percentual do volume dos gases.5 O2(g) ® 8 CO2(g) + 9 H2O(g) 1. JUSTIFIQUE sua resposta. Deixe seus cálculos registrados. sob pressão constante. Uma alternativa econômica para a diminuição do dióxido de enxofre lançado à atmosfera é o tratamento das emissões das chaminés com uma pasta úmida de calcário. A reação da gasolina com oxigênio forma gás carbônico e água. em presença de um oxidante. transformando-se em ácido sulfúrico. a qual produz sulfato de cálcio e dióxido de carbono. 32) (UFMG) Um dos causadores da chuva ácida é o dióxido de enxofre. mas catalisada por partículas sólidas em suspensão no ar. SO2 (g).

seu raciocínio. (Deixe seus cálculos registrados. fazendo-se reagir esse gás com Ba(OH)2(aq).) 3. INDIQUE qual o gás produzido. que se precipitou. em mol. presente nesse volume de água. explicitando. (Deixe seus cálculos registrados. em gramas.0. assim.M1 . seu raciocínio.) Cálculo: Identificação do gás: 34) (UFMG) 1. de modo a explicitar seu raciocínio.) 92 Química .ESCREVA a equação balanceada da reação entre SO3 e Ba(OH)2.) 2. que reagirá completamente com a quantidade de H2SO4.ESCREVA equação balanceada da reação entre SO2 e Ba(OH)2. seu raciocínio. em mol. assim. CALCULE a quantidade de H 2SO 4 . 1 . CALCULE a massa de carbonato de cálcio. com essa base levam à formação de um sal. As reações de cada um dos gases. CALCULE a quantidade de H+(aq). (Deixe seus cálculos registrados.Tecnologia ITAPECURSOS 33) (UFMG) A queima do enxofre produz um dos seus óxidos. que se precipita. produziu 21. Considere que. 2 .7 g de um sal.O gás formado na queima de 3. SO2(g) ou SO3(g). 3 . SO2(g) ou SO3(g). caso fosse formado SO2 (g) ou SO3 (g). Suponha que o H+(aq) presente na água de chuva ácida seja fornecida pela dissolução completa de H2SO4(aq). explicitando. responsável pela formação de H+(aq) determinada no item 1.2 g de enxofre. numa parte côncava de uma estátua de mármore. ao reagir com excesso de Ba(OH)2 (aq). assim. CALCULE as massas dos dois sais que seriam produzidos a partir dessa massa de enxofre. produzido pode ser feita. acumularam-se 2 litros de água de chuva ácida de pH igual a 5. A identificação de qual dos dois é. explicitando. realmente. calculada no item anterior. (Deixe seus cálculos registrados. diferente em cada caso.

sp2 e sp.2 .Tecnologia ITAPECURSOS Introdução à Química Orgânica 1) (FCMMG) Em relação às cadeias carbônicas abertas com mais de três átomos de carbono. 2) (FCMMG) Na fumaça do cigarro é encontrada uma substância de cor amarela que possibilita o câncer pulmonar: 1. todas as afirmativas estão corretas. c) Entre os átomos de carbono dessas cadeias podem existir ligações duplas. d) é um aldeído aromático. d) Os átomos de carbono dessas cadeias podem estar ligados a outros átomos além do hidrogênio. homogênea e ramificada: a) ciclobuteno b) ciclohexanol c) etilbenzeno d) metilciclopentano e) naftaleno 6) (UFMG) Fenilefedrina pode ser obtida pelas reações: CH3NH2 HO O HO Cl O I II NHCH3 H2/pt HO OH O podemos afirmar CORRETAMENTE que a fórmula molecular da cafeína é: a) C5H9N4O2 b) C6H10N4O2 c) C6H9N4O2 d) C3H9N4O2 e) C8H10N4O2 NHCH3 III Sobre a geometria dos carbonos das três substâncias.benzopireno Sua fórmula molecular é: a) C20H12 b) C30H20 c) C32H20 d) C20H10 e) C16H32 3) (FCMMG) A “cafeína”. apresenta a seguinte estrutura: H O OCH3 OH vanilina Sobre a vanilina é CORRETO afirmar que: a) todas as ligações existentes na molécula têm o mesmo comprimento.M1 93 . b) apresenta carbonos hibridizados sp3. assinale a alternativa INCORRETA. guaraná. b) Nessas cadeias. EXCETO: a) I apresenta apenas carbonos trigonais. etc. 1. d) III apresenta oxigênios ligados a carbonos trigonal e tetraédrico. e) III apresenta seis carbonos trigonais.benzopireno 4) (PUC-MG) A vanilina. Química . c) II apresenta oxigênios ligados apenas a carbonos trigonais. a) As cadeias que não possuem ramificações são normais. chá.2 . um estimulante bastante comum no café. c) tem fórmula molecular C8H5O3. tem a seguinte fórmula estrutural: O H3C N N CH3 CH3 N N 5) (UFMG) É exemplo de cadeia cíclica.. insaturada. b) II apresenta apenas dois carbonos tetraédricos. os átomos de carbono podem estar em linha reta. substância responsável pelo aroma da baunilha.

67%. Cl: 66.14% Oxigênio % restante Peso molecular 56 a) Sua fórmula empírica é b) Sua fórmula molecular é c) Seu número de “Deficiência de Hidrogênio” * é *(Número de hidrogênios que faltam em um composto para transformá-lo em uma estrutura completamente saturada e acíclica).60% e H = 4.32% e) C = 40. que foi extraída das nossas matas.11% b) C = 26. Considerando que apresenta C = 67. O = 57.35% é: a) NH2Cl b) NH3Cl2 c) NH4Cl d) H2H2Cl e) H2H4Cl2 8) (PUC-MG) Nos quinhentos anos de Brasil.25%. até quase à extinção. Estrutura 94 Química .28% Hidrogênio 7. não se pode deixar de relembrar que o nome da Pátria e o nosso gentílico brasileiro têm origem na árvore pau-brasil.M1 .Tecnologia ITAPECURSOS 7) (PUC-MG) A fórmula mínima de substâncias que apresenta a seguinte composição centesimal: N: 26. Análise elementar Carbono 64.66%. para se obter tinta. A matéria corante do pau-brasil tem nome de brasilina. H = 2. H = 6.75%. sua fórmula molecular é: a) C14H20O6 b) C16H12O5 c) C13H16O7 d) C20H44 e) C16H14O6 9) (PUC-MG) A composição centesimal para o ácido oxálico (HOOC – COOH). H: 7.00% 10) (UFOP) A maior parte das drogas encontradas na formulação dos anticoncepcionais de via oral é derivada da fórmula estrutural plana de A: O número de átomos de carbonos hibridados sp2 presentes nessa estrutura é: a) 2 A b) 3 c) 4 d) 5 e) 6 11) (UFMG) Dados sobre um composto.12%.23%. O = 53.23%. O = 68. H = 8.12%.22%.47%.16%.67% c) C = 35. na época do Brasil Colônia. H = 4.65% d) C = 35. apresenta massa molar de 284 g/mol. O = 56. d) Cinco estruturas compatíveis com sua Fórmula Molecular. é: a) C = 26. H = 7. é empregada como corante e indicador na análise volumétrica.56%. O = 71.66%.

72 gramas e a de hidrogênio é 0.Tecnologia ITAPECURSOS 12) Uma substância X apresenta 92.M1 95 . a) Qual é a fórmula empírica desta substância? b) Qual é a sua fórmula molecular? 13) Complete o quadro a seguir: Fórmula molecular C2H4 Fórmula mínima Fórmula estrutural O CH3 CH2 CH2 C OH O 14) Uma amostra de composto orgânico contendo apenas carbono. Sabendo que a massa de carbono é 0.07 gramas sua fórmula empírica é: Cálculos: Fórmula: Química .93 gramas.31% de C e 7.69% de H e peso molecular 52. nitrogênio e hidrogênio pesa 0.

a) fenol. d) fenol. metoximetano. éster. anilina. corretamente. éter. amina. amina. quando picam o homem. éster. amina. benzoato de alila. benzoato de isopropila. A estrutura CORRETA do ácido fórmico é: a) H2CO3 b) HCOOH c) CH3COOH d) H2SO4 2) As estruturas condensadas abaixo: a) Ácido fórmico. c) Aldeído. metanal. álcool benzílico. o nome de todas as estruturas apresentadas? O HCHO OH H C OCH3 CHO I) C O H II) CH3CH2NH2 III) CH3 CO IV) CH3 O I COOCH(CH3)2 II NH2 O CH3 C V) CH3 O C O III IV Correspondem às seguintes funções. éter metílico. 96 Química . 4) (FCMMG) Assinale a seqüência correta dos nomes das estruturas abaixo: OH NH2 3) (UFMG) Que alternativa indica. benzamida. éter.Tecnologia ITAPECURSOS Funções Orgânicas 1) (PUC-MG) O ácido fórmico é um componente do veneno injetado pelas formigas. c) álcool benzílico. b) Éter. acetamida. d) Amina. benzoato de propila. anilina. éster. ácido fórmico. e) Cetona. respectivamente: a) Aldeído. éter. benzaldeído. ácido benzóico. propanoato de fenila. aldeído. aldeído. álcool benzílico.M1 . cetona. b) Metanoato de metila. fenilamina. acetamida. d) Metanal. benzoato de fenila. cetona. éster. c) Formol. éster. etilamida. fenol. amina. cetona. etanamida. cetona. metanoato de metila. éter. benzaldeído. b) álcool benzílico. aldeído.

c) amida. EXCETO: a) fenol.A. e) Pertence à amida. d) alqueno. também. Sua fórmula é: NHCOCH3 NHCOCH3 NHCOCH3 a) c) e) OCH3 CH2OH CHO NHCOCH3 NHCOCH3 b) d) CO2H OH Química . Trata-se de um fenol que pode. é: a) amida secundária b) amina primária d) amina terciária CH3 CH2 N H C(CH3) 3 c) amina secundária 7) (PUC-MG) A estrutura molecular constitui uma auxina. representada ao lado.M1 97 . c) Apresenta 10 ligações pi. a afirmativa CORRETA é: O C N H O H a) Pertence à função ácido carboxílico. Tendo em vista a estrutura apresentada. encontram-se todos os grupos funcionais abaixo. b) éster. d) É da função cetona.Tecnologia ITAPECURSOS 5) (PUC-MG) A capsaicina é a substância responsável pelo “ardor” de todas as espécies de pimentas vermelhas e tem a estrutura representada abaixo: Na molécula capsaicina.I. b) Apresenta a função aldeído. 8) (UFMG) Acetoaminofen é um analgésico e antipirético muito utilizado para crianças. 6) (PUC-MG) A espécie química. ser considerado como derivado da anilina. fito-hormônio conhecido pela sigla A.

enol. b) fenol. é muito usada em infecção e tem sua fórmula: H3C OH CH3 OH O NH2 N HO CH3 OH OH O OH O C Entre outras. 2. aldeído. 1 e 3.Tecnologia ITAPECURSOS 9) (UFMG) Observe a estrutura do anestésico eugenol: OH OCH3 Com relação a essa substância todas as alternativas apresentam informações corretas. enol. enol. 5 e 1. cetona. 4. amina. enol. 1. d) Descora uma solução de bromo em CCl4.F.Maranhão) Correlacione a nomenclatura dos hidrocarbonetos seguintes com as respectivas fórmulas: 1) H3C – CH =CH2 2) H3C CH CH CH3 CH3 ( ( ) naftaleno ) propileno a) 5. e) 2. álcool.M1 . amida. nitrila. amina. 3. 5 e 4. 4. 2. 4) ( ) tolueno 5) ( ) etino 98 Química . amida. 11) (U. e) É uma substância insaturada. um antibiótico patenteado em 1950 e produzido por Streptomyces rimosus. amina. amida. b) Apresenta a função éter. 2. d) cetona. álcool. álcool. 3. 4 e 3. éster. amina. b) 5. CH2 CH CH2 10) (FCMMG) A “Terramicina”. c) Apresenta a função fenol. 3. e) fenol. 1 e 4. cetona. amida. 3) HC º CH CH3 ( ) isopropil etileno d) 2. éster. enol. amina. álcool. c) fenol. 1. as seguintes funções orgânicas estão presentes na “Terramicina”: a) cetona. c) 5. EXCETO: a) Apresenta a função álcool. álcool.

V. 13) (UNIFOR-CE) Das seguintes funções orgânicas qual não apresenta o radical hidroxila? a) Éteres b) Álcoois c) Fenóis d) Ácidos carboxílicos e) Enóis 14) (UFRO) O composto de fórmula CH2O pertence à função orgânica: a) Ácido b) Álcool c) Aldeído d) Cetona e) Éter 15) (PUC-MG) Os ácidos lático (CH3CHOHCOOH) e pirúvico (CH3COCOOH). II) CH3 III) CH3 C NH3 O ( O CH CH2 ) éter b) II. III. III. d) V. CH2 ( ( ) ácido carboxílico ) cetona IV) CH3 CH2 N(CH3) 2 OH O V) CH3 CH2 C ( ) amina 17) (FCMMG) Os compostos abaixo. I. às funções: I) CH2 = CH – CONH2 a) Amida. IV. cetona. II) H – COOCH(CH3)2 b) Amina. as funções: a) éter e éster. V. álcool. cetona. e) Amida. IV. numerados de I a IV. d) álcool e cetona. além da função ácido. d) Aldeído. ácido. II.Tecnologia ITAPECURSOS 12) (CESGRANRIO) Um dos medicamentos desenvolvidos para o tratamento da Aids é o composto denominado AZT. IV) CH3 – O – CH2 – CH3 Química . V. I. respectivamente. éter. respectivamente. b) Fenol. cetona. c) Amina. éster. II. 16) (FCMMG) Associe as fórmulas abaixo (esquerda) com os nomes das funções orgânicas (direita) respectivas e assinale a opção que indica a seqüência CORRETA: O I) CH3 CH CH3 C CH3 ( ) amida a) IV. álcool. c) III. éter. cetona. c) álcool e aldeído. éster. aldeído. apresentam. b) aldeído e éter. encontramos: a) Amina. pertencem. IV. II. cuja fórmula está representada abaixo: O HN O HOCH2 H2N O N CH3 Entre as funções orgânicas presentes no composto. III e) II. aldeído. IV. c) Éster.M1 99 . III. V. I. III) CH3 C O CH CH2 d) Amida. éter. I. e) Ácido. I. éster.

que provoca uma sensação picante em nossa língua quando ingerimos um alimento apimentado. um composto muito venenoso e principal alcalóide do tabaco. d) apresenta a função orgânica amina. ácido carboxílico. d) álcool. amina. 21) (UNIMONTES) O vazamento de um oleoduto da Petrobrás. ácido carboxílico. éter. 20) (FCMMG) A substância chamada capsaicina. possui a seguinte fórmula estrutural: As funções que aparecem na molécula da capsaicina são: a) fenol. amina e cetona. éster e amida. a) A oxigenação das águas se torna comprometida. éter. éter. d) fenol. ácido carboxílico. éster. d) Os hidrocarbonetos constituintes do petróleo formam ligações de hidrogênio com a água.Tecnologia ITAPECURSOS 18) (UFJF) A “brasileína” (estrutura ao lado) é o corante vermelho extraído do paubrasil. ácido carboxílico. cetona. éter e amida. cetona. fenol e éter. 100 Química . 22) (UFV) A azadiractina é um composto natural isolado da árvore indiana Azadirachta indicada como potente atividade nematicida e antialimentar para insetos. assinale a alternativa INCORRETA. prejudicando a fotossíntese marinha. cetona. respectivamente: a) alqueno. e) alqueno. éster. é representada pela fórmula estrutural: Com relação à nicotina.3 milhão de litros de petróleo e formar uma mancha de 50 km2 nas águas da baía de Guanabara. b) álcool. aldeído. As funções de 1 a 4 marcadas na estrutura da azadiractina são. álcool. 19) (FUNREI) A nicotina. álcool.M1 . c) A passagem da luz fica dificultada. éster. fenol. b) éster. álcool. álcool. c) cetona. b) alqueno. c) dieno. b) O petróleo é constituído predominantemente de hidrocarbonetos insolúveis em água. c) só apresenta carbono hibridizado sp3. b) a composição percentual em carbono é de 74%. c) éter. álcool. éster. éster. presente em vários tipos de pimenta. Com relação à formação da mancha sobre as águas e às suas conseqüências ecológicas. fenol. no Rio de Janeiro. éter. Nesta substância podemos encontrar grupos característicos de algumas funções da química orgânica como: a) aldeído. provocou recentemente um desastre ecológico ao derramar 1. com prejuízos para os organismos aquáticos. d) alquino. é INCORRETO afirmar que: a) é um composto aromático.

C3H6. mata por asfixia. cujos nomes foram dados no texto. 101 . causando dificuldades respiratórias. uma corrente elétrica quebra as moléculas e separa o hidrogênio. 26) (FMTM) “Titã. um. do ponto de vista dos cientistas. a possuir um oceano em sua superfície. CH3. Mais precisamente um processo químico capaz de “congelar” a energia da luz na forma de hidrogênio. e) C2H2. O hidrogênio molecular é considerado por muitos como o melhor combustível possível. CH4. será o único corpo celeste do sistema solar. CH4. C3H8. c) C2H4. a gasolina. uma vez que sua queima. A pesquisa está sendo conduzida por Alan Heyduk e Daniel Nocera. 25) (UNIFENAS) EQUIPE CONVERTE LUZ EM HIDROGÊNIO PURO Processo sugere meio potencialmente barato de obtenção da substância que serve como combustível não poluente. tem como resultado a produção de água. Química . CO2. liberado por combustíveis de origem fóssil. rica em nitrogênio molecular. C3H8. N CH3 e) amina primária e amina terciária 24) (PUC-MG) Ao se fazer a reação de hidratação do C4H8 em condições convenientes. uma dupla do Departamento de Química do MIT (Instituto de Tecnologia Massachusetts). Ingerida.03/09/2001) Um grama de hidrogênio libera 28. em grande quantidade. mas em combustível. e) O etanol é um combustível de origem fóssil. além de ser altamente energética. Conversão de energia solar para uso humano não é sinônimo de painel fotoelétrico. o que faria chover gasolina. Nesse caso. foram obtidos: a) um álcool secundário e um álcool terciário. N c) amina secundária e amina terciária. é de se supor que tenha também cataratas. é a atmosfera do satélite. N2. EXCETO a) Supondo mesma quantidade em massa dos três combustíveis. Ainda mais interessante. usando o hidrogênio como combustível. MARÇO 2000) As fórmulas dos hidrocarbonetos. além da Terra. Seu equivalente sujo. Nº 104. c) A fuligem (fumaça preta) que sai pelos escapamentos dos carros deposita-se nos pulmões. N2. forma SO2. b) dois álcoois secundários. b) O monóxido de carbono.M1 d) um álcool primário e um álcool secundário. N2. Ambos são altamente inflamáveis. Nestes casos. Tem fórmula: e apresenta grupos funcionais classificados como: a) amina secundária e amina primária. enquanto um grama de etanol libera 6. (FOLHA DE S.” (REVISTA GALILEU. Os métodos mais usados para a produção de combustível são a eletrólise da água ou de hidrocarbonetos. propano e outras substâncias orgânicas. tem rendimento inferior e lança compostos poluentes no ar. rios e lagos formados de etano. d) C2H4.4 kcal. e) um álcool primário e um álcool terciário.Tecnologia ITAPECURSOS 23) (PUC-MG) O principal alcalóide encontrado no tabaco é a nicotina. A respeito dos combustíveis e seus poluentes. é veneno letal. PAULO . metano e outros hidrocarbonetos. percorre-se uma quilometragem maior. d) Os combustíveis de origem fóssil contêm enxofre (S) que. Um grupo de químicos está desenvolvendo um meio para converter a energia proveniente da luz não em eletricidade como nas células fotoelétricas. CO2. CH4. todas as alternativas estão corretas. a lua de Saturno. d) amida secundária e amina terciária. C3H6. C3H8. nos EUA. Embora ainda esteja longe de obter resultados com potencial uso prático.7 kcal. o estudo abre portas para a futura investigação de uma nova abordagem de produção de H2. ao queimar. responsável por uma das piores chuvas ácidas. CO2. b) amida primária e amina secundária.5 kcal. gás carbônico. c) dois álcoois primários. e da substância simples mencionada são: a) C2H6. grama de gasolina libera 11. b) C2H6.

b) Ar . c) Metano e oxigênio. acetona de uso caseiro para dissolver esmaltes de unhas. d) fenilalanina. óleos e gorduras.M1 . usado para dar sabor azedo às saladas. como a cafeína. a nicotina no fumo. . mas comprometido por eles. como compostos oxigenados. formol emitido nas fumaças conservantes de carnes defumadas. no café. pecuária e preparação de medicamentos. c) R . b) Butano e hidrogênio. Os gases que constituem essa mistura são: a) Etano e propano. que se forma nas minas de carvão.Tecnologia ITAPECURSOS (PUC-MG) AS QUESTÕES DE 27 A 29 ESTÃO RELACIONADAS COM O TEXTO “O COTIDIANO DE COMPOSTOS ORGÂNICOS”. b) CH3CH2CHO. NH2. o nosso dia-a-dia não é apenas envolvido pelos compostos orgânicos. e mesmo a cocaína. c) benzilamina. OH. 102 Química . Como você percebe. e) Oxigênio e etano. O COTIDIANO DE COMPOSTOS ORGÂNICOS Você conhece muitos compostos orgânicos de várias famílias ou funções. Assim. vamos encontrar aminas. . . 27) Identifique pela fórmula geral uma das funções citadas no texto: a) CnH2n+2. ésteres que podem constituir essências. 28) A cetona citada tem fórmula: a) CH3COCH3. Ainda podemos nos lembrar dos alcalóides. d) CH3COOCH3. amidas como a uréia. extraída da folha da coca. ácido fórmico das formigas. combustível de veículos. 29) Outro nome da anilina é: a) ciclohexilamina. altamente explosiva. podem ser citados: álcool etílico das bebidas alcoólicas. éter etílico de uso como anestésico. NO2. b) fenilamina. 30) (ACAFE-SC) Denomina-se grisu a mistura gasosa. c) CH3CH2CH2OH. causando irritações ao picar a pele. Estes dois últimos são muito combatidos pelos efeitos danosos causados à saúde humana. Nas funções ou famílias nitrogenadas. ácido acético. algumas apresentando cheiro de peixe. d) Propano e metano. anilina largamente utilizada na indústria de corantes. utilizada na agricultura. utilizados no dia-a-dia. d) R .

Tecnologia

ITAPECURSOS

31) (UFRS) O alcatrão da hulha é uma fonte de: a) Hidrocarbonetos alifáticos. b) Gases combustíveis. c) Óleos comestíveis. d) Compostos aromáticos. e) Hidrocarbonetos alicíclicos. 32) (FESP-PE) O cracking das frações médias da destilação do petróleo é, hoje, uma tecnologia empregada na maioria das refinarias porque: a) Aumenta o rendimento em óleos lubrificantes. b) Economiza energia técnica no processo de destilação. c) Permite a utilização de equipamento mais compacto. d) Facilita a destilação do petróleo. e) Aumenta o rendimento em frações leves. 33) (UNI-BH) Associe as funções com os respectivos grupos funcionais. 1. Ácido carboxílico ( 2. Fenol 3. Aldeído 4. Cetona 5. Álcool 6. Amina 7. Amida ( ( ( ( ( ( ) – CONH2 ) – OH ) – NH2 ) – COOH ) – OH (ligado a núcleo aromático) ) ) – CHO

A ordem CORRETA encontrada, de cima para baixo, é: a) 3 - 4 - 1 - 6 - 5 - 7 - 2 b) 7 - 5 - 6 - 1 - 2 - 4 - 3 c) 7 - 5 - 2 - 6 - 1 - 3 - 4 d) 5 - 6 - 7 - 1 - 4 - 3 - 2 e) 6 - 1 - 5 - 2 - 7 - 4 - 3

Química - M1

103

Tecnologia

ITAPECURSOS

Propriedades dos Materiais
1) d 11) d 21) b 2) a 12) c 22) b 3) a 13) d 23) c 4) b 14) d 24) d 5) b 15) d 25) c 27) a) Filtração, porque CaCO3 é praticamente insolúvel na H2O e o KOH, bastante solúvel. b) O K2CO3 é muito solúvel e na filtração ele passa pelo papel de filtro juntamente com o KOH. Logo, K2CO3 seria impureza da solução de KOH. O K2CO3 não seria impureza para o CaCO3 porque, sendo insolúvel, ficaria retido no filtro. 6) c 16) d 7) d 17) c 8) b 18) b 9) d 19) a 10) c 20) d

26) a) Substância pura composta. b) Mistura homogênea. c) Substância pura composta. d) Substância pura simples. e) Mistura homogênea. f) Substância pura simples. g) Mistura heterogênea. (colóide) h) Mistura heterogênea. 28) 1 - I - Filtração II - Vaporização III - Destilação

2 - CaO + H2O → Ca(OH)2

Estrutura Atômica da Matéria
1) a 11) a 2) c 12) b 3) c 13) b 4) b 14) d 5) c 15) a 6) b 16) a 7) a 17) b 8) c 18) c 9) b 19) a 10) b 20) e

21) d - b - a - e - c 22) a) O autor foi Rutherford, mas na execução da experiência ele foi auxiliado por Geiger e Marsden. b) Devido aos grandes desvios, concluiu que as cargas positivas estavam concentradas em um volume muito menor do que o átomo. Sugeriu um modelo planetário para o átomo: núcleo pequeno onde concentraria as cargas positivas e quase toda a massa do átomo, e os elétrons, de carga negativa, girando em torno do núcleo. c) Segundo a Física Clássica, cargas elétricas em movimento perdem energia gradativamente. Era para o elétron ir perdendo energia até chocar o núcleo, o que ocasionaria uma auto-destruição da matéria. 23) a) O nível 1. b) Energia 5 - Energia de 3 = -0,6 e V - (-1,5 e V) = 0,9 e V c) Absorvida d) O hidrogênio ioniza quando o e-o se desprende do núcleo (cai no contínuo) energia = zero, para isto terá de absorver 13,6 e V. 24) a) Isótopos B10 B11 b)
11 6

Nº DE ELÉTRONS 5 5 c)
(10x20) + (11x80) = 10,8U 100

Nº DE PRÓTONS 5 5

Nº DE NÊUTRONS 5 6

C

d) B2H6 = (2 x 11) + (1,0 x 6) = 28 U

104

Química - M1

Tecnologia

ITAPECURSOS

Tabela Periódica
1) c 11) c 2) e 12) c 3) b 13) b 4) d 14) b 5) c 15) a 6) c 16) a 7) a 17) e 8) b 18) d 9) c 10) c

19) 1 - b 2 - e 3 - d 4 - h 5 - c 6 - j 7 - a 8 - i 9 - g 10 - f 20) a) ABC, pois o raio cresce num período para esquerda e numa coluna para baixo. b) B, A, C menor raio maior raio C tem maior raio porque tem mais nível energético. A e B têm o mesmo número de níveis, como A tem maior nº atômico, tem maior atração, logo menor raio. 21) a) Energia de Ionização: é a energia necessária para retirar o elétron mais externo de um átomo gasoso. Eletroafinidade: é a energia liberada por um átomo gasoso ao receber um elétron. b) Sim, a energia de ionização cresce para cima, é maior no átomo de Hélio, porque seu raio é menor, logo é mais difícil retirar o elétron mais externo. c) Li+ + e- → Li é a energia negativa da ionização de 1 mol de Li, que corresponde Li → Li+ + e- → EI = 124,3 Kcal/mol logoLi+ + e- → Li E = -124,3 Kcal H → H+ + e- EI = 313,5 Kcal Portanto: Li+ + H → Li + H+ -124, 3 + 313,5 = 189,2 ∆H = +189,2 Kcal 22) a) Período 2 - Li Período 3 - Na Período 4 - K VIIA - agente oxidante mais forte é o F. b) • O B tem um elétron desemparelhado e o Be não tem, o que torna mais fácil retirar o elétron do Be. • Z = 9 é o Flúor, é muito pequeno e ao ligar com o H, a ligação é muito forte. À medida que aumenta o raio Z = 17, Z = 35 e Z = 53 pois está aumentando o nível energético, a ligação vai ficando mais fraca, pois menor é a atração. 23) 1- Diagrama II Porque a energia de ionização vai aumentando, à medida que o elemento vai perdendo elétron. 2- Na Configuração por nível = 2 8 1 Justificativa - O elemento é do terceiro período, conforme enunciado e no nível mais externo tem apenas 1 elétron, conforme gráfico pois após a ionização do 1º elétron, a energia aumenta muito. Quem tem 1 elétron no último nível é metal alcalino.

Química - M1

105

M1 . 34) 1.O segmento AC será maior pois ao dissolver um soluto não volátil. Átomo Número de ligações C 4 N 3 O 2 F 1 2) b 12) b 22) b 32) c 3) a 13) b 23) b 4) c 14) d 24) b 5) a 15) c 25) a 6) d 16) c 26) d 7) c 17) d 27) b 8) e 18) c 28) c 9) a 19) b 29) a 10) b 20) c 30) d 2. 2 . 3.ligações de hidrogênio em menor quantidade e mais fracas devido à parte apolar. I . 3. A ligação Si-O é mais forte que a ligação Si-Si. Já o átomo de N tem 5 elétrons de valência. menor a temperatura de ebulição.O segmento AB será menos inclinado pois aumentará o tempo para entrar em ebulição para uma quantidade maior do líquido. também irá aumentar pois demorará mais para todo o líquido virar vapor.CH3 . 35) 1. portanto maior seu PE. com temperatura constante. levando à formação de 3 ligações N-H.NH2 apresenta ligações de hidrogênio entre suas moléculas (ligações fortes).Polar. mas só 3 podem estar desemparelhados. 106 Química . 2. Isso torna mais estáveis os polímeros com ligação Si-O do que os polímeros hipotéticos de ligação Si-Si.ligações dipolo-dipolo que são mais fracas do que as ligações de hidrogênio. O tempo de ebulição. II . geometria angular (dois pares de elétrons não ligantes) o que confere à molécula um momento dipolo diferente de zero. 2.trimetilamina CH3 N CH3 não apresenta ligação de Hidrogênio entre suas moléculas e a n–propilamina CH3 CH3 CH2 CH2 . Justificativa: A água apresenta ligação covalente polar.CH3 .ligações de hidrogênio e maior quantidade. como mostra o quadro.CO . a temperatura de ebulição aumenta.Modelo A Justificativa: A atração eletrostática dos átomos de oxigênio da molécula de água por cátions sódio e a atração eletrostática dos átomos de hidrogênio da molécula de água por ânions cloreto.Tecnologia ITAPECURSOS Ligações Químicas 1) e 11) e 21) b 31) e 33) 1. III .CH3CH2-OH . 36) 1 .Quanto mais fracas as interações intermoleculares.H2O . levando à formação de 4 ligações C-H.A temperatura de ebulição da n-propilamina é maior porque a massa molecular (59) é bem maior do que na amônia (17). O átomo de C tem 4 elétrons de valência e todos eles podem ser desemparelhados.

....5 mol.. 300 K .. Justificativa: O aumento de temperatura provoca uma variação percentual de volume maior..CaCO3 64 g/mol....13.....nR = 17 ........ DV = 2) d 12) c 22) c 3) e 13) d 23) c P1 = P2 4) e 14) c 24) c 5) c 15) c 25) a 6) c 16) e 26) c 7) c 17) a 27) a 8) d 18) d 28) c 9) e 19) c 29) c 10) c 20) c 30) b ∴ V1/300 = V2/1500 = 400% De 300 K para 1500 k..Resposta: Variação do volume devido ao aumento de temperatura...............100% 1200 K.......x ∴ x = 25... Gases..M1 107 ...................DV = Dn (da reação) Dn = variação do número de mols = nP .5 mol..x \ x = 1000 t de CaCO3 Química .....100 t 640 t............5 mol 13.. houve uma variação de 1200 K............... Estequiometria 1) d 11) c 21) d 31) 1V2 = 5 V1 ou..Tecnologia ITAPECURSOS Funções Inorgânicas 1) b 11) b 2) b 12) c 3) c 13) b 4) b 14) e NaOH – hidróxido de sódio CuOH – hidróxido cuproso Cu(OH)2 – hidróxido cúprico Fe(OH)2 – hidróxido ferroso Au(OH)3 – hidróxido áurico Ni(OH)2 – hidróxido niqueloso Sn(OH)2 – hidróxido estanoso Pb(OH)4 – hidróxido plúmbico KOH – hidróxido de potássio Bicarbonato de sódio Nitrato cuproso Nitrito cúprico Sulfato ferroso Sulfito áurico Perclorato niqueloso Sulfeto estanoso Iodeto plúmbico Permanganato de potássio 5) d 6) a 7) d 8) c 9) b 10) a 15) H2CO3 – ácido carbônico HNO3 – ácido nítrico HNO2 – ácido nitroso H2SO4 – ácido sulfúrico H2SO3 – ácido sulfuroso HClO4 – ácido perclórico H2S – ácido sulfídrico HI – ácido iodídrico HMnO4 – ácido permangânico Reações Inorgânicas 1) c 11) b 21) e 2) c 12) c 22) a 3) e 13) a 23) d 4) c 14) c 24) b 5) e 15) c 25) c 6) d 16) a 7) b 17) a 8) b 18) d 9) d 19) c 10) b 20) d Mol...x ∴ x = 400% 2... 32) 1) SO2(g) + ½O2(g) + CaCO3(s) ® CaSO4(s) + CO2(g) 2) SO2.....9% 3.............100% 3..............100 g/mol 64 t.5 = 3.

1 mol de H2SO4(aq) 100 g de CaCO3(s) ... 1 mol de H2SO4(aq) y de CaCO3(s) ... 2 mol de íons H+ x ... mínima = 56g b)  → F.. BaSO3 32 g ............. O 108 ....78 = 1 16  massa f. 1 mol de CaCO3(s) .. 233 g 3.. as equações abaixo poderiam ser utilizadas: S + O2 S + 3/2 O2 SO3 + Ba(OH)2 SO2 BaSO3 + H2O SO3 BaSO4 + H2O SO2 + Ba(OH)2 34) 1......CH2 ......14 O = 28..7 g de BaSO3 Identificação do gás: SO2 S . x x = 21......................78 :1..... mínima C3H4O massa molecular = 56g O= c) Deficiência de hidrogênio = 4 d) O ....M1 CH º C ........2 g .....58 = 1.... H2C = CH ......28  % H = 7.14 :1.................... 1 x 10-5 mol de H2SO4(aq) Logo y = 10-3 g de CaCO3 Introdução à Química Orgânica 1) b 2) a 3) b 4) d 5) c 6) a 7) c 8) b 9) a 10) b 11) a) C = 64..58  C= H= 64.....28 = 5....OH.14 = 7......78 = 3 12 7..2 g .... BaSO4 32 g ..............Ba(OH)2(aq) + SO3(g) 3 .......O ...Cálculo: BaSO3(s) + H2O(l) BaSO4(s) + H2O(l) S ...... CH3 ..... Química ...CHO............... 2 x 10-5 mol de íons H+ Logo x = 1 x 10-5 mol de H2SO4 3.C º CH..... 217 g 3.. molecular = F....: Ao resolver a questão.. Se pH = 5 então [H+] = 10–5 mol/L Logo em 2 litros há o dobro da quantidade em mol = 2x10–5 mol 2........3 g de BaSO4 Obs........... x x = 23............Ba(OH)2(aq) + SO2(g) 2 ........78 = 4 1 total 100% Fórmula mínima = C3H4O massa = 56 g ® 28..Tecnologia ITAPECURSOS 33) 1 ............. H2SO4(aq) 1 mol de H2SO4 2H+(aq) + SO42-(aq) .....34 :1.

07 : 0.14g (massa de N) C = 0.M1 109 .72g: 12 = 0.01 = 6 H = 0.07 = 0.93 .14g : 14 = 0.01 = 7 N = 0.72 .01 : 0.07g : 1 = 0.Tecnologia ITAPECURSOS 12) a) CH b) CH = 12 + 1 = 13 C4H4 13) Fórmula molecular C2H4 C4H8O2 Fórmula mínima CH2 C2H4O Fórmula estrutural H2C=CH2 O CH3 CH2 CH2 C OH C10H8 C4H8O C5H4 C4H8O O 14) Cálculos: 0.01 = 1 Fórmula: C6H7N Funções Orgânicas 1) b 11) b 21) d 31) d 2) c 12) a 22) b 32) e 3) d 13) a 23) c 33) b 4) d 14) c 24) a 5) b 15) d 25) e 6) c 16) e 26) b 7) a 17) a 27) c 8) d 18) d 28) a 9) a 19) c 29) d 10) b 20) a 30) c Química .0.06 : 0.0.

NOME FRÂNCIO CÉSIO RUBÍDIO POTÁSSIO SÓDIO LÍTIO HIDROGÊNIO 3 1 11 1 1A H RÁDIO Na Mg Li Be Número Atômico K Ca Sc Ti TÓRIO PROTACTÍNIO FRASEUDÍMIO URÂNIO NEPTÚNIO PLUTÔNIO Fr Ra Ac Db Jl Rf Bh Hn Mt AMERÍCIO CÚRIO BERQUÉLIO CALIFÓRNIO EINSTÊNIO FÉRMIO MENDELÉVIO Rb Sr Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te NOBÉLIO LAWRÊNCIO Cs Ba La Hf Ta W Re Os Ir Pt Au Hg Tl Pb Bi Po At Rn BÁRIO Símbolo ACTINÍDIOS 87 88 89a103 104 LANTANÍDIOS HAFNIO 55 56 57 a 71 72 ESTRÔNCIO 37 38 39 40 19 20 CÁLCIO MAGNÉSIO BERÍLIO 2 2A 4 12 ÍTRIO ESCÂNDIO 3 3B 21 ZIRCÔNIO TITÂNIO 4 4B 22 CÉRIO TANTALO NIÓSIO VANÁDIO 5 5B 105 V Cr Mn Fe Co Ni Cu Zn Ga Ge As Se Br Kr Ce Pr Nd Pm Sm Eu Gd Tb Dy Ho Er Tm Yb Lu TÉRBIO ÉRBIO TÚLIO Th Pa U Np Pu Am Cm Bk Cf Es Fm Md No Lw 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 NEODÍMIO PROMÉCIO SUMÁRIO EURÓPIO GADOLÍNIO DISPRÓSIO HÓLMIO ITÉRBIO LUTÉRCIO 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 41 23 TUNGSTÊNIO MOLIBDÊNIO 73 74 CROMO 6 6B 42 24 106 107 108 109 RÊNIO TECNÉCIO MANGANÊS 7 7B 43 25 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 ÓSMIO RUTÊNIO FERRO 8 44 26 IRÍDIO RÁDIO COBALTO 9 8B 45 27 PLATINA PALÁDIO NÍQUEL 10 46 28 OURO PRATA COBRE 11 1B 47 29 MERCÚRIO CÁDMIO ZINCO TABELA PERIÓDICA 12 2B 48 30 TÁLIO ÍNDIO GÁLIO ALUMÍNIO BORO 13 3A 5 B 49 31 13 CHUMBO ESTÂNHO GERMÂNIO SILÍCIO CARBONO 14 4A 6 C 50 32 14 BISMUTO ANTIMÔNIO ARSÊNIO FÓSFORO NITROGÊNIO 15 5A 7 Al Si P N 51 33 15 POLÔNIO TELÚRIO SELÊNIO ENXOFRE OXIGÊNIO 16 6A 8 O 52 34 16 ASTATO IODO BROMO CLORO FLÚOR 9 17 7A 53 35 17 I XENÔNIO RADÔNIO CRIPTÔNIO ARGÔNIO NEÔNIO HÉLIO 2 S Cl Ar F Ne He Xe 54 36 18 10 18 0 .