P. 1
A Onda Liberal - Resumo

A Onda Liberal - Resumo

3.0

|Views: 2.332|Likes:
Publicado porValdinei Rodrigues

More info:

Published by: Valdinei Rodrigues on Sep 22, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/29/2013

pdf

text

original

Orientações para estudo do capítulo A onda liberal Bem pessoal, esse capítulo trata basicamente do início do século XIX

(1801-1900) e das ondas de revoltas por direitos políticos e depois, direitos sociais também. Preste atenção a isso, a burguesia e depois o povo, que formou o proletariado vão lutar por direitos, mas vamos às orientações. Lembrando que vocês também devem estudar as questões que foram respondidas. → No ano de 1815 ocorre o Congresso (reunião) de Viena, onde os reis absolutistas (que representavam o chamado Antigo Regime), ou os herdeiros desses reis, mais a Inglaterra, que era um país liberal fazem uma reunião para decidir como ficaria a Europa depois da derrota de Napoleão. → Como você pode perceber esse congresso realizado em Viena é um retrocesso, um atraso para os burgueses e para o povo, pois os reis absolutistas e a nobreza (conservadores) que governavam a Europa antes da Revolução Francesa desejavam voltar ao poder, restabelecer as suas coroas e redefinir o mapa do Velho Continente. → Procure na apostila (pg. 13) quais são as principais potências reunidas no Congresso de Viena. → Lembre que a Inglaterra já era um país governado por um rei liberal que seguia as idéias da burguesia, mas eles estavam presentes lá para garantir que a França, sua inimiga, não ficasse poderosa. → Três dos países presentes nesse Congresso fizeram uma aliança, um acordo, chamava-se Santa Aliança. Veja lá (pg. 13 porque esses países fizeram essa aliança.

As ideologias do século XIX → Ideologia liberal: que era mais defendida pelos burgueses (pg. 14) → Ideologia comunista, socialista, anarquista: direitos do trabalhador→ revolucionários → A Ideologia liberal pode ser: A) Política: quando a sociedade de um país quer ter mais direitos políticos, como o voto, por exemplo, para eleger seus representantes e participar mais do poder. (lembre-se que os reis absolutistas odeiam direitos políticos) B) Econômica: quando o Estado NÃO interfere na economia, não protege um pequeno grupo para prejudicar outros, ou seja, dá LIBERDADE para que todos concorram livremente, isso é liberalismo econômico (burguesia era a principal defensora disso). → O economista Adam Smith escreveu uma obra chamada A Riqueza das Nações, onde defendia o liberalismo econômico. Nessa obra falou sobre a “mão invisível”, ou seja, o mercado se regula sozinho sem a interferência do Estado, que só atrapalha quando interfere na economia. (laissez faire, laissez passer, le monde va de lui même) (pg.15)

Agora vamos às ideologias que defendem os mais pobres, os trabalhadores, ou proletariado. São as ideologias que são contra o capitalismo. → Socialismo/Comunismo: pretendem acabar com o capitalismo, derrubando a burguesia e acabando com a propriedade privada, eliminando as desigualdades sociais, onde o mais importante é a coletividade, ou seja, o bem da sociedade. → Os principais representantes do Socialismo são Karl Marx e Friedrich Engels, que escreveram duas obras: O Manifesto Comunista (pg. 17: onde convoca os trabalhadores do mundo inteiro a se unirem contra a burguesia), e O Capital (onde explica todo o funcionamento do capitalismo e

→ O povo. (foram todos rejeitados pelo Parlamento inglês que era dominado pelos burgueses) Bem. porque eles criticam os problemas do capitalismo. seu ministro era o Guizot. com uma revolução sangrenta.como ele promove a desigualdade e a pobreza da maioria enquanto a minoria enriquece. 1848: o proletariado surge como personagem importante na história. o século XIX (_____-______). a “história da humanidade é a história da luta de classes”. ou melhor o proletariado francês. . sem nenhuma autoridade para mandar. mas não pretendiam acabar com o capitalismo. para todos) e melhores condições de trabalho. mas é mais radical que o socialismo. como sempre partindo da França. utópicos (sonho que não se realiza). a burguesia) → Anarquismo: também pretende acabar com o capitalismo assim como o socialismo. pois acreditavam que o povo não saberia votar e nem teria capacidade para governar (que coisa hein). mas não explicavam como chegar lá. mas os governos que viriam a assumir o poder nos países europeus vieram para representar os interesses da burguesia e novamente o sonho de governos populares foi por água abaixo. indignado foi às ruas protestar (o vulcão acordou). (não dava mais né Carlinhos X) → essa onda revolucionária espalhou-se por toda a Europa. totalmente contra a idéia de que alguém possa mandar em alguém. acabou a monarquia na França e foi proclamada a República. apenas com os seus males. o Rei Burguês que assumiu em 1830. que se espalhou por toda a Europa foi chamada de “Primavera dos povos”. Defendem a idéia de derrubar a burguesia e dar total liberdade às pessoas para se reunirem em associações. mas esqueceram dos mais pobres. ou seja. teve duas fases revolucionárias importantes: 1830 e 1848 1830: a França deu início a essa onda revolucionária derrubando o rei Carlos X que tentou tirar direitos da burguesia e governar apenas para a nobreza novamente. Protestos de trabalhadores no século XIX contra as más condições de trabalho e salário nas fábricas → Movimento ludita: quebravam as máquinas. (será que isso é possível?) Mais sobre Marx e Engels: os dois eram chamados de socialistas científicos porque fizeram uma análise da história e em seus estudos afirmaram que sempre houve uma classe exploradora e uma classe que era explorada. direito ao sufrágio universal (voto universal. por isso. pois os anarquistas são contra a existência do Estado. Explicaram em suas obras que o capitalismo um dia iria acabar. derrubando a burguesia. onde as pessoas poderiam se reunir nas fábricas e dividir os lucros). pois acreditavam que elas eram a causa de seus problemas e poderiam ter o emprego de volta se as destruíssem. → Luis Felipe e Guizot governaram para a Burguesia. (os socialistas defendem a existência do Estado para organizar a sociedade e distribuir as riquezas. → nesse ano a França estava sendo governada por Luis Felipe. por exemplo) → Cooperativismo: é o menos radical de todos. onde reivindicavam melhores salários. → Essa onda revolucionária de 1848. (não deu certo é óbvio) → Movimento Cartista: os trabalhadores ingleses se uniram e fizeram um abaixo-assinado (carta). o Rei Luis Felipe teve que renunciar. → Novamente a França dá início a uma revolução que vai se espalhar por toda a Europa. mas acreditam num capitalismo mais justo (percebeu? Capitalismo mais justo). Havia também os socialistas utópicos que imaginavam um mundo melhor. são libertários ao extremo.

(percebeu que eu grifei a última frase inteira?) É isso. estudem as questões também.D . Vlw turminha!! .→ Assim. a revolução de 1848 foi o movimento que posicionou definitivamente burguesia e proletariado em campos opostos. o que marcaria profundamente os embates políticos vindouros.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->