O objetivo do estudo da Ciência econômica é o de analisar os problemas econômicos e formular soluções para resolvê-los, de forma a melhorar nossa qualidade de vida. (VASCONCELOS, 2002, P.1)

Economia ciência social que estuda como o individuo e a sociedade decide empregar recursos produtivos escasso na produção de bens de serviço, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas. (VASCONCELOS, 2002, P.2)

Um sistema econômico pode ser definido como sendo a forma política, social e econômica pela qual esta organizada uma sociedade. (VASCONCELOS, 2002, P.2)

Elementos básicos do sistema econômico são: Estoque de recursos produtivos ou fatores de produção; complexo de unidades de produção; conjunto de instituições políticas, jurídicas, econômicas e sociais. (VASCONCELOS, 2002, P.2)

• • •

Os sistemas econômicos podem ser classificados em: sistema capitalista e socialista. (VASCONCELOS, 2002, P.3) (...) problemas econômicos fundamentais: O que e quanto produzir? Como produzir? Para quem produzir? (VASCONCELOS, 2002, P.3) A curva de possibilidades de produção é um conceito teórico com o qual se ilustra como a questão de escassez impõe um limite à capacidade produtiva de uma sociedade, que terá de terá de fazer escolhas entre alternativas de produção. (VASCONCELOS, 2002, P.4)

No mercado de bens e serviços, as famílias demandam bens e serviços, enquanto as empresas os oferecem; no mercado de fatores de produção, as famílias oferecem os serviços dos fatores de produção, enquanto as empresas os demandam. (VASCONCELOS, 2002, P.5)

Os bens de capital são aqueles utilizados na fabricação de outros bens, mas que não se desgastam totalmente no processo produtivo (...) os bens de consumo destinam-se diretamente ao entendimento das necessidades humanas (...) os bens intermediários são aqueles que são transformados ou agregados na produção de outros bens e que são consumidos totalmente no processo produtivo (...) os fatores de produção, chamados recursos de produção da economia. (VASCONCELOS, 2002, P.8)

) segundo o grupo mecanicista.) segundo o grupo organicista.11) • A Geografia não é o simples registro de acidentes geográficos e climáticos. e é por excelência uma ciência social. 2002.. 2002. estando esta estritamente limitada a argumentos descritivos. explícita ou implicitamente. 2002. a Economia se comportaria como um órgão vivo (. (VASCONCELOS.10) A Economia e a Política são áreas muito interligadas. pois objetiva a satisfação das necessidades humanas. P.. P. (VASCONCELOS. que deverá explicar os fatos da realidade. .9) • O inicio do estudo sistemático da economia coincidiu com os grandes avanços da técnica e das ciências físicas e biológicas nos séculos XVIII e XIX (. Fundamentos da economia...12) VASCONCELOS. 2002. P. P. (VASCONCELOS.• A Economia é uma ciência social e utiliza fundamental uma análise positiva. P. São Paulo: Saraiva. um juízo de valor sobre alguma medida econômica.. que é uma análise que contém. Marco Antonio Sandoval de. (VASCONCELOS. P. 2002.10) • • Matemática e a estatística são ferramentas para estabelecer relações entre variáveis econômicas. a Economia repousa sobre os atos humanos.9) • Argumentos normativos.) (VASCONCELOS. 2002. Ela nos permite avaliar fatores úteis à análise econômica. as leis da Economia se comportariam como determinadas leis da Física. 2002. tornando-se difícil estabelecer uma relação de causalidade entre elas. (VASCONCELOS. (VASCONCELOS.10) • Mas afinal. como as condições geoeconômicas dos mercados (. P. ou medições cientificas.. 2002. Os argumentos positivos estão contidos na análise que não envolve juízo de valor.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful