P. 1
Interpretação de Textos

Interpretação de Textos

4.67

|Views: 10.637|Likes:
Publicado porapi-3714846

More info:

Published by: api-3714846 on Oct 14, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/08/2015

pdf

text

original

Português para concursos

Interpretação de Textos CRASE

Português para concursos
(C) esclarecendo uma dúvida; (D) argumentando contrariamente a algo; (E) examinando melhor a questão. 02 - “Discriminação” e “descriminação” são parônimos; a alternativa em que se trocou a forma destacada pelo seu parônimo ou homônimo é: (A) o afastamento do jogador racista é iminente; (B) a injustiça do ato foi flagrante; (C) os negros sofrem discriminação, na Europa, por serem emigrantes; (D) o jogador racista teve sua matrícula cassada; (E) o jogador assistiu a uma sessão espírita. 03 - O objeto maior do artigo é: (A) distinguir termos que se confundem; (B) combater o racismo; (C) criticar a hipocrisia social; (D) provocar humor; (E) condenar a discriminação no futebol. 04 - A autora não afirma com segurança, no primeiro parágrafo, que o jogador Paulo Nunes cometeu um ato discriminatório; o meio lingüístico empregado para relativizar essa afirmação é: (A) a adjetivação de “tímida”, dada à discussão; (B) o emprego do futuro do pretérito composto “teria praticado”; (C) o discurso indireto; (D) a inversão dos termos da frase; (E) a utilização dos parênteses. 05 - “Havia controvérsias quanto à veracidade dos fatos”; a forma abaixo que ALTERA o sentido original desse segmento do texto é: (A) quanto à veracidade dos fatos, havia controvérsias; (B) em relação à veracidade dos fatos, existiam controvérsias; (C) no que diz respeito à veracidade dos fatos, havia controvérsias; (D) afora a veracidade dos fatos, havia controvérsias; (E) quanto à veracidade dos fatos, controvérsias havia. 06 - Segundo o que se pode depreender do texto lido, a alternativa que mostra preconceito e não discriminação é: (A) os negros não são tão inteligentes quanto os brancos; (B) os negros não podem viajar na primeira classe; (C) não se servem negros naquele restaurante; (D) os negros não podem chegar aos altos postos do poder; (E) os negros só podem estudar em escolas públicas. 07 - Se trocarmos os substantivos e adjetivos abaixo de posição, a alternativa em que há uma modificação de forma e sentido é: (A) jogadores negros; (B) momentos distintos; (C) sentimento negativo; (D) opiniões inexatas; (E) disposição psicológica. 08 - “um jogador branco do Palmeiras”; a elipse do termo “time” faz com que se juntem palavras de gêneros e números diferentes; o mesmo ocorre em:

Interpretação de textos
2006

TEXTO - Racismo, discriminação, preconceito... Colocando os pingos nos “is” Maria Aparecida da Silva Recentemente assisti ao programa esportivo Cartão Verde, da TV Cultura, no qual se discutia, de maneira tímida, a discriminação racial que um jogador branco do Palmeiras (Paulo Nunes) teria praticado contra dois jogadores negros, Rincón (Corinthians) e Wagner (São Paulo), em momentos distintos. Havia controvérsias quanto à veracidade dos fatos, quanto à sinceridade dos protagonistas, quanto à oportunidade ou oportunismo das denúncias. Mas o que de fato despertou minha atenção foi a relativização do racismo presente no futebol brasileiro. Os cronistas utilizavam a todo tempo a expressão preconceito, quando as situações em foco constituíam, na verdade, práticas de discriminação racial. Depois de feita essa constatação, procurei explicar para mim mesma porque existe tanta confusão em torno das palavras preconceito, discriminação racial e racismo. É preciso entender exatamente o significado de cada uma dessas expressões. Estabelecendo diferenças O preconceito é basicamente um sentimento negativo (é necessário que haja alguma possibilidade de comparação), um estado de espírito negativamente determinado com relação a um grupo ou pessoa. Ele é fruto da ignorância, de opiniões inexatas e de estereótipos. Os preconceitos são muito genéricos e disseminados. Em todas as épocas e em todo o mundo, os grupos humanos alimentaram preconceitos uns em relação aos outros. Diariamente, enfrentamos inúmeros preconceitos. O racial é um deles. A discriminação é a materialização dos preconceitos. São as atitudes práticas que dão corpo e ação à disposição psicológica dos preconceitos. No caso específico da discriminação racial são as atitudes de vetar, impedir, dificultar, preterir pessoas (predominantemente negras, no caso brasileiro) em seu processo de desenvolvimento pleno como seres humanos. O racismo. Ah, o racismo... tão presente em nossas vidas, nas instituições, na cultura e nas relações pessoais e tão ausente do rol de preocupações da intelectualidade brasileira e dos veículos formadores de opinião. A dificuldade de defini-lo – e assumir sua existência entre nós – vem do fato de o racismo constituir-se numa prática social negativa, cruel, humanamente repreensível, com a qual, ninguém, em sã consciência (afora os racistas declarados), deseja se identificar. Revista Raça Brasil. São Paulo: Símbolo, ano 4, n.39, nov. 1999, p. 51.

01 - A expressão “colocando os pingos nos “is”, que serve de subtítulo ao texto, tem o valor equivalente a: (A) reagindo contra algo ofensivo; (B) dizendo a verdade;

2 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira

Português para concursos
(A) o celular; (B) o microondas; (C) o caixa; (D) o despertador; (E) o Vasco da Gama. 09 - “em todas as épocas e em todo o mundo”; a alternativa em que houve troca indevida entre as expressões “todo mundo” e “todo o mundo” é: (A) o jogador percorreu todo o mundo; (B) o atleta falou com todo mundo para pedir desculpas; (C) ele conhecia todo o mundo na festa; (D) via todo o mundo em seus filmes; (E) todo o mundo está poluído. 10 - “O racismo. Ah, o racismo...”; a inclusão da interjeição “ah” mostra: (A) espanto; (B) alegria; (C) arrependimento; (D) tristeza; (E) surpresa. 11 - NÃO há críticas no texto: (A) aos órgãos formadores de opinião; (B) à intelectualidade brasileira; (C) aos racistas declarados; (D) aos cronistas do programa aludido; (E) à inconsciência do Governo. 12 - O nome da revista de onde foi retirado o texto é Raça Brasil; esse nome revela: (A) uma atitude preconceituosa da revista; (B) um estereótipo de que os brasileiros são negros; (C) uma adequação com o tema tratado: a discriminação; (D) uma preocupação em educar os negros; (E) um incentivo a que os brasileiros se unam. 13 - “o racismo (...) tão ausente do rol de preocupações da intelectualidade brasileira”; nesse segmento, a expressão “intelectualidade brasileira” só NÃO deve referir-se a(à): (A) intelectuais brasileiros alienados; (B) intelectuais brancos, em sua maioria; (C) intelectualidade tradicional, originária da classe dominante; (D) todos os intelectuais das regiões mais desenvolvidas do país; (E) intelectuais sem preocupações político-sociais. Gabarito
Questão Gabarito 0 1 C 0 2 C 0 3 A 0 4 B 0 5 D 0 6 A 0 7 A 0 8 B 0 9 C 1 0 D 11 E 1 2 C 13 D

pronomes demonstrativos a, as, aquele, aquela, aquilo.
PLANO BÁSICO A A A A + + + + A AQUELA AQUELE AQUILO = = = = À ÀQUELA ÀQUELE ÀQUILO

Para saber se ocorre ou não a crase, basta seguir três regras básicas: 1) Só ocorre crase diante de palavras femininas, portanto nunca use o acento grave indicativo de crase diante de palavras que não sejam femininas. Ex. O sol estava a pino. Sem crase, pois pino não é palavra feminina. Ela recorreu a mim. Sem crase, pois mim não é palavra feminina. Estou disposto a ajudar você. Sem crase, pois ajudar não é palavra feminina. 2) Se a preposição a vier de um verbo que indica destino (ir, vir, voltar, chegar, cair, comparecer, dirigir-se...), troque este verbo outro que indique procedência (vir, voltar, chegar...); se, diante do que indicar procedência, surgir da, diante do que indicar destino, ocorrerá crase; caso contrário, não ocorrerá crase. Ex. Vou a Porto Alegre. Sem crase, pois Venho de Porto Alegre. Vou à Bahia. Com crase, pois Venho da Bahia. Obs.: Não se esqueça do que foi estudado em Artigo. 3) Se não houver verbo indicando movimento, troca-se a palavra feminina por outra masculina; se, diante da masculina, surgir ao, diante da feminina, ocorrerá crase; caso contrário, não ocorrerá crase. Ex. Assisti à peça. Com crase, pois Assisti ao filme. Paguei à cabeleireira. Com crase, pois Paguei ao cabeleireiro. Respeito as regras. Sem crase, pois Respeito os regulamentos.

Casos especiais:
1) Diante das palavras moda e maneira, das expressões adverbiais à moda de e à maneira de, mesmo que as palavras moda e maneira fiquem subentendidas, ocorre crase. Ex. Fizemos um churrasco à gaúcha. Comemos bife à milanesa, frango à passarinho e espaguete à bolonhesa. Joãozinho usa cabelos à Príncipe Valente. 2) Nos adjuntos adverbiais de modo, de lugar e de tempo femininos, ocorre crase. Ex. à tarde, à noite, às pressas, às escondidas, às escuras, às tontas, à direita, à esquerda, à vontade, à revelia ... 3) Nas locuções prepositivas e conjuntivas femininas ocorre crase. Ex. à maneira de, à moda de, às custas de, à procura de, à espera de, à medida que, à proporção que... 4) Diante da palavra distância, só ocorrerá crase, se houver a formação de locução prepositiva, ou

Gramática Crase
A palavra crase provém do grego (krâsis) e significa mistura. Na língua portuguesa, crase é fusão de duas vogais idênticas, mas essa denominação visa a especificar principalmente a contração ou fusão da preposição a com os artigos definidos femininos (a, as) ou com os

3 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira

Português para concursos
seja, se não houver a preposição de, não ocorrerá crase. Ex. Reconheci-o a distância. Reconheci-o à distância de duzentos metros. 5) Diante do pronome relativo que ou da preposição de, quando for fusão da preposição a com o pronome demonstrativo a, as (= aquela, aquelas). Ex. Essa roupa é igual à que comprei ontem. Sua voz é igual à de um primo meu. 6) Diante dos pronomes relativos a qual, as quais, quando o verbo da oração subordinada adjetiva exigir a preposição a, ocorre crase. Ex. A cena à qual assisti foi chocante. (quem assiste assiste a algo) 7) Quando o a estiver no singular, diante de uma palavra no plural, não ocorre crase. Ex. Referi-me a todas as alunas, sem exceção. Não gosto de ir a festas desacompanhado. 8) Nos adjuntos adverbiais de meio ou instrumento, a não ser que cause ambigüidade. Ex. Preencheu o formulário a caneta. Paguei a vista minhas compras. Nota: Modernamente, alguns gramáticos estão admitindo crase diante de adjuntos adverbias de meio, mesmo não ocorrendo ambigüidade. 9) Diante de pronomes possessivos femininos, é facultativo o uso do artigo, então, quando houver a preposição a, será facultativa a ocorrência de crase. Ex. Referi-me a sua professora. Referi-me à sua professora. 10) Após a preposição até, é facultativo o uso da preposição a, quando esta for necessária ao elemento anterior ao até, portanto, caso haja substantivo feminino à frente, a ocorrência de crase será facultativa. Ex. Fui até a secretaria ou Fui até à secretaria, pois quem vai, vai a algum lugar. 11) A palavra CASA: A palavra casa só terá artigo, se estiver especificada, portanto só ocorrerá crase diante da palavra casa nesse caso. Ex. Cheguei a casa antes de todos. Cheguei à casa de Ronaldo antes de todos. A palavra TERRA: Significando planeta, é substantivo próprio e tem artigo, conseqüentemente, quando houver a preposição a, ocorrerá a crase; significando chão firme, solo, só tem artigo, quando estiver especificada, portanto só nesse caso poderá ocorrer a crase. Ex. Os astronautas voltaram à Terra. Os marinheiros voltaram a terra. Irei à terra de meus avós. TEXTO MUSICAL PARA ANÁLISE Te chamei a atenção/Não foi a toa não/C'est fim la utopia. Mas a guerra todo/Dia/Dia a dia não E tracei a vida inteira planos tão incríveis/Tramo a luz do sol/ Apoiado em poesia e em tecnologia/Agora a luz do sol Pra que tanta tevê, tanto tempo pra peder/Qualquer coisa que se queira/Saber querer/Tudo bem dissipação/De vez em quando é bão/Misturar o brasileiro/com o alemão/Pacato cidadão/O pacato da civilização/Ô Pacato cidadão/Te chamei a atenção/Não foi a toa não/C'est fim la utopia. Mas a guerra todo/Dia/Dia a dia não/E tracei a vida inteira planos tão incríveis/Tramo a luz do sol, a luz do sol/Apoiado em poesia e em tecnologia/Agora a luz do sol/Pra que tanta sujeira/Nas ruas e nos rios/Qualquer coisa que se suje/Tem que limpar/Se você não gosta dele/Diga logo a verdade/Sem perder a cabeça/Sem perder a amizade/Pacato cidadão O pacato da civilização/Pacato cidadão/O pacato da civilização/Ô Pacato cidadão/Te chamei a atenção/Não foi a toa não/C'est fim la utopia. Mas a guerra todo/Dia/Dia a dia não/E tracei a vida inteira planos tão incríveis/Tramo a luz do sol/ Apoiado em poesia e em tecnologia/Agora a luz do sol/Consertar o rádio e o casamento/Corre a felicidade no asfalto cinzento/Só Abolir a escravidão do caboclo brasileiro/Numa mão educação/na outra dinheiro/Pacato cidadão O pacato da civilização...

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO
Para as questões de 01 a 34, assinale com "C" as frases corretas e com "I "as Incorretas: 1)( ) A assistência às aulas é indispensável 2)( ) É expressamente proibida a entrada de pessoas estranhas 3)( ) Nunca te dirijas à pessoas despreparadas 4)( ) Não vai a festa nem a igreja: não vai a parte alguma 5)( ) Usarias um bigode à Salvador Dali? 6)( ) Notícias ruins vêm à jato, as boas à cavalo 7)( ) Esta novela nem se compara a que assistimos 8)( ) Não me referi a essas caixas, mas as que estão na sala 9)( ) Florianópolis possui muitas praias, as quais visitaremos 10)() Prefiro esta matéria a aquela que estudávamos 11)( ) Obedecerei àquilo que for determinado em lei 12)() O deputado foi a Grécia comprar vinho 13)() O professor foi a Taguatinga comprar pinga 14)() Vocês, caros alunos, ainda visitarão a Europa 15)() Gostaria de ir a Curitiba dos pinheirais 16)() Chegou a casa e logo se jogou na cama 17)() Jamais voltou à casa paterna 18)() Irei a cada de meus pais 19)() Os turistas foram à terra comprar flores 20)() Os marujos desconheciam à terra do capitão 21)() Acabarão chegando à terra dos piratas 22)() Será que aqueles astronautas voltarão a Terra? 23)() A polícia observava os manifestantes a distância 24)() Via-se, a distância de cem metros, uma pequena

Pacato cidadão
Ô pacato cidadão/Te chamei a atenção/Não foi a toa não/C'est fim la utopia. Mas a guerra todo/Dia/Dia a dia não/E tracei a vida inteira planos tão incríveis/Tramo a luz do sol/Apoiado em poesia e em tecnologia/Agora a luz do sol/Pacato cidadão O pacato da civilização/Pacato cidadão/O pacato da civilização Ô Pacato cidadão

4 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira

Português para concursos
rocha 25)() Diga a Adriana que a estamos esperando 26)() Avisa a Adriana, minha filha, que amanhã teremos prova 27)() O diretor fez alusões a sua classe e não a minha 28)() O cônsul enviou vária cartas as suas filhas 29)() O conselheiro jamais perdoou a Dona Margarida 30)() Esta alameda frondosa vai até à chácara de meu pai 31)() Os meninos cheiravam a cola 32)() Eles viviam à toa, mas sempre à procura de dinheiro 33)() Enriqueciam a medida que os vizinhos se empobreciam 34)() Estamos esperando desde às oito horas da manhã 35)Nas manchetes a seguir, assinale a alternativa em que não ocorre crase: a)Cárter acusa Israel de criar obstáculos a paz b)Presidente sírio pede a ajuda do Parlamento par vencer a corrupção c)Itália pede a Alemanha extradição de nazistas d)Poço na bacia de Campos leva Petrobrás a maior jazida já descoberta 36) Assinale a alternativa com erro: a) Você já esteve em Roma? Eu irei logo a Roma b)Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César c)Fui a Lisboa de meus avós, pois lá todas as coisas têm gosto da minha infância d)Já não agrada ir a Brasília. A gasolina está muito cara 37) Marque a alternativa em que a crase é facultativa: a)Contei o caso à Maria b)Paguei o que devia à dona da loja c)Saiu às quinze horas d)Por desobedecer às regras do jogo, fui expulso 38)A crase está errada na alternativa: a)Fiz alusão à Roma antiga b)Fazes referências à criaturas estranhas c)Saíram às pressas d) Obedecendo à ordem geral, compareceu ao desfile 39) Não ocorre crase: C 21 C 31 C I 22 I 32 C C 23 C 33 I C 24 I 34 I I 25 C 35 B C 26 36 C C 27 I 37 A C 28 I 38 B I 29 C 39 A I 30 C 40 C

Provas de concurso - 2006

Questão 01. A cidade de Corumbá, que se situa ......

margens do rio Paraguai e ...... uma distância de 420 quilômetros de Campo Grande, recebe turistas sempre dispostos ...... pescar. As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por (A) às-a -a (B) às -à -a (C) às -à -à (D) as -a -à (E) as -à -à

Questão 02; O uso do sinal da crase é injustificável

em: (A) Lembrem-se às autoridades de terem sempre em mente o valor da prevenção. (B) Não cabe às pessoas de boa fé repudiar medidas de prevenção ao crime. (C) É penoso assistir às cenas de violência que se multiplicam nas metrópoles. (D) Atribui-se às medidas preventivas uma eficácia maior que a da repressão. (E) À inteligência da prevenção opõem-se aqueles que preferem a força da repressão.

Questão 03. A ciência produz resultados passo ......

a)Pediu desculpas a S. Exa

b)Assistiremos a missa c)não o levaremos aqueles sombrios lugares d)Lá estaremos as dezessete horas 40) ______noite, todos os operários voltaram ____fábrica e só deixaram o serviço _____uma hora da manhã: a)Há - à - à b)A - a - a c)À - à - à d)À - a – há

passo, como se fosse um quebra-cabeça ...... ser devidamente montado,para chegar-se ...... confirmação de uma hipótese qualquer. As lacunas da frase acima estão corretamente preenchidas, respectivamente, por (A) à - à- a (B) a - a - à (C) a - à - à (D) à - à - à (E) a - a - a

Questão 04. Quando as águas invadem o lamaçal,

01 C 11

02 C 12

03 I 13

04 C 14

05 C 15

06 C 16

07 I 17

08 I 18

09 C 19

10 I 20

peixes e camarões se juntam ...... aves e caranguejos, ...... procura de alimento fácil e abundante e de refúgio necessário ......reprodução. As lacunas da frase acima estão corretamente preenchidas, respectivamente, por (A) à - à - à (B) a - à - à (C) a - a- à (D) à - a - a

5 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira

Português para concursos
(E) a - à - a
Gabarito B A B B B B D A

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO II 1)__Não devemos atribuir ___ciência___responsabilidade pelas páginas ruins que a humanidade venha Questão 05 - Quando as águas invadem o lamaçal, peixes ____escrever: e camarões se juntam ...... aves e caranguejos, ...... a)à - a - a procura de alimento fácil e abundante e de refúgio b)a - à - à necessário ...... reprodução. As lacunas da frase acima estão corretamente c)à - à - a d)a - à – a preenchidas, respectivamente, por (A) à − à − à (B) a − à − à (C) a − a − à (D) à − a − a (E) a − à − a 2) A vida comunitária impõe___todas as pessoas certas restrições e obriga-nos a submeter ___nossa vontade pessoal___vontade da maioria: a)a - a - à b)a - à - à c)à - à - a d)à - à – à 3) Preencha s lacunas: 1.Daqui___duas hora, dou-lhe isto pronto 2.Isto aconteceu ___muitos anos 3.Daí___dias encontrei-o solto a)a - há - a b)à - a - à c)às - a - há d)a - a – a 4) Todas___Sexta-feira vamos ___faculdade___pé, percorrendo a rua XV de ponta ponta: a)às - à - a - a b)às - à - à - a c)às - à - à - à d)as - à - a – a 5) Em que lacuna empregaríamos crase? a)Joana esteve,___noite, em minha casa b)Voltei___casa muito tarde c)O tribuno referia-se ___quaisquer pessoa d)Estamos na vila ___vinte anos 6) "Estou___seu dispor___qualquer hora da tarde,___menos que surja algum imprevisto: a)a - à - à b)à - à - a c)à - à - à d)a - a – a 7) "Estava___voltas com um problema, mas planejava, daí ___pouco, ir___casa do comendador: a)às - à - à b)às - à - a c)as - a - à d)às - a – à 8) "As questões apresentadas___alunas do terceiro ano eram semelhantes ___que enviamos ___se a)às - às - a

Questão 06 - A ciência produz resultados passo ...... passo, como se fosse um quebra-cabeça ...... ser devidamente montado, para chegar-se ...... confirmação de uma hipótese qualquer. As lacunas da frase acima estão corretamente preenchidas, respectivamente, por (A) à − à − a (B) a − a − à (C) a − à − à (D) à − à − à (E) a − a − a

Questão 07 - Amazônia é uma canção em que seu autor, atento ......devastação da floresta, transmite ...... seu público a idéia de respeito ...... natureza. (A) a - à – a (B) a - a – à (C) à - a – a (D)) à - a – à (E) à - à – à

Questão 08 - A cidade de Corumbá, que se situa ...... margens do rio Paraguai e ...... uma distância de 420 quilômetros de Campo Grande, recebe turistas sempre dispostos ......pescar. As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por (A)) às - a – a (B) às - à – a (C) às - à – à (D) as - a – à (E) as - à – à

Gabarito
Questão 0 1 0 2 0 3 0 4 0 5 0 6 0 7 08

6 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira

Português para concursos
b)às - às - à c)às - as - à d)as - as – à 63) "Resistirei___pressão, pois estou prestes___transferir-me e 9vo evitar aborrecimentos ___que confiaram em mim: a)à - a - às b)a - à - às c)à - à - às d)a - a- às
Questão Gabarito 0 1 A 0 2 A 0 3 A 0 4 D 0 5 A 0 6 D 0 7 D 0 8 B 09 A

1. Pela leitura atenta do texto depreende-se que o gênio tinha sido transformado em: A) sapo; B) gato; C) pássaro; D) bode; E) cão. 2. O gênio concedeu ao homem três pedidos, movido pelo sentimento de: A) reconhecimento; B) alegria; C) esperança; D) ambição; E) superioridade. 3. Os prazos dados pelo gênio eram garantidos por promissórias. Essa relação entre os dois demonstra falta de: A)respeito; B)confiança; C)profissionalismo; D) discrição; E)discernimento. 4. era A) B) C) D) E) O personagem, antes de encontrar o gênio, portador de um complexo de inferioridade: moral; emocional; intelectual; espiritual; física.

Leia o texto abaixo e responda às questões propostas.
Anotações

Um Homem Tem 1,54m de Altura

_________________________________________________________ Marcos de _________________________________________________________ Vasconcellos _________________________________________________________ _________________________________________________________ Um homem, imbuído de alto espírito de _________________________________________________________ solidariedade animal, deu liberdade a um _________________________________________________________ passarinho, o qual (segundo se apurou _________________________________________________________ posteriormente) era um gênio encantado que, _________________________________________________________

___________________________________________ concedeu-lhe três pedidos. O primeiro seria de atendimento imediato, e os dois restantes a ______

por elementar dever de gratidão entre os gênios,

vencer nos prazos de 30 e 60 dias garantidos por duas promissórias. O homem (que tinha 1,54 m de altura), muito alegre e alvoroçado, pediu para crescer. O gênio atendeu ao pedido, conforme fora combinado, e partiu. E o homem de 1,54 m ficou com 1,60 m e logo com 1,76 m e dormiu com 1,80 m, radiante como nunca estivera antes, pois sempre fora arredio, esmagado por complexos de baixa estatura. Quando acordou tinha 2,30 m. Almoçou com 2,50 m, com muito apetite, e jantou com 3,00 m. Em breve cresceu até o segundo andar e logo até o quinto. Depois passou os telhados. Trinta dias depois tinha 53 metros, segundo topógrafo consultado, e estava muito apreensivo apesar de livre dos seus complexos. Venceu, então, a primeira promissória e o gênio voltou rigorosamente no prazo, como convém aos gênios. - Quero diminuir. Quero diminuir. Pediu gigante contrafeito por estar de tanga com muito frio. Quinze dias depois o homem chegava novamente, sentindo até um certo alívio, à sua estatura de 1,54 m. Mas não parou aí. Logo depois tinha 1 metro e logo 50 centímetros. Os complexos voltaram, então, mais agravados. Com 30 cm veio o desespero, que aumentou quando estava com 15 cm; virou pânico no 55º dia quando acordou com 8 cm. A família do homem (gigantes de 1,54m) cercou-o de todas as garantias para que o seu desaparecimento ótico gradativo 7 Prof. Ivanildo e Ivana Cajazeira não o condenasse a um desaparecimento físico, pisado desastradamente por um inseto caseiro ou mordido por um micróbio. Quando o gênio chegou, no dia marcado, como sempre, aliás,

5. Os pedidos do homem ao gênio nunca davam certo porque: A) B) C) D) E) 6. A) B) C) D) E) desacreditava dos poderes do gênio; não tinha firmeza de pensamento; confiava na boa vontade do gênio; não especificava a altura que queria atingir; não acreditava que se libertaria do complexo. Ao fazer o terceiro pedido, o homem revelou: desânimo; astúcia; confiança; gratidão; desinteresse.

7. No trecho “... berrou o homem com voz débil.” (8º§), a palavra grifada significa:
A) B) C) D) E) doce; agressiva; estridente; fraca; impetuosa.

8. Em “... alto espírito de solidariedade...” (1º§), a palavra que NÃO segue a regra de acentuação da palavra sublinhada é; A) topógrafo; B) centímetro; C) pânico; D) físico; E) jacarandá.

Gabarito
0 3 0 4

Questão

0 1

0 2

0 5

0 6

0 7

08

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->