P. 1
Noções de s Formação Das Palavras

Noções de s Formação Das Palavras

|Views: 2.710|Likes:
Publicado porapi-3711517

More info:

Published by: api-3711517 on Oct 15, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

FORMAÇÃO DAS PALAVRAS 1) Simples: é a palavra que possui apenas um radical. Ex.

: mar, florista, beleza 2) Composta: é aquela que possui mais de um radical. Ex.: beija-flor, passatempo 3) Primitiva: é aquela que não se formou de nenhuma outra palavra. Ex.: pedra, bola, doce 4) Derivada: é aquela que se formou de uma outra, geralmente por meio de um afixo. Ex.: pedreira, boiada, docinho Derivação 1) Prefixal: por meio de um prefixo. Ex.: infeliz, repor 2) Sufixal: por meio de um sufixo. Ex.: lealdade, pintor 3) Prefixal e sufixal: por meio de prefixo e sufixo. Ex.: infelizmente, deslealdade 4) Parassintética: por meio de um prefixo e um sufixo colocados ao mesmo tempo; não se pode retirar nem um nem outro. Ex.: empobrecer, desalmado (não existe empobre, pobrecer, desalma, almado). 5) Regressiva: quando há uma diminuição da palavra; geralmente, trata-se de substantivos derivados de verbos, por isso mesmo dizendo-se também derivação deverbal. Ex.: luta (de lutar), ajuste (de ajustar), canto (de cantar) Podemos também citar as palavras sarampo (de sarampão), gajo (de gajão) e boteco (de botequim). Obs.: Se o substantivo designa um objeto, é ele a palavra primitiva. Ex.: âncora - ancorar (ancorar: derivado por sufixação) martelo - martelar (martelar: derivado por sufixação)

Composição 1) Por justaposição: quando não há perda ou acréscimo de fonemas nos elementos que compõem a palavra. A acentuação de cada um é mantida. Pode haver ou não o hífen. Ex.: couve-flor, passaporte, girassol, bem-me-quer 2) Por aglutinação: quando há alteração fonética em um dos elementos. Jamais haverá hífen. É comum o aparecimento da vogal de ligação. Ex.: planalto, alvinegro, pontiagudo, embora, petróleo, cabisbaixo. Obs.: A acentuação é única, recaindo no segundo radical.

Outros processos 1) Abreviação: emprego de parte da palavra, geralmente uma ou duas sílabas. Ex.: foto, cine, Flu, pólio, pneu.

Obs.: Não confundir com abreviatura; esta não é uma palavra, tem geralmente uma sílaba quebrada e termina por um ponto. Ex.: apart., sr., pág. 2)Reduplicação ou redobro: consiste na reduplicação do elemento, geralmente com fins onomatopaicos. Ex.: reco-reco, zunzum, tique-taque, papai (afetividade) 3) Conversão ou derivação imprópria: consiste na mudança da classe ou subclasse de uma palavra. Ex.: Que triste palavra é um não! (de advérbio a substantivo) O senhor Nogueira chegou. (de substantivo comum a próprio) 2) Hibridismo: união de elementos provenientes de línguas diferentes. A palavra híbrida pode ser composta ou derivada. Ex.: sociologia (latim e grego), cosmonauta (grego e latim), automóvel (grego e latim), decímetro (latim e grego), burocracia (francês e grego), abreugrafia (português e grego), caiporismo (tupi e grego).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->