Você está na página 1de 30

Ó Alma conversa comigo......................................................

19
Índice Ó Alma..................................................................................19
O amor de Pedro...................................................................19
A Grandeza De Deus..............................................................2 O Bom Samaritano..............................................................19
A Missão.................................................................................2 O Dom...................................................................................20
A humildade e a caridade.......................................................2 O Espírito Santo....................................................................20
A salvação...............................................................................2 O Povo Barulhento...............................................................20
A igrejinha..............................................................................3 O que Importa é Saber..........................................................20
A paz de Deus.........................................................................3 O Rei esta voltando...............................................................20
A prova te cercou....................................................................3 O sonho de Pedro..................................................................21
Abraão.....................................................................................3 Oh! Meu filho.......................................................................21
Ah Senhor...............................................................................4 Os vários gestos de a Deus Louvar.......................................21
Ah! Se eu pudesse eu queria...................................................4 Ouve-se a voz........................................................................21
Ai que saudade do céu............................................................4 Para agradecer.......................................................................22
Alma Aflita.............................................................................4 Passarinho.............................................................................22
Alma Cansada.........................................................................4 Paulo e Silas na Prisão..........................................................22
Anjo do Movimento................................................................4 Pegue tua espada...................................................................22
Ás vezes você chora................................................................5 Pela Fé abracei minha cruz..................................................23
Canta Meu Povo......................................................................5 Pelo Vale da morte eu andei................................................23
Cala-te Mar.............................................................................5 Qual Passarinho....................................................................23
Comigo assim será..................................................................6 Quando a Alma necessita......................................................23
Certos sonhos que sonhamos..................................................6 Quando está perto de uma vitória.........................................23
Como Chorei...........................................................................6 Quantas Orações...................................................................23
Creia........................................................................................6 Quem é esse...........................................................................24
Deus ama você........................................................................7 Querido Irmão.......................................................................24
Deus é meu refúgio.................................................................7 Querido irmão.......................................................................24
Deus vai te ajudar...................................................................7 Reclamei...............................................................................24
Do mundo não quero nada......................................................7 Sansão...................................................................................25
Duas notas...............................................................................8 Saudade da minha Mocidade................................................25
Era Deus Conversando com o mar.........................................8 Se eu fosse um pássaro.........................................................25
Eu prometo te ajudar...............................................................8 Se ficar vou perecer...............................................................25
Eu quero ser............................................................................8 Se isso não for amor..............................................................26
Eu sou aquele..........................................................................8 Senhor atende a minha oração.............................................26
Eu recordo...............................................................................9 Senta aqui do meu lado.........................................................26
Eu tenho a esperança..............................................................9 Sião........................................................................................27
É tempo de Glória...................................................................9 Sigo Cantando.......................................................................27
Eu vivia no mundo................................................................10 Só de olhar não se percebe....................................................27
Eu vou clamar.......................................................................10 Só mesmo crendo em Deus...................................................27
Filho da luz...........................................................................10 Sorriso de Criança................................................................27
Foi feito assim.......................................................................10 Sou pequeno..........................................................................28
Foi no calvário......................................................................10 Suas promessas cumprirá.....................................................28
Glória a Deus........................................................................11 Te espero...............................................................................28
Guerreiro da Canção.............................................................11 Toda vez................................................................................28
Há um Deus no céu...............................................................11 Tristeza nos olhos.................................................................28
Hino Boliviano......................................................................11 Tu conheces a dor da prova..................................................28
Hino da Despedida................................................................12 Tu és a rosa...........................................................................28
Hino da Despedida 2.............................................................12 Tu irás cantar........................................................................29
Hino do Trem........................................................................12 Tuas Dores............................................................................29
Homem sem Deus.................................................................12 Tudo o que passar na vida....................................................29
Hoje eu acordei.....................................................................12 Venho te anunciar.................................................................29
Homem de Deus....................................................................13 Vida Eterna...........................................................................29
Irmãos Você sabe o valor de uma alma................................13 Violão de Rei.........................................................................30
Já busquei..............................................................................14 Viúva de Naim......................................................................30
Já passaste pelo fogo.............................................................14 Volta meu Senhor..................................................................30
Jerusalém...............................................................................14
Jesus Cristo está sentindo a sua Falta...................................14
Jesus Saindo de Getsemani...................................................15
Quando a lágrima cai sobre teu rosto...................................15
Lágrimas, lágrimas, ô lágrimas!...........................................15
Lá na fornalha.......................................................................15
Lá no céu dos Céus...............................................................15
Lírios dos vales.....................................................................15
Maravilhoso olhar.................................................................16
Me Machucaram...................................................................16
Mesmo triste, Deus é por mim..............................................16
Meus Sentimentos.................................................................16
Na face um sorriso................................................................17
Não vou mais chorar.............................................................17
Ninguém , além de ti............................................................17
No céu existem flores............................................................18
No princípio era o verbo.......................................................18
Novo amanhecer...................................................................18
A Grandeza De Deus E de alma seu irmão amar,
Sendo humilde, perdoando, tendo a caridade,
Como Deus está sempre ensinando.
Maior que o grão de areia, temos a pedra
Humildade, dom que vem do céu,
Maior que a pedra, temos o monte
Caridade, esta leva à perfeição...
Maior que os montes, o horizonte oh! Deus
Maior que tu, porém não há ninguém
Quantos irmãos que tocavam violão
Não foram humildes, se engrandeceram,
Coro:
Hoje não tocam mais, louvando ao Senhor.
Não há ninguém maior que tu oh Deus
Mas, aqui, nesta casa, conhecemos o que é o amor
Não há ninguém, que se compare a Ti
Com humildade, com nosso violão,
Não ha no mundo ou lá no céu também
Vamos louvar a Deus, o Criador
Maior que tu, porém, não há ninguém
Humildade, dom que vem do céu,
Caridade nos leva à perfeição.
Maior que o animal, temos o homem
Maior que o homem, temos o anjo
Quantos que pregavam a pura revelação
Maior que o anjo, o grande querubim
Não foram humildes, só massacraram,
Maior que tu, porém, não há ninguém
Não pregaram o verdadeiro amor...
E, se você tem um dom, irmão, que Deus te emprestou,
Maior que a lua, temos a Terra
Sempre canta do hinário o corinho
Maior que a terra, temos o sol
Que a todos os homens de Deus deixou:
Maior que o sol, o universo em fim
Maior que tu, porém não há ninguém.
“Toda a glória a Jesus,
toda a honra seja dada ao filho de Deus”
Com amor, o Senhor, seja dado ao Criador.
A Missão Com amor, a Deus louvar, engrandecendo só o Senhor.
Ahhh, ahhh! Seja humildade para Cristo abraçar.
Cada um de nós
Tem uma missão ordenada por Deus
Pois ele deixou diversidade de dons A salvação
O que ele te deu
Granjeia com a alma e com o coração
Já esta na hora de pregar.
Em troca receberás salvação
Anunciando a vida.
Que somente Jesus pode dar.
Coro:
Pois Lá fora o mundo dormindo está.
A minha difícil missão é cantar
Aquilo que Deus, pois no meu coração
O sono da morte.
Na canção percebo Deus te libertar
O evangelho vai pregar,
Sentindo alegria pego violão
Bem aventurado o que recebe.
E me vem está canção.
A morte contra ele poder não terá.
Prazer sem igual
E a vida eterna receberá.
Sentimos os dons repartidos entre nós
Por isso anunciemos que somente Jesus pode dar.
As santas virtudes promessas de Deus.
A salvação.
Alguns por pregar
A nossa vida eterna.
Pagam alto preço pela pregação
Suporto com amor vou cumprindo a missão
A salvação.
A todo que crer no perdão.
Se eu for relatar
A salvação.
A visão que Deus despertou em você
A todo aquele que a ele entregar.
Seria tão lindo, mas o tempo não dá
Se você me disser
O coração.
Ainda que chorando querido irmão
Abrace com zelo a tua missão.

A humildade e a caridade
Existe um dom
Que vem do Céu
A humildade, a caridade,
São dons do nosso Criador.
Quantos irmãos que tinham o dom do Senhor,
Não foram humildes, no céu não vão entrar,
Por que p/ entrar tem que sempre a Deus louvar.

Com humildade no coração,

2
A igrejinha
Em meu carro eu andava pela estrada, A prova te cercou
Com o rádio ligado a ouvir
Tentando esquecer os meus problemas A prova te cercou e você está ferida
Nem mesmo a musica me fazia me esquecer E você perguntou pra Deus o teu Senhor
Era enorme a sensação de um vazio. O que vai ser da sua vida
Desesperadamente pus-me a refletir
De repente eu avistei uma igrejinha Coro:
E um hino que eu ouvi dizia assim: Com seus joelhos dobrados diante de Deus
O inferno tem que parar, o mundo vai saber
Coro : Que Deus o chamou nesta graça pra vencer
Que prazer, temos nós de estar diante do Senhor
Para ouvir sua voz, voz tão meiga cheia de amor. 2x Coro:
Deus vai te ajudar e você vai se alegrar
No momento que eu entrei naquela igreja, Por trilhos novos tu andarás
Senti um calor que jamais senti igual, E vitória tu terás
O fulgor do brilho das pessoas
Era tão forte não sei como expressar
O ancião não falava de religião,
Mas o sermão atingiu o meu coração Abraão
E uma linda experiência com o próprio Deus
Agora canto um dos hinos que aprendi Bem aventura os que confiam
Só no Senhor como fez Abraão
Coro : Quando foi seu filho oferecer
Vida eterna, certa alcançaram. Em holocausto ao Senhor
Lá no céu, os fiéis. A sua fé não foi em vão
A coroa, eles formarão.
Ao redor dos Reis dos Reis Quando no lugar eles chegaram
O inocente Isaque perguntou
E depois voltando para casa Pai, aqui levamos fogo e lenha
Ainda sentindo um pedacinho do céu E onde está o cordeirinho
Ai que saudade que eu sinto da igrejinha Que ofereces ao Senhor
Foi a coisa mais parecida com o céu,
Que eu já vi, e agora Disse Abraão para o seu filho.
O cordeirinho o Senhor proverá.
Coro : E Isaque então se conformo
Sou feliz - Sou Feliz Que o cordeirinho no holocausto.
Pois achei quem me conduz ao meu País Deus iria preparar.
Mas Feliz - Mais Feliz
Eu Serei quando estiver no meu País Quando na montanha eles chegaram.
Eis que Abraão ali preparou.
No galaão o sacrifício.
E amarrando ao seu filho.
A paz de Deus Sobre a lenha o colocou.
A paz de Deus ó meus irmãos já vou partindo Quando ele estendeu a sua mão
Levo saudades dentro do meu coração Para o seu filho Isaque imolar.
Tristeza é dores no meu peito estou sentindo Eis desceu um anjo do Senhor.
Mais Jesus Cristo me dará consolação. E então bradou com forte voz.
Coro: Abraão, Abraão, não faças tal, não...
Quantas saudades encherão a minha alma
Ao separar de vós queridos irmãos
Se nesta terra não nos encontrarmos mais
Rever-nos-emos na Sião celestial.

A paz de Deus ó meus irmãos já vou embora


Deus é quem sabe se um dia voltarei
Porém um dia para o céu nós subiremos
E então de vós jamais me separarei

Irmãos a Deus nos sirvamos devotados


Jesus me manda servi-lo em outro lugar
Só a saudade no meu peito me consome
E os meus olhos me convidam a chorar

Mais um

3
Ah Senhor Por isso vou caminhando, firme com o meu Senhor.
E um dia por seu amor, sua graça me revelou.
Ah! Senhor, quantas provas eu passei,
Quantas coisas suportei, tive que me consagrar.
Tenho que aqui lutar. Tenho que aqui vencer.
Minha alma reclama, sente saudade do céu.
Ah! Senhor, se não fosse a tua mão.
Pra guiar meu coração, eu não estaria aqui.
Ai que saudade do céu, aquela pátria gloriosa.
Pátria de luz e esplendor, pátria onde mora Jesus.
Ah! Senhor, prova amarga estou passando.
Com humildade suportando, e não dá pra acreditar.
O meu Redentor.
Ah! Senhor, todas as portas se fecharam.
Tenho que aqui lutar, para lá retornar.
Vem a voz do adversário, dessa vez não vou vencer.
Minha alma reclama, ai que saudade do céu.
Ah! Senhor, tem de mim misericórdia.
E me tira dessa prova, quero o teu nome louvar.

Hoje eu canto, engrandeço meu Senhor. Alma Aflita


Que o tempo se passou, e a promessa se cumpriu.
Neste momento, Nós cantamos e louvamos a Deus.
Hoje eu vejo que o Senhor nos preparou Nossas mentes, nossos corações.
Mas estando em oração Deus ouviu nosso clamor. Estão ligados em perfeita comunhão.

Mas o Deus que me deu essa vitória Coro:


Me liberta dessa prova e também da aflição Já sentimos o orvalho celeste.
Que resplandece em cada coração.
Mas o Deus que me deu essa vitória Liberta toda alma aflita.
Me mostrando sua glória e também o seu poder. E solta o crente da sua prisão.

A, a, a amém! Irmão se alegra.


E segura na mão do teu Deus.
E sede sempre fiel.
E em breve tu verás o céu.
Ah! Se eu pudesse eu queria
Jubileis, pois teu Senhor.
Ah! Se eu pudesse eu queria, ter um bom par de asas, Está aqui para te anunciar.
Pra bem longe eu iria voar. Que tua prova tem sido grande.
E nunca mais voltaria, pois é grande a tristeza, Mas está perto dela findar.
Que eu sinto aqui nesse lugar.
O tempo vai se passando, a velhice chegando,
Eu só vejo o amor esfriar.
E toda aquela alegria, que o meu corpo sentia, Alma Cansada
Hoje eu vejo a tristeza imperar.
Alma cansada, não desespere, espera em Deus.
Ah! Eu prossigo lutando, do Senhor esperando, Que ele vem, que ele vem te socorrer.
Pois é só o que me resta fazer. Alma cansada, não desespere, espera em Deus.
Se eu baixar minha espada, me afrouxar na batalha, Espera em Deus, espera em Deus e no seu poder.
Certamente eu irei perecer.
Disso eu sabendo eu prossigo, contra o meu inimigo, Coro:
Com a esperança de um dia alcançar. Ó Alma Cansada, espera em Deus.
Do meu Senhor a vitória, e um dia na glória, E no seu poder...
Para eu poder descansar. Vem alma cansada, espera em Deus.
Confia somente no seu poder.

Alma cansada, os teus lamentos não resolverão.


Ai que saudade do céu. A hora é triste com fé insiste Deus te ouvirá.
Se teus lamentos trazem tormentos, te fazem chorar.
Ai que saudade do céu, ai que saudade do céu. Deus te chama agora, ó vem sem demora, em paz descansar.
Minha alma reclama, sente saudade do céu. Anjo do Movimento
Minha pátria é no céu, é pra lá que eu vou.
Um anjo aqui desceu, em uma escada.
Encontrar com Jesus, e a ele abraçar.
Olhando a ele eu fiquei, pois o seu rosto brilhava.
E esse anjo, ele era tão lindo.
Aqui na Terra eu tenho, muita aflição e dor.
Trazia em seu rosto, um sorriso menino.
Aqui minha alma reclama, ela deseja ir ao céu.
Trazia uma bandeja, sobre sua mão.
Por isso vou caminhando, na esperança de entrar.
Em cima dela tinha um jarro, e dentro o óleo da libertação.
Naquela pátria gloriosa, e lá com Jesus morar.
Mais o que mais me fez chorar, é que o anjo sapateou.

4
E mesmo estando com aquele jarro cheio, o anjo nada Quando findar na terra no céu vai continuar.
derramou.
Os fariseus murmuravam falavam com ansiedade,
Anjo do movimento de oração, que entre nós Deus colocou Manda que esse povo cale e não perturbe a cidade.
Anjo do Senhor. Jesus olhando para eles falavam com satisfação,
Se estes se calarem logo as pedras clamarão.
O céu se fechava, a escada ia subindo.
Já chegada à hora, que o anjo ia partindo. Nós que sabemos disso que foi Jesus quem falou,
Pegou em minha mão sapateou, com essas palavras ele falou. Antes que as pedras clamem, nós clamemos ao Senhor.
De onde eu vim eu não posso ficar Jesus veio da sua glória para me trazer salvação,
Eu voltarei para o meu lugar. Não há ninguém que tire o gozo do meu coração.

Anjo lindo, anjo menino, que entre nos Deus colocou.


Anjo do Senhor.
Cala-te Mar
Vento forte causou com grande fúria.
Ás vezes você chora Grandes ondas no meio do mar.
Al que dorme será despertado.
Ás vezes você chora, fala que não vai agüentar. Esse barco não vai afundar.
A prova ela é grande, até que ela quer te derrubar. Jesus o rei levantou-se.
Você falou assim que Deus não ama você. Sua voz poderosa fez ecoar.
Se te amasse não te deixaria sofrer. Aquieta-te vento é uma ordem.
É uma ordem também cala-te mar.
É difícil irmão ter que suportar, quanta calúnia ouvir.
Nada pode falar. Quem é esse que tudo domina.
Mas uma coisa eu sei Deus ele ama muito você. Que ordena e tudo se faz.
E a promessa cumprida ela será. O seu nome é maravilhoso.
O seu reino é o reino de paz.
Deus ele ama você, e vai irmão te ajudar. Agora não mais desta vida.
Levantarei tua bandeira bem alta. Com a força de Cristo eu posso contar.
E na tua cidade eu vou mostrar que contigo estou. Aquieta-te vento é uma ordem.
O adversário vai ter que confessar, É uma ordem também cala-te mar.
De que sou Deus na tua vida.
E nada faltará. Meu irmão você não está sozinho.
Nesta prova Deus está com você.
Ás vezes você chora, fala que não vai agüentar. Pode o pranto durar uma noite.
A prova ela é grande, até que ela quer te derrubar. A alegria virá ao amanhecer.
Você falou assim que Deus não ama você.
Se te amasse, não te deixaria sofrer. Confia no teu timoneiro
Fique sabendo que hoje os anjos vão te tocar. Com a fé e a esperança você vai chegar.
Aquieta-te vento é uma ordem.
Como o próprio anjo um recado do céu vou te dar. É uma ordem também, cala-te mar.
Deus ele ama você, e vai irmão te ajudar.
O adversário não vai te parar.
Com o tempo vou mostrar que contigo estou.
O adversário vai ter que confessar.

E nada faltará.

Deus ele ama você, e vai te ajudar.


Tua jornada é longa, o inimigo não vai te parar.
É o que é de você, ninguém vai tirar.
O adversário vai ter que confessar.
De que sou Deus na tua vida.
E nada faltará.

Canta Meu Povo


Jesus ia Caminhando descendo pra Jerusalém
Com ele is os seus discípulos e os fariseus também.
Os discípulos se alegravam, cantavam e davam louvor,
Dizendo bendito é o Rei que vem em nome do Senhor.

Coro:
Canta meu povo, alegra meu povo
que a festa não vai acabar,

5
Comigo assim será Coro :
Como chorei, não pude me conter,
Pois era, um anjo do Senhor, que Jesus,
Lutas que chegam sem avisar
por mor me mostrou.
Provas que vem pra nos machucar
Isso acontece na vida de todo o crente
O mendigo,
Inspirado falou, moço.
Lágrimas rolam caindo ao chão
Alguém te magoou.
Fere minha alma e meu coração
Não deseja o mal
Ó Deus meu vem me ajudar
Mas escreve no ar,
Porque o Senhor virá te consolar.
Coro :
Mas o que de bem,
Aconteceu comigo
Fizerem pra ti, guarde no fundo
Mas Deus é meu amigo
E vai mandar um anjo me ajudar aqui na terra
Do teu coração.
Contra esta guerra que se levantou
Enxugue as lágrimas, dos seus olhos.
Como foi com Moisés, Daniel e Jeremias.
Porque o cordeiro,
Comigo assim será.
Ouviu tua oração.
Retirará toda tua aflição
Testemunharás na grande congregação.
Certos sonhos que sonhamos
Certos sonhos que sonhamos deixam marcas Creia
Cicatrizes sentimentos turbações
No meu sonho eu senti felicidade
Irmão, se você está sofrendo.
Que faz bem ao coração
A prova ardente não te deixa se alegrar.
O tempo passa, e a velhice vai passando.
No meu sonho tudo era diferente
E o amor já começa esfriar.
O amor se estampava no olhar
Tudo em volta era tão lindo e envolvente
Das orações que tu tens participado.
(Triste foi ter que acordar) BIS
Tens ouvido que o Senhor vai operar.
Muitas delas a decepção foi grande.
Lá não tinha falsidade nas pessoas
Mas Deus garante, a palavra cumprirá.
A humildade era o estandarte da nação
O amor fiel sincero e verdadeiro
Coro: Creia, a prova não derrota o valente.
Compungiu meu coração
Deus vai provar pro inferno que tu és crente.
E ninguém jamais irá te derrubar.
Mas meu gozo só será real completo
Creia, o Senhor vai levantar tua cabeça.
Quando essa felicidade eu encontrar
O importante é tu sentires tua presença.
Sinto que a cada momento estou mais perto
E saber que Deus contigo ainda está.
Do meu sonho realizar
Ainda que estejam te acusando.
Procurei felicidade nos amigos
De tantas coisas que nunca poderão provar.
Que nas ruas da cidade eu encontrei
Mas fique em paz, pois o Senhor dará vitória.
Não achando em nenhum deles segui triste
A tua causa ele justificará.
No mau sonho que sonhei

A felicidade pura imaculada


Que na terra dos viventes eu achei
É Jesus amigo e pastor das almas
E o Senhor e rei dos reis.

Como Chorei
Um dia angustiado,
Eu saí sem direção, peguei a entrada
Em busca da solução.
Senhor, como eu sofri,
Jesus por que não fui aqui, eu parei.
Na beira do caminho,
Me sentei, na grama de um moinho,
Levantei meus olhos para o céu,
Um mendigo, com saco de papel.
Me olhou dentro do coração,
E falou do Deus de Abraão.

6
Deus ama você Saiba porque o inimigo tem lutado
Para você vim a menos nesta graça.
Mas Deus é grande ele por ti combaterá,
Quantas provas tu passas,
E a vitória a ti ele dará.
Quantos testes também
Quanta aflição na alma
Em que a vitória já vem
Do mundo não quero nada...
Deus ouviu teus lamentos
Ouviu também o teu pensar Sabe, Deus amo você
Deus está sempre ao teu lado Venho te dizer, eu te amo, te chamo.
E não precisa mais chorar Às vezes, eu errei De mais quero voltar para traz
Me ajuda, te imploro.
E a paz vai entrar Agora orando, Deus vem me ajudar,
Porque tu és semente de Abraão Não me deixa mais voltar,
Está prova vai cessar Pois quero continuar, Deus eu amo você
O inimigo vai saber que Deus ama vocês Eu não quero te perder.
Deus ama vocês, Deus ama vocês O mundo já me fez chorar,
E nunca vai te abandonar Por isso não quero voltar, me ajuda te imploro.
Na tristeza ou alegria seja noite ou dia Os anjos vêm me auxiliar, eu sei o céu pode me ajudar,
Deus ama você - TRIS Estou lá ora vem me ajuda meu Deus, quero te encontra.

(Falado)
Deus é meu refúgio E a alma pede, e luta contra a sua própria personalidade,
Mas o céu te responde, que vai te ajuda e você vai conseguir
A permanecer na sua caminhada e os anjos cantam pra você
Deus é o meu refúgio,
Viu Deus vai te ajuda porque ele ama você...
Socorro bem presente na angústia.
Ainda que os montes se abalem,
Filho, eu também amo você,
O Senhor atenderá as nossas súplicas...
E sofro por te vê sofre
Muitas coisas queria te fazer,
Coro:
Mas é o tempo, o tempo.
Há um rio cujas águas são correntes
Mas vou te ajudar, ao porto chegar,
E alegram a cidade de Deus:
Você vencerá e Deus vai te ajudar.
O santuário das moradas do Altíssimo.
Eu vou te ajudar, ao porto chega
Que está preparada para os filhos seus.
Toda paz te visitará, menino eu vou te alegrar,
Por que è triste estar, mas ouve o que vou te cantar,
Se tu estás amargurado,
Eu te amo, e te amo
Triste e abatido,
Verás um milagre que Deus vai opera
Lembra que ele é o nosso Deus
E eu vou te ajuda e ao porto você vai chegar
E com poder ele tem nos revestido.
Pra trás você não voltará, um milagre te abraçará verás,
O quanto vai te ajudar, e a palavra cumprirá isso eu canto,
E,se alguém esta em Cristo,
Bem alto ouvirá passarinho lindo
Nova criatura é.
Você vai cantar ouvirei seu canto vou te libertar
Coisas velhas já passaram,
Gaiola da tristeza não te terá vem pra fora
Nos viveremos pela fé.
Eu vou te liberta canta passarinho que não vai parar.

Deus ama você


Deus vai te ajudar
Irmão querido saiba quanto tem sofrido
Quanta tristeza invadindo a sua alma.
E os problemas penetrando em sua mente
Tudo isso só porque tu és um crente.

Coro:
Mas fique firme porque Deus vai te ajudar
A presença gloriosa tua alma alegrará.
Mas fique firme por que Deus vai te ajudara
Nessa prova que tu passas tua cabeça exaltará.

Muitas das vezes com sorriso nos teus lábios.


Mas só Deus sabe como se encontra a sua alma.
Mas mesmo firme como soldado valente
E a alegria vai contigo eternamente.

7
Duas notas Tu és crente
Não vai desanimar
Duas notas eu achei, e um hino assim se fez
És valente não pode fraqueja
Pra louvar ao meu Senhor
Uh! Ouou! Vou cantar
Tu és rosa
Nessas notas vou louvar,
No jardim do Senhor
Duas notas vão louvar.
Primavera na tua vida chegou.
Dando glória ao meu Senhor
Gloria ao criador...
Nas tuas lutas
Nas provas e aflições
Eu prometo te ajudar
Deus vai te libertar
No te choro tua lágrima enxugar
Ó, irmãos, muito a Deus vocês vão glorificar...
A vitória do Senhor já esta em suas mãos,
No desprezo
Uh, ouou, toda a glória ao meu Senhor
Eu prometo te abraçar
Dê toda a honra ao meu Senhor
Mas não deixe nunca de amar.
Duas notas eu achei

E um hino assim se fez Eu quero ser


Pra louvar ao meu Senhor
Uh! Ou! Eu quero ser
Dó e sol, somente duas notas Senhor amado
O Senhor me emprestou Como o vaso nas mãos do oleiro,
Pra louvar ao meu Senhor, ao criador. Quebra a minha vida e me faça de novo,
Com essas notas vocês vão, Eu quero ser, sim quero ser;
Em sua vida, sim, marchar, Um vaso novo.
No caminho sempre servindo ao nosso criador...
E a prova vai acabar, Como tu queres
E a vitória chegará... Senhor, sou teu
Tu és oleiro e o vaso sou eu,
Quebra e transforma até que no fim,
Era Deus Conversando com o mar Tua palavra se cumpra em mim;
Senhor, sou teu.
Sentado sobre a areia de uma praia, olhando o mar,
Viajei sobre as ondas, fui tão longe
Pouca coisa eu entendo, outras não posso explicar, Eu sou aquele
São mistérios escondidos sobre o mar...
Estava caminhando na rua
Coro: E refleti sobre tudo que comigo se passou.
Mas, uma coisa me chamou atenção, De repente eu ouvi no coração alguém clamar:
Algo assim, semelhante a um trovão... “-filho meu , olha onde eu estou”
Voz soberana fez as ondas levantar
E as águas pareciam se alegrar... Coro :
(Era Deus conversando com o mar) bis “Eu sou aquele que por ti morreu na cruz”,
E seu pecado cancelou
E num gesto de honra, houve calma em todo o mar Olha aqui, não temas, eu sou a tua luz.
E um clarão sobre as águas caminhava. E estarei contigo aonde você for...
Numa aura resplandecente que emanava raios de luz
Num fulgor que sem forças me deixava. Então naquela hora minha alegria retornou
A fé também em mim apareceu.
Olhei pra frente e percebi que eu teria que enfrentar,
Eu prometo te ajudar Pois Jesus aqui na Terra padeceu.

Querido irmão
Espera no Senhor
Ele ouviu a tua oração.

Querido irmão
Deus conhece tua dor
E também a tua aflição.

Coro:
Querido irmão não desfaleça
Deus levanta sua cabeça, tu precisa caminhar
Querido irmão não se entristeça
Tu podes ter a certeza que a vitória vai chegar.

8
Eu recordo Mas inda, que eu perdi as forças.
A minha boca, não parará.
Não parará, porque eu tenho.
Eu recordo com saudade, daqueles tempos de criança.
Aos domingos sempre eu ia, na santa reunião, lá na
Eu tenho a esperança, e que tudo vai voltar.
congregação.
Eu sei que vou, poder te louvar.
De coração e alma, e no fim vou te encontrar.
Recordo daquelas criancinhas, que recitavam com fervor.
Dizendo eu sou um cordeirinho, e o Senhor Jesus é o meu
Quantos dias, eu vi passar.
pastor.
Na minha angústia, comecei a clamar.
Ó Deus me ajuda, eu quero te exaltar.
Coro:
Mas hoje os tempos já passaram,
Mas eu tenho a esperança, de que tudo vai voltar.
e eu crescido já estou.
A ser como era antes, então eu vou poder,
Só uma coisa permanece, estou firme e confiante.
Em tua graça, sempre andar.
Na palavra do Senhor.
Ainda que eu perca, tudo Senhor.
Eu e todos os meninos crescemos cercados de amor.
Ainda me resta, um pouco de esperança.
Ah! Eu sinto dor imensa, recordando a minha infância,
Que aquela criança, que em mim um dia viveu.
infância do Senhor.
Criança de Deus, santa, ingênua.
Que vive para Deus.
Coro:
Mas muitos dos meus companheiros, na graça já
Mas eu tenho a esperança, que a consagração voltará.
mais não estão.
O poder que me tomava, vai voltar.
Só uma coisa permanece, estou firme e confiante,
Eu quero ser de Deus, hoje nesta oração.
Em alcançar a salvação.
Tudo que tu me pedir, eu quero então fazer,
De corpo e de alma, sem nunca se arrepender.
Quando o domingo amanhecia, mamãe vinha me chamar.
Acorda levanta ó filhinho, está chegando a hora de ires
Mas eu tenho a esperança, de que tudo vai voltar.
recitar.
A ser como era antes, onde eu viajava.
Tinha forças pra cantar, ninguém te prenderá...
Recordo do cooperador, de jovens que muito nos amava.
Ninguém te prenderá
Ensinando com carinho, doutrinando os meninos, no
Eu tenho a esperança, de que tudo vai voltar.
caminho do Senhor.
A ser como era antes, o Dom voltará.
Coro:
Mas muito dos meus companheiros, o Senhor já os
recolheu. É tempo de Glória
Mas uma coisa permanece, eu espero encontrá-los.
Repousando junto a Deus. As terras se levantaram, para Deus mesmo descer.
Tentando derrotar-te fazendo você temer

Eu tenho a esperança 2x Coro:


É tempo de glória, é tempo de glória
Cante alegremente louve ao Senhor
É meu Deus, o que será de mim.
A prova ta tão grande, vem pra mim.
Mesmo que chorando exaltado és Senhor
Ó meu Deus, quando tudo vai mudar.
Levanta tua cabeça, hoje vem a libertação.
Quando eu vou, voltar a me alegrar.
Cante alegremente demonstrando a gratidão
Mas eu tenho a esperança, de que tudo vai mudar.
Pois Cristo te deu vitória e uma grande exaltação
Pois um dia a sua palavra, veio meu anunciar.
Que eu era do Senhor, nada dele me separará.

Senhor, quantas noites eu passei.


E nos cultos congreguei, mais nada adiantou.
Sozinha pela rua, a lua não mais brilhou.
Quando o dia amanhecia, eu ainda, chorava.
Das orações lembrava, quando você me visitou.

Mas eu tenho a esperança, de que tudo vai voltar.


A ser como era antes, sua glória chegará.
E novamente eu vou poder, poder te glorificar.

Quantos amigos eu tinha orar.


Quantas viagens Deus preparou.
E hoje tão sozinha, eu faço essa canção.
Lembrança da oração.

9
Eu vivia no mundo Sou filho da luz que o evangelho esclarece
O esplendor de Jesus em meu ser resplandece.
Eu não temo batalha que ao crente aparece,
Eu fugi para o mundo, longe do meu Senhor.
Pois diante do mal minha forca mais cresce.
Eu viva no mundo, sem o meu bom Pastor.
Numa vida vazia, numa vida sem paz.
Coro:
Um consolo não tinha, pois distante eu andava,
Posso todas as coisas
das pisadas de Deus.
Naquele que me fortalece,
Posso todas as coisas
Eu vivia trancado, sem querer ver alguém.
Naquele que me fortalece.
Muito angustiado só pensava em morrer.
Eu não tinha um amigo, que me desse sua mão.
E no mundo eu vagava, sem o amor de Deus.
Foi feito assim
Nesta vida sombria, eu não tinha prazer.
Pois minh’alma gemia, pela ausência de Deus. Cortaram o madeiro, fizeram uma cruz para o meu Salvador.
Quando eu já pensava, de a Deus converter. Madeiro lavrado com pregos cravados; pesada ficou.
Já não mais forças tinha, pra viver neste mundo, Ele carregou a cruz no caminho caiu.
sem a graça de Deus. Mas Deus deu de graça o reino da cruz por mim e por ti.
Mas o meu Remidor, transformado Deus meu. 2x Coro:
Estendeu-me sua mão, para eu não perecer. Foi feito assim, assim, assim,
Das angústias passadas, já não me lembro mais. A cruz do meu Salvador.
Pois agora o Senhor, me deu vida e vigor. Madeiro lavrado com pregos cravados;
pesada ficou.
Certa vez disse um anjo, alma não te abate.
Quando o pai te ama, tu nem imaginaste. Perante Pilatos, Jesus foi levado como um malfeitor.
Da graça que a ti dei, darei ao teu amado. Chegando-se a ele, olhando ao mestre assim perguntou.
E discípulo meus, os teus filhos serão, com abundante paz. És o rei dos Judeus? Disse Jesus, na verdade eu sou.
Meu reino é eterno, não é deste mundo, aqui eu não sou.
Lá no reino dos céus, junto ao trono de Deus.
Coroado será, com Jesus reinará.
Se fiel ao teu Deus, e não chores jamais.
Pois agora o Senhor, te deu vida e vigor. Foi no calvário
Foi no calvário que morreu o Senhor Jesus.
E pôs sua vida, em cima de uma cruz.
Eu vou clamar Pelo sangue vertido ele derramou
E as nossas almas ele lavou.
Pra falar com seu coração
Deus me deu está canção do céu Coro:
Pra dizer que nada foi em vão Agora ele vive lá no céu dos céus,
Desde o doce até o amargo fel Intercede pelos filhos teus
Se a prova é grande a tua vitória também.
Alegria se afastou de ti Pois Cristo é o rei dos reis.
E levou seu prazer de viver
Eis angústia em teu coração Foi pelas almas que Deus assim provou
Hoje sofre mais irás vencer. E mesmo sofrendo seu sangue ele derramou.
Hoje cremos em seu nome, e no seu amor
Coro : Eu vou clamar, vou conversar com Deus Tenho sua virtude dele sou.
Sei que ele me ouvirá, vou falar do sofrimento teu
E lá do céu o pai responderá. Foi neste gesto que Deus assim cobrou.
Filho tudo que é teu vou trazer nas tuas mãos e tu te Em grande escárnio até o Senhor passou.
alegrarás Hoje creio em seu nome e no seu amor.
Foi por nós que morreu o Senhor.
Um coração não se pode ler
Sentimento não quer demonstrar BIS:
Seus amigos não vão te entender Há momentos, que as palavras não resolvem
De outra forma vai te interpretar. Mas um gesto de Jesus demonstra amor por nós.
Coro:
Com tristeza você se trancou Foi no calvário, que ele sem falar,
Preferindo a tudo se calar Mostrou ao mundo inteiro,
E por isso Deus nos trouxe aqui O que é o amar.
Se tu crer essa visita vai te levanta Foi no calvário, que ele sem falar,
Mostrou ao mundo inteiro,
O que é o amar.
Filho da luz (2x) Aqui no mundo as desilusões são tantas,
Mas existe uma esperança, é que ele vai voltar.

10
Ele é criador de tudo, seu amor,
(2x) Jesus Cristo,Já esteve aqui na terra É maravilhoso sim, me salvou,
E morreu na cruz por nós para nos dar a salvação. E dirige a minha vida, dele sou.

Hoje sou feliz,


Jesus Cristo é meu amigo, manda em mim,
Glória a Deus E me conduz em amor, é assim,
Sua vontade é maior para mim.
{Hoje eu me peguei orando ao Senhor} BIS
{Quando eu orei ao Senhor ele me ouviu} BIS Glória ao Senhor, glória a ti Jesus,
Eu te amo e te adoro pra sempre, Amém!
Coro:
{Glória a Deus, Glória a Deus} BIS Sua luz em mim raiou,
Amém. Sua cruz me revelou, viverei pra teu louvor,
Aleluia! Sou teu Senhor.
{Hoje eu me peguei cantando ao Senhor} BIS
{Quando eu cantei ao Senhor ele me ouviu} BIS

{Hoje eu me peguei tocando ao Senhor} BIS Hino Boliviano


{Quando eu cantei ao Senhor ele me ouviu} BIS
Qual gloriosa será o amanhã
{Hoje eu me peguei tocando ao Senhor} BIS Quando vier Jesus o Salvador
{Quando invoquei ao Senhor ele me ouviu} BIS As nações unidas como irmãos
Honra e gloria Dara ao seu Senhor.

Coro:
Guerreiro da Canção... Não haverá necessidade de nuvens de esplendor
Nem nos faltará sua luz e tão pouco seu calor
Eu vou continuar lutando da maneira que aprendi Ali não haverá tristeza nem pranto e nem dor,
Pois se levo a vida cantando, creio, é um dom que recebi Porque esta Jesus o rei dos reis, para sempre será o
Pra todos ser da humanidade, Deus deixou uma porção consolador.
No meio de cada batalha, minha arma é a canção
Esperamos por tamanho gloriosa
Coro: Para darmos boas vindas ao rei de amor,
És minha porção. És meu galardão... Quando tudo será maravilhoso com a santa presença.
Bem aventurado sou, tu és minha porção. Do Senhor.

A espada de um servo valente não se pode abaixar O cristão que é fiel e verdadeiro
A boca do homem que prega nada poderá fechar És também um obreiro do Senhor,
Ao que semeia em boa terra colhe o fruto com sabor E a igreja noiva do cordeiro,
E enquanto isso eu vou cantando o que o céu me ensinou Estarás para sempre com o Senhor.

Coro :
Vamos produzir frutos de louvor
Frutos para a honra e glória de Deus e de Cristo o
Senhor

Ao que zelar destas ovelhas, meu amor acrescerá;


Ao que chorar por esta obra, muito em mim se alegrará;
E ao que orar por toda igreja perceberá minha mão
Limpando dela os caminhos, que gloriosa esta missão.

Coro :
Trabalhai, trabalhai, Vigiai, vigiai
E orai sem cessar, pois breve o mestre vai voltar.

E alguém olhando para mim pode até nem acreditar


Que passo também luta e prova, mas escondo no cantar
Existe, eu sei, várias maneiras pra vencer tribulação
Comigo, Deus faz diferente, sou guerreiro da canção.

A vitória Cristo nos dará


4x

Há um Deus no céu
Há um Deus no céu,

11
Hino da Despedida Mas não tem a vida certa, só vive em murmuração
Esse crente é como o trem, que apita sem razão
Fazendo muito barulho, mas não chega na estação
Quero nesta melodia,
Transmitir meus sentimentos.
A televisão ligada na novela isso também.
Estou feliz estando aqui
Faz o irmão chegar na igreja só na hora do amém.
Agora neste momento
Esse crente mais parece como o velho e fraco trem
Quando chega na ladeira quer subir força não tem.
Pra dizer que vou partir,
Pois vamos nos despedir.
O crente que bebe muito, e chega se embriagar
Lágrimas correm no chão,
Pode ter uma certeza que no céu não vai entrar
Saudades vão no coração.
Pois a porta lá é estreita e não da para passar.
Pois está cheio de álcool é mais fácil de queimar
Coro: Eu queria aqui ficar, mas tenho que voltar
Servir o nosso Deus em outro lugar (BIS)
A mocidade hoje em dia está perdendo o temor
Cortando os seus cabelos entristecendo o Senhor
Daqui a pouco eu estarei,
É igual à locomotiva com ferrugem no injetor
Bem longe desse lugar.
Que não anda quase nada e só faz soltar vapor.
Saudades levarei comigo,
Muitas saudades vão ficar.
A crente que diz que prega, e que sabe trabalhar.
Mais fácil é não fazer nada, sabe mesmo é prosar,
Quero em breve aqui voltar,
É um trem com a roda solta, que precisa concertar,
Mas, porém se acontecer,
Pois nas curvas perigosas pode até descarrilhar.
De aqui não mais nos ver,
Muitas saudades vão ficar
Por aqui vou encerrando as minhas comparações
Meditando neste verso, muitos vão me dar razão
Vou seguindo a minha trilha com destino a estação
Hino da Despedida 2 Jesus Cristo é o maquinista, e não perde a direção.

Mesmo que os anos passem até mesmo,


Que a distância nos separe ficaram dentro de mim. Homem sem Deus
Nos momentos que felizes nós passamos
Quantas lutas enfrentamos, a inveja e o que levantou em fim
Eu comparo a vida de um homem sem Deus,
Com o mestre aprendemos ser valentes
Uma folha seca Caída no chão.
Vindo a guerra de repente já mais vamos recuar.
Que vai para onde o vento levar,
Pois cingiu -nos de uma força onipotente
Tudo é tristeza, tudo é solidão
Esse Deus onisciente certamente nós iremos triunfar.
Teu viver é triste, tão cheio de dor,
Seus dias provados, sem consolação
Coro: Posso dizer ninguém é mais feliz que nós
Assim é a vida de um homem sem Deus,
Foi um prazer tocar ouvindo a sua voz
É uma folha seca caída no chão.
Quem cantar como cantamos vai sentir o que
sentimos
Coro : É uma folha seca caída no chão,
E por isso estamos até mesmo em outro lugar
Que vai para onde o vento levar
Sei que a saudade um dia vai me visitar
Assim é a vida de um homem sem Deus
Ou se a ilusão, do mundo vir pra derrubar
Pobre miserável só pensa em pecar
Perseguido ou desprezado lembrarei que ao teu lado
Assim é a vida de um homem sem Deus,
Descobri um dom divino ato de cantar.
É uma folha seca caída no chão.
Seja humilde nunca troque esta riqueza
Fui perdido por este mundo a fora,
Não te esqueça que a beleza verdadeira é interior
Eu Não tinha paz, nem consolação
Porque embora muitos não te compreendam
Tão desanimado, cheio de problemas,
Que o que Deus plantou em nós o mundo não pode entender.
Meu viver tristonho, triste solidão
Mesmo estando em qualquer outra cidade
Hoje sou um crente, já não vivo ao léu.
Levaremos a irmandade e o que Deus nos ensinou
Já tenho o caminho que vai para Sião
Aumentando está corrente excelente
Assim vou cantando, almejando ao céu,
Mostrando a felicidade de cantar pra quem ainda não cantou.
Já não sou a folha caída no chão
Hoje eu acordei...
Hino do Trem Hoje eu acordei,
Meditando no meu Deus ajoelhei,
Olhando sobre os dormentes Sua presença veio em mim e eu percebi
No trilho onde passa o trem. Que ele queria o meu louvor.
Eu fico a meditar, na vida que o crente tem.
O crente é o como o trem só nos trilhos tem que andar. Então pus - me a chorar
Mesmo vindo a tempestade não devemos desviar. E compreender que grato a Deus devia ser
Pela virtude, pela vida e pelo amor
O crente que fala muito criticando seus irmãos Que deu a mim o meu Senhor.

12
E em quatro paredes, ele vai te perguntar.
Pois Deus, por mim, mandou Se você for homem de Deus, uma resposta certa você vai dar.
O seu amado filho vir na cruz morrer, Pra que orar? É o que me faz viver.
Pagando os meu pecado e vir me oferecer Pra que pregar? Eu não tenho culpa
A vida eterna e o perdão. do que Deus me emprestou

Aqui Jesus andou Pra que viajar? Quem sou eu pra dizer ah! Deus não.
Ele não tinha onde a cabeça reclinar Confesso irmão sou mesmo de oração.
E mesmo nele não havia parecer, Da reunião ele sai provado, e fala que não vai mais orar.
Mas ele amou todos os seus...
Pra que orar? É o que me faz viver.
Provado ainda estou, Pra que pregar? Eu não tenho culpa do que Deus me
Mesmo assim o meu louvor a Deus darei emprestou
Com a certeza que comigo ele está,
E a vitória eu terei. Pra que viajar? Quem sou eu pra dizer ah! Deus não.
Confesso irmão sou mesmo de oração.
E, nessa oração,
Sua presença veio em mim, me alegrou,
A minha alma que com júbilo entoou
A Deus uma nova canção. Irmãos Você sabe o valor de uma
alma.
E nisso eu compreendi
Que o crente mesmo angustiado deve ter Irmãos você sabe o valor que tem uma alma.
Na sua mão a espada firme e combater. Jamais os recursos humanos poderiam pagar.
E o adversário fugirá. O ouro, o dinheiro e a prata ,do mundo inteiro,
É pouco demais pro valor de uma alma poder comparar.
Aqui Jesus sofreu,
Para deixar o seu exemplo de amor. Coro:
E todo aquele que quiser ser vencedor. Irmãos o valor de uma alma, custou muito caro,
Se humilhe, e Deus te exaltará. É necessário sentirmos por ela imenso amor.
Orando, zelando ensinando e às vezes chorando,
Devemos buscar todas as almas que Jesus comprou.
Homem de Deus
Irmão tu te lembras de ouvir do mestre amado.
Tudo está tão mudado, o sol já não brilha mais.
Não foi um pedido, mas ordem que ele te deu.
E a chuva molha a terra, representando lágrimas de Deus,
Como podemos ficar com os braços cruzados,
Homem de Deus a sua vida vai levando.
Se ele de braços abertos por todos morreu.
Orando e buscando a Deus Criador.
Irmãos quantas vezes tem ao teu lado e chorando.
E bem sabendo da visita que ele vai.
Sofrendo gemendo com fome pesados de dor.
Tem que estar preparado pra cumprir a ordem do Senhor.
Se ela chegar perecer você é o culpado.
Angustiado, ele vê o povo orar.
Tenha cuidado porque uma alma tem muito valor.
Mas ninguém sai provado ele começa a pregar.

Com humildade ele exerce o dom que Deus emprestou.


Ele fala tudo conforme a revelação mostrou.
E quando chega o fim da visita a orar.
Ele percebe somente a minha vitória que vai demorar.

Angustiado, na rua triste calado.


O povo todo contente comentando a obra que Deus operou.
Todos dizendo Deus tomou Homem de Deus do Senhor.
Diz que a festa foi linda, são coisas do povo
que busca o Criador.

Homem de Deus trancado em seu quarto.


Triste calado ele começa a orar.
E pergunta ao Senhor quando que eu vou cantar.
Já é madrugada Deus, e o sono não vem me visitar.

O sol já nasce, tocando o seu rosto.


E ao meio ao desespero ele começa a chorar.
No seu serviço, o comentário da cidade.
Que um ungido da sua comum, lhe chamará
para conversar em sua localidade

13
Já busquei Meu barco vai naufragar, do que vale tanta coisa, Senhor
Sem meus amigos não foram me ajudar.
Já busquei, já vi Deus entrar, já congreguei, já testemunhei.
Lembrando da oração, daquele dom que Deus te emprestou
Mas não paro de chorar, ninguém consegue, me entender.
Todos nós sabemos de alma, amigo só o Senhor!
Não sabem, porque sofro assim,
Muitos dizem que é o dom que está dentro de mim.

Mas eu sei que se eu clamar, em oração Deus me ouvirá. Jerusalém


Mas eu sei que o dom não é sacrifício, tem que chorar.
Tem que sofrer, tem que orar, que ter visão ah! Irmão. Quando em cativeiro anunciava em Sião,
Chora, começa a clamar, Deus ele virá. Os seus sacerdotes pranteavam de aflição.
Foi como morrer de vergonha e dor.
Irmão, se ninguém te entende, e te faz chorar, Caminhava triste o povo forte do Senhor.
dizendo que Deus, nunca vai te tomar.
Oh! Meu irmão, ouça essa canção, Oh! Jerusalém por que deixas-te de adorar?
o dom de Deus, ele vai voltar. O Deus vivo que em tantas batalhas te ajudou,
E na guerra já chorou, e, sozinho com Deus comentou. Chora Israel, num lamento só,
Em quatro paredes, já te vi chorar, Talvez Deus se lembre do bichinho de Jacó
fica sabendo que o dom permanecerá.
Coro:
Quanto choro, quanta dor, quanto tempo, Chora Israel, Babilônia não é o teu lugar.
quanta falta de amor. Clama ao teu Deus, que ele te ouvirá.
Quanta desunião, quanta incompreensão, fizeram com você. Do inimigo te libertará.
Não entenderam que o dom é a beleza que faz cantar.
Blasfemaram, falaram tanto e ainda pensam 2º estrofe repete.
que eu não vou mais te tomar.
Oh! Meu irmão, ouça essa canção,
o dom de Deus ele vai voltar.
Jesus Cristo está sentindo a sua
E na guerra, você já chorou, e sozinho com Deus comentou
Em quatro paredes, já te vi chorar, fica sabendo que o dom
Falta
permanecerá.
Jesus Cristo está sentindo a sua falta
Irmão, se ninguém te entende, te faz chorar, Deus te ouvirá. Daquele banco que vazio na igreja está
Abre agora o teu coração, Ele pergunta pra você qual é o motivo
porque eu sei que um dom repousará. Que na igreja você não quis mais voltar
E não temas, eu te chamei para a luta, no céu vou te esperar.
Amém, Amém... Amém, Amém. Coro:
Aquele banco permanece esperando
Todos irmãos estão orando por você
Se arrepende e volte hoje para a igreja
Já passaste pelo fogo... Cristo nas nuvens breve vai aparecer

Já passaste pelo fogo, da maior provação, E se esqueceu dos belos hinos que cantava
Na angustia orou tão triste, buscando um socorro, Das fervorosas orações que tu orava
Deus me estende as mãos. Você dizia “Jesus me tirou do mundo”
Perguntou pro teu Senhor, quem vai me ajudar, E para o mundo outra vez você voltou

Vou procurar meus companheiros. Vão me estender as mãos O dia passa a noite chega bem depressa
Para me salvar, mas ao meio desespere, a decepção foi Em tua cama vai deitar sem perceber
passar. Pode dormir e acordar a meia-noite
Procurou seus companheiros, mas na hora em que precisou, Cristo vem vindo e você não pode ver
Ninguém quis te ajudar.
E depois tu vai correr desesperado
Foi pra casa entristecido, provado e combatido A procurar aquela casa de oração
Conheceu o que era chorar, na angústia da sua vida Encontrarás aquela casinha fechada
Lembrou de um amigo esse vai me ajudar. Por que os salvos já subiram pra Sião.
Pois com ele eu sempre orei, eu viajei, e até busquei,

Mas ouve ingratidão sofreu a dor da decepção.


Na casa do seu companheiro chamando ao meio termo
Irmão vem me ajudar, seu companheiro que morava perto
Ele se fez tão distante mandou falar que não ta.

E andou as ruas chorando, Deus vem me ajudar


Eu nunca desprezei ninguém, eu nunca magoei,
pra tudo isto passar,
E olhou a tempestade e do céu ele gritou:

14
Jesus Saindo de Getsemani De joelhos conversamos, e as lágrimas a rolar.
Até quando, ó meu Deus, eu vou esperar.
Jesus saindo do Getesemani foi para o horto orar,
Lágrimas, lágrimas, ô lágrimas.
E também os seus discípulos lhe seguiram.
Até quando molhará, meu rosto triste.
Quando chegaram naquele lugar, Jesus disse: Orai
Meu Jesus prometeu, que jamais faltará.
Para que nunca entreis em tentação.
E as lágrimas, ele enxugará.
Coro: Foi assim que Deus o pai do céu ouviu o seu clamor,
Se eu pudesse conversar com minhas lágrimas.
E seu espírito sobre o filho manifestou.
Pediria pra dor passar.
Foi então neste momento que de nós ali lembrou,
Por que eu sei que a palavra, me disse que vai me exaltar.
Gotas de sangue, por nossa culpa Jesus suou.
Mas Senhor, já não quero mais chorar.
E apareceu dos céus um anjo que os confortava
Lágrimas, lágrimas, ô lágrimas.
Em agonia intensamente ele orava mais.
Até quando vai molhar, meu rosto triste.
E o seu suor tornou-se grandes gotas de sangue.
Meu Jesus prometeu, jamais faltará.
Do meigo rosto sangue corria até ao chão.
E as lágrimas ele enxugará.
E afastou dos seus discípulos srta distancia
E de joelhos clamava ao pai dizendo assim:
“Pai, se possível, passa de mim este calix”. Lá na fornalha...
Sem que eu beba, todavia, não se faça a minha
Vontade, mas sim, a tua. Lá na fornalha de fogo ardente
Os companheiros de Daniel
Por serem vitimas de uma vingança
Foram lançados a li para morrer
Quando a lágrima cai sobre teu
rosto Nem mesmo o fogo teve domínio
Sobre os três jovens cheios de fé
Quando a lágrima cai sobre teu rosto. Eles clamaram a Deus foram ouvidos
Vai rolando e expressando o teu desgosto. Desceu um anjo ali pra os valer
Quando o mar destrói seu castelo de areia.
E a tempestade desfaz seus sonhos. Alguém olhando o resultado
Admirado ao contemplar
Então se ouviu a voz do teu clamor. Ao ver os caminhar por meio fogo
Senhor, estou cansado e sinto dor. Louvando a Deus que mandou vos libertar
Apressa-te Deus meu, dai-me um abraço.
Ninguém Senhor consegue me entender. Não há quem impede, não há quem possa
Fazer o povo de Deus parar
A última esperança está morrendo. Mas os que servem a Deus tem sempre forças
O coração se cansa, estou sofrendo. Forças divinas que domina todo mal.
O último suspiro é doloroso.
No ar que eu respiro não há gozo.
Lá no céu dos Céus.
Então responda pro teu pai.
Queres cantar? Mesmo depois que você conheceu a verdade,
Ele promete filho. Você preferiu viver no mundo,
Não vai mais chorar. Hoje em você não existe a paz e a alegria.
Hoje você se perdeu na sua ilusão.
Um choro pode durar uma noite.
Mas a alegria vem pela manhã. Mas se no seu coração existir humildade,
Estou aqui, não chores mais. Tem que ser de verdade e seras feliz,
Deixa os colegas de lado e toda a vaidade,
Se entrega em verdade, e seras feliz.
Lágrimas, lágrimas, ô lágrimas!
Coro : Um hino novo na glória nós cantaremos
Se você quiser cantar tem que aceitar,
Nos momentos de tristeza, desta vida.
As lágrimas, não se cansam de rolar. Tudo um dia na terra vai perecer
Só ficará, o céu dos céus, o céu dos céus.
Com os meus olhos molhados, eu imploro.
Jesus vem, vem enxugar. Lírios dos vales
Lágrimas, lágrimas, ô lágrimas. Olhando este mundo ele viu, grande multidão,
Até quando, molhará meu rosto triste. Andando sozinho sem nada na mão.
Meu Jesus prometeu, que Jamais faltará. Sua vida foi rosas vermelhas cravadas na cruz,
E as lágrimas ele enxugará. Quem passou por ele, sentiu compaixão.

Nos momentos de tristeza, desta vida. E a rosa murchando sangrando, esvaindo de dor,
Ás vezes encontramos aflições. Perdendo a cor, sem respiração.

15
Mas o seu perfume se apaga a mão que esmagou,
A quem a feriu concedeu perdão. Ás vezes, medito em tudo, que já passou.
E penso Deus, se tudo acabou.
Agora seu sangue vertido caído no chão, Grito bem forte, pois que Deus, pode me ajudar.
Três dias morrendo lá viu solidão E ouvir o meu clamor.
Ao terceiro dia o mundo encheu-se de flores,
E a rosa vermelha de novo brotou Eterna glória, Glória sem fim.
Eu almejo viver assim.
Jesus é o lírio dos vales a Rosa de Saron Oh! Irmão, tanto tormento.
Até seus espinhos são marcas de amor Neste momento, vi a tua aflição.
E agora ele vive a brotar em um grande jardim,
Se você quiser serás uma flor. Mesmo triste Deus é por mim.
Crescerás e seras uma flor.

Meus Sentimentos
Maravilhoso olhar... Não encontro forças para declarar meus sentimentos
O que sinto está oculto e é tão difícil segurar.
Vivi tão longe do Senhor,
A esperança de algum dia encontrar felicidade,
Assim eu quis andar.
Foi que deu-me a condição para chegar neste lugar
Até que encontrei amor
Em seu bondoso olhar.
Não faz tempo repousava sobre mim uma valentia.
Tinha força para enfrentar a fúria dos leões
Seu maravilhoso olhar,
Sem temer remava contra o mar revolto e a tempestade
Seu maravilhoso olhar,
Vencendo a força do fogo, mergulhando em oração.
Transformou meu ser,todo o meu viver
Seu maravilhoso olhar.
Coro :
Eu preciso ouvir alguém
Seu corpo eu vi na rude cruz,
que tenha um espírito excelente
Sofrendo ali por mim.
Para interpretar meus sonhos
Ouvi a voz do meu Senhor
desvendar meu coração...
Por ti morri assim.
Pra que eu sinta a nova força
e a coragem de um valente
Em contrição então voltei,
Um abraço do Deus vivo pela santa pregação.
A fonte desse amor.
Perdão e paz em Cristo achei,
Pertenço ao Salvador.

Me Machucaram
Minha alma abatida está ó Senhor.
Está aflita, angustiada, e com muita dor.
O inimigo furioso contra mim se levantou.
Há tantas provas, tantas lutas, calúnias Senhor.
Ninguém cuido de mim, refúgio me faltou.
De angústia minh’alma choro.
Me guia, com teu bálsamo Consolador.
Me abrace com as cordas de amor.

Jesus, eu preciso tanto te falar.


Me machucaram, me magoaram, me fizeram eu chorar.
Foi tão grande a dor, que em silêncio eu fiquei.
Meu coração ficou tão ferido, que chorei, chorei.
É somente o amor de Deus, que me faz suportar.
Nem a morte, pode nos separar.
Nem as águas poderiam afogar esse amor.
É tão forte, inexplicável, Senhor. - BIS

Mesmo triste, Deus é por mim


Por mais espiritual que eu seja.
Nunca conseguirei te agradar.
Ainda que o choro venha.
A glória está sempre a me consolar.

16
Na face um sorriso os seus espinhos com a cabeça empinhou
Seus braços foram ali cravados, e o sangue inocente
derramou
Na face um sorriso, tentando ocultar.
A angústia da alma, a vontade de chorar.
Não agüento mais, o filho de Deus, ali expirou
Mostrando alegria, ao invés da aflição.
Inexprimivelmente ele disse assim: Eli, Lama, Sabatani.
Que está no profundo, do seu coração.
E ali o seu espírito entregou, e ao terceiro dia ele ressucitou
Não quer que ninguém, te veja pedir.
E veio pra te dizer, não vai mais chorar, não vai mais chorar.
Não quer que ninguém, te veja implorar.
Não quer com ninguém, sua dor dividir.
A coroa preparada está e Deus te diz irmão,
Não quer que ninguém, te veja chorar.
não vai mais chorar.
Não vou mais chorar, pra poder no céu eu entrar
Aleluia... Amém...
A casa por Deus, já preparada, numa cidade de ouro,
eu quero ali entrar.
Recebe em sua casa, seus caros irmãos.
Encontrar com aquelas foram fiel,
Que nem se percebe a tua aflição.
que não negaram o Senhor nosso Deus.
Se alegra do dom que Deus te emprestou.
Mas na tua tristeza, ninguém te ajudou.
Muitas lágrimas, aqui eu derramei, pela desilusão,
Agora, ouça bem, Deus vai te falar.
que o homem cometeu.
Eu sou teu amigo, não vou te deixar.
Mas eu sei que lá no céu, vai compensar toda a ilusão.
Consolo tua alma, te dou minha mão.
Mesmo que ainda eu venha chorando,
Te faço mais crente, e te arranco do chão.
mas a esperança de um dia no céu reinar
Não vou mais chorar, não vou mais sofrer,
Aleluia... Amém...
Deus vai me axaltar.

Quando a carreira findar, o meu corpo tombar,


Não vou mais chorar não vou mais chorar.
A coroa receberei. Não vou mais chorar.
Sei que quando a minha carreira findar,eu vou reinar Minha lágrimas cessará.
Sei que minhas lágrimas molharam o meu rosto, E ali quando as cordas não mais tocar,
eu quis desanimar poderei lembrar do louvor.
Sei que um dia a minha carne, nesta terra, ela vai tombar. Quando nós não mais ali cantar, um hino que Deus nos deu.

Não verei mais os meus amigos, e em volta de mim chorará Quando eu não mas tocar e cantar,
Mas eu sei que eu, não vou mais chorar, não vou mais quando saudade em mim estiver.
chorar. Não adianta os meus acusadores, vim chorar
Por que eu sei que Deus pra mim já preparou uma glória, O perdão está com Deus, está com Deus, está com Deus.
pra sempre irei morar Lá carros não haverá, não haverá casa,
Não vou mais chorar, não vou mais sofrer desilusões não haverá mais ilusão.

Todo o pranto findará, as minhas lágrimas não cessar Não haverá ali a falsidade, que fizera tua alma chorar.
Eu ainda tenho a esperança de nesta terra A sinceridade levará ao céu, aqueles que a Deus foram fiel.
o meu testemunho guardar
Perante o povo eu sei, que eu não a Deus negarei Amém... Amém... Louvor ao nosso Deus.
Chegará o dia, em que a saudade no coração vai bater

Dos momentos de alegria que tocamos e louvamos a Deus.


Sei que quando ela chegar, Eh! Saudade que vai doer
Muitos dos meus companheiros, já se foram,
a Deus eu quero os ver
Um abraço de Deus lá na glória, eu almejo um dia encontrar

Sofrerei aflições e amarguras, mas a coroa receberei


Num coral no céu eu cantarei, honra e glória a Deus darei
Com os anjos todos unidos e prostrados,
dizendo assim: “Só tu és santo”
Não vou mais chorar, não vou mais sofrer desilusões

Não vou ter o desprezo do meu irmão que me magoou


Na cidade, ali não haverá, essa união, com Cristo vou reinar
Não vou mais chorar, não vou mais sofrer desilusão Ninguém , além de ti...
Quero um dia lá na glória, poder encontrar com Abraão
Senhor, ninguém ligou pra mim,
Eu estava triste e arrasado e mesmo assim,
Isaque, Jacó eu lá verei, se a Deus eu for fiel Ninguém ligou pra mim.
Chorarei aqui neste mundo, Senhor, ninguém me socorreu,
sofrerei como Cristo também sofreu Quantas vezes eu gritei,
Suportou grande amargura, quantas vezes eu implorei,

17
mas ninguém me atendeu... Andai na luz, disse Jesus, o rei dos rei

Só te peco: não me deixe perecer no mundo de ilusão


Eu prefiro que tu venhas recolher - me
antes que eu perca a salvação... Novo amanhecer
Senhor, tão fraco eu estou.
As angustias me cercaram Ah, meu Deus, quanto tempo a ti eu clamei tua misericórdia
E a esperança que restava em mim já se acabou. E, porém, parece que tu não me ouviu.
Ahhhhh, ahhhhhh....(bis) Ah, meu Deus! Não são dias que estou a implorar
Já são anos que estou a clamar
Senhor, recebe essa oração, E a porta ainda não se abriu...
Pois é nela que eu consigo expressar tudo o que eu sinto Mas eu quero ver um novo amanhecer
No meu coração. Na certeza que um dia, toda a minha agonia,
Só te peço :não me deixe perecer no mundo de ilusão, Vai desaparecer.
Eu prefiro que tu venhas recolher - me Ah, eu quero crer que Deus irá cumprir
antes que eu perca a salvação... As palavras proferidas pelo espírito da vida
E a porta vai se abrir.
Senhor, recebe essa canção.
muitos podem estranhar Ah, meu Deus, se eu pudesse eu escolhia para mim
essa maneira de clamar, A porta aberta e assim
mas isso é o que eu sou. Eu iria parar de sofrer.
Ahhhh, Ahhhhh Mas eu sei que dos homens é a preparação,
Os desejos são do coração,
Mas de ti vem a forca e o poder.
No céu existem flores Mas eu quero crer num novo amanhecer
Na certeza que um dia, toda a minha agonia vai desaparecer.
Na minha mocidade.
Eu quero crer que Deus irá cumprir
Foi que Cristo me chamou.
As palavras proferidas pelo espírito da vida
E me pôs no seu jardim.
E para longe vou voar.
Numa rosa me transformou.
A palavra vai cumprir,
E a porta vai se abrir.
Coro :
Ele já determinou,
Quantas flores que existem,
E a promessa vai cumprir, e a porta vai se abrir.
Neste teu jardim Senhor.
No céu existem flores, que não existem aqui - BIS

Eu perguntei ao anjo.
Porque tanto esplendor.
Ele respondeu cantando.
São os servos de Senhor.

Quantas flores, lindas flores.


Que igual eu nunca vi.
Foi um sonho de repente.
Quando eu adormeci.

No princípio era o verbo...


No princípio era o verbo
E o verbo era Deus
E a natureza já existia
Nos planos teus
Desde a maior estrela
A mais singela flor
Trançando leis, tudo ele fez
Com o seu amor

Coro :
O amor é tudo, feliz é quem ama
Não há barreira, para conter sua chama
O amor é bálsamo,na triste lida
O amor é mais, também é paz, o amor é vida

O amor supera o ódio, através do seu poder


Tudo ele sofre, tudo suporta e tudo crê
Amai-vos uns aos outros como eu vos amei

18
Ó Alma conversa comigo ( Pedro após ter negado ao seu Senhor, saiu tristemente,
pensando que ele jamais o perdoaria. Até que um dia, ás
Ó alma conversa comigo, não quero te ver abatida.
margens do mar da Galiléia, o próprio Senhor lhe fez as
Me diga qual foi o motivo, que entristeceu a tua vida.
seguintes perguntas)
Do trono eu te vi chorando, dizendo não agüento mais.
Angústia está me matando, socorre meu querido pai.
Pedro, tu ainda me amas?
Tu sabes que te amo, Senhor...
Ó alma conversa comigo, não quero te ver triste assim.
Pedro então me respondas:
Serei sempre contigo, nunca se esqueça de mim.
por que negaste ao teu Senhor ?
Porque tu está chorando, querendo até desanimar.
Pedro respondeu chorando
Eu sei tu está provado, mas nunca pare de clamar.
Foi obra do tentador.
Socorre-me por caridade, só tu pode me ajudar.
Só em ti há felicidade, não encontro em outro lugar.
O Bom Samaritano
Ó alma onde está o sorriso, eu quero ver você mostrar.
Pois, o teu incircunciso, tentou o teu brilho apagar. Certo dia que estava Jesus, ensinando alguém perguntou
Eu faço o que for preciso, somente pra te ver cantar. “O que devo fazer para salvar-me? Respondeu-me o divino
Eu sou o Senhor Jesus Cristo, cheguei pra te libertar. Pastor”
“Se amares a Deus sobre tudo e ao teu próximo igual a ti”
Socorre-me por caridade, só tu pode me ajudar. Tem cumprimento a lei com justiça, vida eterna terás no
Só em ti há felicidade, não encontro em outro lugar. porvir.

O meu próximo caso que é? Incitando outra vez perguntou,


Ó Alma O mais perto estava tão longe, não podia entender este
amor.
Disse o mestre de Jerusalém ia com um homem rumo a
Ó alma, por que tu choras?
Jericó,
Qual é a tua aflição?
Apanhado nos salteadores, semi-mortos na estrada ficou.
Ó alma por que está tristeza?
Só Deus é a tua libertação.
Casualmente passou por ali, um sacerdote e um levita
também,
Coro:
Vendo aquele infeliz não sentiram condoir do seu triste
Quanta tristeza, quanta angústia.
desdeixo
Quantas lágrimas, rolam ao chão.
Logo então veio o samaritano, que ao ouvir os gemidos de
Se a prova é grande, a tua vitória também.
dor,
Só Deus te faz um vencedor.
Comovido sentou-se ao lado, mas que logo as feridas curou.
Ó alma, se alegra.
Conduzindo a uma estagem, na vigília da noite o levou,
Pois Deus agora te consola.
Quando a sua jornada seguia com alguém 2 dinheiro deixou.
Deus prova aquele que ele ama.
Disse ainda o Samaritano, Cuide de que aqui voltarei,
Só Deus é a tua libertação.
E aquilo de mais que gastares, tudo, tudo então pagarei.
O teu lugar já é reservado.
Perguntando de Cristo Jesus, Qual dos 3 foi o próximo então,
A tua coroa está guardada.
Vejo que foi o Samaritano, porque deste sentiu compaixão.
Por isso anda em retidão.
Disse Jesus altor do zalei, respondeste com tal perfeição,
Só Deus é a tua libertação.
Vai em paz, e no céu tu terás galardão.

O amor de Pedro
Pedro falou Jesus:
--Meu amigo tu sempre serás.
Cristo, então respondeu:
-- Muitas coisas tu ainda verás...
Hoje, antes que o galo cante,
Três vezes me negarás...
Hoje, antes que o galo cante,
Três vezes me negarás.
Pouco tempo se passou,
Jesus foi preso inocente.
Pedro negou - o por três vezes,
Mostrando - se indiferente.
Quando ouviu cantar o galo ,
Pedro chorou amargamente...
Quando ouviu cantar o galo,
Pedro chorou amargamente.

19
O Dom O Povo Barulhento...
Senhor eu estou aqui. Muito em breve vai ser uma notícia
Te clamando pra prova espiritual partir. Que um povo desapareceu.
Me lembro quantas vezes que orei. Era um povo muito humilde, que, aqui muito sofreu
Porque tu mandaste, mas agora... Esse povo era o povo de Deus
Esse dom se afastou.
Coro :
Coro: A onde está aquele povo barulhento
Mande a onde abaixar. A onde está que não se vê nenhum irmão
O meu dom boiar. Alguém, com voz de lamento,
Preciso de ti. vai dizer nesse momento
Manda o vento acalmar. Aquele povo foi-se embora pra Sião.
A glória subir.
E a humildade entrar. Onde está o dirigente desta igreja
E os obreiros daqui onde é que estão
Senhor, continuo a clamar. E as palavras que pregavam, muito tristes se alegravam...
Pelo dom que eu tinha de testemunhar. Eles também foram embora pra Sião
Me lembro quantas vezes que contei.
Ao me levantar, mas agora... Muito depois desse acontecimento
Nada sinto de contar. Muitos desviados vão voltar
Procurando os irmãos para a reconciliação
Senhor mesmo assim vou te falar. Mas infelizmente, não vão encontrar.
Meus cabelos, nunca penso em cortar.
A prova que eu passei até aqui.
Mas eu resisti, dessa graça...
Jamais penso em sair. O que Importa é Saber
A chuva que cai, molha o meu coração.
É virtude demais, é sinal de benção.
O Espírito Santo Não importa o desprezo, nem a perseguição.
Não importa a calúnia, nem a tribulação.
Estás Abatido, querido irmão,
A tristeza veio em teu coração, Coro:
Tu oras chorando com grande amargor, O que importa é saber, que Cristo está contigo.
Clama mais um pouco e verás teu Senhor. Só ele tem poder, ele é o teu amigo.
Ele é a rocha divina, é o Deus do perdão.
Coro : Ele é a pedra da esquina, viu a tua aflição.
O espírito santo em ti descerá,
Com suas virtudes, se alegrará Quantas provas que passam, quantos testes também.
Em linguagem santa, Deus te tomará, Hoje Cristo te abraça, com o amor que ele tem.
Tu vencerás tudo e a Deus louvarás. Na miséria ou bonança, louve a Deus com fervor.
Põe em Deus confiança, e vai ser vencedor.
As provas são muitas os espinhos também,
Os combatimentos te quer derrubar, Tem alguém te humilhando, te fazendo chorar.
Mas olhas pra Cristo que é teu Senhor, Deus está trabalhando, a justiça virá.
Só pra Jesus Cristo amado Pastor. Pode tu ir buscando, pra vitória alcançar.
Pois o teu inimigo, derrotado será.
Tu pensas que Cristo te abandonou
Por amar-te tanto sangue derramou,
Serás consolado pela voz de Deus,
Resiste a batalha cidadão do céu.

Chegada é a hora em que vais cantar


Por que a vitória Jesus vai te dar,
Tu és uma rosa no jardim de Deus,
Tu és predileta Rosa de Saron.

O Rei esta voltando


O mercado esta vazio, seu trabalho já parou
O martelo dos obreiros, seu barulho já cessou.
Lá no campo os ceifeiros, terminaram seu labor
Toda a terra esta em suspenso é à volta do Senhor.

20
Coro : O Rei esta voltando
O Rei esta voltando Muitas vezes, as pedradas, vem dos próprios irmãos.
A trombeta está soando Que nos saúdam com sorriso e amanhã nos julgam então.
O meu nome a chamar Muitas vezes o que passamos dentro da congregação.
O Rei esta voltando O que mais vê muito, um irmão julga outro irmão.
O Rei esta voltando Mas lá no céu os anjos cantam, que aqui na Terra ele chorou.
Aleluia, ele vem me buscar. Então ainda que nos façam chorar, chorou primeiro o
Criador.
Os vagões e trens vazios passam ruas e quarteirões E é por isso que esse passarinho, não se cansa de cantar.
Aviões e seus pilotos voam para a destruição Bate as asas voa livre, porque eu vou te libertar.
A cidade está deserta, sua agitação parou Eu farei nascer em ti um caminho pra você cantar.
Sai a última notícia, Jesus Cristo já voltou Passarinho chegou o teu dia de voar.

Vejo a multidão subindo, ouço coro angelical Muitas vezes a nossa vida, ela é marcada pela dor.
Todo céu está se abrindo, num bem vindo sem igual Ele vem então seguida, trazendo junto o desamor.
Como o som de muitas águas, nós ouvimos ecoar Mas o importante é saber, que Deus não nos desamparou.
Aleluia ao cordeiro, ao chegarmos para o lar. Mesmo na prova, então cantar “Glória ao Senhor”
Você tem a força viva é pra você continuar.
Passarinho então caminha, você não pode parar.
O sonho de Pedro Porque hoje é o teu dia eu venho pra te libertar.
Certa noite eu tive um sonho Chegou o tal momento, ninguém vai te segurar.
Que o Senhor apareceu, e com Pedro aconteceu.
E, no, instante que vi Deus, o Senhor eis que o deixou. Tenho olhando as suas lágrimas você precisa cantar.
Quando Pedro percebeu, ele se desesperou. Vem junto canta passarinho, eu te escolhi pra te libertar.
Começou, então, chorar Porque em ti está o amor, e sabe com paciência esperar.
E, em voz alta, suplicar : Passarinho hoje é o teu dia de a Deus louvar.
“-mestre não me abandone”,
Pois só tu podes me dar a salvação Então é acreditando que se faz da canção.
E vida eterna que outro não me concedeu ““. Com humildade na hora isso é tudo.
E, vendo esse desespero, o Senhor apareceu. É a nossa libertação.
Ah ah , ah ah ah ah. É por isso que ao te saudar, a humildade me abraçou.
Ah, aleluia, ah amém... És menino de ouro do céu do Criador

Pedro estava de joelhos quando o mestre ali chegou. É bonito a Deus louvar, mas mais bonito é amar.
E, vendo seu desespero, logo ele perdoou... E quando alguém vem te falar.
Ah, ah ah .. De um outro irmão vem a julgar.
Fala pra ele não quero ouvir.
O importante é amar.
Somos passarinhos feitos para a Deus louvar.
Oh! Meu filho Então canta, acredita.
É na prova que eu vou te libertar.
Diz o Senhor o teu Intercessor, Então creia, e não duvida.
Fiel amigo e teu Salvador. Passarinho, um ninho eu vou te preparar.
Porque tu choras e lamentas assim, Vai pousar em terra firme, as águas não te tocará
Não sabes que estou pertinho de ti. A vida já te fez chorar bastante, mas a alegria chegará.
E nos momentos de prazer, piedade vai te tomar.
Coro: Eu estou vendo o teu sofrimento. Passarinho Deus ta aqui só pra te cantar.
E o choro do teu coração.
Cada lágrima que rola e vai ao chão.
É uma vitória filhos de Sião

E quando tudo se findar. Ouve-se a voz


Eu estarei a te esperar.
Ouve-se a voz, sobre as águas.
E o sofrimento se acabará.
Ouve-se a voz, sobre os céus.
E a glória eterna te abraçará.
Troveja o Rei da glória.
Os vários gestos de a Deus Louvar Troveja o Rei da glória.
Muita gente não entende, essa maneira de louvar. Coro:
Porque muitos são compreendem os vários gestos de cantar. A voz do Senhor é poderosa.
Ás vezes em me sinto, um passarinho na contramão. A voz do Senhor quebra o cetro.
Sem ter um pulso firme, um ninho de consolação. E o Senhor despedaça o cetro do Líbano.
Reflete em chamas de fogo.
Eu procuro um ar tão puro, só pra poder respirar. A sua voz é majestosa.
Porque este passarinho, diz que já não quer mais cantar. E o Senhor troveja sobre as muitas águas.
E ás vezes eu me sinto na solidão e na dor.
É nessa hora que eu canto um hino ao meu Senhor. Ouve-se a voz, sobre as águas.
Ele veio pra me falar, “chora hoje pra amanhã você cantar”. Ouve-se a voz, sobre os céus.
Troveja o Rei da glória.
21
Troveja o Rei da glória. Fazendo todo aquele cárcere se abalar

Quebram ferrolhos, abrem portas e cadeias


Num estampido de fervor e emoção
Para agradecer A liberdade àqueles presos que consistem
Cantando hinos na mais pura comunhão.
Senhor, eu não tenho palavras para agradecer
As benções que já recebi sem as merecer.
Eu ouço seus conselhos santos pra me defender
De todo mal que poderia me acontecer. Pegue tua espada
Coro : Como um pássaro ferido
Não temos nada nesse mundo nem mesmo sofrer, Sem ter forças para voar
A fé que eu tenho em ti me fará vencer.
No dia que o Senhor vier para me recolher Quantas pedras te atiraram
Minha alma estará preparada pra no céu viver. Quantas perseguições tentando te matar
Perdoaste todos os meus pecados. Fez -me entender Deus vai te ajudar
Que para entrar no reino eterno tem que renascer. E este mar você vai passar
Chamaste -me, fui batizado, deu -me o dom de crer,
Agora quero te servir, sempre obedecer. E tu cantarás, em tua frente está
O anjo Gabriel pegue tua espada

Passarinho E vai pra batalha, hoje é domingo


A mocidade te espera
Eis que tinha um passarinho,
Que cantava sem parar. Sinta a fortaleza de Deus te tocar
E bate suas asas e vai aonde Deus te mandar
Mas apareceu na vida dele.
Um homem muito mal.

E acertou uma pedrada nele


E nunca mais cantou.

Coro:
Nunca mais cantou.
Nunca mais voou.
Passarinho na gaiola.
Nunca mais cantou.

Mas apareceu na vida dele,


Um homem certo e bom.

E soltou o passarinho.
E ele logo cantou.
Coro:
Ele já cantou.
Ele já voou.
Passarinho na gaiola.
Nunca mais voltou.

Paulo e Silas na Prisão


Encarcerados numa cela muito escura,
Se encontravam Paulo e Silas na prisão,
Mesmo ferido nos açoites e torturas
Cantavam hinos e fazia orações

Coro:
Glória a Jesus aleluia,
Glória a Jesus aleluia,
Glória a Jesus aleluia,
Glória a Jesus.

E a imagem dessa cena comovente


Em tela viva lá no céu se fez chegar
E de repente treme a terra fortemente
22
Pela Fé abracei minha cruz... Antigamente, tu andavas onde queria.
Hoje é Deus em que te guia.
Vai aonde Deus mandar.
Pela fé abracei minha cruz,
E por nada não posso deixar.
E lá de dentro, tu olhavas para fora.
Prometi ser um fiel soldado
Esperando a vitória, que hoje esta em tuas mãos.
Do cabo dourado não posso largar.
Te lembras irmão, que oravas tristemente.
Deus já te fez valente, ta na hora de lutar.
O inimigo armou emboscado,
Esperando meu tombo ficou,
Mas o anjo que guarda o crente,
Quebrou as correntes me fez vencedor. Quando a Alma necessita
Coro : Quando a alma necessita, ela sabe procurar.
Nem um mal sobre mim temerei Buscando com toda força, ela consegue encontrar.
Pois comigo esta o meu rei Ali raízes de esperança, para lutar.
Nos confrontos da longa jornada, Até ao fim com bastante confiança.
Em sua palavra eu confiarei.
Mas a carne sempre opera, tentando nos arrastar.
Se não fosse a graça de Cristo, E a alma então reclama, pede a Deus para ajudar.
estaría-mos todos perdidos. Senhor me dê mais uma chance, para provar.
O feroz e cruel inimigo, Que ainda, com certeza, tu me amas.
A muitos teria nos tragado vivo.
Diz a alma então a carne, tu não podes me matar.
Pra vencer este tal inimigo, Sou eu a força da glória, teus olhos vão contemplar.
É melhor de joelhos no chão, São lágrimas de esperança, que eu já paguei.
E a espada desembainhada Eu sou herdeiro, sou herdeiro desta herança.
É a Salvadora de todo cristão
Cresce agora em nossas almas, à vontade de encontrar.
Com Jesus o rei da glória, que a coroa nos dará.
Pelo Vale da morte eu andei Ali não haverá tristeza, não chorarás.
Pois viverei eternamente em sua glória.
Mesmo que todo meu ser transformasse em louvor.
Para falar o que eu sinto em meu coração.
Não poderei expressar a grandeza do amor. Quando está perto de uma vitória
Que encontrei em Jesus o autor do perdão.
Quando está perto de uma vitória
Coro: Onde o crente irá cantar
Pelo vale da morte eu andei. Então aumenta o fogo a prova
No deserto perdido e sem luz O forte vento pra derrubar
Quantas vezes de angústia chorei
Sem a paz e o amor de Jesus. Coro :
Eis um recado atento escuta
Minha alma triste vagava sem ter direção. Se valoroso tu vencerá
Qual uma ovelha perdida a peregrinar. Um bom soldado não foge a luta
Até que um dia em Jesus encontrei salvação. Pois vitorioso tu sairá.
Na sombra da sua cruz fui então me abrigar.
Tens um amigo que é verdadeiro
Hoje eu trago a esperança do eterno porvir. O que tu pedes se cumprirá
Lá no repouso dos santos irei descansar. Todas as armas ele cumprirá
Me esquecerei dos valores que aqui conheci. Pedes agora receberá
Junto ao Cordeiro de Deus quero sempre ficar.
Se crerdes hoje cessa está guerra
O forte vento Deus tapará
Tristeza e angustia foram embora
Qual Passarinho Paz e alegria tu gozarás.

Qual passarinho, dentro de uma gaiola. Quantas Orações


Tu te encontras nesta prova, ó meu querido irmão.
Mas nessa prova, nada disso te importa. Quantas orações, quantas reuniões. Que eu participei.
Deus vai abrir as portas, você vai ter que voar. Quantas profecias, tudo o que eu queria. Que eu lá escutei.
Tudo eu coloquei naquela oração. Com fé eu esperei.
Coro:
Ó bate as asas. Tudo foi em vão, nada se cumpriu,
Bate firme, bate forte. Meu Deus, como eu chorei (tris)
Vai pro sul ou vai pro norte. Meu Deus como clamei. Vem aliviar essa solidão,
Vai aonde Deus te der. Consola o meu coração.

23
Nem por isso vou desistir de crer. E tu vais operar. Querido irmão, não se entristeça,
Sei que tu, meu Deus, não me iludiu, Tu podes ter a certeza,
Minha alma cantará, minha alma cantará... Que a vitória vai chegar.
Em ti eu me alegrarei.
Sei que tu, meu Deus, vai me libertar. Tu és crente, não vai desanimar,
E, eu irei louvar, eu irei louvar, eu irei louvar... És valente, não pode fraquejar,
Tu és rosa do jardim do Senhor.
Primavera na tua vida chegou.
Quem é esse Nas tuas lutas, eu prometo te ajudar,
No teu choro, tuas lágrimas enxugar,
Quem é esse, que o vento lhe obedece. No desprezo, eu prometo te abraçar,
Quem é esse, que caminha sobre o mar. Mas não deixe, nunca de me amar.
Quem é esse, que transforma água em vinho.
Quem é esse, que tem vida para dar.
Coro: É Jesus Nazareno, o filho de Deus. Reclamei...
Desceu dos céus e homem se fez.
Morreu em uma cruz, seu sangue verteu. Muitas vezes nesta vida reclamei,
Para vir com a justiça aos seus. por não ter um sapato pra calçar,
não lembrei que nesse mundo tão imenso existem
Quem é esse, que dá vida aos mortos? Muitos sem pés para andar.
Quem é esse, que aos cegos deu visão? Reclamei ao ver as mãos cheias de calos,
Com apenas cinco pães e dois peixinhos. revoltei-me de tanto trabalhar
Alimentou uma grande multidão. Esqueci que existem muitos sem as mãos
No entanto a muito sem reclamar.
Quem é esse, que sempre oferece.
Um caminho que conduz a salvação. Coro: Ó Jesus ajude a contentar-me,
Quem é esse, que pregou a céus abertos. Lendo a bíblia esta frase eu encontrei,
Ajudando-nos nesta missão. Servo bom foste fiel no pouco
Sobre o muito eu te colocarei.
Quem é esse, sem olhar nossas fraquezas.
Já não está em meu filho a imperfeição. Reclamei ao ver as roupas já usadas,
Quem é esse, que nos tem na certeza. outras novas eu queria possuir,
Nunca há de a justiça nos julgar. mas andando pelo mundo contemplei maltrapilhos
Muitas vezes a sorrir.
Reclamei ao ver a mesa preparada,
Querido Irmão nela posta em completa refeição.
Esqueci que existem muitos mendigando,
Querido irmão espera com paciência. implorando pPor um pedaço de pão.
Nas promessas que Deus colocou em teu coração.
Brevemente teu tempo cumprido será.
E o que Deus prometeu estará em tuas mãos.
Coro: Somente a tua humilhação faz o Senhor operar.
É de joelhos que o teu
Deus sempre quer te encontrar.
Se humilhando, ele te atenderá.
Suporta mais um pouquinho,
Tuas lágrimas mostram somente ao Senhor.
Que as recebe com todo o carinho.
Como incenso sublime de um sincero louvor.
Tu sentes a velhice chegando.
Desespero te toma e te faz exaltar.
Mas se hoje tu crer no que canto.
No caminho da tua tormenta.
Paz que tanto queres tu terás.

Querido irmão
Querido irmão, espere no Senhor,
Ele ouviu a tua oração.
Querido irmão, Deus conhece a tua dor.
E também a tua aflição.
Coro: Querido irmão, não desfaça,
Deus levanta a tua cabeça.
Tu precisas caminhar.

24
Sansão E a mocidade orando, foi pra mim uma grande glória.
Sinto dentro do meu coração, a virtude e a esperança.
Sansão era um menino nazireu de Deus
Mas os tempos se passou, e hoje casado estou.
Nasceu pra livrar seus pais das mãos dos filisteus
Minha vida mudou, as provas são diferentes.
O menino ficou grande e o Senhor abençoou
Eu sei que tenho que ser, um pouco mais crente.
Ele era impelido, pela força do Senhor.
Já não recito mais, mas eu te adoro.
Sansão matou um leão com as mãos desarmadas, Alguns dos meus amigos, ainda vem visitar.
E matou também mil homens com uma queixada, Uns casados, outros solteiros, mas é difícil lembrar.
E com trezentas raposas, fez uma grande queimada, É tudo tão diferente, a vida começou a mudar.
Mas ficou uma rapozinha no seu peito encerrada.
Tanto enfado na carne, de Deus eu fui me distanciar.
O nome desta rapozinha chama-se paixão, Mas irmãos, um dia, Deus me agraciou.
Pois ele já tem derrotado a muitos irmãos, E me deu um filho e ele cantou.
Sansão enxergou Dalila e logo foi derrotado, Assim, meu Pai, Deus é por nós. E quem será contra nós.
Com poder de amarrar ficou mesmo amarrado. Hoje é dia alegria, porque eu sei que Deus está.
Na minha casa, e na minha vida, passa tudo tenho que
O segredo do poder estava no cabelo, chorar.
E por uma paixão carnal, ele perdeu o zelo, Não importa a minha guerra, o tamanho da minha dor.
E acabou revelando o segredo do Senhor,
Foi levado ao cativeiro e seus olhos lhe custaram. Eu passaria tudo Senhor, as lembranças meu consola,
Aí que saudade da minha, da minha mocidade.
Sem os olhos e cabelos e ainda amarrado, De quando tu me ia me selar, a promessa manifestar.
Trabalhava como escravo e era torturado, Saudade... Saudade... Da glória que me tomava.
Mas um dia ele sentiu o cabelo a crescer, Eu então cantava, e então.
Percebeu que sua fé retornava a reviver.
Quantas vezes orei. Ah eu preguei.
Foi levado pra brincar diante dos filisteus Quantas vezes tomei, e lá cantei.
Mas já tinha o coração voltado para Deus. Quantas vezes abracei, Deus, como eu amei.
Levantou a sua voz, e falou: “ó grande Deus”,
Esforça só está vez, morra eu e os filisteus. Mas hoje aqui na minha casa, não consigo mais orar.
E só resta, esperar no meu Senhor, Saudade!
Saudade... Saudade, a lembrança.
Saudade da minha Mocidade Saudade... Saudade.

Ainda que o fruto, da Oliveira minta.


Todavia ma alegrarei, em Deus, meu grande Rei.
E quando tu me formava, uma cidade estruturava. Se eu fosse um pássaro...
Em mim tu plantava, uma vontade de exaltar.
De exaltar seu nome, o seu nome glorificar. Cansado estou,
Porque só tu é Santo, santidade somente. De viver aqui, neste mundo de dor,
A ti ó Rei dos Reis, louvor e glória. Amém... E sofrendo assim.
Não sei porque, tu permites Senhor,
Ah! Quando criança eu sentia, sentia em mim.
De tantas provas venha sobre mim.
A força de Davi, ah encontrar.
Encontrar o gigante, na peleja.
Coro:
Mas hoje, hoje em mim, crianças mais não sou,
Se eu fosse um pássaro
não vive em mim.
E pudesse voar, varia aos céus.
Aumentou-se a iniqüidade, o amor se esfriou.
Pra não mais volta, aqui no mundo.
O amor se acabou, onde está o amor.
Sei que sofrerei, sei que só ali.
Amar, aonde está, aonde está, o amor em ti.
Mui feliz serei.
Eu quero te exaltar, devido o amor.
A santidade que me tomava, a santidade quer tomar. Só uma coisa eu te peço Senhor,
Mas os tempos se passou, e hoje casado estou. Não me abandone, na hora da dor.
Minha vida mudou, as provas são diferentes. Pois só em ti, a esperança existe,
Eu sei que tenho que ser, um pouco mais crente. De um coração magoado e triste.
Já não recito mais, mas eu te adoro.
Quando na Reunião de Jovens eu recitava. Se ficar vou perecer
Dizia eu sou um Cordeirinho, Jesus é meu pastor.
E quando eu cantava, com a mocidade comigo está Jesus. A meu Deus quero impedir
Que tu venha me ajudar
Avante mocidade, combater o tentador. As lembranças. Porque na verdade eu quero deixar este lugar
Quando chegava o fim de semana, A ferida se abriu e não para de sangrar
se reunia os amigos pra orar. O que dói é ver o homem tua obra dominar.
No carro a gente ia, servir ao nosso Deus.
As avenidas passavam, Rodovias que pegavam. Coro : A Senhor eu não quero aqui ficar
Ai, quanta glória, que tomava o coração. Vem meu Deus me tirar desse lugar
Ah! Como dói, como dói em mim, lembrar de tudo. Se ficar aqui eu vou perecer
Sinto saudade do meu tempo de menino. Se partir terei forças pra dizer

25
Para mim tudo acabou. 1º voz: Glória ao Senhor, Gloria ao criador, está oração eu
A tristeza transformou faço agora ó meu Senhor
O desejo de ficar pelo desejo de partir. 2º voz: Glória ao Senhor, Gloria ao criador, está oração eu
Se ficar vou perecer, se partir sobreviver faço agora ó meu Senhor
Tentarei recuperar a alegria que perdi.
1º voz: Glória ao criador, o meu Senhor me ajudou
Mesmo assim eu quero crer 2º voz: Glória ao criador, o meu Deus que ajudou
Que foi Deus quem me falou
Que pra bem longe dessa terra eu irei quando partir 1º voz: Houvi-me Senhor, na prova e na dor
E o novo amanhecer que um dia eu sonhei 2º voz: Houvi-me Senhor, também na minha dor
Chegará na minha vida e a Deus eu louvarei.
1º voz: És meu Salvador, Auxílio ajudador
2º voz: És meu Salvador, Auxílio companheiro
Se isso não for amor 1ºvoz e 2ºvoz: Tu és o meu Senhor.
Deixou o esplendor de sua glória.
Sabendo o destino aqui.
O Salvador foi ferido no Gólgota.
Senta aqui do meu lado.
Para dar sua vida por mim. Senta aqui do meu lado. Irmão, vamos conversar.
Coro: Se isso não for amor. Porque estás desanimado. Com vontade de parar.
O oceano secou. Deus tem me revelado. Que você está sofrendo
Não há estrelas no céu. Tua alma está gemendo. Cansado de chorar.
As andorinhas não voam mais. Coro :
Se isso não for amor. Não precisa mais chorar.
O céu não é real. Hoje Deus te abraçará.
Tudo perde o valor. E tu cantarás, aí no teu coração.
Se isso não for amor. Hoje Deus te tomará.
Mesmo na morte lembrou-se. Em linguagem falarás.
Do ladrão que ao seu lado estava. E a vitória tu terás.
Com amor e ternura falou-lhe.
Ao paraíso comigo irás. Tu falaste ao Senhor. Onde foi que eu errei.
Onde foi que eu pequei. Pra que sofra tanto assim.
Falta 3º Verso.
Perguntastes ao Senhor. Porque tem que ser assim.
Senhor tenha dó de mim. E atenda o meu clamor.
Senhor atende a minha oração...
Senhor atende a minha oração e se possível for, recebe ai no
céu o Deus o meu clamor, mas a prova tá tão grande, aos
poucos tenta me matar, já não sei mas o que é um sorriso,
minha vida é só tristeza, eu só sei chorar.
Está oração te faço com amor, buscando a ti Deus criador,
pois eu sei que é só
De joelhos, que tu atende o clamor sincero puro de louvor.
Guarda meus irmãos, até aqueles que não me quer bem, hoje
me saúdam com
Sorriso, amanhã me aponta o dedo, me fazendo chorar
também.
Abençoe as menininhas, que no domingo elas vão recitar,
guarda as minhas
Criancinhas, abençoa com amor queira elas abençoa-las.
Guarda toda mocidade, enche o teu povo de dom, recebe está
oração, com um clamor de alma e um sincero coração.
Como canto com amor, eu sei que todos vão ter que me
escutar, se eu fosse um passarinho Deus, eu voaria alto só
pra te encontrar.
Se eu pudesse eu voaria, bem longe desse lugar, com certeza
que esse dom me daria o direito de aqui não mais voltar.
Se eu pudesse me esconderia, nas asas do meu criador ao
mundo não mais voltaria, Deus avisa minha nação que agora
sou um anjo do Senhor.
Louva ao criador, e ama o meu Senhor, clamando de joelho,
atende está oração, ó Deus por favor.
Está oração eu faço, de joelhos com meu violão na mão, em
nome do
Senhor,Jesus, que é eterno e vive para sempre amém.

26
Sião {Te conheço e vendo como está
creia em mim e viverá} BIS
Sião cidade tão linda.
Terra onde iremos morar. Saibam todos os irmãos
Pois Cristo nos prometeu. À vontade do eterno Deus.
De um dia vir nos buscar. Que o amor supera tudo em nós.
Para levar-nos á glória. Caridade e comunhão.
Naquela linda mansão.
Cantando a grande vitória. Quando Deus quiser te usar
Remidos por Cristo no céu entrarão. Na palavra ou em posição de mão
{ ou na casa que ele te enviar
Coro: Sião, ó Sião haverá libertação } BIS
Pátria querida de amor.
És a mais bela e sublime mansão. Tu que ainda triste está
Em ti não há pranto e nem dor. Sob tudo que Deus já falou
Sião, ó Sião. Abre bem teu triste coração
Nem sol, nem luz haverá. Será cheio do Senhor.
Mas o Cordeiro Bendito.
Que a glória do Altíssimo te iluminará. Eu vim pra te libertar
E também pra te estender a mão
Lá em Sião te espera. { O inferno eu já mandei calar
Uma grande multidão. seja livre da prisão } BIS
Dos que lavaram suas vestes.
No sangue da expiação.
Renunciaram suas vidas.
Para em Sião morar. Só mesmo crendo em Deus
Certos de que Jesus Cristo.
Um dia na glória os fará reinar. Só mesmo crendo em Deus, só mesmo tendo Deus
Que eu pude suportar, as provas que passei
O quanto já chorei, nem é bom lembrar
Ah se eu não tivesse Deus, se eu não conhecesse Deus
Sigo Cantando Não queria nem pensar, onde estaria eu
Se não fosse as mãos de Deus para me segurar.
Eu sei que tenho um tempo a sofrer.
Mas sei que também eu vou vencer.
Só mesmo crendo em Deus, só mesmo tendo Deus
Jesus assim falou: Que o crente vai, é só orando a Deus
Eu venci e vós vencereis.
É só louvando a Deus, e sempre assim ficar
Coro: Sigo Cantando, cantando eu sigo. Se o mundo me enganar, e tudo me faltar
E vou continuar. Eu ainda creio em Deus, nos sofrimentos meus
Cristo é o meu alvo e vou ao céu chegar. Virá a mão de Deus, para me segurar.
Quantas lágrimas eu chorei e sei que vou chorar.
Mas minhas lágrimas meu Jesus vai enxugar. Agora creio em Deus, que o sofrimento meu
Me ensinou cantar, nos lugares que morei
Em breve esse céu se abrirá. Por onde já passei, posso hoje voltar
Para o céu me levará. Meus irmãos e amigos em Deus, por mim vive a orar
Nas ruas de ouro eu vou andar. Que alegria Senhor, eu posso hoje cantar
Para sempre com Jesus Cristo eu vou habitar. Eu posso hoje orar, que alegria Senhor.

O tempo se passou, muito Deus me ensinou


Só de olhar não se percebe E tudo eu aprendi, chorar para ganhar
sofrer pra conseguir, sorrir pra não perder
Só de olhar não se percebe Ah se não tivesse Deus, se não conhecesse Deus
A tormenta que está Não estaria mas aqui, agradeço a Deus também
O semblante um rosto alegre Pois me ensinou amar, te agradeço Senhor.
Procurando disfarçar.

A angústia em que se encontra Sorriso de Criança...


Triste está seu coração
{Tua alma geme e sofre E no sorriso da criança, vem nascer uma esperança, de uma
ninguém pode dar-te a mão} BIS nova canção. Que na sua pura inocência e não na simples
aparência, de um sorriso de um falso irmão,

Se tentar explicar Que tem no seu peito a maldade, que faz muitas vezes
O que sente o coração alguém chorar. Pisando no Dom sem piedade, se esquecendo
Alguém pode ignorar que o Senhor virá cobrar.
Por não ter preparação.
Aquele que cole e semeia, vem nascer em ti uma bandeira
Esta casa, o criador que ilumina a mente e o coração e mesmo sofrendo ele brilha
Escolheu pra te falar mostrando a faminta alma aflita que conduz a Deus e a

27
salvação. Pois ele mesmo falou: “sem mim nada podeis fazer”.
Então só ele pode a nós seu bem trazer.
Pois tenho certeza que está criança. Sempre sorrindo estará.
E tendo em si está esperança. E sendo criança e um dia na Toda vez que eu tentei me levantar, não me levantei.
glória Iremos entrar. Toda vez que eu tentei acreditar, não acreditei.
Percebi que me faltava se humilhar
E a Deusa minha alma consagrar.
Sou pequeno Pois somente ele verdadeiro é, Dele provém a fé .

Sou menino pequeno ainda. Mas consigo entender o seu Coro: Então clamei aDeus e ele me ouviu.
amor. Sua voz doce, santa e clara. E tão pura em meu Me revestiu de fé, meu coração se abriu.
coração. Minha alma se alegrou com sua libertação,
Pois quando eu clamei : “-meu Deus”
Coro: Sou pequeno, mas entendo. Onde está a minha luz. Me deu a mão ...(BIS)
Sou menino muito amado. Sou amigo Jesus.
Na escola, na rua, ou em casa. Eu não deixo de meditar.
Nas grandezas do Deus poderoso. Só a ele vou me consagrar. Tristeza nos olhos
As crianças no culto de jovens. Sempre aprendem a boa Tristeza nos olhos, coração e pulsar.
lição. Amargura no peito, vontade de chorar.
Deus apare e guarde a todos. Só assim entraremos em Sião. Querendo um consolo, um ombro pra chorar.
Ta pedindo que o tempo, não demore a passar.
Ele disse que todos os homens. Necessitam ser iguais a mim. Ta querendo um irmão para te visitar.
Se fizerdes como as crianças. Para irem morar lá no céu Que ele traga o amor para te consolar.
Os joelhos se dobram, começam a orar.
Suas promessas cumprirá Para que Deus prepare tudo neste lugar.
Mande alguns testemunhos para nos levantar.
Hoje orou chorando. A sua alma perguntando Não nos deixe sozinhos, aqui neste lugar.
O por que de tantas lutas. Provas que vem pra derrubar Não permite que o tempo venha nos sufocar.
Querido irmão fique sabendo Mas renove as forças pra poder batalhar.
O que Deus falou não caiu no chão
O alma se alegra suas promessas cumprirão. Ouça bem ó meu Servo, eu estou a te olhar.
Aqui da minha glória nos vamos conversar.
Coro: Hoje Deus te abraça nesta oração Ouça bem o que eu digo, preste bem atenção.
E vai passear no seu coração. Vai dando glória a Já orei a meu pai, pelo teu coração.
Deus. Sinta as portas se abrindo Não voltes para trás, nunca me digas não.
E uma obra tu verás - BIS Amo a tua alma, e te dou salvação.

Te espero Tu conheces a dor da prova


Assim como a noite espera pelo dia. Tu conheces a dor da prova, também sabe o que é chorar.
Assim como a praia espera pelo mar. Na angústia da sua vida, ó Deus vem me ajudar.
Assim como a chuva espera pelo vento. E ás vezes tão ferido, começa a pensar.
Por mais ansiedade eu estou a te esperar. Será que Deus me deixou, não vai vir me ajudar.
É nessa hora que um anjo pega o seu violão.
Coro: Te espero, chorando eu te espero mestre querido. E ao meio a voz de Deus, te anuncia a libertação.
Estou encurvado entre o peso da cruz.
Me ajuda a chegar ao meu lar prometido. Coro: Cantando, te falando. Que vale a pena provar
Sem ti não consigo viver meu Jesus. passar.
Deus demora mas nunca ele tarda.
Bem mais que as flores esperam pelo orvalho. Hoje o anjo te anuncia tua vitória chegará.
Bem mais que o perdido se espera a se encontrar.
Bem mais que o filho espera a mãe querida. E ao meio termo da aflição da tua vida.
Por mim ansiedade eu estou a te esperar. Te anuncia com palavras que Deus vai te ajudar.
Pois o choro ele dura uma noite, mas na manhã bem cedo.
Tua vitória, ela vai chegar.
E vai chegar com uma esperança, pra te fazer cantar.
Toda vez....
Toda a vez que eu queria acertar, eu somente errei.
Toda vez queria praticar, praticar o bem. Tu és a rosa
Não pude, pois o mal tomou lugar,
E a angústia me fazia então chorar. Tu és a rosa que Jesus plantou na terra,
Foi aí que eu comecei a compreender, Entre os espinhos seu perfume e o mais suave.
que a forca vem de Deus.
BIS: E lá no céu o nosso Deus o criador
Só o Senhor pode me dar Quando olha a essa rosa troveja com amor.
Forcas pra que eu continue, aqui, lutar.
28
Igreja minha não temas sou contigo E quanto mais sofrer, mais glória eu quero dar.
Os ventos vêm, mas nunca te derribara. Eu sei que no final eu vou reinar.
BIS: Mesmo ferido, combatida e desprezada,
Seu perfume é suave nunca eu te deixarei.
Tudo o que passar na vida
Amada minha guarda bem os meus conselhos
Que muito em breve em nuvens eu virei. Tudo que passar na vida, é por permissão de Deus.
A prova que está passando, foi Deus quem te concedeu.
BIS: E nesse dia cumprirá toda a escritura para toda Não blasfeme nem murmures, busque a face do Senhor.
Criatura que na terra estiver. É o socorro bem presente, na hora da tua dor.
Coro: Passe tudo nesse mundo. Mostre o teu semblante
alegre. Não demonstre a tristeza.
Tu irás cantar Porque Deus se entristece.
Humilhando te encontrarás, ó meu querido irmão. O barquinho que tu remas, vai remando sem parar.
Mas tenho uma certeza, que Deus apareceu na tua exaltação. Porque alguém está no teu barco, te ajudando a navegar.
Não temas a luta, e nem a guerra, Deus vai te ajudar. As promessas que eu te fiz, todas hão de se cumprir.
Ele vai te levantar, e vitória te dará, e tu irás cantar. Cumprirei o teu desejo, antes de nas nuvens vir.
Coro: Tu irás cantar, tu verás. Tua alma está chorando, é grande a perseguição.
O mar se abrirá, tu passarás. O inimigo te rodeia, não te pode pôr a mão.
Por Terra ficará, os teus adversários. Pois a ordem Deus já deu, pra sair da sua vida.
Tu vai me louvar. A batalha ele já perdeu, cante ó igreja querida.
O sol não queimará, tu verás.
A pedra rolará, você vai cantar.
As águas não te submergirão,
Tu vai me louvar. Venho te anunciar
Tu viste a prova que o meu servo passou. Amigo, venho te falar
Daniel na cova com leões, mas Deus o guardou. Da verdade que não está pra contar
Sadraque, Mesaque, Abdnego, o fogo não queimou. Amigo, a verdade um dia, Foi pregada na cruz,
Armaram uma forca para Mardoqueu, mas Deus o exaltou. Para hoje ouvires, essa voz te anuncia
Que o amor veio ao mundo
E nem um segundo, esteve a pensar
Tuas Dores Em deixar-te no mundo lá fora
Nem por isso, te diz o amor agora
Sei que você sofre querido irmão.
Suas lágrimas não cessam de cair Coro : Amigo meu, que tanto chora
Tuas dores, tuas lágrimas, ele já levou. Te digo agora, o consolo é Deus
Lá na cruz, os teus pecados, Cristo consumou. Tu choraste, e o teu pranto
Sei que a dor, prova com choro, te faz chorar. Em tua face tem rolado tanto
Quantas noites, de amargura estava a pensar.
Deus te prometeu, que virá te exaltar. És tú amigo, comparado a rosa
Não chores, meu irmão, Deus já vai chegar. E ao lírio que existe no campo
Passarinho, que então quer voar
Quero nesta canção dizer pra você. E cantar, como um dia cantou,
Que esse mundo perdido está, não dá mais prazer. Já não cantava mais
Se as dores, as provações, te fizerem calar. Cantarás, cantarás, passarinho preso tu vencerás
Não se esqueça que ele morreu pra te salvar.
Viva, vive alegremente, em ti vai cantar.
O teu Deus não te deixou, nem vai te deixar.
Quantas vezes, as tuas lágrimas estiveram a rolar. Vida Eterna
Ele envia o Consolador, e vem te salvar.
Vida eterna é tudo pra poder viver. Vida eterna é tudo pra
Sei que você sofre querido irmão poder cantar. Mesmo que eu chorar e sofrer,
Do teu lado, não tem mais consolação. pela vida eterna eu quero suportar. Para poder no céu morar,
Não tem mais prazer na obra, não quer mais cantar. Com a vida eterna, e não mais chorar.
Quantas vezes sobe no púlpito, não quer mais pregar.
Eu sou a força que te toma pra te ajudar. Nesta vida existem provações. Que persegue a vida dos
Quando sobe aquela escada, estou lá. cristãos. Mas pode entender, e até saber.
Quando abriremos pela fé, o meu livro te abrirei. Pela vida eterna, temos que sofrer.
E com letras de ouro te revelei. Mas é o amor, a vida eterna é, Em ti, Cristo Salvador.

Sei que a calúnia é grande, não dá pra agüentar. Vida eterna ela é tudo pra poder viver. Pois é a vida que aqui
Nessa hora, não vê amigos, não pra conversar. no faz viver. Estou feliz, por saber, que você está aqui.
Eu também sofro assim, de um modo especial. A vida eterna é parte de nós, De ti, também de mim.
Porque eu sei que Deus prometeu, um lar eternal
Então eu canto, exaltando é o Senhor.
E dizendo que acima de tudo é o amor.

29
Violão de Rei Sei que um dia a minha oração ultrapassou o céu e a lua.
Eis que um dia de Aflição, guardei meu violão. Nas estrelas tocou, pra chegar até o trono de Deus de Cristo,
E falei pro meu Senhor, que não vou mais tocar. Nosso Senhor.
Pois a prova era tão grande, me fazia chorar.
A lua falou pra mim: “Olha irmão eu vou falar o que Deus
Eu sentei em uma escada, e falei que vou parar. mandou. Queria ter uma alma pra guardar, Eu também
Minha vida é só tristeza, eu só sei chorar. queria ser vivo pra orar. Ah! Se eu soubesse tocar violão,
De repente, eu não entendi, um varão de branco se toda noite eu ia a Deus louvar. Mas eu tenho uma missão
aproximou. nesta terra. Mesmo não tendo vida mais a Deus vou cumprir.
Ele trazia um violão branco com cordas de ouro pra fazer eu E você que tem uma alma dentro de ti. De Deus queres fugir,
chorar. falou pra mim não para. Vou chamar as estrelas para a ti
cantar Um coral tão lindo do céu. Cantaram em alta voz este
Coro: Cordas de ouro a brilhar. O violão era de rei coro que me fez chorar”.
Mas eu não podia tocar. Não era o meu eu pensei
Volta ao teu Senhor, volta!
Me falou que um sorriso, caro pode custar. Volta hoje ao criador.
Que a missão em minha vida, era não fazer ninguém chorar. Eu vou voltar.
Violeiro seja humilde, pra no céu você entrar. Volta ao teu Senhor!
Daqui a pouco eu vou subir, pois o céu é meu lugar.
E subiu e partiu e eu não vi mas ele tocar.
E alguém me pergunta se esse anjo vai voltar.
Eu não sei o nome desse anjo, mas uma coisa posso falar.
Ele trazia um violão branco, com cordas de ouro pra fazer eu
chorar.
Viúva de Naim
Aconteceu na cidade de Naim,
Um viúva pobre a história conta assim.
Tinha um filho, moço que muito amava.
{ Amor tão grande, que o povo admirava } bis
Mas eis que um dia o pior aconteceu.
Seu filho amado de repente ele morreu.
Não, não, meu filho, não me deixe assim.
{ Ficando só como vou viver aqui } bis
A hora triste é da separação
Ao cemitério acompanhava a multidão
Chorava, chorava, a mãe com dor no coração.
{ Nada fazer só esperar a consolação. } bis
Mas eis que surge um outra multidão.
Com ela vinha o Senhor da salvação
Olhando, sentindo, aquele triste ocorrido.
{ Se aproximou da mamãe ele falou } bis
Não chores mais o Senhor a consolou
Tocou no moço ele logo levantou.
Moço, levanta-te e ele reviveu
{ numa só voz o povo disse “glória a Deus” } bis
e neste instante todo o pranto cessou
E a mamãe seu filho amado abraçou
E toda a multidão ao Senhor glorificou
{ E Deus assim o seu povo visitou } bis

Volta meu Senhor...


Já fiz de tudo pra parar. Briguei com Deus eu não vou voltar,
Guardei meu violão, não vou tocar. Falei pro Senhor que pra
mim não dá. Pois a prova à angústia e a luta afligem
Minh’alma, só sei o que é chorar. Olha Deus porque tanta
injustiça. Pra mim é um basta não vou mais voltar.
Na varanda de casa sentei , olhei para o céu, como eu chorei.
Falei pra lua que vou parar.
Que não quero como ela mais brilhar.
30