P. 1
Os Mortos Dormem e não Falam Com Os Vivos

Os Mortos Dormem e não Falam Com Os Vivos

5.0

|Views: 2.257|Likes:
Publicado porapi-3736213

More info:

Published by: api-3736213 on Oct 15, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

OS MORTOS DORMEM, NÃO FALAM COM OS VIVOS E NEM VOLTAM A ESTE MUNDO.

As pessoas costumam dizer que os espíritos/almas de nossos antepassados/parentes mortos nos acompanhariam ou se comunicariam conosco, mas o que a Bíblia fala a respeito disso? Em quem devemos acreditar: nos homens ou na Bíblia? Primeiramente, as Sagradas Escrituras condenam tal atitude/prática (necromância, mediunidade, espiritismo, etc): Levítico 19:31 – “Não vos voltareis para os que consultam os mortos nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.” Levítico 20:27 – “O homem ou mulher que consultar os mortos ou for feiticeiro, certamente será morto. Serão apedrejados, e o seu sangue será sobre eles.” Deuteronômio 18:10-12 – “Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.” Isaias 8:19 – “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos?” Apocalipse 22:14-15 – “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito a arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” Em segundo, será que os mortos ficariam conscientes, se lembrariam das coisas ou adquiririam conhecimento/revelações? Será que o simples fato de uma pessoa morrer a deixaria/tornaria culta/inteligente? Será que uma pessoa morta consegue desobedecer a Deus? A Bíblia se refere aos mortos como aqueles que dormem, estão no silêncio e nada sabem ou lembram: Salmo 115:17 - “Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio;” Salmo 6:5 – “Pois na morte não há lembrança de ti; no Seol quem te louvará?” Salmo 94:17 – “Se o Senhor não tivesse sido o meu auxílio, já a minha alma estaria habitando no lugar do silêncio.” Salmo 88:4-5 – “Já estou contado com os que descem à cova; estou como homem sem forças, atirado entre os finados; como os mortos que jazem na sepultura, dos quais já não te lembras, e que são desamparados da tua mão.” Salmo 143:7 – “Atende-me depressa, ó Senhor; o meu espírito desfalece; não escondas de mim o teu rosto, para que não me torne semelhante aos que descem à cova.” Salmo 13:3 – “Considera e responde-me, ó Senhor, Deus meu; alumia os meus olhos para que eu não durma o sono da morte;” Isaias 38:18 – “Pois não pode louvar-te o Seol, nem a morte cantar-te os louvores; os que descem para a cova não podem esperar na tua verdade.” Isaías 14:18 – “Todos os reis das nações, todos eles, dormem com glória, cada um no seu túmulo.”

Eclesiastes 9:4-6 - “Ora, para aquele que está na companhia dos vivos há esperança; porque melhor é o cão vivo do que o leão morto. Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.” Eclesiastes 9:10 – “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.” I Corintios 15:20 – “Mas na realidade Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem.” Independentemente do acima dito, será que os mortos conseguem se comunicar com os vivos? O que a Bíblia fala sobre isso? Um raciocínio equivocado que fazem é dizer que se não fosse possível conversar com os mortos, Deus não teria proibido tal coisa e que já viram ou ouviram entes falecidos. Mas, mais para frente (infra) responderemos isso. Vejamos a parábola de Jesus sobre o pobre Lázaro: Lucas 16:19- 31- “Ora, havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e todos os dias se regalava esplendidamente. Ao seu portão fora deitado um mendigo, chamado Lázaro, todo coberto de úlceras; o qual desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as úlceras. Veio a morrer o mendigo, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico, e foi sepultado. No hades, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão, e a Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e envia-me Lázaro, para que molhe na água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que em tua vida recebeste os teus bens, e Lázaro de igual modo os males; agora, porém, ele aqui é consolado, e tu atormentado. E além disso, entre nós e vós está posto um grande abismo, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem os de lá passar para nós. Disse ele então: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai, porque tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham eles também para este lugar de tormento. Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos. Respondeu ele: Não! pai Abraão; mas, se alguém dentre os mortos for ter com eles, hão de se arrepender. Abraão, porém, lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.” Nessa passagem bíblica é demonstrado claramente que os mortos não possuem poder, capacidade, permissão, possibilidade, meios ... de se comunicarem com os vivos e nem de retornarem a este mundo. Quando a pessoa morre (falece, expira), o seu fôlego de vida (Gênesis 2:7 e 7:22, I Reis 17:17) desaparece e o seu corpo entra em processo de putrefação (apodrecimento). Ressalta-se que o “abismo intransponível” se refere ao fato de Deus, seus anjos e santos estarem nas nuvens vendo a Terra incendiada queimar os ímpios e os demônios (II Pedro 3:5-13). Em toda a Bíblia somente existe uma passagem a qual é equivocadamente interpretada para sustentar as crenças e doutrinas espíritas. I Samuel 28:3-21 – “Ora, Samuel já havia morrido, e todo o Israel o tinha chorado, e o tinha sepultado e em Ramá, que era a sua cidade. E Saul tinha desterrado es necromantes e os adivinhos. Ajuntando-se, pois, os filisteus, vieram acampar-se em Suném; Saul ajuntou também todo o Israel, e

se acamparam em Gilboa. Vendo Saul o arraial dos filisteus, temeu e estremeceu muito o seu coração. Pelo que consultou Saul ao Senhor, porém o Senhor não lhe respondeu, nem por sonhos, nem por Urim, nem por profetas. Então disse Saul aos seus servos: Buscai-me uma necromante, para que eu vá a ela e a consulte. Disseram-lhe os seus servos: Eis que em En-Dor há uma mulher que é necromante. Então Saul se disfarçou, vestindo outros trajes; e foi ele com dois homens, e chegaram de noite à casa da mulher. Disse-lhe Saul: Peço-te que me adivinhes pela necromancia, e me faças subir aquele que eu te disser. A mulher lhe respondeu: Tu bem sabes o que Saul fez, como exterminou da terra os necromantes e os adivinhos; por que, então, me armas um laço à minha vida, para me fazeres morrer? Saul, porém, lhe jurou pelo Senhor, dizendo: Como vive o Senhor, nenhum castigo te sobrevirá por isso. A mulher então lhe perguntou: Quem te farei subir? Respondeu ele: Faze-me subir Samuel. Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou em alta voz, e falou a Saul, dizendo: Por que me enganaste? pois tu mesmo és Saul. Ao que o rei lhe disse: Não temas; que é que vês? Então a mulher respondeu a Saul: Vejo um deus que vem subindo de dentro da terra. Perguntou-lhe ele: Como é a sua figura? E disse ela: Vem subindo um ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e lhe fez reverência. Samuel disse a Saul: Por que me inquietaste, fazendo-me subir? Então disse Saul: Estou muito angustiado, porque os filisteus guerreiam contra mim, e Deus se tem desviado de mim, e já não me responde, nem por intermédio dos profetas nem por sonhos; por isso te chamei, para que me faças saber o que hei de fazer. Então disse Samuel: Por que, pois, me perguntas a mim, visto que o Senhor se tem desviado de ti, e se tem feito teu inimigo? O Senhor te fez como por meu intermédio te disse; pois o Senhor rasgou o reino da tua mão, e o deu ao teu próximo, a Davi. Porquanto não deste ouvidos à voz do Senhor, e não executaste e furor da sua ira contra Amaleque, por isso o Senhor te fez hoje isto. E o Senhor entregará também a Israel contigo na mão dos filisteus. Amanhã tu e teus filhos estareis comigo, e o Senhor entregará o arraial de Israel na mão dos filisteus. Imediatamente Saul caiu estendido por terra, tomado de grande medo por causa das palavras de Samuel; e não houve força nele, porque nada havia comido todo aquele dia e toda aquela noite. Então a mulher se aproximou de Saul e, vendo que estava tão perturbado, disse-lhe: Eis que a tua serva deu ouvidos à tua voz; pus a minha vida na minha mão, dando ouvidos às palavras que disseste.” Com tal passagem bíblica acima interpretada isoladamente é sustentada a crença da conversa com os mortos (mediunidade ou necromancia). Ocorre que, primeiro, tal coisa é condenada por Deus e, segundo, a própria necromante (médium) ficou assustada, espantada, pasma, admirada, surpresa, estupefata, chocada, apavorada, ... com o fato de que realmente surgira o falecido. Oras, se realmente fosse possível às pessoas conversarem com os mortos (e, ainda, indiscriminadamente), a necromante teria tido o fato do falecido aparecer como sendo algo natural, normal, corriqueiro, cotidiano ..., ou seja, se realmente tal coisa não passasse de uma farsa/mentira, a necromante não teria se assustado com o fato de ter dado certo. Quem assistiu o filme: “Ghost – Do outro lado da vida”, com a atriz Woopi Golberg, se recorda da cena em que ela fingia que conversava com os mortos e quando um morto falou de verdade, ela ficou assustada e apavorada. Realmente apareceu o espírito/alma de Samuel. Mas, ocorre que não foi graças a necromente, pois ela não tem esse poder. O espírito de Samuel surgiu somente por permissão de Deus para responder e repreender a Saul que tanto lhe clamava insistentemente, pois somente Deus tem o poder de trazer os mortos à vida e de trazer à existência as coisas e criaturas a partir do nada. Caso semelhante ocorreu com O Senhor Jesus Cristo quando transfigurou: Mateus 17:1-8 – “Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, a Tiago e a João, irmão deste, e os conduziu à parte a um alto monte; e foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, farei aqui três cabanas, uma para ti, outra para Moisés, e outra para Elias.

Estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu; e dela saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi. Os discípulos, ouvindo isso, cairam com o rosto em terra, e ficaram grandemente atemorizados. Chegou-se, pois, Jesus e, tocando-os, disse: Levantai-vos e não temais. E, erguendo eles os olhos, não viram a ninguém senão a Jesus somente.” Do mesmo modo que no caso de Samuel, realmente eram Moisés e Elias (II Reis 2:11), mas, do mesmo modo, não foi nenhum mortal que o fez surgir, mas sim ao Senhor Deus. Não se pode confundir as transfigurações e as transformações físicas de Deus (teofânicas) e dos anjos (celestiais e demônios) como se fossem provas da possibilidade de se conversar com os mortos. No máximo se vê na Bíblia alguns santos privilegiados que foram arrebatados (não conheceram a morte e, portanto, não estão mortos - I Tessalonicenses 4:17) e vivem na presença de Deus e, assim, por óbvio, conversam com Deus, mas não com os humanos vivos. E Deus, por óbvio, conversa com quem Ele quiser (anjos, demônios, vivos, mortos, animais, criaturas ... – Jó 1:6). A Bíblia adverte que os demônios podem assumir várias formas, inclusive transformarem-se em anjos de luz, para poderem enganar (II Corintios 11:14, Gálatas 1:8) e que estamos sujeitos a termos visões ou sonhos falsos/mentirosos (Lamentações de Jeremias 2:14, Ezequiel 13:23, 21:29 e 22:28, Zacarias 10:2, Deuteronômio 13:1-5, Jeremias 23:32). Agora, vamos mostrar a passagem bíblica que os espíritas ignoram: Ezequiel 37:1-14 – ‘Veio sobre mim a mão do Senhor; e ele me levou no Espírito do Senhor, e me pôs no meio do vale que estava cheio de ossos; e me fez andar ao redor deles. E eis que eram muito numerosos sobre a face do vale; e eis que estavam sequíssimos. Ele me perguntou: Filho do homem, poderão viver estes ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabes. Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor. Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que vou fazer entrar em vós o fôlego da vida, e vivereis. E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vos estenderei pele, e porei em vós o fôlego da vida, e vivereis. Então sabereis que eu sou o Senhor. Profetizei, pois, como se me deu ordem. Ora enquanto eu profetizava, houve um ruído; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles fôlego. Então ele me disse: Profetiza ao fôlego da vida, profetiza, ó filho do homem, e dize ao fôlego da vida: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó fôlego da vida, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Profetizei, pois, como ele me ordenara; então o fôlego da vida entrou neles e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que eles dizem: Os nossos ossos secaram-se, e pereceu a nossa esperança; estamos de todo cortados. Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu vos abrirei as vossas sepulturas, sim, das vossas sepulturas vos farei sair, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. E quando eu vos abrir as sepulturas, e delas vos fizer sair, ó povo meu, sabereis que eu sou o Senhor. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o Senhor, o falei e o cumpri, diz o Senhor.” Oras, acaso na passagem acima foi algum mortal que fez os ossos voltarem a serem pessoas vivas? Claro que não! Somente O Senhor Deus possui tamanho poder. I Samuel 2:6 – “O Senhor é o que tira a vida e a dá; faz descer ao Seol e faz subir dali.” Eclesiastes 8:8 – ‘Nenhum homem há que tenha domínio sobre o espírito, para o reter; nem que tenha poder sobre o dia da morte; nem há licença em tempo de guerra; nem tampouco a impiedade livrará aquele que a ela está entregue.” Mateus 3:9 – “e não queirais dizer dentro de vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.”

Mateus 19:26 – “Jesus, fixando neles o olhar, respondeu: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.” Lucas 1:37 – “porque para Deus nada será impossível.” João 15:5 – “Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” Do mesmo modo, não foi nenhuma criatura que realizou o seguinte milagre: II Reis 13:20-21 – “Depois morreu Eliseu, e o sepultaram. Ora, as tropas dos moabitas invadiam a terra à entrada do ano. E sucedeu que, estando alguns a enterrarem um homem, viram uma dessas tropas, e lançaram o homem na sepultura de Eliseu. Logo que ele tocou os ossos de Eliseu, reviveu e se levantou sobre os seus pés.” Outra passagem é O Senhor Jesus Cristo ressuscitando a Lázaro: João 11:11-44 – “ E, tendo assim falado, acrescentou: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono. Disseram-lhe, pois, os discípulos: Senhor, se dorme, ficará bom. Mas Jesus falara da sua morte; eles, porém, entenderam que falava do repouso do sono. Então Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu; e, por vossa causa, folgo de que eu lá não estivesse, para que creiais; mas vamos ter com ele. Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos seus condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele. Chegando pois Jesus, encontrou-o já com quatro dias de sepultura. Ora, Betânia distava de Jerusalém cerca de quinze estádios. E muitos dos judeus tinham vindo visitar Marta e Maria, para as consolar acerca de seu irmão. Marta, pois, ao saber que Jesus chegava, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou sentada em casa. Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se meu irmão não teria morrido. E mesmo agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Respondeu-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir. Disse-lhe Marta: Sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia. Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês isto? Respondeu-lhe Marta: Sim, Senhor, eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo. Dito isto, retirou-se e foi chamar em segredo a Maria, sua irmã, e lhe disse: O Mestre está aí, e te chama. Ela, ouvindo isto, levantou-se depressa, e foi ter com ele. Pois Jesus ainda não havia entrado na aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara. Então os judeus que estavam com Maria em casa e a consolavam, vendo-a levantar-se apressadamente e sair, seguiram-na, pensando que ia ao sepulcro para chorar ali. Tendo, pois, Maria chegado ao lugar onde Jesus estava, e vendo-a, lançou-se-lhe aos pés e disse: Senhor, se tu estiveras aqui, meu irmão não teria morrido. Jesus, pois, quando a viu chorar, e chorarem também os judeus que com ela vinham, comoveu-se em espírito, e perturbou-se, e perguntou: Onde o puseste? Responderam-lhe: Senhor, vem e vê. Jesus chorou. Disseram então os judeus: Vede como o amava. Mas alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também que este não morreste? Jesus, pois, comovendo-se outra vez, profundamente, foi ao sepulcro; era uma gruta, e tinha uma pedra posta sobre ela. Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque está morto há quase quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram então a pedra. E Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, graças te dou, porque me ouviste. Eu sabia que sempre me ouves; mas por causa da multidão que está em redor é que assim falei, para

que eles creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isso, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora! Saiu o que estivera morto, ligados os pés e as mãos com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o e deixai-o ir.” Afinal como se explicam os relatos de pessoas que afirmam que viram ou ouviram entes queridos falecidos? Por óbvio, tais aparições, manifestações, vultos ... não passam de demônios para induzir as pessoas a fazerem o que é abominável a Deus. I Timóteo 4:1-5 – “Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada, proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade; pois todas as coisas criadas por Deus são boas, e nada deve ser rejeitado se é recebido com ações de graças; porque pela palavra de Deus e pela oração são santificadas.” II Timóteo 4:3-4 - “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.” Tito 1:13-14 – “Este testemunho é verdadeiro. Portanto repreende-os severamente, para que sejam são na fé, não dando ouvidos a fábulas judaicas, nem a mandamentos de homens que se desviam da verdade.” Mateus 24:24 – “porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” II Tessalonicenses 2:7-12 - “Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça.” II Corintios 11:13-14 - “Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo. E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz.” Gálatas 1:8 – “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.” Mateus 7:15 – “Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.” João 8:44 – “Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.” Apocalipse 16:13-14 - “E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta, vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso.” Oras, os demônios induzem, incitam, iludem, instigam, incentivam, ... as pessoas a praticarem o que é abominável, desprezível, maldito, ... para Deus, a fim de que sejam condenadas ao Inferno com eles. Mateus 13:19 – “A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o

que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado à beira do caminho.” I Reis 22:19-23 - “Micaías prosseguiu: Ouve, pois, a palavra do Senhor! Vi o Senhor assentado no seu trono, e todo o exército celestial em pé junto a ele, à sua direita e à sua esquerda. E o Senhor perguntou: Quem induzirá Acabe a subir, para que caia em Ramote-Gileade? E um respondia de um modo, e outro de outro. Então saiu um espírito, apresentou-se diante do Senhor, e disse: Eu o induzirei. E o Senhor lhe perguntou: De que modo? Respondeu ele: Eu sairei, e serei um espírito mentiroso na boca de todos os seus profetas. Ao que disse o Senhor: Tu o induzirás, e prevalecerás; sai, e faze assim. Agora, pois, eis que o Senhor pôs um espírito mentiroso na boca dentes da casa dele; sim, tornarei a tua casa como a casa de respeito de ti.” (II Crônicas 18:18-22). Jó 1:6-12 - “Ora, chegado o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. O Senhor perguntou a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, dizendo: De rodear a terra, e de passear por ela. Disse o Senhor a Satanás: Notaste porventura o meu servo Jó, que ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus e se desvia do mal? Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura Jó teme a Deus debalde? Não o tens protegido de todo lado a ele, a sua casa e a tudo quanto tem? Tens abençoado a obra de suas mãos, e os seus bens se multiplicam na terra. Mas estende agora a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e ele blasfemará de ti na tua face! Ao que disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo o que ele tem está no teu poder; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.” Efésios 6:11-12 – “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes.” I Pedro 5:8 – “Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;” Isaias 19:14 – “O Senhor derramou no meio deles um espírito de confusão; e eles fizeram errar o Egito em todas as suas obras, como o bêbedo vai cambaleando no seu vômito.” Apocalipse 12:7-12 - “Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele. Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e o poder, e o reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte. Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Mas ai da terra e do mar! porque o Diabo desceu a vós com grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.” Apocalipse 22:14-15 – “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” Gênesis 3:22-24 – “Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem se tem tornado como um de nós, conhecendo o bem e o mal. Ora, não suceda que estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente. O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden para lavrar a terra, de que fora tomado.

E havendo lançado fora o homem, pôs ao oriente do jardim do Éden os querubins, e uma espada flamejante que se volvia por todos os lados, para guardar o caminho da árvore da vida.” Quando O Senhor Jesus Cristo pessoalmente expulsou demônios, Ele os ordenava que ficassem calados, para não falarem nada, pois se não iriam causar confusões, dúvidas, questionamentos, etc, pois quem em sua são consciência iria acreditar em demônios? Para que, então, ficar perguntando ou conversando com demônios? Marcos 1:34 – “e ele curou muitos doentes atacados de diversas moléstias, e expulsou muitos demônios; mas não permitia que os demônios falassem, porque o conheciam.” Lucas 4:41 – “Também de muitos saíam demônios, gritando e dizendo: Tu és o Filho de Deus. Ele, porém, os repreendia, e não os deixava falar; pois sabiam que ele era o Cristo.” I Corintios 14:33 – “porque Deus não é Deus de confusão, mas sim de paz. Como em todas as igrejas dos santos,” Mateus 12:22-28 – “Trouxeram-lhe então um endemoninhado cego e mudo; e ele o curou, de modo que o mudo falava e via. E toda a multidão, maravilhada, dizia: É este, porventura, o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, disseram: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. Ora, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seus reino? E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os demônios, logo é chegado a vós o reino de Deus.” Outro ponto é a confusão que fazem com a ressurreição no sentido de que todas almas/espíritos possuiriam a vida eterna e que nunca seriam destruídas, o que não é verdade. Somente Deus é eterno. Para que algo possa compartilhar da eternidade de Deus, precisa possuir o Espírito de Deus, assim tudo o que não estiver cheio do Espírito Santo sucumbirá. Ezequiel 18:4 – “Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.” Gênesis 6:17 – “Porque eis que eu trago o dilúvio sobre a terra, para destruir, de debaixo do céu, toda a carne em que há espírito de vida; tudo o que há na terra expirará.” Gênesis 2:7 – “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.” Ezequiel 18:20-21 – “A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho, A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Mas se o ímpio se converter de todos os seus pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e preceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá.” Ezequiel 3:17-20 - “Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; quando ouvires uma palavra da minha boca, avisá-los-ás da minha parte. Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; se não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, a fim de salvares a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade; mas o seu sangue, da tua mão o requererei: Contudo se tu avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade; mas tu livraste a tua alma. Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e praticar a iniqüidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá; porque não o avisaste, no seu pecado morrerá e não serão

lembradas as suas ações de justiça que tiver praticado; mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Gênesis 2:16-17 – “Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” I Timóteo 6:16 – “aquele que possui, ele só, a imortalidade, e habita em luz inacessível; a quem nenhum dos homens tem visto nem pode ver; ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.” I Timóteo 1:17 – “Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.” Gênesis 3:22 – “Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem se tem tornado como um de nós, conhecendo o bem e o mal. Ora, não suceda que estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente.” Êxodo 15:18 – “O Senhor reinará eterna e perpetuamente.” Hebreus 9:13-15 – “Porque, se a aspersão do sangue de bodes e de touros, e das cinzas duma novilha santifica os contaminados, quanto à purificação da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo? E por isso é mediador de um novo pacto, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões cometidas debaixo do primeiro pacto, os chamados recebam a promessa da herança eterna.” Hebreus 13:8 – “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” Romanos 8:13 – “porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.” I Corintios 6:9-11 - “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus.” Gálatas 6:8 – “Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” Efésios 4:30 – “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção.” Tito 3:4-7 - “Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu amor para com os homens, não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo, que ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus Cristo, nosso Salvador; para que, sendo justificados pela sua graça, fôssemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.” A seguir uma passagem que pode, à primeira vista, causar confusão, contradição ou dúvidas: Apocalipse 6:9-11 – “Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. E clamaram com grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano, santo e verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?. E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se completasse o número de seus conservos, que haviam de ser mortos, como também eles o foram.”

Este acontecimento é após a primeira ressurreição dos mortos e ao rapto/arrebatamento da Noiva de Cristo. I Corintios 15:50-53 – “Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção. Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade.” I Tessalonicenses 4:15-17 - “Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.” A descrição em Apocalipse é um simbolismo, ou seja, não quer dizer literalmente que as almas estejam debaixo do altar e que estão literalmente clamando por vingança. É uma mera figura de linguagem, por exemplo, se refere a Lúcifer como sendo um dragão, mas dragões não existem, é mero simbolismo. Do mesmo modo quando a Bíblia diz que Cristo (Messias) é um o Leão da tribo de Judá ou o Cordeiro Perfeito, não quer dizer que literalmente Ele seja tais animais, mas sim é uma mera força de expressão. Gênesis 4:9-10 – “Perguntou, pois, o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? Respondeu ele: Não sei; sou eu o guarda do meu irmão? E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim desde a terra.” As vestes brancas em Apocalipse 6:9-11 não são roupas literais, mas sim significam a purificação, santificação e o perdão dos pecados, ou sejam, tornam-se justos, perfeitos, irrepreensíveis e sem mácula e, e naturalmente recebem, também, a vida eterna. Apocalipse 3:4-5 - “Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram as suas vestes e comigo andarão vestidas de branco, porquanto são dignas. O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.” Apocalipse 7:13-15 – “E um dos anciãos me perguntou: Estes que trajam as compridas vestes brancas, quem são eles e donde vieram? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu sabes. Disse-me ele: Estes são os que vêm da grande tribulação, e levaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que está assentado sobre o trono estenderá o seu tabernáculo sobre eles.” Apocalipse 22:14-15 – “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito a arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” Mateus 22:11-14 - “Mas, quando o rei entrou para ver os convivas, viu ali um homem que não trajava veste nupcial; e perguntou-lhe: Amigo, como entraste aqui, sem teres veste nupcial? Ele, porém, emudeceu. Ordenou então o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes. Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.” Essa passagem de Apocalipse 6:9-11 quer dizer que as almas que estão sob o altar são mártires judeus, ou seja, àqueles que foram mortos por servirem a Deus e guardarem sua Palavra. Foram vidas sacrificadas

(holocausto) a Deus, mas não por àqueles que o mataram, mas sim por aqueles que foram mortos. Mesmo que não fosse força de expressão (simbolismo), tais almas de Apocalipse 6:9-11 não estão conversando com os vivos, mas unicamente com Deus e estão presas naquele lugar, ou seja, não podem sair de lá. Nenhum destes sob o altar foi morto pelo testemunho de Jesus, que são nascidos de novo, com vida eterna como possessão deles (noiva de Cristo). Estes vieram na ressurreição e receberam vida por causa de sua permanência na Palavra. Notem como clamam por vingança. Eles não podem compor a noiva de Cristo. A noiva vira sua face e clama, "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem". Estes são judeus martirizados. Eles têm de ser porque eles estão no quinto selo de Apocalipse e é no quarto selo que a noiva Gentia é levada no rapto/arrebatamento. Assim estes Judeus não são nascidos do Espírito Santo. Eles nem sequer crêem que Jesus é o Messias. Mas como eles foram cegados por Deus por causa dos Gentios, Deus deu-lhes a vida eterna na base de que embora eles não pudessem vir a Ele, foram verdadeiramente fiéis a toda a Palavra que conheciam e morreram por ela quando multidões morreram sob Hitler, Stalin, etc., e morrerão ainda. É na segunda ressurreição quando as cinco virgens néscias ressurgirão (Mateus 25:1-13). Notem que elas eram virgens. Elas não tinham o Espírito Santo assim deixaram de estar na noiva, quando as cinco sábias que tinham azeite (Espírito Santo) se tornaram uma parte desta noiva. Mas estas pessoas, sendo um povo separado, um povo que tem o amor de Deus, e tentando permanecer na Palavra, segundo o que conheciam dela, e sendo uma ajuda no trabalho do Senhor ressurgirão no fim do tempo. Após o arrebatamento da Noiva de Cristo o Evangelho deixará de ser pregado aos gentios e voltará para os Judeus. E quando a dispensação gentia houver terminado, se levantará a grande perseguição ou tribulação. Todos os que perderam a primeira ressurreição, passarão pelo período da grande tribulação e estarão perante o Juiz e Sua Noiva para serem julgados (segunda ressurreição [João 5:28-29 e Apocalipse 20:11-15], onde serão as ovelhas [servos, remanescente da semente] separadas dos cabritos). A Noiva de Cristo (eleitos, filhos) não sofre julgamento (João 5:24), pois redimida pelo Seu sangue. Apocalipse 20:4-6 - “Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos.” As pessoas que fazem parte da Noiva de Jesus Cristo (aqueles que nasceram de novo) possuem seus nomes escritos em uma seção do Livro da Vida do Cordeiro antes da fundação do mundo. Essas pessoas não podem jamais ter os seus nomes retirados do registro e nunca podem ser julgadas, pois fazem parte Dele como o marido e a mulher são um só (I Corintios 6:15-19 e 12:13). Estes serão arrebatados e o arrebatamento acontece em algum tempo entre a amarra do joio e a revelação do anti-Cristo com o início da grande tribulação, similarmente como ocorreu com Ló antes da destruição de Sodoma e Gomorra (Gênesis 19). Já as pessoas que formam a Igreja de Cristo Jesus (aqueles que não adoram a besta nem foram envolvidos no sistema do anticristo, mas morreram pela sua fé ainda que não estivessem na noiva, não tendo nascido de novo), seus nomes estão também no Livro da Vida e eles surgirão na última ressurreição e entrarão na vida eterna (Salmos 87:6). Em terceiro lugar há os que estão na linha de fronteira como os cristãos tais como os judeus saindo do Egito (nem quente e nem frio, são mornos, ou seja, o joio que se parece muito com o trigo). Estes têm seus nomes no Livro da Vida e suas obras escritas nos livros. Estes tendo falhado em obedecer a Deus e sendo vazios do Espírito, ainda que os sinais e as maravilhas estivessem entre eles, terão seus nomes removidos do Livro da Vida. Entre os deste grupo estarão aqueles Judas que embora totalmente vazios do Espírito, mas são religiosos, terão manifestações em suas vidas, e embora estando nos livros não foram eleitos Nele (Mateus 7:21-23). Outros tais como Balaão (Números 22, 24 e 31:8,16, Deuteronômio 23:4-5, Josué 24:9-10, Neemias 13:1-2, II Pedro 2:15, Judas 1:11 e Apocalipse 2:14) estarão neste grupo. Eles não produziram fruto (porque eles estavam fora da Palavra - não habitaram Nela) e eles, por conseguinte, foram sentenciados à morte. Em quarto e último lugar estarão os ímpios, ou seja, aqueles cujos nomes não foram nem jamais serão escritos nos livros (Apocalipse 13:8 e 17:8, Romanos 9:17 e 22, Provérbios16:4 e Jó 21:30), tal como o Faraó do Egito e estes são lançados no Lago de Fogo também.

Assim o grão de trigo que se tornou uma planta para a colheita é o registro da igreja. E assim como nem toda planta do trigo é semente do trigo, e assim como nem toda a planta é usada na colheita, assim também acontece com a igreja: - toda a igreja não é a noiva, e nem tão pouco recebe toda ela a vida, mas uma parte dela é ajuntada no celeiro, e uma parte dela é conservada para que possa entrar na vida eterna na segunda ressurreição, parte da qual é considerada palha e é queimada no lago de fogo. Outro erro muito comum, é pensar que os mortos voltam a viver (ressuscitam) neste mundo ou que se transformam em animais ou em anjos ou demônios, mas veja o que a Bíblia diz: Hebreus 9:27 – “E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo,” Daniel 12:2 – “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.” Marcos 12:24-27 - “Respondeu-lhes Jesus: Porventura não errais vós em razão de não compreenderdes as Escrituras nem o poder de Deus? Porquanto, ao ressuscitarem dos mortos, nem se casam, nem se dão em casamento; pelo contrário, são como os anjos nos céus. Quanto aos mortos, porém, serem ressuscitados, não lestes no livro de Moisés, onde se fala da sarça, como Deus lhe disse: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó? Ora, ele não é Deus de mortos, mas de vivos. Estais em grande erro.” Assim todos os humanos somente viverão uma única vida nesse mundo atual. Somente terão uma única morte neste mundo atual. Com a morte desta vida carnal, material e terrena as pessoas são como que desintegradas por completo (corpo, alma/espírito e consciência) e só continuarão a existir na mente de Deus (backup). Em outras palavras, não existe purgatório. Quando o Rei Davi estava orando pela cura de seu filho com Bate-Seba, filha de Eliã (viúva de Urias, o heteu), quando lhe informaram que lhe havia morrido, ele cessou as orações porque depois de morto não adianta mais interceder pela pessoa (II Samuel 12:1-22). Se fosse possível àqueles que em vida não creram em Deus e em sua Palavra, depois de mortos ao verem com seus próprios olhos e lhes ser provado de forma irrefutável e inquestionável que Deus existe, que a Bíblia é a verdade e quem é Deus, pudessem se convertem ao Senhor, quem não creria? Quem ainda teria dúvidas naquele dia vindouro? Quem iria para o Inferno? Seria muito fácil a essas pessoas após terem tido a vida carnal de forma totalmente desagradável a Deus e contrária à sua Palavra, depois de mortos terem a possibilidade de crerem em Deus e em sua Palavra, de se arrependerem por seus pecados e serem perdoados. Naquele dia absolutamente todos (homens e anjos) dobrarão seus joelhos perante o Senhor Jesus Cristo e todos professarão que ele é O Senhor Deus (Romanos 14:11, Salmo 22:29, Filipenses 2:9-11, I Corintios 12:3 e I João 4:1-6), mas a grande maioria desses apesar de dobrarem seus joelhos e reconhecerem que Jesus Cristo é O Senhor, irão arder nas chamas do Inferno. Em síntese, conforme Hebreus 11:1 - “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem.” Assim fé é acreditar naquilo que não se tem provas ou evidências, pois quem não crê naquilo que é provado irrefutavelmente? Acaso alguém não crê que o Sol existe? Claro que não, pois todos os vêem todos os dias. Claro que as Sagradas Escrituras falam sobre a ressurreição dos mortos, mas nem todos morrerão, pois há aqueles que foram e serão arrebatados, ou seja, seus corpos são transformados num novo corpo/ser incorruptível e imortal. E esses, como Enoque (Gênesis 5:24 e Hebreus 11:5), Moisés, Elias (II Reis 2:11) e a Noiva de Cristo (I Tessalonicenses 4:17 e I Corintios 15), não conhecem nem a primeira e nem a segunda morte e ficam na presença do Senhor Deus (Apocalipse 11:3-4), ou seja, estes não dormem com os mortos, pois não morreram. I Corintios 15:51-54 - “Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal

se revista da imortalidade. Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória.” I Tessalonicenses 4:14-17 – “Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.” Hebreus 11:5 – “Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte; e não foi achado, porque Deus o trasladara; pois antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.” Já aqueles que morreram (primeira morte) sem Cristo serão ressuscitados para serem julgados por Deus (segunda ressurreição): Atos 10:42 – “este nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos.” II Timóteo 4:1 – “Conjuro-te diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, pela sua vinda e pelo seu reino;” Apocalipase 20:12-13 – “E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras.“ I Corintios 6:3 – “Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” Daniel 12:2-3 – “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que converterem a muitos para a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.” Apocalipse 20:4-6 – “Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos.” E, assim, (após a ressurreição dos mortos), pouco antes do julgamento, todos proclamarão que Jesus Cristo é o Senhor Deus. Desse modo, neste momento de nada adiantará reconhecer que Jesus Cristo é O Senhor, se arrepender dos pecados ou crer na Palavra de Deus, pois estará sendo provado aos incrédulos tudo aquilo em que não criam. Romanos 14:11 – “Porque está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua louvará a Deus.” Salmo 22:29 – “Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele, os que não podem reter a sua vida.”

Filipenses 2:9-11 – “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.” I Corintios 12:3 – “Portanto vos quero fazer compreender que ninguém, falando pelo Espírito de Deus, diz: Jesus é anátema! e ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! senão pelo Espírito Santo.” I João 4:1-6 – “Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo. Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus; mas é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir; e agora já está no mundo. Filhinhos, vós sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. Eles são do mundo, por isso falam como quem é do mundo, e o mundo os ouve. Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.” Os que forem condenados serão (corpo e alma/espírito) destruídos (segunda morte) no lago de fogo (Inferno ou Geena) que nunca se apaga (magna no centro da Terra - Jó 28:5 com Nm 16:30-35) e não haverá nem mais lembrança deles, mas seus átomos de Carbono (“vermes ou germes”) continuarão a existir, ou seja, suas cinzas por mais que se queimem ainda continuam a existir e a queimar. Ezequiel 32:18 – “Filho do homem, pranteia sobre a multidão do Egito, e faze-a descer, a ela e às filhas das nações majestosas, até as partes inferiores da terra, juntamente com os que descem à cova.” Salmos 9:17 - “Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus.” Mateus 25:41 – “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos;” Números 16:29-40 - “Se estes morrerem como morrem todos os homens, e se forem visitados como são visitados todos os homens, o Senhor não me enviou. Mas, se o Senhor criar alguma coisa nova, e a terra abrir a boca e os tragar com tudo o que é deles, e vivos descerem ao Seol, então compreendereis que estes homens têm desprezado o Senhor. E aconteceu que, acabando ele de falar todas estas palavras, a terra que estava debaixo deles se fendeu; e a terra abriu a boca e os tragou com as suas famílias, como também a todos os homens que pertenciam a Corá, e a toda a sua fazenda. Assim eles e tudo o que era seu desceram vivos ao Seol; e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação, E todo o Israel, que estava ao seu redor, fugiu ao clamor deles, dizendo: não suceda que a terra nos trague também a nós. Então saiu fogo do Senhor, e consumiu os duzentos e cinqüenta homens que ofereciam o incenso. Então disse o Senhor a Moisés: Dize a Eleazar, filho de Arão, o sacerdote, que tire os incensários do meio do incêndio; e espalha tu o fogo longe; porque se tornaram santos os incensários daqueles que pecaram contra as suas almas; deles se façam chapas, de obra batida, para cobertura do altar; porquanto os trouxeram perante o Senhor, por isso se tornaram santos; e serão por sinal aos filhos de Israel. Eleazar, pois, o sacerdote, tomou os incensários de bronze, os quais aqueles que foram queimados tinham oferecido; e os converteram em chapas para cobertura do altar, para servir de memória aos filhos de Israel, a fim de que nenhum estranho, ninguém que não seja da descendência de Arão, se chegue para queimar incenso perante o Senhor, para que não seja como Corá e a sua companhia; conforme o Senhor dissera a Eleazar por intermédio de Moisés.” Números 26:9-10 – “Os filhos de Eliabe: Nemuel, Dato e Abirão. Estes são aqueles Datã e Abirão que foram chamados da congregação, os quais contenderam contra Moisés e contra Arão na companhia de Corá, quando contenderam contra o Senhor, e a terra abriu a boca, e os tragou juntamente com Corá, quando pereceu aquela companhia; quando o fogo devorou duzentos e cinqüenta homens, os quais serviram de advertência.”

Malaquias 4:1,3 – “Pois eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como restolho; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo. (...) E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos exércitos.” Mateus 10:28 – “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.” Amós 9:2 – “Ainda que cavem até o Seol, dali os tirará a minha mão; ainda que subam ao céu, dali os farei descer.” Isaias 65:17 – “Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão:” Jó 28:5 – “Quanto à terra, dela procede o pão, mas por baixo é revolvida como por fogo.” Deuteronômio 25:19 – “Quando, pois, o Senhor teu Deus te houver dado repouso de todos os teus inimigos em redor, na terra que o Senhor teu Deus te dá por herança para a possuíres, apagarás a memória de Amaleque de debaixo do céu; não te esquecerás.” Salmo 31:12 – “Sou esquecido como um morto de quem não há memória; sou como um vaso quebrado.” Salmo 34:16 – “A face do Senhor está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles.” Provérbios 10:7 – “A memória do justo é abençoada; mas o nome dos ímpios apodrecerá.” Isaias 26:14 – “Os falecidos não tornarão a viver; os mortos não ressuscitarão; por isso os visitaste e destruíste, e fizeste perecer toda a sua memória.” Ezequiel 18:25 – “Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as suas justiças que tiver feito não se fará memória; pois pela traição que praticou, e pelo pecado que cometeu ele morrerá.” Zacarias 13:2 – “Naquele dia, diz o Senhor dos exércitos, cortarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espírito da impureza.” Romanos 6:23 – “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” II Tessalonicenses 1:7-9 – “e a vós, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder em chama de fogo, e tomar vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus; os quais sofrerão, como castigo, a perdição eterna, banidos da face do senhor e da glória do seu poder,” Salmos 9:5 – “Repreendeste as nações, destruíste os ímpios; apagaste o seu nome para sempre e eternamente.” Marcos 9:43-49 – “E se a tua mão te fizer tropeçar, corta-a; melhor é entrares na vida aleijado, do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. Ou, se o teu pé te fizer tropeçar, corta-o; melhor é entrares coxo na vida, do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. Ou, se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor é entrares no reino de Deus com um só olho,

do que, tendo dois olhos, seres lançado no inferno, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. Porque cada um será salgado com fogo.” João 15:6 – “Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas.” Hebreus 10:26-27 – “Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma expectação terrível de juízo, e um ardor de fogo que há de devorar os adversários.” Tiago 5:3 – “O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias.” II Pedro 3:5-7- “Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste; pelas quais coisas pereceu o mundo de então, afogado em água; mas os céus e a terra de agora, pela mesma palavra, têm sido guardados para o fogo, sendo reservados para o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios.” II Pedro 3:11-12 – “Ora, uma vez que todas estas coisas hão de ser assim dissolvidas, que pessoas não deveis ser em santidade e piedade, aguardando, e desejando ardentemente a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se dissolverão, e os elementos, ardendo, se fundirão?” Judas 1:5-7 - “Ora, quero lembrar-vos, se bem que já de uma vez para sempre soubestes tudo isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram; aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia, assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se prostituído como aqueles anjos, e ido após outra carne, foram postas como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.” Apocalipse 14:9-10– “Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.” Apocalipse 19:20 – “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta que fizera diante dela os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e os que adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.” Apocalipse 20:9-10 – “E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade querida; mas desceu fogo do céu, e os devorou; e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.” Salmos 21:8-9 – “A tua mão alcançará todos os teus inimigos, a tua destra alcançará todos os que te odeiam. Tu os farás qual fornalha ardente quando vieres; o Senhor os consumirá na sua indignação, e o fogo os devorará.” Salmo 68:2 – “Como é impelida a fumaça, assim tu os impeles; como a cera se derrete diante do fogo, assim pereçam os ímpios diante de Deus.” Isaias 33:12 – “E os povos serão como as queimas de cal, como espinhos cortados que são queimados no fogo.” Isaias 33:14 – “Os pecadores de Sião se assombraram; o tremor apoderou-se dos ímpios. Quem dentre nós pode habitar com o fogo consumidor? quem dentre nós pode habitar com as labaredas eternas?”

Isaias 50:11 – “Eia! todos vós, que acendeis fogo, e vos cingis com tições acesos; andai entre as labaredas do vosso fogo, e entre os tições que ateastes! Isto vos sobrevirá da minha mão, e em tormentos jazereis.” Isaias 66:15-16 – “Pois, eis que o Senhor virá com fogo, e os seus carros serão como o torvelinho, para retribuir a sua ira com furor, e a sua repreensão com chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda a carne; e os que forem mortos pelo Senhor serão muitos.” Jeremias 21:12,14 – “O casa de Davi, assim diz o Senhor: Executai justiça pela manhã, e livrai o espoliado da mão do opressor, para que não saia o meu furor como fogo, e se acenda, sem que haja quem o apague, por causa da maldade de vossas ações. (...) E eu vos castigarei segundo o fruto das vossas ações, diz o Senhor; e no seu bosque acenderei fogo que consumirá a tudo o que está em redor dela.” Jeremias 51:58 – “Assim diz o Senhor dos exércitos: O largo muro de Babilônia será de todo derribado, e as suas portas altas serão abrasadas pelo fogo; e trabalharão os povos em vão, e as nações se cansarão só para o fogo.” Ezequiel 22:19-22 - “Portanto assim diz o Senhor Deus: Pois que todos vós vos tornastes em escória, por isso eis que eu vos ajuntarei no meio de Jerusalém. Como se ajuntam a prata, e o bronze, e o ferro, e o chumbo, e o estanho, no meio da fornalha, para assoprar o fogo sobre eles, a fim de se fundirem, assim vos ajuntarei na minha ira e no meu furor, e ali vos porei e vos fundirei. Sim, congregar-vos-ei, e assoprarei sobre vós o fogo da minha ira; e sereis fundidos no meio dela. Como se funde a prata no meio da fornalha, assim sereis fundidos no meio dela; e sabereis que eu, o Senhor, derramei o meu furor sobre vós.” Miquéias 1:3-4 – “Porque eis que o Senhor está a sair do seu lugar, e descerá, e andará sobre as alturas da terra. Os montes debaixo dele se derreterão, e os vales se fenderão, como a cera diante do fogo, como as águas que se precipitam por um declive.” Naum 1:4-6 - “Ele repreende o mar, e o faz secar, e esgota todos os rios; desfalecem Basã e Carmelo, e a flor do Líbano murcha. Os montes tremem perante ele, e os outeiros se derretem; e a terra fica devastada diante dele, sim, o mundo, e todos os que nele habitam. Quem pode manter-se diante do seu furor? e quem pode subsistir diante do ardor da sua ira? a sua cólera se derramou como um fogo, e por ele as rochas são fendidas.” Sofonias 1:18 – “Nem a sua prata nem o seu ouro os poderá livrar no dia da indignação do Senhor; mas pelo fogo do seu zelo será devorada toda a terra; porque certamente fará de todos os moradores da terra uma destruição total e apressada.” Sofonias 3:8 – “Portanto esperai-me a mim, diz o Senhor, no dia em que eu me levantar para o despojo; porque o meu intento é ajuntar nações e congregar reinos, para sobre eles derramar a minha indignação, e todo o ardor da minha ira; pois esta terra toda será consumida pelo fogo do meu zelo.” Mateus 3:10 – “E já está posto o machado á raiz das árvores; toda árvore, pois que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.” (Lucas 3:9) Mateus 3:12 – “A sua pá ele tem na mão, e limpará bem a sua eira; recolherá o seu trigo ao celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível.”. (Lucas 3:17). Mateus 5:22 – “Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo, será réu do fogo do inferno.” Mateus 7:19 – “Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.”

Mateus 13:40-42 “Pois assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será no fim do mundo. Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes.” Mateus 13:49-50 – “Assim será no fim do mundo: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes.” Mateus 18:8-9 – “Se, pois, a tua mão ou o teu pé te fizer tropeçar, corta-o, lança-o de ti; melhor te é entrar na vida aleijado, ou coxo, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo eterno. E, se teu olho te fizer tropeçar, arranca-o, e lança-o de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que tendo dois olhos, ser lançado no inferno de fogo.” Apocalipse 20:13-15 – “O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras. E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo.” Apocalipse 21:8 – “Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.” Isaias 66:24 – “E sairão, e verão os cadáveres dos homens que transgrediram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e eles serão um horror para toda a carne.” Gênesis 49:25 – “pelo Deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-Poderoso, o qual te abençoara, com bênçãos dos céus em cima, com bênçãos do abismo que jaz embaixo, com bênçãos dos seios e da madre.” Deuteronômio 33:13 – “De José disse: Abençoada pelo Senhor seja a sua terra, com os mais excelentes dons do céu, com o orvalho, e com as águas do abismo que jaz abaixo;“ Marcos 9:48 diz que é onde não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga; comparando com Isaias 66:24, percebe-se que o que não morre são só os vermes, mas as pessoas morrem (seus corpos, almas, espíritos, consciências ... são destruídos de uma vez por todas para sempre, e deles nem há lembrança), pois “cadáver” é o corpo de uma pessoa morta. Veja Isaias 10:23 ; 13:9 ; 1:28 ; Salmo 9:5 ; II Tessalonicenses 1:9. A palavra “verme” está se referindo a Gênesis 3:19 e Salmo 104:29; ou seja, a matéria da qual foi feito o homem, a substância que forma o corpo humano. Todo animal, mineral e vegetal procedem do pó da terra, o qual não morre (Sofonias 1:17). Em outras palavras, a correta tradução é “germe”; pois germe é o princípio, a origem, ou a causa de qualquer coisa viva; ou seja, seu estado rudimentar ou inicial. Assim se cumpre Eclesiastes 3:14-15 com Salmo 104:30 e Zacarias 13:8-9. Se fosse verdade o tormento eterno, seriam vãs as palavras de Jesus, proferidas em João 3:15-16; pois se o tormento é eterno, pressupõe que essas pessoas tenham vida eterna. Tal entendimento contraria I João 3:15 ; 2:17 e Ezequiel 48:19. Por isso II Tessalonicenses 1:9 diz eterna destruição (Sofonias 1:18), e não tormento eterno; pois só Deus é imortal (I Tim 6:16), e para algo ser imortal (eterno), tem que ser parte de Deus (Romanos 13:14 com Gálatas 3:27 com I Corintios 15:53-54). Assim está escrito em Malaquias 4, que serão como palha (Sofonias 2:1) na fornalha, que nem restará raiz e nem ramo; ora, para um tormento eterno tem-se que existir corpos eternos. E é dito que os justos pisarão as cinzas (germe – Sofonias 1:17) dos ímpios; ou seja, os ímpios são destruídos no fogo da Geena, e restam apenas as cinzas (germes) que se tornarão o pó da terra (Isaias 26:5-6; Ezequiel 28:18; II Samuel 22:43; Isaias 10:6; Miquéias 7:10; Zacarias 10:5). Daniel 12:2 diz que uns ressuscitarão para a vida eterna, e outros para a vergonha e horror eternos; ou seja, serão ressuscitados uns para Terem a vida eterna (Apocalipse 20:4-6; I Corintios 15:51-52; I Tesalonicensses 4:13-17), e outros após serem julgados e condenados serão reduzidos a cinzas (Apocalipse

20:11-15 ; Isaias 29:4-6 ; 5:24 ; 30:14). Judas 6 não quer dizer tormento ou prisão eterna, apenas significa a duração de séculos preso, até o Juízo do Grande Dia. Apocalipse 20:7 diz que completados mil anos, Satanás será solto; se é solto significa que a prisão não é eterna. Veja Isaias 10:16-19 que diz ser destruídos o corpo e a alma (Is 1:28 ; 27:1; Mt 10:28). Apocalipse 20:10, apesar das aparências, não quer dizer que Satanás será atormentado eternamente. No versículo anterior (v. 9), diz “consumiu” (destruiu, extinguiu, exterminou, aniquilou, apagou, ... ) (Is 26:14; 29:20). Apocalipse 14:10 diz que será atormentado com fogo diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro. Não diz nada de ser atormentado eternamente, do contrário teriam que ficar eternamente olhando ele ser atormentado; haja paciência! E isso contraria Isaias 65:17. O que quer dizer, é que verão ele ser destruído no fogo, reduzido a germe (cinzas), que se tornará parte do próprio lago de fogo (Geena ou magma = lava vulcânica ou rocha derretida do centro da Terra), que nunca se apaga. Por isso o germe de dia e de noite, pelos séculos dos séculos será atormentado no fogo. Em suma, o lago de fogo (Geena ou magna) é eterno e é o germe (cinzas, carbono) que não é destruído, e não o corpo (a pessoa, a alma, a consciência, o espírito, ... ), o qual se torna parte do pó da terra ou da própria Geena (magna). A terra será transformada numa bola de fogo (Isaias 9:19 e 13:9); ou seja, será purificada pelo fogo e depois de esfriada se tornará no Paraíso (Apocalipse 21:10; 2:7; 3:12 com I Crônicas 28:8; Salmo 37:9,22,29,34; Isaias 34:17; Daniel 7:18; Ezequiel 36:1-14,35 ; Êxodo 23:30; 32:13; 33:1; Números 14:24; Deuteronômio 1:8; 12:1; 26:1-3; Salmo 25:13), o qual será o segundo, já que o primeiro Adão e Eva perderam. Tanto é assim que, na Bíblia, quando se refere ao Inferno utiliza os termos: profundezas, abismo, etc (Apocalipse 9:1-2, 11:7, 17:8 e 20:1-3, Gênesis 49:25, Isaias 14:15, Lucas 8:31 e 16:26, Romanos 10:7, II Pedro 2:4, Jó 41:31, Salmos 63:9 e 86:12-13 e Provérbios 9:18). Pois somente assim os santos pisarão nas cinzas dos ímpios (Malaquias 4:3); as Escrituras falam em “Reino dos Céus” (Mateus 3:2) e não “Reino nos Céus” ou “Reino no Céu” (singular); que “a nova Jerusalém, que desce do céu” (Apocalipse 3:12 e 21:2) e não que é no céu; diz “uma nova terra” (Isaias 65:17, II Pedro 3:13, Apocalipse 21:1) e não que viverão nos céus; diz que a Jerusalém celestial fica próxima ao Monte Sião (Apocalipse 12:22), o qual permanece para sempre (Salmo 125:1-2 com Isaias 51:11 e 30:19, Joel 2:32, Miquéias 4:7, Zacarias 2:10 e 8:3, Gênesis 49:26, Deuteronômio 33:15, Salmo 68:16 e 76:4, Habacuque 3:6). Apocalipse 21:1-7 - “E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não existe. E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo. E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve; porque estas palavras são fiéis e verdadeiras. Disse-me ainda: está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida. Aquele que vencer herdará estas coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.” Ezequiel 37:25 – “Ainda habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, na qual habitaram vossos pais; nela habitarão, eles e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre; e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente.” Salmo 37:9-11 – “Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra. Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; atentarás para o seu lugar, e ele ali não estará. Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.” Gênesis 13:15 – “porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para

sempre.” Êxodo 32:13 – “Lembra-te de Abraão, de Isaque, e de Israel, teus servos, aos quais por ti mesmo juraste, e lhes disseste: Multiplicarei os vossos descendentes como as estrelas do céu, e lhes darei toda esta terra de que tenho falado, e eles a possuirão por herança para sempre.” Josué 14:9 – “Naquele dia Moisés jurou, dizendo: Certamente a terra em que pisou o teu pé te será por herança a ti e a teus filhos para sempre, porque perseveraste em seguir ao Senhor meu Deus.” I Crônicas 23:25 – “Pois Davi disse: O Senhor Deus de Israel deu repouso ao seu povo; e ele habita em Jerusalém para sempre.” Salmos 37:29 – “Os justos herdarão a terra e nela habitarão para sempre.” Salmo 125:1-2 – “Aqueles que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não pode ser abalado, mas permanece para sempre. Como estão os montes ao redor de Jerusalém, assim o Senhor está ao redor do seu povo, desde agora e para sempre.” Salmo 132:14-15 – “Porque o Senhor escolheu a Sião; desejou-a para sua habitação, dizendo: Este é o lugar do meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o tenho desejado.” Eclesiastes 1:4 – “Uma geração vai-se, e outra geração vem, mas a terra permanece para sempre.” Isaias 60:21 – “E todos os do teu povo serão justos; para sempre herdarão a terra; serão renovos por mim plantados, obra das minhas mãos, para que eu seja glorificado.” Jeremias 7:7 – “então eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais desde os tempos antigos e para sempre.” Jeremias 17:25 – “(...) e esta cidade será para sempre habitada.” Jeremias 25:5 – “quando vos diziam: Convertei-vos agora cada um do seu mau caminho, e da maldade das suas ações, e habitai na terra que o Senhor vos deu e a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre;” Ezequiel 37:25-28 – “Ainda habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, na qual habitaram vossos pais; nela habitarão, eles e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre; e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente. Farei com eles um pacto de paz, que será um pacto perpétuo. E os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre. Meu tabernáculo permanecerá com eles; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E as nações saberão que eu sou o Senhor que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no meio deles para sempre.” Ezequiel 43:7 – “E disse-me: Filho do homem, este é o lugar do meu trono, e o lugar das plantas dos meus pés, onde habitarei no meio dos filhos de Israel para sempre; e os da casa de Israel não contaminarão mais o meu nome santo, nem eles nem os seus reis, com as suas prostituições e com os cadáveres dos seus reis, nos seus altos,” Daniel 7:18 – “Mas os santos do Altíssimo receberão o reino e o possuirão para todo o sempre, sim, para todo o sempre.” Joel 3:20 – “Mas Judá será habitada para sempre, e Jerusalém de geração em geração.” Miquéias 4:7 – “E da que coxeava farei um resto, e da que tinha sido arrojada para longe, uma nação poderosa; e o Senhor reinará sobre eles no monte Sião, desde agora e para sempre.” Salmos 146:10 – “O Senhor reinará eternamente: o teu Deus, ó Sião, reinará por todas as gerações. Louvai ao Senhor!”

Eclesiastes 3:14 - “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe pode acrescentar, e nada se lhe pode tirar; e isso Deus faz para que os homens temam diante dele:” Gênesis 17:8 – “Dar-te-ei a ti e à tua descendência depois de ti a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã, em perpétua possessão; e serei o seu Deus.” Gênesis 48:4 – “e me disse: Eis que te farei frutificar e te multiplicarei; tornar-te-ei uma multidão de povos e darei esta terra à tua descendência depois de ti, em possessão perpétua.” Há ainda aqueles que fazem orações pelos mortos citando a passagem II Macabeus 12:43, que é um livro apócrifo. Uma prova clara de que tal prática é inócua, errônea e anti-bíblica, está em II Samuel 12:14-24; onde Davi jejuou e orou pelo seu filho que estava doente e quando ele morreu parou de pedir por ele, pois sabia que não adiantava mais. Já essas pessoas invertem tudo, não pedem quando a pessoa está viva, mas só quando ela já está morta, onde a oração e o arrependimento não possuem nenhuma validade. Bem claro é Marcos 16:16 (Lucas 8:12) ao dizer que quem não crer será condenado. E João 8:24? Ou melhor Judas 5. Se tal coisa como intercessão pelos mortos fosse verdade, Lucas 16:19-31 estaria errado. Se depois de morto pode-se vir a se arrepender, crer e ser perdoado e salvo, então Lucas 16:23-25 estaria errado; pois após a morte vem o juízo (Hebreus 9:27), não tendo mais misericórdia (Tiago 2:13). Assim se enquanto vivo não aceitou a Palavra de Deus e ao Senhor Jesus Cristo, depois de morto não poderá mais; pois já não é mais concedida a misericórdia Divina (Jonas 2:8 ; Romanos 1:18-32 – principalmente o v. 31). Do mesmo modo, quando o Rei Davi estava orando pela cura de seu filho com Bate-Seba, filha de Eliã (viúva de Urias, o heteu), quando lhe informaram que lhe havia morrido, ele cessou as orações porque depois de morto não adianta mais interceder pela pessoa (II Samuel 12:1-22). Mateus 8:21-22 - “E outro de seus discípulos lhe disse: Senhor, permite-me ir primeiro sepultar meu pai. Jesus, porém, respondeu-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus próprios mortos.” (Lucas 9:59-60). Outro ponto que pode causar confusão é sobre a questão entre como eram as coisas antes da pregação do Messias (Jesus Cristo) e de seu sacrifício perfeito na cruz do Calvário. Com exceção daquelas pessoas que foram arrebatadas no Antigo Testamento, nenhuma pessoa que morreu antes do ministério de Jesus Cristo foi para os céus ou foi para a presença de Deus, pois os sangues de novilhas, bodes e cordeiros não podiam apagar os pecados das pessoas, mas apenas simbolizam o sangue do Messias que viria a ser derramado de uma vez por todas para a remissão de todos os pecados (Colossenses 2:17, Hebreus 8:5 e 10:1, Romanos 10:4 e Gálatas 2:16). Deus julgará as pessoas por sua Palavra (João 12:48 e Romanos 12:6). Ou seja, conforme aceitaram ou recusaram sua Palavra. Assim para que as pessoas possam ser julgadas elas devem ter ouvido, ao menos, uma porção, uma parte, da lei, da Palavra de Deus. Quem ouviu uma mínima fração da Palavra de Deus e a recusou, desprezou, rejeitou ... já possui embasamento, motivo, razão ... para ser condenado (João 3:18, Marcos 16:16). Assim, aqueles que morreram antes da vinda do Messias e que não tiveram a oportunidade de ouvir a pregação da Palavra de Deus, a estes, quando Jesus Cristo tinha seu corpo inerte (morto), seu Espírito ressuscitou estas almas e lhes pregou o Evangelho e quando Ele ressuscitou em seu corpo no terceiro dia, àquelas almas (Noé, Abraão, Isaque, Jacó, Davi, Sara, Rebeca, ...) que creram Nele e em sua pregação, tiveram seus corpos ressuscitados, foram transformados e ascenderam aos céus com Ele. Já, de modo diverso, Jesus em espírito também pregou aos anjos rebeldes para lhes formalizar a condenação. I Pedro 4:5-6 – “os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos. Pois é por isto que foi pregado o evangelho até aos mortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem segundo Deus em espírito. I Pedro 3:18-22 - “Porque também Cristo morreu uma só vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; sendo, na verdade, morto na carne, mas vivificado no espírito; no qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava, nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram através da água, que também agora, por uma verdadeira figura-o batismo, vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma

boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo, que está à destra de Deus, tendo subido ao céu; havendo-se-lhe sujeitado os anjos, e as autoridades, e as potestades.” Mateus 27:51-54 - “E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras; E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados; E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos. E o centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto, e as coisas que haviam sucedido, tiveram grande temor, e disseram: Verdadeiramente este era Filho de Deus.” Por fim, as únicas criaturas que estão presas e conscientes aguardando o dia da condenação são os demônios, ou seja, os anjos rebeldes ou caídos: II Pedro 2:4 – “Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;” Judas 6 – “E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;” Apocalipse 9:14-15 – “A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens.” Apocalipse 20:1-3 – “E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” GLOSSÁRIO: Adivinhação: Ato de receber (alegadamente) mensagens do mundo dos espíritos valendo-se de um intermediário humano ou de objetos inanimados, como as vísceras de animais submetidos a exame. Agourar: Do latim augurare. Adivinhar, prever, pressentir, prognosticar. Fazer agouro; predizer, pressagiar, vaticinar. Fazer agouro; pressagiar. Ter ou fazer mau agouro. Prever o que está para acontecer a si mesmo. (Variação agoirar). Anátema: Ou extermínio (em hebraico herem), significa uma pessoa, animal ou coisa que alguém subtrai do uso profano, consagrando-a a Deus (Dt 12,12-14; Js 11,11.14). Sentença de maldição que expulsa da igreja; excomunhão. Tal anátema não podia ser resgatado, e muitas vezes devia ser destruído (Js 6,17 e 1Sm 15,3; Jz 11,30-31). Reprovação enérgica; condenação, repreensão, maldição, execração. Excomungado, maldito, amaldiçoado. Réprobo, condenado. Dispensação: Ato ou efeito de distribuir, dividir, repartir; ato ou efeito de prestar, fornecer. Entre os protestantes, período em que o indivíduo é experimentado quanto à sua obediência a alguma revelação especial da vontade de Deus. Escatologia: Doutrina das coisas que devem acontecer no fim dos tempos, no fim do mundo. doutrina que trata do destino final do homem e do mundo; pode apresentar-se em discurso profético ou em contexto apocalíptico. Doutrina sobre a consumação do tempo e da história. Tratado sobre os fins últimos do homem. Doutrina do destino último do homem (morte — ressurreição — juízo final) e do mundo (estado futuro). Feitiçaria: Emprego de meios que, segundo se acreditava, tinham poder sobrenatural para produzir ou impedir determinado resultado; arte de controlar ou usar semelhantes poderes sobrenaturais. Consta da lista de artes mágicas condenadas e proibidas no AT (Dt 18.10).

Geena: Local de suplício eterno pelo fogo; inferno. Do lat.ecl. gehénna,ae 'lugar de suplício eterno, o inferno', do gr. géenna,és 'lugar de tortura', este do heb. géhinóm (< géhené Hinnóm 'o vale do filho de Enom'); este vale, situado nas proximidades de Jerusalém, na Palestina, era o local onde os hebreus incineravam crianças ao deus fenício Moloque, para os sacrifícios rituais. Hades: Palavra grega que se refere ao local dos mortos, à semelhança da palavra hebraica Seol. Holocausto: Sacrifício, praticado pelos antigos hebreus, em que a vítima era inteiramente queimada. A vítima assim sacrificada. Sacrifício, expiação. Abstração da vontade própria para satisfazer a de outrem. Termo mundialmente utilizado para se referir ao massacre de judeus efetuado nos campos de concentração alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Imolação: Morte em sacrifício a uma divindade. Sacrifício cruento (Em que há sangue; sanguinolento, sangrento, cruel). Inferno: Lugar (local subterrâneo habitado pelos mortos) ou situação pessoal em que as almas pecadoras se encontram após a morte, submetidas a penas eternas. Expressão de reprovação divina e privação definitiva da comunhão com Deus. Segundo o catolicismo é o lugar destinado ao suplício das almas dos condenados e onde habitam os demônios. Lava: Rocha em fusão, expelida pelos vulcões. A matéria que sai dos vulcões solidificada pelo esfriamento. magma em fusão natural, resultante de uma erupção vulcânica, podendo solidificar-se rapidamente (lava ácida, de grande viscosidade) ou percorrer grandes distâncias (lava básica, mais fluida); as lavas podem ser antigas ou atuais. Rocha magmática natural que se derrama, ou se derramou outrora, na superfície da Terra. Magma que se encontra ainda na cratera do vulcão. Limbo: Expressão utilizada pela igreja católica para designar a morada das almas que, não tendo cometido pecado mortal, estão afastadas da presença de Deus, por não haverem sido remidas do pecado original pelo batismo (como, p.ex., as almas ditas justas que viveram antes do advento do cristianismo). Lugar onde, segundo a teologia católica posterior ao séc. XIII, se encontram as almas das crianças muito novas que, embora não tivessem alguma culpa pessoal, morreram sem o batismo que as livrasse do pecado original. Lugar para onde foram as almas dos justos falecidos antes de Cristo e para onde vão as almas das crianças mortas sem batismo. São privadas da visão beatífica, mas não sofrem outras penas. Magma: Massa mineral pastosa, em estado de fusão, situada a grande profundidade da superfície terrestre, cujos movimentos determinam os fenômenos vulcânicos e que, ao resfriar, cristaliza-se, dando origem às rochas ígneas. Em outras palavras, massa natural fluida, ígnea, de origem profunda, e que, ao esfriar-se, se solidifica, originando a rocha magmática (lava esfriada). Médium: Segundo o espiritismo, o intermediário entre os vivos e a alma dos mortos. Necromancia: Do grego nekromanteía. Adivinhação pela invocação dos espíritos. Prognosticar: Fazer o prognóstico de; predizer, pressagiar, profetizar, conjeturar. Deixar entrever com antecipação; anunciar, prenunciar. Fazer o prognóstico; predizer, pressagiar, conjeturar. Purgatório: Expressão utilizada pela igreja católica para designar o lugar onde as almas dos que cometeram pecados leves acabam de purgar (limpar, purificar, expiar) suas faltas, antes de ir para o paraíso. Lugar ou estado em que as almas dos justos, incompletamente purificadas, acabam de pagar suas faltas. Sacrifício: Oferenda ritual a uma divindade que se caracteriza pela imolação real ou simbólica de uma vítima ou pela entrega da coisa ofertada. Oferta pessoal ou coletiva à divindade, simbolizada na destruição de um bem ou na imolação de uma vítima. Renúncia em favor de outrem. Abnegação, renúncia, desprendimento. Seol: Veja Hades. Teofania: Aparição ou revelação da divindade; manifestação de Deus. Manifestação de Deus em algum lugar, acontecimento ou pessoa.

Transfiguração: Mudança radical na aparência, no caráter, na forma; transformação, metamorfose. Transformação espiritual que exalta ou glorifica. Estado glorioso em que apareceu O Senhor Jesus Cristo aos apóstolos sobre o monte Tabor.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->