P. 1
Tcc Asilamento Idoso

Tcc Asilamento Idoso

4.78

|Views: 24.073|Likes:
Publicado porapi-3704555

More info:

Published by: api-3704555 on Oct 15, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/11/2014

pdf

text

original

0

ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SANTA CASA DE
MISERICÓRDIA DE VITÓRIA-EMESCAM
DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL

MARILZA FRANCISCA BENÍZIO DA SILVA

FATORES DETERMINANTES DO ASILAMENTO DE IDOSOS

VITÓRIA
2007

1

MARILZA FRANCISCA BENÍZIO DA SILVA

FATORES DETERMINANTES DO ASILAMENTO DE IDOSOS

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao
Departamento de Serviço Social da Escola Superior
de Ciências da Santa Casa de Misericórdia-
EMESCAM, como requisito para obtenção do grau
de bacharel em Serviço Social..
Orientadora: Profª Msª Tânia Maria Bigossi do Prado

VITÓRIA
2007

2

MARILZA FRANCISCA BENÍZIO DA SILVA

FATORES DETERMINANTES DO ASILAMENTO DE IDOSOS

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Departamento de Serviço
Social da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia-
EMESCAM, como requisito para obtenção do grau de bacharel em Serviço
Social..
Orientadora: Profª Msª Tânia Maria Bigossi do Prado

Aprovada em ______ de _________________ de 2007

COMISSÃO EXAMINADORA:

_____________________________________

Profª Msª Tânia Maria Bigossi do Prado
Escola Superior de Ciências da Santa Casa de
Misericórdia- EMESCAM
Orientadora

_____________________________________

Profª Msª Soraya Gama de Ataide
Escola Superior de Ciências da Santa Casa de
Misericórdia- EMESCAM

_____________________________________

Cleilson Teolbaldo dos Reis
Gerente de Proteção à Pessoa Idosa e Deficiente
Prefeitura Municipal de Vitória

3

Agradecimentos
Agradecimentos
Agradecimentos

Agradecimentos

A ti ó Deus, toda a honra e glória e louvor por mais essa conquista, por ter me

sustentado e me dado forças pra eu persistir lutando para alcançar a vitória.

Nos momentos de desânimo o Senhor me fortaleceu nas horas mais difíceis da

minha vida, quando pensava estar sozinha o Senhor estava comigo, muito

obrigada Senhor por ser meu eterno companheiro.

À professora e doutora Alacir Ramos Silva, minha gratidão, pois foi ela que me

incentivou e me ajudou a ingressar na faculdade, muito obrigada!

À professora e Mestre, Tânia Maria Bigossi do Prado, minha querida

orientadora e eterna mestre, que me fez acreditar que seria capaz de

conquistar os meus objetivos sempre me incentivando para que eu fosse uma

vencedora! A você todo o meu carinho e gratidão.Obrigada!!!

Ao meu marido, Luiz Henrique, às minhas filhas, Nercymar, Elaine e Èrica e a

todos os meus familiares e amigos, que me apoiaram até mesmo nos

momentos mais difíceis da minha trajetória obrigada pelo carinho e

compreensão que me dedicaram suportando minha ausência, mas que

entenderam e continuaram a me apoiar, conquistando comigo a vitória! Meu

carinho especial a todos vocês.

Aos Professores e Mestres que me ensinaram a teoria, minha gratidão!

Especialmente a professora Neide que um dia quando pensei em desistir ela

me disse que tinha a chave das duas portas e que eu não sairia por nenhuma

delas, convencendo-me a não desistir, muito obrigada!

Marilza Francisca B. da
Marilza Francisca B. da
Marilza Francisca B. da

Marilza Francisca B. da Silva
Silva
Silva

Silva

4

RESUMO

Objetiva analisar os fatores determinantes da institucionalização do idoso da

Instituição Monte Belo. E tem objetivos específicos conhecer: a situação sócio-

familiar dos idosos do Asilo Monte Belo; a construção dos vínculos familiares

destes idosos asilados; e os fatos que motivaram a decisão pelo asilamento.

Como procedimentos técnicos foram utilizados as pesquisas: bibliográficas,

documental e de campo.Para a pesquisa de campo foram realizadas

entrevistas semi-estruturadas com oito idosos institucionalizados, e um

representantes da Instituição asilar. A análise dos documentos será feito numa

abordagem qualitativa, Foram determinados alguns fatores de riscos para a

institucionalização de idoso, algumas de ordem estrutural: morar só, não há

pessoas adultas disponíveis para cuidar do idoso, perda do cônjuge; de ordem

psicológica: ausência de respaldo familiar, vínculos familiares ausentes ou

fragilizados, conflitos intergeracionais; comparece também o comprometimento

de saúde; dependência para realizar atividades diárias, nesse caso o

internamento surge como opção quando se esgotam os recursos da família. A

situação econômica não aparece diretamente vinculada à decisão pelo

asilamento. No entanto todos os idosos têm rendimentos com valores abaixo

do necessário para se manter com dignidade considerando as demandas

específicas da pessoa idosa, principalmente com medicamentos e alimentação.

É possível que este fato sugira a indicação para o internamento do idoso em

instituições asilares como forma de transferir o atendimento de suas

necessidades básicas.

Descritores: Idoso, Envelhecimento, Asilamento.

5

SUMÁRIO

1.

APRESENTAÇÃO............................................................................

06

1.2 O PROCESSO DA PESQUISA........................................................

06

CAPÍTULO I

2.

O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL..................

09

CAPÍTULO II

3.

O ENVELHECIMENTO E A QUESTÃO DO ASILAMENTO...........

13

3.1 MARCO LEGAL DE PROTEÇÃO À PESSOA IDOSA.....................

14

CAPÍTULO III

4

HISTÓRICO DO ASILO MONTE BELO.........................................

20

CAPÍTULO IV

5

RESULTADOS DA PESQUISA.......................................................

25

6

CONSIDERAÇÕES FINAIS.............................................................

34

7

REFERÊNCIAS...............................................................................

36

APÊNDICE A – Roteiro de Entrevistas.........................................

38

ANEXO A – Resumo do Convênio 10/2007..................................

40

ANEXO B – RDC ANVISA 283/2005..............................................

41

ANEXO C – Estatuto do Asilo dos Velhos....................................

54

6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->