Você está na página 1de 2

História da filosofia

Quadro traz divisão a partir de traços intrínsecos ao


pensamento filosófico
Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

De um modo geral, os estudos filosóficos têm como espinha dorsal o estudo da


história da filosofia. Para se estabelecer uma seqüência histórica da filosofia
podem-se usar diferentes critérios.

Normalmente, a periodização é feita a partir de uma correlação com os períodos


históricos, políticos e culturais. Desse modo, fala-se em

1) filosofia antiga;
2) filosofia medieval;
3) filosofia moderna;
4) filosofia contemorânea.

O filósofo Mario Ariel González Porta, professor de filosofia na graduação e pós-


graduação da PUC/SP, num pequeno grande livro, questiona essa periodização,
na medida em que sua base não é de natureza filosófica. Para ele o
desenvolvimento filosófico têm de ser compreendido a partir de critérios que
preencham as seguintes condições:

"1) que sejam, em primeiro lugar, intra-sistemáticos e propriamente filosóficos e,


além disso,

2) que sejam evolutivos ou dinâmicos, isto é, que permitam compreender não


apenas a diferença essencial entre o pensamento de diferentes períodos, mas
também o princípio interno de passagem de um a outro."

A periodização proposta por González Porta permite efetivamente que o iniciante


nos estudos filosóficos encontre o fio de Ariadne que o conduza com segurança
no labirinto temporal em que pode se transformar a história da filosofia. Por isso,
vale a pena conhecê-lo:

Correspondência
Período Grandes Disciplina- Conceito-
ao período
filosófico nomes chave chave
histórico
Platão,
Aristóteles,
Época antiga, São Tomás Metafísica
1. Período
medieval e início de Aquino (ontologia) Ser
metafísico
da moderna
(Descartes)
2. Período
Epistemologia, Verdade,
epistemológico (Descartes)
Época moderna Teoria objetividade,
(ou Kant
transcendental validez
trasncendental)
Teoria da
Husserl, significação,
Significado,
3. Período Dilthey, Fenomenologia,
Época Semântica:
semântico- Heidegger, Hermenêutica,