FRASES AMBÍGUAS 1. O vendedor disse ao cliente que seu preço estava incorreto.

Do jeito que a frase está escrita, não é possível saber se o preço incorreto era o do vendedor ou o do cliente. Para não ter de explicar que focinho de porco não é tomada, é melhor reestruturar a frase de modo que a ambigüidade desapareça. Veja de quantas maneiras podemos dizer a mesma coisa, sem causar confusão: O vendedor disse que o preço dado ao cliente estava incorreto. O vendedor disse estar incorreto o preço que deu cliente. Ou…. O cliente disse que o preço por ele recebido estava incorreto. O cliente disse estar incorreto o preço que recebeu. 2. Cresce o consumo de suco feito de soja e iogurte. O que se entende aqui é que cresceu o consumo de uma espécie de suco que mistura soja e iogurte. Para evitar o mal-entendido, a frase deveria ter a seguinte redação: Cresce o consumo de iogurte e de suco feito de soja. 3. Carlos pediu a José para assinar o contrato. A frase dá margem a duas interpretações diferentes: 1) Carlos pediu que José assinasse o contrato; 2) Carlos pediu que José o deixasse assinar o contrato. Percebeu a diferença? Afinal, não se sabe quem assina o contrato! Duas redações alternativas para essa frase seriam: Carlos pediu a José que assinasse o contrato ou Carlos pediu para assinar o contrato a José. 4. Prédio da Unilever será implodido em Valinhos. O sentido da frase aqui só não é ambíguo por causa do contexto. Ninguém imaginaria que o prédio da Unilever seria transportado até Valinhos e lá implodido, mas é isso que a frase está dizendo: que a implosão do prédio será em Valinhos. Uma redação correta para esse texto é: Prédio da Unilever em Valinhos será implodido. 5. Os representantes ficam à espera de clientes para ser contatados. A construção da frase é confusa e deixa o leitor com a seguinte dúvida: a quem se refere a expressão “ser contatados”, aos representantes ou aos

o homem passar. Trago esta cadelinha para a sua irmã que tem as orelhas cortadas. testemunhas viram o homem passar. Torcedores botaram fogo no depósito que abalou as estruturas do estádio. O certo. Uma redação mais clara seria: Pela janela. O que se entende é que o papa abençoou os fiéis que estavam no hospital. José chutou Carlos. 6. Mas o que aconteceu foi que. mas as testemunhas que viram. João partiu para Roma. O certo é: Torcedores botaram fogo no depósito. João ficou com Mariana em sua casa. pela janela. do hospital. então. O que se quis dizer com essa frase não é nada do que você entendeu. 7. Encontrei seu chefe e decidimos marcar uma reunião em sua sala. Papa abençoa fiéis do hospital. Não foi o homem que passou pela janela. João foi perturbado pelo tiro dos caçadores. Os frangos estão prontos para comer. Márcio comprou uma lanterna. papa abençoa fiéis.clientes? Para não dar margem a dupla interpretação. Testemunhas viram o homem passar pela janela. das duas uma: Os representantes ficam à espera de clientes para contatar ou Os representantes ficam à espera de ser contatados por clientes. 8. É proibido entrar na loja de patins. Selma gosta de visitar os parentes. Não foi o depósito que abalou as estruturas do estádio. o que abalou as estruturas do estádio. ele deu sua bênção aos fiéis. mas o fato de terem colocado fogo nele. . Chegou uma moça com uma criança que usa chapéu. seria: Do hospital. O Garoto viu o assalto da ponte.