Você está na página 1de 13

Quociente Respiratório (QR)

Profº. Arthur Sacramento


Quociente Respiratório

• São as quantidades diferentes de O2,


necessárias para oxidar completamente os
átomos de carbono e hidrogênio, presentes
nas moléculas dos substratos energéticos.
Até surgirem os produtos terminais CO2 e
H2O.
• A quantidade de CO2 produzido em
relação ao O2 consumido varia
ligeiramente, dependendo do substrato
metabolizado.
Fórmula

• QR= CO2 produzido / O2 consumido


QR para os Carboidratos
• Todo o O2 consumido pelas células é
utilizado para oxidar o carbono na molécula
de C6H12O6 para CO2.

• Para a oxidação de uma molécula de glicose,


são consumidas 6 moléculas de O2 e são
produzidas 6 moléculas de CO2.

• Portanto: QR = 6 CO2 / 6 O2 = 1,00


QR para as Gorduras
• É a quantidade O2 necessário para oxidação
do carbono em CO2 e oxidação dos átomos
de hidrogênio em excesso.

• Ácido palmítico C16H32O2 oxidado a CO2 e


H2O, são produzidas 16 moléculas de CO2
para cada 23 moléculas de O2 consumidas.

• Em geral o valor do QR para as gorduras é


considerado como sendo de 0,70.
QR para as Proteínas
• Não são simplesmente oxidadas em CO2 e
H2O.

• Desaminação no fígado, fragmentada em


nitrogênio e enxofre ( excreção via urina e
fezes).Fragmentos cetônicos são oxidados
em CO2 e H2O proporcionando energia.

• O QR das proteínas é de 0,82


QR não-protéico
• Parte da permuta respiratória que não pode
ser atribuída à combustão de proteínas mas
apenas à combustão de carboidratos e
gorduras.
• É excretado cerca de 1 gr de nitrogênio
urinário para cada 6,25 gr de proteína
metabolizada para energia. Cada grama de
nitrogênio excretado representa uma
produção de CO2 de aproximadamente 4,8
litros e um consumo de O2 de
aproximadamente 6,0 L.
• O seguinte exemplo ilustra as etapas
utilizadas no cálculo dos elementos
não-protéicos do QR. O cálculo se
baseia em dados de um indivíduo que
consome 4 litros de oxigênio e produz
3,4 litros de CO2 durante um período de
repouso de 15 minutos. Durante esse
período é excretada na urina uma
quantidade de 0,13 gr de Nitrogênio:
• 4,8
 l de CO2.g–1 de proteína metabolizada x
0,13 gr =0,62 l de CO2 produzido no catabolismo
da proteína.

•  6,0 l de O2.g–1 de proteína metabolizada x


0,13 gr =0,78 l de O2 consumido no catabolismo
da proteína.

•  CO2 não-protéico produzido = 3,4 l de CO2 –


0,62 l de CO2 = 2,78 l de CO2

•  O2 não-protéico consumido = 4,0 l de O2 –


0,78 l deO2 = 3,22 l de O2

•  QR não-protéico = 2,78 ÷ 3,22 = 0,86.


Fatores Gerais de Atwater
(Kcal/g Substrato)
• CHO --------------------- 4,3 Kcal.

• Gordura ----------------- 9,0 Kcal.

• Proteína ----------------- 4,1 Kcal.


Coeficiente de Digestibilidade
• Os fatores gerais de Atwater podem ser
utilizados para estimar o valor
energético global metabolizável dos
alimentos típicos de uma dieta. Para o
consumo de álcool, é aplicado um valor
de 7 Kcal para cada grama (mililitro) de
álcool puro (teor alcoólico de 200)
ingerido.
Fatores de digestibilidade, calores de
combustão e valores globais de energia
• PROTEÍNAS • GORDURAS
• Carnes, peixes 97% • Carnes e ovos 95%
• Ovos 97% • Alimento animal 95%
• Cereais 85% • Alimento vegetal 90%
• Legumes 78% • CARBOIDRATO
• Vegetais 83% • Alimento animal 98%
• Frutas 85% • Alimento vegetal 97%
• Cereais 98%
• Legumes 97%
• Frutas 90%