P. 1
Digestão e absorção

Digestão e absorção

4.5

|Views: 24.885|Likes:
Publicado porapi-3763569
Aula Tributino
Aula Tributino

More info:

Published by: api-3763569 on Oct 16, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/16/2015

pdf

text

original

1 Digestão e absorção Digestão – Processo pelo qual as moléculas ingeridas podem ser absorvidas pelas células endoteliais do trato

gastrointestinal Absorção – É a passagem das moléculas do trato gastrintestinal para a corrente sanguínea Digestão e absorção de carboidratos na dieta Principais fontes: -amido – polímero composto por glicose ligada através de ligações do tipo α–1,4 -Sacarose e lactose – principais dissacarídeos da dieta -Frutose e glicose- principais monossacarídeos da dieta

Início da digestão - α-amilase salivar – degrada as ligações -1,4 da molécula de amido Inativada em pH ácido do estômago. Amilase pancreática – principal responsável pela degradação de amido na primeira porção do intestino delgado. Forma principalmente a maltose como produto de degradação.

2

Degradação dos dissacarídeos em seus monossacarídeos constituíntes Sacarose – frutose + glicose – enzima sacarase Lactose – galactose + glicose – enzima lactase Localizadas nos enterócitos da borda em escova das microvilosidades intestinais Mecanismos de absorção – transporte ativo através da membrana (cotransporte Na+/glicose e Na+/galactose) Acoplados ao gradiente de sódio criado pela bomba Na+/K+ ATPase na membrana basolateral Transporte através da proteína SGLT1 (proteína de transporte sódio-glicose) na membrana luminal GLUT2 – responsável pelo efluxo de galactose e glicose pela membrana basolateral para o sangue GLUT 5- responsável pelo transporte de frutose

3

Somente monossacarídeos conseguem ser absorvidos pelos enterócitos da borda em escova intestinal Digestão e absorção de proteínas Proteínas compostas de aminoácidos ligados por ligações peptídicas que sofrem hidrólise no processo de digestão Células principais – pepsninogênios – convertidos em pepsinas ativas por ação do H+ Digestão no lúmen do duodeno e no intestino delgado – proteases pancreáticas

4

Digestão de proteínas pelas peptidases presentes nos enterócitos da borda em escova – peptidases presas a membrana e voltadas para a luz do intestino Aminopeptidases Dipeptidases Dipeptil aminopeptidases Dipeptil carboxipeptidases Clivam os oligopeptídeos a peptídeos menores (di e tripeptídeos) Digestão dos peptídeos pelas peptidases existentes no citoplasma das células epiteliais (transformados em aminoácidos isolados)

5

Di e tripeptídeos absorvidos por mecanismo de co-transporte

6 Transporte de aminoácidos que ocorre na superfície da borda em escova –na sua maioria dependentes do gradiente de Na+ formado pela bomba Na+/K+ ATPase da membrana basolateral

Digestão de lipídeos da dieta Lipase lingual, lipases gástricas e lipases pancreáticas

Sais biliares emulsificam as gorduras favorecendo a ação das lipases pancreáticas

7

Digestão de ésteres de colesterol e fosfolipídeos Ocorrem por ação da ester de colesterol hidrolase e da fosfolipase A2 respectivamente Micelas difundem por entre as microvilosidades da borda em escova e os lipídeos difundem pela membrana das células das microvilosidades

8 Captados pelo retículo endoplasmático liso onde são resintetisados sob a forma de quilomícrons

Absorção de água no epitélio intestinal Absorção isosmótica (obedecendo leis de osmose) Quimo diluído (hipotônico) – água absorvida O movimento de água normalmente acontece da luz intestinal em direção á corrente sanguínea

9

Absorção de Na+

10 Os íons cloreto acompanham o fluxo de migração do sódio devido a criação de um potencial lumen negativo e com carga positiva no espaço paracelular A reabsorção de cloreto ocorre ppmente no duodeno e no jejuno Íons bicarbonato são reabsorvidos no duodeno e no jejuno. Reabsorção do HCO3- secretado pelo pâncreas. São secretados no íleo e no intestino grosso. Neutralizam a formação de produtos ácidos por bactérias.

Secreção de NaCl e água pelas células epiteliais das criptas de Lieberkün, que são posteriormente reabsorvidas pelas células epiteliais. Toxina do cólera Aumenta a liberação de íons cloreto, íons sódio e água pelas células epiteliaias imaturas das criptas de Lieberkün

Absorção intestinal de Cálcio – Acontece em todos os segmentos do intestino delgado

11

Glicose + Glicose

Glicose + Frutose

Galactose + Glicose

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->