P. 1
Secreções gástricas

Secreções gástricas

4.0

|Views: 22.180|Likes:
Publicado porapi-3763569
Aula Tributino
Aula Tributino

More info:

Published by: api-3763569 on Oct 16, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

Secreções gastrintestinais Salivar Gástrica Pancreática Hepática (biliar) Intestinal

1

Secreção salivar
Funções: - Lubrificação dos alimentos (mucinas) - Facilitar a deglutição - Facilitar a fala - Manutenção da higiene oral (imunoglobulinas e lisozimas) - Iniciar a digestão (amilase salivar)

Características das glândulas salivares
Principais tipos: Parótidas Submandibulares Sublinguais

Dois tipos principais de secreção • • Serosa – contém ptialina (α- amilase) Mucosa – contém mucina

2

Glândulas parótidas – Secreção serosa Glândulas submandibulares e sublinguais – ambos os tipos de secreção Estrutura das glândulas salivares -Células acinares secretoras -Ductos intercalares -Dutos estriados -Dutos excretores

Metabolismo e fluxo sanguíneo - Velocidade de produção da saliva: (1 ml/min/g) – próprio peso em saliva a cada minuto -Elevada taxa de metabolismo -Elevada irrigação sanguínea - Estimulação simpática ↑ fluxo sanguíneo Secreção da saliva: - Hipotônica ao plasma - Conc. de Na+ e Cl- menores que as do plasma - Conc. de potássio e bicarbonato maiores que as do plasma

3

Ácinos – secreção primária isotônica Ductos – transporte ativo (trocador Na+/K+) Na+ reabsorvido e K+ secretado Potencial lúmen negativo – reabsorção passiva de ClMecanismo de secreção ativa do íon HCO3Quanto mais rápida for a secreção salivar, mais isotônica em relação ao plasma ela será

Controle neural da função salivar -Controle parassimpático ↑Secreção da amilase salivar e das mucinas ↑ transporte do epitélio do ducto ↑Fluxo sanguíneo para as glândulas ↑Metabolismo e do crescimento glandular

5

Secreção esofágica
Caráter totalmente mucóide Lubrificação no processo de deglutição Glândulas mucosas simples (parte superior)- proteção contra escoriações Glândulas mucosas compostas (parte inferior)- proteção contra a acidez estomacal

Secreções gástricas
Glândulas da mucosa gástrica Células secretoras – secretam muco e HCO3Glândulas oxínticas ou gástricas – secretam HCl, pepsinogênio, fator intrínseco e muco. Glândulas pilóricas – secretam muco, pepsinogênio e gastrina. Secreções das glândulas oxínticas

Secreção de HCl pelas células parietais
-Concentração de H+ no lumen da glândula por ação da bomba H+/K+/ATPase -Contratransporte de Cl-/HCO3- na membrana basolateral -Concentração de Cl- no citoplasma da célula parietal -Efluxo de Cl- para os canalículos através de canais.

6

Secreção de pepsinogênio
Enzimas proteolíticas secretadas na forma inativa e que são ativadas em pH ácido Secretadas na forma de papsinogênio

6B

Secreção de fator intrínseco
Necessário para a absorção normal de vitamina B12 no intestino A sua falta gera quadros de anemia perniciosa

Secreção de muco e bicarbonato
Protegem a superfície do estômago das ações do HCl e das pepsinas Muco – composto de carboidratos (80%). Consiste de 4 monômeros similares Aderem a mucosa gástrica e sua secreção é estimulada pela secreção de acetilcolina

Secreção de bicarbonato
Células da superfície epitelial secretam um líquido rico em bicarbonato que penetra pela camada de muco A camada de muco alcalino formada e chamada de Barreira mucosa gástrica

6c

7

Controle da secreção gástrica Histamina –– potente estimulador da secreção ácida do estômago- via receptor H2 Acetilcolina – via receptor M3 Gastrina – via receptor CCK-B Secreção e ativação de pepsinogênios
- Forma inativa (pepsinogênios) - Ativação no pH ácido do estômago

Secreção do fator intrínseco
-Ocorre pelas células parietais - Necessário para a absorção de vitamina B12 no intestino

Antagonismo das secreções gástricas -Somatostatina -Prostaglandinas E e I -Fator de crescimento epidérmico Diminuem a secreção de HCl pelas células parietais

Fases da secreção gástrica:
-Fase cefálica -Fase gástrica -Fase Intestinal

8

Secreção pancreática
Conteúdos do suco pancreático: - Enzimas digestivas (processo de digestão) - HCO3- ( neutralização do HCl) - Desembocam no duodeno em resposta a presença do quimo no intestino delgado Enzimas pancreáticas – secretadas pelos ácinos pancreáticos Servem para digerir: - proteínas - Carboidratos - Gorduras São elas: -Tripsina -Quimiotripsina -Carboxipolipeptidases -Amilase pancreática -Lipase pancreática -Colesterol esterase -Fosfolipase Enzimas proteolíticas

9

Enzima que degrada carboidrato Enzimas lipolíticas

Enzimas proteolíticas são secretadas junto com o inibidor da tripsina

Mecanismos de secreção do íon bicarbonato Secretado pelas células epiteliais dos ductos originados nos ácinos

10

Regulação da secreção pancreática
Acetilcolina Colecistocinina Secretina Estimulam a secreção enzimática Estimula a secreção de bicarbonato

11

Fases da secreção pancreática: Cefálica Gástrica Intestinal

Secreções biliares
Produzidas pelo fígado (cerca de 600 a 1000 mL por dia) Funções: (1) (2) (3) Emulsificar gorduras permitindo a ação de lipases pancreáticas Auxiliam na absorção de gorduras pelo intestino Eliminação de produtos de degradação do sangue como a bilirrubina

12

Fígado

Vesícula biliar

Duodeno

Estímulo de secreção da vesícula biliar:
Colecistocinina (CCK) Acetilcolina Secretina

Bile é armazenada e concentrada na vesícula biliar até que seja lançada no duodeno

Composição da bile
SAIS BILIARES Bilirrubina Colesterol Lecitina eletrólitos

13

Funções dos sais biliares na absorção de gorduras
Função emulsificadora ou detergente sobre as gorduras Auxiliam na absorção de (4) Ácidos graxos (5) Monoglicerídeos (6) Colesterol Outros lipídeos do trato intestinal

(7)

Formação de micelas solúveis no quimo

Circulação êntero-hepática
94% dos sais biliares reabsorvidos no inestino delgado Entram na circulação portal Retornam ao fígado

14

Formação de cálculos biliares
Precipitação do colesterol presente nas secreções biliares

15

Secreções do intestino delgado Secreção de muco pelas Glândulas de Brunner Proteção do intestino contra a acidez do quimo proveniente do estômago Secreções do intestino grosso Predominantemente MUCO

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->