BIOEXERCÍCIOS- BOTÂNICA 01) (FUNREI/97) Nas briófitas, a inexistência de um sistema vascular condutor de seiva e a ocorrência de gametas flagelados móveis determinam

que essas plantas sejam: a) Consideradas mais evoluídas que as algas. b) Sempre de porte pequeno e vivam em locais úmidos e sombreados. c) De ocorrência exclusivamente aquática, principalmente marinha. d) Independentes de um substrato para fixação e da água durante a fecundação.
02) (FUVEST 2001)
ALGAS BRIÓFITAS PTERIDÓFITAS ANGIOSPERMAS GIMNOSPERMAS

respectivamente, por musgos, samambaias, pinheiros e gramíneas. Os números I, II e III indicam a aquisição de uma característica: lendo-se de baixo para cima, os ramos anteriores a um número correspondem a plantas que não possuem essa característica e os ramos posteriores correspondem a plantas que a possuem.
Samambaias

Pinheiro s
II

Gramineas

Musgos
I

4

As características correspondentes a cada número estão corretamente indicadas em:
I a) II III

3

2

b)

1

c)

O diagrama representa as relações filogenéticas entre as algas e os principais grupos de plantas atuais. Cada círculo numerado indica uma aquisição evolutiva compartilhada apenas pelos grupos representados nos ramos acima desse círculo. Por exemplo, o círculo 1 representa “embrião dependente do organismo genitor”, característica comum a todos os grupos, exceto ao das algas. Os círculos de números 2, 3 e 4 representam, respectivamente, a) alternância de gerações; fruto; semente. b) alternância de gerações; tecidos condutores; fruto. c) tecidos condutores; fruto; flor. d) tecidos condutores; semente; fruto. e) semente; flor; tecidos condutores. 03) (FUVEST-2004) O esquema abaixo representa a aquisição de estruturas na evolução das plantas. Os ramos correspondem a grupos de plantas representados,

presença de vasos condutores de seiva presença de vasos condutores de seiva formação de sementes formação de sementes produção de frutos

formação de sementes produção de frutos produção de frutos presença de vasos condutores de seiva formação de sementes

produção de frutos formação de sementes presença de vasos condutores de seiva produção de frutos presença de vasos condutores de seiva

d)

e)

04) O dono de um viveiro de plantas pediu ao seu empregado que separasse algumas monocotiledôneas das dicotiledôneas na vitrine. Para auxiliá-lo, o patrão lhe deu as dicas de que “a semente de milho tem dois cotilédones e a semente de feijão apenas um” e uma pequena cartela guia, porém incompleta e sem nomes, conforme representada abaixo. Para ajudar o pobre empregado a cumprir 1

observamos na copa de árvores. Considerando o esquema abaixo como uma flor de angiosperma. resolva os itens seguintes: A B C Esporos a) As dicotiledôneas estão indicadas pelos números: b) As plantas com flores trímeras devem ficar na vitrine juntamente com as: c) Que tipo de nervura deverá haver nas folhas das plantas para que elas não fiquem juntas com as que têm raízes fasciculadas? d) Pode não ser uma dica prática. 06) (UFRA-2004) O esquema abaixo representa o ciclo de vida dos vegetais. Assinale a alternativa que os alunos deverão escolher: a) I e II são características de musgos.Fase esporofítica dominante sobre a gametofítica. e plantas epífitas como as orquídeas. coloração amarelo-ovo e é aclorofilado. mas o empregado poderá considerar que o caule de milho tem a disposição dos feixes líberolenhosos difusa e o caule do feijão tem estes feixes regulares? e) Mesmo que a cartela guia seja completada. O primeiro parasita citado apresenta caules finos. I.A planta adulta é o gametófito. Quais são os respectivos vasos condutores de cada uma dessas seivas? 08) (UEPA – PROSEL 2004) Em Belém. B e C correspondem. uma angiosperma apresenta raiz. e) esporófito. V. b) esporófito. d) gametófito.Esporófitos reunidos em cones ou estróbilos. c) esporófito. gametas e esporófito. e) II e V são características de pinheiros. Os estágios representados pelas letras A.Semente com endosperma triplóide. respectivamente? b) Qual é a função da estrutura indicada pela seta de número 3? c) A raiz absorve água e sais minerais. como a mangueira. II. parasitas vegetais como o cipóchumbo e a erva-de-passarinho. esporófito e gametas. gametófito e esporófito. responda: a) Quais são as estruturas constituintes dos verticilos florais de reprodução indicadas pelas setas 1 e 2.Protalos haplóides originados dos esporos. fruto e sementes.CORRETAMENTE a sua tarefa. IV. gametas e gametófito. constituindo a seiva bruta que posteriormente irá ser transformada em seiva elaborada. caule e folhas além de flor. 07) (UEPA – PRISE V) Em época de reprodução. III. gametófito e gametas. c) I e IV são características de tomateiros. os alunos deveriam considerar as características abaixo e escolher a alternativa que combinasse corretamente com o exemplo de planta. b) III e V são características de gramíneas. cite um bom argumento técnico de botânica para que o dono da loja mude de ramo: 05) Em uma gincana escolar foi proposta uma tarefa envolvendo conhecimentos de botânica. d) III e IV são características de samambaias. Para acertar a tarefa. enquanto o segundo apresenta caules mais expressivos 2 . respectivamente: a) gametófito..

c) angiospermas. determine qual dos dois parasitas. e) Dicotiledôneas. Após a análise do texto. F. P. fato que pode causar a morte da árvore. b) Quais dos vegetais presentes no texto liberam oxigênio para o ambiente? 09) (PRISE) Alguns vegetais como o mamoeiro são dióicos. uma vez que o beija-flor supre suas necessidades nutricionais e a planta é polinizada. de cima para baixo. como todos os organismos. 6ª edição. c) Pteridófitas. E. obrigatoriamente. popularmente designado “macho” encontramos: a) ovário b) pistilo c) estame d) estilete e) estigma 10) (USC/2003) Encontram-se listadas abaixo características dos principais grupos vegetais. não ligada diretamente ao processo reprodutivo. Nas flores do mamoeiro. Eichhorn dizem: “As plantas. W. tiveram ancestrais aquáticos. a) Briófitas. a) Podemos afirmar que. A planta a que se refere a frase pertence ao grupo das a) pteridófitas. b) Discorra sucintamente sobre uma aquisição evolutiva. Raven. encontradas em locais úmidos e sombreados. que crescem no solo ou sobre os troncos das árvores.que o anterior. Este grupo de plantas apresenta rizóides e não possui vasos condutores”. d) briófitas. H. assinale a alternativa que apresenta o nome do grupo das plantas com as características apresentadas. a) Com base no texto. folhagem de coloração verdeescuro e é clorofilado. 13) (UFMG/2003) Analise a descrição abaixo: “Grupo de plantas de pequeno porte. Justifique sua resposta. Quando isso ocorre e qual a fonte de alimento utilizada? 3 . Freeman and Company. Evert e S. 14) (FUVEST/2002) Considere o ciclo de vida de uma angiosperma. essa planta é heterotrófica. e) cianofitas. Há poucas espécies dulcícolas e nenhuma marinha. retira seiva dos vasos floemáticos. 12) (PUCRS/2001) Um beija-flor alimenta-se de néctar de uma espécie de planta em uma relação interespecífica benéfica a ambos. A história evolutiva das plantas está intimamente ligada à progressiva ocupação do ambiente de terra firme e à crescente independência do meio aquático para a reprodução. Tanto o primeiro como o segundo. para sobreviverem retiram seiva da mangueira. R. em uma certa etapa do desenvolvimento. a) 1 – 1 – 3 – 2 b) 2 – 1 – 3 – 1 c) 3 – 2 – 1 – 3 d) 2 – 3 – 1 – 2 e) 1 – 3 – 2 – 1 11) (FUVEST/2003) Em seu livro Biology of Plants (Nova York. b) gimnospermas. Numere a Coluna B de acordo com a Coluna A. 1999).” a) Compare as samambaias e os pinheiros quanto à dependência do meio aquático para areprodução. Coluna A 1 briófita 2 pteridófita 3 espermatófita Coluna B ( ) planta avascular ( ) gametófito mais desenvolvido que o esporófito ( ) presença de flores ( ) gametófito denominado prótalo Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses da Coluna B. que permitiu às plantas atingir grande tamanho e contribuiu decisivamente para seu sucesso na ocupação do ambiente de terra firme. b) Gimnospermas. d) Angiospermas. H.

base da extração do a) Angiosperma. é pólo de pesquisa da EMBRAPA no cultivo da pimenta — longa. Estas características permitiram que o pesquisador enquadrasse o material estudado no grupo das: a) Briófitas b) Angiosperma monocotiledónea c) Anospenna dicotiledónea d) Gimnosperma e) Pteridófitas. utilizado para classificar vegetais em grupos. c) Briófita. grão de pólen. desde a germinação até a fase adulta. a) angiosperma n 2n b) angiosperma 2n n c) pteridófita 2n n d) gimnosperma n 2n e) gimnosperma 2n n 16) (FUVEST/2004) O desenho mostra as estruturas de uma flor em corte longitudinal. traqueófita e gimnosperma 18) (UFRA) 4) Em um estudo anatomomorfológico. Março de 2001) A pimenta — longa que poderá recolocar o Brasil como primeiro produtor mundial de safrol é uma planta: a) criptógama. b) Briófita. b) Identifique com a letra "B" a seta que aponta a estrutura na qual o grão de pólen inicia o desenvolvimento do tubo polínico. a qual possui em seu interior um embrião ______e um megagametófito ________. 19) (FUVEST/2005) A figura mostra a face inferior de uma folha onde se observam estruturas reprodutivas. grão de pólen. 17) (UEPA-PROSEL/2002) “São Jorge do Jabuti Queimado. atraqueófita e briófita c) criptógama. segura e extensa do meio terrestre. respirou tanto quanto realizou fotossíntese ou respirou mais do que realizou fotossíntese? Por quê? 15) ( PUCRS/2002) O pinhão. A 4 . substância usada na fabricação de cosméticos e inseticidas naturais. d) Pteridófita.b) Ao quantificarmos a respiração e a fotossíntese realizadas. a 100 Km de Belém. alimento tão apreciado durante as festas de São João. a planta realizou mais fotossíntese do que respirou. traqueófita e angiosperma e) fanerógama. grão de pólen. esporo. 20) (UFPA-PSS3/2004) A história evolutiva das plantas foi marcada por uma conquista gradual. c) Identifique com a letra "C" a seta que aponta a estrutura que irá se desenvolver dando origem ao fruto. A que grupo de plantas pertence essa folha e o que é produzido em suas estruturas reprodutivas? a) Identifique com a letra "A" a seta que aponta a estrutura da qual um inseto retira pólen. safrol. -Presença de vasos condutores. frutos e sementes. distrito de Igarapé — Açu. -Reprodução por alternância de geração. esporo.” (Revista Globo Rural. é a semente de uma planta ________. d) Identifique com a letra "D" a seta que aponta a estrutura em que ocorre a união de gametas masculino e feminino e que dará origem à semente. atraqueófita e talófita b) criptógama. e) Pteridófita. esperamos verificar que. -Esporófito bem desenvolvido e representando visualmeate a espécie. comparativamente. traqueófita e pteridófita d) fanerógama. um pesquisaclor fez as seguintes anotações: -Ausência de flores. espécie arbustiva obtida de sementes retiradas de frutos compridos.

a partir de: a) I e II. b)A entrada e a saída de água e outras substâncias das células estão relacionadas à membrana plasmática. como se apresentam as seguintes estruturas: raízes e folhas? b) A partir do nome científico dado ao açaí. que por sua vez formam os tecidos e esses formam os organismos. a) Os canais laticíferos produzem látex. Com base em seus conhecimentos sobre secreções e tecidos citados. fazendo com que a célula mantenha sua turgidez. como na mandioca-brava. c) Nas células vegetais há presença de outras estruturas que atuam junto com a membrana. e) IV e II. março/2002) Sobre o texto. enquanto os animais podem se locomover. ao coagular em locais de ferimento. 5 . possuem maneiras diferentes de obter alimento e se defender. analise as afirmativas abaixo e assinale a INCORRETA. (Adaptado da Revista Saúde. O açaizeiro é encontrado no Pará. são organismos que se diferem tanto na estrutura quanto na fisiologia. dentre eles canais resiníferos e os tubos laticíferos. Considere as informações acima. a) Que estrutura vegetal permite à planta ser auto-suficiente e viver sempre fixa ao substrato e sem necessidade de locomoção? Justifique. substância branco-leitosa que. 22) (UNIMONTES-JULHO/2002) Os tecidos de secreção estão presentes em vários órgãos das plantas. o que lhes confere tipo de vida e nutrição distintos. c) II e III. c) O látex geralmente contém substâncias tóxicas que podem levar ao envenenamento. para responder às questões que se seguem. relacione o primeiro e o segundo nome com as categorias taxonômicas envolvidas nessa nomenclatura. d) III e IV. Quais são essas estruturas e de que forma atuam? 24) (MACK-2000) A figura representa o óvulo de uma angiosperma. b) III e II. Maranhão.adaptação e o sucesso das plantas no ambiente terrestre estão associados ao surgimento de estruturas ou órgãos vegetais. comum aos animais e vegetais. embora constituídos de células. regulando a passagem de água para dentro e fora da célula. Após a fecundação. relacionados à obtenção e economia de água e também à independência de água para reprodução. são organismos fixos ao substrato. qual o primeiro grupo a conquistar o ambiente terrestre? 21) (PRISE/2004) O palmito do açaí (Euterpe oleracea) é a parte comestível da palmeira e o fruto é muito apreciado pelos paraenses. Explique qual é a relação entre a estrutura da membrana e a permeabilidade seletiva que ela confere à célula. respectivamente. As plantas. Tanto animais como vegetais são formados por muitas células. o embrião e o endosperma irão se formar. protege o órgão e facilita a regeneração. b) Dentro do reino Plantae. no estuário do rio Amazonas. faça o que se pede: a) Considerando que a planta em questão seja monocotiledônea.. As plantas terrestres. Produz muitos frutos o ano todo e precisa de muita umidade. e que a análise da morfologia externa dos órgãos vegetativos e reprodutivos indicam esta classificação. vegetais e animais. têm ação antisséptica e bactericida. d) Os canais resiníferos produzem resinas e são típicos das coníferas. portanto. 23) (UFES/2003) A unidade estrutural da vida é a célula. n 246. b) Os canais resiníferos constituem importantes condutores de seiva elaborada através do lenho. a) Cite três dessas estruturas ou órgãos vegetais com suas respectivas funções. No entanto. por exemplo. além de sombra e sol em equilíbrio.

e) pelo transporte de água e alimentos orgânicos sintetizados na folha. c) pelo transporte e distribuição de água e nutrientes minerais. c) O gráfico a seguir mostra o grau de abertura dos estômatos das folhas de uma planta ao longo do dia. 26) (UFJF/98) A invasão da terra firme pelas plantas está intimamente associada à capacidade de se promover um perfeito balanceamento de água no organismo. d) epiderme. câmbio e floema. Tal procedimento prejudicou o desenvolvimento dessas plântulas porque elas ficaram privadas de quantidades relativamente grandes do seguinte tipo de substância. floema e câmbio.25) (FUVESTE-SP) O xilema ou lenho é responsável: a) pela absorção de água e sais minerais. d) nutrientes minerais. e) epiderme. Esse fato envolve a presença de inúmeras adaptações. 27) (UFES/98) Sobre o órgão vegetal abaixo esquematizado podemos afirmar que: a) possui geotropismo negativo. b) cristais de oxalato de cálcio c) carotenos. b) xilema. e) nutrientes orgânicos. tiveram seus cotilédones totalmente removidos. d) pelo transporte e distribuição de alimentos orgânicos. Na figura abaixo que representa um esquema de um estômato. nos cotilédones: a) auxinas. explique o papel desempenhado pelo íon potássio. c) tubos. b) pertence a uma monocotiledônea. podemos observar a disposição dos vasos condutores no caule de uma dicotiledônea. entre as quais se destacam os estômatos. destacados com 1. c) envolve o hormônio vegetal giberelina na sua formação. 28) (CESGRANRIO/97) No esquema abaixo. e) absorve água no nível indicado pelo número 2. 2 e 3 e que representam. respectivamente: a) xilema. sintetizada ou armazenada. d) sofre crescimento unilateral em direção à luz. identifique os componentes numerados: Pela análise do gráfico é correto afirmar que a intensidade de fotossíntese é maior às 12 horas? Justifique sua resposta. 6 a) 1_________________________ 2_________________________ 3_________________________ b) Em relação à abertura dos estômatos. . 29) (UFLAVRAS-MG/98) Plântulas recémgerminadas de feijoeiro. b) pela condução de substâncias orgânicas liberadas pelo órgão de reserva. endoderma e xilema. que se desenvolveram sobre algodão esterilizado e umedecido apenas com água e sob iluminação natural. floema e câmbio. xilema e floema.

b) parênquima clorofilano.30) (FUVEST 2001) Que características esperamos encontrar em uma angiosperma aquática e submersa? a) Sistema vascular bem desenvolvido e epiderme rica em estômatos. algumas espécies de interesse econômico. Isso significa que: 7 . d) xilema secundário. ao entrar em contato com o homem. d) esclerênquima. removendo as anteras da flor de uma planta homozigótica de alta estatura e colocando. A estrutura vegetal responsável por este fato são os: a) haustórios b) estômatos c) espinhos d) acúleos e) pelos 33) Recentemente. c) trouxe gametas masculinos com alelos para baixa estatura. Entretanto. Com relação aos grãos de pólen é INCORRETO afirmar que: a) possuem núcleos haplóides. como o arroz irrigado. c) felogênio e o súber. d) promoveu o encontro de gametas com os mesmos alelos para estatura. adaptaram seus sistemas radiculares e desenvolveram tecidos especializados que permitem o armazenamento de O2. b) floema secundário. 34) As diferentes espécies de plantas produzem grãos de pólen que possuem forma e ornamentação externa bem características. c) Tecidos de sustentação bem desenvolvidos e sistema vascular reduzido. durante o processo evolutivo. 31) (FUVEST-2003) Em plantas de ervilha ocorre. b) trouxe gametas femininos com alelos para baixa estatura. d) Tecidos de sustentação e sistema vasculares bem desenvolvidos. são polinizadas por morcegos. com a finalidade de preparar um medicamento natural. A esses tecidos dá-se o nome de: a) parênquima lacunoso. que consiste na formação de frutos sem que antes tenha havido a fecundação. a sobrevivência da planta e a produção de frutos. Mendel fez fecundações cruzadas. 35) (UFRA-2004) Após a formação do lago de Tucuruí. as bananas que comemos são produzidas por partenocarpia. c) são produzidos nos sacos polínicos. b) resultam do processo de megasporogênese. muitas espécies vegetais que não estavam adaptadas às condições de inundação morreram porque as raízes não conseguiam respirar. 36) (UNIFESP) As bananeiras. e) contêm núcleos reprodutivo e vegetativo. Para estudar os mecanismos de herança. c) aerênquima. e) lenticelas. normalmente. 32) (UEPA-2004) A urtiga. sobre seu estigma. b) Tecidos de sustentação bem desenvolvidos e epiderme rica em estômatos. d) apresentam intina e exina. Entretanto. devido à "injeção" de substâncias tóxicas. Em relação à anatomia do caule vegetal é INCORRETO afirmar que o material coletado pelo cidadão continha: a) tecidos externos ao câmbio. autofecundação. Com esse procedimento. em geral. o pesquisador a) impediu o amadurecimento dos gametas femininos. um cidadão foi preso por ter retirado uma espessa casca de uma árvore adulta. pólen recolhido da flor de uma planta homozigótica de baixa estatura. mesmo estando seu sistema radicular recoberto por uma lâmina d’água. provoca uma irritação local na pele. espécime vegetal comumente encontrado no Pará. e) Tecidos de sustentação pouco desenvolvidos e epiderme sem estômatos. e) colênquima. e) impediu o encontro de gametas com alelos diferentes para estatura.

que mantêm um conteúdo hipotônico em relação à solução salina do solo. entre elas a cultura de tecidos vegetais. Através da cultura de meristemas. Nessa região. c) bananeiras partenocárpicas não produzem flores. pode-se identificar a) a evolução de um sistema vascular. 38) (UEPA/02) A tecnologia favoreceu o avanço da genética e o emprego de técnicas específicas. hoje é possível desenvolver mudas de vegetais livres de parasitas como bactérias. marinhos ou de água doce. b) se as flores fossem fecundadas. com grandes vacúolos. delgadas e células com paredes cutinizadas. Responda: a) Que meristemas primários vão originar a epiderme e o sistema vascular primário nos vegetais? b) Em que locais do vegetal encontram-se células que formam os meristemas primários? Qual a função destes meristemas? 39) (UNICENTRO) Poucas famílias de plantas angiospermas vivem em ambientes aquáticos. c) a aquisição da suberina como componente dos vasos floemáticos. que garantiram a adaptação dos organismos às condições de umidade do solo e da atmosfera. d) tecidos de sustentação pouco desenvolvidos e epiderme desprovida ou com poucos estômatos. evitando a perda d’água. apenas frutos. que conferiu a funcionalidade aos tecidos de sustentação. pois temperaturas mais altas e maior quantidade de água disponível aumentam a eficiência fotossintética. d) no verão. e) no verão. para evitar acúmulo de água no parênquima. incluindo a) presença de súber e desenvolvimento acentuado dos tecidos vasculares. tornando-as mais resistentes e produtivas. e) mesmo sem polinizadores. c) folhas em geral flexíveis. fungos e vírus. comeríamos bananas com sementes. propiciando maior desenvolvimento e independência do gametófito. pois a planta absorve água em excesso e todo o excedente deve ser perdido. b) no inverno. o inverno corresponde ao período de menor pluviosidade e menor temperatura. com desenvolvimento do xilema para o transporte da seiva mineral. e) produção abundante de flores e de sementes. pois a menor quantidade de água disponível no solo induz a abertura dos estômatos para captação da umidade atmosférica. 37) (UNIFESP) Um pesquisador pretende comparar o número de estômatos abertos nas folhas de plantas do Cerrado em diferentes épocas do ano. d) podemos identificar as bananas como exemplos de pseudofruto. Entre essas adaptações. pois as altas temperaturas do verão induzem o fechamento dos estômatos. 40) (UNICENTRO) A evolução dos vegetais nos habitats terrestres envolveu aquisições morfofisiológicas. As plantas aquáticas que vivem submersas e fixas nos substratos do fundo das águas exibem peculiaridades morfofisiológicas que as distinguem das plantas terrestres. 8 . e) a redução do esporófito.a) essas bananas não são derivadas de um ovário desenvolvido. b) desenvolvimento de estruturas aeríferas que acumulam o CO2 produzido pela respiração durante o dia e o oxigênio liberado pela fotossíntese durante a noite. Pode-se afirmar corretamente que ele encontrará maior número de plantas com estômatos abertos a) no inverno. pois os dias mais curtos induzem a abertura estomática para que haja maior captação de luz. d) o desenvolvimento de um sistema radicular com células absorventes. ocorre a polinização das flores de bananeira. b) a expansão do sistema foliar com superfícies impermeabilizadas para impedir qualquer perda de água pela planta. c) no inverno.

Marcelo convidou seus amigos Pedro e Ricardo para uma temporada na fazenda de seu pai. rainha decapitada na Revolução Francesa. que flutua na água colorindo de verde a superfície. portanto. 42) (UNICAMP) O calor e a seca do verão de 2003 na França fizeram mais uma vítima fatal: morreu o carvalho que havia sido plantado em 1681. Dias antes do retorno à capital. visto que a descontinuidade do xilema provocaria o acúmulo de compostos orgânicos na borda superior do corte. por muitos anos. Ricardo propôs que escolhessem uma planta lenhosa e removessem um anel completo da casca de um dos seus galhos (cintamento). justificando. 43) (FUVEST/2002) Duas plantas da mesma espécie. c) flores coloridas. e) autofecundação. a) Se não houvesse registros da data do seu plantio. MARCEL O desenvolvimento integral da O planta. 44) (UEPA-PROSEL/2002) No Arquipélago do Marajó. representadas nas figuras A e B. Para a flutuação. interrompendo o transporte apenas naquele galho.41) (PUCC/2003) Joio e trigo. a morte da planta.5m de circunferência. cursos d’água e muita vegetação de pequeno e grande portes. A vegetação dessas áreas é formada por gramíneas e plantas aquáticas como o aguapé. são plantas polinizadas pelo vento. b) Pedro concluiu acertadamente. das folhas. e prometeram voltar nas próximas férias escolares para observar o que teria acontecido com a planta. b) Se recortarmos um quadrado de mesma área de cada uma dessas folhas e extrairmos a clorofila. uma área rural cercada de pastos. árvore preferida de Maria Antonieta. Provavelmente a árvore será cortada mantendo-se apenas a base do seu tronco de 5. O PEDRO A morte apenas do galho cintado. resolveram realizar um ato que os faria relembrar com prazer daquele período. a idade da árvore poderia ser estimada através do número de anéis de crescimento presentes no seu tronco. contendo o líber. Paulo. Devem. provocando. d) flores grandes. que vivem em ambientes distintos. o parênquima cortical e a periderme. apresentam folhas morfologicamente diferentes. encontram-se áreas com influência fluvial que permanecem alagadas quase todo o ano. considerando que a interrupção do fluxo descendente da seiva orgânica levaria à morte das raízes e. (Adaptado de Reali Júnior. sendo gramíneas. O Estado de S. Cada um deles fez sua previsão dos resultados esperados: ESTUDA RESULTADOS PREVISTOS NTE RICARD A morte da planta inteira. o que atesta sua longa vida de 322 anos. 9 a) Indique. De calor. consequentemente. apresentar a) nectários abundantes. de qual amostra se espera obter maior quantidade desse pigmento? Por quê? . qual das folhas corresponde à planta que vive em campo aberto e qual corresponde à planta que vive no interior de uma floresta. O carvalho de Maria Antonieta em Versalhes morreu. b) grande quantidade de pólen. 28 / 08/2003). Com base nas previsões acima podemos dizer que: a) Ricardo fez a previsão mais acertada. a seguir. o aguapé apresenta desenvolvido o parenquima: a) Amilífero b) Aquífero c) Aerífero d) Clorofiliano e) Paliçadico 45) (CESUPA/2005) Nas férias escolares. Como são formados esses anéis? Quais os fatores que podem influenciar na sua formação? b) Seria possível utilizar essa análise em monocotiledôneas? Explique.

cujas folhas tenderão a se desenvolver mais que nos outros galhos. é hidrofóbico. reserva de energia dos animais. Cite a substância que esse tecido armazena. São áreas de clima quente e solos alagados e pouco aerados. 10 . c) o amido. nutrientes minerais e compostos orgânicos nas plantas fanerógamas. faça o que se pede: a) Cite o nome da estrutura epidérmica indicada em I. distribuindo a seiva bruta para as folhas. b) a gordura. que acumula água. em geral. provocando um aumento de peso nos animais. mais compacto do que a reserva lipídica dos vegetais. 48) (UFV/2004) Os manguezais constituem um dos mais importantes ecossistemas brasileiros. A vegetação típica dos manguezais possui características que lhe conferem alto grau de adaptabilidade a tais condições. as folhas dos vegetais são ricas em óleos. encontra-se uma representação de um corte transversal de uma folha de Rhizophora mangle. reserva de energia dos vegetais.c) A previsão de Marcelo está correta. d) Nenhum dos três estudantes domina conhecimentos suficientes sobre o transporte de água. Sabendo que o Vegetal ( I ) é um musgo e o vegetal ( II ) é uma samambaia. é Com base no texto e na observação da figura. podemos afirmar corretamente que: a) as vantagens de ter uma maior superfície corporal nos vegetais estão relacionadas à área de absorção de água e luz. o que possibilita a redução do acúmulo de água com conseqüente redução de peso corporal dos vegetais. uma planta típica de manguezais. 46) Observe estes vegetais: uma substância hidrofóbica. considerando que o lenho continuará íntegro e ativo. Esta afirmativa está relacionada ao tipo de nutrição e de reserva de energia desses seres vivos. os animais. b) O tecido indicado em II tem função de armazenamento. d) a principal reserva de energia dos animais ocorre sob a forma de amido. Abaixo. os quais são usados na nossa alimentação. para uma previsão acertada. a) Qual é o motivo dos musgos serem chamados de avasculares ? b) Faça o esquema da reprodução das samambaias esquematizando os seguintes termos: Gametófito -Esporos -Oosfera -Gametófito -Esporófito -Anterozóide -Zigoto c) Qual das fases encontramos Células diplóides? 47) Enquanto os vegetais podem ter sua superfície foliar e radicular bastante ramificadas. c) Qual a função principal da estrutura indicada em III? d) Cite o nome do tecido indicado em IV. e) geralmente. Quanto a isso. são mais compactos. inclusive do galho cintado.

1 kg de abobrinha. foi igual a: (A) 6 (B) 9 (C) 13 (D) 16 51) (UEPA) Observe a ilustração abaixo: c) Em que órgãos vegetais tais estruturas são encontradas? d) Qual a função básica desta estrutura? e) Cite. Podemos afirmar então que. considerada um fitormônio. 52) (UFPA) plantas vasculares ou traqueófitas possuem tecidos de condução e são representadas pelas Pteridófitas e Fanerógamas. é focalizada na figura acima? b) Identifique os componentes de números 1. 53) (UNIFOR) Alguns fruticultores guardam os produtos de suas colheitas em ambientes onde ocorre a queima de combustíveis como a querosene. em kg. Baseado nesta afirmação explique: a) O que acontecerá com urna árvore frutífera se retirarmos um anel da casca do seu tronco? JUSTIFIQUE. b) armazenar os frutos em temperaturas elevadas e com altas taxas de O2. Essa substância. 1 kg de couve-flor e 1 kg de brócolis. esses vermes reproduzem-se e obliteram o: a) lenho b) líber c) súber d) xilema e) esclerênquima 50) No preparo de uma sopa. Para evitar que os frutos amadureçam durante o transporte. sem necessidade de definir. observada com seu componente “1”ora aberto ora fechado. ocasionando a obstrução dos mesmos. é realizado por células especializadas que formam os tecidos vasculares: o lenho ou xilema e o líber ou floema. no interior dos vegetais. A sobremesa foi preparada com 6 kg de laranja. nutrientes minerais e compostos orgânicos. através da rápida multiplicação dos mesmos nos canais que conduzem a seiva elaborada. 3 kg de vagens de ervilha. . o que sucederá com os frutos produzidos pelo mesmo? JUSTIFIQUE. é: a) o etileno d) uma giberelina b) uma auxina e) o ácido abscísico c) uma citocinina 54) (UFES/99) Dentre os fitormônios conhecidos. um produtor que queira exportar mamões para outro Estado deve: a) utilizar carros frigoríficos com baixas temperaturas e altas taxas de CO2. 2 e 3. gasolina ou madeira que libera no ar uma substância estimulante da maturação dos frutos. o etileno é um dos principais responsáveis pelo amadurecimento dos frutos. Nestes vegetais o transporte de água. 2 kg de berinjela. foram utilizados 3 kg de tomate. c) diminuir a concentração de CO2 no interior dos carros frigoríficos. d) manter os veículos de transporte em 11 a) Que estrutura vegetal. de frutos usados nesta refeição. Considerando o conceito botânico de fruto.49) (PROSEL/2005) Algumas espécies de nematódios provocam a morte dos vegetais que invadem. a quantidade total. b) Se o mesmo cintamento for realizado num dos seus galhos. os mecanismos reguladores da abertura e fechamento desta estrutura. 1 kg de pimentão.

b) Apenas I está correta. a fotossíntese atingiu uma velocidade igual à da respiração. c) BC. a) Identifique a estrutura da flor sobre a qual estes hormônios atuam. a transpiração cuticular é muito maior que a perda de água pelos estômatos.temperatura ambiente. 56) (UBERLANDIA/2001) Considere as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta. podemos concluir que. no trecho: a) AB. 55) (UFRJ/2004) As flores não polinizadas que são pulverizadas com hormônios auxinas e giberelinas podem produzir frutos sem semente (partenocárpicos) com . b) 1. a luz passa a atuar como fator limitante do processo. e) 3. I. ocorre o grau máximo de abertura dos estômatos. Os resultados obtidos foram os seguintes (unidades arbitrárias): 12 . a planta não produz O2 c) 2.2a Fase) Foi realizado um experimento com o objetivo de verificar o efeito da intensidade luminosa sobre a massa de carboidratos produzida e armazenada por determinada espécie de plantas. b) Explique por que a pulverização com auxinas e giberelinas podem levar a formação de frutos sem semente. 60) (FUVEST 2000 . a planta está no escuro. pois não há mais transpiração cuticular. d) 2. d) BC.por exemplo. 59) (CESGRANRIO/99) O gráfico ao lado mostra o peso de uma folha que foi retirada de seu ramo em função do tempo. mantida em um ambiente com temperatura constante. Com base na análise desse resultado. 57) Uma fruta podre no cesto pode estragar todo o resto. A análise do gráfico NÃO nos permite afirmar que no ponto: a) 1.Os efeitos mais marcantes da ação do etileno nos vegetais referem-se à quebra de dormência de sementes e à formação de frutos partenocárpicos. b) AB. a diminuição do peso foi rápida devido perda de água pelos estômatos. III. as uvas sem sementes. d) I e II estão corretas. a perda de água pelos estômatos supera a transpiração cuticular e) BC. II.O AIA (ácido indolilacético) nem sempre estimula o crescimento vegetal. podendo também inibi-lo. a quantidade de O2 que a planta consome é igual à quantidade produzida. Esse hormônio é denominado de: a) etileno b) auxina c) citocinina d) giberelina 58) (CESGRANRIO/99) O gráfico ao lado ilustra a influência da luz na velocidade da fotossíntese. c) II e III estão corretas. a) I e III estão corretas. a diminuição do peso é lenta. dependendo de sua concentração e do órgão onde atua.Citocinina é um nome geralmente dado a certas substâncias naturais ou sintéticas que nos vegetais estimulam divisões celulares. e) colocar alguns frutos já maduros entre os outros ainda verdes. O dito popular acima baseia-se no fundamento biológico de que a liberação de um hormônio volátil pelo fruto mais maduro estimula a maturação dos demais frutos.

a cor da solução no tubo A continuou rósea como de início.Intensidade luminosa Carboidrato armazenado 1 0 3 1 3 5 1 5 7 1 8 8 2 0 9 2 5 1 0 3 0 1 0 3 4 1 0 a) No quadriculado impresso na folha. desenhe um gráfico que mostre a relação entre a intensidade luminosa e o armazenamento de carboidrato. b) continua crescendo. Já no tubo C. estimada por diferentes métodos. b) A. indicando aumento da concentração de CO2 no ambiente. foi a) A. b) Indique a posição provável do ponto de compensação fótico. a mesma quantidade de carbono que fixa. c) continua crescendo. A e B. o valor de intensidade luminosa em que as taxas de fotossíntese e de respiração se equivalem. C e B. Se o ponto de compensação fótico é mantido por certo tempo. na forma de carboidrato. 61) (FUVEST-2003) Em determinada condição de luminosidade (ponto de compensação fótico). Os tubos foram identificados por letras (A. hermeticamente vedados com rolhas de borracha. e) C. pois não consegue o suprimento energético de que necessita. pois mantém a capacidade de retirar água e alimento do solo. Cada rolha tinha presa a ela uma folha recémtirada de uma planta. pois perde a capacidade de retirar do solo os nutrientes de que necessita. 63) (FUVEST-2004) O gráfico mostra a variação na concentração de gás carbônico atmosférico (CO2). pois consome todo o alimento que produz. Esses resultados permitem concluir que a posição dos tubos em relação à fonte de luz. A relação entre o declínio da concentração atmosférica de CO2 e o estabelecimento e a diversificação das plantas pode ser explicada. como mostrado no esquema. durante a fotossíntese. pelo menos em parte. pelo fato de as plantas 13 . uma planta devolve para o ambiente. 62) (FUVEST-2004) As variações na concentração de gás carbônico (CO2) em um ambiente podem ser detectadas por meio de soluções indicadoras de pH. Após algum tempo. indicando diminuição da concentração de CO2 no ambiente. a planta: a) morre rapidamente. B e C) e colocados a diferentes distâncias de uma mesma fonte de luz. C e A. A e C. d) continua viva. mas não cresce. na forma de gás carbônico. Uma dessas soluções foi distribuída em três tubos de ensaio que foram. e) continua viva. No tubo B. em seguida. ou seja. B e C. nos últimos 600 milhões de anos. pois mantém a capacidade de armazenar o alimento que sintetiza. ela ficou amarela. a solução tornou-se arroxeada. mas não cresce. do mais próximo para o mais distante. c) B. d) B.

proteção e isolamento térmico ( ) Floema . na figura adiante.transporte de seiva bruta ( ) Câmbio . como celulose e lignina. 3 e 4 b) 2.a) usarem o gás carbônico na respiração celular. Isso se dá pela ação de enzimas produzidas de novo. 4 e 2 14 . 2 e 3. 64) (MACK) hormonais provenientes do embrião. Observe a figura da germinação de uma semente e responda às questões abaixo: I II III IV V Assinale a alternativa que apresenta a correta relação O2/CO2 nos pontos 1. c) resfriarem a atmosfera evitando o efeito estufa. responsável pela indução da síntese de enzimas em I: e) Qual é a função das enzimas produzidas em I? 68) (Ufpe) Faça a correlação entre as partes de um caule. ( ) Xilema . em resposta a estímulos a) Qual é a classe taxonômica da semente representada no esquema? b) Cite o nome da estrutura indicada por IV: c) Qual é o número que está indicando a região do endosperma? d) Cite o nome do hormônio. d) produzirem gás carbônico na degradação de moléculas de glicose. A hidratação faz com que a semente se expanda e rompa seus tegumentos. b) transformarem átomos de carbono em átomos de oxigênio. Ponto 1 Ponto 2 Ponto 3 a) <1 =1 >1 b) >1 =1 <1 c) >1 <1 =1 d) <1 >1 =1 e) >1 >1 =1 65) (MACK) Os principais fatores que influem na abertura e fechamento dos estômatos são a intensidade luminosa. 4 e 1 c) 1. Assinale a melhor combinação desses três fatores para a sua abertura. a concentração de CO2 e o suprimento de água. e) imobilizarem carbono em polímeros orgânicos. induzindo modificações metabólicas que levam à emissão do eixo embrionário. 3. numeradas de 1 a 4. 3.transporte de seiva elaborada A seqüência correta é: a) 1.crescimento secundário ( ) Súber . Intensidade Concentraç Suprimento luminosa ão de água de CO2 a) Alta Alta Alto b) Alta Alta Baixo c) Baixa Alta Alto d) Baixa Baixa Baixo e) Alta Baixa Alto 66) A primeira etapa da germinação da maioria das sementes é a embebição. 2. com suas respectivas denominações e funções. produzido em III.

1. 3. 2. 1. 73) (Mackenzie) A figura acima representa um estômato encontrado na epiderme inferior da folha de 'Tradescantia sp'. 2 70) (Mackenzie) Comparando-se uma flor de gimnosperma com uma flor de angiosperma. 71) (Puccamp) Estômatos foliares abertos favorecem a: a) fotossíntese. b) Mencione duas maneiras pelas quais as plantas evitam a transpiração. a transpiração e a absorção de água do solo. é: a) 2. 72) (Ufv) O estômato. mas prejudicam a absorção de água do solo. A transpiração nas folhas cria uma força de sucção sobre a coluna contínua de água do xilema: à medida que esta se eleva. por que a planta apresenta mecanismos para evitá-la? 69) (Pucrs) Relacionando os grupos da coluna I com as informações da coluna II. a) Qual o número que indica a(s) célula(s) subsidiárias(s)? b) Que tipo de plastídeo é predominante em II? c) Cite uma função de estômato. 4. Observe a figura e resolva os itens. c) Se a transpiração é importante. 4. mas prejudicam a transpiração e a absorção de água do solo. 4. 3 c) 4. b) fotossíntese e a transpiração. 5. observa-se uma diferença marcante. 3. 4. representado na figura abaixo. 2. mas prejudicam a fotossíntese. 3 e 1 e) 4. b) ovário. 1. c) grão-de-pólen. 3. 5 b) 4. desempenha funções importantes para as plantas. c) fotossíntese. 5. 1 e 2 68) (UNICAMP) A transpiração é importante para o vegetal por auxiliar no movimento de ascensão da água através do caule. mas prejudicam a absorção de água do solo e a fotossíntese. a) Indique a estrutura que permite a transpiração na folha e a que permite a entrada de água na raiz.d) 2. que é a presença ou ausência de: a) óvulo. 1. e) transpiração. 2 d) 5. 3 e) 5. As únicas 15 . 3. e) gametófito. de cima para baixo. 1. d) transpiração e a absorção de água do solo. COLUNA I (1) Fungos (2) Briófitas (3) Pteridófitas (4) Gimnospermas (5) Angiospermas COLUNA II ( ) Sementes nuas ( ) Avasculares com reprodução por metagênese ( ) Nutrição heterótrofa ( ) Sementes presentes em frutos ( ) Vasculares que nunca formam tubos polínicos A ordem correta de preenchimento dos parênteses. d) saco embrionário. mais água é fornecida à planta.

d) lenticelas. d) 4 contém estrutura responsável pela condução de seiva. d) em II. b) em I. as células estomáticas estão túrgidas. O principal órgão que faz a transpiração e a estrutura pela qual sai vapor d'água são. as células estomáticas estão murchas. b) pêlos (tricomas). c) acúleos. quais não aparecem nas folhas: a) estômatos. 78) (Uflavras) Das estruturas citadas. c) em I. designadas por I e II. e) 5 depende do turgor das células para seu funcionamento. 77) (Unesp) Observe a figura e responda. as células estomáticas apresentam maior suprimento hídrico que em II. Com relação à análise dos esquemas. c) 3 é o principal tecido fotossintético. as células estomáticas devem apresentar o mesmo suprimento hídrico. 16 . as células estomáticas apresentam menor suprimento hídrico que em II.células dessa estrutura que apresentam cloroplastos são as assinaladas por: a) 1 b) 2 c) 3 d) 1 e 2 e) 1 e 3 74) (Ufmg) O esquema a seguir refere-se a um corte transversal de uma folha de vegetal em que estruturas histológicas foram indicadas pelos números de 1 a 5. 75) (Faap) O eucalipto é um tipo de árvore muito utilizada em locais encharcados de água para "secar" o solo. e) cutículas. Em relação a esse esquema. 76) (Pucsp) Os esquemas a seguir representam detalhes da epiderme de duas folhas. é INCORRETO afirmar-se que a) 1 é uma estrutura de proteção. respectivamente: a) caule e lenticela b) folha e estômato c) flor e estômato d) raiz e lenticela e) caule e xilema a) Qual é o nome da estrutura assinalada em I e o do tecido assinalado em II? b) Considerando-s e que na estrutura I ocorre entrada de CO2 e saída de H2O e de O2 . b) 2 é um epitélio com capacidade de renovação. e) em I e II. pois retira grande quantidade de água e a perde através da transpiração. pode-se dizer que: a) em I. responda em que processo o CO2 absorvido em I é utilizado e qual a importância deste processo para a manutenção da vida.

Que estruturas são essas ? a) meristemas b) estômatos c) pecíolos d) grãos de pólen e) gametófitos 82) (Ufg) As folhas e o caule são órgãos vegetais que desempenham papel relevante nas trocas gasosas entre as plantas e o meio ambiente.M. radícula e estômato.ualr. d) caule de dicotiledônea. c) flor de dicotiledônea. o qual revelou os seguintes tecidos e 17 . b) Explique a ação de um hormônio vegetal que possibilita a reprodução vegetativa em certas plantas.R. "Fundamentos de Biologia Moderna". respectivamente. d) Epiderme superior. esses órgãos também participam do processo de reprodução vegetativa em certas plantas. b) raiz de monocotiledônea. c) Cutina. parênquima clorofilado. Além disso. parênquima lacunoso. de 1 a 5. prolongamento epidérmico e ostíolo. aerênquima. tricoma e célula guarda. mediu-se o número de certas estruturas encontradas nas folhas de quatro gêneros de plantas fósseis. parênquima clorofílico (paliçádico e lacunoso). b) Epiderme inferior. A finalidade do experimento era medir a concentração de CO da atmosfera durante a época em que as plantas estavam vivas. radícula e célula companheira. pois se sabe que o número de tais estruturas é inversamente Adaptado de AMABIS. G. Analise-a e responda as questões que seguem. Os aspectos anatômicos encontrados nos fragmentos da planta foram: presença de estômatos. proporciona l à concentração de CO na atmosfera . parênquima clorofilado. floema. a) Identifique uma estrutura foliar envolvida nesse fluxo gasoso e explique como ocorre esse processo. 81) (Unirio) Numa experiência realizada recentemente. xilema. 83) (Ufu) A ilustração a seguir representa. 80) (Ufrs) Um laboratorista responsável pelo controle de qualidade de uma empresa fitoterápica analisou um chá sem identificação. floema. a) Epiderme superior. epiderme uniestratificada. e) folha de dicotiledônea. São Paulo: Moderna. com um esquema tridimensional. parênquima paliçádico.79) (Ufu) Analise o desenho esquemático abaixo e assinale a alternativa que apresenta corretamente a identificação das estruturas numeradas. & MARTHO.edu/~botany/leafstru a) Qual é o nome da estrutura apontada pelo número 1 e a que tecido ela pertence? b) Qual é o nome do tecido apontado pelo número 2 e qual é a sua função? 84) (Ufg) Um estudante observou no microscópio o corte histológico de um órgão vegetal. e) Epiderme inferior. xilema. Certamente este chá era constituído por a) caule de monocotiledônea. J. 2003 e Http://www. floema. tricoma e ostíolo. a morfologia interna de uma folha. pêlos glandulares e cutícula.

c) da oosfera fecundada. Durante o amadurecimento. b) da parede do ovário. e) no caule. fruto. c) Ácido indolil-acético. Durante a formação do fruto. fruto e raiz c) fruto. macaxeira) corresponde ao órgão de uma planta onde se acumulam substâncias de reserva energética que têm sua origem a) nas folhas. fruto e caule 18 . d) do receptáculo floral. LEGUME é o fruto produzido pelas leguminosas. raiz. por relação simbiótica com bactérias. Os legumes anteriores são. o pericarpo é resultante do desenvolvimento a) do óvulo fecundado. 85) (Unifesp) A mandioca (aipim. b) nas folhas. não é fruto verdadeiro. d) a acerola. A bem da verdade. b) um tubérculo. o estudante concluiu que este órgão é a) um estipe. 91) (Faap) Na feira ou na quitanda. fruto e caule b) fruto. a partir da produção de hormônios vegetais. e) Ácido giberélico. e) uma folha. Entretanto. d) nas raízes. após a polinização. b) o abacate. como a vagem do feijão. ocorre a decomposição da clorofila e a síntese de outros pigmentos. Explique de que estrutura ela se origina. respectivamente: a) fruto. apesar de carnosa. absorvidas diretamente do solo. caule e fruto e) fruto. 90)(Unaerp) Frutas bem maduras e podres liberam um gás conhecido por: a) Ácido Abscísico. tecido condutor constituído por xilema e floema. Com o amadurecimento também ocorre o amolecimento devido à degradação de componentes da parede celular e aumento nos níveis de açúcares. Este fruto apresenta o pericarpo suculento. 86) (Ufc) Os frutos são órgãos vegetais que se desenvolvem a partir dos ovários. fruto. Como exemplo. a) Qual a vantagem adaptativa das modificações que ocorrem durante o amadurecimento dos frutos carnosos? b) De que estrutura da flor se origina a porção carnosa de um fruto verdadeiro? c) A maçã. tomate. c) o caju. e) do endosperma da semente. sem que tenha ocorrido fecundação. e) a manga. após a fecundação de seus óvulos. a partir da fotossíntese. a partir da quebra da glicose. temos: a) a banana. c) um bulbo. fruto. 89) (Ufg) Observe as figuras a seguir que ilustram os frutos de duas espécies de dicotiledôneas: a) Qual a parte da flor que deu origem ao pseudofruto na Figura A e ao fruto na Figura B? b) Explique como ocorre o processo de fecundação nesses vegetais. resultando em uma coloração amarelada ou avermelhada. 87) (Unicamp) Frutos carnosos imaturos são na maioria verdes e duros. caule. d) um tronco. c) nas raízes. pepino e cebola são considerados "legumes". caule e raiz d) caule. d) Auxinas. células parenquimáticas com cloroplastos. 88) (Puccamp) O azeite é extraído do fruto da oliveira. Pela descrição. pode ocorrer a formação do fruto. b) Etileno. a azeitona. cenoura.estruturas: epiderme com cutícula e estômatos.

e) axial. são características a) do cerrado. As palmeiras. 100) As plantas parasitas obtêm alimento do hospedeiro através dos __________ que são __________ especializadas.pepino . e) suberificado.semente e) A . c) dos manguezais. costuma-se utilizar espécies do grupo das Gramíneas. devido ao seu sistema radicular. apenas frutos. indicamos as seguintes estruturas: c) uma grande quantidade de parênquima clorofiliano d) uma grande quantidade de haustórios 96) (Uel) Plantas do gênero 'Rhizophora' com raízesescora.blogspot. d) tabular.beterraba b) batata . a) laranja .folhas e) pneumatóforos – folhas Deixe seu gabarito aqui: http://biologiaquepariu.endocarpo D . b) fasciculado.folhas c) pneumatóforos . Assinale a alternativa que apresenta uma característica que corresponde ao grupo acima citado. suportam melhor essa operação.cebola – maça 95) (Uece) Algumas plantas de mangue apresentam adaptação radicular do tipo PNEUMATÓFORO.beterraba .maça . Entre as plantas indicadas para este fim.raízes b) pneumatódios .vagem .epicarpo b) A . d) da mata atlântica.mesocarpo E – pericarpo 94) (Ufrs) Assinale a alternativa que apresenta. b) colenquimatoso. b) do receptáculo floral. c) esclerenquimatoso. e) da floresta amazônica. d) parenquimático.laranja c) tomate . e do gênero 'Avicennia' com raízes respiratórias.semente d) A . 97)(Ufrs) Árvores adultas geralmente apresentam dificuldades para serem transplantadas de um lugar para outro. que possibilitam a obtenção de oxigênio em solo alagado. pertencentes às monocotiledôneas.com/2009/11/botanicaexercicios-100-questoes.mesocarpo B .pericarpo C .mesocarpo E . taludes e beiras de estradas. encontramos a predominância de tecido: a) meristemático.endocarpo D .laranja d) pepino . do ponto de vista botânico.endocarpo C .semente D . Em se tratando dessa adaptação a raiz apresenta: a) um aerênquima bem desenvolvido b) um número elevado de hidatódios 19 .mesocarpo E .pericarpo E .epicarpo B . e) do ovário fecundado de uma flor hermafrodita.pericarpo D .endocarpo C .uva e) tomate .pericarpo B .92) (Uel) A parte carnosa de uma maçã é considerada um pseudofruto por se originar a partir a) de uma flor masculina.raízes d) haustórios .endocarpo C .epicarpo E .semente c) A . 98) (Ufrs) Existem plantas que. a) A .epicarpo C . por suas características morfológicas.epicarpo D . a) folhas sem bainha b) sementes com dois cotilédones c) flores pentâmeras d) raízes fasciculadas e) folhas peninérveas 99) (Pucmg) Na raiz da mandioca. 93) Neste esquema de um corte no abacate. b) do pantanal. Selecione a alternativa que completa corretamente as lacunas. que é do tipo a) pivotante. d) do ovário fecundado de uma flor feminina. c) de um ovário não fecundado.mesocarpo B . como em encostas de morros.html Eu confirmo as questões verdadeiras e erradas. a) haustórios .semente B . c) escora. são mais adaptadas à função de conter a erosão do solo. que permitem melhor fixação em solo lodoso.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful