Você está na página 1de 3

1

Processo n. Insolvncia de Pessoa Colectiva (Apresentao)

Exmo. Senhor Juiz do Tribunal Judicial de

, vem, nos termos e para os efeitos do art. 146., n. 2, alnea b) do Cdigo da Insolvncia e da Recuperao de Empresas, apresentar contra a Massa Insolvente de., respectivos credores e a Insolvente, a sua

ACO DE VERIFICAO ULTERIOR DE CRDITOS nos termos e com os seguintes fundamentos:

I.

Dos Factos

1.

Na sequncia do incumprimento do contrato, celebrado entre a Reclamante e a Insolvente, a ora Reclamante dona e legtima portadora de uma livrana, emitida em e com vencimento vista, no valor de, que ora se junta como doc. 1.

2.

Tal livrana foi subscrita pela insolvente,

3.

At presente data, a Insolvente no procedeu ao pagamento da referida quantia.

4.

Alm do valor do capital supra mencionado, a Reclamante tem, ainda, direito ao pagamento dos juros vencidos e vincendos taxa legal de juros moratrios aplicvel s letras, livranas e cheques, nos termos e ao abrigo do disposto no art. 4 do Decreto-Lei n. 262/83, de 16 de Junho e no art. 559 do Cdigo Civil (cfr. Portarias n. 263/99, de 12 de Abril e n. 291/03, de

8 de Abril).

5.

Os juros de mora contabilizados sobre o capital em dvida, desde a data do vencimento da livrana (06.05.2011) at presente data (30.09.2011), perfazem a quantia de 330,20, conforme resulta da tabela infra.
Dies ad quem Mora (dias)

Valor

Dies a quo

Taxa

Juros

20.497,24

06-Mai-11

30-Set-11

4,00%

147

330,20

TOTAL EM DVIDA

6. No obstante as interpelaes para pagamento, conforme cpia de carta de que ora se junta como doc. 2 e cujo contedo se reproduz para todos os devidos efeitos, at presente data, a quantia em dvida ainda no foi liquidada.

7. No tendo conhecimento da declarao de Insolvncia da., a Reclamante apresentou a competente aco executiva, cfr. cpia do requerimento executivo que ora se junta como doc. 3, e que foi distribudo pelo Tribunal judicial de, sob o n. de processo:.

8.

Ora, s no mbito dos referidos autos de execuo a Reclamante teve conhecimento da declarao de insolvncia, em, conforme a notificao, que ora se junta como doc. 4.

9. No estando a Reclamante em tempo de reclamar o respectivo crdito junto do Administrador de Insolvncia, vem apresentar a presente aco.

10. Capital e juros vencidos ascendem, assim, importncia total de

11. O crdito da Reclamante , pois, , correspondente ao montante de capital e juros devidos pelo Insolvente.

12. O referido crdito deve ser graduado como comum, nos termos do disposto na alnea c), do nmero 4 do artigo 47. do Cdigo da Insolvncia e da Recuperao de Empresas.

Por estar em tempo, e face ao supra exposto, vem a

Valor: Junta: O Advogado,