Você está na página 1de 3

Resumo de Histria Condies da Prioridade Portuguesa

A sociedade portuguesa estava motivada para apoiar o projeto da Expanso, mas no bastava haver vontade, eram necessrias condies. No sculo XV, Portugal reunia um conjunto de condies que lhe permitiram ser o primeiro pas europeu a iniciar a Expanso martima. As principais condies que permitiram a prioridade portuguesa no processo dessa expanso foram:

a estabilidade poltica e o clima de paz que se estabeleceu em Portugal; a situao geogrfica do pas, com uma extensa costa martima, aberta ao oceano atlntico e com bons portos; a tradio na prtica de acividades ligadas ao mar, como a pesca e o comrcio martimoao longo da costa e com os pases do Norte da Europa;

o apoio rgio dado, desde o sculo XIII, atividade martima e construco naval com iniciativas como a fundao da Bolsa de Mercadores (1923) e da Companhia das Naus (1377);

a permanncia no territrio de Muulmanos e Judeus, que permitiram aos Portugueses o contacto com tcnicas e instrumentos de navegao j utilizados por outros povos no Oriente

A experincia nas atividades ligadas ao mar e os conhecimentos de cincia nutica trazidos pelos Muulmanos contriburam para que os Portugueses pudessem planear viagens martimas. Alguns instrumentos j utilizados por outros povos, como a bssola, foram aperfeioados e adaptados navegao em mar alto.

As principais condies tcnicas que possibilitaram aos portugueses iniciar a Expanso foram:

a navegao astronmica, que permitia aos marinheiros orientarem-se atravs dos astros utilizando instrumentos como a bssola, o quadrante, o astrolbio e a balestilha. Para definirem as suas rotas usavam cartas de marear e portulano;

a construo da caravela pelo aperfeioamento das embarcaes, aplicando a vela triangular e o leme central que permitiam "bolinar" (navegar com ventos contrrios).

Bssola

Astrolbio

Quadrante

Balestilha

Texto escrito conforme o Acordo Ortogrfico - convertido pelo Lince.