Você está na página 1de 30

LIÇÕE S DE

ESTRA TÉG IA
EM PRES ARI AL …

Formatado por C.F.C. Clique para continuar...


Ca so 1 : O u so d a
in form ação.
Um homem vai tomar uma ducha no
momento que sua esposa está terminando
de fazê-lo.
Neste exato instante, soa a campainha da
porta. Depois de alguns segundos de
dúvida, ambos decidem que ela irá
atender, e para isso, ela se envolve em
uma toalha, vai abrir a porta e se encontra
com o vizinho da casa ao lado.
Antes que ela pronuncie uma
palavra, o vizinho lhe diz:
- Te dou R$1000,00 se deixar cair a
toalha no chão.
Ela pensa uns segundos, se decide,
deixa cair a toalha e fica nua na frente
do vizinho que, depois de uns
segundos, mete a mão no bolso, tira
R$ 1000,00, entrega a ela, da meia
volta e se vai…
Ainda confundida, ela fecha a porta
rápidamente, se envolve outra vez na
toalha e volta ao banheiro para secar
sua pele.
Quando chega, seu marido lhe
pergunta quem havia tocado a
campainha.
-O vizinho do lado, diz ela.

E o marido lhe pergunta:


- Ele devolveu os R$1000,00 que eu
emprestei???
Conclu sã o:

Se você compartilha uma informação


crítica com seus sócios,
principalmente sobre créditos e
riscos, evitará situações
indesejáveis.
Caso 2: Estar bem
informado…
Um padre vai conduzindo seu carro
quando vê uma freira parada ao lado da
pista, esperando o ônibus.
O padre pará e lhe oferece carona até o
ponto mais próximo. A freira aceita e põe
suas coisas no assento traseiro. Ao sentar-
se, seu hábito se abre um pouco e deixa
ver uma coxa deliciosa.
Quando o padre olha, quase ocorre
um acidente. Consegue controlar o
carro, porém não resiste à tentação e
põe sua mão sobre a perna dela.
A freira olha o sacerdote e diz:
-Padre, lembre-se do Salmo 129.
O padre retira rápidamente sua mão e
pede desculpas, porém seus olhos
não conseguem deixar de olhar a
perna, e mais uma vez, pouco depois,
sua mão salta da alavanca de marcha
para aquela coxa maravilhosa da
freira:
- Padre, lembre-se do salmo 129,
reitera a freira…
O padre, contrariado, retira a mão e trata
de desculpar-se:
- A carne é fraca, irmã…
Quando chegam a seu destino, ela olha o
padre significativamente e o agradece pelo
favor de trazê-la a seu destino.
O padre prossegue sua viagem e quando
chega em seu convento, corre para ver o
que diz o salmo 129.
Salmo 129: "Segue adiante e
tenta, que alcançarás a glória".
Co nclu sã o:

Esteja informado ao máximo sobre


temas relacionados com seu trabalho
ou estará sujeito a perder grandes
oportunidades.
Ca so 3 : Co mo r eagir
ante u ma si tuação
desf avo rá vel:
Um jovem da cidade foi ao campo e
comprou um burro de um velho
camponês por R$100,00. O ancião
prometeu entregar o animal no dia
seguinte, porém no dia seguinte o
campônes lhe diz:
- Sinto muito, meu filho, porém tenho
más notícias. O burro morreu.
- Bom, então, devolve meu dinheiro.
- Não posso, já o gastei.
- Bem, então, me dá o burro.
- E para que? O que vai fazer com
ele?
- Vou rifá-lo.
- Estás louco?? Como vais rifar um
burro morto?
- É que não vou dizer a ninguém que
ele está morto.
Um mês depois, voltam a se
encontrar o velho vendedor e o jovem
comprador.
- Que aconteceu com o burro?
- O rifei. Vendi 500 bilhetes a R$2,00
cada e ganhei R$ 998,00.
- E ninguém se queixou?!!
- Só o ganhador, mas para ele eu
devolvi seus R$ 2,00…
Co nclu sã o:

Este é um exemplo de como converter


uma situação desfavorável
em um êxito.
Ca so 4: So bre a
informação corre ta.
Um réu, condenado a cadeia perpétua por
assassinato premeditado, foge da prisão
depois de estar 22 anos na cadeia.
Ao fugir, entra em uma casa em que dorme
um jovem casal. O fugitivo amarra o
homem em uma cadeira e a mulher na
cama. A seguir, encosta seu rosto ao
ouvido da mulher e logo depois sai do
quarto.
Arrastando sua cadeira, o homem se
aproxima desesperadamente de sua
mulher e lhe diz:
-Meu amor, este homem não tem visto
uma mulher há anos. O vi beijando
teu ouvido e, aproveitando que ele
saiu, quero te pedir que cooperes
com ele e faça tudo que ele pedir. Se
ele quiser ter sexo com você, não o
rejeites e finja que está gostando.
Nossas vidas dependem disso! Seja
forte, minha querida; eu te amo.
A jovem esposa diz para o marido:
- Querido, estou contente que penses
assim. Efetivamente, esse homem
não tem visto uma mulher em muitos
anos, porém ele não estava beijando
meu ouvido. Estava me dizendo que
achou você uma gracinha, e
perguntou se temos vaselina no
banheiro.
- Seja forte, meu querido! Eu também
te amo muito!!!
Co nclu sã o:

Não estar bem informado pode


acarretar sérios inconvenientes.
A informação pronta e exata é
fundamental para contemplar com êxito
o ataque da concorrência desleal e
assim evitar ingratas surpresas.
Ca so 5 : So bre o s
planos e st ra tégicos:

Um garoto entra em uma farmácia e


diz ao farmacêutico:
- Senhor, me dá um preservativo.
Minha namorada me convidou para
jantar esta noite em sua casa e já que
ela se derrete toda por mim, pretendo
acalmá-la esta noite.
O farmacêutico lhe dá o preservativo
e quando o jovem vai sair, volta e diz:
- Será melhor que me dê outro
preservativo, porque a irmã dela, que
é uma delícia, ás vezes dá uma
cruzada de pernas em que eu vejo até
as entranhas, e sabe como é, né,
como eu vou jantar em sua casa…
De posse do segundo preservativo,
pensa um momento e…
- Me dê mais um, porque a mãe de
minha namorada, que não é de se
jogar fora, quando minha namorada
não está, tem me dado umas
insinuações que… e como vou jantar
na sua casa esta noite…
Chega a hora do jantar e o garoto tem
de um lado a sua namorada, do outro
a irmã e na frente a mãe de ambas.
Nesse instante, chega o pai, que se
senta na cabeceira da mesa.
O garoto abaixa a cabeça e começa a
rezar:
- Senhor, te damos graças pelos
alimentos… Bendizemos a todos… E
perdõe se ofendemos alguém…
Passa um minuto e o garoto cotinua
rezando:
- Graças, Senhor!
Depois de dez minutos de rezas e
orações, a namorada lhe diz:
-Não sabia que você era tão religioso…
-Nem eu que seu pai era o

farmacêutico!!
Co nclu sã o:

Não comente os planos estratégicos


da empresa com desconhecidos,
porque a falta de confidencia pode
destruir sua própria organização.
Ca so 6 : Quem fala
por último …

Um vendedor, um empregado
administrativo e o gerente de uma
empresa vão almoçar e, jogada ao
chão, encontram uma antiga
lâmpada. A esfregam e aparece um
Gênio, envolto em uma nuvem de
fumaça.
- Como geralmente concedo três
desejos, vou realizar um para cada
um de vocês, diz o Gênio.
- Eu primeiro! Eu primeiro! Grita o
empregado administrativo. Quero
estar de férias no Caribe e … ¡Puff! …
Desaparece!
Ainda assustado, o vendedor grita:
-Agora sou eu! … Quero estar no

Hawai, descansando na praia com


minha massagista particular, com
uma inesgotável provisão de cerveja
e com uma top model. E … Puf! …
Desaparece!
- Bem, agora é sua vez, diz o Gênio para
o gerente.
- Quero que esses dois voltem a
trabalhar depois do almoço, diz o
gerente.
Co nclu sã o:

Sempre deixe o chefe falar primeiro.

FIM D O C UR SO
EM PR ESA RIAL…