P. 1
Características Gerais dos Mamíferos

Características Gerais dos Mamíferos

|Views: 1.343|Likes:
Publicado porViviane Gandini

More info:

Published by: Viviane Gandini on Oct 23, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/24/2013

pdf

text

original

Características Gerais dos Mamíferos

:
Posição Sistemática: Classe Mammalia Subclasse Prototheria Subclasse Metatheria Subclasse Eutheria Ordem Chiroptera Ordem Carnivora Ordem Proboscidea Ordem Rodentia Ordem Artiodactyla Ordem Perissodactyla Ordem Cetacea Ordem Sirenia Ordem Lagomorpha Ordem Primata

Características Gerais: Cordados, vertebrados, tetrápodos, craniados, amniotas, alantoidianos, deuterostômios, celomados, homeotérmicos que possuem pêlos e amamentam seus filhotes. Pêlos dos mamíferos, penas de aves e escamas de répteis são anexos da pele formadas por queratina. Há espécies que vivem na terra, outras na água doce ou salgada e ainda os morcegos que voam. São animais dióicos e podem ser ovíparos como o ornitorrinco e equidna ou vivíparos e placentários. Além dos pêlos podem ter ainda glândulas de vários tipos (sudoríparas, sebáceas) e principalmente glândulas mamárias (amamentação dos filhotes). Com exceção dos monotremados, todos os mamíferos possuem tubo digestivo completo que termina no ânus, independente dos sistemas reprodutor e excretor. A articulação do crânio com a primeira vértebra é feita por dois côndilos ocipitais, o que limita os movimentos da cabeça, quando comparados com o das aves. São heterodontes, pois os dentes são diferenciados em incisivos, caninos, pré-molares e molares.

O coração tem dois átrios e dois ventrículos (circulação dupla e completa).A respiração é sempre pulmonar e os movimentos respiratórios dependem de músculos intercostais e principalmente do diafragma que separa o tórax do abdome. ocorrem trocas por difusão entre o sangue materno e o sangue do embrião. Glândulas mamárias: presentes em todas as fêmeas de mamíferos. contribuem para a manutenção da temperatura corporal. sem mistura. A circulação é dupla e completa. órgão de parede muscular. Há passagem de oxigênio. Por meio desse anexo embrionário exclusivo dos mamíferos. que os diferenciam de todos os outros vertebrados. fornecido através da placenta. nutrientes . diferenciados em incisivos. constituindo a urina. ocupando os mais diversos ambientes. os embriões dos mamíferos placentários fixam-se através da placenta. Diafragma: músculo que atua nos movimentos respiratórios. Viviparidade: o desenvolvimento do embrião ocorre sempre dentro do organismo materno. As principais características dos mamíferos. caninos e molares. Dentes adaptados à captura de alimentos e mastigação eficiente. com inúmeras características adaptativas que lhes permite ampla distribuição geográfica. A curvatura (crossa) da artéria aorta é para a esquerda. que serve de alimento aos filhotes. Cérebro e sentidos bem desenvolvidos. o que lhes confere grande agilidade para captura de presas e fuga. Possuem bexiga urinária e a excreção da uréia é feita dissolvida na água. localizado entre a cavidade torácica e abdominal. As hemácias adultas em circulação são anucleadas. Seus representantes são numerosos e diversificados. e com fecundação interna. no interior do útero. Os mamíferos são os vertebrados mais evoluídos. água. Hemácias anucleadas. Os marsupiais e os placentários têm desenvolvimento embrionário direto e interno. têm importância sistemática. secretam leite. o que confere ao embrião proteção e alimento. anexo embrionário exclusivo dos mamíferos.    Os mamíferos são dióicos. são:     Pêlos: recobrindo total ou parcialmente a superfície do corpo. no interior do útero. No revestimento interno do útero.

Estes dois hemisférios estão ligados entre si pelo corpo caloso. O diencéfalo consiste de um epitálamo dorsal. O cerebelo dos mamíferos é o mais desenvolvido entre todos os vertebrados. Esta região está subdividida em quatro tubérculos quadrigêmeos. um tálamo lateral e um hipotálamo ventral. enquanto que os dois inferiores estão relacionados com a audição. Outra estrutura típica do cérebro dos mamíferos é a ponte. um centro de reles. Os dois tubérculos superiores estão relacionados a visão.e anticorpos da mãe para o embrião. são originários do telencéfalo e possuem muitas circunvoluções na sua superfície. e passagem de gás carbônico e de outros resíduos metabólicos em sentido contrário. O sistema nervoso dos mamíferos é bem mais complexo que o dos demais vertebrados. É o mais importante centro de "reles" entre as áreas sensoriais de diversas modalidades e dos centros cerebrais superiores. . Tal complexidade está associada a formação da camada de substância cinzenta e a subseqüente especialização desta camada para formar o neopálio. resultantes desta evolução. O neopalio é o local da memória e de construção e reconstrução do passado. O diencéfalo também contribui para a formação da glândula pituitária (hipófise) e da glândula pineal. Sistema Nervoso dos Mamíferos: Esquema representativo da organização básica do cérebro de Mamífero. sendo considerado o centro da inteligência dos mamíferos. e é o centro de controle dos movimentos e do equilíbrio. Os dois hemisférios cerebrais. caracterizando a maior complexidade dos cérebros dos mamíferos. O mesencéfalo dos mamíferos é menos importante do que o dos outros vertebrados.

A aracnóide está separada da pia-mater por um espaço cheio de um líquido denominado líquido cérebroespinhal.pucrs. mais pronunciado no gênero Homo. e a mais externa.htm . com poucas exceções. mas isto nunca foi comprovado. a dura-mater. Houve notícias sobre a formação de neurônios na parede do intestino desde a endoderme. de um modo geral. braquial. A maioria dos primatas tem o nariz pequeno. emigram para fora ao longo dos nervos antes de completar a sua diferenciação. A grande maioria dos neurônios permanecem dentro do eixo principal do cérebro e da coluna espinhal. A cabeça dos primatas. os primatas. Quanto a reprodução. contendo uma pequena quantidade de líquido. apresenta uma caixa craniana globular. Os mamíferos possuem 12 pares de nervos cranianos. característica associada a uma infância e adolescência prolongadas. Outra característica dos primatas é o grande desenvolvimento dos hemisférios cerebrais. A dura-mater está separada da aracnóide pelo espaço sub-dural.br/fabio/histologia/tecnerv/Mamiferos/Gerais. a segunda meninge ou aracnóide.O sistema nervoso central dos mamíferos (cérebro mais a medula espinhal) está recoberto por três camadas protetoras ou meninges: a pia-mater (a mais interna e em contato direto com sistema nervoso). mas os neuroblastos que darão origem aos neurônios do Sistema Nervoso Autônomo. Outra característica relacionada a visão e que está presente na maioria dos primatas é a percepção das cores. Todo o tecido nervoso ao longo do corpo se desenvolve a partir de células de dentro do tubo neural e do tecido vizinho. Os nervos espinhais tem raízes dorsais e ventrais. Os olhos estão voltados mais para a frente do que lateralmente. parem um só filhote por gestação. Normalmente as mandíbulas são estreitas e a face. http://www. lombar e sacral. A órbita do crânio é direcionada dianteiramente. a crista neural. Os mamíferos possuem quatro plexos. o que possibilita uma visão tridimensional. A capacidade de diferenciação em células nervosas está quase completamente restrita à região da ectoderme que repousa sobre a invaginação da cordomesoderme. achatada. resultantes do intercruzamento das fibras dos ramos ventrais dos nervos espinhais (plexo cervical. com o sentido do olfato menos desenvolvido que os demais sentidos. Os primatas também apresentam menor número de dentes que os outros mamíferos de hábitos alimentares semelhantes.

Os colugos são animais noturnos e arbóreos. O patagium permite ao colugo deslizar entre árvores. principalmente reprodutivas. que se assemelha superficialmente aos lémures e mede entre 35 e 45 cm de comprimento. Tem patas longas.wikipedia. Assim o nome lémur voador. esta ordem constitui uma das mais distintas entre os mamíferos atuais. http://pt.org/wiki/Marsupiais Monotremata Os monotremados (Monotremata ). Insectivora A ordem Insectivora (do latim: insectum. uma membrana dérmica que se estende das pontas dosdedos das quatro patas. Os olhos são relativamente grandes e dispostos na frente da cara. uma vez que o colugo não voa nem pertence à infra-ordem Lemuriformes. Outras diferenças morfológicas. conhecida como marsúpio (do latim marsupium. Pouco se sabe a respeito dos seus hábitos de reprodução e comportamento. Encontrados na Austrália. é a presença. os musaranhos-elefantes. folhas e seiva. O colugo é um mamífero de médio porte. Em sua história abrigou diversos grupos de animais. [1] ordem dermoptera Dermoptera é uma ordem de mamíferos. que habitam a floresta tropical do Sudeste Asiático. Estes animais são herbívoros e alimentam-se de frutos. de tamanho pequeno e de hábitos insetívoros. coração dividido em quatro câmaras. comer) é uma ordem de mamíferos placentários obsoleta. estão presentes. integram a superordem dos Primatomorpha. A característica distintiva deste grupo é a presença do patagium. do qual o nome da infraclasse deriva). inseto + vorare. nem podem ser classificados como animais voadores. .Marsupialia Os marsupiais (latim científico: Marsupialia) constituem uma infraclasse de mamíferos. cauda curta e uma cabeça pequena. que contém apenas a família Cynocephalidae e as duas espécies existentes decolugo. três gêneros e quatro espécies viventes. como a presença de pêlos. é duplamente errado. os colugos não podem voar independentemente. as toupeiras-douradas e oslêmures-voadores. onde se processa grande parte do desenvolvimento dos filhotes. diferindo significativamente com os modos reprodutivos dos marsupiais e dos placentários. Compreendendo duas famílias. o que lhes permite visão binocular. Eles retêm muitas características de seus ancestrais terapsídeos. aos ombros. entre elas a presença de duas vaginas na fêmea. os tenrecos. Juntamente com os Primatas e Plesiadapiformes. Apesar da eficiência de deslizamento entre árvores. os musaranhos. três ossículos auditivos e a presença de glândulas mamárias com produção de leite. tornozelos e ponta da cauda. e não mais utilizada nos sistemas de classificação modernos. na fêmea. cuja principal diferença com osplacentários. ou monotrématos. de uma bolsa abdominal. os monotremados provavelmente originaram-se durante o Mesozóico. e um pênis bifurcado nos machos. porém apresentam várias características mamalianas importantes. Geralmente era constituída por mamíferos primitivos. de orelhas arredondadas. que é por vezes dado à espécie. quando se separaram da vertente Theria. são mamíferos que põem ovos.Tasmânia e Nova Guiné. como astoupeiras. além de diversas formas fósseis. por vezes ao longo de distâncias de mais de 70 metros. os musaranhos-arborícolas.

grupo no qual o ser humano se inclui. lêmures. Os prossímios se caracterizam por seus proeminentes focinhos e longas caudas e. que utilizam para orientação. também é uma característica mas não é exclusiva dos primatas (os gambás também têm polegares). e uma ampla diversidade de hábitos alimentares. tendo seus membros anteriores (mãos e braços) transformados em asas. Chiromyiformes. morcegos contribuem substancialmente para a estrutura e [3] dinâmica dos ecossistemas . os colugos não são trepadores ágeis. contando com as garras para se agarrar aos galhos. [1] Representam um quarto de toda as espécies de mamíferos do mundo. dentre outras funções.116 espécies . São pelo menos 1. O ramo da mamalogia que estuda os primatas é a primatologia. predadores de insetos (incluindo pragas agrícolas). [2] pequenos vertebrados. onde estão incluídos os micos. peixes e sangue . nas espécies mais primitivas. Há duas espécies de colugo:   Cynocephalus volans . dispersores de sementes. Tradicionalmente. Dessa maneira. que são diferentes das asas das aves e dos extintospterossauros. Neles se incluem os Lemuriformes. pólen. uma enorme capacidade de adaptação a quase qualquer ambiente (só não ocorrem nos pólos). artrópodes.chimpanzés. ordem primates Os primatas são os mamíferos que compõe a ordem Primates.colugo-das-Filipinas Galeopterus varigatus . néctar. Possuem ainda o extraordinário sentido da ecolocalização (biossonar ou orientação por ecos). divide-se os quirópteros em morcegos propriamente ditos (subordem Microchiroptera) e raposas-voadoras (subordem Megachiroptera). pois atuam como polinizadores. encontrados apenas na América Latina e no Sul do México. fornecedores de nutrientes em cavernas e vetores de doenças silvestres. Para se deslocar dentro da mesma árvore. os colugos saltitam de ramo em ramo. Alguns macacos têm os polegares apenas nos seus pés e não nas mãos. ordem xenarthra .colugo-da-Malásia ordem chiroptera Os morcegos (ordem Chiroptera. Os catarrinos se caracterizam por ter o focinho mais ou menos reto e narinasdirigidas para a frente. sementes. Os platirrinos possuem narinasdistantes entre si e voltadas para os lados. os seres humanos e outros hominídeos. busca de alimento e comunicação. A ordem dos primatas é informalmente dividida em três grupos principais: os prossímios.Nas árvores. Somente três espécies se alimentam exclusivamente de sangue: são os chamados morcegos hematófagos ou vampiros. O polegar. braços fortes nem cauda preensil. folhas. macacos. platirrinos (os macacos do novo mundo) e os catarrinos (macacos do velho mundo). que possuem uma enorme variedade de formas e tamanhos. do grego: kheir = mão + pteron = asa) são os únicos mamíferos capazes de voar. Lorisiformes e Tarsiiformes. uma vez que não têm polegares oponíveis. por uma tendência à disposição lateral dosolhos. os babuínos. gorilas. orangotangos. podem ter uma envergadura de cinco centímetros a dois metros. ou dedo opositor. Os morcegos tem a dieta mais variada entre os mamíferos. pois podem comer frutos.

É caçado e utilizado como especialidade gastronómica pelas populações das zonas onde habita. osQuirópteros e os Perissodátilos.Os Xenartros (Xenarthra. o que lhes deu o nome popular de desdentados. América do Norte (Patriomanis) e Ásia (Cryptomanis gobiensis. do Eoceno superior da Mongólia). lebres e ocotonídeos. os lagomorfos têm dentes que crescem continuamente.) é um mamífero que vive em zonas tropicais da Ásia e da África. mas estudos recentes incluíram-na num táxon chamado de Pegasoferae. De um modo geral. semelhante à do ouriçocacheiro. e arthros "articulação") são uma superordem de mamíferosplacentários. em Messel). bastante distinta dos restantes mamíferos. anteriormente designada como Edentata. além das articulações comuns. quando ameaçado. O grupo é nativo do continente americano e surgiu no Terciário. do grego xenos "estranho". Adota uma forma enrolada. com representantes fósseis datando do Eoceno na Europa (Eomanis. Há sete espécies diferentes. há diferenças que justificam a sua inclusão numa ordem à parte. Trata-se de um caso de evoluçãoconvergente. Elas são:    quatro (em vez de dois) dentes incisivos na maxila o escroto do macho está em frente do pênis o pénis não tem ossos como nos roedores Tal como os roedores. junto com os Carnívoros. O nome da ordem advém da estrutura dasvértebras destes animais. As suas escamas são traficadas para serem utilizadas como afrodisíaco. em que espécies de grupos distintos evoluíram para morfologias semelhantes. ordem pholidota O pangolim (Manis spp. uma articulação acessória (xenartria). estando filogeneticamente mais próximo dos carnívoros que os tamanduás sulamericanos. os membros do grupo têm os dentes molares pouco desenvolvidos. há cerca de 60 milhões de anos. na qual se incluem duas famílias: Leporidae (coelhos e lebres) e Ochotonidae (pikas). Este animal tem o corpo coberto de escamas. A ordem é muito antiga. . As vértebras dorso-lombares apresentam. do Eoceno Médio alemão. que inclui oscoelhos. ordem lagomorpha Os lagomorfos (latim científico: Lagomorpha) constituem uma ordem de pequenos mamíferos herbívoros. Embora exteriormente os lagomorfos se assemelhem a roedores. que inclui os animais ditos desdentados. A relação dos Folídotos com outras ordens de mamíferos ainda motivo de muito controvérsias. as únicas representantes da família Manidae e ordem Pholidota. necessitando portanto de actividade constante para evitar que fiquem grandes demais. Não possui dentes e alimenta-se sobretudo de formigas que captura dentro dos formigueiros com a sua longa língua viscosa.

pertencentes à classe dosmamíferos. Uma habilidade notável deste grupo é a de localizar a suas presas por ecolocalização. Suas características comuns são a presença de pés com quatro ou cinco dedos com garras. O nome da ordem deriva do grego ketos que significa monstro marinho. leõesmarinhos emorsas. Por outro lado. a capivara.ordem rodentia Os roedores (do latim científico Rodentia) constituem a mais numerosa ordem de mamíferos com placenta contendo mais de 2000 espécies. pode pesar até 45 kg. o que corresponde a cerca de 40% das espécies da classe dos mamíferos. que inclui focas. o maior deles. Os cetáceos estão divididos em duas sub-ordens:  As baleias sem dentes (subordem Mysticeti) são caracterizadas pelas cerdas bucais. São caracterizados por possuírem um aparato carniceiro (dentes pré-molar superior e primeiro molar inferior com cúspidesem forma de lâminas) que facilita a mastigação. cônicos e pontiagudos. Os pinípedes têm o corpo fusiforme e alongado. ordem pinnipedia Os pinípedes (latim científico: Pinnipedia) constituem uma ordem de mamíferos aquáticos. embora em algumas classificações sejam superfamílias. Roedores são encontrados em grande número em todos os continentes. A maior parte são de pequenas proporções. Acredita-se que o extinto Phoberomys pattersoni teria pesado 700 kg. foram os únicos mamíferos placentários a colonizar a Austráliaindependentemente da introdução humana. com exceção dos oceanos. ordem carnívora Os carnívoros (latim científico: Carnivora) constituem uma ordem de animais mamíferos placentários. Juntamente com os morcegos (Chiroptera). O maior membro do grupo é o elefante-marinho que pode atingir quatro metros e duas . com a presença de caninos fortes. dentes adaptados para cortar. porém. machoscom báculo.  As baleias com dentes (subordem Odontoceti) têm dentes e se alimentam de peixes e lulas. que são estruturas parecidas com peneiras localizadas na parte superior da boca e são feitas de queratina. exceto a Antártida. Elas compreendem as maiores espécies de animais. encontrados em quase todo mundo. ordem cetácea Os cetáceos (latim científico: Cetacea) constituem uma ordem de animais marinhos. As baleias utilizam as "cerdas" para filtrarplâncton da água. na maioria das ilhas e em todos os habitats. o camundongo-pigmeu Africano tem 6 cm de comprimento e pesa 7 g.

na Sibéria. os procaviídeos (Procaviidae) com os três géneros e 4 espécies existentes de damão. em consequência. incluindo animais agora extintos como omamute e o mastodonte. como na Ilha de Malta. com 30 kg de peso e cerca de 1. para se aquecerem. em África. Estes animais. os elefantes africanos. Compreende uma única famíliaOrycteropodidae. que contém apenas uma família vivente. do clado Afrotheria. passam bastante tempo ao sol. onde se alimentam de cefalópodes e peixes. Algumas espécies de pinípedes encontram-se ameaçadas devido à caça de que foram alvo por causa de sua pele.tromba) é uma ordem de mamíferos placentários. ordem proboscídea Proboscidea (do grego proboskis . Actualmente o grupo está representado apenas [3] ordem sirenia . [1] hírax [2] ouhírace . [editar] ordem tubulidentata Tubulidentata é uma ordem de mamíferos. A ordem foi mais diversificada durante o Cenozóico e contou com cerca de 170 espécies ao longo do registo fóssil.toneladas. sendo o corte das ervas e outros vegetais de que se alimentam assegurado somente pelos dentes laterais. ordem hyracoidea Os hiracóides (do latim científico Hyracoidea) são uma ordem de mamíferos placentários do clado dos Afrotheria. Têm patas e caudas curtas. São animais herbívoros de grandes dimensões. Também não têm dentes incisivos na zona frontal dos maxilares. cabeça pequena e cor acastanhada. não conseguem efectuar uma termorregulação eficiente e. todos os outros pinípedes vivem junto dos oceanos. Os dassies são animais de pequeno a médio porte. desenvolveram-se espécies anãs. apesar de serem mamíferos. o elefante-asiático e o elefante da selva.2 m de comprimento. cujo único representante atual é o orictéropo. Exceto aonerpa (Pusa sibirica) que habita no Lago Baikal. O proboscídeo mais antigo conhecido é o género Pilgrimella que viveu no Eocénico inferior. que inclui apenas a família. a Elephantidae. com apenas três espécies atuais. que podem medir entre 30 a 70 cm de comprimento e pesar entre 2 e 5 kg. Caracteriza-se pela presença de um nariz desenvolvido em forma de tromba. A foca-das-galápagos é a menor. à qual pertence os elefantes. embora em algumas zonas isoladas.

mas nesta ordem de origem dérmica.Em zoologia. que o têm dividido em várias câmaras. que inclui os cavalos. Os ouvidos não têm "pinae". formando um "remo". sirênios. É um grupo muito variado. onde se dá uma parte da digestão bacteriana da celulose. colocados sobre os ossos nasal ou frontal. ao contrário dos artiodátilos. como os tapires. para isso. mas podem fechar-se por um mecanismo que funciona como um esfíncter. Algumas espécies atingem grande tamanho. Os olhos não têm pálpebras. de que fazem parte o dungongo e os manatins. que incluem muitos animais com grande importância econômica para o homem. o que facilita a sua posição na água. pesando mais de uma tonelada. As narinas estão localizadas na parte superior do focinho e fecham-se com válvulas. e o seuceco é grande e com divertículos. tornando-os mais pesados. ou sirenídeos (latim científico Sirenia) a uma ordem de mamíferos marinhos herbívoros. cobertos decerdas rijas. o camelo. ordem artiodactyla Os artiodáctilos (latim científico: Artiodactyla) constituem uma ordem de animais mamíferos ungulados com um número par de dedos nas patas. A cauda é alargada e achatada horizontalmente. o hipopótamo e o porco. ordem perissodactyla Os perissodáctilos (do latim científico Perissodactyla) constituem uma ordem de mamíferos terrestres ungulados com um número ímpar de dedos nas patas. Os membros posteriores estão reduzidos a um pelvis vestigial. Os lábios são grandes e móveis. O dedo médio é sempre maior que os outros e por ele passa o eixo do pé. A parte anterior do crânio dos perissodátilos é alongada e possui uma série completa de grandes dentes (geralmente um total de 44). a cabra. como o boi. sem um núcleo ósseo. com cerca de 220 espécies descritas. ao contrário dos artiodátilos. entre outros. Estes animais passam toda a sua vida na água e. em posição média. por vezes apelidados de peixe-boi ou vaca-marinha. Os ossos são mais densos que o da maioria dos mamíferos (um fenómeno chamado paquiosteose). dos quais os molares e prémolares sãohipsodontes nas espécies que pastam. . têm várias adaptações:    Os membros anteriores estão transformados em nadadeiras. Os perissodátilos têm um estômago simples. como os cavalos. e braquidontes nas espécies que têm uma alimentação mais variada. os tapires e os rinocerontes. os sirénios. Algumas espécies têm cornos.

montanhas e florestas. com o seu aparelho digestivo especializado -. mas com um grupo semi-aquático. Entre estes animais se encontram alguns dos mamíferos mais rápidos. o dos hipopótamos. mas alguns sãoomnívoros. como o porco. incluindo savanas. .Há espécies nativas de artiodáctilos de todos os continentes. A maioria sãoherbívoros – e nesta ordem se encontram os ruminantes. A maioria vive em habitatesterrestres. exceto da Austrália e Antártida.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->