P. 1
Anatomia Musculos Do Corpo Humano

Anatomia Musculos Do Corpo Humano

|Views: 547|Likes:
Publicado porRycher Aguiar

More info:

Published by: Rycher Aguiar on Oct 23, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/27/2014

pdf

text

original

Introdução

Os musculos são órgãos constituídos principalmente por tecido muscular, especializado em contrair e realizar movimentos, geralmente em resposta a um estímulo nervoso. Os músculos podem ser formados por três tipos básicos de tecido muscular. Tecido Muscular Estriado Esquelético Apresenta, sob observação microscópica, faixas alternadas transversais, claras e escuras. Essa estriação resulta do arranjo regular de micro filamentos formados pelas proteínas actina e miosina, responsáveis pela contração muscular. A célula muscular estriada chamada fibra muscular, possui inúmeros núcleos e pode atingir comprimentos que vão de 1mm a 60 cm. Tecido Muscular Liso Está presente em diversos órgãos internos (tubo digestivo, bexiga, útero etc) e também na parede dos vasos sanguíneos. As células musculares lisas são uninucleadas e os filamentos de actina e miosina se dispõem em hélice em seu interior, sem formar padrão estriado como o tecido muscular esquelético A contração dos músculos lisos é geralmente involuntária, ao contrário da contração dos músculos esqueléticos. Tecido muscular estriado cardíaco Está presente no coração. Ao microscópio, apresenta estriação transversal. Suas células são uninucleadas e têm contração involuntária

mandibular . Recebe este nome por ter formato piramidal e estar situado sobre o osso nasal. na face lateral da cabeça.V/3) Ação: Oclusão e retrusão da mandíbula. plano e triangular localizado na fossa temporal. pele do nariz e lábio superior Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Dilata a narina e levanta o lábio superior Músculo Temporal É um músculo largo. Porção palpebral .parte nasal do osso frontal. Origem: Eminências incisivas laterais Inserção: Cartilagem do septo e cartilagem alar maior Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Traciona para baixo as asas do nariz.MUSCULOS DA CABEÇA E DO PESCOÇO Músculo Orbicular do Olho Este músculo contorna toda a circunferência da órbita. levantador do lábio superior. Passa por baixo do arco zigomático. nasal e o m. Origem: Processo frontal da maxila Inserção: Cartilagem alar maior. Porção lacrimal . É quase uma continuação do m. Origem: Osso nasal. frontal. Temporais profundos (N.ligamento palpebral medial Inserção: Circunda a órbita. Origem: Porção orbital . para se inserir na mandíbula. estreitando as narinas . cartilagem nasal lateral Inserção: Pele da glabela Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Abaixa a pele da fronte e dos supercílios Músculo Levantador do Lábio Superior e da Asa do Nariz É um músculo plano e está localizado entre o m. comprime o saco lacrimal e movimenta os supercílios Músculo Prócero Em latim chama-se piramidalis nasi. Músculo abaixador do septo do nariz Pode estar ausente em algumas pessoas. Divide-se em três porções: palpebral.crista lacrimal do osso lacrimal. como um esfíncter Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Fecha as pálpebras. orbital e lacrimal. Origem: Osso Temporal abaixo da linha temporal inferior e lâmina profunda da fáscia temporal Inserção: Ápice e face medial do processo coronóide da mandíbula Inervação: Nn.

está situado na bochecha e suas fibras se confundem com as fibras do músculo platisma. circundando a boca como um esfíncter. Importante para assobiar e soprar Músculo Orbicular da Boca Contorna a boca lhe proporcionado função de esfíncter. o que garante à esse músculo inúmeros movimentos. cilíndrico e par situado no queixo sob o músculo abaixador do ângulo da boca. Origem: Fossas incisivas laterais da mandíbula Inserção: Tegumento do queixo Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Eleva e projeta para fora o lábio superior e enruga a pele do queixo .Músculo Zigomático Maior É mais largo que o zigomático menor. Origem: Fáscia parotideomassetérica Inserção: Ângulo da boca e lábio superior Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Retrai o ângulo da boca lateralmente (riso forçado) Músculo Bucinador Importante músculo acessório na mastigação. as asas do nariz e a pele do mento Músculo Mentual É um músculo grosso. mantendo o alimento sob a pressão direta dos dentes. se estende do osso zigomático à comissura labial onde se funde as fibras dos músculos levantador do ângulo da boca e orbicular da boca. Inserção: Componente principal dos lábios Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Movimentam os lábio. Está situado sob o músculo masseter. localizado na bochecha. Origem: Ângulo da boca. Origem: Superfície externa dos processos alveolares da maxila. Origem: Superfície malar do osso zigomático Inserção: Ângulo da boca e lábio superior Inervação: Nervo facial Ação: Traciona o ângulo da boca para trás e para cima (risada) Músculo Risório É plano e delgado. acima da mandíbula Inserção: Ângulo da boca Inervação: Nervo facial (VII) Ação: Deprime e comprime as bochechas contra a mandíbula e maxila. Suas fibras possuem diferentes direções e se confundem com as fibras de outros músculos mímicos da boca.

tuberosidade massetérica e ramo da mandíbula Inervação: Nervo massetérico (N. mandibular . inclinação homolateral e rotação da cabeça. traciona o tórax. Origem: Arco zigomático Inserção: Face externa do ângulo da mandíbula. Quando fixado inferiormente faz a flexão. É constituído de duas porções. é quadrangular e espesso.Escaleno Anterior Inserção Superior: Tubérculos anteriores dos processos transversos da 3ª à 6ª vértebras cervicais Inserção Inferior: Face superior da 1º costela (tubérculo do escaleno anterior) Inervação: Ramos dos nervos cervicais inferiores Ação: Elevação da primeira costela e inclinação homolateral do pescoço Escaleno Médio Inserção Superior: Tubérculos anteriores dos processos transversos da 2ª à 7ª vértebras cervicais Inserção Inferior: Face superior da 1ª costela Inervação: Ramos dos nervos cervicais inferiores Ação: Elevação da primeira costela e inclinação homolateral do pescoço . virando a face para o lado oposto.V/3) Ação: Oclusão da mandíbula .Ação inspiratória Escaleno Posterior Inserção Superior: Tubérculos posteriores dos processos transversos da 5ª à 7ª vértebras cervicais Inserção Inferior: Borda superior da 2ª costela Inervação: Ramos anteriores dos 3 últimos nervos cervicais Ação: Elevação da segunda costela e inclinação homolateral do pescoço Ação inspiratória Esternocleidomastóideo Inserção Superior: Processo mastoide e linha nucal superior Inserção Inferior: Face anterior do manúbrio do esterno junto à face superior e borda anterior do 1/3 medial da clavícula Inervação: C2. C3 e parte espinhal do nervo Acessório (11º par craniano) Ação: Quando fixado superiormente tem ação inspiratória. uma profunda e outra superficial. Músculo Masseter É o músculo mais potente da mastigação.

a parte posterior do pescoço. entre as escápulas e é recoberto pelo m. Recebe este nome por seu formato. Origem: Processos espinhosos da C4 a C7 e de T1 a T12 Inserção: Terço externo da borda posterior da clavícula. rombóide maior. Origem: Tubérculos posteriores dos processos transversos das quatro primeiras vértebras cervicais Inserção: Ângulo superior da escápula Inervação: Nervo dorsal da escápula Ação: Eleva o ângulo superior da escápula Puxa o pescoço lateralmente quando a escápula está fixada. porém superior ao m. trapézio. Em latim trapezius. Inervação: Nervo dorsal da escápula Ação: Adução e levantamento da escapula . Está situado na parte superior do dorso. trapézio. Acrômio e borda interna da espinha da escápula Inervação: Nervo acessório (XI) Ação: Elevação e adução da escapula. rombóide maior são imprecisos e suas fibras por vezes se misturam. superior e dorsal dos ombros e parte superior do dorso. Origem: Processos espinhosos da C7 a T1 Inserção: Borda medial da escapula.MEMBRO SUPERIOR E TRONCO Músculo Trapézio É um músculo amplo. desta forma. Está situado no mesmo plano. Origem: Processos espinhosos de T2 a T5 Inserção: Bordo medial da escápula Inervação: Nervo dorsal da escápula Ação: Adução da escapula Músculo rombóide menor De uma maneira geral seus limites de diferenciação com o m. plano e triangular. Estende-se desde o osso occipital até a 12º vértebra torácica revestindo. estando recoberto pelo m. Músculo levantador da escápula É um músculo cilíndrico alargado que se situa na região lateral e posterior do pescoço. Músculo rombóide maior É plano e quadrangular.

. recobrindo a cabeça do úmero. auxilia a expiração Deltóide É um músculo triangular formado por três porções. rotação medial e rotação lateral do braço Coracobraquial É plano. Está recoberto pelo m. Músculo serrátil posterior inferior Possui grande porção aponeurótica. relativamente curto. bíceps braquial ao caminhar para o úmero. Origem: Processos espinhosos de C6 a T3 Inserção: 2ª a 5ªcostelas lateralmente aos ângulos costais Inervação: Nervo cervical C6 até o nervo torácico T12 Ação: Elevação da 2 ª a 5ª costelas. peitoral maior na região axilar anterior e cruza posteriormente o m. Está situado imediatamente sob a pele. Está recoberto pelo m.Músculo serrátil posterior superior É um músculo plano. Origem: Clavícula. Origem: Processo coracóide da escápula Inserção: Úmero. grande dorsal. acrômio e espinha da escapula Inserção: Tuberosidade deltóidea Inervação: Nervo axilar Ação: Adução. é recoberto pelo m. auxilia a inspiração. quadrangular e bastante delagado. Está situado na região lombar. distal a crista do tubérculo maior Inervação: Nervo musculocutâneo Ação: Rotação medial. Origem: Fascia tóracolombar Processos espinhosos de L1 a L3 Inserção: 4 ultimas costelas. rombóide maior e se estende desde as primeiras vértebras torácicas até espáduas. abdução até 90º. também é plano e muito delgado. adução e anteversão do braço.lateralmente aos ângulos costais Inervação: Nervo torácico T11 até o nervo lombar L2 Ação: Abaixa as 3 ultimas costelas.

Origem: Fossa supra-espinhal Inserção: Tubérculo maior Inervação: Nervo Supra-escapular Ação: Rotação lateral e abdução até 90º do braço Infra-espinhal É plano. grosso e triangular. Origem: Face costal da escápula Inserção: Tubérculo menor do úmero Inervação: Nervo subescapular Ação: Rotação medial e adução do braço . Ocupa quase que toda a fossa infra-espinhal da escápula. adução e abdução do braço. Origem: Fossa infra-espinhal e margem lateral da escápula Inserção: Tubérculo maior Inervação: Nervo axilar Ação: Rotação lateral e adução do braço Redondo Maior É um músculo bastante robusto. Fica situado na fossa infra-espinhal da escápula. com formato piramidal que ocupa toda a fossa supra-espinhal da escápula. bipeniforme. por baixo e por trás do m. Fica localizado na borda axilar da escápula. infra-espinhal. recoberto parcialmente pelo m. Está situado na fossa escapular. Origem: Borda lateral e ângulo inferior da escapula Inserção: Crista do tubérculo menor Inervação: Nervo subescapular Ação: Rotação medial e adução do braço Subescapular É plano. grande dorsal. grosso e bipeniforme que adota um formato oblongotriangular. Redondo Menor É cilíndrico e quadrangular. levemente aplanado. Em latim teres minor. Em latim teres major. ele passa pela face anterior da articulação do ombro para se inserir no úmero. Origem: Espinha da escapula Inserção: Tubérculo maior Inervação: Nervo Supra-escapular Ação: Rotação lateral.Supra-espinhal É um músculo grosso.

flexão e adução do braço Peitoral Menor É um músculo delgado. cartilagens costais da 2ª a 6ª e bainha do m. Fica recoberto pelo m. Origem: Clavícula. extensão do antebraço. reto abdominal Inserção: Crista do tubérculo maior do úmero Inervação: Nervos peitorais mediais e laterais Ação: Rotação medial. E como o próprio nome já diz. manúbrio e corpo do externo. Origem: 2ª a 5ª costelas Inserção: Processo coracóide da escápula Inervação: Nervos peitorais mediais e laterais Ação: Anteversão do membro superior e auxilia na inspiração forçada Braquial Tem formato plano de características fusiformes. plano e triangular que está recoberto pelo m.Peitoral Maior É um músculo espesso. lábio glenoidal. Origem: Tubérculo infraglenoidal. adotando assim uma forma de leque. É formado por três porções de origem distintas que se unem em um tendão comum para se inserir na ulna. bíceps braquial na região anterior do braço. é menor que o peitoral maior. . triangular e plano que recobre a região ântero-superior do tórax. Possui origem ampla e inserção única no úmero. face posterior do úmero Inserção: Olecrano Inervação: Nervo radial Ação: Adução e extensão do braço. peitoral maior. Origem: Terço médio do úmero Inserção: Tuberosidade da ulna Inervação: Nervo musculocutâneo Ação: Flexão do antebraço Tríceps Braquial Ocupa toda face posterior do braço.

É delgado e plano e está situado anteriormente ao m. pelo movimento típico dos alfaiates que ele proporciona. e tensão da cápsula articular do joelho . São eles: M. Recobre quase que toda a face antero-lateral da coxa. rotação lateral e abdução do quadril. vasto intermédio na sua porção anterior. reto femoral: É o maior em comprimento. pois tem origens diferentes. formando a pata de ganso Inervação: Nervo femoral Ação: Flexão. tensor da fáscia lata em sal região proximal. Origem: face anterior do fêmur Inserção: Tuberosidade da tíbia Inervação: Nervo femoral Ação: Flexão do quadril. É um músculo plano que forma a parte mais profunda do m. quadríceps. Está recoberto pelo m. Origem: lábio medial da linha áspera M. mas possuem uma única inserção comum. É composto por quatro músculos que recebem nomes distintos. se confunde com o m. este músculo envolve quase que por completo o fêmur. Também é conhecido como músculo do costureiro. reto femoral. Origem: Espinha ilíaca ântero-superior Inserção: Tuberosidade da tíbia.MEMBROS INFERIORIORES Sartório É o músculo mais longo do corpo humano. Origem: lábio lateral da linha áspera e trocanter maior M. extensão do joelho. flexão e rotação medial do joelho Quadríceps Femoral Localizado na face anterior da coxa. vasto intermédio: Está recoberto pelo m. Está situado no meio da coxa e é um músculo bipeniforme. vasto lateral: É o maior músculo do quadríceps. vasto medial: É uma lamina muscular plana e grossa que está situada na face medial da coxa. quadríceps. cruzando a face anterior da coxa. Origem: Espinha ilíaca ântero-inferior M.

flexão e rotação medial Bíceps Femoral Triangular e largo. se origina da linha áspera do fêmur. quadrangular e muito robusto.Glúteo Máximo É um músculo plano. face posterior do sacro e aponeuroses adjacentes Inserção: Tuberosidade glútea Inervação: Nervo glúteo inferior (plexo sacral) Ação: Extensão. Origem: Face glútea da asa do ílio. Origem: Face glútea da asa do ílio Inserção: Trocanter maior Inervação: Nervo glúteo superior Ação: Abdução. É responsável pela manutenção da postura ereta. Possui radiações que convergem para formar um forte tendão que o insere no trocanter maior do fêmur. adução e rotação lateral da coxa e flexão e rotação lateral da perna . É grosso e triangular. rotação lateral e abdução no quadril e auxiliar na extensão do joelho Glúteo Médio É plano e triangular. È formado por duas porções. está situado abaixo do m. é o menor dos músculos glúteos e também o mais profundo. a porção longa é medial. É o mais volumoso e mais potente desta região. glúteo máximo. maior e tem origem no tuber isquiático. está situado na fossa ilíaca externa. Origem: Tuber isquiático e linha áspera do fêmur Inserção: Cabeça da fíbula Inervação: Nervo isquiático Ação: Extensão. abdução e rotação medial Glúteo Mínimo Como o nome já diz. A porção curta é menor e lateral. Origem: Face glútea da asa do ílio Inserção: Trocanter maior Inervação: Nervo glúteo superior Ação: Flexão.

Fica situado medialmente ao m. bíceps femoral e m.Semitendíneo É fusiforme e carnoso. em forma de cinta. Origem: Sínfise púbica Inserção: Extremidade proximal da tíbia. adutor longo. Origem: Linha péctinea do púbis Inserção: Linha pectinea do fêmur Inervação: Nervo femoral e obturatório Ação: Flexão. Origem: Tuber isquiático Inserção: Tuberosidade da tíbia. Origem: Tuber isquiático Inserção: Face medial da extremidade superior da tíbia. curto e achatado. iliopsoas e m. extensão e adução da coxa e flexão e rotação medial da perna Grácil É o músculo mais superficial da face medial da coxa. extensão e adução da coxa e flexão e rotação medial da perna Semimembranáceo É delgado. semitendíneo. formando a pata de ganso Inervação: Nervo obturatório Ação: Adução. Está situado entre o m. flexão e rotação medial do joelho Pectíneo É quadrangular. adução e rotação lateral do quadril . É fino e plano. daí seu nome. recebe esse nome porque possui um tendão bastante longo. bíceps femoral. Está recoberto pelo m. flexão e rotação lateral do quadril. plano e possui um tendão membranoso. abaixo do côndilo medial Inervação: Nervo isquiático Ação: Rotação medial. formando a pata de ganso Inervação: Nervo isquiático Ação: Rotação medial. considerado um potente músculo adutor.

pectíneo e lateralmente ao m. pectíneo e o m grácil. entre o m. Ausente em algumas pessoas. Origem: face poplítea do fêmur Inserção: Tuberosidade do calcâneo Inervação: Nervo tibial Ação: Supinação e flexão plantar Tibial Posterior É um músculo plano. flexor longo do hálux. Está situado no plano profundo da região posterior da perna. fica recoberto pelo m gastrocnêmio. carnoso em sua porção proximal e tendinoso na porção distal. Origem: Face posterior da tíbia e da fíbula e membrana interóssea Inserção: Navicular. Está recoberto pelo m. Origem: Face posterior da tíbia e da fíbula M. plano e robusto. uma lateral e outra medial.Adutor Curto Tem formato triangular e é bastante grosso. Está situado medialmente ao m. Fica situado entre o m. I e III cuneiformes e II a IV metatarsianos Inervação: Nervo tibial Ação: Supinação e flexão plantar . É esse músculo que dá a forma às panturrilhas. Origem: Púbis Inserção: Lábio medial da linha áspera Inervação: Nervo obturatório Ação: Adução. gastrocnêmio. sóleo: é plano e fusiforme. adutor magno. flexão e rotação lateral da coxa Tríceps Sural É composto por três porções: M gastrocnêmio: é dotado de outras duas porções. plantar: é muito pequeno. flexor longo dos dedos e o m. É triangular. flexão e rotação lateral da coxa Adutor Longo É o músculo mais superficial do grupo dos adutores. Origem: Ramo inferior do púbis Inserção: Lábio medial da linha áspera Inervação: Nervo obturatório Ação: Adução. Origem: Côndilos do fêmur M.

sendo 112 na região frontal e 100 na região dorsal. onde cada um tem a sua disposição conforme o seu local de origem e de inserção. . O sistema muscular é capaz de efetuar imensa variedade de movimento. onde toda essas contrações musculares são controladas e coordenadas pelo cérebro. Onde as divisões destes ramos terminam em um mecanismo conhecido como placa motora. Temos aproximadamente 212 músculos. Cada músculo possui o seu nervo motor. o qual divide-se em muitos ramos para poder controlar todas as células do músculo.Conclusão Em nosso corpo humano existe uma enorme variedades de músculos. dos mais variados tamanhos e formato.

Keith L. 2011 Moore.Referencias Anatomia Orientada Para a Clínica . M Nº Edição:1ª Ano de edição:2007 . / GUANABARA KOOGAN MANUAL DE MIOLOGIA /LORENTE.6ª Ed.

0397042  1047434/48/0/48042 1047434/4E:  702.0545J90.8/:./.8974..!4890747 A:228.88:5071.  702!-8 38074E-420/.9J-.39../:9472.85. A.  A088028.401045.345741:3/4/.054890747/.9O74 4/:4 1040749.5073./.907.20390.89.7 .  /:947434  A428.89:.44-9:7.70454890747/./4/04:97.:42.04:97.:46:0/E.4.3H24  702..4-07945042..'209.:301472080.348 307.49-.907.3907O880.. 4$:53.407..907./420/.401045.:45.7 %-. 89E89:..70F-.4.4.1472..:2./.1J-:.3:.7 0.20/.E8507.9./40397042 50.7 5.340 74-:894 .8  7023/48/41H2:7  8O04F5.  %7J.44-9:7.1J-:.907.0903/34843.39.34 . 307.425489454797H854708 .854708 :2.73484028:.3H24 :8039002 .39.34  702#.. 4$:53.850884.3:.9O74 4/:4 1040749.0/.7F2:94506:034 1./0/4.3401:814720 89E70..407..8974.9J-.4.. 307.:.5474 /89../41H2:7 38074%:-0748/.70.24310747/45-8 38074E-420/.39074884 89E89:.3./4345.407..4-07945042 .54745742..42 .3H24F/49.9J3040.0/..78.3..39:77.20390.E8507./47:54/48.8  7021.304 307.49-. 38074.8974..42  50.058$:7.3./:947:794  %021472.054890747/.9J3040427E.9497./.  5./:94708 A97.0202-7.407.

:.4754 :2. /0 4702 0 /0 38074  %0248 .2./48 9./.2 02 :2 20.F:.8 ./0 80 02 2:948 7.8 . 704/478.20394 43/094/./. :2 902 .4314720 4 80: 4.:84  2 34884 .F70-74                     .:48  803/4  3./0/024./4 . /.  .80.:.704 17439. 034720 .94  43/0 ./.70/...:4 5488: 4 80: 307./08 /0 28.34 0890 :2.7F.72038.5.43../00109:.:48  /48 2.7 94/.   88902.430.5742. 0   3.348 0 1472.. 28. /85484 .447/03.7.4 24947  4 6:.248 90723.7.43974.088.808 /08908 7. 2:8. 8:.70/.248 5.:4  3/0 ../.082:8. 54/07 .43974.8 . 24947.8 /4 28.424 5.20390  28.70884.4397.8504.8 /../.3824 ...8 ...

942.#010703.8  3../..J3.  /   4470 09 .7.. 7039.!.

&#   &  .

 #%   /4  34/00/4   .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->