P. 1
Biofisica Do Sistema Renal

Biofisica Do Sistema Renal

|Views: 121|Likes:
Publicado porarij22

More info:

Published by: arij22 on Oct 24, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/23/2015

pdf

text

original

Biofísica do Sistema Renal Por: Gabriel S.

Silva e Talita Oliveira

Objetivos
 Principais Funções do Sistema Renal;  Estrutura do Sistema Renal;  Funcionamento do Sistema Renal;  Mecanismo de Contra Corrente.

Principais Funções Renais
 Excreção de resíduos metabólicos e substâncias exógenas  Regulação do Equilíbrio Hidroeletrolítico  Regulação da osmolalidade e das concentrações de eletrólitos nos fluidos corporais  Regulação do equilíbrio ácido-base  Regulação da pressão arterial

 Secreção, Metabolismo e Excreção de hormônios (Renina, Calcitriol e Eritropoitina)
 Gliconeogênese

Localização Anatômica do Sistema Renal T12 rins ureter bexiga uretra .

Anatomia do Rim córtex renal cápsula renal medula renal papila renal cálice menor cálice maior coluna renal veia renal artéria renal pelve renal ureter pirâmide renal .

Néfrons .

1. metabólitos. Reabsorção Tubular. 3. Secreção Tubular. .Sistema Renal “As tarefas renais são feitas através da Secreção e Reabsorção de vários íons. 2. substâncias exógenas e água”. Filtração Glomerular.

Sistema Renal  Néfrons: Unidades Funcionais dos Rins Artéria Aferente Capilares Glomerulares Artéria Eferente Capilares Peritubulares e Vasos Retos Veia Renal FILTRAÇÃO! .

Sistema Renal  Filtrado é contido pela Cápsula de Bowman Túbulos Proximais Alça de Henle Túbulos Distais Tubo Coletor REABSORÇÃO e SECREÇÃO .

.

Formação de Urina Taxa de Excreção Urinária = Taxa de Filtração Glomerular Taxa de Reabsorção + Taxa de Secreção .

Filtração Glomerular Produção de um ultrafiltrado de plasma dos capilares glomerulares para a cápsula de Bowman:  Livre de proteínas e elementos celulares  Quantidade de Sais e moléculas orgânicas similares à do plasma A ultrafiltração é causada pelas forças de Starling: Balanço entre as forças hidrostática e oncótica transcapilares Pressão Pressão Pressão Pressão hidrostática capilar = PCG hidrostática capsular = Pt oncótica capilar = CG oncótica capsular = t Puf = PCG .Pt .CG .

Filtração Glomerular .

Puf = pressão efetiva de ultrafiltração Puf = PCG .35 mmHg CG 8 mmHg Puf .Pt .CG Extremidade aferente 60 mmHg 0 mmHg -15 mmHG .28 mmHg 17 mmH Extremidade eferente 58 mmHg PCG 0 mmHg CB -15 mmHG Pt .

Filtração Glomerular Controle Mecânico da Filtração Glomerular .

Filtração Glomerular Ritmo de Filtração Glomerular  Aproximadamente 21% do FPR (125 mL/min-1)  180L/24 horas  Alta taxa de reabsorção (99%) .

Medida da Taxa de FG Substâncias Usadas devem obedecer os seguintes requisitos:  Ser livremente filtrada através dos glomérulos para o espaço de Bowman  Não ser absorvida ou secretada pelos néfrons  Não ser metabolizada ou produzida pelos rins  Não alterar a TFG Polímero de frutose administrado por via endovenosa Produto do metabolismo da creatina dos músculos esqueléticos As mais comumente usadas são: • EXÓGENA: Inulina • ENDÓGENA: Creatinina .

V Px . Pin = Uin .Depuração de Inulina Quantidade filtrada = Quantidade excretada TFG . V Pin = TFG Não há reabsorção nem secreção tubular TFG = Taxa de filtração glomerular Pin = Concentração de inulina no plasma Uin = Concentração de inulina na urina V = Fluxo urinário TFG = Uin . V Pin A equação para calcular a TFG é a mesma da depuração plasmática renal Cx = Ux .

 Mecanismos ativos ou passivos .Reabsorção Tubular  Responsável pelo retorno de 99% do volume filtrado.

Reabsorção Tubular de Na+  Transporte Passivo e Ativo .

.  Ação do ADH. origina um gradiente e há entrada passiva de solvente.Reabsorção Tubular de Água  Aumento da concentração de solvente no lúmen do túbulo (retirada do Na+).

Reabsorção Tubular de ClÉ passiva e se faz de 2 modos: 1. Pelo gradiente osmótico que se forma quando a concentração de Cl. Acoplada à entrada de Na+ 2. .aumenta pela retirada de água do túbulo.

Reabsorção Tubular de HCO3 Relacionada a entrada de Na+ e secreção de H+ .

LRP= Tm RFG máxima de reabsorção de uma .Transporte Máximo de Reabsorção  Capacidade substância.

Secreção Tubular  Quantidade de uma substância na urina é maior que no filtrado. excedendo o RFG.  Substância endógenas e exógenas .

Formação de Urina Taxa de Excreção Urinária = Taxa de Filtração Glomerular Taxa de Reabsorção + Taxa de Secreção .

Mecanismo de Contra Corrente  Sistema de trocas onde 2 fluxos caminham em sentidos opostos .

Contra Corrente multiplicadora dos tubos 2. Contra Corrente de trocas nos vasos retos .Mecanismo de Contra Corrente 1.

O glomérulo é o verdadeiro filtro do rim. cada vez menores. até formarem um enovelado de vasos muito finos que constituem o glomérulo. por onde o sangue passa e é filtrado. No interior dos rins. as artérias dividem-se em vasos. eliminando todas as substâncias indesejáveis através da urina.• • • • • • • • • • • • O ser humano possui dois rins que têm cor vermelho-escuro e forma de um grão de feijão. .200 a 2. Em uma pessoa adulta os rins medem 12cm cada um e pesam 130 a 170g cada um. Localizam-se nas costas um de cada lado da coluna e são protegidos pelas últimas costelas. Passam pelo rim aproximadamente 1.000 litros de sangue por dia que chegam através das artérias renais. Existem aproximadamente um milhão de glomérulos em cada rim.

fósforo.de 1. . Partindo do rim. a urina inicia a sua caminhada para o exterior. Na urina é eliminado diariamente. O trabalho metabólico aproveita o que serve para o organismo e rejeita o que não deve ser assimilado (produto catabólico) e envia ao rim para ser eliminado por ser desnecessário. chegando à bexiga e saindo pela uretra. A quantidade diária de urina é da + ou . ácido úrico e inúmeros outros produtos do catabolismo do nosso organismo. uréia. sódio. dos sais e outros produtos que não devem ser acumulados no nosso sangue.5 litros de urina por dia. cálcio. descendo pelo ureter. além da água.2 a 1.• A urina é formada pela eliminação da água desnecessária.

. apresentando-se com retenção de uréia. além de ardência e urgência para urinar. anemia. Cálculo Renal A cólica renal. com dor no flanco e costas é muito característica. dor lombar e calafrios. Nos casos em que a infecção atingiu o rim. tanto de dia como de noite. O volume urinado torna-se pequeno e freqüente. Insuficiência Renal Aguda Surge quando o rim sofre a ação de uma doença que deteriora irreversivelmente a função renal. hipertensão arterial. quase sempre com sangue na urina e em certos casos pode haver eliminação de pedras. entre outros.Infecção Urinária O paciente se queixa de dor. surge febre. A urina é turva e mal cheirosa podendo surgir sangue no final da micção. ardência e urgência para urinar.

4090747 /08.:73. E.. 8O/4 .-O. !. /488.../.50.:7097.793/4/472 .088E7./47.46:034/0. 547/.4 209./0 /E7./4 /. 5.3/450.3.05.F023./.46:0807.39/..-.4.7.F1472.023.447.08./0:73.3824  97..0.807023.9.4 003./4 574/:94 . . 9748/0:73.20390 .W :73.-O.E:.3/4 -0.4 1O81474  :7F. 4: /0 .4/.F2/.38240 7009.804:9748574/:9486:034 /0..:73.403207484:9748574/:948/4 ./4834348848.8:.882.23.03/4504:70907 .7.E:.0807.088E74  ..09..7.02807.9.574.:2:.3:0 6:.4725.-4824/43488447.E./4547807 /0830. /0830.7.F/..

.7/H3.:4#03.2. ..5708039. .7907..7.40.#03. 50790384. 770. .4/0:2.O..07948.3:03.428.3/447284170.703..5.4:20:73.310../49473.0:7H3.489..42/47341..42709034/0 :7F. /.310..F9:7..7/H3.7   .F2/0.:/./403.07 023.70..8F2:94.84854/0.4/050/7. .54/03/48:778. 5.424/0 3490 :73...H3.6:0/090747.0:7H3.907J89.5.4..8 38:1. $:706:.002.302..0748.4&73E7.0390806:0.02.:73.3.7.93:472 8:7010-70  /4742-.4 48. 039704:9748 .3:03413.020390..7..  6:..1:34703..80802570.848026:0.1748 .394/0/. 80506:03401706Q0390 9.:73.7 E.078.3/4 80./0/47 .:73.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->