P. 1
Aquicultura Producao Fazenda Camarao

Aquicultura Producao Fazenda Camarao

|Views: 724|Likes:
Publicado pordeviddvd

More info:

Published by: deviddvd on Oct 25, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2013

pdf

text

original

Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Administração Matéria: Estágio I Orientador

:

PLANO DE NEGÓCIO: FAZENDA DE CAMARÃO

São Cristóvão, 02 de outubro de 2003.

é o inatingível. estudante do 8o. Para os temerosos.UFS. a oportunidade.” Victor Hugo .Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Administração Matéria: Estágio I Orientador: Aluna: Stella Maria de Sousa Rocha (técnica em Química. funcionária pública estadual) "O futuro tem muitos nomes. Para os valentes. o desconhecido. Para os fracos. período de administração .

5. Conceito do Negócio Oportunidade do Negócio O produto e suas características Missão visão Objetivo Geral Objetivos Específicos Metas Mercado potencial e projeção de vendas 2.9.2.1.1. 2. 2.12. Instalação Tecnologias e Equipamentos Custos da implantação .3.14. ASPECTOS MERCADOLÓGICOS: 2.3. Análise da Concorrência 2. 2. Estratégias competitivas 2. Análise dos Fornecedores 2. 2.11. ASPECTOS OPERACIONAIS 3. 2.CORPO DO TRABALHO: 1.8. SUMÁRIO EXECUTIVO 2.6. 2.13. Localização do Negócio 3.4. 3. Clientela 2. 3.10.7. 2.2. 2.

A espécie de melhor comercialização é a marinha. seus custos. SUMÁRIO EXECUTIVO A aqüicultura (cultura de espécies em água) é um dos sistemas de produção de alimentos que mais rapidamente se desenvolve no mundo. A importância do aumento da produção global da aqüicultura está diretamente relacionada à contribuição que o sistema oferece para diminuir a diferença entre a oferta e a demanda em pescado e derivados. com uma taxa de crescimento de 9. se destaca com evidência a carcinicultura. manutenção e os retornos esperados e alcançados. devido ao sabor e à qualidade do produto. construção. . bem como os caminhos percorridos desde a escolha do projeto até sua execução final.6% ao ano. Neste ramo.1. o cultivo de camarões em tanques. O presente plano de negócios visa mostrar a viabilidade do projeto de carcinicultura. ou seja. denominados viveiros ou fazendas.

ficou decidida a implantação de um viveiro de camarão.1. a um custo que esses clientes estão dispostos a pagar. buscou-se outras fontes de informações a respeito de negócios. Após analisar todo o material. ASPECTOS MERCADOLÓGICOS 2. Oportunidade do negócio Dispondo de capital suficiente para abrir um negócio. que tem como objetivo servir de suporte e proteção ao pequeno e médio empreendedor. principalmente. a princípio. exibido pela rede Globo. Um dos programas que mais influenciou na escolha do negócio foi o “Globo Rural”. principalmente através das revistas e programas da rede Globo de comunicação. Em seguida. Conceito do Negócio O conceito deve descrever claramente a necessidade do grupo de clientes a que ele pretende atender.2. . A empresa EL CAMARÓN constitui-se de uma fazenda de camarão com capacidade para fornecer. como também por ser um negócio em franca expansão no Brasil e. com algo – produto ou serviço – que sabe fazer. no Nordeste. o primeiro questionamento feito foi: o quê implantar? Qual o ramo? Qual a dimensão do negócio? Qual o objetivo do negócio? O primeiro passo para a resposta a essas indagações foi uma visita ao SEBRAE – Serviço de Apoio às micro e pequenas empresas.2. uma média de 3 a 4 toneladas de camarão marinho por trimestre a pequenas e médias empresas do Estado de Sergipe e dos Estados vizinhos. De lá se conseguiu informações técnicas e material de pesquisa de diversos ramos possíveis de se implementar. por ser compatível com o capital apurado. para que ele conquiste o direito de competir e de participar do processo de desenvolvimento do país. 2. que trás informações atualizadas e novidades em novos negócios.

Mas também podem praticar o cabalismo. os menores que nem nome têm. Nos rios brasileiros proliferam 130 espécies e há cerca de cem fazendas para criá-los. Seu corpo. abdome (cauda) e telso (leque). A casca. Satisfazem o estômago com qualquer forma de detrito vegetal ou animal que encontram.000 toneladas de produto despescado. o estômago e as brânquias. mas o dono não a desperdiça: come-a simplesmente. O cultivo desta espécie. transformada em cola de alta resistência. apresenta antenas na cabeça. e camarão de barba.ruça são os mais originais. camarão lixo. constituída de quitina e sais de cálcio. O maior deles é o pitu (Macrobrachium carcinus) que pode pesar 800 gramas. é trocada periodicamente. Não vive em média mais de dois anos.250 hectares de viveiros produtivos e 25. A indústria aeronáltica também a aproveita.3. livres ou em cativeiro. A espécie de mais alto valor comercial cultivada no Brasil é a do camarão do Pacífico (Litopenaeus vannamei). Todos surgiram no mar.000 espécies e recebem uma infinidade de nomes: camarão pistola. mas se agrupam em 10. o cérebro. As 28 espécies encontradas no mar são criadas em vinte fazendas. vem mostrando um acelerado ritmo de crescimento chegando no ano 2000 a 6. Os camarões são bentônicos e reptantes: vivem. O Produto e suas características O camarão tem sangue azul. Com um ano de vida já está pronto para a aventura sexual: cada macho se cerca de uma ou duas fêmeas. caminham e comem no fundo de marés e rios. Parecem todos iguais.000 a 1 milhão de ovos de cada vez.2. cuja prole é interminável: de 200. o que . a partir de 1997. depois. só que ninguém vê a olho nu. camarão legítimo. principalmente no norte: a costa do território do Amapá é o maior banco camaroeiro contínuo do mundo e o maior pólo pesqueiro do país. pesam 1 grama. alguns se adaptaram á água doce. para tatear e cheirar. Existem em grande quantidade no Brasil. em todo o país. o cefalotórax aloja o coração. dividido em cefalotórax (cabeça).

etc).4. foram exportadas.000 ha até o ano 2003. a empresa visa triplicar a produção de camarão. camarão defumado. bem como instalar centros distribuidores de mariscos em algumas capitais do país e implantar o Disk-camarão. ou umas 10. No biênio 1999/2000. . mexilhões. Na verdade. Estima-se que pelo menos 40% da produção nacional em 2000.000 ha em condições de se implantar projetos de carcinicultura (MINAGRI. Declaração da Visão A longo prazo. ostras. O produto pode ser comercializado in natura (o camarão é retirado quando atinge um tamanho propício e logo após. 2.para os mercados do exterior. Cabe ressaltar que somente no nordeste existem mais de 300.antes quase que exclusivamente destinado ao consumo nacional . O crescente ritmo de exportação do camarão cultivado fica evidenciado ao analisar-se a contribuição do produto para a balança comercial do país.000 toneladas. passou para US$ 14.0 milhões. introduzir a comercialização de outros mariscos.8 milhões exportados em 1998. Para 2001. o camarão marinho cultivado é a atividade agropecuária que melhor vem respondendo aos apelos do Governo Federal de aumentar as exportações. com a incorporação de 30. sururu.representa uma produtividade nacional de 4.2 milhões em 1999 (+ 405%). tais como: peixes. registra-se pela primeira vez na carcinicultura brasileira uma acentuada reorientação de mercado do camarão cultivado .0 milhões em 2000. é resfriado e comercializado) ou em forma processada (filé de camarão. notadamente para o mercado europeu. 1999).0 milhões. com entrega a domicílio na grande Aracaju.000 kgs/ha/ano. A meta de exportação estabelecida no Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Camarão Marinho Cultivado elaborado pelo DPA/MA é US$ FOB 433. De US$ 2. etc. e para um pouco mais de US$ 70. as projeções indicam uns US$ 150.

Objetivo Geral O nosso objetivo é produzir e fornecer camarão marinho para pequenas e médias empresas do Estado de Sergipe com menor preço.7. Introduzir matéria-prima de qualidade na produção. de qualidade e a preço competitivo. Planejar o povoamento do viveiro de forma a deduzir com precisão a data de entrega do produto. trazendo eficiência na logística do mesmo. Objetivos Específicos Produzir uma média de 4 toneladas de camarão marinho por trimestre. estratégia inédita na região. aumentando gradativamente a produção. evitando o descompromisso de terceiros. 2.2. . minimizando o máximo possível os desperdícios e perdas na produção. introduzindo outros mariscos e outras formas do produto devidamente manipulado.6. Metas Investir em tecnologia.5. Diversificar o produto. em viveiro apropriado e com controle de qualidade. Possuir frota própria de transporte. maior qualidade e garantia de rapidez na entrega. Declaração de Missão A missão da empresa é a de fornecer mariscos diferenciados para vários segmentos do mercado Nacional. Expandir a empresa.8. inclusive em caráter inter-estadual. Fornecer o produto com garantia de entrega. Implantar o disk-camarão. 2. 2.

2.9. não tendo maiores dificuldades para a comercialização do produto. Análise da Concorrência A empresa CAMARÓN possui concorrentes diretos e substitutos. tais como: peixes. Esse tipo de negócio não possui ainda uma concorrência acirrada devido a demanda ser maior do que a sua oferta. . o mesmo pode ser comercializado fora do Estado e até mesmo internacionalmente. o que aponta como oportunidade de boas vendas. pois possuem preços mais acessíveis à população. Mercado potencial e projeção de vendas Por ser um negócio ainda em expansão. frango e carne vermelha. 2. ficando em 11º lugar no ranking dos produtores nacionais. Os concorrentes substitutos são os que mais influenciam na demanda do produto. o mercado potencial de uma fazenda de camarão é bastante amplo.2. Estados vizinhos como a Bahia e Alagoas produzem em maior quantidade. Já os concorrentes substitutos constituem-se de empresas produtoras de alimentos que podem substituir os camarões. Dentre os diretos estão as demais fazendas de camarão dentro e fora do Estado. Clientela O Estado de Sergipe produz atualmente 188 toneladas de camarão por ano.11.10. o que equivale a cerca de 80% da demanda estadual. Além de pequenas empresas dentro do Estado que garantem toda a demanda do produto. outros mariscos. entretanto. suas demandas são infinitamente maiores.

Para fornecimento de Pós-larvas: .2. como também defumado e processo (filé de camarão). através de demonstrações gratuitas e participação em feiras e encontros gastronômicos.13. .Diferenciação do produto: maior de compradores. Análise dos Fornecedores Para o desenvolvimento da carcinicultura. dentro e fora do Estado. .SE Todas possuem preço médio semelhante e boa qualidade do produto. . .Promoção do produto. Estratégias competitivas . controle químico da água) para aumentar a produtividade por metro quadrado de viveiro. .Aquatec – Rio Grande do Norte.Netuno – Propriá – SE. a empresa pretende distribuir o produto não só in natura.aquatec.Socil – Representante Sergipe .Implantação de tecnologias (aeração. 2.br.Sibra – fábrica de ração – Propriá .Purina – Representante Sergipe .com.12. adubagem.Máxima redução de custos de produção e distribuição para oferecer preços mais baixos e conquistar mercados cada vez maiores. Os mais viáveis são: . Para fornecimento de Ração: . para atrair um nicho .Compromisso com o cliente: manter um sistema de entrega de forma a trazer confiança e segurança ao cliente. End.BA . Tanto a PL quanto a ração podem ser facilmente adquiridas em empresas produtoras ou representantes delas no Estado e fora dele. . faz-se uso de Pós-larvas (PL) e ração específica para as diversas fases de desenvolvimento do camarão.Lusomar – Costa Azul .: www.

Devese levar em consideração os aspectos climáticos. Após consulta junto ao SEBRAE.14. 3. inicia-se o processo de limpeza da mesma. inclusive especializada. ASPECTOS OPERACIONAIS 3. segue-se a etapa de instalação do mesmo.2. concluiu-se que a melhor opção seria implantar a fazenda de camarão na região do Baixo São Francisco. constatou-se a existência de diversas áreas favoráveis e disponíveis para a implantação do negócio. em relação a outras regiões. Pureza da água fundamental à qualidade do produto. Instalação Escolhido e adquirido o local de implantação do negócio. para medição e definição dos limites do viveiro.1. Baixo preço da tarefa de terra. onde um corpo de empregados temporários se empenham . Primeiramente se faz necessária uma vistoria no local. topografia e solo. possui os melhores locais para a implantação das fazendas de camarão. Demarcada a área. a região Nordeste. Em visita à região. Menor custo e facilidade de mão-de-obra. Localização do Negócio A escolha do local é um dos principais fatores para o sucesso de um cultivo. No Brasil. mercado consumidor. interior do Estado. Temperatura ideal. água do mar. onde praticamente não há problemas de baixas temperaturas. devido principalmente aos seguintes fatores: Salinidade da água favorável.

Limpo o local. canais mais profundos (1. tendo em vista a existência de um projeto social. dá-se início à construção da porta d’água. com o uso de telas colocadas nesta porta d’água. principalmente se esta área for de manguezais. com 10 trabalhadores em sua execução. diversas lavagens do viveiro. e deve possuir uma altura de 1. O viveiro assim já está em sua fase de construção concluída. deixando a área totalmente livre de dejetos e impurezas. procurando parâmetros como temperatura. Essa etapa. onde se deve priorizar o uso da mão de obra local. faz-se a análise do solo e da água. salinidade. A parte mais rasa do viveiro deve ter 0. Neste projeto. Neste ínterim.5 m e uma largura de 2m. gerando renda para a população. então. enchendo-o e vazando-o para que toda a área esteja totalmente limpa. dura aproximadamente 1 mês e 20 dias. para um viveiro de 3 hectares. não se fez o uso de tais equipamentos. A temperatura deve variar de 24 a 28° C. A água deve ser filtrada antes de suprir os viveiros. Após esse trabalho. pH. As duas primeiras etapas citadas acima podem ser encurtadas e facilitadas com o uso de máquinas e tratores apropriados. São feitas. crescimento dos camarões pode ser . O muro é construindo pela lama do próprio viveiro. inicia-se a construção do muro que irá delimitar a fazenda de camarão. onde os camarões irão se desenvolver. inicia-se a construção das levadas.40m de profundidade) distribuídos em todo o viveiro. com cerca de 20 trabalhadores por dia. Abaixo disso. Construído o muro.7 m de profundidade. oxigênio dissolvido e amônia. que é um tipo de comporta por onde a água vai entrar e sair de acordo com a maré. evitando a invasão de organismos indesejáveis. Há que se observar a viabilidade da área no tocante à preservação do meio-ambiente.em retirar a vegetação existente. para que se possam fazer as correções do solo e da água necessárias. troncos e galhos de árvores. Esta etapa leva aproximadamente mais 1 mês.

mergulha-los na água do viveiro. Caso haja deficiência de oxigênio. parte-se para a fase de fertilização do solo. até que se tenha 50% da água oriunda do . Analisados o solo e a água do viveiro e feitas as devidas correções. sendo que 6 ppm são concentrações aceitáveis para o cultivo. Aconselha-se neste caso uma maior freqüência na troca da água do viveiro. O viveiro deve ser fertilizado com estrume seco de galinha (350 kg/hectare) ou outro tipo de adubo como.35%. deve-se trocar a água periodicamente. quando os camarões estão mais predispostos a se alimentar. para aumentar a oxigenação da água. com cerca de 10. lança-se à caixa d’água a mesma porção de água do viveiro. paulatinamente. Caso o pH não esteja dentro desta faixa. para que a temperatura comece a se igualar.retardado. a uréia (10 kg/hectare). Após a fertilização. entre 8. Deve-se evitar que as concentrações de oxigênio dissolvido sejam mais baixas que 3 ppm.0 a 8.000 pós-larvas em cada pacote. Um dos fatores mais importantes no criatório de camarão é a oxigenação da água. e deve ser medida todos os dias. A salinidade da água deve ser em torno de 0. Depois de aproximadamente 1 hora de contato com a água. o viveiro está pronto para receber as pós-larvas de camarão. que prejudicam o desenvolvimento dos camarões. para que não haja aumento de excreções de matérias orgânicas. O pH da água de cultivo deve ser levemente alcalino.5. Espera-se então o prazo de 20 dias. O povoamento do viveiro é feito de preferência ao entardecer ou ao anoitecer. e pode ser tóxica para os mesmos. Nessa caixa d’água deve estar instalado um compressor com mangueiras de aeração. A amônia é produto da excreção dos próprios camarões. deve-se utilizar o método de aeradores de pás. para que o solo absorva o adubo e haja o crescimento de algas que servirão de alimento para os camarões. Geralmente as póslarvas chegam do fornecedor em pacotes plásticos cheios de água e ar. os sacos são abertos e seu conteúdo é despejado em caixas d’água de 500 ou 1000 litros. Deve-se. o que se faz com a utilização de um refratômetro. colocados na superfície da água. por exemplo. Após abertas todas as embalagens. se em concentrações acima do normal. então.

Todo o conteúdo da caixa d’água é então encaminhado por gravidade ao viveiro. oxigênio. Desta forma. A troca de água é feita com o auxílio de moto-bombas. onde os camarões estarão prontos para a comercialização.2. sem traumas nem perdas. as pós-larvas estão aptas ao seu novo ambiente. equipamentos de fácil construção e manuseio. fase esta que perdura por cerca de 3 meses. 3. podendo ser adquiridos com facilidade. etc. como pH. . a etapa de alimentação. necessário se faz um quite para medição dos fatores acima citados.fornecedor e 50% da água do viveiro. salinidade. Segue-se então. engorda e crescimento dos camarões. Esse quite pode ser adquirido em Os aeradores de pás são casas de material químico ou com representantes. Tecnologias e equipamentos Para um viveiro ideal. através de mangueiras de 4 polegadas.

julho de 2003) 5.00 4.00 1.000.500.3.00 520.000.000.00 1.00 400.00 3.000.000.00 200.000.000.00 1.00 440.00 4.500.00 2.750. Custos da implantação Os custos totais para a implantação de um viveiro de 3 hectares somam a quantia de R$ 50.00 .00 3.00 530.00 20.00 50.00 450.500.00 assim distribuídos: Discriminação do custo Terreno com 20 tarefas Poço artesiano Casa de apoio Construção do viveiro Gastos com transportes na fase de construção Transporte dos materiais e ração Material para construção Casa do morador Análises diversas Mão-de-obra permanente Caiaque para arraçoramento Moto-bomba para captação de água Fertilização e esterilização do viveiro Larvas de camarão (500.00 1.000.000) Alimentação (ração) Rede de despesca e balança Outras despesas TOTAL Valor (em R$.210.3.

ANEXOS .

Por comida ou ciúme. só que ninguém vê. O cardápio varia. Até um semelhante ele traça. Tem coração e cérebro como qualquer um de nós. Os fabricantes de aviões são loucos por sua casca.CURIOSIDADES SOBRE O CAMARÃO: • • • • • Dentro dele corre sangue azul. . O macho pode até bater na fêmea.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->