P. 1
6 - Linha e Assessoria

6 - Linha e Assessoria

4.5

|Views: 4.615|Likes:
Publicado porapi-3804719

More info:

Published by: api-3804719 on Oct 17, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

LINHA E ASSESSORIA

INTRODUÇÃO
Existem duas maneiras de diferenciar as atividades de linha e assessoria nas empresas. Na primeira forma considera-se que as unidades organizacionais de linha têm ação de comando, enquanto as unidades organizacionais de assessoria não têm ação de comando, pois apenas aconselham as unidades de linha no desempenho de suas atividades. A outra forma de representar a diferenciação entre linha e assessoria é considerar as unidades organizacionais de linha como ligadas às atividades-fins da empresa, 2 enquanto as unidades organiza-cionais de

INTRODUÇÃO
Linha como executante e assessoria como conselheira

3

INTRODUÇÃO
Linha como atividade-fim e assessoria como atividade-meio

4

INTRODUÇÃO
Na realidade, podem-se considerar as atividades de linha como as, diretamente, ligadas às de operacionalização da empresa, enquanto as atividades de assessoria estão mais ligadas ao aconselhamento, análise e estudos das atividades do chefe, procurando, principalmente, liberá-lo de algumas tarefas de estudos e pareceres. Todavia, nem por isso, a assessoria deixa de realizar trabalhos específicos, ligados às atividades gerais da empresa. Entretanto, esse procedimento não é respeitado na maior parte das empresas, provocando uma série de problemas 5 estruturais.

ATUAÇÃO DA ASSESSORIA
O assessor é uma extensão do executivo em termos de tempo e de aspectos técnicos. O tempo refere-se à falta de disponibilidade do executivo para executar todas as suas tarefas. Os aspectos técnicos referem-se à falta de conhecimento do executivo sobre todos os assuntos que tramitam sob sua área de ação.
6

ATUAÇÃO DA ASSESSORIA
Propósitos da unidade organizacional de assessoria:
facilitação do organizacionais; controle e coordenação

aquisição e manutenção de recursos; como agente para adaptação organizacional; e desenvolvimento de conselhos e serviços.

7

ATUAÇÃO DA ASSESSORIA
Tipos básicos de assessoria:
assistente, que corresponde a pessoal do chefe; um auxiliar

assessoria geral, composta por elementos que fazem com que o trabalho do executivo seja executado de modo adequado; assessoria especializada, composta por elementos que têm treinamento ou qualificação especializada, de modo a deter conhecimentos específicos; e serviços de operação, que são os sistemas de trabalho de importância secundária e que 8 apenas existem para apoiar ou realizar serviços

ATUAÇÃO DA ASSESSORIA
Desvantagens:
quando usada como válvula de escape aos erros do superior imediato; quando a assessoria dificultar a delegação de tarefas ao pessoal de linha; quando a assessoria assumir funções de linha; quando o executivo tender a ignorar seus subordinados de linha, em benefício dos subordinados de assessoria; quando ocorrerem diferenças pessoais entre o pessoal de linha e de assessoria; e quando os custos da unidade organizacional de 9 assessoria forem muito elevados.

ATUAÇÃO DA LINHA
Os executivos encarregados pelas funções básicas da empresa têm responsabilidade e autoridade globais no que tange às atividades, direta ou indiretamente, relacionadas com as funções principais da empresa. A autoridade desce numa linha direta, do superior ao subordinado, até o nível opera-tivo, com cada executivo tendo jurisdição e responsabilidade pelo desempenho de todas as atividades necessárias a essa função 10 principal considerada no processo.

ASPECTOS CONFLITANTES ENTRE LINHA E ASSESSORIA
Numa estrutura organizacional que tenha atividades de linha e assessoria, podem surgir determinados conflitos.

11

ASPECTOS CONFLITANTES ENTRE LINHA E ASSESSORIA
Sugestões para reduzir os conflitos entre linha e assessoria:
verificar se o assessor realiza tarefas de linha; especificar, divulgar e provocar conversa quanto às atribuições do assessor; promover a participação da linha nas atividades de assessoria; procurar assessores com experiência de linha; dividir o crédito ou o fracasso das realizações entre assessoria e linha; contratar, principalmente os assessores, com habilidades interpessoais; e sensibilizar a assessoria e a linha para possíveis 12 causas de conflito.

ASSESSORIA INTERNA E ASSESSORIA EXTERNA
Vantagens do assessor interno:
maior conhecimento da empresa; possibilidade de maior sigilo com referência a dados e informações da empresa; e possibilidade de vivenciar os resultados do trabalho executado.

Vantagens do assessor externo:
maior imparcialidade, pelo fato de estar menos envolvido no problema; e trazer conhecimento e experiência de trabalhos em outras empresas.

A prática tem demonstrado uma vantagem maior da empresa em ter o assessor interno 13 e o consultor externo trabalhando

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->