Você está na página 1de 22

Universidade de São Paulo - USP

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas


Departamento de Geografia
Programa de Pós-Graduação em Geografia Física

Relatório - Trabalho de Campo


Área de Estudo: Região de Santo Amaro

Disciplina: Análise Ambiental Urbana e Sensoriamento Remoto


Docente responsável: Profa. Dra. Magda Adelaide Lombardo

Alunos:
Antonia Márcia Chaves Castro
Iara Negreiros
Marco Oliveira Junior
Marcos Barros de Souza
Patrícia Aulicino

São Paulo – SP
2006
Trabalho de Campo
Área de Estudo: Região de Santo Amaro
Data: 17 de agosto de 2006

Objetivo
Identificar os indicadores de qualidade ambiental urbana na região de Santo Amaro, maior
área da cidade, localizada na zona Sul de São Paulo, formada pelas subprefeituras de Santo Amaro,
Capela do Socorro, Campo Limpo, Cidade Ademar, M´Boi Mirim e Parelheiros. Região caracterizada
por ser a mais carente e com maior taxa de criminalidade por habitante da cidade de São Paulo, possui
um alto percentual de favelas, localizadas principalmente nas proximidades das represas Billings e
Guarapiranga, onde grande parte da população vive abaixo da linha de pobreza.
Principais vias de acesso: Avenida Washington Luís, Avenida João Dias, Avenida dos
Bandeirantes, Avenida Morumbi, Avenida Vítor Manzini, Avenida Vicente Rao, Avenida das Nações
Unidas, Avenida Santo Amaro, Avenida Vereador José Diniz, Avenida das Águas Espraiadas.
Foto 1
Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, n°1140

Ponto 42
Latitude 23° 36` 24,3
Longitude 46° 42` 37
A presença da vegetação, promove melhorias no
clima da cidade e na qualidade do ar, água e
solo.

Foto 1.1
Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini
Hotel Hilton

Forte verticalização e incidência de usos


comerciais e residenciais de médio e alto padrão.

Foto 1.2

Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini

Arborização viária essencial na composição do


verde urbano
Foto 2
Avenida Chucri Zaidan X Avenida Roque
Petroni Jr.
Ponto 43
Latitude 23° 37` 15,3
Longitude 46° 41` 55,3

Obra de ampliação do Shopping Morumbi

Foto aérea do Google Earth da região.


As pontes do Morumbi e os dois shoppings

Foto 2.1

Avenida Chucri Zaidan X Avenida Roque


Petroni Jr.
Foto 2.2
Avenida Chucri Zaidan X Avenida Roque
Petroni Jr.
Shopping Morumbi
Incidência de prédios comerciais e residenciais
de médio e alto padrão

Região da Amaro Guerra: antiga vila operária,


os grandes terrenos e galpões são remanescentes
do passado industrial do bairro

Foto 3
Rua Amaro Guerra- Vila São Francisco
Ponto 44
Latitude 23° 37` 42,5
Longitude 46° 42` 00,2
Não há presença de vegetação com unidades
arbóreas isoladas
Foto 3.1
Rua Amaro Guerra- Vila São Francisco

calçadas estreitas sem vegetação

Foto 3.2
Rua Amaro Guerra- Vila São Francisco

Unidades arbóreas isoladas com tipologia


equivocada
Foto 4
Rua Alexandre Dumas X Rua Antonio de
Oliveira na Chácara Santo Antonio
Ponto 45
Latitude 23° 37` 51,0
Longitude 46° 42` 23,0
Bairro misto com a presença de unidades
arbóreas isolada, pouca vegetação e calçadas
estreitas

Região da Alexandre Dumas: desde a década de


90 a região vem atraindo edifícios inteligentes e
sedes de empresas ligadas à tecnologia

Foto 4.1

Chácara Santo Antonio bairro misto com a


presença de unidades arbóreas isoladas
Incidência significativa de pequenos comércios,
prédios comerciais, residências horizontais.
Foto 4.2

Centro empresarial Chácara Santo Antonio


Presença da vegetação arbórea / verticalização
de alto padrão
.

Foto 5
Av. Prof. Alceu Maynard de Araújo
Ponto 47
Latitude 23° 38` 07,5
Longitude 46° 42` 44,1

Solo exposto

Região mista de casas de alto padrão e edifícios


de alta tecnologia.
Foto 5.1

Solo exposto

Av. das Nações unidas. Área verde: um pouco


menor do que o parque do Ibirapuera destinada
à pratica do golf.
Região de média baixa a baixa renda

Foto 6
Av. das Nações Unidas
Ponto 48
Latitude 23° 40` 42,7
Longitude 46° 41` 50,0
Foto 6.1
Ponte Transamérica - Marginal Pinheiros

Foto 6.2

Favela X verticalização
Contraste na paisagem urbana

O outro lado do Autódromo: região de alta renda


ao lado da favelização da av. Interlagos
Foto 7
Ponto 49
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental

Foto 7.1
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental.
Residenciais às margens da avenida.

Foto 7.2
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental
Incidência de pequenos comércios, serviços e
residências de baixo padrão.
Foto 7.3
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental
Autódromo de Interlagos

Foto 7.4
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental
Incidência de pequenos comércios, serviços e
residências de baixo padrão.

Foto 7.5
Avenida Interlagos
Não há presença de vegetação comprometendo a
qualidade ambiental
Incidência de pequenos comércios, serviços e
residências de baixo padrão.
Foto 8
Av. Robert Kennedy
Ponto 50
Latitude 23° 42` 01,3
Longitude 46° 42` 15,1
Solo exposto, pouca vegetação

Foto 8.1
Av. Robert Kennedy

Foto 8.2
Av. Robert Kennedy
Foto 8
Avenida Guarapiranga
Ponto 51
Latitude 23° 42` 16,8
Longitude 46° 42` 47,9

Foto 8.1
Avenida Guarapiranga

Foto 8.2
Avenida Guarapiranga
Foto 8.3
Avenida Guarapiranga

Foto 8.4
Comércio Avenida Guarapiranga

Foto 8.5
Avenida Guarapiranga
Foto 9

Bairro arborizado próximo a represa


guarapiranga

Foto 9.1

Bairro arborizado próximo a represa


guarapiranga

Área de alta renda: da foto do Google Earth é


possível visualizar as casas com piscinas nos
quintais, a área verde predomina
Foto 10

Represa do Guarapiranga: Ocupação


desordenada e irregular

Foto 10.1

Represa do Guarapiranga: Ocupação


desordenada e irregular
Foto 11

Rua Urucuí X Avenida Guarapiranga (Jardim


Ângela)
Área sem vegetação, predomina o comércio
informal

Foto 11.1
Rua Urucuí X Avenida Guarapiranga (Jardim
Ângela)
Área sem vegetação, predomina o comércio
informal/ ocupação precária
CONTRASTES DA URBANIZAÇÃO

Região de favela ao lado de bairro de altíssima


renda na frente da Marginal Pinheiros

Verticalização
Poluição
Favelas

Poluição do Rio Pinheiros


Terreno a espera de grandes empreendimentos
CONTRASTES DA URBANIZAÇÃO

Condomínios luxuosos aliados a poluição Rio


Pinheiros

Favelas

Construção do grande viaduto (concreto) na


Avenida da Nações Unidas
Conclusão

O conceito de qualidade ambiental urbana está intrinsecamente ligado ao de qualidade de vida


urbana e refere-se à capacidade e às condições do meio urbano em atender às necessidades de seus
habitantes.
A região - extremo sul - de Santo Amaro possui uma grande carência em arborização e áreas
verdes e devido à ocupação em áreas de proteção ambiental (mananciais), boa parte dos loteamentos é
considerada irregular pelo poder público, dificultando investimentos em melhorias da sua
infra-estrutura urbana e são ocupados pela população mais pobre. A distribuição do verde viário é
desigual, onde os bairros e vias arborizadas estão localizados nas regiões habitadas pela classe média-
alta - região centro-sul - e se originaram de loteamento de alto padrão nos bairros residenciais
protegidos pela lei do zoneamento: Brooklin Velho, Jardim Petrópolis, Alto da Boa Vista, Granja
Julieta e outros. Suas principais vias de acesso apresentam problemas por sobrecarga nos sistemas
viários, contribuindo para o problema da qualidade do ar.
Ao mesmo tempo em que a urbanização acelerada provocou diversas alterações na paisagem e
no clima, como a má distribuição de recursos e de resíduos, problemas no sistema de drenagem e no
uso do solo, tudo isso criou novos pequenos ecossistemas ao longo de rodovias e das áreas
residenciais, comerciais e industriais facilitando o aparecimento de espécies nem sempre bem vindas
ao nosso convívio quando em desequilíbrio, como a proliferação de insetos.
Os resultados da ocupação desenfreada e pouco planejada do solo de São Paulo foram
habitações em áreas de risco e em margens de córregos.