P. 1
Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Oxum - Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá

Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Oxum - Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá

4.67

|Views: 19.425|Likes:
Publicado porapi-3822865

More info:

Published by: api-3822865 on Oct 18, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida

Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

1

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

Linha de Oxum 001 Mamãe Oxum!... Mamãe Oxum!... Lá do infinito, Ai vem ouvir, Ai vem ouvir, O nosso canto!... Nós te adoramos com amor, E com carinho... Na esperança de aliviar, O nosso pranto. Mamãe Oxum... Ela veio de Aruanda, Com seu barquinho de flor, Derramando seu amor... Mamãe Oxum... Ela veio de Aruanda, Com o Divino Espírito Santo, No Terreiro de Umbanda. (bis) 002 NA CACHOEIRA Eu vi Mamãe Oxum na Cachoeira, Sentada na beira do rio! (bis) Colhendo lírio, lírio ê... Colhendo lírio, lírio a... Colhendo lírios, P'ra enfeitar nosso congá. (bis) 003 Como é lindo os cruzamentos, P'ra quem tem fé e tem amor.(bis) Filhos, filhos de Umbanda, Estas rosas pertencem a nossa Mãe...(bis) Oxum, Oxum!... Oxum, Oxum!... Venha nos abençoar!... Receba dos filhos teus, É um presente da Mãe Iemanjá.(bis) 004 Na beira do rio, Pôr seus filhos Oxum chorou!...(bis) Eu vi Mãe Oxum chorar... Mãe Oxum olha a maré... Saravá Oxum Pandá!... Saravá Oxumaré!...(bis) 005 Oi corre, corre rio abaixo...

Oi corre que Oxum mandou auê... E leva p'ro fundo do mar, Todos os pedidos, Dos filhos de Oxalá... (bis) 006 ORAÇÃO À MÃE MENININHA Dorival Caymmi Ai minha mãe, Minha Mãe Menininha, Ai minha mãe, Menininha do Gantuá. (bis) A estrela mais linda, heim... Tá no Gantuá, E o sol mais brilhante, heim... Tá no Gantuá, A beleza do mundo, heim... Tá no Gantuá, E a mãe da doçura, heim... Tá no Gantuá, O consolo da gente, ai... Tá no Gantuá, A Oxum mais bonita, heim... Tá no Gantuá. Olorum quem mandou, Essa filha de Oxum, Tomar conta da gente, E de tudo cuidar, Olorum quem mandou, eô, Ora e eô, Ora e eô, Ora e eô.(bis) Ai minha mãe, Minha Mãe Menininha, Ai minha mãe, Menininha do Gantuá. (bis) 007 Eu fui ao Gantuá, Pagar promessa só, Eu levei "oro maió", Em "odê p'ra iêiêô!... O "Nara Ewá"!... Minha Santa é verdadeira, Vem me abençoar... Ó meu Deus como é lindo, O Céu se abre... Mãe Oxum vem surgindo! 008 O lírio que dá no campo, Na água nasce uma flor, É a flor de Oxum Pandá, Oxum Maré e Oxum Docô. 009 MÃE INDAIÁ Indaiá, Talismáris e Naná, Oxum e Maria Madalena,

Jandira, Bartira, Jupira, Iara a Sereia do Mar.(bis) Faço as minhas preces, ó rica Mãe, Estas rosas, eu venho lhe ofertar, Os meus pedidos, eu faço cantando, Estou rezando, p'ra Mãe Iemanjá. (bis) 010 INDAIÁ VEM DE LONGE Indaiá, Indaiá, ó Indaiá!... Vem lá de longe, Pros seus filhos ajudar. Indaiá, Indaiá, ó Indaiá!... Vem lá de longe, Pros seus filhos abençoar. Indaiá, Indaiá, ó Indaiá!... Vem navegando, deslizando sobre o mar, Indaiá, Indaiá, ó Indaiá!... Vem lá do frio, vem da geada, vem de lá. Indaiá, Indaiá, ó Indaiá!... 011 Atraca, atraca, quem vem na onda é Nanã, Atraca, atraca, quem vem na onda é Nanã, É Naná é Oxum é Sereia do Mar, eia,.. É Nanã é Oxum é Mamãe Iemanjá, eia... É Naná é Oxum é Sereia do Mar, eia, É Nanã é Oxum é Mamãe Iemanjá, eia... É Naruê, é Naruê... (bis) 012 OXUM, NANÃ E IEMANJÁ Atraca, atraca, quem vem na onda é Nanã, Atraca, atraca, quem vem na onda é Nanã, É Nanã é Oxum é Sereia do Mar, eia, É Nanã è Oxum é Mamãe Iemanjá, eia, É Nanã é Oxum é Sereia do Mar, eia, É Nanã è Oxum é Mamãe Iemanjá, eia.(bis) 013 IEMANJÁ E OXUM

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

2

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

Antes do sol nascer, Da lua se esconder, Madrugada caiu...(bis) Eu vi a lua saindo, Ela era prateada, E como clareia a beira mar... Eu vi as crianças brincando, Na beira da areia, São os sete filhos de Iemanjá... Eu vi a Mamãe Oxum, Girando nas cachoeiras, Ela é uma enviada de Oxalá... 014 IEMANJÁ E OXUM (para oferendas no mar) Com uma dúzia de velas, Numa noite tão linda, Eu fui para o mar. Cantando e implorando, Fui fazer meus pedidos, A Deusa do Mar.(bis) Iemanjá venha me salvar, Mamãe Oxum venha e ajudar, Sou peregrino, joguei na areia, Flores pra Deusa do Mar. Iemanjá venha me salvar, Mamãe Oxum venha me ajudar, Sou peregrino, joguei na areia, Flores pra Deusa do Mar. 015 OXUM E IEMANJÁ Mamãe Oxum tá lá na beira da praia, Iemanjá lá nas ondas do mar.(bis) Quando ela passa, Todo mundo chora, É um pescador, Que ela leva embora. (bis) 016 NANÃ BURUQUÊ – Ponto de Homenagem Nanã Buruquê, Nanã Buruquê,... Oyá, Oyá, Oyá (bis) Ela veio de tão longe, Para salvar os meus irmãos, Ela veio de tão longe, Ela é Nanã Buruquê, Saluba ê. 017 Ponto para descarrego vibração de OXUM na

Baixai, baixai,... Ó Virgem da Conceição, Maria Imaculada, Tirai as perturbações... (bis) Se tiveres praga de alguém, Desde já será retirado, Levando pro mar ardente, Pro fundo do mar sagrado. 018 Ponto para entrega de oferendas para OXUM Ó meu povo de umbanda, Eu vou esperar, a lua sair, Eu vou girar, Eu tenho um presente p´ra levar, P´ra Mamãe Oxum, lá no Congá,... Eu vou, eu vou levar, P´ra Mamãe Oxum, lá no Congá... 019 PONTO DA VOVÓ ENGRÁCIA (na irradiação de Mamãe Oxum) É e é... Ela é Umbanda também. (bis) Aí vem Vovó Engrácia, Pra seus filhos fazer bem. 020 VIRGEM DA CONCEIÇÃO ( MAMÃE OXUM) Baixai, baixai! Ó Virgem da Conceição... Maria Imaculada, Para tirar a perturbação. (bis) Se tiveres praga de alguém, Desde já seja retirado, Levado para o mar ardente... Para as ondas do mar sagrado! 021

Aué Baerissou... Aué Baerissou... É, é, é, nossa Oxum, É, é, é, nossa Oxum. (bis) Mamãe Oxum, Dona dos rios e dos lagos. Mamãe Oxum, Olha nossos lares... Ela vem na banda, Nos traz felicidades. Mamãe Oxum, quando vai... Deixa saudades. 024 Ó, rosa de ouro... Maxumbembé maxumbembá. Olha maxumbambá, Maxumbambá oriá. (bis) 025 Quinguelé-Quinguelé, Mamãe Cinda, Quinguelé! Ó, sinhá gongá, Quinguelá. Mamãe Cinda, Quinguelé, Ó, sinhá gongá Quinguelá. (bis) 026 Cinda, ó mamãe, ó cindé, Olha a Cinda da cobra coral! Cinda, ó mamãe, ó cindé, Olha a Cinda, como a Cinda é! (bis) 027 PONTO DE OXUM (irradiação de COSME DAMIÃO) São Cosme e São Damião, Sua Santa já chegou; Veio do fundo do mar, Que Santa Bárbara mandou. Dois, dois, Sereia do Mar! Dois, dois, Sereia do Mar! 028 E

PONTOS DE OXUM PONTOS DE SEREIAS Oxum é... Oxum é... Oxum á... Vem saravá. (bis) 022 Oxum Mariou... Oxum Mariou... Ariarou, ariará, Ariará, ariarou. (bis) 023 Chegou, chegou, chegou... Chegou a Mãe Sereia, Pra nos auxiliar. Baixou, baixou, baixou... Baixou a Mãe Sereia, Pra todo o mal levar. É vem, é vem, é vem... É vem beirando o mar, É vem a Mãe Sereia, Chegou beirando o mar.

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

3

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

029 Salve conchinha de prata; Salve quem aqui está! Salve a Mãe Sereia, Que veio nos ajudar! Salve conchinha de prata! Salve o povo do mar; Salve a Mãe Sereia, Que todo mal vai levar! Salve conchinha de prata; Salve estrela do mar; Salve a Mãe Sereia, Rainha Iemanjá! 030 PONTO DE NANÃ Nanã é mãe dos orixás, Está na Terra e na cachoeira, E está no mar. Eu vou pedir, A boa Nanã, Que abençoe seus filhos, E seu ogã. 031 PONTOS DE MAMÃE OXUM Atraca, atraca quem vem na onda, É Nanã. Atraca, atraca quem vem na onda, É Nanã. É Nanã, é Oxum, é quem vem saravá. Ei, ah!... É Nanã, é Oxum, é Nanã... É a Sereia do Mar, ei, áh! 032 No alto da cachoeira, Tem uma gruta do lado de lá... Tem um banquinho de ouro, Onde Oxum vai se sentar... 033 FLOR DE MAIO Ela é flor de maio!... Ela é flor de maio!... Se a minha Mãe, É tão linda flor de maio, Aieiê ela é flor de maio. (bis) 034 Ouvi um brado da Mamãe Oxum, No alto da cachoeira.

E ela bradava tanto, Esperando Ogum, Para jurar bandeira... 035 PONTO DE PROTEÇÃO Vai buscar, vai buscar, vai buscar, Proteção de Mãe Oxum (...), Pra este filho em seu gongá! Seja benvinda... Nossa mãe de muito amor! Venha nos salvar, Pela cruz do Senhor. (bis) 036 PONTO DE TARIMÁ Tarimá, ô Tarimá, Tarimá, tá no fundo do mar, Ó gente cadê Sereia?! Sereia tá no fundo do mar! Auê maiorá, virou zi caçamba, De(i) fundo pra ar! 037

040 PONTOS DE NANÃ Salubaê, salubaê Nanã, Salubaê Nanã. Oi Nanã buruquê. (bis) 041 NANÃ QUE DÁ Oi Nanã que dai oi sim, Dai odé. Oi Nanã que dá sem dó, Dai odé. (bis) 042 Nanã vem das neves, Ela vem das ondas do mar. (bis) Saravá, Oxumaré, Saravá a Sereia do Mar. Saravá Nanã Buruquê, saluba! Saravá Nanã Buruquê, saluba! 043

PONTO DE SANTA MARIA Maria nossa mãe extremosa! Baixai, baixai como a rosa. Anda ver nosso povo de Aruanda, Trabalhando no gongá. Pela nossa Lei de Umbanda! Baixai, baixai como a rosa, Maria nossa mãe extremosa! Baixai, baixai como a rosa. 038 045 NO ALTO DA CACHOEIRA NAS ONDAS DO MAR No alto da cachoeira, Tem um lindo jacutá. (bis) Tem um banquinho de ouro, Aonde Oxum vai se assentar. Aieeê Mamãe Oxum, Aieeê Oxumaré, Aieeê Mamãe Oxum, Aieeê Oxumaré. 039 A LUA SURGINDO 047 A lua vem surgindo, Por detrás da cachoeira. (bis) Aieeê Mamãe Oxum, Aieeê Oxumaré. Aieeê Mamãe Oxum, Aieeê Oxumaré. Iemanjá é minha mãe, Saluba Nanã é minha avó. (bis) Saravá Nanã Buruquê, Eu lhe peço não me deixe só. (bis) 048 Oi nas ondas do mar, Eu vi Nanã, Oi Nanã Buruquê. (bis) 046 NANÃ COM ABALUAÊ Eu vim ao mundo para sofrer, O meu destino é sobreviver. Oi abre as portas para receber, Nanã Buruquê e Abaluaê. Quando Nanã vem à Terra, Filhos pedem, ajoelhados, Sua missura, Nanã Divina, Não nos deixe abandonados. 044 Senhora Santana, Dai-nos vossa proteção, Valei-nos avó de Aruanda, Valei-nos com a sua benção.

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

4

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

Saravá Nanã, Sua proteção; Saravá Nanã, Dai-nos sua benção. 049 Com seu manto consagrado, Com sua estrela bendita, Valei-nos Senhora Nanã, Livrai-nos das horas aflitas. 050 NA FAZENDA Naquela fazenda, Tem uma moça tão velha. (bis) Ela é Nanã Buruquê, Ela é dona de cacourocaia. (bis) 051 Nanã Santa serena, Eu lhe peço sua benção. (bis) Irmã de Nosso Senhor, Livrai-me da aflição. (bis) 052

Senhora Santana, Quando andou pelos montes, Por onde passava, Deixava uma fonte, Os anjos que vinham, Beberam água dela, Que água tão linda, Senhora tão bela. (bis) 056

Minha mãe é Nanã, É o Orixá mais velho do céu, Nanã, ô Nanã Burouquê, Firma seus filhos, Agora eu quero ver. 062 OXUM – CD 06 Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum !

OXUM Olha Oxum no Nagô, No Nagô Oxum, Olha Oxum no Nagô, No Nagô Oxum, Oxum ieiêu. (bis) 057 OXUM E OXUMARÉ Aieeê, aieeê Mamãe Oxum ! Aieeê, aieeê Mamãe Oxum ! Aieeê Mamãe Oxum ! Aieeê Oxumaré ! Aieeê Mamãe Oxum ! Aieeê Oxumaré ! 058 Ela é flor de maio ! Ela é flor de maio ! Se a minha mãe, É linda flor de maio ! Aieêu é flor de maio ! (bis) Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum ! Ouvi o brado da Mamãe Oxum, No alto da cachoeira. E ela bradava tanto, Esperando Ogum, Para jurar bandeira. (bis) Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum ! Olha Oxum no Nagô ! No Nagô Oxum ! Olha Oxum no Nagô, No Nagô Oxum, Ieiêu, olha Oxum Cachoeira. (bis) 065 NANÃ BORUQUÊ – CD 09 Salubra Nanã ! Nanã Salubra ! Senhora Santana, Quando andou pelos montes. (bis) Por onde passava, Deixava uma fonte. (bis) Os anjos que vinham, Beberam água dela, Que água tão linda, Senhora tão bela. (bis) 066 Salubra Nanã ! Nanã Salubra ! Na coroa de Zambi eu vi Nanã ! Auê, eu vi Nanã ! (bis) Eu vi Nanã, (bis) Eu vi Nanã, (bis) Auê ! É Nanã Boruquê ! É Nanã Boruquê ! É Nanã Boruquê ! (bis) 067

Minha mãe é Nanã, É o Orixá mais velho do céu. Nanã, Ô Nanã Buruquê, Firma seus filhos, Agora eu quero ver. 053 OXUM E NANÃ Atraca, atraca, Que aí vem Nanã, e á. (bis) É Nanã, é Oxum, É Sereia do mar, e á, É Nanã, é Oxum, Que vem nos saravá, e á. 054 CHAMADA GERAL SALAMANDRA (NINFAS DO FOGO) PARA

OXUM E NANÃ Atraca, atraca que aí vem Nana ! Êeeaaa ! (bis) É Nana, é Oxum, É quem vem saravar, Êeeaaa ! É Nana, é Oxum, É quem vem saravar, É a Sereia de Mar ! Êeeaaa ! 059 A LUA SURGINDO A lua vem surgindo, Por detrás da cachoeira ! (bis) Aieeê Mamãe Oxum ! Aieeê Oxumaré ! (bis) 060 SALUBA NANÃ Salubaê, salubaê Nanã ! Salubaê Nanã... Oi Nanã Buruquê ! (bis) 061

Oh! Cinda mamãe lhe deu, Oh! Cinda mamãe lhe dá, Oh! Cinda mamãe lhe deu, A Salamandra vem abençoar. Á á yaô, á, á á yaô! 055 NANÃ BURUQUÊ

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

5

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

OXUM MENINA OXUM VAI LEVANTAR – CD 20 Ora ieiêu Mamãe Oxum ! Ora ieiêu ! Estava sentado lá no alto da pedreira, Olhando as cachoeiras, as matas e o mar, Iemanjá estava arrumando seu vestido, Xangô lhe deu um grito, Oxum vai levantar. Aieieu ! Oxum vai levantar ! Aieieu ! Oxum vai levantar ! Aieieu ! Oxum vai levantar ! Na matas assobiou, virgens Oxossi Brilhou a estrela matutina, Rolaram pedras de Xangô. Quem será essa menina, Quem será essa menina, Que a lua iluminou. Canta no clarão da lua, Dança no calor do sol, Todo o ouro se ilumina, Pra saudar Oxum Menina, Pois Oxum é Mãe Maior. Saravá Oxum Menina, Oxum é Mãe Maior. Ora aiê iê ô! 071 CD – PONTOS DIVERSOS 23-CANTO A OXUM Eu vi Mamãe Oxum na cachoeira, Sentada na beira de um rio. (bis) Colhendo lírio, lírio ê, Colhendo lírio, lírio á, Colhendo lírios, Pra enfeitar nosso congá. (bis) No alto da cachoeira, Mais um que lindo jacutá. (bis) Por lá tem um banquinho de ouro, A onde Oxum vai se assentar. Aieiê Mamãe Oxum, Aieiê Oxumarê. Aieiê Mamãe Oxum, Aieiê Oxumarê. Aieiê Mamãe Oxum, Aieiê Oxumarê. 072 24-DEUSA DE IJEXÁ Caminhando pela mata, Refletida na cascata, Vi uma flor se mirar. (bis) Era de grande beleza, Possuía tal pureza, Perfumava todo o ar. (bis) Foi nesse exato momento, Que como um sonho contemplo, A Oxum a se banhar, E só então eu percebi, Que a linda flor que vi, Era a Deusa de Ijexá. Aieiêo Foi na água da cascata, Que a Oxum apareceu. (bis) O seu mundo é de amor, O seu mundo é de paz. (bis) Guardado pelo manto sagrado de Epandá, Oxum que venha eu seu universo abençoar, Acabe a guerra sem fim, Tire o ódio, bote amor. (bis) Que o mundo possa ser, Sempre um jardim em flor. (bis) 074 26-CANTO A NANÃ Oi Nanã Boruquê, Seus filhos lhe pedem, Seus filhos lhe imploram, Venha ver o terreiro, E levar todo o mal na sua marola. (bis) Sarava Nanã auê, Sarava Nanã auá, Sarava Nanã, Na beira do rio e nas ondas do mar.(bis) 075 28-MAMÃE OXUM E, e, e, E, e, a, Saravá Mamãe Oxum, Que veio me ajudar. (bis) Água veio da nascente, E rolou pela pedreira, Pediu licença a Xangô, E transformou-se em cachoeira. E, e, e, E, e, a, Saravá Mamãe Oxum, 073 25-GORJEIA Gorjeia, a passarada no lindo céu azul, A saudar, O Reino Encantado de Oxum Epandá. Porque meu Deus, No seu mundo eu não posso chegar o,o, Para ver como é lindo o amanhecer, Natureza sorrindo, Primavera florindo. (bis)

Aieieu ! Oxum já levantou ! Aieieu ! Oxum já levantou ! Aieieu ! Oxum já levantou ! 068 MAMÃE OXUM – CD 21 Eu vi Mamãe na cachoeira, Sentada na beira do rio, Colhendo lírio, lírio ê, Colhendo lírio, lírio a, Colhendo lírio pra enfeitar, O seu conga(á). (bis) Colhendo lírio pra enfeitar, O seu conga(á). (bis) Eu vi Mamãe na cachoeira, Sentada na beira do rio, Colhendo lírio, lírio ê, Colhendo lírio, lírio a, Colhendo lírio pra enfeitar, O seu conga(á). (bis) Colhendo lírio pra enfeitar, O seu conga(á). (bis) 069 E na beira do mar, brisa serena, E na beira do mar, se serenou, Na areia do mar, areia, areia, Maré cheia e mar, marenejou. (bis) 070

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001 CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

6

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS

Que veio me ajudar. (bis) Minha Mãe dona do ouro, Seu reinado é Ijexá, Acompanha o meu destino, Samburando seu ifá. E, e, e, E, e, a, Saravá Mamãe Oxum, Que veio me ajudar. (bis) Eu pedi licença a Zambi, Pra Mãe Oxum vir louvar, Proteção para os seus filhos, Com a benção de Oxalá. E, e, e, E, e, a, Saravá Mamãe Oxum, Que veio me ajudar. (bis) 076-LOUVAÇÃO AO REINO DOS ORIXÁS (autoria Jerônimo 08.12.01) Eparrei Oyá! Eparrei Iansã! Odoiá ! Omio, omiodô! Aieieu Oxum! Louvo o Vento de Iansã, Louvo o Mar de Iemanjá! (bis) A Cachoeira de Oxum, A Aruanda de Oxalá! (bis) Louvo Xangô na Pedreira, Louvo Ogum no Humaitá!(bis) Louvo Oxossi na Mata, Louvo todos os Orixás! (bis) 077 LOUVAÇÃO À MÃE OXUM (autoria Jerônimo 08.12.01) Aieieu minha Mãe, Oxum Dokô! Aieieu minha Mãe, Oxum Pandá! Aieieu minha Mãe, Oxum Demum! Aieieu minha Mãe, Eu vim louvar! (bis) Sarava minha Mãe Dona do Ouro! Saravá Deusa Linda de Ijexá!(bis) Mãe Oxum abençoa os teus filhos, Ilumina e protege este gongá. (bis) Enche de paz e amor os corações, Com a bênção de Zâmbi e Oxalá! (bis)

078 SAUDAÇÃO À MÃE INDAIÁ (autoria Jerônimo 05.2001) Mãe Indaiá, Mãe Ternura, Vens de longe a navegar, Tens a doçura da Oxum, O encanto de Iemanjá, Teu canto é prece divina, Louvando céu, terra e mar. (bis) Vens lá das águas geladas, Pra visitar nosso endá, Trazes a luz e o amor, Tua proteção vens nos dar, Abençoando teus filhos, Em nome de Oxalá. (bis) 079 - NANÃ Ê Nanã ê, Nanã ê, Nanã ê, o Nanã, Nanã ê... (bis) Com seu manto roxo, E seu iberê as águas são doces, Nanã reina aqui. Estou de joelhos eu vim lhe pedir, Aceite oferendas que trago a ti... Nanã ê, Nanã ê, Nanã ê, o Nanã, Nanã ê... (bis) A lua clareia as águas do rio, Quem leva as estrelas, De encontro ao mar, Nanã que recebe, A nossa oferenda, Derrama suas bênçãos, Sobre os filhos de fé... Nanã ê, Nanã ê, Nanã ê, o Nanã, Nanã ê... (bis) Nanã Buruquê tu és minha mãe, Contigo agora, eu muito aprendi, Tua experiência reflete em mim, Me sinto agora consagrado por Ti... Nanã ê, Nanã ê, Nanã ê, o Nanã, Nanã ê... (bis) 080 FILHO DE MEL E DENDÊ Jerônimo C. Grossmann Quem olhou nos meus olhos já viu, Quem olhar nos meus olhos verá...(bis) Que eu sou filho dos Reis de Aruanda, Oxalá e Mamãe Yemanjá. (bis) Meu padrinho, o Rei da Justiça,

E Oxum, vêm me abençoar... (bis) Quem olhou nos meus olhos já viu, Quem olhar nos meus olhos verá...(bis) Com a proteção de Aruanda, Sigo a vida sem nada temer, No coração levo o doce do mel, Nos braços a força do dendê. Quem olhou nos meus olhos já viu, Quem olhar nos meus olhos verá. 081 - VIVA OXUM O viva Oxum, Iansã e Nanã, Mamãe Sereia, Viemos saudar.(bis) Oi me leva, P’ras ondas grandes, Eu quero ver as sereias cantar, Eu quero ver os caboclinhos na areia, Oi como brincam com Iemanjá. Aruê, ê, ê, êeee, Aruê Mamãe é dona do mar. Aruê, ê, ê, êeee, Aruê Mamãe é dona do mar. MAMÃE ÓXUN Mamãe Óxun Estrela Guia Dos filhos que choram de aflição! [bis] Iluminais os vossos filhos Oh, Mãe Óxun! Com a luz do amor e do perdão!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->