P. 1
Como Avaliar a Textualidade

Como Avaliar a Textualidade

|Views: 1.024|Likes:
Publicado porMarina Legroski

More info:

Published by: Marina Legroski on Nov 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/04/2013

pdf

text

original

(COSTA VAL, M. G. Redação e textualidade. 2009. p.

17-39)


Postura descritiva; Nada de macetes. Pensando no ensino, é interessante sempre passar ao aluno que não há receita de sucesso, mas que um texto bem construído será sempre um ato comunicativo bem sucedido.


 


  

Coesão; Coerência; Intencionalidade; Aceitabilidade; Situacionalidade; Informatividade; Intertextualidade.

O que torna um texto aceitável não serve como critério para outro texto; Nos dados vestibular, da autora, as redações de a intencionalidade, a aceitabilidade e a situacionalidade podem ser avaliadas em bloco, e a informatividade, a intertextualidade, a coesão e a coerência tiveram um peso individual.

Quais são a intencionalidade, a aceitabilidade e a situacionalidade de uma redação de vestibular?
E a informatividade? E a intertextualidade?


 

Continuidade; Progressão; Não-contradição; Articulação.
(Charolles, 1978)

Sequência do assunto, desenvolvimento de elementos constantes. São fatores que fazem com que o texto tenha uma unidade.
Se manifesta por:
◦ Retomadas linguísticas satisfatórias (coesão) ◦ Retomada de ideias e conceitos (coerência)

Exemplos:

◦ O menor abandonado preocupa a população das grandes cidades porque a marginalidade acaba os levando ao crime. ◦ Pode-se definir conhecimento como a reação Se refere a quê? humana ao meio que o cerca. ◦ Ana estava conversando com Teresa e Rosa chegou. Aí ela contou que estava namorando João.
Se refere a quem?

Concordância?

Não basta retomar os conceitos e estruturas, é necessário acrescentar informações novas. Se manifesta por:
◦ Tópico e comentário (coesão) ◦ Soma de ideias novas (coerência)

Violência social A sociedade em desarmonia
A cada dia que passa a violência social aumenta. A sociedade não consegue viver em harmonia. O que acontece com as pessoas, é que elas não conseguem chegar a um resultado comum. A agressão, tanto física, como moral é mais uma rotina de nossos dias. As constantes guerras, são imagens da total falta de conscientização com a vida do próximo. A desarmonia entre os povos acarretará consequências trágicas sem qualquer benefício. As pessoas são egoístas só pensam em si mesmas, não se preocupam com seu semelhante. No mundo de hoje há poucas pessoas que lutam por dias melhores. Sendo assim, a tendência é o aumento da violência com resultados irreparáveis. As pessoas se afastam umas das outras a cada momento. Vivendo assim em plena desarmonia.

Interna (em relação às sequências do texto)
◦ Não se pode afirmar A e ¬A

Externa (em relação ao texto e ao mundo a que se refere)
◦ Não se pode afirmar coisas que não existem na realidade em um texto a respeito do mundo real.

Se manifesta por:

◦ Modalizadores, tempos verbais adequados, verbos ilocutórios (achar, aceitar, pensar) (coesão) ◦ Relações causa X consequência, conhecimento das palavras empregadas (coerência)

(...) Os humildes, sem chance de integração social, assumem papéis secundários, muitas vezes desprezíveis. Se eles assumem papéis, estão integrados,
ainda que de forma subalterna.

A violência na sociedade é causada pelas próprias pessoas. (...) Portanto, é o meio que faz com que as pessoas sejam violentas.
Se você afirma X, não pode concluir Y.

Modo pelo qual as informações se relacionam e se articulam no texto. Se manifesta por:
◦ Junção, articuladores lógicos, ordem de apresentação (coesão) ◦ Encadeamento das sequências (coerência)

Violência social
A violência em nosso pais esta a cada dia que passa se acentuando mais, isto devido a diversos fatores podemos citar o fator economico a ganancia do homem pelo dinheiro, o desemprego dos pais, a falta de moradias, alimentação e educação impedem o de criar seus filhos dignamente dai a grande violencia da sociedade o menor abandonado, que sozinho não sem ter uma mão firme que o conduza pela vida parte para o crime o roubo na tentativa de sobreviver. A falta de terra para nossos indios contribuindo assim para extinção da espécie.

O homem como fruto do meio

O homem é produto do meio social em que vive. Somos todos iguais e não nascemos com o destino traçado para fazer o bem ou o mau. O desemprego, pode ser considerado a principal causa de tanta violência. A falta de condições do indivíduo em alimentar a si próprio e sua família. Portanto é coerente dizer, mais emprego, menos criminalidade. Um emprego com salário, que no mínimo suprisse o que é considerado de primeira necessidade, porque os sub-empregos, esses, não resolvem o problema. Trabalho não seria a solução, mas teria que ser a primeira providência a ser tomada. Existem vários outros fatores que influenciam no problema como por exemplo, a educação, a falta de carinho, essas crianças simplesmente nascem, como que por acaso, e são jogadas no mundo, tornando-se assim pessoas revoltadas e agressivas. A solução é alongo prazo, é cuidando das crianças, mostrando a elas a escala de valores que deve ser seguida. E isso vai depender de uma conscientização de todos nós.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->