P. 1
Patologia Das Alvenarias

Patologia Das Alvenarias

|Views: 1.020|Likes:

More info:

Published by: Gil Januario Chindai on Nov 05, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/24/2014

pdf

text

original

Relativamente às patologias interessa identificar e distinguir entre patologias
inerentes aocomportamento estrutural (aspectos relacionados com a concepção/construção) e
patologiasinerentes ao comportamento da alvenaria como material (dependente das
características dosmateriais utilizados, das técnicas construtivas, da tipologia da secção, etc.).
No entanto, aspatologias nas alvenarias estruturais manifestam-se, geralmente, como uma
combinaçãodestas vertentes, sendo por vezes difícil atribuir-lhes uma origem específica.
As principais patologias das alvenarias, como material estrutural, relacionam-se
frequentemente com:

7

• fraca resistência à tração;

• resistência à compressão muito dependente, do volume de vazios e, no caso, de

paredes compostas, do grau de confinamento dos paramentos;

• fraca resistência ao corte;

• mecanismos de ruptura frágil.

As patologias em paredes, como elemento estrutural, relacionam-se com fenômenos
deinstabilidade, local ou global, associados, geralmente, à:
• deficiente integridade estrutural (fraca ligação entre elementos estruturais);

• fraco embeiçamento na secção da parede;

• esbelteza excessiva;

• deficiente contraventamento;

• reduzida ductilidade.

Esses fatores explicam porque as fissuras constituem um estado patológico bastante comum
em estruturas de alvenaria.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->