Vigas Gerber - Conceito e Exercicios

Universidade Federal de Alagoas

Centro de Tecnologia Curso de Engenharia Ci il C d E h i Civil

Teoria das Estruturas I
Aula 10

Prof. Prof Flávio Barboza de Lima

Aula 09
Cenário – Estruturas Isostáticas Planas Esforços Internos Solicitantes
Esforços Normais Esforços Cortantes Momento Fletor Momento torsor ( ã ) t (não)

Aula 09 Equação Diferencial dos Esforços Solicitantes q ç ç Representação Gráfica dos Esforços internos Vigas Gerber .

Vigas Gerber Introdução A viga Gerber consiste na associação de vigas com estabilidade própria com outras sem estabilidade própria Nesta associação. as vigas com estabilidade própria suprem as demais dos vínculos que lhes faltam. tendo em vista o desenvolvimento das técnicas de pré-fabricação e montagem de estruturas pré- . ficando o conjunto estável A ligação entre as partes se dá por meio de articulações (fixas ou móveis) O aparecimento das vigas Gerber ocorreu para resolver problemas de ordem estrutural e construtiva As vigas Gerber têm lugar de importância na engenharia estrutural. e a tendência é de cada vez mais serem utilizadas.

Vigas Gerber .

Vigas Gerber Exemplo 1 Viga com estabilidade própria Viga apoiada (adquire estabilidade através do apoio) (adq ire atra és C A B Decomposição em vigas simples ç g B C A B .

Vigas Gerber Exemplo 2 Viga com estabilidade própria Viga apoiada Viga com estabilidade própria A B C D E F Decomposição em vigas simples ç g C D E A B C D F .

Vigas Gerber Exemplo 3 Viga com estabilidade própria Viga apoiada (na viga A-B) Viga apoiada (na viga B-D) A B C D E Decomposição em vigas simples ç g D E B C D A B .

sendo nulas as reações momentos . portanto. forças que se opõem aos õ í l i t ã t t f õ deslocamentos lineares. vigas engastadas. engastadas.Vigas Gerber As vigas que compõem o conjunto são. vigas biapoiadas e vigas biapoiadas com extremidades em balanço Os vínculos entre as vigas não impedem rotações relativas As A reações nos vínculos internos são. exclusivamente.

utilizando as equações ç p . e d dê i estática: táti i i i i d depois i as vigas que dão apoio Determinar as reações de apoio externas e internas. q ç de equilíbrio . a viga Gerber deve ser decomposta nas vigas isostáticas que a formam (vigas apoiadas e vigas que dão apoio) Deve ser construído o diagrama de corpo livre da estrutura decomposta. com apresentação das reações de apoio externas e internas A construção do diagrama de corpo livre deve ser feita por ordem decrescente d d d t de dependência estática: primeiro as vigas apoiadas.Vigas Gerber Determinação das reações de apoio externas e internas Inicialmente.

Vigas Gerber Determinação d reações de apoio externas e internas D t i ã das õ d i t i t Exemplo 50 kN 20 kN/m A C B 4m 4m 8m .

Decomposição em vigas simples C A B B C A B .Vigas Gerber 1 .

Construção do diagrama de corpo livre após decomposição 1 1º 20 kN/m 2º RHB B C RVB RVC 50 kN MA RHA A B RVB RHB RVA Reações de apoio internas Reações de apoio externas .Vigas Gerber 2 .

⎜ ⎟ + RVC .8 = 0 ⎝2⎠ ∑F y =0 ⇒ RVB = 80kN RVB + RVC − 20 8 = 0 20.Vigas Gerber 3 – Utilização das Equações de Equilíbrio Viga B-C B20 kN/m y + x RHB B RVB 8m C RVC ∑M B =0 ∴ RVC = 80kN ⎛8⎞ −(20.8 C RVB = 160 − 80 ∑F x =0 ∴ RHB = 0 .8).

m .8 + 50.4 = 0 = 0 M A − 130.8 + 200 ⇒ M A = 840kN .Vigas Gerber 3 – Utilização das Equações de Equilíbrio Viga A-B AMA 50 kN RVB = 80 kN y + x RHA RVA A 4m 4m B RHB = 0 ∑F y =0 ⇒ RVA = 130kN RVA − 50 − RVB = 0 RVA − 50 − 80 = 0 ∑F x =0 ∴ RHA = 0 ∑M B =0 M A − RVA .

Diagrama de corpo livre 20 kN/m B 50 kN 840 kN.Vigas Gerber 3 .m 80 kN 80 kN C 80 kN B A 130 kN .

Vigas Gerber Traçado do diagrama de esforços internos solicitantes T d d di d f i t li it t Os diagramas de esforços internos solicitantes podem ser traçados como para uma viga contínua. apenas observando-se que as articulações não observandotransmitem momentos (Mart =0) e o esforço cortante é contínuo ( ç Não há sentido preferencial para início do traçado dos diagramas de p p ç g esforços internos solicitantes .

Vigas Gerber Traçado do diagrama de esforços internos solicitantes T d d di d f i t li it t Exemplo 50 kN 20 kN/m A C B 4m 4m 8m .

Vigas Gerber Diagrama de corpo livre 20 kN/m B 50 kN 840 kN.m 80 kN 80 kN C 80 kN B A 130 kN .

Vigas Gerber 20 kN.m 80 (+) B 130 80 80 (-) C DEC [kN] (+) A B 130 (+) 80 (+) A B (-) C 80 .

m] 320 (-) A 840 B 320 (-) A B (+) C 160 .m 840 B (+) C 160 DMF [kN.Vigas Gerber 20 kN.

Vigas Gerber 20 kN.m B 0 C DEN [kN] (-) 0 A B (-) A B (+) C .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful