Você está na página 1de 4

POLUIÇÃO POR RESÍDUOS SÓLIDOS 1 -- CONCEITO: Resíduos sólidos: constituem aquilo que genericamente se chama lixo: materiais sólidos

considerados sem utilidade, supérfluos ou perigosos, gerados pela atividade humana, e que devem ser descartados ou eliminados. Os resíduos sólidos são partes de resíduos que são gerados após a produção, utilização ou transformação de bens de consumos (exemplos: computadores, automóveis, televisores, aparelhos celulares, eletrodomésticos, etc). Em outras palavras são os lixos despejados em locais inapropriados Este conceito também se encontra expresso no artigo 1º da resolução nº. 5/93 I - Resíduos Sólidos: conforme a NBR-nº 10.004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT - “ Resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades da comunidade de origem: industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os todos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornem inviável seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos d’água, ou exijam para isso soluções técnica e economicamente inviáveis, em face à melhor tecnologia disponível”. Caracterização A caracterização dos Resíduos Sólidos consiste em determinar suas principais características físicas e/ou químicas, qualitativa e/ou quantitativamente dependendo da abrangência e aplicação do resultado que se quer obter. A caracterização deve ser feita por profissional especializado e, dependendo da complexidade, em laboratórios de análises, para que sejam feitos testes específicos. Para que os resíduos sólidos sejam devidamente caracterizados deve-se conhecer sua origem, seus constituintes e características. Durante a caracterização, que é feita seguindo padrões específicos de amostragem e testes, são determinados por exemplo, se um resíduo é inflamável, corrosivo, combustível, tóxico e etc. Também são estudadas suas características físicas (granulometria, peso, volume, resistência mecânica, etc.) e químicas (reatividade, composição, solubilidade e etc.). Composição dos Resíduos Sólidos Urbanos : A) Domiciliar: Residenciais, Feiras Livres etc. B) Hospitalar: clinicas, casas de detenção, C) Varrição de logradouros públicos: Limpeza de Lixeiras, Podas de Arvores, Entulhos etc.

Define princípios e diretrizes. é considerado lixo nuclear). e recebem tratamento diferente. XII – co-processamento de resíduos em fornos de produção de clinquer. Resíduos industriais : é gerado pela indústria.D) Resíduos de construção e demolição: abreviadamente conhecidos por RCD. XVIII – deposição inadequada de resíduos. vistas à prevenção e ao controle da poluição à proteção e à recuperação da qualidade do meio ambiente e à promoção da saúde publica. este tipo de lixo é separado do restante dos resíduos produzidos dentro de um hospital (restos de comida. Lei n. por exemplo. XVII – reutilização. são categorizados de forma diferente (o mencionado avental. assim como o solo e lama de escavações. certos materiais hospitalares. VII – aterro sanitário. reconstrução. assegurando o uso adequado dos recursos ambientais no Estado de São Paulo.VI – unidades receptoras de resíduos.V – gestão integrada de resíduos sólidos.XV – aterro de resíduos da construção civil e de resíduos inertes. conservação e demolição ou derrocada de edificações. são resíduos provenientes de obras civis . etc. instrumentos para a gestão integrada de resíduos sólidos. Resíduos Sólidos Categorias e Planos de Manejo e Limpeza Pública. aventais. IX – área contaminada.XIX – coleta seletiva Resíduos sólidos categorias : Resíduos urbanos : Resíduo sólido urbano: inclui o resíduo doméstico assim como o resíduo produzido em instalações públicas (parques. Resíduos de serviços de saúde: é a classificação dada aos resíduos perigosos produzidos dentro de hospitais. etc). por exemplo). IV – gestão compartilhada de resíduos sólidos. II – prevenção da poluição ou redução na fonte:utilização de processos.SP Política Estadual de Resíduos Sólidos. Por conter agentes causadores de doenças.300/06 Política Estadual de Resíduos Sólidos.300/06 .construção. XIII – reciclagem . que evitem a geração de resíduos e reduzam os riscos para saúde e meio ambiente. praticas. A lei 12. materiais. em instalações comerciais. XI – remedição de área contaminada. e pode ser altamente prejudicial ao meio ambiente e à saúde humana. alteração. Resíduos provenientes de portos aeroportos terminais rodoviários e ferroviários postos e fronteira : Todos os resíduos provenientes de outros países podem ser classificados como . e é geralmente incinerado. X – área degradada. Industriais classes II e III): Não Tóxicos ou Perigosos.XIV – unidades geradoras . E) Terceiros (Res. objetivos. bem como restos de construções e demolições. VIII – aterro industrial. Porém. III – minimização dos resíduos gerados: redução ao menor volume das substancias que agridam o meio ambiente. ampliação. 12. como seringas usadas.XVI – resíduos perigosos. Conceituou: I – resíduos sólidos: os matérias decorrentes de atividades humanas em sociedade. como aventais que estiveram em contato com raios eletromagnéticos de alta energia como raios X.

aeroportos e terminais ferroviários e rodoviários. . mas podem conter: folhas de árvores. de portos. ampliação. etc. são de responsabilidade de quem os gerou. Instrumentos Legais de Controle da Disposição dos Resíduos Sólidos. Os resíduos considerados perigosos são incinerados com os mesmos cuidados utilizados na eliminação de lixo hospitalar. conservação e demolição ou derrocada de edificações.perigosos. Gerador: os resíduos de serviços de saúde. Através de portaria n. alteração. Triagem para fins de reciclagem. Resíduos da construção civil: Resíduos de construção e demolição: abreviadamente conhecidos por RCD. plástico. galerias. industrial.construção. galhos e grama. Lei n. Seguintes atividades: Coleta e transporte dos resíduos. mas geralmente se distribui da seguinte forma: Municípios: são responsáveis pela coleta e destinação dos resíduos domiciliares. Varrição. animais mortos. Posteriormente foi estabelecidos critérios para disposição dos resíduos sólidos. reconstrução. visando proteger o meio ambiente mediante convenio de cooperação ou consorcio publico. áreas de realização de feiras e outros locais públicos. 053/79 Compete aos Estados exigir (EPIA/RIMA) estudo prévio de impacto ambiental e seu respectivo relatório. papel. Sua composição é muito variada dependendo do local e da situação onde é recolhido. pois são possíveis agentes contaminantes e vetores de doenças endêmicas.445/07 Compete ao poder publico municipal estabelecer planos para realização da limpeza Urbana e manejo de resíduos sólidos. Deverão ser elaborados juntamente com o poder publico Estadual. agrícolas e entulhos. restos de alimentos. Resíduo Público ou de Varrição“: é aquele recolhido nas vias públicas. capina e poda de arvores e outros eventuais serviços pertinentes. Primeiro instrumento legal era o que dispunha sobre a coleta o transporte e o destino do lixo sob o ponto de vista da proteção da saúde e do bem estar social. do local onde se pretende a implantação de aterro sanitário. comerciais e públicos. assim como o solo e lama de escavações.312/54. Responsabilidade A responsabilidade pela coleta e destinação do lixo gerado pode variar de Estado para Estado e de município para município de acordo com a legislação local.. Política Nacional de Saneamento Básico: lei 11. 2. tratamento e disposição final dos resíduos. são resíduos provenientes de obras civis .

turbidez. reatividade. Classe II B. conforme anexo G da norma NBR10004:2004.De acordo com a PERICULOSIDADE: Essa classificação foi definida pela ABNT na norma NBR10004:2004 da seguinte forma: . combustibilidade e solubilidade em água. Classe II B – inertes: quando submetidos ao contato com água destilada ou desionizada. à temperatura ambiente. Classe I. podem ainda ser classificados em dois subtipos: Classe II A – não inertes: são aqueles que não se enquadram no item anterior. Geralmente apresenta alguma dessas características: biodegradabilidade. com exceção da cor. não tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações superiores aos padrões de potabilidade da água. toxicidade e/ou patogenicidade. corrosividade. . Os resíduos que recebem esta classificação requerem cuidados especiais de destinação. . São considerados perigosos também os que apresentem uma das seguintes características: inflamabilidade.Resíduos Perigosos (Classe I): são aqueles que por suas características podem apresentar riscos para a sociedade ou para o meio ambiente.Resíduos Não Perigosos (Classe II): não apresentam nenhuma das características acima. Na norma estão definidos os critérios que devem ser observados em ensaios de laboratório para a determinação destes itens. dureza e sabor. nem no próximo item.

8./..40 /02444:/0774.42448440.43897:4 ..88080 4%O..4 ./008.2..4 ..43897:40/0244.0303908/04-7./00/1.08 .882.484:!074848  03   .20390. #08J/:48/0./48547# 84708J/:48 574.430.43897:4 70.43807./.-70.8..08   %07..0748 #08 3/:897..907.25..8 .

880:7..3/44:84.4.6:.:7848 .83489..  $! !4J9.48 3897:2039485./4/0$4!..3040250.4/.89.2-03900574244/./05:-.8./:.7.J5480/709708 4-09./4/4870.89.348/0.439740/. ./0#08J/:48$O/48  0130573.0340./.!-./.08943907.:4  #08J/:48$O/48..2-039.80!./0708J/:48 8O/48 ./06:.:507.  0  ./0 /4204.8570.54:4574904070.9047.

3F9./0:2.8/0.E748010774.8 .36:07  70....4:20/.8 09.390/48708J/:48574/:/48/03974/0:2 4859.07454794890723.907../0807.203903. 09. 054/0807.420347.39E74 ' .  #08J/:48/0807.3/897../06:.48/0.03908.039...9.7 070.8/0708J/:48 ' ./..307.43907./1070390 4203.43897:080/02408  #08J/:483/:897.0303908/0547948.05947.23./.  E70.439.4/48708J/:4807. !47.3././4 !47F2 .9.907748.80284.4 574.08848 57.....8 6:0 0.94.2-0390   232.8 5.%4/4848708J/:48574.89.48 84.08.708 ./:./48/01472.48/08.425.20394/0708J/:4802147348/0574/:4/0.882./443:.9F7.9.485./..3.4.881.0.4/0708J/:48070/:.439.24878.86:0.76:08 54700254 02389.881..90774/0708J/:48/.E7485489480 1743907.42/.2-039008.9047./.4/0574. 0307.. #08J/:488O/48./47.4/.202.085-.. 0F07../0 708J/:488O/48 ' :3/.8.8 ' .79./0708J/:488O/48 ' 08943907..438/07.J80854/02807.9047.07.47703908/0.8 0890954/04F805./450.0/.088.. !4J9.14390:9.424 ../0   570.9.039./..4244708J/:4 574/:/402389.20390570:/..8 #08J/:48:7-. 547 00254 F./4/47089.874/4.039.43.54:44:70/:43..4248073.43897:4.   .8 2.902.0303908/04:97485.23.48009742.8:8././4870/:4./0 708J/:48  .4204 .7/.86:0089.348#08J/:48O/4:7-.20394/1070390  #08J/:48574./4708/0 /403.90774 3/:897.343./48..88:-89.4247.7.409./0870./0#08J/:48$O/48  43.2-0390 ' 0894./00204.09:4:  708J/:488O/48482./0F.439.424708948/0.3. 708948/0.  7020/4/0E70.07.034/..:4708J/:4/42F89.4207.8 4859./07.8F07.907..24 204.8 -02 .427.8 ..079482.9.0-0297.02 ' :3/.8009./.  E70.7.424.4 ' /054843.:8.0/0708J/:48 307908 ' 708J/:485074848 ' 70:9.././08:2.48708J/:485074848574/:/48 /03974/04859../4../.

804:97484.4/044859.40/02444:/0774.8.8247948 5.8/0E7.-70../48.425484F2:94.4 ./0503/03/4/4 4.4/43.4807.443/0F70.07.2.907.4/4 2.774 F.85-.43807.4244 8440.43897:40/0244.#08J/:48/0./0$.  ..307..:/.89:.854/02.803/H2.203948 09.43897:4.08  #08J/:4!-..08..430.4248208248.8/0 70.  !4J9.50 5E89.43./.4708 .0303908/04-7.0/./008.40 .43897:4  .438/07.43897:4 70.20394E8.4 .30..44:/0'.882.8 E70./483.7...8.....8 ./485074848843.4 708948/0.4390714.20390 .439.8 ... 023../00/1.25.23.6:0070../48547# 84708J/:48574.094708/0/403.4/0107.03908./..08 .8  8 708J/:48.48 $:../48:9...7  #08J/:48/.5074848 548845488J./.2..85-.32..39080.

85484/48#08J/:48$O/48  03  ./48708J/:48 '.70..485079303908  0.8/0439740/.3854790/48708J/:48 %7.44:.-47.3485.7./.43847.4/.0748070. ..43.02  97.7.034/0.470804:9748 0.5..0 2.304/0708J/:488O/48  $0:3908.774 .53.075.  425090.44507.42454/075:-.250.9.7.203940/8548413.054/.-00.8.9.2-039020/.&7-./0.4  3897:2039480..089.20390.025.039:.3/457490074204 .8807.390./:./48:39.138/070.489.42:3./08409.45:-.454/075:-.3.097.

784.8...7.  !48907472039014089.3  .89.574904/.84-70.-00.7.07../48.497.F8/05479.385479004 /08934/4484-454394/0.79F7485./85484/48708J/:488O/48  97./.409./00/4-02089.46:0/85:3. !720743897:203940.

 425090./4807 !.4889.

4/48708J/:48/42./4 0/02:3.80039:48 84/07085438. :3..J545.0/0893.89.907748.J548847085438E.. /0547948 ./4748708J/:48/0807.4/0./454/0.807.4/4407.7.074547948090723.7J.39.J54/0.2-039.9O74 /44..25.4/025..4..E748 ./050.48 07.2:3.43/080570903/0./0 7085438.42.-/.80 5-.0/0893.-/./0/06:0248074:  . 2.47/4.../45.9.4 70.E748074/4.4207./0 3/:897.409.080:70850.7.94.44.8 10774.409.7/089.708 .08..48/08.# 089:/457F.7.0850.80:3901472.2039080/897-: /..39E74  #085438.-/.

.438/07.907J89./.7.831./00.. #08J/:48!074848 ../0  94..881.84././4850748489.0.#  /./0 .2-F2486:0 .854/02.880:3908..80:3901472.7 78./0 70.570803902:2...-/.%3.7.47748.3472.8.9.7..485.414/013/.4204.7...2./.2-0390 $4.880 84.0/.5708039./04:5.42..!#& $ 88./.47/4.50.907J89.6:0086:05478:.

:/./.6:0086:03480036:.234902.881.304/.2-0390 349..4/089089038  8708J/:486:0 70.807.. . .  .880 302 3457O24902 ..907J89../002E:.4706:0702./089.3472.880 3079086:..08.4.439.0-02089./708/0549.3/48:-209/48.-47.881.#     .8.../0084:-/.088:5074708.  902507.04/./090723.:2.5708039..42E:./480850.390747 .4  #08J/:484!074848 .47 9:7-/0  /:70...0397./48./0 ..7..880 07.43..E:.485.4314720.8.8/0/0893..880 34..02807 4-807.48/0./7.43899:390884:-.79F7486:0/0.2303:2.0894/013/4848././../.907J89.-/.0702303:2/080:8.8 -4/07./4802/488:-9548 .880 3430790884.9403.9O745.5708039.4:5./.2.7./0 .420.  54/02...42-:89-/.-47 ./0/./4802038.3472.9:7.3/.7.8.4:/0843.20390.-/.94./088.