POLUIÇÃO POR RESÍDUOS SÓLIDOS 1 -- CONCEITO: Resíduos sólidos: constituem aquilo que genericamente se chama lixo: materiais sólidos

considerados sem utilidade, supérfluos ou perigosos, gerados pela atividade humana, e que devem ser descartados ou eliminados. Os resíduos sólidos são partes de resíduos que são gerados após a produção, utilização ou transformação de bens de consumos (exemplos: computadores, automóveis, televisores, aparelhos celulares, eletrodomésticos, etc). Em outras palavras são os lixos despejados em locais inapropriados Este conceito também se encontra expresso no artigo 1º da resolução nº. 5/93 I - Resíduos Sólidos: conforme a NBR-nº 10.004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT - “ Resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades da comunidade de origem: industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os todos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornem inviável seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos d’água, ou exijam para isso soluções técnica e economicamente inviáveis, em face à melhor tecnologia disponível”. Caracterização A caracterização dos Resíduos Sólidos consiste em determinar suas principais características físicas e/ou químicas, qualitativa e/ou quantitativamente dependendo da abrangência e aplicação do resultado que se quer obter. A caracterização deve ser feita por profissional especializado e, dependendo da complexidade, em laboratórios de análises, para que sejam feitos testes específicos. Para que os resíduos sólidos sejam devidamente caracterizados deve-se conhecer sua origem, seus constituintes e características. Durante a caracterização, que é feita seguindo padrões específicos de amostragem e testes, são determinados por exemplo, se um resíduo é inflamável, corrosivo, combustível, tóxico e etc. Também são estudadas suas características físicas (granulometria, peso, volume, resistência mecânica, etc.) e químicas (reatividade, composição, solubilidade e etc.). Composição dos Resíduos Sólidos Urbanos : A) Domiciliar: Residenciais, Feiras Livres etc. B) Hospitalar: clinicas, casas de detenção, C) Varrição de logradouros públicos: Limpeza de Lixeiras, Podas de Arvores, Entulhos etc.

e pode ser altamente prejudicial ao meio ambiente e à saúde humana. XVII – reutilização. alteração. IX – área contaminada. IV – gestão compartilhada de resíduos sólidos. como aventais que estiveram em contato com raios eletromagnéticos de alta energia como raios X. VII – aterro sanitário. Resíduos industriais : é gerado pela indústria. por exemplo). XI – remedição de área contaminada. vistas à prevenção e ao controle da poluição à proteção e à recuperação da qualidade do meio ambiente e à promoção da saúde publica.300/06 . VIII – aterro industrial.V – gestão integrada de resíduos sólidos.construção. A lei 12. que evitem a geração de resíduos e reduzam os riscos para saúde e meio ambiente. assegurando o uso adequado dos recursos ambientais no Estado de São Paulo. ampliação. etc. reconstrução. bem como restos de construções e demolições. Lei n. Industriais classes II e III): Não Tóxicos ou Perigosos. e recebem tratamento diferente. são categorizados de forma diferente (o mencionado avental. X – área degradada. conservação e demolição ou derrocada de edificações. e é geralmente incinerado. este tipo de lixo é separado do restante dos resíduos produzidos dentro de um hospital (restos de comida. certos materiais hospitalares. XII – co-processamento de resíduos em fornos de produção de clinquer. como seringas usadas. é considerado lixo nuclear). 12.XIX – coleta seletiva Resíduos sólidos categorias : Resíduos urbanos : Resíduo sólido urbano: inclui o resíduo doméstico assim como o resíduo produzido em instalações públicas (parques.SP Política Estadual de Resíduos Sólidos.D) Resíduos de construção e demolição: abreviadamente conhecidos por RCD. XVIII – deposição inadequada de resíduos. em instalações comerciais. Define princípios e diretrizes. materiais. etc). por exemplo.XV – aterro de resíduos da construção civil e de resíduos inertes. Conceituou: I – resíduos sólidos: os matérias decorrentes de atividades humanas em sociedade. Por conter agentes causadores de doenças. E) Terceiros (Res. Resíduos provenientes de portos aeroportos terminais rodoviários e ferroviários postos e fronteira : Todos os resíduos provenientes de outros países podem ser classificados como .XVI – resíduos perigosos. Resíduos Sólidos Categorias e Planos de Manejo e Limpeza Pública. assim como o solo e lama de escavações.300/06 Política Estadual de Resíduos Sólidos. XIII – reciclagem . III – minimização dos resíduos gerados: redução ao menor volume das substancias que agridam o meio ambiente. são resíduos provenientes de obras civis . praticas. II – prevenção da poluição ou redução na fonte:utilização de processos. aventais. Resíduos de serviços de saúde: é a classificação dada aos resíduos perigosos produzidos dentro de hospitais. instrumentos para a gestão integrada de resíduos sólidos. Porém.VI – unidades receptoras de resíduos.XIV – unidades geradoras . objetivos.

. papel. Posteriormente foi estabelecidos critérios para disposição dos resíduos sólidos. Gerador: os resíduos de serviços de saúde. 2. alteração. são de responsabilidade de quem os gerou. Triagem para fins de reciclagem. do local onde se pretende a implantação de aterro sanitário. galhos e grama. Através de portaria n. Responsabilidade A responsabilidade pela coleta e destinação do lixo gerado pode variar de Estado para Estado e de município para município de acordo com a legislação local. agrícolas e entulhos.445/07 Compete ao poder publico municipal estabelecer planos para realização da limpeza Urbana e manejo de resíduos sólidos. animais mortos. Política Nacional de Saneamento Básico: lei 11. plástico. Resíduo Público ou de Varrição“: é aquele recolhido nas vias públicas.312/54. Deverão ser elaborados juntamente com o poder publico Estadual. áreas de realização de feiras e outros locais públicos. aeroportos e terminais ferroviários e rodoviários. Primeiro instrumento legal era o que dispunha sobre a coleta o transporte e o destino do lixo sob o ponto de vista da proteção da saúde e do bem estar social. Varrição.construção. visando proteger o meio ambiente mediante convenio de cooperação ou consorcio publico. são resíduos provenientes de obras civis . reconstrução. Instrumentos Legais de Controle da Disposição dos Resíduos Sólidos. Resíduos da construção civil: Resíduos de construção e demolição: abreviadamente conhecidos por RCD. etc. de portos. capina e poda de arvores e outros eventuais serviços pertinentes. Lei n. restos de alimentos. tratamento e disposição final dos resíduos. Os resíduos considerados perigosos são incinerados com os mesmos cuidados utilizados na eliminação de lixo hospitalar. . mas geralmente se distribui da seguinte forma: Municípios: são responsáveis pela coleta e destinação dos resíduos domiciliares. 053/79 Compete aos Estados exigir (EPIA/RIMA) estudo prévio de impacto ambiental e seu respectivo relatório. industrial. ampliação. pois são possíveis agentes contaminantes e vetores de doenças endêmicas. conservação e demolição ou derrocada de edificações. galerias. mas podem conter: folhas de árvores. Sua composição é muito variada dependendo do local e da situação onde é recolhido.perigosos. assim como o solo e lama de escavações. comerciais e públicos. Seguintes atividades: Coleta e transporte dos resíduos.

Resíduos Perigosos (Classe I): são aqueles que por suas características podem apresentar riscos para a sociedade ou para o meio ambiente. nem no próximo item. corrosividade. Geralmente apresenta alguma dessas características: biodegradabilidade. turbidez. .De acordo com a PERICULOSIDADE: Essa classificação foi definida pela ABNT na norma NBR10004:2004 da seguinte forma: . Classe II B. combustibilidade e solubilidade em água. podem ainda ser classificados em dois subtipos: Classe II A – não inertes: são aqueles que não se enquadram no item anterior. Na norma estão definidos os critérios que devem ser observados em ensaios de laboratório para a determinação destes itens. Classe I. . com exceção da cor. São considerados perigosos também os que apresentem uma das seguintes características: inflamabilidade.Resíduos Não Perigosos (Classe II): não apresentam nenhuma das características acima. Classe II B – inertes: quando submetidos ao contato com água destilada ou desionizada. Os resíduos que recebem esta classificação requerem cuidados especiais de destinação. não tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações superiores aos padrões de potabilidade da água. reatividade. dureza e sabor. à temperatura ambiente. toxicidade e/ou patogenicidade. conforme anexo G da norma NBR10004:2004.

08   %07..25./48547# 84708J/:48 574.43897:4 70..43807.430..2.4 ../008.882./.8.08 .40 /02444:/0774.88080 4%O.8.43897:4 .-70.4 .20390..8 .907. #08J/:48/0.0748 #08 3/:897.42448440./00/1.../..0303908/04-7.43897:40/0244..484:!074848  03   .

:4  #08J/:48$O/48.880:7.7./4/4870./...08943907.3040250.3/44:84.8.48 3897:2039485.8570.439740/../0 /4204..80!./:.89.4/.4.  0  .2-039.:507.0340.348/0.9047.:7848 ./4/0$4!./05:-.6:./0#08J/:48$O/48  0130573.89.J5480/709708 4-09.83489. .  $! !4J9.2-03900574244/.54:4574904070./0708J/:48 8O/48 ././06:.!-.

/./.08848 57./0:2.E7485489480 1743907..8 . !47./00204.54:44:70/:43.424708948/0.88:-89./06:.48/08.0-0297.424 .088.:4708J/:4/42F89.3/897..420347.36:07  70. 054/0807..48/0. #08J/:488O/48.43897:080/02408  #08J/:483/:897.039.8 -02 ..9047./0   570. 0307.08.  #08J/:48/0807.485.039.085-. 0F07.439.4.425.94.4248073.3F9./48./0 708J/:48  ./4708/0 /403.9047../..8/0./0F./47.90774 3/:897.09:4:  708J/:488O/48482.90774/0708J/:48/..24 204..8 #08J/:48:7-.4244708J/:4 574/:/402389../.0/0708J/:48 307908 ' 708J/:485074848 ' 70:9.907./0870./08:2.89../:..4 ' /054843.3..E748010774.4 574..7../443:./1070390 4203.902..8:8../.03908.76:08 54700254 02389../.039.79.47703908/0..079482.4/48708J/:4807./0807.14390:9.348#08J/:48O/4:7-..0.439.  E70.202.7/..07.4207.20394/1070390  #08J/:48574.43897:4.48 84.02 ' :3/.8 09..203903./4 !47F2 . !4J9.307./.9.881..2-039008. 09.9.48009742.907.8F07./0#08J/:48$O/48  43.9.  E70.424.8 4859.7.9./07.20390570:/.43.:8.0/.%4/4848708J/:48574.438/07./.   .034/.0303908/0547948. 547 00254 F./4870/:4.39E74 ' ./.8 5.907748.4/.390/48708J/:48574/:/48/03974/0:2 4859.4/0574.07454794890723.343.7 070.9F7.8009.86:0..23./4/47089.42/../48/01472.8 .8 0890954/04F805.. 708948/0.4204 .427./450.4/0708J/:48070/:.23.3./..882./0 708J/:488O/48 ' :3/.881.9.  7020/4/0E70.2-0390 ' 0894./0708J/:488O/48 ' 08943907.409.4247.07.0303908/04:97485.48708J/:485074848574/:/48 /03974/04859.80284.874/4.8.8 ' .2-0390   232.3.05947.8 2..4:20/.708 .439...20394/0708J/:4802147348/0574/:4/0./4.43907.8/0708J/:48 ' .8 6:0 0.J80854/02807.24878..86:0089.

/0$.8 .30..89:.4/044859.. 023.4390714.6:0070./48547# 84708J/:48574.43897:4 70./.425484F2:94.4244 8440..4 ..25.8.430.#08J/:48/0.8/0 70.43897:4  ..4/4 2.8/0E7.094708/0/403.85-.0/.50 5E89..:/.40/02444:/0774..07..4 .32.43807.  !4J9.43897:40/0244./483.774 F.08  #08J/:4!-.08 ..03908.2./48:9.20390 ./00/1...4248208248.4/43...-70.7.44:/0'.4/0107.804:97484.7  #08J/:48/.854/02..203948 09.439.85-.08../485074848843.8 .307./48.443/0F70..39080.4708 .4 708948/0..8.907.  ./008.5074848 548845488J.23.803/H2./...40 .8  8 708J/:48..43897:4.438/07.2.8 E70.882./0503/03/4/4 4./.48 $:..20394E8.4807.8247948 5.0303908/04-7..43.

485079303908  0.  425090.5.4/.774 .70.-47. .0 2.250.53.0748070.4  3897:2039480.7.44:..7.02  97.8/0439740/.304/0708J/:488O/48  $0:3908./48708J/:48 '.&7-..025./.203940/8548413.7./0.2-039020/.42454/075:-.3485.8.43847.9.089./08409..3../48:39./:.42:3.039:.9.85484/48#08J/:48$O/48  03  .3854790/48708J/:48 %7.454/075:-.138/070.20390.-00.8807.034/0.43.470804:9748 0.390.44507.097.3/457490074204 .054/.489.45:-.075.

/.385479004 /08934/4484-454394/0.3  .409.784...497./85484/48708J/:488O/48  97.F8/05479.79F7485./48.84-70.7.-00.  !48907472039014089.07./00/4-02089. !720743897:203940.7.89.574904/.8..46:0/85:3.

4889./4807 !. 425090.

42./4 0/02:3.48 07./0/06:0248074:  ./050.J548847085438E. 2.409.-/.4/0.J54/0...0/0893.43/080570903/0.-/.807.9.J545../4748708J/:48/0807.0850.E748074/4.4 70.E748 ./0 7085438.47/4.907748.4207.409.4/4407. :3./45..08.39E74  #085438..-/.7.80:3901472.39.89..7/089..44.708 .80 5-.48/08.4.7J. /0547948 .7.94.4/025.2-039.80039:48 84/07085438.7.0/0893./454/0.2:3..2039080/897-: /.# 089:/457F.8 10774./0 3/:897.9O74 /44.080:70850..25.074547948090723.4/48708J/:48/42.

84..438/07.880 84..%3.7.414/013/.../0 70.4204.880:3908.854/02.2.7..881..7.47/4.2-0390 $4./00. #08J/:48!074848 .6:0086:05478:./0  94.42.907J89.50.5708039.907J89.7.7 78.../4850748489.0./0 .3472.0/.47748./.8..-/.2-F2486:0 ./.485./.!#& $ 88./04:5.570803902:2.#  /.831..80:3901472./.9..

/.:/.5708039.02807 4-807./090723.807.-47 .7.0894/013/4848./088.9:7.4:5.880 302 3457O24902 .4314720.2..08.4:/0843.43899:390884:-.880 34.5708039.907J89../0084:-/./089.2303:2.880 3430790884.-47./0/./708/0549.4.8.-/...2-0390 349.8 -4/07.././48.485.439././002E:.-/.79F7486:0/0.881.3472.6:0086:03480036:.04/.47 9:7-/0  /:70./480850./0 .234902.8/0/0893. ...4706:0702...3/48:-209/48.880 3079086:./.42-:89-/..4  #08J/:484!074848 .907J89..E:.42E:.#     ./0 .0-02089.././4802/488:-9548 ..9403.8.880 07.20390.  .9O745.7.94.304/..3/. .7.390747 .  54/02...48/0.0397.  902507./4802038.420.43.:2..3472.8.4/089089038  8708J/:486:0 70.088:5074708.0702303:2/080:8./7.881..