P. 1
resumo microbiologia

resumo microbiologia

4.75

|Views: 10.223|Likes:
Publicado porapi-3851221

More info:

Published by: api-3851221 on Oct 19, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

Microbiologia – 1º Teste

1 – História
1 - Qual a importância da invenção do microscópio? - Invenção do microscópio no séc. XVII ( Hook e Leeuwenhoek) - Tornou possível a observação de seres de dimensões microscópicas, sendo, portanto, um instrumento fundamental para a microbiologia. - Leeuwenhoek observou diferentes bactérias e observou e descreveu diferentes morfologias de vários tipos comuns de bactérias. 2 – Geração espontânea: 2.1 – Qual o pressuposto dos defensores da geração espontânea? -Presumiam que havia formação espontânea de vida microorganismos a partir da matéria morta (inerte), em decomposição. (de pequenos

2.2 – Qual a controvérsia desta teoria? Abiogénese vs Biogénese: - Os defensores da biogénese defendiam que todos os seres, mesmo os mais minúsculos, nasciam de outros iguais a si próprios, o que colidia com as ideias de abiogénese. 2.3 - Quais foram os cientistas que se destacaram nesta polémica e o que defendiam? Geração espontânea:

Defensores
Aristóteles (sec. III A.C): Invertebrados simples surgiam geração espontânea. por

Opositores
Francesco Redi (sec XVII) Se se colocasse gaze sobre carne e se expusesse ao ar e a calor, os vermes formavam-se sobre a gaze e não sobre a carne Lazzaro Spallanzani (sec XVII) sela o frasco antes da fervura e mantém a infusão no frasco selado; não ocorria crescimento enquanto o frasco se mantivesse fechado; propõe que o ar transporta germes mas comenta que o ar também pode ser necessário para o seu crescimento. Schwann (sec. XIX) o contacto de uma solução de nutrientes esterilizada com o ar, após passagem por um tubo ao rubro, não conduzia a crescimento de microrganismos Schroder e Dusch: o contacto com o ar de uma solução de nutrientes esterilizada, após passagem por 1

John Needham (sec XVIII) fez experiências com caldo nutritivo fervido em frascos rolhados; após a destruição de microrganismos pela fervura, estes voltavam a aparecer quando a carne era exposta ao ar: a matéria orgânica possuía uma força vital que conferia vida à matéria morta

lã de vidro estéril, não conduzia ao crescimento de microrganismos Pouchet sec. XIX) Afirmou ter provado que o crescimento microbiano podia ocorrer sem contaminação pelo ar. Último defensor da teoria da GE. Louis Pasteur (sec XIX) refutou definitivamente a teoria da geração espontânea e mostrou adicionalmente como proceder para manter as soluções estéreis. Tyndall (sec XIX) demonstrou que o pó continha microrganismos e que se estivessem ausentes do ar era possível manter meios de cultura estéreis. Confirmou as investigações de Pasteur.

2.4 - Quem teve um papel determinante em refutar a teoria da Geração Espontânea? Que experiências levou a cabo? Louis Pasteur (1861): solução nutritiva fervida contida em frascos abertos ao ar mantinha-se estéril; os frascos tinham a forma de “pescoço de cisne” (frascos de Pasteur); os microrganismos existentes no ar ficavam retidos na dobra do tubo e não conseguiam chegar até ao caldo. 2.5 - Que implicações relevantes surgiram na sequência deste acontecimento? Além de ter destronado a teoria da geração espontânea, levou ainda: - Pasteur Fundou as bases dos processos de esterilização pelo calor (contributo importante para a conservação de alimentos); - Descobriu-se que as fermentações são produtos da actividade metabólica microbiana; - descoberta de vida em anaerobiose 3 - Que evidências indirectas existiam na época de que os microrganismos podiam provocar doenças no Homem? - Gilramo Fracostoro afirma que um organismo invisível causa varias doenças; no séc. XIX vários estudos ligam as causas de doenças a material médico mal limpo, a água (ex.: cólera). Joseph Lister estabelece regras de esterilização de material médico e assim aparecem as primeiras provas indirectas de microrganismos como causadores doenças infecciosas.

2

4 - Qual foi a primeira demonstração directa? Quem conduziu esse estudo e quais foram os postulados? - Robert Koch (1876 - 1910): Koch e os seus colaboradores descobriram os agentes causadores de numerosas doenças infecciosas do homem. - Compreendeu a importância da obtenção de culturas puras; - Possibilidade da presença simultânea de vários microrganismos numa mesma amostra; - Foi o 1º a crescer bactérias em meio sólido (inicialmente utilizou fatias de batata); - Observou em meio sólido a formação de massas de células (colónias) visíveis a olho nu com formas e cores distintas; - Inferiu que uma vez que o meio sólido impedia o movimento das células cada colónia correspondia a uma célula isolada que se multiplicava e produzia uma massa visível de células; - Assumiu que colónias diferentes correspondiam a microrganismos diferentes - Percebeu que tinha encontrado uma técnica simples de isolar e obter microrganismos em cultura pura.

Postulados de Koch
1. O microrganismo patogénico suspeito deverá estar presente em todos os animais doentes e ausente nos animais saudáveis. 2. Deverá ser possível isolar e cultivar o microrganismo suspeito em cultura pura. 3. Células de uma cultura pura do microrganismo suspeito deverão causar doença num animal saudável 4. Deverá ser possível isolar o microrganismo do animal injectado que contraiu a doença e provar-se ser o mesmo que o original. 5 - Que dificuldades técnicas enfrentou para comprovar as suas hipóteses? Como foram ultrapassadas? Necessidade: isolar culturas puras. Problemas: - meio sólido utilizado (batata cozida) não permitia o crescimento de certos microrganismos; - meios de cultura líquida não permitem isolar culturas puras. Solução: - Koch opta pela gelatina, como solidificante dos meios líquidos. 6 -Importância do conceito de cultura pura e da utilização de meios sólidos/placas de Petri - Substituição da gelatina por àgar (polissacaridio extraído de algas, que funde apenas a altas temperaturas) como meio de cultura sólido. - Vantagens das placas de petri: - fácil manuseamento e esterilização separada do meio de cultura - tampa impedia a contaminação - Desenvolvimento de técnicas de coloração específica.

3

7 - Qual a relevância dos estudos conduzidos por Beijerinck e Winogradsky? Martinus Beijerinck (1851-1908) e Dmitri Ivanowsky (1892) isolaram o primeiro vírus, o vírus da doença do mosaico da planta do tabaco. Vírus são entidades biológicas capazes de atravessar filtros bacterianos Sergei Winogradsky (1887): estuda as bactérias nitrificantes e o processo de Nitrificação, bem como os Ciclos do N e S. desenvolve o conceito de litoquimiotrofia associado a autotrofia e técnicas de enriquecimento dos solos. 8 - Qual o interesse do estudo da Microbiologia? 8.1 - A nível da Saúde? - Diminuição drástica no número de mortes causadas por doenças Infecciosas: - identificação de microrganismos patogénicos e desenvolvimento de agentes que combatam esses microrganismos; - melhoria das condições sanitárias; - Desafios actuais: - combate à sida e doenças infecciosas que atingem os países menos desenvolvidos (malária, cólera,..) e ainda a novas estirpes multi-resistentes. - produção de novos produtos farmacêuticos através de modificação genética em microrganismos. 8.2 - A nível da Agricultura? - microrganismos causadores de doenças em plantas (fitopatogénicos) e animais; desenvolvimento de insecticidas bacterianos ou víricos; - diminuição da utilização de fertilizantes químicos modificando geneticamente as plantas pela introdução de genes de bactérias fixadoras de N2 atmosférico; - dependência da digestão, em animais ruminantes, da presença de microrganismos: preparação de forragens para gado; - reciclagem de nutrientes importantes para a nutrição de plantas e sua conversão em formas assimiláveis. 8.3 - A nível da produção/deterioração de alimentos? - produção de biocombustíveis (a partir de resídus/subprodutos da indústria agrícola ou alimentar); - processos de biorremediação (ex. remoção de produtos tóxicos do ambiente, derramento de crude, …); -processos de biolixiviação (extracção de minérios). 8.4 - A nível da Produção/Deterioração de Alimentos - produção de alimentos tais como pão, produtos lácticos (queijo, iogurte), bebidas alcoólicas (vinho, cerveja); pickles, azeitonas, charcutaria, café, cacau - causadores de perdas económicas graves como consequência da deterioração de alimentos; - utilização na produção de aditivos alimentares (ex. ácido cítrico, …); - utilização como agentes probióticos 8.5 - A nível da Biotecnologia: área de aplicação mais promissora no futuro - exploração de microrganismos geneticamente manipulados para produção em grande escala de produtos de elevado valor acrescentado;

4

- clonagem de genes humanos e sua expressão em microrganismos (p ex. produção de proteínas humanas). 9-Microbiologia como ciência: 9.1 - Como se define Microbiologia? A Microbiologia estuda os microrganismos e utiliza técnicas de esterilização e de cultura pura necessárias ao seu isolamento e crescimento (adequação da definição clássica ao contexto actual). 9.2 - Que tipo de organismos são objecto de estudo? Vírus, bactérias, fungos, algas unicelulares, protozoários e parasitas. 9.3 - Quais as principais áreas da Microbiologia? Virologia; Bacteriologia; Micologia; Ficologia; Protozoologia; Parasitologia

2 - Nutrição e cultura de microrganismos
1 - Quais os nutrientes essenciais aos microrganismos? Àgua, C, O, H, N, S, Mg, P. – macronutrientes.(Ver folhas anexas) 2 - Como se define macronutriente, micronutriente e factor de crescimento? - Macronutrientes: nutrientes que são exigidos em quantidades relativamente elevadas e que desempenham papeis fundamentais no metabolismo e estrutura da célula. - Micronutrientes: nutrientes exigidos em pequenas quantidades, mas funcionalmente, muito importantes (geralmente são cofactores).(exs: Mn, Co, Cu, Zn, Mo) - Factores de crescimento (apenas em organismos auxotróficos): compostos orgênicos que, fazendo parte da célula, não podem ser sintetizados por estas: aa., purinas, vitaminas, .... 3 - Como se definem os microrganismos ditos auxotróficos e prototróficos? -Prototróficos: microrg que não requer factores de crescimento para o seu crecimento. -Auxotroficos: microrg. mutantes que têm exigências acessórias (partem dos prototróficos). 4 - O que são vitaminas? Compostos orgânicos que funcionam como coenzimas; os microrganismos diferem na capacidade de síntese de algumas vitaminas. Ex’s ver pdf prof 5 - Que factores determinam a utilização de um dado nutriente? - Disponibilidade: – nutrientes necessitam de estar presentes numa forma utilizável pelos microrganismos – uma forma usada por uma espécie pode não ser indicada para outras; – aumento da biodisponibilidade pode simplesmente significar um aumento na concentração de nutrientes

5

- “Preferência”: – certas formas químicas de um nutriente serão consumidas mais rapidamente do que outras, mesmo quando ambas estão disponíveis (aa-N > NH4+ > NO3-) – formas que gerem um maior rendimento em energia, ou requeiram menos energia no transporte serão “preferidas”. - Tranferência do meio extracelular para o interior da célula - Transporte membranar: – Não mediado (difusão simples) – Mediado (difusão facilitada (passiva); transporte activo primário ou secundário; translocação de grupo) -Endocitose 6 – Meios de cultura - Deve conter os nutrientes indispensáveis ao crescimento do microrg em causa, mas em concentreções não tóxicas; - Deve ser estéril, ie, não deve conter nenhum microg vivo. Deve-se esterelizar o meio de cultura após a sua preparação, para eliminar os organismos contaminantes; - Devem ser incubados a temperaturas adequadas (bem como pH e outros factores adequados).

6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->