P. 1
Guia Do DvdDecrypter

Guia Do DvdDecrypter

4.0

|Views: 1.590|Likes:
Publicado porapi-3857014
Portugues-BR
Portugues-BR

More info:

Published by: api-3857014 on Oct 19, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

Guia do DVD Decrypter Muito tempo se passou desde que eu escrevi o último guia do DVD Decrypter, então decidi

escrever um completamente novo. Por enquanto, o DVD Decrypter é o mais completo ripper - despido de comparações de rippers antigos - e ele pode fazer muito mais do que só copiar. Ele pode fazer várias coisas com o seu drive de DVD como: mudar a região, criar uma imagem de um disco de DVD qualquer, onde você pode montar um disco virtual usando ferramentas como o "Daemon Tools" e ele pode até gravar essas imagens criadas para o DVD (sendo que o conteúdo deve caber em um DVD-5). Antes de nós iniciarmos o DVD Decrypter, o programa requer que você tenha instalado uma "camada" ASPI. Se você recebeu uma mensagem de erro como "ASPI Initialization failed" na inicialização do DVD Decrypter então você tem que instalar uma camada ASPI antes de continuar. O DVD Decrypter tem 3 modos básicos de operação: FILE mode, no qual manuseia cada arquivo VOB separadamente, quase o mesmo jeito desde a versão 1.0. IFO Mode é um modo novo desde a versão 3.1.0.0 e finalmente mostra a análise do arquivo IFO, que outros rippers já faziam a muito tempo. ISO mode, no qual permite criar imagens e gravar imagens. Na sequência, irei explicar todos os modos de operação. File mode O modo de arquivo (file mode) pode ser selecionado pressionado F após iniciar o DVD Decrypter. Como você pode ver, este modo é muito objetivo, direto. Por default, o DVD Decrypter irá selecionar os arquivos VOB do filme principal e o arquivo IFO correspondente. Se você precisar de mais arquivos, pode clicar sobre eles, que ficarão marcados de azul também.

Você pode iniciar o processo de cópia (ripping process) pressionando o botão lardo com o DVD. Se você desejar mudar o caminho onde os arquivos serão salvos, clique sobre o pequeno símbolo do Windows Explorer (à esquerda do VTS_01_4.VOB na imagem). Decrypt iniciará a cópia imediatamente. Ele permite que você inicie a cópia a partir de um PGC que você também pode selecionar.

Mas você pode fazer mais que isso: clique com o botão direito sobre um arquivo VOB e aparecerá o seguinte: A opção Stream Processing permite você selecionar qual streams será copiado e você ainda pode extrair determinados streams para um arquivo separado. A opção Properties apresenta algumas propriedades básicas do arquivo VOB. Após selecionar Stream Processing, veremos o seguinte menu: Limpe o checkbox dos streams que você não quer na cópia final. Se você quiser salvar a 2a trilha de audio (0x81) para um arquivo separado, clique sobre 0x81 e depois clique em "Demux to new file". Você pode também remapear os streams. Vamos supor que você não queira a trilha de audio 0x80, então você deve desmarca-la. Em seguida, clique sobre 0x81 e selecione "Map to 0x80". Isto fará com que ela seja a primeira trilha de audio (alguns programas não podem trabalhas com VOBs que não possuem uma trilha de audio 0x80). Se o stream processing ainda confunde você, não use.

O último, mas não menos importante, é o menu Settings (Tools > Settings) no qual é explicado em outra página, pois não é muito necessário. Nesta outra página, existem muitas coisas usuais que se aplicam a todos os modos de operação.

Vamos agora para o IFO mode. Não é necessário dizer que se você usou o File mode, aqui termina o guia para você. ;) IFO mode O IFO mode pode ser acessado

pressionando I, uma vez que o programa tenha sido iniciado. Se você já usou um ripper com capacidade de analisar um IFO, isto será fácil para você. Primeiramente, você tem a lista do PGC. Se o seu disco tem múltiplos VTS definidos, você verá mais opções na lista do que as exibidas na imagem ao lado, mas por default, o filme principal será selecionado. Se você tem vários longos PGCs no mesmo VTS, você provavelmente tem um disco com multi-ângulo. Neste caso, selecione o PGC que corresponde ao o que você quer copiar (por exemplo, no filme Independence Day, o longo PGC irá te fornecer os cortes do diretor e o menor PGC é o filme propriamente dito). A lista de capítulos é bem direta. Por default todos os capítulos são selecionados. Se você quiser somente um grupo de capítulos, retire a seleção dos não desejados. No caso das células, só altere se realmente souber o que está fazendo. Agora você pode iniciar a cópia. Mas se eu quiser copiar somente o stream de áudio ou extrair as faixas de áudio para arquivos separados ? Isso é onde a opção Stream Processing entra em cena. Clique sobre a orelha (Tab) Stream Processing: Para habilitar o stream processing, você deve antes marcar a opçÃo "Enable Stream Processing". Nesta tela, o DVD Decrypter irá listar todos os streams disponíveis no PGC selecionado. se você não quiser algo no arquivo final, desmarque aqui. Na imagem ao lado, eu desmarquei o stream 0x80 (primeiro stream de áudio) logo, meu VOB de saída somente terá o segundo stream de áudio. Por default, todos os streams são definidos para serem copiados diretamente, onde estariam todos noc VOB de saída. Se você quiser extrair

um stream para um arquivo separado, você terá que selecionar Demux em lugar de Direct Stream Copy.

A configuração apresentada irá copiar somente a 2a trilha de áudio, então, você terá um arquivo de saída VOB contendo tudo menos a 2a trilha de áudio e um arquivo AC3 (que é a 2a trilha de aúdio). Caso você tenha selecionado stream processing, você poderá ver informações adicionais, passando o mouse por cima do stream. Uma vez que o processo de cópia tenha terminado, e você tenha selecionado stream processing, você irá encontrar um arquivo de texto adicional com informações como esta: 0x20 - SUBTITLE / Delay: -66ms 0x21 - SUBTITLE / Delay: -66ms 0x80 - AC3 - 6ch / 48kHz / DRC / Delay: -67ms 0x81 - AC3 - 6ch / 48kHz / DRC / Delay: -67ms Os valores de delay (atraso) podem ser muito úteis para propósitos de sincronização. Por exemplo, se você extraiu a 2a trilha de áudio para um arquivo AC3 como ilustrado acima, você terá que definir o delay no programa de codificação (encoder) para -67ms, para ter o áudio e vídeo sincronizados. O último, mas não menos importante, é o menu Settings (Tools > Settings) no qual é explicado em outra página, pois não é muito necessário. Nesta outra página, existem muitas coisas usuais que se aplicam a todos os modos de operação. Vamos agora para o ISO mode. Não é necessário dizer que se você usou o IFO mode, aqui termina o guia para você. ;) ISO mode

Existe atualmente 2 modos ISO: um para gravar e outro para ler. Primeiro vamos ver o modo de leitura no qual pode ser acessado pressionando R, uma vez que o DVD Decrypter tenha sido iniciado. DVD Decrypter irá apresentar todas as espécies de in formações sobre o disco inserido. A maioria não é muito importante mas, existe uma coisa que representa uma grande regra se você deseja gravar a imagem de seu disco depois. Se o número de camadas é igual a 2, você não poderá gravar a imagem em um DVD virgem com uma camada. Esta observação não importa se você só for executar um backup completo para o HD. Um outro caminho que você pode tomar é copiar o DVD como está.

Uma vez tendo concluído, você pode montar o arquivo ISO como um disco virtual de DVD usando uma ferramenta como Daemon Tools. Agora vamos ver como gravar uma imagem de DVD: A fim de acessar o modo de gravar ISO, pressione W. Primeiro clique no ícone do Windows Explorer, para selecionar a imagem a ser gravada. Na parte direita da tela do DVD Decrypter, será apresentada algumas informações sobre o disco que está no gravador. Se o disco não for virgem, o botão para gravar estará desabilitado.

Se o seu drive suporta BURN-Proof, você deve marcar esta opção. Se você quer testar antes de copiar (simular), marque a opção Test Mode. Neste modo nenhum dado será gravado no disco. As configurações default funcionam muito bem (Data Type: MODE1/2048, Write Mode: DVD and Write Speed: MAX). Se você quiser mudar alguma coisa, fique a vontade. As opções Data Type e Write Mode podem ser usadas para gravar imagens de CD-Iso normais, mas isto está fora do escopo deste guia. Uma vez que você tenha configurado tudo, pressione o botão para iniciar a gravação. Assuntos gerais Existem algumas observações que se aplicam a todos os modos de operação. O log: Pressionando L, o log será mostrado. Todo DVD Decrypter irá criar um log de eventos, no qual permite facilmente localizar possíveis erros que venha a surgir. Abaixo vemos um exemplo de um log. Veja que não há erros reportados nele.

Depois, há um menu popup que você obtém clicando com o botão direito do mouse sobre o drive de DVD, em qualquer modo de operação. A maioria destas opções não necessitam de explicação. Capabilities irá apresentar o que se pode fazer com o drive selecionado. O submenu Region permite que você veja a região do drive selecionado (se o seu drive é aberto, ou seja, region free, você verá uma mensagem de erro) e mude a região do drive. Use esta opção em último caso. Veja aqui como tornar seu drive aberto, ou seja, region free. O último, mas não menos importante, são as ferramentas de correção de região (IFO > Region Patch)

Region Information permite que você selecione qualquer arquivo IFO e mostra a sua região. Region patch permite que você mude a informação de região de um arquivo IFO qualquer (é claro que o arquivo deverá ser reescrito no disco).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->