Você está na página 1de 1

Era uma vez, uma esttua de um prncipe que ficava na parte alta de uma cidade.

Ele tinha vivido ali h uns anos atrs, morava num castelo muito bom, ele andava sempre alegre, ficou conhecido como o Prncipe Feliz. Essa esttua era recoberta por folhas de ouro, com safiras nos olhos e um rubi na espada. Um dia, chegou uma andorinha, que tinha ficado para trs do seu grupo que ia para o Egipto. Ela resolveu passar a noite por ali, tentou dormir m+as viu que o prncipe estava a chorar. O passarinho perguntou o motivo e o prncipe disse que era pela misria no mundo, por isso pediu para o passarinho arrancar o rubi de sua espada e levar para uma costureira que estava a sofrer com a doena de seu filho. O passarinho ento arrancou o rubi e levou at essa mulher. Amanheceu, o passarinho estava prestes a ir-se embora quando ouviu a voz do prncipe que lhe pedia para ficar apenas mais um dia, o pedido foi por causa de umas crianas que moravam na rua e no tinham simplesmente nada para comer, ento o prncipe mandou a andorinha retirar uma safira de seus olhos e levar para essas crianas. O passarinho obedeceu o pedido. Um dia depois, o prncipe pediu, novamente, para a andorinha levar a ltima pedra preciosa que lhe restava no seu outro olho para uma menininha que vendia fsforos nas rua, pois ela tinha deixado os fsforos molharem-se e por isso quando chegasse em casa ia ser maltratada pelo pai, a andorinha obedeceu ordem e foi. Passou um dia, o prncipe no tinha mais nada para pedir ao passarinho e disse-lhe que ele j podia ir ao encontro do seu bando. O passarinho recusou o pedido e resolveu ficar com o prncipe j que ele estava totalmente cego. A andorinha ficou por ali, mas um dia o inverno chegou e com ele o frio. O passarinho adoeceu, chegou o dia em que no resistiu e morreu. O presidente da cidade passou por ali, viu aquela esttua sem as suas pedras preciosas e resolveu derrete-la j que estava to pobre e a servir de abrigo de animais mortos. Ele levou-a para a derreter, mas o corao do prncipe no derreteu. Ento a nica alternativa que lhe restava era deit-lo fora junto com o passarinho, e foi o que ele fez. Assim que a andorinha e o corao do prncipe foram deitados fora, Deus apareceu e levou-os para o seu Paraso.