Você está na página 1de 2

ESP1020 Mquinas Sncronas MQUINAS SNCRONAS: PRTICA 03

Levantamento das Curvas em V para o motor sncrono.


I) Introduo Em um motor sncrono, a variao da corrente de excitao If produz variaes na corrente de armadura Ia e no fator de potncia . Aumentando-se If, a corrente de armadura Ia avana em relao ddp V. Se a corrente de excitao fraca, o motor est sub-excitado e funciona como uma carga indutiva. Se If forte, o motor super-excitado, comporta-se como uma carga capacitiva. Para cada valor da potncia fornecida no eixo existe um valor da corrente de excitao que igual a 1. Esse valor o da excitao normal. Representando-se a corrente da armadura Ia em funo da corrente de campo If, para potncia constante, tem-se uma curva em V. Atravs do ensaio, pode-se obter diferentes curvas em V para diversas cargas, como visto na fig. 1. O fator de potncia unitrio corresponde ao vrtice de cada curva. A linha que liga os diversos vrtices a curva de composio para o fator de potncia unitrio. Podem ser traadas curvas de composio para outros FP (0,9; 0,8; ...) considerando a corrente em atraso ou em avano. A parte da figura esquerda da curva de composio para o FP = 1 corresponde ao funcionamento do motor como uma carga indutiva; a parte direita corresponde ao funcionamento como uma carga capacitiva. Para cargas muito baixas, a curva em V pode cortar o eixo das ordenadas; podem resultar valores esquerda desse eixo, correspondentes a corrente de excitao de sentido contrrio ao normal (excitao negativa).
Ia 180

100

20 -10 0 20 30 40 50 If

Figura 1 Curvas em V para um motor sncrono.

Prof.: Geomar Machado Martins

ESP1020 Mquinas Sncronas II) Procedimento para o traado da curva Ia = f(If) 1) 2) 3) 4) Executar o circuito de acordo com o diagrama da figura 2. Colocar o motor em funcionamento. Colocar carga no motor. Anotar os valores de Ia, W1 e W2, que se obtm quando variamos a corrente de excitao (If), para a mquina funcionando com carga (ativa) constante.

R W1
A

MS
A

S
A

W2
A

Figura 2 Esquema para ensaio III) Relatrio

Apresentar todas as concluses e os comentrios que possam surgir. Sugere-se a mxima ateno ao desenvolvimento da experincia por ser ela uma fonte de importantes esclarecimentos sobre o comportamento da mquina sncrona e tambm por ser fonte de questes que devem ser apresentadas nas concluses.

If (A)

I1(A)

I2(A)

I3(A)

I mdia

W1 (W)

W2(W)

Prof.: Geomar Machado Martins