P. 1
Aulas Para Juniores

Aulas Para Juniores

4.83

|Views: 14.142|Likes:
Publicado porAraceli

More info:

Published by: Araceli on Oct 19, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/03/2015

pdf

text

original

Fall Quarter: Old Testament Stories Director´s / Adiministrator´s and Tun and Fun Zone Guidebook Copyrigth© 2000

by the Willow Creek Association Copyrigth Brasil 2000 – Ekklesia Maiores informações: AssociaçãoWillow Creek Rua Victor Brecheret, 73 Vila Yara – Osasco-SP CEP - 06.026-000 / Tel. (0xx) 11 3683-4319 Criação da arte: Barsuhn Design Incorporated Capa: Laurie Keller Ilustrações: Mary Lynn Blasutta Tradução para edição em português: Associação Willow Creek com a Igreja Batista Central de Fortaleza. Revisão e Contextualização: Mário Chaves Editoração Eletrônica: Danielle Chaves Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, por qualquer sistema de divulgação e/ou comunicação: eletrônica, mecânica, fotocópia ou qualquer outro, exceto com a permissão por escrito dos detentores dos direitos de publicação ou a expressa concessão da Asssociação Willow Creek. Printed in the United States of America Impressão no Brasil: Bureau Soluções

Histórias do antigo testamento / preparado por Willow Creek Association, traduzido por AWC e Igreja Batista Central de Fortaleza. – 1 ed. – Fortaleza: Associação Willow Creek, 2001. p. 200 Titulo Original: Fall Quarter: Old Testament Stories Contém: v. 1. Diretor. - v. 2. Administrador. - v. 3. Centro de Atividades – v. 4. Guia do Grande Grupo – v. 5 Guia do Pequeno Grupo. 1. Instrução religiosa. 2. Igreja – Ensino. I. Willow Creek Association. CDD. 268

Agradecimentos Especiais Aos voluntários que tão arduamente tem servido ao Senhor, edificando nossas crianças através da tradução, adaptação e implementação na Igreja Batista Central de Fortaleza, na Igreja Batista do Morumbi, na Igreja Presbiteriana Nova Jerusalém, no Brasil, e na Willow Creek Community Church, nos Estados Unidos, a qual tem desenvolvido e aplicado o presente material.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
UNIDADE 3

Introdução ao Grande Grupo
Sumário Tudo se encaixa

Introdução ao Grande Grupo ......................................................................................... Unidade 1: Assuntos do coração Lição 1: Caim e Abel – De Coração Inteiro (Gênesis 4:1-16) ........................................................................................................................ Lição 2: Abraão e Isaque – Um Coração Obediente (Gênesis 22:1-19) ...................................................................................................................... Lição 3: Jacó e Esaú – Um Coração Confiante (Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4) .......................................................................................... Unidade 2: Vivendo sua fé Lição 4: Moisés e a Sarça Ardente (Êxodo 3-4:20) .......................................................................................................................... Lição 5: Seja ousado! Moisés, Faraó e as 10 Pragas (Êxodo 6:1-11:10) ..................................................................................................................... Lição 6: Páscoa: O Livramento que vem de Deus (Êxodo 12:1-42) ........................................................................................................................ Lição 7: A Páscoa Continua: Mensagem de Salvação (Êxodo 12:1-42; João 19) ........................................................................................................ Unidade 3: Grandes discípulos Lição 8: Boaz (Rute 2-4) ................................................................................................................................... Lição 9: Gideão (Juízes 6-7) ................................................................................................................................. Lição 10: Salomão (I Reis 3-6,11; II Crônicas 1-9) ............................................................................................... Lição 11: Ester (Livro de Ester) ......................................................................................................................... Lição 12: Neemias (Livro de Neemias) ................................................................................................................... Lição 13: Revendo o Velho Testamento .............................................................................. Os roteiros devem ser reproduzidos e distribuídos aos atores que os usarão durante as programações.

4

8 17 24

33 39 46 53

60 69 78 87 96 107

Página 3 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
UNIDADE 3

Introdução ao Programa de Grande Grupo

Quando as crianças chegam ao local do Grande Grupo é bom que se sintam ansiosas. Essa hora deve ser de muita motivação a fim de captar a imaginação das crianças levandoas a abrirem seus corações para as verdades bíblicas causarem impacto em suas vida. O currículo do Geração Futuro visa atingir direto à criança, ensinando a Bíblia com criatividade e seriedade, embora de maneira divertida. As crianças passam 25 a 30 minutos de atividades criativas, em cada lição do Grande Grupo, com músicas contemporâneas para reforçar as verdades bíblicas. Antes de apresentar a História Bíblica faz-se uma introdução chamada Pré-Ensino, que introduz as crianças no assunto que lhes vai ser apresentado. Depois deste preparo antecipado vem o Ensino propriamente dito, enfocando a História Bíblica escolhida. Depois da História Bíblica que deve ser apresentada com criatividade, o líder “fecha” o assunto com o Pós-Ensino. É nessa hora que ele resume o Conceito-chave e ajuda as crianças a entenderem as verdades bíblicas que apareceram na história que foi contada. É a hora da aplicação.

Cada lição do currículo do Geração Futuro tem três objetivos: VOCÊ SABIA? Esse objetivo é uma descrição do que a criança aprenderá depois que ouvir a história. E ENTÃO? Esse objetivo apresenta a verdade bíblica da história. E AGORA? Esse objetivo ajuda a criança a aplicar a verdade bíblica no dia-a-dia da sua vida. VOCÊ SABIA? e E ENTÃO? são objetivos atingidos durante o Programa de Grande Grupo. Daremos um exemplo dos objetivos atingidos pelo Geração Futuro na turma de 7 a 8 anos. Lição 5: Seja valente! Moisés, Faraó e as 10 pragas. (Êxodos 6:1 - 11:10) Você sabia? (GG): As crianças ouvirão a história de Moisés e as 10 pragas do Egito. E então? (GG): As crianças aprenderão que Deus é Todo-Poderoso. E agora? (PG): As crianças brincarão com um jogo mostrando que elas podem ser valentes contra os que se opõem a Deus.

Página 4 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pessoas para programar Grandes Grupos
O que acontece durante o Grande Grupo está sob a direção do Líder do Grande Grupo. O Líder do Grande Grupo tem que ser fiel a Deus e um crente sincero com talento de comunicação criativa. Ele deve ser cheio de vitalidade, se sentir à vontade ao microfone e saber liderar grandes grupos de crianças. O Líder do Grande Grupo é a pessoa que lidera o Pré-Ensino e o PósEnsino. Dependendo do método usado o Líder do Grande Grupo também pode participar do programa. O produtor do Grande Grupo treina a equipe de voluntários que: Ensina a Bíblia com criatividade. Apresenta as peças de teatro ou vídeos. Ministra as músicas do currículo. Usa jogos e peças do currículo para revisar princípios bíblicos. Ensina o Versículo-Chave da lição. Trabalha com os coordenadores de operação para adquirir materiais e adereços necessários. A maioria das lições do currículo do Geração Futuro pode ser ensinada por 1 a 3 pessoas. Essas podem fazer rodízio dependendo de como a história vai ser apresentada. Para ajudar nas apresentações da História Bíblica é preciso planejar e escalar pessoas com antecedência.

Ambiente do Programa do Grande Grupo
É muito importante a aparência do local do Grande Grupo. O local tem que inspirar o pensamento de que “alguma coisa muito especial vai acontecer aqui”. Esse local tem que causar impacto, curiosidade: “O que será que vai acontecer aqui?”. Pode ser um local bem enfeitado ou simples dependendo da situação financeira, mas tem que ser feito da melhor maneira possível para honrar a Deus de acordo com suas possibilidades. Há sugestões para cada lição do Geração Futuro. Algumas lições usam os mesmos cenários da unidade. Também vão existir adereços que serão usados em outras histórias. Providencie com antecedência o que vai ser necessário comprar e guarde para ser usado novamente. Sugestões para ter disponível para Grande Grupo: Tecido para ser usado do teto ao chão. Caixotes de madeira para ao piso níveis diferentes de altura. Plataforma de 10 ou 15 centímetros de altura. Um tamborete para o líder se sentar, de vez em quando. Som de trovão e relâmpago (luz). O ideal seria ter um local separado para o Grande Grupo. Se não for possível determine um local no canto do salão para as outras atividades ou monte as atividades ao redor do local onde foi realizada a reunião do Grande Grupo.

Página 5 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Programa de Grande Grupo
Os elementos usados no Grande Grupo foram desenhados para desenvolver a sensibilidade e os estilos de aprendizagem das crianças. O versículo da lição é apresentado num determinado momento do tempo do Grande Grupo. Durante a introdução do versículo, palavras-chaves são definidas para que as crianças possam “segurar” o sentido do versículo. É bom ter o versículo à vista das crianças para que possa ser visualizado e lido por elas. O currículo do Geração Futuro se refere a um Suporte de Versículo. O versículo-chave deve ser ensinado de forma que a criança entenda o seu significado. É bom manter o versículo à frente dos alunos para eles verem e lerem. Isso pode ser feito de várias maneiras, contanto que o versículo seja visto e lido pelas crianças. Formas variadas de apresentar o versícu lo: 1. Projete multimídia em uma tela grande onde as palavras podem ser retirados à medida que se for decorando. 2. Use um flanelógrafo grande usando cada palavra com o velcro nas costas, podendo explicar cada uma, à medida que for colocada. 3. Escreva em cartolina com letras grandes. 4. Use transparência.

Ensino Bíblico
A Bíblia é ensinada de várias maneiras com criatividade. Alguns métodos usados no currículo do Geração Futuro incluem: vídeo, jogos, histórias, entrevistas. O método e estilo de apresentar serão próprios a cada faixa etária. O currículo do Geração Futuro usa o método criativo de apresentar a Bíblia como ela realmente é. Um fator importante para apresentar o ensino bíblico são os ensaios para decorar as peças, que são realizados durante a semana. Uma importante chave para o sucesso da ministração da Bíblia é o ensaio. Memorize o texto e agende tempo durante a semana para se reunir e praticar o estudo. As crianças perdem o interesse ou não levam as coisas a sério quando a apresentação é feita sem a preparação adequada. Duas ou três das 13 semanas do currículo terão a história bíblica apresentada com o vídeo incluído na caixa do currículo do Geração Futuro.

Música
A música abrange uma variedade de propósitos durante a Programação do Grande Grupo. Há ocasiões em que ela é usada para adorar a Deus ou para celebrar; em outros momentos é utilizada para “criar um momento” de quietude reflexiva ou cantada em forma de oração. Para as crianças menores, a música é algumas vezes usada para “descarregar energia” e proporcionar uma oportunidade para se movimentarem. Para melhorar o ambiente ou o ensino, a música pode ser usada nas transições entre o Centro de Atividades e o Grande Grupo e entre esse e o Pequeno Grupo. Canções animadas podem ser úteis na dinâmica de alguns dos jogos apresentados durante a hora do ensino.

Conceito-chave / Versículo-chave
Cada lição tem um conceito-chave e um versículo-chave. O conceito-chave é a verdade bíblica da lição e sua aplicação no dia-adia da vida da criança. Por exemplo: Deus sempre perdoa então eu tenho que perdoar também. Isto é apresentado através de materiais para enfatizar o conceito-chave da lição.

Página 6 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Por causa dessa variedade de utilidades da música, ela é ministrada em momentos diferentes durante a Programação do Grande Grupo. Trabalhar dessa forma é uma maneira de manter o programa “renovado” e imprevisível semana a semana. As músicas sugeridas no Currículo do Geração Futuro estão incluídas nos CDs que sugerimos em cada lição. O CD intitulado

Fazendo a Conexão, por exemplo, apresenta músicas criadas especialmente para esse período. Muitas das canções do Geração Futuro têm as cifras disponíveis para o grupo de louvor do seu ministério infantil. Esses CDs e cifras podem ser adquiridos ligando para (0xx) 85 257.7729, preenchendo o formulário de compra incluído do Guia do Diretor, ou através do ekklesia@ibc.org.br.

Lista de preparação de Grande Grupo
Abaixo segue uma lista de artigos, que mostra como preparar seu programa de Grande Grupo: Decida como vai ser o local de ensino e adquira os materiais necessários. Determine como as crianças vão sentar, podendo marcar o chão com fita adesiva. Se for necessário, pendure um cartaz ou bandeira para identificar os locais e os Pequenos Grupos. Decida qual música vai ser usada para a recepcionar as crianças no Grande Grupo. Cheque todo o material usado, inclusive o equipamento de som e peça ao administrador para providenciar tudo. Decida quem ficará encarregado de cada material durante o programa. Veja os mínimos detalhes. Pratique! “Devemos dar o melhor para Deus”. Veja se os voluntários estão preparados. Encoraje os atores para fazerem o melhor para Deus. Marque os horários dos ensaios e os encoraje para decorar seus textos. Faça uma avaliação dos efeitos sonoros do trovão e dos raios, pois servirão para dar mais realismo à peça. Veja se tem alguém com talento específico para ajudar nessa área de efeitos sonoros. Determine quem será o Líder do Grande Grupo para dar boas-vindas às crianças, quem vai ministrar o Pré-Ensino e o PósEnsino, quem vai ministrar as músicas e quem vai orar no final. Determine quem e onde se vai guardar os materiais depois das reuniões.

Página 7 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 1
UNIDADE 3

Assuntos do coração

Caim e Abel: De coração inteiro

História bíblica
Gênesis 4:1-16 O primeiro passo da nossa jornada através da Bíblia é a história de Caim e Abel. Caim e Abel eram os filhos mais velhos de Adão. Os dois irmãos dedicaram uma oferta a Deus. Abel deu sua primeira e melhor oferta para Deus. Caim não. Deus não estava satisfeito com a oferta de Caim. Mais tarde, Caim matou Abel. Ele pagou passo a passo o que fez.

Pessoal necessário
Comunicador/locutor, Abel/ Eva, Adão/ Caim, Deus

Material necessário
Livro de História Apito Fita crepe 5 cartões “Deus” 4 cartões “pecado” 5 corações Cartões com os títulos: Você, Plano de Deus, Eva, Caim-Abel 1 canetinha preta Tamborete alto 3 músicas com a palavra “coração” Bem-vindos (prop) 3 placas “porta fechada” Placa “coisas do coração” O versículo Canetinha CD Tudo se encaixa CD Tudo se encaixa efeito sonoro CD Tudo se encaixa efeito sonoro Toca CD rádio antigo

Conceito-chave
Deus quer o nosso coração. Então nós devemos manter nosso coração fechado para o pecado.

Versículo-chave
“Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta, ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo.” Gênesis 4-7

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Caim e Abel e entenderão que o coração de Abel era mandado por Deus, mas Caim entregou ao pecado a porta do seu coração. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus quer possuir o nosso coração, então devemos mantê-lo fechado para o pecado. E AGORA? (PG): As crianças vão identificar áreas de tentações e entregar a Deus.

Preparação prévia
Prepare três placas. Uma, “sejam bemvindos”; outra, “coisas do coração”; outra, o versículo. Faça cartões “Deus” - “pecado” - “porta fechada”. Corte cinco corações grandes. Prepare o palco da seguinte forma: Coloque a placa “Bem-vindos” em um local visível. Coloque um tamborete no meio com o

Lição espiritual
Domínio próprio

Página 8 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

rádio em cima. Coloque os três tamboretes no palco com uma música. Coloque o toca CD ao lado do palco. Coloque o livro de história, tacks, os cinco cartões “Deus” - quatro cartões

“pecado” - cinco corações - cartões “títulos” - canetinha e três placas “porta fechada” no fundo do palco. Grave com antecedência músicas com a palavra “coração”.

Pré-Ensino (15 minutos)
(Enquanto as crianças chegam, coloque a música de boas-vindas) (Mostre a placa Bem-vindos) Comunicador: Oi pessoal, bem-vindos à primeira semana oficial do Geração Futuro. Este período vai ser maravilhoso. Para aqueles que não me conhecem o meu nome é____________ e eu sou o seu comunicador. Vocês devem ter ouvido falar muito sobre a Bíblia ou talvez não saibam nada sobre esse livro. De qualquer forma nós vamos passar um tempo abençoado e, hoje, começamos falando sobre a criação e o início do mundo e, durante o período, vamos conhecer a Bíblia toda. (Mostre as placas - “Coisas do coração”) Vocês já perceberam quantas vezes a palavra “coração” é usada atualmente? Para o mundo ela tem vários significados – o do órgão que bombeia seu sangue, por exemplo, mas, normalmente, ouvimos falar em “coração” quando nos referimos a sentimento. É como se o nosso coração representasse nossa vida. (O comunicador se desloca até onde está o tamborete com o rádio) Agora eu sou um grande ouvinte de rádio e amante da música e, recentemente, tenho ouvido músicas que contêm a palavra “coração”. Deixem-me tocar uma música para vocês e me falem qual é o seu título ou quem é o cantor. (Conte com uma pessoa controlando o som e coloque músicas conhecidas com a palavra “coração”. Enquanto a música toca, encoraje as crianças a falarem o título da música e o artista que está cantando) Comunicador: Está Dicas para o líder: em todos os lugares. Escolha uma pessoa que “Não quebre o meu entenda de som e tenha coração”, “Eu dou o o dom de música para meu coração para ajudá-lo. Talvez possa você”, “Amo você de ser alguém que nunca todo o meu coração”. serviu em ministério Nós usamos “coração” infantil. para falar a respeito de uma parte importante de nós. Quando amamos alguém, uma das melhores declarações que podemos fazer e um dos maiores compromissos que podemos assumir é declarar para essa pessoa que a amamos de todo o nosso coração ou que nós lhe entregamos o nosso coração. O coração representa tudo que nós somos: nosso sentimento, nosso interior, nossa vida. Eu falei que nós começaríamos com o início dos tempos e é verdade. Quero mostrar o que Deus pretendeu fazer desde o início com os nossos corações. (O comunicador vai para detrás do palco onde está o painel e pede para as crianças prestarem atenção à leitura. O comunicador cola um coração no livro com a placa: “Plano de Deus”. Depois cola em cima o cartão “Deus” no centro do coração e a placa “porta fechada” embaixo do coração, veja pág. 18)

Página 9 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Comunicador: O plano de Deus para nós, desde o princípio, foi que firmássemos um relacionamento com Ele, pois quer preencher todo nosso coração e nossa vida. Agora, deixe-me explicar mais claro. Fisicamente, você é dono do seu coração, que está dentro do seu corpo. Quando eu digo “DEUS QUER ser o dono do seu coração” quero dizer que Ele quer que nós O obedeçamos e que O sigamos em todo decorrer da nossa vida. Em troca Ele nos dedicará sua imensa amizade, andará e falará conosco e fará parte de tudo em nossa vida. Este é o plano perfeito de Deus para nosso coração. Como sabemos, no entanto, o plano perfeito de Deus foi confundido pelo “PECADO”. Quem foram as duas primeiras pessoas do nosso planeta? (Adão e Eva) Através de Eva, o pecado veio ao mundo e, até hoje, nosso coração está confuso. Deixem-me mostrar o que aconteceu quando o pecado entrou no mundo. Como vocês podem ver, o nosso coração tem uma porta e a Bíblia diz que o pecado está sempre esperando para entrar por ela. Foi o que aconteceu com Eva. Ela foi a primeira a escolher abrir a porta do coração para o pecado que estava esperando entrar. Quando assim agiu, ela empurrou Deus para fora e entregou uma parte do seu coração ao pecado. Ela dividiu seu coração (Mova “DEUS” do centro do coração e, usando canetinha, desenhe uma linha que mostre um coração dividido.)

Deus e o pecado são como água e óleo: não podem ocupar o mesmo lugar porque são opostos um do outro. Quando você escolhe permitir ao pecado entrar em seu coração, a linha se torna grande, Deus é empurrado para fora e seu coração fica dividido. Quando isso acontece você quebra uma amizade perfeita. Deus o ama muito, mas, agora, não é mais o dono do seu coração. Você lhe diz que Ele não pode tomar conta do seu coração e, então, para ter Deus como dono do nosso coração, devemos fechar a porta do coração para o pecado. Eu quero agora que você preste atenção numa estória da Bíblia, do início do mundo, que ainda não ouviu até hoje, mas que vai ilustrar este ensino sobre o coração. Eu sei que vocês são da geração telinha (TV ou Cinema) e que estão acostumados a assistir diferentes apresentações de estórias. Mas, há algumas décadas, as pessoas não tiveram este luxo. Eles, sim, viviam da imaginação e ficavam em volta do rádio fantasiando a estória que estava sendo transmitida. É o que vamos fazer hoje. Acho que o programa vai começar agora. Então vamos ouvir. (O comunicador traz o rádio para o meio do palco e finge que está tentando sintonizálo. O responsável pelo som coloca ruídos especiais como dos sons de radio). Faixa 4.

Ensino (15 minutos)
(O locutor do rádio entra no palco) (Efeito sonoro de abertura) Faixa 5 Locutor: Bem-vindos ao TEATRO GÊNESIS, onde a estória bíblica deve se tornar verdade em nossas vidas. EU SOU........., seu anfitrião desta noite. E os artistas de hoje à noite são: _________como narrador e Eva: ___________como Adão e Caim________ como Deus e Abel. Agora, vamos nos divertir com o programa que foi feito para vocês.

Página 10 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(Efeito sonoro, Deus disse...). Faixa 6 Narrador: Como vocês sabem, no inicio do mundo, DEUS criou os céus e a terra. Ele criou o dia e a noite... O céu (efeito sonoro trovão - Faixa 7), o mar (efeito sonoro mar - Faixa 8), a terra (efeito sonoro terra - Faixa 9), as estrelas (efeito sonoro estrela - Faixa 10) e as quatro estações (efeitos sonoro quatro estações Faixa 11). Então Deus criou um homem chamado Adão... Adão: Como vão vocês? Narrador: E uma mulher chamada Eva. Eva: Olá! Narrador: Tudo o que Deus criou foi perfeito, até... (efeito sonoro música sinistra - Faixa 12)...até Adão e Eva comerem o fruto de uma árvore. (pára a música) Agora, essa não era uma árvore qualquer, era especial, estava no meio do jardim e se chamava “a árvore do bem e do mal”. Eles podiam comer o fruto de qualquer árvore do jardim, mas quando chegavam perto dessa, Deus deu uma única ordem. Ele disse... Deus: Eu lhes dei todo tipo de fruto que poderiam comer. Tem árvores que são lindas de olhar e outras que tem frutas maravilhosas. Mas vocês não podem tocar na “árvore do bem e do mal”. Narrador: Vocês acham, então, que Adão e Eva poderiam obedecer essa ordem, porém eles não o fizeram e comeram do fruto proibido...

(efeito sonoro mordendo uma maçã - Faixa 13) Mas porque escolheram de desobedecer a DEUS, foram expulsos (banidos) do jardim do Éden. E é aí, meus amiguinhos, onde a nossa história começa. (efeito sonoro trovão - Faixa 14) Deus: Vão e não voltem mais. Vocês me desobedeceram, e por causa disto eu cobrirei a terra onde agora vão viver com trovões e medo. Daqui em diante trabalharão duro para se alimentar. Agora, vão! Narrador: Com isso, Adão e Eva foram expulsos do paraíso e tiveram que trabalhar duro para conseguir o que precisavam. Sendo só eles dois, ao final de cada dia estavam exaustos do trabalho duro que cumpriam para sobreviver. (efeito sonoro grilos - Faixa 16) Adão: (olhando para o alto) Está escurecendo, devemos parar de trabalhar agora e voltar para casa. (efeito sonoro passos - Faixa 17) Narrador: Então, Adão e Eva fizeram uma caminhada longa até sua tenda (que eles haviam construído). No caminho, Eva falou para Adão que teria um bebê. Adão: Um... um b...b...bebê? Narrador: Sim, eles estavam esperando o seu primeiro bebê. Quando a criança crescesse ajudaria Adão e Eva na colheita. Então, alguns meses depois, Eva teve um filho. (efeito sonoro canções de ninar - Faixa 18) Adão: É um menino!

Página 11 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Narrador: Adão e Eva foram abençoados com um filho. Um filho que eles esperavam ser um bom homem quando crescesse e para o qual queriam escolher um nome que o honrasse. Eva: Adão, vamos colocar o nome dele de Caim! Narrador: O tempo passou, Eva engravidou novamente e contou a novidade para Adão. Adão: O quê? De novo?? Narrador: O tempo se passou e Eva teve o segundo filho. Adão e Eva estavam agradecidos e felizes. Novamente eles tiveram que escolher o nome que honrasse seu filho, o qual esperavam que, quando crescesse, os deixariam orgulhosos (efeito sonoro canções de ninar - Faixa 20) Adão: Eu ainda não escolhi o nome do nosso filho... “a bela palavra...” Eva: Abel! Adorei. Que maravilha de nome (efeito sonoro uma ovelha - Faixa 22) Abel: Que beleza essa ovelha que eu achei... Narrador:...disse Abel... Abel: É claro. Tem umas maiores que outras, que valem mais e são mais preciosas. Se eu quiser agradar a Deus, entregaria a ovelha mais gorda e bonita, como oferta. Narrador: Nessa época, crianças, os animais eram ofertados a Deus, como uma forma de agradá-lO.

Caim: Eu é quem trabalho duro e produzo alguma coisa que cresce nessa terra. Narrador:...disse Caim... Caim: Eu estou sempre ocupado... e agora tenho que dar uma oferta para Deus. Acho que devo ir rápido e jogar um monte de comida na cesta! Ahhgs, eu não tenho tempo para isto! Narrador: Aqui estamos: dois irmãos... duas escolhas. Abel escolheu dar de oferta para o Senhor sua melhor ovelha, a mais bonita e preciosa. Caim escolheu ficar com sua colheita mais bonita e dar o resto para Deus. Quando chegou a hora de entregarem a oferta, disse Deus: Isto não é bonito! Deus: Abel, você me presenteou várias vezes com sua melhor ovelha. Eu estou muito feliz. Quando eu o observava selecionando a ovelha, sabia que sua escolha foi para me dar sua melhor oferta. Muito bem, Abel. Abel: Tudo que tenho, entrego ao Senhor Deus. Deus: E você, Caim... sua oferta é de forma relaxada, descuidada e não me agradou. Isso é o melhor que você pode me oferecer?! (Efeito sonoro - música tensa. A música começa simples e tensa, embora lenta. Inicia devagar deste ponto - Faixa 25). Caim: (com raiva) Relaxada e descuidada! É isso que o Senhor pensa da minha oferta? Eu não acredito! (A música tensa aumenta) Deus: Veja como você está raivoso. Posso ver dentro do seu coração que está apenas representando.

Página 12 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Mesmo agora, seu coração está cheio de ira e não de amor. Caim, o pecado está batendo na porta do seu coração para entrar, mas você deve fechá-la e não deixá-lo (o pecado) entrar! (a música tensa continua) Narrador: Mas Caim não quis ouvir a Deus e ignorou Suas palavras, porque tinha seu próprio plano. Um plano que mudaria tudo para sempre... (escala tensa, ritmo forte). Caim: Abel, venha comigo para o campo, pois tenho algo para lhe mostrar. Abel: O que é você quer me mostrar? Caim: Nada, Abel... Nada demais. Olhe que paisagem maravilhosa e guarde essa imagem porque você não a verá por muito mais tempo. Abel: O quê? (nesse momento, a música violenta é tocada e tensão é colocada mais alta) Caim: (vai diminuindo devagar) Meu querido... irmão... Abel. Eu estou farto (cansado) de você ser sempre o certinho. Estou cansado de você e o mais rápido que me livrar de você, será melhor. (música mais alta) Narrador: E com isso, Caim atacou e matou Abel. (a música pára) Mais tarde, Deus falou com Caim e perguntou... Deus: Onde está Abel? Você pode me dizer?

Caim: Como eu posso saber? Ele não precisa de mim para tomar conta de si. Provavelmente está cuidando das suas ovelhas. Deus: Eu não acredito em você. O que fez? Caim: O que o Senhor quer dizer? Eu não fiz nada. Deus: Não minta para mim!!! Você matou seu irmão. Você fez muitas escolhas que não me honraram e, agora, vai sofrer as conseqüências dos seus próprios atos. Eu já cobri a Terra de trovões, relâmpagos e medo, e agora, não importa o quão duro você trabalhar, Caim, você nunca será capaz de fazer crescer sua colheita (sua plantação). Você será um viajante para sempre. (efeito sonoro final Faixa 26) Narrador: O que acontecerá a Caim? Ele será forçado a procurar um lugar para morar por toda vida? Para onde irá? O que estará reservado para ele? Locutor: Para responder essas perguntas e aprender o que aconteceu a Caim, abra sua Bíblia no primeiro livro, chamado Gênesis, e leia você mesmo. Locutor: Participe conosco da próxima e excitante estória do Teatro Gênesis. (efeito sonoro Gênesis - Faixa 32) Locutor: Este é _______ dizendo: até logo, se cuidem e boa noite. (efeito sonoro final Faixa 33)

Página 13 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pós-Ensino (15 minutos)
Comunicador: Como vocês ouviram o narrador falar: dois irmãos, duas escolhas e... dois corações. Vamos relembrar a estória, observar os corações de Caim e Abel e talvez possamos aprender alguma coisa para o nosso próprio coração. Qual era o trabalho de Abel? (pastor de ovelhas) Qual era o trabalho de Caim? (fazendeiro) Os dois irmãos levaram para Deus uma oferta. Nós podemos aprender com eles observando as ofertas que cada um dedicou a Deus. Abel levou para Deus uma oferta que O agradou, pois gastou tempo analisando qual a melhor oferta que poderia dedicar ao Senhor. Na Bíblia diz que ele agradou a Deus. Em nossa história, quando Abel entregou sua oferta, ele estava demonstrando o desejo real de estabelecer um perfeito relacionamento com Deus, tornando-O dono de seu coração. (O comunicador volta para o painel e acrescenta mais um coração com Deus no centro. Coloque o cartão “Abel” em cima do coração.) Abel desejava verdadeiramente não dividir seu coração, então tentou fechar a sua porta para o pecado, entregando-o integralmente a Deus. (acrescente o cartão “porta fechada” no canto do coração e o cartão do “pecado” em baixo de “porta fechada”.) Abel tentou honrar e agradar a Deus do fundo do seu coração, então não teve um coração dividido. Isto é tudo que Deus quer de nós. A Bíbila não diz que Abel nunca pecou, pois afirma que só Jesus não pecou. Abel tentou firmemente permitir que Deus fosse o dono do seu coração. (O comunicador acrescenta um coração no painel com “Deus” no centro. Coloque o cartão “Caim” em cima do coração.) Agora, vamos ver o coração de Caim na mesma estória, que se inicia com ele entregando a oferta que não agradou a Deus. O Senhor não estava feliz com a oferta de Caim porque ele a deu de forma relaxada e descuidada. Caim não pensou muito sobre sua oferta para Deus e apenas jogou alguma coisa no cesto, enquanto Abel trabalhou duro para dar o melhor ao Senhor. Então o primeiro pecado que Caim cometeu foi não ter honrado a Deus, ofertando com alegria. Esse pecado dividiu seu coração (mexa “Deus” do meio do cartaz, desenhe uma linha dividindo o coração e coloque “pecado” no canto do coração). Então Deus o chamou e lhe deu uma oportunidade de se acertar (se corrigir). Caim, no entanto, pecou novamente, ficou irado e não ouviu e nem respondeu a Deus. Ele deveria ter dito “me desculpe Deus, eu me enrolei todo e deveria ter pensado mais sobre sua oferta. Vou lhe trazer uma nova oferta que O agrade. Me perdoe.” Se ele tivesse feito isso, estaria fechando a porta do seu coração para o pecado. Mas, ao invés disso, Caim irou-se – a Bíblia diz que seu rosto mudou logo que ficou com raiva –, e não ouviu o que Deus estava tentando lhe dizer. (mexa “Deus” um pouco para o lado e desenhe uma outra linha descendo.) Então essas duas coisas empurram Deus para o lado menor do coração de Caim. Então Deus, porque é Aquele que dá uma segunda chance, preveniu Caim sobre o pecado que estava batendo na porta do seu coração dizendo (mostre o versículo bíblico) Gênesis 4:7. Esse é um versículo muito importante

Página 14 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

porque Deus estava prevenindo Caim: “O pecado está lá, bem perto da sua porta. Cuidado. Feche a porta!” Ele sabia que Caim estava sendo tentado para fazer coisas ruins com seu irmão e o preveniu que o pecado estava tentando ser o mestre e dono do seu coração. Deus estava tentando ajudar Caim, mas ele O empurrou para um pedacinho do seu coração. O Senhor estava diminuindo no coração de Caim, e o pecado estava se tornando cada vez maior. Caim não quis saber de ouvir o que Deus estava tentando preveni-lo e terminou matando seu irmão Abel. Então Deus perguntou a Caim pelo seu irmão. Como foi que Caim respondeu? Ele falou a verdade ou mentiu? (Ele mentiu) Novamente Caim escolheu abrir a porta do seu coração para o pecado e mentiu para Deus. Porque Deus é um Deus de escolhas, permitiu que Caim fizesse a sua. Caim simplesmente escolheu que o pecado dividisse o seu coração até que logo se tornasse mestre e dono do seu coração. (mexa “Deus” para o canto do coração e desenhe uma linha dividindo). Na Bíblia, no Novo Testamento, diz que o coração de Caim não mais pertencia a Deus e que o pecado tomara conta do seu coração. Deus o tinha prevenido a cada passo errado que ele escolhia dar, mas Caim não ouviu. Porque Deus é um Deus fiel e justo, Ele deu para Caim uma enorme conseqüência do seu pecado, e Caim perdeu tudo por conta do pecado que era o seu mestre. Vamos checar o coração. (O comunicador pega o coração preto, coloca o cartão “você” em cima e segura o cartão “Deus”) Se eu colocasse o seu coração aqui, como ficaria? Não responda alto, apenas pense consigo mesmo.

Eu gostaria de saber onde coloco o cartão “Deus”. Você já pediu a Deus para entrar e ser O dono do seu coração antes? A Bíblia é bem clara: que se você nunca convidou Deus para entrar e ser dono do seu coração, o pecado é que vai dominá-lo. Se você nunca O convidou para entrar, então Deus não está lá. E se Ele não está lá, eu estou muito preocupado com o seu coração porque lhe garanto que se você nunca convidar Deus para entrar, terá uma enorme conseqüência na sua vida, igual a Caim. Por favor, converse com o seu líder de pequeno grupo se você quer saber como começar, hoje, um relacionamento com Deus. Mas vamos imaginar que você disse: “Sim, eu pedi para Deus ser o dono do meu coração”. Então, minha pergunta para você é: “Você está fazendo uma escolha para fechar a porta do seu coração para o pecado e mantê-la fechada?” (acrescente “porta fechada” no canto do coração e “pecado” fora do coração). Ou vai deixar a porta aberta? Você está fazendo a escolha de deixar pecados, como a mentira, a “cola” na prova ou coisas desse tipo entrarem em seu coração? Eu gostaria de saber como é dentro do seu coração e o quanto ele pertence ao pecado ou pertence a Deus. O único caminho para Deus ser o dono do nosso coração é fazer o que é certo diariamente, escolher fechar a porta para o pecado e manter nosso coração não dividido. (coloque “Deus” no centro do coração). Eu vou lhes dar uma chance para pensarem um pouco sobre essas questões. Acho que cada um de nós deve ter uma conversa com Deus. Vamos ouvir uma música . Essa música fala sobre o desejo de ter Deus como dono de todo o nosso coração. Quero que vocês escutem, leiam a letra, orem e digam a Deus como se sentem agora. Vamos ouvir.

Página 15 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(toque uma música que fale que devemos entregar todo nosso coração para Deus) Comunicador: (no palco agora) Eu não sei sobre vocês, mas quando ouço essa música, eu vejo um pouco do coração de Caim em mim mesmo. Vejo pecados como orgulho, inveja e vaidade. Mas quando eu ouço uma música como essa, reconheço o quanto eu gostaria de ter uma relação com Deus. Eu quero ficar unicamente com Deus e segui-lO com toda minha força e paixão. Realmente espero ter um coração não dividido. Vamos orar e pedir para Deus ser o dono do nosso coração.

Oração
Querido Deus, Obrigado por nos amar tanto e estar sempre querendo ter um relacionamento conosco. Por favor, nos ajude a manter a porta do nosso coração fechada para o pecado e a permitir que o Senhor tome conta de todas as partes do nosso coração. Amém!

Comunicador: Hoje, no pequeno grupo, vocês falarão sobre o que divide seus Dica de pastoreio: corações e o que Essa música ajuda a poderão fazer para criar um “momento” fechar a porta deles para as crianças para o pecado. Terefletirem. Mostrar as nham uma boa semaletras das músicas em na. Nós nos veremos um retroprojetor ou no próximo domingo, em slides do Power quando continuarePoint dará às crianças mos com a série “O um lugar para focaliCORAÇÃO NÃO zar enquanto a música DIVIDIDO”! está sendo tocada ou apresentada. (toque uma música para as crianças irem para o pequeno grupo).

Plano de Deus

Página 16 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 2
UNIDADE 3

Assuntos do coração

Abraão e Isaque: Um Coração Obediente

História bíblica
Gênesis 22:1-19 Deus pediu para Abraão sacrificar seu filho Isaque. Ele queria ver se Abraão O amava mais que à Sua promessa. (Deus prometeu a Abraão que lhe daria um filho.) Então Deus viu que Abraão obedeceria sua ordem, então o parou antes que ele sacrificasse o seu filho e providenciou-lhe um carneiro. O propósito deste teste foi para checar o coração de Abraão. Deus, então, o presenteou prometendo-lhe descendentes em quantidade igual ao número de estrelas do céu.

Pessoal necessário
Comunicador/locutor, Abraão, Isaque/Anjo, Deus.

Material necessário
CD “efeito sonoro”; Cartaz “Coisas do Coração”; Versículo bíblico; “Todos se encaixam” – Lírica Cartaz; 4 bancos de três pernas; Toca CD; TV com videocassete; 3 músicas; Livro de história; Cavalete Fleep Shart; Poster grande de um coração; Canetinha; Música de transição. Rádio (se possível, bem antigo)

Versículo-chave
“Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova”. Gênesis 22:1

Conceito-chave: Objetivos
Deus é fiel nas suas promessas, então eu posso dizer “Aqui Estou” quando for testado. O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de como Abraão passou no teste a Deus o submeteu, porque colocou o Senhor em primeiro lugar no seu coração. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus é fiel com o Seu povo e Sua promessa. E AGORA? (PG): As crianças avaliarão o propósito de dar para Deus o que têm de melhor e mais precioso.

Preparação prévia
Prepare o versículo bíblico (cartaz); Corte um coração grande para colocar no painel; Tire cópias do programa de rádio; Organize a peça da seguinte forma: Coloque o cartaz “Coisas do Coração” em um lugar visível. Coloque o banco de três pernas no centro do palco com o rádio antigo em cima. Coloque os outros bancos no palco com a música em frente de cada um. Coloque o aparelho de CD ao lado do palco. Coloque o painel com o coração no cavalete e posicione atrás do palco com a canetinha. Escolha uma música para o momento de transição entre o início e o término do grande grupo.

Lição Espiritual
Obediência

Página 17 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (10 minutos)
(Enquanto as crianças chegam, coloque a música de transição.) Comunicador: Oi, Geração Futuro! Eu sou................. Na semana passada já falamos que estamos muito felizes com o que vamos fazer este período no Geração Futuro: Nós vamos estar olhando para a estória de Deus, de Gênesis a Apocalipse. Nós queremos que vocês aprendam que, não só toda Bíblia se encaixa nessa estória, mas que também vocês compõem uma grande parte da estória de Deus. Nós temos uma novíssima música para vocês. (toque a música e ponha a letra na transparência). Comunicador: (fique no meio do palco, perto do banco com o rádio em cima). Se Deus perguntar: você pode abrir mão de qualquer coisa que lhe seja muito importante, algo que você realmente valoriza? Quantos de vocês gostam de esportes e de viajar com o seu time de futebol, natação ou basquete? Muito bem. E que tal roupas? Quem gosta de roupas e de bijouterias? Que tal ser popular? Quantos de vocês se acham populares na escola? Quantos gostam de ser populares na escola? Aqui estão algumas das perguntas que vamos fazer hoje. Pense por um momento. Se Deus lhe perguntar se abriria mão de coisas que você mais valoriza – esportes, roupas de marca, popularidade, qualquer coisa – de quanto é a sua vontade de fazer isto? Provavelmente muitos de nós faríamos isto – quero dizer, já que é Deus que está Dica de pastoreio: pedindo... mas, pense Para ser relevante para sobre isto sinceramenas crianças dessa te. Você faria isto sem idade hoje, refira-se às vacilar ou ter dúvida roupas da moda atual. nenhuma? Você o faria impulsivamente? Tem um homem na Bíblia chamado Abraão. Deus lhe pediu para entregar uma coisa que significava tudo para ele. A única coisa que ele realmente dava valor. Eu quero que você ouça esta estória. Sei que vocês são da geração do vídeo e estão acostumados a assistir boas estórias no cinema. Bem, nós vamos voltar à época dos rádios antigos como na semana passada, e eu gostaria que vocês prestassem atenção na estória de Abraão. Veja se Deus tem alguma coisa para lhe dizer sobre esta idéia de desprendimento. Vamos ligar o rádio e prestar atenção. (Comunicador finge que está ligando o rádio – efeito sonoro Faixa 31, estática de rádio.) (Narrador sobe no palco)

Página 18 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ensino (20 minutos)
(Efeito sonoro faixa 32 - Abertura) Narrador: Bem-vindos novamente ao Teatro Gênesis, onde as estórias bíblicas adquirem vida. Eu sou............., seu anfitrião desta noite. O programa que foi preparado para vocês hoje é sobre Obediência. O elenco desta noite é composto de:........... como Abraão;.............. como Isaque e o anjo; e........... como Deus e o narrador. Vamos nos divertir juntos com programa de hoje que já começou... (Efeito sonoro faixa 33 – Criação) Narrador: Agora, se vocês lembram da semana passada, nós sabemos que Deus é o criador de todas as coisas. Deus criou Adão e Eva, os colocou para viverem no jardim do Éden e lhes deu uma ordem, a qual eles desobedeceram. Sendo assim, eles tiveram que deixar o jardim do Éden e morar por conta própria. Adão e Eva tiveram dois filhos: Caim e Abel. Caim era um fazendeiro (efeito sonoro faixa 35 – fazenda), enquanto Abel era pastor de ovelhas. (Efeito sonoro faixa 36 – pastor) Um dia, Caim e Abel deram ofertas para Deus e Ele se agradou com a ovelha mais preciosa que Abel tinha dado de oferta. Entretanto, Deus não estava satisfeito com Caim, porque ele levou sua oferta de forma relaxada e descuidada. Foi aí que Caim fez a escolha que mudou sua vida para sempre. Caim matou seu irmão Abel (efeito sonoro faixa 38 – morte de Abel) e foi forçado a andar errante (viajante) em busca de um lar. (Efeito sonoro faixa 39 – família - música alegre). A estória desta semana se inicia com outra família. Tinha um homem chamado Abraão que era casado com uma mulher chamada Sara. Abraão e Sara tiveram um filho e lhe puseram o nome de Isaque. Isaque era um menino quando Deus chamou Abraão. (Efeito sonoro faixa 40 – Deus e Abraão) Deus: “Abraão!” Narrador:...Deus disse. Abraão: “Eis me aqui Senhor.” Deus: Eu quero que você leve Isaque para um lugar chamado Monte Moreá. Naquele monte, que Eu lhe mostrarei, você vai sacrificar seu filho para mim como oferta queimada. Abraão: O Senhor está pedindo para colocar Isaque no altar para queimar como oferta? Matar meu único filho? Deus: Sim, Abraão. É exatamente isto que estou pedindo. Narrador: Agora, lembrem que este era o único filho de Abraão, o que ele tinha de mais precioso, e este era um pedido muito difícil que Deus lhe fez. Abraão: Ofertar Isaque? Eu não estou entendendo. O próprio Deus me falou do seu plano para Isaque. Ele iria liderar uma grande nação e, através dele, eu teria uma família enorme. Haveria em minha família mais membros do que estrelas no céu. Agora, Deus está me pedindo para entregar

Página 19 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

meu único filho como oferta. Eu farei o que o Senhor está me pedindo para fazer, porque O amo de todo o meu coração e sei que o Senhor é fiel em Suas promessas. Narrador: Então, logo de manhã cedinho... (Efeito sonoro faixa 42 – galo cantando) (Efeito sonoro faixa 43 – corte de madeira) Isaque: O que o senhor está fazendo, meu pai? Abraão: Eu estou preparando uma oferta que levarei para Deus. Essas madeiras que estou cortando serão necessárias para queimar a oferta. Isaque: Eu tenho que ir com o senhor? Abraão: Sim, Isaque, você vem comigo. Venha e traga dois serventes para irem conosco. Isaque: Sim, meu pai. Narrador: Eles se prepararam para ir ao Moreá. (Efeito sonoro faixa 44 – pegadas). No terceiro dia de sua jornada, Abraão avistou, à distância, o monte onde seria o sacrifício. Ele disse para seus serventes... Abraão: Isaque e eu iremos ao monte para adorar. Vocês fiquem aqui e olhem os jumentos. Nós voltaremos logo. Isaque: O que o senhor quer que eu faça, meu pai? Abraão: Você leva as madeiras. Vou pegar a faca e as coisas que vamos precisar para iniciar o fogo. Narrador: Abraão e Isaque andaram até o Monte Moreá.

(Efeito sonoro faixa 44 – pegadas) (Efeito sonoro faixa 46 – música triste) Isaque: Meu pai... Abraão: Sim?... Isaque: Nós temos tudo que precisamos para a oferta a Deus, mas onde está a ovelha? Abraão: Deus vai providenciar a ovelha para a oferta, Isaque. Isaque: Sim, meu pai, mas quando? Abraão: Este é o local, vou construir o altar aqui. Isaque: É bonito aqui, meu pai. Abraão: Sim, é mesmo Isaque. Narrador: Abraão construiu o altar onde o seu filho iria ser colocado. Quando ele terminou, deitou Isaque no altar gentilmente e o amarrou. Então Abraão tirou a faca que tinha trazido e armou o braço contra o corpo de Isaque. Quando estava abaixando a faca, um anjo do Senhor gritou... (Efeito sonoro faixa 47 – anjos) Anjo: Abraão! Abraão! Abraão: Aqui estou. Anjo: Não faça isto! Não baixe sua mão contra Isaque. Abraão: Mas Deus me pediu para oferecer meu filho! Anjo: Deus agora sabe que você estava preparado para sacrificar a Ele, seu único filho, a coisa mais preciosa que você tinha.

Página 20 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Seu amor por Deus é grande e você provou isto hoje. Pode desamarrar Isaque e voltar para casa com ele. (A música suaviza) Abraão: Obrigado. Narrador: Então Abraão abaixou a faca. (Efeito sonoro faixa 48 – Cordeiros no mato) Ele olhou para o lado e viu um cordeiro passar pelo mato. Abraão: Deus providenciou um cordeiro para a oferta. Narrador: Abraão pegou o cordeiro e o usou como sacrifício para Deus. Então lembrou que Deus é fiel em Suas promessas. Abraão: Eu vou colocar o nome deste lugar de “O Senhor Proverá”. Narrador: E a partir daí, se diz: “no monte do Senhor Ele proverá”, em virtude do que aconteceu naquele dia. E o anjo do Senhor chamou Abraão novamente do céu e disse: (efeito sonoro faixa 50 – anjos) Anjo: Abraão, porque você obedeceu a Deus e iria entregar seu único filho, Ele o abençoará com milhões de parentes. Você terá familiares da quantidade das estrelas

do céu e eles terão a terra dos seus inimigos e, através das crianças, toda a mão da terra será abençoada. Narrador: Será que Abraão vai continuar sendo abençoado com sua vontade de obedecer a Deus? (Efeito sonoro – “eu não sei”) Será que ele vai ter uma enorme quantidade de parentes da número que tem estrelas no céu? (Efeito sonoro – “talvez sim”) O que acontecerá com Abraão agora? (Efeito sonoro – “nós não sabemos”) Locutor: Para aprender mais sobre Abraão e saber se Deus o continuou abençoando, leia você mesmo no primeiro livro da Bíblia chamado Gênesis. (Efeito sonoro – “leia você mesmo”) Se divirta novamente com a gente com uma estória legal no Teatro Gênesis. (Efeito sonoro faixa 56 – Gênesis) Este é............... dizendo.................. até logo, se cuidem e boa noite. (Efeito sonoro faixa 57 – encerramento)

Pós-Ensino (10 minutos)
Comunicador: (fique no fundo do palco, perto do painel) Deus pediu para Abraão abrir mão do seu filho, a coisa mais preciosa para ele. No início da Bíblia, Deus prometeu que iria fazer de Abraão uma grande nação e que lhe daria uma incontável quantidade de parentes. Deus disse que começaria dando Isaque e, dele, filhos, netos e bisnetos que formariam uma nação. Então, Deus pediu para Abraão

Página 21 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

abrir mão da promessa e dar o seu filho como sacrifício em Seu altar. Hoje, Deus não está pedindo para ninguém da nossa família fazer isto. Na Bíblia explica claramente que Deus queria testar o amor de Abraão e sua obediência a Ele e não tinha outra forma. Ele permitiu que Abraão pensasse isto. Mas aqui está um ponto para você. Vocês lembram o que Abraão disse a Deus quando Ele veio e lhe revelou o sacrifício que queria que Abraão fizesse? Três palavras. Alguns de vocês lembram da estória? (deixe que as crianças respondam). Deus chegou para Abraão e disse “Abraão” e ele respondeu: “Aqui estou”. Respondendo “Aqui estou” ele disse para Deus que estava disponível e pronto para fazer o que o Senhor lhe mandasse. Seu coração estava totalmente voltado para Deus. Às vezes quando Deus me pediu para fazer algo como: ser bom com alguém que foi ruim comigo, ou abrir mão de coisas que eu gostaria de fazer, nem sempre tomei esta atitude de estar disponível para Deus a respeito do que Ele me pediu. A última vez que sua mãe lhe pediu para dar o vídeogame e limpar o quarto, quantos de vocês tiveram uma atitude de estar disponível e dizer: “Estou pronto, mamãe, para, voluntariamente, dar o meu vídeogame e também para limpar o quarto com a maior alegria! De fato eu não iria mais brincar de vídeogame!” (Mexa o coração do livro). Vamos olhar desta forma. Digamos que seu coração está dividido em vários pedaços pequenos. Deus está em toda parte, mas você atribui um valor diferente para cada pedaço. Qual é a coisa que você mais valoriza? (desenhe vários espaços ao redor do coração para representar os pedaços, deixando o centro do coração aberto. Enquanto as crianças falam de cada área de suas vidas, escreva as

palavras em cada pedaço. Tenha certeza que fique bem claro cada item e deixe bem visíveis enquanto você fala. As respostas podem ser do tipo: família, esporte, amigos ou fama, lazer, vídeogame.) Será que Deus está no controle de cada pedacinho do seu coração ou só em alguns deles? Você deixaria Deus entrar em qualquer espaço que Ele quisesse para reorganizar os pedaços, ou tem um ou dois lugares em que a porta está fechada para o Senhor? Esta é a primeira coisa que devemos aprender com Abraão. Não tinha nenhum pedacinho do seu coração que estivesse fechado para Deus. O Senhor perguntou: “Será que Eu posso entrar no pedaço do seu coração onde está sua família e lhe pedir para abrir mão do seu filho?” No coração de Abraão, mesmo a porta desse pedaço estava aberta para Deus. Abraão estava apto para acreditar que Deus cumpriria Sua promessa, mesmo que ele tivesse que abrir mão de Isaque. Às vezes, Deus requer de nós o sacrifício de abrirmos mão de coisas que nos são preciosas. Esta é uma parte difícil no seguir a Deus. Ele nunca vai lhe pedir para sacrificar outra pessoa como fez com Abraão. Mas, às vezes, Deus quer que você renuncie a coisas que ama e valoriza, por uma única razão: permitir que Ele entre em cada pedaço do seu coração para que possa reorganizar ou limpar. Talvez isso signifique abrir mão do seu vídeogame e fazer o que seus pais pedirem, ou deixar de usar roupas caras e de marca porque Ele quer que seus pais diminuam as despesas e cuidem melhor das finanças. Talvez seja abrir renunciar à fama em benefício de uma pessoa menos popular na escola. Não importa o que seja. Aqui estão as atitudes que devemos tomar quando Deus nos pede para abrir mão: “Aqui estou, Deus, pronto e de boa vontade para abrir mão do que me é valioso.” Então, quando Deus nos testa, nossa responsabili-

Página 22 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

dade deve ser “Aqui estou” porque reconhecemos que “Deus é fiel às promessas que deixou para mim e para você, da mesma forma que foi com Abraão.” Por que a minha responsabilidade tem que ser “Aqui estou”? Por causa do meu amor a Deus, que me tem dado uma vida, um incrível mundo, amigos, perdão por todas as coisas que fiz de errado. Eu O amo por causa de tudo isso e o demonstro ao responder “Aqui estou”, quando Ele me pede para fazer alguma coisa ou abrir mão do que mais valorizo. E estou totalmente preparado para fazê-lo voluntariamente. Deixem-me fazer umas perguntas, mas não levante sua mão, apenas pense sobre o assunto. Quantos de vocês gostariam de estar perto de Deus, de realmente conhecêlO melhor? Quando nós estamos preparados para abrir mão das coisas que mais valorizamos a pedido de Deus, nosso relacionamento e confiança se fortalecem. Você começará a enxergar que o propósito de Deus está acima de fama ou vídeogames. Você realmente experimentará Deus trabalhando em sua vida, como Ele fez com Abraão. Você nem sempre possui o que gostaria de ter, então vai confiar mais Nele. Você verá como Ele é fiel na sua vida,

através da promessa que nos fez, mesmo através de sua renúncia ou sacrifício em prol dele. Quando Deus me chamar, eu quero que minha resposta seja “Aqui estou!”. O versículo que vai nos ajudar a lembrar está em Gênesis 22:1. (Mostre o versículo) Gênesis 22:1: “Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão. ‘Abraão!’, chamou Deus. ‘Aqui estou, Senhor,’ respondeu Abraão.” Quero propor o desafio de você pensar durante esta semana em áreas de sua vida que talvez não esteja preparado para responder “Aqui estou”. Vamos orar e pedir forças a Deus para nós tentarmos agir assim durante esta semana.

Oração
Querido Deus, Obrigado pelo Senhor ter sempre sido fiel em Suas promessas. Por favor, me ajude a estar sempre disposto a dizer “Aqui estou” em todas as minhas atitudes e áreas da minha vida. Amém! (Libere as crianças para o pequeno grupo e coloque a música de saída)

Página 23 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 3
UNIDADE 3

Assuntos do coração

Jacó e Esaú – Um Coração Confiante

História bíblica
Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4 Isaque e Rebeca tiveram filhos gêmeos: Esaú, primeiro, depois Jacó. Em sua cultura, o filho mais velho tinha o direito à primogenitura e à bênção. Ao se tornarem adultos, Esaú vendeu seu direito de primogênito a Jacó, mas Isaque planejou abençoar o filho mais velho. Rebeca, a mãe dos garotos, porém, queria que Jacó recebesse a bênção de seu pai. Com a ajuda de Rebeca, Jacó enganou Isaque fazendo-o acreditar que ele era Esaú e recebeu a bênção paterna que, certamente, seria do irmão mais velho. Logo, no entanto, Isaque e Esaú descobriram a verdade e este pediu a seu pai que também o abençoasse, mas Isaque não pôde fazê-lo. Mesmo assim, tempos depois, Esaú perdoou Jacó.

em que elas podem confiar em Deus.

Lição espiritual
Confiança

Pessoal necessário
Comunicador/Narrador, leitor de poema (criança), Esaú/Rebeca, Deus/Isaque, Jacó.

Material necessário
Rádio; Aparelho de CD; 5 cópias do roteiro do programa de rádio; Pincel atômico preto; 2 corações repartidos, grandes o bastante para todos verem desenhados no quadro (um com divisões representando quartos e outro com dois espaços: do direito de primogenitura e da bênção); Cópias dos poemas das páginas 37 e 34: “A linha“ e “Os Limites de Deus”; Músicas líricas;

Conceito-chave
Deus está no controle, então eu posso confiar Nele, mesmo quando coisas injustas me acontecem.

Versículo-chave

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho sobre vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais”. Jeremias 29:11

Preparação prévia
Prepare os versículos bíblicos; Prepare espaço para o drama do rádio, adotando como modelo as lições 1 e 2, acrescentados de um adicional; Reparta 2 grandes corações; Coloque o pincel e o quadro de histórias com os dois corações perto do final da sala; Fotocópias dos poemas para os leitores; Fotocópias dos roteiros para os atores.

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Jacó e Esaú. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que, mesmo quando coisas injustas acontecem, Deus está no controle. E AGORA? (PG): As crianças examinarão suas próprias vidas e encontrarão situações

Página 24 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (10 minutos)
(Enquanto as crianças vão chegando tocar música animada) Comunicador: (Na frente da sala) Aí, galera, bem-vindos ao Geração Futuro! Estamos muito felizes por vocês estarem aqui. Nós queremos começar cantando a nossa nova música-tema, que fala sobre como todas as histórias e lições se encaixam na Bíblia. Então fiquem de pé e vamos cantar! (Abra espaço para o grupo de louvor e ponha a transparência no retroprojetor. Encoraje as crianças para cantarem juntos.) Obrigado, gente! Podem sentar. Agora vamos escutar um poema. Pense se você “desenharia a linha” em seu coração. E se de repente todo mundo na escola pensasse que você fosse “lesado” e ninguém mais falasse com você, ainda o amaria? Ou é aí que você desenha “a linha”? E diz “ até aqui eu o amo e nada mais”? E se você fosse reprovado em todas as matérias e tivesse que repetir de ano? E se você ficasse bem doente e tivesse que ficar um tempão no hospital? E se seus pais se divorciassem? Um deles teria que mudar e você precisaria escolher com qual moraria e quem visitaria nos feriados? Você ainda amaria Deus ou é aí que desenha “a linha”? E diz “até aqui e nada mais” Então eu pergunto de novo, Você ama Deus? Quanto? (Mostrar os cartazes “Assuntos do coração”) Comunicador: É uma pergunta difícil, não? Quanto eu amo a Deus? Eu O amaria independente do que acontecesse comigo? Acho difícil podermos responder a essa pergunta. Só vivenciando, de fato, esta situação. Podemos, no entanto, imaginar. (Use seu próprio exemplo: perda de um familiar, desemprego, etc...) Hoje vamos concluir a nossa série sobre “Assuntos do Coração”. Nós falaremos sobre como ter um CORAÇÃO CONFIANTE EM DEUS, CONSCIENTE QUE ELE ESTÁ NO CONTROLE QUANDO COISAS RUINS NOS ACONTECEM. (Vá para o meio da sala perto do rádio) Eu gostaria de levá-los direto ao último episódio do Radioteatro Gênesis. Nós

Tenha uma criança na idade das que estão ouvindo, lendo com clareza e emoção o poema.

Dica para leitura (Criança vestida para ocasião lê à frente da do poema: classe)
“A linha Você ama Deus? Quanto? Com todo o coração

Ou só com metade?

Você sempre o ama? Você o ama quando coisas boas acontecem? Você o ama durante tempos ruins? Ou você desenha “a linha”? E diz “eu o amo até aqui e nada mais”? E se você não entrar no time de futebol? Ou ter o papel principal no teatro da escola? Você ainda o amaria? Ou é aí que você desenha “a linha”? E diz “até aqui e nada mais”?

Página 25 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

vamos escutar a história de um cara chamado Esaú. Algo muito injusto aconteceu com ele. Vamos saber o que ele fez com o seu coração, e o que podemos aprender sobre o nosso.

(O comunicador finge que está sintonizando o rádio. O encarregado do som põe a faixa nº 58 do CD “Efeitos sonoros”) (Remover cartazes “Assuntos do coração”)

Ensino (15 minutos)
(Radialistas se acertam no palco) Locutor: Bem-vindos mais uma vez ao radioteatro Gênesis onde as histórias bíblicas ganham vida. Eu _____ sou seu apresentador esta noite. O programa de hoje está sendo patrocinado pela “Agência Caradura” – se nós não conseguirmos vender ninguém consegue”. O elenco de hoje à noite: _____________ como o narrador e a Rebeca; ____________ como Deus e Isaque; ____________ como Esaú; e _______________ como Jacó. Venham juntos conosco pois o programa está para começar... (CD “Efeitos sonoros”, faixa 60) Narrador: Da última vez, Abraão tinha provado o seu amor a Deus pela disposição de oferecer seu único filho, Isaque, para Deus. Deus sabia que o coração de Abraão lhe pertencia. A história dessa semana começa com Isaque e sua própria família. Isaque... Isaque: Oi. Narrador: ...casou-se com uma mulher chamada Rebeca. Rebeca: Olá. Narrador: Porque Rebeca não podia engravidar, Isaque orou a Deus e pediu que a abençoasse com filhos. Deus respondeu à oração de Isaque e Rebeca logo engravidou de gêmeos. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 62) Deus disse para Rebeca... (CD “Efeitos sonoros”, faixa 62) Deus: Você terá dois filhos gêmeos, mas, quando crescerem, serão bem diferentes. Um será mais forte que outro e o que nascer primeiro servirá ao caçula. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 62) (CD “Efeitos sonoros”, faixa 63 ) Narrador: Quando a hora chegou, Rebeca deu à luz. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 64) O nome do primeiro filho era Esaú. Esaú: Olá, meu nome é Esaú, o primeiro filho de Isaque e Rebeca. Narrador: ...e o nome do segundo filho era Jacó. Jacó: É, eu sou esse aí mesmo... Narrador: Os dois garotos crescerem e se tornaram dois homens fortes. Esaú era um caçador muito hábil... (CD “Efeitos sonoros”, faixa 65) ...que providenciava comida para a família. Jacó era bem quieto, ficava perto das tendas e não se aventurava muito. Esaú...

Página 26 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(CD “Efeitos sonoros”,faixa 66) ...trazia a carne dos animais que ele caçava pois seu pai apreciava muito o seu sabor. Isaque amava muito Esaú. Isaque: Esaú é um ótimo filho. Narrador: E porque Jacó era tão quieto e sensível, Rebeca separou um lugar muito especial para ele em seu coração. Rebeca: Jacó é um filho maravilhoso. Narrador: Um dia, Jacó estava preparando uma sopa quando Esaú... (CD “Efeitos sonoros”, faixa 67) ...chegou da caçada. Ele estava faminto. Esaú: Mano, estou faminto! Eu vou morrer de fome se eu não comer alguma coisa. Rápido, me dê um pouco dessa sopa. Jacó: Vá encontrar alguma coisa pra você comer. Esaú: Até eu encontrar um animal, matálo e limpá-lo, já vou ter morrido de fome. Me dê um pouco dessa sopa. Jacó: Tudo bem, mas antes eu quero seu direito de primogenitura. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 68) Narrador: Naquela época, o direito de primogenitura era dado ao filho que nascia primeiro. Quando o pai morria, o filho com o direito de primogenitura assumia seu lugar e passava a ser a pessoa que tomava todas as decisões. Ele também teria direito sobre o dinheiro e as propriedades mais do que todos os outros filhos. Então, ganhar o direito de primogenitura era algo

muito importante e honroso naquela época. Jacó: Eu lhe darei a sopa mas, antes, você terá que prometer que me dará seu direito de primogenitura. Esaú: O direito de primogenitura não significa nada para mim, pode ficar, é todo seu. Jacó: Aqui está sua sopa... curta. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 69) Narrador: Esaú devorou a sua tigela de sopa. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 70) Os anos se passaram e Isaque foi ficando velho e fraco. Sua visão se tornava cada vez mais curta e ele não conseguia enxergar quase nada. Um dia ele chamou Esaú. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 71) Isaque: EEEEEEEEEESSSSSSSSSAAAAAAAÚUUUUUUUUU! Esaú!?! (CD “Efeitos sonoros”, faixa 72) Esaú: Chamou, meu pai? Isaque: Eu estou ficando velho e não sei por mais quanto tempo vou viver. Quero que você pegue seu arco e flecha, vá caçar e, depois, cozinhe e traga para mim. Depois de comer eu o abençoarei antes de morrer. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 73 ) Esaú: Não diga mais nada. Eu voltarei...

Página 27 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(CD “Efeitos sonoros”, faixa 74 ) Narrador: Nos tempos bíblicos a bênção de um pai era muito poderosa. As pessoas acreditavam que ela significava sucesso pela resto da vida. Então, era muito importante para Esaú ganhar a bênção de seu pai. Jacó, porém, também queria recebê-la, pois somente um filho tinha direito a esse privilégio. Rebeca: Jacó, Jacó, venha rápido. Jacó, seu pai pediu que Esaú matasse um animal, preparasse a carne e lha trouxesse para comer. Quando ele terminar a refeição, abençoará Esaú. Jacó: E daí? Rebeca: Eu quero que traga dois cabritos. Farei uma refeição para seu pai do jeitinho que ele gosta. Então, quando você a levar, ele lhe dará a bênção, ao invés de a Esaú. Jacó: Até parece! Nosso pai é esperto. Ele vai saber que eu não sou Esaú, pois tenho a pele lisa, enquanto ele é muito peludo. Se nosso pai me tocar e descobrir quem realmente sou, serei amaldiçoado. Rebeca: Se o seu irmão descobrir, assumirei toda a responsabilidade. Faça o que digo e vá pegar os cabritos. (Entra solo de violão) (CD “Efeitos sonoros”, faixa 75) Narrador: Então Jacó foi buscar os cabritos e levou para sua mãe preparar uma refeição maravilhosa, do jeitinho que Isaque gostava. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 76) Jacó: E AGORA? (PG): Nós nunca vamos conseguir enganar meu pai.

Rebeca: Aqui estão as roupas de Esaú. Deixe-me cobri-lo com pele de cabra, pois, desse modo, sua pele vai ficar áspera igual à de Esaú. Jacó: Você realmente acha que isso vai funcionar? Rebeca: Confie em mim. Agora pegue esse prato de comida e leve para seu pai. (Solo de violão) Jacó: Meu pai? Isaque: Você é qual dos meus filhos? Eu não posso vê-lo. Jacó: Sou Esaú e lhe trouxe a comida que pediu. Quando terminar de comer, o senhor poderá me dar a sua bênção. Isaque: Você já está de volta? Isso foi rápido! Jacó: Deus me ajudou. Isaque: Obrigado, filho. Você pode vir aqui para que eu possa tocá-lo. Jacó: Sim, senhor. Isaque: Suas mãos são muito peludas e você parece Esaú, mas sua voz é igual à de Jacó. Jacó: Eu estou doente da garganta. Isaque: Tudo bem, agora me traga um pouco de comida. Jacó: Aqui está a comida. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 77) Isaque: Essa foi uma refeição maravilhosa. Aproxime-se, Esaú, para que eu possa lhe agradecer.

Página 28 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Jacó: Tudo bem. Narrador: Então Jacó aproximou-se de Isaque, que o beijou e pode cheirar sua roupa. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 78) Isaque: Você tem o cheiro do campo. Você é Esaú. Narrador: Então Isaque ministrou a bênção sobre Jacó... Isaque: Deus lhe dará muitas riquezas. Nações se curvarão diante de você e o servirão. Qualquer um que amaldiçoá-lo será amaldiçoado, e quem abençoá-lo será abençoado. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 79) Jacó: Obrigado, meu pai. Narrador: Assim que Jacó saiu, Esaú chegou. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 80 ) Isaque: É você, Jacó? Esaú: Não, sou eu, Esaú. Lembra de mim? Isaque: Então quem estava aqui? Oh não, o que eu fiz? Esaú: Não sei. O que que você fez? Isaque: Deve ter sido Jacó. Ele veio aqui, me deu comida e, depois que comi, eu o abençoei. Esaú: Bem, agora você pode me abençoar também.

Isaque: Eu não posso abençoar vocês dois. Somente um pode ter minhas riquezas e a minha autoridade quando eu morrer. Eu já o abençoei, não posso mudar nada. (CD “Efeitos sonoros”, faixa 81) Esaú: Primeiro ele pega minha primogenitura, agora pega a minha bênção. Você não tem nenhuma bençãozinha para mim? Isaque: O que está feito, está feito. Ele vai ter autoridade sobre você, pois receberá meus domínios e as minhas riquezas. Esaú: Mas, você tem que ter mais que uma só benção, pai. Por favor!!, me abençoe! Por favor!! Isaque: Não tem nada que eu possa fazer. Você terá que servir a seu irmão e trabalhará duro pelas suas coisas. Terá que lutar para conquistar seus próprios bens. Mas, um dia, quando você cansar de servi-lo, estará livre. Esaú: Eu o matarei pelas coisas que ele me tem feito. Rebeca: Jacó, pela sua própria segurança, você tem que ir embora. Narrador: Então, Jacó foi embora para muito longe. Com o passar dos anos, Esaú conseguiu perdoar seu irmão. Muito tempo depois, eles se encontraram. Enquanto se aproximavam, Jacó caiu ao chão, com medo de como seu irmão o receberia. Esaú: Levante-se, meu irmão. Narrador: Esaú abraçou seu irmão. Oraram juntos e Jacó pode ver como seu irmão o tinha perdoado.

Página 29 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(CD “Efeitos sonoros”, faixa 82) O que aconteceu com eles? (CD “Efeitos sonoros”, faixa 83) Esaú e Jacó envelheceram juntos? (CD “Efeitos sonoros”, faixa 84 ) O que a vida tinha reservado para cada um deles? (CD “Efeitos sonoros”, faixa 85) Para saber o que mais aconteceu nessa incrível história, leia sua Bíblia, no Livro de Gênesis, e descubra por si mesmo.

(CD “Efeitos sonoros”, faixa 86)

Dica de pastoreio:

Esse foi o último dos Locutor: Junte-se a nós, dramas do Programa na próxima vez, para de Rádio. Esteja certo escutar mais uma de agradecer às pessoincrível história do as que ajudaram, e, se radioteatro Gênesis. possível, você pode querer celebrar com (CD “Efeitos sonoros”, elas dividindo uma faixa 87) pizza ou saindo para tomar sorvete. A Isso foi ____________ se melhor maneira de despedindo. Até mais e ganhar-e-manter tenham uma boa noite. voluntários é deixando-os saber o quanto a sua contribuição é (CD “Efeitos sonoros”, apreciada! faixa 88)

Pós-Ensino (15 minutos)
Comunicador: Nós não somos nem um pouco diferentes de Esaú. Coisas injustas também acontecem conosco. Precisamos conversar agora sobre como vamos lidar com essas injustiças que, certamente, nos acontecerão. (Volte ao quadro onde já deve ter dois novos corações) Vamos dizer mais uma vez que isso representa o seu coração. Quais são as áreas de sua vida que ocupam quartos em seu coração? (Família, amigos, escola, esportes, brincadeiras, igreja, etc. Enquanto você lê, escreva as respostas das crianças dentro do coração e desenhe “quartos“ em volta dos mesmos. Tenha certeza que reservou um quarto “esportes”.) Na última semana, aprendemos uma lição que nos ensinou sobre as chaves para essas portas, que somente eu e você temos acesso. Aprendemos, também, como podemos convidar Deus para entrar e deixá-lO ser o número um em cada quarto. Se Deus nos pedir para abrir mão de determinado quarto, o que vamos dizer? (Aqui estou). Certo. Hoje, nós vamos adicionar um pouco a isso. Dica de pastoreio: Permitir às crianças Quando nosso coração sugerirem as “salas” é confiante, NÓS para preencher, torna TEMOS QUE DEImais relevante e XAR DEUS FAZER interativa a atividade. O QUE ELE BEM ENTENDER COM ESSAS ÁREAS. DAÍ, VAMOS CONTINUAR A CONFIAR NELE E A AMÁLO, PORQUE NÓS SABEMOS QUE ELE ESTÁ NO CONTROLE. Deixem-me dar um exemplo. Repetindo o poema, digamos que você foi cortado do time de futebol da escola. Todas os seus amigos conseguiram entrar no time, menos você. Parece bem injusto, não? Você fica bem bravo com Deus e diz: “Como pôde deixar isso acontecer? O futebol é tão

Página 30 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

importante para mim. Eu pensei que o Senhor estava tomando conta de mim. Isso é injusto, Deus!” Quando nós fazemos isso (desenhe a linha sobre o quarto de esportes), desenhamos “a linha” e fechamos Deus do lado de fora de nosso “quarto” e de nossas vidas. Nós falamos isso por causa da má experiência que Ele nos permitiu passar. Não confiamos mais essa área a Deus. De agora em diante, O expulsamos e assumimos o controle. Esaú é um grande exemplo do que pode acontecer ao seu coração quando você toma o lugar de Deus. Vamos dizer que isso representa o coração de Esaú (aponte para o segundo coração), e vamos colocar dois quartos da história dentro dele: sua primogenitura e a sua bênção. (desenhe uma forma e uma identificação para cada quarto). Como Esaú perdeu sua primogenitura? (Ele estava com fome e Jacó a comprou) Bem, foi injusto Jacó ter feito isso. Vocês se lembram como Esaú reagiu? (A Bíblia diz que Esaú odiou isso. ) Ele ficou furioso, então fechou essa parte do seu coração para Deus e deixou de confiar nele. Esaú desenhou a “linha”. (desenhe a linha sobre a primogenitura) A segunda coisa que aconteceu é que Jacó trapaceou e ganhou a bênção que, por direito, pertencia a Esaú. Isso foi completamente injusto. Esaú tinha todo razão de ficar bravo. Ele poderia ter dito: “Deus isso é injusto, mas porque eu sei que o Senhor está no controle e que me ama, vou continuar confiando”. Mas ele não fez isso. Ficou furioso, ameaçou matar Jacó e o forçou a sair da sua terra. Ele desenhou outra linha (desenhe uma linha sobre a bênção) no seu coração, pondo Deus para fora e assumindo o controle. Depois de muito tempo, Jacó, que fez muitas coisas para Deus, pediu a Esaú que o perdoasse e ele perdoou. Mas, àquela altura, Esaú já vivia com muitas linhas em seu coração. A impressão que nos fica é

que ele estava vivendo longe de Deus, e continuou assim até a sua morte. Então, como nós podemos confiar em Deus? Como entregaremos os nossos corações quando sabemos que coisas injustas vão nos acontecer. Aqui está o que a Bíblia tem a dizer sobre isso. (Mostre o cartaz do versículo, Jeremias 29:11) Deus nos promete planos maravilhosos para as nossas vidas e nos garante que está no controle. Pense na história. Não foi uma surpresa para Deus o que aconteceu com Jacó e Esaú. Ele disse para Rebeca, antes deles nascerem, que tudo isso ia acontecer. Tudo era parte do Seu plano. Mas lembrem que quando deixamos o pecado entrar em nossas vidas os planos de Deus começam a ser ofuscados. Até depois de Esaú perder a sua primogenitura Deus ainda continuaria com o Seu plano. Ele planejava que Esaú prosperasse, mas este tinha desenhado tantas “linhas” que Deus permitiu que sua vida sofresse as conseqüências de suas atitudes, se tornando difícil e distante de Deus. Se você consegue lembrar de quando toda essa série começou, nós falamos sobre corações sem divisões, e ainda continuamos batendo na mesma tecla! Quando deixamos o pecado entrar, criamos divisões em nossos corações. E quando ficamos com coração dividido, não podemos ter aquele relacionamento maravilhoso com Deus. Então, vamos checar os nossos corações. Como está o seu coração agora? O que você ainda não entregou para Deus? Onde você está desenhando a “linha” e dizendo “só até aqui, Senhor”. Seu coração está confiante em Deus? Porque se você quiser, posso ensiná-lo a dedicar um coração sem divisões para Deus e, assim, poder usufruir

Página 31 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

do relacionamento ideal com o Senhor, confiando-lhe todas as áreas de sua vida. (A mesma criança que leu o primeiro poema)

“A linha de Deus
Eu sei que e difícil confiar nele especialmente toda hora durante coisas boas e ruins durante o riso e o choro. A vida é cheia de injustiças e nós talvez nunca vamos entender porque ele deixa isso acontecer, como que isso pode ser parte de seu plano. Mas nós sabemos uma coisa Ele nunca desenha a “linha” Ele nos ama independente de tudo sempre pensando as melhores coisas sobre nós Então no meu coração eu digo “Aqui estou” E o pecado está preso do lado de fora do meu coração confiando em Deus, eu entrego meu coração inteiro e sem divisões

Comunicador: (agora no palco) Eu quero que vocês saibam que entendo como é difícil confiar em Deus. Não é alguma coisa que nós podemos dominar em pouco tempo. Mas eu espero que todos vocês possam andar confiando em Deus, obedecendo e amando ao Senhor, um pouco mais do que quando vocês chegaram aqui. Vamos orar.

Oração
Querido Deus, É muito bom saber que o Senhor está no controle e que tem um plano para nossas vidas. Por favor, nos ajude a lembrar disso e a entender que podemos confiar no Senhor, mesmo quando as injustiças nos venham a acontecer. Amém. Comunicador: Vocês não podem faltar na próxima semana. Nós começaremos uma nova história da série Moisés. Nos vemos, semana que vem, aqui no Geração Futuro!

Página 32 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 4
UNIDADE 3

Vivendo sua fé

Moisés e a Sarça Ardente

História Bíblica
Êxodo 3 - 4:20 Moisés estava apascentando o rebanho de seu sogro, quando Deus lhe apareceu no meio de uma sarça ardente. Moisés ficou curioso porque a sarça não era consumida pelo fogo. Deus disse a Moisés que tirasse as sandálias dos pés porque Ele estava presente e porque a terra em que Moisés estava pisando era santa. Ele falou a Moisés do plano para resgatar os israelitas do Egito e da escolha de Moisés para liderar o êxodo e falar com o Faraó, líder do Egito.

significa estar atento à ação de Deus e pensar sobre as maneiras pelas quais Ele pode usar cada uma delas.

Lição Espiritual
Estar atento à ação de Deus.

Pessoal necessário
Comunicador, voz de Deus, Zípora, Moisés/voz de Moisés.

Material necessário
Um CD com música animada, para tocar na entrada das crianças; Um aparelho de CD; Material de apoio “Pontos de ensino”; Material de apoio “Versículos bíblicos”; Vídeo “Histórias do V.T” 3ª peça; TV/Vídeo;

Conceito-chave
Deus está sempre trabalhando ao meu lado, então eu devo estar atento para saber onde Ele deseja me usar.

Versículo-chave

“E lá procurarão o Senhor, o Seu Deus, e o acharão, se o buscarem de todo o seu coração e de toda a sua alma.” (Deut 4:29)

Preparação prévia
Prepare o material de apoio “Pontos de ensino”, que lista os quatro passos discutidos após o ensino; Utilize transparências ou recursos de multimídia; Prepare o material de apoio com versículos bíblicos;

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Moisés e a Sarça Ardente. E ENTÃO? (GG): As crianças entenderão que Deus está trabalhando ativamente no mundo. E AGORA? (PG): As crianças montarão um quebra-cabeça para simular o que

Página 33 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (5 minutos)
(Quando as crianças chegarem, ponha a música para tocar). Comunicador: Oi, pessoal! Bem-vindos ao Geração Futuro. Hoje vamos estudar uma nova lição sobre Moisés. À medida lemos a Bíblia – de Caim e Abel a Abraão, a Jacó e Esaú, e agora Moisés – percebemos que uma coisa não muda: o propósito de Deus para com as pessoas. Esse propósito é – e tem sido sempre – alcançar as pessoas e trazê-las para perto de Si, para que usufruam uma amizade planejada por Ele desde o início. Nós vimos isso em todas as histórias até aqui. Vimos no Jardim do Éden, quando Deus criou Adão e Eva para estabelecer com eles essa amizade. Vimos, na história de Caim e Abel, como Caim estava irado e cheio de pecados, e Deus tentou fazê-lo arrepender-se e trazê-lo de volta para Si. Vimos também na promessa de Deus a Abraão, de que faria da sua descendência uma grande nação. Deus queria levantar uma nação que chamaria de Seu povo e com a qual estabeleceria uma aliança. Vamos continuar vendo isso agora na história de Moisés. Antes de entrarmos na história de Moisés, vamos falar um pouco sobre o seu contexto. Muitas coisas aconteceram na Bíblia entre a história de Esaú, de Jacó e de Moisés. Jacó teve um filho chamado José, que foi vendido como escravo para o Egito. Enquanto ele estava lá, Deus permitiu que fosse capaz de interpretar dois sonhos do Faraó. José tornou-se o governador de todo o Egito e levou sua família de Canaã para viver com ele. Contudo, com o passar dos anos, a família de José acabou escravizada no Egito. Depois de cerca de 400 anos de escravidão, nasceu Moisés.

Ensino (20 minutos)
(Mostre o vídeo de Moisés na lição 4 – A Sarça Ardente) O roteiro a seguir será útil se você quiser dramatizar a história na sala ou ressaltar alguma mensagem. Esta narrativa é muito séria e marcante e deve ser transmitida de modo apropriado. O roteiro poderá estar um pouco diferente do vídeo, mas isso não será problema. Elenco Moisés; a voz de Moisés (ao fundo); Zípora; e a voz de Deus. Voz de Moisés: Meu nome é Moisés e esta é a minha história. Na verdade, é a história de Deus e de como Ele me escolheu. (Moisés, apascentando as ovelhas). Voz de Moisés: Eu sou o pastor que você está vendo, mas nem sempre fui assim. Apesar de ser um israelita, como você sabe, fui criado como príncipe egípcio. Mas, há alguns anos, no Egito, eu cometi um crime. Esse crime já não tem importância agora, mas, na época, chegou aos ouvidos do Faraó e eu tive que fugir para Midiã. Moisés: Zípora! Zípora! (Zípora entra) Eu tenho que levar as ovelhas para Horebe, onde o pasto é melhor e só voltarei à noite. Zípora: Por favor, Moisés, tenha cuidado. (Moisés a beija no rosto e ela sai sob o seu olhar). Voz de Moisés: Esta é Zípora, minha esposa, a qual é uma grande alegria para mim. Naquele momento, no entanto, eu não sabia quão diferente eu estaria quando a visse novamente (Moisés parte).

Página 34 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Voz de Moisés: Eu parti para Horebe, a montanha do outro lado do vale. E foi lá que eu vi (brilho estranho e música assustadora) um brilho estranho refletindo perto das rochas. Conferi se as ovelhas estavam seguras e arrisquei-me, então, a dar uma olhada mais de perto para ver que brilho era aquele. Moisés: Uma sarça pegando fogo aqui, no meio do nada? Não pode ser. Mas, espere... (ainda sem entender) Muito estranho... Queimando, sem fumaça. Essa sarça não está sendo consumida pelo fogo. Como pode ser? (Moisés se aproxima). Deus: Moisés! Moisés: Quem me chamou? Deus: Moisés! Moisés: Sim, estou aqui. Deus: Não se aproxime mais e tire as sandálias dos seus pés, pois o lugar onde você está pisando é terra santa. Moisés: (sem acreditar) O quê? Quem é você? Deus: Eu sou o Deus do teu pai, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. (Moisés se curva com medo e tira as sandálias). Voz de Moisés: Este foi o momento que mudou o resto da minha vida. Deus: Não tema, Moisés. Eu vi a aflição do meu povo no Egito, ouvi o seu clamor e conheço o seu sofrimento. Por isso, desci para resgatá-lo da mão dos egípcios e trazêlos daquela terra para uma outra, a qual eles chamarão de sua própria terra. Uma terra que mana leite e mel. Eu o enviarei ao Faraó, para que tire o meu povo do Egito. Moisés: Eu? O Senhor quer que eu vá?

Mas quem sou eu para tirar os israelitas do Egito? Deus: Eu estarei contigo. Voz de Moisés: “Eu estarei contigo”. Essas palavras deveriam ter sido suficientes para mim, mas naquele momento eu tinha certeza de que Deus havia cometido um erro. Moisés: Mas se eu for aos israelitas e disser: “O Deus de vossos pais me enviou a vós”, e eles não acreditarem em mim e me perguntarem: “Qual o nome desse Deus que o enviou a nós?”, o que lhes direi? Deus: Eu sou o que sou. É isso que você lhes dirá. EU SOU me enviou a vós. Voz de Moisés: EU SOU. Ele disse aquilo para lembrar-me do Seu poder. Ele estava dizendo: “EU SOU o mesmo Deus que criou o mundo. EU SOU o Deus que manteve a promessa feita a Abraão e deulhe um filho aos 100 anos de idade. EU SOU contigo”. Deus: Diga aos líderes de Israel que eu, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, tenho visto o que lhes tem sido feito no Egito. Digalhes que prometo livrá-los de sua aflição no Egito e trazê-los a uma terra que será deles. Depois que você disser isso, vá ao rei do Egito e lhe diga: “O Senhor, o Deus dos hebreus, vos manda libertar o Seu povo, para que possamos ir e adorá-lo”. Moisés: Mas o Faraó quer matar-me por causa do crime que eu cometi. Ele não acreditaria em mim! Deus: Todos aqueles que queriam matá-lo estão mortos e há um novo Faraó agora. Mas você está certo. O rei do Egito não o ouvirá, a menos que seja convencido com grande poder. Por isso, estenderei a minha mão e ferirei o Egito com prodígios que farei através de você. Então ele deixará que partam.

Página 35 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Moisés: Mas... Mas... Deus: Moisés! Meta a mão no seu manto. Voz de Moisés: Eu fiz como Deus me ordenou, e quando tirei a mão ela estava leprosa. Deus: Agora meta-a novamente no manto. Voz de Moisés: Outra vez eu obedeci ao Senhor, e quando tirei a mão, ela estava curada. Eu fiquei ali parado, temendo o meu Deus e era isso que Ele queria. Deus: Escuta o que eu digo, Moisés. Se eles não acreditarem após o primeiro sinal que farei através de você, acreditarão após o segundo. E se não acreditarem após o segundo, muitos outros sinais acontecerão, pois Eu estarei com você. Moisés: Mas o Senhor me conhece. Eu não falo muito bem diante das pessoas. O Faraó não se deixará impressionar nem se convencer. Deus: Quem lhe deu a sua boca e faz o surdo ou o cego? Não sou eu? Você acha que eu não o conheço? Ensinar-lhe-ei o que deve dizer.

Moisés: (pausa) Senhor, a verdade é que eu não quero fazer isso. Por favor, não me mande ir. Escolha outra pessoa fazê-lo. Deus: Não, Moisés, Eu o escolhi para liderar o Meu povo na saída do Egito. Enviarei o seu irmão, Arão, para ajudá-lo. Ele já está a caminho para encontrá-lo. Agora, vá! E lembre-se, Moisés, que Eu estarei com você. (A sarça volta ao normal e Moisés fica sozinho). Voz de Moisés: De repente, eu fiquei sozinho. Naquele momento, fui transformado para sempre. Deus havia falado comigo e me escolhido. Enquanto estava ali, olhando para as folhas verdes da sarça, que, há pouco estava em chamas, pensei comigo mesmo: “Por que eu?” Com certeza eu não era a melhor pessoa para fazer o que Deus estava pedindo. Eu nem sequer queria fazer aquilo, por não ser um líder! Deus, porém, faria coisas incríveis e estava querendo que eu me juntasse a Ele. Ao ver as coisas por esse lado, que outra decisão eu poderia tomar? Moisés: (afastando-se) Zípora não vai acreditar nisso!

Pós-Ensino (15 minutos)
Dica de ensino:
Esta história é muito séria e marcante. A atividade a seguir será mais eficiente se o professor utilizar uma linguagem bastante acessível, podendo improvisar para torná-la mais informal. Comunicador: Deus está trabalhando hoje do mesmo modo que estava nos dias de Moisés. O que isso significa? Significa que Ele está fazendo a mesma coisa desde o princípio. O Senhor quer alcançar as pessoas e chamá-las a um relacionamento consigo. Quer mostrar-lhes o Seu amor e ajudá-las a entender que tem o propósito de ser o centro de suas vidas. Deus gostaria de usálo para fazer isso e amar os outros através de você. Acontece que, às vezes, não estamos atentos o suficiente para sermos usados. Veja o que aconteceu com Moisés. Deus estava operando e ia libertar o Seu povo depois de 430 anos de escravidão. Ele estava tentando alcançar os israelitas e trazê-los

Página 36 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

para mais perto de Si. Estava a ponto de começar essa arriscada aventura. Os hebreus veria o Senhor fazer coisas incríveis e O conheceria como ninguém jamais conheceu. Deus estava trabalhando e queria usar Moisés, que poderia ter perdido a oportunidade, mas não perdeu, pois estava atento o suficiente para ouvi-lO e atendêl O. Agora talvez você esteja pensando: “É, mas Deus usou uma sarça ardente para chamar a atenção de Moisés e esse é um sinal fácil de perceber”. Mas pense um pouco: Moisés vivia no deserto quente e seco, onde uma sarça pegando fogo não era grande coisa. Isso provavelmente acontecia de vez em quando, então o que o levou a conferir de perto? A Bíblia diz que ele viu o fogo e depois notou que a sarça não se consumia. Ele estava atento o suficiente para ver que algo estranho estava acontecendo ali, e foi conferir. Foi aí que descobriu como Deus queria usá-lo. Só que se ele estivesse distraído, não teria percebido que a sarça queimava mas não se consumia. Eu quero que pensemos sobre as oportunidades em nossas vidas quando vemos o fogo, mas não estamos atentos o suficiente para ver que a sarça não está se consumindo e perdemos a oportunidade de sermos usados por Deus. Deixem-me dar um exemplo do que estou falando. Havia um garoto chamado Tobias. Ele era um garoto tranqüilo e uma companhia agradável, geralmente muito alegre. Mas, um dia, quando ele e seus colegas voltaram do feriado de Natal, alguma coisa havia mudado. Tobias estava muito calado, meio triste e deprimido. Então, muitos colegas o deixaram isolado e solitário. O tempo passou e ele ficou cada vez mais fechado. Os outros garotos se perguntavam: “O que há com ele?”, mas o deixavam sozinho.

Foi só algum tempo depois que os outros garotos descobriram que, naquele feriado de Natal, os pais de Tobias haviam se divorciado e que o seu mundo estava totalmente abalado. Você pode imaginar como Deus poderia usar alguém na vida de Tobias para encorajá-lo, se importar com ele e realmente fazer diferença em sua vida? Só que ninguém fez nada. Ninguém disse: “Espere um pouco. Ele não está bem. Algo está errado e eu vou conferir o que é”. Nós perdemos oportunidades de sermos úteis a Deus quando nos concentramos tanto em nossas próprias vidas que não percebemos quando Ele está trabalhando ao nosso redor. Não ficamos atentos o bastante, em nosso dia-a-dia, para percebermos as oportunidades em que podemos ser usados pelo Senhor. Eu quero ensinar quatro passos que o ajudarão a não perder mais oportunidades de ser usado por Deus. (Mostre os “Pontos de ensino”) 1. Esteja sempre atento. Seja aquela pessoa que nota quando algo diferente está acontecendo. Seja um bom observador, como foi Moisés: “Espere um pouco. A sarça não está se consumindo. Algo está errado aqui e é melhor verificar”. 2. Peça a ajuda de Deus. Faça uma pequena oração, dizendo: “Deus, este é um lugar em que o Senhor está trabalhando e quer a minha ajuda? Aqui estou”. Ele guiará você. Algumas vezes, tudo estará bastante claro, outras vezes, não estará tão claro. Nesse caso, você deverá passar para o passo número três. 3. Aconselhe-se. Especialmente com sua mãe e com o seu pai. Se em alguns casos, você não estiver muito seguro ou a situação for um pouco mais complicada, e tiver que tomar uma decisão rápida, aconselhe-se

Página 37 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

com alguém de sua confiança. 4. Aja. É aqui que nós sempre nos perdemos. Ficamos atentos ao momento de sermos usados por Deus. Pensamos num modo perfeito de nos aproximarmos, mas, porque essa aproximação envolve certos riscos, desistimos e não agimos. Não desista, aja. É isso aí. Esteja sempre atento. Peça a ajuda de Deus, aconselhe-se (se necessário) e aja. Muitas vezes, mesmo quando você agir da maneira correta, poderá não parecer grande coisa, nada capaz de transformar uma vida. Mas, outras vezes, você ficará impressionado com as coisas incríveis que acontecerão. É que Deus estará trabalhando, tendo escolhido você para ser parte do Seu plano e propósito. Basta que você O procure. Confira este versículo. (Mostre o versículo bíblico) “E lá procurarão o Senhor, o Seu Deus, e o acharão, se o buscarem de todo o seu

coração e de toda a sua alma.” (Deut 4:29) Deus está trabalhando ao seu redor. Fique atento. Não perca a oportunidade.

Oração
Querido Deus, obrigado por se preocupar conosco e por tudo que faz em nossas vidas. Por favor, ajude-me a perceber quando o Senhor estiver trabalhando ao meu redor para que eu saiba quando e como ser útil. Amém. Comunicador: Hoje, no Pequeno Grupo, você vai falar sobre o que significa estar atento à ação de Deus e como Ele pode usar cada um de nós. Tenham uma boa semana. Nos encontramos no próximo final de semana, quando continuaremos a nossa série sobre Moisés. (Despeça-os para o Pequeno Grupo. Ponha a mesma música de entrada das crianças)

Página 38 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 5
UNIDADE 3

Vivendo sua fé

Seja Ousado! Moisés, Faraó e as 10 Pragas

História bíblica
Êxodo 6:1-11:10 Deus disse para Moisés e Arão para irem até o Faraó e pedir-lhe que libertasse o povo de Israel, que estava escravizado no Egito. Quando eles pediram ao Faraó que libertasse o povo para que fosse ao deserto, adorar e oferecer sacrifícios a Deus, ele disse “Não”. Então Deus mandou uma série de pragas sobre o Faraó e o Egito.

Lição Espiritual
Coragem/Perseverança

Pessoal Necessário
Comunicador, Danubi, Ftofha, Faraó, Moisés

Material Necessário
Aparelho de CD; Texto: “A batalha não é contra você, é contra Deus”; Texto: “Deus está ao seu lado, Ele tem toda a força que precisa para ajudá-lo”; Texto: “Seja Firme”; Versículo bíblico proposto; Opcional: “Vida de inseto”. TV / Vídeo;

Conceito-chave
Deus é todo poderoso, então eu posso confiar na derrota dos que se opõem a Ele.

Versículo-chave

“Seja forte e corajoso; não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. – Josué 1:9

Preparação prévia Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Moisés e as pragas do Egito. E ENTÃO? (GG): (GG): As crianças aprenderão que Deus é poderoso. E AGORA? (PG): (PG): As crianças brincarão de um jogo que lhes mostra que podem ser fortes contra aqueles que se opõem a Deus. Prepare quatro textos: “A batalha não é contra você, é contra Deus”, “Deus está ao seu lado, Ele tem toda a força que precisa para ajudá-lo”, “Seja Firme” e o versículo bíblico proposto; Opcional: Se você estiver utilizando o vídeo “Vida de inseto”, coloque-o antes das lições. Veja página 57.

Página 39 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (5 minutos)
Dica de Ensino:
Recapitular o que foi ensinado na semana passada é uma ótima maneira de ajudar integração no grupo das crianças novatas ou que faltaram. Esses comentários também ajudam as crianças a suportarem firmemente algum problema que estiverem passando. (Quando as crianças chegarem, coloque a música “Promessas” do CD Tudo se encaixa. Mostre a trilha sonora e estimule as crianças para também cantarem) Comunicador: Olá, bem-vindos ao Geração Futuro! Semana passada começamos uma série sobre Moisés e a difícil tarefa que Deus lhe deu. Nós vimos como Deus falou com Moisés de uma sarça em chamas e entendemos que se ele não tivesse prestado atenção, talvez não percebesse o que Deus queria dele. Nós aprendemos que temos de ficar atentos aonde Deus pode estar querendo que estejamos. Isso foi só o início das coisas que Deus tinha planejado para Moisés e, a partir dali, ele foi para o Egito enfrentar Faraó. Moisés encarou desafios muito grandes, como vocês verão, mas sabia que Deus é o Todo Poderoso, então ele poderia ser firme contra o Faraó, adversários do Senhor. É a continuação da história de Moisés que vamos contar hoje. Então, prestem atenção.

Ensino (15 minutos)
(Mostre a fita “Tudo se encaixa”, Lição 5, vídeo “Seja firme”) (O roteiro seguinte é para ser usado caso você quira apresentar uma dramatização ao vivo ou se você quiser ler para fixar a mensagem do vídeo. Pode ser que haja variação entre o que está sendo mostrado e o roteiro do vídeo) Elenco Ftofha (Narrador e mágico do Faraó); Faraó, Danubi (segundo mágico) Moisés. (O Faraó está em pé ao lado da mesa antes de segurar o cor po do seu filho, Ptolemy. Ele segura a roupa de Ptolemy em suas mãos e chora baixinho. Ftofha entra e olha para o Faraó.) Ftofha: (Murmurando para si mesmo.) Por que você não ouviu, meu mestre? Por que você não ouviu? (O narrador passa a falar com a platéia.) Eu sou Ftofha, servente e mágico do Faraó. Vocês chegaram numa noite horrível... Pois Ptolemy, seu filho primogênito está morto. Vejam como o meu mestre sofre. Ele está totalmente arrasado e, agora, não parece mais ser tão poderoso. Mas vocês deveriam tê-lo visto há algumas semanas, logo que Moisés veio...

Dica de Ensino:
A dramatização deve ser realizada com seriedade e realismo. Esse tipo de peça funciona muito bem com crianças dessa idade quando é encenado seriamente e sem brincadeiras. Evite a tentação de caricaturarizar os mágicos ou fazer brincadeiras, pois nessa idade é difícil controlar as crianças quando começa uma bagunça.

Faraó: (Vai até o trono, senta-se e fala com firmeza) Moisés, você me surpreende quando diz “Deixe meu povo ir”. Devo

Página 40 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

ficar surpreso com seu truque mágico de poder transformar o seu cajado em serpente? Esse é o poder do seu Deus? Meus mágicos também podem fazer esse truque. Eu não estou impressionado, Moisés, e o povo de Israel não pode ir a lugar nenhum. Moisés: (Aproximando-se do trono do Faraó.) Eu não vou desistir, Faraó. Você vai ver o poder do meu Deus, o Deus de Israel. O Senhor me enviou para lhe dizer: “Deixe o meu povo ir, para que eles me adorem.” Até agora, você não tem me escutado. Dessa forma, você verá que Ele é o Senhor. Com essa vara, tocarei a água do rio Nilo e ela se transformará em sangue. Seus peixes morrerão e todo o Egito ficará sem água. (Moisés se retira do palácio) Faraó: Que seja. Seu povo não vai a parte alguma. (Ftofha entra em cena como narrador) Ftofha: Então o rio Nilo se transformou em sangue, mas o Faraó continuou irredutível. Ele era um homem orgulhoso e muito confiante em si, e não se convenceu de deixar o povo de Israel partir. Devo dizer que até eu não estava impressionado... no começo. Faraó: (Sentado no trono sentindo mau cheiro) Que cheiro é esse? (Danubi se junta a Ftofha e vão até o Faraó contar-lhe as notícias.) Danubi: É o Moisés, meu Faraó. O Nilo agora é um rio de sangue... Ftofha: Os peixes estão mortos... Faraó: Estou entendendo. (Pausa. O Faraó reflete.) Ftofha: Não se preocupe, Faraó...

Danubi: Não se impressione. Pois esse truque não é nada demais... Ftofha: Até nós podemos fazê-lo. Isso não é nada mais que mágica... Danubi: Raios de luzes, cortinas de fumaça. Não fique admirado, meu senhor, é só uma farsa. Ftofha e Danubi: O Deus dele (de Moisés) é um impostor. Faraó: Estou entendendo. (O Faraó prepara-se para sair.) Diga a Moisés... Ftofha e Danubi: O quê? Faraó:... que o Deus dele tem que ser melhor que isso. (Ftofha se aproxima como narrador. Durante a narração seguinte, nós veremos muitos gestos da ação onde Ftofha descreve os acontecimentos: Moisés indo até o Faraó; o Faraó espantando os gafanhotos; etc. Também são ouvidos efeitos sonoros.) Ftofha: Como eu disse, nós não estávamos surpresos. Mas a água do Nilo continuou como sangue por muito tempo. Se passaram sete dias até que Moisés fosse novamente falar com o Faraó. Ele repetiu o pedido ao Faraó para que deixasse o seu povo ir embora. Avisou que se ele recusasse, todo o Egito iria sofrer uma praga de sapos. (Moisés gesticula com as mãos. O Faraó lhe dá as costas.) O Faraó se recusou, é claro, e os sapos (som de sapos) saem do rio Nilo e cobrem toda a terra do Egito: sapos no palácio, nas camas, nos fogões, etc. E enquanto eu e Danubi podíamos fazer sapos aparecerem com a nossa mágica, comecei a pensar comigo mesmo se esse Deus que Moisés falava, poderia ser verdadeiro... (Ftofha sai de cena.) Faraó: Muito bem, Moisés. Peça ao Seu

Página 41 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Deus para tirar os sapos do Egito, que eu deixarei seu povo ir embora. (Moisés sai de cena.) Ftofha: (Novamente como narrador) Então os sapos voltaram para o Nilo, mas o Faraó não cumpriu com a sua palavra. O seu coração endureceu novamente quando os sapos sumiram, e ele se recusou a deixar livre o povo de Israel. Eu acho que foi no dia seguinte que os piolhos vieram. Pequenos piolhos (Danubi afasta os piolhos do Faraó) cobriram tudo, as pessoas, os animais. Eles estavam no nosso cabelo, nas nossas bocas. E esse era um truque que nós (Eu e Danubi) não podíamos fazer. Nenhum grupo de mágicos poderia produzir tal quantidade de piolhos ou livrar-se deles. Então nós percebemos e dissemos ao Faraó: “Isso tem o dedo de Deus”. Só que ele não quis ouvir, então vieram as moscas e cobriram todo o Egito, que ficou coberto delas. E isso durou vários dias. Depois, todos os animais ficaram cobertos de doenças – camelos, cavalos, cabras, ovelhas – e muitos morreram. O Faraó me mandou verificar se estava ocorrendo o mesmo no rebanho do povo de Israel, mas o seu rebanho estava intocado pelas pragas. Então vieram as úlceras, terríveis feridas, que atacaram o povo do Egito. Foi horrível. Eu ainda estou me curando, quando veio a pior tempestade que nós já vimos. Choveu granizo e matou todos os que não conseguiram se abrigar. Daí vieram os gafanhotos, insetos terríveis, que comiam tudo pela frente e destruíam toda a plantação. Então nós imploramos ao Faraó (de joelhos) que tivesse misericórdia de nós. “Até quando você vai deixar esse homem fazer isso conosco? Deixe o seu povo ir, antes que o Deus deles nos destrua. Você não vê que o Egito está em ruínas?” Mas o orgulho do Faraó o consumia e ele não podia ver nem sentir nada. Sangue no Nilo, sapos, piolhos, moscas, rebanho morto, úlceras, granizo, gafanhotos... Muitas vezes durante tudo isso, o Faraó prometeu a Moisés que deixaria o povo de

Israel ir embora, se Moisés pedisse a Deus que parasse com as pragas. Mas todas as vezes – após as moscas terem ido embora, depois que a tempestade de granizo acabou, após o vento ter levado os gafanhotos para o Mar Vermelho – o Faraó voltava atrás na sua promessa e não permitia libertar os escravos. Até que a escuridão caiu... (As luzes se apagam, Danubi acende velas na sala do trono do Faraó.) Danubi: Mestre, isso é maldição. O poder desse Deus é... Faraó: Chega. (Ftofha entra com uma vela.) Ftofha, diga-me o que você tem visto. Ftofha: Quase nada, meu Faraó. A escuridão cobre a terra de dia e de noite, igual como aconteceu durante esses últimos três dias. Mesmo usando a luz de uma tocha, eu não posso ver quase nada. Mas, meu mestre... Faraó: Sim? Ftofha: Lá onde o povo de Israel vive... lá... a luz do Sol brilha bastante forte. Eles não foram afetados pela escuridão. Danubi: Tá vendo, meu mestre, tá vendo? É quase meio-dia e ainda estamos envoltos nessa escuridão! É o poder do Deus deles! Você deve... Ftofha: Chega! (Pausa) Ftofha, chame Moisés. Ftofha: Eu o trouxe comigo, meu Faraó. (Ftofha bate palmas e Moisés entra.) Faraó: Bem, Moisés. Você deve estar bastante satisfeito consigo mesmo. Moisés: Faraó, eu não lhe desejei nada disso. Foi você quem atraiu desgraça para o Egito. Meu único desejo é levar o meu povo

Página 42 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

embora. Faraó: Eu já escutei isso demais! Você venceu, Moisés. Leve embora cada homem, mulher e criança israelense. Vá e adore esse seu Deus. Só não pode levar nenhum animal do seu rebanho, deve deixá-lo aqui. Moisés: Não, Faraó. Nosso rebanho também vai conosco. (Moisés se vira para ir embora.) Danubi: Moisés! (Correndo para impedilo) Você conhece os hábitos dos hebreus, meu senhor. Eles têm que ter os seus animais para adorar e sacrificar ao seu Deus. Ftofha: Por favor, meu Faraó, deixe-os levar os animais e livre-nos deles de uma vez. Faraó: (Com raiva) Chega desses conselhos. Chega de você também, Moisés! Eu já lhe dei o que pediu, mas não é suficiente, então não terá nada! Seu rebanho vai ficar e o seu povo também. E você, saia da minha frente! Providencie para que você não me apareça mais aqui. No dia em que tornar a vê-lo, será o de sua morte. Moisés: (Falando consigo mesmo e se virando com determinação para ir embora) Que assim seja. Eu não aparecerei mais na sua frente.

(Moisés se retira. Ftofha entra em cena como narrador) Ftofha: E isso nos traz para onde começamos. Essa noite, um pouco antes da meianoite, eu despertei com lamentações e gritos de terror e desespero. E isso foi o que encontrei. (Atenção no Faraó sobre a roupa de Ptolemy) Ptolemy, o filho primogênito do Faraó... está morto. Eu não sei como. Sjara, o filho do cozinheiro, também morreu. E muitos outros. Eu ainda posso ouvir os gritos de lamentações ecoando na noite. Uma última praga desse Deus contra um homem orgulhoso e convencido, que se recusava a ser derrotado. Que se negou adeixar o povo de Deus ir. (Pausa) Eu fui chamar Moisés. (Moisés entra lentamente) Faraó: (Sem olhar para Moisés) Pegue seu povo... e vá embora. (Moisés vai embora, as luzes se apagam sobre o Faraó) Ftofha: Meu pobre Faraó. Derrotado e perdido. Ele não pôde vencer esse Deus de Moisés. Além disso, eu conheço o meu Faraó e temo que o assunto ainda não esteja resolvido... em sua cabeça.

Pós-ensino (15 minutos)
Comunicador: Nós sabemos, pela Bíblia, que Faraó não aceitou a derrota. Após ter deixado o povo de Israel partir, ele mudou de idéia e foi atrás deles. Então Deus destruiu o exército de Faraó no Mar Vermelho. DEUS É TODO PODEROSO. Moisés pôde ser firme quando encarou Faraó. Ele encarou alguém que estava contra Deus e Sua vontade. Diariamente, você e eu enfrentamos isso. Nós encaramos pessoas e situações que são contra a vontade de Deus. O que isso significa?

Página 43 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Bem, Deus disse diretamente a Moisés o que queria que ele fizesse. Moisés estava tentando fazer, mas o Faraó era contra, e não queria que isso acontecesse. Deus também diz para você e para mim o que Ele quer que façamos. Ele nos revela isso através da Bíblia, e, também, por meio do ensino que recebemos na igreja. Mas quando saímos e tentamos fazer o que Deus nos ordena, nós temos que enfrentar pessoas que põem dificuldade para conseguirmos fazer as escolhas certas, vivenciarmos a nossa fé e sermos seguidores de Deus. Eles nos colocam em apuros, do mesmo modo como o Faraó fez com Moisés e, então, nós entramos em conflito. Você já percebeu como é duro seguir a Deus? Quero dizer, como é difícil defender uma posição a favor de Deus na escola, onde não há muitos que concordam com você? Se você é obediente a Deus, é muito difícil viver nesse mundo? Parece que tudo acontece para lhe desviar do caminho do Senhor. Basta ver quais os filmes que todo mundo quer ver; as músicas que todo mundo quer ouvir; os desenhos nos videogames que todo mundo quer jogar; e o material que existe na Internet. É uma guerra não apenas para fazer a escolha certa, aquilo que Deus quer que você faça, mas, também, ser firme diante das pessoas que não pensam como você. MAS DEUS É MUITO PODEROSO, ENTÃO NÓS PODEMOS SER FIRMES DIANTE DAQUELES QUE SE LHE OPÕEM EM NOSSAS VIDAS. Há três coisas, hoje, que eu quero lembrar a vocês para ajudá-los nessa situação. 1. Você precisa saber que apesar de ser uma guerra (mostre o texto “A batalha não é contra você, é contra Deus”), ela não é contra você e, sim, contra Deus. O Faraó estava lutando contra o Senhor, não contra Moisés. Quando você enfrenta

dificuldades para viver a sua fé abertamente – enfrentando piadinhas, apelidos, ou calúnias – precisa saber que tudo isso não é contra você. É contra o Deus que você representa. Isso nos leva para o segundo ponto que eu quero lembrá-los hoje. (Mostre o cartaz “Deus está ao seu lado, e Ele tem todo o poder que precisa para ajudá-lo”) 2. Deus está ao seu lado, e Ele tem todo o Poder que precisa para ajudá-lo. DEUS É TODO PODEROSO. Ele está ao seu lado, assim como esteve ao lado de Moisés. Opcional: Há uma cena no filme, “Vida de inseto” que ajuda a ilustrar esse ponto. Essa parte específica está quase no fim do filme, quando as formigas estão se revoltando contra os gafanhotos e a pequena Dot vai contra o líder louco, mas então o gafanhoto gigante fica ao lado de Dot e rosna, fazendo os outros irem embora. Se você escolher passar esse vídeo, passe agora, então explique que Deus está ao seu lado, semelhantemente como o gafanhoto ficou ao lado de Dot. Deus enviou pragas e mais pragas contra Faraó, pois era parte do Seu plano mostrar ao povo do Egito quem Ele era e o poder que tinha. Moisés sabia que a batalha não era contra ele, mas contra Deus. Moisés entendia que Deus o estava ajudando e que Ele tinha toda a força que precisava para isso. Por esse motivo, Moisés pode fazer a terceira coisa que eu quero lembrálos hoje. 3. Moisés pôde ser firme. (Mostre o Cartaz “Seja firme”)

Página 44 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Moisés não pediu desculpas ao Faraó para o que ele tinha que fazer. Ele firmemente representou a Deus. Se nós vamos viver a nossa fé abertamente, como Moisés fez, então temos que ser firmes quando encontrarmos dificuldades. O que isso significa? Não quer dizer encarar pessoas e começar a pregar para elas, tirar brincadeiras com elas ou lhes dizer que são tolas por causa daquilo em que acreditam. Significa não ter medo de ser um seguidor de Deus frente a elas. Significa decidir, firmemente, fazer o que é certo ao invés do que é costume. Significa compartilhar, com firmeza, assuntos que as pessoas discordam de você. A batalha, na realidade, é contra Deus, não contra você. E Ele tem todo o poder que precisa para lhe ajudar. Isso significa que VOCÊ PODE SER FIRME QUANDO ESTÁ ENFRENTANDO PESSOAS QUE SÃO CONTRA A VONTADE DE DEUS. (Mostre o cartaz com o versículo bíblico proposto) “Seja forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares”. Josué 1:9

Onde quer que andares, qualquer que seja a batalha que você estiver enfrentando, Deus estará lá. E por causa do Seu poder, você pode ser firme, já que Ele lhe dará a coragem que você precisa para viver abertamente a sua fé. Esse é o desafio que eu quero lhes passar essa semana, porque vocês vão voltar para o campo de batalha. Terão que enfrentar as pequenas batalhas que discutimos. Lembrem-se: a batalha não é contra vocês, é contra o Senhor. Deus está ao seu lado, e Ele tem todo o poder que precisa para lhes ajudar. Por causa do poder de Deus, vocês podem ser firmes.

Oração
Querido Deus, Obrigado por sempre estar ao nosso lado, mesmo quando as coisas estão difíceis. Por favor, ajude-nos a ser firmes em Seu favor, assim como Moisés foi. Amém. (Divida em pequenos grupos. Coloque a mesma música da chegada das crianças.)

Página 45 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conceito-chave:
Deus é fiel, então eu posso confiar nas suas promessas.
Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 6
UNIDADE 3

Vivendo sua fé

Páscoa: O Livramento que vem de Deus

História bíblica
Êxodo 12:1-42 Moisés foi até o Faraó e lhe pediu para que libertasse o povo de Israel do cativeiro. O Faraó disse “Não”, então o Senhor enviou nove pragas sobre o Egito. Mesmo após isso, o Faraó não atendeu ao pedido de Moisés. Veio a décima praga, chamada “Anjo da Morte” e todo primogênito do Egito, homem ou animal, morreu na passagem do anjo. Os únicos que foram poupados dessa praga foram os israelitas. Cada família judia sacrificou um cordeiro e pintou os umbrais das portas com seu sangue. O anjo viu o sinal e deixou de lado as casas assim marcadas. Quando o Faraó descobriu que seu primogênito estava morto, chamou Moisés e Arão e lhes deu permissão para que o povo de Israel deixasse o Egito.

que Deus é fiel com o Seu Povo. E AGORA? (PG): As crianças se envolverão em uma atividade que os levará a refletir sobre as promessas que Deus tem para elas.

Lição Espiritual
Confiança

Pessoal necessário
Comunicador/Narrador, Zana, menino, menina, Arão, Tobias e Moisés.

Material necessário
Aparelho de CD; Trilha sonora proposta: “Promessas”; Versículo bíblico proposto.

Conceito-chave:
Deus é fiel, então eu posso confiar nas suas promessas. Salmo 145:13

Versículo-chave
“O Senhor é fiel em todas as suas promessas e é bondoso em tudo o que faz.”

Preparação prévia
Prepare o seguinte: trilha sonora para “Promessas” e o versículo bíblico; (Quando as crianças chegarem, coloque uma música e estimule as crianças para também cantarem)

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história da Páscoa e como Deus protegeu o Seu Povo através do sangue do cordeiro. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão

Página 46 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (5 minutos)
Comunicador: Olá! Bem-vindos ao Geração Futuro! Semana passada nós vimos como Deus enviou dez pragas sobre o Egito para forçar o Faraó libertar o povo de Israel do cativeiro. Alguém se lembra que pragas foram essas? Vamos lembrar de todas elas. (O rio Nilo se transformou em sangue, sapos, xxx, mosquitos, feridas, xxx, xxx, escuridão e então a morte dos primogênitos de todo o Egito, desde o filho do Faraó até o do mais humilde egípcio. E foi somente após isso, que, finalmente, o Faraó concordou em libertar o povo de Israel do cativeiro. Mas, não foi apenas o Faraó quem duvidou de Deus durante todas essas coisas. A Bíblia deixa claro que até os judeus sentiam dificuldade em confiar que Deus faria tudo o que havia dito. Ele havia prometido libertar Seu povo do cativeiro, mas a escravidão era tudo o que eles conheciam. Quando Moisés apareceu e iniciou com os prodígios contra o Faraó, e esse passou a punir o povo de Israel, fazendo-o trabalhar ainda mais, o povo de Israel duvidou que Deus cumpriria Suas promessas. Foi quando os acontecimentos daquela noite convenceram o Faraó e, provavelmente, apagaram qualquer dúvida que o povo de Israel pudesse ter. Isso era algo que eles lembrariam para sempre.

Ensino (20 minutos)
(Mostre a Lição 6 do vídeo “Tudo se encaixa” – Páscoa) (O roteiro seguinte é para ser usado se você quiser apresentar uma dramatização ao vivo ou caso queira ler para fixar a mensagem do vídeo. Pode ser que haja variação entre o que está sendo mostrado e o roteiro do vídeo) Elenco Narradora Zana Menino Arão Menina Tobias Moisés. Narradora: Vocês sabem da história de Moisés no Egito e das pragas que ele trouxe. Sabem também que no final, o filho do faraó faleceu, junto com todos os outros primogênitos do Egito. Agora, o que vocês não sabem é o que aconteceu naquela noite para que ocorressem todas aquelas mortes. Eu sei porque estava lá. Meu nome não é importante e minha história também não é encontrada nas Escrituras. E é assim que deve ser, pois Deus usou Moisés para fazer grandes coisas e ele é o personagem mais importante dessa história. Mas o que vocês devem descobrir é que havia milhares de nosso povo que passaram por essa experiência naquela noite. Escravo-(Imaginando) Será que Deus finalmente nos libertará após todo esse tempo? (A cena mostra uma casa israelense. Nós podemos ver uma mulher separando grãos e uma menina brincando.) Essa sou eu... (Um menino aparece de repente na porta)

Página 47 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Menino: Mamãe, mamãe! Narradora: ...a menina eu brinca com uma boneca. Menino: O papai está chegando! Arão e Moisés estão com ele. Zana: Graças a Deus, eles estão a salvo. Narradora: Esse é meu irmão, o primogênito de nossa família e esse é meu pai, um líder entre o nosso povo. (Tobias entra com Moisés e Arão. Zana e Tobias se abraçam) Tobias: Zana! Zana: Tobias! (Virando-se para Moisés.) Moisés, é um milagre que esteja vivo! Qualquer dia desses o Faraó vai se cansar de você e então será o fim! Tobias: Eu vi Moisés e Arão voltando do palácio do Faraó, trazendo notícias. Zana: Eu posso dizer, pela sua expressão, que ele não nos libertou e deixou ir embora. Tobias: Não, ele não nos deixou. Zana: Moisés, pare com isso. O Faraó nos odeia por tudo que lhe causamos. Ele nos punirá e nos fará trabalhar mais do que nunca. Menino: O que ele disse? Arão: Disse que nunca mais quer ver o rosto de Moisés e que, da próxima vez, ele será morto. Moisés: Ele não ouviu, exatamente como o Senhor disse que aconteceria. Zana: Moisés, por favor. Leve embora a

escuridão, assim como você fez com as outras pragas. Tobias: Zana! Zana: Não. Vamos acabar com isso! O Faraó nunca nos deixará sair do Egito. Talvez se você levar embora a escuridão e parar com tudo isso, ele nos perdoe e deixe de nos punir. Tobias: Zana, você não entende? O Senhor nos libertará. Moisés: Sim, Ele ouviu nossos pedidos de socorro e vai nos libertar. (Zana fica em silêncio) Tobias: Zana, você não acredita?... (Luzes na narradora) Narradora: A verdade é que ela, assim como muitos israelenses, não acreditava em Moisés quando ele dizia que Deus nos libertaria. Talvez parecesse muito bom para ser verdade ou, então, após ter vivido na miséria durante a vida inteira, ficasse difícil imaginar que as coisas pudessem mudar. Qualquer que fosse a razão, a verdade é que Deus havia enviado muitas coisas ruins sobre o Egito, e, mesmo assim, o Faraó não se dobrava. O que seria necessário para que ele nos libertasse? Moisés: Não importa, Zana. Você acreditará em breve. O Senhor falou comigo novamente. Menino: Ele falou? E o que disse dessa vez? Menina: Sim, conte para gente Moisés. Moisés: Ele enviará uma última praga sobre o Egito. Então o Faraó será derrotado e nos mandará para fora do Egito. Menina (esperançosa): Ele realmente fará

Página 48 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

isso desta vez? Menino: Sim. Ele fará? Tobias: Vocês verão, crianças. Arão (anunciando em voz alta): Deus matará todos os primogênitos do Egito. Zana: O quê? Moisés: Sim. Deus enviará uma praga de morte que varrerá as ruas. E cada primogênito do Egito morrerá, desde o filho do Faraó até o da mais humilde serva... Arão: E também o primogênito de todos os animais. Moisés: Isso será terrível. Haverá choro por todo o Egito, como nunca houve em todos os tempos. Quando o Sol nascer sobre o Egito todos os seus primogênitos estarão mortos. Zana: Não! (agarrando seu filho) Você não pode deixar que isso aconteça. Menina (em desespero): Meu irmão também vai morrer? Moisés: Não... Tobias: Zana não tenha medo! Arão: O Senhor nos protegerá! Ele é fiel! Zana (ainda assustada): Como? Como essa praga saberá diferenciar entre os filhos de Israel e os do Egito? Arão: Deus nos indicou o caminho. Tobias: Sim, o Senhor nos disse o que fazer. Ele nos protegerá. Moisés, conte-lhes

o que você me disse. (Moisés faz a mímica enquanto a narradora conta a história.) Narradora: Então Moisés nos disse o que fazer. Nunca me esquecerei do que ele disse naquela noite. “No décimo dia desse mês, cada família de Israel deve apanhar um cordeiro macho que esteja em perfeitas condições. Ao fim do décimo quarto dia, vocês devem sacrificar o cordeiro. Então, peguem os galhos de xxxx, mergulhem no sangue e espalhem o sangue nos umbrais da porta de entrada de cada casa. Moisés: Vocês devem fazer isso, disse o Senhor, porque nessa noite, Eu enviarei um destruidor sobre o Egito para abater todo primogênito, tanto homem quanto animal. Mas quando Eu vir o sangue na porta de entrada, passarei ao largo e não permitirei que o destruidor entre nessa casa para abater o seu primogênito. Narradora: Então vocês devem pegar o cordeiro cozinhá-lo e comê-lo com pão sem fermento, como uma comemoração, uma festa. Devem comer apressadamente, vestidos com suas roupas de viagem, prontos para partirem a qualquer momento. Moisés: Nesta noite o Senhor cumprirá com a Sua promessa. Ele nos salvará da praga da morte que passará pelas ruas do Egito e nos libertará do cativeiro de uma vez por todas. Arão, devemos ir e avisar aos demais líderes do nosso povo sobre o que devem fazer. Cada família pegará um cordeiro perfeito. Nós devemos estar prontos! (Moisés e Arão saem.) Menino: Pai, se nós fizermos isso... Se colocarmos o sangue do cordeiro na porta...

Página 49 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Menina: Deus, realmente, nos salvará? Menino: Sim, Ele nos manterá a salvo de... daquilo que irá acontecer? Tobias: Crianças, nós somos o povo de Deus e Ele é fiel. O Senhor sempre cumpriu com as promessas que nos fez e cumprirá novamente. Vocês verão e lembrarão disso para sempre. Deus disse que todo ano devemos fazer a mesma coisa. Isso será uma celebração, um dia sagrado. Toda Israel fará essa cerimônia. E nos anos que virão, quando seus filhos perguntarem: “Por que fazemos isso? O que significa essa cerimônia?”, vocês lhes responderão: “Isso é a celebração da Páscoa. Nós o fazemos para lembrar que Deus passou pelas casas do povo de Israel, no Egito, e nos libertou depois de abater seus primogênitos. Nós fazemos isso para nunca esquecermos do livramento de Deus”. Então vamos apanhar água fresca para a nossa refeição. (As crianças saem. Tobias começa.) Zana: Tobias. (pausa) É difícil crer, após todo esse tempo... mas eu vou acreditar no meu Senhor. Narradora: Aqueles dias que se passaram foram difíceis para nós, sabendo o que iria ocorrer. Mamãe estava se esforçando para ser forte diante de mim e do meu irmão, mas eu podia ver a dúvida nos olhos dela. No décimo dia, fizemos como o Senhor havia mandado: procuramos o cordeiro sadio entre o rebanho. Isso levou algum tempo. Embora nosso rebanho fosse sadio de doenças e distúrbios, que viraram praga entre os animais dos egípcios, ainda assim cada família hebréia no Egito também procurou um cordeiro. Mas, finalmente, nós achamos o escolhido.

(As crianças entram em casa com o cordeiro enrolado em um pano. Tobias entra com um punhado de galhos de xxxx e um pequeno pincel molhado em “sangue”. Ele espalha o sangue em cima e dos lados da porta de entrada da casa.) Ao fim do décimo quarto dia, papai matou o cordeiro. Ele pegou o galho de xxxx, mergulhou no sangue e espalhou em cima e dos lados da porta. Então, nós cozinhamos o cordeiro. Eu me lembro das horas passando, enquanto aguardávamos que o cordeiro cozinhasse, entendendo que cada minuto que passava, nos levava mais próximos da meia-noite e de tudo que sabíamos que iria acontecer. Finalmente o cordeiro ficou pronto, e nós o comemos rapidamente, fazendo uma breve pausa para refletirmos sobre a razão de comê-lo por inteiro. Tobias: É quase meia-noite e não devemos deixar nossa casa até o amanhecer. Zana: Crianças, é hora de dormir. Narradora: Mas nós aguardamos, pois ninguém conseguiria dormir naquela noite. Tudo estava em silêncio. Parecia que o Egito havia prendido a respiração, esperando quieto pelo que sabíamos que iria ocorrer. Os minutos pareciam horas. Então... começou. (Efeitos sonoros seqüenciados. O som do destruidor atravessando a cidade [vento] juntamente com os gritos dos egípcios quando descobriam o que estava acontecendo. Os efeitos sonoros se transformam em música quando Zana começa a cantar.) (Toque a música “Acredite, pois você verá” do CD “Tudo se encaixa”.) Zana: Durante muito tempo, eu fiquei com medo, pensando: “Ele está aqui?”.

Página 50 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Eu sonhei e orei para que Ele me libertasse. Mesmo assim, medo e dúvida aguardavam na minha porta. Deus, o Senhor disse que sempre estaria por perto. Ainda está aí? Narradora: Acredite, pois você verá Sua dúvida não muda quem Ele é Acredite, pois você verá Ele lhe ajudará na sua fraqueza Você sentirá a Sua força Você verá o Seu poder Você O verá durante essa noite e para sempre Acredite, pois você verá (Tobias olha para a rua. Moisés e Arão estão lá fora, como se quisessem acordar a todos) Tobias: Eu vejo a luz! Moisés: A noite já passou, meus amigos. O Senhor nos protegeu da forma como havia prometido. (Zana abraça seu filho. Tobias vê algo estranho fora do palco.) Tobias: Moisés. Aqueles que estão vindo não são os mensageiros do Faraó? Moisés: Sim. Arão, veja o que eles querem. (Arão sai do palco. Todos aguardam com ansiedade para ver o que vai acontecer. Arão retorna.) Arão: O Faraó está nos aguardando. Zana: Nessa manhã de luz, eu vejo que o

Senhor está sorrindo para mim. Sua graça é mais larga que o rio. Eu sei que o que Ele diz, Ele cumpre. (Arão e Moisés retornam, sussurram com alegria para Tobias, então saem. Tobias entra em casa) Tobias: Zana! (Pausa – todos aguardando ansiosos) O filho do Faraó está morto e ele disse: “Pegue o seu povo e vá embora.” Ele agora nos quer fora do Egito. Israel está livre. (Músicas são tocadas. Pessoas festejam. A Narradora e Zana cantam.) Narradora e Zana: Acredite, pois você verá Sua dúvida não muda quem Ele é Acredite, pois você verá Ele lhe ajudará na sua fraqueza Você sentirá a Sua força Você verá o Seu poder Você O verá durante essa noite e para sempre Acredite, pois você verá Narradora: Agora você também conhece parte da história do que ocorreu conosco naquela noite. Deus foi fiel com a Sua promessa de nos livrar. Nós apanhamos tudo o que tínhamos e deixamos o Egito naquela manhã. O que ocorreu então... Bem, essas são outras histórias que serão contadas por outras pessoas. Mas, agora, você sabe. Deus não apenas nos libertou da escravidão, como também nos salvou da morte naquela noite, com o sangue do cordeiro.

Página 51 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pós-ensino (10 minutos)
Comunicador: Deus salvou o povo de Israel da morte naquela noite, com o sangue do cordeiro. Ele não apenas nos salvou, mas também deixou para Seu povo uma importante cerimônia a ser realizada todo ano, para que nunca nos esqueçamos do que ocorreu naquela noite, que seria lembrado como: DEUS É FIEL E CUMPRE COM AS SUAS PROMESSAS. Quantos de vocês já ouviram falar da Páscoa? O que acabaram de ouvir é o que ela significa. A Páscoa celebra o cumprimento de duas promessas de Deus naquela noite. A primeira: salvar o povo de Israel da morte. Ele manteve a promessa. A segunda: libertar o povo de Israel do cativeiro de 430 anos. Ele também o fez. Deus deixou para o povo de Israel a cerimônia da Páscoa para que lembrasse que Ele cumpre com as Suas promessas, e que PODEMOS CONTAR COM ELE PARA O CUMPRIMENTO DE TODAS AS PROMESSAS PARA NÓS, HOJE. Deixem-me mostrar nosso versículo bíblico de hoje. (Mostre o versículo bíblico proposto – Salmo 145:13) Hoje, no Pequeno Grupo, você vai conversar sobre algumas promessas que Deus lhe fez.

Oração
Querido Deus, Obrigado por ser fiel e por sempre cumprir com as Suas promessas. Ajude-nos a lembrar que nós também podemos confiar no Senhor. Amém. (Divida em pequenos grupos. Coloque a mesma música da chegada das crianças.)

Página 52 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 7
UNIDADE 3

A páscoa continua: é mensagem de Salvação

Vivendo sua fé

História bíblica
Êxodo 12:1-42; João 19. Quando Faraó recusou libertar os israelitas da escravidão, mesmo depois das nove pragas, Deus mandou uma última praga, para que todo primogênito, homem ou animal, fosse morto. Deus ordenou a todas as famílias israelitas que sacrificassem um cordeiro e, com o seu sangue, pintassem o portal des suas casas. Os israelitas que obedeceram a Deus foram livrados da morte. Por causa do sangue do cordeiro, no Novo Testamento esse sacrifício foi substituído pelo de Jesus, o Cordeiro de Deus. Cristo morreu na cruz e ressuscitou ao terceiro dia, vencendo o pecado e a morte. Jesus tomou o nosso lugar na cruz, para que nós tivéssemos vida eterna. Agora, só temos que confiar Nele e aceitar Seu presente de vida eterna para começar um relacionamento com Cristo.

que podem aceitar o perdão de Deus, confiar em Jesus, e escolher segui-lO. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que, através de Jesus, é possível Deus salvá-las da morte eterna e perdoar seus pecados. E AGORA? (PG): As crianças ouvirão do seu líder de Pequeno Grupo como ele se converteu e acompanharão o resumo do que aprenderam no Grande Grupo.

Lição espiritual
Entendendo a Graça.

Pessoal necessário
Comunicadores / Apresentadores

Conceito-chave:

Material necessário
Som; “A” cartaz; “D” cartaz; “C” cartaz; Cartaz de Corrente; Pedra do túmulo (cartaz); Cartaz do coração; Cartaz da faca e do prego; Cartaz do cordeiro; Cartaz do visto; Cartaz da pessoa; Cartaz do versículo bíblico; Cartaz do portal da porta; Cartaz da cruz.

Deus é um Deus de amor e perdão, e eu posso escolhê-lo para ser meu amigo pra sempre.

Versículochave

“Porque Deus amoutanto o mundo que deu Seu Único Filho para todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão como a passagem do cordeiro foi trocada por Jesus, o sacrifício perfeito. Elas entenderão

Página 53 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação prévia
Prepare 12 cartazes: um para a letra da música “Então Você Verá”, um com o versículo, cada um das três letras A, C e D desenhadas, e sete com ilustrações ampliadas das páginas 57,58,59 e 61. O tamanho da sua ilustração vai depender do número de crianças do seu grupo (um grande grupo se beneficiará de uma ilustração maior). Depois projete a ilustração em “E.V.A.” ou “Cartaz grande” e trace o modelo. Se o tempo e os recursos permitirem, talvez seja melhor você preparar dois cartazes, um para cada líder. Faça um “Portal de Passagem” (com sangue nos lados e em cima) com um

grande pedação de “Papel jornal” ou “papel madeira”. Faça o mesmo para a cruz. (quanto maior, melhor. Do tamanho real, se possível). Essa lição contém um grande número de informações e dicas que permitem à criança uma visão bem realística. Compartilhe com a sua igreja, que essa é “Uma Semana de Salvação” no grupo verde, crianças de 9 a 11 anos, e peça que ela esteja em oração. Não esqueça de comunicar o resultado à igreja, na semana posterior a esse evento. Depois do momento do Pequeno Grupo, as crianças voltarão ao Grande Grupo para um momento de louvor e celebração. Esteja pronto para cantar com elas várias canções de louvor.

Ensino (25 minutos)
Dica de Ensino:
ensinar essa lição com a participação do grupo trará maior variedade. Dessa forma, ela não apresentará tantas informações difíceis de aprender. (Enquanto as crianças chegam, toque a música de entrada) que aprendemos semana passada. A outra, é algo que aconteceu, depois de um tempo, na Palavra de Deus. Como você verá, elas têm bastante em comum. (apresentador 1 vai para a frente e apresentador 2 para o fundo da sala) Apresentador 1: Agora nós vamos começar o resumo da passagem. Nessa história Deus enviou a décima praga, para tirar a vida de todos os primogênitos do Egito. Por Seu grande amor, Deus preocupou-se em proteger os israelitas e providenciou uma maneira de salvar seus primogênitos da morte. Ele ordenou que os israelitas escolhessem um cordeiro limpo e sem nenhum defeito, e o sacrificassem. Depois, tirassem o sangue e, com este, pintassem o umbral de suas portas. Dessa forma, quando o anjo da morte passasse sobre o Egito, reconheceria os israelitas por causa do sangue no portal, evitaria suas casas e seus primogênitos seriam salvos da morte.

Apresentador 1: (do centro do corredor) Bem-vindos ao Geração Futuro! Semana passada aprendemos o que aconteceu na passagem do anjo e como Deus salvou os primogênitos dos israelitas da morte, com o sangue do cordeiro. Hoje, aprenderemos que essa história não se encerrou naquela noite, e como os planos são grandes a ponto de encaixar a história de antigamente e a nossa em uma só. Apresentador 2: Hoje nós falaremos sobre uma outra narrativa. Talvez já ouviram essas histórias, mas nós queremos lhes fornecer novas informações. Uma delas é o resumo da história da passagem do anjo,

Página 54 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Esta passagem é um dos fatos mais importantes do Velho Testamento, porque nela Deus livrou Seu povo da morte e da escravidão eterna. Mas, por que Deus escolheu assim? Por que o povo precisava colocar o sangue de um cordeiro perfeito em suas portas? Você não acha que Deus saberia a diferença entre a casa de um egípcio e a de um israelita sem precisar colocar sangue no portal? Claro que sim! Então, por que escolheu fazer dessa maneira? Responderemos a essas perguntas daqui a pouco. Apresentador 2: (do fundo da sala) Nossa próxima história começa anos após a passagem do anjo. Mas nem por isso o relacionamento dos israelitas com o Senhor tinha melhorado... continuava igual ao que Caim mantinha com Deus. Mesmo assim, Deus amava a todos e queria estabelecer um relacionamento com cada um. Ele sabia que nós continuaríamos a desobedecê-lO por causa do nosso pecado. Sendo assim, jamais manteríamos com Deus um bom e saudável relacionamento. Acontece que Deus nos ama tanto que, através de tão grande amor, Ele nos preparou um caminho pelo qual poderíamos restabelecer o relacionamento com Ele. Deus já tinha planejado tudo desde o início. Ele decidiu que um sacrifício perfeito seria o bastante. Como acontecera com o cordeiro da passagem que vimos, Jesus foi sacrificado pelo meu e pelo seu pecado. Dessa forma, nós poderíamos ter um relacionamento com Deus como Ele sempre quis. E foi assim que fez: providenciou o sacrifício perfeito de Seu próprio Filho, que passou por uma morte horrível, crucificado em uma cruz, para pagar pelos pecados de cada um de nós. Jesus, pelo Seu grande amor, apesar de não merecer isso, se submeteu por vontade própria e, dessa maneira, Ele nos livrou do pecado e nos

salvou da morte eterna. A isto chamamos de Salvação. Preste atenção neste versículo. (Mostre o versículo bíblico) “Porque Deus amou tanto o mundo que deu Seu Único Filho para que todo aquele que Nele crê não pereça mas tenha a vida eterna”. João 3:16 Apresentador 2: Reflita um pouco sobre o que Deus vem fazendo na história para que as pessoas possam manter um relacionamento com Ele. Pense também no que Jesus fez. Deus assim planejou para que pessoas como eu e como você pudéssemos ter Jesus como amigo eterno e O aceitássemos como Senhor e Salvador, perdoando todos os nossos pecados. (Os dois apresentadores vão para o centro do corredor). Apresentador 1: Agora, nós acabamos de contar as duas histórias que prometemos no início da lição. A primeira foi sobre a passagem que foi providenciada para salvar o povo israelita. Apresentador 2: E a segunda foi sobre Jesus morrendo na cruz para pagar pelos nossos pecados. Assim, nós podemos viver para sempre com Deus, sendo seus amigos e recebendo o presente da salvação. Vocês vêem algo parecido entre as duas histórias? Em que elas diferem? (Veja a resposta e mostre-lhes em que elas se parecem) (Mostre o cartaz da corrente)

Página 55 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Apresentador 1: Nas duas histórias, as pessoas são escravas. Na história da passagem, o povo israelita estava sendo escravizado fisicamente e tinha pouquíssimo controle sobre suas vidas. Apresentador 2: Na história de Jesus, as pessoas em todo o mundo eram escravas do pecado. Nós não podíamos fazer as coisas que sabíamos Deus queria que fizéssemos, e não podíamos fazer nada a esse respeito, sem a Sua ajuda. (Mostre cartaz da pedra do túmulo)

Apresentador 1: Nessas duas histórias, Deus foi movido por Seu grande amor pelas pessoas, criando uma maneira de salvá-las da morte. Deus amava o povo israelita... Apresentador 2: ...E o mundo inteirinho, inclusive você e eu. (Mostre o cartaz da faca e do prego)

Apresentador 1: Nas duas histórias, as pessoas estavam frente à frente com a morte. Na história da passagem, os israelitas enfrentavam a praga da morte que poderia matar seus primogênitos. Apresentador 2: Na história de Jesus, o mundo inteiro, até mesmo eu e você, estávamos frente à morte eterna. A Bíblia fala sobre o tipo de morte em que você é separado de Deus para sempre, nesta vida e, depois, quando ela acabar e nós estivermos mortos fisicamente. A morte eterna nos condena ao afastamento de Deus. Jamais poderemos ser Seus amigos aqui na terra e não poderemos passar a eternidade com Ele no céu. Esse é o tipo de morte que estaríamos enfrentando para pagar o preço do nosso pecado. Mas, como você vê, Jesus morreu essa morte e pagou o preço por nós. (Mostre cartaz do coração)

Apresentador 1: Nas duas histórias, uma morte aconteceu. Na história da passagem do anjo da morte um cordeiro macho e sem defeito, precisou ser morto e o seu sangue salvou os primogênitos hebreus da praga da morte que atingiu o Egito. Apresentador 2: Na segunda história, nós vimos que a Bíblia se refere a Jesus como “o Cordeiro de Deus”, porque, como na história da passagem do anjo, o sangue de um cordeiro salvou os israelitas da praga da morte. O sangue de Jesus tem o poder de salvar o mundo inteiro, pois Ele foi perfeito e nunca pecou. Embora fosse um homem era o Filho de Deus e Seu sangue teve que ser derramado. Ele teve que morrer. A Bíblia diz que o Seu sacrifício tem poder para salvar o mundo inteiro, inclusive a mim e a você, da separação eterna de Deus. (Mostre cartaz do cordeiro)

Página 56 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

você fizer sua oração para Jesus, diga-lhe que admite ser um pecador, que precisa pedir perdão pelos seus erros, a fim de começar um relacionamento com Ele. Nós chamamos a isto de admitir o pecado. (Mostre cartaz do “A”) Apresentador 1: Nas duas histórias, as pessoas tiveram que tomar uma decisão. Na história da passagem do anjo, Deus não disse para os israelitas: “não se preocupem, Eu saberei a diferença entre vocês e os egípcios”. Os israelitas tiveram que escolher participar. Deus lhes deu instruções bem claras para serem seguidas: “Coloquem o sangue de um cordeiro perfeito no portal das suas casas” e os israelitas tiveram que escolher seguir ou não as instruções que Deus tinha lhes dado. Escolher não obedecer a Deus significaria a morte, pois o Senhor providenciou uma maneira de salvá-los, mas eles tiveram que escolher obedecê-lO. Apresentador 2: O mesmo acontece com a história de Jesus. As pessoas, inclusive você e eu, precisam aceitar o que Ele fez por nós, na cruz do Calvário. Deus providenciou uma maneira para que a morte de Jesus nos livrasse para sempre da separação eterna. Acontece que Ele também nos dá instruções bem claras para serem seguidas.

Admita que você é um pecador e peça para ser perdoado. Apresentador 2: Depois, você precisa dizer a Jesus que crê que Sua morte tem o poder de lhe dar vida eterna, livrando-o do castigo que nós merecemos! E a isto nós chamamos de crença. (Mostre cartaz do “C”)

(Mostre cartaz da marca de visto) Apresentador 1: Se você quer ser um seguidor de Jesus e começar um relacionamento com Ele, precisa fazer três coisas. A Bíblia é bem clara a esse respeito. Quando

Apresentador 1: A coisa a fazer é dizer para Deus que você decide aceitar o presente da salvação, que Ele oferece através do sacrifício de Jesus, a fim de que você tenha um relacionamento com Ele, agora e para sempre. Isto nós podemos chamar de “decisão”. (Mostre cartaz do “D”)

Página 57 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Apresentador 2: Se você não está pronto, não tem problema. Deus está sempre lhe esperando e você pode chegar até Ele a qualquer momento. Apresentador 1: Essa escolha que você só precisa fazer uma vez. Feita essa decisão, você será perdoado(a) e estará sempre com Deus. Isto não quer dizer que não terá mais pecado. Mas pelo grande amor de Deus, você não se sentirá bem e pedirá perdão toda vez que errar. E isso é como se Deus o limpasse de uma vez para sempre. Dessa forma, você passará a eternidade no céu com Ele. Apresentador 2: Se você já fez isso antes, não deve fazer de novo. Você foi perdoado e já tem um relacionamento com Deus. Se isso é verdade em sua vida, separe esse tempo para agradecer a Deus pelo que fez por você naquele dia. Apresentador 1: Agora eu vou orar e se você está pronto para tomar essa decisão, quero que repita em voz baixa essa oração. Querido Deus, Obrigado por nos amar tanto e providenciar uma maneira para que nós tivéssemos um relacionamento com o Senhor e passar a eternidade no céu ao seu lado. Eu admito, creio e decido segui-lO neste instante. Senhor Deus, reconheço que sou um(a) pecador(a) e quero lhe pedir perdão pelos meus pecados. Senhor Deus, eu creio que Jesus é seu único Filho e que Ele morreu na cruz para que meus pecados pudessem ser perdoados. Decido aceitar a salvação que vem através de Jesus e quero começar um relacionamento com o Senhor, a partir deste instante. Muito obrigado, Deus, por ouvir a minha oração e por me amar. Amém. Apresentador 1: Se você acaba de fazer esta oração pela primeira vez, precisa saber que Deus e seus anjos estão fazendo uma festa no céu porque você escolheu ter um

Você está decidindo começar um relacionamento com Deus. Segui-lO, obedecê-lO e aceitar Seu presente da salvação. Apresentador 2: É isso aí! Estas são as instruções “admitir-crer-decidir”. Apresentador 1: As semelhanças entre a história da passagem do anjo e o que Jesus fez por nós na cruz do Calvário não é mera coincidência. Deus sabe, desde o início, que nós precisamos de Jesus para sermos salvos dos nossos pecados e termos um relacionamento com Ele. Por isso, fez com que a passagem acontecesse do jeito que aconteceu... Apresentador 2: ...para que você perceba as semelhanças e saiba que precisa ser salvo por Jesus, assim como os israelitas foram salvos pelo sangue do cordeiro. Deus quer ter um relacionamento com você, agora e eternamente. Ele fez tudo isso para que você viesse a conhecê-lO e a aceitar, escolhendo segui-lO. Apresentador 2: Se você não decidiu ainda aceitar Jesus como seu Senhor e Salvador, nem tê-lO como amigo verdadeiro, em um instante nós estaremos lhe dando a oportunidade para fazer isso. Nós estaremos lhe dando a chance de admitir, crer e decidir segui-lO, mas antes, tem algumas coisas que você precisa saber. Apresentador 1: Você só deve fazer isso se entendeu o que ouviu hoje e se está pronto a tomar essa decisão. Não faça isso porque um amiguinho seu está fazendo. Esta é uma decisão que precisa ser tomada entre você e Deus.

Página 58 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

relacionamento com Ele. Isto é o que Deus quer de todos nós. Apresentador 2: Tem mais uma semelhança que eu quero lhe mostrar entre a passagem do anjo e a escolha que você acaba de tomar. (Mostre cartaz da pessoa) Apresentador 1: Nas duas histórias, Deus transformou vidas. Ele salvou os israelitas da praga da morte e os libertou da escravidão.

Apresentador 2: Se você fez essa decisão e orou conosco, acaba de iniciar um novo relacionamento com Deus, que, aos poucos, mudará sua vida. Verá que Deus sempre o estará acompanhando e você não se separará Dele. Estará no céu com Deus para sempre. (Divida agora em Pequenos Grupos. Toque a mesma música de quando as crianças entraram.) Depois da reunião de Pequenos Grupos, as crianças voltarão para o Grande Grupo para uma música de celebração.

Página 59 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Dica de
Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

As crianças muito provavelmente gostarão do clima divertido da l de transmitir a seriedade do

Lição 8
UNIDADE 3

Grandes Discípulos

Boaz

História bíblica
(Rute 2-4) Noemi e Rute retornaram a Belém, ambas viúvas e sem dinheiro. Noemi enviou Rute aos campos de um parente para recolher os restos de espigas dos ceifeiros. Quando Boaz viu Rute recolhendo espigas, não a expulsou, como outros proprietários teriam feito. Em vez disso, ele a tratou com gentileza. Na verdade, Boaz queria casar com Rute, mas a lei de Deus exigia que ele obtivesse permissão, se houvesse um parente mais próximo dela. Obtida a permissão, ele casou com Rute e ambos foram ascendentes importantes na genealogia de Davi e de Jesus.

suas vidas, não importa o que os outros façam ou digam. E AGORA? (PG): As crianças pensarão nas pessoas que as influenciam e refletirão sobre o possível impacto se seguirem a Deus e forem imitadas por essas pessoas.

Lição espiritual
Obediência

Pessoal necessário
Comunicador/apresentador/locutor, Boaz, Rute/Noemi, painel de 2 a 4 crianças previamente escolhidas.

Conceito-chave:
Deus é o número 1 e eu posso escolher segui-lo em primeiro lugar.

Versículochave

Material necessário:
Um CD com música animada; Um aparelho de CD; Material de apoio do Grande Discípulo de Deus; 5 cartazes (veja no tópico “Preparação prévia”); Material com versículos bíblicos; De 2 a 5 banquinhos ou cadeiras com três pernas apenas; 1 púlpito; Fita cassete com música de programa de auditório; Um relógio com o ponteiro dos segundos; Prêmios para os membros do painel, tais como chocolates, chicletes, balas, etc; Um marcador de pontos; Opcional: testemunhos em vídeo.

“Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei”. Deuteronomio 27 : 9-10

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Boaz e de como ele demonstrou devoção ao Senhor, dedicação ao próximo e obediência aos mandamentos de Deus. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus deve ser o número 1 em

Página 60 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ensino:

lição dessa semana e isso é muito bom. Lembrem-se, entretanto, s pontos principais da lição.

Preparação prévia
Prepare cinco cartazes. No primeiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus”. Nos três seguintes escreva: “Grandes Discípulos de Deus demonstram __________ devoção ao Senhor”, “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao _______”, “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção aos ___________”. E, finalmente, no último, copie o versículo bíblico; Arrume a sua sala para o jogo. Prepare as cadeiras ou os banquinhos para o painel (de

2 a 4, dependendo do número de crianças que você escolheu), o púlpito para o apresentador e uma cadeira para Boaz. Coloque os três cartazes com as frases incompletas no centro do palco, onde você possa mostrá-los um por um; Pendure o cartaz “Grandes Discípulos de Deus”; Caso você lembre das palavras do locutor ou do testemunho de Rute e Noemi, prepare cartazes com elas também; Escolha as crianças que farão parte do painel e explique as regras do jogo para elas.

Pré-Ensino (5 minutos)
(Na entrada das crianças, ponha o CD com música animada para recebê-las). (Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus”). Apresentador: Todos vocês são bemvindos ao Geração Futuro. Estamos felizes por estarem aqui hoje. O que vocês aprenderam na conexão de hoje? Preferem ser o líder ou o seguidor? (Espere a resposta). Pela primeira vez em suas vidas, vocês são os alunos mais velhos da escola. Os alunos da oitava série não se sentem bem por não estarem mais na primeira ou na segunda série? Digam-me o que há de bom em ser os alunos mais velhos da escola. (As crianças menores nos admiram, temos autoridade sobre elas, temos privilégios no uso das quadras, etc). Sendo os alunos mais velhos da escola, as outras crianças estão observando cada movimento de vocês para imitá-los e serem como os “garotos grandes”. O que fazem ou dizem influencia diretamente as outras crianças da escola. Vocês são os maiores

Página 61 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

alunos da escola e têm responsabilidade sobre esse fato porque as crianças menores copiam o que fazem. Muitos de vocês tomaram a decisão de caminhar com Deus. Alguns fizeram isso agora na semana passada. Vocês têm uma grande oportunidade – porque são os mais velhos – de demonstrar, com suas palavras e atitudes, o que realmente significa ser um cristão. Mas como você pode fazer isso? Pelas próximas quatro semanas, a começar de hoje, nós vamos ensiná-los a serem Grandes Discípulos de Deus. Se você quer realmente ser um Grande Discípulo de Deus, com letras maiúsculas, a primeira coisa que tem que saber é que

Deus é o número 1 e nós precisamos seguilO em primeiro lugar. Não lhe parece certo? Se você é um dos alunos mais velhos da escola as crianças devem aprender a segui-lo, certo? Deus nos ensina na Bíblia que antes de querermos que as pessoas nos sigam, nós devemos aprender a segui-Lo em primeiro lugar, pois Ele é o nosso Mestre. Vamos aprender como seguirmos a Deus em primeiro lugar, conhecendo alguns dos Grandes Discípulos de Deus no Velho Testamento. O primeiro se chama Boaz. Sua história se encontra no pequeno livro de Rute, no Velho Testamento, e há três coisas que ele nos mostra sobre como ser um Grande Discípulo de Deus. Vamos ouvir a história de Boaz.

Ensino (25 minutos)
Locutor: Esse é o jogo onde os Grandes As crianças muito Discípulos de Deus da provavelmente gosta- Bíblia ficam diante de rão do clima divertido você. Ouçam _____ da lição dessa semana (nome do apresentae isso é muito bom. dor), o seu apresentaLembrem-se, entre- dor! tanto, de transmitir a seriedade dos pontos Apresentador: Bemprincipais da lição. vindos ao jogo dos

Dica de Ensino:

Grandes Discípulos de Deus. Eu estarei orientando vocês na brincadeira de hoje. Agora dêem as boasvindas aos integrantes do nosso painel (leia os nomes das crianças selecionadas). (Ponha música de programa de auditório enquanto as crianças entram). Os integrantes do painel já foram instruídos com antecedência sobre as regras, mas vejamos novamente como o jogo acontece.

Num determinado momento, os componentes do painel conhecerão um Grande Discípulo de Deus, na Bíblia. Esse Grande Discípulo tem três lições de vida que podem nos ajudar a sermos também Grandes Discípulos. No final de cada rodada, nós revelaremos uma dessas lições para os componentes do painel em forma de frase. Essa, porém, estará incompleta, pois algumas palavras serão omitidas. Os componentes do painel terão um minuto em cada rodada para completar a frase revelando assim a lição do Grande Discípulo contida nela. Para descobrir as palavras que faltam, eles devem fazer perguntas sobre o Grande Discípulo da rodada, mas as respostas só podem ser “sim” ou “não”. Se ainda assim eles não conseguirem descobrir as palavras, não se preocupe, já que poderão pedir uma pista. Em cada rodada, porém, somente uma pista será dada para ajudá-los a descobrir a lição do Grande Discípulo. Que entre, então, o nosso convidado.

Página 62 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Locutor: O Grande Discípulo de hoje é Boaz. Ele é um fazendeiro pouco conhecido, do tempo em que os juízes governavam os israelitas. Seus passatempos favoritos são desbravar novas trilhas e acampar ao ar livre. Vamos ouvir o próprio Boaz. (Ponha música de auditório enquanto Boaz entra). Apresentador: Seja bem-vindo, Boaz. Diga “oi” para o nosso painel de Grandes Discípulos de Deus. Boaz: Oi, pessoal. Apresentador: As lições do Grande Discípulo de hoje nos ensinarão o que é necessário para sermos um Grande Discípulo de Deus que segue ao Senhor em primeiro lugar. Vamos começar a rodada inicial com a primeira lição que vocês devem descobrir.

redor não faziam o mesmo. Podemos dizer que ele demonstrou __________ devoção ao Senhor. Dirija-se ao painel: “Vocês têm um minuto para fazer perguntas ao Boaz (Responda sim ou não). Quem fará a primeira pergunta?” (Tempo para a pergunta: 50 segundos) (Se o pessoal do painel acertar a palavra, preencha o espaço em branco na frase. Se houver dificuldade, lembre às crianças que podem pedir uma pista. A pista da primeira rodada é a seguinte: “Nunca aceite uma cédula de dinheiro falsa. Só aceite se não for falsa”. Quando acabar o tempo, revele a palavra correta preenchendo o espaço vazio e anuncie o prêmio). Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Parabéns, pessoal do painel! Vocês descobriram a nossa primeira lição do Grande Discípulo de Deus. “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao Senhor”. Vejam o que vocês ganharam! Locutor: Cada um de vocês ganhou... Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Sinto muito, painel. Vocês não tiveram sorte dessa vez, mas certamente terão na próxima rodada. A primeira lição do Grande Discípulo é: “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao Senhor”. Você venceu o nosso painel nessa rodada, Boaz. Parabéns! E isso lhe dá direito a um prêmio. Boaz: Ótimo! Apresentador: Veja só o que você ganhou! Locutor: Boaz, você acaba de ganhar...

Rodada nº 1
(Mostre o primeiro cartaz) “Grandes Discípulos de Deus demonstram ___________ devoção ao Senhor”. Apresentador: Muito bem. A primeira rodada começa com algumas informações sobre Boaz. Escutem com atenção vocês do painel. Boaz era um israelita que viveu num tempo em que o povo de Israel não estava seguindo a Deus. Havia líderes em Israel, chamados juízes, mas os que governavam na época de Boaz não eram bons seguidores de Deus. A maioria das pessoas seguia seu mau exemplo e também não era boa seguidora, vivendo em pecado. As pessoas eram totalmente desobedientes a Deus e até começaram a adorar falsos deuses e estátuas. Boaz, entretanto, não agiu assim. Ele seguiu a Deus mesmo quando todos ao seu

Página 63 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Boaz: Valeu!

Sugestão pedagógica nº 1
(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao Senhor”). Comunicador (saindo do papel de apresentador): Verdadeira devoção ao Senhor. Alguém tem idéia do que isso significa? (Espere a resposta das crianças). Verdadeira significa real, autêntica, de coração. E devoção é amor com compromisso, com lealdade. Então, estamos falando de um amor autêntico, com compromisso e lealdade a Deus, nosso Senhor. Boaz viveu numa época em que as pessoas faziam tudo que queriam. Mas ele se manteve em devoção verdadeira a Deus, porque sabia que Ele é o número 1. Para nós, devoção verdadeira significa a mesma coisa: ter um relacionamento com Deus, saber que Ele é o número 1 e escolher segui-lO em primeiro lugar. Como podemos demonstrar verdadeira devoção a Deus? (Deixe as crianças responderem, mas lembre-se de enfatizar os seguintes hábitos: orar e conversar com Deus, ler a Bíblia e praticar seus ensinamentos, ir à igreja para aprender mais sobre Deus, aproximar-se de outros Grandes Discípulos que também estão seguindo a Deus em primeiro lugar e ser um seguidor de Deus mesmo nas situações mais difíceis). Mostrar verdadeira devoção ao Senhor... Eis uma ótima maneira de seguilO em primeiro lugar.

primeira rodada. Agora, na segunda, teremos uma nova frase sobre o “seguir em primeiro lugar”. “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao ________”. Vamos lá! A segunda rodada começa com Rute nos dando mais informações sobre Boaz. No começo de nossa história, ela era uma viúva, mas acabou casando com Boaz. Ouça com atenção! Dica opcional: Se o testemunho em vídeo estiver preparado, mostre-o agora. Rute: Oi, Boaz! Oi, pessoal do painel! Eu vou lhes contar algumas coisas sobre Boaz nessa segunda rodada. Noemi e eu estávamos sem um centavo. Ela era minha sogra e nós morávamos juntas em Belém depois que o meu marido morreu. Estávamos ambas viúvas e, naquele tempo, ficar sem marido era algo mais terrível ainda do que hoje em dia. Mas havia uma lei que nos ajudava a conseguir comida. Quando os fazendeiros enviavam seus empregados para a colheita, eles tinham que deixar no chão todas as espigas que por acaso caíssem, para que os pobres viessem apanhá-las e delas se alimentassem. Noemi tinha um parente, um fazendeiro chamado Boaz, e eu fui até a sua fazenda para recolher as espigas que caíssem durante a colheita. Entretanto, Boaz foi muito gentil. Quando eu caminhava atrás dos ceifeiros, recolhendo as espigas abandonadas, Boaz me viu e soube que eu era a nora de Noemi. Ele disse que eu poderia vir às suas terras e recolher espigas sempre que eu quisesse. Disse que daria ordens aos seus homens para não me incomodarem e que eu poderia, ainda, beber água nas jarras dos ceifeiros, sempre que tivesse sede. Vocês não imaginam o quanto isso foi bom para mim. Boaz era um homem rico e eu não era ninguém. Ele poderia ter me

Rodada nº 2
(Mostre o segundo cartaz) Apresentador: Muito bem pessoal do painel. Vocês fizeram um bom trabalho na

Página 64 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

expulsado dali, mas preferiu me ajudar. E isso não é tudo. Ele mandou os ceifeiros derrubarem mais espigas no campo, para que eu recolhesse um maior número delas. Ele também me convidou para jantar com ele e seus empregados naquela noite. Numa outra ocasião, ele me deu um saco extra de espigas, além do que eu já havia recolhido no campo. O ponto principal é que Boaz era, de verdade, um Grande Discípulo. Não porque fosse rico, mas por me ajudar e a qualquer um que precisasse de auxílio. Na verdade, Boaz e eu nos casamos, mas isso é uma outra história. Apresentador: Muito bem, painel. Este foi um grande testemunho de Rute sobre como Boaz sempre ajudou as outras pessoas, inclusive a ela mesma! Vocês podem começar a fazer perguntas a Boaz para ajudá-los a completar a lição da segunda rodada. (Boaz deve responder apenas sim ou não). (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, preencha os espaços em branco. Caso contrário, lembre às crianças que ainda podem pedir uma pista. A pista para a segunda rodada é: “A atendente de médico sempre usa essa palavra para chamar o paciente”. Quando o tempo terminar, mostre a frase completa e anuncie o prêmio). Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Bom trabalho, painel. Nossa segunda lição do Grande Discípulo é: “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao próximo”. Vejam os prêmios que vocês ganharam! Locutor: Cada um de vocês receberá uma caixinha de bombons de chocolate! Podem

ficar à vontade para saborear os bombons, mas só quando chegarem em casa. Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Ah, que pena! Vocês chegaram tão pertinho. Infelizmente chegar perto não é acertar, mas valeu a tentativa. Nossa segunda lição do Grande Discípulo era: “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao próximo”. Valeu, Boaz! Você hoje está demais. Veja o que ganhou nessa segunda rodada. Locutor: Boaz, você acaba de ganhar... Boaz: Valeu!

Sugestão Pedagógica nº 2
(Mostre o cartaz já completo: “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção ao próximo”). Comunicador: (saindo do papel de apresentador): Boaz demonstrou esta virtude muitas e muitas vezes. Tendo verdadeira devoção a Deus, ele demonstrava também o mesmo sentimento para com o próximo. Nessa história, como ele demonstrou devoção a Rute? (Deixe as crianças responderem. Depois, enfatize o seguinte: ele permitiu que ela ficasse em sua fazenda, prometeu protegê-la dos ceifeiros, deu-lhe comida extra, convidou-a para jantar e deu-lhe água). Ele não tinha obrigação de fazer isso. Fez porque tinha uma devoção verdadeira e ajudava as pessoas, independentemente das obrigações de um homem na sua posição. Para nós, demonstrar verdadeira devoção ao próximo significa fazer mais do que a nossa obrigação: ser amigo das pessoas, dar comida a quem tem fome e orar pelos outros. Para fazer isso, temos que pensar

Página 65 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

menos em nós mesmos e mais no próximo. Isso inclui pensar nas crianças menores, se elas precisarem de nossa ajuda. Então, uma segunda maneira de seguir a Deus é demonstrar verdadeira devoção ao próximo.

berto. Mas conhecia a lei e quis fazer as coisas da maneira certa, mesmo podendo ter desprezado a lei. Mas tem mais. Antes de conversar com o outro parente, Boaz reuniu alguns anciãos do seu povo para que testemunhassem a conversa. Boaz queria que eles estivessem presentes para que todos soubessem da decisão. Ele não precisava fazer aquilo, mas queria ter certeza de estar cumprindo a lei. Finalmente, o homem decidiu não casar com Rute, havendo testemunhas dessa decisão, o que deixou Boaz livre para casar com ela. Boaz admitiu que o outro homem tinha o direito de casar com Rute, mesmo querendo ele casar com ela. Boaz até reuniu testemunhas antes de falar com o outro parente, para que ninguém pudesse acusá-lo de ter enganado o homem, tirando-lhe a chance de casar com Rute. Ele sempre obedecia aos mandamentos de Deus e às leis do nosso povo por ser, realmente, um Grande Discípulo de Deus! Apresentador: Certo, painel. Noemi nos deu boas informações sobre como Boaz obedecia aos mandamentos de Deus e às leis do seu povo. Estamos chegando ao final da nossa última rodada, portanto, podem começar a fazer as perguntas (responda apenas sim ou não). Quem faz a primeira? (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, preencha corretamente o cartaz. Caso contrário, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. A pista da terceira rodada é a seguinte: “Um outro nome para as leis de Deus”. Esgotado o tempo, revele a palavra, preencha o cartaz e anuncie o prêmio) . Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Bom trabalho, painel! Vocês descobriram nossa última lição do

Rodada nº 3
(Mostre o terceiro cartaz) Apresentador: Muito bem, painel. Chegamos à terceira e última rodada. Vamos lá! “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção aos ___________”. Esta rodada também começa com um testemunho. Então ouça mais um pouco da história de Boaz, agora contada por sua parenta Noemi. Dica opcional: Se o testemunho em vídeo estiver pronto, mostre-o agora. Noemi: Oi pessoal do painel! Bem, deixem-me falar sobre Boaz. Ele era meu parente mais próximo e a lei dizia que se uma viúva quisesse se casar novamente (e nós queríamos, pois estávamos sem um tostão), o parente mais próximo tinha o direito de casar com ela. Então eu falei para Rute: “Vá, apresente-se a Boaz e veja se ele quer casar com você”. Assim fez Rute. E, percebendo que Boaz se sentiu atraído por ela, já nem pensava mais em arranjar um marido mais jovem, pois ele queria casar com ela. Ouça o que ele disse: “É verdade que eu sou um parente próximo seu e de Noemi. Mas há um outro homem que é um parente mais próximo ainda do que eu e a lei diz que ele tem direitos sobre você. Então, eu falarei com ele e se não casar com você, eu caso”. Não é incrível? Ele poderia ter casado com ela e esse outro parente jamais teria desco-

Página 66 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Grande Discípulo: “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção aos mandamentos”. Um raciocínio tão rápido merece um prêmio. E qual é o prêmio, pessoal? Locutor: Atenção, painel. Cada um de vocês ganhou uma caixa de bombons selecionados, com os melhores sabores. Parabéns! Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Que pena, pessoal. Vocês se esforçaram, mas não conseguiram nessa última rodada. A última lição do Grande Discípulo era: “Grandes Discípulos demonstram verdadeira devoção aos mandamentos”. E isso significa que Boaz levou o grande prêmio! Boaz: Valeu! Apresentador: Certo, vamos acabar com o suspense. Locutor: Boaz, você acaba de ganhar um “Jogo do Grande Discípulo de Deus” para jogar em casa com a sua família! Eles vão se divertir a valer com o jogo mais popular do Geração Futuro.Chame a Rute, a Noemi e toda a sua família para participar do jogo do Grande Discípulo de Deus!

manda fazer. Nós fazemos coisas como: “É, já estou aqui na locadora mesmo, ninguém vai saber se eu alugar um filme para adultos ao invés de um infantil”. Ou: “Eu vou fumar só uma vez para ver como é que é, mas não vou ficar viciado”. Ou ainda: “Vou dar só uma olhadinha naquele site da Internet, mas não vou demorar. Meus pais não estão em casa, então ninguém jamais saberá”. Há inúmeras maneiras de tentarmos nos desviar dos ensinamentos da Bíblia, mas Grandes Discípulos de verdade mantêm a devoção aos mandamentos. Isso significa que não devemos nos desviar dos mandamentos e obedecê-los a qualquer preço. Boaz poderia ter casado com Rute sem pedir a permissão ao outro parente. Ele, porém, nem sequer tentou e foi falar com o homem que tinha direitos sobre Rute e tudo que era dela. Ele não forjou uma situação para que ninguém pudesse dizer que não tentou fazer a coisa certa. Boaz levou os anciãos e os líderes religiosos para presenciarem a conversa, pois tinha absoluta devoção aos mandamentos. Obedecê-los é a terceira forma de um Grande Discípulo seguir a Deus em primeiro lugar. (Retire o cartaz) Locutor: Bem, o nosso tempo acabou. Crianças do painel, obrigado pela participação, vocês foram ótimas! Nos encontraremos na próxima vez que jogarmos o jogo do Grande Discípulo de Deus. Até lá, sejam Grandes Discípulos de verdade. (Ponha música de programa de auditório para terminar)

Sugestão pedagógica nº 3
(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus demonstram verdadeira devoção aos mandamentos”). Comunicador: (saindo do papel de apresentador): Esta última lição é muito importante. Especialmente porque você e eu facilmente nos desviamos do que a Bíblia nos

Página 67 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pós-Ensino (5 minutos)
Comunicador: Quer ser um Grande Discípulo de Deus? Se você quer, de verdade, deve segui-lO em primeiro lugar e os três passos iniciais para fazer isso são: ter verdadeira devoção ao Senhor, ao próximo e aos mandamentos. Vamos dar uma olhada no nosso versículo dessa semana (Mostre o cartaz). “Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei”. Deuteronomio 27 : 9-10 Muitos de vocês já decidiram ter um relacionamento com o Senhor para se tornarem, como diz o versículo, povo de Deus. Mas alguns podem achar que ainda não estão prontos para um relacionamento com Deus porque ainda têm muitas dúvidas a serem esclarecidas. Não tem problema, mas essas pessoas devem procurar respostas para suas perguntas. Venham conversar comigo, que sou seu líder de Pequeno Grupo, ou com seus pais. Faça o que for necessário para tomar parte no povo de Deus, pois é isso que Ele deseja para você. Aqueles que já fizeram uma decisão precisam prestar atenção na segunda parte do versículo. Ela diz que devemos optar por seguir a Deus e obedecer aos Seus mandamentos. Só então começaremos a ser Grandes Discípulos de Deus, de verdade. Boaz era uma pessoa comum, como eu e você, mas decidiu Dica de Ensino: seguir a Deus mesmo Ponha pra tocar que ninguém mais o uma música que fizesse. E ele não fez tenha a ver isso porque queria ser com essa lição. um Grande Discípulo, e, sim, porque tinha devoção verdadeira a Deus, que o recompensou por suas escolhas certas, fazendo-o participante da genealogia de Jesus. Boaz é um dos tataravôs de Jesus e, por causa disso, será sempre lembrado. Ele é um verdadeiro Grande Discípulo de Deus do Velho Testamento. Então, se você quer ser um Grande Discípulo, comece escolhendo seguir a Deus em primeiro lugar.

Músicas
Utilize uma música contextualizada com a lição.

Oração
Querido Deus, obrigado por Grandes Discípulos como Boaz, que nos ensinam o que significa seguir ao Senhor em primeiro lugar. Por favor, nos ajude a lhe ter verdadeira devoção, ao próximo, e aos Seus mandamentos. Amém. (Dispense as crianças, tocando a mesma música da entrada.)

Página 68 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 9
UNIDADE 3

Grandes Discípulos

Gideão

História bíblica
(Juízes 6-7) Os midianitas oprimiam severamente os israelitas e destruíam a sua terra. Deus chamou a pessoa mais fraca de uma das famílias mais pobres de Israel para livrálos daqueles inimigos. Gideão, filho de Joás, foi o escolhido. Deus testou a confiança de Gideão no Senhor, reduzindo o seu exército de 32.000 para apenas 300 homens. Os 300 escolhidos, carregando cântaros, tochas e trombetas, deixaram em pânico todo o exército midianita, cujos soldados passaram a levantar a espada um contra o outro. Deus livrou Israel através da liderança e obediência de Gideão.

reflete o pensamento de um Grande ou de um Pequeno Discípulo de Deus.

Lição espiritual
Obediência

Pessoal necessário
Comunicador/apresentador/locutor, Joás, Gideão, Pura e um painel de 2 a 4 crianças previamente escolhidas.

Material necessário

Conceito-chave
Deus é plenamente confiável e eu posso escolher obedecê-lO.

Versículo-chave
“É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)

Objetivos
O QUE? (GG): As crianças conhecerão a história de como a obediência de Gideão – em uma circunstância incomum – tornou possível a miraculosa libertação dos israelitas. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus é plenamente digno de confiança, mesmo quando as Suas ordens parecem não fazer sentido. E AGORA? (PG): As crianças participarão de um jogo onde deverão pensar sobre coisas que sempre ouvem e dizer se isso

Um CD com música animada; Um aparelho de CD; Material de apoio do Grande Discípulo de Deus (da lição 8); Material com versículo bíblico; 4 cartazes (veja no tópico “Preparação prévia”); Fita cassete com música de programa de auditório (da lição 8); Prêmios para os componentes do painel; Um marcador de pontos; Um relógio com o ponteiro dos segundos; De 2 a 5 banquinhos ou cadeiras; 1 púlpito (de programa de auditório); Opcional: testemunhos em vídeo;

Preparação prévia

Faça quatro cartazes. Em um deles escreva: “Um Grande Discípulo _______ a Deus, mesmo quando se sente mais para ____ do que para _______”; em um outro, escreva: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ______

Página 69 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

parecem não fazer _______”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isso signifique não ficar no ________ da situação”. No último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o jogo. Arrume os banquinhos ou cadeiras para o painel (de 2 a 4, dependendo do número de crianças que

você tenha escolhido), o púlpito para o apresentador e uma cadeira para Gideão. Coloque os três cartazes com as frases incompletas no centro da sala, de modo que você possa mostrá-los um de cada vez; Opcional: testemunhos de Joás e Pura, em vídeo.

Pré-Ensino (10 minutos)
(Na entrada das crianças, ponha pra tocar uma música animada). (Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus”, da lição 8). Comunicador: Oi, pessoal! Bem-vindos ao Geração Futuro! Se há alguém aqui que está conosco pela primeira vez, sinta-se à vontade, pois estamos muito felizes com a sua presença. Na semana passada, iniciamos uma série que vai durar cinco semanas e que se chama Grandes Discípulos de Deus, porque vocês estão se tornando os alunos mais velhos em sua escola. Muitos de vocês são o irmão ou a irmã mais velha de suas famílias e têm influência sobre as crianças menores. Por isso estamos aprendendo a sermos Grandes Discípulos de Deus e usar essa influência a serviço do Senhor. De acordo com o que aprendemos na semana passada, o que fazem os Grandes Discípulos de Deus? (Seguem ao Senhor em primeiro lugar). Vamos começar com uma brincadeira. Eu vou lhes dar algumas ordens e quero que vocês obedeçam sem questionar. Se eu notar que alguém não obedeceu à minha ordem, essa pessoa sai da brincadeira e fica sentada por um tempo. Muito bem, vamos lá! (Ponha uma música animada pra tocar) De pé! Sentados! De pé! Sentados! De pé! Pulem sem tocar uns nos outros! Pulem em um pé só, sem tocar uns nos outros! Parem de pular! A metade de vocês, do lado esquerdo da sala, feche os olhos e faça careta! A outra metade, apenas olhe para eles! Todos vocês, batam palmas três vezes! A metade de vocês, do lado direito da sala, feche os olhos e imite um cachorro! Agora, a outra metade, olhe para eles! Todos, agora, olhando pra frente! Cumprimentem-me! Virem-se! Sentem-se, todos! (Pare a música) Nós falaremos sobre essa brincadeira um pouco mais tarde, pois ela tem a ver com o nosso assunto principal de hoje. (Mostre o versículo bíblico) “É preciso obedecer antes a Deus do que aos Homens” (Atos 5:29). Se você ainda não identificou, a nossa lição do Grande Discípulo de Deus de hoje é

Página 70 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

sobre a obediência. Algum de vocês já levou o seu cachorro para uma escola de treinamento? As pessoas levam seus animais para essas escolas a fim de que eles aprendam a identificar a voz do dono e a obedecer seus comandos.

Deus está querendo dar a nós, Grandes Discípulos, um treinamento de obediência através de Gideão, um Grande Discípulo do Velho Testamento.

Ensino (20 minutos)
Locutor: Esse é o jogo onde os Grandes Discípulos da Bíblia ficam diante de você. Ouçam ____ (nome do apresentador), o seu apresentador! Apresentador: Bem-vindos ao jogo dos verdadeiros discípulos, os Grandes Discípulos de Deus. Eu sou o seu apresentador e estarei lhes orientando nessa brincadeira de hoje. E agora, vamos dar as boas-vindas aos membros do nosso painel (leia os nomes das crianças selecionadas). (Ponha música de programa de auditório enquanto as crianças entram). Os integrantes do painel já foram instruídos com antecedência sobre as regras, mas vejamos novamente como o jogo acontece. Num determinado momento, os componentes do painel conhecerão um Grande Discípulo de Deus, na Bíblia. Esse Grande Discípulo tem três lições de vida que podem nos ajudar a sermos também Grandes Discípulos. No final de cada rodada, nós revelaremos uma dessas lições para os componentes do painel em forma de frase. Essa, porém, estará incompleta, pois algumas palavras serão omitidas. Os componentes do painel terão um minuto em cada rodada para completar a frase revelando assim a lição do Grande Discípulo contida nela. Para descobrir as palavras que faltam, eles devem fazer perguntas sobre o Grande Discípulo da rodada, mas as respostas só podem ser “sim” ou “não”. Se ainda assim eles não conseguirem descobrir as palavras, não se preocupe, já que poderão pedir uma pista. Em cada rodada, porém, somente uma pista será dada para ajudá-los a descobrir a lição do Grande Discípulo. Vamos aplaudir o nosso convidado especial de hoje! (aplauso) Locutor: O nosso Grande Discípulo de hoje é Gideão. Deus o escolheu para ser líder sobre Israel e conduzi-la numa batalha contra os midianitas, um de seus inimigos. (Ponha música de auditório enquanto Gideão entra). Apresentador: Seja muito bem-vindo, Gideão. Diga “olá” para o nosso painel de Grandes Discípulos de Deus. Gideão: Olá, pessoal! Apresentador: As lições do Grande Discípulo de hoje têm a ver com obediência. Vamos chamá-las, então, de lições de obediência. A rodada inicial já está começando, com a nossa primeira lição de obediência.

Rodada nº 1
(Mostre o primeiro cartaz). “Um Grande Discípulo _______ a Deus, mesmo quando se sente mais para ____ do que para _______”.

Página 71 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Apresentador: Muito bem! A primeira rodada começa com um testemunho. Ouçam com atenção, vocês do painel. Quem vai falar é Joás, o pai de Gideão. Gideão: Eu não acredito! Meu pai está aqui? (Se o testemunho em vídeo estiver pronto, mostre-o agora). Joás: Oi pessoal do painel. Aqui estão as informações que vocês precisam para descobrir a lição de obediência, pois já decorei essa história. Como vocês sabem, Gideão era apenas um fazendeiro. Mas no tempo em que os midianitas eram perigosos inimigos do nosso povo, Deus lhe apareceu, disse que ele seria o nosso líder e conduziria o exército israelita numa batalha contra os midianitas. O meu garoto! Isso não é incrível? Gideão me contou o que respondeu a Deus: “O quê? Está maluco?” Bem, ele não usou essas palavras com Deus, mas vocês entenderam como ele ficou surpreso. Gideão achava que não estava preparado para a tarefa e disse: “Senhor, como eu posso livrar Israel dos midianitas? Minha família é uma das mais pobres daqui e eu sou o filho mais jovem!” Deus, então, disse a Gideão que estaria com ele, mas nem assim o meu garoto se convenceu. Ele pediu a Deus uma prova, para certificar-se de que era mesmo o Senhor que estava lhe falando. Gideão disse: “Eu vou deixar um rolo de lã no chão durante a noite. Se, pela manhã, estiver molhado somente nele e o chão ao redor estiver seco, saberei que é, de fato, Deus”. E assim aconteceu. Mas Gideão ainda não estava convencido e pediu, como mais uma prova, que acontecesse exatamente o oposto. Na manhã seguinte, o rolo de lã estava seco e o chão molhado pelo orvalho. Gideão não estava se sentindo um Grande Discípulo, mas obedeceu a Deus assim mesmo.

Tchau, filho! Avise se for se atrasar para o jantar. Gideão: Tudo bem, pai! Apresentador: Muito bem, painel. De acordo com Joás, Gideão não estava muito seguro de ser um Grande Discípulo, mas, mesmo assim, ele fez o que Deus mandou. Vocês já têm as informações dadas por Joás. Agora, podem fazer as perguntas que os ajudarão a descobrir a primeira lição. Mas lembrem-se que Gideão só responderá “sim” ou “não”. Quem faz a primeira pergunta? (Tempo para a pergunta: 50 segundos) (Se o pessoal do painel acertar as palavras, preencha o cartaz corretamente. Se tiverem dificuldade, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. E a pista da primeira rodada é a seguinte: “Branca de Neve conhecia vários deles”. Quando acabar o tempo, revele a palavra correta preenchendo o espaço vazio e anuncie o prêmio). Se o painel acertar as palavras: Apresentador: Excelente, pessoal! Vocês descobriram a primeira lição de obediência do Grande Discípulo Gideão. “Um Grande Discípulo obedece a Deus, mesmo quando se sente mais para anão do que para gigante”. Parabéns! O nosso locutor vai anunciar os prêmios dessa rodada. Locutor: Cada um de vocês ganhou... Se o painel não acertar as palavras: Apresentador: Boa tentativa, painel. Infelizmente, vocês não acertaram a primeira lição de obediência do Grande Discípulo Gideão. Mas eu tenho certeza de que acertarão a lição da segunda rodada. A resposta era: “Um Grande Discípulo obedece a Deus, mesmo quando se sente mais para anão do que para gigante”.

Página 72 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

E como o painel não acertou, o prêmio vai para Gideão! Gideão: Beleza! Locutor: Certo, Gideão! Você acaba de ganhar... Locutor: Gideão, você ganhou uma bicicleta. Com 10 marchas, freio à mão e pneus de borrachas, aqueles midianitas vão comer poeira na trilha dela.

deixou de fazer o que achava que era certo? Você já foi ridicularizado por outras pessoas? Todos nós nos sentimos inseguros de vez em quando. Já passei por isso muitas vezes. Mas a nossa primeira lição de obediência de hoje é que um Grande Discípulo obedece a Deus, mesmo quando se sente mais pra anão do que pra gigante. MESMO NOS SENTINDOS INSEGUROS E NÃO SABENDOS SE PODEMOS REALIZAR A TAREFA, DEVEMOS OBEDECER AO NOSSO DEUS, POIS PODEMOS CONFIAR QUE ELE SABE O QUE FAZ COM NOSSAS VIDAS.

Sugestão pedagógica nº 1
(Mostre o primeiro cartaz: “Um Grande Discípulo obedece a Deus, mesmo quando se sente mais para anão do que para gigante”). Comunicador (saindo do papel de apresentador): Um Grande Discípulo obedece a Deus, mesmo quando se sente mais para anão do que para gigante. Gideão era apenas um fazendeiro comum desempenhando suas atividades quando Deus lhe apareceu e ordenou que liderasse o Seu exército contra os poderosos midianitas, que não era uma força qualquer. Eles vinham derrotando Israel, batalha após batalha, nos últimos sete anos. Eram grandes e fortes, e Deus estava pedindo ao pequeno Gideão que liderasse Seu povo e lutasse contra eles. Gideão estava muito inseguro e não se sentia apto para essa tarefa. Quantos de vocês se sentiram estranhos, durante a brincadeira lá do início, porque as pessoas os estavam vendo fazerem coisas ridículas? Quantos de vocês nunca sentiram que uma tarefa era difícil demais para realizar? Todos já tiveram uma tarefa de casa, para a qual olharam e falaram assim: “Nem em duzentos anos eu consigo resolver essa tarefa. Mamãe, a senhora pode me ajudar com a tarefa de hoje?”. Alguma vez você já se deixou influenciar pelos outros e

Rodada nº 2
(Mostre o segundo cartaz) “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ______ parecem não fazer _______”. Apresentador: Muito bem, pessoal. Vocês se saíram muito bem na primeira rodada. Como podem ver, temos uma nova lição de obediência, na segunda rodada. E vamos começar com outro testemunho. Pura, empregado de Gideão, nos contará o resto da história sobre como Deus usou Gideão para derrotar os midianitas. Gideão: Pura, é você? Há quanto tempo não o vejo! Dica opcional: Se o testemunho em vídeo estiver preparado, mostre-o agora. Pura: Oi, Gideão! Sim, sou eu. Essas crianças querem que eu conte aquele lance dos soldados bebendo água, antes da batalha contra os midianitas. Deus fez algo realmente estranho, que, para nós, não fazia o menor sentido. Tínhamos cerca de 32.000 homens no nosso exército e os

Página 73 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

midianitas tinham uma força enorme, muito mais numerosa do que a nossa. Mas Deus disse a Gideão que diminuiria mais ainda nossos soldados! Agora sabemos que Ele fez isso para que, terminada a batalha, soubéssemos que o Senhor nos havia dado a vitória. Naquele momento, porém, não víamos o menor sentido em Suas ordens. Deus mandou Gideão dizer aos soldados que quem estivesse com medo poderia voltar para casa e 22.000 soldados voltaram, ou seja, dois terços do exército! Então o Senhor insistiu: “Ainda há muitos soldados. Leve-os para beber água. Todos os que se agacharem para beber a água devem ser dispensados. Você levará para a batalha somente aqueles que beberem a água levando as mãos à boca”. Apenas trezentos homens beberam a água levando as mãos à boca. Seriam, então, apenas trezentos de nós contra um exército enorme. Eu não conseguia entender, mas Gideão obedeceu a Deus, mesmo ficando com esse pequeno exército. E foi isso! Vocês querem que eu fale sobre as trombetas e os vasos? Apresentador: Não, Pura. Já ouvimos o suficiente para essa rodada. Obrigado! Gideão: Tchau, Pura! Apresentador: Muito bem, painel. De acordo com Pura, as instruções de Deus pareciam um pouco estranhas, mas, mesmo assim, Gideão obedeceu. Bem, vocês já têm as informações necessárias para essa rodada. Vamos às perguntas ao nosso convidado. Quem faz a primeira pergunta? (Gideão responde apenas “sim” ou “não”). (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar as palavras, complete a frase corretamente. Caso contrário, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma

pista. Na verdade, nessa segunda rodada teremos duas pistas. A primeira é: O que o sargento está dando ao soldado quando diz: “Direita, volver!”. A pista número dois é: “A audição, o tato, a visão, o olfato e o paladar são os cinco ________”. Quando o tempo terminar, mostre a frase completa e anuncie o prêmio). Se o painel acertar as palavras: Apresentador: Muito bem, painel. Vocês descobriram a lição de obediência da segunda rodada: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ordens parecem não fazer sentido”. Vamos aos prêmios! Locutor: Cada um de vocês receberá... Se o painel não acertar as palavras: Apresentador: Ah, que pena! Vocês não conseguiram acertar a segunda lição de obediência, mas estão indo bem. Desejo mais sucesso pra vocês na terceira rodada. A nossa segunda lição de obediência era: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ordens parecem não fazer sentido”. Valeu, Gideão! Você acaba de ganhar o prêmio da segunda rodada! Gideão: Beleza! Locutor: Gideão, você ganhou um.. Locutor: Gideão, você ganhou uma nota de R$ 50,00. Não gaste tudo em um só lugar!

Sugestão Pedagógica nº 2
(Mostre o cartaz já completo: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ordens parecem não fazer sentido”).

Página 74 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Comunicador (saindo do papel de apresentador): Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ordens parecem não fazer sentido. Quantos de vocês estranharam, no começo da lição de hoje, quando eu pedi que obedecessem aquelas ordens sem questionar? Quantos não queriam obedecer porque não estavam entendendo o objetivo das ordens? Quantos acharam que era uma coisa sem sentido e desistiram? O que aconteceu com Gideão foi algo parecido com isso, pois precisava obedecer a Deus, mesmo se sentindo inseguro. Ele não entendia o motivo pelo qual havia juntado todos aqueles homens e agora Deus estava mandando que fizesse umas coisas estranhas com eles, com o objetivo de mandar sua maioria de volta para casa. Agora compreendemos que o Senhor queria ter a certeza de que todos saberiam que o próprio Deus venceu a batalha, e não o exército israelita. Mas Gideão não sabia disso e apenas tinha que obedecer, mesmo que as ordens de Deus não fizessem sentido naquele instante. Às vezes, é difícil obedecermos a Deus quando não compreendemos as Suas ordens. No mundo de hoje, nós somos induzidos a fazer coisas que são exatamente o oposto do que Deus quer que façamos. Trapacear é apenas um exemplo. Há trapaças em todo lugar. Alguns adultos trapaceiam na hora de declarar o Imposto de Renda ou mesmo no trabalho. Muitas pessoas na televisão, ou no cinema, trapaceiam de um modo ou de outro com a maior tranqüilidade. Vocês provavelmente vêem muito disso na sua escola. De repente, pode não fazer sentido que Deus nos diga para não trapacearmos, quando o mundo todo acha que não tem problema. Mas, fazendo sentido ou não, se Deus nos diz, na Bíblia, que devemos obedecê-lO, é isso que faremos. Deus quer que nós O obedeçamos, mesmo

quando acharmos que Suas ordens não fazem sentido. O SENHOR QUER QUE CONFIEMOS NELE, SABENDO QUE DESEJA O MELHOR PARA NÓS. POR ISSO, PRECISAMOS OBEDECÊ-LO.

Rodada nº 3
(Mostre o terceiro cartaz) “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isso signifique não ficar no ________ da situação”. Apresentador: Vamos lá, pessoal do painel! Vocês estão indo muito bem até aqui. Esta é a terceira rodada com a última lição de obediência. E começaremos obtendo mais algumas informações sobre a batalha contra os midianitas. Se dependesse de Gideão, muito provavelmente, ele teria descido com os trezentos soldados e atacado os midianitas diretamente. Não é isso, Gideão? Gideão: É verdade. Apresentador: Com apenas trezentos soldados, todos achavam que não tinham a menor chance. Mas não era Gideão quem dava as ordens nessa batalha. Gostasse ele ou não, era Deus quem estava no comando. Gideão, conte-lhes o que aconteceu. Gideão: Deus mandou que nos dividíssemos em três grupos e cercássemos o exército midianita. Nós éramos muito fracos, se comparados a eles! Cada um de nós tinha uma trombeta e um vaso. Quando eu desse o sinal, tocaríamos as trombetas, quebraríamos os vasos e Deus faria o resto. Apresentador: E foi isso que aconteceu. Os midianitas simplesmente entraram em pânico ao se verem cercados. Eles ergueram suas espadas e fugiram correndo e gritan-

Página 75 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

do. Muitos deles, na fuga, mataram-se uns aos outros. Gideão: Eu não teria planejado desse jeito, mas o comando não estava nas minhas mãos. Deus nos deu a vitória sem que tivéssemos, sequer, que levantar nossas espadas. Apresentador: Certo, painel. Vocês já ouviram a última parte da história com todas as informações necessárias para esta rodada. Por favor, comecem as perguntas (Gideão responderá “sim” ou “não”). (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, complete a frase corretamente. Caso contrário, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. E aqui está a pista da terceira rodada: “O remoto nos ajuda quando assistimos a TV”. Esgotado o tempo, revele a palavra, preencha o cartaz e anuncie o prêmio). Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Muito bem, painel! Terminaram o jogo em grande estilo. Descobriram a terceira lição de obediência de Gideão: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isso signifique não ficar no controle da situação”. Vamos aos seus prêmios! Locutor: Atenção, painel. Cada um de vocês ganhou... Locutor: Painel, cada um de vocês ganhou uma barra de chocolate, recheado com leite caramelizado, flocos crocantes e coberto com delicioso chocolate Nestlé®. Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Ah, que pena! Vocês quase chegaram lá, mas infelizmente não descobriram a terceira lição de obediência, que era: “Grandes Discípulos obedecem a

Deus, mesmo que isso signifique não ficar no controle da situação”. Você venceu o nosso painel nessa rodada, Gideão! Parabéns, pois esse painel não é fácil de se derrotar. Gideão: É verdade. Obrigado! Apresentador: Locutor, diga a Gideão o que ele ganhou! Locutor: Parabéns Gideão. Você ganhou uma viagem com todas as despesas pagas para Midiã. Você e um acompanhante viajarão para o aeroporto de Midiã, onde um camelo os levará ao Hotel “Pedra e Areia”. Seis dias são seus nesse lugar cheio de areia, consideração promocional das Linhas Aéreas Midiã. Linhas Aéreas Midiã: Se é areia o que você quer, nós temos. Gideão: Que ótimo.

Sugestão pedagógica nº 3
(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isso signifique não ficar no controle da situação”). Líder (saindo do papel de apresentador): Os Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isso signifique não ficar no controle da situação. Gideão obedeceu quando se sentiu inseguro, quando não compreendeu, e até quando não estava no controle da situação. Pense nisso. O que você faria se fosse o líder e Deus o mandasse cercar a cidade com seu exército de apenas trezentos homens? Se você fosse um general, levaria calmamente trezentos soldados para combater o maior exército que já viu? Não. Mas Deus estava no controle. Se você decidisse atacar os midianitas,

Página 76 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

provavelmente o faria de modo silencioso e sorrateiro, para que tivesse alguma chance. Mas Deus não queria que Gideão fizesse isso. O Senhor queria que ele e seus homens levassem trombetas e vasos e os quebrassem, tocando as trombetas ao mesmo tempo. Não era exatamente um grande plano de batalha, certo? Mas Deus estava no controle. E o que aconteceu em seguida é uma das mais incríveis histórias narradas na Bíblia. Os midianitas ouviram os trezentos homens quebrando os vasos e tocando as trombetas e entraram em pânico. Eles ergueram suas espadas e, em seu desespero, feriram-se mortalmente uns aos outros. Gideão não estava no controle. Deus estava. Muitas vezes nós achamos que sabemos melhor do que Deus o modo como devemos fazer as coisas. Achamos que podemos assistir qualquer coisa na TV porque “isso

não vai nos afetar”. Nós gostamos de estar no controle e guiar os nossos próprios passos. Quantos de vocês não gostaram de fechar os olhos durante aquela brincadeira, lá no início? Quantos não gostaram do fato de eu ser o único a dar as ordens? Ninguém gosta de não estar no controle. Mas Deus quer que confiemos que Ele nos protege a ponto de lhe passarmos o controle e obedecê-lO. Gideão fez isso e nós também devemos fazer. Locutor: Bem, acabou o nosso tempo. Crianças, obrigado pela participação. Vocês se saíram muito bem! Nos veremos na próxima vez que jogarmos o “Jogo do Grande Discípulo de Deus”. Até lá, sejam, de verdade, Grandes Discípulos. (Ponha música de programa de auditório para terminar)

Pós-Ensino (5 minutos)
Comunicador: Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando se sentem inseguros, não compreendem e têm que abrir mão do controle da situação. Por quê? Porque eles sabem que Deus é plenamente digno de confiança. Ele cuida de tudo e, como diz o nosso versículo, “antes importa obedecer a Deus do que aos homens”. Gideão obedeceu a Deus antes de qualquer coisa e olhe o que aconteceu! Ele saiu da batalha sem nenhuma baixa no seu exército e os seus inimigos, os midianitas, foram derrotados. Deus tinha um plano o tempo todo e Gideão acertou ao decidir obedecer qualquer que fosse a circunstância. Como Grandes Discípulos de Deus, você e eu devemos tomar a mesma decisão. Imagine o que acontecerá se tivermos essa postura de obediência a Deus em nossa escola! As outras crianças perceberão a diferença e, por causa da influência que execermos sobre elas, certamente seguirão o nosso exemplo. Então, lembrem-se: Grandes Discípulos de Deus seguem ao Senhor em primeiro lugar e O obedecem a qualquer preço.

Músicas
Utilize uma música contextualizada com a lição.

Oração

Querido Deus, obrigado porque podemos confiar plenamente no Senhor. Ajuda-nos a lembrar que podemos obedecê-lO, mesmo quando acharmos que não somos capazes ou quando as Suas ordens parecerem não fazer sentido e ainda que isso signifique não ficarmos no controle da situação. Amém. (Dispense as crianças. Toque a mesma música da entrada).

Página 77 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 10
UNIDADE 3

Grandes Discípulos

Salomão

História bíblica
I Reis 3-6,11; II Crônicas 1-9. O jovem rei Salomão começou o seu reinado pedindo a Deus por sabedoria para reger e governar com justiça. Salomão buscou a Deus e somente a Ele para obter a Sua ajuda para governar e construir o templo do Senhor. A sabedoria de Salomão lhe deu riquezas e fama mundial. Mais tarde, no entanto, ele virou as costas para Deus e deu ouvido às suas esposas, muitas das quais havia recebiConceito-chave do ordens para não se casar. E porque não Deus sabe de tudo, andou mais na presenpor isso eu posso ir ça de Deus, lhe foi até Ele para pedir tirado o reino. por sabedoria.

Lição espiritual
Sabedoria

Pessoal necessário
Anfitrião/ Apresentador, BateSeba, Salomão/Comunicador, Painel (equipe composta de 2-4 crianças previamente escolhidas do público).

Material necessário
CD de música bem animada para a abertura; Equipamento de som com toca fitas e CD; Suportes com os letreiros do programa Grandes Discípulos de Deus (da Lição 8); 3 Suportes para os 3 cartazes do programa (veja no segmento “Preparação prévia”); Suporte para cartaz com a definição de Sabedoria (veja no segmento “Preparação prévia”); Suporte para o cartaz com o versículo bíblico; 2 a 5 tamboretes de três pernas ou cadeiras; 1 pódio ou palco; Fita cassete com música apropriada para o programa (da Lição 8); Cronômetro; Prêmios para os vencedores do jogo; Opcional: TV e vídeocassete, para testemunho gravado em vídeo.

Versículo-chave
“Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade, e lhe será concedida.” Tiago 1:5
Objetivos

O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de como o rei Salomão pediu a Deus por sabedoria, e como ele, mais tarde, virou as costas para o dom que recebera do Senhor. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus sabe de tudo, por isso, nós deveríamos buscar Sua sabedoria. E AGORA? (PG): As crianças brincarão de um jogo de cartas, cujo objetivo é descobrir de que maneira nós podemos nos tornar sábios através da sabedoria de Deus.

Preparação prévia
Confeccione cinco cartazes onde se possa ler o seguinte: “Os Grandes Discípulos de Deus ____________ por sabedoria.”

Página 78 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

“Os Grandes Discípulos de Deus sabem de onde __________ sabedoria.” “Os Grandes Discípulos de Deus _______ como ________ sabedoria.” “Inteligência é conhecer informação. Sabedoria é saber o que fazer com ela.” Versículo bíblico. (Coloque o CD com música bem animada à medida em que as crianças estão chegando, para servir de fundo musical enquanto elas estão se deslocando.) (Letreiros do Programa Grandes Discípulos de Deus) Comunicador: Oi, pessoal. Bem-vindos ao Geração Futuro. Meu nome é _____ e nós estamos felizes porque vocês estão aqui. Para quem está aqui pela primeira vez, estamos vivendo uma séria chamada “Os Grandes Discípulos de Deus”. Nós vamos aprender que vocês são pessoas que têm o poder de influenciar quem está ao seu redor. Alguns aqui estão cursando as séries avançadas de sua escola e os alunos mais jovens estão de olho em vocês. Mesmo que você não seja a criança mais velha de seu colégio, ainda assim pode exercer influência sobre quem está ao seu redor. Você pode influenciar as crianças mais jovens, seus amigos, até mesmo seus pais e professores. Assim como os Grandes Discípulos de Deus, nós queremos usar essa influência para glorificar ao Senhor. Nós já aprendemos que os Grandes Discípulos de Deus seguem primeiro (nós vimos isso com Boaz), obedecem ao Mestre (nós vimos isso com Gideão), e agora, nós vamos aprender sobre sabedoria. Alguém sabe o que é sabedoria? (Dê algum tempo para as respostas). A maioria de nós pensa que sabedoria é apenas ser esperto e inteligente. Mas não é só isso, há algo mais sobre sabedoria.

Prepare sua sala para o jogo conforme o que foi descrito na Lição 8. Opcional: Vídeo com o testemunho de Bate-Seba.

Dica de Ensino:
Você poderá convidar um membro da sua congregação que tem o dom espiritual da sabedoria, para que ele possa compartilhar um exemplo pessoal de como Deus lhe deu sabedoria quando ela foi necessária. Isso deve ser feito de maneira apropriada, a fim de que crianças de 9 a 11 anos possam compreender.

Pré-Ensino (5 minutos)
Escutem esta definição: Intelegência é ter informação, sabedoria é saber o que fazer com ela.

Sabedoria é conhecer a diferença entre o certo e o errado. Se você pretende se tornar um Grande Discípulo de Deus, com D maiúsculo, então precisa aprender, antes de tudo, como ser sábio. Mesmo que não se dê conta disso, saiba que as outras pessoas estão olhando e copiando o que você faz. Deixem-me dar um exemplo. Digamos que decida fumar. As outras crianças pensarão que é legal porque você faz isso, e de repente, um número enorme de crianças estará viciada em cigarro. Agora, se você sabia disso ou não, se tinha intenção ou não, teve o poder para influenciar aquelas crianças. Poderia ter sido de uma forma positiva (para Deus), em lugar disso, foi para encorajá-las a fumar.

Quando você está em uma posição de influência, não pode pensar apenas em si mesmo. Você precisa pensar sobre como as suas decisões afetam as outras pessoas. Para entender isso é necessário se ter sabedoria, e é sobre esse assunto que nós vamos falar hoje. Vamos dar uma olhada em outro Grande Discípulo de Deus, do Antigo Testamento, chamado Salomão e descobrir três formas pelas quais podemos nos tornar sábios discípulos de Deus.

Página 79 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ensino (20 minutos)
Apresentador: É hora do jogo Grandes Discípulos de Deus, onde os grandes personagens bíblicos estão face à face com vocês. Vamos ouvir o nosso anfitrião ____! Anfitrião: Bem-vindos ao jogo “GRANDES DISCÍPULOS DE DEUS”, onde os discípulos de Deus têm D maiúsculo. Sou ____, o seu anfitrião, e vou estar lhes conduzindo através do programa de hoje! E agora, ajudem-me a receber a nossa equipe/painel (liste os nomes). (Toque a música do programa, à medida que as crianças entram.) A equipe recebeu, com antecedência, um breve resumo das regras, mas, para seu próprio benefício, aqui está como o jogo funciona. Em um instante a equipe encontrará um Grande Discípulo de Deus da Bíblia. Este personagem bíblico tem três lições a serem extraídas de sua vida que podem ajudar a nos tornarmos também Grandes Discípulos de Deus. Ao final de cada rodada, nós vamos revelar uma dessas lições à equipe em forma de uma frase, na qual, contudo, faltarão algumas palavras. A equipe terá um minuto em cada rodada para completar a frase, descobrindo assim uma das lições dos Grandes Discípulos de Deus. A equipe poderá fazer isso apenas fazendo perguntas para o convidado especial (no caso, o personagem bíblico), que responderá “sim” ou “não”. Mas não se preocupem. Se a equipe tiver problemas em identificar a resposta, pode pedir uma dica. Haverá apenas uma dica em cada rodada, para ajudá-los a descobrir a lição extraída da vida desse personagem bíblico. Vamos receber o nosso convidado especial. Apresentador: Hoje, o Grande Discípulo de Deus é Salomão, que era filho de Davi e se tornou rei de Israel. Ele é conhecido por sua grande sabedoria e é autor de livros na Bíblia tais como Eclesiastes e a maior parte de Provérbios. Vamos dar as boas-vindas a Salomão! (Toque a música do programa à medida que Salomão entra) Anfitrião: Bem-vindo, Salomão. Não quero embaraçá-lo, mas gostaria de dar à nossa equipe um pouco mais de informação a seu respeito. Salomão: De maneira nenhuma. Fique à vontade. Anfitrião: Obrigado. Pessoal, a história de Salomão é mais rica do que o que ouviremos hoje. Nós vamos estar apenas arranhando a superfície. Uma boa maneira de aprender mais a respeito dele, por vocês mesmos, é começar a ler, na Bíblia, o livro de I Reis. É uma leitura incrível. Assim como falamos, Salomão era filho de Davi e Bate-Seba. Ele assumiu a liderança de Israel quando ainda era muito jovem e isso foi muito difícil. No auge dessa dificuldade, ele teve que encarar tremendos desafios. Seu maior e mais conhecido desafio foi que Deus escolheu Salomão para construir o templo, uma construção que se tornaria o local de adoração ao Senhor. Era um projeto enorme! Muito bem, já foi dito o suficiente. Salomão, diga “oi” para a nossa equipe. Salomão: Oi, pessoal! Anfitrião: As lições dos Grandes Discípulos de Deus de hoje tem a ver com sabedoria, porque um Grande Discípulo de Deus é um discípulo sábio. Vamos para a rodada de abertura. Aqui está a primeira peça do quebra-cabeça para vocês decifrarem.

Página 80 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Rodada nº 1
(Mostre o cartaz de número 1.) “Os Grandes Discípulos de Deus___________ por sabedoria.” Anfitrião: Certo. A primeira rodada começa com um testemunho! Escutem com atenção (dirigindo-se à equipe), pois este é o testemunho de Bate-Seba, mãe de Salomão. Quando chegou o tempo de Davi passar a coroa, foi ela quem promoveu o nome do filho para a sucessão, ainda que ele não fosse o mais próximo na linha de sucessão. Aqui vamos nós. Salomão: Oi, mãe. (Se o testemunho foi gravado em vídeo, mostre-o agora.) Bate-seba: Oi, filho. Olá pessoal da equipe dos Grandes Discípulos de Deus. Meu nome é Bate-Seba. E essa história é para lhes dar uma dica para o quebracabeça dessa primeira rodada. Portanto, vamos ao trabalho. Salomão é meu filho. Antes de morrer, Davi fez de Salomão Rei de Israel. O Senhor estava contente com Salomão, por isso veio até ele e disse: “Salomão, peça-me o que você quiser e Eu lhe darei.” Podem imaginar Deus vindo até vocês e dizendo algo assim? Salomão poderia ter pedido qualquer coisa: riquezas, vida longa, vingança sobre os seus inimigos... O que ele quisesse. Ele pediu... por sabedoria. Que coisa mais sem graça, hein? Não estejam tão certos quanto a isso. Salomão disse para Deus: “O Senhor já tem sido muito bom para comigo, porque me fez rei no lugar de Davi, meu pai. Mas eu sou muito jovem e reco-

nheço que não sei a melhor forma de liderar os israelitas. Portanto, me dê um coração sábio, me ajude a influenciar Seu povo e a distinguir entre o certo e o errado.” Deus ficou muito feliz com o pedido de Salomão, o qual não desejou dinheiro, vida longa ou qualquer coisa parecida. Deus disse: “Eu encherei seu coração de sabedoria, de maneira que você será o homem mais sábio que jamais existiu. Contudo, também lhe darei tudo aquilo que não me pediu – riquezas e honra – de maneira que, enquanto viver, você será o maior de todos os reis.” Tanta coisa que Salomão poderia ter pedido... e ele pediu por sabedoria. Vocês (dirigindo-se à equipe) fariam o mesmo? Anfitrião: Testemunho emocionante o de Bate-Seba. Muito bem, pessoal! Vocês têm a informação que precisam a partir do testemunho de Bate-Seba. Vamos às perguntas para Salomão, do tipo “sim” ou “não”, que os ajudarão a descobrirem a solução do nosso quebra-cabeça da primeira rodada. Começando com _________, já! (Tempo para as perguntas: 50 segundos) (Se a equipe acertar a resposta correta, complete o espaço em branco. Se as crianças estiverem confusas, lembre-as de que podem pedir uma dica. A dica para essa primeira rodada é: “Se você faz isso quando quer alguma coisa, seus pais provavelmente não gostam.” Quando o tempo acabar, revele a resposta completando o espaço em brancoe anuncie o prêmio.) Enredo 1 – Equipe soluciona o quebracabeça Anfitrião: Nada mal, pessoal, nada mal. Essa foi boa para lhes aquecer. “Grandes Discípulos de Deus pedem por sabedoria.”

Página 81 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Apresentador, diga à equipe o que ganhou nessa primeira rodada. Apresentador: Cada participante ganhou barras de chocolate! A barra de chocolate crocante que pesa _____ gramas (marca registrada de um chocolate). Enredo 2 – Equipe não soluciona o quebra-cabeça Anfitrião: Boa tentativa, pessoal, boa tentativa. Mas, infelizmente, não foi suficiente para acertar. Nossa solução para o quebra-cabeça era: “Grandes Discípulos de Deus pedem por sabedoria.” Lembram como Salomão pediu a Deus por sabedoria acima de qualquer coisa? Peça... pode pedir... não importa. Salomão... você é o homem! Apresentador, diga a Salomão o que ele ganhou. Apresentador: Salomão, você ganhou um “jipe de rally”! Salomão: Valeu! (qualquer grito de comemoração) Apresentador: Esta belezinha possue um sistema de suspensão duplo e carroceria de fibra de vidro de verdade para ação intensa, ou, em outras palavras, “off road”. Ideal para brincar no pátio, na pista, ou até no salão de festas do palácio. Coloque-se no banco do motorista e parta para a aventura que vier à sua cabeça.

tinha que seguir os passos de seu pai. Foilhe dito que ele seria aquele que construiria o templo de Deus e ainda precisava liderar o reino inteiro. Ele era jovem e estava se sentindo incapaz. Você já esteve diante de uma situação onde teve que reconhecer que precisava de ajuda para resolver? Bem, Deus estava querendo oferecer ajuda a Salomão, por isso, lhe falou para pedir o que quisesse, pois ser-lhe-ia concedido. O que Salomão pediu? É isso aí, ele pediu sabedoria. Poderia ter pedido qualquer coisa que se possa imaginar – dinheiro, mulheres lindíssimas, carros luxuosos, qualquer coisa – mas Salomão pediu sabedoria, para liderar o seu povo e saber distinguir entre o certo e o errado. Eu e você também precisamos de sabedoria. Nós precisamos saber como influenciar as pessoas para Deus. Precisamos descobrir quais são as formas certas e erradas de agirmos. E a única maneira de obtermos sabedoria é pedindo a Deus. Vamos dar uma olhada nesse versículo: (Mostre o cartaz com o versículo bíblico) “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade, e lhe será concedida.” (Tiago 1: 5) Deus sabe de todas as coisas e nós precisamos IR ATÉ ELE PARA PEDIR SABEDORIA. A Bíblia diz que se pedirmos sabedoria, Deus nos dará uma porção generosa. Essa é a única maneira de se tornar um sábio discípulo de Deus.

Sugestão Pedagógica – nº1
(Certifique-se de que, agora, possa ser lido no cartaz: “Grandes Discípulos de Deus pedem por sabedoria.”) Comunicador: (Deixando de lado o papel de anfitrião) Salomão tinha sobre os seus ombros uma tremenda carga de responsabilidade. Era enorme a pressão sobre ele, pois

Rodada nº 2
(Mostre o cartaz de número 2) “Os Grandes Discípulos de Deus sabem de onde ______________ sabedoria.”

Página 82 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Anfitrião: Muito bem, pessoal, vamos para a segunda rodada. Preparar para decolar. “Grandes Discípulos de Deus sabem de onde ___________sabedoria.” Vamos iniciar essa rodada com alguma informação que nos será dada pelo próprio Salomão. Bem, Salomão, somos todo ouvido. Salomão: Como vocês sabem, eu estabeleci como de mais alto valor para mim a sabedoria. Felizmente, fiz isso quando ainda era muito jovem. Deus me deu esse grande dom, que é a sabedoria. Eu tinha amigos para me aconselhar e livros que continham muita boa instrução, mas precisava da sabedoria de Deus. É por essa razão que eu escrevi Provérbios. Deus tinha me dado grande sabedoria e eu queria que os outros pudessem usufruir desse dom que Deus me deu. Por isso, registrei muito do que eu recebi, no livro de Provérbios. Agora, se as pessoas soubessem que a Bíblia é o lugar onde se pode buscar sabedoria, elas também a encontrariam. Anfitrião: Salomão, você pode citar algo para nós que Deus o inspirou ao escrever no livro de Provérbios? Salomão: Claro. “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie no seu próprio entendimento. Reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas.” (Prov. 3: 5,6) Anfitrião: Excelente! Muito obrigado, Salomão! Muito bem, pessoal. Vocês ouviram esta parte da história de Salomão. Agora, vamos voltar ao quebra-cabeça. “Grandes Discípulos de Deus sabem de onde _______________ sabedoria.” Vamos às perguntas do tipo “sim” ou “não”, começando com ______________. Já! (Tempo para as perguntas: 50 segundos)

(Se a equipe participante acertar, complete o espaço em branco. Se ficar confusa, lembre que pode pedir uma dica. A dica para a segunda rodada é: “Isso é o que você faz com uma pá.” Quando acabar o tempo, revele o quebra-cabeça completando o espaço em branco. Anuncie o prêmio.) Enredo 1 – Equipe soluciona o quebracabeça Anfitrião: Bom trabalho, pessoal. Sim, a resposta para o quebra-cabeça dessa rodada é: “Grandes Discípulos de Deus sabem de onde retirar sabedoria.” Apresentador, diga à equipe o que ela ganhou nessa segunda rodada. Apresentador: Um pacote de bala extremamente azedinha que manterá cada um fazendo careta por semanas. Comer mais de dez ao mesmo tempo pode causar danos faciais permanentes. Enredo 2 – Equipe não soluciona o quebracabeça Anfitrião: Ah, que peninha! Tão perto e ainda tão longe. Vocês estão indo muito bem, apesar de tudo. Espero que tenham melhor desempenho na terceira rodada. “Grandes Discípulos de Deus sabem de onde retirar sabedoria” é a resposta certa. Bom trabalho, Salomão. Que maneira de mantê-los fora do páreo! Você ganha o prêmio. Salomão: Estou satisfeito. Anfitrião: Apresentador, diga a Salomão o que ele ganhou! Apresentador: Salomão, você ganhou entradas para assistir, acompanhado, qualquer filme que escolher. Você e um amigo terão a oportunidade de se divertir bastante assistindo ao melhor filme que está sendo exibido na cidade.

Página 83 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Sugestão Pedagógica – nº 2
(Certifique-se de que, agora, no cartaz se possa ler: “Grandes Discípulos de Deus sabem de onde retirar sabedoria.” Só porque você pede sabedoria não significa que, de repente, possa saber de tudo, você precisa retirá-la. Onde as pessoas podem procurar por sabedoria? (Amigos, livros, bons filmes). Comunicador: (Deixando de lado o papel de anfitrião) Salomão, nosso Grande Discípulo de Deus, nos mostrou que o único lugar para encontrar sabedoria é através de Deus. Ele é onisciente. Sabe a respeito de tudo e é a única fonte da verdadeira sabedoria. Isso significa que nós podemos encontrar sabedoria lendo a Bíblia, especialmente livros como o de Provérbios. Podemos encontrar sabedoria indo direto a Deus, como Salomão fez; ou também ir até as pessoas que têm sido Grandes Discípulos de Deus, já por algum tempo, como seus pais ou líderes de Pequenos Grupos, e lhes pedir algum sábio conselho. Portanto, o segundo passo para se tornar um sábio Discípulo de Deus é saber de onde retirar sabedoria.

compartilhá-la conosco? Eu sei que podemos obtê-la por nós mesmos; mas, você está certo de que quer se expor dessa forma? Salomão: Sim. Eu agradeço seu cuidado para comigo, mas essa parte da história é importante para todos ouvirem, mesmo que, só de pensar, isto seja muito doloroso e difícil para mim. (É muito difícil para ele compartilhar isso. Esteja sério, nada de risos ou brincadeiras.) Bem, os anos se passaram. Eu reinei sobre Israel e fiz muitas coisas incríveis. Deus tinha me dado sabedoria, e realizei muitos julgamentos sábios. Eu construí o templo, e ele era glorioso, assim como reconstrui o palácio. Mas no final, nada disso valeu a pena, pois eu não usei a sabedoria que Deus me deu quando realmente foi necessário. E foi por isso que eu desabei. Eu tive muitas esposas... 700 (setecentas), durante toda a minha vida. Isso não era em si algo incomum, ou foi necessariamente a causa de minha queda. Pois nesse tempo, era normal para um homem ter várias esposas, principalmente um rei. Mas o que me arruinou foi que, com toda a minha sabedoria, eu não a usei quando realmente foi necessário. Muitas de minhas esposas eram de terras estrangeiras, de outros costumes e falsos deuses. O Senhor tinha me advertido que não deixasse ninguém me desviar do Seu caminho. Ele disse que enquanto eu lhe permanecesse fiel, minha família reinaria para sempre sobre Israel. Mas, se eu me deixasse desviar, e viesse a adorar outros deuses e não somente a Ele, então dispersaria o povo de Israel e traria desastres sobre ele. Naquele tempo, Deus nos tinha dado o mandamento de não casarmos com mulheres estrangeiras. Isso porque Ele sabia que nós poderíamos ser levados a adorar os deuses dessas mulheres.

Rodada nº 3
(Mostre o cartaz de número 3) Anfitrião: Muito bem, pessoal, segurem-se aí. Essa aqui pode ser uma tremenda trombada contra a parede. Vamos em frente. “Grandes Discípulos de Deus ________como ___________SABEDORIA.” Salomão, para essa rodada, nós precisamos ouvir um pouco mais sobre a sua história. Agora, a informação que ouviremos nessa rodada é muito profunda e dolorosa. Você está certo de que está pronto para

Página 84 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Foi isto o que aconteceu comigo e estou envergonhado até para admitir. Eu permiti que o meu amor por essas mulheres se tornasse mais importante que o meu amor por Deus. Eu construí templos para esses falsos deuses – Astarote, Moloque, Camos – e causei a ruína de Israel e do reino ao qual dedicara toda uma vida para construir. Tudo porque eu não usei a minha sabedoria quando foi mais necessário. Anfitrião: Salomão, muito obrigado por compartilhar conosco essa informação preciosa para todos nós: Sabedoria não tem valor se você não a usa. Muito bem, vamos continuar com o jogo, iniciando nossa rodada de perguntas com ______. Vamos nessa! (Tempo para as perguntas: 50 segundos) (Se a equipe participante acertar, complete o espaço em branco. Se ficar confusa, lembre às crianças que podem pedir uma dica. A dica para a rodada nº 3 é: “Você ________ a resposta para esse quebracabeça?” Quando acabar o tempo, descubra a resposta para esse quebra-cabeça preenchendo o espaço em branco.) Enredo 1 – Equipe soluciona o quebracabeça Anfitrião: Nada mal, pessoal. Estava claro que “Grandes Discípulos de Deus sabem como usar sabedoria”. Como já sabem, vocês venceram a terceira rodada e isso merece um prêmio! Apresentador! Apresentador: Certo. Cada um de vocês receberá uma barra de chocolate. Que beleza, não é? Com ou sem cobertura, chocolate dá um sabor diferente ao seu paladar. Enredo 2 – Equipe não soluciona o quebracabeça

Anfitrião: Eu sinto muito, pessoal. Boa tentativa, apesar de tudo. A solução para o quebra-cabeça era: “Grande Discípulos de Deus sabem como usar sabedoria.” Salomão, isso é o que considero terminar com tudo em cima. Significa, então, que você ganhou o nosso grande prêmio! Salomão: Estou profundamente agradecido. Anfitrião: Apresentador, diga a Salomão o que ele ganhou! Apresentador: Parabéns, Salomão! Você ganhou um final de semana no Beach Park, com direito a acompanhante e tudo. Poderá “descer” no Insano e todos os outros brinquedos daquele parque aquático. Curta bastante!

Sugestão Pedagógica – nº 3
(Certifique-se de que, agora, no cartaz se possa ler: “Grandes Discípulos de Deus sabem como usar sabedoria.”) Comunicador: (Deixando de lado o papel de anfitrião) Nós raramente falamos sobre o que acontece quando um Grande Discípulo de Deus cai, mas eu penso que podemos aprender com o erro de Salomão. De nada serviu ter pedido sabedoria, recebê-la e não saber usá-la. Por muito tempo, Salomão se saiu muito bem usando a sua sabedoria: teve o melhor reino; era bem organizado; passou por poucas guerras; construiu o templo. De fato, ele tinha o melhor reino que Israel já vira. Salomão sabia, então, que não deveria ter se envolvido com mulheres que não seguiam a Deus, pois o Senhor o advertira sobre isso. Mesmo assim, ele casou com algumas dessas mulheres. Ele não usou a sabedoria que Deus lhe havia dado, e estava tão

Página 85 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

envolvido com suas mulheres que deixou de seguir ao Senhor. Porque ele era um homem de muita influência, um verdadeiro seguidor de Deus, seu povo também parou de seguir ao Senhor. Nós devemos aprender com o erro de Salomão. Primeiramente, precisamos usar nossa sabedoria para saber a diferença entre o certo e o errado. Então, nós precisamos seguir fazendo aquilo que é a coisa certa. É necessário entendermos que, algumas vezes, os nossos erros podem levar outras pessoas a também cometerem erros. Por-

tanto, a terceira forma de ser um sábio discípulo de Deus é saber o que é certo e fazê-lo. Apresentador: Acabou o nosso tempo. Equipe, muito obrigado por participar desse jogo, vocês foram ótimos! Nós nos veremos no próximo jogo “Grandes Discípulos de Deus”. Até lá, que vocês possam ser Grandes Discípulos de Deus com D maiúsculo. (Toque a música do programa para terminar e retire os cartazes.)

Pós-Ensino (15 minutos)
Comunicador: De acordo com Salomão, a sabedoria é um dos melhores dons do mundo e algo que nós nunca teremos o suficiente. Agora, nós sabemos que para ser um sábio discípulo de Deus, do tipo com D maiúsculo, significa que temos que pedir por sabedoria, saber de onde retirá-la e como usá-la. E tudo começa quando pedimos a Deus por ela. Lembre do versículo: se nós pedirmos, Deus vai nos dar. Vamos orar. sabedoria. Por favor, nos ajude a pedir por ela, saber de onde podemos retirá-la, e, então, usá-la para fazer a coisa certa pelo Senhor. Amém.

Música
Utilize uma música contextualizada com a lição. (Despeça as crianças para os Pequenos Grupos. Toque a mesma música que foi usada quando elas entraram.)

Oração
Querido Deus, Muito obrigado por nos oferecer a Sua

Página 86 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 11
UNIDADE 3

Grandes Discípulos

Ester

História bíblica
(Livro de Ester) Ester, uma israelita (cuja origem os persas desconheciam), era a rainha da Pérsia. Hamã, que era a segunda autoridade no reino, depois do rei, odiava Mordecai, primo de Ester, e planejava matar, a ele e aos demais israelitas. Mordecai convenceu Ester a intervir, arriscando a própria vida para salvar o seu povo. Ela jejuou e orou antes de intervir e, por isso, salvou seus irmãos e Hamã foi pendurado na forca que preparara para Mordecai.

Pessoal necessário
Um apresentador/locutor, Mordecai/Rei Assuero, Ester/ comunicador, um painel de 2 a 4 crianças previamente escolhidas.

Material necessário
Um CD com música animada; Um aparelho de CD; Material de apoio do Grande Discípulo de Deus (da Lição 8); 3 cartazes (veja no tópico “Preparação prévia”); Material com versículo bíblico; De 2 a 5 banquinhos ou cadeiras; 1 púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da Lição 8); Um relógio que tenha ponteiro dos segundos; Prêmios para os componentes do painel; Um marcador de pontos; Opcional: testemunhos em vídeo.

Conceito-chave: Versículo-chave
Deus tem um propósito para mim, então eu posso usar a minha influência em favor da Sua obra, mesmo quando isto for arriscado. “Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha?” (Ester 4:14).

Objetivos

O QUE? (GG): As crianças conhecerão a história de Ester e sobre como ela arriscou a vida pelo seu povo, o qual foi salvo pelo propósito de Deus para sua vida. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus também tem um propósito para suas vidas. E AGORA? (PG): As crianças participarão de um jogo de cartões onde terão que tomar decisões que envolvem riscos. Essas decisões poderão ser boas ou más influências para os outros.

Preparação prévia
Prepare quatro cartazes. Em um deles escreva: “Um Grande Discípulo de Deus ______ a situação”; em um outro, escreva: “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr ______”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus ____”; no último, copie o versículo bíblico; Prepare a sala para o jogo, como foi feito nas semanas anteriores; Opcional: testemunhos em vídeo.

Lição espiritual
Coragem

Página 87 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pré-Ensino (10 minutos)
(Na entrada das crianças, ponha pra tocar CD com música animada).
(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus”).

Comunicador: Todos vocês são bemvindos ao Geração Futuro! Estamos muito felizes com a sua presença. Vamos começar hoje com a nossa música de exercício. Alguém quer vir até aqui e nos ajudar?
(Convoque alguns voluntários para ajudar na coreografia). Muito bem, vamos lá! (Ponha a música pra tocar e comece a coreografia).

outras”. É verdade que, agindo dessa forma, não será muito importunado e provavelmente nunca terá que tomar decisões importantes. Você segue apenas boiando a favor da maré, sem se preocupar com ninguém. Agora sonhe comigo. E se você tomasse a iniciativa de usar a sua influência de Grande Discípulo em favor da obra de Deus? Se começasse a influenciar pessoas e essas influenciassem outras e, de repente, todos estivessem exercendo seu poder de influência para a obra de Deus? Você pode fazer com que isso aconteça! Será necessário, entretanto, que decida não ser um “Maria-vai-com-as-outras”, porque um Grande Discípulo de Deus que usa a sua influência será sempre consultado. Se sobressairá na multidão, no entanto, correrá mais riscos e enfrentará mais problemas do que um “Maria-vai-com-asoutras”. É necessário ter coragem para ser um Grande Discípulo influenciador. Mas ouça isto: (Mostre o versículo bíblico) “E quem sabe se para uma situação como esta foi que chegaste a este reino?” (Ester 4:14) Você certamente não está numa posição como a de Ester, que era rainha, mas se encontra em lugar de influência em sua escola e Deus tem um propósito para isso: Ele quer que você use a sua influência em favor do Reino. Agora vamos examinar três maneiras de ser um Grande Discípulo influenciador seguindo o exemplo de Ester, que usou a sua influência em favor da obra de Deus. Preparem-se para o “Jogo do Grande Discípulo de Deus”!

Música

Utilize uma música contextualizada com a lição. Nós temos aprendido como sermos Grandes Discípulos de Deus. Hoje vamos estar conversando sobre como usar a nossa influência sobre as outras pessoas em favor da obra de Deus. Já falamos aqui sobre o fato de que muitos de vocês são os garotos mais velhos da escola ou têm irmãos mais novos. Isso significa que vocês têm influência sobre eles e as crianças menores observam tudo que fazem. Mas não falo apenas do fato de ser observado pelos mais jovens. Vocês devem ser aquelas pessoas a quem os outros escutam. Em qualquer situação, podem ser influentes e a sua opinião pode fazer a diferença. Na verdade, você decide se quer ou não usar o seu poder de influência. Se quiser, pode passar a vida inteira sem tentar influenciar absolutamente ninguém. Pode ser apenas um “Maria-vai-com-as-outras”, que apenas concorda com tudo e nunca tem opinião própria. Essa atitude pode dar uma falsa impressão de segurança, mas você estará apenas sendo um “Maria-vai-com-as-

Página 88 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ensino (20 minutos)
Locutor: Esse é o jogo onde os Grandes Discípulos de Deus da Bíblia ficam diante de você. Ouçam o seu apresentador _____, (nome do apresentador)! Apresentador: Bem-vindos ao jogo dos verdadeiros Grandes Discípulos de Deus! Eu sou o seu apresentador e estarei lhes orientando nessa brincadeira de hoje. E agora, dêem as boas-vindas aos membros do nosso painel (leia os nomes das crianças
selecionadas).

sido banidos de sua terra. Seus passatempos prediletos são trabalhos manuais e peças de teatro. Façam entrar a nossa convidada! (Ester entra). Apresentador: Seja bem-vinda, Ester. Diga “oi” para o nosso painel de Grandes Discípulos de Deus. Ester: Oi, pessoal! Apresentador: As lições do Grande Discípulo de hoje vão nos mostrar três passos a serem seguidos se quisermos influenciar as pessoas ao nosso redor, principalmente quando tivermos que correr alguns riscos. Vamos começar a rodada inicial. Vejamos a primeira frase:

(Ponha música de programa de auditório enquanto as crianças entram). As crianças do painel já foram instruídas com antecedência sobre as regras do jogo, mas vejamos novamente como funciona. Num determinado momento, os integrantes do painel conhecerão um Grande Discípulo da Bíblia. Esse Grande Discípulo tem três lições de vida que podem nos ajudar a também sermos Grandes Discípulos. No início de cada rodada, nós mostraremos uma dessas lições em forma de frase para os integrantes do painel. A frase, porém, estará incompleta, pois algumas palavras terão sido omitidas. Os integrantes do painel terão um minuto para completar a frase, revelando assim a lição do Grande Discípulo daquela rodada. Para descobrir as palavras que faltam, eles deverão fazer perguntas sobre o Grande Discípulo e as respostas serão apenas “sim” ou “não”. Se, ainda assim, não conseguirem descobrir as palavras, não se preocupem, pois ainda poderão pedir uma pista. Vamos conhecer o nosso convidado especial de hoje! Locutor: O nosso convidado de hoje é uma Grande Discípula: Ester! Ela foi uma israelita que tornou-se rainha da Pérsia, numa época em que os israelitas tinham

Rodada nº 1
(Mostre o primeiro cartaz). “Um Grande Discípulo de Deus ______ a situação”. Apresentador: Muito bem! A primeira rodada vai começar com um testemunho. Vocês ouvirão algumas informações que os ajudarão a completar a frase. Quem vai dar o testemunho é Mordecai, primo de Ester.
(Se o testemunho em vídeo estiver pronto, mostre-o agora).

Mordecai: Certo, pessoal do painel. O que posso lhes falar a respeito de Ester? Pra começar, ela é como uma filha para mim, apesar de apenas sermos primos. É que eu passei a cuidar dela quando os seus pais morreram. Mas deixem-me contar desde a época em que o povo judeu estava vivendo na Pérsia. Sim, eu disse Pérsia. Quer saber

Página 89 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

como chegamos lá? Bem, é uma longa história. Vamos apenas dizer que em certo momento, depois do tempo do Rei Salomão, fomos atacados por um grupo chamado de babilônios, perdemos a batalha e fomos levados prisioneiros. Mas, algum tempo depois, eles sofreram um ataque dos persas, foram derrotados e, juntamente com os judeus, também foram levados prisioneiros. E lá fomos nós, passados adiante como restos de comida. Bem, chegamos à Pérsia durante o governo do Rei Assuero. Foi nessa época que ele ouviu falar de Ester e decidiu casar com ela, tornando-a rainha da Pérsia. “Uma judia?”, vocês perguntariam, “Como pode ser?” Bem, eu disse a Ester que não contasse a ninguém que era judia. Sabia que chegaria a hora em que ela teria que contar a verdade ao rei, mas essa ocasião ainda não havia chegado. Pouco tempo depois, o rei promoveu um homem chamado Hamã ao cargo de segundo homem do governo. E que mau caráter era esse Hamã! Um cara arrogante, que exigia que todos se curvassem diante dele e lhe cantassem louvores. Quando recusei a me curvar diante dele, ficou realmente furioso. Procurem me entender. Eu não tenho nada contra honrar a quem merece, mas Hamã praticamente queria que as pessoas caíssem aos seus pés e o adorassem, e isso eu só faço diante do meu Deus. Então ele ficou furioso comigo e quando descobriu que eu era judeu, armou um plano para se vingar de mim. Ele planejou matar não só a mim, mas também a todos os judeus da Pérsia. O cara era gente boa, vocês não acham? Agora o momento principal da história: Ester teve que contar ao Rei Assuero que era judia. Ela era a única que podia salvar o seu povo. Eu tenho certeza que Deus a colocou na posição de rainha para que, naquele preciso momento, ela usasse a sua influência. Mas, vejam bem! Ela estava

correndo um grande risco e não poderia tentar resolver a situação de qualquer maneira. Tinha que conhecer muito bem os fatos, avaliar cuidadosamente a situação e, principalmente, orar. Antes de ir falar com o rei, ela me pediu que juntasse todos os judeus da cidade e que orássemos ao Senhor. Durante três dias seguidos oramos, nós e Ester, sem parar nem para comer. Ela foi ao rei e corajosamente lhe contou o que estava acontecendo. Mas vocês ouvirão mais sobre essa parte mais tarde. O mais importante até aqui é que, antes de ir falar com o rei, ela se informou sobre os fatos, estudou a situação e orou. Apresentador: Muito bem, painel. Acabamos de obter muitas informações com Mordecai, inclusive a que precisamos para completar a nossa frase. O resto é com vocês. Podem fazer perguntas ao nosso convidado, mas lembrem-se de que Mordecai só responderá “sim” ou “não”. Quem faz a primeira pergunta? (Tempo para perguntas: 50 segundos)
(Se o pessoal do painel acertar a palavra, preencha corretamente o cartaz. Se tiverem dificuldade, lembre-os de que ainda podem pedir uma pista. E a pista da primeira rodada é a seguinte: “Precisamos fazer isso antes de uma prova, se quisermos tirar uma boa nota”. Quando acabar o tempo, revele a palavra correta preenchendo o espaço vazio e anuncie o prêmio).

Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Parabéns, pessoal! Vocês descobriram a primeira lição para ser um Grande Discípulo que usa a sua influência em favor de Deus: “Um Grande Discípulo de Deus estuda a situação”. O nosso locutor vai anunciar os prêmios dessa rodada. Locutor: Cada um de vocês ganhou...

Página 90 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Ah, que falta de sorte, pessoal. Mas não desistam, ainda temos duas rodadas. A resposta da primeira rodada era: “Um Grande Discípulo de Deus estuda a situação”. E como vocês não acertaram, o prêmio vai para Ester. Ester: Legal! Apresentador: Por favor, “seu” locutor. Qual é o prêmio da Ester? Locutor: Certo. Ester, você acaba de ganhar...

sabe, dependendo da oportunidade, até levantar-se um dia em sua sala de aula e fazer um discurso sobre Jesus. Lembremse: o importante é estudar a situação e usar a sua influência em favor de Deus. Depois de ter estudado a situação, não aja logo de imediato. Ore e peça o conselho de Deus. Se possível, aconselhe-se com outros Grandes Discípulos que você conhece. Esta foi a atitude de Ester. Antes de agir, ela pediu ao povo que orasse e jejuasse. Então, a primeira lição de influência do Grande Discípulo de Deus é: “Estude a situação”. Agora, vamos voltar ao jogo.

Rodada nº 2
(Mostre o segundo cartaz) “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr ______”. Apresentador: Muito bem, pessoal. Nesta rodada temos o segundo passo para ser um Grande Discípulo influenciador, mesmo quando isto significar correr riscos. Vamos lá! Essa rodada também começa com um testemunho. Atenção, pessoal. Teremos mais algumas informações sobre a história de Ester. Nessa rodada vamos ouvir o Rei Assuero. (Dica opcional: Se o testemunho em vídeo estiver preparado, mostre-o agora). Assuero: Muito bem, pessoal do painel, vamos lá, espero que vocês estejam se saindo bem. Já ouviram falar do plano de Hamã para eliminar todos os judeus da Pérsia e de ser Ester sua única esperança? O que vocês não sabem, talvez, é que trazer essa informação para mim era muito arriscado para Ester. A lei dizia que qualquer pessoa que aparecesse diante de mim,

Sugestão pedagógica nº 1
(Mostre o primeiro cartaz: “Um Grande Discípulo de Deus estuda a situação”).

Comunicador: (saindo do papel de apresentador): O primeiro passo de um Grande Discípulo que quer usar a sua influência em favor da obra de Deus é estudar a situação. Ester teve a vantagem de que o seu primo veio lhe contar os fatos com detalhes, mas você e eu, como Grandes Discípulos, devemos estar sempre atentos em busca de oportunidades em que possamos usar a nossa influência para favorecer a Obra. Por exemplo: pode ser que você encontre duas crianças pequenas brigando no parquinho da escola. Você pode ir lá e separá-los. Ou talvez os seus amigos queiram pregar uma peça naquele coleguinha mais tímido. Você poderá usar a sua influência para persuadi-los a não fazer isso. Eu não estou dizendo que vocês devem viver se metendo na vida dos outros e, sim, que precisam estar atentos ao que acontece ao seu redor e tomar sempre as atitudes que Deus gostaria que tomassem. Quem

Página 91 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

sem que eu a tivesse chamado, morreria. Sei que pareço rígido demais, mas, vejam bem! Se as pessoas achassem que podiam vir a mim a toda hora ou com qualquer probleminha, certamente teria sempre diante de mim uma multidão com uma infinidade de casos para resolver. Eu, porém, não era tão rígido assim: se concordasse em ver a pessoa, eu estendia o meu cetro para que ela o tocasse e ela era perdoada. Mas este não foi o único risco que Ester correu vindo até a mim. Quem poderia garantir que eu não concordaria com o plano de matar os judeus? Ester certamente não tinha a menor idéia se eu aprovaria ou não o plano de Hamã. E lembrem-se de que, até então. eu não sabia que a própria Ester era uma judia. Ao me revelar esse fato, ela correu risco de vida, pois eu poderia estar de acordo com o plano de Hamã. Afinal de contas, ele era meu segundo homem no comando. Ester tinha tudo isso a perder e mesmo assim foi em frente. Ela podia não ter dito nada e continuar a usurruir de sua vida de rainha, sem se importar com o destino de seu povo. Mas ela sabia que a sua posição lhe dava poder de influência e que poderia usar essa vantagem para ajudar o seu povo, mesmo correndo um grande risco. Mordecai me contou o que ela lhe disse: “Eu vou falar com o rei e se tiver que morrer, morrerei”. Ester, você é realmente uma Grande Discípula. Apresentador: Muito bem, painel. Vocês já tiveram as informações que precisavam no testemunho de Assuero. Vamos às perguntas. Quem fará a primeira?
(Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, complete a frase corretamente. Se não acertarem, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. Esta,

é: “É isto que as criancinhas fazem quando tentam desenhar numa folha de papel”. Quando o tempo terminar, mostre a frase completa e anuncie o prêmio).

Se o painel acertar as palavras: Apresentador: Inacreditável, pessoal! Vocês estão com tudo hoje! O nosso segundo passo para ser um Grande Discípulo que usa o seu poder de influência é: “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr riscos”. E qual é o prêmio deles, “seu” locutor? Locutor: Painel, cada de vocês ganhou um envelope de Halls® - Refrescância total! Locutor: Cada um deles receberá... Se o painel não acertar as palavras: Apresentador: Muito bem, o tempo acabou! Mas nem tudo está perdido, pessoal. Ainda teremos mais uma rodada. O nosso segundo passo era: “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr riscos”. Muito bem, Ester. Você acaba de ganhar o prêmio da segunda rodad Locutor: Ester, você ganhou um autêntico tapete mágico persa! Cortesia da Tapeçaria do Rei. Ester: Que bom! Locutor: Ester, você ganhou um...

Sugestão Pedagógica nº 2
(Mostre o cartaz já completo: “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr riscos”).

Comunicador (saindo do papel de apresentador): Esta é a parte mais difícil. Se você quer

Página 92 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

usar o seu poder de influência em favor da obra de Deus, deve saber que Dica de Ensino: terá que correr riscos. E que A história a seguir é riscos são esses? sugerida como uma (ser importunado, referência. A tragédia do Colégio Columbine é perder amigos, não ser compreendido, um forte exemplo de etc). Você não uma Ester dos dias pode ser um atuais. Mas você deve “Maria–vai-comter cuidado para que as as-outras” se crianças não fiquem quiser ser um assustadas com a Grande Discípulo violência da história. influenciador. Você tem, inclusive, a Sempre haverá liberdade de escolher riscos, assim como uma outra história que houve para Ester. conheça e que julgue mais apropriada para transmitir o exemplo de Para Ester, certaEster. mente, os riscos foram ainda maiores. Ela arriscou a própria vida ao procurar o rei sem que ele a tivesse chamado. Ela poderia ter agido como uma “Maria-vai-com-as-outras” e não ter falado nada. O rei não sabia que ela era judia, então poderia ter ficado “na dela” e vivido uma vida tranqüila, afinal era uma rainha. Mas ela não agiu dessa maneira. Sabia o risco que estava correndo e mesmo assim decidiu ir adiante. Lembre-se do que ela disse: “se eu tiver que morrer, morrerei”. Você pode estar achando que isso é algo que aconteceu nos tempos do Velho Testamento e que não aconteceria em nossos dias, mas lembra da tragédia que houve no Colégio Columbine, nos Estados Unidos? Dois homens armados entraram naquela escola e começaram a atirar. Um deles apontou sua arma para uma estudante e perguntou: “Você acredita em Deus?” Naquele momento, ela teve que escolher. Poderia ter dito “não” e ninguém a condenaria por essa atitude. Em vez disso, entretanto, decidiu arriscar a própria vida e disse “Sim, eu acredito em Deus”, e o

bandido tirou-lhe a vida. Imagine a influência que essa garota teve sobre o mundo inteiro. A história dela foi contada a milhões de pessoas e ela foi considerada um exemplo de fé inabalável. Ser um Grande Discípulo que usa a sua influência envolve riscos. Você pode não ter que encarar a morte como aconteceu com Ester, mas a questão é que sempre haverá perigos. Para ser um Grande Discípulo, você deve estar disposto a correr esses riscos. Esse é o segundo passo. Mas vamos voltar ao jogo.

Rodada nº 3
(Mostre o terceiro cartaz) “Grandes Discípulos de Deus ____”. Apresentador: Muito bem, pessoal! Chegamos à terceira e última rodada. Agora, vamos conhecer um pouco mais sobre a história de Ester, ouvindo a própria. Ester: Bem, a essa altura, o que que eu posso dizer? Eu conhecia os fatos e sabia que era arriscado, mas havia chegado a hora de agir. Eu fui ao Rei Assuero e, obviamente, ele não mandou que me matassem. Estendeu o seu cetro para mim, deixando claro que gostara de me ver. Mas não acabou aí. Agora era hora de tomar uma iniciativa e lhe contar o que eu sabia sobre Hamã e o seu plano de matar todos os judeus da Pérsia. Bem, ele não gostou mesmo do plano. Hamã foi enforcado e Mordecai passou a ocupar um cargo importante no reino. Quanto ao plano de matar todos os judeus, o Rei Assuero deu um jeito de desarmá-lo e o meu povo foi salvo. É bom conhecer os fatos e estar consciente dos riscos. Mas chega uma hora em que temos que agir.

Página 93 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Apresentador: Muito bem, painel. Chegamos à última parte da história e já temos todas as informações necessárias para esta rodada. Vamos às perguntas (Ester responderá apenas “sim” ou “não”).
(Tempo para perguntas: 50 segundos)

Ester: Ótimo! Apresentador: E qual é o prêmio final de hoje? Locutor: Ester, você acaba de ganhar um...

Sugestão pedagógica nº 3
(Se o painel acertar a palavra, complete a frase corretamente. Se não acertarem, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. E aqui está a pista da terceira rodada: “Isso é o que fazem as pessoas de ação”. Esgotado o tempo, revele a palavra, preencha o cartaz e anuncie o prêmio).

(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus agem”). Líder (saindo do papel de apresentador): O último passo para ser um Grande Discípulo que usa a sua influência em favor da obra de Deus é simplesmente agir. Você já estudou a situação e está disposto a correr os riscos. Agora só resta agir! Foi isso que Ester fez. Não adianta nada você ter um plano, saber dos riscos e não tomar uma atitude. Se quiser fazer a coisa certa, deve agir e fazer o possível para usar a sua influência em favor da obra de Deus. Voltemos ao jogo. Locutor: Bem, o nosso tempo acabou. Obrigado pela participação, crianças. Vocês se saíram muito bem! A gente se vê na próxima vez que jogarmos o “Jogo do Grande Discípulo de Deus”. Até lá, sejam, de verdade, Grandes Discípulos. (Ponha música para terminar)

Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Muito bem, painel, vocês venceram a última rodada! “Grandes Discípulos de Deus agem”. Vamos aos seus prêmios! Locutor: Atenção, pessoal. Cada um de vocês ganhou... Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Sinto muito, pessoal. Vocês se esforçaram, mas não conseguiram vencer essa última rodada. O terceiro e último passo era: “Grandes Discípulos de Deus agem”. Sabe o que isso significa, Ester? Você ganhou o prêmio final do jogo de hoje!

Dica Pedagógica:
Conte algum episódio que aconteceu com você, onde teve a chance de usar a sua influência de Grande Discípulo. A seguir, daremos um exemplo que pode acontecer com qualquer uma das crianças.

Pós-Ensino (5 minutos)
Comunicador: Nós acabamos de aprender três passos para ser um Grande Discípulo que usa a sua influência em favor da obra de Deus. Quais são eles? (Deixe que respondam). Exatamente! Estudar a situação, que significa identificar o problema e buscar conselhos; estar consciente dos riscos... e agir. Isto não é algo fácil de se fazer, mas é assim que, de verdade, agem os Grandes Discípulos. Vocês devem estar achando que uma situação dessas jamais aconteceria com vocês, mas deixem-me dar-lhes um exemplo. Digamos que, em seu primeiro dia de colégio, um dos professores começa a aula

Página 94 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

dizendo ser ateu e que seria melhor ninguém tentar fazê-lo mudar de idéia. Você poderia agir como um “Maria-vaicom-as-outras” e não tomar nenhuma atitude. Simplesmente ficar “na sua”, como o resto da classe, ou agir como um Grande Discípulo, aproveitando qualquer chance para escrever ou falar sobre Deus. Você poderia, por exemplo, fazer uma redação sobre as evidências da existência de Deus, ou comentar sobre os livros cristãos que já leu. E, sempre que possível, falar sobre Jesus, sobre Deus, e sobre a autenticidade da Bíblia. Fazer isso significaria correr riscos. Você poderia ser importunado e os outros alunos poderiam zombar de você. O seu professor poderia lhe dar notas baixas ou fazer comentários irônicos. Mas nunca se sabe a quem podemos influenciar. Você pode não saber o impacto que causa nos outros, mas, mesmo assim, deve usar a

sua influência em favor da obra de Deus. Lembre-se do versículo que diz que talvez tenhamos sido colocados em uma posição de influência exatamente para isso. Deve haver alguém em sua vida que, nesse exato momento, está precisando da sua influência para aproximar-se de Deus. Ele quer que O ajudemos e que usemos o poder de influência que nos deu em favor de Sua obra.

Oração
Querido Deus, nós sabemos que o Senhor tem um propósito para as nossas vidas. Ajude-nos a lembrar isso sempre e a estar dispostos a usar a nossa influência em favor da Sua obra, mesmo correndo riscos. Amém. (Dispense as crianças. Toque a mesma música da entrada).

Página 95 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 12
UNIDADE 3

Grandes Discípulos

Neemias

História bíblica
(Livro de Neemias) Os israelitas, depois de vários anos de exílio, retornaram à Jerusalém, sua capital, onde ficava o templo de Deus, e a encontraram em ruínas. O Rei da Pérsia, Artaxerxes, era quem governava sobre praticamente todo o mundo conhecido naqueles dias, e o seu copeiro era Neemias, um israelita exilado que tomou conhecimento que a sua cidade natal estava em ruínas. Ele orou ao Senhor e pediu permissão ao rei para ir a Jerusalém e reconstruir o muro que a circundava. Com a ajuda de Deus, com oração e com uma persistência inabalável, mesmo sob intensa perseguição, o muro foi miraculosamente reconstruído em cinqüenta e dois dias.

E AGORA? (PG): As crianças participarão do Torneio Final da Competição de Grandes Discípulos de Deus.

Lição espiritual
Humildade

Pessoal Necessário
Apresentador/locutor, Neemias/ comunicador, Rei Artaxerxes/Joiada e um painel de 2 a 4 crianças previamente escolhidas.

Material necessário
Um CD com música animada; Um aparelho de CD; Material de apoio do Grande Discípulo de Deus (da Lição 8); 3 cartazes (veja no tópico “Preparação prévia”); Material com versículo bíblico; De 2 a 5 banquinhos ou cadeiras; 1 púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da Lição 8); Um relógio com ponteiro de segundos; Um marcador de pontos; Prêmios para os componentes do painel; Cartões do Grande Discípulo (um para cada representante de Grupo Pequeno); Cartões do Pequeno Discípulo (um para cada representante de Grupo Pequeno); Opcional: testemunhos em vídeo; Explique às crianças que os termos “Grande” e “Pequeno” referem-se à qualidade e eficiência dos discípulos e não ao seu tamanho ou idade.

Conceito-chave
Deus sonda os corações, então a minha atitude é muito importante.

Versículo-chave
“Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente, considerem os outros superiores a si mesmos.” (Fp 2:3).

Objetivos

O QUE? (GG): As crianças conhecerão a história de Neemias e saberão como a sua atitude de servo permitiu que o muro fosse reconstruído de uma forma miraculosa. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus sonda os corações e que, por isso, as atitudes que tomamos em relação a Ele e às outras pessoas são muito importantes.

Página 96 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação prévia
Faça quatro cartazes. Em um deles escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem que há _______ que devem ser obedecidos”; em um outro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus servem ao _______ antes de servir a si mesmos”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem que são _______ e não precisam

provar nada para ninguém”; no último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o jogo, como foi feito nas semanas anteriores; Distribua os cartões do Grande e os do Pequeno Discípulo (págs. 50-51 do Livro do Administrador). Um de cada para cada Pequeno Grupo; Opcional: testemunhos em vídeo;

Pré-Ensino (5 minutos)
(Na entrada das crianças, ponha pra tocar o CD com música animada). (Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus”). Comunicador: Bem-vindos ao Geração Futuro, pessoal! Para quem não me conhece, meu nome é ____ e, infelizmente, devo dizer que esta é a última semana dos Grandes Discípulos de Deus. Vamos lá, todo mundo chorando! (Diga às crianças que imitem o som de choro). Eu sei que é uma notícia triste, mas temos que esquecer a tristeza porque hoje será um dia muito importante para nós, Grandes Discípulos de Deus. Vamos aprender muitas coisas. Já aprendemos a usar a nossa influência em favor da obra de Deus. Também já aprendemos como seguir, como obedecer, como ser sábio e como ser um influenciador. O nosso Grande Discípulo de hoje combinará tudo isso numa lição sobre atitude. Às vezes, quando estamos numa posição que tem influência, seja quando somos os alunos mais velhos da escola ou quando cuidamos do nosso irmãozinho mais novo, ou ainda quando estamos com amigos que respeitam a nossa opinião, podemos ser tentados a tirar vantagem da nossa posição e acharmos que podemos dizer e fazer o que quisermos. Esta seria uma atitude totalmente errada, mas não é algo difícil de acontecer. Se, de verdade, somos Grandes Discípulos, precisamos controlar as nossas atitudes. Não importa se fazemos muitas coisas aparentemente boas. O que importa é a natureza da atitude em nosso coração, pois é isso que Deus leva em conta. Agora vamos ouvir a história desse Grande Discípulo do Velho Testamento, chamado Neemias. Com ele aprenderemos o que é tomar atitudes de um Grande Discípulo de verdade. Então, vamos à última parte do Jogo do Grande Discípulo de Deus!

Ensino (25 minutos)
Locutor: Esse é o jogo onde os Grandes Discípulos da Bíblia ficam diante de você. Ouçam agora o seu apresentador ____, (nome do apresentador)! Apresentador: Bem-vindos ao jogo dos verdadeiros Grandes Discípulos de Deus! Eu sou o seu apresentador e estarei lhes orientando no jogo de hoje. E agora, dêem as boas-vindas aos membros do nosso painel (leia os nomes das crianças selecionadas). (Ponha música de programa de auditório enquanto as crianças entram).

Página 97 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Esse jogo não é nenhuma novidade para nós, por isso vou falar rapidamente sobre as regras. Daqui a pouco, o nosso Grande Discípulo convidado vai entrar e nos ensinar três lições muito importantes. Mostraremos cada uma destas lições em forma de frase, mas elas estarão incompletas e vocês deverão completá-las fazendo perguntas sobre o nosso convidado. As respostas serão apenas “sim” ou “não”. Mas, não se preocupem. Terão algumas pistas para ajudá-los nessa tarefa. Vamos ao nosso convidado especial de hoje! Locutor: O nosso Grande Discípulo de hoje é Neemias. Ele começou como copeiro de Artaxerxes, o Rei da Pérsia, e chegou a Governador do povo israelita. Neemias ficou famoso pela sua grande liderança durante a reconstrução do muro de Jerusalém. Ele aprecia a arte da escultura e gosta de fazer serviços de carpintaria em casa. Palmas para o nosso convidado! (Ponha a música de programa de auditório enquanto Neemias entra). Apresentador: Seja bem-vindo, Neemias. Diga “oi” para o nosso painel de Grandes Discípulos de Deus. Neemias: Oi, pessoal! Apresentador: Muito bem, vamos à rodada inicial. Crianças, aqui está a primeira frase.

Apresentador: A primeira rodada começa com um testemunho. Aqui está o Rei Artaxerxes, em pessoa, vindo diretamente da Pérsia com algumas informações sobre Neemias. (Se o testemunho em vídeo estiver pronto, mostre-o agora). Artaxerxes: Muito bem, amiguinhos. Eu vou lhes dar algumas “dicas” sobre Neemias. Neemias: Diga lá, Majestade! Artaxerxes: Esse cara sempre me surpreendeu. Como vocês sabem, os israelitas estavam exilados, pois os babilônios os haviam atacado e levado cativos. Isso tinha sido há muito tempo. Agora, muitos deles estavam voltando para a sua terra, principalmente para a capital, Jerusalém. Nessa época, eu era o Rei da Pérsia e o Neemias aqui era o meu copeiro, meu assistente. Um dia, ele me trouxe vinho e eu percebi que estava meio triste. Eu antes nunca o havia visto triste, então perguntei: “O que houve, Neemias? Você parece triste”. Ele disse que tinha ouvido algumas notícias sobre o seu povo, os israelitas, que haviam retornado a Jerusalém. As notícias eram que a cidade estava em ruínas, com o muro destruído e os portões queimados. Ao saber disso, ele chorou. Em seguida – e isso é o mais importante – ele orou pedindo a ajuda de Deus para reconstruir o muro. Eu lhe perguntei: “E o que você pretende fazer?” Ele esperou um momento (percebi que estava orando naquele instante, pedindo que Deus lhe desse coragem para falar o que tinha que dizer), e depois disse: “Por favor, permita que eu vá a Jerusalém e reconstrua o muro e os portões”. Reconstruir o muro e os portões de Jerusalém... Ele estava falando sério! E sabe de uma coisa? Naquele momento, eu senti que ele era capaz de fazer isso, pois percebi que

Rodada nº 1
(Mostre o primeiro cartaz). “Grandes Discípulos de Deus sabem que há _______ que devem ser obedecidos”.

Página 98 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

estava confiando no poder de Deus. E isso era típico de Neemias. Ele vivia orando. Eu permiti então que fosse a Jerusalém e tentasse reconstruí-la. E lá aconteceu de tudo. Vocês certamente ouvirão mais sobre essa história daqui a pouco. O mais importante é que ele estava consciente de que não poderia fazer tudo sozinho. Somente com a ajuda de Deus conseguiria o seu intento, então ele orou. Em cada desafio, em cada vitória, sempre que tinha uma chance, esse cara orava. Ele estava sempre ligado com Deus. Muito bem, crianças. Acho que já terminei. Apresentador: Muito bem, crianças, acho que isso é tudo. O resto é com vocês. Vamos às perguntas, lembrando que as respostas serão apenas “sim” ou “não”.
(Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o pessoal do painel acertar a palavra, preencha o cartaz corretamente. Se tiverem dificuldade, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. E a pista da primeira rodada é a seguinte: “Ponto que não se pode ou não se deve ultrapassar”. Quando acabar o tempo, revele a palavra correta preenchendo o espaço vazio e anuncie o prêmio).

lição era: “Grandes Discípulos de Deus sabem que há limites que devem ser obedecidos”. Melhor pra você, Neemias. Olha só o que ganhou. Locutor: Muito bem, Neemias! Você acaba de ganhar...

Sugestão pedagógica nº 1
(Mostre o primeiro cartaz: “Grandes Discípulos de Deus sabem que há limites que devem ser obedecidos”).

Dica de Ensino:
O seu grande desafio nessa lição será transmitir às crianças a idéia de ter limites, sem parecer rígido demais. Elas precisam entender a importância dos limites, mas se você exagerar na hora da explicação, não obterá o resultado que se espera. Talvez seja aconselhável uma experiência com alguma criança de sua família, tentando explicar essa questão e observando o resultado.

Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Bom trabalho, pessoal! A lição da primeira rodada é realmente “Grandes Discípulos de Deus sabem que há limites que devem ser obedecidos”. Agora vamos aos prêmios. Locutor: Cada um de vocês ganhou... Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Sinto muito, pessoal. Dessa vez vocês perderam. Tomara que tenham melhor sorte na próxima rodada. A nossa

Comunicador (saindo do papel de apresentador): A primeira coisa para a qual devemos estar atentos quando tentamos tomar atitudes de um Grande Discípulo é para o fato de que, mesmo para os Grandes Discípulos, há limites que devem ser obedecidos. Existem pessoas que foram constituídas autoridades sobre nós, as quais estabelecem limites que devemos respeitar.

A primeira dessas pessoas é o próprio Deus. Vemos claramente na história de Neemias que ele compreendia que Deus era o seu Mestre. Neemias era alguém importante o suficiente para ir ao rei pedir permissão para reconstruir o muro de Jerusalém e obter essa permissão. Mas Neemias sabia quem era o verdadeiro Mestre e de onde vinha a força e o poder de verdade. Nunca achou que ele mesmo é

Página 99 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

que estava fazendo a obra e sempre orou e confiou no Senhor, a cada passo. Você e eu precisamos agir assim. Precisamos confiar em Deus e entender que é o Senhor e que, sem Ele, não podemos fazer absolutamente nada. Mas há ainda outras pessoas em nossas vidas que exercem autoridade sobre nós, a quem também devemos respeito e obediência. Alguns exemplos são os líderes de Pequenos Grupos, os professores e os nossos pais. Precisamos que todos eles cuidem de nós. Tenho um segredo pra vocês. Cheguem mais perto para que eu possa contar (espere que as crianças se aproximem e sussurre como se fosse fazer uma grande revelação). Vocês não são os donos da verdade nem os sabichões que sabem de tudo! (as crianças provavelmente rirão!). E tem mais uma coisinha. Às vezes vocês agem como se realmente fossem os donos da verdade, como se soubessem de tudo, e precisam parar de agir assim. Não somos os donos da verdade e temos que parar de agir como se fôssemos. Algumas das pessoas que têm autoridade sobre nós têm sido Grandes Discípulos há mais tempo e sabem o que é melhor para nós. Se alguém tem autoridade sobre você, não assuma uma postura de rebeldia. Obedeça ao que lhe for determinado e faça isso com boa vontade, com respeito e atenção. Isto significa cumprir as suas obrigações com alegria. Lembre que Deus sonda os corações, então se sua mãe lhe manda arrumar o seu quarto, obedeça. E faça isso com alegria no coração. Agora, deixe-me fazer uma advertência. Às vezes, algumas das pessoas que têm autoridade sobre nós cometem erros ou, pior ainda, querem que façamos coisas que desagradam a Deus. Se isto lhe acontecer – ouça bem, pois é muito importante – você

não deve fazer o que eles lhe mandarem. Converse com alguém em quem confia e peça conselho sobre o assunto. Mas é raro acontecer esse tipo de problema. Na maioria das vezes, portanto, devemos estar conscientes de que não somos os donos da razão nem sabemos de tudo, por isso temos que aceitar o fato de que há pessoas que têm autoridade sobre nós. Agora vamos voltar ao jogo.

Rodada nº 2
(Mostre o segundo cartaz) “Grandes Discípulos de Deus servem ao _______ antes de servir a si mesmos”. Apresentador: Antes de iniciarmos esta rodada, é importante termos a exata noção da grandeza do projeto de Neemias. O muro do qual estamos falando não era um murinho qualquer. Era uma construção que circundava toda a cidade de Jerusalém. A Bíblia não nos informa o seu tamanho exato, mas sabemos que era enorme e que tinha sete grandes portões. E tem ainda o fato de que Neemias não dispunha de modernos equipamentos de construção. Definitivamente, não era um trabalhinho qualquer. É importante que vocês saibam disso. Muito bem, pessoal. Vamos começar a segunda rodada com outro testemunho. (Se o testemunho em vídeo estiver preparado, mostre-o agora). Joiada: E aí, pessoal? Como é que estão as coisas? Meu nome é Joiada e sou filho de Paseia. Para começar, saibam que eu sou um dos caras que ajudou Neemias a reconstruir o muro de Jerusalém.

Página 100 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Esse cara, o Neemias, foi o nosso líder. Nós éramos pessoas comuns, fazendeiros, comerciantes, etc. Ou seja, estávamos nos metendo numa tarefa absolutamente impossível. Reconstruir o muro de Jerusalém? Sem chance! Mas Deus estava conosco. Neemias nos fez ver isso e tornou-se o nosso líder. E foi o modo como ele nos liderou que o fez tão respeitável. Deixe-me explicar melhor. O período em que estivemos construindo o muro foi muito difícil para nós, especialmente para os mais pobres. Se você passa o dia inteiro construindo um muro, quem cuida das suas coisas e das suas terras? Ninguém. Nós, os mais pobres, não tínhamos como ganhar dinheiro e, conseqüentemente, também não tínhamos o que comer. E os israelitas mais ricos começaram a tirar vantagem disso. Eles nos fizeram empréstimos com taxas de juros altíssimas e nós, é claro, não conseguimos pagar. Eles passaram então a tomar as nossas terras e os nossos filhos e filhas como escravos. A coisa ficou realmente preta. Mas Neemias deu um basta nessa situação. Imagine! Um líder se importando com pessoas simples como nós. Inacreditável! Agora outro fato. Durante a reconstrução do muro, Neemias foi nomeado Governador do povo israelita. A maioria dos governadores do passado havia nos oprimido com todo tipo de impostos extras e muitas outras formas de tirar vantagens do povo. Mas com Neemias foi diferente. Ele estava sempre ali, comendo poeira com os outros operários na reconstrução do muro. E no fim do dia, juntava todos os trabalhadores ao redor de sua mesa para comer da comida especial a que ele, como governador, tinha direito. Nós reconstruímos aquele muro em

cinqüenta e dois dias. Não é incrível? Eu não tenho praticamente nenhum mérito nessa história. Se comparado a Neemias, então, desapareço. Deus foi realmente glorificado com a reconstrução daquele muro. Mais do que isso, Deus foi glorificado pela maneira como Neemias realizou aquela tarefa. Ele não tirou vantagem de nós como líder, mas nos serviu o tempo todo. Ele é realmente um Grande Discípulo de Deus. Apresentador: Ótimo! Valeu, Joiada. Muito bem, pessoal. Vocês ouviram mais uma parte da história de Neemias. Agora vamos às perguntas. Quem fará a primeira? (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, complete a frase corretamente. Se não acertarem, lembre às crianças de que ainda podem pedir uma pista. E a pista é: “Devemos amá-lo como a nós mesmos”. Quando o tempo terminar, mostre a frase completa e anuncie o prêmio). Se o painel acertar a palavra: Apresentador: É isso aí, pessoal! A frase da segunda rodada é: “Grandes Discípulos de Deus servem ao próximo antes de servir a si mesmos”. Agora é hora de receber prêmios, vamos lá! Locutor: Cada um de vocês receberá... Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Boa tentativa, pessoal. Vocês quase conseguiram, mas perderam no último minuto. A resposta era: “Grandes Discípulos de Deus servem ao próximo antes de servir a si mesmos”. E o prêmio da segunda rodada vai para Neemias.

Página 101 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Neemias: Valeu! Locutor: Você acaba de ganhar um...

Sugestão Pedagógica nº 2
(Mostre o cartaz já completo: “Grandes Discípulos de Deus servem ao próximo antes de servir a si mesmos”). Comunicador (saindo do papel de apresentador): Neemias foi realmente incrível. Ele, como governador, tinha todo tipo de privilégio. O rei lhe mandava uma comida toda especial e ele simplesmente a dividia com o povo. Também podia ter pedido muito dinheiro do povo, mas não fez isso. Como governador, jamais precisaria sujar as mãos no trabalho, mas estava lá, sujando as mãos com os homens na reconstrução do muro. Neemias teve a atitude de um servo. Todos nós temos a tendência de tentar tirar vantagem quando estamos numa posição influente. Uma pessoa com autoridade pode conseguir coisas que as outras pessoas não podem. Por exemplo: podemos fazer com que o nosso irmãozinho arrume o nosso quarto, pois nós somos maiores. Mas Grandes Discípulos de verdade não agem dessa maneira. Assim como fez Neemias, façamos nós também, servindo ao próximo. Vejam o nosso versículo de hoje: (Mostre o versículo bíblico) “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente, considerem os outros superiores a si mesmos.” (Fp 2:3). Alguém tem idéia do significado desse versículo? (Dê um tempo para respostas). Eu gostaria de ressaltar duas palavras do texto: ambição e vaidade. Quando agimos com ambição ou vaidade estamos olhando

para aquele que achamos que deve ser o número um: nós mesmos. Nos julgamos melhores do que as outras pessoas, por isso nos colocamos em primeiro lugar. Por outro lado, quando agimos com humildade, estamos agindo de acordo com o que realmente somos, de acordo com o que Deus quer que sejamos, e demonstramos estar conscientes de que devemos colocar o próximo em primeiro lugar. Que tal considerarmos as pessoas sobre as quais temos influência como melhores do que nós mesmos? Que tal nos colocarmos à disposição para servi-las e repartir com elas os nossos bens e privilégios? Que tal nos conscientizarmos de que ter influência sobre as pessoas não nos faz melhores do que elas? Estas são atitudes de um Grande Discípulo de Deus e lembrem-se de que a atitude é o mais importante.

Rodada nº 3
(Mostre o terceiro cartaz) “Grandes Discípulos de Deus sabem que são _________ e não precisam provar nada para ninguém”. Apresentador: Muito bem, pessoal! Nessa última rodada, pegamos pesado com vocês. Ouviremos agora o resto da história contada pelo próprio Neemias. Prestem bastante atenção, pois a frase dessa rodada não é das mais fáceis. Neemias: Bem, essa parte da história tem tudo a ver com a confiança em si mesmo, na ação de Deus em sua vida e com o fato de que quem tem essa confiança não precisa provar nada pra ninguém. Esse é o segredo para ser um Grande Discípulo de Deus: não tentar provar nada para ninguém.

Página 102 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Durante a reconstrução do muro, havia dois homens que eram nossos inimigos. Eles estavam sempre tentando me prejudicar, fazendo tudo para interromper a reconstrução do muro. Eles riam, zombavam, querendo que me irritasse e fosse enfrentá-los em algum lugar deserto, onde poderiam armar uma emboscada para mim e assim parar a reconstrução do muro. Mas eu não caí nessa e simplesmente os ignorei, pois não tinha que lhes provar nada. Algumas pessoas dizem que essa é uma atitude covarde, mas não é mesmo. Na verdade, é uma atitude que demonstra confiança na ação de Deus em sua vida. Deixe que os outros digam o que quiserem. Apresentador: E depois que o muro foi reconstruído? Fale um pouco sobre essa parte. Neemias: Bem, como vocês sabem, o muro foi reconstruído em cinqüenta e dois dias. Simplesmente inacreditável! E todos queriam me dar parabéns pela obra, elogiar o meu trabalho, e coisas assim. Um Pequeno Discípulo assumiria um mérito que não era dele. Teria sido bastante fácil e conveniente, mas a vitória não era minha, era exclusivamente de Deus. Quando você tem consciência de ser um Grande Discípulo e a certeza de que Deus age em sua vida, não precisa de elogios e nem provar nada para ninguém. Essas atitudes são de Pequenos Discípulos. Apresentador: Falou e disse, Neemias! É isso aí, pessoal. Vocês já ouviram o nosso Grande Discípulo. Ele poderia ter buscado glórias e honrarias, mas não era isso que buscava. Vamos às perguntas. Podem mandar ver a primeira. (Tempo para perguntas: 50 segundos) (Se o painel acertar a palavra, complete a frase corretamente. Se não acertarem, lembre às crianças de que ainda podem

pedir uma pista. E aqui está a pista da terceira rodada: “Nossos pais, irmãos e amigos são, para nós, pessoas assim”. Esgotado o tempo, revele a palavra, preencha o cartaz e anuncie o prêmio). Se o painel acertar a palavra: Apresentador: Nada mal, galera! Vocês acertaram a última frase: “Grandes Discípulos de Deus sabem que são especiais e não precisam provar nada para ninguém”. Excelente trabalho. Essa não estava fácil. Recebam agora os seus prêmios! Locutor: Atenção, pessoal. Cada um de vocês ganhou... Se o painel não acertar a palavra: Apresentador: Não fiquem tristes, crianças. Essa estava realmente difícil. A frase é a seguinte: “Grandes Discípulos de Deus sabem que são especiais e não precisam provar nada para ninguém”. Mas quando vocês perdem, Neemias ganha. Parabéns, Neemias! Neemias: Demais! Apresentador: E qual é o prêmio dele? Locutor: Olha só, Neemias. Você acaba de ganhar um...

Sugestão pedagógica nº 3
(Mostre o cartaz “Grandes Discípulos de Deus sabem que são especiais e não precisam provar nada para ninguém”). Comunicador (saindo do papel de apresentador): Este ponto é exatamente a essência do que somos: filhos de Deus, amados com um amor que está acima de qualquer tentativa de compreensão. Somos Grandes Discípulos e não precisamos sair por aí provando nada para nin-

Página 103 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

guém. Nossos gestos e atitudes para com os outros não devem ser de alguém que quer se mostrar especial, assumido uma postura de vaidade, querendo “aparecer” como Grande Discípulo. Humildade e discrição são os ingredientes da postura adequada para um verdadeiro Grande Discípulo. Você precisa se achar impressionante, pois você é uma criança de Deus que é amada além de toda compreensão, e que você é um grande discípulo. Você não precisa provar nada para ninguém. Não tem necessidade de menosprezar as crianças menores. Você não precisa brigar com seus irmãos e irmãs. Nós todos precisamos estar seguros de quem nós somos e de quem Deus nos fez para sermos.

Há uma diferença entre ser autoconfiante e ser vaidoso ou convencido e os Grandes Discípulos têm que conhecê-la. Neemias mostrou conhecer essa diferença quando não respondeu as provocações de seus inimigos. Ele sabia para quem estava trabalhando e tinha confiança suficiente em Deus para não ir enfrentar os inimigos a fim de provar o que já sabia. Locutor: Bem, o nosso tempo acabou. Eu agradeço a participação do pessoal do painel. Vocês foram ótimos! A gente se vê na próxima vez que jogarmos o “Grande Discípulo de Deus”. Até lá sejam, de verdade, Grandes Discípulos. (Ponha música para encerrar).

Pós-Ensino (5 minutos)
Líder: Deus sonda o coração, então a minha atitude é muito importante. Atenção, Grandes Discípulos! Deus quer que vocês O sigam e obedeçam. Quer também que sejam sábios e influenciadores, mas, acima de tudo, quer a atitude correta nos seus corações. E isso tem a ver com respeitar os nossos limites e os que têm autoridade sobre nós, servir ao próximo e estar conscientes de que Deus é que está agindo em nossas vidas. A primeira coisa que Neemias fez ao concluir a reconstrução do muro foi juntar todo o povo para adorar ao Senhor como nunca haviam feito antes. Nas últimas semanas, temos aprendido bastante sobre como ser um Grande Discípulo de verdade. E devemos lembrar quem é o nosso Mestre. Precisamos louvar ao Senhor e lhe dar toda a glória. Por isso, agora vamos orar ao Senhor, agradecendo pelo que nos ensinou nessa lição. Junte-se a alguém perto de você para orarem juntos ou, se preferir, pode orar sozinho. Vou lhes dar um minuto para orarem agradecendo e depois orarei encerrando.

Oração
(Dê um tempo para as crianças orarem juntas, agradecendo ao Senhor pelo que aprenderam na lição de hoje). Querido Deus, Obrigado por nos ajudar a compreender que temos influência sobre as outras pessoas. Ajude-nos a ser, de vcrdade, Grandes Discípulos. Amém. Líder: Não sei se vocês estão lembrando, mas hoje teremos o nosso Torneio Final da Competição de Grandes Discípulos de Deus. Vou lhes dar um tempinho para irem para os seus Pequenos Grupos, se prepararem com o seu líder para o torneio. Começaremos daqui a pouco. (Dê um tempo para as crianças se prepararem para o torneio).

Página 104 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Torneio Final da Competição de Grandes Discípulos de Deus
Esse torneio acontecerá em um momento normalmente destinado à reunião de Pequenos Grupos. Você poderá incrementar a brincadeira acrescentando alguns detalhes, como uma música que tenha a ver com esporte ou competições esportivas. Pode também vestir um uniforme de árbitro de futebol. Quanto mais criatividade, mais as crianças gostarão da brincadeira).

PEÇA para virem à frente os representantes de cada Pequeno Grupo (deve ser aquele que ganhou mais rodadas nas semanas anteriores). DÊ a cada jogador um par de Cartões do Grande Discípulo e do Pequeno Discípulo (um de cada). EXPLIQUE as regras: Esse jogo será igual aos anteriores. Os jogadores sentarão num círculo com as mãos no chão, nas laterais. Os cartões (Grande e Pequeno Discípulo) deverão ser colocados no chão, na frente de cada jogador e com a face voltada para baixo. Ao ser lida a situação e as possíveis respostas, eles deverão colocar o cartão do Grande Discípulo ou o do Pequeno Discípulo no centro do círculo. O último a colocar o cartão, ou aquele que colocar o cartão errado, fica fora do jogo até o final da rodada. Os vencedores de cada rodada disputarão a rodada final. COMECE a rodada inicial. LEIA a primeira situação e em seguida as respostas, uma de cada vez. Lembre-se de observar quem solta o cartão por último. Situação nº 1: Alguns meninos estão perturbando Miguel, um garotinho meio tímido que chegou há pouco na escola. Você: Junta-se a eles para rir do garoto; (pd) Dá um soco no garoto que estiver perturbando mais; (pd)

Chama a atenção deles para longe de Miguel; (GD) Faz piadinhas também, só para parecer engraçado; (pd) Chama o Miguel para planejar uma vingança; (pd) Convida Miguel para passar o fim de semana em sua casa; (GD) Começa a perturbar os outros garotos para que eles parem de atacar Miguel; (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a segunda rodada. Situação nº 2: Você ouve dizer que um amigo seu está fumando. Então: Passa o boato adiante; (pd) Confronta a pessoa que está espalhando o boato; (GD) Confere se é verdade, procurando o amigo e lhe perguntando; (GD) Examina o que a Bíblia diz sobre fofoca; (GD) Tenta acabar com a fofoca; (GD) Acrescenta mais um detalhezinho e passa a fofoca adiante; (pd) Inicia uma outra fofoca, agora sobre o seu professor; (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a terceira rodada. Situação nº 3: Um amigo convida você e a turma para assistir a filmes de adultos. Você: Vai e se diverte; (pd) Tenta persuadir o grupo a fazer outro programa; (GD) Aconselha-se com os seus pais; (GD) Mente para eles, dizendo que está de castigo; (pd)

Página 105 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Diz a eles que você não vai; (GD) Diz a eles que esses filmes não prestam e joga a TV do seu amigo pela janela; (pd) Aceita o convite e junta-se a eles; (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a quarta rodada. Situação nº 4: Seus pais lhe deixam sozinho em casa enquanto saem para jantar fora. Você: Limpa a cozinha, para fazer-lhes uma surpresa; (GD) Risca as paredes da cozinha, para fazer-lhes uma surpresa; (pd) Convida um monte de gente para vir à sua casa, sem a permissão dos seus pais; (pd) Aproveita para assistir a filmes de adultos na TV a cabo; (pd) Deixa bilhetinhos declarando o seu amor, espalhados pelo quarto deles para que encontrem mais tarde; Aproveita para ler um bom livro; (GD) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a quinta rodada. Situação nº 5: Na cantina de sua escola, diante de várias pessoas, um colega pergunta se você é um crente em Jesus Cristo. O que você faz? Finge que não ouviu e sai de fininho; (pd) Ri, tentando disfarçar; (pd) Convida-o a conhecer o Geração Futuro; (GD) Muda de assunto; (pd) Responde que sim; (GD) Faz a mesma pergunta e concorda com a resposta dele; (pd) Diz que não quer falar sobre isso; (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a sexta rodada. Situação nº 6: Um colega de classe lhe pede ajuda com a tarefa de Matemática, mas você sabe que isso levaria muito tempo. Na verdade, quer ir brincar com os outros colegas. Qual deve ser a sua atitude? Mostrar-se arrogante; (pd)

Servir ao próximo; (GD) Pensar em si mesmo; (pd) Mostrar-se imprestável; (pd) Dizer que está muito ocupado; (pd) Mostrar-se prestativo; (GD) Ficar com raiva; (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a sétima rodada. Situação nº 7: Seus pais lhe deram uma bicicleta. Você andou nela o dia inteiro e está muito cansado. De repente, começou a chover e os seus pais lhe pediram para guardar a bicicleta na garagem. Qual deve ser a sua atitude? Agir irresponsavelmente; (pd) Dizer: “Agora estou cansado e não posso fazer isso”; (pd) Agir com responsabilidade; (GD) Dizer: “Tudo bem, eu vou guardá-la”; (GD) Demonstrar compreensão; (GD) Não se importar (pd) Dizer: “Farei isso mais tarde”; (pd) TRAGA os vencedores de cada rodada de volta ao círculo e comece a rodada final. EXPLIQUE que você vai dizer alguns nomes e frases que apareceram nas lições anteriores e eles deverão identificá-los como Grandes ou Pequenos Discípulos, ou como atitudes de Grandes ou Pequenos Discípulos. Boaz; (GD) Coração dividido; (pd) Orar pedindo sabedoria; (GD) Faraó; (pd) Neemias; (GD) Maria-vai-com-as-outras; (pd) Estudar a situação; (GD) Caim; (pd) Seguir sempre a maioria; (pd) Rute; (GD) Obedecer só quando for conveniente; (pd) Discípulos de Deus; (GD) Hamã; (pd) Servir ao próximo; (GD)

(Promova quantas rodadas forem necessárias para se chegar a um vencedor. Anuncie o Página 106 campeão ao grupo e ponha uma música É permitida a reprodução para uso em sua igreja. animada para tocar enquanto as crianças

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 13
UNIDADE 3

Revendo o Velho Testamento

História bíblica

Deus revelou Seu glorioso plano e criou os céus, a Terra e todos nós, mas Adão e Eva optaram por se rebelar contra o Seu amor e o Seu plano. A conseqüência disso foi que toda a descendência de Adão também já nasceu separada e distante de Deus. Ele, então, demonstrou o Seu amor através de um extraordinário plano de resgate da humanidade. Percebemos esse amor já no Éden, quando o Senhor vestiu Adão e Eva, mesmo depois de haverem se rebelado e, depois, na promessa feita a Abraão, de que faria dele uma grande nação. Na retirada de Israel do Egito, no suprimento das necessidades no deserto, na concessão da terra prometida, no longo período de liderança dos juízes e dos reis, na disciplina de Seu povo no exílio, e, principalmente, percebemos Seu grande amor através da extraordinária graça, que restaurou o templo e preparou o cenário para o mais incrível ato de tentativa de resgate da humanidade: a vinda dEle próprio como Conceito-chave homem, o Messias. A Bíblia é a história de Deus. Ele nos Versículo-chave ama e quer que “Pois desde a criação sejamos parte de Sua do mundo os atributos história. invisíveis de Deus, Seu eterno poder e Sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.” (Romanos 1:20)

e Tudo s ! ncaixa e

Objetivos

O QUE? (GG): As crianças revisarão o que aprenderam sobre todas as eras do Velho Testamento para que vejam como, do Gênesis ao Apocalipse, as histórias se encaixam no plano de Deus. Queremos que elas conheçam mais sobre o amor de Deus, sobre a razão pela qual Ele criou o mundo e as pessoas, e como quer que vivamos. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus tem um plano, quer que sejamos parte de Sua história e nos comunicou isso através da Bíblia. E AGORA? (PG): As crianças cumprirão uma atividade que as ajudará a recordar todo o Velho Testamento.

Lição espiritual
Estudar as Escrituras

Pessoal necessário
Comunicador e quatro atores.

Material necessário
Material com versículo bíblico. Se optar pela dramatização ao vivo: Uma cortina ou tela divisória; Quatro pastas, cada uma com uma cópia do roteiro; Papel brilhante; Uma serpente de brinquedo; Acessórios de cada personagem.

Preparação prévia
Prepare o cartaz com o versículo bíblico.

Página 107 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Prepare o palco para a dramatização. Ponha a tela (ou cortina) na parte da frente da sala e esconda o material de apoio atrás dela. Essa dramatização requer mudanças

rápidas, então o material de apoio (acessórios) de cada personagem deverá estar organizado de modo que possibilite acesso fácil a cada ator.

Pré-ensino (5 minutos)
Comunicador: Bem-vindos ao Geração Futuro! Se você tem estado conosco em todos os domingos dos últimos três meses, deve ter-me ouvido falar que, na história de Deus, tudo se encaixa. Nós dissemos anteriormente que faríamos uma viagem pela Bíblia inteirinha, de Gênesis a Apocalipse, para ajudá-los a ver que ela não é apenas uma coleção de histórias desconexas nem uma seqüência de eventos não relacionados entre si. Também não é apenas um livro sobre uma porção de gente que viveu há milhares de anos e que não tem nada a ver conosco. Queríamos que soubessem que “tudo se encaixa”. Deus tinha um plano e um propósito desde o início e você está incluído em tudo isso. Certo. Completamos o Velho Testamento. Obviamente não vimos todas as histórias, mas estudamos os principais eventos que aconteceram naquele período. Pode parecer que tenha sido muito rápido, afinal foi em apenas alguns meses, por isso, vamos revisar as histórias, desde o início até o final do Velho Testamento. À medida que vocês ouvirem novamente e se lembrarem das coisas que Deus fez, verão que “tudo se encaixa”. A essa altura, vocês podem estar se questionando: “Por que devemos dar importância ao fato de que tudo se encaixa?” É uma boa pergunta e merece uma resposta. Vamos dar uma olhada no versículo de hoje. Não se preocupem com as frases longas, porque, na verdade, elas querem dizer algo extremamente simples. (Mostre o versículo bíblico) “Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e Sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.” (Romanos 1:20) Este versículo está dizendo que Deus nos deu tudo – a história da criação testifica sobre Seu poder no Velho Testamento – para que soubéssemos que Ele é real e que é Deus. Seremos indesculpáveis se ficarmos pensando: “Como será que é Deus?” Ele já nos deu a resposta. Queremos que vocês observem que, na história de Deus, tudo se encaixa para fazer sentido. Então, vamos fazer uma coisa. Vou fazer umas perguntas e, aí, voltaremos ao Velho Testamento. Acho que vocês concordarão que se o Velho Testamento puder responder às perguntas, teremos uma boa razão para acreditar que na história de Deus tudo se encaixa. E aqui estão as perguntas: “Há alguma coisa tão má que eu possa fazer que levaria Deus a me rejeitar? Algo tão grave que faria com que Ele dissesse: Agora chega! Não quero mais saber de você! Há algo imperdoável que eu possa ter feito em minha vida? E se Deus desistir de mim?” Alguém já fez a si mesmo essas perguntas? Vocês obterão as respostas. Tudo pronto? Então é hora de voltar. E aqui vamos nós ao Velho Testamento inteirinho em 20 minutos!

Página 108 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ensino (20 minutos)
Revendo o Velho Testamento
Dicas para a dramatização: 1.Este roteiro foi elaborado para ser interpretado por quatro atores encenando todos os papéis. A idéia é que eles estejam todos vestidos iguais (de preto, por exemplo) e usando uma peça de roupa ou algum acessório diferente ou segurando um cartaz que possibilite a identificação dos personagens que estão interpretando. Depois de cada ato, eles voltam para detrás da cortina, trocam a peça de roupa, o acessório ou o cartaz, e reaparecem com o novo personagem. 2.Este roteiro pode ser interpretado muito facilmente, com não mais do que um acessório para cada personagem (essa é a nossa sugestão). Mas também pode ser de forma mais elaborada, com vários acessórios, chapéus, barbas postiças, roupas da época, etc. As duas abordagens podem ser eficientes e cabe a você determinar qual a forma mais adequada para o seu grupo. 3.O tamanho do roteiro pode vir a intimidar. Mas não deixe que isso o desmotive quanto à dramatização. Estamos falando de uma encenação simples, com o objetivo de contar uma história, e não de dramatização profissional de alto nível. Então não há nada que impeça os atores de, durante a apresentação, se for o caso, usarem uma das mãos para carregar a pasta com o roteiro e, com a outra, segurar o acessório do personagem. Entretanto, mesmo podendo recorrer a esse tipo de ajuda durante a peça, recomendamos alguns ensaios para maior segurança dos atores. 4.Temos uma lista de personagens a serem interpretados por cada ator. Entretanto, no decorrer da dramatização, aparecerão alguns personagens que não estão nesta lista e que deverão ser designados a um dos atores durante o ensaio. No roteiro, eles aparecem como “ator” ou “israelita” e, por não serem muito específicos, poderão ser interpretados por qualquer um dos atores. Também não se preocupe com a questão de ser um personagem masculino ou feminino. Qualquer deles poderá ser interpretado por um ator ou por uma atriz.

Ator 1:
Narrador e espia;

Ator 2:
Adão, Caim, voz de Deus, Anjo, Moisés, Israelita 1, Gideão, Davi, Locutor 1 e Neemias;

Ator 3:
Serpente, Abel, Isaque, Mercador, Boaz, Samuel, Salomão, Locutor 2, Artaxerxes e Judeu;

Ator 4:
Eva, Abraão, Faraó, Josué, Saul, Israelita 2, Profeta, Locutor 3 e Trabalhador. (O palco deve estar preparado com uma cortina onde os atores trocarão os trajes e onde estarão os cestos ou caixas com os acessórios dos personagens). Atores: A História de Deus. Cena 1: “O Gênesis” ! Narrador: No princípio, não existia nada, só Deus. Então Ele falou e houve luz (mostre o papel brilhante rapidamente por detrás da cortina). No sétimo dia, Deus já havia criado todas as coisas: a Terra, os animais, os peixes, o universo inteiro e, finalmente, o homem, criado à Sua própria imagem e semelhança. Adão (olhando para si mesmo): Nada mal! Narrador: Mas Deus viu que o homem estava solitário e criou a mulher para que

Página 109 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

lhe fizesse companhia. Adão (ao ver Eva): Humm, nada mal! Narrador: Tudo estava perfeito. Deus providenciara para o homem e para a mulher tudo que precisavam. Eles tinham intimidade com Deus, exatamente como o Senhor havia planejado... Até um certo dia. (Entra em cena a serpente) Serpente: Ei, garota! Eva: Quem, eu? Serpente: E existe alguma outra garota no planeta inteiro? É claro que é com você que estou falando. Eva: E o que você quer? Serpente: Bem, eu estava aqui pensando. Você e o seu garotão parecem estar numa boa por aqui. Mas eu já percebi que vocês nunca comem do fruto dessa árvore. Por quê? Eva: Deus só nos deu uma regra. Que não comêssemos do fruto dessa árvore. Ele disse que se comermos, morreremos. Serpente: Ah, mas o que é isso? Se comer só um pedacinho da fruta? Não, vocês não morrerão! Vocês têm um mundo inteiro só pra si e estão com medo de comer uma frutinha de nada? Eva: Não, eu não tenho medo. Eu só... Serpente: Ui, ui, ui! Ai, ai, ai, que medo! Eva: Eu não estou com medo! Serpente (oferecendo a fruta): Então, prove!

Eva (morde a fruta e cai em si): Oh! Adão: O que está acontecendo aqui, Eva? (Adão vê a fruta) Ei, dá um pedacinho aí. Estou morrendo de fome. (Adão come e também cai em si) Oh! Narrador: Eles quebraram a única regra que Deus lhes havia dado. Como conseqüência, estragaram um relacionamento perfeito com o Deus Santo. Eles foram banidos do Jardim do Éden e passaram a ter que produzir o alimento que antes era providenciado por Deus. O tempo passou e eles tiveram dois filhos. Abel era um pastor. Abel (simpático, com um cajado na mão): E aí? Tudo bem? Narrador: E Caim era um fazendeiro. Caim (de cara fechada, usando um chapéu de palha): Olá! Abel: Meu rebanho está ficando uma beleza. Os cordeirinhos estão gordinhos e saudáveis e só tenho que agradecer a Deus por isso. Vou lhe oferecer o meu melhor cordeiro e Ele, certamente, ficará contente. Caim (de cara totalmente fechada): Eu sei! Minha colheita é que foi realmente fantástica. Eu simplesmente adoro trabalhar o dia inteiro debaixo do sol quente. Graças a Deus! Também estou pensando em lhe oferecer uma parte da minha colheita. (Dirigindo-se ao narrador) O que você está olhando? Eu não sou bobo de dar a melhor parte, não. Narrador: Deus se agradou da oferta de Abel, com seu melhor cordeirinho. Já a oferta de Caim não conseguiu agradar muito. Caim: O quê?

Página 110 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Narrador: Deus disse a Caim: “Por que está tão irado? Você precisa se controlar, antes que isso o leve ao pecado”. Caim: Tudo bem, eu vou tentar. (Sussurrando) Pode esquecer essa bobagem. (Em voz alta) Ei, Abel! Vamos ali no campo. Tem uma coisinha que eu quero lhe mostrar já faz algum tempo. Abel: Mostrar-me o quê? Caim: Você sabe... isto! (Ele arrasta Abel para detrás da cortina e ouve-se o som de alguém sendo estrangulado). Narrador: E Caim matou Abel. O primeiro assassinato tinha sido cometido. Desde então, as coisas não melhoraram. O homem tem ficado cada vez pior e mais distante de Deus. Aquele bom relacionamento com Deus, que foi a razão pela qual Ele criou o homem, já acabou há muito tempo. (Vemos agora a figura de um barco flutuando sobre as ondas) Narrador: Então Deus decidiu começar de novo. Ele fez cair um grande dilúvio sobre a Terra, o qual matou todas as pessoas do mundo, exceto a família de um homem que escapou em um grande barco, juntamente com um casal de cada espécie animal. Ator: Eles quase morreram por causa do fedor dos animais. Narrador: A família de Noé sobreviveu ao dilúvio e repovoou a Terra. Cena 2: “A Promessa” O tempo passou, e mesmo Deus tendo demonstrado com o dilúvio que estava falando sério, a maioria das pessoas O

ignorou e continuou pecando. Algumas delas, no entanto, optaram por fazer a vontade de Deus. Uma dessas pessoas foi um homem chamado Abraão. (Surge Abraão, usando uma barba) Voz: Abraão! Abraão: O quê? O que está acontecendo? Quem está aí? Voz: Sou Eu, o Seu Deus! Abraão (caindo de joelhos): Incrível! Deus está falando comigo! O que eu fiz para merecer esta honra? Voz: Você tem me obedecido. E por isso vou lhe fazer uma promessa. Dar-lhe-ei mais descendentes do que as estrelas do céu e farei de você uma grande nação, a qual chamarei de meu povo. Abraão: Meu Deus, isto é maravilhoso! Mas onde é que eu vou colocar tanta gente? Eu só tenho essa quitinete em que moro e... Voz: Eu lhe mostrarei uma terra maravilhosa, a qual darei para você e seus descendentes. Se confiar em mim e me obedecer, derrotará o povo que vive lá agora, na terra que mana leite e mel. Abraão: Que ótimo! Voz: Agora, vai! Narrador: E assim foi feita a promessa, que mostraria para sempre a fidelidade de Deus, ainda que demorasse um pouco para ser cumprida. O tempo passou e Abraão e Sara tiveram um filho. Para testá-lo, Deus veio a Abraão e lhe pediu que sacrificasse o seu filho

Página 111 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Isaque (Vemos Abraão quase matando Isaque com uma faca de plástico). Abraão estava quase completando o sacrifício quando um anjo o interrompeu. Anjo (usando uma auréola): Você não precisa fazer isso, Abraão. Deus só queria testar a sua obediência. Narrador: Mais tempo se passou e Isaque teve dois filhos, Jacó e Esaú. Eles discutiram por causa de uma peça que Jacó pregou em Esaú. Temendo por sua vida, Jacó fugiu para um lugar chamado Harã. No final das contas, Jacó teve doze filhos e um deles se chamava José. A história de José e de seus irmãos é bem conhecida. Vamos rapidamente recapitulá-la. (O narrador lê o texto enquanto no palco, às suas costas, os atores dramatizam a história). Jacó amava muito a José e lhe deu de presente uma túnica colorida (José entra, usando a túnica). Os irmãos de José o odiavam e o venderam como escravo. Ele trabalhou para um homem chamado Potifar, mas foi para a prisão por causa de uma trama armada pela esposa de seu patrão. O Faraó estava perturbado por sonhos misteriosos e ouviu falar de um rapaz que estava preso e que podia interpretar sonhos. José disse ao Faraó que os seus sonhos significavam que, durante sete anos, haveria grande escassez de alimentos em todo o Egito. O Faraó nomeou José como Governador do Egito e ele logo tratou de armazenar alimentos para enfrentar o período de escassez, e isso salvou o Egito. A família de José juntou-se a ele no Egito durante o período de escassez. Os anos passaram e a família de José ficou cada vez maior. Foi aí que a promessa de Deus a Abraão começou a se tornar realida-

de (não esqueça que Abraão era bisavô de José). José morreu, mas sua família continuou a crescer. Algum tempo depois, um novo Faraó assumiu o poder. Ele não se lembrava de José e nem do motivo pelo qual havia tantos israelitas no Egito. Então os escravizou mas, mesmo assim, eles continuaram a se multiplicar até chegar a cerca de dois milhões de pessoas. Foi aí que o Faraó decidiu acabar com os judeus de uma vez por todas. Ele decretou que, a partir daquela data, todo bebê israelita que nascesse macho, deveria ser morto. Foi nessa época que nasceu Moisés. (Os atores vão para a “área de descanso” beber água, etc). Narrador: Cena 3: “O Êxodo” ou... “Vem Moisés, tire-nos daqui!”. Bem, foi nessa época que nasceu Moisés! (falando em voz alta para chamar a atenção dos atores). Atores: Tudo bem, tudo bem. Já estamos indo. Narrador: Foi nessa época que nasceu Moisés. Moisés (entra segurando o cajado): Eu sou Moisés. E o negócio é o seguinte: Eu fui criado como um príncipe, entretanto, matei um homem e, amedrontado, fugi para a terra de Midiã. Mercador: Bem-vindos à Midiã, terra de mistérios e aventuras e o maior centro comercial deste lado do Mar Vermelho. O senhor não estaria interessado em... Moisés: Não, muito obrigado. Bem, estou em Midiã. Aqui me casei, me tornei pastor e ouvi a voz de Deus em uma sarça ardente. Ele me mandou voltar para o Egito e dizer ao Faraó que libertasse os israelitas da escravidão. Faraó (usando uma coroa): Moisés, você

Página 112 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

deve estar brincando! Moisés: Não estou, não. Foi pra isso que eu vim. Faraó: Eu jamais libertarei o seu povo. Moisés: Péssima decisão, Faraó. Você conhecerá a ira de Deus. Narrador: E pra encurtar a história... Atores: Tarde demais! Narrador: Ele já conheceu. (Os atores entram em cena fazendo gestos que representam as pragas) Moisés: Que comecem as pragas! Ator 1: Sangue no Nilo! Ator 2: Rãs! Ator 1: Moscas! Ator 2: Piolhos! Ator 1: Peste nos animais! Ator 2: Úlceras! Ator 1: Chuva de pedras! Ator 2: Gafanhotos! Ator 1: Trevas! Narrador: E, finalmente, a morte de todos os primogênitos do Egito. Moisés: Atenção, israelitas. Se passarmos o sangue de um cordeiro perfeito na ombreira das portas, Deus passará adiante de nossas casas e não matará nossos primogênitos. Narrador: E assim aconteceu. Mas... Faraó: Meu filho está morto. Vá, Moisés, leve o seu povo e vá embora. Moisés: É o fim de quatrocentos e trinta anos de escravidão. Vamos sair logo do Egito, antes que o Faraó mude de idéia.

Rápido, sigam-me! Narrador: E tudo estava indo bem. Pelo menos nos primeiros cinco minutos. (Os israelitas se preparam e iniciam a fuga) Israelita 1 (choroso): Por que vamos partir desse jeito, Moisés? O Mar Vermelho está bloqueando a nossa passagem e o Faraó mudou de idéia e já botou o seu exército em nosso encalço. Acho melhor voltarmos para o Egito. Israelita 2: Moisés, eu jamais deveria ter lhe seguido. Israelita 1: Eu prefiro morrer. Moisés: Chega de reclamações! (Após pequena pausa, um momento de seriedade. Moisés vai pra junto do Mar Vermelho e abre caminho entre as suas águas. Os israelitas 1 e 2 simulam o barulho do mar se abrindo). Narrador: Deus permitiu que Moisés abrisse o Mar Vermelho e conduzisse o povo pisando em terra seca, mas os egípcios foram destruídos quando o mar voltou a se fechar. Durante o ano seguinte, muitas coisas aconteceram quando os israelitas vagavam pelo deserto procurando a terra que Deus havia prometido a Abraão, o lugar que viria a ser conhecido como “A Terra Prometida”. Foi nesse período que Deus lhes entregou os Dez Mandamentos. Moisés (segurando as tábuas): Aqui estão os Dez Mandamentos! Narrador: Alguns dos quais foram imediatamente desobedecidos.

Página 113 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Moisés: É verdade. Narrador: Eles se queixaram de fome. Israelitas (chorosos): Estamos com fome! Narrador: Então Deus lhes providenciou o maná, que caía dos céus (providencie o “maná” para ser jogado sobre os atores, por cima da cortina, por alguém atrás do palco). Eles reclamaram que estavam com sede. Israelitas: (chorosos): Estamos com sede! Narrador: E Deus lhes deu água tirada de uma pedra (alguém joga água nos atores por cima da cortina, usando regadores). Eles estavam fartos do maná. Israelitas: Nós não queremos mais o maná! Narrador: Então Deus lhes providenciou codornas para que comessem (joguem galinhas de plástico por cima da cortina). Israelitas (experimentando): Tem gosto de galinha. Narrador: E assim aconteceu durante todo o tempo que levaram para chegar à terra prometida. Os israelitas foram desobedientes e murmuradores, mas Deus continuou a perdoá-los e a supri-los em tudo. Até que um dia, chegaram à terra prometida. Moisés: Esta é a terra onde mana leite e mel que Deus nos prometeu. Israelita 1: Moisés, isso parece legal. Mas tinha que ser leite? É que eu sou meio alérgico à lactose e... Moisés: Pode parar! Eu já enviei alguns espias para olharem a terra e trazerem um relatório do que vamos encontrar lá.

Espia (com binóculos): Oi, já estou de volta! Israelitas: E o que você viu por lá? Espia: Já tem muita gente vivendo lá. Israelitas: O quê? Espia: É, e os caras são enormes! Israelitas: O quê? Espia: Eles serão inimigos muito perigosos. Israelita 1: Ah, essa é boa! Muito boa! Israelita 2: As coisas nunca são como a gente quer! Israelita 1: Eu gostaria de voltar ao Egito. Israelita 2: Moisés, eu gostaria de não tê-lo seguido. Israelitas: Preferíamos estar mortos! Moisés: Eu não acredito! Deus disse que nos daria esta terra, que derrotaria os nossos inimigos por nós, e vocês ainda reclamam e não confiam nEle! Narrador: Então, Deus, que havia conduzido os israelitas à terra prometida, resolveu puni-los. Eles foram forçados a vagar pelo deserto por mais quarenta anos. Nenhum daqueles que viram as maravilhas de Deus no Egito poderiam ver a terra prometida. Israelitas (chorosos): Oh, não! Narrador: Inclusive Moisés. Moisés: Oh, não!

Página 114 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Narrador: Pra encurtar a história... Atores: Tarde demais! Narrador: Passaram-se quarenta anos. Cena 4: “Vagando no deserto”. Narrador: Moisés já morreu e Deus escolheu um outro líder para os israelitas. Ele se chamava Josué. Josué (Muito orgulhoso, segurando o cajado de Moisés): Olá, pessoal! Narrador: Josué era um cara humilde... Josué (todo humilde): Olá, pessoal! Narrador:...e liderou os israelitas muito bem. Finalmente, chegou a hora de entrar na terra prometida e Josué estava à frente deles nesse momento. Desta vez, estavam prontos para confiar em Deus e fazer as coisas da maneira dEle. Josué: Ouçam bem, israelitas! Há muitas pessoas vivendo aqui e que tentarão nos impedir de tomar posse da terra. Israelita 1: Mas nós não fizemos reserva? Josué: Prestem atenção! Se obedecermos a Deus, ninguém conseguirá nos derrotar. Mas se não obedecermos, teremos problemas. Narrador: E foi isso que aconteceu. Quando eles obedeciam a Deus, ninguém conseguia derrotá-los. Israelitas (comemorando): Iáááá! Narrador: Mas quando eles davam oportunidade ao pecado ou desobedeciam a Deus, até mesmo o inimigo mais fraco conseguia derrotá-los.

Israelitas (tristes e derrotados): Ohhhh! Narrador: Bem, no fim das contas, os israelitas tomaram a maior parte de Canaã, a Terra Prometida e enquanto obedeceram, eles venceram. Israelitas: Iáááá! Narrador: Quando desobedeciam, perdiam. Israelitas: Ohhhh! Narrador: Venceram algumas batalhas... Israelitas: Iáááá! Narrador:...E perderam outras. Israelitas: Ohhhh! Narrador: Algumas vezes... Israelita 1: Chega! Nós já entendemos! Narrador: Tudo bem. Onde é que eu estava mesmo? Israelita 1: No fim das contas, eles tomaram a maior parte de Canaã, a Terra Prometida. Narrador: Exatamente, obrigado! Agora vamos à cena 5: “Entrando na Terra Prometida”. Narrador: Antes de morrer, Josué deu algumas instruções aos israelitas. Josué: Eu sinto que vou morrer em pouco tempo... Israelita 2: Morrer? Eu nem sabia que você estava doente.

Página 115 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Josué: Eu não estou doente. Estou velho. Israelita 2: Ah, bom! Josué: Mais alguma pergunta ou eu posso terminar antes de cair durinho aqui mesmo? Certo. Muito obrigado! Depois que eu morrer, não esqueçam o que Deus fez por vocês. Continuem a obedecê-lO. Há ainda uma ordem do Senhor para vocês. Agora que possuem quase toda a terra de Canaã, devem atacar e derrotar os poucos povos que ainda vivem nessa terra. Israelita 1 (lamentando): Tem certeza de que precisamos fazer isso? Josué: Sim, seus molengas! Precisam sim! Israelita 2: Mas por quê? Josué: Porque Deus sabe como facilmente se distanciam dEle. Os outros povos que ainda vivem nesta terra adoram a outros deuses, por isso Ele quer que vocês os expulsem daqui. Esta terra deve ser totalmente consagrada ao Senhor, para que vocês não sejam tentados a adorar deuses estranhos. Israelita 1: Nós nunca adoraremos outros deuses! Israelita 2: É. Nós prometemos! Josué: Sei. Como se eu nunca tivesse ouvido isso antes! Narrador: Então morreu Josué. E para encurtar a história... Atores: Tarde demais! Narrador: Os israelitas ignoraram a ordem que Deus havia dado de expulsarem todos os outros povos que viviam em Canaã. Cena 6: “Os Juízes”.

Ator: ou “Pode parar! Ficar andando em círculos desse jeito me deixa tonto!”. Narrador: O período dos juízes foi um tempo de muita desobediência por parte dos israelitas. Eles haviam se recusado a obedecer a Deus e não expulsaram os outros povos que viviam em Canaã. Este pecado atraiu mais pecados. Logo eles estavam casando com pessoas com as quais não deviam e adorando falsos deuses. Na verdade, Deus foi abandonado por eles. Por isso, Ele permitiu que os israelitas fossem derrotados e capturados pelos seus inimigos. Israelitas (chorosos): Deus, ajude-nos! Nós fomos derrotados e capturados pelos nossos inimigos! Israelita 1: Ei, mas não foi por nossa própria culpa? Israelita 2: Você quer dizer que se nós tivéssemos expulsado os nossos inimigos, não estaríamos nessa situação? Israelita 1: Exatamente! (Pausa) Israelitas (outra vez chorosos): Deus, ajudenos! Nós fomos derrotados e capturados pelos nossos inimigos! Narrador: Então Deus lhes enviou um líder, um juiz, para conduzi-los à vitória contra os inimigos que os haviam capturado. Israelitas: Iu, hu! Narrador: E a situação ficou assim durante 325 anos. Os israelitas seguiriam e obedeceriam a Deus e Ele lhes daria a vitória contra os seus inimigos.

Página 116 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

(Os israelitas correm pelo palco, erguendo as espadas). Israelitas: Deixa com a gente! Narrador: Mas, depois de algum tempo, eles se acomodaram, esqueceram-se de Deus e Ele outra vez permitiu que fossem capturados pelos seus inimigos. (No palco, os israelitas batem em retirada). Israelitas: Foge, pessoal! Narrador: Eles suplicariam a ajuda de Deus... Israelitas (chorosos): Deus, ajude-nos! Fomos derrotados e capturados pelos nossos inimigos! Narrador:...E Deus mandaria mais um juiz para libertá-los. Israelitas: Iu, hu! Narrador: E assim aconteceu sucessivamente. Israelitas: Deixa com a gente! Dá o fora, pessoal! Deus, ajuda-nos! Fomos derrotados e capturados pelos nossos inimigos! Iu, hu! Deixa com a gente! Foge, pessoal! Deus, ajuda-nos! Fomos derrotados e capturados pelos nossos inimigos! Iu, hu! Deixa com a gente! Se manda, pessoal! Narrador: Chega! Nem é necessário dizer que eles estavam presos em um terrível ciclo de pecados. Durante esse período, poucos permaneceram sempre fiéis a Deus, entre esses, Boaz... Boaz (usando um chapéu de vaqueiro): Bom dia, “cumpade”! Narrador:...Que era um simples fazendei-

ro nessa época, e Gideão... Gideão (segurando um martelo de juiz): Olá! Narrador:...Que foi um dos juizes enviados por Deus para conduzir os israelitas à vitória. Mas, como eu disse, o ciclo de pecado e desobediência continuou por 325 anos. Você deve estar pensando: Quando é que isso acaba? Israelitas: Quando é que acaba? Quando é que acaba? Narrador: Acaba com a chegada de... Cena 7: “Os Reis”. Narrador: O último juiz desse período foi Samuel. Mas quando ele se aposentou, os israelitas recomeçaram a se lamentar. Israelitas (lamentando): Não queremos mais um juiz. Queremos um rei! Os filisteus têm um rei! Os amalequitas têm um rei! Por que não podemos ter um rei? Nós nunca temos nada! Narrador: Quando contaram isso a Samuel, ele ficou furioso. Samuel (com o martelo): Estou furioso! Vocês, por acaso, não sabem o que significa ter um rei? Ele tomaria seus filhos e filhas para servi-lo cuidando de seus cavalos, cozinhando para ele, lutando no seu exército e trabalhando no seu palácio. Ele tomaria para si a melhor parte de suas terras, de seus campos e de suas plantações. Vocês seriam praticamente escravos. Israelitas: Que conversa é essa? Queremos um rei e é agora! Narrador: Então Deus lhes deu um rei. Ele sabia que isso não resolveria todos os problemas, mas também sabia que eles precisavam aprender isso do modo mais

Página 117 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

difícil. Nessa época, houve vários reis e o primeiro deles foi Saul. (Surge o Rei Saul, usando a coroa). Saul foi um rei muito bom durante algum tempo, mas depois caiu em pecado e desobediência e Deus o substituiu por Davi. (Davi entra e toma a coroa de Saul). Saul: O que é isso? Narrador: Você me ouviu. Davi foi um rei muito bom e, durante o seu reinado, o povo parecia ter acertado o caminho, seguindo a Deus e sendo obediente. Não me leve a mal, mas Davi também cometeu seus erros, como aquele famoso “incidente” com Bate-Seba. Davi: Precisa falar nisso de novo? Narrador: Bem, mas no geral, Davi teve um grande reinado e ficou conhecido como “um homem segundo o coração de Deus”. Ele estabeleceu a cidade de Jerusalém como a capital de Israel. Deus lhe prometeu que seu filho construiria o templo e sua família reinaria para sempre. Davi: Muito bom! Narrador: Davi morre. Davi: Mas eu acabei de chegar! (Salomão toma a coroa de Davi) Narrador: E Salomão se tornou um rei que foi grande realmente e construiu o templo. Salomão (todo convencido): É verdade. Eu sou demais!

Narrador: Mas, no final, botou tudo a perder. Salomão: Oh, não! Narrador: Ao desobedecer a Deus e adorar falsos deuses, Salomão trouxe como conseqüência a ruína de Israel. Salomão: Eu fiz isso? Narrador: Sim, você fez. Salomão: Oh! Narrador: Depois da morte de Salomão, teve início uma espécie de guerra civil entre o norte e o sul de Israel, que foi dividido por causa do pecado de seu rei, exatamente como Deus havia advertido. Os dois reinos, o do norte e o do sul, foram liderados por vários reis, quase todos péssimos governantes. Cada vez mais distante de Deus, a nação de Israel crescia, até que... Salomão (saindo de detrás da cortina): Espera aí um pouquinho! Narrador: O que foi, Salomão? Salomão: E a promessa que Deus fez ao meu pai de que a nossa família reinaria para todo o sempre? Esses reizinhos fracos não eram da nossa família. Narrador: Ele se referia a Jesus. Jesus é o rei que vem da sua família e que reinará para sempre. Salomão: Jesus? Narrador: Mas eu já estou chegando lá. Agora vai me deixar contar a história? Você já está até morto a essa altura dos acontecimentos. Salomão: Desculpa!

Página 118 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Narrador: Onde é que eu estava? Atores: Cada vez mais distante de Deus... Narrador (impaciente): Muito obrigado! Cada vez mais distante de Deus, a nação de Israel crescia, até... Cena 8: “O Exílio”. Narrador: No período dos reis, Deus havia enviado profetas para advertir ao povo. Eles eram homens chamado pelo Senhor para falar ao povo em Seu nome, advertindo-os contra o pecado. Profeta (com um megafone e roupa de policial, agindo como se estivesse na cena de um crime): Por favor, pessoal. Afastem-se do pecado! Não há nada pra se ver aqui. Por favor, afastem-se do pecado e voltem-se para o Deus de seus antepassados. Eu sou um profissional treinado e sei o que estou dizendo. Sejam sempre obedientes a Deus. Narrador: Mas não adiantou de nada. Não funcionou. Então Deus trouxe a ruína sobre Israel, conforme Ele havia avisado a Salomão. O reino do norte foi atacado por uma nação chamada Assíria, que capturou e levou os israelitas como escravos. O reino do sul, que se chamava Judá, foi invadido por uma nação chamada Babilônia e foram também capturados e levados como escravos. Muitas coisas interessantes aconteceram nessa época. Locutor 1 (usando gravata e segurando um microfone): No noticiário de hoje, um homem chamado Isaías, declarando-se um profeta de Deus, anunciou que logo viria o dia em que Deus enviaria um salvador. O homem disse o seguinte: “Por que um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”. Para mais informações sobre este caso, leia a sua Bíblia.

Locutor 2 (usando gravata e segurando um microfone): E atenção! Aparentemente, três rapazes, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, foram lançados hoje dentro de uma fornalha ardente – e sobreviveram! Mais informações, leia a Bíblia. Locutor 3 (usando gravata e segurando um microfone): Outro fato espetacular aconteceu hoje. Um homem chamado Daniel foi atirado numa cova com leões famintos e também sobreviveu! Este e outros acontecimentos, com detalhes, em sua Bíblia. Locutor 1: Na história principal de hoje, Ester, rainha persa e esposa do Rei Assuero, salva todos os judeus da Pérsia da aniquilação total. Locutor 2: O nosso repórter acaba de confirmar que 50.000 judeus retornaram hoje para a cidade de Jerusalém. Eles haviam sido levados cativos há mais de setenta anos pelos babilônios e agora são os primeiros a retornar à sua terra natal. Um porta-voz dos israelitas confirmou que eles pretendem reconstruir o templo que foi destruído no ataque dos babilônios, há setenta anos. O resto de Jerusalém está em ruínas. Narrador: E assim aconteceu. Os judeus estavam longe de sua terra natal, mas, mesmo cativos em uma terra estranha, foram usados por Deus. Os anos passaram e, pra encurtar a história... Atores: Tarde demais! Narrador: Setenta anos depois de serem levados cativos, o primeiro deles começou a percorrer o caminho de volta para casa. Havia um homem chamado Neemias, que ainda vivia na Pérsia, nessa época. Quando ele soube que Jerusalém estava em ruínas, ficou profundamente triste. Neemias (usando um chapéu rústico):

Página 119 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Estou arrasado! Rei Artaxerxes, você precisa permitir que eu vá reconstruir o muro de Jerusalém! Artaxerxes (usando a coroa): O quê? Você está louco? Neemias: Não. Com o muro destruído, os inimigos do meu povo poderão atacar facilmente e Jerusalém será tomada novamente. Eu preciso voltar lá e reconstruir o muro, para que o meu Deus seja glorificado. Artaxerxes: Tudo bem, pode ir. Narrador: E Neemias agora nos conduz à... Cena 9: “O retorno a Jerusalém”. Narrador: Neemias retornou a Jerusalém, com a ajuda do Rei Artaxerxes, reuniu os judeus e começou a reconstrução do muro. Neemias (colocando-se à frente dos homens): Certo, pessoal. Nós vamos reconstruir esse muro e glorificaremos a Deus. A cidade será fortificada e todo o nosso povo poderá, finalmente, retornar para Jerusalém. Narrador: Então os judeus trabalharam feito loucos. (Os judeus usando chapéus, segurando espadas e martelos, cantam enquanto trabalham). Narrador: Eles trabalhavam o dia inteiro e ainda enfrentavam muitos obstáculos – os inimigos dos judeus que tentavam interromper a obra. Por isso trabalhavam com a espada em uma mão e a ferramenta na outra. Trabalhador (repreendendo o companheiro que estava batendo pregos com a espada): O que é isso, rapaz? O martelo está na outra mão. Preste atenção!

Narrador: Mas, mesmo com todas as dificuldades, eles reconstruíram o muro que circundava a cidade de Jerusalém em cinqüenta e dois dias. Judeus: Iu, hu! Narrador: Na época da reconstrução do muro, Neemias tornou-se governador e conduziu o povo durante um feito incrível. Neemias (agora usando um colar de governador no pescoço): Chegou a hora, meus amigos, de nos voltar para Deus e seguir os Seus caminhos. Nós retornamos à terra que havia sido prometida a Abraão. Deus nos trouxe para casa e agora devemos voltar a ser o Seu povo. Narrador: E, de certo modo, isso aconteceu. O povo se reconciliou com Deus e voltou a obedecê-lO como há muito tempo não fazia. Não era um relacionamento perfeito com Deus, mas era o melhor em muitos anos. Ator 2: Passou-se muito tempo. Quatrocentos anos, para ser mais exato. E não há muitos registros do que aconteceu nessa época. Ator 3: Sabemos que em algum momento daquela época, o império romano, que vinha conquistando o mundo inteiro, assumiu o controle sobre Jerusalém. Eles não escravizaram os judeus, mas puseram um governador romano para comandar a cidade. Seu nome era Herodes. Ator 4: Não aconteceu muita coisa durante essa época. Os judeus viviam normalmente, assim como o resto do mundo. Eles seguiam a Deus, mas ainda não era aquela comunhão perfeita idealizada por Ele desde o princípio.

Página 120 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Ator 2: Até que, numa noite silenciosa, ouviu-se o choro de uma criança recémnascida, que vinha de dentro de um pequeno estábulo.

Narrador: Mas esta já é uma outra história. Afinal de contas, um bom escritor sempre deixa espaço para o episódio 2...!

Pós-ensino (5 minutos)
Comunicador: Muito bem! Este foi o Velho Testamento. E agora você já pode entender como cada parte dessa história se encaixa. Mas, por que você precisa dar importância ao fato de que tudo se encaixa? Lembra-se da nossa pergunta durante a introdução? Concordamos que se o Velho Testamento pudesse respondê-la, teríamos uma boa razão para conhecer a história de Deus e entender como todos os seus fatos se encaixam. Então vejamos se a nossa pergunta foi respondida. “Há alguma coisa tão má que eu possa fazer que levaria Deus a me rejeitar?” Acho que muitos de nós fazemos essa pergunta. Queremos saber se há algo que romperia os limites de Deus e O faria desistir de nós de uma vez por todas. A resposta é NÃO. Não há nada capaz de fazer com que o amor de Deus por nós acabe. O Velho Testamento nos mostra isso claramente. Ao longo de toda essa parte da Bíblia, vemos que Deus estava lá investindo nos israelitas, sem se importar se estavam agindo de maneira errada e estúpida. Houve momentos em que eles não confiaram em Deus, não O obedeceram e adoraram outros deuses. As eventuais reconciliações com Deus nunca foram iniciativas deles e, sim, do Senhor, que sempre tentou trazê-los de volta para Si. E é assim que Deus age com você e comigo. Não importa o quanto estejamos errados ou se estamos sendo muito desobedientes. Deus está sempre nos acenando com a mão e tentando nos chamar a atenção. Ele está sempre presente, nos amando e querendo que tenhamos perfeita comunhão com Ele. Deus quer que O conheçamos, O amemos e tenhamos comunhão com Ele. O Velho Testamento nos mostra isso. Lembrem-se do versículo. (Mostre novamente o versículo) Deus quer que O conheçamos e já nos deu tudo que precisamos para conhecê-lO. Por isso, somos “indesculpáveis”. Espero que vocês saiam daqui hoje conhecendo a história de Deus um pouco melhor e compreendendo como tudo nela se encaixa. Porém, mais do que isso, eu espero que dêem a devida importância ao fato de que a Bíblia não é apenas uma coleção de histórias desconexas. Ela é, na verdade, a revelação do plano e do propósito de Deus, que é restabelecer a comunhão perfeita com todos nós.

Oração
Querido Deus, Obrigado por nos revelar Sua história através da Bíblia. Obrigado por nos amar e querer que sejamos parte da Sua história. Amém! (Dispense as crianças para os Pequenos Grupos. Ponha para tocar a mesma música da entrada).

Página 121 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

GUIA DO PEQUENO GRUPO

Fall Quarter: Old Testament Stories Director´s / Adiministrator´s and Tun and Fun Zone Guidebook Copyrigth© 2000 by the Willow Creek Association Copyrigth Brasil 2000 – Associação Willow Creek Maiores informações: Associação Willow Creek Rua Victor Brecheret, 73 Vila Yara – Osasco-SP CEP - 06.026-000 / Tel. (0xx) 11 3683-4319 Criação da arte: Barsuhn Design Incorporated Capa: Laurie Keller Ilustrações: Mary Lynn Blasutta Tradução para edição em português: Associação Willow Creek em parceria com a Igreja Batista Central de Fortaleza. Revisão e Contextualização: Mário Chaves Editoração Eletrônica: Danielle Chaves Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, por qualquer sistema de divulgação e/ou comunicação: eletrônica, mecânica, fotocópia ou qualquer outro, exceto com a permissão por escrito dos detentores dos direitos de publicação ou a expressa concessão da Associação Willow Creek. Printed in the United States of America Impressão no Brasil:Bureau Soluções

Histórias do antigo testamento / preparado por Willow Creek Association, traduzido por AWC e Igreja Batista Central de Fortaleza. – 1 ed. – Fortaleza: Associação Willow Creek, 2001. p. 200 Titulo Original: Fall Quarter: Old Testament Stories Contém: v. 1. Diretor. - v. 2. Administrador. - v. 3. Centro de Atividades – v. 4. Guia do Grande Grupo – v. 5 Guia do Pequeno Grupo. 1. Instrução religiosa. 2. Igreja – Ensino. I. Willow Creek Association. CDD. 268

Agradecimentos Especiais Aos voluntários que tão arduamente tem servido ao Senhor, edificando nossas crianças através da tradução, adaptação e implementação na Igreja Batista Central de Fortaleza, na Igreja Batista do Morumbi, na Igreja Presbiteriana Nova Jerusalém, no Brasil, e na Willow Creek Community Church, nos Estados Unidos, a qual tem desenvolvido e aplicado o presente material.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
PARTE 1

Introdução ao Pequeno Grupo
Sumário Tudo se encaixa

Introdução ao Pequeno Grupo ...................................................................................... Guia de Planejamento de Pastoreio ........................................................................... Unidade 1: Assuntos do coração Lição 1: Caim e Abel – De Coração Inteiro (Gênesis 4:1-16) ........................................................................................................................ Lição 2: Abraão e Isaque – Um Coração Obediente (Gênesis 22:1-19) ...................................................................................................................... Lição 3: Jacó e Esaú – Um Coração Confiante (Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4) .......................................................................................... Unidade 2: Vivendo sua fé Lição 4: Moisés e a Sarça Ardente (Êxodo 3-4:20) .......................................................................................................................... Lição 5: Seja ousado! Moisés, Faraó e as 10 Pragas (Êxodo 6:1-11:10) ..................................................................................................................... Lição 6: Páscoa: O Livramento que vem de Deus (Êxodo 12:1-42) ........................................................................................................................ Lição 7: A Páscoa Continua: Mensagem de Salvação (Êxodo 12:1-42; João 19) ........................................................................................................ Unidade 3: Grandes discípulos Lição 8: Boaz (Rute 2-4) ................................................................................................................................... Lição 9: Gideão (Juízes 6-7) ................................................................................................................................. Lição 10: Salomão (I Reis 3-6,11; II Crônicas 1-9) ............................................................................................... Lição 11: Ester (Livro de Ester) ......................................................................................................................... Lição 12: Neemias (Livro de Neemias) ................................................................................................................... Lição 13: Revendo o Velho Testamento ..............................................................................

4 7

9 13 17

21 25 29 33

37 42 46 52 57 60

Página 3 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
PARTE 1

Introdução ao Pequeno Grupo
Por que ter Pequeno Grupo?
Para desenvolver um ministério infantil onde cada criança é conhecida e cuidada, onde o coração de cada criança é tocad+4o e transformado e onde são construídos relacionamentos. A mudança de vida acontece melhor num contexto de relacionamentos, sendo os pequenos grupos uma excelente estrutura para desenvolvimento e crescimento de cada criança. pastoreio intencional da criança, o líder desse programa é alguém que tem os dons de pastoreio, exortação, auxílio e hospitalidade. Abaixo mostraremos um gráfico da diferença entre líder de Pequeno Grupo e professor. As características seguintes devem identificar e efetivar um líder de Pequeno Grupo. 1. Eles são facilitadores que aplicam e colocam o currículo em ação. 2. Eles criam um ambiente onde relacionamentos podem ser construídos. Um ambiente física e emocionalmente seguro; Falam com as crianças de formas variadas; Eles fazem perguntas às crianças; Eles olham olho no olho; Eles ouvem atenciosamente; Eles têm maneiras apropriadas de se aproximar; Eles chegam na hora certa de receber as crianças; Eles chegam preparados; Eles se colocam à altura do olhar de cada criança.

Quem lidera Pequenos Grupos?
Esse modelo de currículo do Geração Futuro inclui uma estrutura para Pequenos Grupos. Durante este tempo, 8 a 10 crianças são pastoreadas (lideradas) semanalmente por um mesmo líder. Esse é um tempo ideal (chave) para se criar relacionamentos e construir comunidade juntos, pois ali a criança começa a ver a relevância das Escrituras e a aplicação das verdades bíblicas em seu dia-a-dia. Porque o alvo principal do Pequeno Grupo é a construição de relacionamentos e o

Professor
Ensina currículo A criança aprende alguma coisa A criança associa o professor como sendo aquele que só aparece no ministério infantil

Líder de Pequeno Grupo
Aplica o currículo A criança se relaciona com o líder A criança associa o líder que cuida de sua vida dentro e fora do ministério infantil Amigo pra vida toda Corações tocados A criança se sente cuidada A criança quer sempre mais

Página 4 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

3. Eles querem conhecer as crianças e que elas se conheçam umas às outras. 4. Eles dão atenção às suas crianças durante o Centro de Atividades, a Conexão Criança, o tempo todo dentro e fora do Pequeno Grupo, conforme as regras pré-estabelecidas. 5. Eles têm um desejo de ajudar as crianças a se desenvolverem espiritualmente, a fim de se tornarem como Cristo. Eles querem, de forma autêntica, ser exemplos irrepreensíveis no andar com Cristo, diante das crianças. Eles compartilham sua descoberta espiritual pessoal. Eles oram por suas crianças. Eles são modelos de discípulos de Cristo. 6. Eles encorajam às crianças verbalmente, com atividades e com outras formas de se relacionar: notas e cartões escritos, etc. 7. Eles estabelecem contato com os pais das crianças; Eles se apresentam para os pais das crianças; Eles querem saber sobre a família de cada; Eles informam aos pais sobre o desenvolvimento da criança no ministério; Eles convidam os pais para participarem do ministério.

minutos, quem você seria?” Freqüentemente as perguntas devem ter ligação com o Conceito-Chave da lição principal. Depois das crianças responderem, elas são levadas a conhecer um pouquinho do que aprenderão no Grande Grupo e o que devem observar durante a história bíblica. O segundo momento em que o Pequeno Grupo se reúne é depois do Grande Grupo. É um período de 20 a 30 minutos, sendo este um tempo especial para se desenvolver o pastoreio intencional, construir comunidade juntos e aplicar as verdades na vida das crianças. É no Pequeno Grupo que cada criança é acompanhada e encorada pessoalmente. Eles dão exemplo de cristão autêntico quando compartilham suas vidas pessoais. As crianças são desafiadas a crescerem na fé. Durante este tempo elas aprendem se divertindo, através de atividades que farão aquele ensino bíblico ser relevante em suas vidas. E o “E AGORA?” é aplicado no Pequeno Grupo através de jogos orientados, conversas, orações e outras formas que as crianças exploram para viver as verdades bíblicas ensinadas durante o Grande Grupo.

Como o Pequeno Grupo se encaixa em cada lição?
Há dois momentos importantes em que o Pequeno Grupo se reúne. O primeiro momento é aquele anterior ao início do Grande Grupo. As crianças entram no local de reunião e sentam-se em círculo, como grupo, junto ao seu líder, para participarem do Conexão Criança. Conexão Criança: São cinco minutos de conexão de cada membro do grupo com o líder acerca da verdade bíblica que será ensinada. Perguntas são feitas para conectar as crianças ao Grande Grupo. Essas perguntas são feitas para encorajar as crianças a compartilharem de acordo com o seu nível pessoal. Por exemplo: “Qual a sua idéia sobre o que é ter um domingo bem legal?” ou “Se você pudesse ser uma outra pessoa por 15

Ajuda para conduzir um Pequeno Grupo
Fazer com que a criança sinta-se amada e cuidada pelo pastoreio intencional é o coração do Pequeno Grupo. As seguintes dicas poderão ajudá-lo, enquanto você se relaciona com as crianças e facilita o aprendizado: 1. Desenvolver um sistema para guardar informações sobre o que você sabe a respeito de cada criança. Você pode escolher o Plano de Pastoreio da página 7, do Guia de Pequenos Grupos. 2. Revise o currículo durante a semana e venha preparado para ser um facilitador das atividades. Sua preparação antecipada lhe permite um melhor entrosamento entre você e as crianças.

Página 5 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

3. Revise as atividades recomendadas e faça as adaptações necessárias quanto ao espaço, tamanho, faixas etárias, etc. 4. A lista do material necessário está no Guia do Administrador, o que possibilita preparar, copiar e montar um pacote para cada líder. 5. Decida o lugar que seu Pequeno Grupo vai se reunir e escolha um nome para ele. 6. Se comunique com cada criança pelo nome e se interesse por assuntos específicos de sua vida. Continue, nas semanas seguintes, com as conversas sobre como foi aquela prova, como está seu cachorrinho doente, etc. 7. Quando fizer alguma pergunta sobre o currículo, permita que a criança pense antes de responder. As melhores respostas freqüentemente não são aquelas que vêm à nossa mente primeiro. 8. Desafie as crianças a pensarem sobre como aquela verdade bíblica aplica-se à sua vida e lhes dê oportunidade para descobrirem respostas. Isto funciona melhor do que só dar a resposta certa.

9. Não coloque as crianças numa situação onde se sintam obrigadas a ler ou responder em voz alta. 10. Receba as respostas das crianças com respeito. Talvez elas dêem uma resposta que não está em suas mentes. Permita à criança explicar o seu pensamento. 11. Tenha certeza de ter entendido o jogo do Pequeno Grupo e as outras atividades. Crianças amam movimento, sendo-lhe frustante ficar esperando o adulto descobrir como é que se joga. 12. Seja compreensivo com as crianças de famílias descrentes. O que precisam saber é o que você espera delas. Não presuma que a criança saiba orar, conheça a Bíblia ou saiba quem é Jesus. 13. Pergunte se a criança tem algum pedido de oração e ore com cada uma como grupo. 14. Revise o sumário de cada ajuda para Pequeno Grupo que está em cada unidade. Isto o ajudará dando dicas sobre as atividades de Pequeno Grupo incluídas no currículo.

Página 6 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Guia de Planejamento de Pastoreio
Como eu estou construindo relacionamentos?
As crianças foram criadas de uma forma maravilhosa. Cada uma é única e especial, criada e amada por Deus. Freqüentemente as crianças não conhecem esta verdade. O gráfico abaixo é para ajudar o líder de Pequeno Grupo a conhecer suas “ovelhas”, e ajudá-las a entender como elas são amadas criaturas de Deus. O objetivo deste gráfico é ajudar o líder de Pequeno Grupo a pastorear seu Grupo Pequeno.

Nome das Crianças do Pequeno Grupo

Áreas principais/O que eu sei?
Histórico Familiar
Informação Familiar Informação Espiritual

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

Áreas Principais/Eu sei que...
Eu sei o quanto essa criança expressa amor e o quanto ela precisa ser amada? De que maneira ela aprende melhor? O que deixa essa criança triste? O que deixa essa criança feliz? O que assusta essa criança? O que essa criança gosta de fazer? De quais heróis essa criança gosta e por que ela escolheu esses heróis? Quais pessoas ou personagens influenciam a vida dessa criança? Qual é a coisa que essa criança gosta mais?

Histórico da Igreja
Desde quando essa criança freqüenta o ministério infantil? Já freqüentou outras igrejas? Qual é a coisa que essa criança mais gosta quando vem ao ministério infantil? Essa criança já falou para outros sobre este ministério infantil?

Página 7

Orando pela criança que você pastoreia
A Bíblia tem muitos exemplos de Jesus falando com as crianças. Aqui estão algumas passagens para você usar como inspiração nas suas orações.

Mateus 18:3
“E disse: Em verdade vos digo que se não tornarem-se como crianças, nunca entrarão no Reino dos Céus”.

Minha oração:

Mateus 19:14
“Disse Jesus: Deixem vir a mim os pequeninos e não os impeçais, porque dos tais é o Reino dos Céus”.

Minha oração:

Marcos 9:37
“Qualquer que receber um destes pequeninos em meu nome, a mim me recebe, e qualquer que a mim me recebe, recebe não a mim, mas ao que me enviou”.

Minha oração:

Página 8 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 1
PARTE 1

Assuntos do coração

Caim e Abel: De coração inteiro

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças aprenderão a história de Caim e Abel e entenderão como o coração de Caim pertencia a Deus, e como ele deu lugar para o pecado que ficava rosnando na porta do seu coração. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus quer possuir seu coração, então precisamos nos afastar do pecado. E AGORA? (PG): As crianças identificarão áreas de tentação que enfrentam nesta caminhada de oferecer seu coração a Deus.

Lição espiritual História bíblica
Gênesis 4:1-16 A primeira parada em nossa jornada através da Bíblia é na história de Caim e Abel, os filhos mais velhos de Adão. Caim e Abel ofereceram ofertas para Deus. Abel dedicou ao Senhor suas melhores ofertas, enquanto Caim não agiu da mesma forma, o que desagradou sobremaneira a Deus. Por inveja, Caim matou e escolheu permitir que o pecado entrasse em seu coração. Domínio próprio.

Material providenciado pelo seu Administrador
1 xerox do coração (pág. 21 - Guia do Administrador) para cada líder de Pequeno Grupo; Balões brancos para cada Pequeno Grupo; Um lápis para cada criança; Encher três balões e colar no coração com fita crepe; Xerocar e recortar cartões de situações (pág. 19 – Guia do Administrador) Recortar um quadrado de papel de 6 cm; Xerocar e recortar cartões de versículo bíblico (pág. 20 – Guia do Administrador); Colocar todo este material numa pasta e entregar ao líder de Pequeno Grupo.

Conceito-chave
Deus quer possuir nosso coração, então precisamos cuidar para que ele fique fechado ao pecado.

Versículo-chave
“E se não fizerem o bem o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.” Gênesis 4:7

Página 9 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação do líder
Leia Gênesis 4:1-16 Não é fácil permitir que Deus controle todas as áreas de nossa vida. Talvez você esteja permitindo que isso aconteça na igreja ou em sua família, mas quanto à sua carreira profissional você é quem decide. Nesta passagem, Caim não entregou inteiramente seu coração para Deus. E esta condição foi que, eventualmente, o levou a intentar em seu coração que mataria o próprio irmão que cometeria um homicídio.

Quais são as áreas de sua vida que você não permite que Deus controle? Pense qual é o pecado contra o que você vem lutando ultimamente. Pense quais pensamentos e sentimentos motivam você a permanecer neste pecado? Anote este pensamento ou sentimento num cartão ou agenda e ore por isto no correr desta semana. Enquanto você ora, pode fechar a porta a este pecado e entregar o assunto a Deus.

Conexão criança (5 minutos)
Crianças, sejam bem-vindas ao Geração Futuro. IDENTIFIQUE-SE novamente e deixe que elas digam seus nomes, idade, escola em que estudam, nome de seus pais e irmãos se tiverem algum. ORIENTE o grupo a escolher um irmão ou amigo especial e responder: O que você mais gosta nele ou nela? Conte alguma vez que você foi malvado para com ele ou ela? Porque você foi malvado?

Transição
DIGA às crianças: Agora nós vamos ouvir a história de dois irmãos, Caim e Abel. Enquanto vocês ouvem a História Bíblica, prestem atenção nos sentimentos e pensamentos por detrás das atitudes (ações) de Caim.

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
INTRODUZA seu nome de novo. PERGUNTE: “Quais os sentimentos e pensamentos que estavam por detrás das atitudes de Caim?” (Deixe as crianças responderem) DIGA: No Grande Grupo vocês viram como Caim lutou contra o seu pecado. Caim permitiu que o pecado tomasse conta do seu coração. Nosso versículo de hoje diz que o pecado anda rosnando na porta do nosso coração. Mas nós sabemos que Deus quer possuir nosso coração, então precisamos mantê-lo afastado do pecado. Vamos brincar com um jogo que nos mostrará o que acontece quando não afastamos o nosso coração do pecado.

Atividade “O jogo do não desista”
(o propósito desta atividade é dar às crianças a oportunidade de responder a cada situação e ver o que acontece quando seu coração se abre para o pecado).

Material providenciado pelo seu Administrador
Coração montado num suporte; 3 balões com fita crepe; lápis;

Página 10 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

cartão com situação; balões extras.

Então, a criança poderia ir à frente e estourar um balão.

Revisão Arrumação
COLOQUE as crianças em círculo, sentadas no chão para que todos vejam o círculo; SEGURE o cartaz com os três balões e veja se o balão está seguro, (o propósito é que no final do jogo alguns balões tenham sido estourados para ilustrar o coração que não é totalmente submetido a Deus).

Instrução
FALE para as crianças acerca da história – “nós aprendemos que Deus quer ser o dono de todas as áreas do nosso coração.” Ele não quer que o nosso coração esteja dividido pelo pecado. É claro, todos nós lutamos para ver o pecado fora de nossa vida. (mostre o desenho do coração preto) As pessoas são pecadoras, por isso o coração é sujo! Mas quando admitimos que nós pecamos, cremos que Jesus Cristo morreu pelo nossos pecados e decidimos seguir a Deus de todo o coração. Ele limpa o nosso coração como estes balões brancos. Algum de vocês tem dúvidas sobre o que eu acabei de falar? O que acontece quando deixamos áreas de nossa vida entregues ao pecado? Vamos ver o que acontece? Eu preciso de um voluntário. ESCOLHA um voluntário e leia uma “situação do cartão”. As questões não são de “sim” ou “não”, use os cartões no grupo e decida se a resposta está permitindo que o pecado rasteje até o porta do seu coração. Se a criança der uma resposta que permita que o pecado rodeei o seu coração, permita-lhe estourar um balão. Se a resposta for de honrar a Deus, encha outro balão e coloque junto ao coração. Se alguém antecipar o jogo dando a resposta correta, você pode dizer: “Você está certo”!, agir assim é entregar seu coração a Deus. Mas qual seria a resposta que permitiria ao pecado rode-á-lo?

PERGUNTE ao Seja sensível às crianças grupo: “Viu o descrentes do seu grupo. que acontece se Esta lição poderá abrir você dá chance uma oportunidade de para o pecado que compartilhar o evangelho está rodeando o com ela. seu coração?” Nosso coração se tornará sujo. Isto foi exatamente o que aconteceu com Caim. O coração dele ficou dividido. DEUS QUER SER O DONO DO NOSSO CORAÇÃO, ENTÃO PRECISAMOS AFASTAR-NOS DO PECADO.

Dica de pastoreio:

Atividade: Examine o seu coração
O propósito desta atividade é dar às crianças uma oportunidade de identificar a tentação com a qual lutamos e nos voltamos contra Deus.

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Quadrado de papel de 6 cm; Balão branco vazio; Lápis.

Instrução
DIGA para as crianças: “Hoje eu quero lhe ajudar a confrontar o pecado que está batendo na porta do seu coração. Todos peguem um lápis, o papel e o balão. Nos próximos trinta segundos, escreva no papel um pecado que está tentando dividir o seu coração. Você é tentado a “gazear” aula? Mentir para seus pais? Escreva no seu papel. Isto não é um trabalho em grupo, é entre você e Deus. Não olhe no papel do seu vizinho. (Espere as crianças terminarem de escrever) AGORA dobre o papel e coloque dentro do seu balão e sopre-o com o papel dentro. (Espere todas encherem os balões)

Página 11 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conclusão
DIGA às crianças: “Nesta semana lembre-se da história de Caim e Abel e pense como Caim deixou o pecado entrar em seu coração. Leve o balão para casa consigo e lembre-se de fechar a porta para o pecado. ORE e entregue para Deus as áreas sujas do seu coração.

“E se não fizerem o bem o pecado jaz a porta, e sobre ti serás o seu desejo, mas sobre ele deves dominar”. Gênesis 4:7

Oração
Querido Deus, Obrigado por nos amar tanto a ponto de querer ser nosso dono. Por favor, ajude-nos a fechar nosso coração para o pecado e tome conta dele para nós. Amém!

Dica de Pastoreio:
Inclua em sua oração algumas coisas que você aprendeu acerca das crianças nesta semana.

Versículo bíblico
REVISÃO Repita o versículo em voz alta.

Conexão Criança (continuação)...
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que pode ajudá-lo: “Qual foi a coisa mais divertida que você fez nestas férias?”

Página 12 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 2

PARTE 1

Assuntos do coração

Abraão e Isaque – Um Coração Obediente

No início do mundo quando Deus fez a Terra e tudo que nela há, Ele também criou o início de Sua história. Nesta unidade, as crianças conhecerão sobre as diferentes épocas da história de Deus, no Velho Testamento. Elas aprenderão sobre a Criação, as primeiras famílias, e a promessa de Deus da Salvação. As crianças ouvião sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes reinados e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, as crianças entendam como as pessoas e os eventos se encaixam e, também, como elas podem fazer parte da História de Deus.

Versículo-chave
“Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão. “Abraão!”, chamou Deus. “Aqui estou, Senhor”, respondeu Abraão. Gênesis 22:1

Objetivo
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história sobre quando Deus testou Abraão e ele foi aprovado porque colocou o Senhor em primeiro lugar em seu coração. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus é fiel para o Seu povo e Suas promessas. E AGORA? (PG): As crianças avaliarão se é voluntariamente que elas gostariam de entregar para Deus alguma coisa de valor.

Conceito-chave
Deus é fiel em Sua promessa, então eu posso dizer: “Aqui estou” quando for testado.

História bíblica
Gênesis 22:1-19 Deus pede para Abraão sacrificar seu filho Isaque. Ele queria ver se Abraão O amava mais do que à Sua promessa (Deus prometeu dar um

Lição espiritual
Obediência

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Tire xerox do papel “Coisas do Coração”. (pág. 22 do Guia do Administrador – uma por criança); Lápis ou caneta por criança; Tire xerox e corte os versículos (pág. 23 do Guia do Administrador); Coloque todos os itens acima em uma caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

filho para Abraão.) Deus viu que Abraão responderia “Aqui Estou”, e que seu coração desejava ser-lhe obediente em qualquer coisa que Ele o pedisse para fazer. Deus impediu Abraão antes dele sacrificar o seu filho Isaque e providenciou um cordeiro. O propósito deste teste foi checar o coração de Abraão. Deus, então, premiou Abraão prometendo-lhe descendestes da quantidade de estrelas no céu.

Preparação do líder
Leia Gênesis 22:1-19. Deus já lhe pediu para sacrificar alguma coisa de valor, uma atividade, um objeto ou uma amizade? Em nossa

Página 13 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

cultura, nós supervalorizamos o sucesso, a saúde, um romance e coisas materiais. Isto torna mais fácil dar e esquecer o que se deu. Nesta passagem, Deus testou a fé de Abraão. Pense como Abraão deve ter se sentido. Agora que ele recebera Isaque, Deus lhe pede uma coisa difícil – matar seu único filho. Quando Abraão provou que era obediente, Deus o abençoou não apenas permitindo que ficasse com Isaque, como também lhe

prometendo incontáveis descendentes. Deus não tem que premiar nossa obediência desta forma, contudo, às vezes, Ele o faz mesmo assim. CONSIDERE seus valores. Quais são as coisas que você mais valoriza e por quê? Pense um pouco e agradeça a Deus por aquilo que você valoriza e ore para Ele ajudálo a manter seus valores nesta perspectiva.

Conexão criança (5 minutos)
DÊ as boas-vindas às crianças do Geração Futuro e compartilhe com elas o quanto você se sente feliz por elas estarem ali. PERGUNTE para as crianças: “Imagine que vocês vão se mudar para outro país e estão fazendo uma lista de coisas que irão levar. Quais seriam as três coisas que mais valorizam e que levariam?

Transição
COMPARTILHE com as crianças: “As coisas que vocês escolheram levar, representam aquilo que consideram mais importante. Na história de hoje ouçam (prestem atenção) do que Abraão abriu mão voluntariamente. Era tudo que ele mais valoriza na vida”.

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE às crianças: “O que Abraão abriu mão de coração e que ele mais valorizava”? (Ele estava preparado para abrir mão de Isaque, pois valorizava o seu relacionamento com Deus acima de qualquer coisa, até do próprio filho). DIGA: Hoje, no Grande Grupo, nós aprendemos que Abraão disse “Aqui Estou” porque sabia que Deus é fiel em Suas promessas. Se Deus o pedisse para abrir mão de algo valioso, você diria “Aqui Estou” e O obedeceria? Vamos fazer uma atividade e ter certeza”.

Preparação prévia feita pelo seu administrador
(o suficiente para cada criança) “Coisas do Coração” (folha de papel); Lápis ou caneta.

Preparação
Faça com que as crianças sentem em círculo no chão.

Instrução
SEGURE o “Coisas do coração” (a folha de papel). Peça para cada criança olhar a coluna de itens do lado esquerdo da folha. Observe as seis coisas que cada um considera preciosas. Agora escreva um item em cada quadradinho. Numere essas coisas, de 1 a 6, do mais importante (1) ao menos importante (6). Escreva esta numeração dentro do coração.

Atividade: Valor do coração
O propósito desta atividade é que as crianças observem, nas coisas que elas consideram preciosas, e se considerem verdadeiramente capazes de abrir mão delas em favor de Deus.

Página 14 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

DIGA “Agora, nós vamos pensar como seria abrirmos mão de alguma coisa preciosa para Deus. O que aconteceria se sua vida mudasse e você tivesse que abrir mão de uma das coisas da sua lista? Você conseguiria fazê-lo? Como sua vida mudaria sem esta coisa tão preciosa? Olhe para a coisa mais importante da sua lista. Vamos dizer que esta é a coisa que você deve abrir mão. Então você pergunta: como isto pode acontecer? Bem, se você tiver que se mudar para bem longe, tem que abrir mão de morar perto do seu melhor amigo. Talvez se seus pais perderem o emprego e precisarem de dinheiro, você pensaria em vender seu vídeogame?” FAÇA com que as crianças compartilhem umas com as outras o que escreveram e fale sobre porque seria tão difícil de abrir mão das suas coisas mais preciosas.

para brincar com sua irmãzinha ou irmãozinho. Ou talvez possa ser uma coisa maior, como não ir para a casa de um amigo no sábado e ajudar seu pai na faxina da casa. Lembre-se do resto da história de Abraão. Não apenas Deus permitiu que ele ficasse com seu filho, como lhe deu uma descendência da quantidade das estrelas do céu e dos grãos de areia da praia. Qualquer coisa da sua lista que Deus lhe pedir para abrir mão, reflita sobre a história de Abraão, durante esta semana. Lembre-se que Deus sempre mantém Sua promessa. Ele é fiel e nós temos a chance de escolher quando Deus nos pedir para abrir mão de alguma coisa. O que Ele nos pedir, vamos de verdade ter um coração obediente dizendo “Aqui Estou”.

Resumo
DIGA: “Dar coisas para Deus é difícil, não é?” Mas vocês sabem que Deus vai nos suprir. Abraão queria um filho, mas ele estava preparado para fazer o que DEUS PEDISSE E ACREDITAVA QUE O SENHOR É FIEL EM SUAS PROMESSAS. POR CAUSA DISTO, NÓS PODEMOS DIZER “AQUI ESTOU” QUANDO FORMOS TESTADOS. Mantenha seus ouvidos abertos esta semana para as coisas que Deus talvez lhe peça para abrir mão em favor de alguém. Talvez seja deixar de assistir televisão, por uma hora,

Versículo-chave
REVISE o significado do versículo e leia alto. Gênesis 22:1 “Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão. “Abraão!”, chamou Deus. “Aqui estou, Senhor,” respondeu Abraão.” Entregue o cartão do versículo.

Oração
Querido Deus, Obrigado por sempre ter sido fiel em Suas promessas. Por favor nos ajude a lembrar disso nas coisas que nos são mais importantes e termos um coração preparado para dizer “Aqui estou”. Amém!

Dica de Pastoreio:
Acrescente à sua oração coisas específicas que você aprendeu sobre as crianças nesta semana.

Página 15 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Eis uma pergunta que talvez o ajude: Quando você está longe de casa, o que gosta de fazer com o seu tempo?

Página 16 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 3
PARTE 1

Assuntos do coração

Jacó e Esaú – Um Coração Confiante

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Versículo-chave
“Bem conheço os desígnios que tenho para convosco – oráculo do Senhor – desígnios de prosperidade e não de calamidade, de vos garantir um futuro e uma esperança”. Jeremias 29:11

Conceito-chave

Objetivos

História bíblica
Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4 Isaque e Rebeca deram origem a filhos gêmeos: Esaú primeiro, depois Jacó. Na cultura deles, o filho mais velho tinha o direito à primogenitura e à benção. Quando se tornaram adultos, Esaú cedeu seu direito de primogênito a Jacó. Isaque planejou abençoar Esaú, porém Rebeca, sua mãe, queria que Jacó recebesse a benção de Isaque. Com a ajuda de Rebeca, Jacó enganou seu pai fazendo-o acreditar que ele era Esaú. Jacó recebeu a benção de Isaque que seria certamente de Esaú, mas, logo Isaque e Esaú descobriram a verdade. Esaú pediu a seu pai que também o abençoasse, mas ele não pôde fazê-lo. Tempos depois, Esaú perdoou Jacó.

VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história de Jacó e Esaú. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que, mesmo que as coisas não pareçam justas, Deus está no controle. E AGORA? (PG): As crianças examinarão suas próprias vidas e encontrarão situações onde elas podem confiar em Deus.

Deus está no controle, então posso confiar Nele mesmoe quando coisas injustas acontecem.

Lição espiritual
Confiança

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Fotocopie o quadro de atividades dos problemas do seu coração (página 29 do Guia do Administrador) e arquive numa pasta; Fotocopie e corte separados os cartões da confiança (páginas 27 e 28 do Guia do Administrador); Fotocopie e corte separados os cartões dos versos da Bíblia (página 24 do Guia do Administrador);

Página 17 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Opcional: providencie “vendas” para a atividade da caminhada da confiança; Coloque os itens mencionados acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Preparação do líder
Ler Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4 Quantas vezes você já se viu, em sua vida, numa situação que não parecia justa? Talvez você tenha sido enganado por uma “promoção” ou preparou algo superespecial para sua família e ninguém nem ligou. Este

tipo de dor e frustração ainda faz parte de nossas vidas, mesmo quando chega a época do natal. A diferença nesse momento é que, apesar de tudo, nós sabemos que Deus está no controle. É claro que isto não significa que você vá sempre gostar de tudo que acontece em sua vida. Significa, porém, que pode entregar todas as áreas da sua vida para Deus, pois Ele é digno de confiança. Pense numa situação injusta pela qual passou. Esta semana, peça ajuda a Deus para que você consiga confiar nele e deixá-lO tomar conta dos planos que tem para sua vida.

Conexão criança (5 minutos)
RECEBA carinhosamente as crianças no Centro de Atividades do Geração Futuro. Comece a discussão compartilhando uma experiência de sua vida que lhe pareceu injusta. Peça, então, que elas compartilharem algo que aconteceu em suas vidas e que também consideraram injusto.

Transição
DIGA para as crianças: “Semana passada, nós aprendemos que Deus marcou o coração de Abraão. Deus o testou para ver se ele estava disposto a desistir de seu filho Isaque. Esta semana nós vamos ouvir a história de Jacó e Esaú, filhos de Isaque. Durante a narrativa, tente perceber coisas que não são justas”.

Grupo Pequeno (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE às crianças: “Quais são as coisas que aconteceram na história que lhes pareceram injustas?” (Jantar para o precioso primogênito enganando Isaque; Esaú não ter ficado com o direito de primogenitura; Rebeca favoreceu Jacó ao invés de Esaú). DIGA para as crianças: “Nós acabamos de ouvir a história de Jacó e Esaú e aprendemos como confiar em Deus, mesmo quando coisas injustas acontecem. Mas, na vida real, como isto funciona? O que significa confiar? Nós vamos aprender sobre confiança, confiando uns nos outros na “Caminhada da confiança”. Conversaremos, então, sobre o que significa confiar em Deus em nosso diaa-dia. Eu quero enfatizar o fato de que muitas vezes nós experimentamos coisas em nossas vidas que parecem injustas. MESMO NESSES MOMENTOS, DEUS ESTÁ NO CONTROLE, ENTÃO NÓS PODEMOS CONFIAR NELE”.

Atividade: Caminhada da confiança (opcional)
O propósito desta atividade é que as crianças aprendam mais sobre confiança, confiando em você e uns nos outros.

Preparar
PREPARE suas duas vendas. SENTEM em círculo.

Página 18 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Material providenciado pelo seu Administrador
2 “vendas” para os olhos.

Instrução
DIGA às crianças: “Eu vou escolher dois de vocês para percorrerem a caminhada da confiança, guiados por outras duas crianças. O resto vai ajudar preparando um caminho de obstáculos com seus corpos e as crianças vendadas terão que caminhar através dele. Escolha dois voluntários e os “vende” (cubra os seus olhos). ESCOLHA dois guias. Cada criança vendada terá o seu guia, que ficará em pé próximo dela e a guiará através do caminho de obstáculos apenas através de sua voz. Não é permitido tocar na criança vendada. Retire mesas e cadeiras do meio do caminho. LEVE as crianças vendadas e seus guias para um dos lados da sala. Posicione o resto das crianças no espaço restante, como obstáculos. Elas podem ficar em pé, sentados ou fazendo pose em qualquer posição/jeito. Diga às crianças: “Agora, os guias vão orientar seus parceiros vendados através do caminho de obstáculos. Ninguém pode tocá-los, nem ajudá-los de maneira alguma. Eles terão que sair de onde estão para o outro lado da sala até tocar na parede”. DIGA: “Nas suas marcas. Preparar... Já!” Para começar a “Caminhada da confiança”, se você tiver tempo, tente fazer com que cada criança participe do jogo como vendada ou como guia. Uma vez que todas tenham participado, a atividade termina. Sentando em círculo PROPONHA as seguintes questões: “O que vocês pensavam quando estavam vendadas? O que estava passando pela cabeça de vocês durante o percurso? (Eu estava nervoso, amedrontado, incerto sobre mim mesmo.) “Explique como foi ser guia. O que vocês estavam pensando enquanto guiavam outra

pessoa?” (Eu estava nervoso, confiante, sem controle) “Alguns de vocês teriam dificuldade de acreditar no seu guia se tivessem caído ou escorregado, mas nós podemos confiar em Deus não importa o que aconteça, porque Ele está em controle. Qual a diferença entre confiar em Deus e confiar uns nos outros?” (Ele tem o mundo sob seu controle. Ele sabe tudo. Ele nos ama). “Qual a semelhança entre confiar em Deus e confiar uns nos outros?” (Isto pode ser difícil, nos deixar nervosos). Explique para as crianças como confiar em outra pessoa pode ser um desafio. Mas Deus está no controle, então nós podemos confiar Nele, mesmo quando coisas injustas acontecem.

Atividade: Problemas do seu coração
O objetivo desta atividade é pensar em situações injustas da vida e encontrar modos de confiar em Deus, mesmo quando elas acontecem. Finalmente, as crianças verão que, quando confiam em Deus, Ele lhes promete esperança e futuro, como testifica o nosso verso da Bíblia.

Material providenciado pelo seu Administrador
Quadro de atividades dos problemas do coração; Cartões de Situações; Cartões de Confiança.

Preparo
COLOQUE o quadro de atividades no meio do grupo. Ponha os cartões de situações virados para baixo e os cartões de confiança voltados para cima. EXPLIQUE: hoje nós vamos realizar uma atividade chamada “Problemas do coração”. Nós observaremos o quanto você pode confiar em Deus, mesmo quando coisas injustas acontecem.

Instruções
INSTRUA uma criança a escolher um cartão de situação e o coloque dentro do coração do

Página 19 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

quadro de atividades. Então a criança deverá pensar numa situação injusta (real ou imaginária) dentro daquela categoria. (Exemplo: se ela escolheu uma situação com família, poderá dizer que foi injusto ter levado a culpa por um vaso quebrado que na verdade foi seu irmão quem quebrou) MANDE a criança escolher um cartão de confiança que atenderia a esta situação em particular e mostre-lhe como confiaria em Deus nesta situação. Coloque no topo dos cartões de situação do quadro de atividades. Se nenhum dos cartões de confiança se ajusta na situação, a criança pode usar um “cartão livre” e criar uma resposta. Isto finaliza a “rodada”. COLOQUE os cartões em seus lugares originais. Quando uma criança terminar sua rodada, embaralhe os cartões de situações. Vá até a próxima criança do círculo para sua vez (rodada) e continue até que todas tenham participado. Não existem respostas certas ou erradas. Elas podem misturar e combinar cartões enquanto escolhem. Os cartões serão usados mais de uma vez.

vida e souber que DEUS ESTÁ EM CONTROLE E QUE VOCÊ CONFIA NELE MESMO QUANDO AS COISAS INJUSTAS ACONTECEM, o que isso significa? Você está mostrando a Deus que acredita quando Ele diz que tem uma “esperança” e um “futuro” para sua vida. Então, eu colocarei agora no coração, o versículo-chave do dia. Vire o cartão do versículo-chave no coração.

Versículo-chave
PASSE o versículo-chave em torno do círculo e repita-o com as crianças. “Pois eu sei dos planos que eu tenho para você”. Declare a Deus: “Planeje você prosperar e não se machucar. Planeje lhe dar esperança e um futuro” Jeremias 29:11

Oração

Concluindo
DEIXE o quadro de atividades no meio do círculo. DIGA às crianças: “Agora é hora da comparação. Se você pegar uma área difícil da sua

Dica de Pastoreio: Querido Deus. Por Coloque em oração favor me AJUDE A algumas coisas que você CONFIAR NO aprendeu sobre suas SENHOR NEScrianças essa semana. TA SEMANA, PORQUE ESTÁ NO CONTROLE MESMO EM SITUAÇÕES INJUSTAS. Amém!

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que podem ajudá-lo: “Qual é a coisa que vocês estão ansiosos que aconteça, esta semana?”

Página 20 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 4

PARTE 1

Vivendo sua fé

Moisés e a Sarça Ardente

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história de Moisés e da sarça ardente. E ENTÃO? (GG): As crianças entenderão que Deus está trabalhando ativamente no mundo. E AGORA? (GG): As crianças montarão um quebra-cabeça para simular o que significa estar atento à ação de Deus e refletir sobre as maneiras pelas quais Ele pode usar cada uma delas.

Lição espiritual
Estar atento à ação de Deus

História bíblica
Êxodo 3-4:20 Moisés estava apascentando o rebanho de seu sogro quando Deus lhe apareceu no meio de uma sarça ardente. Ele ficou curioso porque a sarça não era consumida pelo fogo. Deus lhe disse, então, que tirasse as sandálias dos pés porque o Senhor estava presente e a terra em que Moisés estava pisando era santa. Deus lhe contou sobre o plano para resgatar os israelitas do Egito e a respeito de haver escolhido Moisés para falar com o Faraó do Egito e liderar o êxodo.

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Fotocopiar e recortar o quebra-cabeça (pág. 30 do Guia do Administrador). Serão necessários dois quebra-cabeças para cada Pequeno Grupo; Fotocopiar e recortar os Cartões de Versículos Bíblicos (pág. 31 do Guia do Administrador); Colocar os itens mencionados acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Preparação do líder
Leia Êxodo 3:4-20. Como você se sentiria se Deus lhe aparecesse em um arbusto? Ouvir a voz de Deus na sarça ardente deve ter sido uma experiência incrível, capaz de mudar a vida de Moisés. Vimos claramente que Deus estava falando com ele, mas, às vezes, é mais difícil ouvirmos quando Ele está falando conosco. Talvez estejamos muito ocupados para perdermos tempo com Deus. Nós não

Conceito-chave: Versículo-chave
Deus está sempre trabalhando ao meu lado, então eu devo estar atento para saber onde Ele deseja me usar.

“De lá buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma.” (Deut 4:29)

Página 21 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

queremos ouvi-lO ou só desejamos ouvir o que nos agrada. Separe alguns momentos durante essa semana para meditar sobre como Deus está falando com você. Ele não precisa aparecer numa sarça ardente, mas pode estar se comunicando com você de uma outra manei-

ra. O segredo é estar atento e juntar-se a Deus no que Ele estiver trabalhando. Quando Moisés resolveu juntar-se a Deus, foi capaz de resgatar milhares de pessoas da escravidão. Se você ouvir a voz de Deus e juntar-se a Ele, também receberá uma missão.

Conexão Criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro e diga-lhes que você está contente por elas fazerem parte do seu grupo. APRESENTE-SE e deixe que as crianças novatas também se apresentem. PERGUNTE às crianças: “Qual foi uma das coisas mais difíceis que sua mãe ou seu pai já pediram que você fizesse?” Compartilhe com o seu grupo algo recente que foi difícil para você.

Transição
DIGA às crianças: “Hoje, vamos aprender sobre Moisés. Deus lhe pediu que fizesse algo muito difícil. Mais complicado do que tudo que ele já havia feito antes. Enquanto vocês ouvem a história, procurem identificar o momento no qual Moisés teria perdido a oportunidade de trabalhar com Deus, se não estivesse atento”.

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE às crianças: “O que Deus pediu que Moisés fizesse?” (Liderasse os israelitas na saída do Egito); “Era algo difícil?” (Sim); “Em que momento Moisés teria perdido a oportunidade de trabalhar com Deus, se não estivesse atento?” (Quando ele percebeu que a sarça queimava, mas não era consumida pelo fogo). LEMBRE às crianças: Nós aprendemos no Grande Grupo que “Deus está sempre trabalhando no mundo, por isso precisamos estar atentos para que saibamos onde Ele que usar cada um de nós”. Aqui temos quatro passos para ajudá-los: “estar sempre atento”, “pedir a ajuda de Deus”, “aconselhar-se” e “agir”. Nesta atividade, vamos estudar o primeiro passo. Estar sempre atento pode ser difícil. Para nos ajudar a aprender o que isso significa, vamos montar juntos um quebra-cabeça. Vocês receberão algumas peças, mas terão que prestar atenção para saber quando as suas poderão ser usadas. Quando terminarmos, conversaremos sobre o que significa estar atento à ação de Deus e ser usado por Ele.

Atividade: Montar o quebracabeça
O propósito desse jogo é montar o quebra-cabeça em grupo, sem que o participante tenha que pedir as peças. Isso ajudará as crianças a entender o que significa estarem atentas ao modo como Deus pode usá-las.

Material providenciado pelo seu Administrador
2 quebra-cabeças divididos em várias peças.

Executando
DIVIDA o grupo em dois grupos menores, se necessário (grupos de 4 a 6 pessoas), e faça-os sentar em círculo.

Página 22 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Instruções
ESCOLHA uma pessoa em cada grupo para ser o “montador”. DÊ um quebra-cabeça para cada montador. DIGA a cada montador que divida as peças igualmente entre as crianças do grupo. EXPLIQUE: Agora vamos montar esses quebra-cabeças. Aqui estão as regras: 1.O montador é o único que poderá juntar as peças; 2.O montador não poderá orientá-los nem pedir suas peças. Vocês deverão entregar suas peças ao montador; 3.Dê uma de suas peças ao montador quando achar que ela encaixa no conjunto que está sendo montado; 4.O montador só poderá segurar duas peças de cada vez, além das peças já montadas. Ele devolverá as peças que não se encaixarem e vocês poderão tentar novamente; 5.SILÊNCIO TOTAL durante a montagem! DIGA: “Vocês devem ficar muito atentos ao que está acontecendo, para saber quando a sua peça poderá ser usada”. DETERMINE o início do jogo e lembre-os da regra do silêncio total. Durante a atividade, ressalte a necessidade de eles estarem atentos ao momento de encaixar as suas peças. Haverá momentos em que será difícil seguir as regras ou em que hesitarão em soltar as peças. Tudo bem. Deixe a atividade correr e resista à tentação de dar pistas3. QUANDO eles terminarem a atividade, faça as seguintes perguntas: “Foi mais fácil ou mais difícil do que vocês pensavam?” (Mais fácil e mais difícil); “Foi difícil prestar atenção?” (Sim, eu fiquei nervoso. Não, eu sabia quais peças procurar); “Como vocês se sentiram enquanto aguardavam o momento de encaixar as suas peças?” (Nervosos, impacientes, frustrados, ansiosos); “Nesse jogo, vocês tinham que estar atentos ao que estava acontecendo ao seu

redor. Anteriormente, nós falamos sobre estar atentos à ação de Deus. Qual a semelhança entre a atenção nesse jogo e a que devemos prestar em Deus?” (Era fácil distrair-se. Tínhamos que estar sempre atentos); “Qual a diferença entre estar atento ao jogo e à ação de Deus?” (O montador cometeu erros durante o jogo, mas Deus é Todo-Poderoso). CONTE ao grupo o que você observou durante o jogo. DIGA: “Esse jogo foi um desafio porque vocês tinham que estar alertas e saber o momento certo de usar as suas peças no jogo. Deus está sempre trabalhando em algo no mundo ao nosso redor. Assim como na experiência com o quebra-cabeça, nós podemos desviar o nosso olhar e ignorá-lO ou distrair-nos com outras coisas. É aí que perdemos a oportunidade de sermos usados por Ele. Ou podemos estar atentos e alertas e aproveitar as oportunidades”. PERGUNTE: “Em quais situações você foi usado por Deus no passado?” (Várias); “Como poderá ser usado por Ele no futuro?” (Falando aos outros sobre a minha amizade com Ele, convidando meus amigos a virem comigo à igreja, ajudando as pessoas, etc.); DIGA: Vamos pensar em como Dica de pastoreio: podemos ser Para tornar essa usados por Deus. atividade mais Como será que Ele interessante, dê exempode usá-lo para plos de fatos reais ajudar os seus acontecidos recentecoleguinhas de mente em sua escola que não têm comunidade. amigos? Como poderia usá-lo se houvesse um incêndio na escola? Como poderia usá-lo se houvesse uma catástrofe na cidade em que você mora? Como poderia

Página 23 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

usá-lo se amigos de seus pais que estivessem sofrendo por causa da seca? Como sempre, seu primeiro passo é estar atento. Depois, prossiga com os outros passos. Aliás, quais são mesmo os quatro passos? (Estar sempre atento, pedir a ajuda de Deus, aconselhar-se e agir). LEMBRE às crianças: HOJE APRENDEMOS QUE DEUS ESTÁ SEMPRE TRABALHANDO AO NOSSO REDOR, POR ISSO PRECISAMOS ESTAR ATENTOS PARA SABER ONDE ELE QUER USAR CADA UM DE NÓS. Às vezes não nos sentimos qualificados para fazer algo grandioso para Deus. Mas Ele pode nos usar, mesmo com nossas limitações, se estivermos atentos. Lembra-se da história do Tobias? Deus podia ter usado uma pessoa comum, numa escola qualquer para fazer a diferença na vida de Tobias.

perdido a oportunidade de ser usado por Deus. Ainda hoje, Deus está trabalhando no mundo ao nosso redor, então temos que estar atentos para saber onde Ele quer usar cada um de nós. Durante essa semana, procure Deus nos lugares onde você geralmente não está atento a Ele. Peça-lhe ajuda, se necessário, aconselhe-se com alguém, e aja! Faça algo no sentido de juntarse a Deus no que Ele está fazendo”.

Versículo-chave
DISTRIBUA os cartões de versículos e repitam juntos: “De lá buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma.” (Deut 4:29)

Oração
Querido Deus, Obrigado por sempre estar trabalhando ao nosso redor. Por favor, ajude-nos a ver como podemos nos juntar ao Senhor no Seu trabalho. Amém.

Finalizando
DIGA às crianças: “Imaginem se Moisés tivesse ignorado a sarça ardente. Ele teria

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui estão duas perguntas que podem ajudá-los: “Qual o seu esporte favorito?” “Qual o seu estilo preferido de música?”

Página 24 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 5
PARTE 1

Vivendo sua fé

Seja ousado! Moisés, Faraó e as 10 Pragas

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história de Moisés e das pragas do Egito E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus é poderoso. E AGORA? (PG): As crianças brincarão de um jogo mostrando que elas podem ser fortes contra aqueles que se opõem a Deus.

Lição espiritual
Coragem/Perseverança

Preparação prévia (feita pelo seu administrador)
Copie e recorte os cartões “Jogo de força” (pags. 33-36 do Guia do Administrador, frente e verso); Copie e recorte os Cartões de Desafio (pags. 37-38 do Guia do Administrador, frente e verso); Copie e recorte os Cartões com os versículos bíblicos (pag. 32 do Guia do Administrador); Apanhe pequenas peças de jogo (pequenos borrachas de apagar, sacos de bombons,etc); Coloque o material acima em uma prateleira para cada líder de Pequeno Grupo.

História bíblica
Êxodo 6:1-11:10 Deus disse a Moisés e Arão para irem até o Faraó e lhe pedirem que libertasse o povo de Israel, que estava escravizado no Egito. Quando eles o pediram para que libertasse o povo para ir ao deserto, adorar a Deus e lhe oferecer sacrifícios, o Faraó disse “Não”. Deus então mandou uma série de pragas sobre o Faraó e o Egito.

Preparação do líder
Leia Êxodo 6:1 – 11:10. Você já imaginou viver com essas dez pragas? Elas devem ter tornado a vida dos egípcios no que há de mais desagradável. Você já se imaginou tentando comer quando o seu jantar está coberto de moscas? Deus, sem dúvida, mostrou o Seu poder através dessas pragas. Você alguma vez desejou que Deus operasse

Conceito-chave:
Deus é todo poderoso, então eu posso ter confiança contra aqueles que se lhe opõem.

Versículo-chave
“Seja forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.” Josué 1:9

Página 25 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conceito

Deus é todo poderoso, então eu posso ter c

um milagre diante daqueles que o rodeiam? Às vezes nós esquecemos que Deus continua tão poderoso hoje quanto Ele se apresenta na Bíblia. Quando você é um profundo seguidor de Deus, Sua força passa a lhe ajudar, assim como ajudou a Moisés. Você não precisa se

esconder de coisas ruins ou se afastar de assuntos polêmicos. Você pode ser FIRME contra aqueles que se opõem a Deus. Essa semana, leia Josué 1:9 e peça a Deus para lembrá-lo que, PORQUE ELE É PODEROSO, VOCÊ PODE SER FIRME.

Conexão criança (5 minutos)
DÊ boas-vindas às crianças ao Geração Futuro e apresente as visitantes. COMECE perguntando: “Quando vocês pensam em força, o que imaginam? (eletricidade, atletas de luta livre, força de gravidade) planos para aquela gente. Ele pediu para que Moisés liderasse Israel para fora do Egito. Foi difícil convencer Moisés, mas, por fim, ele concordou. Hoje nós ouviremos o que aconteceu quando Moisés foi até o Faraó e lhe pediu para que deixasse o povo de Israel sair do Egito”. DIGA: “Enquanto vocês ouvem essa história, pensem nos meios que Deus usou para ajudar o povo de Israel e mostrar a Sua força. Pense também, como Moisés foi FIRME nessa época”.

Transição
CONTE para as crianças: “Semana passada nós aprendemos que Deus falou com Moisés no deserto, de um arbusto em chamas. Deus estava fazendo a Sua Obra, e Moisés decidiu ir até onde Ele estava. O povo de Israel era escravo no Egito, mas Deus tinha outros

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE para as crianças: “Quais foram os meios que Deus usou para ajudar o povo de Israel e mostrar o Seu poder?” (Primeiro, transformou o cajado em uma serpente, depois mandou as dez pragas: sangue, rãs, piolhos, moscas, peste nos animais, úlceras [feridas], chuva de pedras, gafanhotos, trevas e morte dos primogênitos.) “Como foi a firmeza (perseverança) de Moisés?” (Ele não desistiu e foi até o Faraó várias vezes.) LEMBRE às crianças: “Nós acabamos de aprender que DEUS É MUITO PODEROSO, LOGO, NÓS PODEMOS SER FIRMES CONTRA AQUELES QUE SE OPÕEM AO SENHOR. ‘Deus tem todo o poder que você precisa para lhe ajudar’. Isso é difícil de entender não é? Deixe-me explicar dessa forma: Você já brincou com um carrinho de controle remoto? Para que o carrinho funcione, você tem que colocar baterias novas! É claro que o carrinho de controle remoto continua normal mesmo sem baterias, mas perde a graça. Você se diverte muito mais quando ele está com as baterias carregadas. “O mesmo acontece com você. Se você é um seguidor de Deus, e é perseverante, não importa o que aconteça. Mas você fica mais forte quando se aproveita da força que Deus lhe dá. Isso significa que quando enfrenta uma dificuldade, você pode se lembrar que Deus é todo poderoso e o fortalece contra aqueles que se opõem ao Senhor. Agora, nós vamos brincar de um jogo chamado SUPER FORÇA. Nele, vamos lembrar de uma situação de nossa vida, e como vamos encarar esses momentos ao lembrarmos que Deus está do nosso lado.”

Página 26 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

o-chave:

confiança contra aqueles que se lhe opõem.

Atividade: Jogo super força!
O propósito desse jogo é induzir as crianças a pensarem sobre poder. Nós queremos que elas passem a pensar sobre o poder de Deus em suas vidas. Finalmente, nós queremos que elas entendam porque podem ser firmes contra aqueles que se opõem a Deus: A força de Deus os ajudará. Certifique-se de enfatizar esse aspecto antes de iniciar a atividade.

TERMINE o jogo de duas formas: Você pode jogar até que um ou que todos os jogadores tenham chegado ao ponto FORÇA MÁXIMA, ou se você tiver esgotado o tempo. Dessa forma, ao terminar o tempo, ganha quem tiver mais força.

Conclusão
EXPLIQUE para as crianças: “Nesse jogo, você puderam aumentar a sua força, podendo chegar até a FORÇA MÁXIMA. Em nossa vida, quando nos lembramos que Deus está ao nosso lado e nos aproveitamos do Seu poder, nós nos tornamos firmes para fazer o que é correto. No jogo, quando você foi vencido ou perdeu a sua força, não pôde chegar até a FORÇA MÁXIMA. Na vida, quando nós esquecemos que Deus é todo poderoso e está nos ajudando, ficamos fracos e fazemos coisas erradas”. DIGA: “A força de Deus é maior que qualquer uma no Universo. Quando vocês enfrentarem desafios na escola, em casa, nos esportes ou em qualquer circunstância, fiquem certos que DEUS É PODEROSO, ENTÃO VOCÊ PODE SER FIRME CONTRA AQUELES QUE SE LHE OPÕEM”.

Material providenciado pelo seu Administrador
Jogo SUPER FORÇA (Incluso na caixa do “Tudo se encaixa”) Cartões do jogo SUPER FORÇA Cartão Desafio Peças de jogo (um por criança) 1 dado

Preparação
SENTE-SE em círculo ao redor do tabuleiro do jogo. PREPARE o tabuleiro com os cartões.

Intruções
ESCOLHA as peças do jogo e as coloque no local de início, no fundo do tabuleiro. Cada criança pega uma coluna. Se houver mais jogadores do que colunas, podem jogar de duplas. JOGUE o dado, movendo o número de casas correspondentes no tabuleiro. Faça isso com todas as crianças. CARTÕES: Se um jogador cair num espaço que diz “TOQUE O PODER”, então ele pega um cartão “Jogo de Força”, e segue a direção indicada no cartão. Se um jogador cair numa posição que diz “DESAFIO”, então ele lê o cartão Desafio e responde àquela proposta. Todos votam na resposta. Se os jogadores acharem que ela é boa, o jogador com o cartão Desafio se move para frente duas casas. Se os jogadores acharem que a resposta é ruim, o jogador permanece na casa de DESAFIO. Se você tiver utilizado todos os cartões, simplesmente misture-os e coloque-os de volta.

Versículo-chave
REVISE o significado do versículo e repita em voz alta. “Seja forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.” Josué 1:9 DISTRIBUA os cartões com os versículos bíblicos.

Oração
Querido Deus, Nós sabemos que o Senhor é todo poderoso. Por favor, dê-nos a FORÇA QUE PRECISAMOS PARA SERMOS FIRMES CONTRA AQUELES QUE SE OPÕEM AO SENHOR. Amém.

Página 27 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que talvez possa ajudá-lo: “O que vocês mais gostam de fazer para se divertir?”

Página 28 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 6
PARTE 1

Vivendo sua fé

Páscoa: O Livramento que vem de Deus

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Versículo-chave
“O Senhor é fiel todas as suas promessas e nos ama através de tudo o que ele faz.” Salmo 145:13

Objetivos
VOCÊ SAIBA? Conceito-chave: Deus é fiel, então eu (GG): As crianças ouviposso confiar em rão a história da Páscoa e Suas promessas. como Deus protegeu o Seu povo através do sangue do cordeiro. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus é fiel com o Seu povo. E AGORA? (PG): As crianças se envolverão em uma atividade que as levará a refletir sobre as promessas que Deus tem para elas.

História bíblica
Êxodo 12:1-42 Moisés foi até o Faraó e lhe pediu para que libertasse o povo de Israel do cativeiro. O Faraó disse “Não”, então o Senhor enviou nove pragas sobre o Egito. Mesmo após essas nove pragas, o Faraó não libertou o povo de Israel. A décima praga foi chamada de “Anjo da Morte”. À meia-noite todo primogênito homem ou animal do Egito foram mortos. O único povo que foi poupado dessa praga foram os israelitas. Cada família judia sacrificou um cordeiro e pintou ao redor da porta com o sangue dele. Deus então veria o sangue e passaria por sobre aquela casa. Os israelitas se prepararam para deixar o Egito. Quando o Faraó descobriu que seu filho estava morto, chamou Moisés e Arão e lhes disse que Israel tinha sua permissão para deixar o Egito.

Lição espiritual
Confiança

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Tire três cópias dos cartões dos versículos com as Promessas (página 40 do Guia do Administrador), corte-os e coloque-os em um pacote de papel; Tire cópia dos cartões de Obstáculos (página 39 do Guia do Administrador), corteos e coloque-os em um pacote de papel; Tire cópia dos cartões de Versículos Bíblicos (página 41 do Guia do Administrador); Coloque os itens acima mencionados em uma estante para cada líder de Pequeno Grupo.

Página 29 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação do líder
Os egípcios começaram um grande clamor quando eles perceberam que os seus filhos primogênitos estavam mortos. Para o povo de Israel, esse clamor provava que Deus havia cumprido a promessa de libertá-los da escravidão. Eles devem ter sentido um grande alívio, pois haviam aguardado 430 anos para que Deus cumprisse a promessa! Em meio a essa situação, o povo de Israel demonstrou confiança. Deus lhes disse para

aguardarem com as roupas de viagem e preparassem o pão sem fermento e eles obedeceram. Esse é um exemplo para nós que DEUS É FIEL, LOGO NÓS PODEMOS CONFIAR NELE PARA CUMPRIR COM SUAS PROMESSAS. Você deve separar algum tempo nessa semana para fazer pesquisas nas Escrituras. Procure as promessas que Deus lhe deixou. Ore para que você tenha a fé para acreditar que Deus realmente cumpre com as Suas promessas, mesmo em situações que são difíceis.

Conexão criança (5 minutos)
DÊ boas-vindas às crianças ao Geração Futuro. Comece a discussão contando-lhes sobre quando você fez uma promessa a alguém e cumpriu ou deixou de cumprir. PERGUNTE para as crianças: “Vocês já prometeram alguma coisa para alguém? O que foi? Foram capazes de cumprí-la?” nós aprendemos que o Faraó não deixou o povo de Israel, que estava escravo, deixar o Egito, Mas os israelitas sabiam que Deus havia prometido libertá-los do cativeiro e tirálos do Egito, por isso eles estavam esperançosos. Essa semana nós ouviremos o que aconteceu a seguir. Ouçam como o povo de Israel demonstrou que acreditava na Promessa de Deus.”

Transição
CONTE para as crianças: “Semana passada

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE para as crianças: “Então Deus foi fiel no cumprimento de Sua promessa para o povo de Israel?” (Sim) “O que o povo de Israel fez para demonstrar que acreditava na Promessa?” (Ele ouviu o que Moisés disse, colocaram as roupas de viagem, puseram o sangue ao redor da porta, etc.) LEMBRE às crianças: “Hoje no Grande Grupo, nós ouvimos a história da Páscoa e aprendemos que Deus evitou as casas do povo de Israel, porque estavam com as entradas marcadas com o sangue do cordeiro. Nós aprendemos que Deus é fiel, logo nós podemos confiar nele para cumprir com Suas promessas. Em Pequenos Grupos, nós vamos ver uma promessa específica que Deus nos fez e vamos refletir sobre como a fé em Deus pode mudar nossas vidas.”

Atividade: Obstáculos da vida
O propósito dessa atividade, é ver através de uma situação da vida dos alunos e refletir sobre a promessa de Deus para nós. O objetivo principal é que cada criança apanhe um cartão com uma promessa após cada obstáculo. As crianças devem pegar um cartão diferente, com um versículo com a promessa, cada vez que conseguirem completar um obstáculo com sucesso.

Página 30 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Material necessário
2 Pacotes de papel 1 cesto de papel Moeda Cartões com os versículos das Promessas Saco dos cartões com os obstáculos Bíblias Lápis.

você pegar um cartão repetido, coloque-o de volta no saco e pegue outro. Se você não completar o obstáculo, não pode pegar o cartão. Você tem que tentar superar o obstáculo outra vez, se quiser pegar o cartão. 3.Quando nós terminarmos, vamos analisar as situações de suas vidas e onde vocês podem aplicar essas promessas de Deus. COMECE a atividade. Todas as crianças devem passar pelo obstáculo 1, depois pelo 2, etc. OBSTÁCULO 1: Andar de Caranguejo (Pés e mãos no chão e corpo virado para cima) , sem cair, de um até o outro da sala. Se vocês conseguirem, apanhem um cartão no saco. OBSTÁCULO 2: De pé num canto da sala, olhe para um ponto fixo no teto. Enquanto estiver olhando, gire seis vezes o seu corpo. Depois, ande para o lado oposto da sala sem tocar em nada nem cair. Se vocês conseguirem, apanhem um cartão de cor diferente do que foi escolhido no primeiro obstáculo. OBSTÁCULO 3: De pé com um pé só e sem cair, jogue uma moeda dentro do cesto de papel no chão. Você pode fazer cinco tentativas, mas tem que acertar, no mínimo, três vezes. Se vocês conseguirem, apanhem um cartão de cor diferente do que foi escolhido no outros obstáculos. FINAL: Procure as referências bíblicas para preencher os espaços em branco dos cartões.

Dica de pastoreio:
Providenciar Bíblias para todos os seus alunos, ajudará àqueles que não as tenham a se sentirem parte do grupo. Também auxilia a achar mais facilmente os versículos, se você informar o número da página para a criança que não está familiarizada com a Bíblia.

Preparação
PREPARE o cesto de papel e a moeda no chão. Espalhe Bíblias e os cartões com os versículos com as promessas. Então, mande as crianças sentarem no chão, em círculo enquanto você explica as instruções da atividade.

Instruções – parte 1
DIGA para as crianças: “Vocês estão crescendo e começando a experimentar alguns tipos de situações e decisões difíceis. Muitos obstáculos terão de ser enfrentados durante suas vidas, enquanto tentam seguir a Deus. Enfrentar esses obstáculos pode ser difícil. É importante que vocês se lembrem, enfrentando qualquer obstáculo, que Deus vai cumprir Suas promessas. Agora mesmo nós vamos enfrentar três obstáculos para aprendermos mais sobre as promessas de Deus. Aqui estão as instruções.” 1.Os obstáculos vão do mais fácil para o mais difícil; 2.Eu tenho um saco com os cartões com os versículos com as Promessas. Se vocês completarem o obstáculo, podem pegar um cartão com a promessa. Pegue um cartão com uma promessa diferente para cada prova. Se

Instruções – parte 2
SENTEM-SE em círculo. Um a um, faça cada criança ler o seu cartão com o versículo da Promessa. Alguns serão repetidos. Explique cada versículo que as crianças não entenderem, certificando-se de que o seu significado ficou claro para elas. Depois de terminado, apanhe o “Cesto de Obstáculos” e coloque-o no meio do círculo. EXPLIQUE para as crianças: “Vocês tiveram que vencer os obstáculos para terem direito aos cartões com os versículos das

Página 31 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

promessas. Em suas Dica de Pastoreio: vidas, vocês precisarão se lembrar, Procurar um versículo durante as situações bíblico pode ser uma difíceis, que Deus é experiência nova para fiel e cumpridor de algumas crianças. Suas promessas. Preste atenção àquelas Nesse saco, eu tenho com dificuldade e, cartões com obstádiscretamente, ofereça culos com diferentes ajuda. situações escritas neles. Cada um de vocês têm cartões com os versículos das promessas. Um a um, saindo ao redor do círculo, apanhará um cartão com um obstáculo. Leia o obstáculo em voz alta e, juntos, nós vamos decidir que promessa os ajudará nessa situação. (Não há resposta certa ou errada para esse jogo de escolhas. Simplesmente escolha a promessa que se encaixa em cada caso. Várias se aplicarão a cada situação.) COMECE fazendo cada criança apanhar o cartão com o obstáculo e escolher o cartão com a promessa equivalente. Lembre-se que várias promessas servirão para o obstáculo.

promessa, que havia feito há 430 anos. Ele libertou o povo de Israel do cativeiro. Como o líder nos ensinou hoje, é importante para nós sabermos a história da Páscoa, pois assim lembraremos que Deus é confiável em cumprir com as Suas promessas. Nós temos que nos lembrar disso, mesmo quando estamos enfrentando dificuldades, Deus sempre fará aquilo que prometeu. A promessa de Deus para o povo de Israel foi cumprida 430 anos depois que Ele havia prometido, e as suas promessas para nós ainda são válidas, hoje, mesmo a Bíblia tendo sido escrita há milhares de anos. Deus é fiel com as Suas promessas.”

Versículo-chave
REVISE o significado do versículo e repitam juntos: “O Senhor é fiel em todas as Suas palavras e Santo em todas as Suas Obras.” Salmo 145:13 PASSE adiante os cartões com os versículos bíblicos.

Conclusão
CONTE para as crianças: “As pessoas, às vezes, deixam de cumprir as promessas que fazem. Mas Deus é fiel conosco, e Ele sempre cumpre com as Suas promessas. Na noite de Páscoa, Deus cumpriu uma

Oração
Querido Deus, Obrigado por sempre cumprir com as Suas promessas. Por favor, ajude-nos a acreditar no cumprimento de Suas promessas, mesmo quando estivermos enfrentando dificuldades na vida. Amém.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que talvez possa ajudá-lo: “Qual o maior obstáculo que vocês já enfrentaram em suas vidas?”

Página 32 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 7
PARTE 1

Vivendo sua fé

A Páscoa Continua: Mensagem de Salvação

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

aceitar o presente da vida eterna, para começar um novo relacionamento com Deus.

Versículo-chave
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho Unigênito para todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Conceito-chave: João 3:16 Deus é um Deus amoroso e perdoador, Objetivos e eu posso escolher VOCÊ SABIA? (GG): ser meu amigo As crianças ouvirão eterno. como o cordeiro, usado na passagem do anjo, foi substituído por Jesus, que foi o sacrifício perfeito. Elas aprenderão que podem aceitar o perdão de Deus, crer em Jesus e escolher segui-lO. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que, através de Jesus, Deus pode livrá-las de seus pecados e da morte eterna. E AGORA? (GG): As crianças ouvirão do líder do Pequeno Grupo, a história de como ele conheceu a Jesus e, depois, reverão o que aprenderam no Grande Grupo.

História bíblica
Êxodo 12:1-42; João 19 Quando o Faraó se recusou a libertar os israelitas da escravidão, mesmo depois da nona praga, Deus mandou uma praga final: a morte de todo primogênito, homem ou animal. Para salvar seu povo, Ele ordenou que cada família israelita sacrificasse um cordeiro e com o seu sangue pintasse o portal da casa. Toda casa que teve o portal pintado de sangue, não recebeu a visita do anjo da morte. E os filhos primogênitos dos israelitas foram livres da morte pelo sangue do cordeiro. No Novo Testamento, o sacrifício do cordeiro foi substituído pelo de Jesus, o Cordeiro de Deus. Cristo morreu na cruz, mas, ao terceiro dia, ressuscitou, vencendo a morte e o pecado. Jesus tomou o nosso lugar na cruz e pagou o preço da nossa salvação. Agora nós só precisamos confiar nele e

Lição espiritual
Entendendo a graça

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Faça cópia dos marcadores de páginas, do “Cartão para que a gente conheça”, e da carta aos pais, respectivamente, das páginas 45-46,

Página 33 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

43-44 e 47 do Guia do Administrador – uma para cada criança; Faça cópia do cartão do Grupo Tally (página 42 do Guia do Administrador) – um por pequeno grupo; Coloque todos os itens mencionados em uma estante para cada líder de Pequeno Grupo.

ro que nos salvou da morte eterna e da separação de Deus. Durante a semana, separe um tempo para orar por essa mensagem, pela atenção e resposta que cada criança terá e para que os líderes possam ajudar as crianças a atravessarem a linha da fé. Ore e se prepare para compartilhar seu testemunho de fé de maneira que as crianças possam entender claramente. Leia o resumo escrito no Guia do Diretor e ouça a fita K-7 “Levando as Crianças para Cristo”, incluída na caixa. Essa fita o ajudará a discernir alguns pontos a serem lembrados quando você estiver compartilhando seu testemunho com as crianças e até como anunciar essa notícia maravilhosa aos pais delas. Cópias extras talvez sejam necessárias.

Dica para o líder
O fim de semana da salvação é um dos mais importantes no Geração Futuro. Nós temos a oportunidade de testemunhar Deus transformando vidas através dos testemunhos das crianças. Do mesmo modo que o cordeiro foi usado na passagem do anjo para salvar os israelitas da última praga, Jesus foi o Cordei-

Conexão criança (5 minutos)
DIGA às crianças que elas são bem-vindas e que você está contente por estarem em seu grupo. Pergunte-lhes: “Qual a melhor coisa que já aconteceu com você?” conhecida como a “praga dos primogênitos”. Naquela noite, todo primogênito egípcio (homem ou animal) morreu. Os israelitas escaparam desta praga, porque Deus lhes ordenou que sacrificassem um cordeiro e pintassem com seu sangue o portal de suas casas. Quando o anjo da morte via o sangue, passava por aquela casa sem que ninguém fosse morto”. “Agora, ouviremos outra história que nos ajudará a entender melhor o significado daquela passagem, nos dias de hoje. No Grande Grupo, fique atento para as semelhanças das duas histórias”.

Transição
DIGA para as crianças: “Hoje vamos falar da melhor coisa que alguém já pôde fazer por nós. Na semana passada, falamos sobre a passagem do anjo. Faraó não queira libertar os israelitas da escravidão, mesmo depois das nove pragas. A décima praga veio e ficou

Grupo Pequeno (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE as crianças: “Que semelhanças vocês acharam nas duas histórias? Pessoas eram escravas, estavam enfrentando a morte; pessoas precisavam de um sacrifício, elas precisavam de um cordeiro; Jesus é o cordeiro; etc...”. RELEMBRE às crianças: “Nós aprendemos hoje que um Cordeiro Perfeito precisou morrer para nos salvar. Jesus morreu, mas ressuscitou ao terceiro dia, provando que é mais poderoso do que o pecado e do que a morte!”

Página 34 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

A história do líder
O propósito desta lição é que o líder compartilhe sua história fazendo uma conexão com a narrativa da passagem do anjo e a história da salvação. Não desperdice seu tempo e mantenha as perguntas centradas sobre a salvação. Mais uma vez, é muito importante que você compartilhe seu testemunho de uma maneira simples, para que as crianças possam entender claramente. 2. (+) O que lhe motivou a fazer sua decisão por Jesus? Especificamente lembre às crianças que você aceitou o perdão de Deus, creu em Jesus e escolheu ser um cristão. 3. (DC) Como sua vida mudou depois de você aceitar Jesus?

Envolvimento
ENCERRE reconhecendo que algumas crianças podem ter dúvidas ou talvez não estejam prontas para orar aceitando Jesus como Seu Amigo eterno, Senhor e Salvador da sua vida. Diga-lhes que não é errado ter dúvidas e as incentive a procurar respostas para suas perguntas com os seus pais, com seus líderes ou com alguém do Geração Futuro. “Se você sair daqui se lembrando somente de uma coisa, lembre-se que DEUS O LIVROU DA MORTE ATRAVÉS DO SACRIFÍCIO DE JESUS. E VOCÊ PODE ESCOLHÊ-LO COMO SEU AMIGO ETERNO, SEU SENHOR E SALVADOR”. DISTRIBUA os cartões “Deixe-nos Saber”, incentive as crianças a ouvirem atentamente a leitura das três alternativas e peça-lhes que marquem uma delas. “Hoje, pela primeira vez, eu orei aceitando Jesus como meu Amigo Eterno, meu Senhor e meu Salvador”. “Eu já orei aceitando Jesus como meu Amigo Eterno, meu Senhor e meu Salvador”. “Eu preciso pensar um pouco mais sobre isso”. PEÇA para as crianças marcarem umas das opções abaixo e preencherem o outro lado com nome e endereço. EXPLIQUE que se alguém marcou a primeira ou a segunda opção, ele agora faz parte da Família de Deus para sempre.

Material providenciado pelo seu Administrador
Marcador de texto; Cartão “Deixe-nos Saber”; Cartão do líder do “Grupo Tally”; Carta para os pais; Lápis.

Arrumação
Junte seu grupo em um círculo.

Instrução
PERGUNTE e discuta: “O que Deus fez e porque agiu dessa forma nas duas histórias?” (Porque Ele nos ama, sabia o que as pessoas precisavam para serem salvas e queria estar conosco) “Você tem alguma pergunta sobre o que a gente acaba de estudar?” Em poucas palavras, compartilhe porque você aceitou Jesus como seu Senhor e Salvador e o chamou para ser Seu amigo pessoal usando o seguinte guia.

Guia de testemunho
Revise sua história e a maneira que você use essas três peças. 1. (AC) Aonde você estava espiritualmente antes de receber Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador? Como você era? O que lhe fez aceitar Jesus/Deus? (lembre-se de compartilhar a sua vida. Não use palavras que as crianças centralizarão em você e não na mensagem de Deus.)

Página 35 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

ACRESCENTE que se elas não oraram, mesmo assim Deus as ama, quer entrar em seu coração e ser um companheiro eterno. O presente estará sempre pronto, é só elas se decidirem por aceitar. CONVIDE as crianças a conversar com você, caso tenham alguma pergunta a fazer. RECOLHA todos os cartões.

Oração
“Querido Deus, Obrigado por nos amar, nos perdoar, e ser nosso Amigo Eterno, Senhor e Salvador. Queremos orar por cada criança desse grupo, a fim de que possam crescer no relacionamento com o Senhor, seja o que se iniciou hoje ou o que já é um pouco antigo. Também queremos orar pelas crianças que ainda não escolheram começar um relacionamento com Deus, a fim de que possam pensar um pouco mais sobre o Senhor e Seu grande amor. Obrigado por nos amar. Amém”. JUNTE as respostas do seu grupo com as dos outros grupos e divida com os líderes das turmas restantes. Durante a semana, mande as cartas para os pais de cada criança do seu Pequeno Grupo.

Versículo bíblico
Tente lembrar às crianças do versículo bíblico de que vocês falaram no Grande Grupo. Revise o que significa esse versículo e repita em voz alta: “Por que Deus amou o mundo de tal maneira, que deu Seu Filho Unigênito, para todo aquele que nele crê, não pereça mas tenha a vida eterna”. João 3:16 DISTRIBUA os marcadores de texto. DIGA às crianças, que quem orou pela primeira vez, deve colocar seu nome e a data do dia no marcador de texto. Incentive-as a falar com seus pais sobre essa nova decisão.

Celebração no Grande Grupo
VOLTE ao Grande Grupo para um momento de louvor.

Página 36 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 8
PARTE 1

Grandes Discípulos

Boaz

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história de Boaz e de como ele demonstrou Conceito-chave: devoção ao Deus é o número 1 e Senhor, dedicaeu posso escolher ção ao próximo e obedisegui-lO em ência aos mandamentos primeiro lugar. de Deus. E ENTÃO (GG): As crianças compreenderão que Deus deve ser o número 1 em suas vidas, não importa o que os outros façam ou digam. E AGORA? (PG): As crianças pensarão nas pessoas que as influenciam e refletirão sobre o possível impacto se seguirem a Deus e forem imitadas por essas pessoas.

História bíblica
Rute 2-4 Noemi e Rute retornaram a Belém, ambas viúvas e sem dinheiro. Noemi enviou Rute aos campos de um parente para recolher os restos de espigas dos ceifeiros. Quando Boaz viu Rute recolhendo espigas, não a expulsou, como outros proprietários teriam feito, ao invés disso, ele a tratou com gentileza. Na verdade, Boaz queria casar com Rute, mas a lei de Deus exigia que ele obtivesse a permissão do parente mais próximo da moça. Obtida a permissão, ele casou com Rute e ambos foram ascendentes importantes na genealogia do rei Davi e de Jesus.

Lição espiritual
Obediência

Preparação prévia feita pelo seu administrador
(um para cada criança) Tire fotocópias e recorte os cartões Grande Discípulo de Deus (p. 48 do Guia do Administrador); Tire fotocópias e recorte os cartões Pequeno Discípulo de Deus (p. 49 do Guia do Administrador); Tire fotocópias e recorte os cartões de versículos (p. 50 do Guia do Administrador).

Versículo-chave
“Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei.” Deuteronomio 27:9-10

Preparação
Certo dia muito frio, um jovem pai saiu de casa e andou com dificuldade sobre a neve a

Página 37 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

fim de pegar lenha. Enquanto caminhava em direção à pilha de lenha, olhou para trás e viu o seu filhinho de quatro anos saltando nas profundas pegadas que ele havia deixado. Aquela cena o acertou como uma avalanche. Ele compreendeu a influência que o seu caminhar tinha sobre o seu filho. Daquele dia em diante, passou a caminhar com Deus.

Boaz sabia que Deus é o número 1 e decidiu seguir os Seus passos. Agindo assim, ele foi capaz de influenciar aqueles que encontrava. Leia Rute 1-4 nessa semana. Reflita sobre quem lhe influencia, sobre o seu caminhar, e sobre como você pode influenciar as pessoas ao seu redor.

Conexão criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro! PEÇA às crianças: “Cite alguém que você admira e diga porquê. Pode ser alguém com quem você convive ou que apenas conhece de longe”. DIGA às crianças: “Nós respeitamos, observamos ou imitamos certas pessoas porque gostamos ou concordamos com o que elas dizem ou fazem. Todos nós influenciamos uns aos outros. Por exemplo: quem nos influencia a comprar um tênis Nike? Nós sempre mudamos de idéia ou de atitude por causa da influência de outras pessoas sobre nós. Agora, vamos fazer um jogo. Eu vou dizer duas palavras e vocês me dizem qual das duas vocês preferem”. Grande ou pequeno Primeiro ou último Famoso ou desconhecido Presidente ou secretária Pai ou filho Patrão ou empregado Professor ou aluno Líder ou seguidor

Transição
DIGA às crianças: “Muitos de nós escolhemos as mesmas respostas porque achamos que é melhor sermos os primeiros, os maiores ou os mais fortes. Hoje vamos conhecer um homem chamado Boaz, que não se preocupou em ser o primeiro, o maior ou o mais forte. O que ele queria era ser capaz de influenciar as pessoas. Ouça agora três maneiras pelas quais Boaz influenciava as pessoas”.

Grupo Pequeno (20 minutos)
Revisão
DIGA: “Você acabou de ver um divertido jogo sobre o Grande Discípulo Boaz. O que faz um grande discípulo de Deus? (Segue a Deus em primeiro lugar) Grandes e verdadeiros discípulos de Deus O colocam em primeiro lugar em sua caminhada. Cite três situações em que Boaz colocou Deus em primeiro lugar. (Leia novamente os três pontos principais: ele demonstrou devoção verdadeira ao Senhor, dedicação ao próximo e obediência aos mandamentos de Deus) Lembra-se da última coisa que ouvimos? Se você quer ser um Grande Discípulo de Deus, tem que saber que caminho seguir”. PERGUNTE às crianças: “Por que devemos seguir a Deus?” (Ele sabe tudo, é o maior e tem o melhor caminho para seguirmos). “Se você seguir a Deus, como isso pode ajudar a influenciar os outros?” (Posso me encontrar numa situação em que, de algum modo, eu chame a atenção de alguém e Deus poderá me ajudar a influenciar essa pessoa).

Página 38 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

DIGA às crianças: “Haverá momentos em que você se encontrará em situações diferentes ou com pessoas diferentes e elas serão influenciadas por você. Mas isso não fará de você um Grande Discípulo. O que, realmente, fará de você um Grande Discípulo é o fato de colocar Deus em primeiro lugar. Quando fizer isso, suas atitudes serão percebidas pelos outros e a sua influência os afetará. Vamos examinar sete situações e pensar sobre como podemos agir como Grandes Discípulos de Deus em cada situação”.

Atividade: Competição de Grandes Discípulos de Deus.
Este jogo é o primeiro de uma série de jogos de competição. Anote o nome de cada vencedor porque, ao final desta unidade, todos os vencedores disputarão um torneio. Os mesmos cartões serão utilizados em cada semana.

forte, que ama a Deus e tem uma influência positiva sobre as pessoas tomaria? Ou será uma atitude que um Pequeno Discípulo de Deus, alguém que segue a multidão e escolhe o caminho mais fácil, tomaria? Se você achar que é a atitude de um Grande Discípulo de Deus, jogue o seu cartão “Grande Discípulo de Deus” no centro do círculo. Se achar que é a atitude de um Pequeno Discípulo de Deus, jogue o seu cartão “Pequeno Discípulo de Deus” no centro do círculo. O último a jogar o cartão no círculo, ou qualquer um que jogue um cartão errado, ficará fora da rodada e deve se afastar do círculo. O último a permanecer no jogo será o vencedor. Depois de cada rodada, pegue seus cartões de volta. Você terá os mesmos cartões durante todo o jogo. Uma vez que você tenha soltado seu cartão, não poderá mudar de idéia e pegá-lo de volta, portanto, tenha certeza antes de jogar o seu cartão. COMECE a primeira rodada LEIA a primeira situação e, em seguida, as respostas, uma em cada rodada, se lembrando de observar qual a criança que soltou o cartão por último. Situação 1: O seu coleguinha de sala quer colar da sua prova de Matemática. O que você faz para demonstrar verdadeira devoção ao Senhor? Você se oferece para estudar com ele após a aula; (GDD) Você lhe passa as respostas erradas. Ele vai se dar mal e nunca mais lhe pedirá cola novamente; (pdD) Você diz não; (GDD) Você o deixa colar; (pdD) Você diz ao professor que está doente e pede para fazer a prova na semana seguinte; (pdD) Você fala para seu colega que ele é um idiota e que deveria ter estudado. (pdD) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a segunda rodada. LEIA a segunda situação.

Material providenciado pelo seu Administrador
(um para cada criança) Cartões “Grande Discípulo de Deus”; Cartões “Pequeno Discípulo de Deus”.

Executando
Sentem formando um círculo.

Instruções
EXPLIQUE o jogo: “Você vai tentar ser a primeira pessoa a jogar o cartão dentro do círculo. Haverá várias rodadas. Em cada uma, a última pessoa a permanecer no círculo será o vencedor”. DÊ um cartão “Grande Discípulo de Deus” e um “Pequeno Discípulo de Deus” para cada criança do grupo. DIGA: Ponha os seus dois cartões no chão, à sua frente. Eu vou descrever algumas situações e, em seguida, vou citar algumas atitudes que podem ser tomadas em cada uma delas. Você deve identificar se é uma atitude de um Grande ou de um Pequeno Discípulo de Deus. Isto é, será uma atitude que alguém

Página 39 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Situação 2: Você está brincando e vê dois garotos brigando. O que você faz para demonstrar dedicação ao próximo? Você vê qual garoto é mais seu amigo e o ajuda a enfrentar o outro; (pdD) Você começa uma outra briga para chamar a atenção deles; (pdD) Você tenta separar os garotos; (GDD) Você chama outros garotos e fica gritando: “é briga, é briga, é briga”; (pdD) Você pede a ajuda de um professor; (GDD) Você os ignora e segue seu caminho. (pdD) TRAGA todos de volta ao círculo e inicie a terceira rodada. LEIA a terceira situação. Situação 3: Você vai checar seus e-mails e percebe que alguém lhe enviou um link para um site de adultos. O que você faz para demonstrar obediência aos mandamentos de Deus? Você deleta o link; (GDD) Você dá uma olhadinha rápida no site; (pdD) Você bloqueia a recepção de mensagens daquele endereço; (GDD) Você procura outros sites como aquele; (pdD) Você envia o link a todos os seus amigos; (pdD) Você conta o fato aos seus pais. (GDD) REÚNA os vencedores das três primeiras rodadas para disputarem a quarta rodada. LEIA a quarta situação. Situação 4: Você quer ser um Grande Discípulo de Deus. Como pode conseguir isso?

Seguindo o exemplo de Rute; (GDD) Demonstrando devoção a Buda; (pdD) Acreditando que Deus é o número 2; (pdD) Seguindo o exemplo de Boaz; (GDD) Seguindo a outros em primeiro lugar, em vez de Deus. (pdD)

Envolvendo
DIGA às crianças: Hoje aprendemos que todo Grande Discípulo de Deus tem verdadeira devoção ao Senhor, dedicação ao próximo e obediência aos mandamentos de Deus. Se você quer ser um Grande Discípulo como Boaz, tudo vai depender da dedicação com que segue a Deus. Da próxima vez que você se encontrar numa situação como as que comentamos aqui, pense em quem quer seguir, e lembre-se que os outros estão sempre lhe observando e ao seu caminhar. Você sempre terá opções de como influenciar os outros.

Versículo
LEMBRE-SE do significado desse versículo e o repita em voz alta. “Hoje vieste a ser povo do Senhor teu Deus. Portanto, obedecerás à voz do Senhor teu Deus e lhe cumprirás os mandamentos e os estatutos que hoje te ordeno.” (Deut 27:9-10) DISTRIBUA os cartões de versículo.

Oração
Querido Deus, nos ajude a lembrar de sermos Grandes Discípulos, a colocar o Senhor em primeiro lugar em nossas vidas e a segui-lO. Amém.

Página 40 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui estão algumas perguntas que podem ajudá-lo: “O que vocês estão esperando que aconteça na próxima semana? O que vocês esperam que não aconteça na próxima semana? Por quê?”

Página 41 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 9
PARTE 1

Grandes Discípulos

Gideão

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças conhecerão a história de como a obediência de Gideão – em uma circunstância incomum – tornou possível a miraculosa libertação dos israelitas. E ENTÃO? (GG): As crianças compreendeConceito-chave rão que Deus é plenaDeus é plenamente mente digno de conficonfiável e eu ança, mesmo quando as posso escolher Suas ordens parecem obedecê-lO. não fazer sentido. E AGORA? (PG): As crianças participarão de um jogo onde deverão pensar sobre coisas que elas sempre ouvem e dizer se essas coisas refletem o pensamento de um Grande ou de um Pequeno Discípulo de Deus.

História bíblica
(Juízes 6-7) Os midianitas oprimiam severamente os israelitas e destruíam a sua terra. Deus chamou a pessoa mais fraca de uma das famílias mais pobres de Israel para livrá-la dos inimigos. Gideão, filho de Joás, foi o escolhido. Deus testou a confiança de Gideão, reduzindo o seu exército, de 32.000 para apenas 300 homens. Essa tropa, carregando cântaros, tochas e trombetas, deixou em pânico todo o exército midianita, cujos soldados passaram a levantar a espada um contra o outro. Deus livrou Israel através da liderança e obediência de Gideão.

Lição espiritual
Obediência

Preparação prévia feita pelo seu administrador
(um para cada criança) Tire fotocópias e recorte os cartões Grande Discípulo de Deus e Pequeno Discípulo de Deus (págs. 48 e 49 do Guia do Administrador), um para cada criança; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículos (p. 51 do Guia do Administrador); Ponha os itens mencionados acima numa caixa e entregue-os a cada líder de Pequeno Grupo.

Versículo-chave
“Antes importa obedecer a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)

Página 42 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação
Leia Juízes 6-7. Você consegue se imaginar no lugar de Gideão? Ele permitiu que alguns soldados abandonassem o seu exército por causa do modo como eles beberam água. As pessoas ao redor de Gideão devem ter pensado que ele estava louco. O bom senso diz que quanto mais soldados você tiver, maior a probabilidade de vencer a batalha.

Ele estava fazendo exatamente o oposto do que faria sentido para qualquer ser humano. Ainda assim, Deus provou ser digno de total confiança e nenhum soldado israelita perdeu a vida durante a luta. Como Deus tem provado que você pode confiar nele? Durante essa semana, em seus momentos de oração, peça para ser usado por Deus, mesmo que seja numa tarefa que pareça não fazer sentido.

Conexão Criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro. CONTE às crianças algum fato ocorrido com você, quando teve que obedecer a alguém, mas não compreendia a ordem. DIGA: “Contem-me agora algum fato ocorrido na escola ou em sua casa, quando tiveram que obedecer sem compreender muito bem a ordem ou ela não fazia sentido para você”.

Transição
DIGA às crianças: “Na semana passada, nós conhecemos Boaz. Ele foi um Grande Discípulo porque buscou primeiro seguir a Deus, antes de liderar os outros. É isso que significa ser um Grande Discípulo de Deus. Hoje vamos conhecer um homem chamado Gideão, cuja obediência ao Senhor foi testada. Nesta lição, procure aprender as três maneiras pelas quais Gideão mostrou ser um Grande Discípulo de Deus”.

Grupo Pequeno (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE: Quais foram as três maneiras pelas quais Gideão provou ser um Grande Discípulo de Deus? (Ele obedeceu ao Senhor, mesmo quando se sentiu inseguro, não entendeu as ordens ou teve que abrir mão do controle da situação). LEMBRE às crianças: Hoje, no Grande Grupo, aprendemos que DEUS É PLENAMENTE DIGNO DE CONFIANÇA, MESMO QUANDO SUAS ORDENS PARECEM NÃO FAZER SENTIDO. Gideão provou ser um Grande Discípulo de Deus ao segui-lO mesmo quando não compreendeu as ordens. Contudo, em Isratel também havia muitos “Pequenos Discípulos”. Isto é, havia pessoas que não seguiam a Deus com convicção e não conseguiam influenciar os outros positivamente. Você sabe: essa é uma atitude diária. Você está disposto a confiar em Deus, a obedecê-lO e influenciar positivamente as pessoas ao seu redor? Ou vai se esquecer de Deus, deixar de obedecê-lO e, assim, ser um “Pequeno Discípulo”? Nós vamos falar mais sobre esse assunto no jogo de hoje.

Atividade: Competição de Grandes Discípulos de Deus. Preparação prévia feita pelo seu administrador
(um para cada criança) Cartões “Grande Discípulo de Deus”; Cartões “Pequeno Discípulo de Deus”.

Página 43 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Executando
SENTEM formando um círculo.

Instruções
DÊ um cartão “Grande Discípulo” e um “Pequeno Discípulo” para cada criança do seu grupo. DIGA: Ponha os seus cartões no chão, bem à sua frente. Eu vou fazer algumas declarações e depois de cada uma delas você deve identificar se é algo que um Grande Discípulo de Deus ou um Pequeno Discípulo de Deus faria. Ou seja, será que alguém forte, que ama a Deus e influencia positivamente as pessoas, faria uma declaração dessas? Ou apenas um Pequeno Discípulo, que segue a multidão e escolhe o caminho mais fácil, faria tal declaração? Se você achar que é uma declaração de um Grande Discípulo de Deus, jogue o seu cartão “Grande Discípulo” no centro do círculo. Se achar que é uma declaração de um Pequeno Discípulo, jogue o seu cartão “Pequeno Discípulo” no centro do círculo. O último a jogar o cartão no círculo, ou qualquer um que jogue um cartão errado, ficará fora da rodada e deve se afastar do círculo. Vence aquele que ficar por último no círculo. Depois de cada rodada, pegue seus cartões de volta. Serão os mesmos cartões durante todo o jogo. Uma vez que você tenha soltado seu cartão, não poderá mudar de idéia e pegá-lo de volta. Portanto, tenha convicção ao soltar o seu cartão. COMECE a primeira rodada LEIA as declarações abaixo, uma de cada vez, se lembrando de observar qual a criança que soltou o cartão por último. A última a soltar sai do jogo até o final da rodada. “Todos estão fazendo isso. Por que eu não posso fazer?” (pd) “Eu só vou desobedecer uma vez!” (pd) “Honestidade é a minha política.” (GD) “Eu só me preocupo com o proveito que eu possa tirar.” (pd)

“Deus não tem nada a ver com a minha vida.” (pd) “Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você.” (GD) “Não desista. Persevere!” (GD) “Eu só cuido de mim mesmo.” (pd) “Vence quem tiver mais brinquedos.” (pd) “Não confie no seu próprio conhecimento, confie em Deus.” (GD) “Obedeça a Deus, mesmo não compreendendo naquele momento.” (GD) “Se você quer realmente fazer uma coisa, ela não pode estar errada.” (pd) “Seja gentil com os outros.” (GD) “É só uma mentirinha. Não vai prejudicar a ninguém.” (pd) “Eu posso perdoar as pessoas que me magoam.” (GD) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a segunda rodada. LEIA as declarações abaixo: “As roupas são mais importantes do que o caráter.” (pd) “Vencer é tudo.” (pd) “O que importa não é se você ganha ou perde, e sim, como joga.” (GD) “Ele não é um cara legal como eu.” (pd) “Pratique o que você fala.” (GD) “Os bons mocinhos sempre perdem no final.” (pd) “Quem tem dinheiro é mais importante.” (pd) “Eu tenho que ter tudo que meus amigos possuem.” (pd) “Os pais do meu amigo permitem que ela faça isso.” (pd) “Siga a Deus em primeiro lugar.” (GD) “Eu tenho que ter tudo.” (pd) “E daí se isso for errado? Todos os meus amigos fazem!” “Eu cumpro minhas responsabilidades.”(GD) “As crianças menores também merecem respeito.”(GD) TRAGA os dois vencedores para disputarem a terceira rodada.

Página 44 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

“Eu obedeço a Deus, mesmo quando não compreendo as Suas ordens.” (GD) “Eu não obedeço a ninguém. Só a mim mesmo.” (pd) “Só os idiotas obedecem aos pais.” (pd) “Deus é a maior autoridade em minha vida.” (GD) “Como Deus é plenamente digno de confiança, eu posso obedecê-lO.” (GD) PERGUNTE: Que características de um Grande Discípulo há nesse jogo? Quais são as características de um “Pequeno Discípulo”? EXPLIQUE que Gideão teve que fazer escolhas difíceis. Escolhas que não eram muito agradáveis e, às vezes, pareciam não fazer sentido. Ainda assim, ele sabia que precisava obedecer a Deus, e foi isso que fez dele um Grande Discípulo. Se você também quiser ser um Grande Discípulo, saiba que muitas vezes terá que obedecer a Deus quando todos ao seu redor estiverem fazendo só o que lhes agrada. Obedecer a Deus pode fazê-lo parecer doido, assim como aconteceu com Gideão. Mas DEUS É PLENAMENTE CONFIÁVEL, ENTÃO VOCÊ

PODE OBEDECÊ-LO SEM SE IMPORTAR COM MAIS NADA.

Envolvendo
DIGA: Gideão confiou em Deus e escolheu obedecê-lO. Isso fez dele um Grande Discípulo de Deus. Você também pode ser um Grande Discípulo de Deus.

Versículo
DIGA: Eu vou distribuir os Cartões de Versículo. Espero que ele o ajude a lembrar de obedecer a Deus mesmo quando você se sentir mais pra anão do que pra gigante, quando não compreender Suas ordens, ou, ainda, quando tiver que abrir mão do controle da situação. DISTRIBUA os cartões de versículo e leia junto com as crianças: “Antes importa obedecer a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)

Oração
Querido Deus, nos ajuda a confiar no Senhor e a obedecêlO, mesmo quando não compreendermos Suas ordens. Amém.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Que tarefa tem que fazer diariamente em casa que, para você, não faz o menor sentido? (Lembre-se de anotar o nome do vencedor da terceira rodada do jogo dos cartões).

Página 45 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 10
PARTE 1

Grandes Discípulos

Salomão

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças ouvirão a história de como o rei Salomão pediu a Deus por sabedoria, e como, mais tarde, ele deu as costas para a sabedoria que o Senhor lhe havia dado. E ENTÃO? (GG): As crianças aprenderão que Deus sabe de todas as coisas, portanto nós deveríamos Conceito-chave buscar Sua sabedoria. Deus sabe de tudo, E AGORA? (PG): As portanto, eu posso ir crianças brincarão de até a Ele para um jogo de cartas, cujo obter sabedoria. foco está em como nós podemos nos tornar sábios através da sabedoria de Deus.

História bíblica
I Reis 3-6, 11; II Crônicas 1-9 O jovem rei Salomão começou o seu reinado pedindo a Deus por sabedoria para dirigir e governar com justiça. Salomão foi até a Deus e somente a Ele para pedir por ajuda para governar e construir o templo do Senhor. A sabedoria de Salomão lhe proporcionou riqueza e fama mundiais, no entanto, mais tarde Salomão virou as costas para Deus e passou a dar ouvido a suas esposas, muitas das quais o Senhor havia-lhe ordenado que não se casasse. Porque ele andou fora da vontade de Deus, o reino de Salomão lhe foi tirado pelo Senhor.

Lição espiritual
Sabedoria

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Fotocopiar os cartões Grandes Discípulos de Deus e Pequenos Discípulos de Deus (páginas 48 e 49 do Guia do Administrador); Fotocopiar e cortar a parte os cartões com o Versículo Bíblico (página 52 do Guia do Administrador); Colocar os itens acima mencionados dentro de uma caixa para cada Líder de Pequeno Grupo.

Versículo-chave
“Se alguém necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e nada lhes impropera, e ser-lhe-á concedida.” (Tiago 1:5)

Preparação do líder
Leia a história do Rei Salomão (I Reis 3-6, 11), que, pessoalmente, se encontrou com Deus duas vezes e a quem foi dado os dons extraordinários de sabedoria, riqueza, fama e

Página 46 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

tudo que uma pessoa pudesse esperar ter, menos andar longe da presença de Deus, o que, mais tarde, aconteceu em sua vida, trazendo-lhe, assim, trágicas conseqüências. Essa história é sobre um Grande Discípulo de Deus que começou andando junto ao Senhor, porém que, mais tarde, escolheu ser um Pequeno Discípulo de Deus e dar ouvidos a outros. Essa história nos mostra que uma pessoa realmente sábia, um Grande discípulo de Deus, entenderá que Ele é a

Conexão criança (5
DÊ as boas-vindas do Geração Futuro às crianças. COMECE sua discussão. Conte para as crianças sobre um determinado momento de sua vida em que você necessitou de sabedoria para lidar com uma situação, e como Deus, a Bíblia, ou a Igreja o ajudou a encontrar sabedoria. PERGUNTE às crianças: “Quando vocês estão diante de uma grande decisão ou precisam de ajuda para resolver situações

fonte de toda sabedoria, e a dá generosamente a todo aquele que pedir. Você Dica de pastoreio: está enfrentando Uma das melhores madecisões difíceis neiras de se construir esta semana? Vá comunidade é orar uns Àquele que sabe de todas as coisas pelos outros. Para que e peça por sabedohaja atmosfera favorável, ria, e então, espere apoio e comunhão em seu que Deus a dê Pequeno Grupo de Lídepara você. res, ore por sabedoria e uns pelos outros, qualquer que seja a situação. minutos) difíceis, onde procuram ajuda ou sabedoria?”

Transição
DIGA: “Na última semana nós aprendemos sobre Gideão. Ele era um Grande Discípulo de Deus porque obedeceu ao Senhor mesmo quando Suas instruções não faziam o menor sentido. Hoje nós vamos ouvir a respeito de um sábio rei chamado Salomão. Nessa lição, procure as ocasiões em que esse Grande Discípulo de Deus foi OU não tão sábio.”

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE às crianças: “Então, quais foram as três formas nas quais Salomão, o Grande Discípulo de Deus, foi sábio?” (Ele pediu por sabedoria acima de tudo, pois sabia de onde retirá-la, entendia qual era a coisa certa e a fez, até que, no fim, escolheu fazer as coisas do seu próprio jeito.) LEMBRE as crianças: “No Grande Grupo, nós aprendemos que Deus sabe de todas as coisas, portanto, nós podemos ir até a Ele para obter sabedoria. Salomão comprovou ser um Grande Discípulo de Deus quando pediu por sabedoria acima de todas as outras coisas. Ele usou essa sabedoria exercendo sua influência sobre os outros. Hoje, nós vamos continuar jogando Grandes Discípulos de Deus – CARA OU COROA?

Atividade: Grandes Discípulos de Deus – Cara ou coroa?
Este jogo é a seqüência de uma série de jogos de cartas Grandes Discípulos de Deus – CARA OU COROA? Novamente, anote o nome do seu ganhador, porque todos os vencedores participarão de uma final, no encerramento dessa unidade. Controle o seu tempo. Você pode sempre fazer um pouco em cada rodada, se o tempo não for suficiente.

Página 47 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Material providenciado pelo seu Administrador
(o suficiente para que cada criança tenha um cartão de cada modelo) Cartões Grandes discípulos de Deusl; Cartões Pequenos discípulos de Deus.

Arrumação
SENTEM em círculo.

Instruções
EXPLIQUE o jogo: “Você tem que tentar ser a primeira pessoa a colocar, o mais rápido possível, o seu cartão dentro do círculo. Nós vamos jogar várias partidas durante este jogo. Em cada partida, a pessoa que permanecer no círculo será a vencedora.” DÊ um cartão Grande Discípulo de Deus e um cartão Pequeno Discípulo de Deus para cada criança em seu grupo. DIGA: “Coloquem seus cartões diante de vocês, no chão. Eu vou ler uma sentença. Vocês devem decidir se ela representa a maneira como pensaria um Grande ou um Pequeno Discípulo de Deus. Se ela representar a maneira como pensaria um Grande Discípulo de Deus, movam, o mais rápido possível, os seus cartões Grandes Discípulos de Deus para o meio de círculo. Se ela representar a maneira como pensaria um Pequeno Discípulo de Deus, movam, o mais rápido possível, os seus cartões Pequenos Discípulos de Deus para o meio do círculo. A última pessoa a colocar o seu cartão no círculo, como também aquela que colocar o cartão errado, ficará fora das jogadas seguintes, apenas retirando o cartão do círculo. De novo, a última pessoa que permanecer no jogo vencerá. Depois de cada jogada, peguem os seus cartões de volta. Uma vez que você tenha colocado o seu cartão, não pode mudar de idéia e retirá-lo. Pense bem, portanto, antes de tomar a sua decisão. Nas nossas três primeiras rodadas, nós veremos de onde um discípulo de Deus pode retirar ou buscar sabedoria.”

INICIE a primeira rodada. LEIA cada um dos seguintes lugares onde uma pessoa pode buscar conselhos sábios e lembre de estar atento para identificar qual foi, dentre as crianças de seu grupo, a última a colocar o cartão no círculo. Esta criança sairá dessa jogada e só retornará na próxima.”

Dica de pastoreio:
Com o intuito de prover um ambiente emocionalmente seguro para as crianças, cuide para que elas não ridicularizem aquelas que possam responder de maneira errada as situações.

Consulte a caixinha da sorte. (pd) Pergunte a um amigo de confiança. (GD) Leia o recadinho dentro do biscoito da sorte. (pd) Peça ajuda a Deus. (GD) Peça conselho aos seus pais. (GD) Faça cara ou coroa. (pd) Use a técnica do bem-me-quer, mal-me-quer. (pd) Peça conselho para alguém que conhece bem a Deus. (GD) Uni duni tê, salamê minguê, o sorvete colorê foi ... (pd) Bola de cristal. (pd) Ore a Deus e peça sabedoria. (GD) FAÇA com que todos voltem ao ponto de partida e inicie a segunda rodada. LEIA os seguintes lugares onde as pessoas podem procurar por respostas para as suas perguntas mais difíceis. Ligue para “linha-direta esotérica”. (pd) Pergunte ao seu Líder de Pequeno Grupo. (GD) Jogue com uma tábua de Ouiji. (pd) Peça conselho ao pastor de sua Igreja. (GD) Leia a sua Bíblia. (GD) Feche os seus olhos e abra a sua Bíblia. Coloque o seu dedo sobre uma determinada página, olhe e leia as palavras que estão mais próximas do ponto que marcou. (pd)

Página 48 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Pesquise em um dicionário. (pd) Faça uma lista positiva e uma negativa. (GD) Ore a Deus e peça ajuda. (GD) Pense no que um personagem de desenho animado faria. (pd) FAÇA com que todos voltem ao ponto de partida e inicie a terceira rodada. LEIA a lista abaixo que as pessoas deveriam fazer para obter sabedoria. Pense no que um Grande Discípulo de Deus como Salomão faria. (GD) Convoque uma reunião de família. (GD) Simplesmente não tome nenhuma decisão. (pd) Vá para uma sala de bate-papo na Internet e se aconselhe com as pessoas que conectar. (pd) Leia o Livro de Provérbios. (GD) Assista aos shows do Gugu ou do Faustão. (pd) Leia o seu horóscopo na coluna do jornal. (pd) Se você se sente bem, então faça. (pd) Leia somente os livros da biblioteca que prometem resolver os seus problemas. (pd) FAÇA com que cada um volte para o ponto de partida no círculo e inicie a quarta rodada. DIGA para as crianças: “Nessas próximas três rodadas, nós vamos estudar o terceiro fator para que possamos nos tornar sábios discípulos de Deus: Sábios discípulos de Deus sabem o que é o certo e fazem o que é certo! Eu vou ler uma situação, e vocês vão me dizer se a pessoa sabia o que era certo e se fez o que era correto, tal como um Grande Discípulo de Deus, ou se ela não fez a coisa certa, tal como um Pequeno Discípulo de Deus.” 1. Um amigo me emprestou seu skate e eu o quebrei. Vou usar o dinheiro que reservei para o meu aniversário a fim de lhe comprar um novo skate. (GD) 2. Meu amigo me deve um dinheiro, mas, em lugar de me pagar a quantia certa, ele me deu sobrando. Eu não vou lhe dizer que se enganou. (pd)

3. Meu amigo me convidou para dormir em sua casa e quer alugar uma fita de vídeo que meus pais não permitem que eu assista. Vou recusar o seu convite. (GD) 4. Eu estou tentando tomar a decisão se devo jogar futebol ou voleibol durante esse semestre. Vou falar com meus pais sobre esse assunto. (GD) 5. Esqueci de dar ao meu irmão um recado muito importante. Eu estou para lhe transmitir o recado, mas não consigo achar onde o anotei. (pd) 6. Há um garoto insultando o meu irmãozinho na escola. Eu vou contar isso para os meus pais. (GD) 7. Uma amiga minha acabou de descobrir que tem leucemia, uma doença muito grave. Vou perguntar ao líder do meu Pequeno Grupo sobre como nós podemos ajudá-la e sermos bons amigos para ela. (GD) 8. Um garoto da minha classe se divertiu às minhas custas por causa de uma jogada errada que fiz, enquanto treinava no ginásio. Sua mochila estava jogada no pátio e eu a escondi no jardim só para deixá-lo para trás. (pd) 9. Eu estou bem, exceto quando o meu amigo Paulo está por perto. Quando estou com ele, me irrito porque pensa que é o máximo. (pd) 10. Eu ganhei bombons da minha tia de presente de aniversário. Vou levá-los à escola para repartir com meus amigos. (GD) FAÇA com que cada um volte para o ponto de partida no círculo e inicie a quinta rodada. 1. Meu treinador de futebol não me põe para jogar com frequência. Eu vou ficar até um pouco mais tarde hoje e lhe perguntar de que maneira posso melhorar. (GD) 2. Tenho economizado o dinheiro de minha mesada e meus pais me disseram que eu poderia comprar alguma coisa divertida. Vou conversar com um amigo de minha confiança sobre algumas idéias. (GD) 3. Eu poderia ter falado com o meu amigo que estava chateado essa manhã, mas estava muito cansado para me importar com ele. (pd)

Página 49 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

4. Eu ganhei dinheiro para o meu aniversário e vou usar parte dele para comprar comida para o Ministério de Ação Social da Igreja. (GD) 5. Toda semana, minha professora de piano pergunta quantos dias eu pratiquei a lição. Sempre minto e lhe respondo que pratiquei todos os dias. (pd) 6. Minha avó está vindo passar o final de semana conosco. Eu quero lhe dedicar bons momentos de convivência, para poder conhecê-la melhor e aprender sobre sua vida. (GD) 7. Minha irmã e eu sempre brigamos no carro enquanto estamos nos deslocando para algum lugar. Eu vou conversar com ela para entrarmos em um acordo, de maneira que possamos acabar de vez com esse hábito. (GD) 8. No caminho de casa até a escola, meu amigo estava batendo com uma cinta de borracha nas crianças menores. Eu pensei no que Jesus faria, mas não o fiz. (GD) 9.Eu vou tentar ler a minha Bíblia todos os dias antes de ir à escola. (GD) 10. Um amigo da escola sempre fica aborrecido comigo sem nenhuma razão. Eu vou lhe perguntar o que o está aborrecendo. (GD) FAÇA com que cada um volte para o ponto de partida no círculo e inicie a sexta rodada. Somente aqueles que venceram nas rodadas anteriores, no entanto, é que estarão jogando. 1. Minha família está se mudando para uma nova cidade. Eu estou nervoso, mas vou lembrar que Jesus é o meu amigo número um, e que me ama de qualquer jeito. (GD) 2. Acabei de comprar um CD que os meus pais jamais permitiriam que eu comprasse. Eu vou esconder deles e nunca vão saber. (pd) 3. Eu tirei outra nota baixa em Matemática! Vou pedir ao meu pai para me ajudar durante a semana até que eu melhore a minha nota. (GD)

4. Desde que eu ganhei um troféu na Feira de Ciências, acho que tenho o direito de ficar me vangloriando disso para todo mundo. (pd) 5. Minha amiga é terrível em matéria de ortografia, por isso eu tenho lhe deixado colar de minhas provas. Venho orando sobre isso e decidi que não devo mais permitir que ela faça isso. (GD) PERGUNTE às crianças: “Desse jogo, o que vocês têm aprendido são algumas formas que os Grandes Discípulos de Deus utilizam para tomar decisões? Quais são elas? (Eles oram, lêem a Bíblia, pedem conselhos a pessoas sábias.) Reveja as três características dos sábios discípulos de Deus. (Eles pedem a Deus sabedoria, sabem de onde retirar sabedoria e entendem o que é certo e o fazem.) Dê, agora, dois exemplos de situações de suas vidas, onde vocês puderam usar alguma sabedoria. De onde vocês retiraram essa sabedoria?” (Permita que as crianças respondam.)

Envolvimento
DIGA às crianças: “Salomão sabia que Deus sabe de tudo. No início ele foi até a Deus pedir por sabedoria, e isso o tornou um Grande Discípulo de Deus. Esta semana você também tem a oportunidade de ir até Deus, pedir por sabedoria e ser um Grande Discípulo de Deus, tal qual o rei Salomão. Um jogador profissional de futebol disse certa vez que ele NÃO queria ser modelo para ninguém e não poderia ser responsável se as pessoas copiassem seu comportamento. Mas, a verdade é que, devido ao fato de ele ser uma pessoa famosa, automaticamente se torna um modelo para as outras pessoas. Pense no jogo de cartas. Em cada situação, a sabedoria ou a falta de sabedoria afetaram outras pessoas. Como um dos estudantes mais velhos em sua escola, você tem o poder de influenciar os outros, quer queira ou não. Esta semana, lembre de ser um Grande e sábio Discípulo de Deus, porque da maneira como você usar a sua sabedoria, vai estar

Página 50 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

exercendo uma tremenda influência sobre todos aqueles que estiverem ao seu redor.”

ENTREGUE os cartões com os versículos bíblicos.

Versículo bíblico
REVISE o significado desse versículo e repita em voz alta: “Se alguém necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e nada lhes impropera, e ser-lheá concedida.” (Tiago 1:5)

Oração
Querido Deus, Por favor, me ajude a lembrar que, quando eu tiver uma grande decisão a tomar, preciso, antes de qualquer coisa, pedir sabedoria ao Senhor. Amém.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que poderá ajudá-lo: “Quem seria a primeira pessoa que você procuraria se tivesse que fazer uma grande decisão essa semana?”

Página 51 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 11
PARTE 1

Grandes Discípulos

Ester

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

arriscou a vida pelo seu povo, o qual foi salvo pelo propósito de Deus para a sua vida. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus também tem um propósito para suas vida. E AGORA? (PG): As crianças participarão de um jogo de cartões onde terão que tomar decisões que envolvem riscos. Essas decisões poderão ser boas ou más influências para os outros.

Lição espiritual
Coragem.

Conceito-chave:
Deus tem um propósito para mim, então eu posso usar a minha influência em favor de Sua obra, mesmo quando isto for arriscado.

História bíblica
Livro de Ester Ester, uma israelita, era a rainha da Pérsia e Hamã era a segunda autoridade no reino, depois do rei. Ele odiava Mordecai, primo de Ester, e planejava matá-lo e aos demais israelitas, porém, o que ninguém sabia era ser Ester também judia. Mordecai convenceu Ester a interferir, arriscando a própria vida para salvar o seu povo. Ela jejuou e orou antes de intervir, por isso salvou os israelitas e Hamã foi pendurado na forca que preparara para Mordecai.

Preparação prévia feita pelo seu administrador

Tire fotocópias e recorte os cartões Grande Discípulo de Deus e Pequeno Discípulo de Deus (págs. 48 e 49 do Guia do Administrador), um de cada para cada criança; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículos (p. 53 do Guia do Administrador); Ponha os itens mencionados acima numa caixa e entregue-os a cada líder de Pequeno Grupo.

Versículo-chave
“E quem sabe se para uma situação como esta foi que chegaste a este reino?” Ester 4:14

Preparação
Leia o Livro de Ester. Nesta história tem de tudo! Mistério, planos de assassinato, intrigas, um vilão, uma heroína, um herói e um final surpreendente. Esta narrativa revela que Deus tem um propósito para a vida de todos nós, inclusive para uma linda rainha, e que a vida pode ser tudo, menos tediosa, quando

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças conhecerão a história de Ester e sobre como ela

Página 52 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

você usa a sua influência em favor da Obra de Deus. Ele também tem um plano para sua vida e, por isso, você pode influenciar os outros em favor de Sua Obra, mesmo quando tiver que correr riscos. Mordecai chegou ao ponto principal da questão quando falou para Ester: “Quem sabe se para uma situação como esta foi que chegaste a este reino?”.

Deus planejou que você vivesse nos dias de hoje, assim como quis que Ester existisse no tempo dela. Em algum momento de tranqüilidade, durante esta semana, pergunte a Deus como Ele quer que você influencie as pessoas ao seu redor. Mas, desde já, esteja certo de que influenciar em favor da Obra de Deus envolve riscos.

Conexão criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro. COMECE contando às crianças algum fato ocorrido com você, quando teve a oportunidade de influenciar outras pessoas, embora correndo alguns riscos. Conte-lhes se você escolheu arriscar ou fugiu da situação. PERGUNTE às crianças: “Nós temos conversado sobre ser um Grande Discípulo de Deus ou alguém que influencia as pessoas a seu redor. A quem você tem influenciado? O que tem feito no sentido de influenciar as pessoas à sua volta? Você tem corrido riscos? Alguém conte agora uma situação de risco que enfrentou”.

Transição
DIGA às crianças: “Grandes Discípulos de Deus podem influenciar bastante as pessoas se estiverem conscientes de que Deus tem um propósito para suas vidas. Nós já conhecemos Boás, Gideão e Salomão. Hoje veremos como o propósito de Deus para a vida de Ester ajudou a salvar muitas outras pessoas. Ela, porém, teve que fazer três coisas antes de cumprir o propósito de Deus. Muita atenção para estas três atitudes”.

Grupo Pequeno (20 minutos)
Revisão
PERGUNTE: O que nós aprendemos com o incrível livramento de Ester? (Que Deus tinha um propósito para sua vida e que ela usou a influência de sua posição em favor do seu povo, apesar dos riscos que corria). Ester mostrou também ser uma Grande Discípula, pois estudou a situação (ela pensou numa maneira de ajudar aos outros), decidiu correr os riscos (morte) e agiu. LEMBRE às crianças: Hoje, no Grande Grupo, aprendemos que Deus tem um propósito para cada um de nós e por isso podemos usar a nossa influência em favor de Sua obra, mesmo quando isto for arriscado. Ester mostrou ser uma Grande Discípula de Deus quando arriscou a própria vida para salvar o seu povo. Vamos continuar, então, a Competição de Grandes Discípulos, tratando de como usar o nosso poder de influência.

Atividade: Competição de Grandes Discípulos de Deus
Mais uma vez vamos jogar com os cartões do Pequeno e do Grande Discípulo. Desta vez, entretanto, trataremos de grandes e pequenos riscos. Não se esqueça do torneio no final da lição, nem de anotar o nome do campeão do jogo de hoje. Esta atividade levará as crianças pensarem nas razões pelas quais elas decidem correr riscos ou não. Você dará vários exemplos de situações perigosas e elas dirão se são riscos que um Grande Discípulo assumiria. Algumas situações representarão riscos que só aparecerão mais tarde na vida delas, mas que são fundamentais na sua formação moral para quando tiverem que enfrentá-las no futuro.

Página 53 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Material a ser providenciado pelo administrador
(um para cada criança) Cartões “Grande Discípulo de Deus”; Cartões “Pequeno Discípulo de Deus”.

(Alguns riscos nas situações abaixo são óbvios, outros não. Dê explicações às crianças quando se fizer necessário. Alguns foram colocados propositadamente para serem discutidos). COMECE a primeira rodada LEIA as declarações abaixo, uma de cada vez, lembrando-se de observar qual a criança que soltou o cartão por último. A última a soltar o cartão sai do jogo até o final da rodada. 1. Passar um bilhetinho enquanto o professor está dando aula; (pd) 2. Dar a um amigo um presente que você mesmo fez; (GD) 3. Dizer a um amigo que você se importa com ele; (GD) 4. Ler em voz alta, a pedido da professora, um poema que você mesmo fez; (BD) 5. Assistir a um filme de adultos sem que os seus pais saibam; (pd) 6. Pegar alguns bombons na lanchonete sem pagar; (pd) 7. Desobedecer aos pais; (pd) 8. Entrar no carro de um estranho; (pd) 9. Contar uma fofoca a respeito de alguém, mesmo sabendo que não é verdade; (pd) 10. Aproximar-se de alguém que não é muito popular na escola. (GD) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (os outros garotos poderão achar que você também é um cara estranho; você poderá ser chamado de perdedor; poderão falar de você quando não estiver por perto OU você poderá fazer um novo amigo). 11. Sentar perto de um colega recém-chegado na escola; (GD) 12. Doar parte de sua mesada para ajudar a Obra de Deus; (GD) 13. Fingir que está doente para não ter que ir à escola. (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a segunda rodada. 1. Gastar o dinheiro destinado a comprar roupas com cinema e videogame; (pd)

Executando
Sentem-se formando um círculo.

Instruções
EXPLIQUE o jogo. “Você vai tentar ser a primeira pessoa a jogar o seu cartão no centro do círculo. Nós teremos várias rodadas durante o jogo. Em cada rodada, a última pessoa a permanecer no círculo será o vencedor”. DÊ um cartão “Grande Discípulo” e um cartão “Pequeno Discípulo” para cada criança do grupo. DIGA: As regras são as seguintes: Ponha os seus cartões no chão, bem à sua frente. Eu vou ler algumas situações que envolvem riscos e vocês deverão dizer se são riscos que um Grande Discípulo ou um Pequeno Discípulo assumiriam, de acordo com a natureza da situação. Lembrem-se de que um Grande Discípulo está sempre disposto a correr riscos pelo Senhor, enquanto os Pequenos Discípulos agem de maneira contrária. Se você achar que a situação representa a atitude de um Grande Discípulo, jogue o seu cartão “Grande Discípulo” no centro do círculo. Se achar que representa a atitude de um Pequeno Discípulo, jogue o seu cartão “Pequeno Discípulo” no centro do círculo. O último a jogar o cartão, ou qualquer um que jogue um cartão errado, ficará fora da rodada e deve se afastar do círculo. Vence aquele que ficar por último no círculo. Depois de cada rodada, pegue seus cartões de volta. Serão os mesmos cartões durante todo o jogo. Uma vez que você tenha soltado o seu cartão, não poderá mudar de idéia e pegá-lo de volta, portanto, tenha convicção ao jogá-lo.

Página 54 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

2. Cumprimentar alguém que não gosta de você. (GD) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (Você poderia receber uma resposta sarcástica ou um olhar reprovador; não ter resposta nenhuma OU ele poderia cumprimentá-lo de volta). 3. Arranhar o CD de um amigo e lhe dizer que não foi você; (pd) 4. Propositadamente não rebobinar uma fita de vídeo alugada antes de devolvê-la; (pd) 5. Dar um trago num cigarro às escondidas; (GD) 6. Orar agradecendo pelo lanche na hora do recreio da escola diante dos colegas. (GD) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (Eles podem achar que você é um cara esquisito; colocar-lhe apelidos; se afastar de você OU você pode acabar também levando alguns deles para a igreja). 7. Dedicar algum tempo para ensinar um amigo a nadar; (GD) 8. Andar de skate sem equipamentos de segurança, como capacete e joelheira; (pd) 9. Usar um relógio de ouro na escola; (pd) 10. Fazer apostas a dinheiro; (pd) 11. Desafiar alguém a fazer algo melhor do que você; (pd) 12. Ter um compromisso com um amigo e não comparecer porque apareceu algo mais interessante para fazer. (pd) TRAGA todos de volta ao círculo e comece a terceira rodada. 1. Dizer a alguém que você é um crente em Jesus Cristo. (pd) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (Essa pessoa poderia fazer piada com você; não dizer nada e simplesmente mudar de assunto; não se dirigir mais a você; rir na sua cara OU perguntar o que significa ser um crente em Jesus). 2. Contar a verdade aos seus pais sobre algo que você fez de errado; (GD) 3. Interferir em favor de alguém que está sendo vítima de uma brincadeira de mau gosto; (GD) 4. Fazer algo só porque todos os seus amigos fazem; (pd) 5. Fazer algo que os seus amigos não costumam fazer só porque é a coisa certa; (GD)

6. Fazer algo perigoso só pra chamar a atenção; (pd) 7. Prometer ao professor que vai estudar e não cumprir a promessa; (pd) 8. Ser gentil com alguém que tem sido grosseiro com você. (GD) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (Essa pessoa pode rir de você; chamá-lo de covarde OU se tornar seu amigo). 9. Orar pelos seus inimigos; (GD) 10. Fazer compras com o cartão de crédito de seus pais sem a permissão deles; (pd) 11. Ler a Bíblia durante o recreio; (GD) 12. Ouvir com atenção os ensinamentos de Jesus e praticá-los; (pd) 13. Defender a Teoria da Criação durante uma discussão sobre a Teoria da Evolução na aula de Ciências. (GD) TRAGA os vencedores das rodadas anteriores para disputarem rodada final. 1. Seguir os ensinamentos do Mestre. (GD) PERGUNTE: Por que isto é arriscado? (Pode ser embaraçoso, desagradável, ou até mesmo perigoso, como no caso de Ester, quando foi falar com o rei). 2. Fugir de casa; (pd) 3. Levantar a mão e perguntar quando não estiver entendendo alguma coisa; (GD) 4. Dizer aos seus amigos que você acredita em Deus; (GD) 5. Mudar o canal da televisão, diante dos amigos, quando começar um programa que seus pais não aprovariam. (GD) (LEMBRE-SE de anotar o nome do vencedor de hoje para a disputa do torneio final na próxima semana).

Envolvendo

Dica de pastoreio:

DIGA às crianças: Durante a sua oração, Ester usou a sua mencione o que você influência, mesmo aprendeu sobre as sabendo que corria crianças nessa semana. riscos, porque sabia que Deus tinha um propósito para sua vida. Foi isso que fez dela

Página 55 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

uma Grande Discípula. Você também pode ser um Grande Discípulo, se estudar a situação para ver qual é a vontade de Deus, estiver disposto a correr riscos pelo que julga ser correto e, finalmente, se você agir. Nosso versículo de hoje trata exatamente disso.

chegaste a este reino?” Ester 4:14 Distribua os cartões de versículo.

Oração
Querido Deus, Por favor, nos mostra o Seu propósito para nossas vidas. Ajuda-nos a ver como podemos usar a nossa influência em favor da Sua obra durante esta semana. Amém.

Versículo-chave
Explique novamente o significado desse versículo e leia-o em voz alta: “E quem sabe se para uma situação como esta foi que

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que pode ajudá-lo: Que riscos correremos se quisermos ser Grandes Discípulos de Deus?

Página 56 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 12
PARTE 1

Grandes Discípulos

Neemias

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

os outros superiores a si mesmo.” Filipenses 2:3

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças conhecerão a história de Neemias e saberão como a sua atitude permitiu que o muro fosse reconstruído de uma forma miraculosa. E ENTÃO? (GG): As Conceito-chave crianças compreendeDeus sonda os rão que Deus sonda os corações, então a corações e que, por minha atitude é isso, as atitudes que muito importante. tomamos em relação a Deus e às outras pessoas são muito importantes. E AGORA? (PG): As crianças participarão do Torneio Final da Competição de Grandes Discípulos de Deus.

História bíblica
Livro de Neemias Os israelitas, depois de vários anos de exílio, retornaram a Jerusalém, sua capital, onde ficava o templo de Deus, e a encontraram em ruínas. Artaxerxes, rei da Pérsia, era quem governava sobre praticamente todo o mundo conhecido naqueles dias. Seu copeiro era Neemias, um israelita exilado que tomou conhecimento de que a sua cidade natal estava em ruínas. Neemias orou ao Senhor e pediu permissão ao rei para ir a Jerusalém e reconstruir o muro que a circundava. Com a ajuda de Deus, oração e uma persistência inabalável, o muro foi miraculosamente reconstruído em cinqüenta e dois dias, mesmo sob intensa perseguição.

Lição espiritual
Humildade

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Tire fotocópias e recorte os cartões de versículos (p. 54 do Guia do Administrador); Ponha os itens mencionados acima numa caixa e entregue-os a cada líder de Pequeno Grupo.

Preparação do líder
Leia a inspiradora história de Neemias. Ele foi um Grande Discípulo bastante rígido, mas que usou essa rigidez para servir aos outros, em vez de intimidá-los ou humilhá-los.

Versículo bíblico
“Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um

Página 57 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Neemias compreendeu que todo o seu poder vinha de Deus e sabiamente se manteve em comunhão com Ele. Mesmo em pleno cenário de discórdias que se tornara o arruinado Israel, em vez de abusar da autoridade que possuía, Neemias preferiu servir ao povo com muita determinação para que, vendo o seu exemplo, as pessoas passassem a servir a Deus com mais intensidade. Neemias sabia

que não precisava provar que era um Grande Discípulo. Durante essa semana, reflita sobre a sua atitude ao tentar construir ou reconstruir os muros quebrados em sua própria vida. Você tem procurado servir em vez de ser servido? Lembre-se de que Deus sonda os corações. Será que ao sondar o seu, Ele vai encontrar a atitude certa para um Grande Discípulo?

Conexão criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro. PERGUNTE às crianças: “Alguma vez os seus pais, o seu professor ou quem quer seja, já lhe falou: ‘Você tem um problema de atitude?’ O que você acha que essa pessoa quis dizer?”. DIGA às crianças: “Sua atitude mostra muito do que você faz da vida. mas o que exatamente é uma atitude? (Deixe-os responder). A atitude é como você escolhe olhar a vida e encarar as situações que nela surgirão. Podese ainda considerar a atitude como um par de óculos que você coloca todos os dias ao levantar da cama. Se hoje você decidiu colocar óculos bem escuros, o mundo todo vai parecer bem escuro, mas se resolveu usar óculos claros, tudo parecerá mais claro, melhor definido. E se você escolher uns óculos com as lentes sujas ou de aumento? Acho que você entendeu. Os seus óculos determinarão como verá o mundo. Lentes escuras o farão ver o mundo escuro; lentes claras, o mundo claro. Lentes de aumento o farão ver o mundo ENORME! O melhor sobre as atitudes é que elas são realmente como óculos. Você pode escolher qualquer tipo de óculos que quiser. Isto significa que também pode escolher qualquer tipo de atitude que desejar”.

Transição
PERGUNTE: “Que tipo de óculos vocês estão usando hoje? Com que tipo de atitude vão olhar o mundo durante esta semana? Nós vamos conhecer um cara chamado Neemias, que decidiu ter atitudes de um Grande Discípulo de Deus. Tente identificar três maneiras específicas pelas quais Neemias escolheu olhar para o seu mundo”.

Pequeno grupo (20 minutos)
Hoje, o tempo dedicado ao Pequeno Grupo será utilizado no Torneio Final de Grandes Discípulos de Deus. Após o programa do Grande Grupo, os Pequenos Grupos ficarão todos na mesma sala. Nos cinco minutos finais, o seu Pequeno Grupo deverá ir a um local determinado para os momentos finais, a oração e o encerramento. ESCOLHA o vencedor da última semana para participar do torneio. Se ele não estiver presente, chame o seu melhor jogador para representar o seu grupo.

Envolvimento
DIGA: “Grandes Discípulos de Deus devem ter atitudes de Grandes Discípulos de Deus, assim como fez Neemias. Ele olhou a terrível situação do muro destruído e viu o que Deus poderia fazer. Vocês se lembram das três atitudes do Jogo dos Grandes Discípulos?

Página 58 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Primeira: Grandes Discípulos sabem que há limites que devem ser obedecidos; segunda: Grandes Discípulos servem ao próximo antes de servir a si mesmos; e, finalmente, Grandes Discípulos sabem que são especiais e não precisam provar nada para ninguém. Hoje vocês viram que atitude é tudo e que todos os dias escolhemos uma atitude. Como um Grande Discípulo, a sua atitude determina as suas ações e também as recompensas ou as punições. Uma outra coisa que você precisa ter em mente durante essa semana é que as suas atitudes podem ter muita influência sobre as pessoas ao seu redor”.

Versículo-chave
EXPLIQUE novamente o significado desse versículo e leia-o em voz alta: “Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.” Filipenses 2:3 Distribua os cartões de versículo.

Oração
Querido Deus, Por favor, ajuda-me a ter atitudes de um Grande Discípulo e a estar disposto a servir ao próximo durante esta semana. Amém.

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que pode ajudá-lo: Alguém que você conhece tem mostrado atitudes que vão causar graves problemas. Como você poderá ajudá-lo a mudar de atitude?

Página 59 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

Lição 13
PARTE 1

Revendo o Velho Testamento

No começo quando Deus fez a Terra e todas as coisas, também criou o começo de Sua história. Nestas unidades as crianças aprenderão que, em diferentes épocas, Deus conta a Sua história no Velho Testamento. Elas conhecerão acerca da criação, das primeiras famílias e da promessa de salvação. As crianças ouvirão sobre o Êxodo do Egito, as Conquistas, os diferentes Reinados, e o exílio do povo de Deus. Esperamos que, nesta seqüência do Velho Testamento, elas entendam como as pessoas e os eventos se encaixam, e também compreendam como podem fazer parte da História de Deus.

se udo a T ix enca

preparou o cenário para o mais incrível ato de tentativa de resgate da humanidade: a vinda de Jesus como homem, o Messias.

Versículo bíblico
“Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder como a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis.” Romanos 1:20)

Objetivos
VOCÊ SABIA? (GG): As crianças Conceito-chave: revisarão o que A Bíblia é a história aprenderam sobre de Deus. Ele nos todas as etapas do ama e quer que Velho Testamento façamos parte de para que vejam Sua história. como, de Gênesis a Apocalipse, as histórias se encaixam segundo o plano de Deus. Queremos que elas conheçam mais sobre o amor de Deus, a razão pela qual criou o mundo e as pessoas, e como quer que vivamos. E ENTÃO? (GG): As crianças compreenderão que Deus tem um plano e quer que sejamos parte de Sua história. Ele nos comunicou isso através da Bíblia. E AGORA? (PG): As crianças cumprirão uma atividade que as ajudará a recordar todo o Velho Testamento.

História bíblica
Revisão do Velho Testamento Deus revelou Seu glorioso plano e criou os Céus, a Terra e todos nós. Adão e Eva optaram por se rebelar contra o amor de Deus e o Seu propósito. A conseqüência disso foi que toda a descendência de Adão também já nasceu separada e distante do Senhor. Deus, então, demonstrou o Seu amor através de um extraordinário plano de resgate da humanidade. E percebemos esse amor já no Éden, quando Ele vestiu Adão e Eva, mesmo depois de eles se haverem rebelado. Depois, na promessa feita a Abraão, de que dele faria uma grande nação. Também na retirada de Israel do Egito, no suprimento das necessidades no deserto, na concessão da terra prometida, no longo período de liderança dos juízes e dos reis, e na disciplina de Seu povo no exílio. E, principalmente, percebemos Seu grande amor através da Sua extraordinária graça, que restaurou o templo e

Lição espiritual
Estudar as Escrituras.

Página 60 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Preparação prévia feita pelo seu administrador
Tire fotocópias e recorte os cartões de histórias do Velho Testamento (págs. 55-56 do Guia do Administrador); Tire fotocópias e recorte os cartões do conceito (págs. 57-58 do Guia do Administrador); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo (pág. 59 do Guia do Administrador).

um Deus amoroso que tenha um propósito para a sua vida. Você poderá perguntar a si mesmo: “Por que a minha vida não funciona?” “Por que um Deus amoroso permitiria que o mundo criado por Ele ficasse tão bagunçado?” Você pode até achar que tudo está assim tão ruim por causa de alguma coisa errada que fez e que, por isso, Deus lhe abandonou. A verdade é que Deus tem um propósito para cada um de nós. A Bíblia nos afirma que a situação está complicada no mundo porque as pessoas não obedecem ao Senhor. A história de Deus nos mostra que Ele jamais nos abandonará e, sim, nos buscará com todo o Seu poder porque nos ama. Durante esta semana, em qualquer situação, lembre-se de que Deus tem um propósito para a sua vida. Ele é um Deus amoroso e quer que você faça parte da Sua história.

Preparação
Você não precisa ler o Velho Testamento inteiro, mas tente lembrar o máximo de histórias que puder e comente a importância delas para a sua vida. Todos nós, às vezes, questionamos a vida. Talvez você venha a contestar a existência de

Conexão criança (5 minutos)
DÊ às crianças as boas-vindas ao Geração Futuro. PERGUNTE às crianças: “Que dúvidas vocês têm sobre Deus ou a Bíblia?” (Líderes, este é um momento para as crianças pensarem nas perguntas e não para respondê-las). DIGA às crianças: “Às vezes, todos nós temos questionamentos sobre a vida. Não há nada errado em fazer perguntas difíceis. Grandes e Verdadeiros Discípulos precisam fazer perguntas, se quiserem levar a vida, Deus e a Bíblia a sério. Fazer perguntas é a única maneira de aprender mais sobre Deus e sobre a vida. Elas podem ajudá-lo a compreender a sua existência. Quem faz perguntas se interessa pelo que acontece com a sua própria vida”.

Transição
DIGA às crianças: “Hoje, no Grande Grupo, obteremos respostas para algumas perguntas difíceis. Ouçam com atenção e vejam como todas as histórias do Velho Testamento se encaixam e como elas podem responder algumas de suas dúvidas mais complicadas”.

Pequeno Grupo (20 minutos)
Revisão
DIGA: “Puxa vida! O Velho Testamento inteirinho! A criação, Adão e Eva, Abraão, Moisés, Boaz, Salomão, Ester e Neemias. Todos se encaixando para responder alguns de nossos questionamentos. A pergunta sobre qual seria o propósito de Deus para nós é respondida quando descobrimos que Ele está

Página 61 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

constantemente buscando a reaproximação conosco. Agora vamos participar de um jogo que nos ajudará a lembrar que a história de Deus revela o Seu amor pelo Seu povo e o desejo de que essa gente seja parte de Sua história”.

agachadas na frente e ao redor do seu respectivo desenhista.

Instruções
DIGA às crianças: “Precisamos nos dividir em dois grupos. Uma pessoa de cada grupo desenhará uma história do Velho Testamento e o objetivo de cada grupo é ser o primeiro a identificar corretamente qual história está sendo desenhada, usando para isso os cartões de histórias”.

Dica de Pastoreio:
Preste atenção no seu tempo! Você pode ter apenas seis ou sete desenhos feitos. Guarde tempo para os times organizarem as histórias e para você envolvê-las. Se algumas histórias não forem desenhadas, simplesmente junte seu cartão de história a uma folha de papel em branco e adicione a mistura.

Atividade: Aprendendo com o Velho Testamento
Este jogo envolverá as crianças de modo que elas se lembrem das histórias do Velho Testamento e dos seus conceitos e entendam como todas as narrativas se encaixam. As crianças tentarão adivinhar qual é a história, olhando apenas o desenho determinada cena feito por um dos membros do grupo. Depois, tentarão corresponder o conceito que elas aprenderam com aquela história. Uma vez desenhadas todas as cenas, os dois grupos tentarão juntar as histórias na ordem correta. Sua tarefa será lembrá-los de que Deus tinha um propósito em cada uma dessas histórias e esse plano era proporcionar a reconciliação do povo com Ele, para que as pessoas fizessem parte de Sua história. Você poderá recorrer aos cartões de conceito, se quiser aumentar o desafio da revisão.

“Quando um dos grupos achar que já identificou corretamente a história que o seu artista está desenhando, um dos componentes deverá correr para pegar o cartão da história correspondente. Se for o cartão correto, eu interromperei o trabalho dos dois desenhistas e pedirei que o componente do grupo ponha o cartão da história sobre o desenho do seu artista”. “Se o grupo A identificar a história primeiro, ganhará cinco pontos e a chance de ganhar mais dez pontos acertando também o conceito correspondente àquela história, através dos cartões de conceitos que estarão espalhados no chão. Se o grupo A identificar o conceito correto, ganhará dez pontos a mais. Se o grupo A não conseguir acertar o conceito, o grupo B terá a chance de fazê-lo. Se o grupo B acertar o conceito, ganhará os dez pontos. Se o grupo B não acertar o conceito, o grupo A terá uma nova chance, e assim sucessivamente, até que um dos grupos acerte o conceito. Cada grupo terá apenas dez segundos para tentar acertar o conceito. Eu mesmo estarei marcando o tempo e o placar”.

Material providenciado pelo seu administrador
Cartões de histórias do Velho Testamento; Cartões de conceitos; 2 Flip Charts ou várias folhas de papel em branco; Marcadores.

Preparação
COLOQUE os papéis de forma que os desenhistas fiquem de costas um para o outro (a fim de que um não veja o desenho do outro). Coloque todos os cartões de histórias do Velho Testamento do lado esquerdo e todos os cartões de conceitos do lado direito. As crianças dos dois grupos devem ficar

Página 62 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

EXPLIQUE às crianças: “Quando todos os desenhos e conceitos tiverem sido identificados, somarei os pontos de cada grupo. O grupo com mais pontos terá trinta segundos para tentar colocar as histórias em ordem. Se conseguir pôr todas as histórias na ordem correta, ganha o jogo; se não conseguir, eu misturarei tudo de novo e o outro grupo terá a mesma chance também em trinta segundos. O primeiro grupo a colocar as histórias na ordem correta ganhará o jogo. Vocês poderão escolher qual componente se incumbirá dessa última tarefa e poderão também dar instruções durante cada tentativa. Vamos ao jogo!” SUSSURRE o título de uma história no ouvido de cada desenhista e lhes dê alguns segundos para pensar sobre como vão desenhá-la. Lembre aos grupos que os desenhistas não poderão falar ou escrever nenhuma palavra, nem usar letra ou fazer gestos.

3. Deus está no controle, então eu posso confiar nele, mesmo se vier a sofrer injustiças; 4. Deus está sempre trabalhando ao meu lado, então eu devo estar atento para saber onde Ele deseja me usar; 5. Deus é todo-poderoso, então eu não preciso temer aqueles que se lhe opõem; 6. Deus é digno de toda confiança, então eu posso crer que Ele cumprirá Suas promessas; 7. Deus é o número 1 e eu posso escolher segui-lO em primeiro lugar; 8. Deus é plenamente confiável e eu posso escolher obedecê-lO; 9. Deus sabe tudo, então eu posso buscar nele, sabedoria; 10. Deus tem um propósito para mim, então eu posso usar a minha influência em favor da Sua Obra, mesmo quando isto for arriscado. 11. Deus sonda os corações, então a minha atitude é muito importante.

Cartões de Histórias do Velho Testamento:
(em ordem cronológica para serem mostrados aos artistas) 1. Caim e Abel; 2. Abraão e Isaque; 3. Jacó e Esaú; 4. Moisés e a Sarça Ardente; 5. Moisés, Faraó e as dez pragas; 6. Páscoa; 7. Gideão; 8. Boaz; 9. Rei Salomão; 10. Ester; 11. Neemias.

Preparação
(As histórias devem ser desenhadas nessa ordem. Temos aqui também algumas sugestões do que deve ser desenhado) 6. Páscoa (desenhe um cordeiro, um garoto passando uma bola e uma porta com uma mancha de sangue); 3. Jacó e Esaú (desenhe um prato de sopa e uma pessoa aparentando muita fome); 11. Neemias (desenhe um tijolo em um muro); 4. Moisés e a Sarça Ardente (desenhe a sarça ardente); 10. Ester (desenhe uma forca e uma mulher usando uma coroa); 5. Moisés, Faraó e as dez pragas (desenhe pirâmides, um rio, rãs, moscas, chuva de pedras, etc); 9. Rei Salomão (desenhe uma cabeça com uma coroa e uma coruja, que simboliza a sabedoria); 1. Caim e Abel (desenhe dois altares com ofertas, dois rapazes e uma faca); 7. Gideão (desenhe algumas trombetas, cântaros e pessoas bebendo água com as mãos); 8. Boaz (desenhe trabalhadores no campo); 2. Abraão e Isaque (desenhe uma faca, um altar de pedras e um rapaz deitado em cima).

Cartões de Conceito:
(os números correspondem ao cartão de história) 1. Deus quer possuir o nosso coração, para que possamos mantê-lo fechado para o pecado; 2. Deus é fiel às Suas promessas, então eu posso dizer: “Aqui estou”, quando for testado;

Página 63 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Envolvimento
DIGA às crianças: “Uau! Não é impressionante o quanto vocês aprenderam nos últimos meses? Eu mal posso acreditar no quanto conhecem a Bíblia agora! Vocês ficaram surpresos? O melhor de tudo é que agora têm boa parte da história de Deus em suas mentes e em seus corações. Se encaixarem tudo, compreenderão que a Bíblia é a Palavra de Deus e que Ele deseja que você faça parte da Sua história”.

atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder como a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis.” Romanos 1:20 DISTRIBUA os cartões de versículo.

Oração
Querido Deus, Por favor, nos ajude a lembrar que todos os fatos da Sua história se encaixam e fazem sentido, e que a Sua vontade é que façamos parte dela. Amém!

Versículo-chave
EXPLIQUE novamente o significado do versículo e leia-o em voz alta: “Porque os

Conexão criança (continuação)
Líder de Pequeno Grupo, este é o momento para você e seu grupo: Continuar a construir comunidade. Deixar que suas crianças percebam que você se importa com elas como indivíduos e escuta as suas necessidades. Estar melhor equipado para descobrir como orar especificamente ou alcançar cada criança. Aqui está uma pergunta que pode ajudá-lo: “Que perguntas difíceis Deus já lhe ajudou a responder?”

Página 64 É permitida a reprodução para uso em sua igreja.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
PARTE 1

Guia do Administrador
Sumário
Tudo se encaixa

Introdução ao Guia do Administrador ...................................................................... Lição 1: Caim e Abel – De Coração Inteiro (Gênesis 4:1-16) ........................................................................................................................ Lição 2: Abraão e Isaque – Um Coração Obediente (Gênesis 22:1-19) ...................................................................................................................... Lição 3: Jacó e Esaú – Um Coração Confiante (Gênesis 25:19-34; 27:1-35; 33:4) .......................................................................................... Lição 4: Moisés e a Sarça Ardente (Êxodo 3-4:20) .......................................................................................................................... Lição 5: Seja ousado! Moisés, Faraó e as 10 Pragas (Êxodo 6:1-11:10) ..................................................................................................................... Lição 6: Páscoa: O Livramento que vem de Deus (Êxodo 12:1-42) ........................................................................................................................ Lição 7: A Páscoa Continua: Mensagem de Salvação (Êxodo 12:1-42; João 19) ........................................................................................................ Lição 8: Boaz (Rute 2-4) ................................................................................................................................... Lição 9: Gideão (Juízes 6-7) ................................................................................................................................. Lição 10: Salomão (I Reis 3-6,11; II Crônicas 1-9) ............................................................................................... Lição 11: Ester (Livro de Ester) ......................................................................................................................... Lição 12: Neemias (Livro de Neemias) ................................................................................................................... Lição 13: Revendo o Velho Testamento .............................................................................. Reproduzindo as Lições do Pequeno Grupo ........................................................

4

5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

Página 3

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Tudo se encaixa História de Deus: Gênesis-Apocalipse

9 a 11 anos
PARTE 1

Introdução ao Guia do Administrador

Administrar o programa de um ministério infantil é uma tarefa com muitos detalhes. O papel do administrador é fundamental para o sucesso do currículo do Geração Futuro, por isso este Guia do Administrador destina-se a ajudá-lo a identificar rapidamente quais as tarefas que devem ser executadas em cada lição. Nas lições do currículo do Geração Futuro há basicamente três fases: Sala de Aula, Programação do Grande Grupo e Pequeno Grupo. Em cada uma dessas fases haverá um líder supervisionando as programações. Recomenda-se que, para a função de líder das Salas de Aula, seja escolhido alguém com o dom espiritual de administrar. A pessoa escolhida poderá, ou não, precisar da ajuda do Administrador Geral do Currículo “Tudo se encaixa na História de Deus”, do Geração Futuro. Os líderes do Grande Grupo não terão, necessariamente, que ter o dom espiritual de administração como dom principal. Seus dons espirituais poderão ser a comunicação criativa, o ensino ou o pastoreio. Por isso, é possível que eles necessitem de sua assistência na administração dos detalhes de suas apresentações. Essa assistência pode significar juntar acessórios de palco, preparar fitas de vídeo, tirar fotocópias ou providenciar equipamentos de segurança. Os guias do Pequeno Grupo e do Grande Grupo trazem instruções detalhadas sobre todas as reuniões e eventos.

Estão incluídas neste Guia do Administrador todas as páginas que poderão ser reproduzidas para os líderes de Pequenos Grupos. Há um identificador na parte inferior de cada uma dessas páginas que indica a que lição elas pertencem.

Envolvendo outras pessoas
Este guia contém explicações sobre todos os detalhes de cada lição. Não é responsabilidade do administrador executar todas as tarefas! Ele deverá coordenar e dar assistência aos outros no cuidado com os detalhes. Embora o líder de Grande Grupo possa não ter o dom da administração, muito provavelmente terá sugestões quanto ao material e ao ambiente de ensino. Use este guia como uma ferramenta para direcionar os detalhes das tarefas que devem ser executadas pelos outros líderes e pelos voluntários. O ideal seria que esses voluntários também estivessem presentes em todas as reuniões do ministério. Caso não seja possível, deverão dispor de pelo menos duas horas semanais para assistir à preparação da lição da semana. Monte uma equipe de voluntários e estabeleça dia e horário adequados para que ela prepare as caixas de materiais dos líderes de Pequenos Grupos. Esta é uma forma fantástica de edificação através do trabalho voluntário. É também uma grande oportunidade de envolver pais descrentes em algum tipo de colaboração anônima.

Página 4

Lição 1
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare três cartazes: no primeiro escreva “Bemvindos de volta ao Geração Futuro”, no segundo escreva “Coisas do coração” e no terceiro copie o versículo bíblico. Eles poderão ser feitos no programa Power Point, se possível, e apresentados em transparências ou escritos à mão em folhas de papel madeira ou cartolina, dependendo do seu tempo e recursos; Crie cartões “Deus”, cartões “Pecado”, cartõestítulo e cartões “Porta fechada”; Recorte cinco corações grandes; Tire fotocópias do roteiro do programa de rádio (págs 15-18 do Guia de Programação do Grande Grupo); Prepare o palco do seguinte modo: Afixe o cartaz “Bem-vindos...” em um lugar bem visível. Coloque um dos banquinhos bem no centro da sala com o rádio sobre ele. Ponha os outros três banquinhos no palco com uma estante de partitura na frente de cada um deles. Coloque o toca CD ao lado do palco. Coloque o flanelógrafo, os percevejos, os cinco cartões “Deus”, os quatro cartões “Pecado”, os cinco corações, os cartões-título, os marcadores e os cartões “Porta fechada” no fundo da sala; Grave trechos de cinco sucessos musicais atuais contendo a palavra “Coração”.

Pequeno Grupo

Grande Grupo
Material Necessário: Percevejos; 5 cartões “Deus”; 4 cartões “Pecado”; 5 corações; Cartões-título: Você, Plano de Deus, Eva, Caim e Abel; 1 marcador preto; 3 cartazes “Porta fechada”; Marcadores; CD de efeitos sonoros “Tudo se encaixa”; Um rádio (modelo bem antigo, de preferência); 4 banquinhos; 3 estantes p/ partituras musicais; 4 cópias de roteiros de programas de rádio; Fita cassete com trechos de cinco sucessos musicais atuais contendo a palavra “Coração”; Cartaz “Sejam bemvindos!”; Cartaz “Coisas do coração”; Cartaz com versículo bíblico; Cópias da letra da música “De coração inteiro”. Equipamentos Necessários: Um flanelógrafo; Um tripé; Um toca CD.

ATIVIDADE: O JOGO DO CAI FORA Material necessário: Coração colado numa pasta; 3 balões brancos presos ao coração; Várias canetas ou lápis; Fita adesiva; Cartões de situação; Balões brancos extras. ATIVIDADE: PROJETO EXAMINE SEU CORAÇÃO Material Necessário: (um para cada criança) Quadrados de papel medindo 7,5 x 7,5 cm; Balões brancos vazios; Várias canetas ou lápis. Preparação prévia: Tire uma fotocópia do coração (pág 21) e cole-a sobre uma pasta; Distribua balões brancos para cada Pequeno Grupo; Distribua canetas ou lápis – uma para cada criança – e fita adesiva; Encha três balões e prenda-os ao coração; Tire fotocópias e recorte os Cartões de Situação (pág 19); Recorte quadrados de papel (7,5 x 7,5 cm), um para cada criança; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículo (pág 20); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Página 5

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 2
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um flanelógrafo; Um tripé; Um retroprojetor; Um toca CD; TV/Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare os cartazes com o versículo bíblico e com a letra da música; Recorte o coração grande numa folha de cartolina; Tire fotocópias do roteiro do programa de rádio (págs 24-27 do Guia de Programação do Grande Grupo); Prepare o palco do seguinte modo: coloque o cartaz “Coisas do coração” em um lugar bem visível; coloque um dos banquinhos bem no centro da sala e ponha o rádio sobre ele; ponha o toca CD ao lado do palco; afixe o coração no flanelógrafo, coloque no tripé e deixe-os no fundo da sala com o marcador. Escolha a música de transição para o Grande Grupo.

Pequeno Grupo
Material Necessário: (um para cada criança) Folhas “Coisas do coração”; Várias canetas ou lápis; Cartão com versículo bíblico. Preparação prévia: Fotocópias da folha “Coisas do coração”, uma para cada criança (pág 22); Canetas ou lápis, uma para cada criança; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículo bíblico (pág 23); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo;

Grande Grupo
Material Necessário: CD de efeitos sonoros “Tudo se encaixa”; Cartaz “Coisas do coração”; Cartaz com versículo bíblico; Cartaz com a letra da canção “Tudo se encaixa”; 4 banquinhos; Um rádio (modelo antigo, de preferência); 3 estantes para partituras musicais; 4 cópias de scripts de shows de rádio; 1 coração; 1 folha de papel grande; Marcador; Música de transição.

Página 6

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 3
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. canção “Tudo se encaixa” (da lição 1); Poemas “A linhagem” e “A linhagem de Deus” (págs 31-32, 39 do Guia de Programação do Grande Grupo). Equipamentos Necessários: Um flanelógrafo; Um toca CD. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare o cartaz com o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa de rádio, como nas lições 1 e 2, mas com um banquinho e uma estante de partitura a mais; Recorte dois corações grandes; Coloque o marcador e o flanelógrafo com os dois corações afixados no fundo da sala; Tire fotocópias dos poemas (págs 32-37 do Guia de Programação do Grande Grupo); Tire fotocópias dos roteiros para os atores (págs 32-37 do Guia de Programação do Grande Grupo). Preparação prévia: As duas vendas; Ponha o item acima em uma caixa para cada líder de Pequeno Grupo. ATIVIDADE: COISAS DO SEU CORAÇÃO Material necessário: Quadro da atividade “Coisas do seu coração”; Cartões de situação; Cartões de confiança. Preparação prévia: Tire fotocópias do quadro da atividade “Coisas do seu coração” (pág 29) e cole sobre uma pasta; Tire fotocópias e recorte os cartões de situação (págs 25-26); Tire fotocópias e recorte os cartões de confiança; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículos (pág 24); Opcional: as vendas para a atividade “caminhando com confiança”; Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; CD “Tudo se encaixa”; CD de efeitos sonoros “Tudo se encaixa”; Um rádio (modelo antigo, de preferência); 5 banquinhos; 4 estantes para partituras musicais; 5 cópias de roteiros de programas de rádio; Flanelógrafo; Dois corações recortados, grandes o suficiente para serem vistos detalhadamente quando presos no flanelógrafo (em um coração desenhe subdivisões que representam compartimentos; no outro desenhe dois compartimentos: “Direito de primogenitura” e “Bênção”). Um marcador preto; Cartaz “Coisas do coração” (da lição 1); Cartaz com versículo bíblico; Cartaz com a letra da canção “De coração inteiro” (da lição 1); Cartaz com a letra da

Pequeno Grupo
ATIVIDADE: CAMINHANDO COM CONFIANÇA (opcional). Material necessário: 2 vendas para olhos.

Página 7

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 4
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um toca CD; TV/Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare o cartaz com os pontos de ensino; Prepare o cartaz com o versículo bíblico; Prepare o vídeo na lição 4 – Moisés e a Sarça Ardente. Preparação prévia: Tire fotocópias e recorte o quebra-cabeça (pág 30), dois para cada Pequeno Grupo; Tire fotocópias e recorte os cartões de versículo bíblico; Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Vídeo “Tudo se encaixa” (lição 4 – Moisés e a Sarça Ardente); Cartaz com pontos de ensino; Cartaz com versículo bíblico.

Pequeno Grupo
Material Necessário: 2 quebra-cabeças devidamente recortados; Cartões com versículo bíblico.

Página 8

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 5
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um toca CD; TV/Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare quatro cartazes: “A batalha não é contra você, é contra Deus”, “Deus está a seu lado e pode lhe dar todo o apoio de que precisa”, “Seja ousado” e o versículo bíblico; Ponha a TV e o videocassete onde possam ser vistos por todos na sala. Prepare a fita na lição 5 – Seja Ousado! Moisés, Faraó e as 10 pragas; Opcional: Se for utilizar a fita “Vida de inseto”, também prepare-a antes da lição.

Pequeno Grupo
Material Necessário: Tabuleiro do Power Boost!; Cartões Power Play; Cartões desafio; Peças do jogo (uma para cada criança); 1 dado; Preparação prévia: Tire fotocópias e recorte os Cartões Power Play (págs 33-36, costas com costas); Tire fotocópias e recorte os Cartões Desafio (págs 3738, costas com costas); Tire fotocópias e recorte os cartões com versículo bíblico (pág 32); Distribua as peças do jogo (Borrachas de apagar em forma de carro seriam uma ótima idéia. Caso não seja possível, utilize o material já planejado anteriormente); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD “Tudo se encaixa”; Vídeo “Tudo se encaixa” (Lição 6); Cartaz com a letra da canção “Tudo se encaixa” (da lição 3); Cartaz “A batalha não é contra você, é contra Deus”; Cartaz “Deus está a seu lado e pode lhe dar todo o apoio de que precisa”; Cartaz “Seja ousado”; Cartaz com o versículo bíblico; Opcional: vídeo “Vida de inseto”.

Página 9

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 6
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare dois cartazes: um com a letra da música “Promessas” e outro com o versículo bíblico; Ponha a TV e o videocassete onde possam ser vistos por todos na sala. Prepare a fita na lição 6 – Páscoa: O Livramento que vem de Deus; Preparação prévia: Tire três fotocópias dos cartões com versículos de promessas (pág 40), recorteos e coloque-os numa sacola de papel; Tire fotocópias dos cartões de obstáculos (pág 39), recorte-os e coloque-os numa sacola de papel; Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo (pág 41); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD “Tudo se encaixa”; Vídeo “Tudo se encaixa”; Cartaz com a letra da música “Promessas”; Cartaz com o versículo bíblico. Equipamentos Necessários: Um toca CD; TV/Videocassete.

Pequeno Grupo
Material Necessário: 2 sacolas de papel; 1 xícara de papel; 1 moeda; Cartões com versículos de promessas; Sacola com cartões de obstáculos; Bíblias; Lápis.

Página 10

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 7
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare doze cartazes: um com a letra da música “Então tu virias”; um com o versículo bíblico; três com as letras A, B e C, respectivamente; sete com reproduções ampliadas das ilustrações das páginas 70-71 do Guia de Programação do Grande Grupo. O tamanho das ampliações vai depender da quantidade de crianças do programa (Quanto mais numeroso o grupo, mais visíveis devem ser as ilustrações. As ampliações poderão ser feitas com a projeção de transparências dos originais. Se o tempo e os recursos permitirem, você poderá fazer duas reproduções de cada ilustração, uma para cada líder); Crie uma ombreira de páscoa (com sangue na parte de cima e nos lados) em papel madeira ou cartolina. Use o mesmo procedimento para fazer uma cruz (Quanto maior, melhor). Esta lição tem muitas informações importantes e os cartazes ajudam as crianças a captá-las através da visualização. Coloque a ombreira na frente e a cruz no fundo da sala; Comunique à sua congregação que esta será a “Semana da Salvação” no seu grupo e peça que ore pelo evento. Após o programa, não esqueça de testemunhar sobre o que aconteceu no grupo. (Dica opcional: Entre em contato com um carpinteiro ou alguém com habilidade artística de sua igreja e peça que prepare a cruz e a ombreira).

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; CD “Tudo se encaixa”; Cartaz com a letra da música “Então tu virias”; Cartaz A; Cartaz B; Cartaz C; Cartaz “Corrente”; Cartaz “Lápide”; Cartaz “Coração”; Cartaz “Faca e pregos”; Cartaz “Cordeiro”; Cartaz “Conferido”; Cartaz “Pessoa”; Cartaz com o versículo bíblico; Ombreiras de porta; Cruz. Equipamento Necessário: Um toca CD.

Pequeno Grupo
Material Necessário: Marcadores de página; Cartões “Vamos conhecer”; Cartões “Contagem do grupo”; Carta aos pais; Lápis. Preparação prévia: Faça cópias dos marcadores de páginas (págs 45-46), dos cartões “Vamos conhecer” (págs 43-44) e da carta aos pais (pág 47), uma para cada Pequeno Grupo; Faça cópias dos cartões “Contagem de grupos” (pág 42), um para cada Pequeno Grupo; Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Página 11

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 8
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um toca CD; Opcional: TV/ Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare cinco cartazes: em um deles escreva “Grandes Discípulos de Deus”; em outros três escreva: “Grandes Discípulos de Deus demonstram __________ devoção ao Senhor”; no último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa. Arrume os banquinhos ou cadeiras dos componentes do painel (de duas a quatro crianças), o pódio ou púlpito para o convidado e uma cadeira para Boaz. Coloque os três cartazes com a frase incompleta no centro do palco, de modo que você possa mostrá-los um de cada vez; Se você se lembra das palavras do locutor ou do testemunho da Rute ou da Noemi, prepare-os também; Escolha as crianças que formarão o painel e explique as regras.

Pequeno Grupo
Material Necessário: (um de cada para cada criança) Cartões “Grande Discípulo”; Cartões “Pequeno Discípulo”. Preparação prévia: (um de cada para cada criança) Tire fotocópias e recorte os cartões “Grande Discípulo” (pág 48); Tire fotocópias e recorte os cartões “Pequeno Discípulo” (pág 49); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico; Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Cartaz “Grandes Discípulos de Deus”; 3 cartazes de programa de auditório (veja no item Preparação prévia); Cartaz com o versículo bíblico; De dois a cinco banquinhos ou cadeiras; 1 pódio ou púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório; Cronômetro; Prêmios para os membros do painel (bombons, chocolates, brinquedos, etc); Marcador; CD “Tudo se encaixa”; Opcional: testemunhos em vídeo.

Página 12

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 9
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um toca CD; Opcional: TV/ Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare quatro cartazes: em um deles escreva “Um Grande Discípulo _______ a Deus, mesmo quando se sente mais para ____ do que para _______”; em um outro escreva: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo quando as Suas ______ parecem não fazer _______”; no terceiro escreva: “Grandes Discípulos obedecem a Deus, mesmo que isto signifique não ficar no ________ da situação”; no último, copie o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa. Prepare os banquinhos ou cadeiras dos componentes do painel (de duas a quatro crianças), o pódio ou púlpito para o convidado e uma cadeira para Gideão. Coloque os três cartazes com as frases incompletas no centro do palco, de modo que você possa mostrá-los um de cada vez.

Pequeno Grupo
Material Necessário: (um de cada para cada criança) Cartões “Grande Discípulo”; Cartões “Pequeno Discípulo”. Preparação prévia: (um de cada para cada criança): Tire fotocópias e recorte os cartões “Grande Discípulo” e “Pequeno Discípulo” (págs 48-49); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico (pág 51); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Cartaz “Grandes Discípulos de Deus” (da lição 8); Cartaz com o versículo bíblico; 3 cartazes de programa de auditório (veja no item Preparação prévia); Marcador; Cronômetro; De dois a quatro banquinhos ou cadeiras; 1 pódio ou púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da lição 8); Prêmios para os membros do painel (bombons, chocolates, brinquedos, etc); Opcional: testemunhos em vídeo.

Página 13

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 10
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Prêmios para os membros do painel (bombons, chocolates, brinquedos, etc); CD “Tudo se encaixa”; Opcional: testemunhos em vídeo. Equipamentos Necessários: Um toca CD; Opcional: TV/ Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare cinco cartazes: no primeiro deles escreva “Grandes Discípulos de Deus ______ sabedoria”; em um outro escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem onde ________ sabedoria”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem como ______ sabedoria”; no quarto, escreva: “Inteligência é ter o conhecimento. Sabedoria é saber o que fazer com ele”; no último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa, como foi descrito na lição 8.

Pequeno Grupo
Material Necessário: (um para cada criança) Cartões “Grande Discípulo”; Cartões “Pequeno Discípulo”. Preparação prévia: (um para cada criança) Tire fotocópias e recorte os cartões “Grande Discípulo” e “Pequeno Discípulo” (págs 48-49); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico (pág 52); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Cartaz “Grandes Discípulos de Deus” (da lição 8); 3 cartazes de programa de auditório (veja no item Preparação prévia); Cartaz “Sabedoria” (veja no item Preparação prévia); Cartaz com o versículo bíblico; De dois a cinco banquinhos ou cadeiras; 1 pódio ou púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da lição 8); Cronômetro;

Página 14

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 11
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. Equipamentos Necessários: Um toca CD; Opcional: TV/ Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare quatro cartazes: no primeiro deles escreva “Um Grande Discípulo de Deus ______ a situação”; no segundo, escreva: “Um Grande Discípulo de Deus está sempre disposto a correr ______”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus ____”; no último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa, como nas semanas anteriores.

Pequeno Grupo
Material Necessário: (um para cada criança) Cartões “Grande Discípulo”; Cartões “Pequeno Discípulo”. Preparação prévia: (um para cada criança) Tire fotocópias e recorte os cartões “Grande Discípulo” e “Pequeno Discípulo” (págs 48-49); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico (pág 53); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Cartaz “Grandes Discípulos de Deus” (da lição 8); 3 cartazes de programa de auditório (veja no item Preparação prévia); Cartaz com o versículo bíblico; De dois a cinco banquinhos ou cadeiras; 1 pódio ou púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da lição 8); Cronômetro; Prêmios para os membros do painel (bombons, chocolates, brinquedos, etc); Marcador; Opcional: testemunhos em vídeo.

Página 15

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 12
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade. bros do painel (bombons, chocolates, brinquedos, etc); Cartões “Grande Discípulo de Deus” (um para cada representante de Pequeno Grupo); Cartões “Pequeno Discípulo de Deus” (um para cada representante de Pequeno Grupo); Opcional: testemunhos em vídeo. Equipamentos Necessários: Um toca CD; Opcional: TV/ Videocassete. Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare quatro cartazes. Em um deles escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem que há _______ que devem ser obedecidos”; em um outro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus servem ao _______ antes de servir a si mesmos”; no terceiro, escreva: “Grandes Discípulos de Deus sabem que são _______ e não precisam provar nada para ninguém”; no último, escreva o versículo bíblico; Prepare a sala para o programa, como nas semanas anteriores; Reproduza os cartões “Grande Discípulo” e “Pequeno Discípulo” (págs 48-49), um conjunto para cada Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD com música animada; Cartaz “Grandes Discípulos de Deus” (da lição 8); 3 cartazes de programa de auditório (veja no item Preparação prévia); Cartaz com o versículo bíblico; De dois a cinco banquinhos ou cadeiras; 1 pódio ou púlpito (de programa de auditório); Fita cassete com música de programa de auditório (da lição 8); Cronômetro; Prêmios para os mem-

Pequeno Grupo
Material Necessário: Nenhum Preparação prévia: Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico (pág 53); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Página 16

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

se do a Tu aix enc
Centro de Atividades
Escolha as atividades mais eficientes para esta lição; Auxilie na montagem da estrutura; Confirme a presença de seus possíveis convidados; Fique à disposição para qualquer necessidade.

Lição 13
Preparação prévia (Trabalhe com o produtor do Grande Grupo para administrar o seguinte): Prepare a fita de vídeo na lição 13, “Revendo o Velho Testamento”; Prepare o cartaz com versículo bíblico; Opcional (para a dramatização ao vivo): ponha a tela ou cortina na parte da frente da sala e esconda os acessórios dos personagens ali atrás. Esta dramatização requer mudanças rápidas, então certifique-se de que os acessórios estejam arrumados de forma organizada e que possam ser facilmente encontrados pelos atores.

Pequeno Grupo
Material Necessário: Cartões de histórias do Velho Testamento; Cartões de conceitoschave; 2 Flip Charts ou várias folhas de papel em branco; Marcadores. Preparação prévia: Tire fotocópias e recorte os cartões de histórias do Velho Testamento (págs 5556); Tire fotocópias e recorte os cartões de conceitoschave (págs 57-58); Tire fotocópias e recorte os cartões com o versículo bíblico (pág 59); Ponha os itens acima numa caixa para cada líder de Pequeno Grupo.

Grande Grupo
Material Necessário: CD “Tudo se encaixa”; Vídeo “Tudo se encaixa”; CD com música animada. Equipamento Necessário: TV/Videocassete.

Página 17

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões de Situação

1
Sua mãe sai para fazer
compras e lhe recomenda para não ficar vendo televisão, enquanto ela estiver fora. No entanto, você sabe que vai passar um programa que lhe agrada. Quando ela chega em casa e pergunta: “Você assistiu televisão?”, o que lhe responderia?

2
Você recebe um amigo da escola, no sábado à
tarde. Seu irmão ou irmã menor lhe deixa doido, gritando e lhe pedindo para brincarem. O que você faz?

3
Você passa uma noite
na casa de um(a) amigo(a) e o pai dele(a) aluga um filme para vocês assistirem. Quando ele(a) traz a fita, você o conhece e sabe que seus pais não lhe deixam assistir este tipo de filme. O que você faz?

4
Você tem um difícil teste de Ciências na
sexta-feira e está muito nervoso e preocupado com isto. Na quinta-feira, alguém lhe manda uma carta, e quando você abre a correspondência, reconhece que são as respostas do teste de Ciências. O que você faz com esta carta?

5
Seu time de futebol
está tendo um jogo difícil. O outro time está jogando muito duro e desleal. Um jogador adversário o empurra e diz que você é um perdedor. O que você faz?

6
Você está comprando balas e doces numa lojinha. Quando paga no caixa, você nota que a vendedora lhe entregou o troco errado, e lhe deu mais dinheiro do que deveria. O que você faz?

Página 19

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 1

Cartões de Versículo Bíblico

Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7

” “

Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7 Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7

” ” “

” “

” “

Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7


Página 20

Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não fizer, saiba que o pecado o ameaça a porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo Gênesis 4:7


Lição 8

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Coração negro

Página 21

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 8

Folha de coisas do coração
___ As seis coisas que você mais valoriza ___ Família ___ Sua casa ___ Amigos ___ Esporte ___ Música ___ Seus avós ___ Sua escola ___ Sua saúde ___ Dinheiro ___ Roupas ___ Bicicleta ___ Seu quarto ___ Bíblia ___ Comida ___ Boas notas ___ Vídeogame ___ Livros ___ Televisão ___ Fama ___ Artes ___ Computador ___ Outros

Item:_____________ Item:_____________ Item:_____________ Valor do coração: Valor do coração:

Valor do coração:

Item:_____________ Item:_____________ Item:_____________ Valor do coração: Valor do coração:

Valor do coração:

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Página 22

Lição 2

Cartões de Versículo Bíblico

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

” “

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

” “

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

” “

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

” “

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1


Página 23

Depois de algum tempo, Deus pôs à prova a fé e obediência de Abraão e disse-lhe: “Abraão!” E ele disse: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1


Lição 2

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões de Versículo Bíblico

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11

Página 24

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 3

Cartões de Situação

1
Situação injusta com sua família

2
Situação injusta na escola

3
Situação injusta no esporte ou na música

4
Situação injusta com dinheiro ou coisas

5
Situação injusta com seus amigos

6
Situação injusta criada por você mesmo

Página 25

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

(frente e verso)

Lição 3

Cartões de Situação

1 Situação

2 Situação

3 Situação

4 Situação

5 Situação

6 Situação

Página 26

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 3

Cartões de Confiança

1

2

Confio em Deus por... Confio em Deus por... Me proporcionar as Abrir as portas do melhores situações meu coração para Ele controlar

3

4

Confio em Deus por... Confio em Deus por... Me dar outras boas Perdoar a pessoa oportunidades que o feriu

5

6

Confio em Deus por... Confio em Deus por... Orando e entregando Cartão Coringa isto para Deus Crie seu próprio

Página 27

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

(frente e verso)

Lição 3

Cartões de Confiança

1 Confiança

2 Confiança

3 Confiança

4 Confiança

5 Confiança

6 Confiança

Página 28

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 3

Quadro de Atividades Coisas do Coração

Amigos

Dinheiro

Esportes

Escola Coisas

Página 29

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Família Coringa Música
Lição 3

Deus está trabalhando no Mundo
Página 30

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 4

Cartões de Versículo Bíblico

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

” “

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

” “

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

” “

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

” “

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Buscarás ao Senhor teu Deus e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Deuteronômio 4:29

Página 31

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 4

Cartões de Versículo Bíblico

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

“ ” “ ” “ ” “ ” “ ”

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Página 32

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões do Jogo do Poder

Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Poder Poder Poder Poder Poder

Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Poder Poder Poder Poder Poder

Sua irmã compra um CD com a etiqueta escrito “proibido” colada e lhe pede para não contar nada a seus pais. Você lhe diz que não pode fazer isto e que vai contar para seus pais. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Você tem um projeto especial na escola – visitar um sanatório. Metade dos seus colegas não vai e inventa um relatório. Você diz que isto não está certo e vai. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Seu melhor amigo acaba de ganhar um jogo de computador “fera”. Você sabe que seu pai não pode lhe comprar um, então um colega o aconselha a roubar, mas você não concorda. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço. Seus amigos querem iniciar uma guerra de comida na lanchonete. Você começa com uma colherada de purê de batata. Você esquece de ser valente! Perdendo poder! Ande um espaço para trás.

O valentão da classe propõe ser seu amigo e isso quer dizer que você tem que se comportar como ele. Você decide aceitar essa proposta. Você esquece de ser valente. Liquidar tudo! Ande dois espaços para trás. Tem um menino muito calado na sua sala e quando a turma começa a mexer com ele, você também mexe, esquecendo de ser valente.

Perca uma rodada! Volte três espaços. Sua amiga lhe confia um segredo. Outra colega lhe pede para contar o segredo senão ela não vai ser mais sua amiga. Você NÃO conta o segredo. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Seu amigo conta uma piada racista e todos acham graça. Você diz: “Sabe, isto não tem graça”. Você foi valente!

Poder total! Ande dois espaços.

No ponto de ônibus, dois rapazes começam a brigar. Você grita e chama um adulto para parar a briga. Você foi valente!

Seu irmão mais novo quer jogar com você e seus amigos. Você deixa, sem nem se importar com o que seus amigos vão dizer. Você foi valente!

Poder total! Ande um espaço.

Poder total! Ande um espaço.

Página 33

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões do Jogo do Poder

Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder

Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder

Página 34

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões do Jogo do Poder

Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Poder Poder Poder Poder Poder

Seu treinador quer que você treine no domingo pela manhã. Você sabe que é dia de ir à igreja e lhe fala que vai faltar ao treino, mesmo que para isso tenha que ficar fora do jogo. Você foi valente! Poder total! Ande dois espaços.

Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Jogo do Poder Poder Poder Poder Poder

Seu amigo alugou uma fita de vídeogame que seus pais não deixam você jogar. Você lhe explica isso e pede para jogar outro tipo de jogo. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Você está na Internet e, de repente, acessa um site muito ruim. Você fecha imediatamente e fala para seus pais. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Na hora de dormir, alguém quer jogar um jogo que prediz o futuro. Você argumenta que só Deus conhece o futuro e se nega a jogar. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço.

Seu vizinho está planejando jogar ovos na casa de um velhinho. Você lhe diz que esta é uma idéia muito ruim e o convida para brincar em sua casa. Você foi valente! Poder total! Ande um espaço Sua vizinha idosa está doida para colocar suas latas usadas no depósito. Você finge que não viu e atravessa a rua. Você não foi valente! Perdendo poder! Volte um espaço.

Você está brincando com o gameboy da sua irmã no quarto dela. Acidentalmente o gameboy cai no chão e quebra. Você recoloca o jogo sobre a mesinha dela, bem caladinho. Você não é valente. Perdendo poder! Volte um espaço. Está na hora de dormir e seus amigos querem lanchar fora. Você sabe que seus pais não deixam, mas não quer ficar fora da turma, então vai escondido, esquecendo de ser valente. Liquidar tudo! Volte um espaço. Seu melhor amigo lhe pede “cola” da prova que estão fazendo e você esquece de ser valente.

Você está em uma lojinha de doces e seu amigo quer uns chicletes. Você percebe que ele está pegando uns chicletes e colocando no bolso. Você não foi valente! Volte tudo! Volte um espaço.

Liquidar tudo! Volte dois espaços.

Página 35

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões do Jogo do Poder

Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder

Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder Jogo do Poder

Página 36

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões de Desafio

Desafio Desafio Desafio Desafio Desafio

Você descobre que sua irmã mais velha está usando drogas, mas ela promete matá-lo se você contar para seu pai.

Desafio Desafio Desafio Desafio Desafio

Seu amigo não consegue resolver a tarefa escolar de casa. Ele lhe telefona e pede para copiar as respostas.

O que você faz? Você quer se tornar popular na escola, mas os meninos populares da escola fazem coisas erradas e tratam as pessoas com maldade.

O que você faz? Durante o jogo de futebol, as crianças da sua rua estão apostando alto.

O que você faz? Seu amigo tem cigarro na mochila. Ele tem medo que seus pais descubram e lhe pede para guardar os cigarros na sua mochila.

O que você faz? A casa do seu vizinho acaba de ser incendiada, e os filhos dele acabaram de perder as roupas e brinquedos.

O que você faz? O irmão mais velho do seu amigo acaba de entrar numa gangue e começa a colocá-lo em situações muito difíceis.

O que você faz? Seu pai perdeu o emprego há três meses e está dando duro para comprar comida. Você deve ajudar em alguma coisa.

O que você faz? Seu amigo lhe pergunta se você vai à igreja e se sabe alguma coisa sobre Deus.

O que você faz? Seu professor fala durante a aula que Deus não existe e que qualquer pessoa que acredita que Ele existe é um idiota.

O que você faz?

O que você faz?

Página 37

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões de Desafio

Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio

Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio Cartão de Desafio

Página 38

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões dos Obstáculos

Seu(ua) melhor amigo(a) espalha uma fofoca muito feia sobre você.

Você acabou de colar na prova de Matemática, e se sente muito mal em orar sobre isso. Deus deve estar muito chateado.

Você agora tem um irmãozinho que acabou de nascer e que está centralizando todas as atenções. Todos “corujam” bastante o bebê e o levam à conclusão que ninguém mais gosta de você.

Você tem um teste oral para fazer daqui a duas semanas e está apavorado!

Há um aviso que um temporal está se aproximando da sua cidade.

Você se sente sozinho, como se ninguém lhe escute o suficiente para conhecê-lo melhor.

Você ama passar o tempo com seu irmão mais velho, mas ele não gosta de perder tempo com você.

Você simplesmente não entende a aula de Ciências, não importa o quanto se esforce para fazê-lo.

Você precisa de conselhos, mas sua mãe está tão ocupada que prefere não atrapalhá-la.

Seu(ua) melhor amigo(a) vai viajar nestas férias, e você não tem ninguém para brincar.

Página 39

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões dos Versículos das Promessas

Você não precisa ter medo porque Eu sou o seu Deus... Eu lhe darei forças e vou lhe ajudar. Isaías 41:10

” “

Vocês vão me procurar e me pedir ajuda. Eu ouvirei e responderei às suas orações. Vocês me encontrarão sempre que me procurarem. Jeremias 29:12-14

Portanto, não se preocupem! Vocês valem mais do que muitos pardais. Mateus 10:31

” “

Se quiserem saber o que Deus quer que vocês façam, perguntem-lhe, e Ele alegremente lhs dirá, pois está sempre pronto a dar uma farta provisão de sabedoria a todos os que lhe pedem. Tiago 1:5 Entregue para Deus todos os seus anseios porque Ele cuida de você. Nunca faça planos de vingança contra outras pessoas: deixe que Deus mesmo lhes dê o castigo merecido. Provérbios 20:22 Mas se confessarmos os nossos pecados a Ele, podemos confiar que Ele nos perdoa e nos purifica de todo erro. I João 1:9

Deixem com Deus todas as suas preocupações, pois Ele sempre cuida de você. I Pedro 5:7

Você não tem que se preocupar em se vingar; Deus cuida da sua justiça. Deus é nossa proteção e nossa força. Ele é aquela ajuda na qual se pode confiar no dia da angústia. Salmos 46:1 Eu amei você, desde a eternidade. Jeremias 31:3

” ” “

Seja forte e corajoso; não fique com medo; não desanime, o Senhor seu Deus está com você, onde quer que andares. Josué 1:9

Página 40

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartões dos Versículos Bíblicos

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

“ ” “ ” “ ” “ ” “ ”

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

O Teu Reino é Reino eterno, e o Teu domínio permanece de geração em geração. Salmos 145:13

Página 41

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Cartão de Identificação
Por favor, cheque somente um quadrado:

Hoje, pela primeira vez, eu orei pedindo a Deus para me perdoar e para Ele ser meu amigo para sempre. Eu já orei pedindo a Deus que me perdoasse e que Ele fosse meu amigo para sempre. Eu gostaria de pensar mais sobre o assunto.

Cartão de Identificação
Por favor, cheque somente um quadrado:

Hoje, pela primeira vez, eu orei pedindo a Deus para me perdoar e para Ele ser meu amigo para sempre. Eu já orei pedindo a Deus que me perdoasse e que Ele fosse meu amigo para sempre. Eu gostaria de pensar mais sobre o assunto.

Página 42

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

(frente e verso)

Lição 7

Cartão de Identificação
Por favor, cheque somente um quadrado:

Hoje, pela primeira vez, eu orei pedindo a Deus para me perdoar e para Ele ser meu amigo para sempre. Eu já orei pedindo a Deus que me perdoasse e que Ele fosse meu amigo para sempre. Eu gostaria de pensar mais sobre o assunto.

Cartão de Identificação
Por favor, cheque somente um quadrado:

Hoje, pela primeira vez, eu orei pedindo a Deus para me perdoar e para Ele ser meu amigo para sempre. Eu já orei pedindo a Deus que me perdoasse e que Ele fosse meu amigo para sempre. Eu gostaria de pensar mais sobre o assunto.

Página 43

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

(frente e verso)

Lição 7

Deixe-nos saber...
Nome completo Endereço

Telefone(s)

Turma Laranja

Turma Verde

Deixe-nos saber...
Nome completo

Endereço

Telefone(s)

Turma Laranja

Turma Verde

Página 44

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 7

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

João 3:16

João 3:16

João 3:16

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Unico Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

João 3:16

João 3:16

João 3:16

Página 45

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

(frente e verso)

Lição 7

Data Data

Data

Data

Nome

Nome

Nome Nome

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Data

Data

Página 46

Nome

Nome

Lição 7

Queridos Pais,
Durante essas semanas que se passaram, seu filho aprendeu sobre Deus, no Antigo Testamento. Eles ouviram sobre a verdadeira história da criação, Adão e Eva, Abraão e Sara e os Dez Mandamentos. Hoje seu filho aprendeu sobre como Deus quer ter uma relação de amizade conosco, que nós fomos criados para cumprir esse Seu propósito e que Ele deseja se relacionar conosco para sempre. Nós aprendemos que Jesus é o maior presente que Deus nos deu. Seu filho aprendeu que ser cristão é tão fácil como soletrar A – C – D. A = admitir seus pecados – reconhecendo o que você fez de errado. C = crer em Jesus – crer que Jesus é o Filho de Deus e que morreu na cruz pelos nossos pecados, que foram perdoados. D = Decidir seguir a Deus – aceitando Seu perdão e obedecendo Seus mandamentos. Durante o programa de hoje, seu filho teve a oportunidade de orar e aceitar o perdão de Deus e se tornar um membro da família de Deus. Esta semana... Converse com seu filho sobre a mensagem da Salvação que ele ouviu no Geração Futuro. Encoraje-o a fazer perguntas e buscar na Bíblia as respostas. Revise os ícones do marcador de Bíblia que está com seu filho. Aqui estão alguns versículos sobre como se tornar membro da família de Deus, que seu filho pode conferir: João 3:16; João 14:6; Romanos 3:23; Romanos 5:8; Romanos 6:23. Ore com seu filho esta semana sobre o assunto e encoraje-o a falar honestamente com Deus. Lembre-o que Deus quer e pode ver tudo o que ele está fazendo. Apoie e encoraje seu filho quando você vê-lo caminhando para seguir Jesus. Servindo a Cristo junto com vocês, Geração Futuro

Página 47

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 7

Cartões dos Grandes Discípulos

Página 48

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 8, 9, 10, 11

Cartões dos Pequenos Discípulos

Página 49

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 8, 9, 10, 11

Cartões dos Versículos Bíblicos

Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10

” “

Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10 Hoje vocês vieram a ser povo do Senhor nosso Deus! Portanto, hoje devem começar a obedecer a todos os mandamentos e leis que ensinei. Deuteronômio 27: 9-10

” “

” “

” “

Página 50

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 8

Cartões dos Versículos Bíblicos

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

“ ” “ ” “ ” “ ” “ ”

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

É preciso obedecer antes a Deus do que aos outros. Atos 5:29

Página 51

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 9

Cartões dos Versículos Bíblicos

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

“ ” “ ” “ ” “ ” “ ”

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade e lhe será concedida. Tiago 1:5

Página 52

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 10

Cartões dos Versículos Bíblicos

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

“ ” “ ” “ ” “ ” “ ”

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha? Ester 4:14

Página 53

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 11

Cartões dos Versículos Bíblicos

Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3

” “
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3


Página 54

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 12

Cartões dos Títulos das Histórias do V.T.

Caim e Abel – De coração inteiro

Abraão e Isaque – Um Coração Obediente

Jacó e Esaú – Um Coração Confiante

Moisés e a Sarça Ardente

Moisés, Faraó e as 10 Pragas

Páscoa: O Livramento que vem de Deus

Página 55

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 13

Cartões dos Títulos das Histórias do V.T.

Gideão

Boaz

Rei Salomão História da Salvação

Ester

Neemias

Página 56

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 13

Cartões de Conceitos-Chave

1

2

Deus quer ser o dono Deus é fiel nas suas do nosso coração, promessas, então então devemos posso dizer: mantê-lo fechado “Eis-me aqui” quando para o pecado. for testado.

3
Deus está sempre trabalhando ao meu redor, então eu tenho que prestar atenção onde Ele quer me usar.

4
Deus está sempre trabalhando ao meu redor, por isso tenho que prestar atenção onde Ele quer me usar.

5

6

Deus é fiel, então Deus é Todo-Poderoso, então eu posso posso confiar nEle e ser firme com aqueles em Suas promessas. que pensam ao contrário.

Página 57

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 13

Cartões de Conceitos-Chave

7
Deus é o nº 1, e eu posso escolher segui-lO primeiro.

8
Deus é confiável, e eu posso escolher obedecê-lO.

9
Deus sabe tudo, então eu posso lhe pedir sabedoria.

10
Deus tem um propósito para mim, então eu posso utilizar Sua influência na minha vida mesmo quando for arriscado.

11
Deus olha o coração, então minha atitude conta.

12
A Bíblia é a história de Deus. Ele nos ama e quer que façamos parte da Sua história.

Página 58

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 13

Cartões de Versículos Bíblicos

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Pois desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e sua natureza divina, claramente sendo compreendidos por meio das coisas que foram criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.

Romanos 1:20

Página 59

Reprodução permitida para uso em sua Igreja. Todos os direitos reservados à WCA/Ekklesia.

Lição 13

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->