Você está na página 1de 2

uem ocracla ÞarLlclpaLlca

A palavra democracla vem do grego demosţ que slgnlflca povo e ktoteloţ governar ţ ou se[aţ
serla o governo do povoŦ lol usada pela prlmelra vez pelo fllósofo grego PeródoLoŦ
1ambem recebendo a alcunha de democracla dellberaLlva e um reglme que vlsa a exlsLôncla
de efeLlvos melos de conLrolar a admlnlsLração publlca pela socledade clvllŦ Cu se[aţ não
resLrlglndo apenas ao voLoţ mas expandlndo o papel democráLlco para a esfera soclalŦ L um
slsLema no qual os cldadãos possam parLlclpar efeLlvamenLe das declsões pollLlcas
fundamenLalsŦ Na obra de Bonavides, a democracia é conceituada como "aquela forma
de exercício da
função governativa em que a vontade soberana do povo decide, direta ou
indiretamente,
todas as questões de governo, de tal sorte que o povo seja sempre o titular e o objeto,
a
saber, o sujeito ativo e o sujeito passivo do poder legítimo¨.1 O referido autor parte da
concepção de democracia consagrada por Lincoln, como sendo um governo do povo,
pelo
povo e para o povo.2
Deste modo, na democracia participativa, o povo assume um papel de controle final de
todo
o processo político, possuindo a iniciativa e a sanção de cada lei e ato normativo de
superior
interesse público, pelo que se mostra clara a identificação entre a democracia
participativa e
a democracia direta. É o povo, assim, "instância suprema do processo político."19
Neste
cenário, o sistema representativo tem uma utilidade meramente auxiliar, instrumental e
subsidiária, sujeitando-se à soberana decisão popular. Continuam a existir, portanto,
as
instâncias representativas, com o objetivo de que a máquina do poder e do governo
não
fique paralisada, porém tais instâncias têm caráter tão-somente de segundo ou
terceiro
graus, vez que a instância de primeiro grau é o povo.20 Deste modo:
"[...] a democracia direta não quer dizer o povo todos os dias, todas as horas, todas as
ocasiões,
pessoalmente se reunindo ou sendo consultado para fazer leis, baixar decretos, expedir
regulamentos, nomear, demitir, administrar ou exercitar toda aquela massa de poderes e
funções
sem as quais a máquina do poder e do governo fica paralisada ou atravancada.¨21
emerge, com a democracia participativa,
um Estado que é o próprio povo organizado e soberano.
A democracia participativa, como sugere o nome, propõe uma maior participação do povo em relação a
administração publica e ao governo. Assim, o poder democratico não e delimitado pelo voto, mas se estende as
diversas camadas sociais e aos diIerentes periodos de uma eleição, havendo intervenção da sociedade civil tambem
durante o mandato de seus respectivos governantes.
Assim, critica-se, portanto, a mera escolha dos administradores publicos, como se isso, por si so, signiIicasse
democracia. DeIende-se, por outro lado, a eIetiva participação da sociedade civil nas decisões dos politicos por ela
eleitos.


Conslderada um modelo ou ldeal de [usLlflcar o exerclclo do poder pollLlco baseado no debaLe
publlco enLre os cldadãos llvresţ onde Lodos Lem lgual parLlclpaçãoŦ
A democracia deliberativa constitui-se como um modelo ou processo de deliberação
politica caracterizado por um conjunto de pressupostos teorico-normativos que
incorporam a participação da sociedade civil na regulação da vida coletiva. Trata-se de
um conceito que esta Iundamentalmente ancorado na ideia de que a legitimidade das
decisões e ações politicas deriva da deliberação publica de coletividades de cidadãos
livres e iguais. Constitui-se, portanto, em uma alternativa critica as teorias "realistas" da
democracia que, a exemplo do "elitismo democratico", enIatizam o carater privado e
instrumental da politica.
|2|
LIGIA HELENA HAHN LÜCHMANN

Segundo Marcpheslano para que se conslga alcançar a democracla parLlclpaLlva e necessárlo o
cumprlmenLo de dols requlslLosţ são elesť a consclenLlzação das massas e a parLlclpação da
cldadanlaŦ Lsse mesmo auLor expõe dols modelos sobre o assunLo em pauLaŦ C prlmelro
caracLerlzado por um slsLema plramldalţ com democracla dlreLa na base e democracla por
delegação em cada nlvel depols desLa baseţ ou se[aţ uma democracla dlreLaŦ !á no segundo e
conclllada a esLruLura plramldal com o slsLema mulLlparLldárloţ asslmţ represenLa uma
democracla dlreLa na base e uma parLlclpaLlva em cada nlvel subsequenLeŦ

 .

7.84.9.7.47../0/./0.7E90757./43.0/../..45-.4/../06:0.20390.9./0-07.79./F../.43:394/057088:54894890O7..8080.8 /0.3.409.43..7./40 3897:2039.8 43899: 80 5479.00254/409824/024..89.4 3472.486:0 3.54J9.907. /024.9073.4 54J9..24.2039..9.7E9../4547:2..5.3.6:0 ....8/.424:224/044:574...43899: 80.870...7080:.7J9./0. %7./0-07..9../48 .47547.89047./.0854J9. (  D   –° . 80/0 :2.fn½ ¾f°½ff ¾ n°¾–ffnf°sff ¯nfnf½fn½ffx° n ¾¾h n¯½¯ °  ¾ ¾¾ ¾j  ¾ fn°¾n °fsj f¾¯f¾¾f¾ f½fn½fsj f n f f°f ¾¾ ¯ ¾¯f ½µ  ¾¯ ¾¾  f¾¾° ¯½ff ½¯  nffn f ½¯¾¾ ¯f½f¯ f n¯ ¯nfnf  f°f f¾   ¯nfnf½  –fsj ¯nf f°  ½¾ ¾f f¾ ¾ ©f ¯f ¯nfnf  f h°¾ –° x n°nf ff ¾f½f¯ fn¯¾¾ ¯f¯½f h f¾¾¯  ½ ¾ °f¯f ¯nfnf  f°f f¾  ¯f½fn½ff ¯nf f° ¾ ¾  °  .70:.394 02:2.0946:0089E1:3/..409.0884/0/0-07..4/.4 031././08/0.8/07.5.9.°¾ f f¯¯  f ©¾€nf  nn ½ ½n f¾ f ° f  ½ n ° ¾n f j¾ ¾ °  ¾ ¯–f½fn½fsj  /024./..2.092/.