DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: LINEU A.

PAZ E SILVA ENSINO MÉDIO

APOSTILHA QUESTÕES DE VESTIBULARES GEOGRAFIA DO BRASIL E PIAUÍ

TERESINA-PIAUÍ

DE 1 Á 125 QUESTÕES DE GEOGRAFIA DO BRASIL 1-IFRN-Os recursos minerais do Rio Grande do Norte são representados pela exploração de scheelita, calcário, argilas, barita, berilo, cassiterita, tantalitacolumbita, mica, água mineral, petróleo e gás, dentre outros, que são importantes para a dinâmica espacial desse Estado. Em relação aos recursos minerais do Rio Grande do Norte, pode-se afirmar que a) as principais áreas de extração de argilas para a produção de cerâmica vermelha estão na foz do rio Potengi, no município de Natal. b) o petróleo e o gás são extraídos nos terrenos cristalinos da microrregião de Macaíba. c) a tantalita-columbita é explorada nas áreas de maior ocorrência, no município de Parnamirim. d) os principais depósitos de caulim do Estado estão nos municípios de Equador, Cerro Corá, Macaíba e Martins. 2-IFRN-O geógrafo Milton Santos, analisando sobre a história do território brasileiro propôs uma divisão regional ou a existência de quatro brasis formados pela Região Concentrada, o Brasil do Nordeste, o CentroOeste e a Amazônia, baseando-se na atualidade da difusão diferencial do meio técnico-científicoinformacional e nas heranças ou rugosidades do passado. Considerando-se o exposto é correto inferir que a a) região centro-oeste é uma área de povoamento antigo, onde a constituição do meio mecanizado se deu de forma pontual e densa. b) região nordeste é uma área de ocupação periférica recente, onde estão as maiores densidades de mecanização agrícola. c) região amazônica é caracterizada pelo pioneirismo do capital, da técnica e na mecanização, tanto na produção econômica quanto no próprio território. d) região concentrada é caracterizada pela implantação mais consolidada dos dados da ciência, da técnica e da informação. 3-IFRN-Observe o mapa a seguir.

Fonte: Disponível em http://veja.abril.com.br/idade/testes/simulado/imagens/3 7.gif A professora de Geografia do IFRN, ao apresentar o mapa acima, que trata dos domínios morfoclimáticos do Brasil, afirmou que a característica que melhor representa o domínio representado pelo número 3 corresponde ao a) domínio das pradarias, formado por extensos campos, com relevo levemente ondulado e com suas colinas chamadas regionalmente de coxilhas. Sua principal atividade econômica é a pecuária, destacandose a bovina e a ovina. b) domínio dos mares de morros, paisagem constituída por maciços antigos e que se apresenta levemente ondulada. Área de predomínio do clima tropical de altitude, apresenta temperaturas amenas. Abriga grandes centros urbanos e, em seu interior, a agricultura comercial. c) domínio das araucárias, dominados por altitudes acima de 800 metros, com vegetação composta principalmente por araucárias. A exploração de madeira é feita de forma acentuada, pelas indústrias da construção civil e de papel e celulose. d) domínio dos cerrados, área de atuação do clima subtropical e que se caracteriza como uma vegetação complexa. O relevo é formado por chapadas que sofrem intensa ação do intemperismo físico e do vento. A agricultura de subsistência é praticada nas chapadas e nos vales fluviais. 4- IFRN-Observe o mapa a seguir, que apresenta os climas do Brasil, representados pela numeração de 1 a 6, e responda o que se pede.

Fonte: Disponível em http://www.assembleiadedeuspassofundo.com.br/atlas/b rasil_clima.htm Assinale a alternativa que apresenta o climograma referente ao clima representado pelo nº 5.

5-IFRN- Analise as seguintes afirmações: I. A grande parcela de crianças e jovens na população brasileira explica a elevada proporção de inativos. II. A taxa maior de atividade na população masculina resulta do predomínio do setor terciário na geração de empregos. III. A taxa de atividade dos jovens e adultos do sexo masculino é bastante superior à do sexo feminino. IV. A tendência de crescimento da população ativa em relação à população total decorre da diminuição das taxas de natalidade. Estão corretas apenas as afirmativas a) I e II. b) II e III. c) II e IV. d) III e IV. 6-IFRN-A figura abaixo mostra a margem continental do oceano Atlântico, que corresponde aos terrenos submarinos que margeiam os continentes, os quais apresentam profundidades modestas e estão associados à parte da crosta siálica que está submersa.

Fonte: ROSS, Jurandyr (Org.). Geografia do Brasil. São Paulo: Editora da USP, 1995. Essa figura apresenta a passagem da crosta continental à crosta oceânica seqüenciada na ordem numérica por a) Plataforma Continental, Fossas Submarinas e Talude Continental. b) Plataforma Continental, Talude Continental e Planície Abissal. c) Talude Continental, Plataforma Continental e Planície Abissal. d) Talude Continental, Plataforma Continental e Fossas Submarinas. 7-IFRN-O Relatório Brundtland define o Desenvolvimento Sustentável como um desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade de as futuras gerações satisfazerem as suas próprias necessidades. Esse relatório apresenta uma lista de medidas a serem tomadas no nível do Estado nacional para o alcance desse desenvolvimento, em que se destacam, principalmente, a) o aumento do crescimento populacional, o atendimento as necessidades básicas e o interesse individual. b) a retomada do crescimento econômico em detrimento de um nível populacional sustentável. c) a limitação do crescimento populacional, a garantia da alimentação a longo prazo e a preservação da biodiversidade e dos ecossistemas. d) o atendimento às necessidades essenciais de emprego, alimentação, energia, água e saneamento em detrimento do meio ambiente.

8-IFRN-A figura abaixo mostra em destaque (cor escura) a área de predomínio do Bioma de vegetação tropofítica. Essas áreas têm sofrido intensas atividades antrópicas, resultando em sérios problemas ambientais.

d) Restingas litorâneas 11-IFPA-Sobre a distribuição território brasileiro, é correto afirmar que da população pelo

A respeito dos dados apresentados na figura e do tema em questão, é correto afirmar que a) no Brasil, essa vegetação é representada apenas pela caatinga a qual teve 20% da sua área profundamente alterada e desmatada. b) a vegetação tropofítica está associada ao clima tropical com fenologia adaptada às duas estações alternadamente secas e úmidas. c) a savana australiana é bem menos rica em espécies do que a africana e caracterizam pela existência de uma rica fauna de porte grande como girafas e antílopes. d) as áreas das savanas espinhentas apresentam sérios problemas de falta de água, o que inviabiliza as atividades do turismo ecológico. 9-IFRN-No território brasileiro, as estruturas e as formações litológicas são antigas, mas as formas de relevo são recentes, pois foram produzidas Ross, Jurandyr L. Sanches. Geografia do Brasil.2 ed. São Paulo: EDUSP,1998, p.45. a) pelo vento, que exerce importante papel de desgaste e transporte de partículas. b) pelos desgastes erosivos que ocorreram e continuam ocorrendo. c) pelos processos mais recentes associados aos falhamentos. d) pelo desgaste erosivo de climas anteriores. 10-IFRN-No território brasileiro, destacam-se diferentes formações vegetais cujo fator mais importante é o clima. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que se refere à seguinte paisagem climato-botânica brasileira: predominância de espécies rasteiras composta de gramíneas, caracterizadas por pequenos arbustos espalhados pelo terreno, onde se observa dispersamente capões de mata ao longo dos rios ou nas baixadas. a) Caatinga nordestina b) Pradarias do sul do Brasil c) Cerrados do Brasil central

a) concentra-se ainda como na época da colonização nas áreas interioranas; deixando ainda enormes vazios na faixa litorânea. b) reflete os efeitos do processo de colonização e de povoamento do território, entre as regiões litorâneas e interioranas, as primeiras densamente povoadas, e as segundas de ocupação rarefeita. c) reflete os fluxos das migrações, intensos ainda entre as grandes regiões econômicas brasileiras. d) não reflete o processo de ocupação histórica do território brasileiro, pois a população se distribui de forma igual tanto pelos espaços litorâneos, quanto interioranos. e) a população tem se distribuído nas regiões de economia bem desenvolvida; aquela que tem suas principais atividades sustentadas na agricultura. 12-IFPA-Assinale a alternativa que justifica porque adistribuição da industria de transformação, tais comosiderúrgicas e refinarias, acompanha a história da industrialização no Brasil. a)Por que estão localizadas em área de ocupação antiga. Por que contribuíram com a construção da capital federa rasileira em 1961. b)Por que remonta aos anos de 1930, quando teve início a fase atual da indústria brasileira. c)Por que foram estimuladas por políticas econômicas públicas. d) Por que forneceu material para a construção civil. 13-IFPA-“O Mundo rural brasileiro é, assim, ao mesmo tempo pleno de dinamismo e marcado por fortes disparidades em todos os domínios: nas dimensões das propriedades, no valor da produção, nas especificidades”. Assinale a alternativa que melhor retrata o campo brasileiro. a) É formado por pólos agrícolas de subsistência, localizados nas regiões Sul e Centro-Oeste. b) É formado por grandes áreas de agricultura de exportação nos domínios do cerrado e da caatinga. c) Reflete contrastes e arranjos; surge como uma oposição às economias centralizadas no território brasileiro. d) É formado por sistemas econômicos regionais muito diferentes, com desempenhos extremamente desiguais. e) É formado por economia regional descentralizada. 14-IFPA-O Pacote de Aceleração da Economia – PAC, programa de financiamentos do governo federal a obras de grande porte, que influenciam a organização de

pólos econômicos regionais, vêm financiando principalmente a construção de a) Usinas Hidrelétricas. b) Ferrovias para transporte de passageiros. c) Hidrovias de longa distância. d) Refinarias de açúcar. e) Usinas eólicas. 15-IFPA-Estados brasileiros como Amazonas, Pará e Amapá tem a maior parte da sua superfície em áreas de unidade de relevo denominada de a) b) c) d) e) Planície Litorânea. Planície pantaneira. Planície de aluvião. Planície fluvial. Planície Amazônica.

a) são questões tratadas apenas em textos científicos não se aplicando à realidade brasileira. b) são políticas de proteção ambiental definidas para algumas regiões do Brasil. c) são processos comuns de degradação do meio ambiente que continuam ocorrendo no Brasil. d) são processos comuns apenas nas áreas litorâneas do território brasileiro. e) são problemas ligados apenas a exploração de jazidas minerais. 19-IFRN-Imagine que, quando a seleção Brasileira, penta-campeã de futebol, estiver entrando no Estádio de Futebol, no dia 13 de junho em Berlim, na Alemanha, localizada a 9º E, aqui em Natal/RN, localizada a 35º O, milhares de natalenses estarão em frente à televisão para torcer pela seleção. No horário oficial do Brasil, o jogo será transmitido às 16h. Que horas serão na Alemanha? a) 20 horas. b) 23 horas. c) 21 horas. d) 22 horas. 20-IFRN-A respeito das Teorias Demográficas, observe as afirmações abaixo: I- A teoria Malthusiana afirma que o crescimento populacional excedia a capacidade da terra de produzir alimentos. Enquanto o crescimento populacional tenderia a seguir um ritmo de progressão geométrica, a produção de alimentos cresceria segundo uma progressão aritmética. Diante dessa constatação e para evitar uma “catástrofe”, propôs uma “restrição moral” aos nascimentos, o que significaria: proibir o casamento entre pessoas muito jovens; limitar o número de filhos entre as populações mais pobres; elevar o preço das mercadorias e reduzir os salários, a fim de pressionar os mais humildes a ter uma prole menos numerosa. II- A teoria Reformista explica o subdesenvolvimento e a pobreza pelo crescimento populacional, que estaria provocando a elevação dos gastos governamentais com os serviços de educação e saúde. Isso comprometeria a realização de investimentos nos setores produtivos e dificultaria o desenvolvimento econômico. Para esses teóricos, uma população numerosa seria um obstáculo ao desenvolvimento e levaria ao esgotamento dos recursos naturais, ao desemprego e à pobreza. Enfim, ao caos social. III- A teoria Neomalthusiana considera a miséria como a principal causa do acelerado crescimento populacional.

16–IFRN-A plataforma continental - terreno da crosta terrestre que avança para o mar - tem profundidade média de 200 metros e largura média de 90 km. Toda essa extensão confere ao litoral brasileiro uma diversidade de paisagens ao longo da costa, onde se alternam dunas, falésias, praias, mangues, recifes, baías, restingas, estuários e recifes de corais. De modo geral, podemos descrever o litoral brasileiro como a) extenso e muito recortado. b) extenso e pouco recortado. c) muito poluído e pouco explorado. d) pouco adequado à pesca. e) inadequado à exploração do turismo17-IFRN- Esse extenso litoral aliado à sua posição geográfica confere ao país importante destaque geopolítico eestratégico. Condições climáticas propíciasfavorecem o transporte marítimo, que ocorre o anointeiro. Assinale a alternativa que aponta as principaisatividades econômicas desenvolvidas no litoralbrasileiro. a) O turismo e a pesca artesanal. b) A exploração de grandes reservas de sal marinho em toda costa brasileira. c) A pesca e o turismo; exploração de grandes reservas de petróleo - cerca de 70% ocorre na plataforma continental. d) A exploração da pesca comercial apenas no litoral sul do Brasil. e) A pesca artesanal e a exploração de pequenas reservas de petróleo nas costas brasileiras. 18-IFPA-Sobre o Empobrecimento da Fauna e da Flora; a erosão dos solos ligados a um modelo agrícola intensivo; a expansão de infra-estrutura de transportes e cidades; poluição industrial; ausência de estação de tratamento de águas residuais, é possível afirmar que

da população de maior poder aquisitivo. com a conseqüente explosão demográfica. que procura se distanciar das concentrações populacionais e dos centros urbanos. afirmando que o crescimento da população é um fator determinante das inovações tecnológicas e da produção agrícola. p. com o conseqüente aumento do contingente de jovens e crianças. farrapos/ filhos da mesma agonia/ E a cidade/ que tem braços abertos num cartão-postal/ com os punhos fechados da vida real/ Lhes nega oportunidades/ mostra a face dura do mal/ Alagados. Favela da Maré/ a esperança não vem do mar/ nem das antenas de tevê/ a arte de viver da fé / só não se sabe fé em quê/ a arte de viver da fé / só não se sabe fé em quê”. b) as questões I e IV estão corretas. d) país apresenta um IDH em declínio. apesar de sua modernização. “ALAGADOS” (Herbet Viana) “Todo dia/ o sol da manhã vem e lhes desafia / traz do sonho pro mundo quem já não queria/ palafitas. a que Santos se refere. 22-CEFET-RN-Leia a letra da música a seguir. Analisando as figuras. Sobre as afirmações acima. podemos afirmar que o: .. trapiches. 24-CEFET-RN-Milton Santos afirma que “ao longo da história da organização do território brasileiro. medido pela grande quantidade de favelas e moradias precárias.reflete a expansão das grandes metrópoles que ocorreu de forma rápida e desorganizada. ser identificados (. A população mais pobre termina se distanciando do centro devido ao preço elevado dos imóveis e do aluguel. ou seja. A respeito dos momentos. c) Brasil apresenta um IDH alto uma vez que apresenta altos índices de mortalidade e analfabetismo. marcada pela precariedade das moradias de parcela considerável da população. d) as questões I e II estão corretas. (SANTOS. três grandes momentos poderiam.é conseqüência do rápido processo de urbanização do Brasil.A teoria Cornucopiana é a única teoria que tem visão positiva do aumento populacional. é correto afirmar que somente: a) a questão I está correta. pode-se afirmar que as pirâmides representam: a) diminuição nas taxas de natalidade e mortalidade na Europa. reflexo de seu passado histórico. aumento na expectativa de vida e um conseqüente aumento progressivo no número deidosos. d) aumento nas taxas de natalidade e diminuição da mortalidade. 27). II. grosso modo. reflexo do processo de modernização. em que. é correto afirmar que o: a) Brasil apresenta um IDH médio. da população mundial. onde grande parte das habitações nas grandes cidades é irregular.)”. b) redução nas taxas de crescimento vegetativo no Brasil. uma vez que programas como Bolsa-escola e Fome-zero vêm melhorando a qualidade de vida da população brasileira. c) grandes taxas de natalidade e mortalidade da população africana. c) as questões II e III estão corretas.. 23-CEFET-RN-Entre os fatores que contribuíram para a questão da moradia das cidades brasileiras descritas na música “Alagados”.Sobre as afirmações acima. com o conseqüente envelhecimento da população. marcada pela concentração de renda e pela exclusão social.é resultante do processo de suburbanização. II e III estão corretas 21-CEFET-RN-Observe as pirâmides etárias: A letra da música faz referência a um bairro de periferia de uma cidade brasileira. procurando as periferias.Os neomalthusianos defendem a necessidade de reformas socioeconômicas que permitam a melhoria do padrão de vida da população mais pobre. que se iniciou no final do século XIX. A esse respeito. é correto afirmar quesomente: a) a questão III está correta. III. b) país apresenta um IDH baixo. ainda apresenta níveis elevados de analfabetismo e uma forte concentração de rendas. IV. b) a questão II está correta. por conta da inoperância do governo e dos interesses das grandes empresas imobiliárias. deixando os centros urbanos serem ocupados por moradias subnormais. pode-se destacar que I. a pressão demográfica vai exigir mudanças nas formas de cultivo agrícola. 2002 . c) as questões I e III estão corretas. d) as questão I. Trenchtown. onde as condições de vida e moradia da população se apresentam de formas precárias refletindo o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do País.

Nesse sentido. e a presença humana buscava adaptar-se aos sistemas naturais. b) os que concentram maior quantidade de objetos. o autor fala dos espaços luminosos e dos espaços opacos. III. em que a unidade era dada pela natureza. de veículos privados. II e III. e médias térmicas elevadas. c) segundo período. b) terceiro período. d) os que apresentam maior quantidade de equipamentos viários e infoviários a serviço da economia nacional e que oferece condições de circulação indicadas como indispensáveis para a chamada “abertura” ao comércio externo. ou período pré-técnico. ainda reflexo da herança colonial e de uma economia altamente dependente. os quais podem ser caracterizados. dos produtos e dinheiros. das idéias e informações. p. e por subespaços onde tais características estão ausentes. das técnicas. do dinheiro e das ações. b) Subtropical. onde é maior a vida de relações. Tropical continental e Equatorial. 27-CEFET-RN-Observe o mapa abaixo e as afirmações que se seguem: I. são: a) Tropical úmido.Característica do clima representado pelo número 3: sofre influência da mEa. movimento das coisas e dos homens. no inverno são constantes as ondas de frio. respectivamente. IV. quando se estabelece uma rede brasileira de cidades. com uma hierarquia nacional. sofre influência anual da massa de ar tropical atlântica (mTa). o encontro da mTa com as áreas mais elevadas.a) primeiro período. no qual havia o predomínio do meio natural.700 mm.000 mm durante o ano.500 mm a 2. ficando mais aptos a atrair atividades com maior conteúdo em capital. c) Tropical sub-úmido. Equatorial e Semi-árido. . das informações.Característica do clima representado pelo número 4: apresenta chuvas concentradas no inverno.Característica do clima representado pelo número 1: localiza-se nas áreas de maior altitude. de meios de transportes públicos. ou o período técnico-científicoinformacional. com amplitudes térmicas baixas e elevada taxa de umidade. só surgindo grandes mudanças a partir do terceiro período. tecnologia e organização. apresenta índice pluviométrico acima de 1. que atualmente “tem como fundamento um número de variáveis bem mais vasto. c) aqueles que mais acumulam densidades técnicas e informacionais. como: a) aqueles mais dotados de maior número de vias. que é marcado pela industrialização do Brasil e pela urbanização. que variam de 1. respectivamente. recebe influência da mTa e da mPa. II.Característica do clima representado pelo número 2: chuvas concentradas no inverno. d) primeiro e o segundo período se confundem uma vez que pouco ou quase nada houve de mudança entre eles. surgindo a região concentrada com ahegemonia paulista e agravando-se as diferençasregionais.259). que variam de 1. e por subespaços onde tais características estão ausentes 26-CEFET-RN-Observe os climogramas a seguir: A análise dos climogramas do Brasil nos permite afirmar que os climas correspondentes aos números I.000 mm durante o ano. durante o verão. no entanto. provoca chuvas orográficas. homens.”(2002. médias térmicas elevadas.500 mm a 2. surge a partir do início do século XX. d) Tropical de altitude. Tropical de altitude e Semi-árido. fruto da sua atividade econômica ou sociocultural. graças às enormes possibilidades da produção e circulação de insumos. surge a partir da década de 1970 e o território ganha novos conteúdos e impõe novos comportamentos. Subtropical e Equatorial. 25-CEFET-RN-Milton Santos afirma que as diferenciações territoriais brasileiras persistem nos dias atuais ressaltando. cuja combinação produz uma enorme gama de situações de difícil classificação. e por os subespaços onde tais características estão ausentes. e por subespaços onde tais características estão ausentes.

contrariando os caminhos de fontes alternativas e menos poluentes. E) As metrópoles que ainda crescem a taxas altas noBrasil podem ser representadas pelas cidades deBrasília. crescem a taxas maiores do que as das metrópoles.3%). Curitiba e Goiânia.8% contra 1.Sobre as afirmações acima. é correto afirmar que somente as questões: a) I e II estão corretas. a partir da década de 1960. Mas estes e outros acertos. o que provocou um aumento na área de cultivo em todo o país. com certeza. Veremos também que os chapadões sedimentares do oeste baiano. desaparece. que passam pos intenso processo de modernização agrícola.A organização regional do país que ora se apresenta difere da que ainda está vigente. pela enorme variedade de sua produção assim como em relação ao valor e volume de sua base produtiva como o café. que merecem algum destaque. 30-IFRS. político-administrativos. em especial de grãos. d) III e IV estão corretas. diminuiu o custo de frete e aumentou a capacidade de exportação. que foi saudada como um alento para a questão energética nacional.O padrão de urbanização brasileiro apresenta mudanças. . 29-IFRS-Os combustíveis fósseis (petróleo. contudo. é correto afirmar que a: a) incorporação de novas áreas do Centro-Oeste e da Amazônia. para além da zona abissal. D) A cidade do Rio de Janeiro deixa de ser asegunda metrópole do Brasil em tamanhopopulacional a partir do ano de 2009. de um lado. permitiram o acesso às frentes pioneiras. para onde as pessoas se dirigiam em busca de terras cultiváveis. é correto afirmar em relação a região Centro Sul que: A) Representa a principal região agropecuária do país. com população entre 100 mil e 500 mil habitantes. a laranja e o leite. por outro lado. (CORRÊA: 2001. B) Uma mudança importante da dinâmica demográfica metropolitana e que afeta o padrão de urbanização diz respeito ao aumento populacional devido ao crescimento das taxas de natalidade. mecânica. no litoral do Rio Grande do Norte. nas décadas de 1980 e 1990 (4. além disso. C) Na Bacia de Campos. Mas deve-se considerar que a regionalização aqui apresentada está apoiada em limites formais. b) I e IV estão corretas. parte repassando a integrar o Centro-Sul. aquém do Talude continental. por sua vez.Dando continuidade a essa nova identidade regional para o território brasileiro a partir de três grandes regiões geográficas. isto é. a cana-de-açúcar. A Amazônia teve seu território ampliado. B) Na plataforma continental entre o Espírito Santo e Santa Catarina. carvão mineral e o gás natural) representam praticamente 85% da matriz energética mundial. além de incitar a disputa entre as unidades da federação pelos “royaltes” de sua exploração. na década de 1980. parte a Amazônia. C) O Brasil apresentou crescimento econômico menor durante o período de 1940 a 1970. a qualreflete. 28-CEFET-RN-A respeito da expansão das fronteiras agrícolas no Brasil. veremos. Embora as metrópoles apresentem crescimento maior do que o do país como um todo. a fusão das regiões Sul e Sudeste gerando o Centro-Sul que inclui ainda parte da antiga região Centro-Oeste.198). fato que a SUDENE reconhece plenamente. em especial após a transferência da capital do país para Brasília. o Governo aumentou subsídios aos pequenos produtores rurais. Verifica-se. poderão estar incluídos na região Centro-Sul do país e não no Nordeste. aproximando seus limites da denominada Amazônia Legal. As cidades de porte médio. comparando com o crescimento nas décadas de 1980 e 1990. c) expansão das áreas de cultivo. é correto afirmar que: A) As periferias das metrópoles vêm crescendo a índices menores do que os núcleos centrais o que implica em um aumento relativo das regiões ricas. b) abertura de rodovias que ligavam a região Nordeste ao Sudeste. que o Nordeste avança pelo Norte mineiro. onde há um ligeiro barateamento da terra e subsídio do Governo. a partir da década de 1980. 31-IFRS. p. Se considerarmos outros limites que os estaduais. não afetam a base da organização regional do país em três grandes regiões. Dando continuidade ao enunciado anterior. D) No Recôncavo Tucano. entre outros. Isso significa que a energia elétrica. tradicional zona petrolífera de Pernambuco. A reserva a que se faz questão (Pré-Sal) está localizada: A) Na P-54. Esta. processos mais acentuados de diferenciação sócioeconômica do território. E) Na Reserva de Tainhas. desde a Bahia até o Ceará. seu ritmo diminuiu. para a prática da agricultura e pecuária. O desaparecimento da região Centro-Oeste foi viabilizado pela fragmentação político-administrativa que ali se verificou na década de 80. Recentemente foi descoberta no Brasil uma grande reserva petrolífera. térmica e as renováveis ainda são secundárias no aproveitamento energético mundial. d) possibilidade de escoar a produção por hidrovias. c) II e III estão corretas. ocorre principalmente na porção leste da região Sudeste do Brasil.

Sob sua liderança a luta dos seringueiros pela preservação do seu modo de vida adquiriu grande repercussão nacional e internacional. a 500 quilômetros de Belém do Pará. D) As migrações internas ou pendulares dizem respeito ao fluxo de pessoas que se deslocam de um país a outro pelos mais diferentes motivos. B) Modernização da agricultura no Brasil e os processos produtivos mecanizados. José Alfredo. aos Estados Unidos e ao Japão. precedem ou seguem mudanças profundas. Por conseqüência. a população urbana equivale à população rural no Brasil. Nordeste e Centro-Oeste. estando a terra no centro dos conflitos e que envolve a reprodução do capital. foi atenuado devido à ocupação definitiva da fronteira agrícola das Regiões Norte.org/wiki/Chico_Mendes).wikipedia. a mobilidade humana é em geral um sintoma de grandes transições. 34-IFSC-As migrações costumam figurar como o lado visível de fenômenos invisíveis. Numa palavra. é fenômeno freqüente nas divisas entre o Brasil e o Paraguai. (http://pt. o Cedro e o Ipê. Verdadeiros termômetros que. seja em termos sociais e culturais. mostrando-se muito densa. D) Biotecnologia transnacional e agricultura sustentável. e encontra-se exposta à ação intensa das massas de ar úmido (Massa Tropical Atlântica). 173). é correto afirmar: A) O êxodo rural. C) “Brasiguaios” e “brasilianos” são termos que se referem. revelam e escondem transformações ocultas.wikipedia. seja do ponto de vista econômico e político. algo está ocorrendo nos bastidores da história.B) Apresenta diferentes tipos de conflitos sociais. implicando no mais elevado nível de consumo e no desenvolvimento maior das atividades terciárias. B) A urbanização e o crescimento econômico da Região Sudeste ao longo do século XX foram responsáveis pelas migrações temporárias de parte da população rural nordestina para as metrópoles instaladas nessas regiões. C) Uso de defensivos agrícolas e transgenia. p. chama-se: A) Floresta Amazônica (Floresta latifoliada tropical) B) Mata dos Cocais (Mata de transição) C) Mata Atlântica (Floresta fluvial) D) Mata de Araucária (Floresta aciculifoliada) E) Caatinga (Mata xerófila) 33-IFRS-Dorothy Stang: Atuou ativamente nos movimentos sociais no Pará. seringueiros. sobretudo na região da Transamazônica. através da criação de reservas extrativistas. Os grandes deslocamentos humanos. Quando ela se intensifica. oriundo de migrações limítrofes. entre eles a procura por trabalhos mais bem remunerados e o sonho do êxito financeiro. E) Conflitos pela posse de terra e a reforma agrária. A causa comum que une os dois personagens acima. Aparecem muitas vezes como a superfície agitada de correntes subterrâneas. A religiosa participava da Comissão Pastoral da Terra (CPT) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) desde a sua fundação e acompanhou com determinação e solidariedade a vida e a luta dos trabalhadores do campo. (http://pt. D) Apresenta grande concentração de renda. no município de Anapu. hoje. à paraguaios e bolivianos migrantes e residentes no Brasil. Revista Estudos Avançados. Migrações internas: evoluções e desafios. como acontece com brasileiros que se dirigem à Europa. inclusive. castanheiros. 32-IFRS. ganhando reconhecimento nacional e internacional. Os maremotos históricos provocam ondas bravias que deslocam em massa populações e povos inteiros. respectivamente. . provocando. pequenos pescadores. sindicalista e ativista ambiental brasileiro. Em relação à dinâmica e à caracterização dos fluxos migratórios no território brasileiro. via de regra. 2001. (GONÇALVES.Dentre a vegetação original brasileira. quase impenetrável. Sua intensa luta pela preservação da Amazônia o tornou conhecido internacionalmente. e a população indígena. eliminando crescentemente o número de pobres das periferias das grandes cidades. A proposta da "União dos Povos da Floresta" em defesa da Floresta Amazônica buscou unir os interesses dos indígenas. quebradeiras de côco babaçu e populações ribeirinhas. C) Região que apresenta pequeno grau de articulação interna e caracteriza-se pela pequena divisão intraregional do trabalho. algo ocorreu ou está para ocorrer. o Brasil e a Bolívia ou entre o Brasil e o Equador. aquela que foi altamente devastada ao longo da história do Brasil e que apresenta espécies tais como oJequitibá. que tornam possível a venda da imagem do subdesenvolvimento regional.org/wiki/Dorothy_Stang). de um lado. efetivada na transposição da fronteira. ao mesmo tempo. no Pará. Chico Mendes: Foi seringueiro. principal fluxo migratório brasileiro até a década de 1980. E) Região que apresenta grande fragmentação políticoadministrativa aliada à força política e à aparente união dos grupos dominantes tradicionais e emergentes. de outro. Esse fluxo de pessoas. as suas mortes é: A) Movimentos políticos urbanos e guerra pelo tráfico de drogas. ou melhor. além de possuir em sua fauna animais como a arara-azul e a onça-pintada. sendoinclusive retratada em um seriado televisivo “AMURALHA”. A sua participação em projetos de desenvolvimento sustentável ultrapassou as fronteiras da pequena Vila de Sucupira. São Paulo: 15 (43). ou seja.

iniciou o processo de urbanização brasileira. deixam o local em que residem e se dirigem à procura de trabalho nas unidades de produção agrícola. Deste total. porém. (V) Campos de inselbergs.USP.br/coluna/carvaomi neral0. 5 ed. Gaspar e Joinville. as proposições I. As menores. (III) O forte movimento da urbanização que se verificou a partir do fim da Segunda Guerra Mundial foi contemporâneo a um forte crescimento demográfico. apenas a proposição III. Serviço Geológico do Brasil.02%.32% e São Paulo 0. 38-IFSC-LEIA ATENTAMENTE O POEMA O sabiá no sertão quando canta me comove passa três meses cantando e sem cantar passa nove porque tem a obrigação de só cantar quando chove!” (Chover – ou Invocação para um Dia Líquido. polos dinâmicos internos. respondem por mais da metade da produção de carvão do Estado. E) A indústria cerâmica representa o principal destino do carvão produzido. formado por subespaços que evoluíam segundo lógicas próprias. Nessas áreas.cprm. cujas causas essenciais foram os progressos sanitários. Cordel do Fogo Encantado) Considere as seguintes características morfo-climáticas: (I) Presença freqüente de planícies semi-áridas. (IV) Mamelonização universal das vertentes.SC. Belém e Manaus presenciaram expressiva urbanização resultante dos efeitos econômicos do ciclo da borracha. 35-IFSC-Depois de ser litorânea (antes e mesmo depois da mecanização do território). (CPRM. durante o segundo período mandato de Getúlio Vargas.html>. D) A descoberta do ouro na Bacia do Prata redirecionou aurbanização para o interior. um grande arquipélago. para cada um desses subespaços. Coluna White: excursão virtual pela Serra do Rio do Rastro. assinale a alternativa correta: A) As camadas carboníferas explotadas estão associadas às litologias da Formação Rio Bonito. Santa Catarina 10. Tubarão. assinale a alternativa correta: A) Na expansão urbana da Região Centro-Oeste. Disponívelem:<http://www. cidades ligadas à economia da mineração. são atualmente as áreas com maior potencial minerador do Estado. C) Criciúma.gov. Com relação à urbanização brasileira. (II) Clima tropical típico com duas estações bem definidas. particularmente da cana-de-açúcar para exportação e subsistência da força de trabalho escravo.Acesso em 11/03/2010).25%. da laranja e da uva. apenas as proposições II e III. principalmente pela importância econômica do Rio de Janeiro. apenas as proposições I e III. municípios da região carbonífera. Havia. As reservas brasileiras totalizam 32 bilhões de toneladas de carvão "in situ". Estes. durante 4 a 7 meses. D) A Mina do Leão e a Jazida Chico Lomã. do Grupo Guatá. localizadas no município de Treviso. as economias do café e do cacau foram responsáveis por gerar uma urbanização com sólidos mercados na Região Nordeste. (II) A região Sudeste. E) A construção de Brasília. Entre as . São Paulo e o Rio de Janeiro.E) As migrações sazonais ocorrem especialmente em direção às áreas rurais.41%. do café. analise as proposições: (I) O Brasil foi.Está(ão) correta(s): A) B) C) D) E) apenas a proposição I. localiza-se o carvão betuminoso da Camada Candiota e da Camada Figueira/Sapopema. despontaram Vila Rica. evolução quase contemporânea da fase atual de macrourbanização e metropolização. II e III. 37-IFSC-As maiores jazidas de carvão mineral do País situam-se nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. B) No município de Tubarão. (SANTOS. ocorre grande fluxo de migrantes que. p. as referidas camadas recebem o nome de Camada Barro Branco. no período de safra. haja vista a desativação das termelétricas em Santa Catarina. resultado de uma natalidade elevada e de uma mortalidade em descenso. 36-UFPI-2008-Acerca do processo de urbanização brasileira. 2008. C) Entre os séculos XIX e XX. a melhoria relativa nos padrões de vida e a própria urbanização. No Estado. Nesse sentido. Camada Bonito e Camada Irapuá. tinham entre si escassa relação. (III) Ambiente quente e seco. o estado do Rio Grande do Sul possui 89. São Paulo: Ed. A urbanização brasileira. como da cana-de-açúcar. pode-se afirmar que a capital carioca comandou a primeira rede urbana das Américas. Paraná 0. Sobre as reservas catarinenses de carvão mineral.6). foram decisivas as atividades produtivas da agricultura. B) Durante o período colonial. não sendo interdependentes. durante muitos séculos. Carvão mineral. no Paraná e São Paulo. Milton. de idade permiana. sem dúvida. inaugurou um novo modelo para o planejamento territorial das cidades brasileiras. ditadas em grande parte por suas relações com o mundo exterior. na Região Sul do Estado. a urbanização brasileira tornou-se praticamente generalizada a partir do terceiro terço do século XX.

I. Contudo. da complexidade e dos recortes de análise que permitem a abordagem dos fenômenos espaciais. IV e V. sincrônica e estática. III e V. São algumas das características típicas do domínio das caatingas. VII e VIII. entre os anos de 2002 e 2007. (I) Constitui. VI. (VII) Presença de solos tipo latossolo. conforme elencadas por Aziz Ab’Saber: A) B) C) D) E) III. ecológico e biótico de chapadões recobertos por cerrados e penetrados por florestas-galeria. o Brasil apresenta uma realidade de país caracterizado por grande mobilidade interna de sua população. histórica e localizada. apenas II. Dados mais recentes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) demonstram que. (VIII) Drenagem exorréica intermitente. I. VI e VIII. um espaço físico. o fluxo migratório foi favorável ao sudeste. numa série histórica entre os anos de 1992 e 2001. vasta devastação de sua cobertura vegetal. segundo Ab’Saber. Enquanto a escala cartográfica é dimensional. pode-se dizer que a abordagem sobre migrações deve ser a) multifatorial. o Cerrado não apresenta grande importância ecossistêmica e diversidade biológica. VI e VIII. II. a escala geográfica vai mais além. apesar de grande diversidade florística. nos últimos anos. VI e VII. (IV) Em seu interior localizam-se as áreas de nascentes de algumas das principais bacias hidrográficas brasileiras. I. ao passo que. o que dificulta o seu aproveitamento econômico. Isso por que: . situação se inverte representando um movimento de retorno. Diante da problemática exposta. I. o sudeste passa. mais uma vez. em função dos usos para pecuária e agricultura (sobretudo cultivo da soja). II. Está(ão) correta(s) a(s) proposição(ões): A) B) C) D) E) I. V. apenas. (III) O solo predominante é pobre e raso. II e IV. IV. há um intenso fluxo migratório entre as regiões nordeste e sudeste sendo que. a região nordeste figura como grande fornecedora de migrantes em direção ao sudeste. principalmente no momento de acelerada urbanização e industrialização do sudeste nas décadas de 50. III. ou seja. Os fatores econômicos. essa A observação das figuras evoca a problemática da escala e sua interpretação na geografia. III. V. Do ponto de vista das migrações. em seguida. responda às questões 21 e 22. a grosso modo.(VI) Predomínio de plantas xerofíticas. relativa ao tamanho e sua representação gráfica. apenas. a situação se inverte novamente. III. V e VII. d) multifatorial. mas fundamentalmente a problemática fenomenal. 39-IFSC-Considere as seguintes afirmativas a respeito do Domínio dos Cerrados. (V) Enquanto bioma. II e IV. e) economicista. II e V. 60 e 70 do século XX. embora não sejam os únicos que expliquem as migrações. diacrônica e dinâmica. V. IV. dinâmica e histórica. c) complexa. apenas. apenas. a se tornar uma área de atração para migrantes nordestinos. Tradicionalmente. b) etapista. estática e crescente. englobando essa questão dimensional. são considerados fundamentais para o entendimento desses movimentos ao longo da história. 41-IFRJ-Observe as duas figuras abaixo: 40-IFRJ-Leia o trecho e. (II) Tem sofrido. em 2008.

sem espaço adequado para alimentação. por seu turno. abordado na escala local (por exemplo. sendo. compra e venda de seres humanos que são utilizados nas lavouras canavieiras e no tráfico internacional. tráfico e violência física. 44-IFRJ-observe a figura: O Ministério Público Federal tem feito denúncias constantes da existência de trabalho escravo nos canaviais de Campos. b) Se somente as alternativas I e IV estiverem corretas. d) Utilização de mão-de-obra infantil e infanto-juvenil em atividades insalubres. Apesar dos dois climogramas caracterizarem o clima equatorial. II. c) Se somente as alternativas III e IV estiverem corretas. II. b) somente a afirmativa II está correta. denuncia sua distância. As duas cidades sofrem ação de algum fator que altera o comportamento da sazonalidade da amplitude pluviométrica. ausência de pagamento de horas-extras. refere-se a uma representação gráfica e a uma medida de proporção entre essa representação e a realidade. ao contrário. III. daí poderem-se conceber as escalas geográficas como entidades autônomas na sua essência. desrespeito às leis trabalhistas. O trabalho com escalas fragmenta os fenômenos espaciais com vistas à sua apreensão. IV. Das alternativas abaixo. por isso. A mudança de escala não encerra em si uma mudança do próprio fenômeno. desrespeito à dignidade humana em atividades rurais e urbanas. e) Se somente a alternativa III estiver correta. pode-se afirmar que . A partir da análise dos dados da tabela acima. 42-IFRJ-OBSERVE A FIGURA: 43-IFRJ-observe a figura? Considerando as informações contidas acima. A escala geográfica é um recurso que permite dar visibilidade ao fenômeno espacial. um problema epistemológico. um mesmo fenômeno. ausência de garantias trabalhistas e desrespeito às leis que regulam as relações de trabalho. a) Precárias condições de trabalho. d) Se somente a alternativa I estiver correta. Em outras palavras. III. c) somente a afirmativa III está correta. o climograma I denuncia uma proximidade com os limites do clima tropical brasileiro e o climograma II. Assinale: a) Se somente as alternativas II. assinale aquela que melhor expressa a realidade dessa condição de trabalho. O comportamento sazonal das amplitudes térmicas e pluviométricas indica que as cidades estão localizadas em hemisférios diferentes. III e IV estiverem corretas. na qual há um grau crescente de complexidade do local ao global. e) Retenção de carteira de trabalho. podese concluir que a) somente a afirmativa I está correta. contração de dívidas por parte do empregador. De acordo com a análise das afirmativas acima. c) Intimidação física e psicológica. analise as afirmativas a seguir: I. trabalho compulsório. higiene e descanso. A escala cartográfica. o Rio de Janeiro) será uma reprodução do problema global. trabalho compulsório. explicando-se este comportamento pela sazonalidade da ocorrência do Equador Térmico no espaço brasileiro. o tráfico de drogas. e) todas as afirmativas estão corretas. por exemplo. b) Castigos físicos. d) somente as afirmativas I e III estão corretas. O fenômeno da globalização vem exigir do geógrafo uma abordagem multiescalar.I.

A MEC e a MEAS são massas de ar respectivamente seca por sua origem continental e úmida por sua origem oceânica. pode-se concluir que . pressionando a existência da vegetação nativa. d) somente as afirmativas I e III estão corretas. e) todas as afirmativas estão corretas. analise as afirmativas abaixo: I. c) somente a afirmativa III está correta. como consequência do Milagre Econômico Brasileiro. III. II. É de extrema importância considerar a orogênese no processo de constituição das estruturas formadoras do relevo brasileiro. o que acaba explicando atualmente a redução das áreas verdes nativas. em sua evolução produtiva. 46-IFRJ-Obseserve a figura: Considerando as informações contidas no mapa intitulado “As Grandes Estruturas do Território Brasileiro” e o relevo brasileiro. b) a expansão das áreas abertas às indústrias. c) somente a afirmativa III está correta. 45-IFRJ-observe a figura: a) somente a afirmativa I está correta. De acordo com a análise das afirmativas acima. o espaço de Campos sofreu uma intensa alteração em sua estrutura produtiva. Considerando as características das massas de ar que atuam no território brasileiro. c) desde a década de 30. os Crátons correspondem a terrenos mais antigos. pressionando a existência da vegetação nativa. reforça a ampliação do espaço urbanoindustrial da cidade. o espaço de Campos sofreu uma intensa alteração em sua estrutura produtiva. as bacias sedimentares fanerozoicas a um período intermediário e as coberturas sedimentares relativas ao Ciclo Brasiliano a um período de formação recente. b) somente a afirmativa II está correta. e) o avanço do setor Sucroalcooleiro e da Pecuária é aquele que representa historicamente. como consequência da industrialização brasileira. d) somente as afirmativas I e III estão corretas. A macroestrutura do subsolo do território brasileiro desempenha importante papel na configuração das grandes formas de relevo. III. Ambas são quentes pela origem em comum: o ambiente equatorial. A MTC é seca por sua origem continental e é responsável por baixar os índices de umidade no período do inverno nos locais onde atua. As coberturas sedimentares que fazem parte da estrutura do relevo brasileiro são distintas umas das outras considerando em qual era/período na Escala de Tempo Geológica formaram-se. d) desde a década de 70. consequência direta do seu crescimento populacional. A MPA e a MPP originam-se na mesma área anticiclonal e caracterizam os climas por onde passam reduzindo a temperatura e elevando a umidade. II. a causa essencial para a redução das áreas de vegetação nativa em Campos. b) somente a afirmativa II está correta.a) a atividade que mais contribui para a destruição das áreas verdes nativas em Campos é o intenso processo de crescimento espacial da cidade. podese concluir que a) somente a afirmativa I está correta. como a CODIN. De acordo com a análise das afirmativas. analise as afirmativas a seguir: I.

Meio-norte e Sertão. Agreste. de estrutura dupla e flexível. a pecuária é a atividade econômica mais importante Marque a opção que nomeia de forma CORRETA as regiões I.Predomina no sul do país. Zona da Mata e Sertão. inspirado nos versos de lavradores de Goiás. religiosos e outros. típico de terras montanhosas. abaixo do Trópico de Capricórnio 48-UESPI-2007"Tem muita gente sem terra tem muita terra sem gente" (Cartaz do MST. podendo aparecer também ao longo da porção oriental da bacia do rio Doce e em parte da Zona da Mata Mineira. Seus produtos são empregados no artesanato local e como matéria-prima para as indústrias III Estreita faixa de terra que se estende do litoral do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia. e) Clima Subtropical . sua vegetação é constituída por árvores e arbustos recobertos de espinhos. como Feira de Santana. II-contam com um sindicalismo ágil. estimuladas pelo aparecimento da variedade de soja transgênica. c) Clima Tropical Semi-árido . Sertão. 47-UESPI-2007. Meio-norte. as que estão inseridas precariamente nos mercados locais e as integradas aos grandes complexos agroindustriais. b) Apenas as afirmativas I e II são verdadeiras. pode-se citar: a) a disputa pelas poucas áreas férteis em nosso território. fumo e cacau e na exploração mineral de petróleo e sal marinho. Apresenta clima tropical úmido. Tem grande destaque na produção de cana-de-açúcar. II. d) Clima Equatorial . . destacando-se a carnaúba e o babaçu. c) a divisão excessiva da terra em pequenas propriedades. Submetida a secas freqüentes. Agreste. Zona da Mata e Meio-norte. dificultando o aumento da produção. b) a concentração da propriedade da terra nas mãos de poucos e a ausência de uma reforma agrária efetiva. altamente produtiva e rentável mesmo em pequenas áreas. a situação das pequenas e médias propriedades rurais da região Sul do Brasil (Oeste Catarinense. com algumas de suas características: Sub-regiões Características I A policultura comercial praticada em pequenas propriedades é a principal atividade econômica dessa sub-região. Noroeste do Rio Grande do Sul e Sudoeste do Paraná) admite as seguintes explicações: I-estão subordinadas às grandes empresas agropecuárias pelo sistema de integração e registram a maior criação de aves e suínos aís. IV Corresponde a uma vasta sub-região castigada pela aridez de seu clima. Agreste. que empregam grande quantidade de mão-de-obra em sua coleta.Faixa costeira. principalmente no Planalto Central e em trechos do Sudeste e do Nordeste. III-mudam sua atividade. Sua principal atividade econômica é o extrativismo vegetal.Predomina no sertão nordestino e em parte do médio vale do rio São Francisco. Zona da Mata. onerando o grande produtor rural. Entre as principais razões dos conflitos de terra no Brasil. III.) A luta pela terra no Brasil existe há décadas e já fez várias vítimas entre trabalhadores do campo.Predomina na porção continental do território nacional. d) a perda do valor da terra agrícola pelo crescimento da industrialização no nosso país. b) Clima Tropical Úmido ou Atlântico .O quadro abaixo apresenta as quatro sub-regiões do Nordeste brasileiro. As áreas mais úmidas e aproveitadas para a agricultura são reconhecidas como "brejos". Assinale a alternativa CORRETA: 49-UFPI-2008. IV.e) todas as afirmativas estão corretas. bem como um cooperativismo que as insere na dinâmica do MERCOSUL.Qual das opções abaixo faz uma associação INCORRETA entre os tipos climáticos brasileiros e sua localização espacial? a) Clima Tropical Semi-úmido . do Rio Grande do Sul até São Paulo. IV respectivamente: a) b) c) d) e) Meio-norte. II Compreende o Maranhão e quase todo o Piauí. Possui belas praias e dunas. Abriga a) Apenas as afirmativas I e IV são verdadeiras.Toda a região Sudeste e parte norte do Paraná. algumas das cidades mais importantes do Nordeste. Desde o início de sua ocupação. Sertão e Meio-norte. Caruaru e Campina Grande. Agreste. e) a utilização intensiva de mão-de-obra permanente. Sertão.estão divididas entre as que consomem tudo o que produzem.A partir da década de 80. Agreste e Zona da Mata. 50-UFPI-2008. Zona da Mata.

Um dos motivos para a região Sudeste comandar as atividades agrárias é a: A)baixa concentração industrial e de matérias-primas B)contração do parque industrial e menores investimentos C)concentração populacional e elevado nível de urbanização D)diminuição de lavouras voltadas para a exportação e investimentos somente na sede territorial 56-UESPI-2008-A destruição do Cerrado brasileiro foi iniciada pela atividade do garimpo. que se caracterizam por apresentarem e se localizarem. na qual temperatura e umidade apresentam características semelhantes. o que favorece a navegação fluvial como nos rios Uruguai e na maior parte do São Francisco. b) todas as grandes bacias hidrográficas brasileiras têm sua vertente para o oceano Atlântico. revelando marcas de tropicalidade. c) a grande maioria dos rios brasileiros tem sua foz em forma de delta. que se caracteriza por: A)apresentar amplitude térmica anual inferior a 10°C e ocorrer no extremo sul do país B)apresentar amplitude térmica anual superior a 10ºC e ocorrer no extremo norte do país 54-As massas de ar correspondem a uma porção extensa e espessa da atmosfera. tipo de cobertura vegetal. na bacia amazônica. formas de declividade e uso e manejo inadequado.c) Apenas a afirmativa IV é verdadeira. tem sua vertente para o oceano Pacífico em virtude de sua nascente se localizar nos Andes peruanos. o rio Negro. forma os ventos alísios de nordeste e atua principalmente no litoral das Regiões Norte e Nordeste. d) Apenas as afirmativas III e IV são verdadeiras. C)apresentar temperaturas médias superiores a 18ºC e ocorrer em 95% do território brasileiro D)apresentar temperaturas médias inferiores a 18ºC e ocorrer em 15% do território brasileiro 51-UFPI-2007. Atualmente a expansão da agropecuária contribui para essa destruição. A associação correta entre uma manifestação desta luta e o momento histórico de sua ocorrência está apresentado na seguinte alternativa: A)criação do MST em 1974 B)reação ao Estatuto do Trabalhador Rural na década de 40 C)elaboração do Plano Nacional de Reforma Agrária no período da ditadura militar . Dentre as classes de solo encontrados no Brasil. destacam se os latossolos. que dificulta oacesso ao Cerrado 57-UFPI-2009-O domínio do processo histórico recente (no século XX) é importante para o entendimento da luta pela Reforma Agrária no Brasil. como é o caso do rio São Francisco. na primavera e verão. e) Apenas a afirmativa I é verdadeira. a partir do seguinte fator: A)presença de grandes áreas de agricultura empresarial B)predomínio de pequenas áreas de pecuária intensiva C)extinção dos eixos ferroviários. Dentre as massas de ar encontradas no território brasileiro. a que se origina no Atlântico Norte no anticiclone dos Açores é quente e úmida. no segmento de baixas latitudes (5°16’ de latitude norte a 33º45’ de latitude sul). em sua quase totalidade. tropicalidade dos climas. devido a uma série de fatores como: propriedades físicoquímicas. respectivamente: A)horizonte B em avançado estágio de intemperização / em áreas de vegetação de floresta e de campo de cerrado B)horizonte B com estrutura pouca desenvolvida / em áreas de vegetação de cerrado e de campos C)horizonte B textual com acumulação de argila /em áreas de vegetação de campos e florestas D)horizonte B com estrutura bem desenvolvida /em áreas de vegetação de florestas e campos 53-UFPI-2008-O território brasileiro se situa.que atua como centro de comando de várias atividades. que dificulta aexportação D)ausência de longas rodovias. 52-UESPI-2008-No território brasileiro encontramos problemas associados à erosão dos solos. d) o rio São Francisco atravessa vários estados brasileiros percorrendo uma trajetória no sentido norte / sul do país. que contaminou os rios e provocou o assoreamento dos cursos de água. entre elas a agrária. e) no Brasil predominam rios de planície. é denominada: A)tropical atlântica B)tropical continental C)equatorial atlântica D)equatorial continental 55-UFPI-2008-A Região Sudeste é considerada a área core do país.Sobre a hidrografia brasileira é CORRETO afirmar que: a) apesar da maioria dos rios brasileiros ter a vertente para o oceano Atlântico.

Os contatos desta unidade com as áreas circundantes são feitos através de escarpas denominadas frente de cuestas. Ao lado de escarpas acentuadas aparecem fossas tectônicas. III. I. II.Esta unidade apresenta elevado grau de complexidade: vários ciclos de dobramentos. a partir da década de 50 58-UFPI-2007-A mobilidade espacial da população brasileira está atrelada às desigualdades regionais e é quase sempre motivada por razões econômicas. enquanto o Nordeste apresenta um equilíbrio entre entrada e saída de pessoas 59-fcc-2005-A questão está relacionada ao perfil topográfico e aos textos apresentados abaixo. o Censo Demográfico não traz registros de grandes alterações nos movimentos populacionais. podendo ocorrer entre regiões e dentro de uma região. o reproduziria na condição de trabalhador. o podemos observar a geografia das paisagem: . o segundo é eminentemente político e econômico. Identifique as unidades de relevo dispostas no perfil que apresentam.Ao discutir o fenômeno da migração.Trabalhando com problemas ambientais urbanos. conhecendo-se previamente os riscos de inundação. a dinamização da indústria verificada em São Paulo e no Rio de Janeiro. Está correto SOMENTE o que se afirma em (A) I.Não há como associar a migração ao processo de desenvolvimento capitalista. (E)o fato de a capital paulista ultrapassar a casa dos 10 milhões de habitantes gera uma condição de superpovoamento. e a Região Norte se coloca como a principal região de emigração. II.D)mobilização dos trabalhadores rurais nas Ligas Camponesas. (A)1 e 2 (B)1 e 3 (C)) 2 e 4 (D)3 e 2 (E)4 e 1 60-FCC-2007-. as dificuldades de manutenção da agricultura de subsistência e a concentração fundiária são fatores que explicam a aceleração dos movimentos migratórios do Nordeste para as cidades do Centro-Oeste D)no ano 2000. respectivamente.Tanto as migrações internacionais como as migrações internas comprovam o processo de expropriação e de exploração que marcam o desenvolvimento do capitalismo em países como o Brasil. quando teve um caráter mais permanente criou a expectativa de que. más condições de vida.. têm as nascentes em áreas elevadas constantemente erodidas e sofrem os efeitos do assoreamento à jusante. Sobre as migrações internas no Brasil. (B)a cidade de São Paulo. Damiani (1998) apresenta as afirmações abaixo.A migração rural-urbana. e portanto.Esta unidade engloba terrenos sedimentares e rochas vulcânicas. o migrante teria um emprego. as características I e II. (D)a deficiência de rede de esgotos e água tratada gera sérios problemas ambientais nas áreas periféricas da capital paulista. cortada por rios. (C)) o forte desenvolvimento urbano da capital promoveu o rápido crescimento de ruas e avenidas cujo asfaltamento impermeabiliza os solos. falhamentos e extensas intrusões. que permanentemente.originou movimento migratório principalmente da Região Sul B)a partir de 1930. pela política industrializante e pelo crescimento urbano da Região Sudeste C)na década de 1960. os deslocamentos internos promoveram uma distribuição significativa apoiada pela Lei de Cotas. na cidade. Perfil Leste-Oeste das Regiões Centro-Oeste e Sudeste Durante diante da figura pode se observar que: (A)a ocupação das várzeas dos rios é um fenômeno tipicamente brasileiro. (B)) I e II. é correto afirmar que: A)na década de 1950. O primeiro é um fenômeno demográfico. 61-FCC-2008-. I.

a partir dos anos de 1960. via evolução nas comunicações. (B)) I e III.As chuvas são escassas e irregulares. esfria o ar atmosférico na área litorânea. (D)) Os ventos que sopram do mar para a terra. a partir da década de 1970. (E)a estagnação da economia durante a década de 1990. dentre os fatores que levaram à degradação ambiental. 1995. (D)pelo processo de metropolização verificado em cidades como Porto Alegre e Salvador. que banha a costa de Sul a Nordeste. possibilidade de controle à distância da produção. (B)pelo fenômeno crescente do desemprego estrutural que passou a afetar. no verão. 65-ENEM-2009-Redução do peso de insumos e produtos.(C) II. a partir da década de 1950. Formação sócio-espacial metropolitana:novas tendências ou novas evidências? In: O Novo Brasil Urbano.Graças à semi-aridez presente na região. (D)) a descentralização do processo de industrialização. novos processos produtivos. C. (C)a ausência de uma planificação setorial uma vez que se tentou analisar o ambiente sob a ótica interdisciplinar. como reflexo de maior participação do setor agropecuário no PIB brasileiro. (E)pela perda de competitividade da indústria nacional no mercado mundial a partir da abertura da economia na década de 1990. 67-ENEM-2010-Dentre as causas do crescente desequilíbrio regional Sudeste-Nordeste no Brasil. novos materiais. (C)o controle da natalidade como reflexo de políticas públicas. . fria e úmida.. descarregando aí grandes volumes de água.Considere as características abaixo atribuídas ao semi-árido nordestino. IV. dificultando as trocas comerciais. telemática.pode-se destacar (A)a formação de “arquipélagos” econômicos que tornaram as duas regiões auto-suficientes.. podese destacar: (A)a planificação daquele período que analisava as regiões sob o ponto de vista ecológico-holístico mas não econômico. carregados de umidade. (A)o aumento das migrações inter-regionais. provavelmente. (B)a modernização agrícola no Centro-Sul. a partir da década de 1980. Porto Alegre: Mercado Aberto. (E)a inclusão do homem no ecossistema. (E)A corrente quente do Brasil.A denominação da Mata Atlântica abrange uma grande variedade de matas tropicais úmidas que ocorrem de forma sazonal nas regiões costeiras do Brasil. produzindo precipitações de chuva. (C) I e IV. 66-ENEM-2009-Atualmente. são barrados por grandes acidentes orográficos na faixa costeira. produz chuvas concentradas na faixa costeira. A. barrando as massas quentes e úmidas da Amazônia e produzindo intensas precipitações. (C)A corrente fria de Humboldt. 64-ENEM-2008. (B)a adoção de políticas conservacionistas que não se compatibilizavam com a realidade de um país capitalista. Estão corretas SOMENTE as características (A) I e II. II. e freqüentes geadas no inverno. (E) III. há pequena diversidade na paisagem vegetal. I. a partir de 2000. o que dificultava a participação da sociedade nas tomadas de decisão sobre o meio ambiente. (D) II e III. (D)) as teorias econômicas que priorizavam a maximiza ção dos lucros em detrimento da renovação dos recursos. 62-FCC-2008-No Brasil. ainda como repercussão da imigração européia. com características de torrencialidade. dentre outros fatores. (A)) pela desconcentração industrial verificada na região metropolitana de São Paulo. aquece o ar no litoral. as regiões metropolitanas.informática (. com a massa Tropical atlântica (mTa). mesmo na faixa tropical. Dentre os fatores que explicam esse fenômeno destaca se. 299) As condições descritas no texto têm sido responsáveis. p. III. padronização de produtos e processos. (A)A existência de montanhas com altitudes superiores a 1 000 metros na faixa litorânea cria ambientes com temperaturas médias mais amenas. (C)pelo crescimento das cidades médias.) (Azzoni. (B)o crescimento populacional mais intenso no Sudeste no início do século XX.A presença da mancha semi-árida apresenta causas múltiplas e ainda não inteiramente explicadas. a partir da década de 1990. um dos principais aspectos da urbanização brasileira refere-se ao crescimento da maioria das regiões metropolitanas. que banha a costa de Norte a Sul. Assinale a alternativa que expressa corretamente um dos mecanismos responsáveis pela ocorrência dessas formações vegetais. quente e seca. (D) II e III.Nesta região são registradas as amplitudes térmicas mais baixas do país e um elevado déficit hídrico. 63-FCC-2009-. (B)O encontro da massa Tropical continental (mTc).

da agricultura canavieira de subsistência. de empresas multinacionais. (D)o predomínio. São Paulo:EDUSP/FDE. . (E)) o desgaste erosivo de climas anteriores e atuais. mas ambas cidades que aglutinaram. 69-ENEM-2008-. (org.No Brasil. no Nordeste.(Ross.. (B)) Belém e Recife. dentre outros fatos (A)) pela ampliação das áreas monocultoras o que favorece o desenvolvimento de grande quantidade de espécies invasoras. devido à situação de porto e estuário de duas bacias fluviais que fazem a ligação com os respectivos e vastos hinterlands. 1995. 403) Citando exemplos de cidades brasileiras que se enquadram na situação descrita. in:ROSS. (D)Salvador e Belo Horizonte. reduzindo o emprego de fertilizantes. no Sudeste. 70-ENEM-2008-No território brasileiro. (D)pela ampliação da policultura e do sistema de jardinagem que racionalizam a ocupação do solo que se torna menos propenso aos processos erosivos.) Geografia do Brasil. (SCARLATO. desde o período colonial funções comerciais e administrativas. principalmente. as estruturas e as formações litológicas são antigas. População e urbanização brasileira. para os anos de 1990 e 2004. J. de menor rendimento que a moderna agricultura do Sudeste. pragas que proliferam rapidamente. as indústrias de bens de consumo duráveis. 45) Dentre os fatores responsáveis pelas recentes formas de relevo encontradas no território brasileiro destaca-se (A)a intensa atividade vulcânica durante o quaternário. mas as formas do relevo são recentes. São Paulo: EDUSP. (D)o aumento da ação antrópica nas últimas décadas. devido à situação de pólos concentradores da produção agropecuária de vasta região com forte presença de imigrantes. a introdução do grande capital no campo promoveu um intenso processo de modernização da agricultura brasileira responsável. o que modificou as condições de vida de parte significativa da população rural.L. (C)Porto Alegre e Campo Grande.cortados por eixos rodo-ferroviários. 68-ENEM-2009-Historicamente. assinale a opçãocorreta. (B)pelo crescente aumento do número de trabalhadores permanentes. o autor destaca além de São Paulo as cidade de (A)Cuiabá e Curitiba. (C)o predomínio de escudos e maciços cristalinos. inibindo o desenvol vimento industrial regional. C. F.p. p.(C)a concentração da economia nordestina no setor de exploração e refino de petróleo. Com base nesses mapas. Geografia do Brasil. tivemos várias cidades no Brasil cujas condições de situação ou posição interferiram no crescimento urbano e na conquista de uma condição privilegiada na hierarquia das cidades. 2000. ambas situadas em áreas de planaltos já bastante dissecados e. (C)pela importação de modelos agrícolas criados em áreas temperadas facilmente adaptados às nossas condições de tropicalidade.S. (E)pela introdução de maquinário pesado que dificulta o processo de lixiviação dos solos e conserva sua fertilidade natural. facilmente. (E)Florianópolis e São Luís situadas em ilhas o que lhes garantiu amplas possibilidades de tornarem-se entrepostos comerciais agroexportadores. 71-ENEM-2007-OBSERVE O MAPA: Os mapas I e II mostram o rendimento médio da produção de soja por microrregião do Brasil. J. (B)a ocorrência de dobramentos modernos. uma no litoral e outra no planalto.respectivamente. (E)) a maior presença.

houve necessidade de pouco investimento. observa-se que o rendimento médio da produção de soja decresceu em todas as microrregiões. E)volatilidade do câmbio do dólar. Como é possível preservar essas culturas amazônicas no mundo contemporâneo? – É um enorme dilema. B O aumento das áreas de produção de soja justifica a queda no rendimento médio da produção da soja no período assinalado. apesar de o Nordeste brasileiro ser rico em recursos hídricos. inclui-se A) a falta de informação com relação à melhor utilização da água. pois. aliadas à falta de planejamento dos órgãos públicos com relação à gestão da água e às condições geoambientais desfavoráveis. elaboração e distribuição de produtos da agricultura e da pecuária e envolver desde a produção e o fornecimento de recursos até sua destinação final para os consumidores. é apontada como a pior consequência da crise.gov. 73-CESPE-UNB-2009.” National Geographic Brasil. D) Constatou-se a diminuição dos fluxos de migração para as áreas de fronteira.br> (com adaptações). 76-UFTO-2009. Com relação ao Nordeste brasileiro. segundo empresários do setor. o principal fator que provoca essa redução é a A)ausência de políticas para o setor. B) O mercado do agronegócio brasileiro segue inteiramente o padrão de competitividade internacional. De acordo com analistas da crise. no Brasil. uma atividade econômica responsável pela movimentação de cerca de US$ 5 bilhões anuais. 16. Vai faltar água para beber. B) Sendo o agronegócio uma atividade extensiva. . ao incluir as instituições que desenvolvem atividades no processo de produção. os complexos agroindustriais brasileiros apresentam significativa importância na economia do país. 74-CESPE-UNB-2009. é preciso estabelecer um programa de atividades que permita obtenção de renda às comunidades para que elas possam preservar suas culturas. há pouca utilização de grandes rios perenes.A crise internacional desencadeada no final de 2008 afeta o turismo no Brasil. assinale a opção correta. No Brasil. C A presença da produção de soja nos estados da região Norte do país é um indicativo da expansão das áreas de produção de soja no Brasil. embora haja grande riqueza hídrica em subsolo sedimentário do Nordeste. 72-CESPE-UNB-2008-Verificou-se. porém o volume de água é desigualmente distribuído. que conheço melhor.Atualmente. C) a deficiência de planejamento por parte dos órgãos públicos na gestão dos recursos hídricos.“– Além da diversidade ecológica. a Amazônia possui igualmente variedade de culturas tradicionais. No que diz respeito a esse assunto.O Brasil é considerado um país rico em termos hidrológicos. as secas sucessivas. D) A constituição do complexo agroindustrial no Brasil é recente e remonta à última década. acerca da Amazônia. tratamento não condizente com a importância que a água tem ou que deveria ter na vida das pessoas. uma vez que. Quanto ao assunto desenvolvido no texto acima. é muito provável que. 75-UFTO-2009. essa previsão não é difícil de ser feita. p. C) A agropecuária brasileira está hoje integrada com os demais setores da economia brasileira. assim como o fato de a região nordestina possuir algumas características geoambientais que induzem naturalmente à escassez de água. A concretização desse cenário é uma mera questão de tempo.fundaj.A Comparando-se os mapas. De acordo com pesquisas da Fundação Joaquim Nabuco. 2009. No caso dos índios. D) a indisponibilidade de grandes reservas de água no Nordeste. fazem com que tenhamos plena convicção do colapso iminente desse setor. A) O processo de desenvolvimento do setor agrícola ocorrido nas últimas décadas esteve desvinculado das estratégias governamentais. Assinale a opção correta com relação às características desse processo. entre as causas da iminente escassez de água no Nordeste brasileiro. Temos a obrigação de preservar as culturas da Amazônia. tendo em vista o tratamento inadequado exercido pelas populações nos parcos volumes hídricos existentes. C) O aumento da produtividade agrícola e o crescimento da agroindústria são reconhecidos. fev. a expansão da fronteira agrícola e do agronegócio. D A falta de investimentos em tecnologia teve como causa a diminuição no rendimento médio da produção de soja. o que não significa deixá-las isoladas. A) O Sudeste foi a região geográfica do país onde se deu a expansão da fronteira agrícola. A redução das vendas de pacotes de viagem. sobretudo para o exterior.Analise o trecho da entrevista concedida pela geógrafa Bertha Becker. B) o desprezo pelas reservas subterrâneas. a água passe a ser tão preciosa para as populações do planeta como são o ouro e o petróleo. Internet: <www. B)desarticulação entre agentes de viagem. nenhuma cultura sobreviverá. é correto afirmar que. C)ineficácia de agências reguladoras. Sem formas de manter-se economicamente. muita água é desperdiçada pela população. D)instabilidade política do país. no início do terceiro milênio.

apenas. B)ocorre expansão da população economicamente ativa. C)é mantida a tendência de incremento da população jovem. por A)mar de morros. E)floresta decídua 78-UFTO-2009. como minério de ferro e manganês. E)existe grave desamparo à criança e ao adolescente no País.A indústria siderúrgica no Brasil apresenta uma concentração espacial nos estados da região Sudeste. essa associação favorece o aparecimento da formação vegetal denominada A)mata de araucárias. 80-UFTO-2009. D)planaltos escarpados. Anuário Estatístico do Brasil. B)tabuleiros interioranos. apenas. 79-UFTO-2009. B)I. E)sociobiodiversidade.Em amplas áreas do Brasil central.OBSERVE A FIGURA: Utilizando-se o critério da altimetria na análise da figura acima. C)economia de escala. . 1995. II–grande presença de matérias-primas. III–significativo mercado consumidor. D)é alterada a tendência de avanço da transição demográfica.vel da Amazônia. são indicados os seguintes fatores: I–maiores jazidas de carvão mineral no País. II e III. D)floresta aciculifoliada. B)mata de cocais. III e IV. predominantemente. 2-9 e 2-17 A análise do gráfico sobre a estrutura da população brasileira conduz à conclusão de que A)há retração dos gastos efetivos com a previdência social. E)depressões fluviais. Para explicar essa concentração. Ao longo dos rios. apenas.BRASIL: POPULAÇÃO SEGUNDO GRUPOS DE IDADES (%) EM RELAÇÃO À POPULAÇÃO TOTAL Gráfico elaborado com base nos dados do IBGE. C)I. pp. ao enfocar diretamente a questão da A)política assistencialista. C)serras elevadas. deduz-se que o relevo do centro-norte do Estado do Tocantins é marcado. Dos fatores indicados. é comum verificar-se uma associação ecossistêmica estreita entre formação vegetal e umidade fornecida pelos cursos d’água. IV–densa rede de transporte. está(ão) correto(s) A)I e II. B)nanotecnologia. 77-UFTO-2009. C)mata ciliar.A resposta da geógrafa visa ao desenvolvimento sustentá. D)economia informal.

no segmento de baixas latitudes (5°16’ de latitude norte a 33º45’ de latitude sul). em sua quase totalidade. III e IV. apenas. C)granito e argila. II.No território brasileiro encontramos problemas associados à erosão dos solos. fundamentalmente. 82-ENEM-2007. destacam-se os latossolos. devido a uma série de fatores como: propriedades físicoquímicas. revelando marcas de tropicalidade.D)II. D) quartzito e arenito. III e IV.Um tipo de rocha ígnea e um tipo de rocha metamórfica. respectivamente: A)horizonte B em avançado estágio de intemperização / em áreas de vegetação de floresta ede campo de cerrado B)horizonte B com estrutura pouca desenvolvida / em áreas de vegetação de cerrado e de campos C)horizonte B textual com acumulação de argila /em áreas de vegetação de campos e florestas D)horizonte B com estrutura bem desenvolvida /em áreas de vegetação de florestas e campos B)tropical continental C)equatorial atlântica D)equatorial continental 85-UFPI-2006- 86-UFPI-2006 83-ENEM-2007-O território brasileiro se situa. são: A)gnaisse e arenito. tipo de cobertura vegetal. tropicalidade dos climas.O escudo cristalino que compõe a estrutura geológica do território brasileiro é constituído. respectivamente. na primavera e verão. B) granito e gnaisse. Dentre as classes de solo encontrados no Brasil. por rochas ígneas ou magmáticas e metamórficas. E)I. na qual temperatura e umidade apresentam características semelhantes. que se caracteriza por: A)apresentar amplitude térmica anual inferior a 10°C ocorrer no extremo sul do país B)apresentar amplitude térmica anual superior a 10ºC ocorrer no extremo norte do país C)apresentar temperaturas médias superiores a 18ºC ocorrer em 95% do território brasileiro D)apresentar temperaturas médias inferiores a 18ºC ocorrer em 15% do território brasileiro e e e e 87-UFPI-2006 84-ENEM-2007-As massas de ar correspondem a uma porção extensa e espessa da atmosfera. formas de declividade e uso e manejo inadequado. é denominada: A)tropical atlântica . E)ardósia e sienito. a que se origina no Atlântico Norte no anticiclone dos Açores é quente e úmida. 81-ENEM-2009. que se caracterizam por apresentarem e se localizarem. Dentre as massas de ar encontradas no território brasileiro. forma os ventos alísios de nordeste e atua principalmente no litoral das Regiões Norte e Nordeste.

d) As grandes bacias sedimentares brasileiras desenvolveram-se no interior do cráton.100. 1998). cujos limites se estendem aos países vizinhos. c) O escudo das Guianas. No seu alto curso foi construída a hidrelétrica de Tucurui. que drena uma das áreas físico-ambientais mais complexas do Brasil. 1999. Sandra Baptista et al. bem como a perda de qualidade das suas águas. 90-NUCEPE-2009-“As águas superficiais constituem parte da riqueza dos recursos hídricos de um país. Geologia Geral. de maneira definitiva. e das vazantes. cujo embasamento de evolução geológica é muito complexo.000 km² tem uma enorme importância econômica e social . de tal forma que os dobramentos são irrelevantes. FONTE: POP. afetadas pela atividade mineradora. Nesse sentido. semelhante ao da bacia amazônica. bem como o uso dos recursos hídricos. econômico e social. com enchentes no verão. 89-NUCEPE-2009-Do ponto de vista geológico. e) Na Bacia do Maranhão-Piauí. Apenas uma parte do país. situada a Nordeste. (CUNHA.000 mm anuais e até em algumas regiões menos de 500 mm anuais de precipitação”. assinale a alternativa CORRETA: a) Na bacia Amazônica. foram pouco afetadas por tectônica plástica. o problema de escassez de água no semi-árido. por isso são denominadas de bacias intracratônicas. b) As sequências deposicionais das grandes bacias sedimentares brasileiras mostram que. é constituído por rochas cristalinas Considerando as potencialidades hídricas do Brasil. situado na porção mais setentrional do país. b) Na bacia do Tocantins predominam dois tipos de regimes fluviais: o tropical boreal. Esse embasamento acha-se extensamente exposto em grandes escudos. recebe menos de 1. em geral. arenitos e calcários. Pedra de Fogo e Cabeças.000 mm. de grandes impactos ambientais. o Brasil está totalmente contido na Plataforma Sul-Americana. o projeto de transposição de suas águas irá resolver. e o regime equatorial. que abrange cerca de 3.500 mm anuais e em 1/3 da área total esse volume atinge mais de 2. superiores a 1. os elevados valores de precipitação nos hemisfério austral e boreal. tendo em vista que as áreas mais críticas serão beneficiadas por esse grande projeto. assinale a alternativa CORRETA: a) O embasamento cristalino corresponde a todas as rochas não afetadas por dobramentos e metamorfismos antes da sedimentação das grandes bacias brasileiras como a Amazônica. Os processos de acumulação sedimentar são relativamente antigos. remontando à era Arqueano. Geomorfologia do Brasil. No caso brasileiro. onde se destacam as formações Serra Grande. que ocorrem no verão-outono. quartzitos. Rio de Janeiro: Bertrand. que ocorrem no inverno-primavera. ferro e ouro. c) A bacia do São Francisco. José Henrique.A. onde se encontram importantes reservas minerais como manganês. separados entre si por coberturas fanerozóicas. como a perda de parte do ecossistema natural que ficou submerso. a rede fluvial é importante recurso natural. considerando as abordagens atuais sobre o tema e servindo-se do mapa acima. o que permitirá o suprimento para as diversas demandas de água no Sertão. onde se registram valores elevados. bem como o degelo na região andina ocasionam amplitudes reduzidas entre o nível máximo das enchentes.país de extensão continental. o semiárido nordestino. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S. d) A bacia do Prata. as unidades estratigráficas vão desde o Mesozóico Superior ao Paleozóico inferior. A riqueza dos recursos hídricos deve-se à distribuição da pluviosidade no território nacional.88-UESPI-2007 como gnaisses. contando em seu território com a maior bacia fluvial do mundo em extensão e em volume de água. a do Maranhão-Piauí e a do Paraná. Em relação ao embasamento estrutural brasileiro. tem uma imensa importância regional sob os pontos de vista ecológico. datando a partir do período triássico da era paleozóica.

O trabalho se complica porque o espaço acumula defasagens e superposições de divisões do trabalho – sociais e territoriais. drenagem exorréica intermitente. relevo marcado por vastas depressões interplanálticas oriundas dos processos de pediplanação no decorrer do Considerando-se a problemática da periodização como fundamento para compreender o processo de formação do território brasileiro. essa bacia é afetada por graves problemas que degradam a qualidade dos recursos hídricos. São Paulo: Ateliê Editorial. revestidos por bosques de araucárias de diferentes densidades.. tais bacias hidrográficas constituem-se em importantes estoques de água potável para o país. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. tais como o despejo intensivo de agrotóxicos. pois é também a soma e a síntese das histórias de suas regiões. uma e diversa. drenagem extensivamente perene relacionada à regular distribuição da pluviosidade ao longo do ano. Maria Laura. c) O domínio dos chapadões recobertos por cerrados e penetrados por florestas-galeria (IV) apresenta um quadro paisagístico azonal marcado pelo arranjo monótono e homogêneo de áreas savânicas onde se destacam formas topográficas mamelonizadas. um esforço de periodização é essencial. bem como o lançamento de efluentes domésticos e industriais. superposição de solos. aquilo que também se costuma chamar de desigualdades ou desequilíbrios regionais”. assinale a alternativa CORRETA. Milton. drenagem originalmente perene até para o menor dos ramos das redes dendríticas. Terciário e do Quaternário. 2003). drenando áreas metropolitanas na sua porção superior. assinale a alternativa CORRETA. vertentes mamelonizadas. (AB’SABER. mas em cada lugar elas funcionam sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades regionais. Em relação aos grandes domínios morfoclimáticos brasileiros.) a) O domínio morfoclimático dos “mares de morros” (III) apresenta como principais características. Tomando tais meios geográficos como possibilidade de construção de uma proposta de compreensão da formação do território brasileiro. cobertura florestal contínua na paisagem primária desde o fundo dos vales até as mais altas vertentes e interflúvios. Nesse sentido. as variáveis do espaço são assincrônicas. variando entre 800 e 1. tipos de solos. Trata-se de encontrar e desenvolver nexos horizontais e verticais. 92-NUCEPE-2009-“A história do território brasileiro é. Para a Geografia é de fundamental importância a compreensão dos diferentes meios geográficos que se apresentaram e que tem se apresentado ao longo da história do Brasil. a seguinte combinação de fatos fisiográficos: decomposição profunda e universal das rochas cristalinas ou cristalofilianas. da sociologia. De um ponto de vista genético. as características dominantes são: alterações superficiais das rochas em função do predomínio da intemperização química. Leste e Sudeste drenam áreas pouco populosas. solos pobres e lateríticos. e) As bacias do Atlântico Nordeste. e) O domínio das Araucárias (VI) é caracterizado pela existência de planaltos de altitude média. . pois basta que nos equivoquemos quanto à hierarquia dos fatores em um dado momento para que o nosso edifício intelectual se mostre sem firmeza. existem diferentes fatores que favorecem a análise da formação do espaço brasileiro. domínio de vegetação xerofítica com baixa diversidade de composição florística. drenagem superficial perene alimentada permanentemente pelo vasto lençol subterrâneo. d) O domínio das pradarias mistas do Rio Grande do Sul (V) caracteriza-se por ser típico de zona temperada cálida. Os domínios de natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. (SANTOS. da história etc. Rio de Janeiro: Record. subúmida. Para entendê-la no seu processo e na sua realidade atual. E esta é uma tarefa temerária. 2002. A. Entendemos por domínio morfoclimático e fitogeográfico um conjunto espacial de certa ordem de grandeza territorial – de centenas de milhares a milhões de quilômetros quadrados de área onde haja um esquema coerente de feições de relevo.para o continente sul-americano. Tais fatores estão presentes no campo da economia. sendo a mais densamente ocupada nesse continente. indicando flutuações climáticas no Quaternário.. Em virtude dessa densa ocupação. apresenta colinas pluriconvexizadas (coxilhas).300 m. o que se reflete no baixo nível de degradação ambiental dessas bacias hidrográficas. a um só tempo. b) No domínio das depressões interplanálticas semiáridas do Nordeste (II). drenagem perene pouco volumosa. 91-NUCEPE-2009-“. SILVEIRA. formas de vegetação e condições climático-hidrológicas”. N.

a) Consideram-se como meios “naturais”. que teve seu povoamento consolidado a partir da segunda metade do século XIX. b) Apenas as afirmações constantes dos itens II e IV estão corretas. a) Apenas as afirmações constantes dos itens I e II estão corretas. a segunda região mais populosa do país. Em relação à modernização das atividades agrárias no Brasil. A respeito das afirmações constantes dos itens I a V. através da intervenção planejada do Estado. 93-NUCEPE-2009-A modernização da agricultura no Brasil deve ser compreendida no interior do processo de internacionalização da economia brasileira sob a lógica da evolução do capitalismo mundial. com a imigração européia baseada nas relações de trabalho livre. formando um conjunto integrado de “ilhas” econômicas. desde o início da sua ocupação.O processo de industrialização da agricultura no Brasil tem consolidado gradativamente a separação entre a cidade e o campo. c) A partir da década de 1940 se estabelece no Brasil uma rede de cidades. . com a abertura de rodovias. Nesse período ocorre o início da hegemonia de São Paulo. quase sempre em detrimento das culturas de produtos alimentícios destinados ao mercado interno. III . além do crescimento global da população brasileira e a transformação das velhas estruturas econômico-sociais. que ganha novos conteúdos e impõe novos comportamentos. embora se pudesse diferenciar a existência de um centro e uma periferia econômica. d) A industrialização e a produção agrícola mais modernizada no país. II e III estão corretas.A expansão das relações de trabalho capitalistas no campo brasileiro tem contribuído para a eliminação de relações tradicionais de trabalho como a parceria e o trabalho familiar. de dinheiro e de idéias em um espaço marcado pela rigidez da globalização. verificamos que ocorreu um processo marcado por formas desiguais de desenvolvimento econômico. d) Apenas as afirmações constantes dos itens III e IV estão corretas. ao seu modo. não foi capaz de corrigir as disparidades regionais. entre o rural e o urbano. que corresponde ao domínio amazônico. bons níveis de produtividade. marque a alternativa CORRETA. além dos grandes projetos agropecuários e minerais. c) O Nordeste. a partir da década de 1970. apesar de tirar o país da condição de subdesenvolvimento. ainda é a área mais pobre. e) A região Norte. em que cada grupo.A questão dos financiamentos agrícolas no Brasil tem reforçado a expropriação no campo. c) Apenas as afirmações constantes dos itens I. é ainda uma imensa superfície florestada e um grande vazio demográfico. b) A industrialização do Brasil implicou em importantes mudanças nas relações da divisão internacional do trabalho. o que contribuiu para ampliar o grau de diferenciação regional no país. o que permitiu um forte desenvolvimento industrial desvinculado da industrialização da região Sudeste. com sua participação na renda nacional superior ao seu peso demográfico.A modernização agrícola no Brasil tem sido marcada pela rápida expansão das culturas dos gêneros comerciais de exportação. é CORRETO afirmar que: a) Os desequilíbrios regionais resultam da posição ocupada pelo Brasil no interior da nova divisão internacional do trabalho que se estabeleceu entre os países desenvolvidos e alguns países subdesenvolvidos industrializados. IV .A internacionalização da economia brasileira tem levado à industrialização da agricultura. o período marcado pelos tempos lentos da natureza comandando as ações humanas de diversos grupos indígenas e pela instalação dos europeus.demonstrando um crescente processo de interrelacionamento entre a agricultura e a indústria. ampliando as disparidades já existentes. a partir da década de 1960. permitindo que o país entrasse no rol dos países que exportam produtos industrializados. e) A união entre a ciência e a técnica. II . com o crescimento industrial do país. analise as afirmações constantes dos itens abaixo e assinale a alternativa CORRETA: I . permitiram o adensamento populacional em manchas na porção setentrional da grande massa florestal. transforma o território brasileiro. d) A região Sul. apresentou. V . Este processo colocou a região Sudeste na vanguarda do país na nova divisão internacional do trabalho. A partir da temática relacionada às diferenciações regionais no Brasil. 94-NUCEPE-2009-Ao analisarmos as transformações socioespaciais ocorridas no Brasil a partir da década de 1950. graças às possibilidades da produção e da circulação de produtos. tais como a zona canavieira no Nordeste ocidental e o desenvolvimento da pecuária extensiva no sertão semiárido. com uma hierarquia nacional. Os esforços de ocupação realizados a partir da década de 1970. contribuíram para reduzir a tendência da disparidade estrutural do espaço nacional. b) A formação dos sucessivos meios técnicos no Brasil está associada às demandas externas. tendo em vista que a maior parte dos créditos agrícolas tem sido destinada aos grandes proprietários. A industrialização do Brasil. e) Apenas as afirmações constantes dos itens IV e V estão corretas. o que propiciou a mecanização seletiva e incompleta de algumas áreas. buscava se adaptar aos sistemas naturais. A integração regional do Nordeste ao centro dinâmico é um processo que se completou na década de 1970.

o que confirma o seu atraso econômico em relação às demais regiões do país C) A criação da Zona Franca de Manaus fez parte do conjunto de ações do Estado brasileiro para promover a ocupação e o fortalecimento econômico da região. assinale a opção correta. A) A Amazônia deixou de ser uma das áreas de maio biodiversidade do mundo em função do acelerado desmatamento. devido ao incentivo recebido pelas empresas agropecuárias. IV O Pará tem-se mostrado o estado de menor crescimento econômico da região Norte. C) A altitude é um fator irrelevante na configuração das paisagens brasileiras. D) O início da degradação de paisagens naturais brasileiras coincide com o início do processo de industrialização. B 2. C 3.95-CESPE-UNB-A disputa pela posse de terras é um grave problema enfrentado no estado do Pará. D 4. observa-se uma forte concentração de terras. D) A região tem apresentado uma piora nos indicadores sociais. . 96-CESPE-UNB-Nos anos de 60 e 70 do século passado. o que justificou o retorno da população da cidade para o campo e à retomada do foco na agricultura de subsistência. intensificando-se com a modernização agrícola ocorrida nos últimos tempos. decorrente do crescimento populacional e do aumento da pobreza. A quantidade de itens certos é igual a A 1. assinale a opção correta. aplicando recursos em estradas comunicações e na geração de energia na Amazônia. 97-CESPE-UNB. IV A invasão de terras indígenas é motivo de conflitos. julgue os itens a seguir. II No Pará. como pode ser verificado no semi-árido. Levando em conta as causas dos conflitos por terras nessa região. B) Na região Norte. tem produzido problemas ambientais como a poluição da água. o Estado brasileiro investiu em infra-estrutura. haja vista no território brasileiro predominarem formas de relevo já bastante rebaixadas por processos exogenéticos. julgue os itens seguintes. ao lado da urbanização. Acerca dessas áreas. A) As áreas de paisagens naturais e a existência de determinadas espécies estão associadas ao elemento clima e a suas variações. Em relação a esses fatos. III A extração de produtos florestais no Pará é uma atividade insignificante na economia do estado. a maioria da população vive no campo engajada em atividades extrativas.OBSERVE A FIGURA: No mapa acima. III Com a destruição das florestas do sudeste asiático. o que contribui para a preservação das reservas extrativistas. em que se destacam ramos industriais como o de eletroeletrônicos e o de informática. física e cultural dos grupos indígenas se vê ameaçada por atividades econômicaslevadas a efeito na região. B) O índice pluviométrico anual é fator suficiente para determinar a fisionomia de uma determinada paisagem. I Os fluxos migratórios existentes no estado têm aumentado os conflitos pela posse da terra. como pode ser observado no aumento da mortalidade infantil na última década. 98-CESPE-UNB-2008-A região Norte vive atualmente muitos problemas e desafios em razão de sua riqueza natural e da possibilidade de exploração de uma grande variedade de recursos. uma vez que a integridade espacial. a região Norte brasileira é vista como uma importante reserva de madeiras tropicais para o mercado internacional. encontram-se identificadas áreas de paisagens naturais brasileiras. II O crescimento populacional na região. o que promoveu uma nova organização espacial na região Norte Acerca dos aspectos que caracterizam a dinâmica da região Norte nos dias de hoje. já que outras regiões do país mais industrializadas têm maior peso na economia nacional. I A integração do Brasil à economia mundial tem aliviado as pressões na região quanto à aceleração da exploração de recursos naturais e à amplificação de impactos ambientais. o que também explica o fato de a população rural ser maior que a urbana.

Hora no Rio de Janeiro no momento da decolagem. b) no Brasil. C) indicadores sociais. B) características econômicas.Hora em Londres (próxima ao meridiano de Greenwich) no momento da decolagem de Rio Branco. 103-UFPI-2007-. D 4. caso o relógio não tivesse sido acertado. c) no Brasil e em muitas outras áreas do globo. assinale a opção correta. Sobre a posição astronômica do I . C) A densidade demográfica da população brasileira difere de distribuição espacial dos principais municípios brasileiros. a distribuição espacial dos principai municípios brasileiros revela uma maior densidade populaciona ao norte do país.Hora que o relógio do passageiro estaria marcando na chegada ao Rio de Janeiro. C 3. é o delimitado pelo meridiano de Greenwich. III . A) De acordo com o mapa. IV . Um avião parte de Rio Branco (Acre) às 10 horas da manhã do dia 15 de julho com destino ao Rio de Janeiro. como no mundo inteiro. é a) no Brasil. Pergunta-se: BRASIL: FUSOS HORÁRIOS Considerando o mapa das principais sedes municipais brasileiras mostrado na figura acima. II .Hora em Rio Branco no momento do pouso no Rio de Janeiro. O tempo de viagem é de 4 horas. os limites teóricos são substituídos por limites práticos que levam em conta fronteiras políticas. 100-CESPE-UNB-2008. por convenção. Brasil. 101-UFPI-2006-.Hora no Rio de Janeiro no momento do pouso.OBSERVE A FIGURA: a) a maior parte do território brasileiro está localizado na porção extratropical e trópico de Capricórnio atravessa a cidade de São Paulo b) está totalmente situado entre os paralelos de 5°16'19" de latitude norte e 33°49'09" de latitude sul c) fica entre os meridianos de 34°45'54" e 73°59'32" a leste de Greenwich d) está localizado quase totalmente no Hemisfério Ocidental e totalmente no Hemisfério Sul Sobre os INCORRETO afirmar que. B) Processos históricos na colonização nas terras brasileiras também contribuíram para a distribuição espacial apresentada.A quantidade de itens certos é igual a A 1. a hora legal está adiantada em relação à hora legal dos países do Oriente. D) forma de governo adotada. os fusos horários são definidos em relação ao fuso horário inicial que. d) no Brasil e em muitos outros países do globo. B 2. é correto afirmar: . como em qualquer outro país do Ocidente. 99-CESPE-UNB-2008-Os critérios utilizados nas regionalizações existentes para o território brasileiro não incluem A) características ambientais. 102-UFPI-2006- fusos horários. D) As áreas de menor adensamento de municípios são aquelas de maior e mais moderno desenvolvimento agrícola do país. V . as diferenças de fusos horários devem-se à grande extensão longitudinal de seus territórios.

e) o domínio dos "Mares de Morros" florestados. respectivamente a) 15 h. tem favorecido o desenvolvimento da pecuária. importante atividade econômica na região. a II e a III. III . é INCORRETO afirmar que: a) no domínio Amazônico. d) o domínio das Pradarias ocupa a região conhecida como Campanha Gaúcha. I . e) a especialidade do processo socioeconômico. 105-ENEM-2007. 16 h. b) I e a II apenas. num relevo suavemente ondulado. Nordeste e Centro-Sul . considerando a gênese histórica de cada complexo. b) o domínio dos Cerrados abrange as chapadas e os chapadões do Planalto Brasileiro. Brasil. como um pólo de atração demográfica.A formação das bacias sedimentares brasileiras resultou em grande riqueza petrolífera. c) I e a III apenas. 107-ENEM02006-Sobre as condições de climas. 14 h.A divisão do território brasileiro em 3 grandes complexos regionais .tem a vantagem de caracterizar a) a Amazônia. do ponto de vista agropecuário.O grande tamanho do território não só a região de maior concentração da população industrial. como região socioeconômica de poucos contrastes internos. 12 h b) 12 h. b) se as duas afirmativas são verdadeiras e a segunda não é justificativa da primeira.As respostas corretas são. A(s) afirmativa(s) correta(s) é(são): a) III apenas. 14 h. c) se a primeira afirmativa é verdadeira e a segunda é falsa. d) a homogeneidade econômica no interior de cada complexo. PORQUE A ocupação das fronteiras agrícolas se mantém crescente. d) II e a III apenas. 16 h. associada à topografia predominantemente plana. 14 h. tem sua importância associada. como também ao fato de constituir um dos ecossistemas de maior biodiversidade. II . com seus recursos explorados a partir de um planejamento global do Estado. não só ao equilíbrio ambiental na região. em decorrência do turismo. c) a mata dos pinheirais ocupa solos espessos em climas equatoriais. 15 h d) 12 h. conserva ainda hoje a sua cobertura vegetal primitiva. transformando o Brasil num país auto-suficiente nesse produto. 14 h. Assinale: a) se as duas afirmativas são verdadeiras e a segunda é justificativa da primeira.A vegetação das pradarias no pampa gaúcho. 16 h. d) se a primeira afirmativa é falsa e a segunda é verdadeira.Sobre a questão ambiental no brasileiros. leia as afirmativas a seguir. d) as condições edafo-climáticas da floresta amazônica não diferem daquelas que ocorrem nos cerrados e na mata atlântica 108—ENEM-2009. 109-ENEM-2009. em função da grande extensão de terras devolutas no Brasil.O Centro-Sul do Brasil tornou-se c) a semi-aridez é responsável pela pouca decomposição química das rochas no domínio da Caatinga. é verdadeiro afirmar que: a) o domínio dos cerrados é típico dos climas tropicais do Brasil central.Amazônia. 14 h. c) o Centro-Sul. 14 h. e) I. b) o Nordeste. 15 h c) 10 h. b) a área do pantanal mato-grossense tem solos parcialmente inundados e condições climáticas subtropicais. mas também da produção agrícola do País. e) se a primeira e a segunda afirmativas são falsas. elemento marcante da paisagem amazônica. solos e vegetação do Brasil. 15 h 104-UESPI2006. 106-ENEM-2007 Sobre os domínios morfoclimáticos brasileiro e suas características naturais favorecem o país quanto às potencialidades relacionadas ao aproveitamento econômico de seus recursos. 14 h. 16 h. domina uma floresta heterogênea e latifoliada. ricos em espécies vegetais. 14 h.A floresta equatorial. assinale a afirmativa CORRETA: . Sobre esta questão.

d) tropical típico. . conhecidas como a) chuvas de verão ou frontais. b) equatorial. pois a diferença entre a média do mês mais quente e a do mês mais frio não ultrapassa 3 °C. 110-ENEM-2009- (08) O Chile. c) Os problemas ambientais não se restringem somente às áreas hiperurbanizadas da região do centro-sul. provoca chuvas abundantes. as características 111-ENEM-2005. d) II e III. As chuvas do tipo convectivo ocorrem durante todo o ano. d) A mudança das políticas de trânsito nos centros urbanos tem provocado a diminuição do predomínio do automóvel particular e o aumento considerável do transporte coletivo. mas chegam também ao meio rural.000 mm. pode ocorrer a chamada friagem. grande parte do território brasileiro é a equatorial continental. b) Massa Equatorial Atlântica. o Brasil possui um único fuso horário.a) Mesmo com o inchamento dos grandes centros urbanos. principalmente do sudeste. Soma ( ) 112-ENEM-2005-Durante o inverno. Quente. que varia entre 1.A massa de ar que abrange Estão corretas somente apresentadas em: a) I e lI. 115-UFPI-2010-Observe os mapas a seguir. que abaixa as temperaturas em São Paulo. c) litorâneo úmido. b) I e III. b) chuvas de verão ou orográficas. este clima apresenta elevadas temperaturas sempre superiores a 24 °C e pequena amplitude térmica anual.Sobre a localização do Brasil é CORRETO afirmar que: (01) O Brasil localiza-se na América do Sul. que reduz a temperatura no Amazonas 113-UESPI-2008-No Brasil. e) úmido de encosta 114—UESPI-2008. que aumenta a temperatura no Ceará. c) Massa Equatorial Continental. principalmente nas áreas que passaram por um processo de intensa modernização agrícola. por meio da ação da a) Massa Tropical Atlântica. a Bolívia e o Equador são os únicos países da América do Sul que não fazem limites com o Brasil. as prefeituras e os órgãos de defesa do meio ambiente conseguiram preservar as encostas. Mas o que torna este clima singular é o volume de precipitações. que diminui as chuvas no Rio Grande do Sul. b) O processo de industrialização e modernização da sociedade brasileira diminuiu em grande parte as péssimas condições de moradia através da melhoria da distribuição da renda.800 e 3. e) Massa Polar Atlântica. e) O aumento acelerado de grandes áreas verdes nos centros urbanos. que incrementa as chuvas em Brasília. e) chuvas de inverno ou orográficas. (04) Santa Catarina e Rio Grande do Sul são os dois únicos estados inteiramente abaixo do Trópico de Capricórnio. áreas de risco e mananciais. ocupando a porção centro-oriental do continente. e) II e IV. d) chuvas de inverno ou frontais. não existindo um período seco. As características descritas referem-se ao clima a) tropical de altitude. d) Massa Tropical Continental. O quadro abaixo apresenta algumas características de Estados brasileiros. tem ajudado a diminuir a poluição desses grandes centros. úmida e instável. (16) Apesar de ser um país de grande extensão longitudinal. (02) A distância leste-oeste (Ponta Seixas-PB à Serra Contamana-AC) é ligeiramente superior à distância norte-sul (Monte Caburaí-PR à foz do Arroio Chuí-RS). c) chuvas de verão ou convectivas. c) I e IV.

a) Em III. por contribuir para o planejamento territorial. . e) da Depressão Sertaneja 119—UFPI-2010. por muito tempo. encontram-se as principais reservas minerais fósseis do território brasileiro. c) Em VI.A classificação do relevo brasileiro Aziz Nacib Ab'Saber reuniu as principais características do relevo e do clima das regiões brasileiras para formar. recobertos por florestas tropicais úmidas.naturais da paisagem. "Geografia . é errônea. d) da Serra do Mar. visto que aqui já ocorreram vários tremores com magnitude acima de 5° na Escala Richter. A sismicidade brasileira é modesta se comparada à da região andina. 1986). formado predominantemente por planícies.a construção do mundo". as planícies. Ross (1995) constitui um grande avanço no estudo geomorfológico do Brasil. d) Em V.(Demétrio Magnoli e Regina Araújo. Explica a baixa sismicidade brasileira em relação à região andina: a) a distância em relação às bordas leste e oeste da Placa Tectônica Sul-Americana. portanto. coxilas e chapadas sedimentares constituem o domínio das florestas subtropicais aciculifoliadas. marque a alternativa correta. como os eventos em Pacajus (CE. c) do Planalto da Borborema. o geógrafo De acordo com as informações do mapa. Esses fatos indicam que o risco sísmico em nosso país não pode ser ignorado. com baixas amplitudes térmicas e recoberto por matas tropicais. formadas por deposições do período Quaternário. b) da Chapada Diamantina. d) Tropical atlântica durante o ano todo. de o território brasileiro ser absolutamente estável geologicamente e. As superfícies apresentam-se notavelmente aplainadas e ainda em processo de consolidação. d) a causa desses tremores ser justificada pela atividade mineradora no território brasileiro. mas é significativa. c) Equatorial continental no verão e Equatorial atlântica no inverno. Sobre esse assunto considere o mapa a seguir. do Pré-Cambriano. 1980) e em João Câmara (RN. de clima temperado. nos planaltos tabulares basálticos. S. 117-UFPI-2010. c) a inexistência de atividade vulcânica. A dinâmica das massas de ar é um dos fatores que explica a caracterização climática de uma área. o relevo descrito está presente nas feições a) do Pantanal Mato-grossense. e) Equatorial continental no verão e Tropical atlântica no inverno 116—UFPI-2010. A leitura e a interpretação dos mapas indicam que o clima do território goiano é influenciado pela atuação da massa a) Equatorial continental durante o ano todo.Na década de 1960. encontra-se o domínio dos planaltos e da bacia sedimentar do Paraná. causadora dos abalos sísmicos de maior intensidade. o que denominou de "domínios morfoclimáticos". 118—UFPI-2010-São as únicas unidades do relevo brasileiro cujo arcabouço consiste em bacias de sedimentação recente. b) Tropical atlântica no verão e Polar atlântica durante o inverno.) No Brasil.A idéia propagada. a ação dos agentes modeladores sobre o substrato geológico cristalino produziu um relevo típico de morros arredondados que constituem o domínio dos "mares de morros florestados". b) Em II. livre de terremotos. com os demais elementos feita por Jurandyr L. b) a baixa altitude média do relevo brasileiro.

cuja formação ocorreu no Pré-Cambriano. associe adequadamente as características apresentadas no bloco inferior. situado acima dos 1. nota-se que os rios formadores das bacias amazônica e tocantins-araguaia são originários de três divisores d'água principais. uma vez que o modelado dos planaltos . Considerando-se esse tipo de relevo. c) 4 . se situam acima dos 1. (02) As Bacias do Rio Paraná e do Rio São Francisco. d) 5 .Os divisores d'água constituem Um estudante de Geografia. do Rio Grande do Sul a São Paulo. b) CORRETA. 1 . uma importante referência para a delimitação de uma bacia hidrográfica. uma vez que os planaltos foram esculpidos por processos bastante antigos. por causa da abundância da pesca. a relocação de povos indígenas das áreas inundadas e prejuízos à rica fauna. nos planaltos. Planalto Meridional e Serra da Mantiqueira d) Serra da Canastra. ( ) O contato desta unidade com as depressões circundantes é feito através de escarpas que. às respectivas unidades do relevo brasileiro listadas no bloco superior. (01) A Bacia Amazônica. no Brasil. pois seus rios formadores. drenada pelo rio Jacuí. b) 4 . Amazônica e do São Francisco são genuinamente brasileiras.2. o represamento deles provocará a inundação de vastas áreas cobertas de florestas.A respeito da rede hidrográfica dos brasileira. ( ) Esta unidade é constituída por morros com formas de topos convexos. em função de a maioria de seus rios ser de planície.Planaltos e Chapadas da Bacia do Paraná 2 . na escala do tempo geológico. a seguir. é a) 3 . sua forma . além do afogamento de áreas de florestas. esta definição: Planalto: Relevo plano e alto. marque a opção FALSA.2 . 120-UESPI-2010- d) INCORRETA. . Planalto da Borborema e Serra do Espinhaço 123-UFPI-2010-A respeito de bacias hidrográficas. que. conclui-se que essa definição está a) CORRETA.1 . tem elevada densidade de drenagem e vales profundos .Com base nessa classificação.1 .2.5 .ou seja. os processos de erosão superam os de acumulação de sedimentos. Ao utilizar como parâmetro a distribuição das bacias hidrográficas brasileiras. Esses divisores são os seguintes: a) Cordilheira dos Andes. apresenta altitude média em torno de 200 m.4. para oeste. e) 5 . têm elevado poder hidrelétrico.área definida por Aziz Ab'Saber como "domínio dos mares de morros". Neles está instalada a maior parte das usinas hidrelétricas do país.1 . são sustentadas predominantemente por rochas vulcânicas. ocorreram no PréCambriano.1. em que predominam rios de planalto. (08) As Bacias Platina. a mais vasta do mundo. (04) Os rios de planície da Bacia Amazônica têm como funções principais o transporte fluvial e o sustento das populações ribeir inhas. para leste. A seqüência correta de preenchimento parênteses. em um livro didático. 121-UESPI-2010. processos de acumulação de sedimentos. uma vez que atuam.Planícies e Tabuleiros Litorâneos ( ) Esta unidade. c) INCORRETA.Planaltos e Serras do Atlântico Leste e Sudeste 3 . durante a elaboração de trabalho escolar que tratava do relevo brasileiro. encontrou.000 m de altitude. e pelo rio Ibicuí. Serra Geral e Chapada Diamantina c) Planalto da Borborema. (16) A construção de usinas hidrelétricas em regiões da Bacia Amazônica provocaria.Depressão Periférica Sul-Rio-Grandense 5 .3.Planalto da Borborema 4 . Planalto das Guianas e Planalto Brasileiro b) Serra do Espinhaço. Nesse relevo. assinale o que for correto. seus afluentes e subafluentes banham apenas território brasileiro.000 m de altitude. que superam os de erosão. de cima para baixo. Planalto Meridional e Planalto Atlântico e) Planalto Atlântico. SOMA( ) 122-UESPI-2010. tem potencial hidrelétrico.nem sempre é plano. mas apresenta o inconve-niente de que. uma vez que os planaltos.

em geral.200 m. ( ) Nessa bacia hidrográfica. Já no compartimento Norte-Alto Uruguai. com elevada salinidade.4 . ( ) É a bacia hidrográfica que sofreu o maior número de represamentos para geração de energia. c) 2 . com 1. e) o uso das águas do compartimento Norte-Alto Uruguai para irrigação deixaria ácido o solo. e não são potáveis em grande parte da área. destaca-se a atuação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Enquanto em . Coluna 1 1 . nŽ 47. O aqüífero pode ser dividido em quatro grandes compartimentos.Bacia Amazônica 2 .5 .Bacia do Tocantins 3 . justificando as condições de rios exorréicos 124-UFPI-2009. A seqüência correta de preenchimento parênteses.1 . em outras./2006 (com adaptações). não é o "mar de água doce" que se pensava existir. b) 3 . sendo que os altos teores de fluoretos e de sódio podem causar alcalinização do solo. dos condicionamentos climáticos através da pluviometria. b) águas provenientes de qualquer um de seus compartimentos solidificam-se a 0 °C.Associe adequadamente cada uma das afirmações apresentadas na coluna 1.a) A maioria dos rios componentes de bacias nordestinas têm escoamento intermitente sazonal e características exorréicas. é inacessível. Suas águas são muito antigas. toda a rede de drenagem do Brasil é constituída por rios que drenam para o Oceano Atlântico.Bacia do Paraná 5 .5. que luta pelos direitos das famílias desalojadas pelas usinas hidrelétricas.-----.2 milhão de km£. da natureza dos terrenos (permoporosidade) e dos padrões de cobertura vegetal.4 . de boa qualidade e potáveis. c) O escoamento superficial depende. No compartimento Oeste. a profundidades que variam de 350 m a 1. datando da Era Mesozóica. é correto afirmar que a) seus depósitos não participam do ciclo da água. de cima para baixo. e) 2 . conhecer detalhadamente o aqüífero. d) Independentemente das condições climáticas atuais. 125-UFMA-2008- algumas áreas a água é excelente.Bacia do Uruguai Coluna 2 ( ) É a segunda maior bacia hidrográfica situada inteiramente em território brasileiro.3. para utilização de seu potencial como reservatório de água potável.1 .4. o sistema encontra-se coberto por rochas vulcânicas.4 . abr.2 . essencialmente.3 . é a) 3 .1 .split ---> Em relação ao aqüífero Guarani. dos O aqüífero Guarani. c) é necessário.5 . há boas condições estruturais que proporcionam recarga rápida a partir das chuvas e as águas são. à respectiva bacia hidrográfica citada na coluna 2. escassa ou não-potável.4. d) 2 . ( ) Parte do regime de alimentação do rio principal dessa bacia hidrográfica é do tipo nival. d) a água é adequada ao consumo humano direto em grande parte da área do compartimento NorteAlto Uruguai.5. "Scientific American Brasil". megarreservatório hídrico subterrâneo da América do Sul.Bacia do São Francisco 4 . b) O baixo potencial hidroenergético da bacia do rio São Francisco decorre da predominância de rios de planície onde os perfis longitudinais são suaves e sem rupturas topográficas.

C) A emigração do Piauí contribuiu para o crescimento demográfico desse estado no período de que trata a tabela. o crescimento da população do Piauí nesse período foi mais rápido que o crescimento da população do estado da Paraíba. como no restante do país. principalmente para as sedes municipais mais desenvolvidas. D) De acordo com os dados apresentados na tabela. o Piauí dobrou sua população. que oferecem maiores atrativos. A) O Piauí é um estado com baixo crescimento demográfico em função de sua pequena extensão territorial comparada à dos demais estados nordestinos. sobretudo em emprego. no Piauí.Ocorre. Na zona urbana. B) Com um dos maiores contingentes populacionais do país entre os anos de 1991 e 2000. O deslocamento de migrantes alcança números apreciáveis. um significativo crescimento dos centros urbanos e uma redução da população na zona rural. as maiores .QUESTÕES DE GEOGRAFIA DO PIAUI DO 126 AO 250 126-CESPE-UNB-2008-OBSERVE ABAIXO: O GRAFICO A partir dos dados apresentados na tabela acima. 127-CESPE-UNB-2008. assinale a opção correta.

em Gilbués. B) Nas exportações do estado. assinale a opção correta. encontrado no estado. C) Nas áreas de pecuária extensiva. observa-se excelente estado de conservação ambiental. 133-CESPE-UNB-2009Entre os fatores que determinam a ocorrência da caatinga no estado do Piauí está A) o índice pluviométrico anual. ao contrário do que ocorre no Piauí. Assinale a opção correta quanto à dinâmica populacional do estado do Piauí mencionada no texto acima. B) a baixa temperatura durante o inverno.Quanto ao processo desertificação no Piauí. C extinção de espécies endêmicas. concentram a maior parte da população. emprega a maior parte da força de trabalho do estado.cidades. D) Práticas conservacionistas objetivando evitar a desertificação devem levar em conta o cuidado com o solo. B exaustão do solo.Em relação à economia do estado do Piauí.As atividades que geraram impactos negativos na base física do território piauiense incluem aquelas relacionadas com o garimpo do diamante. o Brasil apresenta como característica de sua estrutura fundiária a concentração da propriedade da terra.Com relação à necessidade da preservação ambiental no Piauí. O processo de desertificação tem ampliado os seus limites em função da ausência de práticas conservacionistas. comparável ao do Sudeste brasileiro. Os fatores que contribuem para esse aumento incluem A) aumento na taxa de natalidade. D) o relevo extremamente movimentado. Por outro lado. a população do Piauí vem aumentando. mediante o combate à erosão e ao desmatamento. abrangendo comércio e serviços. B) intensos fluxos de emigração. predominam os produtos industrializados em conseqüência da política de incentivos levada a efeito pelo governo. 130-CESPE-UNB-2009. é correto afirmar que A) a chuva ácida é a principal forma de destruição de diversos tipos de vegetação existentes no estado.Assinale a opção correta quanto às espacialidades urbana e rural verificadas no Brasil comparadas ao estado do Piauí. 128. A) A população urbana do Piauí apresenta uma velocidade de crescimento menor que a rural. B) O clima semi-árido. . provocada pelas atividades agropecuárias. como Teresina. a única preocupação sempre foi a de encontrar diamante. ao contrário do Piauí. referido no texto. no sul do estado. C) a capital do estado compreende a área menos atingida pela degradação ambiental. assinale a opção correta. B) a degradação dos solos. 129-CESPE-UNB-2008. tem sido a A erosão. C) Condições socioeconômicas deficitárias verificadas no estado constituem fator relevante no crescimento da população em determinadas cidades. Picos e Floriano. é o que mais contribui para a economia do estado. diferentemente do que ocorre naquelas onde a agricultura intensiva tem levado à desertificação. A) A agropecuária se destaca devido à mecanização das atividades e ao seu alto nível tecnológico. C) No Brasil.De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A) Tal como o Piauí. o Brasil tem a maioria de sua população vivendo no espaço rural. e as conseqüências registradas ainda estão lá e se ampliam. B) De modo análogo ao estado do Piauí. C) O setor terciário. uma vez que o Centro-Sul consolidou-se como região de maior desenvolvimento do país. é reconhecida como um problema ambiental. D) O setor quaternário. Piripiri. D) No Brasil. as pequenas cidades piauienses se destacam por apresentar população predominantemente rural e sedes municipais muito pobres e desprovidas de melhores alternativas ocupacionais.Um problema ambiental causado pela atividade de garimpo do diamante. D destruição de áreas de mananciais. realizadapor pequenos agricultores em busca de terras para cultivo. de A) A falta de chuvas é responsável pela degradação ambiental que ocorre no estado e é conhecida como desertificação. movimentos migratórios deixaram de fazer parte da dinâmica populacional. Nesse caso.Parnaíba. D) É predominante a migração da cidade para o campo. D) diminuição da mortalidade infantil. 131-CESPE-UNB-2008. relativo às atividades de alta tecnologia. 134-CESPE-UNB-2009. C) a ausência de uma densa rede fluvial. B) A população urbana do estado está bem distribuída entre as cidades.provocadas pelas águas nos solos não consolidados. observa-se o crescimento das atividades primárias e a decadência do setor produtivo industrial. 132-CESPE-UNB-2009. provoca a desertificação e impede o aproveitamento econômico dasterras. C) queda na taxa de fecundidade.

Um dos indicadores mais frequentemente empregados é o índice de Gini. A) Os bandeirantes paulistas tinham como principal objetivo a busca por metais preciosos em território ainda não explorado. assinale a opção que apresenta umaconclusão correta a partir das informações do quadro acima. B) Está havendo. embora com lento 138-CESPE-UNB-2009-OBSERVE O GRAFICO-: O padrão de distribuição da renda é uma medida importante de caracterização socioeconômica de uma sociedade. B) aumenta a produtividade da agricultura de subsistência. no Piauí. D) A participação do setor privado como sujeito-chave na estratégia de desenvolvimento do estado do Piauí é maior que a do setor público. visto como uma nova fronteira para a expansão da soja. a qual estava. 139-CESPE-UNB-2007-OBSERVE O GRAFICO: . ainda em meados do século XVIII. C) As condições de rendimento da população piauiense acima de 10 anos de idade têm melhorado nos últimos anos. 137. A) O estado do Piauí é um dos estados da Federação que apresentam crescimento de riqueza. D) representa uma forma de agricultura que utiliza tecnologia agrícola moderna. O fator que faz da água subterrânea uma importante forma de reserva hídrica no estado é A) o atual regime de chuvas. A respeito desse processo. com água proveniente de fontes subterrâneas. a agricultura irrigada. uma vez que os bandeirantes paulistas organizavam acordos com os nativos a fim de evitar a resistência à escravização e à ocupação de seu território. C) O formato sui generis de colonização no Piauí. explica por que as relações sociais no Piauí eram brandas e os grupos sociais pouco diferenciados.D) o desmatamento é irrelevante quanto à questão da preservação ambiental diante da ausência de florestas no estado. necessariamente. ligada à captura e ao recrutamento de nativos para serem catequizados em aldeiase(ou) escravizados. C) a dinâmica geomorfológica da região. associado às características da sociedade estabelecida nesse estado. maior oferta de energia e abastecimento de água para a população ao longo dos anos. C) contribui para a diminuição do consumo de água pela prática da irrigação. Considerando esse índice. como o de vaqueiros e o de fazendeiros.CESPE-UNB-2009-A colonização da região correspondente ao atual estado do Piauí deu-se por esforços dos fazendeiros da Casa da Torre e dos bandeirantes paulistas que ocuparam e se estabeleceram como os primeiros habitantes de origem portuguesa em terras piauienses. B) a presença de vegetação abundante. por exemplo. D) o predomínio de litologia sedimentar. que pouco se distinguiam.Tem sido apontada uma mudança no perfil agrícola do estado a partir das plantações no cerrado piauiense. O impacto no desenvolvimento dessa atividade no estado do Piauí A) favorece o aumento do número de minifúndios. crescimento demográfico. o terceiro e último dos quais. assinale a opção correta. 136-cespe-unb-2008-A região Sudeste do Piauí caracteriza-se como de clima semiárido Nesse cenário. D) A colonização do Piauí ocorreu em três momentos distintos. surge como alternativa para a sustentabilidade econômica da atividade agrícola. B) O processo colonizador no Piauí foi tranquilo. correspondendo à consolidação do povoamento. 135-CESPE-UNB-2009.

a construção de cisternas e empreendimentos de economia solidária — são fatores que contribuíram para a estabilidade do percentual de pessoas que moram no campo no estado do Piauí. segundo o Almanaque Brasil Socioambiental (2007). assinale a opção correta. a instalação de empresas no cerrado piauiense promoveu redução do processo de extinção do cerrado. No que concerne ao aproveitamento das elevadas potencialidades agroindustriais do Piauí. D) No Piauí. o cerrado é o bioma predominante. carvão e lenha — promovem. A maior concentração desse patrimônio biológico está localizada na região Nordeste. ele não sofre com inundações. mamona. A) As empresas que exploram soja e outras riquezas do estado do Piauí — tais como eucalipto. entre 2002 e 2006. a preservação dos dois principais biomas do estado.C) Mesmo com a retirada da vegetação. assinale a opção correta. A respeito dos biomas e da hidrografia do Piauí. no período considerado. A respeito desse assunto. A rica biodiversidade dessa bacia é acompanhada pelo cerrado. a população do Piauí não apresenta tendência de envelhecimento.Compreendendo cerca de 7% do território nacional. A) Os indicadores apresentados conduzem à conclusão de que o desenvolvimento do estado do Piauí. principalmente no período de seca. devido às características desse rio. com o Programa Nacional do Biodísel. Um dos reflexos da destruição desse bioma é a enchente histórica no ano de 2009. especialmente a de soja. C) No período analisado. por isso é considerada um ambiente complexo. B) Entre as culturas em expansão. capitaneado pelo cultivo da soja e pela expansão de outras culturas. que vem sendo destruído a cada dia com a expansão desordenada das monoculturas. A) A caatinga possui uma rica biodiversidade vegetal e animal com uma infinidade de espécies endêmicas. o programa Luz para Todos. C) Os ciclos econômicos baseados em monoculturas promoveram grande desenvolvimento da região piauiense. assim permanecendo por vários anos. a caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro. enfatiza-se a recente revitalização da cultura da mamona. Contudo.A bacia hidrográfica do rio Parnaíba é a quarta maior do país e banha todo o estado do Piauí e parte do Maranhão. Acerca desse bioma no estado do Piauí. que é o maior rio legitimamente nordestino. assinale a opção correta. D) A mamona só começou a ser explorada no estado do Piauí a partir do ano 2000. pois o solo do cerrado é bastante permeável. C) A paisagem da caatinga é pobre por ser dominada por formações vegetais secas e árvores de porte baixo ou médio (3 a 7 metros de altura). a caatinga representa aproximadamente 30% da vegetação do território. pois. não há aumento do escoamento superficial. B) A caatinga piauiense abriga algumas das mais importantes áreas de preservação desse bioma no Brasil: o Parque Nacional Grande Sertão Veredas e a Serra da Bocaina. a mamona apresenta um crescente potencial comercial em função da crise da matriz energética baseada no petróleo. quando as folhas das plantas caem parcialmente. Considerando as informações acima.O crescimento exponencial da agricultura piauiense é inquestionável diante dos excelentes resultados que vem apresentando.000 km². a caatinga abriga cerca de 20 milhões de brasileiros em seus 750. assinale a opção correta. 141-CESPE-UNB-2007. B) O cerrado piauiense é considerado pelo governo federal e por produtores uma excelente fronteira agrícola a ser explorada no Brasil. não se alterou. somente na época de chuvas. apesar dos recursos investidos no período. 142-CESPE-UNB-2007. D) Políticas de fixação do homem no campo — tais como o Programa Nacional de Agricultura Familiar. A) Nos últimos seis anos. em contrapartida. 140-CESPE-UNB-2007. . Com fisionomia parecida com a de deserto e índices pluviométricos muito baixos (entre 500 mm e 700 mm anuais). B) A diminuição das taxas de mortalidade e de natalidade provocaram um decréscimo na população total do estado. D) As autoridades costumam preocupar-se com o rio Parnaíba.

145.Há pelo menos quatro anos. conforme mostra o mapa abaixo: FONTE: LIMA. em vez de ser apenas uma das regiões onde mais se aliciam pessoas pelo Brasil afora. comprometendo a capacidade de suporte dos serviços públicos na cidade. mas também de estados vizinhos para o Piauí. bem como às obras e edificações no município. 1987. d) De Minas Gerais. D)desmatamento de áreas do cerrado para fornecimento de lenha aos fornos de indústrias que se instalaram recentemente na região. Relevo Piauiense: Uma proposta de classificação. ainda que fracos. Quanto a esse tema. assinale a opção correta.143. In: Internet:<www.CESPE-UNB-2007. c) Do Poti. C) plantio de eucalipto para reflorestamento. em 1987. Suas formas de relevo dominantes são os . Teresina. Desde então. In: Carta Cepro. e) De Nossa Senhora do Livramento do Parnaguá.09% na década passada e de urbanização de 94. foi incrementado na época de sua instalação com a chegada de muitas famílias egressas: a) Do Maranhão.com> (com adaptações). B) revitalização do cultivo da mamona. segundo entidades que combatem o trabalho escravo na região. a descentralização da dinâmica urbana em Teresina foi motivada para incentivar a ocupação de áreas distantes do centro e desprovidas de impedimentos ambientais. a expansão da fronteira agrícola deu contornos trágicos à exploração da mão-de-obra rural no Piauí. embora tenha apresentado uma queda no ritmo de crescimento populacional. Neto. Iracilde Maria de Moura Fé. nº 2 agosto/dezembro. 12. ainda registrou uma taxa média de 2. D. b) Da Bahia. D) Na segunda metade da década de 80 do século XX. 146-UFPI-2006 O povoamento da Vila do Mocha inicialmente constituído praticamente por índios domesticados e por alguns escravos. Indicadores apontam para o aumento dos problemas urbanos. com a Charqueada do empresário João Paulo Diniz na vila: a) Do Marvão do Piauí. o processo de urbanização em Teresina vem desenvolvendo-se sem que se necessite modificar leis referentes ao uso e à ocupação do solo urbano. Enchente histórica é a marca da destruição do cerrado piauiense . B) A tendência relacionada à construção de conjuntos habitacionais da década de 80 do século XX cedeu espaço para o planejamento de grandes bairros ecológicos na cidade de Teresina. Teresina experimentou o impacto da urbanização.UFPI-2006-O processo de industrialização do Piaui teve seu inicio segunda metade do século XVIII. do mergulho geral das camadas suborizontais da cuesta da Ibiapaba. A) Devido a características bastante peculiares principalmente ao controle da expansão urbana por parte do governo. V. Por essa proposta foram identificados e mapeados seis compartimentos regionais de relevo no Piauí. b) De Campo Maior. c) De Pernambuco. pela migração não só do campo para a capital. 144-CESPE-UNB-2009. somente é CORRETO afirmar que: a) Os Baixos Planaltos do Médio-Baixo Parnaíba. o estado começou a registrar a ocorrência de trabalho escravo em seu território. d) De São João da Parnaíba. uma proposta de classificação do relevo piauiense baseada na identificação das grandes unidades estruturais e de depósitos de cobertura. Considerando a presente proposta de classificação do relevo piauiense. e) Do Ceará. C) Entre as décadas de 60 e 70 do século XX.A capital do Piauí. apresentam reflexos. agravado principalmente.piauigovernododesmatamento.70%. 147-NUCEPE-2009-A geógrafa Iracilde Maria de Moura Fé Lima apresentou. O assunto do texto acima está associado a uma atividade econômica desenvolvida no estado do Piauí conhecida como A) expansão das carvoarias.

. 2008) Considerando a importância da história econômica para compreendermos as formas de produção atual do espaço geográfico piauiense. dentro da bacia sedimentar do Maranhão-Piauí. correspondem a uma área tabuliforme. importante para a economia piauiense. na qual as cotas mais elevadas chegam a 600 metros de altitude. que empresta realismo àinterpretação dos diversos períodos por que passou a sociedade que se define. ou seja. Contribuíram para esse processo. faixa de áreas ao sudeste e sul do Piauí. mas esse bioma corre risco. Constitui. sendo. pertencente ao núcleo nordestino do escudo brasileiro. proporciona os elementos necessários ao equacionamento dos problemas que desafiam a nação brasileira. Este compartimento de relevo reflete a estrutura monoclinal de cuesta. b) O extrativismo vegetal teve uma importância destacada no início do século XX. Esses planaltos correspondem às superfícies tabulares de estrutura horizontal. Basta para isso justificar o aparecimento de uma história econômica do Piauí. de altitudes de até 700 metros. não conseguindo avançar em direção aos divisores d’água tabulares. por isso mesmo. c) As Depressões Periféricas. Atualmente.agrupamentos de inselbergs. enseja inclusive. C) a região do Cerrado fica confinada às áreas de vales fluviais do Estado. A exploração da borracha de maniçoba. momento do apogeu da economia canavieira na zona da mata úmida. Sobre esse tema. Essa área caracteriza-se por apresentar registros de perturbações tectônicas. elaborados de acordo com os interesses das sociedades maduras. em nossos dias. localizam-se na unidade estrutural do embasamento cristalino. sobretudo à históriaeconômica. A extensão territorial do país. apresentando um mergulho de suas camadas de oeste para leste. O conhecimento da realidade própria do país. 149-UESPI-2010-O Cerrado do Piauí se encontra essencialmente localizado sobre solos desenvolvidos em terrenos sedimentares. chegando ao Piauí em meados do século XVI. em face às dificuldades advindas das disparidades regionais. d) O contexto do pós-Segunda Guerra Mundial consolidou o modelo primário-exportador do Piauí. 148-NUCEPE-2009-“Na presente fase da sociedade brasileira. desde as origens. bastante concentrado em Teresina. através de incentivos fiscais e créditos subsidiados. implantada em ritmo acelerado. com o fim de estudar a influência que os fatores econômicos exerceram na formação do Piauí. o exame das particularidades que infundem fisionomia própria às suas diversas unidades. ao estudo das transformações da base material da civilização. B) a região do Cerrado possui expressivo potencial produtivo. impulsionada pela Guerra de Secessão norte-americana e pela alta demanda por esse produto na indústria têxtil britânica. o setor secundário. além do impulso na pecuária e na agricultura mecanizada. A caracterização de seu processo evolutivo constitui estudo indispensável à compreensão da realidade atual. ocupou áreas cada vez mais interiores em função do dinamismo da economia açucareira. assim. e) O processo de industrialização do Estado do Piauí intensifica-se apenas a partir da década de 1970. d) O Planalto Oriental da Bacia Sedimentar do Maranhão-Piauí localiza-se nos domínios da bacia sedimentar do Maranhão-Piauí. como brasileira. apresentando decréscimo altimétrico de norte para sul. Geologicamente estão estruturados sobre sedimentos Quaternários da Formação Barreiras. especialmente no final do século XVIII. ganha destaque a exportação de babaçu. b) Nos Chapadões do Alto-Médio Parnaíba observa-se o conjunto de extensos planaltos ao sul do Piauí. Esse bioma é passível de grande risco de degradação. devido ao desmatamento para fins de exploração agrícola. fertilizantes químicos e defensivos. Raimundo Nonato Monteiro de. a aplicação de corretivos do solo. desempenhou um papel fundamental na economia piauiense. absorve cerca de 40% da população economicamente ativa do estado. a informação histórica é importante. por exemplo. as superfícies de cimeira e os morros testemunhos. é CORRETO afirmar que: a) A formação econômica do Piauí está relacionada com a expansão da pecuária bovina pelo sertão nordestino. localizados ao norte do Piauí. é incorreto afirmar que: A) a exploração agrícola do Cerrado piauiense vem utilizando moderna tecnologia. no contato oeste com o Ceará. bem como examinar o comportamento da economia piauiense na evolução econômica do Brasil” (SANTANA. uma vez que se encontra submetido a uma agricultura tecnificada. Esta. c) A produção de algodão no vale do rio Canindé teve certa importância para economia piauiense. e) Os Tabuleiros Pré-Litorâneos. como. as políticas de planejamento comandadas pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). grave perigo para o desenvolvimento nacional a simples aplicação de esquemas puramente teóricos. por sua vez. Mas não basta o estudo da história nacional. Evolução histórica da economia Piauiense e outros assuntos Teresina: FUNDAPI. com mecanização e uso de insumos. com o vertiginoso aumento da demanda pelos produtos do extrativismo vegetal. A partir de 1911. teve grande importância nas duas primeiras décadas do referido século. que juntamente com a cera de carnaúba. que provocaram dobramentos e falhamentos Pré-Silurianos significativos para a evolução de suas formas superficiais. na região semi-árida.

Pelos aspectos observados é correto concluir que se trata de um(a): A) Voçoroca. Com base na história da indústria piauiense. Está(ão) correta(s) apenas: A) 1 B) 1 e 2 C) 3 e 4 D) 2. em pequenas unidades de produção com uso de uma pequena tecnologia. É correto afirmar que esse é um espaço geográfico porque: É correto afirmar que esse é um espaço geográfico porque: 1) existem entre as casas restos de uma formação vegetal nativa que dominava na área. em alguns casos. 2) Em vários municípios. ou seja. D) Terraço marinho degradado.A paisagem exibida a seguir foi fotografada numa determinada área do Estado do Piauí. ainda existe a elaboração de produtos feitos de forma artesanal. conhecida como “fiação”. Observe-a. fortemente influenciada pelos tipos de solos. com destaque para a indústria têxtil. há de se ressaltar os esforços de implantação de indústrias em Teresina. . pelo regime e quantidade de chuvas que ocorrem numa dada região. 3 e 5 E) 1. é tipica do seguinte tipo de relevo: A) paisagens geomorfológicas fluviais apalachianas.Observe a fotografia a seguir sobre uma cidade no Piauí: Esse tipo de hidrografia. D) planicies fluviais. B) planaltos cristalinos. 3) Há marcas na paisagem das ações antrópicas.D) a exploração agrícola comercial na região considerada. E) maciços residuais. 4) foi produzido pelo homem no outrora espaço natural. 5) o espaço onde se instalou uma cidade é plano. C) Duna erodida. 4 e 5 152-UESPI-2011-A fotografia a seguir mostra uma rede de drenagem em determinada região brasileira. 150-UESPI-2011. agressões de maior ou menor intensidade ao meio ambiente. 3. 153-UESPI-2011-A atividade industrial no Piauí. 4) Atualmente. e inexistem evidências mais significativas do quadro natural. estimulada por políticas públicas. Examine-a. 151-UESPI-2011. pode-se afirmar que: 1) Uma das principais atividades de processamento de produtos no Estado foi a preparação da carne de bovinos para comercialização com outras regiões do país. não conseguiu ainda ter grande destaque no cenário regional. foram instituídos incentivos fiscais. B) Fratura tectônica. 3) Na história da indústria piauiense. pelas características observadas. E) Restinga fluvial erodida. na primeira metade do Século XX. 2) É uma cidade planejada que está em consonância com as condições edáficas e inexistem afloramentos rochosos. que vem sendo adaptada à nova realidade. através da Lei 4503 de 1992. no sentido de atrair investidores para o setor industrial piauiense. fato que ficou conhecido como “as charqueadas”. colocando em risco a biodiversidade e também a integridade física dos solos. apesar da iniciativa arrojada desde o início do Século XX. C) cuestas flúvio-lacustrinas. E) o Cerrado é uma formação vegetal considerada de natureza edafo-climática. promove.

O transporte ferroviário é um dos principais elementos catalisadores do desenvolvimento econômico.Por estar ligado aos interesses dos médios e grandes produtores rurais. 2) Integrará o sistema hidroviário do São Francisco. por trechos do Ceará e do Maranhão. 2) A criação de novos municípios no Estado. em 1993. atingindo os estados do Tocantins e do Pará. a prática da queimada. com o aumento da carcaça e do peso. 3. alavancando o desenvolvimento econômico de diversos setores. 5) As atividades econômicas representadas pela indústria e pelos serviços são as grandes responsáveis pelo fato de a cidade de Teresina ser incluída na categoria de sub-metrópole do Estado. assim. 4 e 5 B) 3. ambientais e de investimentos na atividade. química e construção civil. Estamos nos referindo a: a) Caprinocultura. com os portos de Pecém (CE) e Suape (PE). 3) Apesar da modernização e especialização da atividade agropecuária que caracteriza determinadas áreas rurais do Estado. 3 e 4 apenas C) 1. de recursos financeiros e de assistência técnica ao produtor. bicicletas. 3. social e ambiental integrado e sustentável de uma região. 4 e 5 apenas E) 1. cera de carnaúba. Está(ao) correta(s) apenas: A) 2. 3) Unirá as três portas mortas do sistema ferroviário do Nordeste: Missão Velha (CE). bebidas. 1) A pecuária intensiva ao lado da agricultura de subsistência foi responsável pela colonização e povoamento do território. que vem contribuindo para o melhoramento do padrão genético. 4 e 5 3) A expansão e a melhoria da rede rodoviária foram. a geração de emprego e renda e reduzindo as desigualdades sociais. 4) Contribuirá para a dinamização da atividade econômica nas áreas próximas à malha. se estendia por todo o Estado do Piaui. . tornando mais eficiente a logística do transporte de carga. 3. o sistema ferroviário sertanejo e o sistema rodoviário já existente. Estão corretas: A) 1 e 5 apenas B) 2. 2) A concentração fundiária hoje existente no Estado tem suas origens históricas relacionadas ao próprio processo de produção e uso do solo. couros e peles. que. 4) Um grande entrave à agricultura familiar. técnicas tradicionais de manejo ainda são desenvolvidas em determinados locais onde se utiliza. a área de influência de Teresina. 2. Estão corretas: A) 2 e 4 apenas B) 2. 2. é um dos setores da pecuária piauiense que mais tem se desenvolvido. 3. 2. principalmente. analise as proposições abaixo: o fenômeno da 1) A exemplo do que ocorreu no Brasil. especialmente o polo Gesseiro do Araripe e o polo Agroindustrial de Petrolina e Juazeiro. o processo de urbanização no Estado se intensificou a partir de 1950 quando a população urbana foi se ampliando em proporção superior à população rural. ligando-os ao cerrado piauiense. que: 1) permitirá a integração contínua e acelerada da estrutura produtiva do Nordeste com as demais regiões. entre outros fatores. 4) Segundo o IBGE. de acordo com o IBGE. 5) A pecuária se faz presente em todos os municípios. uma vez que. 157-UESPI-2007. 4 e 5 C) 1. Sob esse enfoque. 4 e 5 apenas C) 1. 3. responsáveis pela aceleração do processo de urbanização em determinadas áreas do Estado. 3. especialmente pela permanente miscigenação com animais de alta linhagem. a distribuição dos rebanhos é muito irregular no território piauiense. 4 e 5 apenas D) 1. 5) Propiciará a articulação da hidrovia do São Francisco. toda sede municipal é considerada cidade. 3. de alimentos. 4 D) 1 e 3 E) 1 156-UESPI-2011-Considerando a posse e uso da terra no Piauí. 4 e 5 apenas E) 2 e 5 apenas 155-UESPI-2011-Considerando urbanização no Piauí. contudo face a fatores históricos. Salgueiro (PB) e Petrolina (PE). inclusive. fiação e tecelagem. no Século XX. responsável por grande parte da produção de alimentos é o problema relacionado à falta de terras. eletrodomésticos. confecções. aumentando. analise as afirmativas abaixo. hoje se amplia. 3. 2. 3 e 4 apenas E) 3 e 4 apenas 154-UESPI-2011. 4 e 5 D) 1. 4 e 5 C) 1. foi projetada a ferrovia Transnordestina. em sua área de abrangência. 3. Estão corretas: A) 1 e 2 apenas B) 1. a partir de 1950. no Brasil.5) Hoje. foi fator que também influenciou o processo de urbanização. 4 e 5 apenas D) 2. o parque fabril é formado de indústrias de produção de cimento.

o produto agrícola de maior produção foi a soja. analise as suposições abaixo. F – F – V – V. assinale a identificação correta dos tais biomas: A) floresta amazônica e campos rupestres B) campos rupestres e cerrado C) floresta amazônica e floresta atlântica D) caatinga e floresta amazônica E) campos rupestres e caatinga 165-SEAPS-MA-2009. 163-UFPI-2009. Esses órgãos deixaram de existir em 2001 afetando diretamente na economia do piaui. V – F – F – V. A sequencia correta. Ceará. 164-SEAPS-MA-2009. colocando (V) quando verdade e (F) quando falsa. c) O processo de industrialização teve início em Campo Maior. conseguiu o Registro Internacional de Exportação. corrupção e desvio de recursos públicos que se destinavam a projetos de desenvolvimento. c) A estrutura industrial é marcada pelo predomínio das indústrias dinâmicas (química. para verdadeiro.b) c) d) e) Bovinocultura. d) Apresenta baixíssima densidade demográfica e economia baseada no extrativismo vegetal e na agropecuária. Avicultura. em 2000. ( ) Seu posicionamento geográfico com latitudes e altitudes altas influi diretamente no clima. conhecido como Aquífero Guarani. para falso. é correto: a) Segundo o IBGE. o clima é tropical megatérmico. F – F – V – F. Alagoas. uma vez que a implantação dos shoppings não contribuiu no processo de descentralização do comércio. o de menor desenvolvimento social é: a) b) c) d) e) Piauí. 162-UFPI2007-Na segunda divisão políticoadministrativa formam criadas as vilas: a) b) c) d) e) Poti / Princípio Imperial / Marvão do Piaui Jerumenha / Piracuruca / Poti. Sudesul e Sudam.UFMA-2009-Entre os estados nordestinos. é: a) b) c) d) e) V – V – F – F. mecânica) sobre as tradicionais (alimentícia. Bahia. Parnaguá / Amarante / Marvão do Piaui Piracuruca / Poti / Amarante. Suinocultura.O território do Piaui/Maranhão apresenta uma das maiores amplitudes do território brasileiro em relação ao indicador: A) temperatura B) pluviometria C) umidade relativa do ar D) pressão atmosférica E) insolação 166-UFPI-2010-Sobre a distribuição espacial da atividade pecuária no Piauí. Sudene e Sudesu 161-UFPI-2008. têxtil). 158-UESPI-2007 Sobre o clima do Piauí. ou F. petroquímica. d) A atividade comercial concentra-se no centro de Teresina. 159. onde ocorre a maior quantidade de chuvas de dezembro a março.Sobre as atividades econômicas do Piauí. de cima para baixo. Ovinocultura. . apresenta-se apenas um município – Campo Maior – com rebanho na classe de 20 a 30 mil cabeças. ( ) Do centro ao norte.Devido as inumeráveis denúncias de irregularidades.O território do Piauí/Maranhão localiza se na zona de transição entre dois biomas do espaço brasileiro. o clima é tropical com máxima de verão. Sudeco e Sudesul. Maranhão. F – V – V – F.Caracteriza o nordeste e o Piauí: a) É a região menos industrializada do país. que se destacou pelo pioneirismo e ser manteve na liderança como principal centro industrial do Estado até os anos 60. Estamos nos referindo as Superintendências do Desenvolvimento denominadas de: a) b) c) d) e) Sudene e sudeco. Sudam e Sudene. assinale V. b) Apesar de ser o maior produtor de mel do Brasil. onde se fazem presentes com mais intensidade as condições físicas características do clima tropical semiúmido. somente em 2002. 1 ( ) A Mesorregião Sudeste Piauiense. Poti / Valença do Piauí / Jerumenha. ( ) Do centro ao sul. 160-UFPI-2007. b) É a única região brasileira cuja estrutura permanece apoiada na produção de bens de consumo nãoduráveis. enjetando temperatura que varia de 20°C (inverno) e 38°C (verão). Sendo o município de Simplício Mendes o primeiro a negociar com países europeus. ( ) O clima tropical úmido ocorre nas regiões sudeste e noroeste do estado. e) Abriga um vasto reservatório de água subterrânea. e) A Companhia Vale do Rio Doce está explorando jazida de vermiculita no município de São João do Piauí.

Parnaíba. típica de espaço característico de expansão agrícola.Analise as afirmativas abaixo. à existência de solos com características edáficas favoráveis à mecanização. uma vez que já no início do século XVII foi ocupado por lavouras de cana-de-açúcar. tais como incentivos fiscais e financeiros. sobretudo nos situados na zona rural. (A) A agricultura mecanizada é intensa na Chapada do Alto Parnaíba. que tratam do clima da cidade de Teresina-PI. (B) A pecuária tornou-se uma atividade de base mecanizada e ocupando a faixa litorânea. para verdadeiro. No Sudeste piauiense.PI. e assinale a correta. (B) as cidades de Teresina. encontram-se calcário e diamante. cuja principal característica é a habilidade com agricultura tecnificada. . próximo às cidades de Canto do Buriti e Luís Correia. II e III. ao preço extremamente baixo das terras. somente.098. São Raimundo Nonato (4. Miguel Leão e Altos foram as que mais cresceram no entorno da capital do Estado. analise as afirmativas abaixo: I. 4 ( ) A origem dos empresários que exploram a região dos Cerrados piauienses não se diferencia das formas de ocupação desse ecossistema ocorridas nas demais regiões brasileiras. II. em agosto de 2009.2 ( ) A distribuição do gado leiteiro acompanha os vales dos rios piauienses. São Raimundo Nonato e Pedro II são as mais populosas do Estado. respectivamente. à proximidade do mercado externo. (E) I. quando comparada às temperaturas da zona rural localizada no seu entorno. assinale V. desde os primórdios da colonização. pois estes.4%) e Uruçuí (4%). 167-UFPI-2010-Sobre a organização do espaço agrário piauiense. 168-UFPI-2009-Identifique a afirmativa correta sobre o espaço agrário e agrícola piauiense. (D) Os primeiros núcleos de povoamento situavam-se às margens dos rios Parnaíba e Poti. isto é. (B) O processo de urbanização de Teresina tem produzido uma elevação térmica em aproximadamente 10°C em toda a cidade. somente. (E) A carcinicultura está se expandindo nas margens do Rio Longá entre os municípios de Barras e Esperantina. 169-UFPI-2009-A afirmativa correta sobre a fase das origens e história inicial da economia da sociedade piauiense é: (A) A fazenda foi um importante núcleo da ocupação humana e gerador da base da sociedade. até mesmo dos temporários. passando a ter uma população total de 4. 1( ) No município Uruçuí . respectivamente.9%. 172-UFPI-2009. (C) O potencial de água subterrânea para fins de irrigação concentra-se nos Tabuleiros do Rio Canindé. ou são perfurados poços em seus leitos para se obter água com facilidade. e aos recursos governamentais facilitados. momento demarcado pelas extremidades de temperatura. com taxa de crescimento de 6. aos baixos salários da mãode-obra local. nos municípios de Pio IX e Fronteiras. com rápida modernização da agricultura e intenso movimento migratório de produtores rurais. (B) A atividade da agropecuária encontra-se concentrada na Floresta de Babaçu. ou F. é frequente a presença dos minérios de manganês e diamante. No Sudoeste piauiense. (D) Picos. continuam sendo os desbravadores desse processo produtivo. 4( ) O rebanho galináceo está presente em todos os municípios do Piauí. somente. 171-UFPI-2009-Com base nos recursos minerais existentes no Piauí. os migrantes sulistas. (E) As culturas do algodão e da soja foram importantes para a dinamização da economia. para falso. (E) as cidades de Curralinhos. Está correto o que se afirma em: (A) I. incentivados pelo Poder Público. (A) As médias mensais de temperatura com valores acima de 40°C ocorrem durante todo o segundo semestre do ano. nos municípios de Luís Correia e Parnaíba. a pesquisa apontou que: (A) o Estado do Piauí cresceu 7.9% em sua população. conservam água em alguns trechos. (D) II e III. III. 2 ( ) Os empreendedores agrícolas foram atraídos para os cerrados piauienses devido ao esgotamento do solo em outras regiões do país. em decorrência da migração de colonos. a estimativa das populações residentes nas cidades brasileiras. apresenta-se com maior intensidade em áreas mais densamente povoadas. oriundos de outras regiões (baianos.1%). paulistas/bandeirantes e sesmeiros). (C) I e II. No Norte piauiense. (D) A atividade da cana-de-açúcar encontra-se localizada no Delta do Parnaíba e no Vale do Gurgueia.O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou. entre os anos 1990 a 2003. Por ser atividade predominantemente ligada à produção familiar. ocorreu uma acelerada urbanização. (C) A atividade do couro caracterizou-se pelo uso de técnicas modernas e por relações trabalhistas.165 habitantes. uma vez que a criação de galinhas é uma atividade típica da produção familiar presente nos lares piauienses. considerados os “novos bandeirantes”. respectivamente. 3( ) O processo histórico de ocupação do Cerrado piauiense é antigo. somente. Em relação ao Piauí. nos períodos secos. nos municípios de Santa Filomena e Gilbués. 170-UFPI-2009. ocorre a incidência de salgema e ametista. 3 ( ) O rebanho suíno concentra-se nas Mesorregiões Centro-Norte Piauiense e Norte Piauiense. (B) II. tornou-se a segunda maior cidade em população. (C) as cidades que mais cresceram foram Bom Jesus (5.

B) baixa taxa de natalidade e alta mortalidade infantil. Ceará e Bahia. C) pela taxa de mortalidade infantil. E) pela taxa de mortalidade. D) pelo optimum de população. 174-UESPI-2007-Observe atentamente a figura localizada entre o Piauí e o maranhão a seguir e identifique o tipo de costa em destaque. Essa formação vegetal é do tipo: A) elevada taxa de fecundidade e baixa expectativa de vida. E) Maranhão. C) elevada taxa de fecundidade e elevada expectativa de vida. B) pela densidade demográfica. no país. desmatamentos e aumento da densidade construída são exemplos de impactos produtores de maximização de temperaturas urbanas. como a do agronegócio da soja. (E) Os valores de temperatura registrados em Teresina variam no tempo e no espaço e se apresentam diferentemente conforme as características dos fatores climáticos naturais e antrópicos de cada ponto da cidade. Piauí e Bahia. 177-UESPI-2006-A Pirâmide Etária apresentada a seguir representa a realidade de uma cidade no Piauí com índices de: A) Escarpa tectônica B) Costa de abrasão C) Delta D) Duna E) Fiorde 175-UESPI-2007-A foto a seguir corresponde a um trecho do interior do Piaui e exibe uma paisagem fitogeográfica característica de um dado ambiente. Bahia e Pernambuco. . em Teresina. fenômeno climático comum nas grandes cidades brasileiras não ocorrem em Teresina porque a sua urbanização ainda não atingiu patamares que possibilitem tais ocorrências. C) Maranhão. 173-UESPI-2007-A expansão da fronteira agrícola no Nordeste ocorre com o desenvolvimento de atividades. 178-UESPI-2006-Com relação à estrutura fundiária PIAUIENSE.(C) As ilhas de calor. 1) As sesmarias foram o embrião das grandes propriedades existentes hoje. A) Tropófila B) Xerófila C) Higrófila D) Hidrófila E) Halófila 176-uespi-2006-A ampliação ou a redução na taxa de fecundidade que ocorre no Piauí. D) Piauí. representado: A) pela taxa de natalidade. (D) Impermeabilização do solo. esses impactos ainda são insignificantes e irrelevantes porque se trata de uma cidade média. reflete-se diretamente no comportamento do indicador demográfico. D) baixa taxa de fecundidade e média expectativa de vida. E) elevada taxa de natalidade e baixa taxa de mortalidade infantil. B) Maranhão. analise as proposições abaixo. Piauí e Paraíba. em Estados como: A) Pernambuco e Piauí. porém.

2.2) Os minifúndios correspondem àquelas propriedades de dimensão superior ao módulo rural. 2. 4 e 5. crista e tômbolo. como destino. é determinado pelo seguinte sistema atmosférico: A) Zona de Convergência do Atlântico Sul. divisor d’água e restinga. escarpa litológica e restinga. lago permanente e restinga. e a mão-deobra é abundante. C) no cultivo de lavouras de subsistência. . Esses indicadores são: A) taxas de fecundidade e mortalidade. respectivamente. drenagem arrêica. 4 e 5 apenas D) 1 e 5 apenas E) 1. 185-UESPI-2008-A taxa de crescimento demográfico do PiauÍ é calculada. levando-se em consideração o comportamento de alguns indicadores populacionais. C) optimum de população e taxa de natalidade. D) Restinga. que se concentram no verão-outono. E) área sustentável. D) interferência das correntes de deriva que agem nas proximidades da costa. afluentes. Estão corretas: A) 1. 3. B) Ondas de Leste C) Ondas de Oeste D) Frente Polar Atlântica E) Zona de Convergência Intertropical. 2 e 3 apenas B) 2. afluente principal. entre oceano e continente.Observe o gráfico a seguir sobre o litoral do Piauí e identifique os elementos indicados pelos números 1. C) a terra e o capital são fatores secundários na produção. A) Estuário. E) tem. que interferem fortemente na circulação atmosférica continental. exercendo atividades culturais. mortalidade e balanço 180-UESPI-2005-A atividade agropecuária no Piauí é considerada intensiva. E) no extrativismo. 4 e 5 179-UESPI-2005-A silvicultura é uma atividade econômica do setor primário piauiense que consiste: A) na criação de ostras. afluentes. B) diferença de aquecimento e resfriamento. ao contrário do que ocorre com a mão-deobra especializada. D) no plantio de espécies florestais. 4) Os conflitos pela terra surgem pelo fato de o maior número de estabelecimentos agropecuários ser representado pelos latifúndios por exploração. quando: A) a terra é o fator principal de produção. E) desequilíbrio térmico entre áreas mais altas e baixas das regiões costeiras. rio principal. a produção para subsistência imediata dos grupos humanos. divisor d’água e tômbolo. o acesso à terra. B) na extração de seivas florestais. 4 e 5 apenas C) 3. 181-UESPI-2007-Uma área do Piauí onde existe uma ocupação humana. D) área eutrofizada. ao longo do dia. B) área-core. 184-UESPI-2008-Grande parte do norte do Piauí possui um regime de chuvas convectivas. Esses ventos são decorrentes do(a): A) ação das correntes de maré. rio principal. Esse regime. 3) A Lei de Terras de 1850 foi promulgada como uma forma de democratizar. E) Estuário . que desempenha um papel muito importante para as atividades agrícolas regionais. 182-UESPI-2009. rio principal. 183-UESPI-2009-A área costeira do Piauí caracteriza se pó ser palco para um importante mecanismo de atuação das brisas. D) taxas de natalidade. 3. B) a prática da Rotação de Terras se realiza sazonalmente para que haja um maior aproveitamento do espaço. B) Plataforma de abrasão. sub-afluentes. rio temporário. C) desequilíbrio barométrico entre os hemisférios ocidental e oriental. D) o capital e o trabalho são os principais fatores de produção. sub-afluentes. a imigrantes e pequenos proprietários. C) área antropizada. econômicas e sociais sobre o ambiente é denominada de: A) área anecumênica. 5) A identificação do tamanho do módulo rural é feita levando-se em consideração as condições naturais e socioeconômicas espaciais. C) Estuário. B) taxas de natalidade e mortalidade infantil. passando a terra a ser um fator secundário. capazes de garantir o sustento de uma família de quatro pessoas.

E) o Nordeste é uma das regiões que mais participa do Produto Interno Bruto brasileiro. a prática do Conservacionismo significa: A) guardar. E)manter uma preocupação essencialmente tecnológica 188-UFPI-2009-As regiões geográficas brasileiras possuem uma série de características históricas. até hoje. 2) a ascensão do ar frio superficial e a queda do ar quente elevado são responsáveis pela inversão térmica. hoje. que são resultado de diferentes quadros de ocupação e uso do solo. no período 1991/2000. B) adotar uma política para que os países desacelerem os seus atuais níveis de crescimento econômico. 186-UESPI-2008-Fazendo-se uma reflexão sobre a questão da degradação do meio ambiente provocada pela forma como o homem atua no espaço geográfico piauiense. 5) Na região Nordeste. 1) Face a sua configuração. explorando os recursos com vistas à satisfação das suas necessidades. naturais. nesses últimos anos. como. é correto afirmar o que segue. o Piauí faz limites na sua porção oriental com o Ceará e Pernambuco. 1) O Piauí é uma das unidades político-administrativas brasileiras que teve as suas fronteiras alteradas ao longo do seu processo histórico de formação. 3. outras existem que são consideradas como . C) utilizar os recursos naturais de forma racional. correlacionando-o com as proposições apresentadas em seguida. o Maranhão e a Bahia fazem parte da sub-região do Meio Norte. 5) apesar das idéias divulgadas por alguns estudiosos até os anos 80. é a área que detém uma maior densidade demográfica. 2. tanto que. na sua porção meridional. apresenta uma grande fertilidade natural. vem se desenvolvendo uma intensa atividade agrícola. especificamente. Assim. ao se falar sobre o Piauí. 4 e 5 187-UESPI-2008-A questão ambiental no Piauí. na agricultura moderna. alongada no sentido Norte-Sul 4) O Piauí. 2) As unidades político-administrativas que se limitam com o Piauí representam 50% dos Estados da Região Nordeste. 2 e 3 B) 1. foi o Nordeste uma das regiões brasileiras a apresentar uma elevada taxa de crescimento demográfico. econômicas e sociais que as identificam e as distinguem umas das outras. C) segundo dados do IBGE. 1) a urbanização de uma área provoca uma diminuição das médias de temperaturas e dos índices pluviométricos.migratório. levando à existência. de várias sub-regiões que também possuem características próprias que as distinguem uma das outras. 189-UESPI-2008Observe o mapa abaixo. do século XX. 190-UESPI-2008-Sobre algumas características espaciais do Estado do Piauí. Nessa perspectiva. é bastante discutida no meio acadêmico e pela sociedade em geral. 4 e 5. 2) Apesar de possuir algumas questões fronteiriças já resolvidas. juntamente com o Maranhão. de que os problemas ambientais eram uma característica das economias de mercado e não dos Estados de economia planificada. B) historicamente. enquanto. D) empregar os recursos em benefício da geração atual. Estão corretas apenas: A) 1. onde. é correto afirmar que : A) esta região apresenta uma grande diversidade de paisagens. face às implicações que têm os problemas ambientais para a própria sobrevivência da humanidade. é correto afirmar que. foi a primeira região do país a ser ocupada pelos colonizadores. ocupa a porção ocidental do espaço nordestino. E) taxa de natalidade e expectativa de vida. hoje se sabe que a poluição está presente em qualquer dos sistemas econômico-sociais adotados. 4) a ausência ou a pouca presença de áreas verdes é fator agravante da poluição atmosférica nas grandes cidades. 4 e 5 C) 2 e 3 D) 1. Estão corretas apenas: A) 1. o Piauí. D) a área dos cerrados baianos e piauienses. em seu espaço. 3 e 4 E) 3. Sua participação se situa em um patamar superior a 30% do total. Assim. 3 e 4 E) 1. 3) os problemas ambientais se fazem presentes tanto na prática da agricultura tradicional. tendo sido suplantado apenas pela região Centro-Oeste. deixar semi-intocado os recursos naturais. 2 e 4 B) 3. é cada vez maior a necessidade de se conservar e preservar o meio ambiente. 3) Observa-se que o Estado possui uma forma longitudinal. 2 e 4 C) 1 e 4 D) 2. se limita com a Bahia.

para falso. 2) os recursos hídricos de superfície em regiões secas. Com base no texto acima. para verdadeiro. 4 e 5 191-UFPI-2008. 5) A preação de índios e a evangelização pelos jesuítas das tribos existentes nas terras do atual Estado foram as atividades responsáveis pelo povoamento do espaço piauiense. sobretudo. lhe foram fornecidos cinco mapas em escalas diversas. Identifique aquelas que estão corretamente formuladas. Estão corretas: A) 1 e 2 apenas B) 1 e 4 apenas C) 2 e 4 apenas D) 2. Estão corretas: A) 1 e 5 apenas B) 2. 3 e 4 194-UFPI-2010. podendo atingir. 3 e 4 apenas C) 1. ou. uma topografia relativamente plana. que tratam das condições fundamentais para a realização da reforma agrária no Piauí. 3 e 4 apenas E) 1.A escala numérica é um dos principais e indispensáveis componentes de um mapa.000.500.“A avaliação dos recursos hídricos disponíveis. A) 1: 1. visto que a água representa um recurso fundamental. não são importantes. 3) No alto-médio Parnaíba são encontradas feições de relevo tabular. relativamente ricos em recursos minerais de subsuperfície. em mesorregiões e microrregiões geográficas. 3) as formações rochosas areníticas facilitam a infiltração das águas oriundas das precipitações pluviais e o lençol freático. B) Pediplano cristalino C) Falésia sedimentar D) Cuesta E) Pedimento detrítico 193-UESPI-2010-Nas afirmativas a seguir. a exemplo daquela com o Ceará. o mapa não tem valor geográfico. tanto nos mananciais de superfície quanto nos mananciais de subsuperfície. 4) as irregularidades pluviométricas do semi-árido brasileiro devem-se. inclusive. como o Sertão nordestino. 2 e 3 apenas D) 1. ( ) A reforma agrária deve criar uma nova estrutura da propriedade fundiária. 4) Uma das características marcantes das caatingas observadas no território piauiense é o xeromorfismo das espécies vegetais. constitui-se numa preciosa informação para os diversos setores da sociedade. Vamos supor que você foi encarregado de realizar um estudo sobre a estrutura fundiária do Piauí. 2) Em face do baixo relevo costeiro.000 E) 1: 250.o Planalto da Borborema que intercepta os fluxos de ar úmido vindos da parte ocidental da região.000 D) 1: 2. 3. apoiada na média e na grande . F. A) Planície lacustre.000 B) 1: 500. 2. face à irregularidade das precipitações pluviométricas e aos graves problemas sociais e econômicos decorrentes da estiagem. 2. é correto afirmar que: 1) os mananciais de subsuperfície encontram-se muito mais dependentes das condições atmosféricas reinantes numa determinada área do que da litologia existente. na serra de Dois Irmãos. à existência de uma notável barreira orográfica . 1) A maior parte do Piauí se situa em terrenos cristalinos. 4) De acordo com a divisão regional feita pelo IBGE.áreas de litígio. 3) A configuração apresentada pelo Estado se prende ao próprio processo de colonização e ocupação do espaço que nele se efetivou.000 195—UFPI-2010-Assinale V. para os itens abaixo.” (Fonte: IBGE). para a o Piauí. pois o escoamento superficial é muito rápido e provoca erosão do solo. Sem escala. Assinale aquela que fornece um maior nível de detalhe. Para essa tarefa. o município de Teresina faz parte da mesorregião Centro-Norte piauiense e da microrregião de Teresina. Teresina.000 C) 1: 600. os ventos que sopram para o interior do Estado são canalizados pelo vale do Parnaíba. Está(ão) correta(s) apenas: A) 3 B) 4 C) 1 e 4 D) 2 e 3 E) 1. 3 e 4 apenas E) 1. de idade pré-cambriana. conhecidas como Chapadões do Sul do Piauí. são feitas algumas considerações sobre o meio natural do Piauí. 2 e 4 192-UFPI-2008-Observe atentamente a paisagem geomorfológica de uma região do Piauí esboçada a seguir e depois identifique-a.

p. v. (E) Ao longo do processo de divisão políticoadministrativa do Piauí.propriedade integrada ou não. quando se inseriu no contexto da urbanização brasileira. ( ) O Piauí teve seu processo de urbanização intensificado a partir dos anos 70 do século XX. No local dessa sede. de sorte assegurar uma justa distribuição de renda agrícola. devido à presença de silte e à ocorrência em terrenos ondulados. atualmente. Neste momento. 197-UFPI-2010. ( ) Apesar de o processo de industrialização não ter-se desenvolvido plenamente. GEUSP. sob o signo da mundialização. ( ) A grande maioria das cidades piauienses apresenta deficiências na oferta de atividades predominantemente urbanas para as populações nelas residentes. V. 199-UFPI-2010. (D) Os vertissolos possuem excelente drenagem interna. revela profundas contradições. contudo. CARRERAS. (D) Um dos municípios instalados durante o período imperial brasileiro foi o do Poti. F. 4). V e F (D) F.) Sobre o processo de urbanização e industrialização do Piauí. ( ) A reforma agrária deve modificar as relações de trabalho existentes no campo. nesta exigência. para falso. 300. sendo que essas fazendas se instalaram em grandes propriedades. 2008. ou F. ( ) A reforma agrária deve incidir preferencialmente sobre as pequenas propriedades que não cumprem a função social da terra e nas quais existam condições favoráveis de exploração. (B) A primeira freguesia do Piauí foi a de Nossa Senhora do Carmo. C. F.Sobre a formação do piauiense. a produção da cidade aparece como necessidade da reprodução do capital financeiro e. Organizaram-se também em comunidades permanentes. devido à grande disponibilidade de água no solo e à baixa porosidade e permeabilidade. V e F (B) V. os antigos habitantes do Piauí adotaram a agricultura e a cerâmica. em relevos mais movimentados. A sequência CORRETA é: (A) V. sendo que essa vila depois foi elevada à categoria de cidade e capital do Piauí e recebeu o nome de Teresina.). das limitações e das potencialidades dos solos piauienses e assinale a CORRETA. F. São Paulo: Contexto. Nazária foi o último instalado no território piauiense no ano de 2009. semelhantes às aldeias indígenas encontradas pelos portugueses. bem como desenvolver uma agricultura saudável que não comprometa o uso sustentável dos recursos naturais. 198-UFPI-2010-a figura a seguir representa um perfil geológico-geomorfologico esquemático de um trajeto de a-b que liga Teresina (a) a uma outra cidade brasileira (b) observe as feições geomorfológicas e assinale a opção que apresenta o trajeto correto: (A) As fazendas de gado foram as primeiras formas de ocupação do território piauiense pelos colonizadores portugueses. In: ______.Leia o enunciado: “O processo de urbanização realiza-se como processo de reprodução da cidade e da vida na cidade que hoje. F e V 196-UFPI-2010. devido à alta permeabilidade e são caracterizados pela baixa fertilidade natural. instalada no final do século XVIII. assinale a opção INCORRETA. localiza-se a cidade de Piracuruca. . (C) Por volta de 3 mil anos atrás. tendo surgido do desmembramento de Teresina. V. A reprodução da cidade como negócio. (B) Os chernossolos. território (C) Os latossolos são de alta fertilidade natural.. chamadas sesmarias.Analise as opções abaixo que tratam da caracterização. ( ) A reforma agrária deve conservar e ampliar as áreas de proteção ambiental. V e F (E) F. F e F (C) V. algumas áreas foram fragmentadas pela divisão de seus municípios. em cooperativa ou outra forma associativa de produção agrícola. determinando um intenso fluxo migratório para a capital Teresina. altamente férteis. cerca de 2500 anos depois. (Novas Abordagens. com o nome de Vila Nova do Poti. (E) Os cambissolos são pedregosos. F. o Piauí modernizou-se especialmente pelo crescimento do setor agropecuário. (CARLOS. para verdadeiro. a produção de um novo espaço”. estão isentos dos processos erosivos e são de baixo potencial agrícola nos relevos suavizados. (Org. Urbanização e mundialização: estudos sobre a metrópole. (A) Os argissolos possuem drenagem imperfeita. possuem risco de erosão elevado e possuem elevada fertilidade natural. cuja sede foi transferida para a Chapada do Corisco. assinale V. A.

assinale a opção CORRETA. tornaram-se uma bandeira de luta socioambiental. porém o conjunto de tais áreas é extremamente pequeno. b) hidrófilas e perenifólias. por conta das densas redes hidrográficas regionais. há inúmeros exemplos de tais formações. E) tem solos de pouca profundidade o que facilita a infiltração das águas que corrigem a acidez dos solos. fundado na globalização e na política neoliberal. em consequência dos impactos provocados pelo desenvolvimento da indústria. V e V 200-UFPI-2010-O mundo contemporâneo vivencia dilemas ambientais. já foram criados dois Parques Nacionais. desafios de superação e necessidade de redefinição dos paradigmas de desenvolvimento econômico das nações. D) apresenta duas espécies vegetais dominantes. D) áreas de clima tropical de altitude. não explorados economicamente. a expressão ganhou forças na primeira década do século XXI. uma grande originalidade do Nordeste. (E) F. riachos curtos designados 'salgados'. caducifólia com raízes profundas. V e F. Sobre o tema desenvolvimento sustentável no Piauí. (A) A questão ambiental. C) cobre 2 milhões de km2 do território nacional. (D) O debate sobre desenvolvimento sustentável apareceu no mundo em consequência de alarmes ambientalistas desenvolvidos por ativistas do meio ambiente. A sequência CORRETA é: (A) V. seus rios e bacias hidrográficas convergem para depressões fechadas. 2003. é correto afirmar que: A) é encontrado nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. caminham na mesma direção do desenvolvimento sustentável. . o modelo econômico vigente. Só depois disso. c) A hidrologia regional do Piauí seco não depende do ritmo climático sazonal dominante no espaço dos sertões. (C) O conceito de desenvolvimento sustentável.Essa é uma das maiores originalidades dos sistemas hidrográfico e hidrológico regionais.Sobre o bioma que compreende o Cerrado piauiense. que tem suas raízes na Europa do século XVIII. e) xerófilas e hidrófitas 204-UFPI-2005. (E) Os problemas ambientais na Terra já foram mais complexos e mais graves. E) áreas do Escudo Brasileiro. 205-UFPI-2005. galhos retorcidos e casca grossa. no século XX. d) hidrófitas e caducifólias. tem sido a expansão da rede rodoviária. a originalidade dos rios do Sertão Piauiense está relacionada à seguinte explicação: a) Todos os rios do Nordeste.( ) Um dos fatores de aceleramento do processo de urbanização do Piauí. B) tem vegetação arbustiva. e) Apenas os rios da vertente oriental são intermitentes. que são adaptadas aos ambientes que apresentam condições climáticas de muita umidade e alta pluviosidade. V. F e F. que são genericamente denominadas de: a) xerófilas b) ambrófilas c) hiperxerófilas d) apifitas e) aciculifoliadas 203-UFPI-2005-As áreas no Piauí de ambiente semiáridos são constituídas por uma vegetação adaptada às condições destes meios. 202-UFPI-2005-Existem formações vegetais nas áreas tropicais. (C) V. V e F. Com base nessa declaração. O Parque de Sete Cidades está situado em: A) terrenos vulcânicos pré-cambrianos. chegam ao Atlântico por diversas trajetórias. b) Ao contrário de outras regiões semi-áridas do mundo. No texto. V. Encontram-se. de grande importância para o país. V e F. com as políticas neoliberais e o crescente desenvolvimento de tecnologias limpas. (B) V. a expressão tornou-se conhecida e seus princípios. F. as áreas mais quentes e com luminosidade mais ampla correspondem a verdadeiros enxagüadores dos riachos salgados. propugnado pela ONU. B) terrenos metamórficos do cenozóico. o buritizeiro e o pequizeiro. com o objetivo de monitoramento da atmosfera e dos climas no início do século XX. pode-se afirmar corretamente que suas plantas são predominantemente: a) xerófitas e caducifólias. aqui e ali. C) terrenos sedimentares paleozóicos. apesar de intermitentes periódicos. foi introduzido em 1987 com o Relatório Brundtland. manchas de solos ligeiramente salinizados. (D) F. é uma bandeira histórica. sendo 80% inexplorados. Fonte: "Aziz Ab'Saber". (. que cresceu e foi melhorada a partir dos anos 50. importante para qualquer plano de desenvolvimento. No Brasil. d) Nas baixadas do Rio Grande do Norte.. (B) Um importante fato propulsor de práticas econômicas sustentáveis veio com a implantação de um sistema de satélites para o sensoriamento remoto da Terra. Atualmente. Contudo.No Estado do Piauí. Ambos possuem um extenso patrimônio natural e arqueológico. o que justifica a expressão "rios que cortam no inverno". 201-UFPI-2005. c) xerófitas e perenifólias. devido à colaboração internacional frente aos problemas globais. o de Sete Cidades e o da Serra da Capivara.) Daí resulta a inexistência de salinização excessiva ou prejudicial no domínio dos sertões.. F. F.

na produção de grãos. em volume. E) Menores taxas de conversão tanto de cerrado como da floresta amazônica em áreas de produção agrícola. 208-UFPI-2006. D) Somente os itens II e III são verdadeiros. se multiplicarão. no decorrer do século XX.. O uso da irrigação em todo o território estadual é inviabilizado pela falta de recursos hídricos. como os derivados do petróleo. Considerando os itens acima. Wilson Costa. 5) Os solos dos cerrados piauienses. B) Decadência de pequenas cidades que dependem de serviços e comércio para a população local.” (TORRES. Universidade Federal do Rio de Janeiro. E) Apenas os itens II e III são verdadeiros 210-UESPI-2006-. E) Somente os itens I e II são verdadeiros. Santa Filomena. dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética brasileira e fixa em 5%. Quanto ao meio natural piauiense. fixado. nas três últimas décadas do século XX. Sobre esse assunto. em áreas de cerrados. que possuem climas equatoriais e solos argilosos. o decréscimo na taxa de fecundidade. II. milho e à pecuária de corte. Cerrados Piauienses . como fonte de recursos. não apresentam limitações às atividades agrícolas. II. biocombustível é “derivado de biomassa renovável para uso em motores a combustão interna com ignição por compressão ou. B) Apenas o item II é verdadeiro. O desenvolvimento do turismo no Piauí não é beneficiado pelos aspectos fisionômicos da paisagem. C) Somente o item III é verdadeiro. D) aponta para pequena possibilidade de expansão do uso de biocombustíveis. A produção em escala comercial de soja no cerrado é influenciada pela geomorfologia local. já conhecidos. E) diversifica o uso de fontes alternativas de energia que reduzem os impactos da produção do etanol por meio da monocultura da cana-deaçúcar. a população piauiense começou.O celeiro de alimentos em exploração). assinale a alternativa correta: A) Apenas o item I é verdadeiro. assinale a alternativa correta: A) Somente o item I é verdadeiro. D) Desaparecimento ou redução do cultivo de alimentos. oleaginosas e produtos animais. na região dos cerrados piauienses. 3 e 4. Estão corretas apenas A) 1 e 4 B) 2 e 5 C) 2. o crescimento populacional foi acelerado durante todo o século. 3) Os municípios que se destacam. no Estado do Piauí. De acordo com essa lei. ao contrário daqueles verificados no Brasil Central. 2) A distribuição espacial dos cerrados. 2. o percentual mínimo obrigatório a ser adicionado ao óleo diesel vendido ao consumidor. para . 209-UESPI-2005-Com relação ao processo de crescimento da população piauiense. a partir da década de 1990. A introdução de biocombustíveis na matriz energética piauiense: A) colabora na redução dos efeitos da degradação ambiental global produzida pelo uso de combustíveis fósseis. Bertolínia. está concentrada sobretudo na parte meridional e no sudoeste. III. soja. que possa substituir parcial ou totalmente combustíveis de origem fóssil”.) Assinale a alternativa que não corresponde às sequelas a que o texto se refere.097/2005 geração de outro tipo de energia. por lei. C) incentiva o setor econômico piauiense a se adaptar ao uso de uma fonte de energia derivada de uma biomassa inesgotável. no Piauí. B) provoca uma redução de 5% na quantidade de carbono emitido pelos veículos automotores e colabora no controle do desmatamento.A Lei Federal n. 4) Foram concretizados. (Lia Osório Machado..3 e 5 D) 2. 207-UFPI-2006-“os problemas decorrentes da produção de cana no Piauí. grandes projetos voltados à plantação de arroz. III.º 11. é correto afirmar: I. a entrar em processo de envelhecimento. A) Despovoamento do campo. C) Apenas o item III é verdadeiro. como grãos. D) Apenas os itens I e II são verdadeiros. B) Somente o item II é verdadeiro. Ribeiro Gonçalves. conforme regulamento. concorreu para a desaceleração histórica do crescimento populacional piauiense. são solos férteis e bem desenvolvidos. Considerando os itens acima. Gilbués e Antônio Almeida. são Uruçuí. C) Esgotamento da fertilidade do solo com dependência crescente de insumos químicos.206-UFPI-2006-“Os cerrados piauienses representam a fronteira agrícola de ocupação menos onerosa a uma alternativa bastante coerente e promissora para contribuir significativamente para a produção de alimentos. pode-se afirmar que: I. trazendo uma série de efeitos com a expansão da monocultura e suas sequelas”. 3 e 4 E) 1. feijão. analise as proposições a seguir: 1) Os cerrados são um bioma característico de ambientes quentes. em 5% do consumo de derivados do petróleo.

III. ao mesmo tempo o ganho de peso foi em média 2 a 3 vezes maior do que o obtido em pastagens nativas. D) Somente os itens II e III são verdadeiros. Esta herbácea possibilitou o aumento da taxa de lotação. Estão corretas: A) 1. 215-UFPI-2004. ainda. c) III e IV. O chamado “MEIO NORTE” é uma porção do Brasil composto de grandes unidades geomorfológicas distintas e um clima que a diferencia consideravelmente das demais regiões brasileiras. cujas sementes foram importadas da África. discreta. Está(ão) correta(s): A) 2 apenas B) 5 apenas C) 1 e 4 apenas D) 2 e 4 apenas E) 1.25 animal/ha.211-UESPI-2005.Em novembro de 2003. III.Ao longo de sua história. 5) O desemprego. B) Somente o item II é verdadeiro. pelo modo como têm se expandido as relações capitalistas de produção no campo. A Brachiária. que na década de 1960-1970 era de 0. III e IV. passou para 0. 2) No processo de integração produtiva à economia nacional. o Piauí temse caracterizado por apresentar uma estrutura fundiária concentrada. IV. teve sua introdução nas pastagens piauienses pela grande facilidade em se adaptar aos solos e climas. analise as afirmativas a seguir. C) Somente o item III é verdadeiro. em áreas com tipo climático Equatorial. II. A Brachiária ocupa muito bem os terrenos bem drenados. o que pode significar o início do “pleno emprego”. Transformou grandes extensões de áreas nativas em pastagens cultivadas. Essa condição permite afirmar que: I. nas planícies.Sobre o tema "transformações recentes do espaço agrário piauiense". 4 e 5 B) 1. onde ocorre sua expansão com grande rapidez. entretanto. 212-UESPI-2005. que interfere na circulação atmosférica regional. o crescimento do PIB chegou à casa dos 8%. A introdução das espécies do gênero Brachiaria. e a vantagem de ser uma herbácea bastante apreciada pelo gado bovino. com a implantação de vários centros industriais. especialmente no setor primário da economia. onde ocorre sua expansão com grande rapidez.O Piauí surgiu como unidade regional apenas a partir do pós-guerra. em áreas com tipo climático Tropical. II e IV. não havendo. 5) A semi-aridez verificada no Sertão piauiense é uma decorrência exclusiva do relevo movimentado existente na porção oriental da Região. a) I e II. 2. 4 e 5 apenas D) 2 e 4 apenas E) 1 e 4 apenas. da indústria e dos investimentos. e a vantagem de ser uma palmácea bastante apreciada pelo gado bovino. essa grande concentração favoreceu a existência de latifúndios improdutivos. Identifique esse tipo climático entre as opções a seguir.9-1. caiu bastante. foi bem aceita para alimentação do gado bovino. II. d) I. sinais marcantes da retomada do crescimento econômico. independente da topografia ou do tipo de solo. nas últimas décadas. E) Somente os itens I e II são verdadeiros. Considerando os itens acima. assim. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas. A) Subtropical B) Frio C) Temperado Continental D) Tropical Continental quente E) Subequatorial 214-UFPI-2004-Sobre o Estado do Piauí. 2) Houve uma expansão. assinale a alternativa correta: A) Somente o item I é verdadeiro. a grande produção de alimentos em todo o estado é favorecida por essa condição. 4) A economia do Estado continua imersa em crise. A Brachiária ocupa muito bem os terrenos bem drenados. que não sofrem a interferência antrópica. independente da topografia ou do tipo de solo. sem seca ou superrúmido. em dez anos. é correto afirmar: I. pode-se afirmar a existência antiga de vários "territorios" com características naturais e de uso e . 213-UESPI-2004-. 2 e 4 apenas C) 3. gerando novos empregos e diminuindo.0 animal/ha. o IBGE divulgou dados relativos ao crescimento da economia piauiense no terceiro semestre do ano. 4) A questão agrária no Piauí vem sendo agravada. quente e úmido ou semi-úmido. 3) Ocorreu uma queda considerável das exportações. 216-UFPI-2004. 3) A maioria dos problemas ambientais do Piauí deriva exclusivamente de fenômenos naturais. 3 e 5. transferiu-se uma grande massa de capitais para o Nordeste. 3. O que se pode dizer sobre esse assunto? 1) Pela primeira vez. a grande concentração de terra concorreu para a prática agrícola preocupada com a sustentabilidade ambiental. 1) As grandes unidades de relevo regionais estão bastante relacionadas com os terrenos do complexo cristalino pré-cambriano e com as coberturas sedimentares. considerandose este recorte do Brasil dentro de uma perspectiva histórica. 2. a dependência do Estado ao capital financeiro internacional. especialmente na região nordeste. e) I. b) II e III.

d) Estados Unidos. Paraguai e Inglaterra. área de transição entre os domínios semi-árido e tropical. II. por causa a) do grande número de minifúndios. Caracterizam essa dinâmica.A redução da taxa de natalidade verificada no Piauí nas últimas décadas deve-se a: I. b) o Meio Norte. . Portugal e Suíça. Elevados custos referentes à criação e formação dos filhos. II e III. ocorre em relevo preponderante de planaltos sedimentares e constituiuse no "nordeste" algodoeiro-pecuarista. e) passou a ligar as principais cidades 219-UESPI-2004. 221-UFPI-2004.É comum nas cidades do Piauí. e) das ações organizadas pelas Ligas Camponesas. Assim como a fecundidade do passado determina o crescimento atual da população. II. EXCETO: a) Nas diversas regiões desse Esrado. em geral. Crescente participação da mulher no mercado de trabalho. estreita faixa de transição ecológica. mais hedonistas e narcisistas. d) a Zona da Mata. sendo substituída. faixa úmida litorânea. Os países que mais têm recebido piauienses são: a) Japão.Sobre a demografia piauiense. ocorre em relevo de depressão sedimentar e constituiu-se no "nordeste" da policultura familiar.As migrações internas no território piauiense tiveram papel de destaque. Quais estão corretas? a) Apenas I. o êxodo rural é um processo inexpressivo em função do pequeno número dessa população no .Os movimentos de luta pela terra no Piauí. ocorre em relevo de planaltos sedimentares. domínio da caatinga. III e IV 220-UFPI-2005. 217-UESPI-2004. 218-UESPI-2004-O sistema de transportes é um dado do território que proporciona maior ou menos fluidez. Grande difusão de métodos anticoncepcionais. IV. com movimentos variáveis no tempo e no espaço. tornou-se uma realidade no Piauí a partir da década de 1980. d) Apenas I e II. d) expandiu-se apesar da concorrência rodoviária. dependendo de sua qualidade e quantidade. c) O deslocamento da população. pela rodovia. Paraguai e Japão. em grande parte.Ao se analisar a dinâmica demográfica no Piauí percebem-se contextos espaciais diferenciados. Sobre estas áreas distintas do Piauí brasileiro. o número de emigrantes maior que o de imigrantes. Os fluxos migratórios internos. d) apenas I. A combinação do aumento das taxas de fecundidade com a diminuição das taxas de mortalidade aponta para uma tendência de envelhecimento da população.O fluxo imigratório negativo.ocupação bem diferentes entre si. b) Japão. é verdadeiro afirmar que: a) o Polígono das Secas. III. que implicam menor predisposição para constituir família. 223-CEFET-PI-2006. a ferrovia a) involuiu. e) o Sertão. e) I. intensificaram-se na década de 1980 na porção sul do país. Portugal e Inglaterra. Esse vai e vem diário do trabalhador é chamado de: a) Migração pendular. b) Apenas II. c) apenas II e IV. 224-CEFET-PI-2007. III. ou seja. c) da expansão da fronteira agrícola. não é acompanhado pela infra-estrutura urbana e oferta de trabalho necessárias à absorção dessa mão-de-obra. são feitas as seguintes afirmações: I. oriundos da concentração da propriedade da terra. d) Emigração. o trabalhador residir em uma cidade da região metropolitana e se deslocar diariamente até a cidade principal para trabalhar. d) da tradição camponesa dos imigrantes europeus. Quando a industrialização no Piauí se desenvolvel. durante a década de 1990. e) Estados Unidos. Suíça e Alemanha. b) expandiu-se por novas áreas do território c) consolidou-se a exemplo da ferrovia norte-americana. Novos comportamentos. d) A diferenciação migratória inter-regional é decorrente predominantemente de reflexos da conjuntura política e econômica. c) Êxodo rural. ocorre em relevo de depressão e planaltos e constituiu-se no "nordeste" produtor de alimentos para as cidades litorâneas. 222-CEFET-PI-2006. b) Os maiores índices relativos de crescimento populacional decorrente do processo migratório ocorrem nas regiões Norte e Oeste. b) Transumância. área dominada pelos cerrados. direcionaram-se predominantemente para a) o Sudeste por causa da expansão da atividade industrial. b) do intenso processo de modernização da agricultura. c) Estados Unidos. a fecundidade atual determinará o crescimento futuro. Fatores externos são a causa mais freqüente da mortalidade entre os jovens (dos 15 aos 19 anos). b) apenas I e III. c) Apenas III. II. ocorre em relevo de planícies e tabuleiros e constituiu-se no "nordeste" produtor do açúcar e do cacau. c) o Agreste. e) Imigração. As afirmativas corretas são a) apenas I e II. e) Apenas II e III.

e) centros regionais menores. b) As afirmações I e III são as únicas verdadeiras. b) cidade. Assinale: a) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. IV.. d) todo o território nacional. e) o Sul. A ocupação desordenada das favelas degrada o meio físico e causa problemas ambientais. relevada pela precariedade do sistema de transportes e falta de moradia entre outros problemas que afligem a população de baixa renda. b) cidades menores e vilas dentro de um limite determinado pelo centro regional. e) se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas 226-CEFET-PI-2008. com influências que ultrapassam o limite estadual.Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).A periferia das áreas urbanas tem sofrido um processo de esvaziamento devido ao desemprego e às dificuldades de expansão dos espaços construídos. IV. c) Situação predominantemente litorânea da maioria dessas áreas urbanas. II e IV são as únicas verdadeiras. 229-CEFET-PI-2005-A degradação ambiental que se observa na periferia das cidades piauenses manifestase. analise as afirmativas a seguir. nas últimas décadas. para onde se deslocaram indústrias. d) os municípios de pequeno e médio porte. em função de: a) Clima tropical úmido que concorre para acelerar os processos erosivos e os deslizamentos de encostas instáveis. A existência das favelas está relacionada diretamente ao desequilíbrio entre baixa oferta de imóveis para compra e alta demanda de mercado. d) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.Apesar da pobreza rural. 227-CEFET-PI-2008. a) Apenas as afirmações II e III são verdadeiras. e) conurbação. estimulados pelas políticas desenvolvidas pelo governo federal. d) Apenas as afirmações I. em escala local. II . 225-CEFET-PI-2007. b) I e III. com raio de ação inferior à esfera estadual. c) ao extremo sul em razão da nova fronteira agrícola.A urbanização no Piauí ocorreu de modo acelerado nas últimas décadas do século XX. . c) área metropolitana. muito vulneráveis a enchentes e assoreamentos. As afirmativas corretas são. b) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. II. b) Chuvas convectivas que se concentram em áreas de fundo de vale. c) I e IV. a) I e II. e) Constituírem conurbações muito extensas. III. e) II. d) Crescimento desordenado da mancha urbana com ocupação de espaços inadequados e grave insuficiência de infraestrutura. Considere as seguintes afirmações que tratam do processo da urbanização no Estado: I. considere as afirmativas referentes às favelas em Teresina: I. IV – As cidades piauienses continuam apresentando um acelerado crescimento demográfico devido aos fluxos migratórios campo-cidade e ao elevado crescimento vegetativo. d) II e IV. As cidades tornaram-se lugar da crise urbana. a concepção de metrópole regional como Teresina-Piauí abrange a) extensas regiões. c) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. III e IV.. ocupando áreas com características naturais bastante diversificadas 230-Sobre as atuais tendências do processo de urbanização no Piauí. III e IV são verdadeiras.A polarização que os centros urbanos exercem uns sobre os outros determina a hierarquia urbana. apenas. As indústrias tiveram papel central no crescimento das cidades.b) as grandes cidades em conseqüência dos deslocamentos da população rural em direção às cidades. I .Para responder à questão. comprimindo no tempo um fenômeno que em outros países aconteceu lentamente.O crescimento das médias cidades é explicado pela reorganização de diversos setores da economia que fogem das desvantagens da aglomeração das áreas metropolitanas. Nessa perspectiva. d) franja urbana. O aumento das favelas está associado ao ingresso. II. Assinale o correto. c) As afirmações I. direcionando a vida econômica e social. c) distritos. principalmente. povoados. é considerada como a) bairro. 228-CEFET-PI-2006. A extensão contínua é definida por cidades que balizam regiões de agricultura moderna. comunidades rurais e áreas vizinhas. O êxodo rural e os baixos salários pagos nas áreas urbanas auxiliam a explicar o aumento das favelas. onde as condições climáticas são mais úmidas e sujeitas a instabilidades. de migrantes. a sede administrativa de um determinado município. no Piauí. III. no limite municipal. a urbanização com industrialização promoveu um aumento no nível de renda dos trabalhadores.. III . em razão do acesso ao emprego e pelo custo de vida mais baixo.A oferta de isenções fiscais tem estimulado o crescimento de cidades médias.

A disponibilidade de combustíveis fósseis apresenta um elevado grau de dependência com a irradiação solar e depende. IV. A disponibilidade de combustíveis fósseis apresenta um elevado grau de dependência com a irradiação solar. Assinale: A) se corretas I e IV. (www. Por outro lado.evitando erosão. contempla. apenas. o que significa menos árvores a serem cortadas. II. a partir das 8h. Analise as assertivas seguintes: I. pois é fator relevante para o aumento do consumo do álcool combustível. na Legislação Ambiental. 232-CEFET-PI-2008. E) se corretas I. conforme a Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). II. atualmente. não traz nenhum benefício social. Assinale: A) se corretas I. por intermédio do sistema de curvas de nível. a necessidade de uma gestão eficiente do solo e da água no Estado e a importância da Biologia da conservação do solo. não é considerável a economia de recursos naturais. Sobre a reciclagem do papel pode-se afirmar que I. Os terraços são indicados para evitar processos erosivos em terrenos com declividade entre 30% e 50%. II. apenas. II e IV. apenas. 233-LUDUS-2010. do passado geológico da zona em que é encontrado. No Piauí. Os biocombustíveis renováveis. B) se corretas I e III. O uso do biocombustível renovável possibilita o fechamento do ciclo do carbono (CO2). leia o texto a seguir e responda a seguinte questão: A produção de papel consome muita água e produz resíduos que potencialmente podem contaminar um corpo hídrico. São válidas as afirmações a) I e III. III e IV. II. que é denominado de corte de talhadia. na fabricação de uma tonelada de papel. O uso de biocombustíveis renováveis.Leia o texto seguinte: Conservação do Solo A Conservação do Solo será o tema de uma mesa redonda na próxima quinta-feira (22/04). conforme a Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). apenas. 234-LUDUS-2010.Sobre a política ambiental e a proteção dos recursos naturais do Piauí. na produção do biodisel. no Cine Teatro da Assembléia Legislativa do Piauí. razão pela qual é sistematicamente utilizado pela Petrobras.231-CEFET-PI-2007. o combustível renovável de maior rendimento energético é o proveniente da mamoma. apenas. IV. diminui o consumo de matéria-prima. com muita ênfase.cidadeverde. apenas. Sobre a correlação entre biocombustíveis renováveis e o espaço geográfico piauiense. b) A preservação ambiental. por brotação das cepas das árvores. Uma forma de manter a vegetação nativa é o corte de madeira com regeneração. apenas D) se corretas III e IV. B) se corretas I e II. apenas. também. pois diminui a oferta de mão-de-obra. como os obtidos da cana-de-açúcar. o consumo de água é muitas vezes menor e o consumo de energia é cerca da metade. como o metanol. D) se corretas II e III. III. Na oportunidade estará em discussão a revitalização socioambiental de sub-bacias hidrográficas piauienses. não interfere no ciclo do gás carbônico na natureza. c) As Unidades de Uso Sustentável. A produção de carros bicombustíveis é um vetor importante no segmento energético. contribuindo para a estabilização da concentração desse gás na . III. a partir de papel usado. Plantas vivas na cobertura do solo evitam o impacto das gotas da chuva e dissipam energia da água. assinale o correto. e) I. apenas C) se correta I. III.Analise as assertivas seguintes a respeito de combustíveis renováveis no Piauí. 235-LUDUS-2010-Leia atentamente algumas notícias de jornais sobre o uso dos bicombustíveis no Piauí. tanto de água como de matéria-prima. analise as assertivas seguintes: I. apenas. II. a) Áreas de Proteção Ambiental (APAs) constituem Unidades de Proteção Integral. c) II e III. também. não contêm Áreas de Preservação Ambiental (APAs). d) Parques Naturais e Monumentos Naturais são unidades propícias à realização de experimentos agrícolas e práticas de agroextrativismo. são dependentes de extensas áreas de plantio localizadas nas zonas tropicais. III e IV. O Combate à erosão pode ser feito.com). diminui o consumo de água e também a produção dos resíduos que podem poluir um corpo hídrico. II. o consumo de bicombustíveis renováveis cresceu cerca de 50% entre 2004 e 2010. I. Nota 1: Com o advento do carro flex.O Piauí receberá futuramente em seu território uma empresa de papel e celulose. O terraceamento do solo tem por objetivo único controlar a erosão. II. b) I e IV. Nota 2: Na esteira do aumento do preço do petróleo aumenta a exportação de álcool combustível. apenas E) se corretas I. os ecossistemas litorâneos que são mais vulneráveis ao uso e ocupação. d) II e IV. III. apenas C) se corretas II e IV. pois gera um tipo de combustível nãorenovável. entre outros. IV. como o da cana-de-açúcar. III e IV.

Na figura acima. Assinale: A) se corretas I. apenas. apenas C) se correta I. E) se corretas II. apenas. analise as seguintes assertivas: I. apenas D) se correta III. II e III. III. devido ao clima e ao relevo.atmosfera. a China. E) se correta I e IIII. Serão duas audiências para cada uma das hidrelétricas. IV. Nas audiências. C) se corretas I. 239-LUDUS-2010-Analise as assertivas seguintes sobre a estrutura geológica no Piauí: “O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA) divulgou a relação dos locais onde serão realizadas as audiências públicas para analisar a situação de impacto ambiental que a construção das 5 hidrelétricas a serem construídas no Rio Parnaíba causarão ao meio ambiente. apenas 236-LUDUS-2010-O Portal (www. apenas 238-LUDUS-2010-Analise as assertivas seguintes sobre clima e meio ambiente no Piaui. O Brasil está entre os países de condições naturais que favorecem o aproveitamento em grande escala a hidroeletricidade. apenas. Assinale: A) se corretas I. No Brasil. III e IV. podese dizer que o cerrado e a caatinga estão sendo degradados pelo desmatamento. é correto afirmar que o limite das regiões eufótica e afótica de um lago é consequência do processo de absorção que a luz solar sofre ao atravessar um corpo d’água.” Sobre hidrelétricas e energias geradas por estas. apenas. apenas. Assinale: A) se corretas I. II. o Rio Parnaíba. Denomina-se crescimento vegetativo a diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade. apenas. na divisa do PI/MA). E) se corretas II. Com isso contribui para frear o aquecimento global. a produção de energia elétrica a partir da implantação de hidrelétricas distingue o País no Panorama internacional a associa-se ao elevado potencial natural dos rios brasileiros (dentre ele. apenas C) se corretas II e III. ONGs vinculadas aos movimentos ambientalistas e outros órgãos ligados ao meio ambiente poderão se manifestar a favor ou contra. As migrações temporárias se subdividem em migrações pendulares e transumância. II e III. pode-se afrimar que a diversidade ecológica corresponde apenas ao número de espécies presentes em um dado ambiente do território piauiense. Além do Brasil. B) se corretas II e III. Em se tratando do estudo do meio ambiente. afluente do Poti. B) se corretas I. O maior volume de águas subterrâneas do espaço brasileiro encontra-se armazenado na bacia sedimentar do Piauí. Assinale: A) se corretas I. Uma desvantagem do uso sistemático do biocombustível é que a queima da cana libera grandes quantidades de gases nitrogenados. a Barragem Mesa de Pedra está localizada no curso do rio Sambito. II. o Canadá e os Estados Unidos. apenas. apenas. apenas D) se corretas III e IV. C) se corretas II. para uso da pecuária e da agricultura. II e IV. A implantação de hidrelétricas implica transformações ambientais relevantes em razão das alterações provocadas pelos relevantes espelhos de água provocados pelos lagos artificiais criados e pelo impacto social desses lagos sobre as populações nas cercanias dos lagos. . A) se corretas I. III. Tendo com eixo o estudo do tempo e do clima é correto afirmar que no Piauí existem os ventos catabáticos e anabáticos fazem parte dos sistemas de circulação atmosférica terciária. II. 237-LUDUS-2010Analise as assertivas seguintes. apenas D) se correta III. E) se correta I e IIII. um graben está representado pelo número IV. apenas. III e IV. III e IV. sem técnicas adequadas. apenas. apenas.com) publico recentemente a seguinte notícia: Meio Norte II. III e IV. I. B) se corretas II e III. apenas D) se corretas I.sobre a demografia no Piauí: I. IV. II e IV. E) se corretas I. Tendo como foco o meio ambiente piauiense. apresentar sugestões e analisar os impactos. apresentam elevado potencial de gerar hidroeletricidade. II. porque se realizarão nos municípios localizados de um lado e do outro do rio. apenas. B) se corretas II e III. A energia produzida pelas forças das águas dos rios é a responsável pela geração de cerca de 90% de toda a energia elétrica produzida no Brasil.meionorte. III. moradores. que retornam ao ambiente na forma de “chuva seca” de fertilizantes. D) se corretas I. II e III. II e III. No Estado do Piauí. Denomina-se superpovoamento corresponde a um descompasso entre a população de determinada região e a área ocupada nesta região. IV. II. B) se corretas I e II. III e IV. I. No universo de o que se entende por ecossistema. apenas C) se corretas II e IV. III.

apenas. o Município de União fica ao Norte de Nazária(PI). III e IV. E) se corretas I. Castelhano. sendo margeado por este rio em uma extensão próxima a 36 (trinta e seis) quilômetros.6 cm. IV. não raramente. II. Durante a noite. Se situa a noroeste da Região Nordestina. água. ser de origem térmica. d) organismo. tempo. b) 5. em parte. Miguel Leão é o Município do Estado do Piauí que apresenta a menor população. apenas B) se corretas III. podem desenvolver ventos causados por um gradiente de pressão ou podendo. C) se incorretas I. II. estimada pelo IBGE em um pouco acima de 2. Situada na mesma Microrregião que se encontra o Município de Nazária (PI). c) rocha. b) do barramento de canais de drenagem. O Município de Nazária é banhado pelo Rio Parnaíba. Do ponto de vista pluviométrico. Situadas na mesma microrregião de Teresina.500 habitantes. diminuição da infiltração. apenas C) se corretas II e IV. principalmente as dezenas de ilhas de grande potencial turístico. II. que. o bioma dominante no espaço geográfico do Município de Nazária (PI). representada por uma quadrícula de um mapa topográfico de uma cidade no Piauí.0 cm.LUDUS-2010-Analise as assertivas seguintes: I.25km. Nazária integra a mesma Microrregião na qual são integrados o Município de Coivara III. acumulando-se nos vales e. Passagem de Santo Antônio e Bom Jardim são povoados integrantes do Município de Nazária (PI). apenas B) se corretas I. IV. o Piauí apresenta a menor renda per capita entre os estados brasileiros. mostra umalinha tracejada indicando o caminho percorrido por um geógrafo nos interflúvios de uma baciahidrográfica. B) se corretas II e III. flora. apenas. fluindo . apenas.000 habitantes.0 cm. Tudo isso são características ambientais que resultam a) do desmatamento de áreas florestadas. na escala do referido mapa. aumento do escoamento superficial. alterações do ciclo hidrológico. Nazária é o mais novo município do Estado do Piauí. em contato com o solo arrefecido. 245-CESPE-UNB-2006-Considere as características a seguir: sobre uma determinada cidade no Piauí onde ocorre assoreamento de canais. relevo. III. ar. relevo. D) se corretas II e IV . II. E) se corretas I. apenas. Assinale: A) se corretas I. apresentando-se mais seco a oeste. aumenta de densidade e tende a escoar pelas encostas.240. c) da poluição de rios e mares. II e III. é o denominado “Bioma Mata dos Cocais”. Pelos últimos dados divulgados pelo IBGE (divulgados em 2009). apenas D) se corretas II e IV e V. 241-LUDUS-2010-Analise as assertivas seguintes: I. IV e V. a população de Nazária é próxima a 8. IV. III e IV. III e IV. apenas D) se corretas I. II. IV e V. encontra-se cravado em solo do Maranhão. III. rocha. durante uma viagem de reconhecimento de área. equivale a a) 5. IV. Cidades da mesma Microrregião. Assinale: A) se corretas III e IV. apenas 243-CESPE-UNB-2006-Os estudos realizados por pesquisadores agrônomos da EMBRAPA em várias regiões do Piauí evidenciaram que os solos são produtos da interação de fatores ativos e passivos. com renda per capita cerca de 1/8 (um oitavo) da do Distrito Federal e cerca de 90% da renda per capita do Maranhão. III. o Piauí é um Estado de transição no Nordeste. III e IV. A maior parte do Delta do Parnaíba. rocha e homem. II. E) se corretas I. apenas. Assinale: A) se corretas I. Capumba. homem e tempo. II. 244-CESPE-UNB-2006-A figura abaixo. III.LUDUS-2010-Sobre o Piauí. homem e fauna. União é ligada a Teresina pela PI – 130 e Nazária é ligada a Teresina pela PI – 112. fauna. Segundo o IBGE. V. c) 6. organismo e tempo. Segundo o IBGE.5 cm. II. d) 7. tais como a) relevo. apenas C) se corretas I. Nos seus apontamentos consta que ele percorreu uma distância de 3. III e IV. o ar. pode-se afirmar: I. 242. d) da erosão acelerada nas encostas. 246-CESPE-UNB2006-As variações de relevo em determinadas cidades no Piauí. b) clima.

248-CESPE-UNB-2000-No território piauiense. Os dois movimentos do ar descritos acima são. c) um aparente desvio do ar para a direita de sua trajetória. soluções e suspensões coloidais de várias naturezas que são originados por intemperismo a) físico. O que significa dizer que a) a vegetação reduz efeitos da erosão no relevo. freia o escoamento superficial e facilita a infiltração. 247-CESPE-UNB-2006-O ar atmosférico nas cidades piauienses. c) a vegetação influi nas temperaturas do solo. é afetado pela força de Coriolis ou Defletora que se deve à rotação da Terra e provoca nos objetos e no ar o movimento com a) um aparente desvio do ar para a direita de sua trajetória. mas as formas de relevo são recentes. a) vento catabático e vento anabático. Durante o dia. d) químico. d) um aparente desvio do ar para a esquerda de sua trajetória. diminuindo os efeitos da erosão pluvial. b) um aparente desvio do ar para a esquerda de sua trajetória. b) brisa terrestre e brisa marítima. 249-CESPE-UNB-2006-A vegetação no Piauí tem papel importante sobre os agentes de erosão e o tipo de escoamento no solo. umidade e precipitação. as estruturas e as formações litológicas são antigas.acima dos rios. c) pelos processos mais recentes associados aos falhamentos. respectivamente. no hemisfério Norte. pois foram produzidas a) pelo vento. .Em determinadas cidades piauienses alguns produtos de intemperismo das rochas consistem na mistura de fragmentos de minerais e rochas em diversos estágios de decomposição. c) mecânico. tanto no hemisfério Sul quanto no hemisfério Norte. em contato com as encostas aquecidas pelo sol. reduzindo a irradiação eletromagnética. tornando-se menos denso. no hemisfério Norte. o ar adquire calor e se expande. se olhado por qualquer observador. d) pelo desgaste erosivo de climas anteriores. no hemisfério Sul e para a esquerda. b) biológico. acontecerá o inverso. tanto no hemisfério Sul quanto no hemisfério Norte. b) pelos desgastes erosivos que ocorreram e continuam ocorrendo. que exerce importante papel de desgaste e transporte de partículas. d) vento geostrófico e vento de gradiente. substâncias orgânicas supridas principalmente por vegetais. b) a vegetação é reflexo da distribuição da temperatura. d) a vegetação reduz a velocidade da energia cinética das gotas de chuva. 250-CESPE-UNB-2006. c) vento de vale e vento de montanha. movimentando-se no sentido ascensional das encostas. no hemisfério Sul e para a direita.