Você está na página 1de 1

"Seguida por uns e temida por outros, a iurisprudentia a verdadeira fonte do direito em Roma" A iurisprudentia uma fonte do ius

us civile, fonte que sofreu grandes alteraes ao longo dos sculos, em Roma. uma cincia que estuda o direito, a prtica jurdica, o que atende resoluo dos conflitos de um caso concreto, de modo a preservar a justia e a equidade. Os iurisprudentes, tinham, ento, as funes: cavere, agere e respondere, e era, assim, que as preservavam. No incio, toda a iurisprudentia, consistia na interpretao dos pontfices. Esta interpretao, era feita pelo prudente, que ditava as regras a serem cumpridas, baseando-se na tica e na moral. Por ser detentor de um certo nvel de conhecimento e respeito social (era escolhido s entre patrcios), a iurisprudentia era seguida e cumprida, durante toda a Monarquia. Aps a instaurao da Res Pblica, a iurisprudentia deixa de ser fonte imediata de direito, pois surgem as leis escritas, e comea a tomar um novo rumo, afastando-se do poder religioso. Contudo, estas leis eram inspiradas na iurisprudentia e faziam com que a mesma prevalecesse nos dias Republicanos. Caso no houvesse resposta, ou sano, na lei, para a resoluo de um caso concreto, as mesmas teriam de ser dadas atravs desta cincia. A interpretao continuava, ento, a ser seguida por todos, sendo, agora, realizada pelo pretor, que inovava, criava novas normas, partindo das existentes, por meio da interpretao extensiva destas. A Repblica romana, foi, no entanto, substituda pelo Principado. E foi nesta poca que, o imperador Augusto, temendo o poder da iurisprudentia, realizada pelos pretores, decide controlar a prtica dos mesmos, concedendo esse poder, apenas, a certos jurisconsultos. Somenete estes tinham o ius publice respondendi, a capacidade para dar pareceres (responsa) nas questes de direito. Estes, no entanto, agiam sobre autorizao do seu imperador e, os seus pareceres, tinham como base os interesses deste. O imperador que exerce, agora, a justia, atravs de magistrados indicados por ele. Portanto, apesar das alteraes feitas, no propriamente a esta cincia, mas forma como foi, nos vrios perodos histricos, praticada e por quem foi praticada, e por existir desde sempre, podemos afirmar que a iurisprudentia, seguida por uns e temida por outros, a verdadeira fonte de direito em Roma.