INSS deve manter pagamento de auxílio-doença até a perícia médica ::...

http://expresso-noticia.jusbrasil.com.br/noticias/141052/inss-deve-mant...

Notícias
Notícias Legislação

inss recurso auxilio doença Diários Oficiais Advogados Serviços Tópicos

Login

Jurisprudência

Notícias Jurídicas

Notícias Políticas

Extraído de: Expresso da Notícia - 18 de Outubro de 2006

INSS deve manter pagamento de auxílio-doença até a perícia médica
O Tribunal Regional Federal da 1ª Região concedeu liminar determinando que o INSS deve manter o pagamento do auxílio-doença dos segurados "enquanto não for analisado o pedido de prorrogação ou o pedido de reconsideração, com a realização de nova perícia médica que comprove a cessação da incapacidade, de acordo a Orientação Interna nº 138/ INSS/DIRBEN, de 11/05/2006". A decisão é da presidente do Tribunal, desembargadora Assusete Magalhães, ao analisar recurso sobre o sistema utilizado para a interrupção do benefício denominado auxíliodoença. O INSS adotou o sistema denominado COPES, Cobertura Previdenciária Estimada, regulado pela Orientação Interna nº 130 INSS/DIRBEN, de 13/10/2005, substituída pela Orientação Interna nº 138 INSS/DIREN, de 11/05/2006. De acordo com essas normas, o perito médico fixa previamente a data da cessação da incapacidade do segurado. Passado o prazo estipulado, o benefício é automaticamente interrompido, cabendo ao segurado que se considere ainda incapacitado para o trabalho, requerer antes da cessação do auxíliodoença, nova perícia médica. O Ministério Público Federal defendeu a necessidade de que o INSS ofereça perícias médicas regularmente aos beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, para evitar prejuízos ao segurado, afastando a denominada "alta sem necessidade de realização de nova perícia". Em primeira instância, o Ministério Público obteve liminar para que, em Minas Gerais, fosse suspenso o procedimento adotado pelo INSS. Assim, a autarquia ficou impedida de interromper o pagamento de todos os benefícios de auxílio-doença que não tenham sido antecedidas de perícia médica específica (posterior à que gerou o benefício). A decisão também estabeleceu multa para cada benefício de auxílio-doença que fosse suspenso sem a realização da perícia que comprovasse a cessação da incapacidade. O INSS alegou, em recurso, que a adoção do novo procedimento visou diminuir o prazo de agendamento das perícias porque, antes da implantação do novo sistema, quando o segurado requeria um benefício, agendava sua perícia inicial para 120 ou 180 dias. Segundo o órgão previdenciário, o segurado ficava em casa aguardando a data do exame, muitas vezes precisando retornar ao trabalho, porque já estava recuperado, mas impedido por estar aguardando a realização da perícia. O INSS alegou ainda que seriam necessários "grandes gastos" para se modificar, repentinamente, o sistema implantado. O órgão justificou que a mudança exigiria alteração no sistema de atendimento de suas agências, com a alocação de agentes administrativos e médicos para a realização das perícias, o que resultaria em despesa estimada em mais de R$ 2 bilhões - R$ 2.728.754.000,00, além de impor ao INSS a manutenção de inúmeros "benefícios indevidos" pela ausência de conclusão da perícia sobre a recuperação e a capacidade do segurado. Em resumo, o INSS aposta na tese de que todo segurado que busca o benefício poderia, em tese, ficar em casa recebendo valores da Previdência sem motivo justificado. A desembargadora Assusete Magalhães, ao analisar a questão, afirmou que, "em princípio, o sistema adotado pelo INSS não acarreta prejuízo algum para o segurado que se beneficia do auxílio-doença". Mas a magistrada ressalvou que, "em juízo de cognição sumária, a manutenção da decisão do magistrado causará grandes transtornos à ordem administrativa, pois a obrigatoriedade de realização de perícia em todos os beneficiários antes da interrupção do benefício acarretará um acúmulo expressivo de trabalho aos peritos, colocando em risco a viabilidade de atendimento de todos os segurados em tempo razoável, advindo dessa situação lesão grave à ordem pública". A magistrada até concordou com o argumento do INSS, segundo o qual estando condicionada a cessação de todos os benefícios de auxílio-doença à realização de nova perícia perícia, uma grande quantidade de segurados poderá permanecer por longo período recebendo remuneração até que a perícia constate recuperação da capacidade. Mas entendeu que o INSS deve "preservar o pagamento do auxílio-doença dos segurados enquanto não for analisado o pedido de prorrogação ou o pedido de reconsideração, com a realização de nova perícia médica que comprove a cessação da incapacidade, de acordo a Orientação Interna nº 138/ INSS/DIRBEN, de 11/05/2006". Suspensão de Segurança. 2006.01.00.034360-2/MG

Compartilhe
Curtir 1

0

0

As mais lidas neste instante

Siga o JusBrasil nas redes sociais
Curtir Alex Andrade de Oliveira, Andre Bessa e 46.785 outros curtiram isso.

222

Recomende o JusBrasil no Google
portalJusBrasil · 3.292 seguidores

Baixe a barra de ferramentas JusBrasil » Baixe a JusBrasil

Advogados Parceiros Gruppi, Fonseca & Sampaio Advocacia e Consultoria Empresarial
Belém / PA (91) 3224-2046
Entre em contato

Jezini, Lauria, Ferreira & Cabral Anjos Advogados
Manaus / AM (92) 3304-0648
Entre em contato

Monteiro e Costa Advogados Associados
Manaus / AM (92) 3304-1296
Entre em contato

123

Seja um parceiro »

Dúvidas Jurídicas?
Entre em contato

Encontre-nos no Facebook

JusBrasil
Curtir 46,787 pessoas curtiram JusBrasil.

Janaina

Marcel

Alex

Andre

Silmara

1 de 3

22/9/2011 10:58

4 do Estatuto do Idoso .. http://expresso-noticia. de 15 de setembro de 2011 20 pessoas recomendam isso.150.responda -me porfavor Responder | Abuso? junior de pliveira 20 de Fevereiro de 2010 tive um acidente de moto e tive lesão do plexo braquial perdi o movimento do braço esquerdo e to de beneficio desde 20 de 01 de 08 e foi pedido uma reavaliaçao e marcarão pro dia 10/02/10 um mes depois de ter acabado o utimo mais o perito não quer reavaliar porque quer os novos exames e o meu medico só vai me atender la pra julho o que eu faço se eu tó sem movimento no braço ele não poderia me avaliar sem os exames?? as duas utimas vezes que eu fui não me pedirão exame nem o meu medico pediu novos exames o que eu faço??? tó penssando em pedir pra ele me da alta ja que ele não quer reavaliar o meu pedido que eu vouto pra empresa ja que eu sou empregado o que achão??? Responder | Abuso? Rosane dos Santos.recebia auxilio doença e na minha ultima pericia o medico me aposentou por invalidez sera que o que eu recebia vai diminuir ou aumentar ..jusbrasil... 17 de Janeiro de 2009 Meu esposo recebe auxílio doença a dois anos e seis meses. Espanhola Haila Macedo discorre sobre as transformações no Direito das Obrigações :: Notícias JusBra 3 pessoas recomendam isso. a outra com téc enfermagem a noite no momento estou afastado das duas por motivo de cirugia de coluna.Lei 10741/03 16 pessoas recomendam isso.21:35:55 eu leila estou fazendo uma reclamaçao meu esposo tem depresao a 3 anos estava encostado ate 30/08/2010 a 1 ano e 7 meis ele tem f 06.sera que vou receber estes dias no aguardo? Responder | Abuso? Silvanis 05 de Janeiro de 2011 Meu Pai teve seu Auxílio Doença do INSS.. só humilhação nas pericias. jose batista primo 27 de Janeiro de 2009 josé eu trabalho em duas empresa.. Douglas 29 de Agosto de 2010 ...com.. lesão de T12. 13 de Setembro de 2010 .. Responder | Abuso? patricia helena.00 reais inss me recolhe todos meses agora com o auxilio doénça meu salãrio é de 867. suspenso desde novembro de 2008. de ser aposentado eu to no sofrimento a 4 anos. os funcionários 2 de 3 22/9/2011 10:58 . 05 de Setembro de 2010 Meu Pedido de Prorrogação foi reconhecido no dia 27/08/2010.meu salário nas duas é de 3. E será que o mesmo tem condição de se aposentar..2 e ele e tratado muito mal no inss o psiquiatra trata dele com o atestado por tempo imdeterminado mais o perito do inss deu alta duas vezes mais o medico do trabalho da o caso inabito porque toma varios comprimido ao dia i agora ele esta com o atestado medico para agenda outra pericia mais o sistema imforma que o beneficio esta em manutençao do jeito que vai indo vamos ate pasa fome obrigado fico muito grata Responder | Abuso? Adriana 07 de Dezembro de 2010 OLa. vc pode receber os 25%25.. 11 de Maio de 2010 Estou afastada desde18/02/2010 aguardando pericia e fiquei sabendo que o SUS teria que ficar pagando o beneficio enquanto aguardo a pericia é verdade? e qual o procedimento para requerer esses meses que não recebo.desde ja grato. OBRIGADA! VANIA jose ferreira da. não tendo melhora? e se recebe esse dinheiro restante? Responder | Abuso? 21 pessoas recomendam isso..489. 13 de Janeiro de 2010 meu pedido de prorrogaçao do auxilio-doença foi reconhecido dia 11/01/2010 qro saber se tenho direito ao pagamento este mes de janeiro....gostaria de saber apos a entrada dos documentos qual o prazo para pericia ser realizada e se nesse prazo recebo algum auxilio Responder | Abuso? VANIA. estou afastada desde o dia 17/11/2010. Gostaria de saber em que Data seria o meu Pagamento.3 43.00 reais gostaria de saber se é justo cair tanto assim fico grato se tiver resposta obrigado..aguardando pericia. problema de miocardiopatia dilatada e então dia 22 de dezembro era uma perícia dele e o médico não compareceu e lá no INSS remarcaram para o dia 15 de janeiro.abraço a todos..porfavor estou muito preocupado pois tenho muitas contas a pagar . Art.. O funcionário alegou que desemendou até a deata da perícia e que o mesmo só iria receber o restante do dinheiro se caso fosso aprovada a perícia...pois não tenho como pagar minhas contas.INSS deve manter pagamento de auxílio-doença até a perícia médica ::.12:08:28 Teve sorte em amigo. Responder | Abuso? patricia mescouto.por favor me responda Responder | Abuso? marcos gastros 18 de Junho de 2010 sofri um acidente a 3anos e sofri lesao medular o que me deixou em uma cadeira de rodas.br/noticias/141052/inss-deve-mant. Comentários (18) Comentar Lei 12489/11 | Lei nº 12....abração. USP é considerada a 38ª melhor universidade do mundo :: Notícias JusBrasil Mariua José N. 17 de Agosto de 2010 fui afastada pela empresa para o inss .uma como téc agricula. onde o mesmo só recebeu o pagtamento pela metade .

dizem que ele tem que passar por 3 perítos.Gostaria muito que alguém me. sendo que temos todos os laudos e receitas dos medicamentos que ele precisa tomar. Responder | Abuso? ADAO DE. Responder | Abuso? helen kyonara c.... MAS NAO RECEBO NEM DA IMPRESA NEM DO INSS. 31 de Janeiro de 2011 não estou conseguindo agendar pericia medica por telefone e nem por internet. Q POSSO FAZER? Responder | Abuso? Comentários (18) Comentar ©2011 JusBrasil · Página Inicial Notícias · Navegue em Notícias · Notícias em RSS · Newsletter JusBrasil · Sobre o JusBrasil · Contato · Aviso sobre email falso 3 de 3 22/9/2011 10:58 .jusbrasil. fiz o pedido de prorrogaçaõ de mas só para 31/08/2011.br/noticias/141052/inss-deve-mant. http://expresso-noticia.. queria saber se até esta data fico sem receber? obrigado..com..o que devo fazer? Responder | Abuso? alex sandro pereira 24 de Maio de 2011 boa tarde eu queria sabe eu to encostado des de 23/03/11 e acabou ontem dia 23/05/11 eu so consegui marca minha pericia so pra dia 1/08/11 ate agosto vou fica recebendo o beneficio Responder | Abuso? maria alice 29 de Maio de 2011 como sabe se um pagamento ja foi liberado? Responder | Abuso? maria alice 29 de Maio de 2011 camo saber se um pagamento ja foi liberado? Responder | Abuso? samuel wahast 24 de Julho de 2011 meu auxilio doença acaba em 31/07/2011... POIS MINHA PERICIA FOI MARCADA PARA O DIA 18/11/2011 QUE DEVO FAZER P VIVER E COMPRAR MEDICAMENTOS JA Q A IMPRESA ATE HJ NAO ME DEU ASSISTENCIA E ATE MEUS SALARIOS ESTAO ATRASADOS?//////// POR FAVOR ME RESPONDA POIS SOU PAI DE FAMILIA E TENHO FAMILIA P SUSTENTAR E FILHO MENOR .NAO POSSO TRABALHAR POIS A DOR NAO DEIXA.desse uma solução.INSS deve manter pagamento de auxílio-doença até a perícia médica ::. mais durante todo esse tempo passou somente por 1 períto duas vezes. 08 de Setembro de 2011 SOFRI UM ACIDENTE 05/08/2011 FIQUEI 15 DIAS DE ATESTADO DEPOIUS RECEBI ENCAMINHAMENTO P INSS P PER4ICIA COM PROBLEMAS SERIOS DE COLUNA. pois tenho certeza que é direito dele como cidadão e trabalhador que foi um dia. o mesmo nega o benefício...

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful