Você está na página 1de 14

LIDERANA

Paulo Bajouco

Objectivos
Compreender o conceito de liderana e de lder Identificar os fatores da liderana Compreender as teorias da liderana e os estilos de

liderana
Saber associar lderes famosos a estilos de liderana

Sumrio da Sesso
A liderana e os seus fatores O Lder Teorias da Liderana Estilos de Liderana Exerccio Prtico Ser um lder eficaz O que aprendemos?

A liderana e os seus fatores


Liderana:
um processo

de influenciar pessoas
a envolverem-se voluntariamente em tarefas individuais/colectivas para a concretizao de objetivos comuns

A liderana e os seus fatores


Fatores da liderana (Exercito E.U.A):
Lder Seguidores (Grupo) Comunicao Situao

O Lder
Lder:
Uma pessoa

que exerce influencia


sobre um grupo para concretizar um ou mais objetivos

Teorias da Liderana
Teoria dos Traos: lder possui caractersticas inatas
Teoria Contingncial: padres de liderana de acordo com a situao Estilos de Liderana: trs estilos de liderana: Autocrtica Democrtica Liberal

Estilos de Liderana
Liderana autocrtica:
Focada nas Tarefas Autoritria

Lder dominador e pessoal

Liderana democrtica:
Envolvimento do Grupo Lder um consultor do grupo Grupo tem algum poder decisrio

Teoria: Estilos de liderana


Liderana Liberal ou Laissez Faire
A equipa prticamente independente No h orientao do lder Negligncia do lder

Exerccio
Que tipo de liderana foi praticada por:

(Na Seleco)

Ser um lder eficaz


Viso / Motivao Grupo (Ns) > Eu Conhecimento

Ser um lder eficaz


Comunicao (assertividade) Auto-Confiana Reconhecimento/Compreenso Aprendizagem/ Assumir Riscos

O que aprendemos?
Estas afirmaes so Verdadeiras ou Falsas?

a) b)

Um lder uma pessoa que decide o que um grupo deve fazer

F V

A liderana um conjunto de atitudes e comportamentos dum lder que

direcciona as pessoas a concretizar objectivos


c)

Na liderana liberal, o lder tem uma importncia marcante, dando alguma liberdade aos seguidores

d)

A abordagem contigncial diz-nos que qualquer lder tem um conjunto de traos inatos

Grato pela vossa ateno

Se as tuas aes inspirarem os outros a sonhar mais, aprender mais, fazer mais, e mudar mais, ento s um lder
John Quincy Adams