Você está na página 1de 20
novembro 23 Trabalho do 2011 4ºbimestre
novembro 23
Trabalho
do
2011
4ºbimestre

Este trabalho Fala sobre Retas e curvas,

Trabalho de matemática

INDICE

MEDIDAS

3

ÂNGULO

11

RETAS E CURVAS

14

~ 2 ~

Medidas

Sistema decimal de medidas (comprimento, superfície, volume, massa, capacidade e tempo);

A unidade fundamental de medidas de comprimento é o metro, indicado por m. Dependendo do comprimento a ser medido, podemos utilizar seus múltiplos ou submúltiplos.

Metro linear: (a diferença entre duas medidas lineares consecutivas é de 10 unidades ou de um zero).

Km hm dam m dm cm mm

KM

HM

DAM

M

DM

CM

MM

Quilômetro, hectômetro, decâmetro, metro, decímetro, centímetro, milímetro

Exemplos:

v

1,0 dam = 10,0 m

v

1,0 dm = 0,1 m

v

32,4 hm = 3240 m

v

0,01 km = 10 m

v

6,27 dam = 627 dm

Medidas de superfície (metro quadrado)

O metro quadrado é um padrão internacional para medidas de superfície, e é

equivalente à medida da área de um quadrado de lado 1 metro. A unidade fundamental é o metro quadrado (m²). A relação entre duas medidas consecutivas é de dois zeros.

KM²

HM²

DAM²

DM²

CM ²

MM²

Exemplos:

v 1dam2 = 100 m2 = 10 000 dm2

~ 3 ~

v

5138,5 m2 = 0,51385 hm2

v

42 mm2 = 0,000042 m2

v

5,3 cm2 = 0,053 dm2

v

40,3 km2 = 403000 dam2

v

300 mm2 = 0,0003 m2

v

63,9 cm2 = 0,000000639 hm2

Medidas de Volume (metro cúbico)

O metro cúbico é um padrão internacional para medidas de volume, e é

equivalente ao volume de um cubo de aresta 1m. A unidade fundamental é o metro cúbico (m3). A relação entre duas medidas consecutivas é de três zeros.

Km3

hm3

dam3

m3

dm3

cm3

mm3

Exemplos:

v

1hm3 = 1 000 000 m3

v

21,3 dam3 = 21 300 000 dm3

v

0,5 km3 = 500 000 dam3

v

52,1 cm3 = 0,000 0521m3

v

4,21 mm3 = 0,00000421 dm3

v

5,304km3 = 5304000000 m3

v

22,44mm3 = 0,00000000002244dam3

Medidas de Capacidade

~ 4 ~

Chamamos de capacidade de um recipiente ao volume de um líquido ou de um gás que esteja contido nesse recipiente. O litro é um padrã ( l ) o internacional para medidas de capacidade e corresponde à capacidade de um cubo de aresta 1 dm.

Cada unidade é 10 vezes maior que a unidade inferior, ou seja, a diferença entre uma e outra medida de capacidade é de uma casa ou um zero.

kl

hl

dal

l

dl

cl

ml

Quilolitro, hectolitro, decalitro, litro, decilitro, centilitro, mililitro.

Exemplos:

v

0,3 dl = 0,03 l

v

3,25 l = 325 cl

v

713,5 l = 0,7135 kl

v

13000 cl = 130 l

v

25,76 dal = 2576 dl

v

47,58 hl = 475,8 dal

v

13,27 dl = 0,01327 hl

Relação entre medidas cúbicas e de capacidade

1 litro = 1 dm3

v 1000 litros = 1000 cm3 = 1 m3

v 1cm3 = 0,001dm3 = 0,001 litro

~ 5 ~

v

5 mm3 = 0, 000 005 dm3 = 0,000005 litro

v

100 hl = 10 000 litros = 10000dm3 =10m3

v

4 kl = 4 000 litros = 4000 dm3 = 4m3

v

4 dm3 = 4 litros = 0,004 kl

Medidas de Massa (peso)

Na linguagem usual dizemos que: ―tal pessoa pesa 50 quilos (quilogramas)‖, na verdade o que estamos medindo é a massa do corpo. O peso de um corpo é uma grandeza física que varia de acordo com a força da gravidade, mas a sua massa é a mesma. O que as balanças nos fornecem é a massa que o corpo tem.

A unidade fundamental de medidas de massa é o grama ( g ). A diferença

entre duas medidas de peso é uma casa ou 1 zero, ou seja, cada unidade é 10 vezes maior do que a unidade imediatamente inferior.

kg

hg

dag

g

dg

cg

mg

Quilograma, hectograma, decagrama, grama, decigrama, centigrama, miligrama.

Observação: 1 Ton (tonelada) = 1000 quilos.

Exemplos:

v

1 dag = 10 g

v

5,43 dag = 5430 cg

v

12,73 cg = 0,001273 hg

~ 6 ~

v

125 kg = 125 000 g

v

231 mg = 2,31 dg

v

5 cg = 0,00005 kg

v

0,07 kg = 70 g

v

72,4 hg = 7 240 000 mg

Medidas de Tempo

No Sistema Internacional, a unidade oficial de tempo é o segundo, cujo símbolo é s.

Além do segundo, as unidades de tempo mais usadas são o minuto, a hora, asemana, o mês, o ano, e o século. Temos que:

v

1 minuto =60 segundos;

v

1 hora = 60 minutos ;

v

1 hora = 3.600 segundos;

v

1 mês comercial = 30 dias;

v

1 ano comercial = 360 dias;

v

1 ano civil = 365 dias.

Exemplo:

v Transforme 789 dias em anos, meses e dias:

Verificaremos quantos anos cabem em 789 dias:

789dias

360

69dias

2 anos

em seguida verificaremos quantos meses cabem em 69 dias:

69dias

30

09dias

2 meses

Resposta: 2 anos, 2 meses e 9 dias.

v Transforme 2,325 anos em: anos, meses e dias:

~ 7 ~

2,325 a = 2 a + 0,325 a

 

2

a + 0,325 12meses

2

a + 3,9 meses

2

a + 3 meses + 0,9 meses

2

a + 3 meses + 0,9 30 dias

2

a + 3 meses + 27 dias

Resposta:

2 a + 3 meses + 27 dias

v

Efetue a adição abaixo indicada:

2h

47min 18 s

 

3h

10min

51 s

( + )

5h

65min 69 s

Se 69 s = 1min + 9 s

Então fica:

5h

66min 09s

Se 66min = 1h + 6 min

Então fica:

6h

06min 09s

 

Resposta: 6h

06min

09s

v

Efetue a subtração abaixo indicada:

4h

26 min

12 s

2h

35 min

45 s

( )

Como 12 é menor que 45, tomamos 1 minuto (60 segundos) emprestado dos 26 minutos.

Ficará então:

4h

25 min

72 s

~ 8 ~

2h

35 min

45 s

( )

Como 25 minutos é menor que 35 minutos, tomamos 1h (60 minutos) emprestado de 4h.

Ficará finalmente:

3h

85 min

72 s

2h

35 min

45 s

( )

1h

50 min 27 s

Resposta: 1h 50 min 27 s

Exercícios diversos:

1)

Assinale a alternativa falsa:

a)

3400 m = 34 hm

b)

22 cm2 = 0,22 dm2

c)

34 cg = 1 dag 0,0966 hg

d)

2 m3 = 2000 cm3

e)

1 litro = 1000 cm3

2) Um reservatório em 7/8 de sua capacidade cheios de água. Se suas dimensões são a = 1m, b = 0,80m e c = 0,40 m, o volume de água existente no reservatório é:

3) Um reservatório de combustível tem 80 cm de comprimento, 35 cm de largura e 20 cm de altura. Supondo que o reservatório estava cheio, após uma viagem foi gasto 2/3 de sua capacidade. Quantos litros restaram no reservatório?

4) Um terreno retangular de 30m de largura e 80 metros de comprimento, será cercado de 8 fios de arame, cujo rolo de 20m custa R$14,00. Quanto será gasto de arame?

5) Qual a profundidade de um tanque de 5,4 m de comprimento, 3,5 m de largura, se tem capacidade de 9.450 litros ?

6) Transforme 865 dias em: anos, meses e dias

~ 9 ~

7) Transforme 4,175 anos em anos, meses e dias

8) Transforme 4,325h em horas, minutos e segundos

9) Efetue as operações abaixo indicadas:

a) 4h

50 mim 39 s + 1h 35 min 28s

b) 5h 14 min 36 s 2h 20 min 50 s

Respostas:

1)d 2)280 litros 3)18,66 litros 4)R$ 1.232,00

5)0,50 metros 6)2 anos 4 meses 16 dias 7)4 anos 2 meses 3 dias

8)4 h 19 mim

30 s 9)a) 6h 26 min 7s

b)2h 53 min 46 s

Ângulos

Ângulo é a região de um plano concebida pela abertura de duas semi-retas que possuem uma origem em comum, chamada vértice do ângulo. A abertura do ângulo é uma propriedade invariante e é medida em radianos ou graus.

Componentes de um ângulo

Semi-retas - são os lados do ângulo.

Origem ou vértice - ponto onde as duas semi-retas se encontram.

Bissetriz - é a semi-reta com origem no vértice desse ângulo dividindo-o ao meio.

Ângulos consecutivos: dois ângulos são consecutivos se um dos lados de um deles coincide com um dos lados do outro ângulo. Ângulos adjacentes: Dois ângulos consecutivos são adjacentes se, não têm pontos internos comuns.

~ 10 ~

Unidades de medidas para ângulos

A medida em radianos de um ângulo é o comprimento do arco cortado pelo

ângulo, dividido pelo raio do círculo. O SI utiliza o radiano como a unidade derivada para ângulos. Devido ao seu relacionamento com o comprimento do arco, radianos são uma unidade especial. Senos e co-senos cujos argumentos estão em radianos possuem propriedades analíticas particulares, tal como criar funções exponenciais em base e.

A medida em graus de um ângulo é o comprimento de um arco, dividido pela

circunferência de um círculo e multiplicada por 360. O símbolo de graus é um pequeno círculo sobrescrito °. 2π radianos é igual a 360° (um círculo completo),

então um radiano é aproximadamente 57° e um grau é π/180 radianos.

O gradiano, também chamado de grado, é uma medida angular onde o arco é

dividido pela circunferência e multiplicado por 400. Essa forma é usada mais

em triangulação.

O ponto é usado em navegação, e é definida como 1/32 do círculo, ou

exatamente 11,25°.

O círculo completo ou volta completa representa o número ou a fração de

voltas completas. Por exemplo, π/2 radianos = 90° = 1/4 de um círculo

completo.

O ângulo nulo é um ângulo que tem 0°.

Medindo ângulos

O ângulo θ é o quociente de s por r.

Para medir um ângulo θ, um arco circular centrado no vértice do ângulo é desenhado. O comprimento do arco s é então dividido pelo raio do círculo r, e multiplicado por uma variavel k, que depende da unidade de medida selecionada (graus ou radianos). Se a unidade for radianos, k = 1; se a unidade for graus, .

Cabe mencionar que valor de θ é independente do tamanho do círculo (a proporção s/r é mantida), pois se o raio do círculo aumenta, o comprimento do arco também aumenta na mesma proporção.

~ 11 ~

Quanto ao ângulo

Ângulo agudo

Ângulo reto

Ângulo obtuso

Ângulo raso

Ângulo giro ou ângulo completo

Com relação às suas medidas, os ângulos podem ser classificados como:

Nulo: Um ângulo nulo mede 0°

Agudo: Ângulo cuja medida é maior do que 0° e menor do que 90°

Reto: Um ângulo reto é um ângulo cuja medida é exatamente 90°. Assim os seus lados estão localizados em retas perpendiculares.

Obtuso: É um ângulo cuja medida está entre 90° e 180°.

Raso: Ângulo que mede exatamente 180°, os seus lados são semi-retas opostas.

Côncavo ou Reentrante: Ângulo que mede mais de 180°e menos de 360°.

Giro ou Completo: Ângulo que mede 360°. Também pode ser chamado de Ângulo de uma volta.

O ângulo reto (90°) é provavelmente o ângulo mais importante, pois o mesmo é encontrado em inúmeras aplicações práticas, como no encontro de uma parede com o chão, os pés de uma mesa em relação ao seu tampo, caixas de papelão, esquadrias de janelas, etc

Um ângulo de 360 graus é o ângulo que completa o círculo. Após esta volta completa este ângulo coincide com o ângulo de zero graus mas possui a grandeza de 360 graus (360°).

Ângulos Consecutivos - Dois ângulos são chamados consecutivos se um dos lados de um deles coincide com um dos lados do outro ângulo.

Ângulos Adjacentes - Dois ângulos são adjacentes quando são consecutivos e não possuem pontos internos comuns.

~ 12 ~

Ângulos opostos pelo vértice - São ângulos compostos por duas retas cujo ângulo interno ou externos a estas retas e diagonalmente opostos são congruentes.

Quanto a complementações

Ângulos complementares a e b (b é o complemento de a, e a é o complemento de b).

Os ângulos a e b são suplementares; a é agudo e b é obtuso.

Ângulos Complementares - Dois ângulos são Complementares quando a soma de suas medidas é igual a 90°. Neste caso, cada um é o complemento do outro.

Ângulos Suplementares - Dois ângulos são Suplementares quando a soma de suas medidas é igual a 180°. Neste caso, cada um é o suplemento do outro.

Ângulos Replementares - Dois ângulos são Replementares quando a soma de suas medidas é igual a 360°. Neste caso, cada um é o replemento do outro.

Ângulos Explementares - Dois ângulos são Explementares quando a diferença de suas medidas é igual a 180. Neste caso, cada um é o explemento do outro

Expressão popular

Angulo também pode significar o local no gol, em futebol, que se pode ver os 90° da trave, de difícil acesso ao goleiro e considerado local nobre para marcação do gol. "No ângulo", é a expressão exata da jogada

Retas e curvas

Curvas

Em matemática, uma curva é, em termos gerais, um objeto semelhante a uma linha, mas que não é obrigatoriamente reta. Tecnicamente, uma curva é o lugar geométrico ou trajetória seguida por um ponto que se move de acordo com uma ou mais leis especificadas, neste caso, as leis comporão uma condição necessária e suficiente para a existência do objeto definido. Frequentemente há maior interesse nas curvas em um espaço euclidiano de duas dimensões (curvas planas) ou três dimensões (curvas espaciais).

Em tópicos diferentes dentro da matemática o termo possui significados distintos dependendo da área de estudo, então o sentido exato depende do contexto. Um exemplo simples de uma curva é a espiral, mostrada a direita.

~ 13 ~

Um grande número de outras curvas já foi bem estudado em diversos campos da matemática.

O termo curva tambem tem vários significados na linguagem não matemática. Por exemplo, ele pode ser quase um sinônimo de função matemática (como em curva de aprendizado), ou gráfico de uma função (como em curva de Phillips)

Se o intervalo for fechado e as imagens dos pontos inicial e final coincidirem a curva diz-se fechada. Se a função for injectiva (exceptuando a possibilidade de a curva ser fechada), a curva diz-se simples. A curva pode ainda ser adjectivada com as propriedades adicionais que tenha a função. Por exemplo, se a função for diferenciável, a curva diz-se diferenciável, etc.

Topologia

Fronteiras das componentes hiperbólicas do conjunto de Mandelbrot c omo curvas fechadas

Fronteiras das componentes hiperbólicas do conjunto de Mandelbrotcomo curvas fechadas

Em topologia, uma curva é uma aplicação contínua cujo domínio é um intervalo. Mais precisamente, Seja I um intervalo de números reais (isto é,

vezes também se chama curva à imagem dessa aplicação.

vezes também se chama curva à imagem dessa aplicação. ). Então uma curva é , em

). Então uma curva

curva à imagem dessa aplicação. ). Então uma curva é , em que X é um

é

curva à imagem dessa aplicação. ). Então uma curva é , em que X é um

, em que X é um espaço topológico. Por

A curva

em que X é um espaço topológico . Por  A curva é dita ser simples,

é dita ser simples, ou uma curva de Jordan, se ela é injetiva, ou

ser simples, ou uma curva de Jordan, se ela é injetiva, ou seja, se para todo

seja, se para todo x, y em I, tem-se

intervalo fechado

seja, se para todo x , y em I , tem-se intervalo fechado , também é

, também é permitida a possibilidade de

. Se Ié um

que

, também é permitida a possibilidade de . Se I é um que (esta convenção torna

(esta convenção torna possível falar sobre curvas

~ 14 ~

simples "fechadas", veja abaixo). Em outras palavras, este tipo de curva "não cruza a si mesma e não tem pontos faltando". [1]

Se γ(x) = γ(y) para algum

. [ 1 ]  Se γ( x ) = γ( y ) para algum (outros

(outros alem das extremidades de I),

então γ(x) é chamado de um ponto duplo (ou múltiplo) da curva.

Uma curva plana é uma curva para a qual X é o plano euclidiano estes são os primeiros exemplos encontrados ou em alguns casos o plano projetivo. Uma curva espacial é uma curva para a qual X é tridimensional, sendo geralmente o espaço euclidiano; uma curva torcida (skew curve) é uma curva espacial que não está contida em nenhum plano. Essas definições também se aplicam a curvas algébricas (veja abaixo). No entanto, no caso das curvas algébricas é muito comum não impor a restrição de que a curva tenha pontos definidos apenas sobre os números reais.

Esta definição de curva captura nossa noção intuitiva de curva como sendo uma figura geométrica contínua, conexa que é "parecida" com uma reta, sem espessura e desenhável sem interrupção, embora ela também inclua figuras que dificilmente podem ser chamadas de curvas no sentido comum. Por exemplo, a imagem de uma curva pode preencher um quadrado no plano (curva de Peano). A imagem de uma curva plana simples pode ter uma dimensão de Hausdorffmaior do que um (veja Floco de neve de Koch) e até mesmo medida de Lebesgue positiva. [2] (o último exemplo pode ser obtido através de uma pequena variação na construção da curva de Peano). Acurva do dragão é outro exemplo incomum.

Exemplos de curvas

uma recta;

uma função real de variável real;

um .

Retas

Em matemática, uma reta (AO 1945: recta) é um objeto geométrico infinito a uma dimensão. Pode ser definida de várias formas equivalentes. Em Geometria Descritiva uma reta é o resultado da deslocação de um ponto segundo uma determinada lei.

~ 15 ~

Uma curiosidade é que, no texto original de Os Elementos, de Euclides, fala-se de segmentos de reta e não de retas.

Retas no plano

Uma reta de declive a . Qualquer sua perpendicular tem declive -1/ a .

Uma reta de declive a. Qualquer sua perpendicular tem declive -1/a.

Uma reta no plano pode ser descrita das seguintes formas:

dando dois pontos da reta;

dando um ponto da reta e o seu declive;

dando um ponto da reta e um vetor normal a essa reta;

dando um ponto e um vetor da reta.

Retas no espaço

Uma reta no espaço pode ser descrita das seguintes formas:

dando dois pontos da reta;

dando um ponto da reta e dois vetores normais a essa reta, não colineares;

dando um ponto e um vetor da reta.

Principais postulados

Postulado da existência (PE): Numa reta, bem como fora dela, existem vários pontos.

Postulado de determinação (PD): Dados dois pontos distintos do espaço, existe apenas uma reta que os contém.

Postulado da inclusão (PI): Se uma reta tem dois ou mais de seus pontos num plano, ela está contida no plano.

Semi-reta

Uma semirreta pontos P da reta OA tais que O não está entre P e
Uma semirreta pontos P da reta OA tais que O não está entre P e
Uma semirreta pontos P da reta OA tais que O não está entre P e

Uma semirreta

pontos P da reta OA tais que O não está entre P e A.

, também denotada por

ou

, é o conjunto dos

Semirreta

Semirreta

Ao fixar-se um ponto sobre uma reta, esse ponto a divide em duas partes iguais, transformando-a em duas semirretas de mesma origem e sentidos opostos.

Segmento de reta

Um segmento de reta é o conjunto dos pontos da reta que ficam entre dois outros pontos.E m álgebra linear, se V for um espaço vetorial real, então o segmento de reta que liga o ponto (vetor) A ao ponto B é o conjunto.

Porcentagem

A percentagem ou porcentagem (do latim per centum, significando "por cento",

"a cada centena") é uma medida de razão com base 100 (cem). É um modo de expressar uma proporção ou uma relação entre 2 (dois) valores (um é a parte e

o outro é o inteiro) a partir de uma fração cujo denominador é 100 (cem), ou seja, é dividir um número por 100 (cem).

Significado

Dizer que algo (chamaremos de blusas) é "70%" de uma loja (lê-se: "as blusas são setenta por cento de uma loja"), significa dizer que blusas é equivalente a 70 elementos em um conjunto universo de 100 elementos (representando lojas, que pode ter qualquer valor), ou seja, que a razão é a divisão:

para 1. Ou seja, a 0,7ª parte de 1, onde esse 1 representando o valor inteiro da fração, no caso, "loja".de 100 elementos (representando lojas, que pode ter qualquer valor), ou seja, que a razão é

~ 17 ~

Em determinados casos, o valor máximo de uma percentagem é obrigatoriamente de 100%, tal qual ocorre na umidade relativa do ar. Em outros, contudo, o valor pode ultrapassar essa marca, como quando se refere a uma fração maior que o valor (500% de x é igual a 5 vezes x).

Símbolo

Muitos acreditam que o símbolo "%" teria evoluído a partir da expressão

matemática

.
.

Porém, alguns documentos altamente antigos sugerem que o % evoluiu a partir da escrita da expressão latina "per centum", sendo conhecido em seu formato atual desde meados do século XVII. Apesar do nome latino, a criação do conceito de representar valores em relação a uma centena é atribuída aos gregos.



Símbolo no século XV



Símbolo no século XVII



~ 18 ~

Símbolo a partir do século XVIII

Segundo o historiador David Eugene Smith, o símbolo seria originalmente escrito "per 100" ou "per c". Smith estudou um manuscrito anónimo de 1425, contendo um círculo por cima do "c". Com o tempo a palavra "per" acabaria por desaparecer e o "c" teria evoluído para um segundo círculo.

Ponto percentual

Ponto percentual é o nome da unidade na qual pode ser expressa o valor absoluto da diferença entre quaisquer pares de porcentagens.

Por exemplo: se uma determinada taxa de juros cair de 24% ao ano para 12% ao ano, pode-se dizer que houve redução de 50% {[(valor inicial)-(valor final)]/(valor inicial)}, mas não que houve redução de 12%. Dizer que houve uma redução de 12% implica que o valor final seja de 12% menor que o valor inicial, no nosso exemplo, a taxa final seria 21,12% ao invés de 12%.

O Ponto Percentual é uma unidade que pode expressar essa diferença, voltando ao nosso exemplo, é correto dizer que houve redução de 12 pontos percentuais na tal taxa de juros.

Como calcular porcentagens

Existem muitas formas de se calcular porcentagem. Podemos utilizar Regra de três ou multiplicando. Por exemplo:

Qual é o valor de 25% de 50?

100% representa o total, ou seja, 50. E 25% representa X. Fazendo a regra de três, temos:

50/100 = X/25

50 . 25 = 100X

1250 = 100X

X

= 1250/100

X

= 12,5

Portanto, 25% de 50 é 12,5.

~ 19 ~

~ 20 ~