Você está na página 1de 1

ACES DE AVALIAO E FORMAO JANEIRO / 2012

1 - QUE FORMAO PROPORCIONAMOS NA INICIAO PRTICA DO FUTEBOL EM LEIRIA AVALIAO CONJUNTA COM OS INTERVENIENTES DIRECTOS, TREINADORES E RESPONSVEIS PEDAGGICOS. Datas previstas: 1 Aco 9 de Janeiro, segunda-feira Caldas da Rainha 2 Aco 11 de Janeiro, quarta-feira Leiria 3 Aco 16 de Janeiro, segunda-feira Pombal Horrio das 21.00 s 23.00 horas, Leiria s 21.30 horas Local: Caldas da Rainha, Pombal e Auditrio da AFLeiria. Objectivo: Avaliao e anlise da actividade desportiva desenvolvida no escalo de Traquinas, interveno dos treinadores ou representantes dos clubes para aperfeioar a actividade. Forma: Convite a todos os Treinadores das equipas do escalo, Coordenadores Tcnicos dos Clubes e Dirigentes, enviando emails e publicitando os eventos na pgina da AFL. Trs reunies a norte, a centro e a sul. 2 - QUE FORMAO FACULTAMOS NA ETAPA DE INICIAO AO FUTEBOL ANLISE CRITCA E DEBATE. Data prevista: 23 de Janeiro, segunda-feira Leiria 21.00 Horas Local: A indicar, Auditrio da AFL ou do Estdio Municipal Objectivo: - Futebol Distrital de Leiria Anlise critica qualidade da formao que patrocinamos na iniciao ao Futebol? - Avaliao dos contedos de formao nas Escolas dos Clubes - Informao sobre boas prticas didctica e pedagogia no ensino do jogo. - Convidados: - Jornalistas convidados para a mesa do debate, represente do jornal Record, do jornal O Jogo e do Jornal de Leiria. - Outros jornalistas que podem e devem intervir como assistentes do debate. - Coordenadores de Clubes segundo os seguintes critrios: cobertura dos clubes das regies norte, centro e sul com mais equipas na formao, mais jogadores inscritos, e objectivos classificativos mais significativos nos escales de Futebol de Sete nos ltimos anos. - Destinatrios: - Todos os intervenientes no futebol, dirigentes, treinadores, rbitros e outros agentes.
As escolas de formao so determinantes, temos imaginao, temos criatividade mas depois deixamos ao livre arbtrio a possibilidade dos jovens crescerem como jogadores H um grande investimento a fazer a este nvel em Portugal. (Jos Peseiro1, entrevista na revista Training n 10 de Janeiro/Maro de 2003)