P. 1
ESQUEMAS MNEMÔNICOS

ESQUEMAS MNEMÔNICOS

|Views: 1.279|Likes:
Publicado porRachel Lage

More info:

Published by: Rachel Lage on Jan 05, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/29/2013

pdf

text

original

"LIMPE" (legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência), que agrupa os princípios da administração pública expressamente previstos na CF (art.37).

Agora, uma sensacional foi sugerida pelo meu amigo "VBCensura", tratando da competência legislativa da União (art. 22, CF). É o "CAPACETE DE PM": C - civil A - agrário P - penal, postal (serviço), populações indígenas, públicos (registros) A - aeronáutico C - comercial E - eleitoral T - trabalho E - espacial DE - desapropriação P - processual M - marítimo Já essa agora, foi enviada pelo(a) colega "Firme na Batalha". Cuida da competência legislativa concorrente (art. 24 da CF). A fórmula é "ET/PUF" (sabe aqueles seres do filme de final de ano da Globo e de desenho animado? Então, são eles!! É bobo, mas não se esquece): E - econômico T - tributário P - penitenciário U - urbanístico F - financeiro Outra bem conhecida é o "CoFiFoMOb", que trata dos elementos dos atos administrativos (competência, finalidade, forma, motivo e objeto). E é bom lembrar que o juízo de discricionariedade está só no "MOb" (motivo e objeto). O "VBCensura" também extraiu uma do livro do inesquecível Eduardo Sabbag, muito interessante. São as hipóteses de suspensão da exigibilidade do crédito tributário. A fórmula é "MOR-DE-RE-CO-PAR" (Art. 151 do CTN): MOR - moratória DE - depósito RE - reclamações/recursos CO - concessão de liminar/tutela antecipada em ms ou outras PAR - parcelamento. Uma que eu criei, cansado de não gravar o assunto, é sobre as condições de elegibilidade (art. 14, §3º, CF). A fórmula é "A PleNa Do FIm": A - alistamento eleitoral Ple - Pleno exercícios dos direitos políticos Na - Nacionalidade brasileira Do - domicílio eleitoral na circunscrição F - filiação partidária

ou insistirá no pedido de arquivamento.as hipóteses de competência territoral absoluta previstas no art.RESsarcimento ao erário. ao invés de apresentar a denúncia. A mesma colega encaminhou uma fórmula que eu. O agente que incorre em improbidade administrativa é "SUPER IRRESponsável": SU . 28 do CPP .servidão NUN-nunciação de obra nova DIVI-divisão DE -demarcação VIzinhança 2 -Sobre as hipóteses de competência legislativa concorrente (art. É a "LUTA" que cuida do lugar e tempo do crime e as teorias adotadas pelo CP (Lugar Ubiquidade.posse P . ao qual só então estará o juiz obrigado a atender. particulamente.24. e este oferecerá a denúncia.I CF)lembrar que: dinheiro. Outra bem simples é uma lembrada pela colega "Concurseira Lda".urbanístico .idade mínima (aí tem que lembrar as idades mínimas dos incisos seguintes) O nosso colega "Schutzjäger" enviou uma outra fórmula para memorização. Como lembra um bordão clássico da publicidade.). Aprendi na aula do prof. requerer o arquivamento do inquérito policial ou de quaisquer peças de informação.Se o órgão do Ministério Público. É assim: "E se o juiz discordar do pedido de arquivamento do inquérito feito pelo MP? Faz um 28!!!" (art. cidade e cadeia é de todo mundo: Dinheiro . 1.Im . designará outro órgão do Ministério Público para oferecê-la. 95 CPC (direito real sobre imóveis): PPS NUN DIVIDE a VIZINHA P . no caso de considerar improcedentes as razões invocadas. Waldemar Arimatéia.tributário. São os elementos da culpabilidade: IM: imputabilidade PO: potencial consciência da ilicitude EX: exigibilidade de conduta diversa Tem uma outra que eu nunca esqueci.Indisponibilidade dos bens RES . Tempo Atividade). não conhecia.propriedade S . econômico e financeiro Cidade . É "IMPOEX". fará remessa do inquérito ou peças de informação ao procurador-geral. mas não sei se é propriamente uma fórmula mnemônica. fica moleza.PERda da função pública I .Carvalho. o juiz. Trata das sanções na lei de improbidade administrativa. do curso A.SUspensão dos direitos políticos PER .

COM (finalidade. CARACTERÍSTICAS DOS CONTRATOS DE TRABALHO (as nomenclaturas variam de acordo com o doutrinado) BISCOITO: B ilateral I ntuito Personae S ubordinativo/sinalagmático C onsensual/comutativo O neroso . forma. 13 da lei 9784. objeto e motivo) Para os demais princípios da Administração: Chá em Paris: C ontinuidade do serviço público H ierarquia A uto tutela em P resunção de Legitimidade A uto Executoriedade R azoabilidade I sonomia S upremacia do Interesse Público.a decisão de REcursos administrativos.Cadeia . competência.a edição de atos de caráter NOrmativo. II .marítimo . Não podem ser objeto de delegação:I .militar – preso Elementos do Ato Administrativo: FF.penitenciário Avante. na luta hipóteses de domicílio necessário (art 76 Cod.servidor público .Civ): INgrid SERviu Macarrão e Minhoca ao Preso (1) (2) (3) (4) (5) 1 2 3 4 5 -Incapaz . Atributos do Ato Administrativo: PAI P resunção de legitimidade A uto executoriedade I mperatividade NOREEX Art.III .as matérias de competência EXclusiva do órgão ou autoridade.

É DESONROSO? SIM. É CRIME? SIM. É UM FATO? SIM. Logo é CALUNIA. CALÚNIA. É UM FATO? SIM. LOGO É INJÚRIA. É UM FATO? SIM. no mínimo) TST – Trinta subtrai três (27 ministros) TSE – muda o t de lugar – SET (7 membros. STF – Somos um time de Futebol (11 Ministros) STJ – Somos Todos de Jesus. no mínimo) STM – Somos Todos Mocinhas – idade em que a mulher debuta (15 membros) . Logo é DIFAMAÇÃO. ÉZIO. É DESONROSO? NÃO.Começa com C de CRIME.I nalterável T rato sucessivo O neroso* * Vogal repetida CD – CALÚNIA E DIFAMAÇÃO – São imputações de FATOS DESONROSOS. Idade em que Jesus Morreu (33 Ministros. DICAS DO JUIZ DR. É DESONROSO? SIM. É CRIME? NÃO.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->