1

Coleção Fábulas Bíblicas Volume 70

DEUS
o arquiteto
TRAPALHÃO
Mitologia e Superstição Judaico-cristã

JL
jairoluis@inbox.lv

2

Sumário

1 - Deus, o arquiteto trapalhão. ................................................................ 4
1 - A burrice de Deus na lenda da criação ............................................ 5

2 - A falácia do “criador inteligente” ........................................................... 9
3 - O Design Inteligente criou a humanidade? ............................................11
4 - Partes inúteis do corpo humano >>> ...................................................27
1 - Os dentes do siso .......................................................................28
2 - Músculos auriculares externos ......................................................29
3 - Órgão Vomeronasal (ou de Jacobson) ...........................................30
4 - Costelas do pescoço (ou cervicais) ................................................31
5 - Terceira pálpebra........................................................................32
6 - Ponto de Darwin (ou tubérculo) ....................................................33
7 - Músculo subclávio .......................................................................34
8 - Músculo palmar ..........................................................................35
9 - Mamilos masculinos ....................................................................36
10 - Músculo eretor dos pelos ...........................................................37
11 - Apêndice..................................................................................38
12 - Pelo corporal ............................................................................39
13 - Décima terceira costela .............................................................40
14 - Útero masculino........................................................................41
15 - Dedos do pé (menos o dedão) ....................................................42
16 - Vaso deferente feminino ............................................................43
17 - Músculo piramidal .....................................................................44
18 - Cóccix .....................................................................................45
19 - Seios paranasais .......................................................................46
20 - Prepúcio ..................................................................................47
21 - Músculo perônio anterior............................................................48
22 - Ossos Wormianos .....................................................................49
23 - DNA excedente .........................................................................50
5 - Conclusão .........................................................................................51
6 - Referências e Fontes ..........................................................................52
7 - Mais bobagens do Cristianismo >>> ....................................................53
Mais conteúdo recomendado .............................................................54
Livros recomendados .......................................................................55

3

1 - Deus, o arquiteto trapalhão.

4

O crente cristão padrão, aquele que nunca lê a Bíblica, ao ser
atingido por uma afirmação como esta – DEUS TRAPALHÃO -, terá
a reação instintiva de encher suas mãos santas com as pedras
mais próximas e lançá-las contra o infeliz que teve este
atrevimento. Mas infelizmente (para o crente, óbvio) basta ler os
primeiros 19 versículos da “Santa” Bíblia e perceber estarrecido,
o quanto o próprio Deus se declara um total trapalhão no
planejamento e construção da “sua” criação; e principalmente nas
tentativas ridículas de consertar seus erros de projeto. É o que a
Bíblia nos relata com riqueza de detalhes.

1 - A burrice de Deus na lenda da criação
Não resta dúvida que em Gênesis 1, os primeiros 19 versículos da
bíblia nos mostram a total burrice de Deus (dos escritores
primitivos que inventaram ou copiaram as lendas bíblicas).
1 - No princípio criou Deus os céus e a terra.
-

SE DEUS É ETERNO, ISTO FOI NO PRINCIPIO DE QUÊ?

2 - A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do
abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas.
-

SEGUNDO ESTE VERSÍCULO O UNIVERSO ESTAVA CHEIO
DE ÁGUA.

3 - Disse Deus: haja luz. E houve luz.
-

SEGUNDO ESTE VERSÍCULO, DEUS VIVIA NA ESCURIDÃO
COMPLETA. OU SEJA: DEUS VIVIA NAS TREVAS E AINDA
NÃO TINHA CRIADO O SOL.
5

4 - Viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as
trevas.
-

AQUI DEUS NÃO SABIA O QUE ESTAVA FAZENDO, POIS SÓ
DEPOIS DE CRIAR A LUZ É QUE ELE VIU QUE ERA BOA.

5 - E Deus chamou à luz dia, e às trevas noite. E foi a tarde e a
manhã, o dia primeiro.
-

DEUS NÃO SABIA QUE O DIA E A NOITE ERAM CAUSADOS
PELO SOL, POIS CRIOU O DIA E A NOITE ANTES DO SOL.

6 - E disse Deus: haja um firmamento no meio das águas, e haja
separação entre águas e águas.
-

AQUI DEUS CRIA UMA BOLHA DE AR NO UNIVERSO CHEIO
DE ÁGUA, COM UM POUCO DE ÁGUA E TERRA DENTRO.

7 - Fez, pois, Deus o firmamento, e separou as águas que estavam
debaixo do firmamento das que estavam por cima do firmamento.
E assim foi.
-

DEUS CRIOU UMA CÚPULA SOBRE UMA TERRA PLANA,
POIS HAVIA ÁGUA POR CIMA DO CÉU SÓLIDO.

8 - Chamou Deus ao firmamento céu. E foi a tarde e a manhã, o
dia segundo.
-

E O CÉU É A PARTE DE DENTRO DESSA CÚPULA.

9 - E disse Deus: Ajuntem-se num só lugar as águas que estão
debaixo do céu, e apareça o elemento seco. E assim foi.
10 - Chamou Deus ao elemento seco terra, e ao ajuntamento das
águas mares. E viu Deus que isso era bom.

6

-

SEM SABER SE O QUE ESTAVA FAZENDO DARIA CERTO,
DEUS SEPAROU A ÁGUA E A TERRA QUE ESTAVAM DENTRO
DA CÚPULA E SÓ DEPOIS DE PRONTO VIU QUE DEU CERTO.

11 - E disse Deus: Produza a terra relva, ervas que deem
semente, e árvores frutíferas que, segundo as suas espécies,
deem fruto que tenha em si a sua semente, sobre a terra. E assim
foi.
-

NESTE VERSO DEUS REVELA SUA TOTAL IGNORÃNCIA
SOBRE BOTÂNICA, POIS OS PRIMEIROS VEGETAIS NÃO
PRODUZIAM SEMENTES, NEM FLORES E NEM FRUTOS.
ERAM APENAS MUSGOS.

12 - A terra, pois, produziu relva, ervas que davam semente
segundo as suas espécies, e árvores que davam fruto que tinha
em si a sua semente, segundo as suas espécies. E viu Deus que
isso era bom.
-

MAIS UMA MANCADA DE DEUS, POIS OS VEJETAIS COM
SEMENTES E FRUTOS SURGIRAM MILHÕES DE ANOS
DEPOIS DOS PRIMEIROS VEGETAIS. E SÓ DEPOIS DE
CRIAR AS COISAS, DEUS PERCEBIA SE ERAM BOAS.

13 - E foi a tarde e a manhã, o dia terceiro.
14 - E disse Deus: haja luminares no firmamento do céu, para
fazerem separação entre o dia e a noite; sejam eles para sinais e
para estações, e para dias e anos;
15 - e sirvam de luminares no firmamento do céu, para alumiar a
terra. E assim foi.
16 - Deus, pois, fez os dois grandes luminares: o luminar maior
para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; fez
também as estrelas.
7

17 - E Deus os pôs no firmamento do céu para alumiar a terra,
18 - Para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a
luz e as trevas. E viu Deus que isso era bom.
-

AQUI DEUS ESQUECEU QUE JÁ TINHA CRIADO O DIA E A
NOITE ANTES DO SOL, LÁ NO VERSÍCULO 5.

19 - E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.
-

COMO ELE CONTOU OS DIAS ATÉ AQUI, SE NÃO EXISTIA
O SOL?

SAIBA MAIS SOBRE A TOTAL BURRICE DE “DEUS”, SEGUNDO
A BÍBLIA

8

2 - A falácia do “criador inteligente”

Muitos cristãos olham para o nosso universo, especialmente à vida
no planeta Terra, e chegaram à conclusão de que o que vemos é
"complexidade irredutível". Na visão cristã, a complexidade de
nosso universo e da vida na Terra requer um criador inteligente
para trazer tudo à existência.
Um cristão pode dizer:

"Olha como a vida é incrível e complexa. Olhe como são
intrincados o olho e o cérebro humanos. Não há nenhuma
maneira do olho humano e do cérebro humano surgirem
espontaneamente a partir da lama. Da mesma forma que
9

um relógio não pode aparecer sem um relojoeiro, não há
nenhuma maneira de toda essa complexidade ter surgido
sem um criador inteligente”.
Então, nós temos uma questão que exige uma resposta: Será que
a complexidade da vida surge espontaneamente ou ela requer um
criador?
Os cristãos acreditam que um criador é essencial. Os cientistas
acreditam que a ideia de um "criador" é mitologia pura e que a
complexidade surgiu através de processos naturais, como a
evolução. Quem está certo? Você mesmo pode responder esta
pergunta a si mesmo com um pouco de lógica. Aqui estão as duas
opções:
1. A complexidade da vida e do universo surgiu de forma
espontânea e completamente sem qualquer inteligência. A
natureza cria toda a complexidade que vemos hoje.
2. Um criador inteligente criou toda a complexidade que
vemos hoje, porque a complexidade exige inteligência para
criá-la.
A vantagem da primeira opção é que ela é autossuficiente. A
complexidade
surgiu
espontaneamente.
Nenhuma
outra
explicação é necessária. O problema com a segunda opção é que
ela cria imediatamente uma impossibilidade. Se a complexidade
não pode surgir sem inteligência, então se deve imediatamente
perguntar: "Quem criou o criador inteligente?" O criador não
poderia ter vindo à existência, se complexidade requer
inteligência. Portanto, um deus inteligente é impossível.
Em outras palavras, aplicando a simples lógica, podemos provar
que Deus é imaginário. E isto também explica e justifica “suas”
trapalhadas na Bíblia.
10

3 - O Design Inteligente criou a humanidade?

O "Design Inteligente" é um movimento
baseado em um argumento não muito
diferente do usado por William Paley
pouco antes do Dia de Darwin. Paley
acreditava que se você encontrasse um
relógio em uma floresta, você não
acreditaria que tivesse se formado lá por
si só. Você assumiria que ele teria sido
feito por um "relojoeiro".
Por extensão então, o corpo humano se parece com um relógio.
O corpo humano é complexo - "irredutivelmente" complexo
segundo o movimento do "Design Inteligente". E, portanto, cada
um poderia discutir como Paley fez, que o corpo humano não pode
ter se formado por si mesmo. Deve de ter sido feito "por um
Desenhista Inteligente".

11

Se o Designer Inteligente realmente existe, aqui está um
experimento de pensamento para que possamos refletir.
Vamos imaginar que você entrasse em uma loja de joias para
olhar os diferentes tipos de relógios. Um dos relógios chama a sua
atenção porque seu design é muito incomum. O joalheiro se
aproxima e você lhe pede para descrever o relógio. Ele começa a
citar várias de suas características mais interessantes.

"Aqui está algo que você não encontra em muitos relógios", diz o
joalheiro. "Quando você dá corda neste relógio, ele começa
a feder!" Ele dá corda no relógio e acontece exatamente como
ele diz - um odor definido, muito leve no início, começa a exalar
do relógio. O joalheiro diz que o cheiro pode ficar bastante forte
no decorrer do dia, até o ponto onde o relógio se torna irritante.
Você deve aplicar todas as manhãs no relógio uma pomada
especial chamada de "desodorante", a fim de disfarçar o cheiro e
também vai ter que lavar o relógio todas as noites para remover
a pomada e o cheiro. Se você deixar o relógio passar dois ou três
12

dias sem lavá-lo, ele vai ficar com um cheiro tão ruim que você
não vai querer estar na mesma sala com ele.
“E há outra coisa”, diz o joalheiro. “Durante oito horas por
dia este relógio não vai lhe dizer as horas de maneira
nenhuma! Ele adormece e durante essas oito horas não
pode ser perturbado. Se ele for perturbado e não conseguir
as oito horas de sono que precisa, então ele pode
adormecer espontaneamente e de forma inesperada por
até duas horas em qualquer momento durante o dia
seguinte. Isso é chamado de "soneca". Além disso, ele
pode indicar o tempo de forma bastante errática se não
dormir o suficiente”.
O joalheiro também informa que o relógio está sujeito a milhares
de diferentes "doenças". Muitas dessas doenças podem levar o
relógio a ficar fora de serviço durante uma semana ou mais.
Muitas outras farão com que o relógio precise de reparos muito
caros em um centro de serviços especializado, chamado
"hospital". E centenas dessas doenças farão com que o relógio
pare e morra completamente. Duas ou três vezes por ano (se você
tiver sorte) o relógio será afetado por uma dessas doenças por
cerca de uma semana. Durante essas duas ou três semanas a
cada ano, o relógio não vai manter o tempo exato e você pode ter
que trazê-lo para o conserto.
"Agora, isso é bastante singular", diz o joalheiro. "Não são
muitos os relógios têm isso!" Ele aponta para um nódulo macio
no lado do relógio. Parece que duas das mais importantes
engrenagens do relógio não estão dentro do gabinete do relógio.
Em vez disso, elas estão ligadas fora do relógio e elas se conectam
com as outras engrenagens no relógio através de uma pequena
abertura. Estas duas engrenagens externas não são protegidas
por nada além de um saco fino de plástico, que o joalheiro chama
13

de "escroto". O joalheiro avisa que por causa deste projeto único,
você tem que ser extremamente cuidadoso com o relógio. Se você
alguma vez bater estas partes expostas em qualquer coisa, o
relógio vai se dobrar e ficar paralisado.
O joalheiro continua...
Toda semana, você vai ter que injetar no relógio certos produtos
químicos chamados de "vitaminas" e se você não fizer o relógio
vai morrer.
Se o relógio ficar muito frio, partes dele ficarão "congeladas" e
depois irão apodrecer e cair.
Todos os dias, do lado de fora da caixa do relógio, irá se
desenvolver uma película nojenta chamada de "placa". Você terá
que esfregar essa placa duas vezes por dia com uma escova. Se
não o fizer, a caixa do relógio irá se encher de buracos e cair aos
pedaços.
Você também precisa dar corda no relógio três ou quatro vezes
por dia. Mas você deve fazer isso com muito cuidado. Se exagerar,
ele vai inchar grotescamente três ou quatro vezes o seu tamanho
normal e terá ainda mais problemas com doenças diferentes. Este
inchaço grotesco é chamado de "obesidade" e é um grande
problema.
Quando você compra o relógio, ele leva nove meses para a
entrega. Mas quinze por cento das encomendas nunca saem da
fábrica. Eles morrem na linha de montagem e nunca são
entregues por causa de um "erro". Cerca de cinco por cento dos
relógios que saem da fábrica, têm defeitos graves - estes defeitos
têm nomes como síndrome de Down, espinha bífida, etc.

14

Quando você abrir pacote para ver o seu relógio novo, você não
tem ideia do que vai encontrar. Alguns dos relógios são muito
bonitos, mas o número destes é muito pequeno. A maioria tem
aparência comum e alguns são surpreendentemente feios. Você
tem que aceitar o que receber.
Da mesma forma, um número muito pequeno de relógios que
saem da fábrica, virá com recursos sofisticados como um
cronômetro e indicador de fases da lua. A maioria dos relógios
marcará horas e minutos normalmente bem. Mas um bom número
dos relógios terá um "QI abaixo da média" e, portanto, marcará o
tempo muito mal. Mais uma vez, você tem que pegar o que recebe
sem reclamar.
O joalheiro falar sem parar, descrevendo dezenas de problemas
com essa determinada marca de relógio. Depois de uma hora você
está tão revoltado e confuso que levanta a mão e lhe pede para
parar. Você tem apenas uma pergunta óbvia:

"Que tipo de relojoeiro insano criaria um relógio com
tantos problemas?"

Ninguém compraria esta marca de relógio. O projeto é ridículo.
Existem milhares de falhas - muitas delas bastante graves - que
são evidentes nesta marca de relógio. Por que o relojoeiro criaria
um relógio que fede? Com tártaro e placa bacteriana? Obesidade?
Um escroto e testículos externos? A lista de características
absurdas é quase interminável.
Este é o problema com a teoria do "relojoeiro divino". Design
Inteligente? Se o homem é criado à imagem de Deus, então Deus
é um completo idiota. Nenhum "Designer Inteligente" - Deus ou
não - projetaria um relógio ridículo como esse.

15

Vejamos algumas das características mais bizarras que
encontramos em nossos corpos humanos e vamos examiná-las
mais detalhadamente.
Odor corporal
Se assumirmos que um designer inteligente criou o corpo
humano, então o Designer Inteligente era livre para desenhar as
pessoas da forma ele gostaria que fossem.
Ao longo de quase todo o corpo humano, o suor é inodoro. Mas
então o Designer Inteligente fez algo muito estranho. Em nossas
axilas, o Designer Inteligente inventou um tipo completamente
diferente de glândulas sudoríparas. Estas são chamadas de
glândulas sudoríparas apócrinas. Estas glândulas sudoríparas
especiais adicionam proteínas e gorduras ao sal e a água do suor
normal.
As proteínas e gorduras em si não tem odor particular, embora
elas tenham uma cor amarelada que mancha a roupa. É quando
as bactérias começam a digerir as gorduras e proteínas que os
problemas começam. O processo de digestão bacteriana cria uma
tremenda quantidade de odor. E o odor é rançoso e repugnante.
É por isso que os seres humanos têm odor no corpo.

Por que o Designer inteligente fez isso com a gente?

Alguns diriam: "Talvez o odor corporal seja um resquício que
sobrou dos animais inferiores". Isso pressupõe que nós evoluímos
dos animais inferiores. O Designer Inteligente tinha uma lousa em
branco quando ele projetou os seres humanos.
Alguns poderiam dizer: "Olha, só porque o Designer Inteligente é
onipotente, isso não significa que o corpo humano seja perfeito.
O Designer Inteligente deve ter criado o odor do corpo por algum
16

motivo, quando ele criou as pessoas". Mas que motivo seria? Por
que o Designer Inteligente gostaria de ver nossas axilas fedendo?
Por que um Designer Inteligente comete tantos erros? Por que não
criou um relógio que funciona?
Outros poderiam dizer: "Talvez o Designer Inteligente
simplesmente tenha criado a vida há um bilhão de anos atrás e
depois deixou evolução seguir seu caminho caótico natural. É por
isso que o corpo humano tem todos esses problemas". Se for esse
o caso, então por que precisamos inventar o conceito de um
Designer Inteligente? É evidente que a "complexidade irredutível"
de todos os seres vivos veio de um processo evolutivo natural,
nesse caso, portanto, não há necessidade de inventar um
Designer Inteligente.


Por que um Designer Inteligente decidiria conscientemente
fazer seres humanos fedorentos? Esta é a questão.
E se aceitarmos a hipótese de que não há um Designer
Inteligente?
E se a razão pela qual as nossas axilas fedem é porque o
Designer Inteligente é imaginário?

Nesta hipótese, o seu corpo foi criado por um processo natural
não guiado, ao longo de milhões de anos. O fato de que você tem
mau cheiro nas axilas é um resultado aleatório desse processo
natural. Deus não criou o homem à sua imagem, nem qualquer
outro "designer” sobrenatural nos criou - a natureza criou os seres
humanos da mesma forma que criou todos os outros seres vivos.
Vitaminas
As chances são de que você tome um tablete multivitamínico
diariamente ou que você coma regularmente alimentos reforçados
com vitaminas. Alguma vez você já se perguntou por que você
17

precisa fazer isso? Acontece que as vitaminas representam uma
das falhas de design mais interessantes do corpo humano.
A vitamina é uma molécula que seu corpo necessita, mas que não
pode produzir por conta própria. Por exemplo, a vitamina C é uma
molécula pequena com a fórmula química C6H7O6. Sem as
moléculas especiais que as pílulas de vitaminas fornecem, as
pessoas adquirem todos os tipos de doenças debilitantes. Se você
não conseguir a quantidade suficiente de vitamina D, você contrai
uma doença chamada raquitismo, o que provoca ossos moles e
pode levar a uma terrível deformidade. Se você não conseguir a
quantidade suficiente de vitamina C, você terá uma doença
chamada escorbuto.
O escorbuto é uma doença bastante terrível e é fatal se não for
tratada. Suas gengivas amolecem, você começa a sangrar pelas
membranas mucosas e seu corpo fica coberto de manchas e
contusões. Estes problemas surgem pelo fato de que a vitamina C
é essencial para o corpo produzir colágeno. Sem a molécula de
vitamina C, o corpo não consegue produzir colágeno corretamente
e isso causa uma série de problemas.
Você já reparou que os cães não têm nenhum desejo de comer
frutas cítricas? Isso é porque os cães não se importam com a
vitamina C. Cães produzem sua própria vitamina C internamente,
de modo que não há necessidade de consegui-la a partir de fontes
externas. Na verdade, quase todos os animais do planeta fazem
a vitamina C dentro de seu próprio corpo. Os seres humanos são
um dos poucos animais (os porcos da Guiné também) que não
podem fazer sua própria vitamina C.
Você não acha que um Designer Inteligente teria criado o corpo
humano para que pudesse fabricar sua própria vitamina C? Por
que um Designer Inteligente instalaria o mecanismo de produção
18

de vitamina C dentro de quase todos os outros animais, mas o
deixaria de fora dos seres humanos? Um Designer Inteligente
certamente sabe que os seres humanos precisam de vitamina C e
que sem ela eles iriam pegar a doença terrível chamada
escorbuto. Um Designer Inteligente certamente tinha a habilidade
de instalar o mesmo mecanismo produtor de vitamina C que todos
os outros animais têm, nos seres humanos. O que o Designer
Inteligente estava planejando quando cometeu este erro banal?
E se aceitarmos a hipótese de que não há Designer Inteligente?
Nesse caso, a razão pela qual os seres humanos precisam tomar
vitamina C de fontes externas é porque milhões de anos atrás, o
gene que produz a vitamina C ficou danificado durante o processo
natural que concebia os seres humanos. Este gene danificado
significa que os seres humanos não podem produzir vitamina C
internamente. O corpo humano veio de um processo natural
agindo ao longo de milhões de anos, que esta falha de projeto
ilustra tão facilmente.
O escroto
Independentemente de saber se você é homem ou mulher, não
chegou a um ponto em que você olhou para a anatomia sexual
masculina e fez a si mesmo a pergunta óbvia: "O que está
acontecendo aqui?" Basta olhar para ela - o projeto é ridículo. Os
dois testículos estão pendurados em um pequeno saco chamado
de escroto, fora do corpo e completamente expostos.
Se o homem foi criado por um designer inteligente, então por que
diabos ele iria projetar machos humanos como esse? Por que os
testículos não estão embalados ordenadamente dentro do corpo,
como qualquer outro órgão importante?

19

Se você é homem, você sabe sobre os vários problemas causados
por testículos externos:
1. Pode ser pouco confortável correr, porque os testículos têm
uma tendência a bater ao redor. É por isso que atletas do
sexo masculino usam protetores atléticos.
2. Como eles estão fora e desprotegidos, os testículos são
bastante sensíveis à dor. Qualquer homem que já tenha
sido "chutado nas bolas" ou caído do jeito errado, sabe
como pode ser excruciantemente doloroso.
3. Como há abas soltas de pele, você tem problemas como
assaduras, coceira, etc, que se desenvolvem em torno do
escroto.
Qualquer um que olha para o design dos testículos e do escroto,
pode ver que há grandes falhas. Por que os testículos foram
concebidos desta forma?
Os testículos estão pendurados em um saco de fora do corpo na
maioria dos mamíferos por uma razão muito simples. A
temperatura ideal para a produção de esperma é de cerca de três
graus Celsius menor que a temperatura normal do corpo. Os
testículos suspensos em um saco externo, podem manter essa
temperatura baixa mais facilmente. Dois tipos de mamíferos
resolvem o problema de temperatura com algo diferente de um
saco externo: cetáceos (golfinhos, baleias) e focas. Eles
compensam o problema de temperatura com esquemas de
circulação de sangue complicados para manter os testículos
frescos.
Se um designer inteligente criou o corpo humano, a pergunta
óbvia que você tem que se fazer é: Por que ele simplesmente não
projetou os testículos para que funcionem à temperatura normal
do corpo? Por que diabos um Designer Inteligente os tornaria
20

sensíveis à temperatura? Se os testículos funcionassem à
temperatura normal do corpo (em vez de três graus mais frio),
eles poderiam estar dentro do corpo, como todos os outros
órgãos.
Por que criar um design tão ridículo?
E se a hipótese de que não há Designer Inteligente for a correta?
Nesse caso, o corpo humano foi projetado por um processo
natural. O fato de que os órgãos produtores de espermatozoides
são sensíveis à temperatura é um acidente desse processo
natural. O problema foi resolvido pela natureza, suspendendo os
testículos da maioria dos mamíferos num pequeno saco fora o
resto do corpo. Nesse caso, o seu design maluco faz sentido.
Tártaro e placa
Mesmo se você escovar os dentes e usar fio dental duas vezes por
dia, você vai ter placa bacteriana e tártaro em seus dentes.
Periodicamente, você tem que ir ao dentista para ter essa placa
bacteriana e tártaro raspado com instrumentos de metal
dolorosos. Se você não visitar o dentista para estas limpezas
periódicas, o que vai acontecer é que a placa bacteriana e tártaro
acabarão por provocar a queda dos seus dentes.
Se um Designer Inteligente projetou sua boca, então ele também
projetou o tártaro e placa bacteriana. A pergunta que você tem
que se fazer é: por que um Designer Inteligente faria isso? Porque
a boca humana é tão mal projetada? Que tipo de Designer
inteligente perfeito cometeria um erro tão óbvio?
E se não há Designer Inteligente? Nesse caso, seu corpo foi
projetado por um processo natural. O fato de que você tem mau

21

hálito e tártaro é um acidente aleatório causado por esse processo
natural.
Sono
Todos os dias você precisa de cerca de oito horas de sono, a fim
de funcionar normalmente. Isso levanta uma questão óbvia: Por
que um Designer Inteligente nos obriga a perder oito horas por
dia em um estado de inconsciência? Por que não nos projetou de
modo que nós não precisemos dormir?
Você também pode fazer uma segunda pergunta: Tendo em conta
que o seu corpo requer que você obtenha oito horas de sono por
dia para funcionar normalmente, porque muitas vezes é
impossível adormecer? Aqui estão algumas razões comuns para
deitar na cama e ficar acordado:











Há muito barulho (por exemplo, o vizinho está tocando
heavy metal às duas da manhã).
Você não consegue achar uma posição confortável.
Seu filho acorda gritando às 3:00 (por exemplo, porque ela
não consegue dormir).
Você bebe muito café durante o dia (por exemplo, porque
você não dormiu o suficiente na noite anterior).
É muito quente.
É muito frio.
Você tem gripe e está tossindo a noite toda.
Seu cônjuge ronca.
Você está nervoso com a grande apresentação de amanhã.
O colchão é desconfortável.
Você teve um pesadelo e está com medo de voltar a dormir.
E assim por diante ...

Há milhares de coisas que podem tornar o sono impossível.

22

Olhando para tudo isso você pode ver que todo o projeto do sono
está danificado do começo ao fim. A razão pela qual você tem que
dormir não tem nada a ver com um Designer Inteligente. Seu
corpo foi projetado por um processo natural ao longo de milhões
de anos. O conceito de sono é um acidente aleatório criado por
esse processo natural, não por um Designer Inteligente.
O relojoeiro divino
Se um designer inteligente criou o corpo humano, então você tem
que explicar o que deu errado. Por que um Deus onipotente,
onisciente cometeu um grande número de erros ridículos e muitas
vezes mal-intencionados em seu desenho do corpo humano? Os
problemas de odor corporal, vitaminas, testículos, dentistas e
dormir descritos acima, mal começam a arranhar a superfície:

Por que o designer inteligente não criou olhos que
funcionem corretamente, para que metade das pessoas do
planeta não precise usar óculos?
Por que o Designer Inteligente não projetou uma sensação
de fome que funcione, para que as pessoas não sejam
ameaçadas pela obesidade?
Por que o Designer Inteligente não fez um projeto de
coração que funcione, assim as doenças do coração não
seriam o assassino número um do mundo?
Por que o Designer Inteligente não fez um projeto de
sistema digestivo que funcione, para que as pessoas não
sejam constantemente atacadas por diarréia e prisão de
ventre?
Por que o Designer Inteligente não fez um projeto de
cérebro que funcione, para que ele não sofra de
dependência de álcool, nicotina, heroína, cocaína, jogos de
azar, etc?
23

Por que o Designer Inteligente não fez um projeto de
sistema imunológico que funcione, para que não existissem
coisas como o resfriado comum (e todos os milhares de
outras doenças)?
Por que o Designer Inteligente não fez um projeto de cabelo
que funcione, para que a calvície masculina não existisse?

E assim por diante, a lista continua. O Designer Inteligente
cometeu milhares de erros grosseiros, que são óbvios para quem
usa o relógio.
Muitos dos problemas que encontramos no projeto do corpo
humano produzem quantidades maciças de sofrimento. Pergunte
a qualquer um morrendo de câncer. Pergunte a qualquer um que
teve uma cirurgia de coração. Pergunte a qualquer mãe que sofreu
um aborto espontâneo ou teve um filho nascido com defeitos
congênitos graves. Pergunte a qualquer uma de centenas de
milhões de pessoas que morreram de varíola, gripe, AIDS e peste
bubônica. Cada problema que vemos no corpo humano, portanto,
oferece evidência explícita de que não foi projetado por um
Designer Inteligente. Ou isso ou o Designer Inteligente tem
enorme prazer no sofrimento humano.
Aqui está o que eu gostaria de ajudá-lo a entender: A razão pela
qual o corpo humano contém milhares de erros e problemas é
porque nenhum designer/relojoeiro onisciente criou o corpo
humano. Um designer não cometeria todos esses erros e nem
criariam tanto sofrimento. Um designer nunca projetaria um
relógio tão ruim. O fato é que a Natureza é o relojoeiro. Um
processo natural imperfeito e um pouco caótico tem “projetado”
toda a vida neste planeta por centenas de milhões de anos,
incluindo o corpo humano. Seu senso comum lhe diz isso. Todos
os problemas que você enfrenta com seu corpo humano reforçam
24

este fato para você a cada dia. Toda vez que você escovar os
dentes e colocar o seu anti-transpirante, você se lembrará que um
processo natural caótico projetou seu corpo em vez de um
"Designer Inteligente".
Profundamente estranho
Aqui está outra coisa que eu gostaria de ajudá-lo a entender: Os
cientistas não são sinistros. Os cientistas chegaram à sua posição
no debate através do conhecimento e da pesquisa. Milhões de
pessoas altamente treinadas e altamente inteligentes têm
coletado e analisado toneladas de fatos científicos por décadas em
uma ampla variedade de disciplinas. Por exemplo:


Há um enorme volume de dados astronômicos que indicam
que o universo tem bilhões de anos de idade.
Há um enorme volume de dados geológicos que indicam
que a terra também tem bilhões de anos de idade.
Há um enorme volume de dados paleontológicos que
indicam que a própria vida tem mais do que um bilhão de
anos de idade e que os animais multicelulares têm evoluido
por centenas de milhões de anos. O registro fóssil mostra
que têm existido milhões de espécies de plantas e animais
que apareceram e desapareceram no planeta Terra ao
longo de centenas de milhões de anos.
Há um enorme volume de dados biológicos que mostram
como o DNA funciona e como sofre mudanças ao longo do
tempo através de processos naturais.
E assim por diante ...

Há milhões de evidências interligadas umas com as outras para
pintar um quadro consistente. São dados astronômicos,
geológicos, arqueológicos, paleontológicos, químicos, físicos,
biológicos, históricos... Tudo isso aponta consistentemente para
25

um universo antigo com bilhões de anos de idade e uma série de
eventos naturais que nos trouxeram todas as formas de vida que
vemos hoje. Nada disso aponta para qualquer tipo de "deus".
O corpo humano é cheio de milhares de erros de projeto, muitos
deles bastante brutais em seus efeitos. Esses erros de projeto vêm
do desestruturado processo caótico e natural chamado evolução.
Se houvesse um designer inteligente, a única conclusão possível
a que poderíamos chegar sobre ele, é que tem um prazer supremo
no sofrimento humano. Isso é óbvio para qualquer pessoa que
habita um corpo humano.
Então, por que as pessoas se apegam tão fortemente à história
boba da criação da Bíblia ou inventam o conceito genérico de
"Designer Inteligente", se é tão óbvio que tal designer não pode
existir?
A razão para a perspectiva religiosa é fácil de entender se você ler
o capítulo 27. Muitas pessoas têm medo da morte. Esse terror leva
a invenção da noção de "vida eterna". E para que haja a vida
eterna, precisamos de um Designer Inteligente para projetar o
corpo humano e nos dar nossas "almas". Assim, as pessoas estão
dispostas a aceitar uma história da criação.
Isso leva os crentes a um lugar muito estranho. Eles precisam
lutar contra a Ciência e seus milhões de fatos, a fim de manter a
ilusão da vida eterna. O engraçado é que eles voluntariamente
usam todos os outros produtos da ciência - telefones, produtos
farmacêuticos, web sites, aviões, plásticos, arranha-céus,
televisores, fornos de micro-ondas e todo o resto. Estes produtos
são todos criados usando o mesmo processo científico que nos diz
que a terra tem bilhões de anos de idade e que não pode haver
um Designer Inteligente.
26

4 - Partes inúteis do corpo humano >>>

Em uma conversa clássica entre um Ateu e um crente teríamos
algo semelhante a isto:
-

Ateu: Ok, se Deus existe dê-me uma evidência de sua
existência.
Crente: Evidência? Existem milhares! .... Por exemplo a
criação do corpo humano. Observa nosso corpo tão
perfeito,
sincronizado,
com
funções
fisiológicas
corretamente engrenadas. Só um ser divino e Todopoderoso pode ter feito uma máquina tão perfeita como o
corpo humano.

O corpo humano perfeito? Excluindo as doenças e defeitos
genéticos; existem muitos órgãos e elementos que constituem o
corpo humano que não têm função prática ou benefício algum. Na
realidade às vezes são até prejudiciais e limitam nossa vida.
Veremos aqui alguns elementos que “Deus” criou a mais.
Órgãos vestigiais
Órgãos vestigiais são aqueles que se encontram reduzidos e/ou
sem função aparente no organismo em que se encontram. Por
homologia com órgãos de outras espécies, é possível inferir em
muitos casos a função que foi exercida no passado por estes
órgãos na linhagem do organismo em questão. São provas
evidentes e irrefutáveis da evolução.
.

27

1 - Os dentes do siso

Os dentes do siso representam o terceiro molar, também
chamado cordal. São também chamados de dentes do juízo dado
que na idade em que aparecem se supõe que a pessoa tem um
juízo mais desenvolvido e completo que quando aparece o resto
da dentição definitiva. Os dentes do juízo costumam afetar outros
dentes ao desenvolver-se, empurrando-os o nascendo "tortos".
Quando isto ocorre se costuma extrair. Como prova definitiva da
evolução atual, estamos perdendo estes dentes pouco a pouco e
existem algumas pessoas que não chegam a desenvolvê-los de
maneira congênita. Já não necessitamos deles para o tipo de
alimentos que ingerimos. (Originalmente eram para triturar
vegetais em nossa ancestral etapa como hominídeos) Só 5% da
população conta com um jogo saudável destes terceiros molares.
28

2 - Músculos auriculares externos

Muitos animais são capazes de mover à vontade o pavilhão
auricular para a direção de onde procede o som (por exemplo, os
cães) graças a este conjunto de músculos vestigiais evolutivos. Ao
contrário, o pavilhão auricular humano é muito menos móvel, pois
não possuímos mais esse controle voluntário sobre sua
orientação.

29

3 - Órgão Vomeronasal (ou de Jacobson)

Um pequeno furo de cada lado do septo nasal que se considera
ligado aos quimiorreceptores não funcionais, localizados no osso
vômer, entre o nariz e a boca. Se somos capazes de captar
feromonios, coisa que não está comprovada, provavelmente o
faríamos graças a este órgão. As serpentes o usam para sentir o
cheiro das presas, colocando a língua para fora e atraindo
partículas à abertura do órgão no palato. Alguns mamíferos
utilizam um movimento facial característico chamado reflexo de
Flehmen para enviar compostos a este órgão, enquanto que em
outros mamíferos o mesmo órgão se contrai e bombeia para atrair
os compostos.
Poderiam ser tudo o que resta de nossa outrora grande habilidade
para detectar feromonios.
30

4 - Costelas do pescoço (ou cervicais)

São vestígios da evolução, possivelmente restos da idade dos
répteis. Podem aparecer no pescoço e são vestígios de outras
costelas. As costelas cervicais aparecem em menos de 1% da
população e, a princípio, costumam ser causa de problemas de
tipo nervoso e arterial. O normal é que desapareçam no
desenvolvimento embrionário.

31

5 - Terceira pálpebra

Um ancestral comum às aves e os mamíferos poderia ter contado
com uma membrana para proteger o olho e jogar os resíduos para
fora. Dele os humanos conservam apenas uma pequena
membrana no canto interior do olho, chamada membrana
nictitante.
Ao ser fechada durante a imersão, atua como membrana
protetora da córnea nos anfíbios.
É um clássico exemplo de que ainda temos traços evolutivos em
nosso corpo.

32

6 - Ponto de Darwin (ou tubérculo)

Se trata de um engrossamento ou ponta localizado na borda da
orelha, mais exatamente no terço superior do hélix, e se chama
assim porque Charles Darwin o descreveu pela primeira vez em
“A Origem do Homem”. Os macacos o possuem e pelo menos 10%
das pessoas. O ponto de Darwin corresponde, nos animais, à
ponta da orelha e é controlado pelo mesmo gene neles e em nós.
Como a nossa orelha mudou radicalmente de forma em relação
aos macacos, este tubérculo não cumpre nenhuma função, exceto
deixar nervosas as mulheres que o possuam. Poderia ser o
remanescente de uma formação maior que ajudava a concentrarse nos sons distantes.

33

7 - Músculo subclávio

Conecta a primeira costela com a clavícula e nos animais
quadrúpedes permite caminhar com as 4 patas. Os humanos são
bípedes pelo menos desde uns 5 milhões de anos atrás, mas ainda
assim existem pessoas que nascem com um ou dois destes
músculos.

34

8 - Músculo palmar

Une cotovelo até o punho e nos forneceria uma força extra se
andássemos pendurado em um galho. Embora já não seja o caso,
o músculo contínua no lugar e pelo menos uma pessoa em 10 o
apresenta. Sua importância é tão mínima que os cirurgiões o usam
como matéria-prima para reconstruir qualquer outro músculo.

35

9 - Mamilos masculinos

Os dutos de leite são formadas antes que a testosterona provoque
a diferenciação sexual do feto. Os homens têm tecido mamário
que pode ser estimulado a produzir leite. Durante as primeiras
semanas, o embrião em desenvolvimento segue um "anteprojeto
feminino", tanto nos órgãos reprodutivos como nos mamilos. A
testosterona não entra em cena até depois de 60 dias (para
aqueles que têm o cromossomo Y) alterando a atividade genérica
das células dos órgãos genitais e das células cerebrais. Entretanto,
estas papilas mamárias não sumiram.
Então, a verdadeira questão é: por que os mamilos masculinos
são equipados com nervos e vasos sanguíneos? Em muitos
mamíferos machos os hormônios são responsáveis atrofiar a
formação dos mamilos. Será que os homens pré-históricos
amamentavam seus filhos? A ausência de evidência sugere que
não. O mais provável é que os mamilos masculinos, por não
constituírem um problema, não foram eliminados pela seleção
natural.

36

10 - Músculo eretor dos pelos

Se encontra unido aos folículos pilosos e se encarrega de produzir
a “pele de galinha”. Esta função era realmente útil quando o ser
humano possuía muito pelo já que permitia criar uma camada de
ar quente entre o corpo e o exterior. O humano atual perdeu
quase todos os pelos, mas ainda não perdeu esses músculos.
Alguns feixes de fibras musculares lisas permitem aos animais
eriçar sua pelagem para melhorar a capacidade de isolamento
térmico ou para intimidar outros animais.

37

11 - Apêndice

É uma extensão atrofiada do intestino grosso. Acredita-se que
seria muito útil para os nossos antepassados herbívoros talvez
para fornecer a capacidade de digerir a celulose de forma mais
eficaz na dieta. Agora é conhecido por ter uma baixa função
imunológica e ser completamente dispensável. Alguns médicos
acreditam que o apêndice não tem nenhuma função no corpo
humano.

38

12 - Pelo corporal

As sobrancelhas evitam que o suor caia nos olhos e a barba
masculina podería desempenhar algum papel na selecção sexual,
mas, aparentemente, a maior parte do restante do pelo sobre o
corpo humano não tem qualquer função.

39

13 - Décima terceira costela

Embora a maioria dos humanos possua 12 pares de costelas, uns
poucos (1 adulto de cada 10 aproximadamente) possuem 13
pares de costelas. Algo tão incomum nos humanos, mas muito
comum em parentes próximos dos humanos como os gorilas.

40

14 - Útero masculino

Mullerian eminence ou Sinus tubercle. Os restos de um órgão
sexual feminino subdesenvolvido pendurado no corpo da próstata
masculina.

41

15 - Dedos do pé (menos o dedão)

Enquanto o dedão do pé nos permite manter o equilíbrio de forma
eficaz, os demais dedos apenas interferem nesta tarefa tornandose dispensáveis. A única explicação razoável para a existência dos
dedos do pé é o quiridio (todos os vertebrados terrestres
partilham a mesma estrutura interna nas extremidades).
Quiridio é a estrutura das extremidades dos vertebrados
tetrápodes e é uma adaptação à locomoção no meio terrestre. O
quiridio apareceu na segunda metade do Devônico, quando alguns
peixes
pulmonados
(sarcopterigios)
abandonaram
paulatinamente a vida aquática para originar os anfíbios.

42

16 - Vaso deferente feminino

Gartner's duct cyst. O que poderia ter se convertido em dutos
seminais nos machos, se converte em para-ovários nas fêmeas,
um grupo de tubos que acabam próximo aos ovários.

43

17 - Músculo piramidal

Músculo ausente em mais de 20% dos humanos. Similar a uma
bolsa que se une ao osso púbico. Poderia tratar-se de uma relíquia
da bolsa dos marsupiais.

44

18 - Cóccix

Este é um osso na ponta inferior da coluna vertebral. Embora
atualmente ajude na hora de amortecer quedas, sentar-se,
manter o equilíbrio e sendo o lugar de inserção de alguns
músculos, não desempenha um papel importante. É muito
susceptível a lesionar-se por quedas. É um vestígio do rabo que
os embriões humanos possuem até o começo da 8ª semana. Com
a conquista pelos nossos antepassados, da capacidade de ficar em
pé e da vida na terra, em vez das árvores, a cauda era cada vez
mais desnecessária e desapareceu com o tempo. Nós já não
precisamos do equilíbrio extra que nos dava para passar de uma
árvore para outra. Ainda assim, há casos de crianças que nascem
com uma cauda rudimentar, mas geralmente removida por
cirurgia.
45

19 - Seios paranasais

Os seios nasais de nossos ancestrais poderiam estar ligados a
receptores olfativos, o que lhes proporcionaria um elevado sentido
de olfato que os ajudou a sobreviver. Ninguém sabe por que nós
ainda mantemos estas cavidades associadas à mucosidade,
exceto, talvez, para aliviar o peso da cabeça e esquentar e
umidificar o ar que respiramos.

46

20 - Prepúcio

Anteriormente era necessário por dois motivos: permitia manter
relativamente úmida a área do pênis
e facilitava muito a
penetração, que poderia ser rápida e sem muita enrolação como
hoje. Por outro lado protegia o pênis do mato alto das pradarias
onde os seres humanos viviam sem roupa. Atualmente nós não
precisamos em qualquer um dos dois casos.

47

21 - Músculo perônio anterior

Este músculo vai desde a fíbula ao dedinho do pé. Participa da
rotação externa do pé e muitas pessoas não possuem. Sua
importância é tal que só percebem que não possuem depois de
um exame médico ou por outros motivos.

48

22 - Ossos Wormianos

São também chamados de suturais, fazendo referência a
ossificações ou formações de ossos em lugares chamados
"suturas" do crâneo, uniões fibrosas que unem as placas dele
mesmo (a nascermos os ossos ou placas do crâneo não estão
juntos). Especialmente, os ossos wormianos se formam na sutura
lambdoidea; estes ossos ou formações são relativamente
frequentes e não indicam enfermidades ou problemas, salvo em
certos casos específicos.

49

23 - DNA excedente

Possuímos uns 3 bilhões de pares de bases em nosso DNA. Mais
de 80% não apresenta nenhuma função clara. Este DNA nãofuncional (anteriormente denominado DNA-lixo) está constituído
por genes silenciados e sem possibilidade de produzir proteínas,
fragmentos gênicos repetidos dezenas, centenas ou milhares de
vezes de regiões não-codificantes, genomas virais ou fragmentos
de vírus e elementos gênicos transponíveis. Nas bactérias não
acontece este fato. Embora tenham descoberto alguma
utilidade para uma pequena parte deste “DNA não-funcional”, o
resto continua sem utilidade.

50

5 - Conclusão

Se mesmo com a nossa inteligência limitada conseguimos
identificar uma quantidade infinita de problemas na criação
perfeita de Deus (segundo os crentes nessa mitologia), então é
correto deduzir que a inteligência “dele” é mais limitada que a
nossa. Nós deveríamos ser absolutamente incapazes de detectar
qualquer defeito na criação de um deus perfeito e nós mesmos
deveríamos ser o exemplo claro de um ser perfeito, planejado e
construído por outro ser perfeito, mas tudo que conseguimos é
descobrir que Deus deve ser um arquiteto completamente
trapalhão, pois nada parece funcionar com perfeição em sua obra
mal acabada.
51

6 - Referências e Fontes

1. POR QUE DEUS NÃO CURA AMPUTADOS?
2. http://www.scribd.com/doc/139117039/Colecao-Fabulas-BiblicasVolume-3-Por-que-Deus-Nao-Cura-Amputados
3. DEUS É IMAGINÁRIO – 50 PROVAS
4. http://es.scribd.com/doc/69932072/Deus-e-Imaginario-50-ProvasSimples-da-Inexistencia-de-Deus
5. http://ateismoparacristianos.blogspot.com.br/2010/07/25-partes-delcuerpo-que-no-necesitamos.html
6. http://helektron.com/partes-del-cuerpo-que-no-sirven-para-nada/
7. http://axxon.com.ar/rev/?p=1928
8. http://cienciaaldia.wordpress.com/2009/03/10/humanos%C2%BFcreados-o-evolucionados/
Imagens Google e Wikipédia.

52

7 - Mais bobagens do Cristianismo >>>

COLEÇÃO FÁBULAS BÍBLICAS
MAIS DE 70 VOLUMES. É GRÁTIS E SEMPRE SERÁ.
Desmascarando de maneira simples, com a Bíblia e com o raciocínio
lógico mais básico possível, todas as mentiras do cristianismo, usadas
para enganar e explorar pessoas bobas e ingênuas com histórias falsas,
plágios descarados, fábulas infantis, contos engraçados e costumes
primitivos de povos primitivos e ignorantes da idade do bronze.





LER ONLINE OU BAIXAR
http://es.scribd.com/jairo_luis_1
DOWNLOAD 4SHARED VOLUMES INDIVIDUAIS OU TODOS
http://www.4shared.com/folder/3zU2dz2o/COLEO_FBULAS_BBL
ICAS.html
DOWNLOAD DIRETO TODOS OS VOLUMES DISPONÍVEIS EM
ARQUIVO ÚNICO DE MAIS DE 300 MB
https://www.sugarsync.com/pf/D0297736_98010216_94119

COLEÇÃO FÁBULAS MÓRMONS - MAIS DE 2500 PÁGINAS





LER ONLINE OU BAIXAR
http://es.scribd.com/jairo_luis_1
DOWNLOAD 4SHARED VOLUMES INDIVIDUAIS OU A PASTA
TODA
http://www.4shared.com/folder/NeRGFeff/COLEO_FBULAS_MR
MONS.html
DOWNLOAD DIRETO TODOS OS VOLUMES DISPONÍVEIS >
112MB
https://www.sugarsync.com/pf/D0297736_83480671_12202

53

Mais conteúdo recomendado

54

Livros recomendados

570 páginas
Mentiras Fundamentais da
Igreja Católica é uma
análise profunda da Bíblia,
que permite conhecer o
que se deixou escrito, em
que circunstâncias, quem o
escreveu, quando e, acima
de tudo, como tem sido
pervertido ao longo dos
séculos. Este livro de Pepe
Rodriguez serve para que
crentes e não crentes
encontrem as respostas
que sempre buscaram e
posaam
ter
a
última
palavra.
É
uma
das
melhores
coleções
de
dados sobre a formação
mitológica do cristianismo
no Ocidente. Um a um,
magistralmente, o autor
revela
aspectos
mais
questionáveis
da

judaico-cristã.

317 páginas

198 páginas

Com grande rigor histórico
e
acadêmico
Fernando
Vallejo desmascara uma fé
dogmática que durante
1700 anos tem derramado
o sangue de homens e
animais
invocando
a
enteléquia de Deus ou a
estranha mistura de mitos
orientais que chamamos de
Cristo, cuja existência real
ninguém
conseguiu
demonstrar. Uma obra que
desmistifica e quebra os
pilares de uma instituição
tão arraigada em nosso
mundo atual.
Entrevista
AQUI.

com

o

autor

Originally published as a
pamphlet in 1853, and
expanded to book length in
1858, The Two Babylons
seeks to demonstrate a
connection between the
ancient
Babylonian
mystery
religions
and
practices of the Roman
Catholic
Church.
Often
controversial, yet always
engaging,
The
Two
Babylons comes from an
era when disciplines such
as
archeology
and
anthropology were in their
infancy, and represents an
early attempt to synthesize
many of the findings of
these areas and Biblical
truth.

55

600 páginas

600 páginas

“Dois informadíssimos volumes de Karlheinz Deschner
sobre a política dos Papas no século XX, uma obra
surpreendentemente silenciada peols mesmos meios de
comunicação que tanta atenção dedicaram ao livro de
João Paulo II sobre como cruzar o umbral da esperança a
força de fé e obediência. Eu sei que não está na moda
julgar a religião por seus efeitos históricos recentes,
exceto no caso do fundamentalismo islâmico, mas alguns
exercícios de memória a este respeito são essenciais para
a
compreensão
do
surgimento
de
algumas
monstruosidades políticas ocorridas no século XX e outras
tão atuais como as que ocorrem na ex-Jugoslávia ou no
País Basco”.
Fernando Savater. El País, 17 de junho de 1995.
“Este segundo volume, como o primeiro, nos oferece uma
ampla e sólida informação sobre esse período da história
da Igreja na sua transição de uma marcada atitude de
condescendência com regimes totalitários conservadores
até uma postura de necessária acomodação aos sistemas
democráticos dos vencedores ocidentais na Segunda
Guerra Mundial”.

312 páginas
"Su visión de la historia de
la Iglesia no sólo no es
reverencial, sino que, por
usar
una
expresión
familiar, ‘no deja títere con
cabeza’. Su sarcasmo y su
mordaz
ironía
serían
gratuitos si no fuese porque
van de la mano del dato
elocuente y del argumento
racional. La chispa de su
estilo se nutre, por lo
demás,
de
la
mejor
tradición volteriana."
Fernando Savater. El País,
20 de mayo de 1990

Gonzalo Puente Ojea. El Mundo, 22 de outubro de 1995.
Ler online volume 1 e volume 2 (espanhol). Para comprar
(Amazon) clique nas imagens.

56

136 páginas

480 páginas

304 páginas

De una manera didáctica,
el profesor Karl Deschner
nos ofrece una visión crítica
de la doctrina de la Iglesia
católica y de sus trasfondos
históricos. Desde la misma
existencia de Jesús, hasta
la polémica transmisión de
los
Evangelios,
la
instauración y significación
de los sacramentos o la
supuesta infalibilidad del
Papa.
Todos estos asuntos son
estudiados, puestos en
duda y expuestas las
conclusiones en una obra
de rigor que, traducida a
numerosos idiomas, ha
venido a cuestionar los
orígenes,
métodos
y
razones de una de las
instituciones
más
poderosas del mundo: la
Iglesia católica.

“Se bem que o cristianismo
esteja hoje à beira da
bancarrota
espiritual,
segue impregnando ainda
decisivamente nossa moral
sexual, e as limitações
formais de nossa vida
erótica continuam sendo
basicamente as mesmas
que nos séculos XV ou V, na
época de Lutero ou de
Santo Agostinho. E isso nos
afeta a todos no mundo
ocidental, inclusive aos não
cristãos ou aos anticristãos.
Pois o que alguns pastores
nômadas
de
cabras
pensaram há dois mil e
quinhentos anos, continua
determinando os códigos
oficiais desde a Europa até
a América; subsiste uma
conexão tangível entre as
ideas sobre a sexualidade
dos
profetas
veterotestamentarios ou de
Paulo e os processos penais
por conduta desonesta em
Roma, Paris ou Nova York.”
Karlheinz Deschner.

"En temas candentes como
los del control demográfico,
el uso de anticonceptivos,
la ordenación sacerdotal de
las mujeres y el celibato de
los sacerdotes, la iglesia
sigue anclada en el pasado
y bloqueada en su rigidez
dogmática. ¿Por qué esa
obstinación que atenta
contra la dignidad y la
libertad de millones de
personas? El Anticatecismo
ayuda eficazmente a hallar
respuesta a esa pregunta.
Confluyen en esta obra dos
personalidades de vocación
ilustradora y del máximo
relieve en lo que, desde
Voltaire, casi constituye un
Género literario propio: la
crítica de la iglesia y de
todo
dogmatismo
obsesivamente
<salvífico>.

57

1 – (365 pg) Los
orígenes, desde el
paleocristianismo hasta
el final de la era
constantiniana

2 - (294 pg) La época
patrística y la
consolidación del
primado de Roma

3 - (297 pg) De la
querella de Oriente hasta
el final del periodo
justiniano

4 - (263 pg) La Iglesia
antigua: Falsificaciones y
engaños

5 - (250 pg) La Iglesia
antigua: Lucha contra los
paganos y ocupaciones
del poder

6 - (263 pg) Alta Edad
Media: El siglo de los
merovingios

58

7 - (201 pg) Alta Edad
Media: El auge de la
dinastía carolingia

8 - (282 pg) Siglo IX:
Desde Luis el Piadoso
hasta las primeras luchas
contra los sarracenos

9 - (282 pg) Siglo X:
Desde las invasiones
normandas hasta la
muerte de Otón III

Sua obra mais ambiciosa, a “História
Criminal do Cristianismo”, projetada em
princípio a dez volumes, dos quais se
publicaram nove até o presente e não se
descarta que se amplie o projeto. Tratase da mais rigorosa e implacável
exposição jamais escrita contra as formas
empregadas pelos cristãos, ao largo dos
séculos, para a conquista e conservação
do poder.
Em 1971 Deschner foi convocado por uma corte em Nuremberg acusado
de difamar a Igreja. Ganhou o processo com uma sólida argumentação,
mas aquela instituição reagiu rodeando suas obras com um muro de
silêncio que não se rompeu definitivamente até os anos oitenta, quando
as obras de Deschner começaram a ser publicadas fora da Alemanha
(Polônia, Suíça, Itália e Espanha, principalmente).

59

414 páginas
LA BIBLIA DESENTERRADA
Israel Finkelstein es un arqueólogo y
académico
israelita,
director
del
instituto
de
arqueología
de
la
Universidad de Tel Aviv y coresponsable de las excavaciones en
Mejido (25 estratos arqueológicos, 7000
años de historia) al norte de Israel. Se
le
debe
igualmente
importantes
contribuciones a los recientes datos
arqueológicos
sobre
los
primeros
israelitas en tierra de Palestina
(excavaciones de 1990) utilizando un
método que utiliza la estadística (
exploración de toda la superficie a gran
escala de la cual se extraen todas las
signos de vida, luego se data y se
cartografía por fecha) que permitió el
descubrimiento de la sedentarización de
los primeros israelitas sobre las altas
tierras
de
Cisjordania.

Es un libro que es necesario conocer.

639 páginas
EL PAPA DE HITLER: LA VERDADERA
HISTORIA DE PIO XII
¿Fue Pío XII indiferente al sufrimiento
del pueblo judío? ¿Tuvo alguna
responsabilidad en el ascenso del
nazismo? ¿Cómo explicar que firmara
un
Concordato
con
Hitler?
Preguntas como éstas comenzaron a
formularse al finalizar la Segunda
Guerra Mundial, tiñendo con la
sospecha al Sumo Pontífice. A fin de
responder a estos interrogantes, y con
el deseo de limpiar la imagen de
Eugenio Pacelli, el historiador católico
John Cornwell decidió investigar a
fondo su figura.

El profesor Cornwell plantea unas
acusaciones acerca del papel de la
Iglesia en los acontecimientos más
terribles del siglo, incluso de la historia
humana, extremadamente difíciles de
refutar.

60

513 páginas

326 páginas

480 páginas

En esta obra se describe
a algunos de los hombres
que ocuparon el cargo de
papa. Entre los papas
hubo un gran número de
hombres
casados,
algunos de los cuales
renunciaron
a
sus
esposas e hijos a cambio
del cargo papal. Muchos
eran hijos de sacerdotes,
obispos y papas. Algunos
eran bastardos, uno era
viudo, otro un ex esclavo,
varios eran asesinos,
otros incrédulos, algunos
eran ermitaños, algunos
herejes,
sadistas
y
sodomitas; muchos se
convirtieron en papas
comprando el papado
(simonía), y continuaron
durante
sus
días
vendiendo
objetos
sagrados para forrarse
con el dinero, al menos
uno era adorador de
Satanás, algunos fueron
padres
de
hijos
ilegítimos, algunos eran
fornicarios y adúlteros en
gran escala...

Santos
e
pecadores:
história dos papas é um
livro que em nenhum
momento
soa
pretensioso. O subtítulo é
explicado pelo autor no
prefácio, que afirma não
ter tido a intenção de
soar absoluto. Não é a
história dos papas, mas
sim,
uma
de
suas
histórias. Vale dizer que o
livro originou-se de uma
série para a televisão,
mas
em
nenhum
momento soa incompleto
ou
deixa
lacunas.

Jesús de Nazaret, su
posible descendencia y el
papel de sus discípulos
están
de
plena
actualidad. Llega así la
publicación de El puzzle
de Jesús, que aporta un
punto de vista diferente y
polémico sobre su figura.
Earl Doherty, el autor, es
un estudioso que se ha
dedicado
durante
décadas a investigar los
testimonios acerca de la
vida
de
Jesús,
profundizando hasta las
últimas consecuencias...
que a mucha gente le
gustaría no tener que
leer. Kevin Quinter es un
escritor
de
ficción
histórica al que proponen
escribir
un
bestseller
sobre la vida de Jesús de
Nazaret.

61

576 páginas

380 páginas

38 páginas

First published in 1976,
Paul
Johnson's
exceptional
study
of
Christianity has been
loved and widely hailed
for its intensive research,
writing, and magnitude.
In a highly readable
companion to books on
faith and history, the
scholar
and
author
Johnson has illuminated
the Christian world and
its fascinating history in a
way that no other has.

La Biblia con fuentes
reveladas (2003) es un
libro del erudito bíblico
Richard Elliott Friedman
que se ocupa del proceso
por el cual los cinco libros
de la Torá (Pentateuco)
llegaron a ser escritos.
Friedman sigue las cuatro
fuentes del modelo de la
hipótesis
documentaria
pero
se
diferencia
significativamente
del
modelo S de Julius
Wellhausen
en varios
aspectos.

An Atheist Classic! This
masterpiece,
by
the
brilliant atheist Marshall
Gauvin is full of direct
'counter-dictions',
historical evidence and
testimony that, not only
casts doubt, but shatters
the myth that there was,
indeed, a 'Jesus Christ',
as Christians assert.

62

391 páginas
PEDERASTIA EM LA IGLESIA CATÓLICA
En este libro, los abusos sexuales a
menores, cometidos por el clero o por
cualquier otro, son tratados como
"delitos", no como "pecados", ya que en
todos los ordenamientos jurídicos
democráticos del mundo se tipifican
como un delito penal las conductas
sexuales con menores a las que nos
vamos a referir. Y comete también un
delito todo aquel que, de forma
consciente y activa, encubre u ordena
encubrir
esos
comportamientos
deplorables.
Usar como objeto sexual a un menor, ya
sea mediante la violencia, el engaño, la
astucia o la seducción, supone, ante
todo y por encima de cualquier otra
opinión, un delito. Y si bien es cierto
que, además, el hecho puede verse
como un "pecado" -según el término
católico-, jamás puede ser lícito, ni
honesto, ni admisible abordarlo sólo
como un "pecado" al tiempo que se
ignora conscientemente su naturaleza
básica de delito, tal como hace la Iglesia
católica, tanto desde el ordenamiento
jurídico interno que le es propio, como
desde la praxis cotidiana de sus
prelados.

Robert Ambelain, aunque defensor de
la historicidad de un Jesús de carne y
hueso, amplia en estas líneas la
descripción que hace en anteriores
entregas de esta trilogía ( Jesús o El
Secreto Mortal de los Templarios y Los
Secretos del Gólgota) de un Jesús para
nada acorde con la descripción oficial
de la iglesia sino a uno rebelde: un
zelote con aspiraciones a monarca que
fue mitificado e inventado, tal y como
se conoce actualmente, por Paulo,
quién, según Ambelain, desconocía las
leyes judaicas y dicha religión, y quien
además usó todos los arquetipos de las
religiones que sí conocía y en las que
alguna vez creyó (las griegas, romanas
y
persas)
arropándose
en
los
conocimientos sobre judaísmo de
personas como Filón para crear a ese
personaje. Este extrajo de cada religión
aquello que atraería a las masas para
así poder centralizar su nueva religión
en sí mismo como cabeza visible de una
jerarquía eclesiástica totalmente nueva
que no hacía frente directo al imperio
pero si a quienes oprimían al pueblo
valiéndose de la posición que les había
concedido dicho imperio (el consejo
judío).

63

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful